Estimativa de Software Baseada em Ponto de Caso de Uso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estimativa de Software Baseada em Ponto de Caso de Uso"

Transcrição

1

2 Estimativa de Software Baseada em Ponto de Caso de Uso

3 Apresentação Fabio Pinheiro Abreu Bacharel em Ciência da Computação Mestre em Informática Aplicada Certificado PMP Implementador Oficial MPS.BR Consultor em Gestão e Processos Professor na Área de Gestão de Projetos Conselheiro de 2006 a 2009 e Diretor em 2010 do PMI-CE Mais de 10 anos de experiência na área de TI tendo trabalhado no BANCO DO NORDESTE, UNISYS BRASIL, INSTITUTO ATLÂNTICO gerenciando projetos e portfólios para clientes como CPQD, EPSON, FORD/TROLLER, DÍGITRO, PADTEC, TOLEDO e TRIBUNAL DE JUSTICA DO CEARÁ

4 Agenda 1 - Motivação 2 - Tipos de Estimativas 3 - Ponto de Caso de Uso 4 - Quem utiliza 5 Ponderação de Atores 6 Ponderação de Casos de Uso 7 Contagem de Transações 8 Pontos de Casos de Uso Não-Ajustados 9 Ponderação de Fatores Técnicos 10 Ponderação de Fatores Ambientais 11 Estimativa de Tamanho 12 Estimativa de Esforço

5 Motivação Estimativas são um dos grandes desafios para contratantes e fornecedores de serviços de desenvolvimento de software pois afetam a análise de viabilidade, elaboração de propostas, o planejamento e acompanhamento dos projetos;

6 Tipos de Estimativas Estimativa de Tamanho Grandeza física medida através dos requisitos, análise & projeto ou código do software com base nas suas funções e complexidade do problema Estimativa de Esforço Trabalho necessário para desenvolvimento do projeto obtido a partir da estimativa de tamanho Estimativa de Prazo Tempo necessário para desenvolvimento do projeto obtido a partir da estimativa de esforço e quantidade de recursos envolvidos no projeto

7 Ponto de Caso de Uso Técnica de estimativa de tamanho de projeto de software orientado a objetos Explora o modelo e a descrição dos casos de uso Depende de uma padronização dos casos de uso pois a contagem se baseia em transações identificadas nos fluxos de eventos É uma técnica simples e aplicável desde o início do processo de desenvolvimento de software

8 Quem utiliza Banco do Nordeste do Brasil BNB; Instituto Atlântico Centro de Gestão e Desenvolvimento Tecnológico CGDT E-NOVAR Soluções Tecnológicas

9 Ponderação de Atores Complexidade Descrição Fator Simples Aplicação com API definidas 1 Intermediário Complexo Aplicação com interface baseada em protocolo ou interação de usuário baseado em linhas de comando Interação de usuário através de interface gráfica 2 3 UAW (Unadjusted Actor Weight) = Fator dos Atores

10 Ponderação de Casos de Uso Complexidade Descrição Fator Simples Intermediário Complexo Até 3 transações incluindo fluxos alternativos De 4 a 7 transações incluindo fluxos alternativos De 8 a 11 transações incluindo fluxos alternativos N-Complexo Acima de 11 transações Fx Fx = 15*(transações/11) + Fator(resto da divisão de transações/11) UUCW (Unadjusted Use Case Weight) = Fator dos UCs

11 Contagem de Transações O que é uma transação? É um conjunto de atividades atômicas, as quais são executadas completamente ou não ; É um evento que ocorre entre o ator e o sistema ; São passos dos fluxos de eventos de casos de uso, que deve ser executado por completo, ou a realização de algum processamento complexo ;

12 Contagem de Transações O que contar? passos que contenham campos de entrada possuindo valores passíveis de escolha originados de leitura de dados (listas de opções, combos e grids); passos que apresentem retorno de consultas com filtros preenchidos por buscas em bancos de dados;

13 Contagem de Transações O que contar? passos que proporcionem validações complexas de negócio; passos que contenham uma geração de relatório são considerados como uma transação, e cada filtro originado da leitura de dados das consultas será considerado uma outra transação;

14 Contagem de Transações O que contar? passos que apresentem funcionalidades de consultas auxiliares como casos de uso a parte (pop-up);

15 Contagem de Transações O que contar? passos onde existirem validações simples de campo de entrada de dados são considerados como uma única transação se a quantidade de validações for menor ou igual a 10. Se a quantidade de validações for maior que 10, conta-se uma transação a cada grupo de 5 validações;

16 Contagem de Transações O que NÃO contar? passos que descrevam o início e o fim do caso de uso, por exemplo, O caso de uso se inicia... ou o caso de uso se encerra... ; passos que detalhem a interação entre o sistema e o ator, por exemplo, O usuário pressiona confirmar ou o sistema solicita ao usuário informar a operação (incluir, alterar, excluir) ;

17 Contagem de Transações O que NÃO contar? passos que solicitem escolhas com valores fixos (sem leitura de dados); passos que façam leituras auxiliares de dados que já tenham sido realizadas em outros fluxos do mesmo caso de uso; fluxos alternativos que contenham mensagens de erro.

18 Pontos de Casos de Uso Não-Ajustados UUCP = UAW + UUCW UUCP: Unadjusted Use Case Points UAW: Unadjusted Actor Weight UUCW: Unadjusted Use Case Weight

19 Ponderação de Fatores Técnicos Descrição Peso Fator T1 Sistemas Distribuídos 2 X1 T2 Tempo de Resposta / Desempenho 1 X2 T3 Eficiência Online 1 X3 T4 Processamento Interno Complexo 1 X4 T5 Código reutilizável 1 X5 T6 Facilidade de Instalação 0,5 X6 T7 Usabilidade 0,5 X7 T8 Portabilidade 2 X8 T9 Facilidade de Manutenção 1 X9 T10 Acessos simultâneos 1 X10 T11 Aspectos Especiais de Segurança 1 X11 T12 Acesso Direto para Terceiros 1 X12 T13 Facilidades Especiais de Treinamento 1 X13

20 Ponderação de Fatores Técnicos TCF = 0,6 + (0,01 * Peso*Fator Ti) TCF: Technical Complexity Factor Peso: Ponderação de cada T no modelo de estimativas Fator: Valor de 0 a 5 atribuído para cada T, onde: 0 Não, 1 Pouco, 2 Razoável, 3 Médio, 4 Muito e 5 - Elevado

21 Ponderação de Fatores Ambientais Descrição Peso Fator E1 Familiaridade com o Processo de Desenvolvimento 1,5 X1 E2 Experiência na Aplicação 0,5 X2 E3 Experiência em Orientação a Objetos 1 X3 E4 Experiência do Líder do Projeto 0,5 X4 E5 Motivação 1 X5 E6 Estabilidade dos Requisitos 2 X6 E7 Membros da Equipe com Dedicação Parcial -1 X7 E8 Dificuldade da Linguagem de Programação -1 X8

22 Ponderação de Fatores Ambientais EF = 1,4 + (-0,03 * Peso*Fator Ei) EF: Enterprise Factor Peso: Ponderação de cada E no modelo de estimativas Fator: Valor de 0 a 5 atribuído para cada E, onde: 0 Não, 1 Pouco, 2 Razoável, 3 Médio, 4 Muito e 5 - Elevado

23 Estimativa de Tamanho UCP = UUCP*TCF*EF UCP: Use Case Points UUCP: Unadjusted Use Case Points TCF: Technical Complexity Factor EF: Enterprise Factor

24 Estimativa de Esforço Esforço = UCP*Produtividade*Gestão*Risco UCP: Use Case Points Produtividade: Horas necessárias para produzir 1 UCP Gestão: Fator de gestão do processo de desenvolvimento Risco: Fator de risco do projeto

25 Referências Pontos de Casos de Uso Técnicos (TUCP): Uma Extensão da UCP Tatiana Cavalcanti Monteiro; Estimating Object-Oriented Software Projects With Use Cases Kirsten Ribu; Metrics for Objectory Gustav Karner;

26 Obrigado! (85) (85)

Uma Abordagem de Estimativa de Software Baseada em Produtividade por Categoria de Caso de Uso

Uma Abordagem de Estimativa de Software Baseada em Produtividade por Categoria de Caso de Uso Uma Abordagem de Estimativa de Software Baseada em Produtividade por Categoria de Caso de Uso Paula Franklin Chaves de Sousa 2, Fabio Pinheiro Abreu 1, 2 1 Universidade de Fortaleza UNIFOR Mestrado em

Leia mais

UNICAMP Especialização em Engenharia de Software INF-322 Gerenciamento de Projetos de Software: Conceitos e Práticas. Equipe 9

UNICAMP Especialização em Engenharia de Software INF-322 Gerenciamento de Projetos de Software: Conceitos e Práticas. Equipe 9 UNICAMP Especialização em Engenharia de Software INF-322 Gerenciamento de Projetos de Software: Conceitos e Práticas Equipe 9 Antônio Schwartz Edmon da Silva Marcelo Uchimura Paulo Ormenese Raphael Guimenes

Leia mais

Estima de pontos de caso de uso Trabalho substitutivo ao Projeto Integrador

Estima de pontos de caso de uso Trabalho substitutivo ao Projeto Integrador Estima de pontos de caso de uso Trabalho substitutivo ao Projeto Integrador Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Gerencia de Projetos Professor: Elias Batista Ferreira Aluna: Kaysmier

Leia mais

INICIAÇÃO DO PROJETO PLANEJAMENTO PRELIMINAR. Engenharia de Software INE 5622. Planejamento de projetos de SW. O Planejamento de projetos de SW

INICIAÇÃO DO PROJETO PLANEJAMENTO PRELIMINAR. Engenharia de Software INE 5622. Planejamento de projetos de SW. O Planejamento de projetos de SW Engenharia de Software INE 5622 O Planejamento de projetos de SW Walter de Abreu Cybis Outubro, 2006 Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística Curso de Bacharelado

Leia mais

Pontos por Caso de Uso

Pontos por Caso de Uso Foi proposto em 99 por Gustav Karner; Baseou-se na Análise por Pontos de Função; Trata de estimar o tamanho de um sistema de acordo com: o modo como os usuários o utilizarão; a complexidade de ações requerida

Leia mais

Professor X Software Educativo: a difícil tarefa de escolher

Professor X Software Educativo: a difícil tarefa de escolher Professor X Software Educativo: a difícil tarefa de escolher Maria de Fátima Costa de Souza 1,*, Mauro C. Pequeno 1, José Aires C. Filho 2 1 Departamento de Computação Universidade Federal do Ceará (UFC)

Leia mais

Estimativa por Use Case Point (UCP)

Estimativa por Use Case Point (UCP) Estimativa por Use Case Point (UCP) A análise de sistemas Orientados a Objetos já utiliza, comumente, os diagramas de Casos de Uso (Use Cases) para descrever as funcionalidades do sistema de acordo com

Leia mais

Uso da curva ABC na Técnica de Análise por Pontos de Função nas Estimativas de Projetos de Softwarea

Uso da curva ABC na Técnica de Análise por Pontos de Função nas Estimativas de Projetos de Softwarea Uso da curva ABC na Técnica de Análise por Pontos de Função nas Estimativas de Projetos de Softwarea Ivanir Costa Melhorando a Relação com o Cliente Cronogramas Previsíveis Custos Previsíveis Funcionalidade

Leia mais

Estimação do esforço de desenvolvimento de um sistema de software com Use Case Points: Análise de um Caso de Aplicação CAPSI 2012

Estimação do esforço de desenvolvimento de um sistema de software com Use Case Points: Análise de um Caso de Aplicação CAPSI 2012 Estimação do esforço de desenvolvimento de um sistema de software com Use Case Points: Análise de um Caso de Aplicação CAPSI 2012 André Sousa 1, Ricardo J. Machado 2, Pedro Ribeiro 3. 1) Departamento de

Leia mais

Dimensionamento de Sistemas na REDEPRO Paulo Roberto de Miranda Samarani

Dimensionamento de Sistemas na REDEPRO Paulo Roberto de Miranda Samarani 4º Seminário REDEPRO Julho/2006 1 Dimensionamento de Sistemas na REDEPRO Paulo Roberto de Miranda Samarani samarani@procergs.rs.gov.br 2 Agenda Contextualização Processo de medição Estimativas de tamanho

Leia mais

Utilizando métricas para dimensionar um software.

Utilizando métricas para dimensionar um software. Utilizando métricas para dimensionar um software. Entenda como funcionam as Métricas de Software, como e quando devem ser utilizadas, e qual a real necessidade do uso desta técnica da Engenharia de Software.

Leia mais

Pontos de Função na Engenharia de Software

Pontos de Função na Engenharia de Software Pontos de Função na Engenharia de Software Diana Baklizky, CFPS Este documento contém informações extraídas do Manual de Práticas de Contagem do IFPUG. Essas informações são reproduzidas com a permissão

Leia mais

Registrando Requisitos com Casos de Uso

Registrando Requisitos com Casos de Uso Curso de bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina de Projeto II: Análise e Projeto de Sistemas Registrando Requisitos com Casos de Uso Guilherme Lacerda guilhermeslacerda@gmail.com Roteiro Introdução

Leia mais

Condomínio Online. Especificação de um sistema de gestão condominial. UFRGS Instituto de Informática Engenharia de Software Condomínio Online

Condomínio Online. Especificação de um sistema de gestão condominial. UFRGS Instituto de Informática Engenharia de Software Condomínio Online UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA Page 1 Especificação de um sistema de gestão condominial Gabriel Roleto, Matheus Jullien, Pedro Krieger, Pedro Dusso 09/12/2010 CONTEÚDO

Leia mais

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte 2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte O MPS.BR tem como foco, ainda que não exclusivo, atender a micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - OVERVIEW. Ana Carina M. Almeida de Melo carina@ufba.br Fábrica de Software STI - UFBA

GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - OVERVIEW. Ana Carina M. Almeida de Melo carina@ufba.br Fábrica de Software STI - UFBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - OVERVIEW Ana Carina M. Almeida de Melo carina@ufba.br Fábrica de Software STI - UFBA ANA CARINA CURRÍCULO RESUMIDO Bacharel em Informática para UCSal; Mestre em Ciência

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Uma Abordagem Semi-Automática para a Avaliação Comparativa de Software Educacional de Matemática

Uma Abordagem Semi-Automática para a Avaliação Comparativa de Software Educacional de Matemática Uma Abordagem Semi-Automática para a Avaliação Comparativa de Software Educacional de Matemática Ma. de Fátima C. de Souza 1, José Aires C. Filho 2 Mauro C. Pequeno 1 fatimasouza@lia.ufc.br j.castro@ufc.br

Leia mais

Uma Metodologia para Estimativa de Esforço em Projetos de Softwares Desenvolvidos com ICONIX Empregando Use Case Points

Uma Metodologia para Estimativa de Esforço em Projetos de Softwares Desenvolvidos com ICONIX Empregando Use Case Points 119 Uma Metodologia para Estimativa de Esforço em Projetos de Softwares Desenvolvidos com ICONIX Empregando Use Case Points Fabrício S. Melo 1 1 Universidade Estácio de Sergipe (FASE) Rua Teixeira de Freitas,

Leia mais

Synergia. Synergia. Treinamento em Análise de Pontos de Função 1

Synergia. Synergia. Treinamento em Análise de Pontos de Função 1 Treinamento em Análise de Pontos de Função 1 Synergia Synergia O Synergia é o laboratório de Engenharia de Software do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),

Leia mais

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Especialização em Gerência de Projetos de Software Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto

Leia mais

Padrões de Qualidade e Métricas de Software. Aécio Costa

Padrões de Qualidade e Métricas de Software. Aécio Costa Padrões de Qualidade e Métricas de Software Aécio Costa Qual o Principal objetivo da Engenharia de Software? O principal objetivo da Engenharia de Software (ES) é ajudar a produzir software de qualidade;

Leia mais

Análise de Ponto de Função

Análise de Ponto de Função Complemento para o Curso Análise de Ponto de Função FUNÇÕES DO TIPO DADO O termo Arquivo não significa um arquivo do sistema operacional, como é comum na área de processamento de dados. Se refere a um

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software

Processos de Desenvolvimento de Software Processos de Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR Bacharelado em Ciência da Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR Bacharelado em Ciência da Computação SOFT DISCIPLINA: Engenharia de Software AULA NÚMERO: 13B DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO O objetivo desta aula é apresentar, discutir o conceito de métricas de software orientadas a função. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Gerenciamento de Riscos (Principais Conceitos)

Gerenciamento de Riscos (Principais Conceitos) Gerenciamento de Riscos (Principais Conceitos) Carlos Sérgio Mota Silva, PMP, CBPP Instrutor Certificado PMP pelo PMI e CBPP pela ABPMP MBA Executivo pela COOPEAD-UFRJ Bacharel em Ciências da Computação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 03)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 03) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 03) 1 ERP Sistema para gestão dos recursos administrativos-financeiros,

Leia mais

15/03/2010. Análise por pontos de função. Análise por Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função

15/03/2010. Análise por pontos de função. Análise por Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função. Componentes dos Pontos de Função Análise por pontos de função Análise por Pontos de Função Referência: Manual de práticas de contagem IFPUG Versão 4.2.1 Técnica que permite medir a funcionalidade de um software ou aplicativo, sob a visão

Leia mais

Software na medida certa: desmistificando pontos de função

Software na medida certa: desmistificando pontos de função FATTO Consultoria e Sistemas - www.fattocs.com Software na medida certa: desmistificando pontos de função Guilherme Siqueira Simões +55 (27) 8111-7505 guilherme.simoes@fattocs.com.br Fatto Consultoria

Leia mais

Curso de Engenharia de Requisitos

Curso de Engenharia de Requisitos Curso de Engenharia de Requisitos A Engenharia de Requisitos é uma disciplina fundamental na especificação correta e no uso de uma linguagem compreensível tanto para o negócio quanto para tecnologia da

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA COORDENAÇÃO-GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENCARTE R

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA COORDENAÇÃO-GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENCARTE R ENCARTE R Estimativa de de Software Estimativa de de Software: Contratação de Serviços de Fábrica de Software Página 1 de 10 SUMÁRIO 1 REFERÊNCIAS... 3 1 INTRODUÇÃO... 3 3.1 ESTIMATIVA PRELIMINAR... 4

Leia mais

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Laboratório de Tecnologia de Software LTS www.ufpa.br/lts Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologias de Informação

Leia mais

Curso de Engenharia de Requisitos

Curso de Engenharia de Requisitos Curso de Engenharia de Requisitos A Engenharia de Requisitos é uma disciplina fundamental na especificação correta e no uso de uma linguagem compreensível tanto para o negócio quanto para tecnologia da

Leia mais

Estendendo a Contagem de Pontos de Caso de Uso para Aplicação na Terceirização do Desenvolvimento de Software

Estendendo a Contagem de Pontos de Caso de Uso para Aplicação na Terceirização do Desenvolvimento de Software Estendendo a Contagem de Pontos de Caso de Uso para Aplicação na Terceirização do Desenvolvimento de Software Gustavo Bestetti Ibarra 1,2, Patrícia Vilain 1 1 Departamento de Informática e Estatística

Leia mais

Simular de Financiamento

Simular de Financiamento Simular de Financiamento Versão: PI001 1. Objetivo deste documento Este documento tem como objetivo autorizar formalmente o início de um projeto e contém informações necessárias para o entendimento do

Leia mais

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software v.2

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software v.2 .:: Universidade Estadual de Maringá Bacharelado em Informática Eng. de Software III :. Sistema de Gerenciamento de Eventos - Equipe 09 EPSI Event Programming System Interface Metodologia e Gerenciamento

Leia mais

www.aciccolombo.com.br.com.br Serviço Completo para a Gestão de sua Nota Fiscal Eletrônica

www.aciccolombo.com.br.com.br Serviço Completo para a Gestão de sua Nota Fiscal Eletrônica Serviço Completo para a Gestão de sua Nota Fiscal Eletrônica NF-e OnDemand Serviço Completo para a Gestão de sua Nota Fiscal Eletrônica através de um provedor de aplicação Parcerias de Sucesso! Firmamos

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras MarkVision

Software de gerenciamento de impressoras MarkVision Software de gerenciamento de impressoras MarkVision O MarkVision para Windows 95/98/2000, Windows NT 4.0 e Macintosh é fornecido com a sua impressora no CD Drivers, MarkVision e Utilitários. 1 A interface

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PROJETO NOVAS FRONTEIRAS DECLARAÇÃO DE TRABALHO TREINAMENTO STATEMENT OF WORK Preparado por Nelson Azevedo Membro do Time Versão 1 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto 28/11/2010 Propósito

Leia mais

Banco do Brasil S.A. Consulta ao Mercado - RFP - Request for Proposa Aquisição de Ferramenta de Gestão de Limites Dúvida de Fornecedor

Banco do Brasil S.A. Consulta ao Mercado - RFP - Request for Proposa Aquisição de Ferramenta de Gestão de Limites Dúvida de Fornecedor 1. Em relação ao módulo para Atribuição de Limites, entendemos que Banco do Brasil busca uma solução para o processo de originação/concessão de crédito. Frente a essa necessidade, o Banco do Brasil busca

Leia mais

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Análise dos Requisitos de Software

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Análise dos Requisitos de Software Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE Análise dos Requisitos de Software Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Roteiro Introdução Tipos de requisitos Atividades Princípios da

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO)

IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) Msc. Cassio Germano, PMP Diretor PORTFOLIO Gestão e Capacitação Presidente Project Management Institute Seção Ceará 06/11/2009 Apresentação Prof. Msc. Cassio

Leia mais

Copyright Total Metrics

Copyright Total Metrics Introdução A contagem de pontos de função pode ser realizada em vários "níveis", os quais fornecem uma contagem que tem: Decisões documentadas para diferentes níveis de detalhe Resultados com diferentes

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº 010/2013 - UCP/NPE/SEMARH

TERMO DE REFERÊNCIA nº 010/2013 - UCP/NPE/SEMARH Projeto Cerrado Sustentável Goiás Acordo de Doação GEF nº TF097157 TERMO DE REFERÊNCIA nº 010/2013 - UCP/NPE/SEMARH Contratação de Pessoa Jurídica para Desenvolvimento de Sistema Web de Cadastro de Processos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: GERÊNCIA DE

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Gustavo Siqueira Simões - PMP e CFPS http://www.linkedin.com/in/gustavosimoes gustavo.simoes@fattocs.com.br skype: gustavosimoes +55(11)

Leia mais

Migração do Ambiente UNISYS PROCERGS Audiência Pública

Migração do Ambiente UNISYS PROCERGS Audiência Pública Migração do Ambiente UNISYS PROCERGS Audiência Pública Fernanda S. Bocoli, PMP, ITIL, MPSBr Outubro 2008 Equipes envolvidas Técnica Comercial Márcia Barreto Desenvolvimento Fernanda Bocoli Lampert Moura

Leia mais

Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications

Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications 09 de março de 2011 Mainstay Partners LLC 901 Mariners Island Blvd Suite

Leia mais

Consultoria em TI End.: Telefones:

Consultoria em TI End.: Telefones: Consultoria em TI Apresentação Consultoria em TI Atualmente, o setor de TI tem ganhado cada vez mais importância dentro de uma organização, devido representatividade dos recursos de TI na realização das

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS ID documento: Data: / / Versão : Responsável pelo documento: ID Projeto: HISTÓRICO DE REVISÕES Data de criação/ atualização Descrição da(s) Mudança(s) Ocorrida(s) Autor Versão do

Leia mais

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4 DMS Documento de Modelagem de Sistema Versão: 1.4 VERANEIO Gibson Macedo Denis Carvalho Matheus Pedro Ingrid Cavalcanti Rafael Ribeiro Tabela de Revisões Versão Principais Autores da Versão Data de Término

Leia mais

Determinar o Tipo de Contagem. Identificar o Escopo de Contagem e Fronteira da Aplicação. Contagem das Funções de Dados. Calcular os PFs Ajustados

Determinar o Tipo de Contagem. Identificar o Escopo de Contagem e Fronteira da Aplicação. Contagem das Funções de Dados. Calcular os PFs Ajustados Análise de Pontos de Função (Hazan, 2001) A Análise de Pontos de Função (APF) é um método-padrão para a medição do desenvolvimento de software, visando estabelecer uma medida de tamanho do software em

Leia mais

Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO INSTRUÇÕES

Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO INSTRUÇÕES P1-MPS.BR - Prova de Introdução ao MPS.BR Data: 21 de maio de 2007 Horário: 13:00 às 15:00 horas (hora de Brasília) Nome: e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo

Leia mais

Aplicabilidade de Métricas por Pontos de Função a Sistemas Baseados em Web

Aplicabilidade de Métricas por Pontos de Função a Sistemas Baseados em Web Aplicabilidade de Métricas por Pontos de Função a Sistemas Baseados em Web Ariadne Carvalho, Thelma Chiossi, Marcos Drach Instituto de Computação, UNICAMP Caixa Postal 6176, Campinas, SP, Brasil {ariadne,thelma,ra022456}@ic.unicamp.br

Leia mais

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de processo MPS.BR OUTUBRO 2009 FELÍCIO NASSIF / GUSTAVO NASCIMENTO

Leia mais

DIMENSIONANDO PROJETOS DE WEB-ENABLING. Uma aplicação da Análise de Pontos de Função. Dimensionando projetos de Web- Enabling

DIMENSIONANDO PROJETOS DE WEB-ENABLING. Uma aplicação da Análise de Pontos de Função. Dimensionando projetos de Web- Enabling DIMENSIONANDO PROJETOS DE WEB-ENABLING Uma aplicação da Análise de Pontos de Função Dimensionando projetos de Web- Enabling Índice INTRODUÇÃO...3 FRONTEIRA DA APLICAÇÃO E TIPO DE CONTAGEM...3 ESCOPO DA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA CHRISTIAN GALAFASSI EDENIR HENRIQUE MARTINS GUSTAVO STANCK VILLAGE CLOUD

Leia mais

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES Implementação MPS.BR 26 de maio de 2008 4 horas de duração e-mail: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO: Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Q6 Q7 Q8 Q9 Q10 Nota INSTRUÇÕES Para a maioria das questões você tem mais de uma opção e

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES CELG DISTRIBUIÇÃO S.A EDITAL N. 1/2014 CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE GESTÃO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Produto de Software Qualidade de Software Um produto de software compreende os programas e procedimentos de computador e a documentação e dados associados, que foram projetados para serem liberados para

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

Diretrizes Complementares para Aplicação da Análise de Pontos de Função no PAD

Diretrizes Complementares para Aplicação da Análise de Pontos de Função no PAD Diretrizes Complementares para Aplicação da Análise de Pontos de Função no PAD Ricardo Gaspar (21) 2172-8078 ricardo.gaspar@bndes.gov.br 10 de Junho de 2013 Agenda Contextualização Diretrizes de Contagem

Leia mais

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack Declaração do Escopo do Projeto SysTrack Nome do Projeto: SysTrack Versão do Documento: 1.0 Elaborado por: André Ricardo, André Luiz, Daniel Augusto, Diogo Henrique, João Ricardo e Roberto Depollo. Revisado

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Certificado Digital. Manual do Usuário

Certificado Digital. Manual do Usuário Certificado Digital Manual do Usuário Índice Importante... 03 O que é um Certificado Digital?... 04 Instalação do Certificado... 05 Revogação do Certificado... 07 Senhas do Certificado... 08 Renovação

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

pacotes de software na forma em que são É importante salientar que não é objetivo do software, suas atividades e produtos

pacotes de software na forma em que são É importante salientar que não é objetivo do software, suas atividades e produtos ISO/IEC 12119 ISO/IEC 12119 Et Esta norma é aplicável liá là avaliação de pacotes de software na forma em que são oferecidos e liberados para uso no mercado É importante salientar que não é objetivo desta

Leia mais

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática.

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. 1 Introdução 1.1 Propósito O propósito deste documento de especificação de requisitos é definir os requisitos

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Como Desenvolver Sistemas de Informação Capítulo 11 Pág. 337 2

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte...

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte... ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3 Acervo... 3 Meus Livros... 4 Livros em destaque... 7 Fórum... 7 Notícias... 8 Ajuda... 9 Suporte... 9 POR QUE USAR... 10 EQUIPE RESPONSÁVEL... 12 CONTATO... 13 O

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho da Comissão de Normas

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

TREINAMENTO. Apresentação. Objetivos. Dados Principais. Tecnologia Abordada Oracle Databese 11g

TREINAMENTO. Apresentação. Objetivos. Dados Principais. Tecnologia Abordada Oracle Databese 11g Apresentação Dados Principais Combinando quinze dias em 60 horas de conteúdo, o treinamento para os DBAs Oracle gerenciam os sistemas de informação mais avançados do setor e têm alguns dos maiores salários

Leia mais

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração Certificação Digital CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Guia de Geração Guia CD-19 Público Página 1 Conteúdo 1. Pré-requisitos para a geração do.... 3 2. Email com as informações necessárias

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

Guia de recomendações para implementação de PLM em PME s

Guia de recomendações para implementação de PLM em PME s 1 Guia de recomendações para implementação de PLM em PME s RESUMO EXECUTIVO Este documento visa informar, de uma forma simples e prática, sobre o que é a gestão do ciclo de vida do Produto (PLM) e quais

Leia mais

Padrões de Contagem de Pontos de Função

Padrões de Contagem de Pontos de Função Padrões de Contagem de Pontos de Função Contexto Versão: 1.0.0 Objetivo O propósito deste documento é apresentar os padrões estabelecidos para utilização da técnica de Análise de Pontos de Função no ambiente

Leia mais

Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE

Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE Inovação Tecnológica através do Software SISO Sistema Odontológico da UNIOESTE Rafael Voltolini 1, Anderson Zanardo Dias 1, Anselmo Luiz Éden Battisti 1, Claudia Brandelero Rizzi 1, Jorge Bidarra 1, Fabiana

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

Documentação do Sistema de Reserva de Salas da Intranet do ICMC-USP

Documentação do Sistema de Reserva de Salas da Intranet do ICMC-USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Ciências da Computação e Estatística Documentação do Sistema de Reserva de Salas da Intranet do ICMC-USP André

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL)

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Versão 2.0 Escritório de Gerenciamento de Projetos - EGP Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS Versão 1 2010 A SIX SIGMA BRASIL apresenta a seguir seu portfolio de capacitação e consultoria de serviços de gerenciamento de projetos, processos (lean e seis sigma)

Leia mais

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A.

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. Estudo de Caso Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes um novo serviço, que foi denominado de

Leia mais

Como implementar os processos de Gerenciamento de Demanda e Capacidade de serviços de TI. www.path.com.br

Como implementar os processos de Gerenciamento de Demanda e Capacidade de serviços de TI. www.path.com.br Como implementar os processos de Gerenciamento de Demanda e Capacidade de serviços de TI AGENDA Gerenciamento da Demanda Processos de Negócio Desafios e KPIs Papel do Gerenciamento da Demanda Gerenciamento

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO

Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO AGENDA AGENDA 1. Sobre a Shift 2. Integração de ferramentas de apoio 1. SCMBug Integração entre SCM Tools e ferramentas

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

Requisitos de Software. Teresa Maciel DEINFO/UFRPE

Requisitos de Software. Teresa Maciel DEINFO/UFRPE Requisitos de Software Teresa Maciel DEINFO/UFRPE 1 Requisito de Software Características que o produto de software deverá apresentar para atender às necessidades e expectativas do cliente. 2 Requisito

Leia mais

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4. Módulo 3 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.3 Exercícios 6.2 Iniciando a auditoria/ 6.2.1 Designando o líder da equipe

Leia mais

Gerenciador de Log Documento Visão. Versão 2.0

Gerenciador de Log Documento Visão. Versão 2.0 Gerenciador de Log Documento Visão Versão 2.0 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/05/2014 1.0 Objetivo, descrição, problema. Melina, Kárita, Rodrigo 29/05/2014 1.5 Produto. Melina 30/05/2014

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA UFG

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA UFG IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA UFG Rosângela da Silva Nunes 1 Centros de Recursos Computacionais - CERCOMP Universidade Federal de Goiás UFG Campus II, UFG, 74000-000, Goiânia

Leia mais