2ª Reunião da Comissão de Monitoramento Socioeconômico Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Sinop, 08 de Maio de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2ª Reunião da Comissão de Monitoramento Socioeconômico Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Sinop, 08 de Maio de 2015"

Transcrição

1

2 2ª Reunião da Comissão de Monitoramento Socioeconômico Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop Sinop, 08 de Maio de 2015

3 AGENDA 9h Boas vindas / Apresentação 9h15 - Exibição da Maquete Eletrônica 9h30 - Avaliação participativa da Matriz de Indicadores do Monitoramento Socioeconômico

4 PROGRAMA DE APOIO AOS MUNICÍPIOS

5 Programa de Apoio aos Municípios Subprograma de Monitoramento Socioeconômico Objetivos Detalhar as demandas socioeconômicas dos municípios de Cláudia, Sinop, Ipiranga do Norte, Sorriso e Itaúba; Atualizar o diagnóstico socioeconômico dos municípios; Monitoramento Socioeconômico; Proposições de ações orientativas; Centro de Apoio ao Migrante (CAM).

6 Monitoramento dos Indicadores Socioeconômicos Atividades/Etapas Etapa I Diagnóstico Socioeconômico Etapa II Monitoramento dos Indicadores Etapa III Ações Orientativas Área de Abrangência Municípios que compõem a área de influência da UHE Sinop: Cláudia, Ipiranga do Norte, Itaúba, Sinop e Sorriso. Estas informações são imperativas, caso se ateste impactos sobre a infraestrutura e serviços sociais locais, para a tomada de decisão que venha controlar, mitigar e/ou corrigir as interferências deles decorrentes.

7 ETAPA II - Monitoramento dos Indicadores O Monitoramento dos Indicadores será estruturado objetivando: Avaliar as possíveis alterações ocorridas no ambiente socioeconômico das populações das áreas de influência do Empreendimento, em decorrência da implantação da UHE Sinop; Identificar situações não previstas e alterações significativas nas características socioeconômicas da população da área de abrangência por meio de campanhas semestrais; Nortear as equipes da UHE Sinop na tomada de decisões que possam antecipar, solucionar problemas e/ou potencializar efeitos positivos detectados.

8 ETAPA III Ações Orientativas Será realizada uma análise crítica das informações atualizadas, e, a partir destas informações, serão propostas as ações orientativas. Proposições onde serão consideradas as necessidades e demandas de cada município, bem como os possíveis impactos, tanto positivos, quanto negativos, derrentes da implantação da UHE Sinop. Subsidiando a CES nas discussões e decisões juntos às municipalidades. As ações orientativas serão revistas e complementadas com base em cada campanha de monitoramento realizada e norteará as ações ao longo das etapas de implantação e operação do Empreendimento. A primeira necessidade que se aponta é conhecer o território, a caracterização dos municípios envolvidos, tanto do ponto de vista de seus indicadores socioeconômicos, quanto da dinâmica sócio-cultural da população. Para tanto foi elaborada uma Matriz de Indicadores que serão trabalhados no diagnóstico definidos a partir da convergência dos indicadores apresentados no Programa de Apoio aos Municípios e no EIA da UHE Sinop e de novos indicadores que se fizerem necessários. Como pode ser visto a seguir:

9 Dimensão Social Dimensão Demográfica MATRIZ DE INDICADORES Resumo/Descrição Indicadores Variáveis / Descritores Meios de verificação Pressupostos/hipótes es 1.1. Total da População 1.2. Crescimento Populacional 1.3. Taxa de Natalidade 1. Dinâmica Populacional 1.4. Densidade Demográfica 1.5. Estrutura Etária 1.6. Razão de Sexo Alteração na dinâmica populacional dos municípios da AID Migração 1.8. Urbanização FINALIDADE: 2.1. Capacidade Instalada 2.2. Atenção Básica: PACS / PSF Subsidiar ações do Plano de Apoio aos Municípios - PBA, buscando a compreensão dos efeitos do empreendimento sobre as diversas dimensões econômicas, sociais e de infraestrutura dos municípios de Cláudia, Itaúba, Sinop, Ipiranga do Norte e Sorriso, que compõem a AID da UHE Sinop, por meio de dados e informações mensuráveis. 2. Saúde 2.3. Nº de consultas médicas / habitantes 2.4. Número de leitos hospitalares 2.5. Morbidade / Internações Hospitalares 2.6. Mortalidade infantil 2.7. Mortalidade por ocorrências 3.1. Número de escolas Secretaria Municipal MDS DATASUS CNES Variações nas condições de saúde dos municípios /Saúde Pública 3.2. Número de alunos matriculados 3. Educação 3.3. Demanda Reprimida 3.4. Rendimento Escolar 3.5. Qualificação dos Docentes 3.6. Taxa de Analfabetismo Secretaria Municipal Governo estadual MEC INEP Mudanças nas condições gerais de educação dos municípios 3.7. Escolaridade 3.8. Indicadores da Educação

10 Dimensão Urbana Dimensão Social Indicadores Variáveis / Descritores Meios de verificação Pressupostos/hipóteses Resumo/Descrição 4. Redes de Proteção Social 4.1. Programas de Transferência de Renda 4.2. Índice de População Pobre 4.3. IDH Secretaria Municipal MDS DATASUS Transformações nas condições de vida da população 4.4. Índice de GINI 5. Financias Públicas 5.1. Receitas Municipais 5.2. Despesas Orçamentárias 5.3. Balanço Orçamentário Municipal Sec. do Tesouro Nacional, Prefeituras e órgãos afins. Alterações no orçamento municipal OBJETIVO: 6.1. Infraestrutura Policial Atualização do Diagnóstico Socioeconômico dos municípios que compõem a AID área de influência direta da UHE Sinop; e definição da linha de base para o monitoramento dos possíveis efeitos do empreendimento sobre a área de influencia direta, constituindo um instrumento norteador do planejamento de ações e procedimentos. 6. Segurança Pública 7. Infraestrutura e Serviços 6.2. Nº de profissionais de segurança 6.3. Número de ocorrências policiais 7.1. Abastecimento de Água 7.2. Rede de Esgoto 7.3. Rede Elétrica 7.4. Iluminação Pública Secretaria de Segurança Pública, Delegacias e Conselhos Locais. Prefeitura e Órgãos Afins Aumento nos índices de criminalidade Modificações na Infraestrutura e Serviços dos municípios 7.5. Destinação de Resíduos Sólidos 7.6. Mobilidade Urbana/ Transporte 8.1. Programas habitacionais 8. Habitação 8.2. Déficit habitacional 8.3. Aspectos construtivos Governo federal DATASUS Prefeituras Mudanças nas condições gerais de habitação 8.4. Condições de Ocupação

11 Dimensão Econômica Indicadores Variáveis / Descritores Meios de verificação Pressupostos/hipóteses Resumo/Descrição 9.1. Índices de PIB e PIB per capta 9.2. Composição Setorial 9. Economia 9.3. Índices de economia agrária e extração vegetal MDIC Dinamização da Economia PRODUTOS: 9.4. Lavouras permanentes e temporárias 1. Matriz de Indicadores (definição de indicadores) Pessoas ocupadas por setor de atividade 2. Relatório de atualização do Diagnóstico Empregos formais e remuneração / Salário médio mensal 10. Mercado de Trabalho, Emprego e Renda Renda familiar População em Idade Ativa (PIA), População Economicamente Ativa (PEA) e População Ocupada (POC). Prefeituras MDS DATASUS Variações no mercado de trabalho e geração de emprego e renda Taxa de Emprego e Desemprego / Taxa de Desocupação

12

4ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Ipiranga do Norte, 05 de Março de 2015

4ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Ipiranga do Norte, 05 de Março de 2015 4ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop Ipiranga do Norte, 05 de Março de 2015 AGENDA 9h Boas vindas 9h45 Apresentação / Percepção sobre o FAS 10h15 Programa de Apoio

Leia mais

Caracterização dos Territórios de Identidade Território 15 - Bacia do Jacuípe

Caracterização dos Territórios de Identidade Território 15 - Bacia do Jacuípe Caracterização dos Territórios de Identidade Território 15 - Bacia do Jacuípe Municípios Dados Gerais Quantidade de Área Total (km 2 População Total Densidade ) municípios Demográfica 14 10.605,76 237.237

Leia mais

INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL: SIGNIFICADO E IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO PÚBLICA

INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL: SIGNIFICADO E IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO PÚBLICA INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL: SIGNIFICADO E IMPORTÂNCIA PARA A GESTÃO PÚBLICA Silvio A. F. Cario Prof. dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Economia e Administração da Universidade

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo DEMOGRAFIA População Total 15.690 População por Gênero Masculino 8.314 Participação % 52,99 Feminino 7.376

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves DEMOGRAFIA População Total 92.860 População por Gênero Masculino 47.788 Participação % 51,46 Feminino 45.072 Participação

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará DEMOGRAFIA População Total 7.475 População por Gênero Masculino 3.879 Participação % 51,89 Feminino

Leia mais

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Marabá DEMOGRAFIA População Total 233.669 População por Gênero Masculino 118.196 Participação % 50,58 Feminino 115.473

Leia mais

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra DEMOGRAFIA População Total 20.183 População por Gênero Masculino 10.292 Participação % 50,99 Feminino 9.891

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba DEMOGRAFIA População Total 97.493 População por Gênero Masculino 49.681 Participação % 50,96 Feminino 47.812

Leia mais

Subsídios para elaboração do PPA Municipal

Subsídios para elaboração do PPA Municipal Município: São Luís / MA Apresentação Este Boletim de Informações Municipais tem o objetivo de apresentar um conjunto básico de indicadores acerca de características demográficas, econômicas, sociais e

Leia mais

3º RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES

3º RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES 3º RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES 4.6.2 PROJETO DE ATENDIMENTO SOCIAL E PSICOLÓGICO DA POPULAÇÃO ATINGIDA Anexo 4.6.2-1 - Proposta de uso do Índice de Desenvolvimento

Leia mais

Panorama Municipal. Município: Aliança / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia

Panorama Municipal. Município: Aliança / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia Município: Aliança / PE Aspectos sociodemográficos Demografia A população do município ampliou, entre os Censos Demográficos de 2000 e 2010, à taxa de 0,06% ao ano, passando de 37.188 para 37.415 habitantes.

Leia mais

5ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Sinop, 12 de Junho de 2015

5ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop. Sinop, 12 de Junho de 2015 5ª reunião do Colegiado do Fórum de Acompanhamento Social (FAS) da UHE Sinop Sinop, 12 de Junho de 2015 AGENDA 9h30 Boas vindas 9h45 Apresentação dos programas do Meio Socioeconômico 10h20 Detalhamento

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Vera, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 2962,4 km² IDHM 2010 0,680 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10235 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Peruíbe, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 323,17 km² IDHM 2010 0,749 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 59773 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Cabo Verde, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 368,15 km² IDHM 2010 0,674 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 13823 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Novo Mundo, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5826,18 km² IDHM 2010 0,674 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 7332 hab. Densidade

Leia mais

Anexo 7.4-3 Nota Técnica Revisão de indicadores Socioeconômicos

Anexo 7.4-3 Nota Técnica Revisão de indicadores Socioeconômicos 6 RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES CAPÍTULO 2 ANDAMENTO DO PROJETO BÁSICO AMBIENTAL Anexo 7.4-3 Nota Técnica Revisão de indicadores Socioeconômicos NM263-7.4-46-NT-017

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Porto Alegre do Norte, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3994,51 km² IDHM 2010 0,673 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10748 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São José do Rio Claro, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5074,56 km² IDHM 2010 0,682 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17124 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guaranésia, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 294,28 km² IDHM 2010 0,701 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 18714 hab. Densidade

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REDAÇÃO DO PROJETO DE LEI Aprova o Plano Municipal de Educação - PME e dá outras providências. O Prefeito do Município de vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Faço

Leia mais

Situação do Domicílio Abs. % Abs. % Total 16.938 100 10.444.526 100 Urbano 4.808 28,39 8.912.692 85,33 Rural 12.130 71,61 1.531.

Situação do Domicílio Abs. % Abs. % Total 16.938 100 10.444.526 100 Urbano 4.808 28,39 8.912.692 85,33 Rural 12.130 71,61 1.531. População segundo a Distribuição de Domicílios 2010 Situação do Domicílio Abs. % Abs. % Total 16.938 100 10.444.526 100 Urbano 4.808 28,39 8.912.692 85,33 Rural 12.130 71,61 1.531.834 14,66 FONTE: IPARDES/IBGE

Leia mais

GUIA PROPOSTO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE

GUIA PROPOSTO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE GUIA PROPOSTO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE (Fonte: Livro 2 dos Cadernos de Planejamento do PLANEJASUS) O planejamento é uma função estratégica de gestão assegurada pela Constituição Federal

Leia mais

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS. Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS. Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social SEMINÁRIOS TEMÁTICOS Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social Maria do Carmo Avesani Diretora do Departamento de Produção Habitacional Secretaria Nacional

Leia mais

CASA VERDE/CACHOEIRINHA

CASA VERDE/CACHOEIRINHA Casa Verde / CASA VERDE/CACHOEIRINHA R e g i ã o N o r t e Assessoria de Imprensa - Subprefeitura de CENTRO REFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL MORRINHOS. 17 Casa Verde / Pirâmide Populacional Rendimento

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

um olhar sobre Bom Jesus das Selvas MA Diagnóstico socioeconômico

um olhar sobre Bom Jesus das Selvas MA Diagnóstico socioeconômico um olhar sobre Bom Jesus das Selvas MA Diagnóstico socioeconômico Belém A cidade de Bom Jesus das Selvas. Construtores da Rodovia Bom Jesus das Selvas está a 460 quilômetros de São Luís, às margens da

Leia mais

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 288,39 Urbana 309,57 Rural 167,10

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 288,39 Urbana 309,57 Rural 167,10 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Jacundá DEMOGRAFIA População Total 51.360 População por Gênero Masculino 25.769 Participação % 50,17 Feminino 25.591

Leia mais

6. PLANO DE ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL

6. PLANO DE ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL 6. PLANO DE ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL O processo de implantação do Plano de Articulação Institucional (PAI) foi objeto de releitura, a partir da emissão do Ofício 02001.009795/2013-60 GABIN/PRESI/IBAMA,

Leia mais

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação.

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. GOVERNANÇA A Fundação Bunge é uma organização comprometida com o desenvolvimento sustentável. Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. Missão: contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

EDUCAÇÃO Total de Escolas no Município Ensino Fundamental Ensino Médio Número de Matrículas Educação Infantil Creche 237

EDUCAÇÃO Total de Escolas no Município Ensino Fundamental Ensino Médio Número de Matrículas Educação Infantil Creche 237 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Água Azul do Norte DEMOGRAFIA População Total 25.057 População por Gênero Masculino 13.618 Participação % 54,35 Feminino

Leia mais

CECAD Consulta Extração Seleção de Informações do CADÚNICO. Caio Nakashima Março 2012

CECAD Consulta Extração Seleção de Informações do CADÚNICO. Caio Nakashima Março 2012 CECAD Consulta Extração Seleção de Informações do CADÚNICO Caio Nakashima Março 2012 Introdução O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é o principal instrumento de identificação e seleção

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471.

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471.980 População por Gênero Masculino 226.635 Participação % 48,02 Feminino 245.345

Leia mais

Perfil Municipal - Rio Bom (PR)

Perfil Municipal - Rio Bom (PR) Caracterização do Território Área: 177,4 km² u Densidade Demográfica: 20,0 hab/km² Altitude da Sede: 680 m Ano de Instalação: 1.964 Distância à Capital: 284,5 km Microrregião: Faxinal Mesorregião: Norte

Leia mais

INDICADORES ESTATÍSTICOS

INDICADORES ESTATÍSTICOS INDICADORES ESTATÍSTICOS Indicadores Ano Unidade Estrutura Territorial Área 28 Km 2 27 332,4 92 9, Concelhos - Freguesias 28 nº 47-31 38-426 Lugares 28 nº 947 26797 Cidades Estatísticas 28 nº 15 151 Densidade

Leia mais

Diagnóstico da Educação Municipal

Diagnóstico da Educação Municipal Diagnóstico da Educação Municipal Oneide Ferraz Alves Apoio Parceria Coordenação Técnica Iniciativa Temas 1º dia Planejamento Planejamento Educacional Plano Anual de Educação Diagnóstico da Educação no

Leia mais

(VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS)

(VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) (VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) UHE Belo Monte - Indicadores socioambientais do empreendimento Descrição do Indicador de Desempenho Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios

Leia mais

TÓPICOS QUE ORIENTAM A JUSTIFICATIVA PARA A DEMANDA (PROINFÂNCIA, CONSTRUÇÃO DE QUADRA COBERTA E COBERTURA DE QUADRA EXISTENTE)

TÓPICOS QUE ORIENTAM A JUSTIFICATIVA PARA A DEMANDA (PROINFÂNCIA, CONSTRUÇÃO DE QUADRA COBERTA E COBERTURA DE QUADRA EXISTENTE) TÓPICOS QUE ORIENTAM A JUSTIFICATIVA PARA A DEMANDA (PROINFÂNCIA, CONSTRUÇÃO DE QUADRA COBERTA E COBERTURA DE QUADRA EXISTENTE) 1. Conceito Trata-se de elaboração de documento que busca demonstrar a necessidade

Leia mais

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável.

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. EXPEDIENTE Realização: Prefeitura Municipal de Porto Alegre (PMPA) José Fortunati - Prefeito Secretaria Municipal de Governança Local (SMGL) Cezar

Leia mais

115,31 hab/km 2 10.632.482. 51,6 % Mulheres. 4,3 % Estrangeiros residentes. Densidade Populacional. População residente

115,31 hab/km 2 10.632.482. 51,6 % Mulheres. 4,3 % Estrangeiros residentes. Densidade Populacional. População residente RETRATO DE PORTUGAL Resumo de indicadores da sociedade portuguesa contemporânea. Números que contam a nossa história mais recente. Um convite à discussão sobre os factos. Data de última atualização: 30.03.2011

Leia mais

A experiência de Belo Horizonte:

A experiência de Belo Horizonte: A experiência de Belo Horizonte: a construção de uma capital sustentável Vasco de Oliveira Araujo Secretário Municipal de Meio Ambiente Prefeitura de Belo Horizonte Junho 2012 Belo Horizonte e RMBH (34

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sorriso, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9382,37 km² IDHM 2010 0,744 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 66521 hab. Densidade

Leia mais

Tabela 1. Tema Dado Atributo Fonte

Tabela 1. Tema Dado Atributo Fonte Tabela 1 Tema Dado Atributo Fonte 1. Base Cartográfica Básica a. Limites municipais b. Limites Distritais c. Localidades d. Rodovias e Ferrovias d. Rodovias e Ferrovias e. Linhas de Transmissão f. Estações

Leia mais

Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base

Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base VII ENAENCO ÁGUA E SANEAMENTO O PAPEL DAS EMPRESAS DE CONSULTORIA Newton de Lima Azevedo Recife, 29-09-05 A ABDIB E A INFRA-ESTRUTURA FUNDADA

Leia mais

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum DEMOGRAFIA II Prof. Maicon Fiegenbaum Estrutura etária; Estrutura econômica; Migrações; IDH. ESTRUTURA ETÁRIA Populações Jovens *países subdesenvolvidos; *elevado crescimento vegetativo e a baixa expectativa

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL. Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros

CRESCIMENTO POPULACIONAL. Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros CRESCIMENTO POPULACIONAL Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros O que é Crescimento Populacional? O crescimento populacional é a mudança positiva do número de indivíduos de uma população dividida por

Leia mais

Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto

Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto Trabalho Social em Programas de Habitação e Desenvolvimento Urbano: Entre o Ideal e o Concreto INÊS MAGALHÃES Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades Seminário Trabalho Social em Programas

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 DOU de 05/10/09 seção 01 nº 190 pág. 51 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações relativas à Política de Saneamento Básico e

Leia mais

INCT Observatório das Metrópoles

INCT Observatório das Metrópoles INCT Observatório das Metrópoles INDICADORES SOCIAIS PARA AS REGIÕES METROPOLITANAS BRASILEIRAS: EXPLORANDO DADOS DE 2001 A 2009 Apresentação Equipe Responsável Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Marcelo Gomes

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental

P.42 Programa de Educação Ambiental ANEXO 2.2.3-1 - ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PMRS) DE PARANAÍTA/MT O roteiro apresentado foi elaborado a partir do Manual de Orientação do MMA Ministério do Meio Ambiente

Leia mais

Amazônia Legal e infância

Amazônia Legal e infância Amazônia Legal e infância Área de Abrangência 750 Municípios distribuídos em 09 Unidades Federativas: Amazonas (62), Amapá (16), Acre (22), Roraima (15), Rondônia (52), Pará (143), Tocantins (139), Maranhão

Leia mais

INDAIAL SANTA CATARINA CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO Nº 001/2010

INDAIAL SANTA CATARINA CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO Nº 001/2010 INDAIAL SANTA CATARINA CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO Nº 001/2010 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO BENEFÍCIO ALIMENTAÇÃO. O Conselho Municipal de Assistência Social de Indaial, no uso de suas

Leia mais

Avaliação de Conhecimentos. Macroeconomia

Avaliação de Conhecimentos. Macroeconomia Workshop de Macroeconomia Avaliação de Conhecimentos Específicos sobre Macroeconomia Workshop - Macroeconomia 1. Como as oscilações na bolsa de valores impactam no mercado imobiliário? 2. OquemoveoMercadoImobiliário?

Leia mais

ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS FONTE DATA REGIÃO

ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS FONTE DATA REGIÃO TERRITÓRIO E GOVERNADOR Desmembrado de Estado de São Paulo Data de Instalação 19/12/1853 Data de Comemoração (Aniversário) 19 de Dezembro Governador(a) (TRE-PR) Carlos Alberto Richa ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS

Leia mais

A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social

A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social Setembro 2010 Wanda Engel Superintendente Executiva Desenvolvimento Humano Sujeito Sujeito Objeto Desenvolvimento Social Desenvolvimento Econômico

Leia mais

Prefeitura da Cidade do Recife Secretaria de Desenvolvimento Econômico PROGRAMA AGRICULTURA URBANA HORTAS E POMARES COMUNITÁRIAS

Prefeitura da Cidade do Recife Secretaria de Desenvolvimento Econômico PROGRAMA AGRICULTURA URBANA HORTAS E POMARES COMUNITÁRIAS Prefeitura da Cidade do Recife Secretaria de Desenvolvimento Econômico PROGRAMA AGRICULTURA URBANA HORTAS E POMARES COMUNITÁRIAS Recife, 2004 Sumário Objetivo Beneficiários Diagnóstico Horizonte Temporal

Leia mais

INDICADORES SOCIAIS (AULA 1)

INDICADORES SOCIAIS (AULA 1) 1 INDICADORES SOCIAIS (AULA 1) Ernesto Friedrich de Lima Amaral Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia ESTRUTURA DO CURSO 2 1. Conceitos básicos relacionados a indicadores

Leia mais

ROTEIRO I: Projeto de Trabalho Técnico Social

ROTEIRO I: Projeto de Trabalho Técnico Social ROTEIRO I: Projeto de Trabalho Técnico Social Timbre da Proponente (Prefeitura, quando o proponente for o poder municipal) 1 IDENTIFICAÇÃO Empreendimento: Município: UF Endereço : Bairro: Executor: Tel.:

Leia mais

Panorama Municipal. Município: Barreiros / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia

Panorama Municipal. Município: Barreiros / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia Município: Barreiros / PE Aspectos sociodemográficos Demografia A população do município ampliou, entre os Censos Demográficos de 2000 e 2010, à taxa de 0,40% ao ano, passando de 39.151 para 40.732 habitantes.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santos, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 281,35 km² IDHM 2010 0,840 Faixa do IDHM Muito Alto (IDHM entre 0,8 e 1) (Censo 2010) 419400 hab. Densidade

Leia mais

INDICADORES DEMOGRÁFICOS E NORDESTE

INDICADORES DEMOGRÁFICOS E NORDESTE INDICADORES DEMOGRÁFICOS E SOCIAIS E ECONÔMICOS DO NORDESTE Verônica Maria Miranda Brasileiro Consultora Legislativa da Área XI Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial, Desenvolvimento

Leia mais

APÊNDICE METODOLÓGICO

APÊNDICE METODOLÓGICO APÊNDICE METODOLÓGICO SÍNTESE DOS INDICADORES SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES APesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) foi implantada progressivamente no Brasil a

Leia mais

IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática. osbrasil.org.br

IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática. osbrasil.org.br IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática Objetivo Os Indicadores Sociais são ferramentas que podem contribuir significativamente para uma boa atuação dos Observatórios nas esferas de

Leia mais

Estudo de Impacto Ambiental EIA, COMPERJ Diagnóstico Ambiental SUMÁRIO

Estudo de Impacto Ambiental EIA, COMPERJ Diagnóstico Ambiental SUMÁRIO SUMÁRIO 4.4 MEIO ANTRÓPICO 9 4.4.1 Introdução 9 4.4.2 Área de Influência Estratégica 11 4.4.3 Área de Influência Indireta AII: Região Metropolitana do Rio de Janeiro 24 4.4.4 Área de Influência Regional

Leia mais

2. DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO: UMA REVISÃO

2. DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO: UMA REVISÃO CARACTERÍSTICAS DO INDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO NA REGIÃO OESTE DO PARANÁ: COMPARATIVO ENTRE CASCAVEL E FOZ DO IGUAÇU Área: ECONOMIA Leila Fernanda Pedron UNIOESTE lfpedron@hotmail.com Marcia Rudy

Leia mais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos Fortaleza 2040 Processos Gestão do Plano Fortaleza 2040 Integração de planos setoriais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos Fortaleza 2040 Processos Gestão do Plano Fortaleza 2040 Integração de planos setoriais DIRETORIA DO OBSERVATÓRIO DA GOVERNANÇA DIOBS Produtos Sala Situacional Rede de Salas de Situação Processos Monitoramento Agenda Estratégica Observatório da Governança DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos

Leia mais

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo SNEAR/ME DEZ/14 Objetivo: orientar os entes selecionados a desenvolver o Plano de Gestão. IMPORTÂNCIA PLANO DE GESTÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

Leia mais

Censo Escolar INEP. Júlia Pampillon. Abril 2012. Universidade Federal de Juiz de Fora. UFJF (Institute) ECONS - Laboratório de Economia 23/04 1 / 15

Censo Escolar INEP. Júlia Pampillon. Abril 2012. Universidade Federal de Juiz de Fora. UFJF (Institute) ECONS - Laboratório de Economia 23/04 1 / 15 Censo Escolar INEP Júlia Pampillon Universidade Federal de Juiz de Fora Abril 2012 UFJF (Institute) ECONS - Laboratório de Economia 23/04 1 / 15 Introdução O Censo Escolar é um levantamento de dados estatístico-educacionais

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Areado, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 282,6 km² IDHM 2010 0,727 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 13731 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015

Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015 Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015 Terceira maior redução do número de pessoas subalimentadas no mundo 2002/2014 BRASIL - POPULAÇÃO EM SUBALIMENTAÇÃO

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL. Avaliação de Impactos Ambientais ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com

GESTÃO AMBIENTAL. Avaliação de Impactos Ambientais ... Camila Regina Eberle camilaeberle@hotmail.com ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL GESTÃO AMBIENTAL Avaliação de Impactos Ambientais

Leia mais

PLANOS DE AÇÃO. (Desdobramentos) PASG PLANO DE APERFEIÇOAMENTO DO SISTEMA GERENCIAL ABRIL DE 2007.

PLANOS DE AÇÃO. (Desdobramentos) PASG PLANO DE APERFEIÇOAMENTO DO SISTEMA GERENCIAL ABRIL DE 2007. PLANOS DE AÇÃO (Desdobramentos) PASG PLANO DE APERFEIÇOAMENTO DO SISTEMA GERENCIAL ABRIL DE 2007. Critério 1: Liderança Plano de Ação Item 1.1(3) Avaliação de Desempenho da Liderança O QUÊ? Criar Sistema

Leia mais

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social A Política Estadual de Assistência Social - PERNAMBUCO SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social PERNAMBUCO Contexto

Leia mais

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS Em 5 de agosto de 2013 foi sancionado o Estatuto da Juventude que dispõe sobre os direitos da população jovem (a Cidadania, a Participação Social e Política e a Representação Juvenil, a Educação, a Profissionalização,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO - EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO PARANÁ

PLANO DE AÇÃO - EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERIENTENDENCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE POLITICAS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO DE DESAFIOS EDUCACIONAIS CONTEMPORÂNEOS PLANO DE AÇÃO - EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

Leia mais

Panorama Municipal. Município: Cabo de Santo Agostinho / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia

Panorama Municipal. Município: Cabo de Santo Agostinho / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia Município: Cabo de Santo Agostinho / PE Aspectos sociodemográficos Demografia A população do município ampliou, entre os Censos Demográficos de 2000 e 2010, à taxa de 1,93% ao ano, passando de 152.836

Leia mais

Taxa de analfabetismo

Taxa de analfabetismo B Taxa de analfabetismo B.1................................ 92 Níveis de escolaridade B.2................................ 94 Produto Interno Bruto (PIB) per capita B.3....................... 96 Razão de

Leia mais

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA RI XINGU PIB de R$ 2,7 bilhões, respondendo por 3% do total do estado. 57.149 empregos

Leia mais

INDICADORES DA GESTÃO PÚBLICA - IGP MARECHAL CÂNDIDO RONDON PR.

INDICADORES DA GESTÃO PÚBLICA - IGP MARECHAL CÂNDIDO RONDON PR. INDICADORES DA GESTÃO PÚBLICA - IGP MARECHAL CÂNDIDO RONDON PR. Desenvolvido pelo Observatório Social do Brasil, através do Secretário Executivo Adriano Strassburger do OS de Lajeado/RS. Adriano Dirceu

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Botelhos, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 335,24 km² IDHM 2010 0,702 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14920 hab. Densidade

Leia mais

O Programa Bolsa Família

O Programa Bolsa Família Painel sobre Programas de Garantia de Renda O Programa Bolsa Família Patrus Ananias de Sousa Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome República Federativa do Brasil Comissão de Emprego e Política

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009

PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009 PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009 OBJETIVO DO PROGRAMA Subsidiar a aquisição de IMÓVEL NOVO para os segmentos populacionais de menor renda Política Social

Leia mais

ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO VERA MARTINS DA SILVA

ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO VERA MARTINS DA SILVA ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO VERA MARTINS DA SILVA CEPAM MAIO 2015 Saúde (ações preventivas X curativas) Previdenciária (aumento do custo do sistema) Produtivo (tendência à redução da capacidade produtiva

Leia mais

InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej

InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej amentopraticainformaçãopesquisaplanejamentopraticainformaçãopesquisaplanejamentopraticainformação PesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPrat

Leia mais

Indicadores e Sistema de Informação

Indicadores e Sistema de Informação Indicadores e Sistema de Informação Conceitos Básicos Paulo Jannuzzi ENCE/IBGE ENAP, abril de 2005 Interesse crescente por Indicadores Sociais no Brasil Descentralização tributária e da implementação políticas

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alto Boa Vista, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 2248,35 km² IDHM 2010 0,651 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5247 hab. Densidade

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Módulo II - Março - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Módulo II - Março - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Módulo II - Março - 2013 Relembrando o MÓDULO I Conceituação teórica e princípios básicos administração tradicional e nova gestão pública Histórico da evolução

Leia mais

Evolução demográfica 1950-2010

Evolução demográfica 1950-2010 Evolução demográfica 195-1 37 A estrutura etária da população brasileira em 1 reflete as mudanças ocorridas nos parâmetros demográficos a partir da segunda metade do século XX. Houve declínio rápido dos

Leia mais

Histórico da transferência de renda com condicionalidades no Brasil

Histórico da transferência de renda com condicionalidades no Brasil Brasil População: 184 milhões habitantes Área: 8.514.215,3 km² República Federativa com 3 esferas de governo: Governo Federal, 26 estados, 1 Distrito Federal e 5.565 municípios População pobre: 11 milhões

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA Quando da apresentação de protocolos, manual de normas e rotinas, procedimento operacional padrão (POP) e/ou outros documentos,

Leia mais

Relatório Metodológico da Tipologia dos Colegiados de Gestão Regional CGR. O presente relatório tem por objetivo apresentar uma tipologia dos CGR

Relatório Metodológico da Tipologia dos Colegiados de Gestão Regional CGR. O presente relatório tem por objetivo apresentar uma tipologia dos CGR Relatório Metodológico da Tipologia dos Colegiados de Gestão Regional CGR Apresentação O presente relatório tem por objetivo apresentar uma tipologia dos CGR Colegiados de Gestão Regional do Brasil segundo

Leia mais

QUAIS INSTRUMENTOS SÃO USADOS NO MONITORAMENTO DE PROGRAMAS SOCIAIS?

QUAIS INSTRUMENTOS SÃO USADOS NO MONITORAMENTO DE PROGRAMAS SOCIAIS? COMO SE FAZ NO BRASIL: PRINCIPAIS INSTRUMENTOS DE MONITORAMENTO DE PROGRAMAS SOCIAIS COMO SE FAZ O MONITORAMENTO? O monitoramento de programas envolve as seguintes etapas:» 1ª etapa: Coleta regular de

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

Construindo o diagnóstico municipal: uma metodologia. 15º Encontro Anual da Anipes Vitória ES 2010

Construindo o diagnóstico municipal: uma metodologia. 15º Encontro Anual da Anipes Vitória ES 2010 Construindo o diagnóstico municipal: uma metodologia 15º Encontro Anual da Anipes Vitória ES 2010 Construindo o DIAGNÓSTICO MUNICIPAL: uma metodologia Perguntas estratégicas sobre as principais áreas da

Leia mais

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ AREA TEMÁTICA: TRABALHO LAIS SILVA SANTOS 1 CARLOS VINICIUS RODRIGUES 2 MARCELO FARID PEREIRA 3 NEUZA CORTE DE OLIVEIRA

Leia mais