PROJETO: Eu Apoio o Grupo da Vida no Aluguel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO: Eu Apoio o Grupo da Vida no Aluguel"

Transcrição

1 PROJETO: Eu Apoio o Grupo da Vida no Aluguel Equipe Responsável: Coordenadora: Erika Rocha de Araújo Apoio: Lúcia Alves Felizardo Marcia da Silva Barros Portes Rosane Moreira Guimarães Eliane Maria da Silva Carvalho Viana Maria da Conceição da Silva Volta Redonda, 10 de julho de 2014.

2 ÍNDICE 1. RESUMO INTRODUÇÃO OBJETIVO JUSTIFICATIVA BENEFICIÁRIOS IDENTIFICAÇÃO ANTECEDENTES INSTITUCIONAIS INFRAESTRUTURA RECURSOS FÍSICOS RECURSOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS DIRETORIA EXECUTIVA CONSELHO FISCAL / TITULARES CONSELHO FISCAL / SUPLENTES FUNCIONÁRIOS VOLUNTÁRIOS PROFISSIONAIS VOLUNTÁRIOS / APOIO RESULTADOS DE FINANCEIROS RECEITAS DESPESAS DEFICIT... 15

3 5.2. ASSISTENCIAIS TABELA DE DOAÇÕES AOS ASSISTIDOS METODOLOGIA PLANO DE DISSEMINAÇÃO LOGOTIPO DO PROJETO ANEXOS

4 1 1. RESUMO Este projeto foi criado para apoiar o trabalho realizado pelo Grupo da Vida, garantindo a permanência da instituição no local onde se encontra atualmente. O Grupo da Vida atende pessoas portadoras de câncer de todas as faixas etárias, residentes na cidade de Volta Redonda e em outras localidades circunvizinhas que vêm em busca de tratamento. Boa parte delas, além da doença enfrentam dificuldades em sua subsistência. Essas dificuldades são diversas e o apoio só é possível, pois conta com o trabalho de 104 (cento e quatro) voluntários, que se revezam no atendimento durante toda a semana e com recursos provenientes da contribuição de associados, de doações de parceiros, da renda de eventos promovidos e do lucro de seus bazares. Presta os seguintes serviços aos usuários (pacientes e familiares): atendimento clínico de psicologia, fisioterapia e orientação nutricional. Oferece também o serviço de assistente social, que define as necessidades e, consequentemente, os benefícios a ser recebidos, orientação jurídica e aplicação de Reiki. Tem sala de espera e serve gratuitamente lanches diários para o assistido e seu acompanhante uma vez que nem todos são de Volta Redonda, mas, também, de cidades circunvizinhas e geralmente passam muitas horas ou até o dia todo para fazer o seu tratamento. Fornece próteses mamárias e sutiãs confeccionados por seus voluntários e também cestas básicas, leite, fralda geriátrica, medicamentos e passagem para o tratamento, após uma análise da assistente social, também voluntária. Um dos mais importantes trabalhos que realiza e que realmente faz diferença no difícil processo de tratamento a que o assistido é submetido, é o lanche fornecido. Vários pacientes vêm em vans de suas cidades muito cedo e ficam esperando até o último paciente do grupo ser atendido para retornar para sua cidade. Isso pode levar o dia inteiro, o que é muito comum ocorrer. Em diversos casos esses pacientes realizam seu tratamento diariamente por mais de um mês sem poder interromper. Então como ele vai se alimentar? Terá condições financeiras para se alimentar? E é para isso que o Grupo da Vida está próximo a ele e essa é a importância de continuar no local onde se encontra hoje: facilitar o acesso do paciente, motivo de sua existência. Local vizinho ao tratamento para que o paciente possa lanchar, assistir televisão enquanto espera pela sua consulta, descansar, pegar sua cesta básica, pegar seu leite ou fazer sua consulta com um dos profissionais voluntários (psicóloga, assistente social, advogado, fisioterapeuta e nutricionista). Atualmente, o Grupo da Vida se encontra em um momento de grande dificuldade financeira. Está situado em um imóvel alugado, pelo valor de R$ 2.500,00 um

5 2 valor que já é irreal e incompatível com as finanças da entidade. Foi muito ajudado pelo proprietário do imóvel, que vendo o trabalho e a necessidade da instituição, nos primeiros 3 (três) anos do contrato alugou o imóvel por um valor bem abaixo da tabela. Porém a situação mudou e hoje a proposta é de que haja um reajuste no vencimento do contrato em dezembro deste ano, 2014, para o valor de tabela, podendo chegar a R$ 5.000,00, que é o valor de mercado do mesmo. Este projeto consiste em conseguir patrocinadores que contribuam mensalmente para o pagamento do valor do aluguel do imóvel onde se localiza o Grupo da Vida. Esta contribuição mensal não possui um valor fixo, porém estabeleceu-se o valor mínimo de R$ 100,00 com a duração de um ano.

6 3 2. INTRODUÇÃO O ano de 2013 não foi um ano fácil para a Associação Voluntários Grupo da Vida... Perdemos recursos financeiros importantes, fato que causou um enorme impacto em nossa receita anual. Em contrapartida, e como era de se esperar, nossas despesas aumentaram significativamente. Felizmente, no entanto, nada que tenha nos impedido de, apesar das dificuldades, oferecermos o melhor que podíamos aos nossos assistidos, todos portadores de câncer, boa parte deles vulneráveis economicamente e com poucos recursos emocionais frente às adversidades da doença e do tratamento. Apesar dos 13 anos de existência de nossa entidade, sabemos que ainda temos um longo caminho a percorrer e esperamos que em 2014 possamos superar as dificuldades e dar continuidade às atividades propostas. Vivemos num país onde muito ainda tem que se fazer para que os seus cidadãos sejam atendidos com um mínimo de dignidade seja lá em que área for saúde, educação, social... E temos plena consciência de que sem a ajuda de nossa sociedade e de pessoas com ação transformadora, muito pouco conseguiremos. A concretização de parcerias abrirá um leque de possibilidades, viabilizando a manutenção dos serviços oferecidos, uma maior capacidade de atendimento e, consequentemente, uma melhor qualidade no atendimento. Ao longo de todos esses anos, desde a sua fundação, a Associação Voluntários Grupo da Vida, também chamada de Grupo da Vida, vem conseguindo alcançar suas metas com excelência e transparência, metas essas que se renovam, sempre mantendo um olhar atento e cuidadoso para as necessidades de quem a procura. Para conseguirmos cumprir as nossas metas, não podemos deixar de agradecer aos nossos funcionários, que com todo carinho viabilizam as ações. A todas as pessoas que fazem parte da nossa equipe de voluntários, que com dedicação concretizam as ações. Às pessoas que direta ou indiretamente colaboraram para que nossos objetivos sejam atingidos e, sempre, aos nossos assistidos, que nos enchem de motivos para continuar acreditando que podemos sim fazer um mundo melhor a partir de pequenas atitudes e altas doses de amor e generosidade.

7 4 3. OBJETIVO Este projeto tem como objetivo captar recursos para pagar o aluguel do imóvel da Associação Voluntários Grupo da Vida através de patrocinadores que mensalmente contribuirão com um valor combinado para garantir a permanência da Associação Voluntários Grupo da Vida no imóvel e a continuidade dos trabalhos com fácil acesso ao paciente JUSTIFICATIVA O projeto Eu apoio o Grupo da Vida no Aluguel foi idealizado pela necessidade de se encontrar uma forma de conseguir patrocinadores que, sensibilizados pela causa, contribuam com recursos para o pagamento do aluguel do imóvel onde se encontra a instituição. Hoje o Grupo da Vida já encontra dificuldades em manter os trabalhos numa perspectiva de curto prazo, onde já tem as despesas maiores do que as receitas e, com o aumento do aluguel, isso se agravará bastante. Para piorar ainda mais a situação, tem uma poupança de onde ultimamente vem retirando todo mês o que necessita para complementar o pagamento em dia de suas contas. No ano de 2013 o Grupo da Vida teve um total de despesas de R$ ,17 e uma receita de ,94, a diferença foi retirada da poupança que terminou o ano de 2013 com um saldo total de R$ ,06. O Grupo da Vida faz eventos beneficentes próprios e com parceiros e ainda participa de outros eventos onde é convidado, como uma forma de melhorar as receitas. Contudo, tiveram grandes perdas em doações nos últimos dois anos. Não recebe nenhuma verba de prefeituras ou governo e se manteve até hoje por intermédio de doações voluntárias, associados, eventos e bazares. Para realizar o seu trabalho com eficácia, é extremamente importante que a instituição continue próxima do seu público a pessoa portadora de câncer ficando, consequentemente, próxima ao hospital onde a mesma realiza o seu tratamento pois além das doações que vai buscar como o leite, a farinha, a cesta básica, os medicamentos, as próteses e empréstimo de perucas, é oferecido também o atendimento psicológico, fisioterapia, assistente social, nutricionista e orientação jurídica. E o mais importante para quem permanece o dia inteiro a espera do tratamento é o lanche que servimos. Tudo isso não seria acessível aos seus assistidos se o Grupo da Vida tivesse que se mudar para um local distante em busca de um aluguel mais barato.

8 BENEFICIÁRIOS O Grupo da Vida atende semanalmente cerca de 500 pessoas em tratamento contra o câncer de todas as faixas etárias, parte delas da cidade de Volta Redonda e outras de cidades circunvizinhas, que vêm em busca tratamento sendo, em sua maioria, oriundas do SUS (Sistema Único de Saúde) e, portanto, extremamente carentes.

9 6 CNPJ / Sede 4. IDENTIFICAÇÃO Nome da entidade: ASSOCIAÇÃO VOLUNTÁRIOS GRUPO DA VIDA Endereços: Sede Rua Jasmin nº 84 Água Limpa CEP Volta Redonda-RJ Tel.: (24) Filial Rua Miguel Couto Filho nº 170 Jardim Amália CEP Volta Redonda-RJ Tel.: (24) Site: Data da fundação: 05 de dezembro 2000 CNPJ: / (sede) e / (filial) Estatuto Social: Registrado no Cartório do Registro Civil das Pessoas Jurídicas de Volta Redonda, da Comarca de Volta Redonda - RJ, sob o número do livro A-3, fls 210, em 04 de julho de Titulo de Utilidade Pública Municipal: nº 4.160, de 05/05/2006 Conselho de Defesa de Direitos: CMAS Conselho Municipal de Assistência Social, nº 050, de 17/08/2006

10 ANTECEDENTES INSTITUCIONAIS A Associação Voluntários Grupo da Vida, também conhecida como Grupo da Vida, é uma entidade civil de natureza assistencial (atendimento gratuito) e caráter filantrópico, sem fins lucrativos e políticos, sem discriminação racial ou religiosa, autônoma em suas decisões e, portanto, não subordinada a qualquer outra entidade, grupo ou sociedade. Fundada em 05/12/2000 e sediada na cidade de Volta Redonda - RJ tem por finalidades precípuas a prática da beneficência a pessoas com diagnóstico de câncer e seus familiares, através de promoção à saúde, orientação psicológica, nutricional e/ou jurídica, além de outras, sob todas as formas possíveis e dentro dos recursos da instituição; a luta pelo estabelecimento e desempenho de políticas de saúde pública ligadas ao câncer, promovendo atividades de assistência social, esclarecimento e conscientização e a efetivação de parcerias público-privadas que permitam um adequado desempenho das atividades de beneficência a que se propõe. Tal iniciativa partiu de um grupo de mulheres, algumas ex-portadoras da doença que, mobilizadas pela própria experiência e sensibilizadas pelas dificuldades enfrentadas por grande parte dos pacientes em função da falta de informação e orientação, se deram conta da necessidade de se criar na cidade de Volta Redonda algo que pudesse oferecer um atendimento direcionado exclusivamente ao paciente oncológico. Iniciou suas atividades reunindo mulheres em sala cedida pela Secretaria Municipal de Saúde, no Centro de Saúde da Mulher, atual Policlínica, onde debatiam sobre o tema (câncer) e procuravam se ajudar mutuamente. Em outubro de 2002, passou a realizar suas atividades em espaço cedido pela então diretoria da clínica oncológica Radiclin, onde iniciou um programa formal de orientação psicológica, empréstimo de perucas e doação de próteses artesanais confeccionadas pelas voluntárias. Em janeiro de 2003, outro espaço foi cedido nas instalações da mesma clínica, permitindo que tivesse início um programa de fornecimento de lanches para os assistidos e seus acompanhantes. Em dezembro de 2004, foi inaugurada sua primeira sede no bairro da Água Limpa, cedida em comodato pela Prefeitura Municipal de Volta Redonda, possibilitando a oferta de mais serviços, inclusive profissionais: orientação psicológica, fisioterapia e aplicação de Reiki. Em abril de 2005, inaugurou sua primeira filial na Vila Santa Cecília, em casa alugada, com ampliação dos serviços: além dos já existentes orientação

11 8 psicológica, fisioterapia e aplicação de Reiki, também, orientação jurídica, confecção de próteses e sutiãs e fornecimento de cestas básicas e leite. Em maio de 2006, transferência da sede da filial da Vila Santa Cecília para uma casa maior, também alugada, que possibilitou a implantação de uma sala de repouso, melhor acomodação da sala de costura, ampliação dos serviços e maior capacidade de atendimento. Em agosto de 2006, inauguração, em sala da filial da Vila Santa Cecília, do Núcleo Malvina Waymberg, parceria entre o Grupo da Vida e a Casa Ronald (Rio de Janeiro), para estabelecer um núcleo de atendimento às crianças portadoras de câncer da região Sul Fluminense. Em setembro de 2006, teve início o Programa de Desenvolvimento e Implantação de um Sistema de Gestão de Qualidade. Em novembro de 2006, adequação do Estatuto Social do Grupo da Vida ao novo Sistema de Gestão. A Associação Voluntários Grupo da Vida ainda conta com dois postos de atendimento. Na sede principal, situada no bairro Água Limpa, além da distribuição de cestas básicas, mantém um bazar permanente em suas instalações, com a finalidade de arrecadar recursos para manutenção de suas atividades e aulas de pintura em tela. A filial, localizada atualmente no Jardim Amália, conta com a prestação de serviços de profissionais voluntários nas áreas de assistência social, psicologia, fisioterapia, nutrição e orientação jurídica. Presta informações aos usuários, fornece cestas básicas, próteses mamárias e sutiãs artesanais para mulheres mastectomizadas (confeccionados em suas instalações), litros de leite, medicamentos e, no lanche, atende a uma demanda mensal de aproximadamente 500 pessoas, entre pacientes e familiares, residentes em Volta Redonda e cidades circunvizinhas (Barra Mansa, Barra do Piraí, Resende, Engenheiro Passos, Engenheiro Paulo de Frontin, Penedo, Mendes e outras). Também mantém um bazar permanente. Percebendo a vulnerabilidade econômica de seus assistidos, a partir de outubro de 2006, o Grupo da Vida passou a servir além do lanche diário, um caldo de legumes com carne. A oferta do lanche e do caldo surgiu da necessidade de muitos pacientes que são atendidos diariamente para tratamento (quimioterapia e radioterapia), principalmente os que não residem em Volta Redonda e que passam muitas horas na clínica. A maior parte deles vem em ambulâncias ou carros fretados pelas prefeituras e precisam esperar até que o último paciente da condução seja atendido para retornarem aos seus lares. Boa parte deles vem acompanhada por um familiar.

12 9 A Associação Voluntários Grupo da Vida conta atualmente com 3 (três) funcionários e uma equipe de 104 (cento e quatro) voluntários, distribuídos nos diferentes setores de atendimento, devidamente avaliados e capacitados, que com muito carinho se revezam na prestação dos serviços no decorrer de toda a semana. Dos pacientes atendidos, 100% (cem por cento) são oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS) e, portanto, extremamente carentes e sem recursos, principalmente no que se refere ao quesito alimentação, que é um dos fatores determinantes para uma boa resposta durante o tratamento e, posteriormente, para uma boa recuperação. Atende a todas as faixas etárias e, embora tendo como objetivo maior a assistência social, por ser o câncer uma doença multifatorial, multicausal e com um impacto mais fulminante entre pessoas de baixa renda, a Associação Voluntários Grupo da Vida oferece também suporte psíquico e de manutenção da integridade física, possibilitando que o assistido seja tratado de forma integral e integrada, numa tentativa de minimizar o drama vivenciado pelo mesmo em relação à doença e a tudo que dela advém, aumentar sua autoestima e, consequentemente, melhorar consideravelmente sua qualidade de vida.

13 INFRAESTRUTURA RECURSOS FÍSICOS Os dois espaços que servem de sede para a Associação Voluntários Grupo da Vida estão divididos da seguinte forma: Sede da Água Limpa conta com uma recepção, uma sala de atendimento com banheiro, bazar, sala para oficinas de trabalhos artesanais, dois banheiros, cozinha e área externa (frente e fundos). Sede Jardim Amália conta com uma sala de recepção, uma sala para oficina de costura (com banheiro), uma sala de atendimento clínico, uma sala de repouso, duas salas para tesouraria (com banheiro), um banheiro social, uma cozinha onde é servido o lanche, uma cozinha para preparo do caldo, espaço para bazar, despensa, expurgo, um banheiro externo e área externa (varanda, garagem e quintal). O período de funcionamento é de 2ª a 6ª feira, de 8 às 12h e das 13 às 17h, nas duas sedes da entidade RECURSOS MATERIAIS Sede da Água Limpa 1 computador, 1 mesa para computador com cadeira, 1 mesa com cadeira na sala de atendimento, 1 mesa grande para confecção de artesanato, 6 cadeiras, 2 bancos de madeira, 2 prateleiras, geladeira, fogão e panelas e utensílios de cozinha para eventos. Sede do Jardim Amália 2 computadores, 2 impressoras, 2 mesas para computador com cadeira, 2 mesas com cadeira na recepção, 2 arquivos de aço, 4 máquinas de costura com cadeira, 1 overlock, 1 mesa grande de madeira (sala de costura), 1 mesa com cadeira na sala de atendimento, 1 sofá, 1 maca, 1 televisão, 1 sofá, 1 poltrona, 3 bancos (sala de repouso), 1 mesa grande (lanche), 3 bancos, 2 geladeiras, 1 microondas, 1 cafeteira, cestos de lixo, pratos e talheres, 1 fogão, 1 freezer, 1 geladeira e 1 armário de parede (cozinha), 1 mesa com cadeira e prateleiras (bazar), cadeira de roda, cadeira higiênica, bengala, maca, perucas.

14 RECURSOS HUMANOS DIRETORIA EXECUTIVA TRIÊNIO 2012/2015 Presidente: Maria das Graças Pereira Rodrigues Vice-Presidente: Erika Rocha de Araújo Diretora Administrativa: Lúcia Alves Felizardo Diretora Tesoureira: Marcia da Silva Barros Portes Diretora de Assistência Técnico-Profissional: Rosane Moreira Guimarães Diretora de Serviços aos Assistidos: Eliane Maria da Silva Carvalho Viana Diretora Social: Maria da Conceição da Silva CONSELHO FISCAL / TITULARES Clélia Lúcia Caldeira Lúcia Helena Almeida Ferreira Lenilda Gomes dos Santos CONSELHO FISCAL / SUPLENTES Neiva Aparecida Fernandes Silva Maria do Carmo Romanhi (desligada do Grupo da Vida) Iracema Carvalho da Silva FUNCIONÁRIOS Sede da Água Limpa: Auxiliar de Escritório Maria de Fátima Resende Luna (vínculo CLT, 44 horas semanais) Sede do Jardim Amália: Auxiliar Administrativo Mírian Alves Fernandes (vínculo CLT, 44 horas semanais) Serviços Gerais Adriana Brandão (vínculo CLT, 44 horas semanais) VOLUNTÁRIOS PROFISSIONAIS: Sede do Jardim Amália: Advogado: Mário Antônio Oliveira Netto Assistente Social: Regina Guarnieri Borges Fisioterapeuta: Adriana da Cunha Portes Verônica Ferreira Duarte Nutricionista: Nadjanayra Mendonça Abdel Melek Psicólogos: André Luis Vieira da Silva Rosane Moreira Guimarães

15 12 Reiki: Marizete Ignácio VOLUNTÁRIOS/APOIO (RECEPÇÃO, LANCHE, BAZAR, ARTESANATO E COSTURA) Atualmente 104 (cento e quatro) membros, inclusive diretoria, conselho gestor e voluntários profissionais.

16 13 5. RESULTADOS DE FINANCEIROS RECEITAS Bazar / Jardim Amália R$ ,73 35,3% Bazar / Água Limpa (repasse Jd. Amália) R$ 9.390,00 7,3% Curso / artesanato R$ 1.530,00 1,2% Doação / Assistência Social R$ 6.702,75 5,2% Doação / Fundação UGH R$ 600,00 0,5% Doação / Feijão Vida R$ 1.300,00 1,1% Doação / Treew Serviços Ltda R$ 1.000,00 0,8% Eventos diversos R$ 266,00 0,2% Evento/ Arraiá da Cidadania R$ 7.069,16 5,5% Evento / Feijão Tropeiro R$ 6.947,20 5,4% Evento / Feijão Vida R$ ,55 8,6% Mensalidade / Associados CBS R$ 6.416,55 5,1% Mensalidade / sócios R$ ,00 23,4% Show de Prêmios / Rotary R$ 490,00 0,4% Total das entradas em 2013 R$ , DESPESAS Aluguel R$ ,00 19,3% Bazar R$ 54,31 0,04% Cesta básica (Assistência Social) R$ 1.222,89 0,9% Camisetas / confecção (p/ revenda) R$ 319,00 0,24% Comissão / cobrança residencial R$ 1.509,00 1,07% Consertos / manutenção / reparos R$ 1.647,19 1,2% Contribuição Sindical / funcionários R$ 95,25 0,07%

17 14 Darf PIS / funcionários R$ 313,99 0,2% Despesas / cartório R$ 18,33 0,01% 13º salário / funcionários R$ 2.628,91 1,9% Eventos diversos R$ 6.731,82 4,8% Exames médicos R$ 240,00 0,2% Feijão Vida R$ 1.301,68 1,0% Férias / funcionários R$ 3.488,91 2,5% FGTS / funcionários R$ 3.027,75 2,2% INSS/ funcionários R$ ,90 9,2% IPTU R$ 1.257,03 0,9% Lanches e caldos (Assistência Social) R$ 4.849,71 3,5% Light R$ 2.211,06 1,6% Material de consumo R$ 2.896,52 2,0% Material de secretaria R$ 1.754,96 1,2% Material de limpeza / higiene R$ 502,10 0,3% Medicação (Assistência Social) R$ 6.939,11 4,9% Outros (Assistência Social) R$ 1.128,23 0,8% Patrimônio R$ 366,93 0,3% Publicação de edital R$ 159,50 0,1% Refeição / funcionários R$ 8.947,00 6,3% Repasse / Água Limpa R$ 9.390,00 6,7% SAAE R$ 264,60 0,2% Salário / funcionários R$ ,70 19,9% Serviços / terceiros R$ 1.137,00 0,8% Sindfilantrópicas R$ 212,50 0,2% Taxas diversas R$ 93,60 0,07% Telemar R$ 3.204,69 2,4% Vale transporte R$ 3.587,40 2,5% Vale transporte (Assistência Social) R$ 712,60 0,5% Total das despesas em 2013 R$ ,17

18 DEFICIT (BAIXA DE APLICAÇÕES FINANCEIRAS) Deficit de R$ ,23 que foi retirado da conta bancária. Termina-se o ano de 2013 com um saldo total de R$ ,06 (em conta corrente do Banco Santander) distribuídos da seguinte forma: R$ 10,00 (em saldo no Banco Santander), R$ ,80 (em saldo de fundos com resgate automático), R$ 277,19 (em aplicação CC/ Banco Santander) e R$ 1.203,07 (em caixa).

19 ASSISTENCIAIS No ano de 2013 foram realizados atendimentos no Grupo da Vida (entende-se por atendimento toda e qualquer atuação de voluntários e funcionários nas sedes e postos de atendimento, encaminhamentos, informações, doações, consultas e fornecimentos de gêneros alimentícios, próteses, perucas, medicamentos, equipamentos de apoio, atendimento ao familiar etc). Na área técnica, os assistidos puderam contar com o atendimento de advogados, assistentes sociais, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogos e um reikiano, perfazendo um total de 623 atendimentos, conforme figura abaixo: Serviço Social 158 Reiki 41 Psicologia 248 Nutrição 22 Fisioterapia 143 Atendimento jurídico Embora ofereça o serviço de profissionais especializados em diferentes áreas de atuação, com o objetivo de dar suporte ao assistido para que ele possa enfrentar melhor e com mais tranquilidade todas as etapas do tratamento, a grande demanda de atendimento do Grupo da Vida se concentra no setor de concessão de benefícios: suporte nutricional (doação de cestas básicas, leite em pó e integral, multimistura e farinhas como suplemento alimentar, lanches e caldos), doação de medicamentos (para amenizar os efeitos colaterais dos tratamentos), vale transporte, aparatos estéticos (empréstimo de peruca e doação de próteses mamárias artesanais, que visam resgatar a auto-estima de nossas assistidas) e equipamentos de apoio (empréstimo de cadeira de rodas, cadeira higiênica, bengalas etc). Todos esses benefícios são distribuídos aos assistidos após estudo sócio-econômico realizado pela Assistente Social da entidade.

20 TABELA DE DOAÇÕES AOS ASSISTIDOS (ANUAL) Atendimentos / recepção (voltados para o assistido) Lanches e caldos Cestas Básicas 294 Leite em pó (lata) 198 Leite Integral (litro) Farinha / Multimistura (kg) Fraldas geriátricas (unidade) Próteses artesanais (unidade) 156 Sutiãs (unidade) 131 Vales Transporte (unidade) 250 Bolsa de legumes 265 Medicamentos/caixas (*) 463 Cobertores 94 Gelatinas (unidades) 40 (*) São dispensados diferentes tipos de medicamentos de apoio ao tratamento dor, náusea, vômito, inapetência etc sempre de acordo com a prescrição médica.

21 18 6. METODOLOGIA Para o desenvolvimento do projeto estabelecemos as seguintes diretrizes: Fazer visitas a empresas e pessoas físicas com o objetivo de apresentar o projeto e conquistar participantes no projeto; Valor mínimo de R$ 100,00 para participar do projeto, sem limite máximo; Um contrato onde ambas as partes se comprometem a cumprir o que foi previamente acertado, onde consta nome do patrocinador, data de início e término do contrato, com cláusula que permita renová-lo, valor fixado, data e forma de recolhimento da contribuição, rescisão do contrato, se for o caso entre outros itens; Colocar uma placa de vidro medindo 1mx1m na parede principal da recepção do Grupo da Vida com o título: Eu Apoio o Grupo da Vida no Aluguel ; Inserir na placa de vidro todos os patrocinadores do projeto; O período de 1 (um) ano para a duração de cada patrocínio, podendo renovar-se imediatamente com interesse e aceitação de ambas as partes; Oferecer uma placa pequena de parede com o ano de patrocínio para cada patrocinador.

22 19 7. PLANO DE DISSEMINAÇÃO Público Meios Quem / Empresas e pessoas físicas Divulgação do Projeto e visitas Diretoria do Grupo da Vida/ Contínuo Patrocinadores Sociedade em Geral Relatório Boletim Informativo Pagina do Facebook Site do Grupo da Vida Diretoria do Grupo da Vida / Trismestralmente. Diretoria do Grupo da Vida / Contínuo Frequentadores e visitantes da casa do Grupo da Vida Placa de vidro 1,00m x 1,00m com o nome de cada patrocinador do Aluguel fixada na parede de frente a entrada do imóvel Diretoria do Grupo da Vida/ Contínuo Patrocinadores Placa de 10cmx15cm de participação no projeto Diretoria do Grupo da Vida/ Ao entrar como Patrocinador 7.1. LOGOTIPO DO PROJETO

23 20 8. ANEXOS 8.1. TERMO DE COMPROMISSO (MODELO) 8.2. FOTOS DE NOSSAS INSTALAÇÕES

24 TERMO DE COMPROMISSO Pelo presente instrumento particular de Termo de Compromisso firmamos com a Associação Voluntários Grupo da Vida, com a finalidade de contribuir com o valor mensal abaixo referenciado, por um período de 12 (doze) meses, possibilitando à mesma pagar o aluguel do imóvel sito à Rua Miguel Couto, nº 170, Jardim Amália I, Volta Redonda RJ, podendo assim oferecer melhores acomodações aos seus assistidos. As doações poderão ser entregues no endereço acima, ou por intermédio de depósito bancário no Banco Santander, agência 4708, conta corrente ou ainda por boleto bancário, débito automático ou cartão de credito, no endereço: https://www.facebook.com/doeparagrupodavida, na aba Faça aqui sua doação, ou através do site: Valor da Doação: R$ Referência do Colaborador/Doador Nome: Empresa: Cargo: Endereço: CNPJ/CPF: Telefone(s): Prazo da doação de 12 meses começando em: Podendo ser renovado por igual período após nova adesão. Volta Redonda,

25 FOTOS DE NOSSAS INSTALAÇÕES A ENTRADA DE NOSSA CASA A RECEPÇÃO

26 A COZINHA ONDE SERVIMOS O LANCHE

27 O BAZAR

28 SALA DE COSTURA NOSSAS VOLUNTÁRIAS COSTUREIRAS CONFECCIONAM PROTESES E SUTIÃS PARA AS MULHERES MASTECTOMIZADAS

29 ATENDIMENTO DE PROFISSIONAIS VOLUNTÁRIOS: ASSISTENTE SOCIAL, PSICÓLOGA, JURÍDICO E REIKI SALA DE ESPERA

30 FUNDOS DA CASA SALAS ONDE GUARDAMOS PERUCAS, FRALDAS GERIATRICAS, LEITE, FARINHAS, PROTESES E SUTIÃS, SUCOS, CESTAS BASICAS E ROUPAS DO BAZAR QUE AINDA NÃO PASSARAM PELA TRIAGEM. INSTALAÇÕES PARA RECEBER O PACIENTE

Mostra de Projetos 2011. Casa de Apoio a Pacientes com Câncer

Mostra de Projetos 2011. Casa de Apoio a Pacientes com Câncer Mostra de Projetos 2011 Casa de Apoio a Pacientes com Câncer Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Rede Feminina de Combate ao Câncer - Regional

Leia mais

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE

O Projeto Projeto Social COM PORÇÕES DE BE O Projeto Social COM PORÇÕES DE BEM Princípios A transformação do assistido em assistente. O foco na família. O respeito às diretrizes governamentais de assistência social. E i i é d i l t d Ensinar a

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

RESUMO FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE FRANQUIA O BOTICÁRIO BELÉM (PA) PROMOÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE RESUMO As franquias que apresentam um alto grau de proximidade, exposição e envolvimento com a comunidade, possuem conhecimento da sua

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2013 DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: Associação Renovar Saúde Criança CNPJ: 02.848.772/0001-03 End.: Joaquim Zeferino, 43 - Corrêas - Petrópolis - RJ Tel./Fax: (24) 2221-3324

Leia mais

PROJETO SOCIAL. Grupo Scheilla. Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla Coordenação de Promoção e Assistência Social Espírita - ASE

PROJETO SOCIAL. Grupo Scheilla. Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla Coordenação de Promoção e Assistência Social Espírita - ASE PROJETO SOCIAL Grupo Scheilla Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla Coordenação de Promoção e Assistência Social Espírita - ASE 2008 1 PROJETO SOCIAL Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla

Leia mais

Grupo Humana Alimentar

Grupo Humana Alimentar ONG +VIDA Você também pode ajudar Nos seus cinco anos de existência, várias conquistas foram possíveis. No entanto, esta organização não governamental precisa constantemente do auxílio da comunidade. Uma

Leia mais

PROJETO. Responsável: Vera Andretta CPF 234.417.989-53 Função: Presidente

PROJETO. Responsável: Vera Andretta CPF 234.417.989-53 Função: Presidente PROJETO 1 IDENTIFICAÇÃO Abrangência do Projeto: ( x ) Estadual ( ) Regional ( ) Intermunicipal (no mínimo três municípios) 1.1 Dados Cadastrais do(s) Proponente(s) Proponente: Associação Paranaense de

Leia mais

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Socorro e Desastre Incêndio na Brasilândia No dia 26 de setembro, a comunidade conhecida como Tribo, localizada na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, sofreu com um incêndio ocasionado por uma explosão

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA EM ONCOPEDIATRIA AMO CRIANÇA 2014 Entidade sem fins lucrativos, fundada em 1998 em Novo Hamburgo. Atende crianças e adolescentes, de 0 à 18 anos, residentes prioritariamente em

Leia mais

Relatório Anual. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos

Relatório Anual. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos. Associação Florianopolitana de deficientes Físicos Resumo da ONG A Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos - AFLODEF é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo a inclusão social de pessoas com deficiênciae em vulnerabilidade social,

Leia mais

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009 - 1 - ATIVO = Nossos bens e Direitos No Ativo do Sindicato temos as seguintes contas: - Caixa: É o que está disponível na Tesouraria para pagamento de pequenas despesas. - Banco Conta Movimento: O Sindicato

Leia mais

1.3. Do Diretor responsável pelo projeto da Escola de Educação Infantil Madre Paula

1.3. Do Diretor responsável pelo projeto da Escola de Educação Infantil Madre Paula RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2014 1- IDENTIDADE DO INSTITUTO MADRE PAULA ELIZABETE CERIOLI 1.1 - Da Entidade Social Nome: INSTITUTO MADRE PAULA ELIZABETE CERIOLI Endereço: CEP: 06653-020 Tel: (011) 4141-2017

Leia mais

MANUAL DO VOLUNTÁRIO

MANUAL DO VOLUNTÁRIO MANUAL DO VOLUNTÁRIO Dentre todas as coisas que se pode doar a alguém, existe uma que é a mais valiosa: o tempo. E é isso que um voluntário faz. Disponibiliza seu tempo e sua energia para ajudar o próximo,

Leia mais

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE EDUCACAO INFANTIL INCLUSIVA EM CURITIBA VEJA COMO SUA EMPRESA PODE TRANSFORMAR ESTA IDEIA EM REALIDADE { Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO MANUAL DO VOLUNTÁRIO CARIDADE T I M E C O M U N I D A D E UNIÃO GRUPO AMIZADE PESSOAS G R U P O AJUDA T I M E TRABALHO FELICIDADEPESSOAS GRUPO SERVIÇO UNIÃO ESPERANÇA A J U D ASERVIÇO COMUNIDADE G R U

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS ANEXO III EDITAL Nº 01/2012. Roteiro para Apresentação de Projetos

SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS ANEXO III EDITAL Nº 01/2012. Roteiro para Apresentação de Projetos SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS ANEXO III EDITAL Nº 01/2012 Roteiro para Apresentação de Projetos Entidade: Programa: PROGRAMA ESTADUAL DE APOIO À RECUPERAÇÃO DE USUÁRIOS

Leia mais

TOTAL DO ATIVO 1.301.046,51D

TOTAL DO ATIVO 1.301.046,51D BALANÇO PATRIMONIAL EXERCÍCIO DE 2012 CNPJ: 14.366.116/0001-53 Pag.: 0001 A T I V O ATIVO CIRCULANTE 171.980,84D CAIXA Caixa 2.166,79D BANCOS CONTA MOVIMENTO Caixa Econômica Federal 33.782,99D Banco Santander

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2012

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXERCÍCIO 2012 DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: Associação Renovar Saúde Criança CNPJ: 02.848.772/0001-03 End.: Joaquim Zeferino, 43 - Corrêas - Petrópolis - RJ Tel./Fax: (24) 2221-3324

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades 1 Relatório de Atividades 2013 2 1- Identificação Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI) Rua Antônio Miguel Pereira, 45 Jardim Faculdade Sorocaba São Paulo CEP: 18030-250 Telefone:

Leia mais

Centro Espírita São Caetano

Centro Espírita São Caetano Centro Espírita São Caetano Campanha Natal 2013 Centro Espírita São Caetano conhecido como Tenda de Umbanda Choupana do Caboclo Laje e São Sebastião, fundado em 06 de Maio de 1976 Rua 28 de Julho, 240

Leia mais

2. APRESENTAÇÃO DA ENTIDADE

2. APRESENTAÇÃO DA ENTIDADE 1. APRESENTAÇÃO DO PROJETO Resumo executivo: O presente projeto solicita ao CMDCA recursos financeiros para aportar custos de manutenção da Aldeias Infantis SOS - Porto Alegre, cujo o foco do trabalho

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANOPOLIS

ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANOPOLIS ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANOPOLIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E DE 2013 E RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES ASSOCIAÇÃO SAÚDE CRIANÇA FLORIANOPOLIS

Leia mais

RELATORIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CONSELHO DE COORDENAÇÃO

RELATORIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CONSELHO DE COORDENAÇÃO RELATORIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS CONSELHO DE COORDENAÇÃO 2007/2008 Mensagem do Presidente Temos a satisfação de apresentar aos nossos associados este primeiro relatório de prestação de contas. Consideramos

Leia mais

LIGA FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER DE ENCANTADO - RS

LIGA FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER DE ENCANTADO - RS RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DO ANO DE 2011 I DADOS DA INSTITUIÇÃO 1 Liga Feminina de Combate ao Câncer de Encantado; 2 Rua Júlio de Castilhos, 1235, sala 412; 3 Bairro Centro; 4 CEP 95960-000 Encantado RS.

Leia mais

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde 1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável

Leia mais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Fórum Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Centro Infantil Boldrini Nov / 2013 José Alberto Vieira Saltini Importância do Terceiro Setor É inegável a crescente importância do Terceiro

Leia mais

Balancete Analítico (Valores em Reais)

Balancete Analítico (Valores em Reais) 00001 00001 10000000000 ATIVO 1.092.836,73 D 228.985,22 271.357,14 1.050.464,81 D 00011 10100000000 CIRCULANTE 368.698,99 D 228.334,36 265.541,52 331.491,83 D 00111 10101000000 DISPONIVEL 76.060,22 D 204.964,49

Leia mais

FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio)

FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio) FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio) PREZADO(A) RESPONSÁVEL, Esclarecemos que este Formulário somente será avaliado com todas as informações preenchidas

Leia mais

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente Editorial Em Março, com o início do período para envio das declarações de Imposto de Renda de 2009, recebemos algumas mensagens de colaboradores perguntando sobre a possibilidade de desconto dos valores

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI -

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - Os candidatos pré-selecionados devem entrar em contato com o SAE (Serviço de Assistência ao Estudante) para agendar a entrevista. Telefone: 35-3299-3044 Segue abaixo a relação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DOS P+A1:G176ORTADORES DE CÂNCER DE QUIRINÓPOLIS A.A.P.C.Q. CNPJ: 08.018.981/0001-06

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DOS P+A1:G176ORTADORES DE CÂNCER DE QUIRINÓPOLIS A.A.P.C.Q. CNPJ: 08.018.981/0001-06 ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DOS P+A1:G176ORTADORES DE CÂNCER DE QUIRINÓPOLIS A.A.P.C.Q. CNPJ: 08.018.981/0001-06 FONE: (064) 3651-4974 END: RUA 08, Nº 06 - BAIRRO: CONJUNTO RIO PRETO QUIRINÓPOLIS - GOIÁS. SALDOS

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre PRIMEIRO OUTORGANTE..., portador do B.I. n.º.., emitido em. /. /. pelo Arquivo de Identificação de, contribuinte n.º...., residente em... SEGUNDO OUTORGANTE: Casa

Leia mais

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém.

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. PROJETO DE LEI No 541, DE 2013 Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA: Artigo 1o - Fica

Leia mais

Asilo São Vicente de Paulo

Asilo São Vicente de Paulo Asilo São Vicente de Paulo O Asilo São Vicente de Paulo promove a qualidade de vida e o resgate à dignidade da pessoa idosa. Atualmente é responsável pela garantia dos direitos fundamentais de 150 idosas.

Leia mais

SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS

SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS DESCRIÇÃO: Modalidade: Centro Dia para pessoa Idosa Serviço voltado para o atendimento, regime parcial, de pessoas idosas de 60 anos ou mais, de

Leia mais

ENTIDADES DE UTILIDADE PÚBLICA. Como criar ou adequar a sua

ENTIDADES DE UTILIDADE PÚBLICA. Como criar ou adequar a sua ENTIDADES DE UTILIDADE PÚBLICA Como criar ou adequar a sua A presente publicação é dirigida às pessoas que desejam ir além de suas obrigações e deveres individuais, para trabalharem por questões de interesse

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física:

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física: INSTRUÇÕES BÁSICAS O que é necessário para alugar um imóvel na Bandeirantes Imóveis? Para alugar quaisquer dos imóveis disponíveis na carteira de locação da Bandeirantes Imóveis siga os seguintes passos:

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO. Resolvem celebrar o presente TERMO DE COOPERAÇÃO, que se regerá pelas cláusulas e condições a seguir estabelecidas:

TERMO DE COOPERAÇÃO. Resolvem celebrar o presente TERMO DE COOPERAÇÃO, que se regerá pelas cláusulas e condições a seguir estabelecidas: TERMO DE COOPERAÇÃO AÇÃO SOCIAL DO PARANÁ, pessoa jurídica de direito privado, entidade sem fins lucrativos, fundada em 13 de dezembro de 1944, com sede na Rua Baltazar Carrasco dos Reis, 1787, Rebouças,

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC -

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA BOLSA PERMANÊNCIA DO MEC - ORIENTAÇÕES: a) Apresentar cópia simples dos documentos de todos os membros do grupo familiar (pessoas que vivem na mesma casa,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA

EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PROUNI 2013.1 1º CHAMADA A Faculdade Baiana de Direito e Gestão faz saber que realizará processo seletivo, destinado ao ingresso de estudantes beneficiários do ProUni

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho 1) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o inverno. Neste ano, além da arrecadação e

Leia mais

Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas.

Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas. Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas. Missão Melhorar a qualidade de vida proporcionando inclusão

Leia mais

Projeto Voz do Batuque

Projeto Voz do Batuque Mostra Local de: Maringá PR Projeto Voz do Batuque Categoria do projeto: I Projetos em Andamento Nome da Instituição/Empresa: Instituto Morena Rosa de Responsabilidade Sócio Ambiental, Cultural e Desenvolvimento

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (Apresentar cópia dos documentos para análise, conforme o perfil familiar)

INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (Apresentar cópia dos documentos para análise, conforme o perfil familiar) PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP CALOUROS 2012 INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! 1. O Programa Auxílio Permanência- PAPE destina-se aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho Junho 2014 1) Campanha do Agasalho Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os locais

Leia mais

1º EDITAL UNIFICADO PARA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCESSÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016

1º EDITAL UNIFICADO PARA EDUCAÇÃO BÁSICA CONCESSÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2016 CHECKLIST Conferência de Documentos Bolsa Social de Estudo (Concessão) Nº DO PROCESSO: DATA: ALUNO: MATRÍCULA: SÉRIE: Quantidade de Membros: ANO: DOCUMENTOS RG e CPF De todos os membros maiores de 18 anos.

Leia mais

Hoje, você agricultor familiar do Grupo B, tem oportunidades. Apresentação

Hoje, você agricultor familiar do Grupo B, tem oportunidades. Apresentação Apresentação Hoje, você agricultor familiar do Grupo B, tem oportunidades de acesso ao crédito orientado e acompanhado do Agroamigo do Banco do Nordeste. O Agroamigo foi criado para lhe atender de forma

Leia mais

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014 Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 coritiba foot ball club ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI «2014 Coritiba Retribui em Foz 17 de janeiro

Leia mais

CADASTRO DE ADESÃO DAS ENTIDADES SOCIAIS

CADASTRO DE ADESÃO DAS ENTIDADES SOCIAIS Prezado Responsável Legal, CADASTRO DE ADESÃO Pedimos a gentileza de preencher e rubricar todas as páginas deste formulário e apresentar os seguintes documentos para conferência no Programa Mesa Brasil

Leia mais

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos Os estudantes ou responsáveis legais obrigam-se a efetuar a entrega dos seguintes documentos

Leia mais

Centro de Auxilio às Pessoas com Câncer

Centro de Auxilio às Pessoas com Câncer Centro de Auxilio às Pessoas com Câncer Trajetória Em 15 de Março de 2012 na cidade de Caxias do Sul, o Centro de Auxilio às Pessoas com Câncer (CAPC) foi fundado por um grupo sensibilizado com o elevado

Leia mais

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz

Doar Faz Bem. Capa. Ações que reverberam. Manual de Doações. nazareuniluz.org.br. Nazaré Uniluz Capa Doar Faz Bem Ações que reverberam Manual de Doações www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 www. - (11) 4597-7109 / 4597-7103 / 96473-2851 Este Manual foi criado com o intuito de inspirar,

Leia mais

1.161 6.710 1.875. Posição em Março/2015

1.161 6.710 1.875. Posição em Março/2015 2014 7 1.161 249 55 9 6.710 1.875 Posição em Março/2015 791 mil Consultas 50,5 mil Internações 60 mil Proced. Cirúrgicos e Obstétricos 4,7 Milhões Diagnóstico e Tratamento 5.570.529 Total de procedimentos

Leia mais

1 Campanha do Agasalho

1 Campanha do Agasalho 1 Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha de São Paulo encerrou, no dia 31 de julho, a Campanha do Agasalho 2011, que beneficiou quatro comunidades de São Paulo: Vila Brasilândia, Jardim Pantanal, Parelheiros

Leia mais

Projeto Pequenas Damas

Projeto Pequenas Damas Mostra Local de: Arapongas Projeto Pequenas Damas Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Associação das Damas de Caridade de Arapongas

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA

EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA ASSOCIAÇÃO DE ENSINO COLÉGIO SÃO JOSÉ CNPJ 85.604.098/0001-49 R José Boiteux, 676 Porto União-SC 89400.000 Registro no CNAS:34.147/48 Certificado de Fins Filantrópicos proc.: 71010.006149/2008-97 Inscrição

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 Registro no Cartório de Títulos e Documentos em 02/10/1934. Sob o nº 1.152, Livro "A" nº 6. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 2014 2013 Variação ATIVO ATIVO CIRCULANTE Caixa - - - Banco do

Leia mais

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13

FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 Período: 01/05/13 a 31/05/13 FUNDACAO EDUCACIONAL DE BRUSQUE - FEBE Folha: 1 17 T 1 ATIVO 42.807.744,57D 5.912.830,23 5.858.043,39 42.862.531,41D 23 T 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.202.794,33D 5.390.052,54 5.127.142,48 2.465.704,39D 30 T

Leia mais

Aula 1 Conteúdo Programático

Aula 1 Conteúdo Programático Planejamento Financeiro Aula Conteúdo Programático Profa. Claudia Abramczuk Aula : controles financeiros básicos Aula 2: principais demonstrativos financeiros Aula 3: ferramentas utilizadas para tomada

Leia mais

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC

Relatório Anual. CADI Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral de SC Resumo da ONG O CADI Palhoça é uma instituição não governamental cujo objetivo é executar, articular e fomentar ações e projetos que facilitem o desenvolvimento de comunidades. Desenvolve projetos em 6

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

Relatório de Atividades 2013

Relatório de Atividades 2013 Relatório de Atividades 2013 Este documento tem a finalidade apresentar de forma sucinta as atividades desenvolvidas pela ONG Agentes do Amor Divino, no seu primeiro ano de funcionamento, 2012. Igualmente

Leia mais

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br

AMORMITEX - 12 ANOS www.amormitex.com.br Não há nada melhor no mundo do que auxiliar o próximo. O AMORMITEX é um trabalho sem fins lucrativos que surgiu em 1998, pela união de alguns voluntários que tinham o mesmo ideal: distribuir AMOR aos menos

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou político. O grupo Guardiões da Esperança é composto por pessoas

Leia mais

PROGRAMA EMPRESA CIDADÃ

PROGRAMA EMPRESA CIDADÃ PROGRAMA EMPRESA CIDADÃ São utilizados neste documento as abreviaturas abaixo, com as seguintes definições: ROTARY INTERNATIONAL: Organização de líderes de negócios e profissionais, unidos no mundo inteiro,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO Demonstrações Contábeis Em 31

Leia mais

LEI N 1.146 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012. A Câmara Municipal de Conceição da Barra de Minas aprova e eu, prefeito Municipal sanciono a seguinte lei:

LEI N 1.146 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012. A Câmara Municipal de Conceição da Barra de Minas aprova e eu, prefeito Municipal sanciono a seguinte lei: LEI N 1.146 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012 Define e caracteriza os Benefícios Eventuais no âmbito do Município. A Câmara Municipal de Conceição da Barra de Minas aprova e eu, prefeito Municipal sanciono a seguinte

Leia mais

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP)

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) Edição 2013 01) O que é Microempreendedor Individual - MEI? Considera-se Microempreendedor Individual - MEI o empresário individual

Leia mais

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes 1 INTRODUÇÃO O Projeto UNIFEMM Solidário surgiu no ano de 2013 da vontade dos alunos do 10º período de Direito em querer deixar sua marca no Centro Universitário.

Leia mais

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente Editorial Dezembro, em função das festas de final de ano, foi um mês de poucas atividades no Instituto. Na maioria das turmas dos projetos tivemos o início do recesso de final de ano com a paralisação

Leia mais

1) Socorro e Desastre Itaóca

1) Socorro e Desastre Itaóca 1) Socorro e Desastre Itaóca A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo deslocou um grupo de voluntários para prestar ajuda aos moradores da cidade de Itaóca, localizada no interior do estado,

Leia mais

Doutores da Alegria MRC e cotas de patrocínio

Doutores da Alegria MRC e cotas de patrocínio Doutores da Alegria MRC e cotas de patrocínio doutores da alegria: 22 anos Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que, desde 1991, atua junto a crianças hospitalizadas,

Leia mais

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP Mestre em Serviço Social pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social/UNESP

Leia mais

Cidadania, conhecimento e oportunidade! Vale a pena conferir

Cidadania, conhecimento e oportunidade! Vale a pena conferir Cidadania, conhecimento e oportunidade! Vale a pena conferir PROJOVEM URBANO EM LONDRINA REALIZA AÇÃO SOCIAL E ARRECADA MAIS DE 500 KILOS DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS NA CAMPANHA OUTUBRO ROSA 2015 PARA HOSPITAL

Leia mais

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA PELO ESTUDANTE Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino e validar

Leia mais

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE A VALE S.A., no cumprimento de sua missão de transformar recursos naturais em prosperidade e desenvolvimento sustentável, tem implementado

Leia mais

Boletim Eletrônico Casa Abrigo Betel

Boletim Eletrônico Casa Abrigo Betel Boletim Eletrônico Casa Abrigo Betel 1ª edição Abril de 2011 Nesta edição: Palavra da Presidente Casa Abrigo Betel uma historia de lutas e vitorias. O Serviço Social e a Educação 1 2 3 Palavra da Presidente

Leia mais

O ENEM de 2014 teve 15 mil candidatos idosos inscritos, o que mostra a vontade dessa população em investir em formação superior.

O ENEM de 2014 teve 15 mil candidatos idosos inscritos, o que mostra a vontade dessa população em investir em formação superior. IDOSOS O Solidariedade, ciente da importância e do aumento população idosa no País, defende o reforço das políticas que priorizam este segmento social. Neste sentido, destaca-se a luta pela consolidação

Leia mais

PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013

PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013 PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013 INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! 1. O Programa Auxílio Permanência - PAPE destina-se aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Leia mais

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo:

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: Bolsa Artigo 170 Lista de documentos e declarações 1- Comprovante de residência atualizado: Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: 1. Água; 2. Luz;

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

projeto educa para o futuro

projeto educa para o futuro projeto educa para o futuro 15,7% das crianças, nas ruas, têm até 6 anos de idade? 54,7%, tem entre 12 e 17 e quase 30% entre 7 e 11 anos? as crianças estão nas ruas há cerca de 3 anos e meio? 82,6% permanecem

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO PACIENTE ONCOLÓGICO E O TRABALHO VOLUNTÁRIO

FUNDAÇÃO DE APOIO AO PACIENTE ONCOLÓGICO E O TRABALHO VOLUNTÁRIO FUNDAÇÃO DE APOIO AO PACIENTE ONCOLÓGICO E O TRABALHO VOLUNTÁRIO Natiele Prochnau 1 RESUMO: O tratamento oncológico é permeado por dificuldades que transcendem os muros hospitalares, englobando informações

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA DOS PROCEDIMENTOS A SEREM OBSERVADOS PARA SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADES EDUCACIONAIS INTEGRAIS/PARCIAIS 2012

CIRCULAR INFORMATIVA DOS PROCEDIMENTOS A SEREM OBSERVADOS PARA SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADES EDUCACIONAIS INTEGRAIS/PARCIAIS 2012 INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Colégio Cor Jesu Endereço SGAS, 615. Bloco G Asa Sul, Brasília /DF Fone: (61) 2105-6800 Fax (61) 2105-6843 E-mail: colegio@corjesu.org.br CNPJ 61.015.087/0020-28

Leia mais

MODELO: FICHA DE REGISTRO DE ENTIDADE

MODELO: FICHA DE REGISTRO DE ENTIDADE MODELO: FICHA DE REGISTRO DE ENTIDADE A inscrição da Entidade no CMDCA é preconizada no Estatuto da Criança e do Adolescente, Art. 90 em seu parágrafo único e no Art. 91 as entidades não-governamentais

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A CPSA deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: 1. Carteira

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

Apresentação Parceria Fiança Locatícia.

Apresentação Parceria Fiança Locatícia. Apresentação Parceria Fiança Locatícia. Fiança Locatícia. O seguro de fiança locatícia facilita a vida dos proprietários dos imóveis, das imobiliárias e inquilinos, substituindo com vantagens o fiador.

Leia mais

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Seção: Pautas Pág.: www.pautasocial.com.br Assunto: Ação Social 11/12/2009 SABIN FAZ ATENDIMENTO MÉDICO DE GRAÇA EM BRASÍLIA Laboratório participa de ações sociais

Leia mais

Manual de Incentivos e Renúncias Fiscais. para doações ao Terceiro Setor

Manual de Incentivos e Renúncias Fiscais. para doações ao Terceiro Setor Manual de Incentivos e Renúncias Fiscais para doações ao Terceiro Setor INCENTIVOS FISCAIS BANCO DE ALIMENTOS BANCO DE ALIMENTOS 1. O Banco de Alimentos O Banco de alimentos é mantido por empresas que

Leia mais