F14 Complemento de Ondulatória

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "F14 Complemento de Ondulatória"

Transcrição

1 3 F Complemento de Ondulatória p. 8 (UFPel-RS) Um corpo em MHS desloca-se entre as posições 5 cm e 5 cm de sua trajetória, gastando s para ir de uma à outra. Considerando que, no instante inicial, o móvel estava na posição de equilíbrio, determine: a) a amplitude do movimento. b) o período. c) a freqüência. d) a pulsação. e) as funções horárias do movimento. a) A 5 5 cm b) T 5 t ida t volta T 5 T 5 s c) f 5 f 5 f 5,5 Hz T d) s 5 5(5) s 5 cm s v 5 v 5 v 5 cm/s t v v 5 vr 5 5 v 5, rad/s R 5 e) x 5 A? cos(vt w ) Fase inicial 5w 5 x 5 5? cos,t x 5 5? cos,t v 5 va? sen(vt w ) v 5,? 5? sen,t v 5? sen,t a 5 v A? cos(vt w ) a 5,? 5? cos,t a 5? cos,t (Esal-MG) Um sistema oscilatório realiza um MHS, dado pela equação horária x 5 cos t no CGS. Segundo essa equação, determine a amplitude, a freqüência e pulsação, no MKS. x cos Dados 5? t x 5 A? cos(vt w ) Amplitude: A 5 cm 5, m e pulsação: 5 rad/s Cálculo da freqüência: De: 5 5 T 5 8 s T Τ Como: f 5 f 5 f 5, 5 Hz T 8 86

2 3 (Mack-SP) Uma partícula descreve um MHS, segundo a equação: x 5,3 cos t 3, no SI. Determine o módulo da velocidade máxima atingida pela partícula. x 5,3cos 3 t t A 5,3 m v 5 rad/s w 5 rad 3 v 5 va sen(w vt) v 5?,3? sen v sen 3 t t 5,6 3 t t A velocidade será máxima quando sen 3 t t for igual a. Logo: v 5,6 m/s (UFRGS-RS) Uma massa M executa um movimento harmônico simples entre as posições x 5 A e x 5 A, conforme representa a figura. esquerda A Qual a alternativa que se refere corretamente aos módulos e aos sentidos das grandezas velocidade e aceleração da massa M na posição x 5 A? a) A velocidade é nula; a aceleração é nula. b) A velocidade é máxima e aponta para a direita; a aceleração é nula. c) A velocidade é nula; a aceleração é máxima e aponta para a direita. d) A velocidade é nula; a aceleração é máxima e aponta para a esquerda. e) A velocidade é máxima e aponta para a esquerda; a aceleração é máxima e aponta para a direita. Na posição x 5 A, a velocidade é nula, pois é um ponto de inversão e a aceleração é máxima, estando orientada no sentido do eixo x, para a direita. A x direita 87

3 3 5 Um móvel executa um MHS de amplitude 5 m, freqüência Hz e fase inicial nula. Determine sua velocidade nos instantes: a) b) 8 A 5 5 m Dados f 5 Hz w 5 T 5 T 5 T 5, s F rad/s T, v 5 va sen(vt w ) v 5? 5? sen(? t ) v 5 sen(t) a) t 5 s fica, v 5 sen? sen 5 ; logo, v 5 b) t 5 8 s fica, v 5 sen? 8 v 5 sen 5? v 5 m/s 6 (UEFS-BA) Uma partícula realiza um movimento de rotação de raio R no sentido anti-horário, com velocidade angular v constante. Sabendo que, no instante inicial, a projeção da posição da partícula sobre um eixo paralelo ao diâmetro da circunferência se encontra no ponto de equilíbrio e tende a se deslocar para a direita, pode-se afirmar que a função horária que representa a projeção da posição da partícula é: a) R cos t. c) R cos (vt p). e) R cos t 3. b) R cos t. d) R cos t 3. Esquematizando: R R x t projeção partícula Observando a função horária do MHS para a posição: x 5 A cos (w vt), em que 3 A 5 R e w 5 rad, então: 3 x 5 R cos t ou 3 x 5 R cos t 88

4 3 7 Um corpo realiza um MHS obedecendo à função horária expressa em unidades do SI: x 5, cos? t 5. a) Qual o período e a freqüência do movimento? b) Quais os valores máximos da velocidade e da aceleração? Adote 5. 5, m A x 5, cos t rad/s w 5 a) 5 5 T 5 5? 5 T 5 T 5 T 5 s f 5 f T 5 Hz b) v 5 va sen(vt w ) v t, sen Para velocidade máxima, temos: sen Logo: v 5, v 5? 5 5 m/s a 5 v A cos(vt w ) 5? t 5 a 5, cos 5 5 t Para aceleração máxima, temos: cos 5 t 5?, Logo: a 5?, a 5 a m/s p Um móvel descreve um segmento de reta animado de um MHS cuja freqüência é 5 Hz. Sabendo que a velocidade máxima do móvel é de 6 cm/s, determine a sua velocidade no ponto em que a sua elongação é cm. f 5 5 Hz Dados v máx 5 6 cm/s x 5 cm v 5 f v 5 5 v 5 rad/s v máx 5 va 6 5 A A 5 6 cm v 5 6 A x v v v 5 6 cm/s cm/s 89

5 3 3 9 Um corpo realiza um MHS, tal que sua velocidade máxima é m/s e sua aceleração máxima é 5 m/s. a) Qual a amplitude do movimento? b) Qual a freqüência do movimento? v Dados máx 5 m/s a máx 5 5 m/s a) v máx 5 va 5 va A 5 I 5 a máx 5 v A 5 5 v A A 5 II Igualando I e II, fica: rad/s Como A 5 A 5 A 5? 5 A b) 5 5 T 5 T T 5 s 5 f 5 f 5 f 5 T Hz? 5 5 m Um corpo é animado de MHS com amplitude de cm e freqüência de Hz. Determine a sua velocidade máxima. A 5 cm Dados f 5 Hz v 5 f v 5? v 5 rad/s v máx 5 va v máx 5? v máx 5 cm/s A pulsação de um MHS é 5 rad/s e a aceleração máxima tem módulo de cm/s. a) Qual a amplitude desse movimento? b) Qual o módulo da velocidade máxima desse movimento? 5 5 Dados rad/s a 5 cm/s máx 5 5 a) a 5 A 5 A 5 A máx 6 A 5 A 5 6, cm 5 5 b) v 5 A v 5 6, v 5 6 cm/s máx máx máx 9

6 Em questões como a, a resposta é dada pela soma dos números que identificam as alternativas corretas. (UFMS) Uma partícula se move em movimento harmônico simples num plano, de modo que suas coordenadas retangulares (x; y) são dadas por: x 5 A sen (vt) y 5 B sen (vt w) em que (A) e (B) são amplitudes, (v) a pulsação e (w) a diferença de fase entre as oscilações nas direções (x) e (y). Assinale a(s) alternativa(s) correta(s). () Se w 5, então y 5 B A x e a partícula executa MHS com amplitude A B. () Se w 5, então a partícula executa MHS em uma trajetória retilínea. () Se w 5, então y 5 B A x e a partícula executa MHS com amplitude A B. (8) Se w 5, então y 5 B A x e a partícula executa MHS em uma trajetória retilínea. (6) Se w 5, então x y A B 5 e a partícula tem uma trajetória elíptica. x 5 A sen vt y 5 B sen (vt w) Se w 5 x 5 A sen vt y 5 B sen vt x A Das expressões e, vem: y 5 B y B 5 A x 3 x y 5 A sen vt B sen vt 5 (A B )sen vt x y 5 A B sen t A expressão 3 mostra que a trajetória é uma reta e a expressão mostra que o movimento é do tipo MHS com amplitude A B. Logo: () Correta. () Correta. Se w 5 : x 5 sen vt 5 y 5 B sen (vt ) 5 B sen vt 6 x y A B y 5 B x A 7 x y 5 (A B ) sen vt x y 5 A B sen t 8 As expressões 7 e 8 mostram que o corpo segue uma trajetória retilínea em MHS de amplitude A B. () Incorreta. (8) Correta. (6) Correta. Se w 5 : x 5 A sen vt x y y 5 B sen t 5 B t 5 sen t cos A B x y x y 5 sen t cos t 5 A B A B 5 cos t O corpo segue trajetória elíptica

7 p A elongação de um ponto material em MHS é dada pelo gráfico a seguir: x (m) t (s) 3 Determine: a) a amplitude, o período e a freqüência. b) a pulsação. c) a função horária x 5 f(t). a) amplitude: A 5 3 cm período: T 5 8 s freqüência: f 5 T 5 8 Hz b) T 8 rad/s c) x 5 A cos(vt w ) x 5 3 cos t w 5 3 cos w cos w 5 x 5 A cos(vt w ) x 5 3 cos t w 5 (UMC-SP) O gráfico da figura representa a posição de uma partícula que executa um movimento x (cm) oscilatório ao longo do eixo x, quando presa à extremidade livre de uma mola. a) Qual é a amplitude do movimento da partícula? b) Qual é o período do movimento oscilatório? c) Em que instante(s) a velocidade da partícula é nula? 3 5 d) Em que instante(s) a velocidade da partícula é máxima? x Do gráfico, temos: a) A 5 cm 5, m b) T 5 s c) Teremos v 5 nas posições extremas, isto é, quando x 5 cm ou x 5 cm. Do gráfico, obtemos os instantes:,5 s;,5 s;,5 s; 3,5 s e assim por diante. d) A velocidade é máxima quando a partícula passa na posição de equilíbrio (x 5 ). Logo, os instantes são: ; s; s; 3 s; s; 5 s e assim por diante. t (s) 9

8 p. 9 5 (Fuvest-SP) Dois corpos, A e B, ligados por um fio, encontram-se presos à extremidade de uma mola e em repouso. Parte-se o fio que liga os corpos, e o corpo A passa a executar um movimento oscilatório, descrito pelo gráfico. y (m),,,3 e, t (s) A, B a) Determine a freqüência, a amplitude e a pulsação do movimento de A. b) Escreva a equação horária das posições y do corpo A, conforme o gráfico. a) freqüência: f 5 f 5 f 5 5 Hz T, amplitude: A 5, m pulsação: v 5 f v 5 5 v 5 rad/s b) y 5 A cos(vt w ), 5, cos( w ) cos w 5 w 5 y 5 A cos(vt w ) y 5, cos(t) 6 (UFG-GO) O gráfico mostra a posição em função do tempo de uma partícula em movimento harmônico simples (MHS) no intervalo de tempo entre e s. A equação da posição em função do tempo para esse movimento é dada por x 5 a cos (vt w ). A partir do gráfico, encontre os valores das constantes a, v e w. x (m) 3 t (s) Do gráfico: A 5 m e T 5 s. Pulsação: T rad/s Fase inicial w (fazendo x 5 e t 5 ) na função: x 5 A cos ( t w) 5 A cos w 5 cos w cos w 5 w 5 rad 93

9 3 7 (USF-SP) O gráfico representa o movimento harmônico simples de uma partícula. A equação horária desse movimento é: a) x 5 cos t d) x 5 cos(t ) b) x 5 cos(t) e) x 5 cos(t) 3 c) x 5 cos t x (m) / / 3/ t (s) Do gráfico, temos: A 5 m, T 5 s e w 5 rad. x 5 A cos(vt w ) x A cos T t 5 w x 5 cos t x 5 cos ( t ) 8 O gráfico mostra como varia a elongação de uma partícula em função do tempo. a) Qual a função da velocidade dessa partícula? b) Determine a velocidade e a aceleração máximas da partícula. x (m) A 5 m Dados T 5 8 s a) T 8 rad/s x 5 A cos ( t w ) x 5 cos t w Para t 5 x 5 5 cos? w w 5 w 5 cos v 5 A sen ( t w ) v 5? sen t v 5 3 sen t b) v 5 A v 5 v 5 3 m/s máx máx máx a 5 A a 5 5 máx máx a 6 máx 3 5 m/s a máx 6 8 t (s) 9

10 3 p (UFPB) Uma jovem monitora prepara um sistema massa-mola, como indicado na figura ao lado, com o intuito de fazer uma demonstração para seus estudantes. A jovem então afasta a massa de seu ponto de equilíbrio, distendendo a mola de uma certa quantidade. A seguir a massa é solta, passando a executar um movimento harmônico simples. Com base nessa situação, pode-se afirmar que o gráfico que melhor representa a variação da energia potencial da massa em função do tempo, a partir do instante em que a jovem a solta, é: E p a) c) e) E p E p t t t E p E p b) d) t t k A A energia potencial do sistema é de natureza elástica dada por: E 5?. Seus valores máximos p são obtidos nos extremos da oscilação, enquanto é nula quando a massa passa pela posição de equilíbrio. A A x E p T T t (UFBA) Uma mola ideal, de constante elástica igual a 6 N/m, tem uma de suas extremidades fixa e a outra presa a um bloco de massa igual a? kg. O sistema assim constituído passa a executar MHS, de amplitude 3,5? m. Determine, em m/s, a velocidade máxima atingida pelo bloco. k 5 6 N/m Dados m 5? kg A 5 3,5? m k m? 5? v 5 rad/s v máx 5 va v máx 5? 3,5? v máx 5 7,? m/s 95

11 3 3 (Fameca-SP) Um indivíduo distende, em,6 m, uma mola que tem uma de suas extremidades fixada. Sabendo-se que, após abandonada, a mola passa a executar MHS e que a sua energia potencial na posição de amplitude é 8 J, qual o valor da constante elástica da mola, em newtons por metro, e o módulo da força elástica, em newtons, na posição de elongação,3 m? x 5,6 m Dados E p 5 8 J kx E 5 p k (,6) k 5 k 5 N/m,36 F 5 kx F 5?,3 F 5 3 N (Cefet-BA) Um corpo deve oscilar em MHS, preso a uma mola ideal, tal que tenha energia de 3,6 J, amplitude de, m e velocidade máxima de 6 m/s. Para que isso ocorra, determine a massa do corpo e a constante elástica da mola. E m 5 3,6 J Dados A 5, m v máx 5 6 m/s Na elongação máxima E c 5, logo: ka k (,) E 5 E 5 3,6 5 k 5 m p k 5 8 N/m v máx 5 va 6 5 v, v 5 3 rad/s 7,, k k 5 5 m 5 8 m 5, kg m m 3 96

12 3 (Esal-MG) Uma partícula de massa igual a, kg está oscilando em torno da posição O, com MHS, conforme mostra a figura. Sabe-se que o tempo gasto para a partícula ir do ponto A ao B é, s e que a energia mecânica total do sistema vale J. Sendo a constante elástica da mola N/m, e supondo desprezíveis todos os tipos de atrito, calcule: a) a amplitude (A) do MHS. b) o período do movimento. c) a intensidade da força elástica para x 5 A, em módulo. d) as funções horárias deste MHS, fazendo a fase inicial. m A m 5, kg t 5, s Dados E m 5 J k 5 N/m a) Na posição de máxima elongação, E c 5. E m 5 E p 5 J Mas: E ka 5 5?? A p 8 5 A A 5 A 5 m b) T 5 t AB t BA T 5 T 5 s c) F 5 kx F 5? F 5 N d) w ? w ; mas T rad/s x A cos ( t ) x 5 cos t v 5 va sen(vt w ) v sen t 5 v 5 sen t a 5 v A cos(vt w ) a cos t 5 a 5 cos t O B x 97

13 (UEPG-PR) O Movimento Harmônico Simples (MHS) é um movimento periódico oscilatório no qual uma partícula está sujeita a uma força do tipo F 5 kx, sempre orientada para a posição de equilíbrio. Pela definição apresentada, assinale o que for correto. () O movimento periódico de uma partícula pode, sempre, ser expresso em função de senos e cossenos. () No MHS o período e a freqüência independem da amplitude do movimento. () No MHS, quando o deslocamento é máximo, em qualquer sentido, a velocidade é nula, o módulo da aceleração é máximo, a energia cinética é nula e a energia potencial é máxima. (8) A energia mecânica total de uma partícula em MHS não é constante, porém é proporcional ao quadrado da amplitude. (6) Uma partícula executando um MHS é denominada oscilador harmônico simples. () Verdadeira. Um MHS pode ser expresso em função de senos e co-senos, embora o mesmo não ocorra com movimentos periódicos quaisquer. m () Verdadeira. O período dado por T 5 k e é a freqüência f 5, dependem da massa m do T corpo e da constante elástica k da mola independendo, portanto, da amplitude do movimento. () Verdadeira. Quando x 5 6A v 5 E c 5 zero x 5 6 A A max 5 v? A ka x 5 6A E 5 p (máx) (8) Falsa. Trata-se de um sistema conservativo, sendo constante a energia mecânica. (6) Verdadeira. No oscilador harmônico a força e a aceleração ficam sempre dirigidas para a posição de equilíbrio, características particulares de um corpo em MHS (Mack-SP) Um corpo de 5 g de massa encontra-se em equilíbrio, preso a uma mola helicoidal de massa desprezível e constante elástica k igual a N/m, como mostra a figura ao lado. O atrito entre as superfícies em contato é desprezível. Estica-se a mola, com o corpo, até o ponto A, e abandona-se o conjunto nesse ponto, com velocidade B O A zero. Em um intervalo de, s, medido a partir desse instante, o corpo retornará ao ponto A:, cm, cm a) uma vez. c) três vezes. e) seis vezes. b) duas vezes. d) quatro vezes. O sistema massa-mola em questão tem período: T 5 m k T 5,5 T,3 s Logo, o número de vezes em que o corpo retornará ao ponto A no intervalo de s será: n 5 3,,3 Assim, consideram-se três vezes. 98

14 3 3 p O período de um pêndulo A é vezes maior que o período de um outro pêndulo B, de comprimento igual a, m. Qual o comprimento do pêndulo A? Dados T A 5 T B, B 5, m B, T 5 T 5 B B g g A T 5 A g Mas T B 5 T A,, A A? 5 5 g g g g Elevando-se ambos os membros da equação ao quadrado, temos:, A 6? 5 5 9, m A g g 7 (Unesp-SP) Um estudante pretendia apresentar um relógio de pêndulo numa feira de ciências com um mostrador de 5 cm de altura, como mostra a figura. Sabendo-se que, para pequenas oscilações, o período de um pêndulo simples é dado pela expressão T 5, pedem-se: g a) se o pêndulo for pendurado no ponto O e tiver um período de,8 s, qual deveria ser a altura mínima do relógio? (Para facilitar seus cálculos, admita g 5 () m/s.) b) se o período do pêndulo fosse de 5 s, haveria algum inconveniente? Justifique. T 5,8 s Dados g 5 m/s a) T 5 T,8 g 5 g 5,6 5 5,6 m 5 6 cm h 5, fio h relógio h h 5 cm A altura do relógio deve ser h. cm. b) T ,5 m h 5, fio h relógio h 5 6,5,5 h 5 6,3 m O inconveniente é que o relógio deveria ter uma altura h. 6,3 m e não se conseguiria ver as horas, pois o mostrador do relógio é de apenas 5 cm. O 5 cm 99

15 8 (UFRGS-RS) Um pêndulo simples, de comprimento L, tem um período de oscilação T, num determinado local. Para que o período de oscilação passe a valer T, no mesmo local, o comprimento do pêndulo deve ser aumentado em: a) L c) 3 L e) 7 L b) L d) 5 L O período de um pêndulo simples é dado por: T 5 L g ou seja, o período T é diretamente proporcional à raiz quadrada do comprimento L: Ta L Para duplicar o período (T), o comprimento precisará quadruplicar o comprimento (L). Ou seja, o aumento foi de 3L. p (UFPR) Uma criança de massa 3, kg é colocada em um balanço cuja haste rígida tem comprimento de,5 m. Ela é solta de uma altura de,5 m, m acima do solo, conforme a figura ao lado. Supondo que a criança não se auto-impulsione, podemos considerar o sistema criança-balanço como um pêndulo simples. Desprezando-se a resistência do ar, é correto afirmar: a) O intervalo de tempo para que a criança complete uma oscilação é de s., m b) A energia potencial da criança no ponto mais alto em relação ao solo é de 5 J. c) A velocidade da criança no ponto mais próximo do solo é menor que, m/s. d) Se a massa da criança fosse maior, o tempo necessário para completar uma oscilação diminuiria. e) A freqüência de oscilação da criança depende da altura da qual ela é solta. a) Correto.,5 m, m,5 m, m,5 m,5 m,5 T 5 T 5 T 5 5 s g b) Correto. E p 5 mgh E p 5 3?? 5 3 J c) Incorreto. E mi 5 E mf E ci Epi 5 E cf E cf m v v mgh 5?,5 5 v 5, m/s d) Incorreto. O período de oscilação independe da massa. e) Incorreto. A rigor, essa freqüência só não dependeria da altura no caso de o ângulo de abertura (u) ser menor do que.

16 3 (Uneb-BA) Considerando-se constante a aceleração da gravidade, o período de um pêndulo simples que oscila em MHS é duplicado, quando: a) a massa pendular é duplicada. b) a amplitude do movimento é quadruplicada. c) o comprimento do pêndulo é quadruplicado. d) a massa pendular e a amplitude são quadruplicadas. e) o comprimento do pêndulo e a massa pendular são duplicados. De T 5 concluímos que, multiplicando-se o comprimento, por, o período de oscilação T dobra. g 3 (ITA-SP) Um pêndulo simples oscila com um período de, s. Se cravarmos um pino a uma distância 3L do ponto de suspensão e na vertical que passa por aquele ponto, como mostrado na figura, qual será o novo período do pêndulo? Desprezar os atritos. Considere ângulos pequenos tanto antes quanto depois de atingir o pino. a),5 s d), s b),7 s e) O período de oscilação não se altera. c) 3, s Sendo T o período do pêndulo sem o pino, temos: T 5 pino. L T 5 L 5? ( ) T 5 T g g O período do pêndulo com a presença do pino será: T T 5 T T 5 5,5 s L g e T o período do pêndulo após o 3L L

17 3 (PUC-MG) Num laboratório fez-se a seguinte experiência: I. Construiu-se um pêndulo, tendo, na sua extremidade livre, um frasco de tinta e um estilete. v II. Fez-se o pêndulo oscilar transversalmente a uma tira de papel, que se deslocava com velocidade constante V. III. O estilete registrou as diversas posições do pêndulo, na tira de papel. IV. Para um tempo T, correspondente a uma oscilação completa, obteve-se a figura abaixo: Dividindo-se o comprimento do pêndulo por e considerando-se o mesmo tempo T anterior, a figura obtida nessas condições será: a) c) e) b) d) O período T do pêndulo é dado por: T 5. Seja T9 o período do pêndulo para g. T T T T9 5 g 9 5 g Logo, no mesmo intervalo de tempo, o pêndulo completa duas oscilações.

18 F5 Física Moderna p. (Unicenp-PR) O quarto artigo de Einstein foi Sobre a eletrodinâmica dos corpos em movimento. Partindo de situações envolvendo eletromagnetismo, ele propôs a Teoria da Relatividade Restrita. Um dos princípios básicos dessa genial conclusão de Einstein é a relatividade do tempo a noção de que a passagem do tempo depende da velocidade com que um corpo se movimenta. A respeito dessa teoria, imagine uma situação curiosa: dois gêmeos idênticos, ao completarem anos de idade, ganham de presente de aniversário viagens para serem realizadas simultaneamente. O primeiro pega seu carro e começa a correr o mundo, sempre obedecendo aos limites de velocidade de cada país. O segundo, mais arrojado, decide se lançar numa viagem espacial com velocidade apenas % menor que a velocidade da luz no vácuo. Tamanha a rapidez da nave espacial, o segundo gêmeo experimenta uma dilatação do tempo medida pela equação T T 5, em que: v c T representa o tempo de viagem do primeiro gêmeo; T representa o tempo de viagem do segundo gêmeo; v representa a velocidade de viagem na nave do segundo gêmeo; c representa a velocidade da luz no vácuo. Passados 5 anos em nosso planeta, os dois gêmeos retornam e algo estranho pode ser observado: um deles aparenta estar bem mais novo que o outro. Essa experiência fictícia é conhecida como Paradoxo dos Gêmeos. Considerando-se apenas fatores genotípicos, calcule a idade aparente do segundo gêmeo e assinale a alternativa que a apresenta: a) 5 anos. c) 8 anos. e) anos. b) 6 anos. d) 9 anos. Sendo: T 5 5 anos, V 5,8 C, temos T 5 5 T 5 5?,6 5 3 anos (,8 C) C A idade aparente do segundo gêmeo é dada pela soma do tempo que ele permaneceu na Terra com o tempo de duração da viagem: anos. (FRB-BA) A teoria da relatividade restrita estabelece que: a) a energia cinética e a massa de um corpo estão dissociadas. b) a massa inercial dos corpos tem valor constante. c) as estrelas, ao emitirem luz, ganham massa. d) cada aumento ou diminuição da energia de um corpo corresponde a aumento ou diminuição de sua massa. e) quanto maior for a massa de um corpo, menor a resistência que ele oferece à variação de sua velocidade. Sendo E 5 mc, temos m 5 E c. Daí, concluímos que, quanto maior for a energia (E) do campo, maior será sua massa (m). aumento de E aumento de m aumento de E diminuição de m 3

19 3 (Umesp-SP) O ano de 5 foi declarado pela ONU como o Ano Internacional da Física. A idéia de se escolher o ano de 5 como o Ano Internacional da Física está ligada a um fato de grande importância histórica para a física moderna. Em 5, foi comemorado o centenário da publicação dos trabalhos de Einstein sobre o fóton, a relatividade especial, a relação massa-energia e o movimento browniano. Em sua teoria da relatividade especial, Einstein elaborou dois postulados. o postulado: As leis da Física são idênticas em relação a qualquer referencial inercial. o postulado: A velocidade da luz no vácuo (c 5 3? 5 km/s) é uma constante universal, isto é, é a mesma em todos os sistemas inerciais de referência. Não depende do movimento da fonte de luz e tem valor igual em todas as direções. Baseando-se nos postulados acima e em seus conhecimentos de Física, responda à questão abaixo. Duas naves espaciais, viajando à velocidade da luz, possuem a mesma direção e sentidos opostos. Qual é a velocidade relativa entre elas? a) 6,? 5 km/s b) As naves não possuem velocidade relativa. c) 3,? 5 km/s d),5? 5 km/s e) 9,? 5 km/s De acordo com os postulados, a velocidade da luz no vácuo, c 5 3? 5 km/s, é uma constante que não depende do movimento da fonte de luz e tem valor igual em todas as direções. (Unemat-MT) Com o advento da Teoria da Relatividade de Einstein, alguns conceitos básicos da Física newtoniana, entre eles, o espaço e o tempo, tiveram que ser revistos. Qual a diferença substancial desses conceitos para as duas teorias? Alternativas Física newtoniana Teoria da Relatividade espaço tempo espaço tempo a) absoluto absoluto dilata contrai b) dilata absoluto contrai dilata c) absoluto contrai dilata absoluto d) absoluto absoluto contrai dilata e) contrai dilata absoluto absoluto Para a física newtoniana, espaço e tempo são absolutos; já na teoria da relatividade, espaço e tempo são relativos, ou seja, o espaço se contrai e o tempo se dilata.

20 p. 5 (Ufla-MG) Quando aceleramos um elétron até que ele atinja uma velocidade v 5,5c, em que c é a velocidade da luz, o que acontece com a massa? a) Aumenta, em relação à sua massa de repouso, por um fator γ 5,75. b) Aumenta, em relação à sua massa de repouso, por um fator γ 5,5. c) Diminui, em relação à sua massa de repouso, por um fator γ 5,75. d) Diminui, em relação à sua massa de repouso, por um fator γ 5,5. e) Não sofre nenhuma alteração. Para v 5,5c, temos: m m m 5 m 5 v (,5c) c c m 5 m, 75 Como,75., a massa do elétron aumenta desse fator. 6 (UECE) O múon (ou méson m ) é produzido por raios cósmicos nas altas camadas da atmosfera da Terra ou em aceleradores. Verificou-se, experimentalmente, que seu tempo de vida médio é de apenas T 5? 6 s ( microssegundos). Depois de seu tempo de vida, o múon desaparece, decaindo em um elétron e um neutrino. Nesse tempo T, a luz (cuja velocidade é c 5 3? 8 m/s) percorre 6 metros. No entanto, um múon formado em grande altitude consegue chegar ao solo e ser detectado antes de decair, apesar de ter velocidade menor que a luz. a) Explique por que isso é possível. b) Considere um múon cujo tempo de vida é? 6 s que é formado a uma altitude de 6 metros e cai na direção do solo com velocidade,998c, onde c é a velocidade da luz. Mostre que esse múon pode percorrer essa distância antes de decair. a) Tomando o múon como referencial, a distância percorrida até a Terra é encurtada devido à contração do comprimento de Lorentz. Tomando o referencial Terra, ocorre com aumento no tempo de vida do múon devido à dilatação temporal. Assim, há tempo suficiente para que ele chegue ao solo. b) Utilizando o referencial Terra, calculamos o tempo de vida do múon considerando a dilatação do tempo: t 6? 5 t 5 t 5 5 3,6? s v (,998) c Calculando a distância percorrida nesse tempo: d 5,998 ct d 5, ? 8 3 3,6? m Como d > 6 m, o múon chega ao solo ainda vivo. Resposta: a) A distância até a Terra é encurtada enquanto ocorre um aumento de vida do múon. b) Considerando a dilatação do tempo, o tempo de vida do múon é 3,6? 5 s e percorre 9 6 m, chegando ainda vivo ao solo. 5

21 p. 8 7 (Furg-RS) O físico Chester Carlson, fundador da empresa Xerox, baseou-se no efeito fotoelétrico para criar a fotocopiadora. O efeito fotoelétrico é o ingrediente principal no processo de transferência de uma figura desenhada num papel transparente para uma placa de metal polarizada positivamente. O papel desenhado é colocado sobre a placa e, a seguir, ilumina-se o conjunto papelplaca. O desenho impede a passagem da luz através do papel e, devido ao efeito fotoelétrico, as partes da placa atingidas pela luz são despolarizadas. Retira-se, então, o papel transparente e borrifa-se um pó colorido ionizado sobre a placa; esse pó só se fixará nas partes da placa que ainda permanecem polarizadas, formando, assim, o desenho. Além dessa aplicação, o efeito fotoelétrico é utilizado nas células solares, que são a principal fonte de energia em satélites, e também no sistema de leitura da trilha sonora impressa nos filmes de cinema. A respeito do efeito fotoelétrico pode-se afirmar: a) Ele é o mesmo efeito físico através do qual se produz luz nas lâmpadas incandescentes com filamentos metálicos. b) O efeito consiste na incidência da luz sobre uma superfície metálica arrancando elétrons dessa superfície. c) A energia luminosa da luz incidente sobre uma placa metálica transforma-se na energia potencial dos elétrons do metal. d) É por meio do efeito fotoelétrico que o Sol produz luz. e) É por meio do efeito fotoelétrico que os elétrons são produzidos dentro de uma lâmpada fluorescente. Efeito fotoelétrico consiste na remoção de elétrons da superfície de um metal quando iluminado com radiação eletromagnética de determinada freqüência. Os elétrons removidos são chamados de fotoelétrons. 8 (UFJF-MG) O modelo atômico de Bohr, aperfeiçoado por Sommerfeld, prevê órbitas elípticas para os elétrons em torno do núcleo, como num sistema planetário. A afirmação um elétron encontra-se exatamente na posição de menor distância ao núcleo (periélio) com velocidade exatamente igual a 7 m/s é correta do ponto de vista do modelo de Bohr, mas viola o princípio: a) da relatividade restrita de Einstein d) da incerteza de Heisenberg b) da conservação da energia e) da conservação de momento linear c) de Pascal De acordo com o princípio da incerteza, de Heisenberg, é impossível determinar a posição e a velocidade de um elétron em torno do núcleo atômico. 9 (UFG-GO) Transições eletrônicas, em que fótons são absorvidos ou emitidos, são responsáveis por muitas das cores que percebemos. Na figura ao lado, vê-se parte do diagrama de energia do átomo de hidrogênio. Na transição indicada (E 3 E ), um fóton de energia: a),9 ev é emitido. d),9 ev é absorvido. b),9 ev é absorvido. e) 3, ev é emitido. c),9 ev é emitido. E 5 E E 3 E 5 3, (,5) E 5,9 ev O fóton emitido possui,9 ev de energia. Energia (ev),5 3, E 3 E 3,6 E 6

22 (UFPA) Roberval vai ao dentista e, antes de ser submetido a uma radiografia, solicita o protetor de tireóide (pequeno avental de chumbo que envolve o pescoço). Como a clínica não dispunha de tal equipamento, Roberval citou o Código de Proteção Radiológica em Odontologia, Parte, item 35:... É recomendado o uso adicional de blindagem para tireóide nas radiografias intra-orais,... e se retirou perguntando: Se eu não preciso usar o protetor, por que você se retira da sala e dispara o feixe por controle remoto?. Apesar de o feixe de raios X ser direcional e apontar para o paciente, o espalhamento desta radiação pode levar perigo ao dentista. Identifique e descreva o fenômeno responsável por este espalhamento. O fenômeno é o efeito Compton, segundo o qual, fótons de alta energia de comprimento de onda λ (raios X), ao incidirem em alvos de carbono fracamente ligados ao núcleo, produzem feixes de raios X em que predominam um comprimento de onda incidente λ i e outro com comprimento de onda λ s. O primeiro é desviado por difração (na estrutura cristalina da face) e o segundo, originário de fótons espalhados no choque entre os fótons incidentes dos raios X e os elétrons livres da face. (ITA-SP) Um átomo de hidrogênio tem níveis de energia discretos dados pela equação 3,6 E 5 ev, em que (n Z n ). Sabendo que um fóton de energia,9 ev excitou o átomo do n n estado fundamental (n 5 ) até o estado p, qual deve ser o valor de p? Justifique. O primeiro nível de energia do átomo de hidrogênio (estado fundamental) é: 3,6 E 5 E 5 3,6 ev Ao receber um fóton de energia,9 ev, o átomo é excitado a um estado p, cuja energia é dada por: E p 5 3,6,9 E p 5 3,6 ev Utilizando a equação fornecida, conclui-se que o valor de p é dado por: 3,6 3,6 E 5 3, 5 p p p p 5 7

23 p. 9 (UFMG) Em um tipo de tubo de raios X, elétrons acelerados por uma diferença de potencial de,? V atingem um alvo de metal, onde são violentamente desacelerados. Ao atingir o metal, toda a energia cinética dos elétrons é transformada em raios X. (Dado: e 5,6? 9 C.) a) Calcule a energia cinética que um elétron adquire ao ser acelerado pela diferença de potencial. b) Calcule o menor comprimento de onda possível para raios X produzidos por este tubo. a) O trabalho realizado sobre o elétron é igual à variação da energia cinética deste. Por outro lado, o trabalho é, também, igual à diferença de potencial a que o elétron é submetido, multiplicado pela sua carga. Assim: E c 5 ev 5,6? 9?? J E c 5 3,? 5 J b) A energia de um fóton de raios X é: E 5 hf, em que h é constante de Planck e f, a freqüência dos raios X. O comprimento de onda da onda é: 5 c, em que c é a velocidade da luz. Como toda a energia dos elétrons é transformada f em raios X, a energia máxima que um fóton adquire é E 5 E c ; portanto, o comprimento de onda h 3 8 c 6,6?? 3? mínimo do fóton é: ,? m 5 E 3,? c 3 (UFRN) Uma das aplicações do efeito fotoelétrico é o visor noturno, aparelho de visão sensível à radiação infravermelha. Um aparelho desse tipo foi utilizado por membros das forças especiais norteamericanas para observar supostos integrantes da rede Al-Qaeda. Nesse tipo de equipamento, a radiação infravermelha atinge suas lentes e é direcionada para uma placa de vidro revestida de material de baixa função de trabalho (W). Os elétrons arrancados desse material são transformados, eletronicamente, em imagens. A teoria de Einstein para o efeito fotoelétrico estabelece que: E c 5 hf W, sendo: E c, a energia cinética máxima de um fotoelétron; h 5 6,6? 3 J? s, a constante de Planck; f, a freqüência da radiação incidente. Considere que um visor noturno recebe radiação de freqüência f 5,? Hz e que os elétrons mais rápidos ejetados do material têm energia cinética E c 5,9 ev. Sabe-se que a carga do elétron é q 5,6? 9 C e ev 5,6? 9 J. Baseando-se nessas informações, calcule: a) a função do trabalho (W) do material utilizado para revestir a placa de vidro desse visor noturno, em ev; b) o potencial de corte (V ) desse material para freqüência (f) da radiação incidente. a) Calculando o quantum de energia radiante (hf) em ev: hf 5 6,6? 3?,? 5,58? 9 J. ev Calculando a função de trabalho do material E c 5 hf W,9 5 W W 5, ev b) E c 5 ev,9?,6? 9 5,6? 9? V V 5,9 V 8

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples.

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples. Eercícios Movimento Harmônico Simples - MHS 1.Um movimento harmônico simples é descrito pela função = 7 cos(4 t + ), em unidades de Sistema Internacional. Nesse movimento, a amplitude e o período, em unidades

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARALELA 4º BIMESTRE NOME Nº SÉRIE : 1º EM DATA : / / BIMESTRE 3º PROFESSOR: Renato DISCIPLINA: Física 1 VISTO COORDENAÇÃO ORIENTAÇÕES: 1. O trabalho deverá ser feito em papel

Leia mais

Física Quântica Caex 2005 Série de exercícios 1

Física Quântica Caex 2005 Série de exercícios 1 Física Quântica Caex 005 Questão 1 Se as partículas listadas abaixo têm todas a mesma energia cinética, qual delas tem o menor comprimento de onda? a) elétron b) partícula α c) nêutron d) próton Questão

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27 1 FÍSICA Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 01. Considere que cerca de 70% da massa do corpo humano é constituída de água. Seja 10 N, a ordem de grandeza do número de moléculas de água no corpo de um

Leia mais

Aula de Véspera - Inv-2009 Professor Leonardo

Aula de Véspera - Inv-2009 Professor Leonardo 01. Dois astronautas, A e B, encontram-se livres na parte externa de uma estação espacial, sendo desprezíveis as forças de atração gravitacional sobre eles. Os astronautas com seus trajes espaciais têm

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Goiânia, de de 2014 Aluno(a): ou h = 4,14 10 15 ev s é a O ÁTOMO DE BOHR

LISTA DE EXERCÍCIOS Goiânia, de de 2014 Aluno(a): ou h = 4,14 10 15 ev s é a O ÁTOMO DE BOHR LISTA DE EXERCÍCIOS Goiânia, de de 2014 Aluno(a): Série: 3ª Turma: Disciplina: Física Professor: Hélio Código: INTRODUÇÃO À FÍSICA MODERNA Física Clássica: Física desenvolvida antes de 1900. Física Moderna:

Leia mais

Propriedades Corpusculares da. First Prev Next Last Go Back Full Screen Close Quit

Propriedades Corpusculares da. First Prev Next Last Go Back Full Screen Close Quit Propriedades Corpusculares da Radiação First Prev Next Last Go Back Full Screen Close Quit Vamos examinar dois processos importantes nos quais a radiação interage com a matéria: Efeito fotoelétrico Efeito

Leia mais

Com base no enunciado, nas figuras e nos conhecimentos sobre mecânica e eletromagnetismo, considere as afirmativas a seguir.

Com base no enunciado, nas figuras e nos conhecimentos sobre mecânica e eletromagnetismo, considere as afirmativas a seguir. 1.A obra Molhe Espiral (acima) faz lembrar o modelo atômico planetário, proposto por Ernest Rutherford (Fig. 1). Esse modelo satisfaz as observações experimentais de desvio de partículas alfa ao bombardearem

Leia mais

Resolução O período de oscilação do sistema proposto é dado por: m T = 2π k Sendo m = 250 g = 0,25 kg e k = 100 N/m, vem:

Resolução O período de oscilação do sistema proposto é dado por: m T = 2π k Sendo m = 250 g = 0,25 kg e k = 100 N/m, vem: 46 c FÍSICA Um corpo de 250 g de massa encontra-se em equilíbrio, preso a uma mola helicoidal de massa desprezível e constante elástica k igual a 100 N/m, como mostra a figura abaixo. O atrito entre as

Leia mais

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2 OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s ; para a massa específica

Leia mais

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B.

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B. 04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A e m B, sendo m A < m B, afirma-se que 01. Um patrulheiro, viajando em um carro dotado de radar a uma

Leia mais

FÍSICA. Dados: Velocidade da luz no vácuo: 3,0 x 10 8 m/s Aceleração da gravidade: 10 m/s 2 1 4πε. Nm 2 /C 2

FÍSICA. Dados: Velocidade da luz no vácuo: 3,0 x 10 8 m/s Aceleração da gravidade: 10 m/s 2 1 4πε. Nm 2 /C 2 Dados: FÍSICA Velocidade da luz no vácuo: 3,0 x 10 8 m/s Aceleração da gravidade: 10 m/s 1 4πε 0 = 9,0 10 9 Nm /C Calor específico da água: 1,0 cal/g o C Calor latente de evaporação da água: 540 cal/g

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DA UFPR (2015) FÍSICA A (PROF. HAUSER)

RESOLUÇÃO DA PROVA DA UFPR (2015) FÍSICA A (PROF. HAUSER) DA PROVA DA UFPR (2015) FÍSICA A (PROF. HAUSER) 01)Um veículo está se movendo ao longo de uma estrada plana e retilínea. Sua velocidade em função do tempo, para um trecho do percurso, foi registrada e

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

As histórias de super-heróis estão sempre repletas de feitos incríveis. Um desses feitos é o salvamento, no último segundo, da mocinha que cai de uma

As histórias de super-heróis estão sempre repletas de feitos incríveis. Um desses feitos é o salvamento, no último segundo, da mocinha que cai de uma As histórias de super-heróis estão sempre repletas de feitos incríveis. Um desses feitos é o salvamento, no último segundo, da mocinha que cai de uma grande altura. Considere a situação em que a desafortunada

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Instituto de Ciência e Tecnologia Bacharelado em Ciência e Tecnologia

Universidade Federal de São Paulo Instituto de Ciência e Tecnologia Bacharelado em Ciência e Tecnologia Universidade Federal de São Paulo Instituto de Ciência e Tecnologia Bacharelado em Ciência e Tecnologia Oscilações 1. Movimento Oscilatório. Cinemática do Movimento Harmônico Simples (MHS) 3. MHS e Movimento

Leia mais

Física. Resolução. Q uestão 01 - A

Física. Resolução. Q uestão 01 - A Q uestão 01 - A Uma forma de observarmos a velocidade de um móvel em um gráfico d t é analisarmos a inclinação da curva como no exemplo abaixo: A inclinação do gráfico do móvel A é maior do que a inclinação

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática Questões COVEST Física Elétrica Prof. Rogério Porto Assunto: Eletrostática 1. Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma carga Q. Uma terceira esfera C, inicialmente descarregada e idêntica às esferas

Leia mais

Física - QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 20 pontos) RASCUNHO

Física - QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 20 pontos) RASCUNHO Física - QUESTÕES de 01 a 06 LEIA CUIDADOSAMENTE O ENUNCIADO DE CADA QUESTÃO, FORMULE SUAS RESPOSTAS COM OBJETIVIDADE E CORREÇÃO DE LINGUAGEM E, EM SEGUIDA, TRANSCREVA COMPLETA- MENTE CADA UMA NA FOLHA

Leia mais

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos:

Neste ano estudaremos a Mecânica, que divide-se em dois tópicos: CINEMÁTICA ESCALAR A Física objetiva o estudo dos fenômenos físicos por meio de observação, medição e experimentação, permite aos cientistas identificar os princípios e leis que regem estes fenômenos e

Leia mais

FÍSICA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FAÇA LETRA LEGÍVEL

FÍSICA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FAÇA LETRA LEGÍVEL FÍSICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém oito questões, constituídas de itens e subitens, abrangendo um total de doze páginas,

Leia mais

OSCILAÇÕES: Movimento Harmônico Simples - M. H. S.

OSCILAÇÕES: Movimento Harmônico Simples - M. H. S. Por Prof. Alberto Ricardo Präss Adaptado de Física de Carlos Alberto Gianotti e Maria Emília Baltar OSCILAÇÕES: Movimento Harmônico Simples - M. H. S. Todo movimento que se repete em intervelos de tempo

Leia mais

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 A L 0 H mola apoio sem atrito B A figura acima mostra um sistema composto por uma parede vertical

Leia mais

horizontal, se choca frontalmente contra a extremidade de uma mola ideal, cuja extremidade oposta está presa a uma parede vertical rígida.

horizontal, se choca frontalmente contra a extremidade de uma mola ideal, cuja extremidade oposta está presa a uma parede vertical rígida. Exercícios: Energia 01. (UEPI) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas das frases abaixo. O trabalho realizado por uma força conservativa, ao deslocar um corpo entre dois pontos é da

Leia mais

Pêndulo simples 1 - 2 -

Pêndulo simples 1 - 2 - Pêndulo simples 1 - (UEM) Suponha que um pequeno corpo, de massa m, esteja preso na extremidade de um fio de peso desprezível, cujo comprimento é L, oscilando com pequena amplitude, em um plano vertical,

Leia mais

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças 1) (UNIGRANRIO) Um veículo de massa 1200kg se desloca sobre uma superfície plana e horizontal. Em um determinado instante passa a ser acelerado uniformemente, sofrendo uma variação de velocidade representada

Leia mais

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D

Lista 1 Cinemática em 1D, 2D e 3D UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE ESTUDOS BÁSICOS E INSTRUMENTAIS CAMPUS DE ITAPETINGA PROFESSOR: ROBERTO CLAUDINO FERREIRA DISCIPLINA: FÍSICA I Aluno (a): Data: / / NOTA: Lista

Leia mais

Fuvest 2005 2ª fase FÍSICA

Fuvest 2005 2ª fase FÍSICA Fuvest 2005 2ª fase FÍSICA 1. Procedimento de segurança, em auto-estradas, recomenda que o motorista mantenha uma distância de 2 segundos do carro que está à sua frente, para que, se necessário, tenha

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

Aula 8 Fótons e ondas de matéria II. Física Geral F-428

Aula 8 Fótons e ondas de matéria II. Física Geral F-428 Aula 8 Fótons e ondas de matéria II Física Geral F-428 1 Resumo da aula anterior: Planck e o espectro da radiação de um corpo negro: introdução do conceito de estados quantizados de energia para os osciladores

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

Física Moderna: -Efeito Fotoelétrico -Quântica - Radioatividade - Teoria da Relatividade

Física Moderna: -Efeito Fotoelétrico -Quântica - Radioatividade - Teoria da Relatividade Física Moderna: -Efeito Fotoelétrico -Quântica - Radioatividade - Teoria da Relatividade 1. (Fuvest 013) Em uma reação de síntese, induzida por luz vermelha de frequência f igual a 4,3 10 Hz, ocorreu a

Leia mais

22/Abr/2015 Aula 15. 17/Abr/2015 Aula 14

22/Abr/2015 Aula 15. 17/Abr/2015 Aula 14 17/Abr/2015 Aula 14 Introdução à Física Quântica Radiação do corpo negro; níveis discretos de energia. Efeito foto-eléctrico: - descrições clássica e quântica - experimental. Efeito de Compton. 22/Abr/2015

Leia mais

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Um pequeno refrigerador para estocar vacinas está inicialmente desconectado da rede elétrica e o ar em seu interior encontra-se

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

Questão 37. Questão 39. Questão 38. alternativa D. alternativa D

Questão 37. Questão 39. Questão 38. alternativa D. alternativa D Questão 37 Os movimentos de dois veículos, e, estão registrados nos gráficos da figura. s(m) 37 3 22 1 7 t(s) 1 1 2 Sendo os movimentos retilíneos, a velocidade do veículo no instante em que alcança é

Leia mais

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A 1. (UFRGS-2) Ao resolver um problema de Física, um estudante encontra sua resposta expressa nas seguintes unidades: kg.m 2 /s 3. Estas unidades representam (A) força. (B) energia. (C) potência. (D) pressão.

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C Questão 46 O movimento de uma partícula é caracterizado por ter vetor velocidade e vetor aceleração não nulo de mesma direção. Nessas condições, podemos afirmar que esse movimento é a) uniforme. b) uniformemente

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F11 Ondulatória

Física. Resolução das atividades complementares. F11 Ondulatória Resolução das atividades complementares 4 Física F11 Ondulatória p. 3 1 (UFPB) Considere o texto: São ondas aquelas em que a direção de propagação é perpendicular à direção de vibração, enquanto ondas

Leia mais

Problemas de Mecânica e Ondas 11

Problemas de Mecânica e Ondas 11 Problemas de Mecânica e Ondas 11 P. 11.1 ( Exercícios de Física, A. Noronha, P. Brogueira) Dois carros com igual massa movem-se sem atrito sobre uma mesa horizontal (ver figura). Estão ligados por uma

Leia mais

Questão 1 Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1 Questão 2. Resposta. Resposta ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço a ela reservado. Não basta escrever apenas o resultado final: é necessário mostrar os cálculos ou o raciocínio utilizado. Utilize g 10 m/s

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2011 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 Um varal de roupas foi construído utilizando uma haste rígida DB de massa desprezível, com

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR Física

PRÉ-VESTIBULAR Física PRÉ VESTIBULAR Física / / PRÉ-VESTIBULAR Aluno: Nº: Turma: Exercícios Fenômenos Lista de sites com animações (Java, em sua maioria) que auxiliam a visualização de alguns fenômenos: Reflexão e refração:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS Campus Itumbiara

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS Campus Itumbiara MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS Campus Itumbiara Docente: Prof. Frederico Mercadante Aluno(a): Técnicos

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 A energia que um atleta gasta pode ser determinada pelo volume de oxigênio por ele consumido na respiração. Abaixo está apresentado o gráfico do volume V de oxigênio, em litros por minuto, consumido

Leia mais

A figura a seguir representa um atleta durante um salto com vara, em três instantes distintos

A figura a seguir representa um atleta durante um salto com vara, em três instantes distintos Energia 1-Uma pequena bola de borracha, de massa 50g, é abandonada de um ponto A situado a uma altura de 5,0m e, depois de chocar-se com o solo, eleva-se verticalmente até um ponto B, situado a 3,6m. Considere

Leia mais

ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE:

ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE: Professor: Edney Melo ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE: 01. As pirâmides do Egito estão entre as construções mais conhecidas em todo o mundo, entre outras coisas pela incrível capacidade de engenharia

Leia mais

SEL 705 - FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS. (1. Raios-X) Prof. Homero Schiabel (Sub-área de Imagens Médicas)

SEL 705 - FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS. (1. Raios-X) Prof. Homero Schiabel (Sub-área de Imagens Médicas) SEL 705 - FUNDAMENTOS FÍSICOS DOS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE IMAGENS (1. Raios-X) Prof. Homero Schiabel (Sub-área de Imagens Médicas) III. RAIOS-X 1. HISTÓRICO Meados do séc. XIX - Maxwell: previu a existência

Leia mais

Professor Felipe Técnico de Operações P-25 Petrobras

Professor Felipe Técnico de Operações P-25 Petrobras Professor Felipe Técnico de Operações P-25 Petrobras Contatos : Felipe da Silva Cardoso professorpetrobras@gmail.com www.professorfelipecardoso.blogspot.com skype para aula particular online: felipedasilvacardoso

Leia mais

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE Lista de Eletrostática da UFPE e UPE 1. (Ufpe 1996) Duas pequenas esferas carregadas repelem-se mutuamente com uma força de 1 N quando separadas por 40 cm. Qual o valor em Newtons da força elétrica repulsiva

Leia mais

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 01 - A figura mostra um sistema massa-mola que pode oscilar livremente, sem atrito, sobre a superfície horizontal e com resistência do ar desprezível. Nesse

Leia mais

GABARITO DO SIMULADO DISCURSIVO

GABARITO DO SIMULADO DISCURSIVO GABARITO DO SIMULADO DISCURSIVO 1. (Unifesp 013) O atleta húngaro Krisztian Pars conquistou medalha de ouro na olimpíada de Londres no lançamento de martelo. Após girar sobre si próprio, o atleta lança

Leia mais

18 a QUESTÃO Valor: 0,25

18 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a A 0 a QUESTÃO FÍSICA 8 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a QUESTÃO Valor: 0,25 Entre as grandezas abaixo, a única conservada nas colisões elásticas, mas não nas inelásticas é o(a): 2Ω 2 V 8Ω 8Ω 2 Ω S R 0 V energia

Leia mais

PROVA UPE 2012 TRADICIONAL(RESOLVIDA)

PROVA UPE 2012 TRADICIONAL(RESOLVIDA) PROVA UPE 2012 TRADICIONAL(RESOLVIDA) 33 - Sete bilhões de habitantes, aproximadamente, é a população da Terra hoje. Assim considere a Terra uma esfera carregada positivamente, em que cada habitante seja

Leia mais

Capítulo 4 Trabalho e Energia

Capítulo 4 Trabalho e Energia Capítulo 4 Trabalho e Energia Este tema é, sem dúvidas, um dos mais importantes na Física. Na realidade, nos estudos mais avançados da Física, todo ou quase todos os problemas podem ser resolvidos através

Leia mais

EXERCÍCIOS ESTRUTURA ELETRONICA

EXERCÍCIOS ESTRUTURA ELETRONICA EXERCÍCIOS ESTRUTURA ELETRONICA Questão 1 O molibdênio metálico tem de absorver radiação com frequência mínima de 1,09 x 10 15 s -1 antes que ele emita um elétron de sua superfície via efeito fotoelétrico.

Leia mais

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo.

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo. (MECÂNICA, ÓPTICA, ONDULATÓRIA E MECÂNICA DOS FLUIDOS) 01) Um paraquedista salta de um avião e cai livremente por uma distância vertical de 80 m, antes de abrir o paraquedas. Quando este se abre, ele passa

Leia mais

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS 1. (Uerj) Duas partículas de cargas +4Q e -Q coulombs estão localizadas sobre uma linha, dividida em três regiões I, II e III, conforme a figura abaixo. Observe que as distâncias

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FÍSICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Provas contém seis questões, constituídas de itens e subitens,

Leia mais

EFEITO FOTOELÉTRICO. J.R. Kaschny

EFEITO FOTOELÉTRICO. J.R. Kaschny EFEITO FOTOELÉTRICO J.R. Kaschny Histórico 1886-1887 Heinrich Hertz realizou experimentos que pela primeira vez confirmaram a existência de ondas eletromagnéticas e a teoria de Maxwell sobre a propagação

Leia mais

a) o momento linear que o carrinho adquire no instante t=3 s; b) a distância percorrida pelo carrinho no terceiro intervalo de tempo.

a) o momento linear que o carrinho adquire no instante t=3 s; b) a distância percorrida pelo carrinho no terceiro intervalo de tempo. 1 - (PUC-PR-2002) Há alguns anos, noticiou-se que um avião foi obrigado a fazer um pouso de emergência em virtude de uma trinca no parabrisa causada pela colisão com uma pedra de gelo. a) o momento linear

Leia mais

Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON

Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON Aluno (a): N Série: 1º Professor : Vinicius Jacques Data: 03/08/2010 Disciplina: FÍSICA EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES / LEIS DE NEWTON 01. Explique a função do cinto de segurança de um carro, utilizando o

Leia mais

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola. INTRODUÇÃO No experimento anterior foi verificado, teoricamente e experimentalmente, que o período de oscilação de um pêndulo simples é determinado pelo seu

Leia mais

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará.

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará. TC 3 UECE 01 FASE POF.: Célio Normando Conteúdo: Lâmpadas Incandescentes 1. A lâmpada incandescente é um dispositivo elétrico que transforma energia elétrica em energia luminosa e energia térmica. Uma

Leia mais

EFEITO COMPTON. J.R. Kaschny

EFEITO COMPTON. J.R. Kaschny EFEITO COMPTON J.R. Kaschny Os Experimentos de Compton Das diversas interações da radiação com a matéria, um destaque especial é dado ao efeito, ou espalhamento, Compton - Arthur Holly Compton (93, Nobel

Leia mais

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Unidade III: Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) 3.1- Aceleração Escalar (a): Em movimentos nos quais as velocidades dos móveis variam com o decurso do tempo, introduz-se o conceito de uma grandeza

Leia mais

Questão 48. Questão 46. Questão 47. alternativa A. alternativa D. alternativa A

Questão 48. Questão 46. Questão 47. alternativa A. alternativa D. alternativa A Questão 46 Do alto de um edifício, lança-se horizontalmente uma pequena esfera de chumbo com velocidade de 8 m/s. Essa esfera toca o solo horizontal a uma distância de 24 m da base do prédio, em relação

Leia mais

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A.

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A. FISIC 01. Raios solares incidem verticalmente sobre um canavial com 600 hectares de área plantada. Considerando que a energia solar incide a uma taxa de 1340 W/m 2, podemos estimar a ordem de grandeza

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES. VERIFIQUE SE ESTÁ COMPLETO. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS VERIFIQUE SE NA PÁGINA CORRESPONDENTE À RESPOSTA DAS QUESTÕES 01, 06 E 08 APARECE UM DESENHO

Leia mais

Física setor F 01 unidade 01

Física setor F 01 unidade 01 Vale relembrar três casos particulares: ) a r e b r tem mesma direção e mesmo sentido: a b s = a+ b s ) a r e b r têm mesma direção e sentidos opostos: a s = a b s b a r e b r têm direções perpendiculares

Leia mais

A Mecânica Quântica nasceu em 1900, com um trabalho de Planck que procurava descrever o espectro contínuo de um corpo negro.

A Mecânica Quântica nasceu em 1900, com um trabalho de Planck que procurava descrever o espectro contínuo de um corpo negro. Radiação de Corpo Negro Uma amostra metálica como, por exemplo, um prego, em qualquer temperatura, emite radiação eletromagnética de todos os comprimentos de onda. Por isso, dizemos que o seu espectro

Leia mais

a) os módulos das velocidades angulares ωr NOTE E ADOTE

a) os módulos das velocidades angulares ωr NOTE E ADOTE 1. Um anel condutor de raio a e resistência R é colocado em um campo magnético homogêneo no espaço e no tempo. A direção do campo de módulo B é perpendicular à superfície gerada pelo anel e o sentido está

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (,0 pontos) Avaliador evisor Vários fenômenos físicos podem ser explicados pela propagação retilínea da luz em meios homogêneos. Essa hipótese é conhecida como o modelo do raio luminoso da

Leia mais

Plano Inclinado com e sem atrito

Plano Inclinado com e sem atrito Plano Inclinado com e sem atrito 1. (Uerj 2013) Um bloco de madeira encontra-se em equilíbrio sobre um plano inclinado de 45º em relação ao solo. A intensidade da força que o bloco exerce perpendicularmente

Leia mais

Exercícios 6 Aplicações das Leis de Newton

Exercícios 6 Aplicações das Leis de Newton Exercícios 6 plicações das Leis de Newton Primeira Lei de Newton: Partículas em Equilíbrio 1. Determine a intensidade e o sentido de F de modo que o ponto material esteja em equilíbrio. Resp: = 31,8 0,

Leia mais

Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria

Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria Problemas de Termodinâmica e Estrutura da Matéria 5 a série 5.1) O filamento de tungsténio de uma lâmpada incandescente está à temperatura de 800 C. Determine o comprimento de onda da radiação emitida

Leia mais

TIPO-A FÍSICA. x v média. t t. x x

TIPO-A FÍSICA. x v média. t t. x x 12 FÍSICA Aceleração da gravidade, g = 10 m/s 2 Constante gravitacional, G = 7 x 10-11 N.m 2 /kg 2 Massa da Terra, M = 6 x 10 24 kg Velocidade da luz no vácuo, c = 300.000 km/s 01. Em 2013, os experimentos

Leia mais

s t 2) V m s = V m . t = 35. 2240 (km) s 7,9. 10 5 km

s t 2) V m s = V m . t = 35. 2240 (km) s 7,9. 10 5 km 14 A foto, tirada da Terra, mostra uma seqüência de 12 instantâneos do trânsito de Vênus em frente ao Sol, ocorrido no dia 8 de junho de 2004. O intervalo entre esses instantâneos foi, aproximadamente,

Leia mais

ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO

ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO COLÉGIO ESTADUAL RAINHA DA PAZ, ENSINO MÉDIO REPOSIÇÃO DAS AULAS DO DIA 02 e 03/07/2012 DAS 1 ª SÉRIES: A,B,C,D,E e F. Professor MSc. Elaine Sugauara Disciplina de Química ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO As ondas

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 GABARITO DA PROVA DE FÍSICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012 GABARITO DA PROVA DE FÍSICA UFJF CONCURSO VESTIBULAR GABARITO DA PROVA DE FÍSICA Na solução da prova, use quando necessário: Aceleração da gravidade g = m / s ; Densidade da água ρ =, g / cm = kg/m 8 Velocidade da luz no vácuo c

Leia mais

Física Fácil prof. Erval Oliveira. Aluno:

Física Fácil prof. Erval Oliveira. Aluno: Física Fácil prof. Erval Oliveira Aluno: O termo trabalho utilizado na Física difere em significado do mesmo termo usado no cotidiano. Fisicamente, um trabalho só é realizado por forças aplicadas em corpos

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Cursos Gerais Programa novo implementado em 2005/2006 PROVA 615/16 Págs. Duração da prova: 120 minutos

Leia mais

E irr = P irr T. F = m p a, F = ee, = 2 10 19 14 10 19 2 10 27 C N. C kg = 14 1027 m/s 2.

E irr = P irr T. F = m p a, F = ee, = 2 10 19 14 10 19 2 10 27 C N. C kg = 14 1027 m/s 2. FÍSICA 1 É conhecido e experimentalmente comprovado que cargas elétricas aceleradas emitem radiação eletromagnética. Este efeito é utilizado na geração de ondas de rádio, telefonia celular, nas transmissões

Leia mais

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa E. alternativa C. alternativa D. Características Amostra 1 Amostra 2. Pressão (atm) 1,0 0,5

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa E. alternativa C. alternativa D. Características Amostra 1 Amostra 2. Pressão (atm) 1,0 0,5 Questão 46 Um corpo de 50 g de massa encontra-se em equilíbrio, preso a uma mola helicoidal de massa desprezíel e constante elástica k igual a 100 N/m, como mostra a figura a seguir. O atrito entre as

Leia mais

Ondulatória. F01 MHS Movimento Harmônico Simples

Ondulatória. F01 MHS Movimento Harmônico Simples IME ITA Apostila ITA 1.1 Movimentos Periódicos Ondulatória F01 MHS Movimento Harmônico Simples Um fenômeno é periódico quando se repete, identicamente, em intervalos de tempo iguais. O período T é o menor

Leia mais

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica.

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Lista para a Terceira U.L. Trabalho e Energia 1) Um corpo de massa 4 kg encontra-se a uma altura de 16 m do solo. Admitindo o solo como nível de referência e supondo g = 10 m/s 2, calcular sua energia

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

Resolução de Provas 2009

Resolução de Provas 2009 Resolução de Provas 2009 01.No bebedouro doméstico representado na figura, a água do garrafão virado para baixo, de boca aberta, não vaza para o recipiente onde ele se apóia, devido à pressão atmosférica.

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Física

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Física Vestibular URGS 2015 Resolução da Prova de ísica 1. Alternativa (C) O módulo da velocidade relativa de móveis em movimentos retilíneos de sentidos opostos pode ser obtido pela expressão matemática: v r

Leia mais

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli 1. A figura abaixo mostra o mapa de uma cidade em que as ruas retilíneas se cruzam perpendicularmente e cada quarteirão

Leia mais

Lista de refração e reflexão Ondulatória - Prof. Flávio

Lista de refração e reflexão Ondulatória - Prof. Flávio 1. (Ufu 2006) João corre assoviando em direção a uma parede feita de tijolos, conforme figura a seguir. A frequência do assovio de João é igual a f(inicial). A frequência da onda refletida na parede chamaremos

Leia mais

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02 Quando necessário considere: g = 10 m/s 2, densidade da água = 1 g/cm 3, 1 atm = 10 5 N/m 2, c água = 1 cal/g. 0 C, R = 8,31 J/mol.K, velocidade do som no ar = 340 m/s e na água = 1500 m/s, calor específico

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN NOME: TURMA: PROFESSOR: G:\2014\Pedagógico\Documentos\Exercicios\Est_Comp_Rec_Parcial\1ª Série\Física.

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN NOME: TURMA: PROFESSOR: G:\2014\Pedagógico\Documentos\Exercicios\Est_Comp_Rec_Parcial\1ª Série\Física. NOME: TURMA: PROFESSOR: 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DOS MOVIMENTOS Movimento: Um corpo está em movimento quando a posição entre este corpo e um referencial varia com o tempo. Este é um conceito relativo, pois

Leia mais

F-128 Física Geral I 2 o Semestre 2012 LISTA DO CAPÍTULO 9

F-128 Física Geral I 2 o Semestre 2012 LISTA DO CAPÍTULO 9 Questão 1: a) Ache as coordenadas do centro de massa (CM) da placa homogênea OABCD indicada na figura, dividindo-a em três triângulos iguais; b) Mostre que se obtém o mesmo resultado calculando o CM do

Leia mais

FÍSICA MODERNA PROFº MÁRCIO LISTA I

FÍSICA MODERNA PROFº MÁRCIO LISTA I FÍSICA MODERNA PROFº MÁRCIO LISTA I 1. Não é radiação eletromagnética: a) infravermelho. b) ultravioleta. c) luz visível. d) ondas de rádio. e) ultra-som. 2. (UFRS) Das afirmações que se seguem: I. A velocidade

Leia mais

Do local onde está, Paulo não vê Pedro, mas escuta-o muito bem porque, ao passarem pela quina do barranco, as ondas sonoras sofrem

Do local onde está, Paulo não vê Pedro, mas escuta-o muito bem porque, ao passarem pela quina do barranco, as ondas sonoras sofrem Lista de exercícios -Fenômenos Física Dudu 1-Pedro está trabalhando na base de um barranco e pede uma ferramenta a Paulo, que está na parte de cima (ver figura). Além do barranco, não existe, nas proximidades,

Leia mais

Exercícios de Física Gravitação Universal

Exercícios de Física Gravitação Universal Exercícios de Física Gravitação Universal 1-A lei da gravitação universal de Newton diz que: a) os corpos se atraem na razão inversa de suas massas e na razão direta do quadrado de suas distâncias. b)

Leia mais