TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso"

Transcrição

1 I MÓDULO I TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso Habilitar e qualificar profissionais para desenvolver atividades de projeto, especificação, instalação, montagem e manutenção de sistemas eletromecânicos e equipamentos; Operar processos industriais automatizados; Realizar atividades de orientação para fabricação e adaptação de peças, componentes e máquinas eletromecânicas, respeitando as normas técnicas de saúde, segurança e meio ambiente Carga horária: 1200 horas horas de estágio.. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Eletromecânica Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Eletricidade Desenho Técnico Matemática Básica Mecânica Técnica Organização do Trabalho Segurança do Trabalho Instrumentação Básica Sub-total Instalação e Manutenção Sistemas Pneumáticos Materiais Instalações Elétricas Eletrônica Básica Metrologia Máquinas Térmicas Sub-total Elementos de Automação Máquinas e Equipamentos Elétricos e Mecânicos Subestações Elétricas Projeto e Manufatura Assistidos por Computador (CAD\CAM) Processos de Fabricação

2 MÓDULO I Sistemas Hidráulicos Planejamento, Programação, Execução e Controle da Manutenção Sub-total TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA Objetivo do curso Habilitar e qualificar o aluno para instalar, operar e manter elementos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; participar na elaboração e no desenvolvimento de projetos de instalações elétricas e de infraestrutura para sistemas de telecomunicações em edificações; atuar no planejamento e execução da instalação e manutenção de equipamentos e instalações elétricas; aplicar medidas para o uso eficiente da energia elétrica e de fontes energéticas alternativas; participar no projeto e instalação de sistemas de acionamentos elétricos; e executar a instalação e manutenção de iluminação e sinalização de segurança. : 1200 horas horas de estágio. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Eletrotécnica Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Eletricidade I Desenho Técnico Matemática Básica Mecânica Técnica Organização do Trabalho Segurança do Trabalho Instrumentação Básica Sub-total Eletricidade II Instalações Elétricas Manutenção Elétrica Industrial Eletrônica Básica Sistemas Digitais Máquinas Elétricas I Sub-total

3 MÓDULO I I Controle e Automação Eletrônica de Potência Sistemas Elétricos de Potência Máquinas Elétricas II Projetos Elétricos Industriais Subestações Elétricas Legislação e Normas do Trabalho Sub-total TÉCNICO EM ENFERMAGEM Objetivo do curso Habilitar o profissional em enfermagem com capacidade de visão crítica, reflexiva e criativa nos aspectos éticos, legais e preventivos, considerando o contexto histórico, político, econômico e cultural inerentes à comunidade; encaminhar os alunos a clínicas, hospitais e outras instituições de saúde aonde irão por em prática os conhecimentos adquiridos durante o curso; oportunizar os alunos a sua participação em campanhas de prevenção e controle sistemático da infecção hospitalar durante o estágio supervisionado; instrumentalizar os profissionais de enfermagem para atender a demanda das instituições de saúde. : 1200 horas horas de estágio. Matriz Curricular Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Enfermagem Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Introdução a Anatomia Microbiologia Parasitologia História da Enfermagem NR 32 Biossegurança Procedimentos básicos de enfermagem Sub-total Enfermagem em Saúde Coletiva Farmacologia aplicada a Enfermagem Enfermagem Médico-Cirúrgica I Enfermagem em Saúde da Mulher Enfermagem em Saúde da Criança

4 MÓDULO I I Enfermagem em Doenças Infectocontagiosas Semiotécnica Sub-total Bioética e ética profissional Enfermagem em Central de Material, Centro Sinérgico e Recuperação Pós Anestesia Enfermagem em Saúde do Idoso Enfermagem em Saúde Mental Enfermagem em Oncologia Administração do Serviço de Enfermagem Enfermagem Médico-Cirúrgico II Psicologia Aplicada a Enfermagem Sub-total TÉCNICO EM GEOLOGIA Objetivos do Curso Habilitar o aluno a executar mapeamento geológico e amostragem em superfície e subsolo; orientar os trabalhos de caracterização de minérios e nos projetos de identificação, qualificação e quantificação de ocorrências minerais; oportunizar os alunos a atuarem em levantamentos topográficos nas atividades de pesquisa mineral, bem como operar equipamentos de sondagem, perfuração e pesquisa mineral; prover conhecimento para aplicar normas técnicas nas atividades específicas da área de mineração, inclusive no tocante a medidas de controle e proteção ambiental e à segurança do trabalho. : 1200 horas horas de estágio. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Geologia Eixo Tecnológico: Recursos Naturais Mineralogia Matemática Básica Topografia Legislação Mineral Segurança do Trabalho e Meio Ambiente Organização do Trabalho Sub-total

5 MÓDULO I I Geologia Lavra Palenteologia Pesquisa Mineral Mecânica de Rochas Petrografia Planejamento de Mina I Geomorfologia Sub-total Mineração e Meio Ambiente Sedimentologia Prospecção e Avaliação de Jazidas Geologia Econômica Geoprocessamento Tratamento de Minérios Preparação e Caracterização Tecnológica de Minérios Sub-total TÉCNICO EM MECÂNICA Objetivo do curso Habilitar e qualificar o aluno para atuar na elaboração de projetos de produtos, ferramentas, máquinas e equipamentos mecânicos; planejar, aplicar e controlar procedimentos de instalação e de manutenção mecânica de máquinas e equipamentos conforme normas técnicas e normas relacionadas a segurança; controlar processos de fabricação; aplicar técnicas de medição e ensaios; especificar materiais para construção mecânica. : 1200 horas horas de estágio. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Mecânica Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Matemática Aplicada Física Aplicada Português Instrumental Metrologia I Desenho Técnico Inglês Técnico Componentes de Máquinas 60-30

6 M Ó D UL O I I Lubrificação Industrial Introdução à Informática Organização do Trabalho Sub-total Máquinas Térmicas Metrologia II Projetos Mecânicos Materiais Eletricidade Processo de Soldagem Planejamento, Programação, Execução e Controle da Manutenção Desenho Técnico em AUTOCAD Sistemas Pneumáticos Sub-total Processos de Usinagem Processos de Fabricação Legislação e Normas do Trabalho Manutenção e Instalação de Equipamentos Sistemas Hidráulicos Tubulações Industriais Projeto e Manufatura Assistidos por Computador (CAD\CAN) Sistema de Automação Industrial Sub-total TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE Habilitar e qualificar o aluno para coletar, armazenar e interpretar informações, dados e documentações ambientais; colaborar na elaboração de laudos, relatórios e estudos ambientais; auxiliar na elaboração, acompanhamento e execução de sistemas de gestão ambiental; atuar na organização de programas de educação ambiental, de conservação e preservação de recursos naturais, de redução, reuso e reciclagem; identificar as intervenções ambientais, analisar suas consequências e operacionaliza a execução de ações para preservação, conservação, otimização, minimização e remediação dos seus efeitos. Carga horária: 800 horas horas de estágio. Duração: 12 meses. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Meio Ambiente Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Biologia Geral 60-60

7 MÓDULO I Poluição Ambiental Legislação e Políticas Ambientais Introdução à Informática Gestão e Educação Ambiental Noções de Solos / Conservação da Água e dos Solos Desenvolvimento e Tecnologias Sustentáveis Sub Silvicultura (Florestas de Proteção) e SAF`s Ecossistemas Agroecologia Geral Processos Produtivos Recursos Hídricos Impactos Ambientais Saúde Coletiva Sub Conjunto dos Módulos (I e II) Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Meio Ambiente TÉCNICO EM MINERAÇÃO Objetivos do curso Habilitar e qualificar profissionais para a área de mineração, com competências e habilidades desenvolvidas pela compreensão pelos processos de extração, de transformação e de beneficiamento de bens materiais, comprometidos com a preservação do meio ambiente e buscando novas formas de desenvolvimento sem a destruição da natureza. Carga horária: 1200 horas horas de estágio.. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Mineração Eixo Tecnológico: Recursos Naturais Mineralogia Matemática Básica Topografia Legislação Mineral Segurança do Trabalho e Meio Ambiente Organização do Trabalho Sub-total

8 MÓDULO I I Geologia Lavra Ventilação Subterrânea Pesquisa Mineral Mecânica de Rochas Petrografia Planejamento de Mina I Química Aplicada à Mineração Sub-total Mineração e Meio Ambiente Desmonte de Rochas Prospecção e Avaliação de Jazidas Planejamento de Mina II Equipamentos de Lavra Tratamento de Minérios Preparação e Caracterização Tecnológica de Minérios Sub-total TÉCNICO EM SEGURANÇA NO TRABALHO Objetivo do curso Habilitar e qualificar o aluno para atuar em ações prevencionistas nos processos produtivos com auxílio de métodos e técnicas de identificação, avaliação e medidas de controle de riscos ambientais de acordo com normas regulamentadoras e princípios de higiene e saúde do trabalho; desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança do trabalho; orientar o uso de EPI e EPC; coletar e organizar informações de saúde e de segurança no trabalho; executar o PPRA; e investigar, analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle. : 1200 horas horas de estágio Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Segurança no Trabalho Eixo Tecnológico: Segurança Semanas letivas: 80 Dias Letivos: 05 Aulas/dia: 04 Hora/aula: 60min. Desenho Aplicado Organização do Trabalho Estatística 60-60

9 I Matemática Básica Qualidade de Vida Controle de Poluição Ambiental Sub Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Elétrico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Mecânico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Químico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Construção Civil Agentes Físicos de Risco Agentes Químicos de Risco Prevenção e Controle de Riscos a Incêndios e Explosões Primeiros Socorros Sub Ergonomia Higiene Industrial Gestão da Segurança no Trabalho Legislação Aplicada ao Trabalho Gestão de Recursos Humanos Doenças Ocupacionais Procedimentos de Auditoria Sub Conjunto dos Módulos (I, II e III) Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Segurança do Trabalho TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso Habilitar e qualificar profissionais para desenvolver atividades de projeto, especificação, instalação, montagem e manutenção de sistemas eletromecânicos e equipamentos; Operar processos industriais automatizados; Realizar atividades de orientação para fabricação e adaptação de peças, componentes e máquinas eletromecânicas, respeitando as normas técnicas de saúde, segurança e meio ambiente Carga horária: 1200 horas horas de estágio.. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Eletromecânica Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais

10 I MÓDULO I Eletricidade Desenho Técnico Matemática Básica Mecânica Técnica Organização do Trabalho Segurança do Trabalho Instrumentação Básica Sub-total Instalação e Manutenção Sistemas Pneumáticos Materiais Instalações Elétricas Eletrônica Básica Metrologia Máquinas Térmicas Sub-total Elementos de Automação Máquinas e Equipamentos Elétricos e Mecânicos Subestações Elétricas Projeto e Manufatura Assistidos por Computador (CAD\CAM) Processos de Fabricação Sistemas Hidráulicos Planejamento, Programação, Execução e Controle da Manutenção Sub-total TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA Objetivo do curso Habilitar e qualificar o aluno para instalar, operar e manter elementos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; participar na elaboração e no desenvolvimento de projetos de instalações elétricas e de infraestrutura para sistemas de telecomunicações em edificações; atuar no planejamento e execução da instalação e manutenção de equipamentos e instalações elétricas; aplicar medidas para o uso eficiente da energia elétrica e de fontes energéticas alternativas; participar no projeto e instalação de sistemas de acionamentos elétricos; e executar a instalação e manutenção de iluminação e sinalização de segurança.

11 I MÓDULO I : 1200 horas horas de estágio. Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Eletrotécnica Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Eletricidade I Desenho Técnico Matemática Básica Mecânica Técnica Organização do Trabalho Segurança do Trabalho Instrumentação Básica Sub-total Eletricidade II Instalações Elétricas Manutenção Elétrica Industrial Eletrônica Básica Sistemas Digitais Máquinas Elétricas I Sub-total Controle e Automação Eletrônica de Potência Sistemas Elétricos de Potência Máquinas Elétricas II Projetos Elétricos Industriais Subestações Elétricas Legislação e Normas do Trabalho Sub-total TÉCNICO EM ENFERMAGEM Objetivo do curso

12 I MÓDULO I Habilitar o profissional em enfermagem com capacidade de visão crítica, reflexiva e criativa nos aspectos éticos, legais e preventivos, considerando o contexto histórico, político, econômico e cultural inerentes à comunidade; encaminhar os alunos a clínicas, hospitais e outras instituições de saúde aonde irão por em prática os conhecimentos adquiridos durante o curso; oportunizar os alunos a sua participação em campanhas de prevenção e controle sistemático da infecção hospitalar durante o estágio supervisionado; instrumentalizar os profissionais de enfermagem para atender a demanda das instituições de saúde. : 1200 horas horas de estágio. Matriz Curricular Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Enfermagem Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Introdução a Anatomia Microbiologia Parasitologia História da Enfermagem NR 32 Biossegurança Procedimentos básicos de enfermagem Sub-total Enfermagem em Saúde Coletiva Farmacologia aplicada a Enfermagem Enfermagem Médico-Cirúrgica I Enfermagem em Saúde da Mulher Enfermagem em Saúde da Criança Enfermagem em Doenças Infectocontagiosas Semiotécnica Sub-total Bioética e ética profissional Enfermagem em Central de Material, Centro Sinérgico e Recuperação Pós Anestesia Enfermagem em Saúde do Idoso Enfermagem em Saúde Mental Enfermagem em Oncologia Administração do Serviço de Enfermagem Enfermagem Médico-Cirúrgico II Psicologia Aplicada a Enfermagem 40-40

13 M Ó D U L O II I MÓDULO I Sub-total TÉCNICO EM SEGURANÇA NO TRABALHO Objetivo do curso Habilitar e qualificar o aluno para atuar em ações prevencionistas nos processos produtivos com auxílio de métodos e técnicas de identificação, avaliação e medidas de controle de riscos ambientais de acordo com normas regulamentadoras e princípios de higiene e saúde do trabalho; desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança do trabalho; orientar o uso de EPI e EPC; coletar e organizar informações de saúde e de segurança no trabalho; executar o PPRA; e investigar, analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle. : 1200 horas horas de estágio Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Segurança no Trabalho Eixo Tecnológico: Segurança Semanas letivas: 80 Dias Letivos: 05 Aulas/dia: 04 Hora/aula: 60min. Desenho Aplicado Organização do Trabalho Estatística Matemática Básica Qualidade de Vida Controle de Poluição Ambiental Sub Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Elétrico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Mecânico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Químico Prevenção e Controle de Riscos no Setor Industrial Construção Civil Agentes Físicos de Risco Agentes Químicos de Risco Prevenção e Controle de Riscos a Incêndios e Explosões Primeiros Socorros Sub Ergonomia

14 Higiene Industrial Gestão da Segurança no Trabalho Legislação Aplicada ao Trabalho Gestão de Recursos Humanos Doenças Ocupacionais Procedimentos de Auditoria Sub Conjunto dos Módulos (I, II e III) Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Segurança do Trabalho

CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013

CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013 CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013 NOVEMBRO/2012 1) CURSOS OFERTADOS: Automação Industrial Eletrônica Eletrotécnica* Informática Informática para Internet* Mecânica* Química* Segurança do Trabalho* * Cursos

Leia mais

Fonte: emcefetmg.blogspot.com

Fonte: emcefetmg.blogspot.com Fonte: emcefetmg.blogspot.com PERFIS DOS CURSOS TÉCNICOS DA EPTNM Fonte: CNCT-2001 Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança TÉCNICO EM EQUIPAMENTOS BIOMÉDICOS Planeja e executa a instalação de equipamentos

Leia mais

PLANOS CURRICULARES DOS CURSOS PROFISSIONAIS

PLANOS CURRICULARES DOS CURSOS PROFISSIONAIS PLANOS CURRICULARES DOS CURSOS PROFISSIONAIS TÉCNICO DE CONTABILIDADE Componentes de Economia 200 Contabilidade Geral e Analítica 600 Direito das Organizações 240 Cálculo Financeiro e Estatística Aplicada

Leia mais

FORMAS DE OFERTA E PERFIL PROFISSIONAL DOS CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS PELO IFES

FORMAS DE OFERTA E PERFIL PROFISSIONAL DOS CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS PELO IFES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REITORIA Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3357-7500 FORMAS DE OFERTA E PERFIL PROFISSIONAL DOS CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS

Leia mais

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO Administração/Logística Psicologia das Relações Humanas; Liderança e Gestão de Equipes; Professor de Psicologia Doutorado em Psicologia Enfermagem Segurança

Leia mais

ANEXO I EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DISCIPLINAS/EIXO TECNOLÓGICO POR GERED

ANEXO I EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DISCIPLINAS/EIXO TECNOLÓGICO POR GERED ANEXO I EDUCAÇÃO PROFISSIONAL /EIXO POR GERED DISCIPLINA/EIXO GERED ARARANGUÁ em Economia ou Administração ou Contabilidade ou Ciências Contábeis com Curso Emergencial de Complementação Pedagógica; ou,

Leia mais

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015/1 SELEÇÃO PARA CURSOS TECNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM AGRIMENSURA Aprovado

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG ANEXO I Com relação ao edital de credenciamento de nº 04/2012, que dispõe sobre o Processo de Credenciamento de Docentes Colaboradores para a Diretoria de Ensino e Pesquisa DEP da Fundação de Educação

Leia mais

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO

UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO UNI VERSI DADE DE PERNAMBUCO PEDRO DE ALCÂNTARA NETO OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia Naval e Offshore na UPE desenvolvem a capacidade para planejar, desenvolver

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira

FACULDADE DO SUL DA BAHIA 1º SEMESTRE DE 2014. PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO 07/07 segunda-feira 09/07 quarta-feira 10/07 quinta-feira FACULDADE DO SUL DA BAHIA SEMESTRE DE 2014 PROVA FINAL PERÍODO DE APLICAÇÃO segunda-feira quarta-feira quinta-feira Horário 1ª AULA 18:50 às 20:30 2ª AULA 20:50 às 22:30 OBS.: NÃO HÁ SEGUNDA CHAMADA DE

Leia mais

041 - ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY

041 - ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY São Paulo AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO,

Leia mais

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em Engenharia Mecânica - Niterói O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA - TEÓFILO OTONI CURSO DE GRADUAÇÃO - ENGENHARIA CIVIL ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Mecatrônica

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Mecatrônica Habilitação: Mecatrônica Aviso: Este catálogo é constantemente atualizado pelo Centro Paula Souza para obter informações atualizadas consulte o site: www.cpscetec.com.br/crt Mecatrônica Aplicativos Informatizados

Leia mais

VESTIBULAR 2015 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015 SELEÇÃO PARA ENSINO PROFISSIONAL INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO, EM REGIME INTEGRAL COM DURAÇÃO DE 3 ANOS, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015 INFORMAÇÕES

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Primeiro Semestre (Manhã) Cálculo I 90 h Básico - Experimental I 90 h Básico - Geometria Analítica 36 h Básico - Introdução à Engenharia de Controle

Leia mais

ANEXO I QUADRO DE OFERTAS DE DISCIPLINAS SAÚDE COMPONENTE CURRICULAR CURSO TITULAÇÃO MÍNIMA. Biomedicina Enfermagem Nutrição.

ANEXO I QUADRO DE OFERTAS DE DISCIPLINAS SAÚDE COMPONENTE CURRICULAR CURSO TITULAÇÃO MÍNIMA. Biomedicina Enfermagem Nutrição. ANEXO I QUADRO DE OFERTAS DE DISCIPLINAS SAÚDE COMPONENTE CURRICULAR CURSO TITULAÇÃO MÍNIMA Anatomia Humana Preceptor de Estágio - Estágio Curricular Supervisionado Habilidades Profissionais Clínica Imagem

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Elétrica da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar engenheiros com sólidos e atualizados conhecimentos científicos

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico:

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial da Faculdade Sul Fluminense FASF, tendo como Entidade Mantenedora o Instituto

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE MÓDULO MÓDULO III

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE MÓDULO MÓDULO III AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTÉTICA I Técnicas de Secretariado 80 Anatomia Sistêmica 80 Anatomia Sistêmica 80 Planejamento e Organização 80 Patologia 80 I Biossegurança em Saúde 80 Biossegurança, Microbiologia

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA REQUISITOS PARA INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 065/08/2015 de 19/10/2015.

Leia mais

Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Introdução à Engenharia de Controle e Automação Introdução à Engenharia de Controle e Automação O CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FACIT Renato Dourado Maia Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros Fundação Educacional Montes

Leia mais

Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.03.2013 Processo /2013

Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.03.2013 Processo /2013 Etec Professor Horácio Augusto da Silveira Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.03.2013 Processo /2013 Para a Inscrição no Processo Seletivo, é necessário uma

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

EDITAL EXAME DE PROFICIÊNCIA 2015.2 ANEXO 2 - DISCIPLINAS: ORDEM POR ESCOLA E CURSO ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA

EDITAL EXAME DE PROFICIÊNCIA 2015.2 ANEXO 2 - DISCIPLINAS: ORDEM POR ESCOLA E CURSO ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA CH CÓDIGO TIPO DE AVALIAÇÃO LOCAL TEÓRICA PRÁTICA COMUNICAÇÃO COS - HAB. PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2012.1 6ª NOVAS ARENAS E MÍDIAS DIGITAIS 140 20451 - X NATAL COMUNICAÇÃO

Leia mais

Etec Jacinto Ferreira de Sá - 066

Etec Jacinto Ferreira de Sá - 066 ETEC JACINTO FERREIRA DE SÁ OURINHOS AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº

Leia mais

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente PERFIL PROFISSIONAL Profissional capaz de orientar e intervir na realidade do processo produtivo, promovendo mudanças em relação às aplicações tecnológicas

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html Novos Cursos O SENAI criou 40 novos cursos a distância, sendo 10 cursos

Leia mais

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

I RELATÓRIO: II ANÁLISE:

I RELATÓRIO: II ANÁLISE: INTERESSADA: ESCOLA TÉCNICA PERNAMBUCANA DE PAULISTA PAULISTA/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA, DO CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA EIXO TECNOLÓGICO:

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 DIREITO DIREITO E LEGISLAÇÃO 453 AGRONEGÓCIO ASSOCIATIVISMO E COOPERATIVISMO SISTEMAS AGROALIMENTARES GESTAO III-

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOÓGICA DE PELOTAS CNPJ 88288105000139 Nome da Unidade Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas Nome de Fantasia CEFET-RS Esfera Administrativa Federal Endereço Praça

Leia mais

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE 2009 SUMÁRIO 1. JUSTIFICATICA... 3 2. OBJETIVO... 3 3. REQUISITOS

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Unidades curriculares disponíveis para Programa IPL60+ 1º Semestre 15-16 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Introdução à Administração Pública Noções Fundamentais de Direito Ciência

Leia mais

Escola Técnica Estadual Professor Basilides de Godoy

Escola Técnica Estadual Professor Basilides de Godoy Escola Técnica Estadual Professor Basilides de Godoy - São Paulo AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL

Leia mais

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO MATRIZ CURRICULAR ENFERMAGEM 1º SEMESTRE Anatomia Humana I

Leia mais

CEFET-MG Concurso Público EBTT 2013 AGENDAMENTO DE DATAS DA ETAPA DA PROVA ESCRITA EPE

CEFET-MG Concurso Público EBTT 2013 AGENDAMENTO DE DATAS DA ETAPA DA PROVA ESCRITA EPE CEFET-MG Concurso Público EBTT 23 AGENDAMENTO DE DATAS DA ETAPA DA PROVA ESCRITA EPE De acordo com o item 3.3.1.2 do de Normas Gerais 077/13 de 21 de junho de 23, havendo compatibilidade de cronograma

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 Habilitado - Diploma e Histórico Escolar de Curso Superior em Ciências Contábeis, Administração,

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 1. Controle e Automação Industrial (Instrumentação) Engenharia de Computação Engenharia de Produção Mecânica Engenharia de Sistemas - Modalidade

Leia mais

- COMPONENTE CURRICULAR (CURSO E/OU HABILITAÇÃO):

- COMPONENTE CURRICULAR (CURSO E/OU HABILITAÇÃO): AVISO DE REABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 041/01/2013 de 22/08/2013. Processo

Leia mais

Missão. Objetivos Específicos

Missão. Objetivos Específicos CURSO: Engenharia Ambiental e Sanitária Missão O Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnico científica nas áreas

Leia mais

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes.

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes. SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S NR-1 DISPOSIÇÕES GERAIS O campo de aplicação de todas as Normas Regulamentadoras de segurança e medicina do trabalho urbano, bem como os direitos e obrigações do

Leia mais

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando Ensino Secundário Diurno Cursos Profissionais Técnico de Electrónica, Automação e Comando PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO O Técnico de Electrónica, Automação e Comando é o profissional qualificado

Leia mais

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho;

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho; Curso: Técnico de Segurança do Trabalho Curso Reconhecido pelo MEC: PORTARIA N 959/2007 Apresentação: O curso de Técnico de Segurança do Trabalho da Conhecer Escola Técnica é reconhecido pela excelência

Leia mais

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Para todos os ambientes organizacionais para todos os servidores, independentemente do ambiente organizacional: Administração pública Estado,

Leia mais

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS Aprovado no CONGRAD de: 24.09.2013 Retificado no CONGRAD de: 13.05.2014 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/1 CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 CÓD.

Leia mais

PERÍODO: 1º. CURSO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM. COORDENADORA: PROFESSORA ISABELLA CRISTINA MORAES CAMPOS.

PERÍODO: 1º. CURSO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM. COORDENADORA: PROFESSORA ISABELLA CRISTINA MORAES CAMPOS. TÉCNICO EM ENFERMAGEM PERÍODO: 1º. CURSO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM. COORDENADORA: PROFESSORA ISABELLA CRISTINA MORAES CAMPOS. Português Microbiologia e Parasitologia Microbiologia e Parasitologia Políticas

Leia mais

Escola Técnica Estadual Professor Horácio Augusto da Silveira. São Paulo

Escola Técnica Estadual Professor Horácio Augusto da Silveira. São Paulo Escola Técnica Estadual Professor Horácio Augusto da Silveira - São Paulo AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 25 / 2015/ SED O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto no artigo 3º da Lei nº

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às

CURSO: ENFERMAGEM. Objetivos Específicos 1- Estudar a evolução histórica do cuidado e a inserção da Enfermagem quanto às CURSO: ENFERMAGEM Missão Formar para atuar em Enfermeiros qualificados todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema Único de Saúde e do sistema

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSOS REDE ENSINO MÉDIO TÉCNICO

CATÁLOGO DE CURSOS REDE ENSINO MÉDIO TÉCNICO Americana TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE Vagas ofertadas: Manhã: 0 Tarde: 40 Noite: 0 Coleta, armazena e interpreta informações, dados e documentações ambientais. Colabora na elaboração de laudos, relatórios

Leia mais

QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ELETRÔNICA INTEGRADO

QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ELETRÔNICA INTEGRADO 1 QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ELETRÔNICA INTEGRADO DISCIPLINAS Dispositivos Semicondutores de Potência (Eletrônica Integrado) GRADUAÇÕES Eletroeletrônica

Leia mais

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sua competência e em conformidade com o estabelecido no 1o- do art 10, da Lei no- 11.091, de 12 de janeiro de 2005, resolve:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer n. 092/07-CEG, que aprova o Projeto

Leia mais

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014.

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014. CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Elétrica tem por missão a graduação de Engenheiros Eletricistas com sólida formação técnica que

Leia mais

FACULDADE SANTA RITA

FACULDADE SANTA RITA FACULDADE SANTA RITA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL BACHARELADO Matriz Curricular 1º SEMESTRE Introdução à Engenharia Geometria Analítica e Álgebra Linear 04 80 Cálculo I 04 80 Tópicos de Economia para Engenharia

Leia mais

ANEXO I GRADE CURRICULAR

ANEXO I GRADE CURRICULAR ANEXO I GRADE CURRICULAR Projeto Curricular GEO-ICADS Anexo I 13 1º SEMESTRE 1 ANEXO I GRADE CURRICULAR IAD 071 Biologia Geral 68 --- IAD 235 Geometria analítica 68 --- IAD 249 Geologia Introdutória 68

Leia mais

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Listagem de UC por curso. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Listagem de UC por curso Semestre * 2013-14 Escola Superior de Tecnologia e Gestão Administração Pública Direito Administrativo Contabilidade Financeira Introdução aos Estudos das Organizações Fundamentos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

Anexo I Quadro de Vagas. Cargos de Nível Médio

Anexo I Quadro de Vagas. Cargos de Nível Médio Anexo I Quadro de Vagas Cargos ampla concorrência PD Vaga para candidatos portadores de deficiência de Agrimensura de Edificações/ Construção Civil de Edificações/Estradas de Edificações de Edificações

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Segurança do Trabalho, oferecido pelo Centro de Estudos e Pesquisas em

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 3. Educação em Saúde 30 20 10 02 4. Introdução a Enfermagem

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Gestão Ambiental campus Angra Missão O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da Universidade Estácio de Sá tem por missão a formação de Gestores Ambientais

Leia mais

PERSPECTIVAS DA SEGURANÇA EM ELETRICIDADE NAS INDÚSTRIAS: UMA VISÃO DO SETOR DE ENSINO ESTON, S. M. ; BARRICO, J.J.

PERSPECTIVAS DA SEGURANÇA EM ELETRICIDADE NAS INDÚSTRIAS: UMA VISÃO DO SETOR DE ENSINO ESTON, S. M. ; BARRICO, J.J. PERSPECTIVAS DA SEGURANÇA EM ELETRICIDADE NAS INDÚSTRIAS: UMA VISÃO DO SETOR DE ENSINO ESTON, S. M. ; BARRICO, J.J. 1. Introdução 2. Grade curricular de graduação e pós graduação 3. Disciplinas de atualização

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Administração

Estrutura Curricular do Curso de Administração Estrutura Curricular do Curso de Administração Administração - Bacharelado Duração : 8 semestres 1º semestre Comportamento Organizacional 60 Negociação 60 Comunicação Empresarial 60 Ética, Política e Sociedade

Leia mais

QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ENSINO MÉDIO

QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ENSINO MÉDIO 1 QUADRO DE TITULAÇÃO VERIFIQUE NO QUADRO OS COMPONENTES POSSÍVEIS COM BASE NA SUA TITULAÇÃO ENSINO MÉDIO DISCIPLINAS Artes (Base Nacional Comum) Biologia (Ensino Médio) Matemática (Base Nacional Comum)

Leia mais

EDITAL ÁREA DO CONCURSO RECURSOS DIDÁTICOS DISPONÍVEIS SOFTWARES INSTALADOS NO COMPUTADOR. Mineração: Tratamento de Minérios

EDITAL ÁREA DO CONCURSO RECURSOS DIDÁTICOS DISPONÍVEIS SOFTWARES INSTALADOS NO COMPUTADOR. Mineração: Tratamento de Minérios CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIVISÃO DE SELEÇÃO E CONCURSO Concurso Público Ensino Básico Técnico e Tecnológico (Edital de Normas Gerais 77/13, de 21 de junho de 2013) ETAPA DA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA,

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA REQUISITOS PARA INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 065/09/2015 de 19/10/2015.

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2

CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2 CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2 OBJETIVO Participar de atividades de planejamento, supervisão e execução de projetos específicos

Leia mais

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 Aprovado no CONGRAD 25.08.2015 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/2 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 I NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Matemática

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 180 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O curso de Engenharia da UFV habilita o futuro profissional

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/unindustria/2015/07/1,29083/cursos-para-docentes-do-senai.html Cursos para Docentes do SENAI É de interesse do SENAI que os

Leia mais

Sistema FAESA de Educação Faculdades Integradas Espírito-santenses fevereiro de 2014 CREDENCIAMENTO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC.

Sistema FAESA de Educação Faculdades Integradas Espírito-santenses fevereiro de 2014 CREDENCIAMENTO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC. Sistema FAESA de Educação Faculdades Integradas Espírito-santenses fevereiro de 2014 CREDENCIAMENTO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC Edital nº 03/2014 O Superintendente Institucional das Faculdades Integradas

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Controle e Processo Industrial Habilitação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Rodrigues de Abreu Código: 135 Município: Bauru SP Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Habilitação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

TREINAPORT TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

TREINAPORT TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL TREINAPORT TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL Treinamento em Equipamentos de Movimentação. A TREINAPORT disponibiliza diversos treinamentos para formação e reciclagem na operação em equipamentos de

Leia mais

BCT001 Inserção na Vida Universitária 40 0 40. BCT002 Leitura e Produção de Texto 1 40 0 40

BCT001 Inserção na Vida Universitária 40 0 40. BCT002 Leitura e Produção de Texto 1 40 0 40 ESTRUTURA CURRICULAR DOS CURSOS O desenho curricular do curso de Engenharia de Energias segue as Diretrizes Gerais da UNILAB, as quais preveem os seguintes Núcleos de Formação nos cursos de graduação:

Leia mais

Edital Nº 63/2015, de 04 de maio de 2015 GABARITO. » Conhecimentos Gerais. Língua Portuguesa para todos os cargos de nível C

Edital Nº 63/2015, de 04 de maio de 2015 GABARITO. » Conhecimentos Gerais. Língua Portuguesa para todos os cargos de nível C » Conhecimentos Gerais Língua Portuguesa para todos os cargos de nível C 01 C 02 A 03 C 04 B 05 A 06 C 07 B 08 E 09 E 10 B 11 B 12 D 13 C 14 D 15 A » Conhecimentos Gerais Língua Portuguesa para todos os

Leia mais

UNP - Universidade Potiguar EDITAL DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - 2015 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA CURSOS DE GRADUAÇÃO

UNP - Universidade Potiguar EDITAL DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - 2015 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA CURSOS DE GRADUAÇÃO UNP - Universidade Potiguar EDITAL DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - 2015 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA CURSOS DE GRADUAÇÃO Curso Disciplina ADMINISTRAÇÃO - NATAL ANÁLISE DE INVESTIMENTOS

Leia mais

ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO

ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO CONFEA, ANEXA À Engenheiro Construtor Engenheiro Civil 111-02-00 Engenheiro Civil Opção Estradas e Edificações

Leia mais

Tecnólogo em Manutenção Industrial Contexto do Curso

Tecnólogo em Manutenção Industrial Contexto do Curso Tecnólogo em Manutenção Industrial Contexto do Curso Diagramas que descrevem o contexto, objetivos e participantes dos projetos 1 Tecnólogo em Manutenção Industrial Missão: Formar tecnólogos de nível superior

Leia mais

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 1. Denominação do curso de especialização tecnológica: Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 2. Perfil profissional que visa preparar: Técnico (a) Especialista em Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS (RETIFICADO) CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO DUQUE DE CAXIAS CAC Geografia Análise Instrumental Biologia Geral/ Bioquímica / Processos Bioquímicos

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99

RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99 RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL MODALIDADE MECÂNICA, COM ÊNFASE EM AUTOMOBILÍSTICA, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino,

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015 1. Biologia (Base Nacional Comum Ensino Médio; Automação Industrial Integrado ao Ensino Médio) Biologia (LP) Ciências Biológicas (LP) Ciências

Leia mais

ESPECIALISTAS - NÍVEL I Cod. Especialidade Quantidade

ESPECIALISTAS - NÍVEL I Cod. Especialidade Quantidade ESPECIALISTAS - NÍVEL I 001 Ciências da Natureza na Educação Infantil e em Anos Iniciais do Ensino 18 002 Didática e Educação Inclusiva 13 003 Estatística e Informática na Educação 8 004 Filosofia e Educação

Leia mais

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais;

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 34/2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Química Industrial, Bacharelado,

Leia mais

NOVA ESTRUTURA CURRICULAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO DEPES TABELA DE EQUIVALÊNCIA ANO BASE 2007/ REF. 2006

NOVA ESTRUTURA CURRICULAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO DEPES TABELA DE EQUIVALÊNCIA ANO BASE 2007/ REF. 2006 NOVA ESTRUTURA CURRICULAR DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO DEPES TABELA DE EQUIVALÊNCIA ANO BASE 2007/ REF. 2006 TABELA CORRIGIDA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2010 DEPARTAMENTO DE ELETRICIDADE DISCIPLINAS OFERECIDAS

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 187 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais