Keila Adiene Guimarães Gomes Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro (Organização)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Keila Adiene Guimarães Gomes Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro (Organização)"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Keila Adiene Guimarães Gomes Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro (Organização) MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Maceió/AL, 16 de março de 2011, atualizado em 03 de julho de 2013

2 APRESENTAÇÃO A apresentação de trabalhos acadêmicos é normatizada pela ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas, visando controlar a qualidade da produção científica. Sendo o TCC um produto resultante da atividade de iniciação científica e de reflexão, deve atender às exigências dessas normas e do projeto pedagógico específico de cada curso para garantia da validade do seu conteúdo. Assim, de acordo com a reunião realizada no dia 22 de maio de 2013, a direção acadêmica, juntamente com os Coordenadores de Curso e com a colaboração das professoras de Metodologia designadas pela direção da Faculdade Raimundo Marinho (Unidade Maceió), atualizaram o regulamento visando à normatização dos Trabalhos de Conclusão de Curso desta faculdade. Acreditamos que, com esta padronização, toda ela calcada nas diretrizes da ABNT, estaremos caminhando no sentido de alcançar maior unidade e integração de procedimentos entre os cursos oferecidos pela Fundação.

3

4 SUMÁRIO 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FRM... 3 APÊNDICES Apêndice A - Carta de Aceite Apêndice B- Ficha de orientação de TCC Apêndice C Autorização do Orientador para entrega do TCC Apêndice D Capa do Projeto Apêndice E Folha de Rosto do Projeto Apêndice F Folha de Aprovação do Projeto Apêndice G Exemplo de Cronograma de Execução do Projeto Apêndice H Termo de Responsabilidade do Aluno Apêndice I Ata Apêndice J Formulário de Avaliação do TCC Apêndic K Capa do TCC Apêndice L Folha de Rosto do TCC Apêndice M Folha de Aprovação do TCC Apêndice N Modelo de CD... Apêndice O Exemplo de Sumário

5 3 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O Trabalho de Conclusão de Curso é uma determinação das Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos e do Regimento Interno da Faculdade Raimundo Marinho (Unidade Maceió). Assim, a regulamentação desse trabalho obriga os alunos a apresentarem um trabalho, de acordo com a exigência do Projeto Pedagógico de cada curso, e deverá seguir as normas desse Manual. O objetivo primordial na exigência de um padrão na apresentação dos trabalhos de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) é divulgar os dados técnicos obtidos e analisados e registrá-los em caráter permanente, proporcionando dados, capazes de nortear futuros trabalhos de pesquisa, facilitando sua recuperação nos diversos sistemas de informação utilizados na Faculdade Raimundo Marinho (Unidade Maceió). 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FRM I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do currículo pleno dos cursos de graduação da Faculdade Raimundo Marinho, indispensáveis para a obtenção de grau. Art. 2. O Trabalho de Conclusão de Curso consiste em pesquisa orientada e relatada sob a forma de Monografia, Relatório, Artigo Científico, dentre outras, de acordo com a exigência das Diretrizes Curriculares Nacionais, Projetos Pedagógicos de cada Curso, do Regimento Interno e deste Manual, nas diversas áreas que compõem os Cursos de Graduação da FRM. Art. 3. O Trabalho de Conclusão de Curso tem como objetivo permitir aos alunos do Curso de Graduação a manifestação do grau de capacitação alcançado no curso, o aprofundamento temático, a consulta de bibliografia e o aprimoramento da capacidade de interpretação e crítica da área escolhida para pesquisa. Art. 4. O Trabalho de Conclusão de Curso poderá ser elaborado individual ou em dupla, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais, Projetos Pedagógicos de cada Curso e do Regimento Interno. II DOS PROFESSORES-ORIENTADORES

6 4 Art. 5. O Trabalho de Conclusão de Curso é atividade de natureza acadêmica, cabendo ao aluno escolher o professor-orientador, a partir da indicação de docentes disponíveis para orientação no âmbito do curso em que esteja matriculado. Art. 6. Caso o trabalho seja em forma de monografia, no período devidamente indicado nos Projetos PPC de cada curso, ao assinar o projeto de pesquisa, o professor estará aceitando a orientação e será remunerado pelos trabalhos orientados, conforme regulamentação da Direção Geral. Parágrafo Único: O orientador deverá assinar a carta de aceite. (Ver Apêndice A). Art. 7. Nos cursos em que o trabalho não for monográfico, também, deve ser entregue de acordo com as exigências dos respectivos Projetos Pedagógicos e o orientador também será remunerado pelos trabalhos orientados. Art. 8. Cabe ao professor-orientador executar orientação, indicando bibliografias, além de sugerir reformulações a serem realizadas no trabalho pelos alunos. Essas atividades deverão ser registradas em atas, seguindo modelo disponibilizado pela coordenação de cada curso. (Ver Apêndice B). Art. 9. O orientador deverá ser um professor da Faculdade Raimundo Marinho, vinculado ao curso no qual esteja matriculado o aluno orientando. Excepcionalmente, mediante a devida fundamentação e com a autorização do Coordenador do Curso, o orientador poderá ser de outra instituição de ensino superior, neste caso sem remuneração e sem formação de vínculo de qualquer natureza entre o docente e a Faculdade Raimundo Marinho (Unidade Maceió). Art. 10. O professor-orientador tem, entre outros, o dever de emitir um relatório da situação dos orientandos, quando julgar necessário, ou quando deixar de cumprir o número mínimo de dois encontros por mês. Art. 11. A substituição do orientador poderá ser requerida pelos orientandos a qualquer tempo, desde que apresentem justificativa por escrito à Coordenação do Curso que apreciará o pedido, arcando eles com as consequências, caso não consigam em tempo hábil um novo orientador. Art. 12. O professor-orientador poderá desistir da orientação por meio de justificativa e relatório escritos, em tempo hábil, caso os alunos não correspondam ou não acatem as suas orientações, deixando-os à disposição da Coordenação do Curso. Parágrafo Único. Nessa hipótese, deverá ser entregue uma nova Carta de Aceite (Apêndice

7 5 A). Art. 13. Os Trabalhos de Conclusão de Curso somente serão aceitos para correção com um parecer assinado pelo orientador, no qual se responsabiliza pela orientação. (Ver Apêndice C). III DO PROJETO DE TCC Art. 14. Os alunos deverão entregar o projeto de TCC (em três vias) de acordo com este regulamento, no penúltimo período (caso o trabalho seja monográfico), ao Coordenador do Curso, juntamente com a Carta de Aceite assinada pelo orientador (Apêndice A). 1º Aprovado o projeto de pesquisa, 01 (um) exemplar é arquivado na Coordenação, um fica com o orientador, e o outro é devolvido ao aluno visado pela Coordenação. 2º Uma vez aprovado o projeto de pesquisa, não será admitida a mudança de tema, salvo em casos excepcionais, previamente submetidos à apreciação do Coordenador do Curso. Art. 15. A estrutura formal do projeto deve seguir os critérios técnicos estabelecidos nas normas da ABNT sobre trabalhos acadêmicos. A estrutura do projeto de TCC compõe-se de: Capa (Ver Apêndice D). Folha de Rosto (Ver Apêndice E). Folha de Aprovação (Ver Apêndice F). Apresentação Tema Problematização do tema Hipóteses Justificativa Objetivos Metodologia Revisão bibliográfica Cronograma (Ver Apêndice G). Levantamento bibliográfico inicial IV DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 16. O aluno deverá entregar o TCC ao Coordenador, na data estabelecida para cada

8 6 curso. 1º O Coordenador do Curso só aceitará a entrega do trabalho acompanhado do Termo de Isenção de Responsabilidade assinado pelo aluno (Apêndice H) e a da Autorização do orientador para entrega do TCC (Apêndice C). 2º O aluno deverá entregar três vias impressas e outra em CD para serem encaminhadas à Banca Examinadora. Art. 17. Quando o Projeto Pedagógico do Curso exigir a defesa oral do TCC, o aluno terá vinte minutos para apresentar o trabalho, devendo ser registrado em ata. (Ver Apêndice I). V DA BANCA EXAMINADORA Art. 18. O Trabalho de Conclusão de Curso será avaliado por uma Banca Examinadora composta por 03 (três) docentes e um suplente. Dois membros titulares e o suplente serão designados pelo Coordenador do Curso e o outro será o professor orientador. 1º Qualquer membro escolhido entre os professores da FRM, com interesse na área de abrangência da pesquisa, pode fazer parte da banca examinadora. 2º A banca examinadora somente poderá executar os seus trabalhos com a presença dos seus três membros. 3º Caso algum membro da banca examinadora não possa comparecer à apresentação do TCC, deverá avisar com a antecedência de uma semana, para que seja convocado o suplente. 4º Não comparecendo qualquer dos professores designados para a banca examinadora, o Coordenador do Curso convocará um membro suplente. VI DA AVALIAÇÃO DO TRABALHO Art. 19. No caso de defesa oral, o Trabalho de Conclusão de Curso deverá ser disponibilizado para os examinadores, no mínimo, com 15 (quinze) de antecedência em relação à data designada para a apresentação pública. A aceitação de exemplares do TCC após esse prazo ficará a cargo do examinador, sofrendo os autores as consequências decorrentes da não aceitação pela expiração de prazos. Parágrafo Único: Nos cursos em que não se exige a defesa oral, a Banca Examinadora deverá entregar as notas após 15 de dias do recebimento do trabalho para correção. Art. 20. A atribuição das notas ocorrerá após a correção do trabalho, levando em consideração o texto escrito e a apresentação oral, que será de 20 minutos para apresentação e

9 7 dez para arguição. Excetua-se a essa regra o TCC sem defesa oral, que será levado em consideração apenas o texto escrito. 1º Será utilizada, para atribuição das notas, ficha de avaliação individual na qual o professor apõe a nota, numa escala de 0 (zero) a 10 (dez). (Ver Apêndice J). 2º A nota final do aluno será o resultado da média aritmética das notas atribuídas pelos membros da banca examinadora. 3º Para aprovação, o aluno deve ter nota igual ou superior a 7 (sete) na média atribuída pelos membros da banca examinadora. Art. 21. Se reprovado, o Trabalho de Conclusão de Curso poderá ser refeito e submetido a uma nova apresentação à mesma banca (exceto casos em que algum dos docentes e o respectivo suplente não mais mantenham vínculo com a instituição), em um prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias contados a partir da data da primeira apresentação. Art. 22. No caso de plágio, a Banca Examinadora deverá reprovar o trabalho, que só poderá ser apresentado no final do semestre seguinte. Art. 23. Os Trabalhos de Conclusão de Curso aprovados serão enviados à Biblioteca da Faculdade Raimundo Marinho. Art. 24. Após aprovado, o aluno fará a entrega de 01 (uma) cópia impressa em capa dura (azul) e 01 (uma) cópia em CD com Capa do TCC na extensão pdf (conforme Apêndice N), até 30 (trinta) dias após a apresentação e pelo menos 10 (dez) dias antes da data prevista para realização da colação de grau da turma em que o aluno se encontre matriculado. VII - DA ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 25. A estrutura do trabalho deverá obedecer às exigências de um trabalho acadêmico que, de acordo com a ABNT, será organizada da seguinte forma: Elementos pré-textuais Capa (obrigatório) (ver Apêndice K) Lombada (opcional) Folha de rosto (obrigatório) (ver Apêndice L) Errata (opcional) Folha de aprovação (obrigatório) (ver Apêndice M) Dedicatória (opcional) - contém texto, geralmente curto, no qual o autor dedica seu

10 8 trabalho a alguém. Agradecimentos (opcionais) - visa agradecer a pessoas que tenham contribuído para o sucesso do trabalho, prestar homenagem a pessoas que não estiveram diretamente relacionadas com sua realização, a entes queridos, etc. Epígrafe (opcional) - trata-se de uma citação que tenha alguma relação com o tema do trabalho. Se o texto não tiver relação com o tema, não pode ser utilizado como epígrafe. Resumo em língua vernácula (obrigatório) (deve apresentar o objetivo, a metodologia, resultados e conclusão da pesquisa de forma concisa, em um só parágrafo). Resumo em língua estrangeira (obrigatório). Lista de ilustrações (opcional) - relação de tabelas, gráficos, fórmulas, lâminas, figuras (desenhos, gravuras, mapas, fotografias), na mesma ordem em que são citadas no TCC, com indicação da página onde estão localizadas. Lista de abreviaturas e siglas (opcional) - relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas na publicação, seguidas das palavras a que correspondem escritas por extenso. Lista de símbolos (opcional) - relação de sinais convencionados, utilizados no texto, seguidos dos respectivos significados. Sumário (obrigatório) - É onde aparecem as divisões do trabalho, os capítulos e seções com a indicação das páginas onde se iniciam cada uma delas. Não se deve confundir com índice, para designar esta parte. (ver exemplo no Apêndice O). Elementos textuais Introdução: parte inicial do texto, onde devem constar a delimitação do tema do assunto tratado, objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho; Desenvolvimento: parte principal do texto que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções, que variam em função da abordagem do tema e do trabalho; Conclusão: parte final do texto, na qual se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. Elementos pós-textuais Referências (obrigatório)

11 9 Glossário (opcional) Apêndice(s) (se houver) Anexo(s) (se houver) (opcional) Índice (s) (opcional) VIII- DA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 26. O trabalho deve possuir no mínimo 30 (trinta) folhas de texto, contadas a partir da Introdução até a Conclusão. Art. 27. O trabalho deve apresentar as seguintes características ou estar em consonância com as normas da ABNT vigentes: I- Ser digitado ou impresso em espaço entrelinhas 1,5 cm (um e meio centímetro), papel branco ou reciclado, tamanho A4 (210 x 297 mm), fonte Times New Roman ou Arial, tamanho 12 cm (doze centímetros) e deverá conter afastamento de 3,0 cm (três centímetros) nas margens superior e esquerda e 2,0 cm (dois centímetros) nas margens inferior e direita; II- Ter espacejamento 1,5 cm (um e meio centímetro) para os elementos textuais; simples para os elementos pré e pós-textuais e para o rodapé. III- O tamanho da fonte deverá ser 12 (doze), com exceção das citações diretas com mais de três linhas, que o tamanho da fonte deverá ser 11 (onze) e 10 (dez) para o rodapé; IV- A paginação fica na margem superior direita. A capa e a folha de aprovação não contam como página. Os outros elementos pré-textuais contam normalmente, só que não são enumerados. O número somente será colocado a partir da Introdução; V- O recuo do parágrafo será 1,25 cm (um vírgula vinte e cinco centímetro); distância entre os parágrafos: 6 (seis) pt (antes e depois); distância entre o texto e a subseção, e entre esta e o texto seguinte: 1 (um) espaço de caractere. VI- Cada seção da monografia será iniciada em uma nova página. DAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Livro com 1 autor: ACCIOLY, Breno. João Urso. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, Quando é o mesmo autor, substitui-se o seu nome por um travessão equivalente a seis espaços.. Literatura Brasileira: contos e crônicas. São Paulo: Escrituras, 2000.

12 10 Livro com até 3 autores: ZENONE, Luiz Cláudio; BUAIRIDE, Ana M. Ramos. Marketing da Comunicação. São Paulo: Futura, Livro com mais de 3 autores: PRADO, Hélio et. al. Os Paradigmas. 2. ed. São Paulo: Cortez, Livro com volumes SILVEIRA, Augusto. História da humanidade. 2. ed. São Paulo: Atividade, v. Livro com organizador: FAZENDA, I. (Org). Metodologia da Pesquisa Educacional. São Paulo: Cortez, Revistas e periódicos DIAS, Jorge de Figueiredo. O direito penal entre a sociedade industrial e a sociedade do risco. Revista Brasileira de Ciências Criminais, São Paulo, v. 3, n. 33, p , jan.-mar Obs: Caso o artigo citado tenha mais de três autores, deve-se colocar o nome de todos eles, ao invés da expressão et.al Jornais GARCIA NETO, Renato Gomes. A Violência hoje. O Liberal, Belém, 29 jan Caderno Cartaz, p.3. Leis, Portarias, Decretos etc BRASIL. Decreto nº 1205, de 1 de agosto de Aprova a estrutura regimental do Ministério do meio Ambiente e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v. 132, n. 146, p. 1232, 2 ago Seção 1, p. 1. Capítulo de livro Livro escrito por vários autores, mas utilizamos como fonte de pesquisa somente 1 capítulo cuja autoria é de uma só pessoa. OLIVEIRA FILHO, João Pacheco. Uma etnologia dos índios misturados: situação colonial, territorialização e fluxos culturas. In: FILHO, Oliveira (Org.). A viagem de volta. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 1999, p Artigos publicados na internet SANTOS, Raquel Trovão dos. Provão dos candidatos. Jus Navigandi, Teresina, a. 8, n. 453, 3 out Disponível em: <http://www1.jus.com.br/pecas/texto.asp?id=607> Acesso em: 15 maio Trabalhos de Conclusão de Curso

13 11 MENDONÇA, Mônica Lemos de. Educação Indígena f. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação) Universidade da Amazônia, Belém, Pará, Obs. Os títulos em destaque poderão ser em itálico ou negrito. Citações do trabalho acadêmico (sistema autor-data) As citações no texto devem estar entre aspas, no caso de citação direta, de até 3 (três) linhas, vindo agrupada ao parágrafo. No caso de citação direta com mais de 3 (três) linhas, deve ser apresentada com um recuo de 4 cm (quatro centímetros) e sem aspas, fonte 11 (onze) e justificada. Citação no texto: Quando o autor é citado no final do texto, o sobrenome deve aparecer em letras maiúsculas, separado por vírgula, do ano de publicação e página(s). Exemplo: A Lei Maria da Penha só chegou agora, cumprindo o Brasil compromissos assumidos internacionalmente. (DIAS, 2007, p. 29). Se o nome do autor não estiver citado no final do texto, as letras serão maiúsculas e minúsculas, indicando-se o ano e página(s) entre parênteses. Exemplo: Segundo Krell (2006, p. 201), De todas as TRHA, a que apresenta o fundamento bioético mais fraco é a fecundação post mortem. Exemplo de citação recuada (mais de 3 linhas): De todas as TRHA, a que apresenta o fundamento bioético mais fraco é a fecundação post mortem. Ao se permitir a criopreservação do esperma do marido para a fecundação da esposa ou parceira após a morte dele, não se está realizando o princípio da beneficência [...]. (KRELL, 2006, p. 201). Exemplos de citação indireta: Segundo Servilha (1977), estados emocionais, como depressão, ansiedade ou estresse excessivo, interferem na produção vocal, quanto ao seu alcance e qualidade. Ou: Estados emocionais, como depressão, ansiedade ou estresse excessivo, interferem na produção vocal, quanto ao seu alcance e qualidade. (SERVILHA, 1977). Uso da expressão apud (citado por)

14 12 Segundo Sayão et al. (1989 apud MARCONDES, 1994, p. 65), o desenvolvimento de um software bibliográfico completo, que dê suporte às funções básicas de catalogação e recuperação de dados bibliográficos, é uma questão ainda a ser resolvida. Supressões (para cortar uma parte do texto) [...] Exemplo: Quando o aprendiz está interagindo com o computador, ele está manipulando conceitos da mesma maneira que ele adquire conceitos [...]. (VALENTE, 1993, p. 33). Interpolações, acréscimos ou comentários [ ] Exemplo: A igreja luterana de Domingos Martins [o mais antigo templo protestante do Brasil, com torre] foi fundada no ano de (ANDRADE, 1998, p. 28). Destaques: Usar grifo (negrito ou itálico) nas ênfases ou destaques não constantes do texto original. Na citação, indicar grifo nosso, entre parênteses. Exemplo: Hoje em dia, as bibliotecas articulam-se em redes, sistemas, programas cooperativos para compartilhamento de recursos. (FIGUEIREDO, 1999, p. 63, grifo nosso). Informação Verbal: É aquela obtida através de comunicações pessoais, anotações de aulas, presença a eventos sem registro impresso (conferências, palestras, seminários, congressos, simpósios, etc.). Indica-se entre parênteses a expressão informação verbal e mencionam-se os dados disponíveis apenas em nota de rodapé. Exemplo: No texto: Carneiro 1 (2000) afirma que há a necessidade de se obter informações em qualquer suporte para se ter maior abrangência da literatura disponível no mercado (informação verbal). Em nota de rodapé: 1 Informação fornecida por Helena Carneiro em seminário realizado na FaBCI/FESPSP, em 2000.

15 13 Obras em fase de elaboração: Ao citar trabalhos que estão em fase de elaboração, deve-se mencioná-lo e indicar os dados disponíveis apenas em nota de rodapé. Trabalhos comprovadamente em fase de impressão devem ser mencionados na lista final de referências. Exemplo: No texto Segundo Martins, a permanência da mesma classe dirigente no poder explica em parte, a persistência de crivos julgamento e juízos de valores. (em fase de elaboração). 1 Em nota de rodapé ¹Sob o signo da censura, de Ana Luiza Martins, a ser editado pela Códex, em No caso de periódicos em fase de publicação e o autor souber em qual volume e fascículo o artigo será publicado deverá constar após a referência a informação no prelo. Exemplo: MARINS, J. L. C. Massa calcificada da naso-faringe. Radiologia Brasileira, São Paulo, v. 17, n. 23, jul./dez No prelo. Obs. As referências das citações devem ser padronizadas (sistema autor data ou notas de referência. Citações do trabalho acadêmico (rodapé) A numeração das notas de referência é feita por algarismos arábicos, sendo contínua para as partes do trabalho. A primeira vez que uma obra é citada deve estar completa; as seguintes podem ser abreviadas. Id. Usada em substituição ao nome de um autor, na indicação sequencial de suas diferentes obras. Exemplo: 1 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO, Id., SARMENTO, Id., Id., Ibid. Usada para substituir dados da indicação anterior, pois o único dado que varia é a página. Exemplo: 1 MORAIS, 2001, p Ibid., p. 89

16 14 3 Ibid., p. 150 Op. cit. Expressão latina que pode ser usada no caso da obra citada anteriormente, na mesma página, quando houver intercalação de outras notas. Exemplo: 1 SILVA, 1999, p SOUZA, 2000, p SILVA, op.cit., p Uso do Apud. Esta é a única expressão latina que pode ser usada tanto no texto, como em notas de rodapé. VIII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 28. Este regulamento entra em vigor a partir do semestre letivo , sendo publicado no Portal da FRM e disponibilizado, também, nas Coordenações de Curso e na Biblioteca, revogando-se todas as demais disposições em contrário. Art. 29. Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação de cada Curso conjuntamente com a Direção Acadêmica. Maceió/AL, 22 de maio de 2013 Comissão de Trabalho de Conclusão de Curso Profa. Me. Nilza Maria Martíns Amaral diretora acadêmica - Unidade Maceió Profa. Esp. Maria Inêz Monteiro de Souza coordenadora acadêmica - Unidade Penedo Prof. Me. Victor Fentanes Guimarães Santos coord. de direito Prof. Esp. Robson Alves de Lima e Silva coord. de administração

17 15 Profa. Me. Milena da Silva Santos coord. de serviço social Profa. Me. Mirella Teixeira Joca coord. de enfermagem Profa. Esp. Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro Profa. Me. Keila Adiene Guimarães Gomes

18 APÊNDICES 16

19 17 Apêndice A - Carta de Aceite FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Eu, professor(a), assumo o compromisso de orientar e levar a termo o projeto intitulado, realizado pelo(a) aluno(a), do curso de da Faculdade Raimundo Marinho. Sendo assim, declaro estar de acordo com o estabelecido no Termo de Compromisso. Maceió/AL, de de Aluno(a) a ser orientado(a) Professor(a) Orientador(a)

20 18 Apêndice B Ficha de acompanhamento e orientação FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Orientador(a): Aluno(a): Título do TCC: Telefone: Data: 1. ATENDIMENTO Descrição das atividades: Retorno marcado para o dia: Visto Aluno: 2. DATA DO RETORNO / / Acompanhamento: Retorno marcado para o dia: Visto Aluno: 3. DATA DO RETORNO / / Acompanhamento: Retorno marcado para o dia: Visto Aluno: Orientador(a)

21 19 Apêndice C Autorização do orientador para entrega do TCC FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Eu,, orientador do(s) aluno(a) do curso de da FRM, autorizo a entrega ao Coordenador do Curso, o Trabalho intitulado, para avaliação da Banca Examinadora, conforme regulamento interno desta Faculdade. Informo, ainda, que acompanhei o TCC, conforme cronograma abaixo: CRONOGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DO TCC Meses Dias de orientação Assinatura do Orientador Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Parecer do Professor Orientador:. Assinatura do Orientador(a)

22 20 Apêndice D Capa do Projeto FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Nome do aluno TÍTULO Maceió/AL 2013

23 21 Apêndice E Folha de Rosto do Projeto Nome do aluno TÍTULO Projeto de Pesquisa apresentado como exigência parcial da disciplina Metodologia do TCC, ministrada pelo Prof. e sob a orientação do Prof., no Curso de Graduação em, da Faculdade Raimundo Marinho. Maceió/AL 2013

24 22 Apêndice F Folha de Aprovação do Projeto Nome do aluno TÍTULO Projeto de Pesquisa apresentado como exigência parcial da disciplina Metodologia do TCC, ministrada pelo Prof. e sob a orientação do Prof. Soares, no Curso de Graduação em, da Faculdade Raimundo Marinho. Maceió/AL, de de. Aprovação: Professor de Metodologia do TCC Orientador

25 23 Apêndice G Exemplo de Cronograma de Execução do Projeto CRONOGRAMA Fev. Mar. Abr. Mai. Jun. Jul. Ago. Set. Out. 1. Apresentação ao orientador x 2. Escolha do tema x 3. Elaboração e entrega do projeto x 4. Leitura Exploratória x x x x x x 5. Leitura Seletiva x x x x 6. Início da redação do TCC x 7. Avaliação do andamento do TCC x x x 8. Elaboração do TCC x x x x 9. Digitação Provisória x x 10. Conclusão e revisão do TCC x 11. Digitação das eventuais correções x 12. Entrega do TCC para avaliação da Banca Examinadora x

26 24 Apêndice H Termo de Responsabilidade do Aluno FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO TERMO DE RESPONSABILIDADE DO ALUNO Declaro, para os devidos fins que se fizerem necessários, que assumo total responsabilidade pelo conteúdo apresentado neste Trabalho de Conclusão de Curso, isentando a FRM e o Orientador de toda e qualquer representação contra o TCC. Estou informado de que poderei responder administrativa, civil e criminalmente em caso de cópia encontrada no trabalho apresentado para correção. Maceió, de de Aluno

27 25 Apêndice I Ata FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO ATA Nº DE DEFESA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Aos dias do mês de do ano de, realizou-se a sessão pública de defesa de Trabalho de Conclusão do Curso de, intitulado apresentada pelo (s) aluno (s). O trabalho foi iniciado às h, pelo(a) professor(a) orientador(a) do TCC, presidente da banca examinadora, constituída pelos seguintes professores. A banca examinadora, após a defesa do acadêmico, com duração 20 min., passou à arguição e comentários. Encerradas as arguições, os examinadores reuniram-se para avaliação e deram o parecer final sobre a apresentação e defesa oral do TCC, considerando-o: ( ) Reprovado ( ) Aprovado sem ressalvas, obtida a nota média. ( ) Aprovado com as ressalvas, obtida a nota média, devendo ser realizadas as seguintes melhorias no prazo de dias:. Proclamado o resultado, o(a) presidente da banca examinadora encerrou os trabalhos, lavrando a presente ata que assina juntamente com os demais membros da banca examinadora e com o (a) discente. Maceió, de de. Prof. Prof. Prof. Discente

28 26 Apêndice J - Formulário de Avaliação do TCC FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO FICHA DE AVALIAÇÃO DO TCC Candidato: Orientador: Data: Titulo: CRITÉRIOS A SEREM AVALIADOS NO TRABALHO ESCRITO ITEM ESPECIFICAÇÃO NOTA 1 Escolha do tema Adequação à realidade profissional do Estado e do País. (1,0) Relevância científica e social da pesquisa. (1,0) 2 Desenvolvimento do tema Fundamentação teórica consistente, bem definida e corretamente desenvolvida. (1,0) Articulação correta e coerente entre a teoria e a realidade estudada. (1,0) Adequação dos procedimentos metodológicos à temática estudada. (1,0) 3 - Redação Pensamento lógico, conciso e bem articulado. (1,0) Correção gramatical. (1,0) Utilização de linguagem científica. (1,0) 4 Apresentação do trabalho Equilíbrio e relação entre as partes do trabalho (0,5) Adequação aos padrões e às normas técnicas para trabalhos científicos. (0,5) 5 - Referências Pertinência ao tema estudado. (0,5) Atualização. (0,5) TOTAL CRITÉRIOS A SEREM AVALIADOS NA APRESENTAÇÃO ORAL DO CANDITADO I: Fluência: (2,0) Domínio do tema: (4,0) Respostas às arguições: (4,0) TOTAL

29 27 CRITÉRIOS A SEREM AVALIADOS NA APRESENTAÇÃO PARA O CANDITADO II: Fluência: (2,0) Domínio do tema: (4,0) Respostas às arguições: (4,0) TOTAL NOTA FINAL ATRIBUÍDA PELO AVALIADOR ANOTAÇÕES Observações: 1. A nota final do TCC será resultante da média da avaliação escrita e da oral. 2. A Apresentação será avaliada de maneira individual para cada discente. 3. O tempo de apresentação será de vinte minutos. Prof. Avaliador Aluno

30 28 Apêndice K Capa do TCC FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO Nome do aluno TÍTULO Maceió/AL 2013

31 29 Apêndice L Folha de Rosto do TCC Nome aluno TÍTULO Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado à banca examinadora do Curso de Graduação em, da Faculdade Raimundo Marinho, como exigência parcial para a obtenção do grau de Bacharel. Orientador: Maceió/AL 2013

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC)

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) compreende a elaboração de trabalho de caráter individual teórico, projetual ou aplicativo, com observância de exigências

Leia mais

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC);

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC); Regulamenta o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), fixados no Projeto Pedagógico dos cursos de graduação da Faculdade Sequencial, e dá outras providências: O COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, no uso

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE COSTA RICA-FECRA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO LAURADAIANE REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO: LETRAS INTRODUÇÃO FORMAS E REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC ANEXO A TERMO DE COMPROMISSO DE ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE Nome do Aluno: Matricula: Título do TCC CONCLUSAO DE CURSO (TCC) Solicito que seja designado como meu Orientador do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Art. 1º - Este regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do Trabalho Final de Graduação (TFG) do curso de

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA A elaboração da monografia deve ter como referência a ABNT NBR 14724/ 2006, a qual destaca que um trabalho acadêmico compreende elementos pré-textuais,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado MANUAL DE DEFESA Exame de Qualificação: banca examinadora

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO OESTE DONA LINDU GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ DIVINÓPOLIS MG 2009 O Trabalho de

Leia mais

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso TCC

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso TCC Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Justificativa: Todo aluno matriculado em curso de graduação onde o TCC é componente curricular obrigatório, para se formar, precisa fazer e defender perante banca examinadora

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Porto Alegre RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO

Leia mais

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas de Avaré AVARÉ NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Considerações preliminares O Regulamento do Trabalho

Leia mais

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA 1 Prezado(a) aluno(a), Este roteiro foi preparado para auxiliá-lo na elaboração de sua monografia (TCC). Ele o apoiará na estruturação das etapas do seu trabalho de maneira

Leia mais

Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP

Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP Sociedade Educacional da Paraíba - SEDUP Faculdades de Ensino Supeior da Paraíba - FESP REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TCC CURSO DE DIREITO DA FESP FACULDADES Ultima versão 21/08/2012 CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC

Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Regulamento Geral do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Ciência Política Bacharelado TCC Estabelece normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Graduação em

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA)

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA) NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA) Art. 1º. O presente documento tem por finalidade normatizar, no âmbito dos Cursos de Graduação da Faculdade Santa Terezinha CEST, o Trabalho de Curso

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Faculdade de Educação UAB/UnB Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA Parceria MEC/SECAD NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

Presidente da FUSVE Américo da Silva Carvalho. Vice-Presidente Executivo da FUSVE Antônio Orlando Izolani. Reitora da USS Ana Maria Severiano de Paiva

Presidente da FUSVE Américo da Silva Carvalho. Vice-Presidente Executivo da FUSVE Antônio Orlando Izolani. Reitora da USS Ana Maria Severiano de Paiva Presidente da FUSVE Américo da Silva Carvalho Vice-Presidente Executivo da FUSVE Antônio Orlando Izolani Reitora da USS Ana Maria Severiano de Paiva Vice-Reitor da USS Marco Antonio Soares de Souza Pró-Reitor

Leia mais

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO Os seguintes padrões atendem às exigências da FTC Feira de Santana, em conformidade com a NBR 14724:2002/2005 da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS MONOGRAFIA Trata-se de uma construção intelectual do aluno-autor que revela sua leitura, reflexão e interpretação sobre o tema da realidade. Tem como base a escolha de uma unidade ou elemento social, sob

Leia mais

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico As orientações abaixo estão de acordo com NBR 14724/2011 da Associação

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Este regulamento tem por finalidade orientar o processo de desenvolvimento dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do curso de Administração da Faculdade

Leia mais

Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010

Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010 Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010 Estabelece normas para a realização do Trabalho de Curso (TCC) obrigatório nos cursos de graduação da Faculdade de Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DA FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS-FAM-CURSO DE SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE MIRANDÓPOLIS Administração: Reconhecido pela Portaria nº 4218, de 06/12/2005, D.O.U. de 07/12/2005 Pedagogia: Reconhecido pela Portaria nº 42, de 22/05/2006, D.O.U. de 24/05/2006 Serviço Social:

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1. Respaldado pelo disposto nos termos do parágrafo único do Artigo 77 do Regimento

Leia mais

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Padrão FEAD de normalização Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Objetivo Visando padronizar os trabalhos científicos elaborados por alunos de nossa instituição Elaboramos este manual

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA CURITIBA 2012 SUMÁRIO 1. ESTRUTURA DA MONOGRAFIA...03 1.1. Elementos pré-textuais...03

Leia mais

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO O Colegiado do Curso de Engenharia Ambiental, em reunião de 26 de agosto de 2011, RESOLVE: Aprovar

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A):

ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A): ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A): MATRÍCUL A ALUNO (A) REUNI ÃO ORIENTAÇ ÕES TCC Entregue Corrigida Nota Assinatura do Orientador: Data: / / Assinatura do Orientador: Data: / / Assinatura do Orientador:

Leia mais

2.1. A Coordenação do curso de Relações Internacionais é o órgão encarregado de administrar as atividades referentes à elaboração das monografias.

2.1. A Coordenação do curso de Relações Internacionais é o órgão encarregado de administrar as atividades referentes à elaboração das monografias. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Editoração do Trabalho Acadêmico 1 Formato 1.1. Os trabalhos devem ser digitados em papel A-4 (210 X297 mm) apenas no anverso (frente) da folha. 2 Tipo e tamanho

Leia mais

NORMAS GERAIS DE ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO

NORMAS GERAIS DE ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO IESM DIRETORIA ACADÊMICA NORMAS GERAIS DE ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO TIMON MA 2010 INSTITUTO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

FACULDADES SUDAMÉRICA REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Cataguases/MG

FACULDADES SUDAMÉRICA REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Cataguases/MG FACULDADES SUDAMÉRICA REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Cataguases/MG INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) constitui-se num momento de potencialização e sistematização

Leia mais

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO LONDRINA 2009 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA DO ARTIGO CIENTÍFICO...01 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...01

Leia mais

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2 UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA COORDENAÇÃO ADJUNTA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP 2011 ESTRUTURA 1 ELEMENTOS DE PRÉ-TEXTO 1.1 Capa 1.2 Lombada descendente 1.3 Folha de rosto 1.4 Folha de aprovação 1.5 Dedicatória 1.6 Agradecimentos 1.7 Epígrafe

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE MONOGRAFIAS CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS SUMÁRIO TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES...02

REGULAMENTO INTERNO DE MONOGRAFIAS CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS SUMÁRIO TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES...02 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIOECONÔMICO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS COORDENADORIA DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO

Leia mais

Manual de Trabalho de Conclusão de Curso

Manual de Trabalho de Conclusão de Curso Manual de Trabalho de Conclusão de Curso Juazeiro do Norte CE 2010-1- EQUIPE DE ELABORAÇÃO Geovani de Oliveira Tavares Janayna Arruda Barroso Natália Brito Bessa REVISORA Diana Maria Cavalcante Moraes

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA APRESENTAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS O trabalho deve ser digitado e impresso em papel

Leia mais

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. FACULDADE DE LUCAS DO RIO VERDE SUPERVISÃO DE ESTÁGIO E TCC/TC REGULAMENTO DE PROJETO E VERSÃO FINAL DE TC/ TCC CURSOS DE ADMINISTAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS Lucas Do Rio Verde / MT 2009 SUMÁRIO CAPÍTULO

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo Objetivo ABNT Normas para elaboração de trabalhos científicos Esta Norma especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos, visando sua apresentação à instituição Estrutura Parte

Leia mais

Manual TCC Administração

Manual TCC Administração 1 Manual TCC Administração 2013 2 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Sra. Rafaella Nóbrega Coordenador do Curso de Administração e Gestão de

Leia mais

Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras

Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE DE LETRAS DIREÇÃO ADJUNTA DE GRADUAÇÃO SEÇÃO DE ENSINO Normas técnicas para a monografia de graduação da Faculdade de Letras 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

FIBRA Faculdade do Instituto Brasil Instituto Brasil de Ciência & Tecnologia Ltda

FIBRA Faculdade do Instituto Brasil Instituto Brasil de Ciência & Tecnologia Ltda REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente regulamento normatiza as atividades relacionadas à elaboração, apresentação e aprovação do

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ Faculdade de Jussara FAJ Curso de Direito Coordenação de Trabalho de Conclusão de Curso MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ Jussara 2013 APRESENTAÇÃO Este manual

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO MONOGRAFIA/PROJETOS/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO/TRABALHO DE CURSO CURSOS DE GRADUAÇÃO UNIDADE PIO X

REGULAMENTO INTERNO MONOGRAFIA/PROJETOS/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO/TRABALHO DE CURSO CURSOS DE GRADUAÇÃO UNIDADE PIO X REGULAMENTO INTERNO DE MONOGRAFIA/PROJETOS/TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO/TRABALHO DE CURSO CURSOS DE GRADUAÇÃO UNIDADE PIO X Rio de Janeiro 2013 ! Normas Regulamentadoras para Elaboração de Monografia/

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE JAUENSE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO JAÚ/ SP - 2014 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FAJAU REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente regulamento tem como finalidade de normatizar

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE CRUZEIRO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Cruzeiro-SP 2011 2 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA Alta Floresta/2010 1 SUMÁRIO 1 DA CONCEPÇÃO DO TC 3 2 DA COORDENAÇÃO 4 3 DO PROJETO DO TCC 4 4

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PONTA GROSSA 2011 LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Leia mais

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR PI Curso de Graduação SALVADOR 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO DO PI... 3 2 DIRETRIZES GERAIS... 3 3 FLUXO DOS PROCESSOS DE

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É essencial o uso de normas técnicas para uma boa apresentação e compreensão da leitura de um trabalho acadêmico-científico.

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II Santa Maria, RS, Brasil 2015 Conforme Processo Nº 253/2015, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO FACULDADE DOM BOSCO Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO CORNÉLIO PROCÓPIO 2012 Como elaborar um TC 1 Introdução Objetiva-se

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF Alta Floresta/2011 1 SUMÁRIO 1 DA CONCEPÇÃO DO TC... 3 2 DA COORDENAÇÃO... 4 3 DO PROJETO DO TCC...

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ

FACULDADE DO GUARUJÁ FACULDADE DO GUARUJÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 01/2011 REGULAMENTO DE TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS GERAIS Artigo 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se em pré-requisito para

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório.

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório. 1 - ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio Supervisionado de todos os cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Formiga - irá mostrar

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores Tecnológicos G. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Trabalho

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros.

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. Estrutura Elementos Parte externa Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Parte

Leia mais

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS:

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS: MANUAL PARA TCC www.etecmonteaprazivel.com.br Estrada do Bacuri s/n Caixa Postal 145 Monte Aprazível SP CEP 15150-000 Tel.: (17) 3275.1522 Fax: (17) 3275.1841 NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT

Leia mais

PROJETO MULDISCIPLINAR DO CURSO DE BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIESP FACULDADE DO GUARUJÁ. Prof. Marat Guedes Barreiros

PROJETO MULDISCIPLINAR DO CURSO DE BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIESP FACULDADE DO GUARUJÁ. Prof. Marat Guedes Barreiros PROJETO MULDISCIPLINAR DO CURSO DE BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIESP FACULDADE DO GUARUJÁ Prof. Marat Guedes Barreiros GUARUJÁ 2º semestre de 2013 PROJETO MULDISCIPLINAR Curso superior de BACHAREL em

Leia mais

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE CAPÍTULO I Da Natureza e dos Objetivos Art. 1. Com base no disposto no Art. 77 do Regulamento da Graduação da Universidade

Leia mais

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROF. DR. MARCOS FRANCISCO R. SOUSA PROF. Me. CELSO LUCAS COTRIM APRESENTAÇÃO

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA INSTITUTO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO TEOLÓGICA- IFETE-CURSOS LIVRES Rua João Dias de Carvalho, 78. Alto da Expectativa. Sobral/CE CEP: 62041-570 Fone: (88)3611-3160/(88)3611-7630 acadêmico@ifete.com.br / academico2@ifete.com.br

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA TCC I. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA TCC I. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Resolução Nº 010/2010 Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Psicologia da Faculdade Meridional/IMED O Conselho Superior da Faculdade Meridional/IMED, no uso de suas atribuições regimentais,

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO Resolução Nº008/2011 Regulamenta os Trabalhos de Conclusão do Curso - TCC de Direito O Conselho Superior da Faculdade Meridional/IMED, no uso de suas atribuições regimentais, em deliberação unânime de

Leia mais

Faculdade Zumbi dos Palmares REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO

Faculdade Zumbi dos Palmares REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO INSTITUTO AFRO BRASILEIRO DE ENSINO SUPERIOR Faculdade Zumbi dos Palmares Faculdade de Direito REGULAMENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO Elaborado por: Profa.

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC GOVERNADOR VALADARES 2010 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO INTRODUÇÃO Todo aluno

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS F A C UL DA DE DE P R E S I DE N T E V E N C E S L A U REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS APRESENTAÇÃO GRÁFICA - CONFIGURAÇÃO DAS MARGENS Ir ao menu Arquivo, escolher a opção Configurar

Leia mais

Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda NORMAS PARA ELABORAÇÃO / APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS 1 ESTRUTURA A estrutura e a disposição dos elementos de um trabalho acadêmico são as

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco / AEDB Prof. Ms. Antonio Carlos Simon Esteves Coordenação do Curso de Pedagogia Profa. Ms. Sueli Sardinha Guedes 2 MISSÃO DA FFCLDB/AEDB Promover

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CAPÍTULO I DEFINIÇÃO Artigo 1 o. Considerando a Resolução CNE/CES N o 5, de 7 de novembro de 2001, artigo 12, a qual institui diretrizes

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO PARA A ORIENTAÇÃO, ELABORAÇÃO, QUALIFICAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CURSO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE LUZIÂNIA-GO A UEG Universidade Estadual de Goiás - Unidade

Leia mais

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO BAIXO TOCANTINS FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA RUA Manoel de Abreu, s/n, Bairro: Mutirão, CEP: 68.440-000 Fone/Fax:

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Av. Dom Manuel de Medeiros s/nº Dois Irmão, Recife PE Telefone: 3320-6203 ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA I ESTRUTURA DO RELATÓRIO 1.1

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (FTA) VITÓRIA DA CONQUISTA BA 2009

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NA FACULDADE MONTESSORIANO DE SALVADOR

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NA FACULDADE MONTESSORIANO DE SALVADOR 1 FACULDADE MONTESSORIANO DE SALVADOR REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NA FACULDADE MONTESSORIANO DE SALVADOR Salvador 2011 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NA FACULDADE

Leia mais

Trabalho de Conclusão do Curso (TCC)

Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) CURSO DE ENFERMAGEM Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso ou Monografia constitui um instrumento que possibilita ao acadêmico a oportunidade de demonstrar o grau de habilidade

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL Estrutura formal do relatório Estrutura Elemento Capa Folha de Rosto Pré-textuais Folha de Identificação Sumário 1. Introdução Textuais 2. Atividades

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CURSO

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CURSO Departamento de Ciências Gerenciais REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CURSO Monografia e Artigo Científico São Paulo 2011 1. INTRODUÇÃO O Trabalho de Curso (TC) é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA REALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DA NATUREZA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho de Conclusão de Curso deverá ser apresentado

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Centro de Excelência em Turismo MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB Por: Jakeline V. de Pádua APRESENTAÇÃO As páginas que se seguem especificam os princípios gerais

Leia mais

REGULAMENTO PARA ENTREGA DE MONOGRAFIA E/OU ARTIGO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO PARA ENTREGA DE MONOGRAFIA E/OU ARTIGO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO PARA ENTREGA DE MONOGRAFIA E/OU ARTIGO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA São Paulo 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 ELEMENTOS EXTERNOS 1.1 CAPA 1.2 LOMBADA 2 ELEMENTOS INTERNOS PRÉ-TEXTUAIS

Leia mais