EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0207/08-19 Acesso eletrônico ao Edital: e

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0207/08-19 Acesso eletrônico ao Edital: http://www.comprasnet.gov.br/ e http://www.dnit.gov.br/"

Transcrição

1 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0207/08-19 Acesso eletrônico ao Edital: e EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0207/08-19 PROCESSO Nº / OBJETO: Contratação de empresa especializa na prestação de serviço de locação de Equipamentos de Segurança (Sistema de Alarme), instalação, Monitoramento, Manutenção e assistência técnica preventiva e corretiva de sistemas de alarmes contra roubo, furto, violações noturnas e diurnas, e atendimento por equipes motorizadas de ocorrência, identificadas através do alarme contra intrusão (violação noturnas e diurnas), para proteção dos imóveis desta SR-MS/DNIT, localizada à Av. Mato Grosso, nº Campo Grande/MS e Unidade Local de Três Lagoas/MS sito à Rua Protázio Garcia Leal, nº 195 Bairro Santa Terezinha, mediante as condições estabelecidas neste edital e seus anexos. Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Data: 24/06/2008 Horário de Abertura: 09:30 horas (horário de Brasília/DF) Local: ÍNDICE 01 - DO OBJETO DOS ANEXOS CONDIÇÕES GERAIS PARA PARTICIPAÇÃO DAS MICOEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO DO CREDENCIAMENTO DA CONEXÃO COM O SISTEMA E DO ENVIO DAS PROPOSTAS DA PROPOSTA COMERCIAL DA ABERTURA DAS PROPOSTAS E DA FORMULAÇÃO DOS LANCES DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS E DA ACEITABILIDADE DA HABILITAÇÃO DOS RECURSOS DA ADJUDICAÇAO, HOMOLOGAÇAO E CONVOCAÇAO DAS SANÇOES ADMINISTRATIVAS DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA DA ASSINATURA DO TERMO DE CONTRATO DA VIGÊNCIA E DA EFICÁCIA DOS ENCARGOS DO DNIT E DA LICITANTE VENCEDORA DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA DAS OBRIGAÇÕES SOCIAIS, COMERCIAIS E FISCAIS DAS OBRIGAÇÕES GERAIS DO ACOMPANHAMENTO E DA FISCALIZAÇÃO DA ATESTAÇÃO DO PAGAMENTO DO AUMENTO OU SUPRESSÃO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DO FORO 13 1

2 E D I T A L PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0207/08-19 Acesso Eletrônico ao Edital e à Participação: O DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES, através da SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL, Situada à Rua Antônio Maria Coelho 3099, Bairro Jardim dos Estados, fax (67) , fone , doravante denominado DNIT e este Pregoeiro, designado pela Portaria n.º de 09 de agosto de 2007, levam ao conhecimento dos interessados que, na forma da lei, observando integralmente a legislação que se aplica à modalidade Pregão, a Lei nº , de 17 de julho de 2002, especialmente ao Decreto nº 5.450, de 31 de maio de 2005, publicado no D.O.U. de 01 de junho de 2005, e subsidiariamente as disposições do Decreto nº 3.555, de 08 de agosto de 2000, alterado pelos Decretos 3.693/2000 e 3.784/2001; e, da Lei nº 8.666/93 e suas alterações posteriores, o Decreto de 05 de setembro de 2007, bem como as condições estabelecidas neste Edital e seus Anexos e, em conformidade com a autorização contida no Processo nº / , fará realizar licitação na modalidade Pregão Eletrônico, do tipo menor preço, por item, destinada à contratação de empresa especializa na prestação de serviço de locação de Equipamentos de Segurança (Sistema de Alarme), instalação, Monitoramento, Manutenção e assistência técnica preventiva e corretiva de sistemas de alarmes contra roubo, furto, violações noturnas e diurnas, e atendimento por equipes motorizadas de ocorrência, identificadas através do alarme contra intrusão (violação noturnas e diurnas), para proteção dos imóveis desta SR-MS/DNIT, localizada à Av. Mato Grosso, nº Campo Grande/MS e Unidade Local de Três Lagoas/MS sito à Rua Protázio Garcia Leal, nº 195 Bairro Santa Terezinhadurante o período de 12 (doze) meses consecutivos, mediante as condições estabelecidas neste edital e seus anexos. I - DO OBJETO O objeto deste certame é a contratação de empresa especializa na prestação de serviço de locação de Equipamentos de Segurança (Sistema de Alarme), instalação, Monitoramento, Manutenção e assistência técnica preventiva e corretiva de sistemas de alarmes contra roubo, furto, violações noturnas e diurnas, e atendimento por equipes motorizadas de ocorrência, identificadas através do alarme contra intrusão (violação noturnas e diurnas), para proteção dos imóveis desta SR- MS/DNIT, localizada à Av. Mato Grosso, nº Campo Grande/MS e Unidade Local de Três Lagoas/MS sito à Rua Protázio Garcia Leal, nº 195 Bairro Santa Terezinha, mediante as condições estabelecidas neste edital e seus anexos. II DOS ANEXOS I - Termo de Referência; II - Modelo de Atestado de Visita; III - Minuta de Contrato; 2

3 III - CONDIÇÕES GERAIS PARA PARTICIPAÇÃO 3.1. Poderão participar do certame as MEs e EPPs que atuem em ramo de atividade compatível com o objeto licitado, que atendam a todas as exigências constantes deste edital, inclusive quanto à documentação e que estejam credenciadas no comprasnet, de acordo com o Art. 13 do Dec /05, ou cadastradas no Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores SICAF Não será admitida nesta licitação a participação de empresas: concordatárias ou em processo de falência, sob concurso de credores, em dissolução ou em liquidação; que estejam com o direito de licitar e contratar com a Administração Pública suspenso, ou que por esta tenham sido declaradas inidôneas; que estejam reunidas em consórcio e sejam controladoras, coligadas ou subsidiárias entre si, qualquer que seja sua forma de constituição; estrangeiras que não funcionem no País. IV - DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 4.1. Este processo licitatório é destinado exclusivamente à participação das licitantes que se enquadrem na condição de microempresa ME e as empresas de pequeno porte EPP, por força da Lei nº 123/06 e do Decreto de , que regulamentam o tratamento favorecido e diferenciado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas, conforme o disposto no Art. 6º do referido Decreto. V - DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO 5.1. Até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para recebimento das propostas, qualquer pessoa poderá solicitar esclarecimentos, providências ou impugnar o ato convocatório deste Pregão Caberá ao Pregoeiro decidir sobre a petição no prazo de vinte e quatro horas. Acolhida à impugnação contra o ato convocatório, será designada nova data para a realização do certame. Decairá do direito de impugnar os termos deste edital perante a Administração do DNIT a licitante que não o fizer no prazo estabelecido acima A impugnação poderá ser protocolada junto a Sede da SR-MS/DNIT, situado na Rua Antônio Maria Coelho 3099, Campo Grande/MS Jardim dos Estados ou encaminhada através do VI - CREDENCIAMENTO 6.1. Somente poderão participar deste pregão as licitantes devidamente credenciadas junto ao Provedor do Sistema na página eletrônica nos termos do art. 3º do Decreto nº 5.450/ O credenciamento dar-se-á pela atribuição de chave de identificação e de senha, pessoal e intransferível, para acesso ao sistema eletrônico O uso da senha de acesso pela licitante é de sua responsabilidade exclusiva, incluindo qualquer transação efetuada diretamente ou por seu representante, não cabendo ao provedor do sistema ou ao Departamento Nacional de Infra Estrutura de Transportes DNIT responsabilidade por eventuais danos decorrentes do uso indevido da senha, ainda que por terceiros. 3

4 6.4. A perda da senha ou a quebra do sigilo deverão ser comunicadas imediatamente ao provedor do sistema, para imediato bloqueio de acesso O credenciamento junto ao provedor do sistema implica responsabilidade legal da licitante ou de seu representante legal e presunção de sua capacidade técnica para realização das transações inerentes ao Pregão Eletrônico. VII DA CONEXÃO COM O SISTEMA E DO ENVIO DAS PROPOSTAS 7.1. A participação no Pregão dar-se-á por meio da conexão da licitante ao sistema eletrônico acima indicado, mediante digitação da senha privativa e subseqüente encaminhamento da proposta de preços, exclusivamente por meio do referido sistema, até o início da sessão pública A licitante será responsável por todas as transações que forem efetuadas em seu nome no sistema eletrônico, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances Como requisito para a participação no Pregão a licitante deverá manifestar, em campo próprio do sistema eletrônico, o pleno conhecimento e atendimento às exigências de habilitação previstas neste Edital Incumbirá ainda à licitante acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão pública do Pregão, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão. VIII DA PROPOSTA COMERCIAL 8.1. A proposta comercial deverá ser elaborada de acordo com as especificações do edital e enviada exclusivamente por meio do sistema eletrônico, via internet A proposta comercial deverá ser enviada para o fax (067) , após o encerramento da etapa de lances, adequada aos valores dos lances eventualmente ofertados, com posterior encaminhamento da original para o DNIT, sito a Rua Antônio Maria Coelho, nº 3.099, Bairro Jardim dos Estados, CEP: , Campo Grande MS; no prazo máximo de três dias úteis, contados a partir do encerramento da etapa de lances O valor proposto englobará todas as despesas relativas ao objeto do contrato, bem como os respectivos custos diretos e indiretos, tributos, remunerações, despesas fiscais e financeiras e quaisquer outras necessárias ao cumprimento do objeto desta licitação; conter prazo de validade não inferior a sessenta dias corridos, a contar da data de sua apresentação; 8.4. A apresentação da proposta implicará plena aceitação, por parte da proponente, das condições estabelecidas neste Edital Serão desclassificadas as propostas que não atendam às exigências do presente Edital, sejam omissas ou apresentem irregularidades insanáveis. IX - DA ABERTURA DAS PROPOSTAS E DA FORMULAÇÃO DOS LANCES 9.1. A partir das 09:30 horas, do dia 24/06/2008, horário e data limites para o encaminhamento das propostas comerciais, terá início à sessão pública para recebimento dos lances do Pregão Eletrônico Iniciada a etapa competitiva, as licitantes poderão encaminhar lances exclusivamente por meio do sistema eletrônico, sendo a empresa participante 4

5 imediatamente informada do seu recebimento e respectivo horário de registro e valor As licitantes poderão oferecer lances sucessivos, observando o horário fixado e as regras de aceitação dos mesmos Durante o transcurso da sessão pública, as licitantes serão informadas, em tempo real, do valor do menor lance registrado que tenha sido apresentado pelas demais licitantes, vedada a identificação da detentora do lance No caso de desconexão com o Pregoeiro, no decorrer da etapa competitiva do Pregão, o sistema eletrônico poderá permanecer acessível às licitantes para a recepção dos lances, retomando o Pregoeiro, quando possível, sua atuação no certame, sem prejuízo dos atos realizados Quando a desconexão persistir por tempo superior a 10 (dez) minutos, a sessão do Pregão será suspensa e terá reinício somente após comunicação expressa do Pregoeiro aos participantes, através de mensagem eletrônica, divulgando data e hora para a reabertura da sessão A etapa de lances da sessão pública será encerrada a critério do Pregoeiro, mediante aviso de fechamento iminente dos lances, emitido pelo sistema eletrônico aos licitantes, após o que transcorrerá período de tempo de até 30 (trinta) minutos, aleatoriamente determinado, também pelo sistema eletrônico, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances Após o encerramento da etapa de lances, o Pregoeiro poderá encaminhar pelo sistema eletrônico, contraproposta diretamente à licitante que tenha apresentado o lance de menor valor, para que seja obtido melhor preço, bem assim decidir sobre sua aceitação O pregoeiro anunciará a licitante vencedora imediatamente após o encerramento da etapa de lances da sessão pública ou, quando for o caso, após a negociação e decisão pelo Pregoeiro acerca da aceitação do lance de menor valor. X - DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS E DA ACEITABILIDADE Na análise da proposta de preços será verificado o atendimento de todas as especificações e condições estabelecidas neste Edital e de seus Anexos Analisada a aceitabilidade dos preços obtidos o Pregoeiro divulgará o resultado de julgamento das Propostas de Preços A classificação das propostas será pelo critério de menor preço por item indicado no Termo de Referência (Anexo I) Se a proposta ou o lance de menor preço não for aceitável, ou se a licitante desatender às exigências habilitatórias, o Pregoeiro examinará a proposta ou o lance subseqüente, verificando a sua aceitabilidade e procedendo à sua habilitação, na ordem de classificação, e assim sucessivamente, até a apuração de uma proposta ou lance que atenda ao edital Ocorrendo a situação a que se refere o inciso anterior, o Pregoeiro poderá negociar com a licitante para que seja obtido preço melhor. XI - DA HABILITAÇÃO 5

6 11.1. A habilitação da licitante vencedora será verificada on-line no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores SICAF, após a análise e julgamento das Propostas de Preços Caso a licitante vencedora não seja cadastrada no SICAF, a sua regularidade fiscal será comprovada mediante a apresentação das certidões negativas de débitos dos seguintes órgãos: Secretaria da Receita Federal em conjunto com o da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, Caixa Econômica Federal - FGTS e Instituto Nacional de Seguridade Social - INSS Caso haja alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal da licitante ME ou EPP, a mesma terá dois dias úteis para a sua regularização, prorrogável por igual período. A não regularização por parte da licitante implica na sua desclassificação, sem prejuízo das sanções previstas na legislação ( 1º do Art. 4º do Decreto 6.204/07) Para habilitação no presente certame, as empresas interessadas deverão, além da regularidade fiscal prevista acima, apresentar os seguintes documentos: Comprovação de aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível em características, com o objeto do Edital, realizada através de atestado fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, onde se relacione os serviços prestados, período do contrato e local, informando sempre que possível, valores e demais dados técnicos. Deverá constar o nome, cargo e assinatura do responsável pela informação, bem como se foram cumpridos os prazos de execução; Declaração expedida pela SR-MS/DNIT, em nome da licitante, de que esta recebeu todas as informações e tomou conhecimento das condições locais para a realização dos serviços objeto desta licitação, de acordo com inc. III, do artigo 30 da Lei n.º 8.666/93 (Atestado de visita). a) As visitas serão realizadas nas dependências da sede da SR- MS/DNIT, sito à Av. Mato Grosso, 2.002, onde serão instalados os equipamentos de alarme a serem locados, e deverão ser agendadas pelos telefones indicados neste Edital Declaração de superveniência de fato impeditivo da habilitação (exigida apenas em caso positivo), (enviado via sistema); Declaração da licitante de que não possui em seu quadro de pessoal empregado(s) com menos de 18 (dezoito) anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e de 16 (dezesseis) anos em qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, nos termos do inciso XXXIII do art. 7º da Constituição Federal de 1998 (Lei nº 9.854/99), (enviado via sistema) Declaração de microempresa ou empresa de pequeno porte (enviado via sistema). Observações: Todos os documentos de habilitação emitidos em língua estrangeira deverão ser entregues acompanhados da tradução para língua portuguesa efetuada por Tradutor Juramentado e também devidamente consularizados ou registrados no Cartório de Títulos e Documentos; 6

7 11.6. Documentos de procedência estrangeira, mas emitidos em língua portuguesa, também deverão ser apresentados devidamente consularizados ou registrados no Cartório de Títulos e Documentos As declarações relacionadas deverão estar emitidas em papéis timbrados dos Órgãos ou Empresas que as expediram Sob pena de inabilitação, as declarações apresentadas para habilitação deverão estar: Em nome da licitante, com número do CNPJ e, preferencialmente, com o endereço respectivo: a) se a licitante for a matriz, todos os documentos deverão estar em nome da matriz; ou b) se a licitante for a filial, todos os documentos deverão estar em nome da filial, exceto aqueles documentos que, pela própria natureza, comprovadamente, forem emitidos somente em nome da matriz e os atestados de capacidade técnica que podem ser apresentados em nome e CNPJ da matriz e/ou em nome e CNPJ da filial; XII - DOS RECURSOS Existindo intenção de interpor recurso, a licitante deverá manifestá-la ao Pregoeiro por meio eletrônico, em formulário próprio, explicitando sucintamente suas razões, imediatamente após a divulgação da licitante vencedora Será concedido, à licitante que manifestar a intenção de interpor recurso, o prazo de 03 (três) dias para apresentação dos memoriais As demais licitantes, que tiverem interesse, ficam desde logo notificados a apresentar contra-razões no mesmo prazo, a contar do término do prazo da recorrente, sendo-lhes assegurada vista imediata dos autos A falta de manifestação imediata e motivada da licitante importará a decadência do direito de recorrer e a adjudicação do objeto pelo Pregoeiro à vencedora O recurso contra a decisão do Pregoeiro não terá efeito suspensivo O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento Os autos do processo permanecerão com vista franqueada aos interessados na Área de Cadastro e Licitações, localizada na Rua Antônio Maria Coelho 3099, Bairro Jardim dos Estados Campo Grande/MS, nos dias úteis no horário de 8:30 às 12:30 e de 14:30 às 18:30 horas, horário de Brasília/DF. XIII - DA ADJUDICAÇÃO, HOMOLOGAÇÃO E CONVOCAÇÃO O Serviço correspondente ao objeto deste Pregão será adjudicado PELO MENOR PREÇO POR ITEM, pelo Pregoeiro, depois de atendidas as condições deste Edital O resultado de julgamento será submetido à Autoridade Competente, para homologação Após a homologação da licitação, a LICITANTE VENCEDORA será convocada para retirar a Nota Empenho, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, a contar do recebimento da convocação formalizada e nas condições estabelecidas. 7

8 13.4. Expirado o prazo fixado no subitem acima a SR-MS/DNIT poderá convocar as proponentes, por ordem de classificação, para os fins ali indicados, em igual prazo ou revogar a licitação O prazo de convocação poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período, quando solicitado pela parte, durante o seu transcurso e desde que ocorra motivo justificado aceito pela SR-MS/DNIT. XIV - DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS Pela inexecução total ou parcial do objeto deste Pregão, a Administração do DNIT poderá, garantida a prévia defesa, aplicar à licitante vencedora as seguintes sanções: advertência; multa de 0,3% (zero vírgula três por cento) por dia de atraso e por ocorrência de fato em desacordo com o proposto e o estabelecido no edital, até o máximo de 10% (dez por cento) sobre o valor total da nota de empenho, recolhida no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos, uma vez comunicada oficialmente; multa de 10% (dez por cento) sobre o valor total da nota de empenho, no caso de inexecução total ou parcial do objeto contratado, recolhida no prazo de 15 (quinze) dias corridos, contado da comunicação oficial; suspensão temporária de participar em licitação e impedimento de contratar com a Administração do DNIT, pelo prazo de até 02 (dois) anos; Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, que será concedida sempre que a licitante ressarcir a Administração do DNIT pelos prejuízos resultantes e após decorrido o prazo da sanção aplicada com base no subitem anterior Ficará impedida de licitar e de contratar com a Administração do DNIT, pelo prazo de até 05 (cinco) anos, garantido o direito prévio da citação e da ampla defesa, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, a licitante que: Não celebrar o contrato; Ensejar o retardamento da execução do objeto deste Pregão; Não mantiver a proposta, injustificadamente; Comportar-se de modo inidôneo; Fizer declaração falsa; Cometer fraude fiscal; Falhar ou fraudar na execução do contrato Pelos motivos que se seguem, principalmente, a licitante vencedora estará sujeita às penalidades tratadas na condição anterior: Pelo fornecimento do serviço desconforme com o especificado e aceito; Pelo descumprimento dos prazos e condições previstos neste Pregão Além das penalidades citadas, a licitante vencedora ficará sujeita, no que couber, às demais penalidades referidas no Capítulo IV da Lei n.º 8.666/93. 8

9 Comprovado impedimento ou reconhecida força maior, devidamente justificado e aceito pela Administração do DNIT, em relação a um dos eventos arrolados no item 14.7, a licitante vencedora ficará isenta das penalidades mencionadas As sanções de advertência, suspensão temporária de participar em licitação e impedimento de contratar com a Administração do DNIT, e declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública poderão ser aplicadas à licitante vencedora juntamente com as de multa, descontando-a dos pagamentos a serem efetuados ou cobrados judicialmente A penalidade será obrigatoriamente registrada no SICAF e no caso de suspensão de licitar, a LICITANTE deverá ser descredenciada por igual período, sem prejuízo das multas previstas neste Edital e no Contrato e das demais cominações legais A recusa sem motivo justificado da convocada em aceitar ou retirar a Nota de Empenho dentro do prazo estabelecido nos subitens 13.3 e 13.4 caracteriza o descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-a às penalidades aludidas no Item 14 deste Edital. XV - DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA As despesas decorrentes da contratação, objeto desta licitação, correrão por conta do elemento orçamentário próprio Programa de Trabalho nº , Fonte 0100 e Natureza de Despesa XVI - DA ASSINATURA DO TERMO DE CONTRATO A Administração do DNIT convocará oficialmente a licitante vencedora, durante a validade da sua proposta para, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, aceitar ou retirar a nota de empenho, sob pena de decair o direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no art. 81 da Lei n.º 8.666/ prazo da convocação poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, quando solicitado pela licitante vencedora durante o seu transcurso, desde que ocorra motivo justificado e aceito pela Administração do DNIT É facultado ao Pregoeiro, quando a convocada não assinar o referido documento no prazo e condições estabelecidos, chamar as licitantes remanescentes, obedecida a ordem de classificação, para fazê-lo, examinada, quanto ao objeto e valor ofertado, a aceitabilidade da proposta classificada, podendo, inclusive, negociar diretamente com o proponente para que seja obtido melhor preço, ou revogar este Pregão, independentemente da cominação prevista no art. 81 da Lei n.º 8.666/ Caso o proponente homologado não esteja inscrito no SICAF, o seu cadastramento deverá ser feito pela Administração, sem ônus para o mesmo, antes da contratação, com base no reexame da documentação apresentada para habilitação, devidamente atualizada. XVII - DA VIGÊNCIA E DA EFICÁCIA O período de vigência do contrato será de 12 (doze) meses, contados a partir da data de sua assinatura, tendo eficácia legal após a publicação do extrato do 9

10 Contrato no Diário Oficial da União podendo ser prorrogado de conformidade com a lei 8.666/93 e suas alterações posteriores. XIII - DOS ENCARGOS DO DNIT E DA LICITANTE VENCEDORA Caberá ao DNIT: Proporcionar todas as facilidades para que a CONTRATADA possa desempenhar seus serviços, dentro das normas do Contrato a ser assinado; Efetuar os pagamentos nas condições e preços pactuados; Rejeitar no todo ou em parte, os serviços executados em desacordo com as exigências do Anexo I do Edital; Notificar por escrito, à CONTRATADA, ocorrência de eventuais imperfeições no curso de execução dos serviços, fixando prazo para sua correção; XIX - DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA Caberá à licitante vencedora o cumprimento das seguintes obrigações: Manter durante a execução deste contrato as condições que ensejaram sua habilitação no certame e sua contratação Implantar, adequadamente, a supervisão permanente dos serviços, de modo a obter uma operação correta e eficaz, prestando os serviços de forma meticulosa e constante, mantendo sempre em perfeita ordem a execução dos mesmos Comunicar, por escrito, ao gestor, eventual atraso ou paralisação da prestação dos serviços, apresentando razões justificadoras que serão objeto de apreciação pela SR-MS/DNIT Na ocorrência de falhas, deverá a CONTRATADA, apresentar ao gestor do contrato um relatório completo indicando os motivos da falha, bem como os métodos e práticas adotadas em sua solução, no prazo de 48 horas Comunicar, por escrito, ao gestor, quando verificar condições inadequadas para a prestação do serviço ou iminência de fatos que possam prejudicar a perfeita execução deste contrato. XX - DAS OBRIGAÇÕES SOCIAIS, COMERCIAIS E FISCAIS À licitante vencedora caberá, ainda: Assumir a responsabilidade por todos os encargos previdenciários e obrigações sociais previstos na legislação social e trabalhista em vigor, obrigando-se a saldá-los na época própria, vez que os seus empregados não manterão nenhum vínculo empregatício com o DNIT; assumir a responsabilidade por todas as providências e obrigações estabelecidas na legislação específica de acidentes de trabalho, quando, em ocorrência da espécie, forem vítimas os seus empregados quando da prestação dos serviços ou em conexão com ela, ainda que acontecido em dependência do DNIT assumir todos os encargos de possível demanda trabalhista, civil ou penal, relacionadas à prestação dos serviços, originariamente ou vinculada por prevenção, conexão ou continência; e assumir a responsabilidade pelos encargos fiscais e comerciais resultantes da adjudicação deste Pregão. 10

11 A inadimplência da licitante, com referência aos encargos estabelecidos na condição anterior, não transfere a responsabilidade por seu pagamento à Administração do DNIT, nem poderá onerar o objeto deste Pregão, razão pela qual a licitante vencedora renuncia expressamente a qualquer vínculo de solidariedade, ativa ou passiva, com o DNIT. XXI - DAS OBRIGAÇÕES GERAIS Deverá a licitante vencedora observar, também, o seguinte: É expressamente proibida a veiculação de publicidade acerca do contrato, salvo se houver prévia autorização da Administração da SR-MS/DNIT; É vedada a subcontratação de outra empresa para a prestação dos serviços objeto deste Pregão Os serviços especificados neste edital não excluem outros, de idêntica natureza, que porventura se façam necessários para a boa execução da tarefa estabelecida pelo DNIT, obrigando-se a licitante vencedora a executá-los prontamente como parte integrante de suas obrigações. XXII - DO ACOMPANHAMENTO E DA FISCALIZAÇÃO A execução dos serviços será acompanhada por servidor indicado pela SR-MS/DNIT (gestor do contrato), que promoverá a fiscalização da sua execução e o seu prazo, atestando a fatura de serviço ao seu final As decisões e providências que ultrapassarem a competência do servidor designado para o acompanhamento e a fiscalização dos serviços deverão ser solicitadas ao Superintendente Regional da SR-MS/DNIT, em tempo hábil para a adoção das medidas convenientes. XXIII - DA ATESTAÇÃO Caberá ao servidor designado pelo Superintendente Regional da SR- MS/DNIT para o acompanhamento e a fiscalização do contrato a atestação da fatura correspondente aos serviços prestados. XXIV - DO PAGAMENTO A licitante vencedora deverá apresentar, nota fiscal/fatura de serviços, na Sede da SR-MS/DNIT, em Campo Grande/MS, no prazo de 10 (dez) dias corridos subseqüentes ao mês da prestação dos serviços A nota fiscal/fatura será encaminhada ao setor financeiro para fins de liquidação e pagamento, mediante ordem bancária creditada em conta corrente no prazo não superior a 05 (cinco) dias úteis, contados do seu recebimento A SR-MS/ DNIT reserva-se o direito de recusar o pagamento se, no ato da atestação, a prestação dos serviços não estiver de acordo com a especificação apresentada e aceita A SR-MS/DNIT poderá deduzir do montante a pagar os valores correspondentes a multas ou indenizações devidas pela licitante vencedora, nos termos deste Pregão Nenhum pagamento será efetuado à licitante vencedora enquanto pendente de liquidação qualquer obrigação financeira, sem que isso gere direito a reajustamento de preços ou correção monetária. 11

12 24.6. A nota fiscal/fatura relativa ao último mês de prestação dos serviços somente será paga pelo DNIT após a comprovação, por parte da licitante vencedora, de quitação de todos os encargos previdenciários e trabalhistas, relativos ao contrato Nos casos de eventuais atrasos de pagamento, desde que a licitante vencedora não tenha concorrido de alguma forma para tanto, fica convencionado que a taxa de compensação financeira devida pelo DNIT, entre a data acima referida e a correspondente ao efetivo adimplemento da parcela, terá a aplicação da seguinte fórmula: EM = I x N x VP Onde: EM = Encargos moratórios; N = Número de dias entre a data prevista para o pagamento e a do efetivo pagamento; VP = Valor da parcela a ser paga. I = Índice de compenação financeira = 0, , assim apurado: I = (TX/100) I = (6/100) I = 0, TX = Percentual da taxa anual = 6% A compensação financeira prevista nesta Condição será incluída na fatura/nota fiscal seguinte ao da ocorrência; XXV - DO AUMENTO OU SUPRESSÃO No interesse da SR-MS/DNIT, o valor inicial atualizado do contrato poderá ser aumentado ou suprimido até o limite de 25% (vinte e cinco por cento), conforme disposto no Artigo 65, parágrafos 1º e 2º, da Lei nº 8.666/ A licitante vencedora fica obrigada a aceitar, nas mesmas condições licitadas, os acréscimos ou supressões que se fizerem necessários; e, Nenhum acréscimo ou supressão poderá exceder o limite estabelecido nesta condição, exceto as supressões resultantes de acordo entre as partes. XXVI - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS É facultado ao Pregoeiro ou à autoridade superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligências destinadas a esclarecer ou complementar a instrução do processo. Os proponentes são responsáveis pela fidelidade e legitimidade das informações e dos documentos apresentados em qualquer fase da licitação Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça a realização do certame na data marcada, a sessão será automaticamente transferida para o primeiro dia útil subseqüente, no mesmo horário e local anteriormente estabelecido, desde que não haja comunicação do Pregoeiro em contrário O desatendimento de exigências formais não essenciais não importará no afastamento do proponente, desde que seja possível a aferição da sua qualificação e a exata compreensão da proposta, durante a realização da sessão pública de Pregão. 12

13 26.4. As normas que disciplinam este Pregão serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre os interessados, desde que não comprometam o interesse da Administração, a finalidade e a segurança da contratação. XXVII - DO FORO As questões decorrentes da execução deste instrumento, que não possam ser dirimidas administrativamente, serão processadas e julgadas na Justiça Federal, no Foro da cidade de Brasília/DF, Seção Judiciária do Distrito Federal, com exclusão de qualquer outro, por mais privilegiado que seja, salvo nos casos previstos no art. 102, Inciso I, alínea d da Constituição Federal. Campo Grande/MS, de de CELSO DE SOUZA SIMÃO Pregoeiro da SR-MS/DNIT 13

14 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO BASE DE EXECUÇÃO DO SISTEMA DE ALARME DA SEDE DA SR-MS/DNIT I - OBJETO 1. Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de locação, instalação, monitoramento, manutenção e assistência técnica preventiva e corretiva de sistemas de alarmes contra roubo, furto, violações noturnas e diurnas, e atendimento por equipes motorizadas de ocorrências identificadas através do alarme contra intrusão (violações noturnas e diurnas), para proteção dos Imóveis da SR- MS/DNIT, localizados na Av. Mato Grosso, Campo Grande MS e Unidade Local de Três Lagoas/MS na Rua Protázio Garcia Leal, nº 195 Bairro Santa Terezinha No prédio da Unidade Local de Três Lagoas já existem equipamentos de sistema de alarme instalados, de propriedade do contratante, assim descritos: 01 (uma) central de alarme DSC 5010, 01 teclado DSC 1555, 05 sensores passivo, 02 sirenes 115db, 01 caixa de proteção para sirene, 01 painel de choque JFL Choque8, que deverão ser utilizados no monitoramento realizado pela contratada, de acordo com as especificações estabelecidas neste Termo de Referência No prédio da Superintendência em Campo Grande deverão ser instalados os seguintes equipamentos: 01 central de alarme com as especificações no item 05, 01 teclado alfanumérico, 24 sensores conforme item 9.1, 02 sensores conforme item 10.1, 02 sirenes 115db, 02 caixas de proteção para sirene, todo o sistema com tubulação exclusiva e cabeamento mínimo de 02 pares de 22AWG para todos os periféricos. II JUSTIFICATIVA 2. A contratação visa à segurança e proteção das instalações e equipamentos da SR-MS/DNIT, resguardando-os contra violações, furtos e roubos, primando pela integridade do patrimônio público Considerando que as instalações constantes deste Termo de Referência não dispõem de vigilância armada (no prédio da Av. Mato Grosso, a segurança armada é feita apenas em horário comercial) para a segurança dos prédios mencionados, faz-se necessária a contratação de empresa especializada na prestação dos serviços ora licitado. III DA PROPOSTA E FORMAÇÃO DE PREÇO 3. Na proposta de preço deverão estar inclusos todos os custos necessários ao pagamento de despesas com salários, encargos sociais, fiscais e comerciais, impostos, taxas, seguros e demais encargos relativos ao serviço e deduzidos os abatimentos eventualmente concedidos. 14

15 3.1. A licitante deverá indicar o valor GLOBAL da proposta, devendo já estar inclusos todos os custos e remunerações inerentes ao objeto da presente licitação O valor máximo admitido para a contratação do objeto deste certame é o estabelecido no item IV deste TERMO DE REFERÊNCIA A licitante deverá encaminhar a proposta de preços, considerando a descrição dos serviços elencados na Planilha de Formação de Preços, detalhada abaixo: Planilha de Formação de Preços Descrição do Serviço Valor mensal ofertado Valor anual (12 meses) Serviço de instalação do equipamento (Av. Mato Grosso, Campo Grande/MS) Locação dos equipamentos ( Campo Grande/MS). Serviço de Monitoramento 24 horas (Campo Grande/MS). Serviço de Monitoramento 24 horas (Três Lagoas/MS). Valor Total da Proposta para Item (12 meses): R$... (...) 3.4. Após o encerramento da etapa de lances, a licitante vencedora deverá encaminhar, juntamente com os documentos de habilitação, a proposta de preços com o detalhamento dos valores especificados na Planilha de Formação de Preços especificada acima, adequados aos números do lance vencedor. IV DA CONTRATAÇÃO E DO SEU VALOR ESTIMADO 4. O período de vigência do contrato será de 12 (doze) meses, contados a partir da data de sua assinatura, tendo eficácia legal após a publicação do extrato do Contrato no Diário Oficial da União podendo ser prorrogado de conformidade com a lei 8.666/93 e suas alterações posteriores O valor mensal estimado para contratação do serviço objeto deste certame é de R$ 1.501,44 (Hum mil, quinhentos e um reais e quarenta e quatro centavos) O Valor total da contratação perfaz um montante de R$ ,28 (dezoito mil, dezessete reais e vinte e oito centavos) anuais Na contratação, o valor cobrado a título de serviço de instalação do equipamento será pago uma única vez, na primeira fatura O valor estimado para cobrança do serviço de instalação do equipamento é de R$ 580,00 (quinhentos e oitenta reais), e na contratação, será pago uma única vez, na primeira fatura. 15

16 4.4. O valor tomado como referência para a determinação do preço estimado de contratação foi estabelecido através da pesquisa de mercado (média de valores constantes dos orçamentos juntados ao processo). V CARACTERÍSTICAS E ESPECIFICAÇÕES DO SISTEMA DE ALARME: Central de Monitoramento: 5. A Central de Monitoramento a ser instalada na Av. Mato Grosso, Campo Grande/MS deverá estar devidamente equipada para identificar, em tempo real, os sinais de alarme (eventos) e, em caso de violação / intrusão, noturna ou em dias não úteis, comunicando tempestivamente os fatos à um responsável determinado pelo órgão e à Polícia, quando constatada tentativa real de assalto e/ou violação Deverá ainda, diante de alarmes, enviar imediatamente, inspetores especializados para verificação dos motivos dos alarmes, antes da comunicação aos responsáveis e polícia A central de Monitoramento deverá estar preparada para receber todos os protocolos abertos de transmissão de sistemas de alarme A Central de Monitoração deverá receber sinais tanto por linha telefônica comum como por sistema GPRS Possuir um sistema de grupo gerador capaz de suprir (alimentar) a Central de Monitoramento, por um período de funcionamento de no mínimo 12 horas, além de No Break On Line para a garantia do Funcionamento do Sistema até a partida do gerador ou para situações de falha no gerador. O Gerador deverá ser dotado de dispositivo que em caso de falta de energia elétrica da Rede Pública, automaticamente assuma o fornecimento de energia para a Central de Monitoração, sem intervenção humana A Empresa deverá ter um servidor de rede Backup em Stand By para que caso ocorra algum problema no servidor principal, este assuma o funcionamento do Software da Central de Monitoramento. Na Central de Monitoração, deverá existir 02 Receptores de sinais de alarme via linha telefônica, um para operação e outro redundante. O mesmo se aplica para o Receptor GPRS No prédio da Central de Monitoração deverá existir CFTV (circuito fechado de televisão), com câmeras posicionadas de forma a cobrir toda a área de possível acesso a central de monitoramento, controle de acesso as dependências da empresa com intertravamento dos locais estratégicos e sistema de alarme com dupla via de comunicação, monitorado por outra central de monitoramento com as mesmas características. 6. O Software da Central de Monitoramento deverá ser capaz de: 16

17 6.1. Controlar horário para armar o sistema com diferenciação para dias de semana, sábados e domingos e feriados, de forma que caso o sistema não tenha sido armado até o horário predeterminado, o software perceberá e automaticamente gere um sinal na tela de monitoramento da Central onde o operador terá que entrar em contato com o local e verificar a situação através de procedimentos de Senha e Contra-Senha Controlar independentemente testes de transmissão GPRS e via linha telefônica, sendo que o seu funcionamento deverá conter a seguinte característica: Via GPRS: Os testes deverão ocorrer a cada 10 minutos, independente do sistema de alarme estar ou não armado, no caso de não recebimento de algum teste no horário predeterminado, deverá ser gerado automaticamente na tela da Central de Monitoração, sinal de modulo OFF-LINE para que os operadores da Central possam verificar a situação através do atendimento da operadora se há manutenção na rede e/ou envio de equipe de atendimento para o local Controlar independentemente do sistema de dupla via, os testes via linha telefônica, sendo que o seu funcionamento deverá conter a seguinte característica: Via Linha Telefônica: Os testes deverão ocorrer a cada 24 horas. Portanto o Software de monitoramento deverá ser capaz de controlar os testes de transmissão, com diferentes intervalos de tempo, para o sistema armado ou não e no caso de não recebimento do sinal em período pré-determinado, deverá gerar automaticamente sinal visual e sonoro na tela da Central de Monitoração para que o operador faça a verificação do sinal através dos procedimentos de Senha e Contra-Senha e/ou envio de equipe de Atendimento ao local O Software de monitoramento deverá controlar se o sistema de alarme foi armado com alguma zona (setor) com Bypass (anulada). Caso isso ocorra, deverá gerar automaticamente, sinal visual e sonoro na tela da central de monitoramento para providencias do Operador conforme outros casos acima descritos Além dos itens acima citados, o software deverá controlar todos os sinais vitais e emergenciais do sistema de alarme, tais como: Bateria Baixa e Não Restaurou Bateria, Falha de Corrente Alternada e Não Restaurou C.A., etc. 7. Todo o custo de comunicação deverá ser arcado pela Empresa, sendo obrigatório o uso de DDG (discagem direta gratuita) nos sistemas de alarme e chip para o sistema GPRS Central de monitoramento deverá permitir que a SR-MS/DNIT possa consultar os relatórios de mensagens, alarmes e providencias através de uma 17

18 página na Internet, devidamente protegida por senha específica, possibilitando consulta por unidade ou grupo de unidades, com os dados atualizados até a data anterior da data da consulta, com os dados dos últimos 30 dias Deverá conter no mínimo 02 operadores da Central de monitoramento por turno Todas as linhas telefônicas da Receptora deverão possuir identificador de chamadas A empresa deverá possuir a filosofia de melhoria continua A empresa deverá possuir sistema de gravação digital multiplexado para as linhas da Central de Monitoração, que gravará todo e qualquer contato feito pelo operador, seja com a unidade ou não, referente a sinais recebidos, podendo ser verificados posteriormente por busca rápida de ramal, data, horário, num período de 30 dias. ESPECIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E DETALHES DE INSTALAÇÃO: 8. Painel de Alarme: 8.1. O painel de alarme, além de caixa de proteção e transformador para alimentação, deverá conter: central micro processada, interligada a teclado alfanumérico, cabeamento de 2x1,5mm para alimentação primaria 110/220v interligada ao disjuntor no quadro de alimentação do prédio, com baterias seco gelatinosa selada para autonomia mínima de 20h, dispor de recurso de auto proteção (tamper), com "auto arm", ou seja, possibilidade de programação de horário para ativação automática do sistema de alarme por horário pré-determinado, capacidade para no mínimo 32 usuários, incluindo código de coação, ligação de sensores com cablagem direta da central ao periférico de cabo 02 pares de 22AWG. A central de alarme deverá suportar 40 zonas (setor), cada sensor deverá ser ligado em uma zona (setor) independente. Esta central de alarme deve ser compatível com utilização de outros tipos de detectores, além do infravermelho passivo, microondas, quebra de vidros, de temperatura, impacto, abertura, etc. Deverá detectar sirene desconectada, 04 partições, capacidade de até 08 teclados, função monitoramento de sensor (detecção automática de inatividade do sensor configurável de 01 a 99 dias) e certificação CE. 9. Sensores Internos: 9.1. Os sensores a serem utilizados para detecção de violação nos imóveis deverão ser do tipo Dupla tecnologia de detecção (PIR, Microondas), com processamento digital do sinal, compensação automática de temperatura dotada de filtro digital, auto teste ativo, alcance mínimo de 09 metros com ângulo de abertura mínima de 90 graus, protegidos por tamper. Todos os ambientes internos das unidades deverão ser protegidos por sensores. 18

19 10. Sensores Externos: Os sensores à serem utilizados para detecção de violação no imóvel devera ser do tipo Dupla Tecnologia de Detecção (PIR, microondas), com processamento digital do sinal, compensação automática de temperatura, temperatura operacional entre 40º C à 60º C, devera possuir chefe tamper, não detecta pequenos animais, adaptação automática a mudança de vento, temperatura e ruídos de fundo, resistente a água (impermeável). 11. Sirene: Sirenes com auto-proteção, acondicionadas em caixa metálica, com potência de 115dB. Deverão ser sempre no mínimo duas, sendo uma no ambiente interno e outra no ambiente externo, instaladas em locais de difícil acesso. 12. GPRS: Tensão de alimentação 12vdc, tecnologia de comunicação GPRS/GSM, freqüência de comunicação 1800/1900 MHz, qualquer operadora de telefonia celular que opere nas freqüências 1800/1900 MHz, ganho de antena mínimo de 2,7 dbi, protocolo de comunicação com painel de alarme contact-id, interface de monitoramento/programação RS CONSIDERAÇÕES DIVERSAS: O Painel de Alarme deverá ser instalado local discreto e protegido por sensor programado como zona (setor) imediata O Teclado deverá ser instalado próximo a entrada dos locais, em local discreto, mas de fácil acesso aos usuários, e em zona temporizada com o menor tempo possível Todos os periféricos deverão ter auto proteção (tamper), identificando corte da fiação, e comunicando a situação imediatamente à central de monitoramento O meio de comunicação entre o painel de alarme instalado nas unidades e a central de monitoramento, deverá ser através de sistema GPRS e a linha telefônica convencional se torna Backup. 22AWG A fiação utilizada deverá ser cabo de no mínimo 02 pares de 14. DA MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS: 19

20 14.1. A manutenção dos equipamentos e do sistema de alarme, de propriedade da contratante ou da contratada, deverá ser Preventiva Semestral e Corretiva a qualquer momento (24hs), e prazo Maximo de 12 horas para o atendimento na capital e 24hs no interior. 15. DA EQUIPE DE ATENDIMENTO EMEGENCIAL: As equipes deverão ser constituídas por 02 inspetores treinados e aptos a fornecerem suporte de segurança a situações de risco, e deverão se deslocar para uma determinada unidade, quando solicitados pela central de monitoração para averiguação do disparo de alarme e/ou solicitação de apoio Estas equipes deverão estar equipadas com rádio freqüência/celulares para comunicação direta e imediata com a central de monitoramento. 20

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

S e r v i ç o A u t ô n o m o d e Á g u a e E s g o t o L i m o e i r o d o N o r t e - C e a r á

S e r v i ç o A u t ô n o m o d e Á g u a e E s g o t o L i m o e i r o d o N o r t e - C e a r á O SERVIÇO AUTONOMO DE AGUA E ESGOTO, neste ato denominado CONTRATANTE, com sede na AV. DOM AURELIANO MATOS, 1400, inscrito no CNPJ (MF) sob o nº 07.625.932/0001-79, representado pelo Sr. SERGIO MURILO

Leia mais

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI O INSTITUTO FELIX GUATTARI, organização não governamental (ONG), declarada de utilidade pública estadual, devidamente inscrita

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0536/2007

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0536/2007 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0536/2007

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº A Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no Estado do Rio de Janeiro, mediante Pregoeiro designado pela Portaria SUSEP n 3.053, de 14 de outubro de 2008, torna público que realizará às 14 horas, do

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA,

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, CONTRATO ADM Nº 084/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LINK DEDICADO DE INTERNET QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, ESTADO DE GOIÁS E TELECOMUNICAÇÕES ALARCÃO E FERNANDES LTDA

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação CONTRATO DE FORNECIMENTO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ E A EMPRESA

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA DISPENSA Nº: DP 012/2013 ÓRGÃO SOLICITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO OBJETO: CONTRATAÇÃO EM CARACTER DE EMERGENCIA DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA SERVIÇOS DE TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS

Leia mais

ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇO nº 08/2014

ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇO nº 08/2014 ORDEM DE EXECUÇÃO DE SERVIÇO nº 08/2014 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA - CFMV, Autarquia Federal inscrita no CNPJ/MF sob nº 00.119.784/0001-71, sediada nesta Capital Federal, no SIA Trecho 06,

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

PROCESSO Nº 50610.004685/2010-33

PROCESSO Nº 50610.004685/2010-33 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SEÇÃO DE CADASTRO E LICITAÇÕES

Leia mais

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas:

2.1 É objeto deste edital a aquisição de aparelhos de ar condicionado, com as quantidades e características a seguir descritas: Município de Sério/RS Edital de Pregão Eletrônico nº 001/2015 Tipo de julgamento: menor preço por item Abertura: 06 de fevereiro às 14:00 horas Município de Sério- RS. Este documento esteve afixado no

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 54/2011 Republicação Processo 7.242/03/2011-EOF

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO NÚCLEO DE CONTRATAÇÕES SEÇÃO DE LICITAÇÕES EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/2011 Processo 7.497/08/2011-EOF A JUSTIÇA

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO ADMINISTRAÇÃO 2009/2012 PETRÓLEO LTDA.

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO ADMINISTRAÇÃO 2009/2012 PETRÓLEO LTDA. 1 CONTRATO Nº. 516/2012 PM Contrato que entre si celebram a PREFEITURA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO, e a empresa PETROMAIS DISTRIBUIDORA DE PETRÓLEO LTDA. A, neste ato denominado CONTRATANTE, com sede na

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro PREGÃO N.º 010/2007

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro PREGÃO N.º 010/2007 PREGÃO N.º 010/2007 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA MUDANÇA DA VALEC TENDO COMO ORIGEM AV. MARECHAL FLORIANO Nº 45, 3º ANDAR E COMO DESTINO PRAÇA PROCÓPIO FERREIRA, 86, 6º ANDAR NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05 MINUTA 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/05 Processo nº 10.091/05 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS Contrato para prestação de serviços técnicos de elaboração de Projeto Executivo para a execução de reforma no Rio Grande do Sul, que fazem entre

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414.

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414. MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS DIVISÃO DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 28/2012 Processo SUSEP Nº 15414.004640/2012-46 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÃO E CONTRATO EDITAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÃO E CONTRATO EDITAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÃO E CONTRATO EDITAL PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, Nº 087/2008 PROCESSO Nº 00185.001624/2008-99

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 003/2015 Manutenção de ar condicionado O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE SANTA CATARINA COREN/SC, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ nº 75.308.106/0001-56,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE BAMBUÍ EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 67/2009 Processo nº: 23000.086744/2009-55 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 136/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO ALMOFADA PARA CARIMBO, TINTA PARA CARIMBO, FITA ADESIVA LARGA E COLA EM BASTÃO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 114/2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AUTOCLAVE DIGITAL, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 14/10/2013 15h00min. LIMITE PARA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO N.º 1840-09.00/12-5 COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 86/2012 AJDG N.º 88/2012 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 099/2008 Contrato para fornecimento de aparelho telefônico sem fio, autorizado pelo Senhor Eduardo Cardoso, Secretário de Administração e Orçamento,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /09

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /09 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 013/09 Processo nº 15.384/09 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE 2.000

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. PA nº 12.325/2012 / IEPA. PREGÃO ELETRÔNICO N 016/2012-IEPA Registro de Preço

EDITAL DE LICITAÇÃO. PA nº 12.325/2012 / IEPA. PREGÃO ELETRÔNICO N 016/2012-IEPA Registro de Preço INSTITUTO DE PESQUISAS CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS EDITAL DE LICITAÇÃO Fls. PA nº 12.325/2012 / PREGÃO ELETRÔNICO N 016/2012- Registro de Preço (www.licitações-e.com.br Licitação n.º 462245) (Registro de

Leia mais

Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº.../2007

Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº.../2007 Minuta CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº.../2007 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA, QUE ENTRE SI FAZEM A DE PRIMEIRO GRAU NO ESPÍRITO SANTO E A EMPRESA... PROCESSO Nº 5.694/07/2007 ADM A DE

Leia mais

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME.

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. Pelo presente instrumento particular de contrato que celebram

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 24/2006

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 24/2006 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS LOGÍSTICOS COORDENAÇÃO DE COMPRAS

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

PROCESSO Nº 50610.000228/2010-70

PROCESSO Nº 50610.000228/2010-70 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SEÇÃO DE CADASTRO E LICITAÇÕES

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 85/14 PROCESSO N 2783-09.00/14-6 AJDG Nº 059/14 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO N.º 15/2014 PROCESSO N.º 23341.000141/2014-71

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 66/2013 PROCESSO N.º 2882-09.00/13-3 Contrato AJDG N.º 107/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 95971-02/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni designado pela Ordem

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO N. 2900-09.00/14-0 PREGÃO ELETRÔNICO N. 95/14 CONTRATO AJDG N. 178/14 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 015/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 13/2005 O, com sede na Av. Martin Luther King, s/n.º, Cais do Apolo, Recife, PE, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 24.130.072/0001-11, neste ato representado pelo Diretor da Secretaria

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES AUTORIZAÇÃO PARA ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO DE MOTIVAÇÃO DE DESPESAS SOLICITANTE Nº. de Processo Órgão Interessado: PREFEITURA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /10

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /10 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/10 Processo nº 36.923/09 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA E MOBILIÁRIOS

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

2 - OBJETO DA LICITAÇÃO:

2 - OBJETO DA LICITAÇÃO: CARTA CONVITE 06/13 1 - PREÂMBULO: 1.1 - A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO, torna público o processo licitatório para contratação de Serviços de Monitoramento Eletrônico com Unidade Volante de Atendimento

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125 Processo LIC 2012/000125 PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, órgão de fiscalização do exercício profissional, regido pelo Decreto-Lei nº 9.295/1946, alterado pela

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 10/2012 O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 77/2013 PROCESSO N 3418-09.00/13-1 AJDG Nº 135/13 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do

Leia mais

Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação 520053

Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação 520053 JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU EM MINAS GERAIS CNPJ 05.452.786/0001-00 Av. Álvares Cabral 1805, Santo Agostinho, Belo Horizonte/MG, CEP 30.170-001 Processo 4907/2013 PREGÃO ELETRÔNICO 71/2013 Licitação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 041/08 Processo nº 31.744/08 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SISTEMA

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 57/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO DE CAMISETAS E SACOLAS, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 27/05/2015 8h30min. LIMITE

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 019/08 Processo nº 5935/0/ Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE TERMINAIS DE AUTO ATENDIMENTO Pelo

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE CONTRATO Nº 026/2011 PROCESSO Nº 08700.005080/2011-75 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE PLACAS INDICATIVAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO ADMINISTRATIVO DE

Leia mais

ANEXO V MINUTA DO CONTRATO

ANEXO V MINUTA DO CONTRATO ANEXO V MINUTA DO CONTRATO Unidade Administrativa: Processo Administrativo: Contrato Nº CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE JARDIM E A EMPRESA... O MUNICÍPIO DE JARDIM, Estado do Ceará, Pessoa

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI CONTRATO Nº 015/2015 CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE ALTO TAQUARI MT E DO OUTRO LADO A EMPRESA ALESSANDRO DO NASCIMENTO - ME. O Município de Alto Taquari - Estado de Mato

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N. 009/2015 PREGÃO PRESENCIAL DE REGISTRO DE PREÇO Nº. 03/2015 O Município de Alto Taquari - Estado de Mato Grosso, pessoa jurídica de direito público interno, com sede na Av.

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3700 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 095/2014 (Protocolo n. 38.206/2014) O TRIBUNAL

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 18320

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 18320 Processo nº. 200910267000476 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:30 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 18320 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE GOIÁS, através

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 Processo nº. 200910267000429 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:00 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro PREGÃO N.º 004/2008

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro PREGÃO N.º 004/2008 PREGÃO N.º 004/2008 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA O FORNECIMENTO DE APLICATIVOS E SOFTWARES BÁSICOS PARA ATENDER AOS ESCRITÓRIOS DA VALEC, CONFORME ESPECIFICAÇÕES E CONDIÇÕES CONSTANTES DESTE

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais