Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS"

Transcrição

1 Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS Ano Base de 2014 Divulgação: Setembro 2015

2 Dimensões avaliadas do IDSS Atenção à Saúde: Avalia a qualidade da atenção, com ênfase nas ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada aos beneficiários de planos privados de saúde. Econômico-Financeira: Acompanha o equilíbrio econômico-financeiro das operadoras de plano de saúde sob o ponto de vista das condições de liquidez e solvência, avaliando a capacidade de manter-se em dia com suas obrigações financeiras junto a seus prestadores para o atendimento com qualidade e de forma continua a seus beneficiários. Estrutura e Operação: Afere as condições da oferta de rede de consultórios, hospitais, ambulatórios, laboratórios e centros diagnósticos oferecidos pelas operadoras de planos de saúde para o atendimento de seus beneficiários. além disso, avalia o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto a ANS. Satisfação do Beneficiário: Utiliza indicadores de permanência dos beneficiários nas operadoras como forma de avaliar a satisfação. Também mede a gravidade das infrações à legislação cometida por parte das operadoras. A partir de 2012, utilizará um índice de reclamações e será realizada uma pesquisa que buscará aferir diretamente o grau de satisfação dos beneficiários com suas operadoras. Pesos 40% 20% 20% 20%

3 Nota técnica 1. Na quantidade de Cooperativas, constam 4 operadoras que não pertencem ao Sistema Unimed : 1. Medical Medicina Cooperativa Assistencial de Limeira; 2. Amhpla Cooperativa de Assistência Médica; 3. União Médica Cooperativa de Trabalho Médico de Feira de Santana; 4. Central Operadora de Planos de Saúde Norte-Nordeste Sociedade Cooperativa. 2. Não foram incluídas as 4 Federações Unimed que, embora possuam registro ANS de operadora, não atuam na comercialização de planos, e são apenas Federações com atuação institucional: 1. Unimed do Brasil; 2. Federação Interfederativa do Estado de Minas Gerais; 3. Federação do Estado do Rio de Janeiro; 4. Federação do Estado do Mato Grosso do Sul. 3. Não constam 17 operadoras do Sistema Unimed que não tiveram IDSS calculado pela ANS: 1. Unimed Petrópolis; 2. Unimed Rio; 3. Unimed Serra dos Órgãos; 4. Unimed Estâncias Paulistas; 5. Unimed Guarujá; 6. Unimed Paulistana; 7. Unimed Taubaté; 8. Unimed Jequié; 9. Unimed Paulo Afonso; 10. Unimed Belém; 11. Unimed Ariquemes; 12. Unimed Macapá; 13. Unimed Manaus; 14. Unimed Oeste do Pará; 15. Unimed Itaqui RS; 16. Unimed Federação do Estado do Mato Grosso; 17. Federação Unimed do Centro-Oeste e Tocantins. 4. Os dados analisados por portes das Operadoras Médico-Hospitalares estão com base na classificação feita pela ANS (dados Sistema de Informação de Beneficiário SIB)

4 Índice de Desempenho da Saúde Suplementar IDSS Análise dos resultados do IDSS Ano 2015/ Ref IDSS De acordo com o índice que mede o desempenho do setor de saúde suplementar, 266 operadoras atingiram a faixa mais alta - 0,8 a 1,0 - em 2015, contra 157 em O número corresponde a um crescimento de 69% no período. Os resultados também apontam queda de 49% no número de operadoras concentradas na faixa intermediária das notas do IDSS, que varia de 0,4 a 0,59. Em 2015, 72 operadoras ficaram nessa faixa. No ano anterior, eram 142. Há somente uma operadora classificada na faixa mais baixa - 0,0 a 0,19. Quando avaliado o desempenho entre as modalidades de operadoras, as cooperativas se destacam frente aos demais modelos de negócio, com o maior percentual (96%) de operadoras nas duas faixas mais elevadas - 0,6 a 0,79 e 0,8 a 1,0. Sistema Unimed No ranking das 30 Operadoras Médico-Hospitalares com Melhor Qualificação no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), independente de porte e região, 16 delas são Unimeds. Na avaliação de ano base 2014, 54% das Unimeds atingiram a faixa mais alta e, com isso, o Sistema avançou em 22 p.p. (pontos percentuais) nesta faixa, se comparado aos resultados de Analisando o desempenho das Unimeds, independentemente do porte, verificamos que o IDSS das duas faixas mais elevadas é de mais de 90%. Para as Unimeds de médio porte, o índice chega a 97%. Regionalmente, houve desempenho melhor entre as Unimeds das regiões Centro-Oeste e Sul, com 100% das operadoras classificadas nas duas faixas mais elevadas. Em seguida, vêm as Unimeds das regiões Sudeste (97%), Nordeste (89%) e Norte (62%).

5 Distribuição percentual das notas obtidas: Total de Operadoras Médico Hospitalares Evolutivo 2009 a 2015 (ano base 2008 a 2014) 0,00 a 0,19 0,20 a 0,39 0,40 a 0,59 0,60 a 0,79 0,80 a 1,00 62% 64% 75% 86% 32% 17% 22% 30% 29% 32% 27% 28% 28% 23% 24% 16% 18% 20% 17% 1% 2% 4% 52% 54% 50% 45% 36% 25% 26% 19% 21% 17% 9% 12% 8% 10% 4% 3% 5% 1% 4% 2009 (Ano base 2008) 2010 (Ano base 2009) 2011 (Ano base 2010) 2012 (Ano base 2011) 2013 (Ano base 2012) 2014 (Ano base 2013) 2015 (Ano base 2014) Faixas IDSS 2009 (Ano base 2008) 2010 (Ano base 2009) 2011 (Ano base 2010) 2012 (Ano base 2011) Número absoluto de Operadoras 2013 (Ano base 2012) 2014 (Ano base 2013) 2015 (Ano base 2014) 0,00 a 0, ,20 a 0, ,40 a 0, ,60 a 0, ,80 a 1, Total Absoluto * (*) Redução de 4% no número de operadoras em relação ao ano anterior, ou seja, 28 Operadoras a menos. *Ver nota técnica 1,2 e 3

6 Distribuição percentual das notas obtidas: Modalidades Set/2015 Ano base ,00 a 0,19 0,20 a 0,39 0,40 a 0,59 0,60 a 0,79 0,80 a 1,00 87% 96% 78% 75% 80% 70% 53% 53% 57% 43% 45% 34% 33% 16% 17% 18% 20% 5% 9% 6% 8% 10% 3% Autogestão Cooperativa Médica Filantropia Medicina de Grupo Seguradora Faixas IDSS Autogestão Cooperativa Médica Filantropia Medicina de Grupo Seguradora Número absoluto de Operadoras 0,00 a 0, ,20 a 0, ,40 a 0, ,60 a 0, ,80 a 1, Total Absoluto *Ver nota técnica 1,2 e 3

7 Distribuição percentual das notas obtidas: Cooperativas Unimed com registro de Operadoras - Evolutivo 2009 a 2015 (ano base 2008 a 2014) 0,00 a 0,19 0,20 a 0,39 0,40 a 0,59 0,60 a 0,79 0,80 a 1,00 82% 88% 87% 96% 52% 39% 30% 68% 46% 49% 54% 56% 54% 46% 42% 36% 29% 32% 28% 32% 20% 19% 5% 9% 11% 14% 11% 3% 5% 10% 1% 3% 6% 1% 3% 2% 1% 4% 2009 (Ano base 2008) 2010 (Ano base 2009) 2011 (Ano base 2010) 2012 (Ano base 2011) 2013 (Ano base 2012) 2014 (Ano base 2013) 2015 (Ano base 2014) Faixas IDSS 2009 (Ano base 2008) 2010 (Ano base 2009) 2011 (Ano base 2010) 2012 (Ano base 2011) Número absoluto de Unimeds 2013 (Ano base 2012) 2014 (Ano base 2013) 2015 (Ano base 2014) 0,00 a 0, ,20 a 0, ,40 a 0, ,60 a 0, ,80 a 1, Total Absoluto *Ver nota técnica 2 e 3

8 Distribuição percentual das notas obtidas: Cooperativas Unimed com registro de Operadoras - por - Set/2015 Ano base ,00 a 0,19 0,20 a 0,39 0,40 a 0,59 0,60 a 0,79 0,80 a 1,00 96% 97% 94% 58% 38% 48% 49% 56% 38% 1% 3% 3% 6% Pequeno Médio Grande Faixa IDSS Pequeno Médio Grande Abs. % Abs. % Abs. % 0,00 a 0,19 0 0% 0 0% 0 0% 0,20 a 0,39 1 1% 0 0% 0 0% 0,40 a 0,59 4 3% 4 3% 2 6% 0,60 a 0, % 60 48% 13 38% 0,80 a 1, % 61 49% 19 56% Total Absoluto % % % *Ver nota técnica 2,3 e 4

9 Distribuição percentual das notas obtidas: Cooperativas Unimed com registro de Operadoras - por Região - Set/2015 Ano base ,00 a 0,19 0,20 a 0,39 0,40 a 0,59 0,60 a 0,79 0,80 a 1,00 100% 62% 89% 100% 97% 35% 65% 64% 57% 25% 14% 14% 14% 11% 28% 72% 3% 53% 44% Centro Oeste e Tocantins Norte Nordeste Sul Sudeste Faixa IDSS Centro - Oeste Norte Nordeste Sul Sudeste Abs. % Abs. % Abs. % Abs. % Abs. % 0,00 a 0,19 0 0% 0 0% 0 0% 0 0% 0 0% 0,20 a 0,39 0 0% 1 14% 0 0% 0 0% 0 0% 0,40 a 0,59 0 0% 1 14% 4 11% 0 0% 5 3% 0,60 a 0, % 4 57% 23 64% 17 28% 67 44% 0,80 a 1, % 1 14% 9 25% 44 72% 81 53% Total Absoluto % 7 100% % % % *Ver nota técnica 2 e 3

10 Ranking das 30 Operadoras em Geral (excluindo odontológico) com melhor qualificação no IDSS (Independente de porte e região) Set/2015 Ano base º UNIMED VALE DO CARANGOLA Pequeno porte 11º FUNASA-SAÚDE - CAIXA DE ASSISTENCIA DOS EMPREGADOS DA SAELPA - Pequeno 21º UNIMED LEOPOLDINA - Pequeno 2º ASSOC. POLICIAL DE ASSIST. À SAÚDE DE PRES. VENCESLAU Pequeno 12º UNIMED IPAMERI - Pequeno 22º CAIXA DE ASSISTÊNCIA À SAUDE DA UNIVERSIDADE - Médio 3º UNIMED PALMEIRA DOS ÍNDIOS Pequeno 13º UNIMED METROPOLITANA DO AGRESTE - Pequeno 23º UNIMED DE ARARAQUARA - Grande 4º FUNDAÇÃO SANEPAR DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - Médio 14º UNIMED MISSÕES/RS - Pequeno 24º UNIMED DE CASCAVEL - Médio 5º ASSOCIAÇÃO PRÓ-SAÚDE - Pequeno 15º HOSPITAL REGIONAL DE FRANCA - Médio 25º ASSOCIAÇÃO POLICIAL DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - Pequeno 6º UNIMED SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO - Pequeno 16º UNIMED ALÉM PARAIBA - Pequeno 26º UNIMED SÃO JOÃO NEPOMUCENO - Pequeno 7º ASSOC. POLICIAL DE ASSIST. À SAUDE DE SAO JOAO DA BOA VISTA - Pequeno 17º UNIMED ORLÂNDIA - Pequeno 27º UNIMED DE TUPÃ - Pequeno 8º AMEP FREGUESIA OPERADORA DE PLANO DE SAUDE - Médio 18º ASSOC. DE ASSIST. MÉDICO HOSP. DOS MAGISTRADOS DO ESTADO DO PARANÁ - Pequeno 28º UNIMED DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - Pequeno 9º CAIXA ASSISTENCIAL E BENEFICENTE DOS FUNCIONÁRIOS DA ACARESC - Pequeno 19º CONFERÊNCIA SÃO JOSÉ DO AVAÍ - Pequeno 29º ASSOCIACAO PARANAENSE DO MINISTÉRIO PÚBLICO - Pequeno 10º FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA SOCIAL DO BNDES - Pequeno *Ver nota técnica 4 20º UNIMED NORDESTE RS - Grande 30º UNIMED DE MONTE ALTO - Pequeno

11 Ranking das 30 Unimeds com melhor qualificação no IDSS (Independente de porte e região) Set/2015 Ano base º UNIMED VALE DO CARANGOLA (MG) Pequeno porte 11º UNIMED ARARAQUARA (SP) Grande 21º UNIMED MACHADO (MG) Pequeno 2º UNIMED PALMEIRA DOS ÍNDIOS (AL) Pequeno 12º UNIMED CASCAVEL (PR) Médio 22º UNIMED PATOS (PB) Pequeno 3º UNIMED SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO (MG) Pequeno 13º UNIMED SÃO JOÃO NEPOMUCENO (MG) Pequeno 23º UNIMED VALE DAS ANTAS (RS) Pequeno 4º UNIMED IPAMERI (GO) Pequeno 14º UNIMED TUPÃ (SP) Pequeno 24º UNIMED BARBACENA (MG) Médio 5º UNIMED METROPOLITANA DO AGRESTE (AL) Pequeno 15º UNIMED SÃO JOSÉ DO RIO PARDO (SP) Pequeno 25º UNIMED MOCOCA (SP) Pequeno 6º UNIMED MISSÕES/RS (RS) Pequeno 16º UNIMED MONTE ALTO (SP) Pequeno 26º UNIMED NORTE PIONEIRO (PR) Pequeno 7º UNIMED ALÉM PARAÍBA (MG) Pequeno 17º UNIMED LIMEIRA (SP) Médio 27º UNIMED ARAÇATUBA (SP) Médio 8º UNIMED ORLÂNDIA (SP) Pequeno 18º UNIMED BELO HORIZONTE (MG) Grande 28º UNIMED VALES DO TAQUARI E RIO PARDO (RS) Grande 9º UNIMED NORDESTE-RS (RS) Grande 19º UNIMED FRANCISCO BELTRÃO (PR) Pequeno 29º UNIMED MORRINHOS (GO) Pequeno 10º UNIMED LEOPOLDINA (MG) Pequeno 20º UNIMED AMPARO (SP) Médio 30º UNIMED CAPIVARI (SP) Pequeno *Ver nota técnica 4

12 Ranking das 10 Unimeds por com melhor qualificação no IDSS Set/2015 Ano base 2014 GRANDE PORTE MÉDIO PORTE PEQUENO PORTE 1º UNIMED NORDESTE-RS (RS) 1º UNIMED CASCAVEL (PR) 1º UNIMED VALE DO CARANGOLA (MG) 2º UNIMED ARARAQUARA (SP) 2º UNIMED LIMEIRA (SP) 2º UNIMED PALMEIRA DOS ÍNDIOS (AL) 3º UNIMED BELO HORIZONTE (MG) 3º UNIMED AMPARO (SP) 3º UNIMED SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO (MG) 4º UNIMED VALES DO TAQUARI E RIO PARDO (RS) 4º UNIMED BARBACENA (MG) 4º UNIMED IPAMERI (GO) 5º UNIMED JUIZ DE FORA (MG) 5º UNIMED ARAÇATUBA (SP) 5º UNIMED METROPOLITANA DO AGRESTE (AL) 6º UNIMED PARANÁ (PR) 6º UNIMED POÇOS DE CALDAS (MG) 6º UNIMED MISSÕES/RS (RS) 7º UNIMED CURITIBA (PR) 7º UNIMED LESTE PAULISTA (SP) 7º UNIMED ALÉM PARAÍBA (MG) 8º UNIMED RIBEIRÃO PRETO (SP) 8º UNIMED ENCOSTA DA SERRA/RS (RS) 8º UNIMED ORLÂNDIA (SP) 9º UNIMED GOIÂNIA (GO) 9º UNIMED ASSIS (SP) 9º UNIMED LEOPOLDINA (MG) 10º UNIMED PORTO ALEGRE (RS) 10º UNIMED SÃO JOÃO DEL REI (MG) 10º UNIMED SÃO JOÃO NEPOMUCENO (MG) *Ver nota técnica 4

13 Faixas de IDSS dos Principais Concorrentes Set/2015 Ano base ,80 a 1,00 0,60 a 0,79 0,60 a 0,79 0,60 a 0,79 0,60 a 0,79 0,60 a 0,79 0,60 a 0,79

14 Unimed do Brasil Gestão Estratégica e Relacionamento com Unimeds

15 OBRIGADO

Ano Base 2013. Programa de Qualificação da Saúde Suplementar

Ano Base 2013. Programa de Qualificação da Saúde Suplementar Relatório da Qualificação das Operadoras 2014 Ano Base 2013 Programa de Qualificação da Saúde Suplementar Introdução O Programa de Qualificação das Operadoras consiste na avaliação sistemática de um conjunto

Leia mais

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005.

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Código Unimed 999 Unimed do Brasil 865 Central Nacional Unimed 960 Federação Equatorial 973 Federação Interfederativa do Estado

Leia mais

Relatórios de Sustentabilidade no Sistema Unimed. Panorama

Relatórios de Sustentabilidade no Sistema Unimed. Panorama Relatórios de Sustentabilidade no Sistema Unimed Panorama Contexto Os Relatórios de Sustentabilidade são um meio de informação cada vez mais demandado pela sociedade para conhecer a realidade das empresas

Leia mais

RELAÇÃO DAS UNIMED'S

RELAÇÃO DAS UNIMED'S UNIMED FEDERATIVAS 341 Unimed Angra dos Reis 143 Unimed A. Chateaubriand 290 Unimed Araruama 11 Unimed ABC 248 Unimed Barra do Piraí 329 Unimed Adamantina 052 Unimed Barra Mansa 308 Unimed Agreste Meridional

Leia mais

COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014

COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014 COMUNICAÇÃO ENCONTRO E PRÊMIO 2014 O Encontro de Comunicação do Sistema Unimed 2014 contou com 159 participantes. A pedido, ele foi realizado em conjunto com o Encontro de Marketing, entre os dias 30 de

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA SAÚDE SUPLEMENTAR APRESENTAÇÃO DA METODOLOGIA DO IDSS - ÍNDICE DO DESEMPENHO DA SAÚDE SUPLEMENTAR

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA SAÚDE SUPLEMENTAR APRESENTAÇÃO DA METODOLOGIA DO IDSS - ÍNDICE DO DESEMPENHO DA SAÚDE SUPLEMENTAR PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA SAÚDE SUPLEMENTAR APRESENTAÇÃO DA METODOLOGIA DO IDSS - ÍNDICE DO DESEMPENHO DA SAÚDE SUPLEMENTAR A ANS, AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR, está estabelecendo novos parâmetros

Leia mais

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo Sinog Março / 2011 Press Kit para Imprensa Sinog Sindicato Nacional das Empresas

Leia mais

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo Sinog Dezembro/ 2011 Press Kit para Imprensa Sinog Sindicato Nacional das Empresas

Leia mais

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A Unimed Federação Minas atua representando política e institucionalmente as 62 cooperativas médicas no estado, 5 federações regionais e 1 comitê, bem como os mais de 15 mil médicos

Leia mais

Saúde Suplementar em Números

Saúde Suplementar em Números Saúde Suplementar em Números Edição nº 9-2015 Setembro de 2015 Sumário Executivo Número de beneficiários de planos médico-hospitalares (setembro/15): 50.261.602; Taxa de crescimento do número de beneficiários

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS 29ª Edição Agosto de 214 SUMÁRIO EXECUTIVO Número de beneficiários de planos médico-hospitalares (Mar/14): 5.722.522; Taxa

Leia mais

2014 SETEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2014 SETEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2014 SETEMBRO Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários,

Leia mais

2014 DEZEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2014 DEZEMBRO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2014 DEZEMBRO Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos Elaboração, distribuição e informações: MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Diretoria

Leia mais

NORTE PTA. FRANCA ALTA MOGIANA BEBEDOURO BATATAIS PITANGUEIRAS SERTÃOZINHO MONTE ALTO RIBEIRÃO PRETO JABOTICABAL MOCOCA S.

NORTE PTA. FRANCA ALTA MOGIANA BEBEDOURO BATATAIS PITANGUEIRAS SERTÃOZINHO MONTE ALTO RIBEIRÃO PRETO JABOTICABAL MOCOCA S. Presença no Estado de São Paulo VICE- DRACENA ANDRADINA PRESIDENTE PRUDENTE JALES BIRIGUI ADAMANTINA ARAÇATUBA PENÁPOLIS TUPÃ ASSIS FERNANDÓPOLIS VOTUPORANGA MARÍLIA LINS OURINHOS S. JOSÉ DO RIO PRETO

Leia mais

Olhares sobre a Agenda Regulatória da ANS

Olhares sobre a Agenda Regulatória da ANS Olhares sobre a Agenda Regulatória da ANS Mercado de Saúde Suplementar Tabela 13 - Operadoras em atividade por porte, segundo modalidade (Brasil março/2012) Modalidade da operadora Total Sem beneficiários

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS 30ª Edição Outubro de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO Número de beneficiários de planos médico-hospitalares (jun/14): 50.930.043; Taxa

Leia mais

A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO

A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO A SAÚDE SUPLEMENTAR E A REGULAÇÃO IBDESS Fevereiro/2010 Fausto Pereira dos Santos Diretor-Presidente Vínculos a planos privados de assistência à saúde e registros no cadastro: Brasil (2000 2009) (milhões)

Leia mais

Panorama dos gastos com cuidados em saúde

Panorama dos gastos com cuidados em saúde Panorama dos gastos com cuidados em saúde Os custos da saúde sobem mais que a inflação em todo o mundo: EUA Inflação geral de 27% em dez anos, a inflação médica superou 100%; Brasil Inflação geral 150%

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

3.000.000 2.000.000 1.000.000 2.464.419 2.295.978 2.020.883 992.586 867.392 831.535 325.275 242.433 219.843 197.706

3.000.000 2.000.000 1.000.000 2.464.419 2.295.978 2.020.883 992.586 867.392 831.535 325.275 242.433 219.843 197.706 Rank Código ANS Nomes Beneficiários 1 326305 Amil 2.464.419 2 359017 Intermedica 2.295.978 3 302872 Amil (Medial) 2.020.883 4 306622 Amil (DixAmico) 992.586 5 368253 Hapvida 867.392 6 403911 Golden Cross

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013 FICHA TÉCNICA Duração: Janeiro à Dezembro 2013 Mecânica: os distribuidores serão divididos em 4 grupos levando em consideração faturamento total da distribuidora (PV + GV) 1 2 Belo Horizonte, Brasília,

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada 1400008703 BELEM PA 339 1400008703 BELO HORIZONTE MG 2.034 1400008703 BRASILIA DF 1.356 1400008703 CONGONHAS MG 54 1400008703 CUIABA MT 678 1400008703 GOIANIA GO

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Regiões Metropolitanas do Brasil

Regiões Metropolitanas do Brasil Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia IPPUR/UFRJ CNPQ FAPERJ Regiões Metropolitanas do Brasil Equipe responsável Sol Garson Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Juciano Martins Rodrigues Regiões Metropolitanas

Leia mais

Registro ANS Modalidade. 8751 AGEMED SAÚDE S.A. 339601 MG SC SAI Projeto Sequóia 196

Registro ANS Modalidade. 8751 AGEMED SAÚDE S.A. 339601 MG SC SAI Projeto Sequóia 196 Número do cadastro na ANS Razão Social da operadora 8751 AGEMED SAÚDE S.A. 339601 MG SC SAI Projeto Sequóia 196 Registro ANS Modalidade UF A área de atenção abordada Nome do programa META DE COBERTURA

Leia mais

2013 Março. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2013 Março. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2013 Março Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários,

Leia mais

2014 JUNHO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos

2014 JUNHO. Caderno de Informação da Saúde Suplementar. Beneficiários, Operadoras e Planos 2014 JUNHO Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários,

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar. Sumário Executivo. Nesta edição: Planos médico-hospitalares Informações gerais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar. Sumário Executivo. Nesta edição: Planos médico-hospitalares Informações gerais Junho 201 Sumário Executivo Nesta edição: Número de beneficiários de planos médicohospitalares (Mar/1): 48.802.991; Taxa de crescimento do número de beneficiários de planos médicos no período de: Dez/12

Leia mais

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição)

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição) Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional na saúde suplementar do Brasil por Denise Alves Baptista APRESENTAÇÃO Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional

Leia mais

MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS

MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS MAIOR POPULAÇÃO NEGRA DO PAÍS A população brasileira foi estimada em 184,4 milhões de habitantes, em 2005, segundo a PNAD, sendo que 91 milhões de pessoas se declararam de cor/raça parda ou preta, aproximando-se

Leia mais

3.000.000 2.000.000 1.000.000 2.489.239 2.270.578 2.050.498 1.052.432 818.993 864.748 328.552 223.651 220.002 198.142

3.000.000 2.000.000 1.000.000 2.489.239 2.270.578 2.050.498 1.052.432 818.993 864.748 328.552 223.651 220.002 198.142 Rank Código ANS Nomes Beneficiários 1 326305 Amil 2.489.239 2 359017 Intermedica 2.270.578 3 302872 Amil (Medial) 2.050.498 4 306622 Amil (DixAmico) 1.052.432 5 403911 Golden Cross 818.993 6 368253 Hapvida

Leia mais

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros > Lia Hasenclever (IE/UFRJ) 10º Encontro da ReINC 08 e 09 de novembro de 2007 Grupo

Leia mais

CLIMAS DO BRASIL MASSAS DE AR

CLIMAS DO BRASIL MASSAS DE AR CLIMAS DO BRASIL São determinados pelo movimento das massas de ar que atuam no nosso território. É do encontro dessas massas de ar que vai se formando toda a climatologia brasileira. Por possuir 92% do

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

UNIDAS. Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014

UNIDAS. Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014 UNIDAS Angélica Villa Nova de Avellar Du Rocher Carvalho Gerente-Geral de Análise Técnica da Presidência Brasília, 28 de abril de 2014 Saúde no Brasil Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado,

Leia mais

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP 1 ªReunião do GT de Indicadores de SADT 19/07/2012 GERPS/GGISE/DIDES/ANS Agenda Categorias

Leia mais

Incentivo à qualidade como estratégia da Unimed-BH. Helton Freitas Diretor-presidente

Incentivo à qualidade como estratégia da Unimed-BH. Helton Freitas Diretor-presidente Incentivo à qualidade como estratégia da Unimed-BH Helton Freitas Diretor-presidente Agenda P P P P A Unimed-BH no mercado Qualificação da Rede Prestadora DRG Certificação e acreditação da Operadora A

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Nota Técnica elaborada em 01/2014 pela CGAN/DAB/SAS. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NOTA TÉCNICA Nº15/2014-CGAN/DAB/SAS/MS

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp)

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Cursos de medicina UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h AC ACRE (Rio Branco) 40 748,49 AL UFAL ALAGOAS (Maceió) AM UFAM AMAZONAS (Manaus) AP UNIFAP AMAPÁ (Macapá) BA UFOB OESTE

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás ESTATÍSTICA POR E POR SEXO ASS VILHENENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE VILHENA 0 0 0 1 ASSOCIAÇÃO DE ENSINO UNIFICADO BRASÍLIA DF 0 0 0 1 CENTRO DE ENS SUPERIOR

Leia mais

ECONOMIA DA CULTURA - EQUIPAMENTOS AUDIOVISUAIS NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

ECONOMIA DA CULTURA - EQUIPAMENTOS AUDIOVISUAIS NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS IV ENECULT - Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura 28 a 30 de maio de 2008 Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. ECONOMIA DA CULTURA - EQUIPAMENTOS AUDIOVISUAIS NOS MUNICÍPIOS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Ciclo de Encontros Executivos As Melhores Práticas em Gestão de Saúde CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE SAÚDE NO BRASIL. Mozart de Oliveira Júnior

Ciclo de Encontros Executivos As Melhores Práticas em Gestão de Saúde CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE SAÚDE NO BRASIL. Mozart de Oliveira Júnior Ciclo de Encontros Executivos As Melhores Práticas em Gestão de Saúde CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO MERCADO DE SAÚDE NO BRASIL Mozart de Oliveira Júnior Histórico Atividades caritativas e ação sobre o ambiente

Leia mais

MENSURANDO OS CUSTOS EM SAÚDE CENÁRIO ATUAL E PERSPECTIVAS NO ÂMBITO PÚBLICO E SUPLEMENTAR. Tania Moreira Grillo Pedrosa

MENSURANDO OS CUSTOS EM SAÚDE CENÁRIO ATUAL E PERSPECTIVAS NO ÂMBITO PÚBLICO E SUPLEMENTAR. Tania Moreira Grillo Pedrosa MENSURANDO OS CUSTOS EM SAÚDE CENÁRIO ATUAL E PERSPECTIVAS NO ÂMBITO PÚBLICO E SUPLEMENTAR Tania Moreira Grillo Pedrosa SISTEMA DE SAÚDE CENÁRIO MACROECONÔMICO BRASILEIRO Indicadores Econômicos Brasil

Leia mais

PERFIL DOS RADIOLOGISTAS NO BRASIL: análise dos dados INTRODUÇÃO

PERFIL DOS RADIOLOGISTAS NO BRASIL: análise dos dados INTRODUÇÃO 1 PERFIL DOS RADIOLOGISTAS NO BRASIL: análise dos dados INTRODUÇÃO O Brasil conta hoje, com 254.886 médicos em atividade profissional (CFM, 2003). O contingente de radiologistas é da ordem de 5388, o que

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar 1. Informações Gerais No segundo trimestre de 2010, o número de beneficiários de planos de saúde cresceu 1,9%, totalizando 44.012.558

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Atualização: 26/outubro Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010 ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL PROFESSORES DAS REDES ESTADUAIS NO BRASIL A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar Nota de Acompanhamento do Caderno de Informação da Saúde Suplementar 1. Informações Gerais Pelo quarto ano consecutivo, a ANS apresenta dados de crescimento do número de beneficiários do setor acima de

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo Departamento de Medicina Social da Faculdade de Ciências

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro JULHO DE 2014 BRASIL O mês de julho de 2014 fechou com um saldo líquido positivo de 11.796 novos empregos em todo país, segundo dados do Cadastro

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 2 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 3 Variáveis de conteúdo... 3 %Pessoas

Leia mais

Geração de Emprego Formal no NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 2011

Geração de Emprego Formal no NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 2011 Geração de Emprego Formal no RIO DE JANEIRO NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 211 1 211 O crescimento da economia fluminense nos últimos

Leia mais

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010 Posição Nome do Município Estado Região RM, RIDE ou Aglomeração Urbana 1 Salvador BA Nordeste RM Salvador 2 Maceió AL Nordeste RM Maceió 3 Rio de Janeiro RJ Sudeste RM Rio de Janeiro 4 Manaus AM Norte

Leia mais

Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde

Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde Empresa de Consultoria especializada em Gestão do Negócio Saúde Consultoria Técnica para a Gestão da Sinistralidade Suporte para Organização das Auditorias Operadora Consultoria Técnica em OPME Auditorias,

Leia mais

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010

Avaliação dos planos de saúde Brasil. Dezembro de 2010 Avaliação dos planos de saúde Brasil Dezembro de 2010 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil da amostra Avaliação dos planos ou seguros saúde Avaliação geral dos planos de saúde Desempenho dos planos de

Leia mais

Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU Confederação COOPERATIVA DE 2º GRAU Federação ou Central COOPERATIVA

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar

Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar Parcerias: PeNSE 1. Introdução Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar O IBGE, em parceria com o Ministério da Saúde e da Educação realizará, em 2015, a 3ª edição da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

Código Unimed Autorizador 001 SANTOS On-line 002 CAMPINAS On-line 003 PIRACICABA On-line 004 SÃO JOSE DOS CAMPOS Off-line 005 LONDRINA On-line 006

Código Unimed Autorizador 001 SANTOS On-line 002 CAMPINAS On-line 003 PIRACICABA On-line 004 SÃO JOSE DOS CAMPOS Off-line 005 LONDRINA On-line 006 Código Unimed Autorizador 001 SANTOS On-line 002 CAMPINAS On-line 003 PIRACICABA On-line 004 SÃO JOSE DOS CAMPOS Off-line 005 LONDRINA On-line 006 BELO HORIZONTE On-line 008 RIBEIRAO PRETO On-line 009

Leia mais

EDITAL CAPES N o 11/2014 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL RESULTADO FINAL - PROPOSTAS RECOMENDADAS

EDITAL CAPES N o 11/2014 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL RESULTADO FINAL - PROPOSTAS RECOMENDADAS CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS R$ 165.000,00 CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA NUCLEAR R$ 165.000,00 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECN. CELSO SUCKOW DA FONSECA R$ 395.500,00 CENTRO FEDERAL

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde

Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde 10/09/2014 Unidades e Serviços 40 Hospitais CEADIS 52 AMEs CRI Norte 7 Reabilitação Rede Lucy 3 CEAC 3 SEDI CROSS Total de Unidades/Serviços :

Leia mais

UNIMED SERGIPE AGÊNCIA DE NOTÍCIAS. A Unimed do Brasil agradece a participação da. na categoria NEWSLETTER. Comunicação em Sintonia

UNIMED SERGIPE AGÊNCIA DE NOTÍCIAS. A Unimed do Brasil agradece a participação da. na categoria NEWSLETTER. Comunicação em Sintonia UNIMED SERGIPE AGÊNCIA DE NOTÍCIAS UNIMED VOLTA REDONDA Atenção Unimed: o boletim eletrônico dos colaboradores da Unimed Volta Redonda UNIMED CAMPO GRANDE Boletim do Colaborador UNIMED FLORIANÓPOLIS Boletim

Leia mais

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Informações Básicas Recursos Humanos Foram pesquisadas as pessoas que trabalhavam na administração direta e indireta por vínculo empregatício e escolaridade;

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança Metodologia Seleção

Leia mais

PORTARIA GM Nº 1.278, DE 25 DE JUNHO DE 2008

PORTARIA GM Nº 1.278, DE 25 DE JUNHO DE 2008 PORTARIA GM Nº 1.278, DE 25 DE JUNHO DE 2008 Redefine os limites financeiros destinados ao custeio da Nefrologia (TRS), dos Estados, Distrito Federal e Municípios. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso

Leia mais

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO Com um médico para 410 habitantes, taxa cresceu 33% em dez anos, revela levantamento do Cremesp realizado em março de 2010 Aconcentração de médicos

Leia mais

O PROCESSO REGULATÓRIO DO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE NO PERÍODO PÓS AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

O PROCESSO REGULATÓRIO DO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE NO PERÍODO PÓS AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR O PROCESSO REGULATÓRIO DO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE NO PERÍODO PÓS AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR Debora Maltez Farias Costa - ANS Garibaldi Dantas Gurgel Júnior - FIOCRUZ Idê Gomes Dantas Gurgel

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 Dispõe sobre o acompanhamento e avaliação da garantia de atendimento dos beneficiários pelas operadoras de planos de assistência à saúde, regulamenta

Leia mais

Governança Corporativa na Saúde Suplementar

Governança Corporativa na Saúde Suplementar Governança Corporativa na Saúde Suplementar João Carlos Alves da Silva Júnior Gerente-Geral de Regimes Especiais Diretoria de Normas e Habilitação das Operadoras 15 de outubro de 2013 (milhões) Beneficiários

Leia mais

Check list portal da Operadora Atualização: Validade:

Check list portal da Operadora Atualização: Validade: Capítulo 01 RN 16 Estabelece medidas normativas a serem adotadas pelas Operadoras de planos privados de assitistência à saúde, relativas aos materiais publicitários de caráter institucional. RN 16 1.1

Leia mais

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de 1 www.santahelenasuade.com.brmecanismos de Regulação 2 A CONTRATADA colocará à disposição dos beneficiários do Plano Privado de Assistência à Saúde, a que alude o Contrato, para a cobertura assistencial

Leia mais

Registro de Produtos. Treinamento

Registro de Produtos. Treinamento Registro de Produtos Treinamento CENÁRIO REGULAMENTAR PARA REGISTRO DE PRODUTOS Cronologia das Resoluções referentes ao Produto Adequação, Registro e Manutenção. Atuação da Equipe Rede de Recursos quanto

Leia mais

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Araxá Araguaína R$ 20,00 Araxá Barcelos R$ 25,00 Araxá

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE. Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585

QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE. Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585 QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585 Sistema Unimed no Estado de São Paulo Singulares - 73 Intrafederativas - 6 Federação Estadual

Leia mais

Desafios e Rumos da Saúde Suplementar QUALISS GERPS/GGISE/DIDES/ANS. GERPS - Coordenadoria de Qualidade

Desafios e Rumos da Saúde Suplementar QUALISS GERPS/GGISE/DIDES/ANS. GERPS - Coordenadoria de Qualidade Desafios e Rumos da Saúde Suplementar QUALISS GERPS/GGISE/DIDES/ANS 1 GERPS - Coordenadoria de Qualidade Agenda Cenário Atual do Setor Por que Qualidade e Segurança em Saúde? Programas de Qualificação

Leia mais

Junho2015. Caderno de Informação. da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos. Rio de Janeiro - 2015. ISSN online 1981-0962

Junho2015. Caderno de Informação. da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos. Rio de Janeiro - 2015. ISSN online 1981-0962 Junho2015 Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras e Planos Rio de Janeiro - 2015 ISSN online 1981-0962 Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários, Operadoras

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Escova dentes 2x ou + p/dia...

Leia mais

Caderno de Informação da Saúde Suplementar

Caderno de Informação da Saúde Suplementar 2010 Setembro Caderno de Informação da Saúde Suplementar Beneficiários Operadoras Planos de Saúde ISSN 1981-0962 MINISTÉRIO DA SAÚDE Agência Nacional de Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde

Leia mais

Momento Atual do Sistema Unimed

Momento Atual do Sistema Unimed Momento Atual do Sistema Unimed Dr. Eudes de Freitas Aquino Diretor Presidente da Unimed do Brasil Contexto: A Saúde Suplementar no Brasil e no Mundo Proporção de gastos com Saúde Setor Privado e Público

Leia mais

Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil

Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil As Condições de Sa ú d e Oc u l a r n o Br a s i l 2012 124 Dados gerais sobre o atendimento oftalmológico no Brasil As Condições de Sa ú d e Oc u l a r n o Br a s i l 2012 126 Dados de financiamento

Leia mais

Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS

Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS Recursos destinados pelo Ministério da Saúde também vão melhorar a qualidade da assistência aos usuários da rede pública na área de nefrologia.

Leia mais

Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais

Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais Carlos Figueiredo Diretor Executivo Agenda Anahp Brasil: contexto geral e econômico Brasil: contexto

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás COMISSÃO DE ESTÁGIO E EXAME DE ORDEM MASCULINO ASS VILHENENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA DE VILHENA ASSOC DE ENSINO E CULTURA DO MS ASSOCIAÇÃO DE ENSINO UNIFICADO

Leia mais

1 - Dos procedimentos que constam no Rol, quais foram os 10 mais negados em 2012, 2013, 2014?

1 - Dos procedimentos que constam no Rol, quais foram os 10 mais negados em 2012, 2013, 2014? E-Sic Número: 25820.004145/2014-61 Data de abertura: 19/11/2014-10:28 Demandante: Idec - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor Resumo da solicitação: Principais procedimentos negados Prazo: 09/12/2014

Leia mais

RELACIONADOS 04/12/2013. Elaborado por: Moacir José Grunitzky GRUNITZKY AUDITORES INDEPENDENTES S/S

RELACIONADOS 04/12/2013. Elaborado por: Moacir José Grunitzky GRUNITZKY AUDITORES INDEPENDENTES S/S Elaborado por: Moacir José Grunitzky GRUNITZKY AUDITORES INDEPENDENTES S/S PRINCIPAIS NORMATIVOS RELACIONADOS RN n.º 159, de 2007, e alterações dispõe sobre ativos garantidores. RN n.º 206, de 2009, e

Leia mais

2.463.466 NACIONAL F 3 2 90 0 112 2.463.466 TOTAL - FISCAL 44.744.830 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 44.744.830

2.463.466 NACIONAL F 3 2 90 0 112 2.463.466 TOTAL - FISCAL 44.744.830 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 44.744.830 UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 0750 APOIO ADMINISTRATIVO 5.580.000 12 122 0750 2000 ADMINISTRACAO DA UNIDADE 5.580.000 12 122 0750 2000 0053 ADMINISTRACAO DA UNIDADE - NO DISTRITO FEDERAL 5.580.000

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Doenças Crônicas hipertensão arterial Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo...

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS Cidade Região População Evangélicos %Evang MANTENA ValedoAçoMG 27,1 12,1 44,6% TIMOTEO ValedoAçoMG 81,2 33,2 40,9% IPATINGA ValedoAçoMG 239,5 96,2 40,2% CORONEL FABRICIANO ValedoAçoMG

Leia mais

Agência Nacional de Saúde Suplementar. Chile, Agosto 2011

Agência Nacional de Saúde Suplementar. Chile, Agosto 2011 Agência Nacional de Saúde Suplementar Chile, Agosto 2011 Dados do Setor Planos de Saúde Planos de Saúde Médico Hospitalares Exclusivamente Odontológicos Consumidores Número de Operadoras Faturamento em

Leia mais