Definição do fundo da página

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3.1.7. Definição do fundo da página"

Transcrição

1 Definição do fundo da página 1

2 Definição do fundo da página A definição do fundo de uma página pode ser feita através da atribuição de uma cor ou de uma imagem Quando é feita através da utilização de uma imagem, esta repete-se até preencher a totalidade da área de fundo da página Sempre que uma página tem definido como fundo uma cor e uma imagem, simultaneamente, a imagem sobrepõe-se à cor de fundo e esta, normalmente, apenas é visível durante o carregamento da imagem de fundo 2

3 Definição do fundo da página Para a definição do fundo da página utilizamse os atributos bgcolor e background da tag <body> Neste caso, os atributos bgcolor e background definem, respectivamente, a cor e a imagem de fundo de uma página (figura 4.59) O valor do atributo background indica a localização e o nome do ficheiro da imagem de fundo de uma página 3

4 Definição do fundo da página A figura 4.60 exemplifica a definição de uma imagem como fundo de uma página através da utilização do atributo background da tag body e a figura 4.61 mostra o resultado interpretado pelo browser 4

5 Texto nas páginas em HTML 5

6 Texto nas páginas em HTML O HTML define inúmeras tags para a formatação de texto nas páginas No quadro 6 são apresentadas as tags que habitualmente são mais utilizadas, nomeadamente na aplicação de estilos e efeitos Para alterar a cor, o tipo de letra e o seu tamanho nos documentos de HTML, utiliza-se a tag <font> que pode conter os atributos opcionais size, color e face A figura 4.62 mostra a aplicação dos valores 1 e 7 e -2 a +4 ao atributo size da tag <font> e a figura 4.63 mostra o seu resultado 6

7 Texto nas páginas em HTML 7

8 Texto nas páginas em HTML O quadro 7 mostra a aplicação do atributo color igualado ao código da cor pretendida 8

9 Texto nas páginas em HTML O quadro 8 mostra a aplicação do atributo face igualado aos possíveis tipos de fontes, por ordem de preferência e separados por uma vírgula Para o caso de o sistema não ter um determinado tipo de letra instalado, a indicação de uma ordem de preferência define as alternativas de formatação do tipo de letra 9

10 Texto nas páginas em HTML Páginas de código Quando se produzem documentos em HTML, pode não existir a garantia da correcta visualização de outros caracteres que não os do alfabeto inglês Os sistemas operativos configuram diferentes páginas de código, consoante o idioma que se esteja a utilizar Isto implica que configuração com idiomas diferentes podem não mostrar o mesmo carácter que o nosso computador Sempre que se deseje escrever caracteres específicos, caso dos caracteres acentuados portugueses, deve-se optar pela página de código ISSO Latin1 ou, então, recorrer aos characters entities 10

11 Texto nas páginas em HTML Uso das cores 11

12 Uso das cores Códigos de cores Os códigos das cores em HTML têm por base a codificação RGB (Red, Green, Blue) e podem ser referenciadas de 3 maneiras distintas: Pelo nome da cor em inglês, por exemplo, black Pelo sistema de numeração hexadecimal, por exemplo, #FFFF00 Pelo sistema de numeração decimal, por exemplo, rgb(2,255,0) 12

13 Uso das cores Códigos de cores (continuação) Uma paleta de cores pode conter mais de 16 milhões de cores, ou seja 255*255*255= cores Qualquer computador actual tem capacidade para processar este número de cores, mas há outros dispositivos que permitem visualizar documentos de HTML cuja capacidade cromática é limitada, como é o caso dos telemóveis 13

14 Uso das cores Cores seguras Até à primeira metade da década de 90 do século XX, muitos sistemas apenas conseguiam apresentar paletas de 256 cores diferentes, o que implicava desenvolver páginas em HTML com este número limitado de cores Apesar de, actualmente, existirem placas gráficas que proporcionam uma maior profundidade de cor, para o desenvolvimento de páginas web continua a ser recomendável utilizar um conjunto de 216 cores, que correspondem às cores seguras Este conjunto de 216 cores resulta da necessidade dos sistemas operativos reservarem um conjunto de cores das 256 iniciais 14

15 Uso das cores Cores seguras (continuação) Para o desenvolvimento de páginas web, estas 216 cores são consideradas seguras porque é garantido que sejam correctamente visualizadas em todos os sistemas, sem serem alteradas ou truncadas A tabela correspondente ao código das cores seguras pode ser consultada em 15

16 Uso de imagens 16

17 Uso de imagens É possível colocar variados formatos de imagens nos documentos HTML, embora, por questões de eficiência e tamanho, os formatos mais comuns sejam o JPEG, o GIF e o PNG 17

18 Uso de imagens Formatos de imagens Ficheiros JPEG Os ficheiros JPEG guardam informação relativa a imagens comprimidas através dos algoritmos produzidos pelo joint Photographic Experts Group e, normalmente referenciados pela extensão jpg É possível escolher diversos níveis de compressão, cada um utilizando um algoritmo diferente Na realidade existem 29 possibilidades distintas, mas isto não significa que sejam todas implementadas nos diferentes programas de compressão O processo é destrutivo, o que implica que, quanto maior for o factor de compressão escolhido, pior é a qualidade final da imagem, tornando impossível obter a imagem original através da imagem comprimida 18

19 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Ficheiros GIF Os ficheiros GIF (Graphics Interchange Format) guardam informação relativa a imagens comprimidas através do algoritmo LZW, inventado por Abraham Lempel, Jacob Ziv e Terry Welch, que não é destrutivo Existem duas versões deste formato de compressão, a GIF87 e GIF89a A versão GIF89a, para além de permitir a apresentação progressiva de imagens, interlaced GIF, permite, também, juntar pequenas sequências de imagens dentro do mesmo ficheiro gif, permitindo assim, alguma animação, animated GIF É de referir que também o formato progressive JPEG permite a apresentação progressiva das imagens Esta característica torna-se pertinente quando a velocidade de download é baixa, uma vez que, nas velocidades altas, que actualmente são disponibilizadas, o utilizador não chega a aperceber-se deste tipo de efeito 19

20 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Transparências O processo de criar imagens com fundo transparente baseia-se no facto de ser possível criar imagens GIF às quais se aplica um fundo transparente Na prática, o que se passa é que, no momento em que a imagem surge no documento, o fundo desta toma a cor do fundo do documento HTML, tal como um camaleão faria 20

21 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Ficheiros PNG Os ficheiros PNG (Portable Network Graphics) guardam informação relativa a imagens comprimidas e surgiram expressamente para serem livres de patentes, com o objectivo de substituir o formato GIF Apesar de também não serem destrutivos, produzem imagens pequenas Os ficheiros PNG têm como principal vantagem tornar uma cor transparente e poder definir-se qual o grau de transparência a atribuir Têm como principal desvantagem o facto de não suportarem animação, já que só podem conter uma imagem por ficheiro 21

22 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens A inserção de imagens num documento HTML é feita através da tag <img> De entre os seus atributos, o scr é o mais importante, pois sem ele o browser limitar-se-á a referir que, no ponto de inserção da imagem, existe um espaço reservado, mas esta não existe Este atributo deriva da palavra inglesa source (fonte) e especifica a localização da imagem que se pretende mostrar Normalmente, quando se abre um ficheiro, indica-se o seu caminho na memória em que se encontra armazenado e a maneira mais directa é referenciá-lo desde a raiz (d:\directoria\subdir\ficheiro.htm) 22

23 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens (continuação) No caso de documentos HTML que deverão ser publicados num servidor web, a identificação do caminho de um ficheiro desde a raiz pode acarretar alguns resultados inesperados Por razões de segurança, nos servidores web, apenas é permitido o acesso a algumas pastas bem específicas, desconhecendo-se o caminho total onde são guardados os ficheiros Como as imagens têm de ser enviadas junto com os documentos, é pouco provável que se consiga acesso a tal caminho no servidor web 23

24 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens (continuação) Há duas formas de solucionar o problema anterior: A primeira passa por se referir o caminho da imagem com base no URL de acesso, por exemplo src=http :// A segunda passa por se construir o caminho da imagem utilizando referências relativas em função da localização do documento de HTML no servidor web, por exemplo src= imagem.png, se estiver na mesma pasta que o documento, ou src=../imagem.png, se estiver numa pasta existente no directório imediatamente anterior ao do documento 24

25 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens (continuação) Há duas formas de solucionar o problema anterior: Ambas as soluções são válidas No caso da primeira, podem-se colocar imagens em servidores diferentes do que contém o documento HTML No caso da segunda, reforça-se a portabilidade do documento, já que não obriga a alterar todas as referências a ficheiros sempre que se deseje mudar de servidor web 25

26 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens (continuação) Alinhamento das imagens O alinhamento das imagens num documento HTML corresponde ao alinhamento das imagens em relação aos elementos circundantes, recorrendo-se ao atributo align, da tag <img>, que pode assumir um dos seguintes valores: right ou left, que corresponde ao alinhamento das imagens à esquerda ou à direita da página, com o texto moldado à sua volta top, middle, bottom, absmiddle, texttop, baseline ou absbootom, que corresponde ao alinhamento vertical da imagem em relação aos outros itens da mesma linha onde se encontra inserida (quadro 9) 26

27 Uso de imagens 27

28 Uso de imagens As figuras 4.64 e 4.65 exemplificam a aplicação do atributo align inserido na tag <img> 28

29 Uso de imagens Formatos de imagens (continuação) Inserção de imagens (continuação) Alinhamento das imagens (continuação) É possível, também, alinhar imagens sem qualquer texto envolvente desde que, para isso, se utilize o atributo align da tag <p> com os valores left, right e center 29

30 Uso de imagens Atributos das imagens: altura e largura Para definir as dimensões, altura e largura, das imagens inseridas num documento em HTML, utilizam-se os atributos height (altura) e width (largura), com os valores expressos em percentagem ou em píxels Desta forma, está-se a criar um espaço reservado para a visualização da imagem que se deseja inserir no documento (figuras 4.66 e 4.67) Contudo, não se alteram as dimensões reais da imagem nem o tamanho do seu ficheiro Convém ter presente que, se não for respeitada a proporção da imagem real, esta vai ser mostrada distorcida 30

31 Uso de imagens 31

32 Uso de imagens 32

33 Uso de imagens Alternativas em texto (o atributo ALT) Para o caso de não ser possível apresentar uma imagem, o atributo alt da tag <img> permite definir um texto, que será apresentado quando a imagem não é visível ou quando o ponteiro do rato se posiciona sobre a imagem (figuras 4.68 e 4.69) Complementarmente, este atributo permite que um software de leitura possa reproduzir o seu texto em voz alta de maneira a elucidar os invisuais 33

34 Uso de imagens Alternativas em texto (o atributo ALT) 34

35 Uso de imagens Colocação de um contorno Como forma de destacar a imagem em relação ao documento, é possível colocar um contorno à sua volta, com a ajuda do atributo border da tag <img> (figuras 4.70 e 4.71) O valor do atributo border é igual ao números de pixéis que o contorno terá de largura Se este valor for igual a zero (border=0), equivale a não existir contorno Neste caso, é preferível não definir o atributo 35

36 Uso de imagens Colocação de um contorno 36

37 Hiperligações 37

38 Hiperligações A principal característica do HTML é a possibilidade de criar hiperligações (hypertext link ou, de forma abreviada, link) tanto para outros documentos, internos ou externos, como para secções do mesmo documento As hiperligações permitem criar um número infinito de ligações A aplicação e o desenvolvimento desta potencialidade deram origem à designação web (teia) Em HTML, para criar hiperligações utiliza-se o atributo href na tag <a> inicial O elemento ao qual está associada a hiperligação fica delimitado entre a tag <a> inicial e a tag </a> final O uso da tag <a> pressupõe alguns cuidados Logo a seguir ao a da tag inicial, tem de se deixar um espaço antes do atributo href Este atributo indica qual o objecto que se pretende abrir 38

39 Hiperligações Hiperligações a partir do texto e a partir de uma imagem Para criar hiperligações a partir do texto e de uma imagem utiliza-se o atributo href da tag <a> As figuras 4.72 e 4.73 mostram a sintaxe da criação de hiperligações a partir do texto e de uma imagem 39

40 Hiperligações As figuras 4.74 e 4.75 exemplificam a aplicação de uma hiperligação a partir do texto 40

41 Hiperligações As figuras 4.76 e 4.77 exemplificam a aplicação de uma hiperligação a partir de uma imagem 41

42 Hiperligações Para documentos externos ao website Para criar hiperligações para documentos externos ao website, a partir de texto e de imagem, utilizase, também, o atributo href da tag <a> A referência ao documento externo tem de ser efectuada de forma absoluta através da indicação do seu URL completo A figura 4.78 mostra a sintaxe da criação de uma hiperligação para um documento externo ao website a partir do texto 42

43 Hiperligações Para documentos externos ao website (continuação) A figura 4.79 e 4.80 exemplificam a criação de uma hiperligação para um documento externo ao website 43

44 Hiperligações Para documentos internos ao website Para criar hiperligações para documentos que residam no mesmo website utiliza-se, também, o atributo href da tag <a> A referência a um documento interno é feita através da localização relativa deste em relação ao documento que se está a visualizar As figuras 4.81 e 4.82 mostram a sintaxe de uma hiperligação para um documento do website contido, respectivamente, na mesma pasta e na pasta anterior, relativamente ao documento actual 44

45 Hiperligações Para secções internas do documento Quando os documentos de HTML são muito longos, pode tornar-se inconveniente utilizar constantemente a barra de deslocamento vertical para os ler A solução para ultrapassar este inconveniente passa pela utilização de secções ao longo do documento Estas secções são criadas através de marcadores, para os quais se podem, depois, criar hiperligações A partir destas hiperligações é possível visualizar o documento por secções, evitando a utilização da barra de deslocamento vertical Para criar um marcador utiliza-se o atributo name da tag <a> A figura 4.83 mostra a sintaxe da criação de um marcador de um documento 45

46 Hiperligações Para secções internas do documento Após colocar o marcador no local desejado é necessário criar a hiperligação, precedendo de cardinal o nome do marcador A figura 4.84 mostra a sintaxe da criação de uma hiperligação num documento para um marcador existente no mesmo A figura 4.85 apresenta o código utilizado para a criação de marcadores e hiperligações no mesmo documento HTML 46

47 47

Imagens - Formatos. GIF (Graphics Interchange Format) JPEG (ou JPG) (Joint Pictures Experts Graphis)

Imagens - Formatos. GIF (Graphics Interchange Format) JPEG (ou JPG) (Joint Pictures Experts Graphis) Imagens - Formatos GIF (Graphics Interchange Format) - Muito popular na web. - Permite ter um máximo de 256 cores. - Indicado para cartoons, logos, imagens com áreas transparentes e animações. JPEG (ou

Leia mais

PDI 1 - Projeto e Design de Interfaces Web

PDI 1 - Projeto e Design de Interfaces Web Introdução a HTML e XHTML Elementos básicos parte 2 Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda: --Adicionando imagens; --Trabalhando com vídeos e sons em HTML; Disponível em http://wp.me/p48yvn-43 2 Inserindo

Leia mais

Módulo: Criação de Páginas WEB

Módulo: Criação de Páginas WEB Módulo: Criação de Páginas WEB 50 Horas - Sessão 05/13 TEXTO ANIMADO O comando MARQUEE orienta o browser a definir o efeito de texto/imagem a passar no ecrã. Deve ser utilizado quando queremos dar destaque

Leia mais

Introdução ao HTML. Sumário

Introdução ao HTML. Sumário Introdução ao HTML Telemédia Grupo de Comunicações por Computador Sumário em HTML Texto Alternativo Alinhamento Margens Redimensionar 1 em HTML Para inserir uma imagem basta usar a etiqueta da seguinte

Leia mais

Introdução 1ª Parte Web Web Web Web Browsers Editores Editores Etiquetas (tags) base indica que se trata de uma página escrita em linguagem HTML. Esta deve abranger todo o código;

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO As imagens são armazenadas em forma de arquivos, principalmente PNG (para desenhos) ou JPG (para fotos) Para incluir imagens usa-se

Leia mais

1. HTML - Introdução. Hyper Text Markup Language. É uma linguagem de formatação de conteúdos. Portável. Ficheiros de pequena dimensão

1. HTML - Introdução. Hyper Text Markup Language. É uma linguagem de formatação de conteúdos. Portável. Ficheiros de pequena dimensão 1. HTML - Introdução Hyper Text Markup Language É uma linguagem de formatação de conteúdos Não é uma linguagem de programação Portável Não depende da plataforma em que é vizualizado Ficheiros de pequena

Leia mais

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET

Como Começar? Criação Páginas. Etapas. Apresentação INTERNET Como Começar? Criação Páginas Apresentação Etapas Como começar Para que um site tenha sucesso é necessário um correcto planeamento do mesmo. Todos os aspectos de desenho de um site devem ser pensados de

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Conceitos de HTML Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Definição de HTML Linguagem de marcadores (tags).

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Departamento de Informática INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Apontamentos de (HyperText Markup Language) Prof. Carlos Pampulim Caldeira Évora, Março de 2003 ÍNDICE 1. O QUE É O?...1 1.1 INTRODUÇÃO...1 1.2 QUE

Leia mais

CRIAÇÃO DE SITES (AULA 4)

CRIAÇÃO DE SITES (AULA 4) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br CRIAÇÃO DE SITES (AULA 4) O que eu preciso para construir um link? Para construir um link você usa o que

Leia mais

Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens

Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens Tag para inserir imagens e HTML O modelo CSS Noções fundamentais e funcionamento do CSS Incluindo estilos em uma página Sintaxe

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Guião Páginas WWW com o editor do Microsoft Office Word 2003 1. Introdução. 2. Abrir uma página Web. 3. Guardar

Leia mais

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Objetivos Detalhar conceitos sobre TAGS HTML: elementos, atributos, elemento vazio, links. Implementar páginas de internet com uso da linguagem HTML; Ferramentas Necessárias

Leia mais

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento Curso PHP Básico Jairo Charnoski do Nascimento Agenda Ferramentas necessárias Introdução HTML HTML? Tags Construindo seu primeiro website Observações sobre a estrutura Mais tags Atributos Agenda Cores

Leia mais

4.14 - Imagens: <img src="..."> src <img src="tecnologia.jpg"> único atributo que não pode ser omitido neste TAG Nota: img

4.14 - Imagens: <img src=...> src <img src=tecnologia.jpg> único atributo que não pode ser omitido neste TAG Nota: img 4.14 - Imagens: O TAG utilizado para a inclusão de imagens em páginas html é o: O atributo src especifica o local onde está a imagem e o seu nome. Nas páginas pessoais é mais comum o uso

Leia mais

4.14 - Imagens: <IMG SRC="..."> SRC <IMG SRC="tecnologia.jpg"> único atributo que não pode ser omitido neste tag Nota: img

4.14 - Imagens: <IMG SRC=...> SRC <IMG SRC=tecnologia.jpg> único atributo que não pode ser omitido neste tag Nota: img 4.14 - Imagens: O tag utilizado para a inclusão de imagens em páginas html é o: O atributo SRC especifica o local aonde está a imagem e o seu nome. Nas páginas pessoais é mais comum o uso

Leia mais

HTML. Conceitos básicos de formatação de páginas WEB

HTML. Conceitos básicos de formatação de páginas WEB HTML Conceitos básicos de formatação de páginas WEB HTML HyperText Markup Language Linguagem utilizada para criar hipertexto na web Ou seja, criar documentos estruturados utilizando para tal um conjunto

Leia mais

ferramentas da imagem digital

ferramentas da imagem digital ferramentas da imagem digital illustrator X photoshop aplicativo ilustração vetorial aplicativo imagem digital 02. 16 imagem vetorial X imagem de rastreio imagem vetorial traduz a imagem recorrendo a instrumentos

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Introdução ao HTML Hypertext Markup Language

Introdução ao HTML Hypertext Markup Language Introdução ao HTML Hypertext Markup Language Prof. Marcus Ramos Tags São comandos que são inseridos juntamente com o texto a ser apresentado, e que definem a forma como o mesmo será exibido na tela do

Leia mais

Web Design. Prof. Felippe

Web Design. Prof. Felippe Web Design Prof. Felippe 2015 Sobre a disciplina Fornecer ao aluno subsídios para o projeto e desenvolvimento de interfaces de sistemas Web eficientes, amigáveis e intuitivas. Conceitos fundamentais sobre

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

Programação para Internet

Programação para Internet Programação para Internet Aula 07 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Seção do Corpo Imagens

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Seção do Corpo Imagens IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage SeçãodoCorpo Imagens ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger SeçãodoCorpo Imagens Índice

Leia mais

QUEM FEZ O TRABALHO?

QUEM FEZ O TRABALHO? Introdução a Linguagem HTML: Conceitos Básicos e Estrutura ANA PAULAALVES DE LIMA 1 QUEM FEZ O TRABALHO? Com as tagsaprendidas hoje, faça uma página HTML sobre você com as seguintes informações: Seu nome

Leia mais

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Sumário HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Linguagem HTML HTML é a abreviação de HyperText Markup Language, que pode ser traduzido como Linguagem de Marcação de Hipertexto. Não é uma linguagem

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Formatos de Imagens IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage FormatosdeImagens ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger FormatosdeImagens Índice 1 FORMATOS

Leia mais

Síntese da aula anterior

Síntese da aula anterior Síntese da aula anterior Na última aula, aprendemos a utilizar em html: Tabelas Hiperligações 1 O que vamos fazer hoje? Vamos utilizar o que aprendemos da aula anterior juntamente com Utilização de imagens

Leia mais

4. Características Gerais das Tabelas do HTML

4. Características Gerais das Tabelas do HTML 4. Características Gerais das Tabelas do HTML Curso de Extensão em HTML PUCRS A criação de uma tabela começa pelo tag e termina pelo tag. Antes do texto de cada linha da tabela você deve inserir o tag

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Listas A HTML permite definir três categorias distintas de listas: Ordenadas Sem ordenação Lista de definição 2/28 Listas

Leia mais

Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc

Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc Dicas Importantes: - Sempre crie um diretório em seu computador e salve todos os arquivos que vai usar (imagens e paginas),

Leia mais

Como criar uma página WEB

Como criar uma página WEB Como criar uma página WEB Utilização de comandos HTML Luís Manuel Borges Gouveia versão 1.1 Dezembro, 1996 Requisitos necessários para criar ou editar uma página Web um navegador (browser): Netscape ou

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

2 HTML Inserindo objetos

2 HTML Inserindo objetos 2 HTML Inserindo objetos Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Desenvolvimento Web Imagem...3 Links...5 Links para locais da mesma página...6 Áudio e vídeo...8

Leia mais

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4)

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4) Prof. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 4) 1 Classificação da imagem Em relação à sua origem pode-se classificar uma imagem,

Leia mais

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url:

Para iniciar a construção de WebQuest no Servidor PHP de webquests do Centro de Competência CRIE do CAPAG, aceda ao seguinte url: C e n tro d e C ompetênci a CRIE d o CA PAG Versão Beta 4 E l a b o r a d o p o r : M a r i a d e B a l s a m ã o M e n d e s G u i ã o d e P H P W e b Q u e s t V a m o s C r i a r W e b q u e s t s?

Leia mais

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Introdução Nesta sexta e penúltima edição da Coletânea de Análises de Email Marketing em Clientes de Email, apresentamos os estudos dos clientes

Leia mais

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção de páginas de internet e é responsável

Leia mais

Webdesign HTML. Introdução a HTML e as principais tags da linguagem. Thiago Miranda dos Santos Souza

Webdesign HTML. Introdução a HTML e as principais tags da linguagem. Thiago Miranda dos Santos Souza Webdesign HTML Introdução a HTML e as principais tags da linguagem Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Objetivos Apresentar a HTML

Leia mais

Introdução. Introdução a HTML. A Linguagem HTML. Estrutura de uma Página. Mário Antonio Meireles Teixeira

Introdução. Introdução a HTML. A Linguagem HTML. Estrutura de uma Página. Mário Antonio Meireles Teixeira Introdução Introdução a HTML Mário Antonio Meireles Teixeira Dept o. de Informática - UFMA mario@deinf.ufma.br Página Web: É um documento composto de texto e códigos especiais, chamados tags, que especificam

Leia mais

Programação para Internet I

Programação para Internet I Programação para Internet I Aula 05 e 06 Fernando F. Costa nando@fimes.edu.br 1 Tags de Formatação de Texto - Permite que um texto se mova de um lado para o outro da página. Sintaxe:

Leia mais

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção

Leia mais

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador

Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Desenho e Apresentação de Imagens por Computador Conteúdo s: Aspetos genéricos sobre o trabalho com imagens computacionais. Imagens computacionais e programas que criam ou manipulam esse tipo de imagens.

Leia mais

Introdução. História. Como funciona

Introdução. História. Como funciona Introdução O HTML é uma linguagem de marcação utilizada para desenvolvimento de sites. Esta linguagem surgiu junto com o HTTP, ambos possibilitaram a internet ser popularizada. História O HTML foi criado

Leia mais

HTML HTML. Criação de Páginas WEB. Caracteres especiais < < > > Sessão 10

HTML HTML. Criação de Páginas WEB. Caracteres especiais < < > > Sessão 10 HTML Sessão 10 HTML HTML permite que caracteres especiais sejam representados por sequências de escape, indicadas por três partes: um & inicial, um número ou cadeia de caracteres correspondente ao caractere

Leia mais

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Curso HTML & CSS > Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Sumário > Apresentação > Introdução ao HTML História Começando a Programar > Tags em HTML Headings (Cabeçalhos) Parágrafos Formatação

Leia mais

Criação de Páginas Web - MS Word 2000

Criação de Páginas Web - MS Word 2000 Gestão Comercial e da Produção Informática I 2003/04 Ficha de Trabalho N.º 9 Criação de Páginas Web - MS Word 2000 1. Criação de uma página Web (HTML): Escreva o seu texto e introduza as imagens pretendidas

Leia mais

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email

Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Coleção - Análises de email marketing em clientes de email Thunderbird e Terra Nesta terceira edição da Coletânea de Análises de Email Marketing em Clientes de Email, apresentamos os estudos do webmail

Leia mais

Programação web Prof. Wladimir

Programação web Prof. Wladimir Programação web Prof. Wladimir HTML @wre2008 1 Sumário Histórico; Resumo XHTML; Tags; Edição de documentos HTML; Publicação de um documento; Estrutura básica de um documento HTML; Edição de documentos

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 APROG Algoritmia e Programação HTML Introdução Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 O que é o HTML? Sumário Geral Documento HTML Elemento HTML Estrutura Básica de Documento HTML Elementos Títulos

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Objetivo. O objetivo da disciplina é conhecer os princípios da programação de

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Manual do Gestor de Templates

Manual do Gestor de Templates Manual do Gestor de Templates Versão - Revisão 2 200.07.09 Índice Introdução... 3 2 O que muda com o Gestor de Templates... 3 3 Implicação da utilização do Gestor de Templates... 4 4 Lista de Funcionalidades...

Leia mais

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Quais ferramentas são necessárias? - Editor de texto básico (sem formatações): use o Bloco de Notas (não use o MS Word e WordPad) - Navegador (browser):

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Estrutura básica do HTML Um documento HTML deve estar delimitado pela tag e . Dentro deste documento, podemos ainda distinguir

Leia mais

Ferramenta de Design Gráfico/ Imagem Digital Adobe Photoshop Fábio Fernandes

Ferramenta de Design Gráfico/ Imagem Digital Adobe Photoshop Fábio Fernandes Ferramenta de Design Gráfico/ Imagem Digital Adobe Photoshop Fábio Fernandes O Adobe Photoshop vem liderando o mercado de imagem digital há anos. Portanto, não podemos deixar de explorar essa ferramenta

Leia mais

UFCD 21 Criação de sites webs D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S

UFCD 21 Criação de sites webs D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S UFCD 21 Criação de sites webs 1 D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S Objectivos: 2 C R I A R D O C U M E N T O S E M H I P E R T E X T O D E S E N V O L V E R E A L O J A R U M S I T E N A I N T E R N E T Conteúdos

Leia mais

José Frazão. Página 2 de 19

José Frazão. Página 2 de 19 Página 2 de 19 Índice Página 1. Introdução 4 2. História e características 5 3. Sintaxe 5 3.1. Texto 7 3.2. Comandos básicos mais utilizados 8 3.3. Fundo (Backgrounds) e cores 10 3.4. Tabela de acentos

Leia mais

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint

Tutorial: Do YouTube para o PowerPoint Autor: João Pina aragaopina@gmail.com 01-03-2010 OBJECTIVOS No final deste tutorial será capaz de: A. Retirar vídeos do YouTube; B. Converter os vídeos num formato passível de ser integrado em PowerPoint;

Leia mais

HTML. (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto)

HTML. (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto) HTML (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto) CSS - Cascading Style Sheets CSS serve para definir propriedades de apresentação/formatação a aplicar em tags HTML. A sua utilização

Leia mais

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008

WordPress. Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos. Versão 1.0 31 de Outubro de 2008 WordPress Especificações técnicas para o envio de ficheiros anexos 31 de Outubro de 2008 Calçada do Marquês de Abrantes 45, 3º Dto 1200-718 Lisboa - PORTUGAL Tel.: +351 21 3304220 fax: +351 21 3304219

Leia mais

Manual do Usuário Janeiro de 2016

Manual do Usuário Janeiro de 2016 Manual do Usuário Janeiro de 2016 SOBRE CMX CMX é uma interface que dá acesso aos estudantes a milhares de atividades, exercícios e recursos todos posicionados com os padrões e conceitos curriculares.

Leia mais

Editor HTML. Composer

Editor HTML. Composer 6 Editor HTML 6 Composer Onde criar Páginas Web no Netscape Communicator? 142 A estrutura visual do Composer 143 Os ecrãs de apoio 144 Configurando o Composer 146 A edição de Páginas 148 Publicando a sua

Leia mais

Programação para Internet

Programação para Internet Programação para Internet Aula 09 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

MODULO 4 DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS WEB ESTÁTICAS. Redes de Comunicação

MODULO 4 DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS WEB ESTÁTICAS. Redes de Comunicação MODULO 4 DESENVOLVIMENTO DE PÁGINAS WEB ESTÁTICAS Redes de Comunicação Regras para um website eficaz Categorização dos conteúdos estrutura lógica dos conteúdos Condensação conteúdos simples e directos

Leia mais

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS ELEMENTOS GRÁFICOS Parte 4 José Manuel Russo 2005 24 A Imagem Bitmap (Raster) As imagens digitais ou Bitmap (Raster image do inglês) são desenhadas por um conjunto de pontos quadrangulares Pixel alinhados

Leia mais

Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima. Formação: E-mail: paulapeniel@gmail.com

Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima. Formação: E-mail: paulapeniel@gmail.com Introdução a Linguagem HTML: Conceitos Básicos e Estrutura ANA PAULAALVES DE LIMA INFORMÁTICA E METODOLOGIA - SUBSEQUENTE 1 Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima Formação: Bacharel em Sistemas de Informação;

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/ Crie uma pasta (0) no ambiente de trabalho com o seu nome. Inicie o Internet Explorer através do: W O R K S H O P Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Leia mais

MÓDULO 1 - xhtml Básico

MÓDULO 1 - xhtml Básico MÓDULO 1 - xhtml Básico 1. Introdução xhtml significa Extensible Hypertext Markup Language (Linguagem de Marcação Hipertextual Extensível) e é a linguagem de descrição de documentos usada na World Wide

Leia mais

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Sistemas e Conteúdos Multimédia. 4.1. Imagem. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Sistemas e Conteúdos Multimédia 4.1. Imagem Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Cores O que é a cor? Distribuição espectral do sinal de excitação. Função da reflectância e da iluminação

Leia mais

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares Folha de cálculo Excel Agrupamento de Escolas de Amares Índice 1. Funcionalidades básicas... 3 1.1. Iniciar o Excel... 3 1.2. Criar um livro novo... 3 1.3. Abrir um livro existente... 3 1.4. Inserir uma

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Microsoft FrontPage2002 Guião Elementar 1. Apresentação Geral do programa Programa Competências Básicas em

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Manual do Publicador. Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web

Manual do Publicador. Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web Manual do Publicador Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web Sumário Painel de Administração... 3 1 - Inserção de post... 5 2 Publicação de post com notícia na área headline (galeria de

Leia mais

Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML

Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML Faça essa atividade de forma individual ou em dupla, faça o máximo de questões que conseguir. Pesquise na Web o significado das tags e utilize-as para alcançar

Leia mais

72ABC - 2 Bimestre. Check-list para Prova Bimestral. 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML.

72ABC - 2 Bimestre. Check-list para Prova Bimestral. 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML. 72ABC - 2 Bimestre Check-list para Prova Bimestral 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML. 02 Serão desenvolvidas as mesmas páginas já feitas, mas em versão HTML. A seguir, um exemplo

Leia mais

Visão Artificial Para a Indústria. Manual do Utilizador

Visão Artificial Para a Indústria. Manual do Utilizador Visão Artificial Para a Indústria Manual do Utilizador Luis Fonseca Carvalho de Matos ( luis.matos@ua.pt ) Julho de 2007 Índice de conteúdos 1. Apresentação......1 1.Conceito de Funcionamento......1 2.

Leia mais

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Tutorial Plone 4 Manutenção de Sites Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Sumário Introdução 1 Como fazer a autenticação do usuário 1.1 Através do

Leia mais

Guia da Internet. Página 1

Guia da Internet. Página 1 Guia da Internet Utilização da Internet Introdução... 2 Alguns conceitos básicos... 2 Endereços (URL)... 2 Páginas Web... 3 Abrir o Internet Explorer... 3 O ecrã do Internet Explorer... 4 A Barra de Ferramentas

Leia mais

Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq

Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq A pesquisa Web nos oferece duas principais possibilidades, a saber: 1) Pesquisa simples e 2) Pesquisa avançada 1) Pesquisa simples O interface da pesquisa

Leia mais

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Criando uma Calculadora Primeiramente deve se criar uma estrutura para armazenar os arquivos necessários para o funcionamento da calculadora.

Leia mais

ETI - Edição e tratamento de imagens digitais

ETI - Edição e tratamento de imagens digitais Curso Técnico em Multimídia ETI - Edição e tratamento de imagens digitais 2 Fundamentos "Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus." 2 Timóteo 1:13

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Ave: Manual do usuário

Ave: Manual do usuário As iniciais no canto superior esquerdo indicam a atual lista de espécies em uso. Clique neste campo para abrir uma grade com todas Ave: Manual do usuário Introdução A Janela Inicial O botão Listas Sobre

Leia mais

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet...

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet... internet 1 http://www.uarte.mct. internet...... pag.. 2 abrir o programa...... pag.. 3 ecrã do internet explorer... pag.. 4 ligações...... pag.. 5 escrever um endereço de internet... pag.. 6 voltar à página

Leia mais

Guião de Exploração. Introdução

Guião de Exploração. Introdução Guião de Exploração Introdução Ter o Mundo em 3D dentro de um computador e visualizar a superfície terrestre como se de uma viagem aérea se tratasse é a experiência que todos os professores já tiveram.

Leia mais

Módulo 17E. Revisões de HTML. A) Noções básicas de HTML (cont.)

Módulo 17E. Revisões de HTML. A) Noções básicas de HTML (cont.) Módulo 17E Revisões de HTML A) Noções básicas de HTML (cont.) Inserção de Imagens A inserção de imagens em documentos HTML é feita através da tag (que não tem tag de fecho). A indicação do local

Leia mais

4 - HTML Básico: 4.2 - Criando documentos HTML:

4 - HTML Básico: 4.2 - Criando documentos HTML: 4 - HTML Básico: 4.1 - O que é HTML? Os documentos na Web são organizados com o uso de comandos que são interpretados pelos browsers. Estes comandos compõem a linguagem HTML (HyperText Markup Language).

Leia mais

Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites.

Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites. Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites. SUMÁRIO 1 Exemplo de site criado no software QUICKFISH...02 2 Salvando Seu Site...03 3 Publicando Seu Site...03 4 Visão inicial do Software

Leia mais

Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos

Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos Linguagem de Programação para Web Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos Prof. Mauro Lopes 1-31 20 Objetivo Iremos aqui apresentar a estrutura básica de um documento HTML e iremos também apresentar

Leia mais

Observações importantes:

Observações importantes: Fundação CECIERJ - Vice Presidência de Educação Superior a Distância Curso de Tecnologia em Sistemas de Computação Disciplina Criação de Páginas de WEB AD1 1 semestre de 2014. Observações importantes:

Leia mais

A Internet 7 Criação de Páginas Web

A Internet 7 Criação de Páginas Web 7 - Criação de Páginas Web A Internet A Internet Empresas, instituições e pessoas individuais estão cada vez mais interessadas não só em aceder ao imenso manancial de informação disponibilizado pela Internet

Leia mais

Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens

Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens Usando o NVU Parte 2: Inserindo imagens Simão Pedro P. Marinho Para uso exclusivo por alunos da PUC Minas Inserindo uma imagem que está no seu computador Inserindo uma imagem que já está na Internet Inserindo

Leia mais

Introdução aos Sistemas Informáticos

Introdução aos Sistemas Informáticos I 1. Dentro da janela da ferramenta de construção de portais web FrontPage, crie uma página nova e guarde-a como index.htm. 2. Escreva nessa página o texto "O Meu Primeiro Portal Web". Formate-o com o

Leia mais