Escola de Cultura - Programa de Estágio e Formação Educacional

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escola de Cultura - Programa de Estágio e Formação Educacional"

Transcrição

1 Escola de Cultura - Programa de Estágio e Formação Educacional Resumo: Sistematiza um espaço de formação educacional e profissional, articulando os saberes acadêmicos e culturais, através de estágios, que são fundamentados nas vivências e oficinas do projeto da Ação Griô Nacional-Ministério da Cultura, e das ações culturais desenvolvidas pela ONG GINGAS e Ponto de Cultura Casa da Cultura Afro-Brasileira. Apresentação: Escola de Cultura é um programa que nasceu da experiência cotidiana na busca de tecer caminhos entre a educação e a cultura; e também do legado teórico-prático da Rede de Tradição Oral da Pedagogia Griô, originada em Lençóis-Bahia, desenvolvida por Lilian Pacheco e Márcio Caires. Tendo como norte fundamental a construção de serviços, materiais e dispositivos de comunicação comunitária, que através das linguagens da cultura e da arte possam favorecer uma re-qualificação do lugar da cultura, da arte e do espaço escolar na sua relação com o estudante brasileiro. Esse programa parte de diversas experiências, eventos, oficinas, parcerias, engajamentos, inquietação realizadas juntos aos estudantes e educadores que participaram e se encantaram com as oficinas e vivência da Ação Griô do GINGAS/ MinC e das atividades do Ponto de Cultura GINGAS Casa da Cultura Afro-brasileira. Assim, ele reúne e sistematiza a invenção de metodologias de produção de conhecimento e busca contribuir como campo de formação dos estudantes em projetos e ações culturais como partes fundamentais do seu processo educacional e profissional em sintonia com a valorização da diversidade cultural e étnica constitutiva do nosso país. Área de atuação/intervenção: 1. Participantes do projeto do Ponto de Cultura Casa da Cultura Afro-brasileira e com a comunidade do entorno de São Domingos Niterói/Rio de Janeiro; 2. Participantes do Projeto Din.Down.Down.Capoeira Especial, realizado na APAE-Niterói; 3. Participantes da Ação Griô GINGAS, realizado em escolas e universidades públicas, bem como museus e espaços culturais destinados a formação educacional do estudante brasileiro. 1

2 Objetivo: Objetivo Geral: Sistematizar e implementar um espaço de formação educacional através da cultura afrobrasileira para estudantes da rede pública e privada do ensino médio e superior, através da celebração e efetivação de estágios curriculares. Objetivos Específicos: Sistematizar campos de estágios em educação e cultura; Elaborar e oferecer cursos de formação em educação e cultura; Elaborar metodologias de produção do conhecimento e publicar materiais em educação e cultura; Desenvolvimento das atividades: Formalização de convênio, inscrição e seleção de alunos, construção em parceira com a escola, comunidade local e agentes culturais; assinatura do termo de voluntário, entrega do relatório de estágio. Resultados Esperados: Contribuir para a formação de estudantes através da articulação entre saberes culturais e acadêmicos. Implementar a lei que institui a obrigatoriedade do ensino da cultura afro-brasileira e História da África Ampliação do acesso da comunidade local a saberes, ações e serviços em diversas áreas do conhecimento acadêmico e cultural. Adriana de Holanda contato: Coordenação do Núcleo de Pesquisa em Educação e Cultura GINGAS Griô Aprendiz/GINGAS MinC David Bassous Secretário Executivo GINGAS Griô de Tradição Oral GINGAS - MinC Niterói, agosto de

3 ANEXO 1 RESUMOS DOS PROJETOS E AÇÕES GINGAS CAMPOS DE ESTÁGIO ANEXO2 TERMO DE ESTAGIÁRIO ANEXO 3 CARTA-CONVITE Escola Conveniada 3

4 RESUMOS DOS PROJETOS E AÇÕES GINGAS CAMPOS DE ESTÁGIO Campo 1 - Oficinas do Ponto de Cultura Casa da Cultura Afro-brasileira O estudante vai atuar com participantes do projeto do Ponto de Cultura Casa da Cultura Afro-brasileira e com a comunidade do entorno de São Domingos Niterói/Rio de Janeiro; através de oficinas culturais afro-brasileiras e de ações de disseminação cultural. São realizadas oficinas de maracatu, afoxé, capoeira, artesantao e rodas de leitura afrobrasileiras. Vagas: produção cultural, pedagogia, psicologia, artes, música, direito, técnico de administração, contabilidade, comunicação, engenharia de produção, cinema, dança, relações internacionais. Campo 2 Din.Down.Down. Capoeira Especial O estudante vai atuar com participantes do Projeto Din.Down.Down.Capoeira Especial, realizado na APAE-Niterói; através de oficinas de capoeira destinada a pessoas com deficiência. Vagas: produção cultural, pedagogia, psicologia, antropologia, educação, comunicação, medicina, dança, música, fisioterapia, relações internacionais. Campo 3 Ação Griô O estudante vai atuar com os participantes da Ação Griô GINGAS, realizada em escolas e universidades públicas e privadas, através de vivências, oficinas e aulas-espetáculo originárias da pedagogia Griô desenvolvida por Lilian Pacheco e Márcio Caíres, da ONG Grãos de Luz e Griô da Bahia. A ação articula saberes acadêmicos e culturais populares de tradição oral. São realizadas contações de histórias, mitologias africanas e lendas brasileiras; vivências musicais e gestuais com coco, ciranda, maracatu, capoeira e oficinas sobre ervas sagradas. Vagas: produção cultural, pedagogia, psicologia, antropologia, educação, comunicação social, medicina, artes, letras, cinema, dança, história, relações internacionais. 4

5 ANEXO 2 TERMO DE ESTAGIÁRIO Nome: Curso: Escola: RG: CPF: Telefones: Educador responsável: Início do estágio: Término do estágio: Autorizo o uso da minha imagem para fins de divulgação educativa, cultural e de sustentabilidade do Programa Escola de Cultura. Estagiário Educador responsável / Escola conveniada Coordenação de Educação e Cultura GINGAS Niterói, de de 5

6 (usar papel timbrado da instituição) ANEXO 3 CARTA-CONVITE Escola Conveniada A Unidade Educacional, inscrita no Ministério da Educação sob o n. _, vem através desta convidar a o Núcleo de Pesquisa em Educação e Cultura da ONG GINGAS Casa da Cultura Afro-Brasileira, a celebrar convênio para formalização do estágio com o curso de, através do setor, sendo o educador responsável, CPF, RG. Atenciosamente, Educador / Escola Conveniada 6

REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA

REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA Nos caminhos percorridos pelo Instituto Gingas de Cultura afro-brasileira há que se destacar quais são as referências sócio-culturais

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 A Redes da Maré seleciona tecedores para o Programa Criança Petrobras (PCP) na Maré. Antes de se candidatar, conheça bem os valores e atuação da instituição.

Leia mais

Universidade Municipal de São Caetano do Sul PEDAGOGIA

Universidade Municipal de São Caetano do Sul PEDAGOGIA Universidade Municipal de São Caetano do Sul PEDAGOGIA ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES AACC 1. INTRODUÇÃO Orientações Gerais A atuação do educador em nossos dias exige uma formação consistente

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ARACRUZ 201 1. APRESENTAÇÃO A coordenação do Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Manual do Estágio Supervisionado Curso de Graduação - Licenciatura em História MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Conforme legislação em

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO A universidade vivencia, em seu cotidiano, situações de alto grau de complexidade que descortinam possibilidades, mas também limitações para suas

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO NO SISTEMA PRISIONAL PLANO DE AÇÃO

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO NO SISTEMA PRISIONAL PLANO DE AÇÃO EIXO: GESTÂO Fortalecer a parceria entre e instituições parceiras para o desenvolvimento de ações educacionais Formalização de Termo de Cooperação Técnica entre e SEC do Estado para a efetivação de políticas

Leia mais

Mais Cultura nas Escolas

Mais Cultura nas Escolas Mais Cultura nas Escolas O que é o Programa Mais Cultura nas Escolas? Projeto Andarilha das Letras, Circulação Literária/ FUNARTE É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências

Leia mais

O Conselho Estadual de Educação do Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições e considerando:

O Conselho Estadual de Educação do Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições e considerando: GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Educação e Cultura Conselho Estadual de Educação RESOLUÇÃO Nº 198/2010 REGULAMENTA AS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E O

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO ESPORTE E LAZER: estratégias socioeducativas de inclusão e melhoria da qualidade vida EDITAL/UFU/PROEX/ N 56/2015 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FNDE PROINFÂNCIA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A

Leia mais

EDITAL REFITIFCADO 01/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO

EDITAL REFITIFCADO 01/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Universidade Federal de Juiz de Fora Pró-Reitoria de Assuntos Acadêmicos EDITAL REFITIFCADO 01/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO PROJETO DE EXTENSÃO: Casa da Criança / IBPeron / Axé Criança

Leia mais

1º Lugar: Leia e Passe Adiante.

1º Lugar: Leia e Passe Adiante. Programas Vencedores: três 7º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil / Programa Nacional de Incentivo à Leitura - PROLER 2002 1º Lugar: Leia

Leia mais

REGULAMENTO do Prêmio Griô na Escola, na Internet e na TV Concurso de propostas de realização de vídeos, registros audiovisuais e oficinas

REGULAMENTO do Prêmio Griô na Escola, na Internet e na TV Concurso de propostas de realização de vídeos, registros audiovisuais e oficinas REGULAMENTO do Prêmio Griô na Escola, na Internet e na TV Concurso de propostas de realização de vídeos, registros audiovisuais e oficinas 1. O Concurso e seus objetivos 1.1. O Prêmio Griô na Escola, na

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR PORTARIA Nº 117/2012 ESTABELECE ORIENTAÇÕES À REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO, INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID E SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO ÂMBITO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E UNIDADES EDUCATIVAS

Leia mais

EDITAL 020/2014 DE CHAMAMENTO 2014

EDITAL 020/2014 DE CHAMAMENTO 2014 EDITAL 020/2014 DE CHAMAMENTO 2014 A GUAYÍ, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sediada na Rua José do Patrocínio 611, Bairro Cidade Baixa, Porto Alegre, RS, CEP 90050-003, torna público

Leia mais

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS RELATIVOS A NÚCLEOS DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS E CONCESSÃO DE BOLSAS DE EXTENSÃO E INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA NEABI -

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO 1º N1 1. Espaços e Práticas Culturais 40h N1 2. Oficina de Artes Visuais 80h N1 3. Prática de Leitura e escrita 80h

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

EDITAL 010/2015 FUNDAÇÃO LA SALLE PROCESSO SELETIVO

EDITAL 010/2015 FUNDAÇÃO LA SALLE PROCESSO SELETIVO EDITAL 010/2015 FUNDAÇÃO LA SALLE PROCESSO SELETIVO A Fundação La Salle é uma entidade ligada à Rede La Salle, situada no município de Canoas/RS, com atuação nacional, responsável pela execução de projetos

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS

PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS Adriana Do Amaral - Faculdade de Educação / Universidade Estadual de

Leia mais

I DAS INSCRIÇÕES As inscrições deverão ser feitas, no período de 03/11/2014 a 07/11/2014, das 8h30 às 15h30, nos seguintes locais:

I DAS INSCRIÇÕES As inscrições deverão ser feitas, no período de 03/11/2014 a 07/11/2014, das 8h30 às 15h30, nos seguintes locais: GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL Ensino Fundamental

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS)

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS) ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1 Edital de ofertas de cursos para o Programa de Pós- Graduação Lato Sensu da UESPI, conforme Resolução CONSUN nº 045/2003. Cursos de Especialização

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

GICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO

GICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Campus Curitiba NAPNE UTFPR Núcleo de Atendimento à Pessoas com Necessidades Específicas DOCUMENTOS INTERNACIONAIS

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO GT CAPOEIRA E EDUCAÇÃO

CONTRIBUIÇÕES DO GT CAPOEIRA E EDUCAÇÃO CONTRIBUIÇÕES DO GT CAPOEIRA E EDUCAÇÃO Este documento apresenta os resultados dos debates desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho Capoeira e Educação, do 1º Encontro Regional do Programa Nacional de Salvaguarda

Leia mais

Edna Goya Faculdade de Artes Visuais/Universidade Federal de Goiás

Edna Goya Faculdade de Artes Visuais/Universidade Federal de Goiás O PIBID - A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE ARTES VISUAIS E AS ATIVIDADES DE ENSINO E PESQUISA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE GOIÂNIA SEGUNDA FASE DO ENSINO BÁSICO Edna Goya Faculdade de Artes Visuais/Universidade

Leia mais

1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades

1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades 1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades 2015 Um grupo de pessoas conscientes e engajadas pode mudar o mundo Quem Somos Engenheiro Pós Graduado, foi Consultor Socioambiental

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE DIVINÓPOLIS. PROJETO CAPOEIRA Das senzalas à universidade

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE DIVINÓPOLIS. PROJETO CAPOEIRA Das senzalas à universidade FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE DIVINÓPOLIS PROJETO CAPOEIRA Das senzalas à universidade DIVINÓPOLIS, MARÇO 2013 PROGRAMA DE APOIO À EXTENSÃO - PAEx Projeto Capoeira:

Leia mais

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal.

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA MUNICIPAL RECANTO DO BOSQUE: LIMITES E POSSIBILIDADES PARA UMA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A PARTIR DO SUBPROJETO DA EDUCAÇÃO FÍSICA DA ESEFFEGO/UEG.

Leia mais

Formulário de inscrição para Unidades Escolares:

Formulário de inscrição para Unidades Escolares: Presidência da República Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas 1. Contextualização: Formulário de inscrição para Unidades Escolares: a) Descreva

Leia mais

cerca de 200 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social do Centro Histórico e da periferia de Salvador.

cerca de 200 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social do Centro Histórico e da periferia de Salvador. I ENCONTRO, CAPOEIRA e PATRIMÔNIO IMATERIAL no BRASIL: perspectivas para a implementação de políticas públicas de salvaguarda da Capoeira. Local: UFF Niterói RJ Data: 3 de setembro de 2006 às 16:00 h Tema:

Leia mais

CETEC EDUCACIONAL S.A. Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP. Mantida

CETEC EDUCACIONAL S.A. Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP. Mantida CETEC EDUCACIONAL S.A Mantenedora FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - ETEP Mantida PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 1 SUMÁRIO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA- 2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA- 2012 Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Filosofia e Ciências Humanas Faculdade de Educação Coordenação de Extensão EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

Projeto Música e Cidadania no CAp: Extensão, Universidade, Comunidade

Projeto Música e Cidadania no CAp: Extensão, Universidade, Comunidade 1 Projeto Música e Cidadania no CAp: Extensão, Universidade, Comunidade Maria Helena de Lima helenal@terra.com.br/helena.lima@ufrgs.br Universidade Federal do Rio Grande do Sul Resumo. Este artigo constitui

Leia mais

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto PROJETO 7 1. Identificação do projeto Título:Cinema, vídeo e tridimensionalidade: o AVA-AV na integração do ensino presencial e a distância. Responsável:Dra. Ana Zeferina Ferreira Maio Vínculo institucional:professora

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

PORTARIA N 1/2012 CRIA O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (NEAD) E APROVA SEU REGIMENTO INTERNO.

PORTARIA N 1/2012 CRIA O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (NEAD) E APROVA SEU REGIMENTO INTERNO. PORTARIA N 1/2012 CRIA O NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (NEAD) E APROVA SEU REGIMENTO INTERNO. A Diretora Geral FACULDADE DE TECNOLOGIA DE RIO CLARO - CBTA,na qualidade de Presidente do Conselho Superior,

Leia mais

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro O Rio de Janeiro se prepara para fazer da Olimpíada um momento inesquecível em sua história. Cariocas e milhões de visitantes terão a oportunidade de conhecer o bem mais valioso da Cidade Olímpica: a riqueza

Leia mais

Mulheres Periféricas

Mulheres Periféricas PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2011 Mulheres Periféricas Proponente RG: CPF: Rua Fone: E-mail: 1 Índice Dados do Projeto

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO:

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DE UMA EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA PROJETO IMPLATADO PELA ANHANGUERA EDUCACIONAL Palestrante: Ana Maria Costa de Sousa Debatedor: Gabriel Mário Rodrigues Tutoria

Leia mais

cidade escola cidadão O projeto trabalha no núcleo destas três esferas promovendo trocas entre elas

cidade escola cidadão O projeto trabalha no núcleo destas três esferas promovendo trocas entre elas cidade escola cidadão O projeto trabalha no núcleo destas três esferas promovendo trocas entre elas escola teoria prática cidadania hierarquia inclusão exclusão social cooperação competição Observamos

Leia mais

EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR.

EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR. EDITAL PROJETO FPSSA APOIO Á EMPREENDIMENTOS TURISTICOS SOLIDÁRIOS DE JOVENS E MULHERES AFRODESCENDENTES DO BAIRRO DA PAZ E ENTORNOS, SALVADOR. O Projeto Formação profissional e geração de renda para jovens

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Serra 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO.... 4 ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: INFORMÁTICA FORMA/GRAU:( X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais

Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais Momento do Tipo de Temático Macrodesafio Fortalecer a cidadania Eixo Desenvolvimento Social e Erradicação da Miséria Valor de Referência para Individualização de Projetos em Iniciativas Esferas Fiscal

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO DO 2º SEMESTRE 205 ANEXO I - EDITAL Nº 5/205 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

Polo de Valoração - Crateús

Polo de Valoração - Crateús Polo de Valoração - Crateús 1998, nasce um sonho... Xingu - Expedição Trilha Brasil No ano 2000, com apoio dos primeiros patrocinadores, a Expedição Trilha Brasil percorreu 25 mil km em 14 estados das

Leia mais

EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ALUNOS INTERNOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ORÇAMENTO DOMÉSTICO.

EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ALUNOS INTERNOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ORÇAMENTO DOMÉSTICO. INSTITUTO EDUCACIONAL SUPERIOR DA PARAÍBA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GESTÃO FINANCEIRA EDITAL CCC/CGF Nº 001/2014

Leia mais

RESOLUÇÃO N 003/2010

RESOLUÇÃO N 003/2010 RESOLUÇÃO N 003/2010 Institui regulamento para o cumprimento das atividades de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia da FCH/ FUMEC. O PRESIDENTE DO COLEGIADO DE CURSOS NO USO DE SUAS

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA.

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA. EDITAL Nº 00/204 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA Módulo I Educação a Distância e Ambiente Virtual de Aprendizagem História e

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br

EDUCAÇÃO INFANTIL. COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br EDUCAÇÃO INFANTIL COORDENADORA Ângela Maria Soares Ferreira amsoares@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 327 Currículo do Curso de Licenciatura ATUAÇÃO O Licenciado em é formado para atender as exigências

Leia mais

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação do Ministério da Educação, as Atividades Complementares passaram a figurar como importante componente dos Cursos Superiores

Leia mais

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ANEXO I: REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa normas para o funcionamento das Atividades Complementares para o curso de Administração da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Rondonópolis/Mato

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão

Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão Espaço Criança Esperança São Paulo CEE Oswaldo Brandão OS RECURSOS FINANCEIROS DO ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA TV GLOBO realiza CAMPANHA CRIANÇA ESPERANÇA com programa na TV UNESCO recebe DOAÇÃO e apóia diferentes

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura em Educação Artística (Artes Cênicas Artes Plásticas Música)

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura em Educação Artística (Artes Cênicas Artes Plásticas Música) MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura em Educação Artística (Artes Cênicas Artes Plásticas Música) FACULDADE PAULISTA DE ARTES FPA Av. Brigadeiro Luís Antonio, 1224 Bela Vista CEP: 01318-001 São

Leia mais

Contribuições do GT Capoeira, Profissionalização e Internacionalização

Contribuições do GT Capoeira, Profissionalização e Internacionalização Contribuições do GT Capoeira, Profissionalização e Internacionalização Este documento apresenta os resultados dos debates desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho Capoeira, Profissionalização e Internacionalização,

Leia mais

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Salvador, 21 de setembro de 2015 Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Nos dias 19, 20 e 21 de agosto de 2015 realizou-se no Hotel Vila Velha, em

Leia mais

EDITAL 02/2013 - PIBID-CAPES-UNISAL PARA SELEÇÃO DE LICENCIANDOS DE HISTÓRIA E PSICOLOGIA

EDITAL 02/2013 - PIBID-CAPES-UNISAL PARA SELEÇÃO DE LICENCIANDOS DE HISTÓRIA E PSICOLOGIA EDITAL 02/2013 - PIBID-CAPES-UNISAL PARA SELEÇÃO DE LICENCIANDOS DE HISTÓRIA E PSICOLOGIA O UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo no uso de suas atribuições, por meio da Pró-Reitoria Acadêmica,

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL N 20/2015 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante

Leia mais

RESULTADOS 2008 SOLIDARIEDADE FRANÇA-BRASIL

RESULTADOS 2008 SOLIDARIEDADE FRANÇA-BRASIL RESULTADOS 2008 SOLIDARIEDADE FRANÇA-BRASIL Rio de janeiro, 26 de janeiro de 2009 FORMAÇÃO DE EDUCADORAS Rede Comunitária de Formação e Estágio - RCFE A RCFE iniciou-se em 2003 com o objetivo de articular

Leia mais

N o (na Diretoria de Extensão)

N o (na Diretoria de Extensão) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS ARARANGUÁ Projeto de Extensão Semana da Consciência

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA - FAIT REGULAMENTO N. 001 /2001 REGULAMENTO GERAL DO NÚCLEO DE EXTENSÃO E AÇÃO COMUNITÁRIA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA Dr. Germano Alonso Shimizu, Diretor da FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS

Leia mais

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º As atividades culturais e artísticas desenvolvidas pela POIESIS reger-se-ão pelas normas deste Regimento Interno e pelas demais disposições

Leia mais

SEMEAR Serviço Médico Educacional de Atendimento em Reabilitação, uma entidade considerada de utilidade Pública Federal, com data de fundação em 12 de Outubro de 1985, foi registrado como Associação Civil

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA Código: 03 Matriz Curricular: DANÇA - Laranjeiras - Presencial - Noturno - Licenciatura Plena Período Letivo de Entrada em Vigor 2012-1 Carga Horária: Total

Leia mais

AULA 05. Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008

AULA 05. Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008 AULA 05 Profª Matilde Flório EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PMSP-DOT- 2008 FÁBRICA DE IDÉIAS PEDAGÓGICAS CONCURSO PMSP FUND II 2011 (em parceria com a APROFEM e o Jornal dos Concursos)

Leia mais

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino 54 55 Ensino Principais realizações Início da primeira etapa do Projeto de Diagnóstico de Recursos Humanos em Oncologia no país. Implementação da inscrição informatizada. Início do Projeto de Educação

Leia mais

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP Mestre em Serviço Social pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social/UNESP

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

Edital de apoio à participação no Seminário Ibero-Americano da Diversidade Linguística.

Edital de apoio à participação no Seminário Ibero-Americano da Diversidade Linguística. Edital de apoio à participação no Seminário Ibero-Americano da Diversidade Linguística. 1. Introdução O Seminário Ibero-americano da Diversidade Linguística pretende ser um marco na discussão de políticas

Leia mais

Programa de Diálogo Intercultural para as Relações Étnico-Raciais da UNESCO no Brasil

Programa de Diálogo Intercultural para as Relações Étnico-Raciais da UNESCO no Brasil Programa de Diálogo Intercultural para as Relações Étnico-Raciais da UNESCO no Brasil Bases Fundamentais Convenção para a proteção e promoção da diversidade das expressões culturais Consolida princípios

Leia mais

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Elaborada pela Diretoria de Extensão e pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso:

Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão Objetivo do curso: Com carga horária de 720 horas o curso Gestão e Formação Pedagógica em: Administração, Inspeção, Orientação e Supervisão é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros

Leia mais

Índice. 1. Apresentação do Programa Mais Cultura nas Escolas

Índice. 1. Apresentação do Programa Mais Cultura nas Escolas Índice maisculturanasescolas@cultura.gov.br www.cultura.gov.br/mais-cultura-nas-escolas 1. Apresentação do Programa Mais Cultura nas Escolas 1.1 O que é o Mais Cultura nas Escolas? 1.2 Quais os objetivos

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Santa Maria, RS. 2012 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO II... 4 REGULARIZAÇÃO DO ESTÁGIO... 4 CAPÍTULO III... 5 DOS ASPECTOS LEGAIS... 5

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO INFANTIL - PEDAGOGIA Diretrizes e Orientações Coordenador de Estágio

Leia mais

Investimento Social Privado em Educação Infantil. Projeto AES Eletropaulo nas Escolas

Investimento Social Privado em Educação Infantil. Projeto AES Eletropaulo nas Escolas Investimento Social Privado em Educação Infantil Estratégia da AES Responsabilidade Social Educação, Cultura e Esporte Negócio Inclusivos e Sociais Quem somos O Centro Educacional Infantil Luz e Lápiséuma

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Viçosa, Minas Gerais 2014 1 INTRODUÇÃO As atividades complementares, inseridas no projeto pedagógico, têm por finalidade proporcionar

Leia mais

O lazer, a educação e o Programa Segundo Tempo. Victor Melo, Angela Brêtas, Monica Monteiro

O lazer, a educação e o Programa Segundo Tempo. Victor Melo, Angela Brêtas, Monica Monteiro O lazer, a educação e o Programa Segundo Tempo Victor Melo, Angela Brêtas, Monica Monteiro Universidade Federal do Rio de Janeiro O que é lazer? Quando atuamos no âmbito do lazer podemos destacar dois

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

ANEXO I Edital 80/2014

ANEXO I Edital 80/2014 ANEXO I Edital 80/2014 UNIDADES DE ENSINO DE NITERÓI CLASSE A: ADJUNTO A - REGIME: 40H DE 1- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis Departamento de Contabilidade Área de Conhecimento: CONTABILIDADE

Leia mais