PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 (FAPEC)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 (FAPEC)"

Transcrição

1 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/2015- PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 (FAPEC) A Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura - FAPEC localizada na Rua Nove de Julho, Vila Ipiranga, Campo Grande - MS torna público que realizará processo licitatório na modalidade Pregão Eletrônico do tipo menor preço por lote, conforme descrito neste Edital e seus Anexos que serão regidas pela Lei Federal n /2002, com os Decretos n.º 3.555, de 08/08/00, Decreto n.º 5.450, de 31/05/05, e a Lei n.º 8.666, de 21/06/93, Lei Complementar nº 123, mediante as condições estabelecidas neste Edital, suas alterações, especificações e condições constantes neste ato convocatório. DATA: 13/03/2014 HORÁRIO DE BRASÍLIA: 09h00min ENDEREÇO ELETRÔNICO: 1 DO OBJETO 1.1. O objeto da presente licitação é a seleção da proposta mais vantajosa para a FAPEC, referente aquisição de materiais de consumo e permanente, meios de cultura para uso laboratorial, para atender ao Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio FINEP nº , já firmados com esta instituição, em conformidade com as especificações constantes no (Anexo II), parte integrante deste ato convocatório As despesas inerentes à execução do objeto serão por conta de recursos provenientes do Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio nº A forma de julgamento será pelo critério de menor preço por lote. 2 DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO Poderão participar desta Licitação, os interessados que atenderem todas as exigências, inclusive quanto à documentação, constante deste Edital e seus anexos Poderão participar deste Pregão firmas individuais ou sociedades regularmente estabelecidas no País, no ramo pertinente ao objeto desta licitação e que satisfaça todas as exigências, especificações e normas contidas no Edital e seus anexos e que seja especializada e credenciada no ramo pertinente ao objeto desta licitação É vedada a participação de consórcios ou grupos de empresas Não poderão participar da licitação empresas que se encontrem sob processo de recuperação judicial ou extrajudicial, falência, concordata, dissolução, liquidação ou estejam suspensas para licitar e contratar e/ou declarada inidônea por qualquer órgão da Administração Pública Não poderão participar empresas que estejam cumprindo suspensão do direito de licitar e contratar que tenham sido declaradas inidôneas por qualquer órgão da Administração Pública. 1

2 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ O Edital encontra-se à disposição dos interessados diretamente no provedor do certame (www.licitacoes-e.com.br) Os licitantes ou seus representantes legais deverão estar previamente credenciados junto ao Banco do Brasil S/A, provedor do sistema eletrônico, com antecedência mínima de 3 (três) dias úteis da data de realização do Pregão Caberá a licitante interessada acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão pública do pregão, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão No caso de desconexão do pregoeiro com o sistema, no decorrer da etapa competitiva do pregão, o sistema eletrônico poderá permanecer acessível aos licitantes para a recepção dos seus lances. Retornando a conexão do pregoeiro ao sistema, todos os atos praticados pelos licitantes junto ao sistema, serão considerados válidos Quando a desconexão persistir por tempo superior a 10 (dez) minutos, a sessão do pregão será suspensa e terá reinício somente após comunicação expressa aos participantes. 3 DAS RESPONSABILIDADES DO LICITANTE As pessoas jurídicas ou empresas individuais interessadas em participar do certame, deverão preencher o Termo de Adesão informando o representante, atribuindo-lhe poderes para formular lances de preços e praticar todos os demais atos e operações no sistema eletrônico O licitante deverá atentar para as disposições abaixo relacionadas: a) O credenciamento junto ao provedor do sistema implica a responsabilidade legal do licitante ou de seu representante legal e a presunção de sua capacidade técnica para a realização das transações inerentes ao pregão eletrônico; b) O licitante será responsável por todas as transações que forem efetuadas em seu nome no sistema eletrônico, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances; c) Incumbirá ao licitante acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão pública do Pregão, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão; d) como requisito para a participação no Pregão, o licitante deverá manifestar, em campo próprio do sistema eletrônico, o pleno conhecimento do Edital e atendimento às exigências de habilitação nele previstas. Sendo falsa tal declaração, sujeitar-se-á o licitante às sanções previstas no art. 7º da Lei nº /02, e na legislação pertinente; e) Com a adaptação do Sistema Licitações-e à Lei Complementar nº 123/06 e à Lei nº /07, o licitante, deverá identificar, em campo próprio, o tipo de segmento de empresa que representa. 4 DAS PROPOSTAS As propostas serão efetuadas via sistema eletrônico, devidamente preenchidos os campos disponíveis conforme as seguintes regras obrigatórias: 2

3 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/2015- a) Informar o prazo de validade da proposta, que não poderá ser inferior a 30 (trinta) dias, contados da data de entrega da mesma. No caso do prazo de validade ser omitido na proposta, o pregoeiro considerará que o mesmo será de 30 (trinta) dias; b) Indicar o prazo da entrega dos materiais, não superior a 30 (dias) dias contados do recebimento da ordem de fornecimento. No caso do prazo de entrega ser omitido na proposta, o pregoeiro considerará que o mesmo será de no Maximo (30) dias. c) Indicar o nome do banco, número da agência, número da conta corrente, para fins de recebimento dos pagamentos; d) Assinatura e carimbo do representante legal da empresa em todas as vias devidamente identificada; e) Endereço completo, telefone e fax atualizado para facilitar possíveis contatos; f) A proposta de preço deverá conter descrição detalhada do equipamento ofertado, obrigatoriamente. g) Marca e o fabricante do objeto ofertado Não serão levadas em consideração quaisquer ofertas que não se enquadrem nas especificações exigidas As propostas deverão apresentar preços correntes de mercado, conforme estabelece o inciso IV do artigo 43 da Lei n /93 e alterações É de inteira responsabilidade da proponente o preço e demais condições apresentadas A apresentação da proposta implicará plena aceitação, por parte da licitante, das condições estabelecidas neste edital As propostas deverão ser obrigatoriamente, apresentadas com, no máximo, 02 (duas) casas decimais Ocorrendo discrepância entre os preços apresentados em algarismos e por extenso, prevalecerão estes últimos Nos preços ofertados deverão estar incluídas todas as despesas diretas e indiretas, impostos, taxas, seguros, transportes e demais despesas necessárias à execução do objeto desta licitação e em atendimento integral às especificações contidas neste Edital e seus anexos. 5 DA HABILITAÇÃO A documentação deverá ser encaminhado pela licitante vencedora, após a fase de lances, por meio do fax número (67) ou no prazo máximo de 1 hora e 30 minutos, os documentos abaixo relacionados, sob pena de desclassificação. Observando-se que depois de remetidos por fax ou , deverá ser encaminhada em original ou processo de cópia autenticada, para Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura FAPEC localizada a Rua Nove de Julho, Nº 1922, Vila Ipiranga, Campo Grande MS, CEP , aos cuidados do Departamento de Licitação - FAPEC no prazo máximo de 03 (três) dias úteis, contados do encerramento da sessão, sob pena de desclassificação da proposta. 3

4 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ Exigir-se-á do licitante vencedor os seguintes documentos: Registro comercial, no caso de empresa individual: Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, em se tratando de sociedades comerciais e, no caso de sociedades por ações, documentos de eleição de seus administradores: Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova de diretoria em exercício: Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no país, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente: Certificado de Regularidade do FGTS - CRF, perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, atualizado: Certidão Negativa de Débitos - CND, perante o INSS, atualizada: Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas (CNDT): Prova de regularidade para com as Fazendas Federal (Certidão Negativa de Débitos e Certidão quanto à Dívida Ativa da União), Estadual e Municipal do domicílio ou sede do licitante, atualizadas: Declaração de que a empresa cumpre o disposto no inc. XXXIII do art. 7º da Constituição Federal (relativo ao trabalho de menor) presente NO ANEXO III lote B: Declaração de inexistência de fato superveniente impeditivo da habilitação presente NO ANEXO III lote A: Certidão negativa de falência ou concordata expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica: Declaração informando o índice de Solvência Geral, sendo que, estarão habilitadas neste lote somente as empresas que apresentarem resultado igual ou maior a 1 (um): Solvência Geral (SG) Onde: SG = Ativo Total > 1 Passivo Circulante + Passivo Exigível à Longo Prazo Toda a documentação apresentada pela licitante, para fins de habilitação, deverá pertencer à empresa que efetivamente fornecerá o material, ou seja, o número de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ deverá ser o mesmo em todos os documentos, exceto se, comprovadamente, demonstrar que o recolhimento de contribuições (INSS e FGTS) e/ou balanço é centralizado Sendo os documentos originais enviados via correio, a licitante deverá informar ao pregoeiro, o número do protocolo do mesmo, a fim de se confirmar o seu envio no prazo estipulado do subitem

5 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ A FAPEC não se responsabiliza por documentos extraviados pelo correio Fica facultado ao pregoeiro, conceder tolerância de mais 10 (dez) minutos à empresa classificada depois de decorrido o tempo estabelecido no subitem deste edital. 6 DO PROCEDIMENTO DA SESSÃO E DO JULGAMENTO O certame será conduzido pelo pregoeiro, que terá, em especial, as seguintes atribuições: a) Coordenar os trabalhos da equipe de apoio. b) Responder as questões formuladas pelas representantes das empresas, relativas ao certame. c) Abrir as propostas de preços. d) Analisar a aceitabilidade das propostas. e) Desclassificar propostas indicando os motivos. f) Conduzir os procedimentos relativos aos lances e à escolha da proposta do lance de menor preço por lote. g) Verificar a documentação da proponente da classificada em primeiro lugar. h) Declarar à vencedora. i) Receber, examinar e submeter os recursos à autoridade competente para julgamento. l) Elaborar a ata da sessão. m) Encaminhar o processo à autoridade superior para homologar e autorizar emissão da Ordem de Fornecimento. 7 DA ABERTURA DAS PROPOSTAS A partir do horário previsto no sistema, terá início à sessão pública do Pregão Eletrônico, com a divulgação das propostas de preços recebidas pelo site, já indicado no item 2, passando o pregoeiro a avaliar a aceitabilidade das propostas Aberta a etapa competitiva, os representantes das empresas deverão estar conectados ao sistema para participar da sessão de lances. A cada lance ofertado o participante será imediatamente informado de seu recebimento e respectivo horário de registro e valor Serão aceitos lances cujos valores forem inferiores ao último lance registrado no sistema Não serão aceitos 2 (dois) ou mais lances de mesmo valor, prevalecendo aquele que for recebido e registrado em primeiro lugar Durante o transcurso da sessão pública, os participantes serão informados, em tempo real, do valor do menor lance registrado A etapa de lances da sessão pública será encerrada mediante aviso de fechamento iminente dos lances, emitido pelo sistema eletrônico aos licitantes, após o que transcorrerá período de tempo 5

6 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/2015- de até 30 (trinta) minutos, aleatoriamente determinado também pelo sistema eletrônico, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances De acordo com o que dispõe os arts. 44 e 45 da Lei Complementar nº 123/06, será dado direito de preferência de contratação para as microempresas (ME) ou empresas de pequeno porte (EPP) e após esta fase, o Pregoeiro poderá encaminhar, pelo sistema eletrônico, contraproposta ao licitante que tenha apresentado lance mais vantajoso, para que seja obtida a melhor proposta, observado o critério de julgamento, não se admitindo negociar condições diferentes daquelas previstas no Edital. Na modalidade Pregão, entende-se por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até cinco por cento superiores à proposta mais bem classificada, depois de encerrada a etapa de lances O sistema informará a proposta de menor preço por lote imediatamente após o encerramento da etapa de lances ou, quando for o caso, após negociação e decisão do pregoeiro acerca da aceitação do lance de menor valor Constatado o atendimento das exigências fixadas no edital objeto deste Pregão, será adjudicado ao autor da proposta ou lance com menor preço por lote Se o adjudicatário, convocado dentro do prazo de validade da sua proposta não apresentar situação regular no ato da assinatura do contrato, estará sujeito às penalidades previstas no subitem 12 deste edital. Neste caso, o pregoeiro, observada a ordem de classificação, examinará as ofertas subseqüentes e a respectiva habilitação, até a apuração de uma que atenda ao edital, sendo a respectiva proponente convocada para negociar redução do preço ofertado e, se for o caso, receber a Nota de Empenho e/ou documento equivalente. 8. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS O pregoeiro efetuará o julgamento das propostas pelo critério de julgamento que se dará pelo menor preço por lote, efetuando a contraproposta diretamente a licitante que tenha apresentado o lance de menor valor do certame, para que seja obtido desconto melhor, bem como assim decidir sobre sua aceitação, observados os prazos para fornecimento, as especificações técnicas, parâmetros mínimos de desempenho e de qualidade e demais condições definidas neste edital Após o encerramento da etapa de lances da sessão pública ou quando for o caso, após a negociação e decisão pelo Pregoeiro acerca da aceitação do lance de menor valor, o pregoeiro anunciará a licitante vencedora Se a proposta ou lance de menor valor total de cada lote, não for aceitável, ou se a licitante desatender as exigências habilitatórias, o pregoeiro examinará a proposta ou o lance subsequente, verificando a sua aceitabilidade e procedendo a sua habilitação, na ordem de classificação, e assim sucessivamente, até a apuração de uma proposta ou lance que atenda ao edital Ocorrendo a situação a que se refere o subitem anterior, o pregoeiro poderá negociar com a licitante para que seja obtido preço melhor Constatado o atendimento das exigências fixadas no edital, a licitante será declarada vencedora do certame, sendo-lhe adjudicado o objeto do lote. 9 DO LOCAL DE RECEBIMENTO E VERIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS 6

7 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ Os objetos desta licitação serão recebidos, para efeito de posterior verificação da sua conformidade com as especificações técnicas Anexo II, e definitivamente, após a verificação da qualidade Os ensaios, testes e demais provas eventualmente exigidos por normas técnicas oficiais para aferição dos materiais correrão por conta da CONTRATADA A CONTRATANTE rejeitará, no todo ou em parte, mediante Termo de Rejeição Total ou Parcial, o que for fornecido em desacordo com o solicitado Caso o equipamento seja rejeitado, o mesmo será colocado à disposição da CONTRATADA, que deverá retirá-lo, e providencia sua substituição, à suas expensas, entregando ao novo no mesmo endereço que fez a recusa Fica estabelecido o prazo de 10 (dez) dias para a retirada do material rejeitado, contado da data do recebimento dos mesmos A recusa dos equipamentos, não justificará atrasos nos prazos de entrega fixados Ocorrendo pela segunda vez a rejeição dos equipamentos, a ordem de fornecimento poderá ser cancelada O recebimento dos equipamentos estará condicionado à observância de suas Especificações Técnicas e instruções, cabendo a verificação respectiva à Comissão de Recebimento da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) O fornecimento somente será considerado concluído mediante a emissão de Termo de Recebimento Definitivo Relativamente ao disposto na presente cláusula, aplicam-se subsidiariamente, as disposições da Lei n /90 Código de Defesa do Consumidor. 10 DO TERMO ESPECÍFICO DE CONTRATO E DA GARANTIA Será dispensada a celebração de Termo Específico de Contrato entre as partes, na forma do disposto no artigo 62 da Lei nº 8.666/93, passando a substitui-lo, com força de contrato, os seguintes instrumentos: a) Este Edital e seus anexos; b) A proposta registrada no sistema e, se houver os lances, registrados em Ata da Sessão Pública; c) A Ordem de Fornecimento A empresa vencedora deverá substituir todos os produtos que apresentarem defeitos de fabricação. 11 DO PAGAMENTO O pagamento decorrente do fornecimento do objeto desta licitação será efetuado mediante crédito em conta corrente, no prazo de 10 (dez) dias úteis do recebimento dos respectivos materiais, 7

8 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/2015- devidamente atestada pelo setor competente, conforme dispõe o art. 40, inciso XIV, alínea a, combinado com o art. 73, inciso II, alínea b, da Lei n 8.666/93 e alterações Não será efetuado qualquer pagamento à(s) empresa(s) contratada(s) enquanto houver pendência de liquidação da obrigação financeira em virtude de penalidade ou inadimplência contratual Em hipótese alguma será concedidos reajustamento de preços propostos e o valor constante da nota fiscal/fatura, quando da sua apresentação, não sofrerá qualquer atualização monetária até o efetivo pagamento Ocorrendo erro no documento da cobrança, este será devolvido e o pagamento será sustado para que a contratada tome as medidas necessárias, passando o prazo para o pagamento a ser contado a partir da data da reapresentação do mesmo Caso se constate erro ou irregularidade na Nota Fiscal, a FAPEC, a seu critério, poderá devolvê-la, para as devidas correções ou aceitá-la, com a glosa da parte que considerar indevida Na hipótese de devolução, a Nota Fiscal será considerada como não apresentada, para fins de atendimento das condições contratuais A FAPEC não pagará, sem que tenha autorização prévia e formal, nenhum compromisso que lhe venha a ser cobrado diretamente por terceiros, seja ou não instituições financeiras Os eventuais encargos financeiros, processuais e outros, decorrentes da inobservância, pela licitante vencedora, de prazo de pagamento, serão de sua exclusiva responsabilidade A administração efetuará retenção, na fonte, dos tributos e contribuições sobre todos os pagamentos à licitante vencedora Fica estabelecido o percentual de juros de mora de 6% (seis por cento) ao ano, na hipótese de mora por parte da contratante As Faturas/Notas Ficais deverão ser emitidas em nome da FAPEC e por convênio, conforme solicitação feita, de acordo com a lista anexo II. 12 DAS PENALIDADES Nos termos do Art. 86 da Lei n /93, fica estipulado o percentual de 0,5% (meio por cento) sobre o valor inadimplido, a título de multa de mora, por dia de atraso injustificado no fornecimento do objeto deste pregão, até o limite de 10% (dez por cento) do valor empenhado Quem convocada dentro do prazo de validade da sua proposta, não retirar a ordem de fornecimento, deixar de entregar ou apresentar documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução de seu objeto, não mantiver a proposta, falhar ou fraudar na execução do contrato, comportar-se de modo inidôneo ou cometer fraude fiscal, ficará impedido de licitar e contratar com a FAPEC, pelo prazo de até 05 (cinco) anos, sem prejuízo das multas previstas em edital e no contrato e das demais cominações legais As penalidades somente poderão ser relevadas ou atenuadas pela autoridade competente aplicando-se o Princípio da Proporcionalidade, em razão de circunstâncias fundamentados em fatos reais e comprovados, desde que formuladas por escrito e no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis da data em que for oficiada a pretensão da administração no sentido da aplicação da pena. 8

9 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ DO RECURSO E DA IMPUGNAÇÃO Qualquer interessado poderá até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para recebimento das propostas e habilitação, solicitar esclarecimentos, providências ou impugnar o ato convocatório do pregão, sob pena de decadência do direito de fazê-lo administrativamente Ao final da sessão, a proponente que desejar recorrer contra decisões do pregoeiro poderá fazê-lo, manifestando sua intenção com registro da síntese das suas razões, sendo-lhe facultado pelo pregoeiro reduzir a termo no prazo de 03 (três) dias corridos Os demais participantes ficarão intimados a apresentarem contra-razões no mesmo prazo, que começarão a correr do término do prazo do recorrente. As razões recursais ficarão disponíveis no sistema do Pregão Eletrônico logo após ser efetuado pela proponente A falta de manifestação imediata e motivada importará a preclusão do direito de recurso Não será concedido prazo para recursos sobre assuntos meramente protelatórios ou quando não justificada a intenção de interpor o recurso pela proponente. 14 DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA As despesas decorrentes do fornecimento correrão à conta do Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº financiados com recursos da FINEP e tem como valor estimado R$ ,93 (quarenta e oito mil e novecentos e noventa e oito reais e noventa e três centavos). 15- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS A Fundação de Apoio à Pesquisa ao Ensino e à Cultura FAPEC poderá adiar ou revogar o presente Pregão, por razão de interesse público decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, pertinente e suficiente para justificar tal conduta, devendo anulá-lo por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer escrito e devidamente fundamentado, observado o disposto na Lei n. 8666/ Nas hipóteses tratadas no subitem anterior serão assegurados aos interessados o contraditório e a ampla defesa A contagem dos prazos estabelecidos neste edital, em se tratando dos recursos, será feita em dias úteis, nela se excluindo a data de início e incluindo a do vencimento O objeto licitado poderá sofrer acréscimos ou supressões em conformidade com o estabelecido nos 1º e 2º do art. 65 da Lei n / O pregoeiro resolverá os casos omissos com base na legislação vigente As decisões do pregoeiro serão consideradas definitivas somente após homologação do Secretário Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa ao Ensino e à Cultura FAPEC 9

10 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/ As informações inerentes a este pregão poderão ser obtidas, pelos interessados, no ou (067) em dias úteis no horário de 07h00min h às 17h Fica eleito o foro da Cidade de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, para dirimir qualquer controvérsia resultante desta licitação, com exclusão de qualquer outro, por mais privilegiado que seja Integram o presente edital, independentemente de qualquer transcrição, os anexos: ANEXO I IDENTIFICAÇÃO DA LICITANTE, ANEXO II PROPOSTA DE PREÇO/TERMO DE REFERENCIA, ANEXO III CARTA DE APRESENTAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO, ANEXO IV - DECLARAÇÃO DE MICROEMPRESA, ANEXO V DECLARAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA. 16 DA CONTRATAÇÃO O Contrato será substituído pela Ordem de fornecimento, permanecendo todas as condições estabelecidas neste edital de Pregão e seus anexos e a proposta do vencedor, independente de sua transcrição e anexação. Campo Grande-MS, 11 de fevereiro de Marcio Lauro da Costa Pregoeiro - FAPEC 10

11 2013 PREGÃO- ELETRONICO 001/2015- PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 ANEXO I IDENTIFICAÇÃO DA LICITANTE DADOS A SEREM PREENCHIDOS PELA LICITANTE 01 RAZÃO SOCIAL: 02 FANTASIA: CNPJ: 03 ENDEREÇO: BAIRRO: 04 CIDADE: UF: CEP: 05 FONE: ( ) FAX: ( ) 06 SITE: 07 BANCO/AGÊNCIA: N CONTA: 08 AGÊNCIA/CÓDIGO: PRAÇA: 09 NOME PESSOA RESPONSÁVEL PELA EMPRESA: 10 NOME PESSOA PARA CONTATO E INFORMAÇÃO SOBRE A COTAÇÃO E/OU REPRESENTANTE NESTA PRAÇA: FONE: 11 - CONDIÇÃO DE PAGAMENTO: 12 - PRAZO DE ENTREGA: 13 - PRAZO DE VALIDADE DA PROPOSTA: DECLARO QUE CONHEÇO E ACEITO AS CONDIÇÕES CONTIDAS NESTE EDITAL Assinatura identificada da licitante 11

12 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 001 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE AMOSTRADOR AUTOMÁTICO PORTÁTIL ESTIMADO UNITÁRIO O amostrador deverá realizar amostras seqüenciais e compostas. 2. O instrumento deve ser capaz de recolher amostras de uma variedade de fontes incluindo os canais abertos e dutos de águas pluviais. 3. instrumento deve ser apto a coletar amostras em garrafas múltiplas (seqüencial) ou garrafa única (composta). 4. O instrumento deve ser apto a receber gelo no compartimento das garrafas para refrigeração das amostras. 5. Descrição Física: a) O corpo do amostrador deve ser construído em material plástico ABS monobloco, resistente a corrosão e a intempéries. b) Deve possuir cobertura (tampa) para proteção adicional do controlador. c) Deve possuir as seguintes medidas aproximadas: Diâmetro de 45 cm x Altura de 70,5 cm. d) O peso do equipamento seco deve ser de aproximadamente 11,3 kg. e) Todos os outros componentes externos devem ser feitos de aço inox ou outro material resistente à corrosão. f) O hardware deve permitir fácil acoplagem de instrumentos externos. 6. Garrafas de Armazenamento de Amostras: Deve permitir as seguintes opções de garrafas: 24x (500 ml de polipropileno), 12X (500 ml de polipropileno), 12X (375 ml de vidro), 1X (10 Litros de polipropileno) e 1X (9,5 Litros de Vidro). 7. Todos os componentes elétricos devem ser acondicionados dentro de um único controlador. O controlador deve ter display com 4 linhas, 20 caracteres por linha, e total de 80 caracteres que mostram o status do amostrador e dos seus acessórios. O display deve apresentar inclinação e luz de fundo para facilitar visualização. Deve apresentar teclado para programação, controle manual e transferência de dados. Unid ,00 12

13 Continuação 8. Controlador deve ser selado e poderá ser removível para ser usado em amostrador portátil ou refrigerado. Deve permitir atualização de software sem necessidade de abrir a unidade. 9. Deve estar em conformidade com NEMA 4X, 6 (IP 67). Deverá apresentar material dessecante dentro da caixa de controle para prevenir danos aos componentes elétricos com umidade. 10. Deve operar com alimentação 12 VDC Deve apresentar dois tipos de programação: padrão e poderão ser visualizadas de maneira rápida. 12 Deve apresentar ajuda ao usuário na seqüência de programação. 13 Deve apresentar rotina de diagnóstico para determinar status e detectar erros. 14 A programação padrão deve permitir que o usuário defina parâmetros e deve permitir a operação em dias da semana específicos. Poderá ser programado para coletar amostras com intervalos definidos pelo usuário. Também poderá ser escolhido nome para o site. Conforme segue: a) Por tempo, programação padrão i. Deve usar relógio interno para coletar amostras com intervalo de 1 minuto a 99 horas e 59 minutos. 15 O consumo de energia deve ser mostrado no display. 16 Software de configuração e cabo com conexão USB. 17 As amostras devem ser coletadas por bomba peristáltica. Esta bomba deve ser capaz de elevar líquidos até 8 m. O corpo da bomba deve ser integrado ao controlador e esta deve ser construída em plástico Noryl de alta resistência e deve usar tubo de longa duração. Antes e depois de toda coleta, a bomba deve realizar a purga da linha de sucção. As amostras não devem passar por câmaras ou outras divisões. A bomba deve apresentar abertura fácil para troca do tubo. 18 O amostrador deve coletar volumes de amostras com precisão de 10 ml ou 10%, o que for maior. A repetibilidade deve ser de 5 ml ou 5%, o que for maior. O usuário deve selecionar volumes de 0 a ml com incrementos de 1 ml. Deve apresentar também detector de líquidos para checagem de anomalias durante o processo de amostragem. Se nenhum líquido for detectado o amostrador deve ser capaz de tentar mais 3 vezes. 19 O equipamento deve der capaz de operar em temperatura entre 0º a 49º C. 20 O amostrador deverá possuir proteção: NEMA 4X, 6 IP O controlador deverá possuir memória ROM não-volátil. 22 A precisão do relógio interno do controlador deverá ser de: 1 minuto por mês, tipicamente, de relógio em tempo real. 13

14 Continuação 23 O amostrador deve utilizar um detector de líquidos seco para detectar presença de líquidos. O detector não deve ser vulnerável nem afetado por propriedades físicas ou químicas presentes na água. O sensor não deve requerer manutenção ou limpeza. 24 O contador de ciclos da bomba deve determinar o volume da amostra entregue nas garrafas. Adicionalmente, o contador de ciclos deve monitorar a vida útil do tubo da bomba e alertar o usuário para troca. O tubo deve durar mínimo de ciclos. 25 O equipamento deverá proporcionar purga de ar antes e depois de cada amostra; O tubo de sucção deverá ser construído em Teflon com diâmetro nominal de 3/8 26 A elevação mínima do ponto de amostragem até o equipamento deverá ser de 8,0 metros; 27 A repetibilidade da amostragem deve garantir no mínimo: 5% do volume médio amostrado. 28 Deve acompanhar manual de instruções em inglês ou português. SOFTWARE 29 A freqüência da Amostragem deverá ser de 1 min a 99:59h com incrementos de 1 minuto; 30 Deverá permitir programação para realizar até 3 tentativas de amostragem caso nenhuma amostra for detectada. 31 Deverá possibilitar ciclos de enxágüe, ou seja, lavagem automática de linha de sucção em até 3 ciclos para cada coleta. 32 Deverá possibilitar armazenamento de até 5 programas. 33 Deverá possibilitar comandos de amostragem de Parar/Retomar. 34 Deverá possuir controlador de diagnósticos: testes de memória RAM, ROM, bomba de exibição, e distribuidor. 35 A distribuição das amostras nas garrafas deve ser feita por braço mecânico resistente à corrosão e deve apresentar também sensor ótico duplo para posicionamento correto do braço. 36 O amostrador deve permitir que o usuário escolha entre três tipos de distribuição de amostras: amostra por garrafa, garrafas por amostra e composição em multi-garrafas. 37 O Frete deve estar incluso ,00 Obs. 01 Fretes e demais despesas com transporte correrá por conta da vencedora do certame. 02 Local de Entrega: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul A/C Profª Paula Loureiro Paulo FAENG/Laboratório de Efluentes, ao lado do LAQUA Endereço: Cidade Universitária, S/N Cidade: Campo Grande MS CEP

15 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 002 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE Medidor de ORP microprocessado, com saída analógica de sinal Detalhes: Analisador e Controlador microprocessado para leituras instantâneas de mv, com 2 setpoints ESTIMADO UNITÁRIO 01 Duas saídas de sinal proporcionais a leitura, configuráveis para 0-10, 0-2 Vcc ou 4-20 ma Display de cristal líquido com back-light permanente. Duas linha de informação com 16 caracteres. Programação e calibração por navegação com teclas soft-touch. Montagem em gabinete de ABS autoestinguível IP Set-point configurável de 0 a 999 mv. - Um set-point para controle de uma saída a relé reversível NA/NF de acionamento alarme cloro alto ou baixo 1 saída a relé para acionamento de bomba dosadora, configurável para 4-20 ma. - Um Set-Point para controle a Relê da dosadora. Contato ON/ OFF 2,5 Ampere. Unid ,00 1 saída 4-20 ma, proporcional a leitura, para entrada em CLP de supervisão. Alarme de desvio do set-point com tempo ajustável Características técnicas: Resolução 1,0 mv. Precisão de leitura 0,1%+1digito. Histerese de comutação regulavel até +/- 30 mv. Impedância de entrada 10 Tera-Ohm. Saída de relê com contatos reversíveis. Saída analógica para leitura adicional á distancia, até 100 mts. Conexão BNC para sondas de medição. Outras conexões sob encomenda. Alimentação 230Vac, opcional : 110 Vac. Dimensões em mm : A 214 x L 146 x P

16 Medidor de ph micro processado, com saída analógica de sinal Detalhes: Controlador digital de ph, dois setpoints. 2 Um set-point para controle de uma saída a relé reversível NA/NF de acionamento alarme ph alto ou baixo Um Set-Point para controle a Relê de duas dosadoras. Contato ON/ OFF 2,5 Ampere. Duas saídas de sinal proporcionais a leitura, configuráveis para 0-10, 0-2 Vcc ou 4-20 ma Características técnicas: Resolução 0,01 ph. Precisão de leitura 0,1%+1digito. Histerese de comutação regulavel até +/- 0,3 ph. Impedância de entrada 10 Tera-Ohm. Saída de relê com contatos reversíveis. Saída analógica para leitura adicional á pequena distancia. Conexão BNC para sondas de medição. Outras conexões sob encomenda. Alimentação 230Vac, opcional : 12 Vcc, ou 24Vac, ou 110 Vac. Dimensões em mm : A 214 x L 146 x P 109. UND , ,00 Obs. 01 Fretes e demais despesas com transporte correrá por conta da vencedora do certame. 02 Local de Entrega: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul A/C Profª Paula Loureiro Paulo FAENG/Laboratório de Efluentes, ao lado do LAQUA Endereço: Cidade Universitária, S/N Cidade: Campo Grande MS CEP

17 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 003 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE ESTIMADO UNITÁRIO 01 Armário de metal 12 vãos 198x93x40 cm, com pitão (Roupeiro Vegel Unid , ,00 Obs. 01 Fretes e demais despesas com transporte correrá por conta da vencedora do certame. 02 Local de Entrega: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul A/C Profª Paula Loureiro Paulo FAENG/Laboratório de Efluentes, ao lado do LAQUA Endereço: Cidade Universitária, S/N Cidade: Campo Grande MS CEP

18 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 005 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE ESTIMADO UNITÁRIO Coluna de Guarda de Exclusão Iônica IonPac ICE-AS1 (4 x 50) mm UND 1 Coluna Analítica de Exclusão Iônica IonPac ICE-AS1 (4 x 250) mm UND 1 CARTUCHO SPE STRATA SAX 500MG/6ML, 30/CX CX , , ,93 Vials de 5ml sobressalentes com tampas e filtros (250 unidades) CX 1 883,05 MIX ACID FREE VOLATILE FR 100ml. Padrão Analítico FR 1 322, ,88 Obs. 01 Fretes e demais despesas com transporte correrá por conta da vencedora do certame. 02 Local de Entrega: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul A/C Profª Paula Loureiro Paulo FAENG/Laboratório de Efluentes, ao lado do LAQUA Endereço: Cidade Universitária, S/N Cidade: Campo Grande MS CEP

19 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 006 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE ESTIMADO UNITÁRIO SULFATO DE MANGANES PA ACS FR 1000GR VAL ou posterior FR 2 ACIDO SULFURICO (95-99%) PA FR 1000ML VAL. 27/03/2020 ou posterior FR 8 ACIDO NITRICO 65% PA FR 1000ML VAL. 05/2017 ou posterior FR 1 SULFATO DE PRATA PA ACS FR 25GR VAL ou posterior FR 6 ALCOOL ETILICO 95% PA ACS FR 1000ML VAL ou posterior FR ,00 Obs. 01 Fretes e demais despesas com transporte correrá por conta da vencedora do certame. 02 Local de Entrega: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul A/C Profª Paula Loureiro Paulo FAENG/Laboratório de Efluentes, ao lado do LAQUA Endereço: Cidade Universitária, S/N Cidade: Campo Grande MS CEP

20 ANEXO II PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2015 PLANILHA PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS / PROPOSTA COMERCIAL (MODELO) Material de Consumo para Projeto Rede Nacional de Tratamento de Esgotos Descentralizados, conforme Convênio Nº FINEP. Lote 007 ITEM DESCRIÇÃO DETALHADA UND QTDE ESTIMADO UNITÁRIO Cubeta de vidro quadrada sem tampa, passo ótico 25mm, possui marcação em 25mL. Para uso em espectrofotômetro. Caixa com 2 unidades. BALÃO VOLUMÉTRICO CLASSE A ROLHA DE POLI, De vidro., capacidade de 25 ml, fundo chato. BALÃO VOLUMÉTRICO CLASSE A ROLHA DE POLI, De vidro., capacidade de 200 ml, fundo chato. BALÃO VOLUMÉTRICO CLASSE A ROLHA DE POLI, De vidro. capacidade de 250 ml, fundo chato. BALÃO VOLUMÉTRICO CLASSE A ROLHA DE POLI, De vidro ml, fundo chato. BALÃO VOLUMÉTRICO CLASSE A ROLHA DE POLI, De vidro. 2000ML. PROVETA GRADUADA BASE SEXTAVADA POLI.., De vidro graduada. 250ml. PROVETA VIDRO GRADUADA BASE SEXT. POL. CAP, De vidro graduada. 500ml. ELETRODO DE PLÁSTICO RECARREGAVEL PH 0-14 SELADO Luva em Látex, com pó bioabsorvível, ambidestra, superfície lisa, caixa contendo 100 unidades, tamanho M. Luva em Látex, com pó bioabsorvível, ambidestra, superfície lisa, caixa contendo 100 unidades, tamanho P CONJ. DE GARRAFAS PARA AMOSTRA SEQUENCIAL - 24 Garrafas de 500ml de Polipropileno com tampas, anéis de retenção e tubos de descarga - Compatíveis com os Amostradores Série 3700C CX 1 UND 20 UND 3 UND 4 UND 2 UND 3 UND 3 UN 3 UN 2 CX 4 CX 4 CJ 1 20

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº. 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

Secretaria da Saúde do Estado Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão - CIDH

Secretaria da Saúde do Estado Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão - CIDH ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 / 01 / 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 /01/ 2006. TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº2011 085 DE 29/09/2011. Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 67/2009 Processo nº: 23000.086744/2009-55 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 172/2013. ERP: 23030 BB: 511590 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE LABORATÓRIO PARA A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, CONFORME ANEXO I DO EDITAL. O MUNÍCIPIO DE CACHOEIRINHA,

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 114/2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AUTOCLAVE DIGITAL, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 14/10/2013 15h00min. LIMITE PARA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125 Processo LIC 2012/000125 PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, órgão de fiscalização do exercício profissional, regido pelo Decreto-Lei nº 9.295/1946, alterado pela

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 136/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO ALMOFADA PARA CARIMBO, TINTA PARA CARIMBO, FITA ADESIVA LARGA E COLA EM BASTÃO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTACÃO ELETRÔNICA - EDITAL 20135880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SERVIÇOS DO VALE DO RIO PARDO - CISVALE

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SERVIÇOS DO VALE DO RIO PARDO - CISVALE HABILITAÇÃO JURÍDICA Documentos para Credenciamento - Registro comercial no caso de empresa individual; - Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor, devidamente registrado em se tratando de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL Pregão Eletrônico nº 16111/2008 Processo n 6111/2008 OBJETO: 76J-00323 - Office Enterprise 2007 Sngl OLP INÍCIO DE RECEBIMENTO DE PROPOSTAS: 02/05/2008 às 11 horas. LIMITE PARA

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 062/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001).

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 062/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 062/2015 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO N.º 15/2014 PROCESSO N.º 23341.000141/2014-71

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO DIE02 (CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT No. 003/2007 DIEESE) O DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS - DIEESE, CNPJ n.º 60.964.996/0001-87,

Leia mais

Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação 520053

Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação 520053 JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU EM MINAS GERAIS CNPJ 05.452.786/0001-00 Av. Álvares Cabral 1805, Santo Agostinho, Belo Horizonte/MG, CEP 30.170-001 Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012

TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Avenida Roraima, n 1000 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARá Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE ANEXO ÚNICO DO DECRETO N. 28.397, DE 21/09/2006 TERMO N. 20120024. PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos

Leia mais

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público

MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR. Logo e razão social do órgão público MODELO DE EDITAL PARA CAFÉ SUPERIOR Logo e razão social do órgão público PREGÃO ELETRÔNICO N XXX EDITAL A , por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria xxx de data, realizará

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 57/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO DE CAMISETAS E SACOLAS, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 27/05/2015 8h30min. LIMITE

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE CONVITE Nº 006 / 2007 - DFEPAF ENCERRAMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS: Dia 27 de novembro de 2007 às 10:00 horas. TIPO: Menor preço global 1. OBJETO DO CONVITE Constitui objeto

Leia mais

1.2 Valor estimado para o objeto é de R$ 7.680,00 (sete mil seiscentos e oitenta reais).

1.2 Valor estimado para o objeto é de R$ 7.680,00 (sete mil seiscentos e oitenta reais). EDITAL DE COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 10/2014 PROCESSO Nº 03019.000115/2014-05 O INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA IPEA, fundação pública federal, por sua Diretoria de Administração e Finanças, situado

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 54/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA MANUTENÇÃO DE ELEVADOR DE PASSAGEIRO INSTALADO NO PRÉDIO DO POLO DA UAB, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 2015/6010003-02 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

FAURG FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO

FAURG FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO EDITAL DE PREGÃO ELETRONICO Nº 063/2013 FAURG OBJETO: AQUISIÇÃO DE CENTRAL DE ALARME COM INSTALAÇÃO IMPORTANTE: INÍCIO DO ACOLHIMENTO DAS PROPOSTAS: 25/07/2013 08h RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS ATÉ: 05/08/2013

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR O MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA/RJ, por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE da SECRETARIA MUNCIPAL DE SAÚDE/PMVR, atendendo requisitos

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 04/07 MODALIDADE: CONVITE FORMA DE EXECUÇÃO: INDIRETA ENTREGA DO ENVELOPE ATÉ AS 17:00 HORAS DO DIA: 13/03/2007 DATA DA ABERTURA: 14/03/2007 OBJETO DA LICITAÇÃO: Plantio e fornecimento

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni designado pela Ordem

Leia mais

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0 PREGÃO PE - 31/2015 - SULGÁS A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - SULGÁS torna público, através de seu Pregoeiro designado, que realizará licitação por meio da utilização de recursos de

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93 e demais

Leia mais

(LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015

(LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015 (LOGO DA ENTIDADE PROPONENTE PARTICIPANTE DA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS) COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 009/2015 ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE FATOS SUPERVENIENTES DA EMPRESA AO INSTITUTO VITÓRIA

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI CONTRATO Nº 015/2015 CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE ALTO TAQUARI MT E DO OUTRO LADO A EMPRESA ALESSANDRO DO NASCIMENTO - ME. O Município de Alto Taquari - Estado de Mato

Leia mais

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE SINAL DE INTERNET COM VELOCIDADE MÍNIMA DE 05 MB DESTINADO ÀS ATIVIDADES DA EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES CONVITE Nº 20150001 OBJETO:

Leia mais

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010

PROCESSO 005/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 001/2010 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO, Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso, autarquia municipal,

Leia mais

Processo 1721/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 21/2013 Sistema de Registro de Preços

Processo 1721/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 21/2013 Sistema de Registro de Preços JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU EM MINAS GERAIS CNPJ 05.452.786/0001-00 e-mail licitacao@trf1.jus.br Av. Álvares Cabral 1805, Santo Agostinho, Belo Horizonte/MG, CEP 30.170-001 Seção de Compras e Licitações,

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 16/2014 OBJETO: AQUISIÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO SPLIT E FREEZER, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO, FAZENDA, OBRAS, GABINETE DO PREFEITO, GABINETE

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 003/2015 CONVÊNIO MTE/SENAES/CENTRAC Nº 782332/2013 TERMO DE REFERÊNCIA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 003/2015 CONVÊNIO MTE/SENAES/CENTRAC Nº 782332/2013 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 003/2015 CONVÊNIO MTE/SENAES/ Nº 782332/2013 TERMO DE REFERÊNCIA O Centro de Ação Cultural, organização civil de direito privado, sem fins lucrativos, situada à Rua Rodrigues

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO N 010/2013 EDITAL DE CONVITE Nº 006/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL

PROCESSO LICITATÓRIO N 010/2013 EDITAL DE CONVITE Nº 006/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL PROCESSO LICITATÓRIO N 010/2013 EDITAL DE CONVITE Nº 006/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL PREFEITURA MUNICIPAL DE PICADA CAFÉ/RS, pessoa jurídica de direito público, torna público pelo presente CONVITE do

Leia mais

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas:

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas: Município de Sério/RS Edital de Pregão Eletrônico nº 001/2015 Tipo de julgamento: menor preço por item Abertura: 06 de fevereiro às 14:00 horas Município de Sério- RS. Este documento esteve afixado no

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 TIPO: DATA DE ABERTURA HORÁRIO LOCAL MENOR PREÇO 04/12/2006 10 HORAS SALA DE REUNIÃO 1 - DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A COMISSÃO PERMANNTE DE LICITAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/2011 Processo 7.497/08/2011-EOF A JUSTIÇA

Leia mais

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 17 de Outubro

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS.

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2012 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MÓVEIS, A PEDIDO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE, FAZENDA, SAÚDE E OBRAS. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 16/03/2012

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CONVITE n.º 6010004-01/2012

CONVITE n.º 6010004-01/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE n.º 6010004-01/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais