Oracle BPM 11g. Análise à Plataforma

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Oracle BPM 11g. Análise à Plataforma"

Transcrição

1 Oracle BPM 11g Análise à Plataforma Maio de 2010 Tive o privilégio de ser convidado a participar no "EMEA BPM 11g beta bootcamp" em Abril de 2010, no qual tive contacto mais próximo com a última versão do Oracle BPM 11g. Desde a minha última avaliação Oracle BPEL vs BEA Aqualogic (plataformas de BPM), esta ultima adquirida pela Oracle há cerca de 2 anos, esperava pela total incorporação dos produtos como planeado no roadmap de ambas as plataformas. As versões 10g seguiram ainda caminhos relativamente separados devido às diferenças de abordagem, mas principalmente devido às diferenças de tecnologia que eram, como se sabe, imensas. Para ilustrar dois casos de diferenças de base, com imenso risco e dificuldade na integração dos produtos, abordo a tecnologia de execução e as plataformas de desenvolvimento (JDeveloper e Eclipse). Outras existiam mas que de alguma forma de complementavam. Nesta nova versão, a Oracle resolveu o problema da existência de duas plataformas de runtime, fazendo que sobre a mesma (evoluída do SOA Suite) se adicionasse o suporte ao BPMN 2.0, e do ponto de vista da implementação, unificou no JDeveloper tudo o que se fazia no ambiente eclipse. Ademais, tudo o resto foi incorporado incluindo as questões ligadas à administração da plataforma.

2 BPEL ou BPMN? E porque não ambos? No mercado dos BPMS (Business Process Management Systems), quando falamos nas plataformas de topo (consultar Gartner Magic Quadrant for Business Process Management Suites 2009) verifica se a existência de duas tendências ligadas a dois dos standards existentes: BPEL (Business Process Execution Language ) e BPMN (Business Process Modelling Notation). Enquanto o primeiro, BPEL, sempre teve um foco maior nos aspectos de execução, ficando assim mais próximo da implementação, o BPMN, apesar de uma aceitação extremamente abrangente é, ou melhor, era apenas uma notação de representação de processos de negócio. O panorama mudou com a existência do BPMN 2.0 que, além da representação, também incorpora o standard de execução. A Oracle, como outros fabricantes, tem no seu leque de produtos, o suporte à execução do BPEL (SOA Suite 11g), sendo que, as aplicações mais orientadas ao negócio como o Oracle BPA (Oracle Business Process Analysis ), suportam, entre outras, a notação BPMN. É conhecido que, apesar de por vezes com muita dificuldade, a passagem de um fluxo desenhado em BPMN é passível de ser transformado em BPEL para a execução. Contudo, a lógica destes dois standards é bastante diferente. Sem entrar em detalhes técnicos podemos considerar que o desenho de um processo em BPMN é feito de uma forma lógica sem grandes limitações, enquanto que no processo em BPEL se enfrentam bastantes dificuldades para implementar estruturas mais complexas como alguns tipos loops frequentemente existentes em processos de negócio. No limite, e este ponto parece me ser um dos mais relevantes, com alguma probabilidade, um utilizador de negócio não irá reconhecer o seu processo desenhado em BPEL. A plataforma Oracle BPM 11g suporta ambos os cenários, ou seja, é possível a execução de processos em BPEL (tal como na versão anterior) mas também possível a execução de processos em BPMN 2.0, que, de um modo simplista, faz a execução exactamente como foi desenhado pelo utilizador de negócio. Esta possibilidade trás inúmeras vantagens pois elimina as dificuldades de transformação dos processos de negócio em linguagens mais técnicas (e vice versa), permitindo, ao mesmo tempo, que se possa optar por complementaridade das duas tecnologias, isto é, poder se á ter um processo BPMN 2.0 cujo foco é a interacção humana com blocos ou partes constituídas por processos BPEL, neste caso de orquestração de serviços. Tudo isto é possível pela arquitectura de base que assenta na lógica de composição e serviços.

3 Suporte ao BPMN 2.0 Com o suporte a este standard torna se extremamente simples implementar o desenho dos processos de negócio de um modo mais próximo aos seus executantes. A plataforma suporta todos os elementos BPMN a que estamos habituados desde as swimlanes (representam a responsabilidade de uma tarefa) até aos gateways (que representam os diferentes tipos de paralelismo, saídas exclusivas, etc). O desenho vai sendo sempre acompanhado pela plataforma (neste caso em JDeveloper) que avisa sobre eventuais problemas que existam no fluxo. Um dos exemplos mais básicos é a obrigatoriedade da existência de uma saída por omissão sempre que exista um fluxo condicionado por um gateway. Do que verifiquei apenas o suporte a pools (piscinas que agregam swimlanes representam departamentos ou empresas) ainda não é feito. Apesar de este não ser um elemento essencial, está previsto, no roadmap do fabricante, o suporte em próximas versões. Fluxo do processo em BPMN 2.0

4 Sem usar o BPA e para responder a necessidades de composição de processos directamente por utilizadores de negócio, foi incorporada a aplicação Process Composer, web based, que permite iniciar o desenho de processos de negócio ou mesmo compor os processos com outros artefactos anteriormente criados como sejam os sub processos. Apesar de ser ambiente web, existe a facilidade do uso de uma toolbox e está também disponível o arrastamento dos artefactos. BPM Process Composer

5 Simulação É neste ponto, e no suporte ao desenho do processo, que mais se nota o trabalho visivel de integração entre o produto que evoluiu do BEA Aqualogic com a plataforma SOA Suite. Com esta versão é possível fazer as simulações necessárias à validação do processo de negócio mesmo dentro do JDeveloper, dispondo o utilizador das funcionalidades que advém da plataforma integrada. Um dos pontos mais interessantes é a capacidade de, em tempo de simulação, verificarmos, através dos valores e de cores, os estrangulamentos (bottlenecks) que acontecem no processo e, ao mesmo tempo, podermos acrescentar recursos (apenas com um clique) verificando automaticamente o novo comportamento. Na simulação podem se fazer, entre outros, análises de custos (processo e tarefas) e verificação da cadência das execuções dos processos. Com esta capacidade será possível, junto com os utilizadores de negócio, fazer vários cenários e verificar a análise de impacto das mudanças necessárias. Simulação de processo

6 Workspace O workspace é a nova lista de tarefas do utilizador que adiciona à anterior os módulos de colaboração e de medição de performance. O utilizador poderá verificar graficamente como estão os seus indicadores, nomeadamente a quantidade de tarefas em estado aberto. Business Process Workspace Regras de Negócio Na mesma lógica de serviços e reutilização, existem as regras de negócio que podem ser incorporadas nos processos para decisões. As regras estão igualmente presentes no encaminhamento, delegação e escalonamento de mensagens a enviar aos participantes nos processos. É um dos componentes que mais deverá ser usado pois permite abstrair e desagregar as regras de negócio da lógica do fluxo. A adição de uma regra de negócio faz se arrastando o componente da toolbox para o ponto do processo. Aplicando a mesma lógica de serviço pretende se que as regras sejam reutilizadas globalmente, permitindo assim ter um ponto único de alteração do algoritmo ou dos valores usados em condições. Ligado à regra é também possível ter as tabelas de decisão o que facilita a implementação e manutenção das regras.

7 Composição Apesar de todas as novidades desta versão da plataforma, é na SCA (Service Component Architecture) que se sente o poder e abertura da plataforma. Ao desenhar uma aplicação, está ao dispor do arquitecto o módulo composite, que mais não é que o local onde se podem montar e agregar os vários módulos construídos. Tomando a premissa desta plataforma, em que tudo pode ser um serviço, verifica se que os processos BPMN 2.0 também fazem parte desta composição tanto como consumidores de outros serviços como fornecedor de serviço. É fácil disponibilizar um determinado processo BPMN 2.0 para invocação por outros componentes. Torna se também possível a junção das várias possibilidades existentes, nomeadamente a existência de um processo BPMN 2.0 que, por sua vez, tem tarefas humanas, regras, serviços, processos BPEL, etc. A palavra de ordem é mesmo dividir, implementar e compor em aplicação. Sabendo que provavelmente não existem processos e projectos BPMS sem integrações, o tema da ligação com sistemas externos torna se essencial. Após a exposição do serviço e o consequente registo, a utilização far se á de modo muito fácil. Também o mecanismo de ligação aos dados de entrada dos serviços está bastante facilitando podendo se inclusive usar métodos de XPATH mais complexos se tal for necessário. Composição de serviços

8 Indicadores KPI (key performance indicators) Um dos componentes essenciais dos BPMS é a existência do BAM (Business activity monitoring) que nos permite, em tempo real, analisar o que está a acontecer nos processos de negócio. O Oracle BAM, segundo a Gartner, é o melhor do mercado na sua categoria estando incorporado na suite. A medição de indicadores ligada aos metadados já está disponível de raiz, acedendo assim a indicadores dos processos e tarefas para indicar os mais relevantes. Além disso é possível efectuar a medição de dados mais ligados a informação do negócio como por exemplo a verificação de vendas por área geográfica. Para isso é necessário inserir pontos de medição ou configurar nos existentes (por exemplo em tarefas) o que se pretende medir. Posteriormente à definição dos pontos de controlo podem se relacionar indicadores de metadados com dados de negócio, de forma a obter indicadores extremamente relevantes para a condução do negócio. Um exemplo poderia ser a análise temporal com conceitos como departamento e produto dos processos de venda por região. Tudo isto em tempo real permitindo aos gestores tomar as decisões atempadas sobre o que se está a passar naquele momento. Poder se ão definir valores que, caso os indicadores os atinjam, são lançados eventos como por exemplo mails. Estão disponíveis todos os tipo de gráficos, começando pelos de barras, passando pelos de pizza, área, linhas, etc. Além de filtragem por valores ou tipificações, todos eles possibilitam a navegação em modo drill down, como seja, em casos comuns, a navegação por ano, trimestre, mês, semana, dia. BAM Business Activity Monitoring João Assunção é CTO na Link Consulting e tem mais de 10 anos de experiência na definição de metodologias, arquitectura, implementação e liderança de projectos BPM. Já avaliou várias plataformas de BPM tais como Pegasystems SmartBPM, BEA Aqualogic, Oracle SOA Suite, IBM Websphere, Lombardi TeamWorks, Tibco iprocess, Sun, OpenText, entre outros.

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM Trabalho realizado por: Ana Luisa Veiga Filipa Ramalho Doutora Maria Manuela Pinto GSI 2007 AGENDA:

Leia mais

Disciplina: Automação de Processos de Negócio

Disciplina: Automação de Processos de Negócio Disciplina: Automação de Processos de Negócio PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PROCESSOS DE NEGÓCIO Professor: Eros Viggiano Ementa da disciplina Viabilização da otimização de processo através da

Leia mais

Automação de Processos de Negócios com BPMS:

Automação de Processos de Negócios com BPMS: Automação de Processos de Negócios com BPMS: Um Relato de Experiência da ATI ATI- /UPG Unidade de Processos de Negócios do Governo Adelnei Felix adelnei.felix@ati.pe.gov.br 1 Agenda Introdução Relato da

Leia mais

Business Process Integration Architecture

Business Process Integration Architecture Business Process Integration Architecture Definição, Motivações e Conceitos Base 3/2/2005 José Alves Marques 1 Processo de Negócio A modelação de processos está focada em: Criar e optimizar modelos de

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

SOA 2.0 ou Event-Driven SOA

SOA 2.0 ou Event-Driven SOA SOA SOA 2.0 ou Event-Driven SOA 1 Introdução Recentemente, a Oracle anuciou o termo SOA 2.0. E já deu para imaginar a repercussão que isto teve. Estamos em um momento onde SOA (Service-Oriented Architecture),

Leia mais

Modelagem de Processos para Automação

Modelagem de Processos para Automação Treinamentos em Gestão por Processos Modelagem de Processos para Automação [ipe03] Implementando a Visão Futura: um curso prático para vencer a barreira existente entre negócio e TI. Implantar processos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu. Gestão e Tecnologia da Informação

PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu. Gestão e Tecnologia da Informação IETEC - INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu Gestão e Tecnologia da Informação BAM: Analisando Negócios e Serviços em Tempo Real Daniel Leôncio Domingos Fernando Silva Guimarães Resumo

Leia mais

Introdução à Bonita BPM

Introdução à Bonita BPM WHITE PAPER Introdução à Bonita BPM Como começar a usar o Bonita BPM para capturar um processo conceitual e transformá-lo em um diagrama de processo Charlotte Adams, Alexandre Bricout e Maria Picard, Bonitasoft

Leia mais

Ciclo BPM: da Estratégia à Medição

Ciclo BPM: da Estratégia à Medição Treinamentos em Gestão por Processos Ciclo BPM: da Estratégia à Medição Da modelagem e análise ao monitoramento da execução de processos automatizados: tudo o que você precisa saber para fazer a Gestão

Leia mais

The Open Source Business Process Platform Company. Proposta Comercial. Plataforma Intalio BPP

The Open Source Business Process Platform Company. Proposta Comercial. Plataforma Intalio BPP Proposta Comercial Plataforma Intalio BPP 2 É com grande prazer que apresentamos nossa Proposta Comercial, com o objetivo de fornecer total visibilidade da plataforma Intalio BPP (Business Process Platform),

Leia mais

Implementação de uma Alçada Decisória usando a Suíte SOA IBM BPM

Implementação de uma Alçada Decisória usando a Suíte SOA IBM BPM Implementação de uma Alçada Decisória usando a Suíte SOA IBM BPM Juan Manuel Bonomi Garay 10 de Outubro de 2013 WebSphere Agenda Modelagem do processo Websphere Business Modeler (BPMN) Implementação da

Leia mais

BPMN Business Process Modeling Notation

BPMN Business Process Modeling Notation BPMN Business Process Modeling Notation Business Process Modeling Notation Página 1 Objetivo O objetivo deste curso é apresentar os elementos da notação de modelagem de processos de negócio BPMN 1.1 (Business

Leia mais

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com. BPMS Showcase 2014 Etapas e Desafios na seleção de uma plataforma de BPM corporativa Apresentado por: Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.br Apresentando a iprocess

Leia mais

Dominando o Mapeamento de Processos com BPMN 2.0

Dominando o Mapeamento de Processos com BPMN 2.0 Treinamentos em Gestão por Processos Dominando o Mapeamento de Processos com BPMN 2.0 Representando processos de negócio com a notação mais poderosa do Mercado. BPMN (Business Process Model and Notation)

Leia mais

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2º Semestre, 2007/2008 Departamento Engenharia Informática Enunciado do projecto: Loja Virtual Fevereiro de 2008 Índice Índice...2 Índice de Figuras...3 1 Introdução...4

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Plataforma integrada para testes em arquitecturas orientadas a serviços

Plataforma integrada para testes em arquitecturas orientadas a serviços Plataforma integrada para testes em arquitecturas orientadas a serviços Índice Introdução... 2 A solução... 2 Plataforma Integrada (principais características)... 4 Eliminar limitações à execução de testes

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

Manual de Convenções. BPMN Business Process Modelling Notation. 2009 GFI Portugal

Manual de Convenções. BPMN Business Process Modelling Notation. 2009 GFI Portugal Manual de Convenções BPMN Business Process Modelling Notation 2009 GFI Portugal O que é o BPMN? O BPMN é uma notação gráfica para a definição de processos de negócio É o standard internacional para modelação

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

Aula Prática #1. Sumário Aula #1. Modelo de avaliação Apresentação do Projecto

Aula Prática #1. Sumário Aula #1. Modelo de avaliação Apresentação do Projecto Aula Prática #1 SEI 2004/2005 DEI, LEIC Taguspark Instituto Superior Técnico SEI 2004/2005 - DEI, IST [Artur Caetano] 2 Sumário Aula #1 Modelo de avaliação Apresentação do Projecto Objectivos Metodologia

Leia mais

Websphere ESB Caminho para Adopção

Websphere ESB Caminho para Adopção Websphere ESB Caminho para Adopção Websphere ESB: Que desafios para o Negócio? Adaptar rapidamente os meus processos Fusão de organizações Internacionalização Deslocalização Mudança no negócio Novas regras

Leia mais

BPMN. Business Process Modeling Notation. Leandro C. López Agosto - 2015

BPMN. Business Process Modeling Notation. Leandro C. López Agosto - 2015 BPMN Business Process Modeling Notation Leandro C. López Agosto - 2015 Objetivos Conceitos Boas práticas de modelagem Elementos do BPMN Tipos de processos Apresentar os conceitos e elementos da notação

Leia mais

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade Página 1 de 6 1. INTRODUÇÃO Este manual apresenta alguns elementos básicos da Notação BPMN (Business Process Modeling Notation Notação para Modelagem de Processos de Negócio) que é a representação gráfica

Leia mais

Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com. Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br

Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com. Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br Objetivos Contextualização Conceitos Boas práticas de modelagem Elementos do BPMN Tipos

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

INOVANDO UM PROCESSO DE SERVIÇOS DE TI COM AS BOAS PRÁTICAS DO ITIL E USO DE BPMS

INOVANDO UM PROCESSO DE SERVIÇOS DE TI COM AS BOAS PRÁTICAS DO ITIL E USO DE BPMS INOVANDO UM PROCESSO DE SERVIÇOS DE TI COM AS BOAS PRÁTICAS DO ITIL E USO DE BPMS Cilene Loisa Assmann (UNISC) cilenea@unisc.br Este estudo de caso tem como objetivo trazer a experiência de implantação

Leia mais

Gestão de Processos de Negócios

Gestão de Processos de Negócios Gestão Operacional da TI Gestão de Processos de Negócios Business Process Management (BPM) Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Professor NOME: RÔMULO CÉSAR DIAS DE ANDRADE

Leia mais

BPMN - Business Process Modeling and Notation

BPMN - Business Process Modeling and Notation BPMN - Business Process Modeling and Notation AGENDA Notação Conceito Visão Geral da Notação BPMN Notação BPMN no Escritório de Processos NOTAÇÃO - CONCEITO Segundo o dicionário: Ação de indicar, de representar

Leia mais

O desafio de uma visão mais ampla

O desafio de uma visão mais ampla com SAP NetWeaver BPM Descrição de Solução A competição acirrada tem levado as organizações a adotar novas disciplinas de gestão e empregar recursos tecnológicos avançados, a fim de atingir melhores índices

Leia mais

www.mpl.com.br C o n t a b i l i d a d e C o n t a s a P a g a r C o n t a s a R e c e b e r O r ç a m e n t o

www.mpl.com.br C o n t a b i l i d a d e C o n t a s a P a g a r C o n t a s a R e c e b e r O r ç a m e n t o A MPL Corporate Software, em parceria com a Oracle e a Amazon WebServices(AWS),lançouasolução ERPOracleInTheCloud,uma implantação SaaS (Software as a Service) do JD Edwards EnterpriseOne. A solução compreende

Leia mais

MODELAGEM DE PROCESSOS

MODELAGEM DE PROCESSOS MODELAGEM DE PROCESSOS a a a PRODUZIDO POR CARLOS PORTELA csp3@cin.ufpe.br AGENDA Definição Objetivos e Vantagens Linguagens de Modelagem BPMN SPEM Ferramentas Considerações Finais Referências 2 DEFINIÇÃO:

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Curso de BPMN - II. Desenho de processo

Curso de BPMN - II. Desenho de processo Curso de BPMN - II Glauco Reis (gsrt@terra.com.br) é Consultor em Java e metodologias OO, e especializado em plataforma IBM. Têm o título de SCJP 1.1 e 1.4, SCJWCD 1.4, e IBM CSE e IBM Websphere Application

Leia mais

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script 1a Nesta demonstração, Will Dunlop, um programador de integração da JK, utiliza o IBM, [ IBM], ou WID para construir um novo serviço orientado para os processos

Leia mais

3ª SEMANA BPM. 2 a 6 de Maio Lisboa

3ª SEMANA BPM. 2 a 6 de Maio Lisboa 2 a 6 de Maio Lisboa Processes By the Book - A BPM Recipe Gestão de Expropriações 2 Agenda Enquadramento Enquadramento do projecto Perspectiva de Negócio Perspectiva Técnica Conclusões Questões 3 Enquadramento

Leia mais

silviaheld@usp.br Italiano, Isabel Cristina. Profa. Dra. - Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e RESUMO ABSTRACT

silviaheld@usp.br Italiano, Isabel Cristina. Profa. Dra. - Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e RESUMO ABSTRACT MAPEAMENTO DE PROCESSOS DE CONFECÇÃO PARA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS DA PRODUÇÃO Espinosa, Caroline Stagi - Bacharel em Têxtil e Moda - Escola de Artes, Ciências e Humanidades - Universidade de São

Leia mais

www.mpl.com.br ERPOracleInTheCloud.

www.mpl.com.br ERPOracleInTheCloud. A MPL Corporate Software, em parceria com a Oracle e a Amazon WebServices(AWS),lançouasolução ERPOracleInTheCloud,uma implantação SaaS (Software as a Service) do JD Edwards EnterpriseOne. A solução compreende

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Automação de Processos Jones Madruga Promover melhorias e inovações que efetivamente criam valor não é simples... Apresentação Ø Organização PRIVADA

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

BPEL: Modelagem de Processos

BPEL: Modelagem de Processos BPEL: Modelagem de Processos Brauleyn Z. Nunes 1, Cesar R. de S. Junior 1, Elena D. Bastos 1, Munir C. K. de Moraes 1, Paola J. C. R. Goncalves 2, Roger T. 2 Instituto Metodista Granbery Faculdade Metodista

Leia mais

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva Apresentação Executiva 1 O treinamento de BPM e BPMN tem como premissa capacitar o aluno a captar as atividades relativas a determinado processo da empresa, organizá-las, gerando um fluxograma de atividades/processos,

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN

Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN Benefícios da modelagem Em uma organização orientada a processos, modelos de processos são o principal meio para medir o desempenho

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento O QUE É IMPRESCINDÍVEL NUMA SOLUÇÃO DE ORÇAMENTAÇÃO E PREVISÃO? Flexibilidade para acomodar mudanças rápidas; Usabilidade; Capacidade de integração com as aplicações a montante e a jusante; Garantir acesso

Leia mais

Oferta de Estágio. iscriptor. Setembro 2011

Oferta de Estágio. iscriptor. Setembro 2011 Oferta de Estágio iscriptor Setembro 2011 DESCRIÇÃO DO ESTÁGIO Um dos principais desafios das plataformas de informação e de negócio é o acesso e a disponibilidade da sua informação. Em particular e com

Leia mais

PROJELER. Solução de código aberto para gerenciamento de processos de negócio

PROJELER. Solução de código aberto para gerenciamento de processos de negócio Otimização e Automação de Processos de Negócio Abril/2008 Solução de código aberto para gerenciamento de processos de negócio Maurício Bitencourt, PMP Diretor Executivo mauricio.bitencourt@projeler.com.br

Leia mais

Uma marca da Leadership Business Consulting

Uma marca da Leadership Business Consulting Uma marca da Leadership Business Consulting 1 Sequence e Business Process Management O Sequence é a plataforma líder em ibpm & Workflow. É um software de BPM simples e intuitivo, com programação por meio

Leia mais

Guia de utilização da notação BPMN

Guia de utilização da notação BPMN 1 Guia de utilização da notação BPMN Agosto 2011 2 Sumário de Informações do Documento Documento: Guia_de_utilização_da_notação_BPMN.odt Número de páginas: 31 Versão Data Mudanças Autor 1.0 15/09/11 Criação

Leia mais

Gerenciamento de Processos de Negócio

Gerenciamento de Processos de Negócio Gestão por Processos By Alan Lopes +55 22-99202-0433 alopes.campos@mail.com http://prof-alan-lopes.weebly.com Gerenciamento de Processos de Negócio - Conceitos e fundamentos - Modelagem de processo - Análise

Leia mais

Habilitando um Centro de Serviços Compartilhados através do SAP NetWeaver BPM

Habilitando um Centro de Serviços Compartilhados através do SAP NetWeaver BPM Habilitando um Centro de Serviços Compartilhados através do SAP NetWeaver BPM SAP FORUM BRASIL GRUPO ARG Daniel Brito Faria Maciel daniel.maciel@grupoarg.com Antônio de Pádua Pereira antonio.pereira@grupoarg.com

Leia mais

Business Intelligence & Performance Management

Business Intelligence & Performance Management Como medir a evolução do meu negócio? Tenho informação para esta decisão? A medição da performance é uma dimensão fundamental para qualquer actividade de gestão. Recorrentemente, qualquer gestor vê-se

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas BPMS. Jhonatas Vicente de Jesus

Desenvolvimento de Sistemas BPMS. Jhonatas Vicente de Jesus Desenvolvimento de Sistemas BPMS Jhonatas Vicente de Jesus Roteiro de apresentação FastBPM TCC Recapitulando alguns Conceitos Sistemas BPMS Um Processo na prática Conclusão TCC - 2011 Desenvolvimento de

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

PROJELER. Componentes da Solução Intalio BPMS 5.2. Maurício Bitencourt 51 21171872 / 51 84087798 mauricio.bitencourt@projeler.com.

PROJELER. Componentes da Solução Intalio BPMS 5.2. Maurício Bitencourt 51 21171872 / 51 84087798 mauricio.bitencourt@projeler.com. Componentes da Solução Intalio BPMS 5.2 Maurício Bitencourt 51 21171872 / 51 84087798 mauricio.bitencourt@projeler.com.br Platinum Implementation Partner 1 Enterprise Edition Software de Código Aberto

Leia mais

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010 COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE FCCN - Dezembro 2010 Rui Ribeiro colibri@fccn.pt Módulo COLIBRI Concebido por: José Coelho Universidade Aberta Apoiado por: Rui Ribeiro FCCN Vitor

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

MARATONA CBOK UNICORREIOS

MARATONA CBOK UNICORREIOS MARATONA CBOK UNICORREIOS Capítulo 10 Tecnologia de BPM Bruno Lima, CBPP Analista de sistemas/processos Agenda Porque tecnologia é importante; O que está envolvido na tecnologia de BPM? Modelagem, análise

Leia mais

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias.

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. GoldMine QuickStart Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. O GoldMine é uma ferramenta de gestão da relação com os clientes (CRM-Costumer Relationship

Leia mais

PESQUISA EMPRESARIAL E SOLUÇÕES FAST

PESQUISA EMPRESARIAL E SOLUÇÕES FAST 10 de Março de 2010 PESQUISA EMPRESARIAL E SOLUÇÕES FAST Pedro Moutinho 2 Pesquisa Empresarial e Soluções FAST 3 Pesquisa Empresarial e Soluções FAST AGENDA A marca Web 2.0 Conectar Pessoas, Conteúdos

Leia mais

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Insight completo sobre IDG/Oracle Relatório de pesquisa de SOA Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Alinhamento

Leia mais

Pesquisa sobre Iniciativas em BPM

Pesquisa sobre Iniciativas em BPM Pesquisa sobre Iniciativas em BPM Apresentação...2 1. Perfil dos Participantes da Pesquisa...3 2. Como as organizações estão adotando o BPM... 4 2.1. Como as organizações entendem o conceito de BPM?...

Leia mais

Sistemas Empresariais Integrados. Enunciado do Projeto

Sistemas Empresariais Integrados. Enunciado do Projeto MEIC-A Sistemas Empresariais Integrados 2 o Semestre 2012/2013 Enunciado do Projeto Este documento descreve os objetivos, enquadramento, e requisitos do projeto de Sistemas Empresariais Integrados (SEI).

Leia mais

Integração Orientada a Serviços

Integração Orientada a Serviços Integração Orientada a Serviços Porto Alegre, Agosto de 2006 Agenda Sobre a e-core SOA O que é? Web Services x SOA Principal Motivação - Integração SOI ESB BPEL JBI ServiceMix Solução Proposta A Empresa

Leia mais

Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br)

Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br) DAS5316 - Integração de Sistemas Corporativos BPEL Business Process Execution Language Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br) Responsável pela elaboração dos slides Alexandre Perin (perin@das.ufsc.br)

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação 1 Ruironaldi dos Santos Cruz ARTIGO ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO SOA SERVICE

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projetos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projetos em que estão envolvidos, interagindo na otimização dos

Leia mais

Business Process Management

Business Process Management 1 Business Process Management O imperativo da eficiência operacional Na constante busca pelo aumento da eficiência operacional e diminuição dos custos, as organizações procuram optimizar os seus processos

Leia mais

Renata Alves Campos (CoInfo) Sandra Maria Peron de Lima (DP) Março/2012

Renata Alves Campos (CoInfo) Sandra Maria Peron de Lima (DP) Março/2012 Renata Alves Campos (CoInfo) Sandra Maria Peron de Lima (DP) Março/2012 O que é um processo? Um processo é um grupo de atividades realizadas numa seqüência lógica com o objetivo de produzir um bem ou um

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL Versão: 1.0 Data: 05-06-2009 Índice Acesso e estados dos Formulários... 3 Escolha do Formulário e submissão... 4 Bases para a navegação

Leia mais

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP The Fladgate Partnership Taylor s Port Sector Produção vinícola Produtos Vinho do Porto Web www.taylor.pt/pt Soluções e serviços SAP SAP Business Suite A Taylor

Leia mais

Office 365 Manual Outlook 365 Web Application

Office 365 Manual Outlook 365 Web Application Office 365 Manual Outlook 365 Web Application Requisitos para usar o Office 365: Ter instalado pelo menos a versão 7 do Internet Explorer, Mozilla Firefox 15, Google Chrome 21 ou Safari no Mac. O que é

Leia mais

IBM WebSphere Business Monitor

IBM WebSphere Business Monitor Obtenha visibilidade em tempo real do desempenho dos processos de negócios IBM WebSphere Business Monitor Fornece aos usuários de negócios uma visão abrangente e em tempo real do desempenho dos processos

Leia mais

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Por quê? INOVAÇÃO Então O que é um portal mesmo? Serviços de Apresentação

Leia mais

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO MICROSOFT OFFICE 365 FACILIDADES DE COLABORAÇÃO Março 2012 A CLOUD365 estabeleceu acordos estratégicos com os principais fornecedores de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), entre os quais destacamos

Leia mais

Um Novo Paradigma para Sistemas de Informação

Um Novo Paradigma para Sistemas de Informação Por Antonio Plais Antonio Plais é proprietário da Centus Consultoria, e parceiro da Knowledge Partners International, LLC (KPI) para o mercado brasileiro, possuindo mais de trinta anos de experiência no

Leia mais

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação DCTI Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI ANEXO 1 Instituição

Leia mais

WS-BPEL Web Service Business Process Execution Language

WS-BPEL Web Service Business Process Execution Language DAS5316 WS-BPEL Web Service Business Process Execution Language Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br) Responsável pela elaboração dos slides Alexandre Perin (perin@das.ufsc.br) Florianópolis (SC),

Leia mais

ferramentas e funcionalidades básicas

ferramentas e funcionalidades básicas ferramentas e funcionalidades básicas MOODLE - Tipos de Actividades Núcleo Minerva da Universidade de Évora Referendo A actividade Referendo permite ao professor fazer, por exemplo, uma sondagem de opinião

Leia mais

Projecto de Modelação, Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2008-09. Requisitos para a 3ª entrega do projecto.

Projecto de Modelação, Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2008-09. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. Departamento de Engenharia Informática Modelação, Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos Requisitos para a 3ª entrega do projecto Test O Matic 10 de Maio de 2009 1 Índice 1 Índice... 1 2 Sumário...

Leia mais

BPM X Workflow. Business Process Management BPM ou Modelagem de Processos de negócio

BPM X Workflow. Business Process Management BPM ou Modelagem de Processos de negócio Business Process Management BPM ou Modelagem de Processos de negócio Metodologia Conjunto de práticas Controle, gerenciamento e integração dos processos Permite a análise, definição, execução, monitoramento

Leia mais

Conceitos de Processos & BPM

Conceitos de Processos & BPM http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais Conceitos de Processos & BPM Parte I Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Rações Semanais Conceitos de Processos & BPM Parte

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Gestão de Processos de Negócio

<Insert Picture Here> Gestão de Processos de Negócio Gestão de Processos de Negócio Susana Santos Principal Sales Consultant Agenda Quais os Desafios Business Process Management Modelação Execução Interacção Humana Monitorização Resumo

Leia mais

Entrega de Folhas de Férias

Entrega de Folhas de Férias Entrega de Folhas de Férias Guia do Utilizador Versão 4.0 Agosto/ 2014 Índice 1. Introdução 2. Criar/ Validar Folhas de Férias 3. Acesso à funcionalidade 4. Inserir/ Consultar Folhas de Férias 5. Comprovativo

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

BPMN (Business Process. George Valença gavs@cin.ufpe.br

BPMN (Business Process. George Valença gavs@cin.ufpe.br BPMN (Business Process Modeling Notation) George Valença gavs@cin.ufpe.br 31/10/2012 Introdução Modelagem de processos No ciclo de vida BPM, a etapa de modelagem de processos consiste em um conjunto de

Leia mais

SOA: Service-oriented architecture

SOA: Service-oriented architecture SOA: Service-oriented architecture Roteiro Breve História O que é Arquitetura de Software? O que é SOA? Serviços Infraestrutura Composição Sua empresa está preparada para SOA? Breve História Uma empresa

Leia mais

história sucesso Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora

história sucesso Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora história sucesso de Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora sumário executivo Empresa SAICA Setor Papel Produtos e Serviços Fabricação, comercialização,

Leia mais

Bases de Dados. O que é uma Base de Dados? Pós-Grduação em SIG

Bases de Dados. O que é uma Base de Dados? Pós-Grduação em SIG Bases de Dados O que é uma Base de Dados? Dados Pode-se começar por tentar dar uma definição do que são Dados. Os dados são factos em bruto, que não são necessáriamente relevantes para qualquer coisa que

Leia mais

Programa de Universidades

Programa de Universidades University Program International Univer- sities Certified Universities Programa de Universidades 2013 Infosistema. All rights reserved. www.iflowbpm.com O que é o iflow BPM? Tabela de Conteudos O que é

Leia mais

Sistema de formação e certificação de competências

Sistema de formação e certificação de competências Sistema de Formação e Certificação de Competências Portal das Escolas Manual de Utilizador Docente Referência Projecto Manual do Utilizador Docente Sistema de formação e certificação de competências Versão

Leia mais

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial 2 PRIMAVERA BSS Qpoint Rumo à Excelência Empresarial Numa era em que a competitividade entre as organizações é decisiva para o sucesso empresarial, a aposta na qualidade e na melhoria contínua da performance

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de ações a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

PUB. Interface. Banca &Seguros

PUB. Interface. Banca &Seguros Interface Banca &Seguros PUB DOSSIER Marketing Bancário: focos em tempo de crise RADAR Sistema financeiro no triângulo estratégico DOSSIER Tecnologias de informação e gestão de fraude Tendências Mobilidade

Leia mais