TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROELETRÔNICA. Reforma dos Painéis Didáticos de Comando da Oficina Elétrica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROELETRÔNICA. Reforma dos Painéis Didáticos de Comando da Oficina Elétrica"

Transcrição

1 Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROELETRÔNICA Reforma dos Painéis Didáticos de Comando da Oficina Elétrica Amauri Oliveira dos Santos Denis Bogdan Rodrigues Henrique Marcelino Vieira Robson de Oliveira Thiago Penha Fantini Professores Orientadores: Sérgio Trahiko Nozawa São Caetano do Sul / SP 2014

2 Reforma dos Painéis Didáticos de Comando da Oficina Elétrica Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como pré-requisito para obtenção do Diploma de Técnico em Eletroeletrônica São Caetano do Sul / SP 2014

3 Primeiramente dedicamos esse trabalho aos nossos familiares e amigos que de alguma forma nos incentivou ao aprendizado e nunca nos abandonou. Da mesma forma que aprendemos na ETEC, gostaríamos de Ensinar, portanto dedicamos também esse projeto a ETEC Jorge Street, que durante dois anos nos ensinou muita coisa e deixamos o nosso muito Obrigado em forma de Trabalho de Termino de Curso.

4 AGRADECIMENTOS Agradecemos aos nossos Familiares primeiramente que de alguma forma sempre nos incentivaram a ir em busca de novos conhecimentos. Em segundo aos professores que de forma bem determinada nos transmitiram todo conhecimento possível pra realização desse projeto, em seguida agradecer a ETEC Jorge Street por ter nos proporcionado uma experiência incrível de conhecimento.

5 RESUMO Esse projeto trata-se da restauração dos painéis de força e comandos da oficina da ETEC Jorge Street, visando facilitar o aprendizado de futuros alunos da disciplina de comandos elétricos colocando em pratica todo o conhecimento obtido nesses dois anos de curso. Utilizamos do auxílio dos professores e espaço dos laboratórios para as atividades. Reforma Painel Comandos

6 7 LISTA DE FIGURAS Figura 1 - Botão de Emergencia... Erro! Indicador não definido. Figura 2 - Identificação dos contatos de componentes Erro! Indicador não definido. Figura 3 - Painel antigo...11 Figura 4 - Entradas e saídas das contatoras...14 Figura 5 - Entradas e saidas das lampadas Figura 6 - Entradas e saídas dos botões...14 Figura 7 - Lampadas antigas...16 Figura 8 - Lampadas novas...16 Figura 9 - botões antigos...16 Figura 10 - Botões novos Figura 11 - Fusiviveis e disjuntores antigos Figura 12 - Fusiveis e disjuntores novos Figura 13 - Fluxograma...17 Figura 18 - Croqui Figura 19 - Cronograma geral Figura 20 - Pintura da estrutura metálica Figura 21 - Medida, corte e marcação da madeira...22 Figura 22 - Furação da madeira Figura 24 - Distribuição dos componentes Figura 25 - Limpeza das contatoras Figura 26 - Fios e terminais usados Figura 27 - Painel completamente montado e limpo... 25

7 8 Sumário Introdução Tema e delimitação Objetivos - geral e específico(s) Metodologia Planejamento do Projeto Desenvolvimento do projeto Diagrama em blocos Pesquisas de componentes / Tecnologias Previsão de custos Fluxograma Croqui Pesquisa de material Cronograma Reforma dos painéis Conclusão REFERENCIA... 26

8 9 Introdução Alunos da ETEC Jorge Street, Amauri, Denis, Henrique, Robson e Thiago, decidimos reformar os painéis do laboratório de elétrica (Comandos Elétricos), contamos com apoio dos professores que durante esses dois anos nos ensinaram muito, encontramos incentivadores que fizeram, de certa forma, com que esse projeto nascesse.

9 Tema e delimitação. O projeto visa auxiliar o aprendizado dos alunos futuros da disciplina de forma pratica e objetiva, restaurando os painéis para melhor visualização e identificação dos componentes, contatos, botões e botão de emergência. Figura 1 Botão de emergência Figura 2 Identificação dos contatos de componentes

10 Objetivos geral e específico(s) Ao iniciar o projeto, a reforma dos painéis partiu de uma necessidade e conhecimento de sua utilidade entre alunos e professores, visando acabar com a dificuldade na manutenção, facilitando o aprendizado e podendo servir também como trabalho de conclusão de curso (TCC). Melhorar o aspecto físico dos painéis para melhor visualização no caso de ocorrerem manutenções ou reparos por meio da escola. Justificativa Através de conversas com alguns professores, delimitamos a necessidade de desenvolver o projeto para auxílio didático, pois entre nós mesmos algumas vezes tivemos dificuldades em identificar componentes e as diversas mudanças a serem feitas nos painéis. Havia dificuldade na parte de ler e identificar símbolos e números no painel devido as más condições, não haviam identificações e alguns botões, lâmpadas, contatoras e até reles não funcionavam.

11 Metodologia Iniciamos fazendo uma pesquisa na Etec Jorge Street sobre qual era a situação física dos painéis internos, e do quanto eram utilizados para termos uma ideia das melhorias que poderiam ser feitas. Usamos como referência os painéis do laboratório de comandos elétricos e a colaboração de ideias do Professor Toshio. Utilizamos das aulas e espaços dos laboratórios para desenvolver os painéis, às quartas-feiras com 1:30hs de tempo livre para realizar as atividades pendentes. Contamos com boas ferramentas e materiais elétricos para que o trabalho fosse feito com boa qualidade.

12 13 2 Planejamento do Projeto Os capítulos a seguir contêm: Parte elétrica/eletrônica/eletropneumática: Entradas e Saídas Diagrama em Blocos Pesquisa de Componentes/Tecnologias Previsão de Custos Parte Lógica: Fluxograma do Processo Parte Mecânica: Croqui Pesquisa de Material

13 14 3 Desenvolvimento do Projeto Entradas e saídas: As entradas e saídas do painel serão diferenciadas uma das outras e identificadas nas contatoras e reles, nas lâmpadas, fusíveis e disjuntor apresentarão a mesma cor, porém também identificados uma por uma. Contatoras: entradas e saídas Observação: Bobinas das contatoras terão cores diferenciadas de bornes para a fácil identificação Botões e lâmpadas: entradas e saídas

14 Diagrama em blocos Disjuntor É um dispositivo criado para alimentação do painel. Quando desligado, o painel não vai estar energizado, quando ligado o painel devera ser energizado pronto para uso. Será útil para evira acidentes com alunos e queima de componente. Lâmpada teste Será utilizada para testar os componentes do painel, para ver se os contatos estão funcionando. Painel É um compensado de madeira e metal que os componentes vão ser fixados.

15 Pesquisa de Componentes /tecnologias Pesquisamos bornes, botões e lâmpadas, disjuntores e fusíveis e descobrimos que a pesquisa se basearia em cima dos modelos já utilizados nos painéis antigos, entre tanto, algumas marcas não foram encontradas, logo usamos de marcas semelhantes e com valores de propriedade iguais. Lâmpadas antigas Lâmpadas novas Botões antigos Botões novos Disjuntores e fusíveis antigos Disjuntores e fusíveis novos

16 Previsão de custo No inicio do projeto chegamos a um valor inicial de custo do projeto de R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco reais) tendo como pesquisas e orçamentos mais baixos conseguimos baixar o valor de custo para R$ 329,00 (trezentos e vinte e nove reais). 4 - Fluxograma Início Disjuntor Circuito de Potência OFF Circuito de Comando OFF Lâmpada Teste OFF Painel OFF Circuito de Potência ON Parte Lógica: Falar com Henrique Circuito Fluxograma: de Comando Falar com Henrique ON Lâmpada Teste ON Painel ON

17 5 - Croqui 18

18 Pesquisa de Material: Como o projeto trata-se de uma reforma, grande parte do material foi restaurado. A parte de pesquisa de material necessário foi feita na Rua Santa Efigênia no centro de São Paulo, pois lá conseguimos reduzir muito o custo do projeto. Os materiais pesquisados foram bornes (preto, vermelho e amarelo), lâmpadas piloto (cores variadas), disjuntores, PG, terminais, fusíveis e bocais, botões (cores e modelos variados), condutor preto de 1,5 mm, para fusos de vários modelos (para fixação dos componentes no painel), tinta, adesivos para identificação. Ferramentas usadas: Alicate Crimpador Alicate de bico Alicate de Corte Alicate Universal Chave de Fenda Chave Philips Fita isolante Furadeira Lixa Multímetro Pincel Óleo de maquina

19 6 - Cronograma Geral: 20

20 Reforma dos painéis: 1. O projeto foi iniciado pela pintura das estruturas metálicas que suportam o compensado de madeira que fixa os componentes. 2. Em seguida foi marcado, medido e cortado no tamanho necessário para que não houvessem sobras nem falta do compensado na estrutura.

21 22 3. Furadas onde foram feitas as marcações 4. Furação para fixação do compensado na estrutura, logo depois distribuímos de forma simples e não técnica para decidir a posição ideal de cada componente no painel na madeira.

22 23 5. Após a furação, foi feita a pré-montagem para a correção de possíveis erros de medida na madeira. Logo depois retirados do compensado os componentes (contatoras e reles) foram para a restauração e limpeza, onde desmontamos e limpamos os contatos de todas as contatoras. Material usado para restauração: Óleo de maquina Lixa Chave de Fenda (para desmontagem)

23 24 6. Em seguida, foi a vez dos condutores receberem as medidas e terminais, foram cortados de acordo com o tamanho e a posição de cada componente, logo depois foram encaixados os terminais nas pontas. Fios e terminais utilizados 7. Dando sequência, os componentes foram colocados no painel e ligados iniciando os testes de continuidade com multímetro. 8. Concluídos os testes foi energizado o painel. 9. Por fim foi feita a identificação e limpeza do painel.

24 25 Conclusão Ao finalizar o projeto, concluímos que fizemos tudo como aprendemos em nossas aulas, com um bom planejamento e materiais de boa qualidade, o objetivo que procurávamos foi obtido, pois conseguimos realizar as reformas nos painéis com sucesso e como imaginávamos que iria ficar. Encontramos dificuldades devido ao tempo, pois os painéis ficavam na escola, impedindo que fossem adiantas algumas tarefas. Desenvolvemos um bom trabalho em equipe para que esse projeto fosse realizado de forma em que colocássemos em pratica tudo que aprendemos.

25 26 Referencia Esse projeto teve como base de pesquisa painéis antigos do laboratório, não tendo como pesquisa nenhum livro ou biografia, foi baseado em componentes usados nos mesmos dos antigos painéis.

Suporte para TV IS4313

Suporte para TV IS4313 Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECATRÔNICA Suporte para TV IS4313 André Luiz Chaves

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET Save Pool Felipe Fernando Paula de Barros Márcio Nascimento Fonseca Paulo José Gomes Cardoso Rafael

Leia mais

Esteira Contadora EQUIPE

Esteira Contadora EQUIPE Esteira Contadora EQUIPE André Medeiros Coimbra - dehmc@pop.com.br Breno Xavier Cerci - brecerci@hotmail.com Diogo Rodrigues de Jesus - diogorjs@ig.com.br Samuel Alessandro Camargo - samuel.camargo@pucpr.pr

Leia mais

A Chave de partida compensadora é um dos métodos utilizados para reduzir a corrente de partida de motores trifásicos.

A Chave de partida compensadora é um dos métodos utilizados para reduzir a corrente de partida de motores trifásicos. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Campus Araranguá Curso: Eletromecânica Disciplina: Instalações Elétricas Local: Laboratório de Eletrotécnica Professor: Giovani Batista

Leia mais

5 Montagem Circuítos

5 Montagem Circuítos Montagem 5 Circuítos Ambiente de trabalho: Para trabalhar com montagem eletrônica e reparação de equipamentos o técnico precisa de algumas ferramentas, são elas: 1 - Ferro de solda: O ferro de solda consiste

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO DE COMPUTADORES

SUPORTE TÉCNICO DE COMPUTADORES SUPORTE TÉCNICO DE COMPUTADORES PROF. FABRICIO ALESSI STEINMACHER MONTAGEM E DESMONTAGEM DE SEU COMPUTADOR Primeiramente devemos saber que um computador possui diversos componentes que exige cuidado, como

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Alef Turatti. Franciedson Néry. Israel Kenjy. Jackson Ueda SHINY GLASS. Curitiba

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Alef Turatti. Franciedson Néry. Israel Kenjy. Jackson Ueda SHINY GLASS. Curitiba Pontifícia Universidade Católica do Paraná Alef Turatti Franciedson Néry Israel Kenjy Jackson Ueda SHINY GLASS Curitiba 2013 Alef Turatti Franciedson Néry Israel Kenjy Jackson Ueda SHINY GLASS Projeto

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Central de Iluminação de Emergência 12 V(cc), 20 A, com Capacidade de 240 W. Código AFB240 A central de iluminação de emergência é alimentada pela rede elétrica predial (110 ou 220 volts) e também possui

Leia mais

Normalização do sistema de bloqueio conforme a NR 10

Normalização do sistema de bloqueio conforme a NR 10 Normalização do sistema de bloqueio conforme a NR 10 Robson Guilherme Ferreira (II) Jackson Duarte Coelho (III) Julio César Agrícola Costa da Silveira (I) Resumo O trabalho a ser apresentado tem como objetivo

Leia mais

Automação de Bancada Pneumática

Automação de Bancada Pneumática Instituto Federal Sul-rio-grandense Campus Pelotas - Curso de Engenharia Elétrica Automação de Bancada Pneumática Disciplina: Projeto Integrador III Professor: Renato Allemand Equipe: Vinicius Obadowski,

Leia mais

Multímetro, um grande amigo do operador de som

Multímetro, um grande amigo do operador de som Multímetro, um grande amigo do operador de som Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro O multímetro, ou multitester, é um equipamento utilizado para medições de componentes elétricos, mas muitos dos seus

Leia mais

Integrado em Automação Industrial

Integrado em Automação Industrial Plano de Trabalho Docente (PTD) Integrado em Automação Industrial Ano Letivo de 2014 1 Sumário 1º Módulo COMPONENTE CURRICULAR: ELETRICIDADE BÁSICA... 5 COMPONENTE CURRICULAR: INSTALAÇÕES ELÉTRICAS...

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO UNESP CAMPUS DE FRANCA/SP

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO UNESP CAMPUS DE FRANCA/SP LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO UNESP CAMPUS DE FRANCA/SP 1 INDÍCE 1 - OBJETIVO 2 - NORMAS APLICÁVEIS 3 - GENERALIDADES

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECATRÔNICA. CRV (Controle Remoto Veicular)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECATRÔNICA. CRV (Controle Remoto Veicular) Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECATRÔNICA CRV (Controle Remoto Veicular) Alexandre Augusto

Leia mais

*OBS: Chave estrela-triângulo: tensão de partida limitada a 58% da tensão nominal.

*OBS: Chave estrela-triângulo: tensão de partida limitada a 58% da tensão nominal. 1 Laboratório Instalações Elétricas Industriais Professor: Marcio Luiz Magri Kimpara PATIDA COMPENADOA AUTOMÁTICA Introdução Assim como a chave estrela-triângulo, a partida compensadora tem a finalidade

Leia mais

cesse: Downloads Manuais Tira-dúvidas

cesse: Downloads Manuais Tira-dúvidas para leigos cesse: Downloads gratuitos Manuais Tira-dúvidas E muito mais! O site Shammaluz está mais bonito e mais completo. Lá você encontra informações específicas para cada tipo de negócio que quer

Leia mais

Rendimento EscolarFrequência : Obrigatório Critério de Avaliação : NOTA. DependênciasCritérios: Este curso não admite dependências.

Rendimento EscolarFrequência : Obrigatório Critério de Avaliação : NOTA. DependênciasCritérios: Este curso não admite dependências. Titulação : Eletricista Nome Abreviado : Eletricista Nível : Aprendizagem Tipo de Curso : Aprendizagem Industrial Área : Eletroeletrônica Segmento de Área : Eletricidade Estratégia : Presencial Carga Horária

Leia mais

Controladores Lógicos Programáveis CLP (parte-3)

Controladores Lógicos Programáveis CLP (parte-3) Controladores Lógicos Programáveis CLP (parte-3) Mapeamento de memória Na CPU (Unidade Central de Processamento) de um CLP, todas a informações do processo são armazenadas na memória. Essas informações

Leia mais

Manual de Instalação MXT-140

Manual de Instalação MXT-140 Manual de Instalação MXT-140 CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Os produtos da linha MXT-140 são dispositivos eletrônicos automotivos cuja principal funcionalidade é rastreamento. Eles proporcionam a leitura e

Leia mais

How To de instalação de chicotes para farol de neblina Vectra C

How To de instalação de chicotes para farol de neblina Vectra C Este How to apresenta instruções de instalação de chicotes e outros componentes do sistema de farol de neblina. Foi instalado em um Vectra Expression 2008-09. Materiais Kit completo farol de neblina, código

Leia mais

eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há Blocos eletrônicos

eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há Blocos eletrônicos A UU L AL A Manutenção eletroeletrônica II Na linha de produção de uma empresa há uma máquina muito sofisticada. Certo dia essa máquina apresentou um defeito e parou. Imediatamente foi acionada a equipe

Leia mais

CIRCUITO DE POTÊNCIA. Chaves com comando a distância

CIRCUITO DE POTÊNCIA. Chaves com comando a distância ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral DISPOSITIVOS DE COMANDO Índice 1 Objetivo... 1 2... 1 2.1 Generalidades......

Leia mais

TÍTULO: PROGRAMAÇÃO DE CLP PARA UMA MÁQUINA DE SECÇÃO SEGMENTOS ORGÂNICOS

TÍTULO: PROGRAMAÇÃO DE CLP PARA UMA MÁQUINA DE SECÇÃO SEGMENTOS ORGÂNICOS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PROGRAMAÇÃO DE CLP PARA UMA MÁQUINA DE SECÇÃO SEGMENTOS ORGÂNICOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA:

Leia mais

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel Tutorial gentilmente cedido pelo DJCRD dos Kadetteiros.com Campinas/Grande ABC/Alto Tietê. Pessoal, abaixo o procedimento para substituir as lâmpadas

Leia mais

Controladores Lógicos Programáveis 2

Controladores Lógicos Programáveis 2 Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico de Castelo Branco Departamento de Informática Curso de Engenharia Informática Automação e Controlo Industrial Ano Lectivo de 2004/2005 Controladores

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com MANUTENÇÃO EM COMPUTADORES Carga horária: 32 horas/aula Competência: Conhecer a arquitetura

Leia mais

Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix)

Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix) Sistema Modelix-G (Modelix-Grafix) 1) Introdução 1 2) Utilizando o Sistema Modelix-G impresso (paper) 1 3) Utilizando o Sistema Modelix-G com software 4 4) Divulgando seus projetos e idéias 7 1) Introdução

Leia mais

Manual de instruções. Botões de comando Série 44

Manual de instruções. Botões de comando Série 44 Manual de instruções Botões de comando Série 44 1- Introdução A série 44 caracteriza-se pelo seu sistema modular de pelo seu sistema modular de elementos de contatos e, pela numerosa possibilidade de configuração

Leia mais

ANALOGIA DAS CARGAS ELÉTRICAS: UMA ABORDAGEM VISUAL

ANALOGIA DAS CARGAS ELÉTRICAS: UMA ABORDAGEM VISUAL ANALOGIA DAS CARGAS ELÉTRICAS: UMA ABORDAGEM VISUAL Bruno Randal de Oliveira (1); Manuella da Silva Ribeiro (2); Francisco Antônio Lopes Laudares (3); Claudio Maia Porto (4) (1) Depto de Física Universidade

Leia mais

CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO

CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO CM ELETRICISTA MONTADOR PLANO DE CURSO Categoria e Atribuições Executar a montagem de painéis e quadro de distribuição, caixas de fusíveis e outros instrumentos de comandos, encaixando e ajustando as peças

Leia mais

Construção do FMEA para um torno mecânico e uma furadeira coluna existentes na oficina de tornearia do CEFET PB UnED Cajazeiras

Construção do FMEA para um torno mecânico e uma furadeira coluna existentes na oficina de tornearia do CEFET PB UnED Cajazeiras Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba Unidade de Ensino Descentralizada de Cajazeiras Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial Disciplina: Manutenção Industrial José Rômulo Vieira

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE

RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE RELATÓRIO SOBRE A CRIAÇÃO DE PLACA IHL (INTERFACE DE HARDWARE LIVRE) ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 1º SEMESTRE Albert Cruz Loyanne Lemos Matheus Carvalho Pricilla Brandão Salvador Dezembro - 2010 Albert Cruz,

Leia mais

GUIA DE LABORATÓRIO LABORATÓRIO 6 TRANSFORMADORES

GUIA DE LABORATÓRIO LABORATÓRIO 6 TRANSFORMADORES GUIA DE LABORATÓRIO LABORATÓRIO 6 TRANSFORMADORES 1. RESUMO Verificação das relações entre tensões e correntes no circuito primário e secundário de um transformador ideal. Realização da experiência do

Leia mais

1.MODELO DIDÁTICO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

1.MODELO DIDÁTICO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Prof.: Luiz André FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA Trabalho Trimestral Curso: Eletrotécnica Data: 26/11/2007 Turma: 2124 Aluno:Luana Helena da Silva n : 23 Aluno: Júlia Strieder

Leia mais

PROJETO RECICLANDO LIXO ELETRÔNICO PARA CRIAÇÃO DE BIJUTERIAS E SEMI-JÓIAS

PROJETO RECICLANDO LIXO ELETRÔNICO PARA CRIAÇÃO DE BIJUTERIAS E SEMI-JÓIAS PROJETO RECICLANDO LIXO ELETRÔNICO PARA CRIAÇÃO DE BIJUTERIAS E SEMI-JÓIAS PROJETO DE RECICLAGEM DE LIXO ELETRÔNICO 1. Dados sobre o idealizador do projeto.. JORGE M. KURIYAMA e-mail kuriyamaartemoda@gmail.com

Leia mais

Manual Prensa Combo 8x1 JD INK JET

Manual Prensa Combo 8x1 JD INK JET Manual Prensa Combo 8x1 JD INK JET JD INK JET Apresentação. O desenvolvimento da prensa JD INK JET, foi criada e acompanhada por engenheiros Coreanos na China, e ao decorrer dos anos fomos aprimorando

Leia mais

KIT DE AUTOMATIZAÇÃO DE CADEIRA DE RODAS

KIT DE AUTOMATIZAÇÃO DE CADEIRA DE RODAS Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECATRÔNICA KIT DE AUTOMATIZAÇÃO DE CADEIRA DE

Leia mais

Controladores Lógicos Programáveis (CLPs)

Controladores Lógicos Programáveis (CLPs) Controladores Lógicos Programáveis (CLPs) A UU L AL A Uma empresa fabrica clipes em três tamanhos: grande, médio e pequeno. Seus clientes consomem os produtos dos três tamanhos, mas a empresa nunca conseguiu

Leia mais

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA 2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA A instalação de máquinas diversas requer uma grande gama de dispositivos que possibilitem o perfeito funcionamento, de preferência o mais automatizado possível,

Leia mais

Projeto de estágio on the job Câmpus Santos Dumont do IF Sudeste MG 3ª Edição 2013/2014

Projeto de estágio on the job Câmpus Santos Dumont do IF Sudeste MG 3ª Edição 2013/2014 Projeto de estágio on the job Câmpus Santos Dumont do IF Sudeste MG 3ª Edição 2013/2014 1) Introdução Uma vez que o Câmpus Ssantos Dumont se dispõe a ser referência no ensino e desenvolvimento de tecnologias

Leia mais

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre

ACENDENDO AS LUZES. Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre ACENDENDO AS LUZES Capitulo 2 - Aula 1 Livro: Arduino básico Tutor: Wivissom Fayvre Projeto 1 LED piscante Neste capitulo, todos os projetos utilizam luzes LED s de diversas formas. Em relação ao hardware,

Leia mais

Professor Ventura Ensina Tecnologia

Professor Ventura Ensina Tecnologia Professor Ventura Ensina Tecnologia Experimento PV001 Maquete com Instalação Elétrica Ensino Fundamental Direitos Reservados = Newton C. Braga 1 Maquete com Instalação Elétrica Você gostaria de aprender

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

PO 19: ENSINO DE ÂNGULOS: O AUXÍLIO DA LOUSA DIGITAL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA

PO 19: ENSINO DE ÂNGULOS: O AUXÍLIO DA LOUSA DIGITAL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA PO 19: ENSINO DE ÂNGULOS: O AUXÍLIO DA LOUSA DIGITAL COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA José Erildo Lopes Júnior 1 juniormat2003@yahoo.com.br RESUMO Neste trabalho, vamos apresentar o conteúdo de ângulos, através

Leia mais

Introdução ENERGIA ELÉTRICA: GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO.

Introdução ENERGIA ELÉTRICA: GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO. ENERGIA ELÉTRICA: GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO. Introdução A energia elétrica que alimenta as indústrias, comércio e nossos lares é gerada principalmente em usinas hidrelétricas, onde a passagem

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO ST240

MANUAL DE INSTALAÇÃO ST240 MANUAL DE INSTALAÇÃO ST240 SUMÁRIO Descrição do Rastreador ST-240... 03 Descrição das entradas e saídas... 03 Led indicador GPS - Vermelho... 04 Led indicador GPRS - Azul... 04 Dicas de instalação... 05

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM

ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM Art. 701869 ALARME SANSET 101 ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM Versão 02_Set.08 1 Art. 701869 SandSET 101 Dispositivo de alarme ACO Passavant,

Leia mais

O uso de Objetos de Aprendizagem como recurso de apoio às dificuldades na alfabetização

O uso de Objetos de Aprendizagem como recurso de apoio às dificuldades na alfabetização O uso de Objetos de Aprendizagem como recurso de apoio às dificuldades na alfabetização Juliana Ferreira Universidade Estadual Paulista UNESP- Araraquara E-mail: juliana.ferreiraae@gmail.com Silvio Henrique

Leia mais

Verifique se todos os itens descritos no Kit de Rastreamento estão presentes na embalagem do produto.

Verifique se todos os itens descritos no Kit de Rastreamento estão presentes na embalagem do produto. APRESENTAÇÃO DO PRODUTO Com o intuito de fornecer ao mercado um dispositivo de rastreamento seguro e confiável, com base na mais alta tecnologia de rastreamento de veículos, seguindo rígidos padrões de

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

Microcontrolador Modelix 3.6

Microcontrolador Modelix 3.6 Curso de Robótica 1 Curso de Robótica Introdução à robótica O desenvolvimento da robótica surgiu da necessidade de se aperfeiçoar processos de fabricação, no sentido de melhorar a qualidade dos produtos.

Leia mais

Aprender a Distância na Previdência

Aprender a Distância na Previdência Relatório de Encerramento Aprender a Distância na Previdência (ADP-001-09) Brasília, 05 de março de 2009. 1 1. Identificação: Curso: Aprender a distância na Previdência Descrição do curso: Módulo introdutório

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: AIRES, LUMIAR FÊNIX, FÊNIX CONTR PETIT Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o

Leia mais

Soluções em Sistemas de Segurança e Automação. E algo mais. Botões, Comutadores, Sinaleiros e B l o c o d e C o n t a t o

Soluções em Sistemas de Segurança e Automação. E algo mais. Botões, Comutadores, Sinaleiros e B l o c o d e C o n t a t o Botões, Comutadores, Sinaleiros e B l o c o d e C o n t a t o Soluções em Sistemas de Segurança e Automação. E algo mais. Eletroeletrônica Industrial Ltda. Design Praticidade e economia Beleza e ergonomia

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade CENTO FEDEAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATAINA GEÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETÔNICA Fundamentos de Eletricidade AULA 01 MATIZ DECONTATOS, CÓDIGO DE COES DE ESISTOES E FONTES DE ALIMENTAÇÃO 1 INTODUÇÃO

Leia mais

Atividade 1. Dispositivo que transforma alguma modalidade de energia em energia potencial elétrica.

Atividade 1. Dispositivo que transforma alguma modalidade de energia em energia potencial elétrica. Atividade 1 1) PROBLEMATIZAÇÃO: Se observarmos uma lanterna, um rádio ou alguns tipos de brinquedos, perceberemos que estes aparelhos só funcionam enquanto estão sendo alimentados por uma fonte de energia

Leia mais

Substituição de Isoladores em Linha de Distribuição de 72,5kV com a Utilização de Andaimes Isolados. Fernando Gomes da Silva Filho

Substituição de Isoladores em Linha de Distribuição de 72,5kV com a Utilização de Andaimes Isolados. Fernando Gomes da Silva Filho XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Substituição de Isoladores em Linha de Distribuição de 72,5kV com a Utilização de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC RODRIGUES DE ABREU - EXTENSÃO AGUDOS Código: 135.01 D Município: AGUDOS Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Componente Curricular:

Leia mais

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA RESUMO Os educadores têm se utilizado de uma metodologia Linear, que traz uma característica conteudista; É possível notar que o Lúdico não se limita

Leia mais

Manual de utilização do programa

Manual de utilização do programa PCIToGCode Manual de utilização do programa PCIToGCode O PCITOGCODE é um aplicativo desenvolvido para converter imagem de uma placa de circuito impresso em um arquivo de códigos G. Com o arquivo de códigos

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015

Plano de Trabalho Docente 2015 Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA / SP Eixo tecnológico: Industria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Veneno no Carburador

Veneno no Carburador Veneno no Carburador Hoje em dia com a toda a tecnologia e eletrônica embarcada nos carros, reduziu-se drasticamente a gama de opções de preparação. Entretanto, para aqueles que ainda possuem um carro

Leia mais

Larissa Vilela de Rezende Lucas Fré Campos

Larissa Vilela de Rezende Lucas Fré Campos ENSINANDO REGRA DE TRÊS SIMPLES COM MATERIAL DOURADO EM UMA ESCOLA ESTADUAL DE LAVRAS Resumo Larissa Vilela de Rezende Lucas Fré Campos UFLA/DEX, larissavilela@outlook.com.br UFLA/DEX, lucas_fre@matematica.ufla.br

Leia mais

a p r e s e n t a CARTILHA EXPO.GRITO

a p r e s e n t a CARTILHA EXPO.GRITO a p r e s e n t a CARTILHA EXPO.GRITO ÍNDICE Pré Produção 04 Produção 11 Pós Produção 12 Contatos 13 PRÉ PRODUÇÃO 1) Levantamento do SPOT Foto boa, Medidas, Características do ponto, Tratamento do local

Leia mais

Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos

Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos Há cerca de um ano, a moda de móveis com pallets se espalhou pelo mundo. E não é à toa que isso aconteceu. Esses móveis

Leia mais

Disjuntor a Vácuo uso Interno

Disjuntor a Vácuo uso Interno Disjuntor a Vácuo uso Interno D27 - U 1 Sumário 1. Aplicação... 3 2. Condições Normais de Serviço... 4 3. Principais Parâmetros Técnicos... 4 4. Estrutura e Operação do Disjuntor... 5 4.1. Estrutura Geral:...

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: WIND MDF/PLAST. WIND LIGHT MDF/PLAST. COMERCIAL Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura

Leia mais

Características Técnicas Série Quasar

Características Técnicas Série Quasar Descrição do Produto A Série Quasar é uma linha de painéis tipo CCMi (centro de controle de motores inteligente) para baixa tensão e correntes até 3150 A, ensaiados conforme a norma NBR/IEC 60439-1 - TTA

Leia mais

COIFAS TUBOAR MANUAL DO CONSUMIDOR

COIFAS TUBOAR MANUAL DO CONSUMIDOR COIFAS TUBOAR MANUAL DO CONSUMIDOR CONTEÚDO Conheça sua nova coifa Tuboar 1. Ligando sua coifa Tuboar... 3 1.1 Como utilizar melhor sua coifa... 3 2 - Manutenção... 4 2.1 Coifas esmaltadas... 4 2.2 Coifas

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Projeto Coletor Eletromagnético. Allan Diego Corradini Pacheco e Kamila Rossa PUCPR

Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Projeto Coletor Eletromagnético. Allan Diego Corradini Pacheco e Kamila Rossa PUCPR Pontifícia Universidade Católica do Paraná Projeto Coletor Eletromagnético Allan Diego Corradini Pacheco e PUCPR 1. Introdução O projeto trata-se de um coletor eletromagnético; quando liga-se o detector

Leia mais

MANUAL DE CONDIÇÕES E VANTAGENS PARA INVESTIMENTO E USO DO SISTEMA ELÉTRICO:

MANUAL DE CONDIÇÕES E VANTAGENS PARA INVESTIMENTO E USO DO SISTEMA ELÉTRICO: 1/23 MANUAL DE CONDIÇÕES E VANTAGENS PARA INVESTIMENTO E USO DO SISTEMA ELÉTRICO: FULLTECH TECNOLOGIA E AUTOMAÇÃO Rua:Avelino Manoel Avrela, 1640 Bairro Cruzeiro, Caxias do Sul RS Fone: (54) 3029.0573/8133.5639

Leia mais

BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE

BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE BOTÃO DE TOQUE POR PROXIMIDADE MANUAL DE INSTALAÇÃO ATENÇÃO! LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES DO MANUAL ANTES DE INSTALAR E OPERAR ESTE EQUIPAMENTO Parabéns, você adquiriu um produto com o selo Qualidade Máxima

Leia mais

Suelen Fernanda Cendron RESUMO

Suelen Fernanda Cendron RESUMO GERADOR DE FUNÇÕES DE BAIXO CUSTO PARA SER UTILIZADO NO APRENDIZADO DAS COMPONENTES CURRICULARES DE FORMAÇÃO BÁSICA DO CURSO DE ELETROELETRÔNICA E MATERIAL DIDÁTICO Suelen Fernanda Cendron RESUMO Gerador

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

Barramento Elétrico Blindado KSL70

Barramento Elétrico Blindado KSL70 Barramento Elétrico Blindado KSL70 PG: 2 / 19 ÍNDICE PÁG. 1.0 DADOS TÉCNICOS 03 2.0 - MÓDULO 04 3.0 SUSPENSÃO DESLIZANTE 05 4.0 TRAVESSA DE SUSTENTAÇÃO 06 5.0 EMENDA DOS CONDUTORES E DOS MÓDULOS 07 6.0

Leia mais

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2

Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Amplificadores, Caixas Acústicas e uma tal de impedância - Parte 2 Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro No artigo anterior, tratamos da teoria envolvendo os fatores citados acima. Neste, vamos tentar

Leia mais

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net COR: -Instalação rápida e fácil, fixação com resina, ondulação de 2 a 4 mm para passagem dos cabos de energia. - Pode ser instalada em piscinas ou hidromassagens onde não tenha sido previsto sistema de

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 1 PROJETO ELÉTRICO

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 1 PROJETO ELÉTRICO AULA 1 PROJETO ELÉTRICO 1- Introdução 2- Normas técnicas Todo projeto deve ser concebido a luz de uma norma técnica. No Brasil, a normatização é de responsabilidade da Associação Brasileira de Normas Técnica

Leia mais

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS Análise de Circuitos Contatores/Relés Aula 02 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Sobrecarga

Leia mais

12633 INDUSTRIAL DRIVE GRANGER, INDIANA 46530 USA Telefone: (800) 348-5070 / (574) 272-9950 Fax: (574) 277-6566 (www.glunz-jensen.

12633 INDUSTRIAL DRIVE GRANGER, INDIANA 46530 USA Telefone: (800) 348-5070 / (574) 272-9950 Fax: (574) 277-6566 (www.glunz-jensen. MÓDULO DE TAPETE TRANSPORTADOR CM62-X-R GLUNZ & JENSEN 12633 INDUSTRIAL DRIVE GRANGER, INDIANA 46530 USA Telefone: (800) 348-5070 / (574) 272-9950 Fax: (574) 277-6566 (www.glunz-jensen.com) REF.: 0001000-0035CM62XRSO-PO

Leia mais

MED PAINEL HORIZONTAL MANUAL DE MONTAGEM E TECNOLOGIA MÉDICA

MED PAINEL HORIZONTAL MANUAL DE MONTAGEM E TECNOLOGIA MÉDICA MANUAL DE MONTAGEM E MANUTENÇÃO PAINEL HORIZONTAL ÍNDICE INTRODUÇÃO...01 APRESENTAÇÃO... 01 COMPONENTES... 02 INSTALAÇÃO... 03 POSICIONAMENTO... 04 FIXAÇÃO... 05 MONTAGEM... 06 MONTAGEM DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO...

Leia mais

ANÉXO PADRÃO TERMO_130607 TERMOG RAFIA -

ANÉXO PADRÃO TERMO_130607 TERMOG RAFIA - ANÉXO PADRÃO TERMO_130607 TERMOG RAFIA - Técnica que estende a visão humana ao espectro infravermelho, sendo a aquisição e análise das informações térmicas feitas a partir de dispositivos de obtenção de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA GUARDIAN

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA GUARDIAN MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA GUARDIAN FUNCIONAMENTO DO SISTEMA GUARDIAN. A central de alarmes Guardian realiza o monitoramento continuo de três entradas de alarmes, fornecendo três saídas de alarmes distintas,

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções 11/06 119-32/00 012807 REV.0 www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INTRODUÇÃO Tensão Corrente Potência/Consumo Freqüência Rotações Diâmetro Área de ventilação

Leia mais

1) Entendendo a eletricidade

1) Entendendo a eletricidade 1) Entendendo a eletricidade 1 2) Circuitos Modelix 2 3) Utilizando o Sistema Esquemático Modelix-G (Modelix-Grafix) 6 4) Fazendo montagens com os Circuitos Modelix 7 5) Exercícios para treinar 8 Objetivo:

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO ESPIRITO SANTO FACULDADE MULTIVIX ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E PETROLEO E GÁS 2 PERÍODO B

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO ESPIRITO SANTO FACULDADE MULTIVIX ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E PETROLEO E GÁS 2 PERÍODO B INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO ESPIRITO SANTO FACULDADE MULTIVIX ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E PETROLEO E GÁS 2 PERÍODO B DANIELLE BENEVIDES DRIELLEN MOURA ESTER BARRETO ENIAC CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 2015

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE 1-8 1 INTRODUÇÃO Neste manual de operação, você encontrará todas as informações necessárias sobre o equipamento para usá-lo corretamente. Ao adquirir um dos modelos

Leia mais

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote

2-Instalação da cuba. 1-Apresentação. Cuba de Ionização Abraçadeira s. Cano. Mangote Manual de Instalação Índice 1- Apresentação 2- Instalação da cuba. 3- Instalação do painel de controle 4- Ligação elétrica 5- Dispositivo de segurança 6- Características do Purilaqua 7- Tempo de filtragem

Leia mais

Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer.

Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer. Dezenas de artigos do tipo faça você mesmo, como funciona e experiências para você fazer. Ferramentas e acessórios: temos no site ferros de soldar, multimetro, chaves... Enfim, as ferramentas mais úteis

Leia mais

VENTOKIT IN Line NM Eletronic

VENTOKIT IN Line NM Eletronic VENTOKIT IN Line NM Eletronic Modelos: 8 / 15 / 15 turbo b d b mm a b c d e 8 15 15 18 99 Mod. 15 15 turbo 15 15 18 119 15 15 18 119 a c e a DESCRIÇÃO OPÇÕES DE FORNECIMENTO OPCIONAIS Renovadores de ar

Leia mais

COMANDOS ELÉTRICOS Este material não é destinado a comercialização.

COMANDOS ELÉTRICOS Este material não é destinado a comercialização. COMANDOS ELÉTRICOS Está apostila é usada nas aulas ministradas na matéria de comandos no curso de pósmédio mecatrônica, não se tratando de um material voltado para a qualificação. Há ainda um complemento

Leia mais

CONTROLE NUMÉRICO E AUTOMATIZAÇÃO INDUSTRIAL INTRODUÇÃO: NOÇÕES BÁSICAS DE CNC

CONTROLE NUMÉRICO E AUTOMATIZAÇÃO INDUSTRIAL INTRODUÇÃO: NOÇÕES BÁSICAS DE CNC CONTROLE NUMÉRICO E AUTOMATIZAÇÃO INDUSTRIAL INTRODUÇÃO: NOÇÕES BÁSICAS DE CNC Operador de máquinas convencionais Materiais recebidos pelo operador da Máquina Convencional Exemplo de Máquina Convencional

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Relés de Sobrecarga Térmico RW Informações Gerais - Local para identificação - Tecla Reset + Multifunção

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS 1 PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS INTRODUÇÃO O processamento interno do CLP é digital e pode-se, assim, aplicar os conceitos de lógica digital para compreen8 der as técnicas e as linguagens

Leia mais