Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette"

Transcrição

1 Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil Aula No 5 MORE Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette

2 Mecanismo online para referências Mecanismo On-line para Referências (Universidade Federal de Santa Catarina). da UFSC MORE é uma ferramenta gratuita e fácil de usar, que produz automaticamente citações no texto e referências no formato ABNT, para quinze (15) tipos de documentos, a partir de formulários próprios, selecionados em um menu principal. Os documentos cobertos pelo mecanismo são os mais usados no meio acadêmico: livros, dicionários, enciclopédias, teses e dissertações, artigos de revistas, artigos de jornais, nos formatos impresso e eletrônico, além dos documentos exclusivos em meio eletrônico: homepage e .

3

4

5

6

7 OBRIGADA. Profa: Kalinny Patrícia Vaz Lafayette, D.Sc.

8 Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil Aula No 5 Referências Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette

9 REFERÊNCIAS Elemento obrigatório, onde são relacionados, alfabeticamente, todos os documentos utilizados na elaboração do trabalho, seja em formato impresso ou meio eletrônico. Inclui-se, além dos documentos já citados no texto (inclusive os mencionados em notas de rodapé), o material consultado que serviu como suporte na formulação de idéias que compuseram o trabalho, mesmo que não tenha sido citado. 1

10 Conceito NBR 6023/2002 Referências Elaboração Conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que permite sua identificação individual (NBR 6023, 2002, p. 2). 2

11 Tipos de documentos Livro ou folheto Parte de livro ou folheto Artigo de periódico Trabalho apresentado em congresso/seminário Dissertação e Tese Legislação Documentos eletrônicos 3

12 Elementos de referência Essenciais (EE): Informações indispensáveis à identificação do documento Estão estritamente vinculados ao documento Variam conforme o tipo. Complementares (EC): Informações que, acrescentadas aos EE, caracterizam melhor o documento 4

13 Elementos obrigatórios ou essenciais Autor Título e subtítulo (se houver) Edição (se houver) Local Editor Ano de publicação Os elementos obrigatórios variam de acordo com o tipo de documento 5

14 Elementos opcionais Tradutor Título original (em caso de obras traduzidas) Número de páginas (para livros e folhetos) Série ou coleção Se utilizados, manter o mesmo critério para todas as referências. 6

15 Regras de apresentação Cada referência deve apresentar os EE e EC em seqüência padronizada e obedecer a ordem desses elementos, conforme os modelos. As referências devem ser alinhadas somente à margem esquerda do texto, de forma que cada documento seja identificado individualmente, em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo. Quando aparecem em notas de rodapé, devem ser alinhadas a partir da segunda linha da mesma referência, abaixo da primeira letra da primeira palavra, de forma a destacar o expoente e sem espaço entre elas. 7

16 Regras de apresentação A pontuação segue padrões internacionais e deve ser uniforme em todas as referências. O recurso tipográfico (negrito, grifo ou itálico) utilizado para destacar o elemento título deve ser uniforme em todas as referências do documento. Isto não se aplica às obras sem indicação de autoria ou responsabilidade, cujo elemento de entrada é o próprio título 8

17 Localização Localização final do trabalho; Alinhamento à esquerda; Deve-se dar destaque para o título da publicação; Deve ser em ordem alfabética de sobrenome de autor; Espaçamento: simples e com um espaço de 1,5 entre uma referência e outra. Ex.: AMORIM, Ceci do Eirado. Engenhos de Pernambuco: da cana-de açúcar ao turismo rural. Recife: Livro Rápido, VIEIRA, Guilherme Bergmann Borges. Transporte internacional de cargas. 2. ed. São Paulo: Aduaneiras,

18 Formas de Entrada Indica a responsabilidade sobre o conteúdo da informação. É representada por uma palavra ou expressão que encabeça uma referência. Ex.: MACHADO, B. V. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA Recursos ambientais. 10

19 Formas de Entrada AUTOR PESSOAL Pessoa(s) física(s) responsável(eis) pela criação do conteúdo intelectual ou artístico de um documento Entrada pelo último sobrenome, letra maiúscula, seguido dos prenomes e outros sobrenomes, abreviado(s) ou não. Ex.: ALVES, Roque de Brito PASSOS, L. M. M. 11

20 Entradas de Sobrenomes Compostos sobrenomes ligados por hífen Ex.: DUQUE-ESTRADA, Osório sobrenomes que indicam parentesco Ex.: MACHADO FILHO, Aires da Mata sobrenomes formados de um substantivo + adjetivo Ex.: CASTELO BRANCO, Camilo 12

21 Autoria Múltipla Dois e Três Autores Documentos elaborados por dois ou três autores, menciona-se os nomes de todos na mesma ordem em que constam no documento, separados por ponto e vírgula Ex.: AGUIAR, A. P.; MOURA, L. SILVA, K.; SOUZA, M.; COSTA, A. R. 13

22 Autoria Múltipla Mais de Três Autores Quando houver mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al. Ex.: RIZZINI, I. et al. Nota: Em casos específicos, nos quais a menção dos nomes for indispensável para certificar a autoria, é facultado indicar todos os nomes. 14

23 Autoria Múltipla com Responsabilidade Explícita Obra elaborada por vários autores, com um responsável intelectual destacado (organizador, editor, compilador etc.), a entrada deve ser feita pelo nome do responsável, seguida da abreviação, no singular, do tipo de participação entre parênteses. Ex.: OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales (Org.). O fonoaudiólogo e a escola. São Paulo: Summus,

24 Autor Entidade Obras de responsabilidade de entidade (órgãos governamentais, empresas, associações, congressos, seminários, etc.) têm entrada, de modo geral, pelo seu próprio nome, por extenso. Ex.: BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Bibliografia do folclore brasileiro. Rio de Janeiro: Divisão de Publicações, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: apresentação de citações em documentos procedimentos. Rio de Janeiro, CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 10., 1979, Curitiba. Anais... Curitiba: Associação Bibliotecária do Paraná. 3 v. 16

25 Autoria Desconhecida A entrada é feita pelo título Ex.: DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, Nota: Não usar o termo anônimo em substituição ao nome do autor desconhecido. 17

26 Tipos de Documentos a) Monografia (livros, folhetos, separatas, dissertações, etc.): Uma obra completa, ou seja, constituída de uma só parte Autor Título (com negrito só na primeira parte) Número da edição (quando mencionada na obra): não possui o expoente indicativo de número. LARROSA, Jorge. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, Local de publicação: tal como figura na publicação referenciada Editor: registrado quando não coincidir com o autor. Ano de publicação: com numeração completa (quatro algarismos). 18

27 b) Monografia em meio eletrônico Segue o formato do modelo anterior e acrescenta-se as informações relativas à descrição física do suporte / meio eletrônico em que se encontra a informação Monografia em CD-ROM Ex.: KOOGAN, A.; HOUAISS, A. (Ed.). Enciclopédia e dicionário digital 98. São Paulo: Delta: Estadão, 1998, CD-ROM. 19

28 c) Monografia na Web Indicar o endereço e data de acesso Disponível em: Acesso em: <endereço eletrônico> dia, mês e ano Ex.: JOHANSSON, Thomas B.; GOLDEMBER, José (Ed.). Energy for sustainable development: a policy agenda. New York : United Nations Development Programme, p. Disponível em: <http://www.undp.org/seed/eap/html/publications/2002/ fnrap port.pdf>. Acesso em: 28 jan

29 d) Livro no todo AUTOR(ES). Título: subtítulo. Edição. Local: Editora, data de publicação. Simonetti, Alfredo Manual de psicologia hospitalar: o mapa da doença. 2. ed. São Paulo : Casa do Psicólogo, SIMONETTI, Alfredo. Manual de psicologia hospitalar: o mapa da doença. 2 ed. São Paulo: Casa do Psicólogo,

30 e) Parte de livro autor da parte = autor da obra AUTOR(ES) da parte. Título da parte. In: AUTOR(ES) da obra. Título. Edição. Local: Editora, data de publicação. Indicação da parte (volume, capítulo, páginas inicial e final da parte). ROMANO, Giovanni. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G. Schumidt, J. (Org.). História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, p ROMANO, Giovanni. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G. Schumidt, J. (Org.). História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, p

31 f) Artigos de eventos (Congressos, Conferências, Simpósios, Jornadas e outros Eventos Científicos) AUTOR(ES). Título do trabalho. In: NOME DO EVENTO, número, ano, Local de realização. Título do evento. Local de publicação: Editora, data de publicação. Páginas inicial e final do trabalho. MARQUES, P. Efeitos magnéticos do arco de soldagem. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA, 15., 1989, São Paulo. Anais... v. 1, p São Paulo: Associação Brasileira de Soldagem, MARQUES, P. Efeitos magnéticos do arco de soldagem. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA, 15, 1989, São Paulo. Anais... São Paulo: Associação Brasileira de Soldagem, v. 1, p

32 g) Trabalhos Acadêmicos AUTOR. Título. Data de defesa. Número de páginas/folhas ou volumes. Categoria (Grau e Área de concentração) Instituição, Local. BIM, Edson. Motor de indução bifásico com enrolamentos assimétricos f. Tese (Doutorado) Faculdade de Engenharia Elétrica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. BIM, Edson. Motor de indução bifásico com enrolamentos assimétricos f. Tese (Doutorado) Faculdade de Engenharia Elétrica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 24

33 h) Publicação Periódica Inclui a coleção como um todo, fascículo ou número de revista, número de jornal, caderno etc. na íntegra, e a matéria existente em um número, volume ou fascículo de periódico (artigos científicos de revistas, editoriais, matérias jornalísticas, seções, reportagens etc.). 25

34 i) Artigo de Periódicos AUTOR(ES) DO ARTIGO. Título do artigo. Título do Periódico, Local de Publicação, número do volume, número do fascículo, páginas inicial e final do artigo, mês e ano. JACQUES, Maria da Graça C. Abordagens teórico-metodológicas em saúde/doença mental e trabalho Psicologia e Sociedade, São Paulo, v.15,n. 1, p , jan JACQUES, Maria da Graça C.. Abordagens teórico-metodológicas em saúde/doença mental e trabalho. Psicologia e Sociedade, São Paulo, v. 15, n. 1, p , jan

35 j) Artigos de Periódico na Web As referências devem obedecer aos padrões indicados para artigos, acrescidas das informações relativas à descrição física Ex: KELLY, R. Electronic publishing at APS: its not just online journalism. APS News Online, Los Angeles, Nov Disponível em: <http://www.aps.org/apsnews/1196/11965.html>. Acesso em: 25 nov

36 l) Artigos de Jornal Diário AUTOR(ES) (se houver). Título do artigo. Título do Jornal, Local de publicação, dia, mês e ano, Número ou Título do Caderno, Seção ou Suplemento, páginas inicial e final do artigo. NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun Folha Turismo p. 13. NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun Folha Turismo, p

37 Outras Informações Quando o autor e/ou título de várias obras forem os mesmos e estiverem registrados na mesma página podem ser substituídos por traço sublinear, equivalente a seis espaços seguido de ponto, a partir da segunda ocorrência. MORIN, Edgar. O Método 2: A Vida da Vida. 3. ed. Lisboa: Europa América, 1999c.. O Método 3: O conhecimento do conhecimento. Porto Alegre: Sulina, 1999d ed. Porto Alegre: Sulina, 1999e. 29

38 Outras Informações Quando há diversos documentos de um mesmo autor num mesmo ano, acrescentam-se letras minúsculas após a data (sem espaço entre a data e a letra indicativa). MORIN, Edgar. Amor, poesia, sabedoria. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999a.. Ciência com consciência. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999b. OBS: NO TEXTO SE CITA: Segundo Morin (1999a); Morin (1999b). 30

39 Leitura Recomendada ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023 Informação e documentação referências - elaboração. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Informação e documentação citações em documentos - elaboração. Rio de Janeiro, Diretrizes para apresentação de dissertações e teses. Elaborado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Disponível em: 31

40 Referências ANDRADE, Maria Margarida. Introdução Científico. São Paulo: Atlas S.A à Metodologia do Trabalho ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Informação e documentação Referencias - Elaboração. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Informação e documentação Citação em documentos - Apresentação. Rio de Janeiro, BARROS. A.J. da S.; LHFELD, N.A.de S. Fundamentos de Metodologia Científica, 2a. Ed. São Paulo: Pearson Makron Books, LACATOS, E.M.; MARCONI, M.A. Fundamentos de Metodologia Científica. 5ª.ed. São Paulo: Atlas, USP - Universidade de São Paulo. Diretrizes para apresentação de dissertações e teses. 3. ed. São Paulo: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 103 p Disponível em: Acesso em: 12/12/

41 Próxima aula Atividade 3: Ler a NBR 6023 e NBR Trazer 2 exemplos de citações diretas e 2 exemplos de citações indiretas, de acordo com a norma. 2. Atividade 4: Fazer referências de (1 artigo, 1 tese, 1 dissertação e 1 periódico), utilizando a NBR 6023 e comparar com os resultados do MORE. 33

42 OBRIGADA. Profa: Kalinny Patrícia Vaz Lafayette, D.Sc. 34

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002 METODOLOGIA CIENTÍFICA APLICADA A ANÁLISE AMBIENTAL PROJETO DE PESQUISA ELABORAÇÃO MONOGRAFIA DE CITAÇÕES REFERÊNCIAS NO TEXTO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ESTRUTURA DO DOCUMENTO 1 Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Leia mais

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2012 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Caro Aluno, Você produzirá, de acordo com as Normas da Educação a Distância, um Artigo Científico como Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, para cumprimento dos requisitos necessários à aprovação nos

Leia mais

Guia para elaboração de Referências:

Guia para elaboração de Referências: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2010 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

Referências em trabalhos acadêmicos:

Referências em trabalhos acadêmicos: Seção Técnica de Referência e Atendimento ao Usuário e Documentação STRAUD bibl-refere@marilia.unesp.br Referências em trabalhos acadêmicos: NBR 6023:2002 Maria Elisa V. Pickler Nicolino, Bibliotecária

Leia mais

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com).

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com). Envio de trabalhos 1.1. Serão aceitos trabalhos na área de Filosofia, de alunos vinculados a cursos de graduação (não necessariamente em Filosofia). Aceitaremos também contribuições de pós-graduandos e

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e COMO FAZER O RELATÓRIO DE ESTÁGIO APRESENTAÇÃO Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio feitos pelos alunos do Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo, de acordo com

Leia mais

Normas da ABNT para referências bibliográficas

Normas da ABNT para referências bibliográficas 1) Grifos Normas da ABNT para referências bibliográficas " " (aspas): apenas para metáforas, transcrições e CITAÇÕES; negrito: somente para títulos de capítulos, tópicos, tabelas e gráficos; sublinhado:

Leia mais

O título e subtítulo (quando houver) devem ser separados por dois pontos (:).

O título e subtítulo (quando houver) devem ser separados por dois pontos (:). VIII Jornada Ibmec de Iniciação Científica - 2013 Normas para submissão dos artigos Os autores devem ser cuidadosos com a apresentação técnica, com a sintaxe e a ortografia de seu texto, sob pena de recusa

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório.

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório. 1 - ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio Supervisionado de todos os cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Formiga - irá mostrar

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS 1º EDITAL DE CHAMAMENTO DE TRABALHOS PARA A REVISTA JURÍDICA DA PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL PERÍODO DE ENVIO

Leia mais

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002 s Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permitem sua identificação individual. (ABNT, 2002, p. 2). NBR 6023:2002 Apresentação das referências Alinhadas somente à

Leia mais

SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP

SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP PROJETO CONHECER SEJA BEM VINDO!!! BIBLIOTECÁRIO: ELY WATARI HORÁRIO RIO DE FUNCIONAMENTO Seg. a Sex. : 12h30 às 17h30 18h30 às 21h30 Jornais DVD Livros CONFIRA

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO RESUMOS - Os resumos deverão ter no máximo 500 palavras. - A estrutura do resumo deverá conter, obrigatoriamente: problematização da pesquisa; objetivos;

Leia mais

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO Todas as contribuições destinadas à Revista Interface Tecnológica devem estar rigorosamente baseadas nas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas

Leia mais

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC 1. O artigo deve apresentar enfoque INÉDITO e abordar tema relativo à Jurisdição Federal. O tema deve ser preferencialmente

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A 1 ARTIGO É o trabalho acadêmico que apresenta resultado de uma pesquisa, submetido ao exame de um corpo Editorial, que analisa as informações, os métodos

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espaçamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Nome do Estagiário 2 espaços 1,5 Fonte 14 Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA LOCAL ANO Fonte

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL Nome do autor principal (sigla da instituição a que pertence, entre parênteses)

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT Pindamonhangaba - SP 2014 Como fazer referências e citações Neste manual você poderá aprender a fazer as citações

Leia mais

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências Manuais de Normalização SIB/UnP Referências CONCEITO As referências reúnem informações que identificam os documentos citados e consultados pelo autor na construção do texto.são padronizadas de acordo com

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA São Paulo 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 ELEMENTOS EXTERNOS 1.1 CAPA 1.2 LOMBADA 2 ELEMENTOS INTERNOS PRÉ-TEXTUAIS

Leia mais

Como fazer Referências. Rachel A. L Valente Cristina Pereira

Como fazer Referências. Rachel A. L Valente Cristina Pereira Como fazer Referências Rachel A. L Valente Cristina Pereira São Carlos Outubro / 2012 As Referências devem ser elaboradas de acordo com a norma da ABNT NBR 6023: 2002 Informação e documentação Referências

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS PRESIDENTE EPITÁCIO CNPJ 10.882.594/0001-65 Al. José Ramos Júnior, 27-50, Jardim Tropical Presidente Epitácio

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espacejamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 2 espaços 1,5 Fonte 14 Nome do Estagiário Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA BAMBUÍ ANO Fonte

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Andersown Becher Paes de Barros * Ideraldo Bonafé ** RESUMO Este trabalho apresenta

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO

NORMAS DE PUBLICAÇÃO NORMAS DE PUBLICAÇÃO NORMA PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO Resumos: O texto do resumo, para qualquer modalidade de participação, deverá ser apresentado de acordo com a seguinte configuração: TÍTULO: centralizado,

Leia mais

TRABALHO DE GRADUAÇÃO

TRABALHO DE GRADUAÇÃO TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS PARA REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/2002 NORMAS PARA CITAÇÕES ABNT NBR 10520/2002 2 REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/AGO/2002 PARA LIVROS O último sobrenome do autor com todas as letras

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA Normas para elaboração de Dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais MODELO

Leia mais

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA Toda pesquisa deve passar por uma fase preparatória de planejamento devendo-se estabelecer certas diretrizes de ação e fixar-se uma estratégia global.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO CAMPINA GRANDE 2015 1 DISSERTAÇÃO A defesa pública da dissertação

Leia mais

GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Mestrado Profissional em Metrologia e Qualidade Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial 2010 APRESENTAÇÃO

Leia mais

Título do artigo em português Título do artigo em inglês

Título do artigo em português Título do artigo em inglês Título do artigo em português Título do artigo em inglês Resumo Inserir aqui o resumo do artigo, em um só parágrafo e em no máximo 10 linhas. Palavras-chave: Mínimo de 3 e máximo de 5 palavras-chave, separadas

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS 1. Cada interessado poderá submeter um trabalho, como primeiro autor, independente da categoria e quantos quiser como autor; Não serão aceitos trabalhos com mais de 5 autores.

Leia mais

Normas para bibliografia em publicações. Sumário

Normas para bibliografia em publicações. Sumário 1/9 Normas para bibliografia em publicações Extraído das Normas ABNT, projeto NB-66 1) Objetivo 2) Definições Sumário 3) Localização das referências na matéria 4) Formas de citações no texto 5) Ordem dos

Leia mais

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS JUINA/MT JULHO/2009 SUMÁRIO Introdução...

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Rosangela Alves de Oliveira * Nome do (s) autor (s) RESUMO Este trabalho estabelece as orientações para apresentação de um artigo científico. Todas as informações

Leia mais

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Padrão FEAD de normalização Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Objetivo Visando padronizar os trabalhos científicos elaborados por alunos de nossa instituição Elaboramos este manual

Leia mais

Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia. Referências Bibliográficas Normas da ABNT. Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T.

Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia. Referências Bibliográficas Normas da ABNT. Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T. Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia Referências Bibliográficas Normas da ABNT Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T. da Silva Introdução Definição: ç conjunto padronizado de elementos

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS. FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS. FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga Ibitinga/ SP 2010 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 REGRAS GERAIS... 3 2.1 DAS FINALIDADES... 3 2.2

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA NORMAS GERAIS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA E ARTIGOS CIENTÍFICOS E TRABALHOS ACADÊMICOS Este material foi produzido pelas professoras

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO. Apresentação gráfica

TRABALHO ACADÊMICO. Apresentação gráfica 2012 2 Núcleo de Apoio à Pesquisa na Graduação- NAP/UNIMAR Projeto de Pesquisa; Apresentação gráfica TRABALHO ACADÊMICO Apresentação gráfica Segundo normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas

Leia mais

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO Nome Sobrenome 1 Nome Sobrenome 2 RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura do relato de experiência para o programa de apoio

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

Título do trabalho: subtítulo do trabalho

Título do trabalho: subtítulo do trabalho Título do trabalho: subtítulo do trabalho Resumo Este documento apresenta um modelo de formatação a ser utilizado em artigos e tem como objetivo esclarecer aos autores o formato a ser utilizado. Este documento

Leia mais

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Biblioteca Normas para elaboração do TCC O que é um Trabalho de Conclusão de Curso? O TCC, é um trabalho acadêmico feito sob a coordenação

Leia mais

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS:

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS: MANUAL PARA TCC www.etecmonteaprazivel.com.br Estrada do Bacuri s/n Caixa Postal 145 Monte Aprazível SP CEP 15150-000 Tel.: (17) 3275.1522 Fax: (17) 3275.1841 NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT

Leia mais

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Chamada artigos A série Caderno Temático de Educação Patrimonial é uma publicação da Casa do Patrimônio de João Pessoa, uma parceria entre a Superintendência

Leia mais

VI SEMANA ACADÊMICA INTEGRADA dos cursos de Administração, Enfermagem e Psicologia 21 a 24 de outubro de 2014

VI SEMANA ACADÊMICA INTEGRADA dos cursos de Administração, Enfermagem e Psicologia 21 a 24 de outubro de 2014 VI SEMANA ACADÊMICA INTEGRADA dos cursos de Administração, Enfermagem e Psicologia 21 a 24 de outubro de 2014 NORMAS PARA ENVIO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Os trabalhos a serem submetidos a

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) 1 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) SOBRENOME, Nome Aluno 1 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV SOBRENOME, Nome Aluno 2 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV RESUMO Este

Leia mais

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS Baseado nas obras de Júnia Lessa França e Ana Cristina de Vasconcellos; Rosy Mara Oliveira. Atualizado

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) HOW TO ELABORATE A SCIENTIFIC ARTICLE

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) HOW TO ELABORATE A SCIENTIFIC ARTICLE 1 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) HOW TO ELABORATE A SCIENTIFIC ARTICLE SOBRENOME, Nome Aluno 1 Graduando em Educação Artística Unifadra / Dracena SOBRENOME, Nome Aluno 2 Graduando em Educação Artística

Leia mais

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica:

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Conforme NBR 6022:2003 Seção de atendimento ao usuário - SISBI Outubro 2013 Normas técnicas Norma técnica é um documento estabelecido

Leia mais

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos FACULDADE SÃO FRANCISCO DE ASSIS BIBLIOTECA Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos Porto Alegre 2008 Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação

Leia mais

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT FACULDADE CRISTÃ DE CURITIBA Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT Elaborado pela bibliotecária Teresinha Teterycz - CRB 9 / 1171

Leia mais

RELATÓRIO CIENTÍFICO.

RELATÓRIO CIENTÍFICO. RELATÓRIO CIENTÍFICO. Um relatório científico possui a finalidade de registrar e divulgar um trabalho de pesquisa realizado. Nas aulas experimentais do curso, são utilizados para relatar experimentos efetuados.

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS F A C UL DA DE DE P R E S I DE N T E V E N C E S L A U REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS APRESENTAÇÃO GRÁFICA - CONFIGURAÇÃO DAS MARGENS Ir ao menu Arquivo, escolher a opção Configurar

Leia mais

MANUAL Normas científicas para trabalhos Estas recomendações baseiam-se nas normas da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Têm como objetivo auxiliar alunos e professores do Colégio Franciscano

Leia mais

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 1 SUMÁRIO 1 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS...3 1.1 Referências...3 1.1.2 Regras gerais...3 1.2 Como elaborar referências...4 1.2.1 Autores...4 1.2.2 Título...6 1.2.3 Edição...6 1.2.4 Local...6 1.2.5 Editora...7

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TEXTOS COMPLETOS Luciane de Paula (Presidente da Comissão Editorial)

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TEXTOS COMPLETOS Luciane de Paula (Presidente da Comissão Editorial) NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TEXTOS COMPLETOS Luciane de Paula (Presidente da Comissão Editorial) Informações gerais A Revista de Estudos Discursivos, gerada a partir das comunicações apresentadas no interior

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003)

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) Maio de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. 2 NORMAS

Leia mais

REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE

REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Artigos, resenhas, análises jurisprudenciais devem ser enviados

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA REVISTA DA ASTEC Gestão 2015/2016

INSTRUÇÕES PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA REVISTA DA ASTEC Gestão 2015/2016 INSTRUÇÕES PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA REVISTA DA ASTEC Gestão 2015/2016 A Revista da Astec é uma publicação semestral com ISSN nº 2317-6407 obtido em 2013, e objetiva divulgar notícias de interesse

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS A Revista Ius Gentium é uma publicação anual do Curso de Direito (graduação e pós-graduação) da Faculdade Internacional de Curitiba, que visa: propiciar à comunidade

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada no Brasil.

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO)

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) O RELATÓRIO CIENTÍFICO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO Exposição escrita na qual se descrevem fatos verificados

Leia mais

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Maria Bernardete Martins Alves Marili I. Lopes Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Módulo 3 Apresentação

Leia mais

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ILUSTRAÇÕES

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ILUSTRAÇÕES 1 UNIVERSIDADE POSITIVO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ILUSTRAÇÕES CURITIBA 2012 2 UNIVERSIDADE POSITIVO Reitor José Pio Martins Pró-Reitor Administrativo Arno Antonio Gnoatto Pró-Reitora

Leia mais

ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003

ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003 ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003 REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023 Referência Elaboração ABNT NBR 6024 Numeração

Leia mais

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social MANUAL Mostra de Responsabilidade Social 1. REGRAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO/TEXTO Após pesquisas sobre Responsabilidade Social, escrever um artigo entre 3 a 5 páginas, seguindo os itens abaixo: 1 elementos

Leia mais

MODELOS LIVRO SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo, se houver. Número da edição. Local: Editora, ano de publicação.

MODELOS LIVRO SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo, se houver. Número da edição. Local: Editora, ano de publicação. 18 REFERÊNCIAS Devem ser inclusos os documentos efetivamente consultados e mencionados no texto do trabalho. As referências deverão ser alinhadas à margem esquerda, transcritas em espacejamento simples,

Leia mais

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 Paula Carina de Araújo paulacarina@ufpr.br 2014 Pesquisa Pesquisa Atividade básica da ciência

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Nome:

MANUAL DO ALUNO. Nome: REGRAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES MANUAL DO ALUNO Nome: ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES (Baseado nas regras da ABNT) Todo trabalho de pesquisa tem de levar em consideração

Leia mais

Referências bibliográficas NBR 6023/2002

Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Muitas são as pessoas que nos procuram para esclarecer dúvidas ou mesmo sobre a forma correta de organizar as referências. Por isso elaboramos este manual resumido

Leia mais

01/06/2015. Regras e normas para Elaboração do Trabalho Acadêmico. Diferença entre: Monografia e TCC. Estrutura de um trabalho Acadêmico

01/06/2015. Regras e normas para Elaboração do Trabalho Acadêmico. Diferença entre: Monografia e TCC. Estrutura de um trabalho Acadêmico Regras e normas para Elaboração do Trabalho Acadêmico Diferença entre: Monografia e TCC O TCC, como o próprio nome sugere, é uma atividade de final de curso, um trabalho que exige esforço intelectual realizado

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA. Apresentação gráfica

PROJETO DE PESQUISA. Apresentação gráfica 2012 PROJETO DE PESQUISA Apresentação gráfica Revisto e atualizado segundo alterações ABNT: NBR 15287:2011 Projeto de Pesquisa; NBR 14724:2011 Trabalhos Acadêmicos. Profa. Dra. Wakiria Martinez Heinrich

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO São Carlos 2009 2 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO

Leia mais

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído.

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. REFERÊNCIAS Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. A Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece as diretrizes que devem

Leia mais

Departamento Nacional de Pós Graduação e Atualização

Departamento Nacional de Pós Graduação e Atualização Regras para a Elaboração do Pré-projeto e Artigo Científico dos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Redentor Elaborado por: Prof. M.Sc. André Raeli Gomes Prof.ª M.Sc. Cilene Carla Saroba Vieira

Leia mais

Normas para a apresentação de artigos Resenha Eleitoral

Normas para a apresentação de artigos Resenha Eleitoral Normas para a apresentação de artigos Resenha Eleitoral 1 Regras gerais A teor do art. 8 o da Resolução TRESC n. 7.770/2010, os artigos poderão versar sobre matéria eleitoral, constitucional ou administrativa,

Leia mais

Instruções para Publicação

Instruções para Publicação Instruções para Publicação 1. Finalidade Divulgar assuntos de interesse da área farmacêutica pertinentes das atividades técnicas e/ou científicas realizadas no ambiente de trabalho. 2. Regulamento O boletim

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES TÍTULO DO TRABALHO (Caixa Alta, fonte Arial 14, negrito, centralizado. Deixar duas linhas em branco antes de iniciar o título e duas linhas após).

Leia mais

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005)

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Errata Folha de Rosto Capa ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Epígrafe Resumo L. estrangeira Resumo Agradecimentos Dedicatória Folha de Aprovação Anexos Apêndices Glossário Referências

Leia mais

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias.

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Goiânia, 2010 SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. INTRODUÇÃO...3 1.1-

Leia mais

(CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA

(CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA (CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA CAMPUS BRASÍLIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso).

Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso). Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso). SUMÁRIO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO 2. OBJETIVOS 3. TIPOS DE RELATÓRIOS 4.

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 APRESENTAÇÃO Tanto o artigo quanto a monografia são trabalhos monográficos, ou seja, trabalhos que apresentam resultados de pesquisa sobre um

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA APRESENTAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS O trabalho deve ser digitado e impresso em papel

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado MANUAL DE DEFESA Exame de Qualificação: banca examinadora

Leia mais

Guia para padronização de Citações:

Guia para padronização de Citações: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para padronização de Citações: de acordo com NBR 10520/2002 São Carlos 2010 Guia para padronização de Citações As orientações abaixo são de acordo com a NBR 10520/2002 da Associação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS IMPORTANTE: Informamos

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL Estrutura formal do relatório Estrutura Elemento Capa Folha de Rosto Pré-textuais Folha de Identificação Sumário 1. Introdução Textuais 2. Atividades

Leia mais