CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS"

Transcrição

1 CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS Página 1 de 11

2 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Artigo 1.º - Objeto do concurso Artigo 2.º - Contrato Artigo 3.º - Vigência do contrato Artigo 4.º - Obrigações do adjudicatário Artigo 5.º - Utilizadores e tráfego médio anual Artigo 6.º - Requisitos do serviço de dados e internet Artigo 7.º - Locais de instalação Artigo 8.º - Requisitos do serviço de manutenção Artigo 9.º - Requisitos do serviço de voz Artigo 10.º - Preço contratual Artigo 11.º - Preço base Artigo 12.º - Condições de pagamento Artigo 13.º - Foro competente Artigo 14.º - Subcontratação e cessão da posição contratual Artigo 15.º - Comunicações e notificações Artigo 16.º - Legislação aplicável Página 2 de 11

3 CADERNO DE ENCARGOS Concurso público urgente n.º 01/2012 Artigo 1.º Objeto 1. O presente caderno de encargos tem por objeto principal a aquisição de serviços de comunicações de voz e dados. 2. Pretende-se uma infraestrutura de comunicações de alto desempenho, suportando convergentemente diferentes tipos de serviços, i.e. voz e dados; de fácil gestão e que salvaguarde quaisquer futuros investimentos face às evoluções que se vierem a identificar como necessárias. 3. A solução deverá prever a ligação das instalações, redes locais, através de ligação à internet e ligação à rede fixa. Artigo 2.º Contrato 1. O contrato é composto pelo respetivo clausulado contratual e os seus anexos. 2. O contrato a celebrar integra ainda os seguintes elementos: a) O presente caderno de encargos; b) A proposta adjudicada; c) Os esclarecimentos sobre a proposta adjudicada prestados pelo adjudicatário. 3. Em caso de divergência entre os documentos referidos no número anterior, a respetiva prevalência é determinada pela ordem pela qual aí são indicados. Artigo 3.º Vigência do contrato O contrato a celebrar mantém-se em vigor pelo prazo de 24 meses. Artigo 4.º Obrigações do adjudicatário 1. Principais obrigações para o prestador de serviços: a) Obrigação de prestar os serviços nos termos, condições e prazos acordados; b) Obrigação de garantia dos bens; c) Obrigação de manutenção de um correto funcionamento dos bens entregues; d) Prestação de assistência técnica e resolução de avarias; Página 3 de 11

4 e) Obrigação de desempenhar as suas funções em subordinação aos objetivos do serviço e na perspetiva da prossecução do interesse público; f) Obrigação de guardar segredo profissional relativamente aos factos de que tenha conhecimento em virtude do exercício das suas funções e que não se destinem a ser do domínio público. 2. A título acessório o prestador de serviços fica ainda obrigado, designadamente, a recorrer a todos os meios humanos, materiais e informáticos que sejam necessários e adequados à prestação do serviço, bem como ao estabelecimento do sistema de organização necessário à perfeita e completa execução das tarefas a seu cargo. Artigo 5.º Utilizadores e tráfego médio anual 1. O número de utilizadores identificados (cerca de 103) representa as necessidades presentes, a título profissional, que poderá variar em função das atividades da entidade adjudicante. 2. O perfil de tráfego, no que diz respeito ao serviço de voz rede fixa (valores médios anuais) é o seguinte: a) Redes fixas locais - curta distância: minutos; b) Redes fixas regionais média distância: minutos; c) Redes fixas nacionais longa distância: minutos; d) Redes móveis nacionais TMN, Optimos e Vodafone: 870 minutos; e) Redes fixas e móveis do destino Europa: 3939 minutos. Artigo 6.º Requisitos do serviço de dados e internet 1. O adjudicatário deverá fornecer a infraestrutura de comunicações de dados adequada para suportar integralmente os requisitos decorrentes da atividade do Turismo do Algarve (TA). 2. As características da infraestrutura de comunicações de dados deverão respeitar as melhores práticas do mercado, quer em termos de equipamentos passivos quer em termos de equipamentos ativos, e assegurar a implementação de protocolos de comunicação abertos. 3. A infraestrutura de comunicações de dados deverá estar corretamente dimensionada, de modo a garantir o cumprimento integral dos Níveis de Serviço, nomeadamente em termos de eficiência e disponibilidade dos serviços. Deverá também ser dotada de características que permitam responder a necessidades de maior volume de tráfego sem compromisso dos Níveis de Serviço. Página 4 de 11

5 4. A infraestrutura de comunicações de dados deverá dispor de mecanismos de controlo de segurança adequados, que garantam os requisitos de confidencialidade e integridade da informação. 5. Adicionalmente ao nível da Internet pretende-se uma proposta que rentabilizando as funcionalidades atuais do ponto de vista de acessos seguros adicione funcionalidades que permitam a otimização de recursos aumentando a capacidade e a disponibilidade. 6. O adjudicatário deverá assegurar a atualização tecnológica da infraestrutura de comunicações de dados, de modo a garantir o nível de desempenho adequado face às necessidades do TA em cada momento. 7. Os serviços de dados, ligação à internet e conectividade encontram-se definidos no quadro seguinte: Dados e Internet Tipo Pos. Local Largura de Banda Internet, Fibra Ótica sem contenção e simétrico 1 Sede 10 Mbps Backup Internet, sem contenção e simétrico 2 Sede 4 Mbps Internet, DSL com contenção 1:20 3 Posto de Turismo TA 4 Mbps 4 Posto de Turismo TA 4 Mbps 5 Posto de Turismo TA 4 Mbps 6 Posto de Turismo TA 4 Mbps 7 Posto de Turismo TA 4 Mbps 8 Posto de Turismo TA 4 Mbps 9 Posto de Turismo TA 4 Mbps 10 Posto de Turismo TA 4 Mbps 11 Posto de Turismo TA 4 Mbps 12 Posto de Turismo TA 4 Mbps 13 Posto de Turismo TA 4 Mbps 14 Posto de Turismo TA 4 Mbps 15 Posto de Turismo TA 4 Mbps 16 Posto de Turismo TA 4 Mbps 17 Posto de Turismo TA 4 Mbps 18 Posto de Turismo TA 4 Mbps 19 Posto de Turismo TA 4 Mbps 20 Posto de Turismo TA 4 Mbps 21 Postos TA 4 Mbps 22 Postos TA 4 Mbps 23 Postos TA 4 Mbps 8. A infraestrutura da internet (Pos. 1) terá de ser efetuada em circuito dedicado de fibra ótica simétrico e sem contenção, com Tráfego de acesso à internet ilimitado e deverá incluir a atribuição de 5 Endereços IP Públicos Fixos. Página 5 de 11

6 9. A Largura de Banda da internet (Pos. 1) deverá ter a possibilidade de ampliação até 50 Mbps, sem alteração da infraestrutura instalada. 10. O meio de acesso do circuito de backup de internet (Pos. 2) deverá ser diferente do meio de acesso do circuito principal, usar trajetos e POP diferentes de modo a evitar a perda de redundância. Os equipamentos para a solução de Backup de internet, terão que ser distintos dos da solução principal em FO (Pos. 1). 11. Os restantes circuitos (Pos. 3 a 23) não deverão ter, preferencialmente, contenção superior a 1:20 e a largura de banda mínima fornecida deverá ser a apresentada no quadro apresentado no n.º 7 deste artigo. O Tráfego de acesso à internet deverá ser ilimitado e os equipamentos fornecidos deverão possuir portas de rede Ethernet RJ Constitui obrigação do adjudicatário a execução de todos os trabalhos necessários à disponibilização dos serviços de comunicações nos locais da sua prestação, mesmo os que embora necessários ao seu bom funcionamento, não se encontrem descriminados, não podendo este, em caso algum, justificar deficiências de funcionamento dos serviços prestados com base na interpretação das peças do procedimento. Artigo 7.º Locais de instalação 1. O adjudicatário deverá instalar e configurar a solução nos diversos locais a implementar de acordo com o seguinte quadro. Locais de Instalação Entidade/Local Morada Tipo de Serviços TA - Sede Avenida 5 de Outubro - 18 Voz, dados e internet Posto Turismo Ponte Internacional do Guadiana Ponte Internacional do Guadiana - A 22 - Monte Francisco Voz, dados e internet Posto Turismo Praia da Rocha Avenida Tomás Cabreira Voz, dados e internet Posto de Turismo de Albufeira Rua 5 de Outubro Voz, dados e internet Posto de Turismo de Alcoutim Rua 1º de maio Voz, dados e internet Posto de Turismo de Aljezur Rua 25 de Abril - 62 Voz, dados e internet Posto de Turismo de Alvor Rua Dr. Afonso Costa - 51 Voz, dados e internet Posto de Turismo de Armação de Pera Avenida Marginal Voz, dados e internet Posto de Turismo de Castro Marim Rua José Alves Moreira - 2/4 Voz, dados e internet Página 6 de 11

7 Posto de Turismo de Faro Rua da Misericórdia - 8/11 Voz, dados e internet Posto de Turismo de Lagos Praça Gil Eanes Voz, dados e internet Posto de Turismo de Loulé Avenida 25 de Abril - 9 Voz, dados e internet Posto de Turismo de Monchique Largo de S. Sebastião Voz, dados e internet Posto de Turismo de Monte Gordo Avenida Marginal Voz, dados e internet Posto de Turismo de Olhão Largo Sebastião Martins Mestre - 8 A Voz, dados e internet Posto de Turismo de Quarteira Praça do Mar Voz, dados e internet Posto de Turismo de Sagres Rua Comandante Matoso Voz, dados e internet Posto de Turismo de São Brás de Alportel Largo de São Sebastião - 23 Voz, dados e internet Posto de Turismo de Silves EN Parque das Merendas Voz, dados e internet Posto de Turismo de Tavira Praça da República - 9 Voz, dados e internet Posto de Turismo do Aeroporto Internacional de Faro Aeroporto Internacional de Faro Voz, dados e internet Posto de Turismo do Carvoeiro Praia do Carvoeiro Voz, dados e internet 2. O adjudicatário realizará, em cada um dos locais em que o serviço seja instalado, um teste que visa determinar a aceitação do mesmo pelo TA e da sua ligação à rede interna do Local. 3. Para cada teste será elaborado um relatório técnico que reflectirá os parâmetros de qualidade da ligação implementada, comparando com os níveis de serviço definidos no Caderno de Encargos. 4. Para cada um dos locais, o serviço considera-se aceite e ativo quando o teste referido nos parágrafos anteriores tenha sido realizado com êxito, e o respetivo relatório técnico tenha sido aprovado pelo TA. 5. A rejeição dos serviços disponibilizados nos termos do presente artigo não confere ao adjudicatário qualquer direito a indemnização ou compensação. 6. Todas as despesas e custos com o transporte objeto do contrato e respetivos documentos para o local de entrega e com a respetiva instalação (se for o caso) são da responsabilidade do fornecedor. Página 7 de 11

8 Artigo 8.º Requisitos do serviço de manutenção 1. O serviço de manutenção deverá incluir, no mínimo, as seguintes funcionalidades / características: a) Resposta telefónica (hot-line) de acordo com o nível de prioridade (ver n.º 2), para problemas de software, hardware e configuração da infraestrutura no âmbito do SERVIÇO. Válido das 9h00 às 18h00, dias úteis; b) Possibilidade de colocar questões e receber as respetivas respostas por ; c) Serviço no local. Válido das 9h00 às 18h00, dias úteis; d) Mão de obra necessária à resolução do problema; e) Garantia de presença no local de acordo com o nível de prioridade; f) Escalamento de problemas críticos. 2. Os níveis de prioridade definidos são os seguintes: Serviço Manutenção Funcionalidades/Características Pretendido Cobertura Assistência Telefónica Assistência no Local (On Site) Supervisão permanente da solução contratada Fornecimento de Patches Corretivas Diagnóstico Remoto de Equipamentos Sistema para Gestão do Suporte Possibilidade de notificação dos alarmes ocorridos Conta de acesso à Área de Cliente 9-18h Seg-Sex 9-18h Seg-Sex 9-18h Seg-Sex SIM SIM 9-18h Seg-Sex SIM SIM SIM Níveis de Prioridade - Tempos de Resposta Hotline Local Urgente Imediato 4 h * Crítico Imediato 8 h * Normal 4 h * ** * Os valores temporais representam o máximo admitido ** De acordo com a conveniência do TA Página 8 de 11

9 Artigo 9.º Requisitos do serviço de voz 1. Pretende-se que o serviço a contratar telefónico fixo, para ligação das suas centrais telefónicas (xxx), mantendo os atuais números de telefone, cujas ligações pretendidas se indicam no quadro abaixo, obrigando-se o adjudicatário a assegurar a portabilidade dos mesmos: Ligações necessárias para a voz (Central telefónica) Descrição Faro, central telefónica do edifico Sede, com 1 acesso primário, totalizando 30 canais Numerações Faro, central telefónica do edifico Sede, xxx DDI s Posto Turismo Ponte Internacional do Guadiana Posto Turismo Praia da Rocha Posto de Turismo de Albufeira Posto de Turismo de Alcoutim Posto de Turismo de Aljezur Posto de Turismo de Alvor Posto de Turismo de Armação de Pêra Posto de Turismo de Castro Marim Posto de Turismo de Faro Posto de Turismo de Lagos II Posto de Turismo de Loulé Posto de Turismo de Monchique Posto de Turismo de Monte Gordo Posto de Turismo de Olhão Posto de Turismo de Quarteira Posto de Turismo de Sagres Posto de Turismo de São Brás de Alportel Página 9 de 11

10 Posto de Turismo de Silves Posto de Turismo de Tavira Posto de Turismo do Aeroporto Internacional de Faro Posto de Turismo do Carvoeiro 2. Definem-se os seguintes requisitos técnicos e funcionais mínimos: a) Integração entre a rede do prestador de serviços e a edgebox (central telefónica), propriedade do Turismo do Algarve; b) Disponibilização de informação sobre requisitos e/ou alterações a implementar na edgebox, para integração com a rede do prestador de serviço, sem custos adicionais. Artigo 10.º Preço contratual 1. Pela prestação dos serviços objeto do contrato, a entidade adjudicante é responsável por ser pago ao adjudicatário o valor resultante da aplicação dos preços unitários às chamadas efetuadas (tarifadas aos segundo) e mensalidades de internet, constantes da proposta adjudicada, os quais que não podem exceder o preço base fixado, ao qual acresce o IVA à taxa legal em vigor, se este for devido. 2. O preço referido no número anterior inclui todos os custos, encargos e despesas cuja responsabilidade não esteja expressamente atribuída ao contraente público. Artigo 11.º Preço base O preço base (valor máximo que o TA está disposto a pagar) para os atributos da proposta é: a) Custo unitário (preço em /minuto, tarifado ao segundo) das chamadas para redes fixas locais curta distancia: 0,0250; b) Custo unitário (preço em /minuto, tarifado ao segundo) das chamadas para redes fixas regionais média distancia: 0,0250; c) Custo unitário (preço em /minuto, tarifado ao segundo) das chamadas para redes fixas nacionais longo distancia: 0,0300; d) Custo médio unitário (preço em /minuto, tarifado ao segundo) das chamadas para redes móveis nacionais, obtido a partir da soma dos Página 10 de 11

11 custos das chamadas para as redes da TMN, Optimus e Vodafone, dividido por 3: 0,2000; e) Custo médio unitário (preço em /minuto, tarifado ao segundo) das chamadas para redes fixas e móveis para o destino Europa: 0,2000; f) Custo mensal dos diversos acessos à internet: Artigo 12.º Condições de pagamento 1. As quantias devidas pelo TA serão pagas no prazo de 45 dias após a receção das respetivas faturas. 2. Os serviços serão pagos mensalmente de acordo com os preços unitários correspondentes, nos termos da proposta adjudicada. 3. Os preços unitários a que se refere o número anterior não são objeto de revisão. Artigo 13.º Foro competente Para a resolução de quaisquer litígios decorrentes do contrato fica estipulada a competência do tribunal administrativo de Loulé, com expressa renúncia a qualquer outro. Artigo 14.º Subcontratação e cessão da posição contratual A subcontratação pelo prestador de serviços e a cessão da posição contratual por qualquer das partes depende da autorização da outra, nos termos do Código dos Contratos Públicos. Artigo 15.º Comunicações e notificações 1. Sem prejuízo de poderem ser acordadas outras regras quanto às notificações e comunicações entre as partes, estas devem ser dirigidas, nos termos do Código dos Contratos Públicos, para a sede da cada uma. 2. Qualquer alteração das informações de contacto deve ser comunicada à outra parte. Artigo 16.º Legislação aplicável O contrato é regulado pela legislação portuguesa. Página 11 de 11

Concurso Público n.º 03/2013 Caderno de encargos

Concurso Público n.º 03/2013 Caderno de encargos CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE HIGIENE E LIMPEZA PARA VÁRIAS INSTALAÇÕES DA REGIÃO DE TURISMO DO ALGARVE Página 1 de 9 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Artigo

Leia mais

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - Identificação e objeto do concurso Artigo 2.º - Entidade adjudicante Artigo

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE POSTOS DE TURISMO

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE POSTOS DE TURISMO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE POSTOS DE TURISMO 8 PRINCÍPIOS DA QUALIDADE Focalização no cliente Relações com fornecedores mutuamente benéficas Liderança Decisão baseada em factos Princípios da Qualidade

Leia mais

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de redes remotas por links wireless para o Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS - 1 - Índice Cláusula 1ª - Objecto... Cláusula 2ª - Contrato... Cláusula 3ª - Prazo...

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS 1/5 Cláusula 1.ª Objecto contratual Cláusula 2.ª Serviços incluídos na prestação de

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA Página 1 de 10 3/2014 CP APROV CADERNO DE ENCARGOS Concurso Público para aquisição de uma desumidificadora para as Piscinas Municipais de Condeixa-a-Nova Página 2 de 10 CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições

Leia mais

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL CADERNO DE ENCARGOS PROCESSO Nº 3 RH-2015 Apoio Técnico na área de Gestão de Recursos Humanos - Prestação de Serviços Ajuste Direto 1 de 10 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Cláusula 1.ª - Objecto...

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto

CADERNO DE ENCARGOS. Capítulo I Disposições gerais. Cláusula 1.ª Objecto CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Cláusula 1.ª Objecto 1 O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Conteúdo 1. Identificação... 3 2. Serviços... 4 2.1. Serviços de Voz... 4 2.1.1. SIP Trunk /Voip... 4 2.1.2. IPBX... 4 2.1.3.

Leia mais

Proc. n.º 15/2012 - DP- Ajuste direto para prestação dos serviços de transporte da população escolar (circuitos 33 e 34) ano letivo 2012/2013

Proc. n.º 15/2012 - DP- Ajuste direto para prestação dos serviços de transporte da população escolar (circuitos 33 e 34) ano letivo 2012/2013 AJUSTE DIRETO PARA A Prestação de Serviços de Transporte da População Escolar (circuitos 33 e 34) Ano letivo 2012/2013 CADERNO DE ENCARGOS Câmara Municipal de Arouca agosto 2012 1 PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

Caderno de encargos. Parte I Do contrato. Artigo 1.º Objecto

Caderno de encargos. Parte I Do contrato. Artigo 1.º Objecto Caderno de encargos Parte I Do contrato Artigo 1.º Objecto O presente caderno de encargos tem por objecto a aquisição, ao abrigo do Acordo Quadro Nº 10 para serviços de comunicações de voz e dados em local

Leia mais

Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão. Parte I. Artigo 1.º

Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão. Parte I. Artigo 1.º Caderno de Encargos - Ref. 1/2010 Software de Gestão Parte I Artigo 1.º Objecto O presente Caderno de Encargos compreende os artigos a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Avença, de uma Dietista, com duração de 12 meses = SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1. INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO, I.P. Aluguer Operacional de Viaturas CADERNO DE ENCARGOS Capítulo I Disposições gerais Clausula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas

Leia mais

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo...

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo... Concurso Público para a elaboração do Inventário de Referência das Emissões de CO2 e elaboração do Plano de Acção para a Energia Sustentável do Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Índice Artigo 1.º

Leia mais

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença

Procedimento n.º 09/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Procedimento n.º 09/2015/DGF-A Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Patrocínio Judiciário e Assessoria Jurídica na Modalidade de Avença Índice Cláusulas Jurídicas... 4 Capitulo I - Disposições

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA O ALUGUER DE STAND PROMOCIONAL ALGARVE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA 1/12 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Capítulo I - Disposições gerais Artigo 1.º - Objeto

Leia mais

Caderno de encargos. Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional, I. P.

Caderno de encargos. Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional, I. P. Concurso Público Urgente para aquisição de serviços de manutenção de licenciamento Microsoft Enterprise Agreement e aquisição de licenciamento Microsoft ou equivalente e respectivos serviços de manutenção

Leia mais

Caderno de Encargos. Aquisição de serviços Seguro de. Acidentes de Trabalho De 1 de. Agosto 2015 a 31 de dezembro de

Caderno de Encargos. Aquisição de serviços Seguro de. Acidentes de Trabalho De 1 de. Agosto 2015 a 31 de dezembro de Aquisição de serviços Seguro de Acidentes de Trabalho De 1 de Agosto 2015 a 31 de dezembro de 2017 O Município de Guimarães conta nesta data com 1535 trabalhadores ao seu serviço, com vínculo de emprego

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Identificação dos Serviços Objecto de Concurso

CADERNO DE ENCARGOS. Identificação dos Serviços Objecto de Concurso CADERNO DE ENCARGOS Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato a celebrar na sequência do procedimento pré-contratual que tem por objecto principal a selecção

Leia mais

Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS

Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS Referência: AEN2ABT N.º 03/2015 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Serviços de Transporte Escolar em Táxi para a Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Fernandes e Escola Básica António Torrado do Agrupamento

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO Caro(a) Utilizador(a) As presentes condições de uso estabelecem as regras e obrigações para o acesso e utilização do sítio da internet www.rolos.pt, bem como de

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS

CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA TENSÃO, BAIXA TENSÃO ESPECIAL E BAIXA TENSÃO NORMAL CADERNO DE ENCARGOS Fornecimento de Energia Eléctrica em Média Tensão, Baixa Tensão Especial

Leia mais

o Remoção de poeiras e teias nos locais mais elevados; Trimestralmente e incluído nos serviços referidos no ponto anterior

o Remoção de poeiras e teias nos locais mais elevados; Trimestralmente e incluído nos serviços referidos no ponto anterior ANEXO IV CARACTERIZAÇÃO E HORÁRIOS DOS SERVIÇOS 1. O programa de trabalhos de limpeza a realizar, por local (ver moradas no anexo III), é o seguinte: a) No edifício sede da RTA, deverão ser prestadas 48

Leia mais

Condições de oferta dos serviços:

Condições de oferta dos serviços: Condições de oferta dos serviços: Identificação do prestador SIPTELNET - SOLUÇÕES DIGITAIS, UNIPESSOAL LDA., designada pela denominação SIPTEL (marca registada), com sede na Rua do Ganges, nº 6 - R/C A

Leia mais

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos

Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística. Caderno de Encargos Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Caderno de Encargos Caderno de Encargos Cláusula 1.ª Objeto 1. O presente caderno de encargos compreende as cláusulas

Leia mais

Consulta Prévia ao Mercado 03/2012

Consulta Prévia ao Mercado 03/2012 Consulta Prévia ao Mercado 03/2012 CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Kits de Formação Projecto 074015/2012/23 Formações Modulares Certificadas Página 1 de 13 CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA

AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA AJUSTE DIRECTO Nº1/2012 AQUISIÇÃO DE CARNE FRESCA PARA O REFEITÓRIO DA ESCOLA PROFISSIONAL DE VOUZELA CADERNO DE ENCARGOS 1- Objecto 1.1 O presente Caderno de Encargos compreende

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO MANUAL I

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO MANUAL I MANUAL I LOCAÇÃO OU AQUISIÇÃO DE BENS MÓVEIS E AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS ATRAVÉS DE PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO 1. INTRODUÇÃO O presente documento pretende disponibilizar informação básica para que as unidades

Leia mais

Condições de Oferta dos Serviços OTNETVTEL UNIPESSOAL LDA

Condições de Oferta dos Serviços OTNETVTEL UNIPESSOAL LDA Condições de Oferta dos Serviços OTNETVTEL UNIPESSOAL LDA ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRESTADOR 2 2. SERVIÇOS ACESSÍVEIS AO PÚBLICO 2 2.1) SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET 2 2.2) SERVIÇO TELEVISÃO 2 2.3) SERVIÇO

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Contrato de Prestação de Serviço por Tarefa, de um Eletricista, com duração de 12 meses SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

contrato de adesão ao serviço faturação repartida, faturação repartida vpn, faturação repartida com diferenciação horária e agenda de contactos

contrato de adesão ao serviço faturação repartida, faturação repartida vpn, faturação repartida com diferenciação horária e agenda de contactos contrato de adesão ao serviço faturação repartida, faturação repartida vpn, faturação repartida com diferenciação horária e agenda de contactos Mod.C/1000127 A preencher pela tmn Nº conta Nº Solicitação

Leia mais

Uni Teldata - Telecomunicações, S.A.

Uni Teldata - Telecomunicações, S.A. Uni Teldata - Telecomunicações, S.A. Pessoa Coletiva nº 508 105 110 Capital Social: 1.000.000,00 CRC Chaves Matricula n.º 508 105 110 SEDE: Parque Tecnológico de Chaves Lote B4, Outeiro Seco 5400-673 Chaves

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de materiais de desgaste rápido, ferramentas e utensílios para diversos serviços na área da Produção e Manutenção

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento por Ajuste Directo n.º DSTD/01/2009 Cláusula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir

Leia mais

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO Acordo quadro para a prestação de serviços de desenho, administração, operação e consolidação de infraestruturas de tecnologias de informação e comunicação (TIC) PROGRAMA DE CONCURSO Março de 2014 ÍNDICE

Leia mais

Procedimento n.º 08/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira

Procedimento n.º 08/2015/DGF-A. Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira Procedimento n.º 08/2015/DGF-A Caderno de Encargos para Aquisição de Serviços de Consultoria Contabilística e Financeira Índice Cláusulas Jurídicas... 4 Capítulo I - Disposições Gerais... 4 Cláusula 1.ª

Leia mais

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011.

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011. Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011. Caderno de encargos CMF Abril de 2011 Caderno de encargos Pág. 1/9

Leia mais

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ

MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTRATAÇÃO DE ARTISTAS PARA OS EVENTOS A REALIZAR NO ÂMBITO DA CIDADE EUROPEIA DO VINHO CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE DISPOSIÇÕES

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, SA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA CADERNO DE ENCARGOS Página 1 de 9 ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA

Leia mais

Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval

Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Fornecimento e montagem de janelas, portas e vãos para o Centro Interpretativo da Olaria e do Barro em São Pedro do Corval ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 1 PRAZO E VIGÊNCIA

Leia mais

REGULAMENTO DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS

REGULAMENTO DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS REGULAMENTO DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS Aprovado pelo Conselho de Administração em reunião de 29 de dezembro de 2010 ÍNDICE Disposições Gerais... 4 Objeto, Regime, Prazos e Princípios... 4 Objeto...

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 02/2015 Aquisição de Serviços de Social Media Marketing e de Criação de espaços virtuais de divulgação CADERNO DE ENCARGOS INDICE CADERNO

Leia mais

Tarifário VPNCC-M-CNIS

Tarifário VPNCC-M-CNIS Tarifário VPNCC-M-CNIS Valor mensal 5 Inclui e SMS a 0 entre aderentes Condições válidas mediante fidelização por 24 meses. A taxação das chamadas é feita em impulsos, sem modulação horária, tendo o primeiro

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015 Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação Protocolo de Colaboração (Exemplo) O Termo de Aceitação (TA) do financiamento atribuído pela Fundação

Leia mais

PROJETO DE REGRAS RELATIVAS À UTILIZAÇÃO PARTILHADA DO NÚMERO 16XY DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO PARA O SERVIÇO DE APOIO A CLIENTES

PROJETO DE REGRAS RELATIVAS À UTILIZAÇÃO PARTILHADA DO NÚMERO 16XY DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO PARA O SERVIÇO DE APOIO A CLIENTES PROJETO DE REGRAS RELATIVAS À UTILIZAÇÃO PARTILHADA DO NÚMERO 16XY DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO PARA O SERVIÇO DE APOIO A CLIENTES 1. INTRODUÇÃO O ICP-ANACOM recebeu, em 11 de setembro de 2013, um pedido

Leia mais

Município do Funchal

Município do Funchal Concurso público para a aquisição de 1485 sinais de trânsito retroreflectorizados e 40 cones como dispositivos complementares para o Município do Funchal. CADERNO DE ENCARGOS - 1 - CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

Condições de Oferta dos Serviços STV

Condições de Oferta dos Serviços STV Condições de Oferta dos Serviços STV ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRESTADOR...2 2. INFORMAÇÃO SOBRE OS SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES ELETRÓNICAS ACESSÍVEIS AO PÚBLICO... 2 2.1) SERVIÇO DE TELEFONE VOZ FIXA...

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DO PORTAL PROMOCIONAL DO ALGARVE E RESPETIVA MANUTENÇÃO

CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DO PORTAL PROMOCIONAL DO ALGARVE E RESPETIVA MANUTENÇÃO CONCURSO PÚBLICO SEM PUBLICIDADE INTERNACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DO PORTAL PROMOCIONAL DO ALGARVE E RESPETIVA MANUTENÇÃO 1 CADERNO DE ENCARGOS ÍNDICE Cláusula 1.ª - Objeto

Leia mais

CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012

CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012 CONVITE AJUSTE DIRETO N.º 04/ENB/2012 RELATIVO A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉCTRICA DE BAIXA TENSÃO PARA AS INSTALAÇÕES DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE SINTRA DA ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS.

Leia mais

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto)

Prestação de Serviços Capítulo I. Disposições Gerais. Cláusula 1ª (Objecto) Prestação de Serviços Capítulo I Disposições Gerais Cláusula 1ª (Objecto) O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas que têm por objecto principal a Prestação de Serviços de Fiscal Único. Cláusula

Leia mais

FICHA DOUTRINÁRIA. Diploma: CIVA Artigo: 6º

FICHA DOUTRINÁRIA. Diploma: CIVA Artigo: 6º Diploma: CIVA Artigo: 6º Assunto: FICHA DOUTRINÁRIA Localização das operações Sujeito passivo na Holanda onde importa bens, os quais são vendidos a consumidores finais em território nacional, através de

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO A presente licitação tem como objeto a contratação de empresa, especializada e devidamente autorizada pela ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações, prestadora

Leia mais

Aquisição de Manuais Escolares

Aquisição de Manuais Escolares CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Manuais Escolares ÍNDICE OBJETO 1 CONTRATO 2 PRAZO E VIGÊNCIA DO CONTRATO 2 OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS DO FORNECEDOR 3 CONFORMIDADE E OPERACIONALIDADE DOS SERVIÇOS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA PROGRAMA DE CONCURSO 1- ENTIDADE ADJUDICANTE: Entidade pública adjudicante

Leia mais

Caderno de Encargos Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio

Caderno de Encargos Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio Caderno de Encargos Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio para celebração de contrato de cedência de utilização de diversos espaços, em edifícios municipais, para instalação

Leia mais

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013

ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para Fornecimento de Material de Informático: Toners e Tinteiros Nº 4/2012-2013 À BELTRÃO COELHO Parque Empresarial da Madalena Rua Maurício L. de Oliveira, 158 4405-034 Vila Nova de Gaia Porto, 30 de Agosto de 2012 ASSUNTO: Convite para apresentação de proposta Ajuste Direto para

Leia mais

À Firma. Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data

À Firma. Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data Serviços de Acção Social Instituto Politécnico da Guarda À Firma Sua Referência Sua comunicação de Nossa referência Data Assunto: Convite para apresentação de proposta. Ajuste Directo nº 042009 - Bebidas

Leia mais

Atributos da Proposta e Preço Contratual

Atributos da Proposta e Preço Contratual Atributos da Proposta e Preço Contratual António José da Silva Coutinho, portador do cartão de cidadão nº. 08419828, com domicílio profissional na Rua Castilho, 165, 4º, 1070-050 Lisboa, na qualidade de

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS PÁG. 1 DE 13 PRÁTICA DE SERVIÇO DE BANDA LARGA REQUISITOS MÍNIMOS PARA OS PRESTADORES DE SERVIÇO DO PROGRAMA NACIONAL DE BANDA LARGA - PNBL Sumário 1.OBJETIVO... 2 2.CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3.DEFINIÇÕES...

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇO DE SEGUROS Nº CP 001/ENB/2014 Entre: A Escola Nacional de Bombeiros, NIF 503 657 190, com sede na Quinta do Anjinho, São Pedro de Penaferrim - 2710-460 Sintra, neste

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DA NEFAB (tradução para Português)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DA NEFAB (tradução para Português) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA DA NEFAB (tradução para Português) Válidas desde 10-10-2005 Em caso de discrepância entre a versão inglesa e a tradução portuguesa das condições gerais de venda, ou em caso de

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA CONCURSO PÚBLICO N.º 3.09 CADERNO DE ENCARGOS (Conforme art.42º do Decreto Leinº18/2008 de 29 de Janeiro de 2008) Cláusula 1.ª Objecto 1. O presente

Leia mais

REGULAMENTO DO ARGANIL COWORKING

REGULAMENTO DO ARGANIL COWORKING REGULAMENTO DO ARGANIL COWORKING Maio de 2013 Regulamento do ARGANIL COWORKING Centro Empresarial e Tecnológico de Arganil (CETA) Nota justificativa Atualmente vivemos no meio da crescente e global cultura

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Aquisição de Serviços de Formação Microsoft SQL Server 2008 para 3 Colaboradores da Equipa do Projeto BIORC da Direção-Geral do Orçamento - DGO PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS

Leia mais

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROJECTO DE ARQUIVO DIGITAL DE INFRA-ESTRUTURAS DE IT O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato

Leia mais

DELIBERAÇÃO. Assim, o conselho diretivo do IMT, I.P., em reunião ordinária, realizada em 22 de fevereiro de 2013, delibera o seguinte:

DELIBERAÇÃO. Assim, o conselho diretivo do IMT, I.P., em reunião ordinária, realizada em 22 de fevereiro de 2013, delibera o seguinte: DELIBERAÇÃO CONTRATO DE GESTÃO DE CENTRO DE INSPEÇÃO DE VEÍCULOS A Lei n.º 11/2011, de 26 de abril, que estabelece o regime jurídico de acesso e permanência na atividade de inspeção técnica a veículos

Leia mais

Código dos Contratos Públicos

Código dos Contratos Públicos Código dos Contratos Públicos DL 18/2008 (18.01.2008) A que contratos se aplicam as regras da contratação pública As regras da contratação pública previstas no CCP aplicam-se a todo e qualquer contrato

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS REGULAMENTO DO CONCURSO PARA ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento estabelece as normas pelas quais o Instituto de Gestão Financeira da Segurança

Leia mais

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário

Programa do Concurso. 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário Programa do Concurso 1 Objeto do concurso 2 Entidade Adjudicante 3 Decisão de contratar 4 Documentos de habilitação 5 Prazo para apresentação de documentos de habilitação pelo adjudicatário 6 Documentos

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO. Contrato para "Fornecimento de Gás Natural"

MUNICÍPIO DO CARTAXO. Contrato para Fornecimento de Gás Natural Contrato para "Fornecimento de Gás Natural" Entre. Município do Cartaxo, com sede na Praça 15 de Dezembro, no Cartaxo, NIPC 506 780 902, representada neste ato por Fernando Manuel da Silva Amorim, na qualidade

Leia mais

SERVIÇO DE TRÂNSITO PT

SERVIÇO DE TRÂNSITO PT SERVIÇO DE TRÂNSITO PT D e s c r i ç ã o d e S e r v i ç o MEO Direção de Wholesale (DWH) 30 de dezembro de 2014 Data: 2014-12-30 Página 1 / 10 Versão: 03 CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO SUMÁRIA...

Leia mais

INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P.

INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P. INSTITUTO DOS REGISTOS E NOTARIADO, I.P. CONCURSO PÚBLICO N.º 5/2009 AQUISIÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DE FILAS DE ATENDIMENTO DOS SERVIÇOS DESCONCENTRADOS DO IRN, I.P. CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS

Leia mais

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Documento explicativo sobre o artigo 18.º que estabelece as obrigações dos operadores económicos - Informação aos consumidores sobre as entidades de Resolução Alternativa

Leia mais

Procedimento nº 17/2014

Procedimento nº 17/2014 / REGIME GERAL AJUSTE DIRETO CADERNO DE ENCARGOS (ALÍNEA A) DO Nº 1 DO ARTIGO 20º DO DECRETO-LEI Nº18/2008 DE 29 DE JANEIRO, ALTERADO E REPUBLICADO PELO DECRETO-LEI Nº278/2009 DE 02 DE OUTUBRO) Procedimento

Leia mais

Processo de arbitragem n.º 78/2015. Sentença

Processo de arbitragem n.º 78/2015. Sentença Processo de arbitragem n.º 78/2015 Demandante: A Demandada: B Árbitro único: Jorge Morais Carvalho Sentença I Processo 1. O processo correu os seus termos em conformidade com o Regulamento do Centro Nacional

Leia mais

Condições Gerais do Website. 1. Objeto

Condições Gerais do Website. 1. Objeto Condições Gerais do Website 1. Objeto 1.1 As presentes Condições Gerais destinam-se a regular os termos e condições de acesso e utilização do site www.phone-ix.pt (adiante designado por Site ), bem como

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 03/2015 Aquisição de Serviços de Criação de imagem e Fornecimento de Material de divulgação da oferta comercial CADERNO DE ENCARGOS

Leia mais

Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet):

Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet): Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet): PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS 4 (OI) E RESPOSTAS: TRT- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO, EM

Leia mais

CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO

CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO CONDIÇÕES DO CONTRATO DE CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO ESTABELECIMENTO SITO NO PORTO DE RECREIO DE OLHÃO 1.- OBJECTO DO CONTRATO 1.1. - O contrato terá por objecto a concessão de exploração do Snack-Bar-Restaurante

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO CADERNO DE ENCARGOS AJUSTE DIRETO Prestação de Serviço de Desobstrução de Colectores de Esgotos, para o ano "-,, ttelip\1'-,' SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS PR/OI/1-HNJXVY/2014 CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS Pregão Presencial N.º 001/2014 LOTE Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à internet. Abertura:

Leia mais

ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS. Diretiva n.º 20/2013. Parâmetros de Regulação da Qualidade de Serviço do setor elétrico

ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS. Diretiva n.º 20/2013. Parâmetros de Regulação da Qualidade de Serviço do setor elétrico Diário da República, 2.ª série N.º 227 22 de novembro de 2013 34305 PARTE E ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Diretiva n.º 20/2013 Parâmetros de Regulação da Qualidade de Serviço do setor elétrico

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS 1.OBJETO O presente programa tem como objeto a alienação de prédios e/ou frações municipais para reabilitação 2. OBJECTIVOS O Programa Reabilita Primeiro

Leia mais

redefining communications

redefining communications G9SA Telecomunicações S.A. www.g9telecom.pt info@g9telecom.pt T: 707 450 000 F: 707 450 009 Avenida Dias da Silva nº 230, 1º Andar, 3000-135 Coimbra redefining communications Apresentação A G9Telecom opera

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html Alemanha-Karlsruhe: Serviços de gestão de projetos e planeamento para projetos de construção

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre, com sede em, com o capital social de ( Euros), matriculada na Conservatória do Registo Comercial de, com o número de matrícula e

Leia mais

PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES Caçapava do Sul RS Capital Farroupilha

PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES Caçapava do Sul RS Capital Farroupilha CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 007/2014 DAS PARTES: CÂMARA DE VEREADORES DE CAÇAPAVA DO SUL, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ sob o nº 89.378.251/0001-18, com sede à Rua

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA A PRODUTORES EM REGIME ESPECIAL

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA A PRODUTORES EM REGIME ESPECIAL CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA A PRODUTORES EM REGIME ESPECIAL Entre EDP Serviço Universal, S.A., com sede na Rua Camilo Castelo Branco, 43, em Lisboa, com o capital social de 10 100 000 (dez milhões

Leia mais

PROTOCOLO DE COMODATO

PROTOCOLO DE COMODATO PROTOCOLO DE COMODATO Considerando que a Administração Regional de Saúde do Norte I.P., (ARSN) tem por missão garantir à população da respetiva área geográfica de intervenção, o acesso à prestação de cuidados

Leia mais

A oferta será realizada pela VIVO nas seguintes condições:

A oferta será realizada pela VIVO nas seguintes condições: REGULAMENTO Duo Negócios A oferta será realizada pela VIVO nas seguintes condições: 1. Das Definições Para esta, aplicam-se as seguintes definições: 1.1. : Oferta especial para a aquisição dos produtos

Leia mais

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA O CENTRO HOSPITALAR DE LISBOA CENTRAL, E.P.E. CONCURSO PÚBLICO N.º 1-0-0010/2016 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Entidade adjudicante

Leia mais

Tarifário VPNCC-M- PROT_ON NET

Tarifário VPNCC-M- PROT_ON NET Tarifário individual de minutos/sms/dados com comunicações para todas as redes (Portugal ou Espanha), WiFi PT ilimitado e plafond de desconto para aquisição de equipamentos. (Sujeito a política de utilização

Leia mais

Tarifário VPNCC-M- PROT_ON NET

Tarifário VPNCC-M- PROT_ON NET A sua empresa a comunicar sem limites. Chamadas de voz e SMS ilimitadas para todas as redes, desconto na aquisição de smartphones e acesso à internet no telemóvel. (Ver política de utilização responsável)

Leia mais

5. TIPOS DE SERVIÇO PRESTADOS TARIFÁRIO E FATURAÇÃO

5. TIPOS DE SERVIÇO PRESTADOS TARIFÁRIO E FATURAÇÃO s oc i alde230. 000. 000, 00Eur os,s í t i onai nt er net 4.4. O CLIENTE compromete-se igualmente a observar todas as disposições legais aplicáveis, nomeadamente, a não praticar ou a fomentar a prática

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre, residente em com o número de contribuinte, adiante designado(a) abreviadamente por Produtor; e EDP Serviço Universal, S.A., com sede

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15

CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15 CONCURSO PÚBLICO INTERNACIONAL N.º 1-1004/15 AQUISIÇÃO DE REAGENTES PARA PESQUISA DE ÁCIDOS NUCLEICOS VIRAIS HIV½/HCV/HBV PARA O INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP, DURANTE O ANO 2015.

Leia mais

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM REGISTO PARA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE Pessoa Coletiva (Decreto-Lei n.º 177/99, de 21 de maio, na redação dada pela Lei n.º 95/2001, de 1 de

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MINIPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MINIPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MINIPRODUÇÃO Entre [ ]., com sede em [ ], matriculada na Conservatória do Registo Comercial de [ ], com o número de matrícula e pessoa coletiva

Leia mais

Condições Gerais de Utilização do Serviço

Condições Gerais de Utilização do Serviço Definição e Âmbito do Serviço PROTOCOLO DE ADESÃO AO SERVIÇO FACTORING ON LINE (EOL) RELATIVO AO CONTRATO DE FACTORING Nº Condições Gerais de Utilização do Serviço 1. O SERVIÇO FACTORING ON LINE, (EOL),

Leia mais