1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett"

Transcrição

1 1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett De entre as alternativas a seguir apresentadas, escolhe a que te parecer mais correcta, assinalando com um círculo O autor da obra Frei Luís de Sousa é A. Camões. B. Almeida Garrett. C. Eça de Queirós. D. Sophia de Mello Breyner Andresen A obra foi escrita no A. Século XX. B. Século XVII. C. Século XIX. D. Século XVI O livro é A. um romance. B. um drama. C. uma comédia. D. um poema A acção inicia-se A. no palácio de D.João de Portugal. B. no palácio de Madalena. C. na Capela do Convento. D. no palácio de D. Manuel Madalena, uma das personagens, está, no início da história, a A. ler Os Lusíadas. B. ler a Bíblia. C. ler um romance. D. conversar com Telmo Telmo é A. um jovem que desempenha o papel principal. B. o marido de Madalena, que regressou vinte e um anos depois. C. um velho, que, mesmo sendo personagem secundária, é importante para a compreensão do tempo da história. 1

2 D. um velho, que, mesmo sendo personagem secundária, assume um papel importante para a compreensão dos factos Maria é filha de A. Telmo e Madalena. B. Manuel de Sousa Coutinho e Manuela. C. D. João de Portugal e Madalena. D. D. Madalena e Manuel de Sousa Coutinho Manuel de Sousa Coutinho incendiou o seu palácio, A. para não receber os governadores, ao serviço de Filipe I (Rei de Espanha e Portugal). B. para não receber Filipe I (Rei de Espanha e Portugal). C. para não confrontar D. João de Portugal. D. por ter medo de apanhar a doença que assolava Lisboa Uma das características do espaço, no acto II é A. ter duas janelas abertas para o rio Tejo. B. ser de gosto melancólico e pesado. C. ser uma Câmara antiga, ornada com todo o luxo. D. ser um casarão vasto, sem ornato algum O desfecho da acção dá-se A. ao final da tarde. B. ao nascer do dia. C. a alta noite. D. ao meio-dia Madalena, a determinada altura, diz o seguinte: Logo hoje!... Este dia de hoje é o pior. Esta expressão remete-nos para uma característica da personagem, que consiste em: A. temer que o marido se afaste e não regresse. B. acreditar que, ficando só, pode ficar doente. C. temer pela vida de Maria. D. ser supersticiosa e acreditar no fatalismo Completa as frases, de acordo com o sentido da obra. D. Madalena casou com, de quem teve uma filha chamada e que era, e. Apesar de viver feliz, Madalena temia o regresso de, porque, a sua volta era uma ameaça à sua. 2

3 Telmo, amo de Maria, fora já de, que partira com para a Batalha de Alcácer Quibir. Madalena procurou-o durante muitos anos e, como não o encontrou, a sua vida. D. João regressa, passados vinte e um anos como. É identificado por Frei Jorge, ao proferir a expressão. Este regresso desencadeia a destruição da, uma vez que Manuel, Madalena e Maria. Uma das personagens que mais sofre interiormente é, porque vive dividido entre o amor que dedica a e a fidelidade a Num texto de aproximadamente 100 palavras, procura explicar o título desta obra, fazendo referências a aspectos da obra. 3

4 2. O Velho que lia romances de Amor Luís Sepúlveda De entre as alternativas a seguir apresentadas, escolhe a que te parecer mais correcta, assinalando com um círculo O autor da obra é A. Luís Sepúlveda. B. Gabriel Garcia Marquez. C. Isabel Allende D. Jorge Amado A obra leva-nos para A. a cidade de Nova Iorque. B. o monte Evereste. C. os Himalaias. D. a floresta da Amazónia A personagem principal chama-se A. José Bolívar. B. Napóleones Salinas. C. Dolores Encarnación. D. Rubicundo Loachamín O doutor Rubicundo Loachamín odiava A. os seus doentes. B. os habitantes de El Idílio. C. os sucessivos governos. D. os animais selvagens O administrador da circunscrição era A. saudável e forte. B. um indivíduo obeso que suava muito. C. um grande inimigo a quem o velho temia. D. um homem honesto e amigo do povo Quando o administrador chegou ao cais, trazia A. um homem negro, morto. B. uma onça terrível, mas morta. C. uma bandeira rasgada. D. um homem novo, loiro e forte, mas morto O velho explicou que o homem morreu, porque 4

5 A. os gringos tinham matado as crias da onça. B. a caça é perigosa. C. não conhecia bem a selva. D. roubou as peles da caça dos homens brancos Para o velho, uma onça transtornada de dor A. é uma imagem triste e dolorosa. B. é mais perigosa que qualquer assassino. C. é prejudicial para a sã convivência entre os animais. D. é prejudicial ao equilíbrio da Natureza António José Bolívar A. escrevia e lia com muita fluência. B. escrevia poemas, mas só lia romances. C. escrevia dramas da vida na floresta. D. sabia ler, mas não escrever No final da obra, o velho enfrentou A. a onça e saiu vencedor. B. a onça, mas não a conseguiu matar. C. a onça, porque a odiava. D. a onça, porque sabia que era mais forte do que ela Completa as frases, de acordo com o sentido da obra. António José Bolívar vivia numa feita de canas e comia e escrevia de pé, porque Quando vivia com Dolores Encarnación, soube o que era o drama de uma mulher que não podia ter Comenta, em cinco linhas, o final da história Escolhe uma das personagens desta obra e, num texto de aproximadamente 150 palavras, apresenta: as suas características, o seu papel na obra, uma apreciação crítica. 5

6 Bom Trabalho 6

Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura Leitura Orientada na Sala de Aula. 7º Ano

Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura Leitura Orientada na Sala de Aula. 7º Ano Alegre, Manuel Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura 7º Ano Andresen, Sophia de Mello Breyner Barros, João de Bessa-Luís, Agustina Doze naus Histórias da Terra e do Mar AENA 14 O Cavaleiro da Dinamarca

Leia mais

DISCIPLINA TITULO ISBN EDITORA LINGUA. - Ulisses (Maria Alberta Meneres) 9724104753 ASA Editora MATERNA. - A Árvore (Sophia de Mello Breyner Anderson)

DISCIPLINA TITULO ISBN EDITORA LINGUA. - Ulisses (Maria Alberta Meneres) 9724104753 ASA Editora MATERNA. - A Árvore (Sophia de Mello Breyner Anderson) Iº ano PORTUGUÊS - Ulisses (Maria Alberta Meneres) 9724104753 ASA - A Árvore (Sophia de Mello Breyner Anderson) 9789898230 188 Figueirinhas P6 Português + Caderno de Atividades 9789724747 095 Três Histórias

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR Bíblia para crianças apresenta JACÓ O ENGANADOR Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot; Lazarus Adaptado por: M Kerr; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA Do Autor: ficção Não te deixarei morrer, David Crockett (Contos e Crónicas), 2001 Equador (Romance), 2003 Premio Grinzane Cavour Narrativa Straniera (Itália) Rio das Flores

Leia mais

O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS Bíblia para crianças apresenta O NASCIMENTO DE JESUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot Adaptado por: E. Frischbutter; Sarah S. O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL AULA 10 LITERATURA PROFª Edna Prado ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL I - CONTEXTO HISTÓRICO Na aula passada nós estudamos as principais características do Romantismo e vimos que a liberdade era a mola

Leia mais

Viagem de estudo extraordinária

Viagem de estudo extraordinária Viagem de estudo extraordinária Caravela em cristal No dia 11 de outubro fomos a uma viagem de estudo a Alcobaça. -Primeiro fui à fábrica de cristal chamada Atlantis. Eu aprendi que as matérias-primas

Leia mais

Língua Portuguesa 10º ano. Planificação anual e trimestral

Língua Portuguesa 10º ano. Planificação anual e trimestral Língua Portuguesa 10º ano Planificação anual e trimestral Ano lectivo: 2010 / 2011 As competências e objectivos que a seguir se indicam foram escolhidos e extraídos do Programa, no âmbito da Leitura, da

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NO BOSQUE COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura na aula em voz alta feita pela professora ou pelos alunos que já lêem sem dificuldade. O ritmo

Leia mais

Leitura. orientada. Rui Baptista

Leitura. orientada. Rui Baptista Fichas de Leitura orientada Rui Baptista INTENÇÕES CENTRAIS DO TRABALHO Encorajar o manuseamento do livro/ /objecto como forma de antecipar o conteúdo e de aprender a seleccionar o que se deseja ler. Promover

Leia mais

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus S. José modelo e protector de todos os pais materialdecatequese.webnode.pt 1 A terra de José (Mapa) O seu país era a Palestina e a aldeia onde morava chamava-se

Leia mais

JOSÉ DE ALENCAR: ENTRE O CAMPO E A CIDADE

JOSÉ DE ALENCAR: ENTRE O CAMPO E A CIDADE JOSÉ DE ALENCAR: ENTRE O CAMPO E A CIDADE Thayanne Oliveira Rosa LUCENA¹, Dr. Gustavo Abílio Galeno ARNT² 1. Bolsista PIBIC/IFB - Instituto Federal de Brasília- Campus: São Sebastião- DF thayanne.001@gmail.com

Leia mais

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1

O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Glauce Souza Santos 2 O Local e o Global em Luanda Beira Bahia 1 Resumo Esta resenha objetiva analisar a relação local/global e a construção da identidade nacional na obra Luanda Beira Bahia do escritor

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Sobre Fernando Pessoa

APRESENTAÇÃO. Sobre Fernando Pessoa SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Sobre Fernando Pessoa... 7 Ricardo Reis, o poeta clássico... 21 ODES DE RICARDO REIS... 29 CRONOLOGIA... 170 ÍNDICE DE POEMAS... 175 5 6 APRESENTAÇÃO Sobre Fernando Pessoa Falar de

Leia mais

As Grandes navegações: a conquista da América e do Brasil. Descobrimento ou Conquista?

As Grandes navegações: a conquista da América e do Brasil. Descobrimento ou Conquista? As Grandes navegações: a conquista da América e do Brasil. Descobrimento ou Conquista? Navegar era preciso, era Navegar era preciso navegar... Por quê? O que motivou o expansionismo marítimo no século

Leia mais

Daniel Chaves Santos Matrícula: 072.997.003. Rio de Janeiro, 28 de maio de 2008.

Daniel Chaves Santos Matrícula: 072.997.003. Rio de Janeiro, 28 de maio de 2008. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Departamento de Artes & Design Curso de especialização O Lugar do Design na Leitura Disciplina: Estratégia RPG Daniel Chaves Santos Matrícula: 072.997.003

Leia mais

Esse impalpável mas não menos denso sentimento de lonjura e proximidade: a crítica de uma razão colonial.

Esse impalpável mas não menos denso sentimento de lonjura e proximidade: a crítica de uma razão colonial. 12 de Março de Esse impalpável mas não menos denso sentimento de lonjura e proximidade: a crítica de uma razão colonial. Portugal, na sua singular imaginação de si mesmo, como um povo de sonhos maiores

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2010. Nome: 2 o ano (1 a série) AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE Eixo temático Aprendendo e relacionando Disciplina/Valor Português

Leia mais

Histórias Tradicionais Portuguesas. Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO. Autora: Lina. Publicado em: www.escolovar.org

Histórias Tradicionais Portuguesas. Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO. Autora: Lina. Publicado em: www.escolovar.org Histórias Tradicionais Portuguesas Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO DE PINTO PINTÃO VAMOS CONHECER O LIVRO A CAPA A CONTRACAPA A LOMBADA Observa a capa do livro e responde: 1.Título 2. Nome da autora 3.

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Três importantes invenções

Três importantes invenções Três importantes invenções Por Pedro Varanda Para mim o fogo foi a maior conquista do ser humano na pré-história. A partir desta conquista o homem aprendeu a utilizar a força do fogo em seu proveito, extraindo

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NA FALÉSIA COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura orientada por capítulos Interpretação do texto/funcionamento da Língua Fichas de trabalho para

Leia mais

trou - de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou.

trou - de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou. ENTRE O AMOR E O SILÊNCIO Capítulo 1 trou de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual nov vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou. es ensoparem o rosto, o traves infantilidade.

Leia mais

Fascículo 2 História Unidade 4 Sociedades indígenas e sociedades africanas

Fascículo 2 História Unidade 4 Sociedades indígenas e sociedades africanas Atividade extra Fascículo 2 História Unidade 4 Sociedades indígenas e sociedades africanas Questão 1 O canto das três raças, de Clara Nunes Ninguém ouviu Um soluçar de dor No canto do Brasil Um lamento

Leia mais

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty CADERNO DE ESTUDO Estudos em Grupo Para Novos Cristãos O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Caderno de Estudo Primeira Edição em Português Por David Batty

Leia mais

Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE

Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE Prova bimestral 4 o ANO 2 o BIMESTRE HISTÓRIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Pedro Álvares Cabral foi o comandante da primeira expedição portuguesa que chegou ao território que mais tarde receberia o nome

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos O TEXTO DRAMÁTICO O teatro é a poesia que sai do livro e se faz humana. (Frederico García Lorca) Professor Luís Araújo 1 O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Gramática e Redação. Exercícios de Revisão I

Gramática e Redação. Exercícios de Revisão I Nome: n o : E nsino: A no: T urma: Data: Prof(a): Fundamental 7 o Gramática e Redação Exercícios de Revisão I Leia com atenção o texto abaixo. Ignácio de Loyola Brandão nasceu em Araraquara, no Estado

Leia mais

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários.

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários. CARGA HORÁRIA: 60 horas-aula Nº de Créditos: 04 (quatro) PERÍODO: 91.1 a 99.1 EMENTA: Visão panorâmica das literaturas produzidas em Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São

Leia mais

Crítica. No geral do ano há quem morra por muito ter comido ( ) quem morra por ter comido pouco durante toda a vida.

Crítica. No geral do ano há quem morra por muito ter comido ( ) quem morra por ter comido pouco durante toda a vida. Capítulo III Crítica O III capítulo inicia-se com uma crítica. José Saramago critica as desigualdades sociais, o pobre que é cada vez mais pobre, o rico que é cada vez mais rico, acentuando a diferença

Leia mais

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO.

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. TEXTO: 1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves

Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves Um café em Madri com Ian Gibson, prato principal: Federico Garcia Lorca - Por Syntia Pereira Alves Ian Gibson, irlandes, mas desde 1984, cidadão espanhol. Hispanista internacionalmente reconhecido por

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

DEZ lugares para reviver Os Maias em Lisboa Clique aqui para ver a notícia no site

DEZ lugares para reviver Os Maias em Lisboa Clique aqui para ver a notícia no site Editora Zahar Veículo: Sites Data: 27/06/2014 Tópico: Institucional Página: 00:00:00 Editoria: Saraiva Conteúdo 1 / 1 DEZ lugares para reviver Os Maias em Lisboa Clique aqui para ver a notícia no site

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL

PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL As «Honras do Pantheon», tributárias da Revolução Francesa, tiveram entre nós consagração legislativa em Decreto Régio de 25 de

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE. Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS

GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE. Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS MAIO 2011 Apelidos e nome. GRUPO I Leia o Texto A e consulte o vocabulário apresentado a seguir ao texto. TEXTO

Leia mais

PROJETO DE LEITURA INTENÇÃO: INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO, CONTEXTUALIZAR A OBRA E A AUTORA SUGESTÕES DE ATIVIDADES

PROJETO DE LEITURA INTENÇÃO: INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO, CONTEXTUALIZAR A OBRA E A AUTORA SUGESTÕES DE ATIVIDADES PROJETO DE LEITURA PASSARINHO ME CONTOU ANA MARIA MACHADO PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO, CONTEXTUALIZAR A OBRA E A AUTORA

Leia mais

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores).

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). À DESCOBERTA DA BIBLIOTECA Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). Também já sabes como os livros estão

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS. 1. Critérios Gerais de Avaliação

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS. 1. Critérios Gerais de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS 1. Critérios Gerais de Avaliação Domínios Conhecimentos e capacidades Atitudes 85% 15% - Utilização de conceitos e vocabulários específicos que mostrem a aquisição

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 05 DE AGOSTO PALÁCIO DO PLANALTO

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

A tecnologia e a ética

A tecnologia e a ética Escola Secundária de Oliveira do Douro A tecnologia e a ética Eutanásia João Manuel Monteiro dos Santos Nº11 11ºC Trabalho para a disciplina de Filosofia Oliveira do Douro, 14 de Maio de 2007 Sumário B

Leia mais

O livro que falava com o vento e outros contos

O livro que falava com o vento e outros contos LER a partir dos 10 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL O livro que falava com o vento e outros contos JOSÉ JORGE LETRIA Ilustrações de Alain Corbel Apresentação da obra O Livro Que Falava com o Vento

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor:

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA VIÇOSA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 4º Ano Nome: Data: Resultado: Professor: Era uma velha muito velha que vivia numa casa velhíssima. E dentro da casa só havia

Leia mais

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus..

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30 1 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.1-13; Marcos 2.1-13; Lucas 9.28-36 (Leitura bíblica para

Leia mais

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA SAGRADA Nº 8 - Mar/15 PRESTA atenção RELIGIÃO! BÍBLIA Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! vai tratar de um assunto muito importante: Religião. A fé é uma questão muito pessoal e cada

Leia mais

A CORRIDA DOS ANIMAIS

A CORRIDA DOS ANIMAIS Matheus Luiz Pereira de Souza A CORRIDA DOS ANIMAIS Editora BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Ilustrações Matheus Luiz Pereira De Souza A CORRIDA DOS ANIMAIS RECIFE PE NOV/2006 Coordenação

Leia mais

Categorias da narrativa Acção Dá-se o nome de acção ao conjunto de acontecimentos que constituem uma narrativa e que são relatados, mas há que distinguir a importância de cada um deles para a história.

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA Uma Aventura na Serra da Estrela Coleção UMA AVENTURA Atividades Propostas Leitura em voz alta de um ou dois capítulos por aula. Preenchimento das fichas na sequência

Leia mais

Edison Mendes. A realidade de uma vida

Edison Mendes. A realidade de uma vida Edison Mendes A realidade de uma vida Rio de Janeiro Barra Livros 2014 Copyright 2014 by Edison Mendes Todos os direitos reservados à Barra Livros Proibida a reprodução desta obra, total ou parcialmente,

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

De volta para casa. Game Design Document. Versão: 2.0. Alessandra RA 1385789. Aline RA 1382286. Allan RA 1385006. Fabio RA 1385806.

De volta para casa. Game Design Document. Versão: 2.0. Alessandra RA 1385789. Aline RA 1382286. Allan RA 1385006. Fabio RA 1385806. De volta para casa Game Design Document Versão: 2.0 Professor Orientador: Esp. Marcelo Henrique dos Santos Autores: Alessandra RA 1385789 Aline RA 1382286 Allan RA 1385006 Fabio RA 1385806 Iris RA 1383599

Leia mais

ATIVIDADES DE ESTUDOS SOCIAIS 3ª S SÉRIES A-B-C-D

ATIVIDADES DE ESTUDOS SOCIAIS 3ª S SÉRIES A-B-C-D Nome: n.º 3ª série Barueri, / / 2009 Disciplina: ESTUDOS SOCIAIS 2ª POSTAGEM ATIVIDADES DE ESTUDOS SOCIAIS 3ª S SÉRIES A-B-C-D QUEM DESCOBRIU O BRASIL? Foi Pedro Álvares Cabral no dia 22 de abril de 1500!

Leia mais

SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DA FAMÍLIA GOYOS

SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DA FAMÍLIA GOYOS SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DA FAMÍLIA GOYOS Por Durval de Noronha Goyos Jr. O Instituto Português de Heráldica e a Universidade Lusíada de Lisboa reeditaram o Livro de linhagens de Portugal, em 2014, numa

Leia mais

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia.

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Jesus e sua vida Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Seu nascimento foi no meio de muitas

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO

UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO Bíblia para crianças apresenta UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Byron Unger; Lazarus Adaptado por: M. Kerr; Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido

Leia mais

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias

existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias existe um tsunami avançando sobre as nossas famílias + 23% + 108% (em 20 anos a taxa é superior a 200%) 15% das mulheres e 65% dos homens brasileiros já tiveram ao menos uma experiência sexual fora do

Leia mais

1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados.

1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados. 1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados. É bonita a história que acabaste de contar. Vou dar este livro ao Daniel, no dia do seu aniversário. Ele adora

Leia mais

Avaliação 2 o Bimestre

Avaliação 2 o Bimestre Avaliação 2 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na quarta unidade lemos um texto sobre a Mãe d Água, um ser misterioso que vive na água. Você conhece algum outro ser fantástico parecido com esse? A seguir,

Leia mais

Ler, Escrever e Criar. A Fada Oriana

Ler, Escrever e Criar. A Fada Oriana Ler, Escrever e Criar Cartas entre as personagens de A Fada Oriana 5ºA Professora Margarida Lopes Ano Lectivo 2009/2010 De: Peixe Rua das Flores Cidade do Lago Para: Rainha das Fadas Boas Castelo das Rainhas

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

THALES GUARACY. Liberdade para todos. Leitor iniciante. Leitor em processo. Leitor fluente ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES

THALES GUARACY. Liberdade para todos. Leitor iniciante. Leitor em processo. Leitor fluente ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES Leitor iniciante Leitor em processo Leitor fluente THALES GUARACY Liberdade para todos ILUSTRAÇÕES: AVELINO GUEDES PROJETO DE LEITURA Maria José Nóbrega Rosane Pamplona Liberdade para todos THALES GUARACY

Leia mais

Avaliação de História 7º ano FAF *Obrigatório

Avaliação de História 7º ano FAF *Obrigatório 08/06/2015 Avaliação de História 7º ano FAF Avaliação de História 7º ano FAF *Obrigatório 1. Nome Completo: * 2. Número: * 3. Série: * Marcar apenas uma oval. 7º ano A 7º ano B https://docs.google.com/forms/d/1dtnymvuwphyjir3jtixampwwgy3_cdrmt8

Leia mais

Escola Secundária de Santa Maria da Feira Português 2º Ciclo. Português. Guião de Leitura. A noite de natal. Sophia de Mello Breyner Andresen

Escola Secundária de Santa Maria da Feira Português 2º Ciclo. Português. Guião de Leitura. A noite de natal. Sophia de Mello Breyner Andresen Português Guião de Leitura A noite de natal Sophia de Mello Breyner Andresen Ficha I 1. Relativamente aos elementos paratextuais procura descobrir: Título: Autora: Ilustrador: Editora: Número de capítulos:

Leia mais

Livros Recomendados. 8º ano Leitura orientada 2014. Autores Títulos Editoras ISBN

Livros Recomendados. 8º ano Leitura orientada 2014. Autores Títulos Editoras ISBN Amado, Jorge (Ilustr. Carybé) O gato Malhado e a andorinha Sinhá - Uma história de amor (Col. Biblioteca de bolso/literatura) Publicações D. Quixote 978-972-20-2035-0 Amado, Jorge (Ilustr. Carybé) O gato

Leia mais

E Deus viu que tudo era bom

E Deus viu que tudo era bom E Deus viu que tudo era bom Nunca pensei que fosse assim O Livro do Gênesis é o livro mais fascinante da Bíblia e o mais complicado. Foi escrito milhares de anos depois dos fatos que ele narra. Foram vários

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015.

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS - 3 ano Semana de 23 a 27 de março de 2015. Leia o texto a seguir para realizar as lições de Matemática da semana. Os alunos do 3º ano foram

Leia mais

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VI Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: MANHÃ Data: 29/6/2011 PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE Nome: Turma: Valor da prova: 3,5 Nota: Eixo temático Proteção ao meio

Leia mais

GRITO CONTRA AS DROGAS

GRITO CONTRA AS DROGAS 7.º A GRITO CONTRA AS DROGAS As drogas são boas no início mas no fim, apanhas o vicio. Ficas intoxicado não te preocupes eu estou ao teu lado. Não tomes drogas ou ficas nas lonas não queiras ficar pedrado

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: MANHÃ AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Nome: Turma: Data: 2/9/2009 Valor da prova: 6,0 Nota: Eixo temático

Leia mais

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE ARTE RUPESTRE Arte rupestre é o nome da mais antiga representação artística da história do homem. Os mais antigos indícios dessa arte são

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra!

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra! ROTEIRO DE ESTUDOS DE LITERATURA PARA A 3ª ETAPA 2ª SÉRIE Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA MOVIMENTO PARANÁ SEM CORRUPÇÃO Primeiro voto: o papel do jovem eleitor em relação ao combate à corrupção ROTEIRO

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio

Leia mais

OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM

OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM Era o dia 22 de dezembro. O Natal aproximava-se e o Pai Natal estava muito atarefado a preparar os sacos com os brinquedos. Muito longe dali, em Portugal, um menino chamado João

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca VISITA A PORTUGAL Jantar no Palácio

Leia mais

Ta u. luta contra a malária SAMPLE ONLY: NOT FOR DISTRIBUTION. com comprimidos de artemeter/lumefantrina (AL)

Ta u. luta contra a malária SAMPLE ONLY: NOT FOR DISTRIBUTION. com comprimidos de artemeter/lumefantrina (AL) t Ta u luta contra a malária com comprimidos de artemeter/lumefantrina (AL) 2 A Tatu adora brincar com o irmão Juma todos os dias ao voltar da escola. Uma noite, enquanto a Tatu dormia, foi picada por

Leia mais

3º trimestre de 2014 Literatura

3º trimestre de 2014 Literatura LEITURAS INDICADAS 3º trimestre de 2014 Literatura 1ª Leitura: TOMÁS, Antônio Gonzaga. Cartas Chilenas. Sinopse: O livro Cartas Chilenas (1788-1789), de autoria do inconfidente Tomás Antônio Gonzaga, é

Leia mais

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 3o Bimestre 5o ano Geografia Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia os dados e o gráfico do censo do

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Após a leitura do texto em apresentação de imagens, Cleide a partir da metodologia de leitura popular da Bíblia utilizada pelo CEBI indagou:

Após a leitura do texto em apresentação de imagens, Cleide a partir da metodologia de leitura popular da Bíblia utilizada pelo CEBI indagou: A segunda noite da Semana de Fé e Política 2013 - Juventude, Cultura e Espiritualidade ocorr eu ontem no Centro Pastoral S ã o Jos é do Bel é m com cerca de 60 participantes, dentre estes um significativo

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais