Economia e Gestão. Descrição geral EGE006/007/008/009/010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Economia e Gestão. Descrição geral EGE006/007/008/009/010"

Transcrição

1 Economia e Gestão Descrição geral EGE006/007/008/009/010

2 Conteúdo 1 Enquadramento Perfil de entrada Perfil de saída Organização Plano curricular Áreas científicas Tronco comum (EGE-006) Primeiro ano Segundo ano Variante Auditoria Financeira (EGE-007) Terceiro ano Quarto ano Variante Banca e Seguros (EGE-008) Terceiro ano Quarto ano Variante Administração e Controlo Financeiro (EGE-009) Terceiro ano Quarto ano Variante Projectos de Desenvolvimento e Cooperação (EGE-010) Terceiro ano Quarto ano Seminários Seminário de antropologia/ Seminário de Pensamento crítico, Ciência e Sociedade Outros seminários s GES048 Administração de instituições financeiras GES054 Análise de risco do banco e de seguros MAT001 Análise matemática GES033 Auditoria de gestão e previsional GES018 Auditoria financeira GES016 Auditoria fiscal ECO024 Banca e seguros no comércio internacional GES013 Cálculo financeiro GES014 Contabilidade analítica GES053 Contabilidade financeira na óptica bancária e de seguros GES002 Contabilidade geral GES003 Contabilidade geral GES084 Contabilidade geral GES032 Contabilidade Internacional GES028 Contabilidade pública CPO003 Cooperação internacional GES055 Diagnóstico económico e financeiro de empresas DIR006 Direito administrativo DIR005 Direito comercial e económico DIR016 Direito da banca e seguros DIR004 Direito internacional DIR002 Direito laboral...17 EGE /30

3 ECO007 Econometria e métodos de previsão ECO004 Economia da empresa ECO017 Economia e concorrência ECO006 Economia internacional EST002 Estágio de Licenciatura MAT003 Estatística descritiva MAT004 Estatística matemática GES026 Estratégia empresarial GES031 Finanças empresariais ECO009 Finanças internacionais ECO012 Finanças públicas GES007 Fiscalidade ECO010 Geografia económica e política GES009 Gestão de projectos GES005 Gestão de recursos humanos GES004 Gestão financeira GES056 Gestão financeira e controlo bancário GES006 Gestão orçamental ECO008 Globalização e estratégias de cooperação GES038 Governança corporativa ECO005 História do pensamento económico e social INF025 Informática aplicada CCO002 Inglês GES049 Introdução à actividade seguradora GES001 Introdução à Gestão INF001 Introdução à Informática ECO022 Introdução às ciências actuariais GES027 Marketing GES012 Marketing internacional GES051 Marketing na banca e seguros MEM002 Memória de Licenciatura ECO027 Mercados de capitais ECO028 Métodos e técnicas de investigação em economia GES015 Negócios internacionais ECO017 Operações bancárias GES037 Operações financeiras internacionais CPO002 Organizações internacionais CPO001 Política internacional GES050 Produtos e serviços bancários CPO004 Projectos de cooperação SOC026 Seminário de antropologia SOC 081 Seminário de pensamento crítico, ciência e sociedade GES029 Sistemas de controlo de gestão CCO001 Técnicas de expressão oral e escrita DIR007 Teoria geral do Estado e Direito constitucional ECO030 Teorias macroeconómicas ECO029 Teorias microeconómicas...30 EGE /30

4 1 Enquadramento O curso de Economia e Gestão da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, tem por objectivo formar profissionais competentes nas áreas da Economia, Gestão e Administração de Empresas, e a intervenção e cooperação intercultural, assim como, possibilitar a formação de carácter inter e transr, formando profissionais capazes de responder adequadamente aos novos desafios nas áreas da Economia e Gestão. Tendo em conta os fenómenos de mundanização e globalização económica, tal capacidade afigura-se como particularmente vital num país como Cabo Verde, onde o intercâmbio é um traço marcante. Este curso ganha também particular relevo e importância acrescida no contexto do desenvolvimento económico em Cabo Verde. Sabendo-se da importância de mão-de-obra qualificada, o curso de Economia e Gestão procura contribuir para o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo Verde. 2 O objectivo é dotar os estudantes com conhecimentos técnicos e capacidades analíticas que lhes permitirão compreender e abordar novos problemas e desafios nas áreas económicas e de gestão empresarial. O desenvolvimento de capacidades analíticas e técnicas permitirão à adaptação a um mundo em acelerada transformação, aumentando as competências profissionais e humanas dos graduados. O desenvolvimento de tais competências implica necessariamente a abertura à interridade, preparando os formandos para o diálogo com profissionais de outras áreas. 2.1 Perfil de entrada O candidato ao curso deve possuir os requisitos definidos na legislação cabo-verdiana, cumprindo as condições de ingresso ao ensino superior, isto é, ter o 12º ano do ensino secundário ou equivalente. nuclear obrigatória: Matemática. 2.2 Perfil de saída No final dos quatro anos, os formados nesta área estarão dotados de conhecimentos técnicos na área de gestão e na área económica, sendo familiarizados com conceitos teóricos e empíricos nestas áreas. Para além disso, terão competência de pesquisa e análise que lhes permitirão abordar novos problemas e desafios, inevitáveis no contexto da crescente integração económica, social e cultural mundial. Os formados neste curso estarão portanto preparados para diversas áreas profissionais, entre as quais há a salientar a banca e os seguros, a administração pública, a consultoria-auditoria, a gestão de empresas, administração e controlo financeiro, a investigação ou ainda na em projectos de desenvolvimento e cooperação, de acordo com as especificidades das variantes escolhidas. 3 Organização Este curso tem uma estrutura monoetápica de quatro anos com uma carga horária total obrigatória de 2490 horas de contacto e uma carga horária suplementar (sob forma de seminários) com um total máximo de 360 horas, o que dará o direito ao título de Licenciado em Economia e Gestão, com especialização nas áreas afins. Todos os anos lectivos estão divididos em dois semestres de 300h de contacto cada, com quinze semanas efectivas de duração. O curso comporta oito semestres, constituindo os quatro primeiros tronco comum e os quatro restantes reservados às áreas afins, apresentadas sob forma de variantes. Assim, este plano curricular oferece quatro variantes: a variante Auditoria financeira (EGE-007), a variante Banca e Seguros (EGE-008) a variante Administração e Controlo Financeiro (EGE-009) e a variante Projectos de Cooperação e Desenvolvimento (EGE-010). EGE /30

5 A variante Auditoria Financeira (EGE-007), composto de cadeiras de gestão centrada em contabilidade e finanças empresariais, proporcionando o desenvolvimento de competências próprias para uma carreira profissional de auditor externo / interno, ou em contabilidade. A variante Banca e Seguros (EGE-008), visa a preparação de profissionais para a actuação em instituições bancárias com uma formação académica compatível com as exigências do sector, incapacitando-os para que possam planear, implantar, desenvolver e gerir actividades administrativas negociais. A variante Administração e Controlo Financeiro (EGE-009) visa preparação de profissionais de elevada qualificação capazes de dar respostas as necessidades das empresas e outras instituições, de técnicos com formação adequada, nomeadamente nas áreas administrativas contabilística e financeira. A variante Projectos de Desenvolvimento e Cooperação (EGE-010) visa preparação de profissionais de elevada qualificação capazes de dar respostas as necessidades das organizações e instituições, de técnicos com formação adequada, nomeadamente nas áreas de elaboração e gestão de projectos de cooperação internacional. No final o estudante deverá desenvolver e apresentar perante o público académico, um trabalho de síntese de carácter científico sob forma de monografia de Licenciatura. A defesa desta é condicionada à validação de todas as cadeiras curriculares. 4 Plano curricular 4.1 Áreas científicas As áreas científicas intervenientes neste curso, num total de 2490 horas de contacto obrigatórias, são estas: Tronco comum (EGE-006) 0405 h - GES Área Científica da Gestão (7 s) 0255 h - ECO Área Científica da Economia (5 s) 0210 h - MAT Área Científica da Matemática (3 s) 0120 h - CCO Área Científica das Ciências da Comunicação (2 s) 0120 h - INF Área Científica da Informática (2 s) 0090 h - DIR Área Científica do Direito (2 s) 0090 h - SOC Área Científica da Sociologia (1 ) Variante Auditoria Financeira (EGE-007) 0720 h - GES Área Científica da Gestão (12 s) 0200 h - EST Área Científica dos Estágios (1 ) 0180 h - ECO Área Científica da Economia (3 s) 0100 h - MEM Área Científica das Memórias (1 ) EGE /30

6 Variante Banca e Seguros (EGE-008) 0615 h - GES Área Científica da Gestão (11 s) 0255 h - ECO Área Científica da Economia (5 s) 0200 h - EST Área Científica dos Estágios (1 ) 0100 h - MEM Área Científica das Memórias (1 ) 0030 h - DIR Área Científica do Direito (1 ) Variante Administração e Controlo Financeiro (EGE-009) 0585 h - GES Área Científica da Gestão (10 s) 0200h - EST Área Científica dos Estágios (1 ) 0180 h - ECO Área Científica da Economia (5 s) 0135 h - DIR Área Científica do Direito (2 s) 0100 h - MEM Área Científica das Memórias (1 ) Variante Projectos de Desenvolvimento e Cooperação (EGE-010) 0315 h - ECO Área Científica da Economia (5 s) 0300 h - CPO Área Científica das Ciências Políticas (4 s) 0210 h - GES Área Científica da Gestão (3 s) 0200 h - EST Área Científica dos Estágios (1 ) 0100 h - MEM Área Científica das Memórias (1 ) 0075 h - DIR Área Científica do Direito (1 ) 4.2 Tronco comum (EGE-006) Primeiro ano Primeiro semestre DIR 002 Direito laboral ECO 005 História do pensamento económico e social ECO 029 Teorias microeconómicas INF 001 Introdução a Informática MAT 001 Analise matemática Segundo semestre CCO 001 Técnicas de expressão oral e escrita CCO 002 Inglês DIR 005 Direito comercial e económico ECO 030 Teorias macroeconómicas GES 001 Introdução à Gestão Obs: 1 GES 002 Contabilidade geral Com a possibilidade do desenvolvimento de um seminário suplementar (à luz do ponto do presente documento) que permita um aprofundamento dos conceitos e aspectos sociológicos do management. EGE /30

7 4.2.2 Segundo ano Primeiro semestre GES 003 Contabilidade geral GES 005 Gestão dos recursos humanos GES 013 Cálculo financeiro INF 025 Informática aplicada MAT 003 Estatística descritiva Segundo semestre ECO 004 Economia da empresa ECO 007 Econometria e métodos de previsão GES 004 Gestão financeira GES 014 Contabilidade analítica MAT 004 Estatística matemática Variante Auditoria Financeira (EGE-007) Terceiro ano Primeiro semestre ECO 027 Mercados de capitais GES 007 Fiscalidade GES 018 Auditoria financeira GES 028 Contabilidade pública GES 084 Contabilidade geral Segundo semestre ES 016 Auditoria fiscal GES 026 Estratégia empresarial ou ECO 017 Operações bancárias GES 029 Sistema de controlo de gestão GES 031 Finanças empresariais GES 033 Auditoria de gestão e provisional EGE /30

8 4.3.2 Quarto ano Primeiro semestre ECO 012 Finanças públicas ECO 028 Métodos e técnicas de investigação em economia GES 009 Gestão de projectos GES 032 Contabilidade Internacional GES 053 Contabilidade financeira na óptica bancária e de seguros Segundo semestre EST 002 Estágio de Licenciatura MEM 002 Memória de Licenciatura Todas Variante Banca e Seguros (EGE-008) Terceiro ano Primeiro semestre ECO 006 Economia internacional ECO 027 Mercados de capitais GES 007 Fiscalidade GES 048 Administração de instituições financeiras GES 049 Introdução à actividade seguradora Segundo semestre DIR 016 Direito da banca e seguros ECO 022 Introdução às ciências actuariais GES 031 Finanças empresariais GES 037 Operações financeiras internacionais GES 050 Produtos e serviços bancários GES 054 Análise de risco do banco e de seguros EGE /30

9 4.4.2 Quarto ano Primeiro semestre ECO 024 Banca e seguros no comércio internacional ECO 028 Métodos e técnicas de investigação em economia GES 051 Marketing na banca e seguros GES 053 Contabilidade financeira na óptica bancária e de seguros GES 055 Diagnóstico económico e financeiro de empresas GES 056 Gestão financeira e controlo bancário Segundo semestre EST 002 Estágio de Licenciatura MEM 002 Memória de Licenciatura Todas Variante Administração e Controlo Financeiro (EGE-009) Terceiro ano Primeiro semestre DIR 007 Teoria geral do Estado e Direito constitucional ECO 027 Mercado de capitais GES 007 Fiscalidade GES 027 Marketing GES 084 Contabilidade geral Segundo semestre DIR 006 Direito administrativo GES 006 Gestão orçamental GES 026 Estratégia empresarial GES 029 Sistema de controlo de gestão GES 031 Finanças empresariais EGE /30

10 4.5.2 Quarto ano Primeiro semestre ECO 012 Finanças públicas ECO 028 Métodos e técnicas de investigação em economia GES 009 Gestão de projectos GES 018 Auditoria financeira GES 038 Governança corporativa Segundo semestre EST 002 Estágio de Licenciatura MEM 002 Memória de Licenciatura Todas Variante Projectos de Desenvolvimento e Cooperação (EGE-010) Terceiro ano Primeiro semestre CPO 001 Política internacional CPO 002 Organizações internacionais DIR 004 Direito internacional ECO 008 Globalização e estratégias de cooperação Segundo semestre CPO 003 Cooperação internacional CPO 004 Projectos de cooperação ECO 009 Finanças internacionais GES 015 Negócios internacionais EGE /30

11 4.6.2 Quarto ano Primeiro semestre ECO 010 Geografia económica e política ECO 021 Economia e concorrência ECO 028 Métodos e técnicas de investigação em economia GES 009 Gestão de projectos GES 012 Marketing internacional Segundo semestre EST 002 Estágio de Licenciatura MEM 002 Memória de Licenciatura Todas Seminários Seminário de antropologia/ Seminário de Pensamento crítico, Ciência e Sociedade 2 Este seminário é complemento de formação em todos os cursos da universidade e visa, antes de mais, oferecer aos estudantes a oportunidade de adquirir uma sensibilidade especial que lhes permita descobrir a complexidade das sociedades humanas e, concomitantemente, perceber a diversidade sempre presente na unidade, eliminando possíveis discriminações ou exclusões na comunidade onde vierem, profissionalmente, a inserir-se. SOC 026 Seminário de antropologia SOC 081 Seminário de Pensamento crítico, Ciência e Sociedade Este tipo de seminário é composto por um conjunto de sessões plenárias, num total de 30 horas, seguidas de uma oficina de 15 horas e de um trabalho de campo, correspondente a 45 horas, realizado fora do período normal de aulas Outros seminários Um ou mais seminários, de cariz suplementar ou de reforço, aprovados pelo conselho científico mediante proposta da coordenação do curso. 2 O estudante, assessorado pela Comissão do Curso, escolhe um seminário conforme os seus interesses EGE /30

12 4.8 s GES048 Administração de instituições financeiras Esta visa proporcionar aos alunos uma visão geral sobre a gestão das instituições financeiras com o foco nas peculiaridades e diferenças em relação à gestão das demais instituições. A indústria de serviços financeiros: instituições depositárias, companhias seguradoras e outras instituições financeiras; a importância dos intermediários financeiros; mensuração de risco: de intermediação financeira, de variação de taxa de juros, de crédito, risco cambial, risco soberano, risco de liquidez entre outros; gestão de risco: passivo e liquidez, seguro de depósitos e outras garantias de passivos, adequação de capital, contratos futuros e a termo GES054 Análise de risco do banco e de seguros Desenvolver o conhecimento em matéria de riscos envolvidos nas operações bancárias e das seguradoras. Conceito de risco. Identificação dos principais riscos envolvendo as operações dos bancos e seguros: Tipologia de risco, riscos que envolvem a actividade dos seguros. Mecanismos e instrumentos de gestão de risco MAT001 Análise matemática 1 Pretende-se que os discentes assimilem os conhecimentos necessários ao prosseguimento dos estudos no ensino superior. Espera-se ainda potenciar e desenvolver capacidades ao nível da organização dos conhecimentos, do rigor, da concentração, do raciocínio lógico-dedutivo, e da modelação matemática de problemas referentes ao contexto profissional futuro. Nesta são ministrados os conceitos fundamentais de análise matemática em IR (Cálculo Diferencial, Cálculo Integral e Séries) GES033 Auditoria de gestão e previsional A auditoria de gestão e previsional visa um aprofundamento prático dos conceitos apresentados na auditoria financeira, centrada numa perspectiva de gestão global e previsional conceitos, aplicações e importância. Auditoria, a contabilidade e o controlo de gestão: interpenetração entre as três áreas. Normas de auditoria. Aspectos comportamentais dos auditores internos. Sistema de planeamento e controlo de gestão. Planeamento do trabalho e análise do risco em auditoria o approach. Avaliação dos sistemas contabilísticos, de gestão e de controlo interno. Organização dos papéis de trabalho. Aprofundamento prático de diferentes técnicas de amostragem e análise de dados em auditoria e de relatório. Informação financeira prospectiva. Compilação de informação financeira histórica. Exame de informação financeira prospectiva. Os pressupostos de melhor estimativa da gestão ou administração financeira da empresa EGE /30

13 4.8.5 GES018 Auditoria financeira Introdução à auditoria financeira e a sua evolução a nível internacional. Compreender a inter-relação entre a auditoria financeira e os outros tipos de auditoria. Capacitar os alunos a planear auditorias, fazer o controlo contabilístico interno e a programação dos trabalhos, bem como as verificações necessárias. Noções e evolução histórica do conceito da auditoria. Diferentes normas internacionais de auditoria. Tendências actuais da auditoria a nível mundial. A ética e a deontologia profissionais dos auditores. Conceitos gerais: Erros, fraudes e irregularidades: prevenção e detecção, documentação dos trabalhos; planeamento e controlo interno contabilístico e programação dos trabalhos de auditoria. Testes de substantivo/verificação. Conclusões de auditoria e relatórios GES016 Auditoria fiscal A auditoria fiscal tem como objectivo verificar o adequado cumprimento das obrigações fiscais por parte de uma entidade, a partir de uma revisão de procedimentos e testes de conformidade ao nível dos impostos de maior relevância face ao caso concreto. Estas intervenções permitem obter um quadro da situação de uma empresa no que respeita ao cumprimento das suas obrigações fiscais, mostrando-se indispensáveis, designadamente, em casos de aquisições ou fusões de sociedades. Enquadramento jurídico do desenvolvimento da auditoria fiscal. Análise às principais rubricas do balanço e da demonstração de resultados contas de terceiros meios monetários e outras contas. Do resultado contabilístico ao fiscal. Preparação e revisão de declarações fiscais. Obrigações de prestações de contas. Relatórios e pareceres de auditoria tipos, conteúdo e redacção. Análise de situações práticas ECO024 Banca e seguros no comércio internacional Entender o papel desempenhado pelas bancas e seguradoras no desenvolvimento do comércio a nível mundial. Destacar as instituições financeiras (banca e seguro) nas transacções internacionais. O comércio internacional e o papel da intermediação financeira e seguro; carta de crédito e outros instrumentos financeiros que facilitam a intermediação; o seguro das cargas e sua importância no incremento das trocas comerciais: as modalidades e os riscos associados GES013 Cálculo financeiro Fornecer os instrumentos necessários para que os alunos possam compreender as aplicações alternativas oferecidas pelo mercado de capitais, e tomar decisões face às mesmas. Permitir a compreensão das técnicas utilizadas no desenvolvimento de produtos financeiros. Conceitos básicos: tempo, capital e juro. Regimes de capitalização e de actualização. Conceito de taxas. Equivalência de valores. Regime de rendas. Sistemas de amortizações de empréstimos. O cálculo financeiro e as aplicações de capital. EGE /30

14 4.8.9 GES014 Contabilidade analítica Explicitar a importância e o enquadramento da contabilidade analítica no seio da organização, como veículo fundamental para o tratamento de informações de apoio à tomada de decisões. Dar a conhecer os principais instrumentos utilizados no apuramento dos custos da produção de uma empresa e a sua utilização para conhecimento da importância de cada produto para a empresa. Âmbito e objectivos da contabilidade analítica. Contraposição com a contabilidade geral. Método das secções. Apuramento do custo de produção. Análise dos resultados da empresa. Sistemas de informação para gestão GES053 Contabilidade financeira na óptica bancária e de seguros Introduzir tópicos de contabilidade relacionados com a banca e com os seguros, permitindo aos formados de entender e diferenciar as práticas contabilistas de acordo com as especificidade da banca e do seguro. Contabilidade como sistema de informação: Contabilidade e as suas grandes divisões, normalização contabilística. Normalização contabilística na actividade bancária e seguradora Plano de contabilidade bancária e plano de contabilidade dos seguros património: lançamento dos factos patrimoniais. Contas do balanço e demonstração do resultado da banca e seguros; normas específicas de contabilização na banca e seguros GES002 Contabilidade geral 1 Garantir a aquisição de conceitos básicos de Contabilidade, relevantes também para o estudo de outras s de Contabilidade (ex.: Contabilidade Pública). Desenvolvimento do raciocínio e capacidade analítica. Resolver problemas simples utilizando conceitos da Contabilidade. Património e inventário; balanço; normalização contabilística; variação das contas; a razão; demonstração dos resultados; métodos da contabilização das existências; escrituração comercial GES003 Contabilidade geral 2 Garantir a aquisição de conceitos mais avançados de contabilidade e aplicações mais complexas dos mesmos. Desenvolvimento do raciocínio e capacidade analítica. Importância da informação financeira para a tomada de decisões. A objectividade na contabilidade e a contabilidade como uma actividade de construção da realidade. Operações contabilísticas correntes (implicando todas as classes de conta) e operações de fim de exercício. A ética na contabilidade GES084 Contabilidade geral 3 Consolidar os conhecimentos em contabilidade financeira, realçando operações específicas fundamentais que decorem durante a vida de uma empresa, na luz das normas IAS/IFRS. EGE /30

15 Breve enquadramento da harmonização contabilística e perspectivas. Corporate Reporting. As operações contabilísticas pontuais: a constituição de sociedades, a realização do capital social e a responsabilidade dos sócios; aumentos e reduções de capital social; as fusões, decisões e transformação de sociedades. Revisão da contabilidade de activos e passivos correntes. Revisão da contabilidade de activos fixos. Contabilização da tributação do rendimento das sociedades. Contabilidade dos produtos financeiros. Concentrações de empresas. Investimentos em filiais e associadas. Consolidação de contas, avançada GES032 Contabilidade Internacional Conduzir os alunos a reflexões sobre o escopo internacional da contabilidade, a análise das diferenças e similaridades do pensamento contabilístico, princípios, normas e procedimentos vigentes nos diversos países e as tentativas de padronização/harmonização das práticas contabilísticas. A internacionalização dos negócios, a globalização da economia e a integração dos mercados. As necessidades das informações decorrentes dessa nova realidade. A relevância da Contabilidade Internacional no actual estágio de desenvolvimento da economia Cabo-verdiana. Estrutura conceptual das Normas internacionais de contabilidade. Consolidação de contas. Método da equivalência patrimonial nas contas individuais. Fusões e aquisições. Contratos de longa duração. Estudo comparativo das disposições nacionais contabilísticas e fiscais. Estudo comparativo entre as normas internacionais de contabilidade e o Plano Oficial de Contabilidade e as Directrizes contabilísticas. Harmonização contabilística internacional perspectivas de futuro GES028 Contabilidade pública Obter noções básicas de contabilidade pública. A contabilidade pública vs. os outros tipos de contabilidade. Compreender as noções e funções do orçamento de estado. Estrutura conceptual da contabilidade pública, à luz do Plano Nacional de Contabilidade Pública. Relevo histórico, significado político e natureza jurídica do Orçamento de Estado. As regras clássicas da organização do orçamento e o equilíbrio orçamental. Preparação, votação e execução do orçamento. Fiscalização administrativa, política e jurisdicional do OE CPO003 Cooperação internacional Dar a conhecer os principais objectivos, mecanismos e formas de cooperação internacional. O papel da cooperação internacional em Cabo Verde. A cooperação internacional objectivos; a cooperação internacional principais mecanismos; evolução histórica da cooperação internacional; a cooperação internacional e as organizações internacionais; a cooperação internacional e a política económica; a cooperação internacional e a globalização. EGE /30

16 GES055 Diagnóstico económico e financeiro de empresas Aprofundar os conhecimentos em termos da análise económica e financeira das empresas na óptica do financiador bancário. Elementos para a análise económica e financeira das empresas: recolha dos dados e demonstração dos fluxos de caixa; métodos e técnicas da análise económica e financeira: análise financeira a curto prazo, ciclo de exploração e fundo de maneio, fundo de maneio necessário, análise financeira a médio e longo prazo, análise económica, análise dinâmica e conclusões do diagnóstico económico-financeiro DIR006 Direito administrativo Estudar os conceitos-base do Direito Administrativo de Cabo Verde. Indicar as implicações de Direito Administrativo no funcionamento das instituições de Estado, nas autarquias, nas organizações não governamentais, e nas empresas privadas. Comentar responsabilidades legais resultantes do Direito Administrativo. Origem do Direito Administrativo e Actos jurídicos principais em Cabo Verde. Heranças do Direito colonial português. Comentário dos casos jurídicos no trabalho administrativo. Formas de responsabilidade administrativa DIR005 Direito comercial e económico O objectivo da de é proporcionar aos alunos um conjunto de conhecimentos que lhes permita compreender e raciocinar sobre implicações legais das normas jurídicas nas actividades económicas e comercias. Os tópicos abrangidos pretendem oferecer uma panorâmica vasta de legislação cabo-verdiana assim como indicar a filosofia do legislador. Códigos específicos relativos às actividades económicas e comerciais. Formas de controlo e execução no contexto de Cabo Verde. Limitações e protecções legais das actividades económicas. Responsabilidade profissional, civil e penal DIR016 Direito da banca e seguros Visa familiarizar os estudantes com as implicações jurídicas e legais na perspectiva bancária e dos Seguros. Competências base em caracterização da actividade, bem como os suportes jurídicos. Introdução aos principais tópicos ligada ao direito com foco no direito na óptima da banca e seguros. Instrumentos de regulação da actividade dos bancos e dos seguros. Contratos financeiros, aspectos jurídicos e legais do contacto: obrigações, responsabilidade civil, jurídica e penal. EGE /30

17 DIR004 Direito internacional Identificar e perceber as funções do Direito Internacional. Reflectir sobre a validade e possibilidades de execução de normas legais internacionais. Conhecer os principais actos jurídicos de domínio de Direito internacional. Indicar as áreas de funcionamento de Direito internacional. Origem do Direito Internacional. A soberania legislativa e as formas de acatar o Direito Internacional. Órgãos legislativos internacionais. O Direito Internacional no contexto e na praxis jurídica de Cabo Verde. Sujeitos e objectos do Direito Internacional DIR002 Direito laboral Aquisição de conhecimentos sobre a área de direito laboral em Cabo Verde. Compreensão do papel de compromisso mútuo e de responsabilidade partilhada como base de qualquer relação laboral. Aproximação ao Código de trabalho e outros actos jurídicos conexos. Noção de trabalho na Constituição da República. Código de trabalho: função, objectivos e a praxis jurídica. Formas de trabalho e tipos de contratação de mão-de-obra e de serviços. Conflitos laborais: enquadramento legal. Formas de representação de trabalhadores e de patrões. Assessoria de direito laboral. Novas mutações na legislação Laboral local ECO007 Econometria e métodos de previsão Visa desenvolver conhecimento e compreensão do instrumento analítico necessário para estimação empírica de relações económicas. No decorrer do curso, serão introduzidos os métodos econométricos mais comummente usados na formulação, estimação e teses de modelos económicos, bem como os principais problemas surgidos na análise econométrica. Introdução à previsão em economia; as expectativas adaptativas; a revolução das expectativas racionais. Modelos de análise económicos: regressões lineares simples e múltiplas, hipóteses e previsões ECO004 Economia da empresa Levar os estudantes a desenvolver capacidade de compreensão e análise dos principais factores económicos envolventes da empresa e das influências no comportamento das empresas, bem como utilização dos mesmos instrumentos para tomada de decisão. Introdução e conceitos básicos: modelo da oferta e da procura, procura produção, custo. Mercados e empresas: empresa em e o ambiente concorrencial, monopólio, incentivos, mercado e organizações. Decisões e preços: discriminação de preço, preço não lineares, conjuntos, e alongo prazo, preço interno a empresa. Comportamento estratégico: mercado e concorrência, interacção estratégica, oligopólio e as decisões estratégicas. Relação empresas e Estado. Inovações em curso. EGE /30

18 ECO017 Economia e concorrência Desenvolver capacidade de compreensão do conceito da concorrência e o seu papel da na economia neoclássica, e compreensão de perspectivas rivais. A concorrência em economia: democracia económica. Mercados concorrenciais modelo de oferta e da procura; limitações à concorrência oligopólios e monopólios. Estratégias de limitação de concorrência. Estrutura de mercado. Metodologia para análise de concorrência. Concorrência no contexto da globalização ECO006 Economia internacional Introdução ao objecto e Métodos da economia internacional; Dar ao aluno uma visão da economia global e das principais questões da economia internacional e comércio externo. Comércio internacional o modelo ricardiano; o modelo de Hecksher-Ohlin; taxas cambiais e macroeconomia das economias abertas; balança de pagamentos e contabilidade nacional numa economia aberta EST002 Estágio de Licenciatura Confrontar o saber teórico adquirido durante o curso com a realidade profissional concreta no contexto cabo-verdiano ou internacional. Possibilitar ao aluno melhor conhecer o meio profissional, as vantagens, limites e dificuldades da profissão. Estabelecer uma plataforma de contacto entre a Universidade e o meio empresarial e institucional envolvente. Facilitar a entrada no mundo laboral ou a consolidação da posição ocupada no mesmo. Sensibilizar o aluno sobre o papel do relacionamento interpessoal no mundo de trabalho: relações entre colegas, hierarquias da organização, tratamento com o público externo etc. Aplicação e verificação dos conhecimentos científicos no exercício da profissão dentro das organizações líder no sector Desenvolvimento do sentido da responsabilidade profissional do aluno através das tarefas confiadas. Aperfeiçoamento das competências técnicas adquiridas na Universidade. Preparação para entrada no mundo laboral ou para a consolidação do exercício profissional MAT003 Estatística descritiva Reconhecer a importância da estatística para o processo de tomada de decisão. Identificar as etapas de um método estatístico. Organizar, representar e interpretar os dados. Proporcionar o domínio das técnicas e medidas estatísticas que lhes permitam analisar os dados estatísticos, fazendo análises descritivas. Estudar a associação entre duas variáveis. Estabelecer as estratégias a seguir a curto, médio e longo prazo e desenvolver políticas específicas para realizar os objectivos estratégicos. Exercitar os conceitos discutidos em situações reais ou de simulação da realidade. Sensibilizar os alunos sobre alguns conceitos-base das probabilidades. EGE /30

19 A estatística é uma ciência importante a diversos níveis, o que é confirmado pelo destaque e pela frequência com que os seus estudos surgem nos meios de comunicação social. A Estatística descritiva pretende assim preparar os formandos a saber construir e interpretar os resultados desses mesmos estudos, dominar técnicas simples e explorá-las ao nível da interpretação dos fenómenos concretos em observação e ajustar o trabalho estatístico à realidade em estudo, confrontando os resultados com ela em cada etapa do processo MAT004 Estatística matemática Apresentar uma panorâmica das metodologias da Estatística (praticamente apenas técnicas de estatística univariada) com suficiente fundamentação, de forma a ficarem bases para eventual desenvolvimento futuro. Breve introdução à estatística descritiva e à análise exploratória dos dados (abordagem univariada, abordagem multivariada, complementos). Elementos de inferência estatística (as ferramentas probabilísticas essenciais na inferência estatística, estimação, métodos não paramétricos, análise da variância) GES026 Estratégia empresarial Objectivo Pretende-se assegurar o aperfeiçoamento de capacidades como o desenvolvimento de um pensamento estratégico de integração, capacidade de integração dos diferentes aspectos funcionais do negócio, capacidade de análise em ambientes de incerteza, capacidade de empreender e de tomar decisões em equipa, capacidade de assumir riscos e capacidade de trabalho. Analisar e discutir: casos relevantes, nacionais e internacionais, de empresas, organizações e regiões inovadoras com estratégias competitivas e inovadoras. A Estratégia e Competitividade: conceitos e definições. Diagnostico estratégico, formulação da estratégia: missão-objectivos, produtos-mercados. A estratégia e organização e processo de implementação e gestão estratégica. Tipologia e desenvolvimento de diferentes estratégias: diversificação, concentração, integração vertical e horizontal internacionalização. Mudanças estratégicas. Promoção da estratégia e mobilização dos homens: liderança, monitoring e motivação. A avaliação e controlo da estratégia. Estudos de casos GES031 Finanças empresariais Providenciar uma base de conhecimentos teóricos que possibilite a compreensão dos principais problemas da gestão financeira das empresas, nomeadamente, das suas decisões de investimento e de financiamento, na perspectiva da criação de valor. Ilustrar a aplicação das melhores práticas em termos da preparação e análise daquelas decisões empresariais. Princípios das finanças empresariais. Instrumentos das finanças empresariais: informação e diagnóstico do desempenho económico-financeiro da empresa; planeamento financeiro. Financiamento; políticas de estrutura capital e de dividendos. Fundamentos da avaliação das decisões de investimento em activos reais e financeiros. Avaliação de projectos transnacionais, com opções sobre activos reais e de base tecnológica. Risco, retorno e eficiência dos mercados. Teoria da EGE /30

20 agência. Teoria da sinalização. Estrutura de capitais e políticas de dividendos. Teoria das opções. A interligação entre as finanças e a contabilidade ECO009 Finanças internacionais Apresentar aos alunos uma visão do mundo das finanças internacionais, e sua evolução e papel numa economia global e mundializada. Introdução às finanças internacionais; As finanças internacionais em perspectiva histórica; as finanças internacionais no contexto da globalização; papel das finanças internacionais no desenvolvimento económico ECO012 Finanças públicas Aprofundar conhecimentos gerais em economia. Apresentar o papel e evolução das finanças públicas. Dar a conhece os instrumentos das finanças públicas, tendo em conta o contexto da política fiscal e orçamental. Objecto e método das finanças públicas. Perspectiva histórica das finanças públicas. As finanças públicas no pós-guerra. As finanças públicas na perspectiva keynesiana e monetarista. Introdução ao conceito da política fiscal enquanto um pilar das financias publicas; perspectiva histórica da política fiscal e orçamental; instrumentos da política fiscal e orçamental; política fiscal e orçamental nos países em vias de desenvolvimento GES007 Fiscalidade Compreender a evolução dos sistemas fiscais internacionais (PV e PVD). Estudar as relações e interacções entre a fiscalidade, a economia e gestão. Analisar as componentes do sistema fiscal de Cabo Verde, do Guia do Contribuinte de Cabo Verde e da Reforma da Tributação sobre a Despesa. Estudar os principais impostos. Enquadramento r da fiscalidade. Transparência nas finanças públicas. Finanças públicas e o papel do Estado. O imposto; análise dos principais impostos; o IVA: características e princípios. O direito fiscal. Evolução dos sistemas fiscais internacionais. Descrição das componentes do sistema fiscal cabo-verdiano e do Guia do Contribuinte de Cabo Verde ECO010 Geografia económica e política. Apresentar e discutir criticamente a geografia económica e política: seus temas e conceitos principais, seus autores e obras clássicos. Compreender as relações entre a geografia política e a geopolítica. Capacitar os estudantes a analisar novas realidades da geografia económica. Introdução geral à geografia económica e política; geografia económica dos países em vias de desenvolvimento; o Sul global; a geografia económica da agricultura nas economias periféricas; a geografia económica da industrialização nas economias periféricas; industrialização e política comercial; política e economia do meio ambiente; política e economia do crescimento populacional; EGE /30

Administração Pública e Autárquica. Descrição geral APA004

Administração Pública e Autárquica. Descrição geral APA004 Administração Pública e Autárquica Descrição geral APA004 Conteúdo 1 Enquadramento... 4 2... 4 2.1 Perfil de entrada... 4 2.2 Perfil de saída... 4 3 Organização... 5 4 Plano curricular... 5 4.1 Primeiro

Leia mais

Gestão de Hotelaria e Turismo. Descrição geral GHT004

Gestão de Hotelaria e Turismo. Descrição geral GHT004 Gestão de Hotelaria e Turismo Descrição geral GHT004 Conteúdo 1 Enquadramento... 4 2... 4 2.1 Perfil de entrada... 4 2.2 Perfil de saída... 5 3 Organização... 5 4 Plano curricula... 5 4.1 Licenciatura

Leia mais

Gestão de Comércio e Serviços 1.º ANO 1.º SEMESTRE

Gestão de Comércio e Serviços 1.º ANO 1.º SEMESTRE Gestão de Comércio e Serviços 1.º ANO 1.º SEMESTRE Contabilidade Geral Conceitos contabilísticos fundamentais. O Balanço e Demonstração de Resultados. Conta: noção; estudo das principais contas. Introdução

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) CIÊNCIAS CONTÁBEIS CIÊNCIAS CONTÁBEIS COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO A leitura como vínculo leitor/texto, através da subjetividade contextual, de atividades

Leia mais

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES:

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: A Teoria das Organizações em seu contexto histórico. Conceitos fundamentais. Abordagens contemporâneas da teoria e temas emergentes. Balanço crítico. Fornecer aos mestrandos

Leia mais

Manual do Revisor Oficial de Contas. Directriz de Revisão/Auditoria 310 ÍNDICE

Manual do Revisor Oficial de Contas. Directriz de Revisão/Auditoria 310 ÍNDICE Directriz de Revisão/Auditoria 310 CONHECIMENTO DO NEGÓCIO Outubro de 1999 ÍNDICE Parágrafos Introdução 1-7 Obtenção do Conhecimento 8-13 Uso do Conhecimento 14-18 Apêndice Matérias a Considerar no Conhecimento

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO DE TOMAR. Gestão e Administração de Serviços de Saúde 1.º ANO 1º SEMESTRE

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO DE TOMAR. Gestão e Administração de Serviços de Saúde 1.º ANO 1º SEMESTRE Gestão e Administração de Serviços de Saúde 1.º ANO 1º SEMESTRE Conceitos básicos em ciência económica. Contabilidade nacional como técnica de medição da actividade económica. Diferentes correntes de pensamento

Leia mais

RESOLUÇÃO. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogadas as disposições contrárias. Campinas, 16 de novembro de 2004.

RESOLUÇÃO. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogadas as disposições contrárias. Campinas, 16 de novembro de 2004. RESOLUÇÃO CONSEAcc CPS 3 /2004 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE CAMPINAS, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho Acadêmico por Câmpus CONSEAcc, do câmpus de Campinas,

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA PORTUGUESA E INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES

MESTRADO EM ECONOMIA PORTUGUESA E INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES MESTRADO EM ECONOMIA PORTUGUESA E INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL UNIDADES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES Análise de Informação Económica para a Economia Portuguesa 1. Identificação

Leia mais

Serviço Social. Descrição Geral SSO-003

Serviço Social. Descrição Geral SSO-003 Serviço Social Descrição Geral SSO-003 Conteúdo 1 Enquadramento... 4 2... 4 2.1 Perfil de entrada... 4 2.2 Perfil de saída... 4 3 Organização... 5 4 Plano curricular... 5 4.1 Áreas científicas... 5 4.2

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA

DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA SITUAÇÃO ACTUAL CRITÉRIOS DE RECONHECIMENTO SITUAÇÃO PRÉ - BOLONHA ADAPTAÇÃO A BOLONHA DISCIPLINAS CHAVE DISCIPLINAS INSTRUMENTAIS DISCIPLINAS CHAVE DISCIPLINAS

Leia mais

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Matriz Curricular aprovada pela Resolução nº 16/09-CONSUNI, de 1º de dezembro de 2009. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Fase Cód. I

Leia mais

Licenciatura em Gestão

Licenciatura em Gestão Departamento de Gestão Licenciatura em Gestão Novo Plano de Estudos versão de 21 de Março de 2002 Meio Envolvente Licenciados em Gestão: capacidade de decisão e aprendizagem e flexibilidade Actual plano

Leia mais

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EDA 1601 - INGLÊS INSTRUMENTAL I (2.0.0)2 English for Specific Purposes": introdução. Leitura e compreensão de texto: estratégias de leitura. Organização e partes

Leia mais

CURSO DE GESTÃO DE VENDAS (15 horas)

CURSO DE GESTÃO DE VENDAS (15 horas) CURSO DE GESTÃO DE VENDAS Inedem- Apotec Outono 2007 25 e 26 de Setembro 9h00 às 18h30 Dirigido a gestores da área financeira com necessidade de ferramentas informáticas de elevada eficácia na avaliação

Leia mais

MESTRADO EM FISCALIDADE

MESTRADO EM FISCALIDADE MESTRADO EM FISCALIDADE 1 - APRESENTAÇÃO Grau Académico: Mestre em Fiscalidade Duração do curso: 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema Europeu de Transferência de Créditos:

Leia mais

Gestão de Empresas: Ramo de Organização e Gestão de Empresas

Gestão de Empresas: Ramo de Organização e Gestão de Empresas Gestão de Empresas: Ramo de Organização e Gestão de Empresas 1º Ano / 1º Semestre Matemática I Introdução à Gestão de Empresas Economia Informática de Gestão Contabilidade Financeira I I O Corpo dos complexos

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING MÓDULO I 304101 FUNDAMENTOS DE MARKETING Fundamentos do Marketing. Processo de Marketing.

Leia mais

curso de especialização em gestão

curso de especialização em gestão F OR M A Ç Ã O A V A N Ç A D A curso de especialização em gestão FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS Enquadramento O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

O Programa de Reforço e Dinamização da Cooperação Empresarial SISCOOP constitui-se como

O Programa de Reforço e Dinamização da Cooperação Empresarial SISCOOP constitui-se como SISTEMA DE DIAGNÓSTICO E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO DAS OPORTUNIDADES DE COOPERAÇÃO EM REDE Nota: documento elaborado pela INTELI Inteligência em Inovação, no âmbito da consultadoria prestada

Leia mais

A auditoria à Conta Geral da. Regiã o Administrativa Especial de Macau. no â mbito da prestaçã o de contas

A auditoria à Conta Geral da. Regiã o Administrativa Especial de Macau. no â mbito da prestaçã o de contas A auditoria à Conta Geral da Regiã o Administrativa Especial de Macau no â mbito da prestaçã o de contas São Tomé e Príncipe, 11-14 de Outubro de 2010 VI Assembleia Geral da OISC/CPLP Índice 1. Introdução

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES. Análise de Informação Económica para a Economia Portuguesa

PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES. Análise de Informação Económica para a Economia Portuguesa MESTRADO EM ECONOMIA PORTUGUESA E INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL PROGRAMAS DAS UNIDADES CURRICULARES UNIDADES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS Análise de Informação Económica para a Economia Portuguesa 1. Identificação

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 083/2003 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO.

RESOLUÇÃO CONSEPE 083/2003 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. RESOLUÇÃO CONSEPE 083/2003 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EMENTA DAS DISCIPLINAS 1º Período GADM 7712-TGA - TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO (4.0.0) 4 Introdução; Antecedentes Históricos;

Leia mais

RESOLUÇÃO. São Paulo, 18 de novembro de 2004. Prof. Milton Mayer Presidente

RESOLUÇÃO. São Paulo, 18 de novembro de 2004. Prof. Milton Mayer Presidente RESOLUÇÃO CONSEAcc - SP 006/2004 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE SÃO PAULO, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho Acadêmico por Câmpus CONSEAcc, do câmpus de

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO Anexo II da Resolução nº, de de de 2008. EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO 1. DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Comunicação e linguagem; estrutura do

Leia mais

GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito

GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito Disciplinas (*) Modalidade H/A (**) Núcleo Contabilidade Contabilidade Financeira Presencial 24 Contabilidade dos Investimentos em Participações Societárias

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais

FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU CURSO DE PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU

FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU CURSO DE PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU CURSO DE PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU GESTÃO INTEGRADA: PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TURMA V E EIXOS TEMÁTICOS PARA A MONOGRAFIA FINAL Professor Ms. Carlos Henrique

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão Estratégica de Negócios tem por objetivo desenvolver a

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013/2014 ECONOMIA A (10º ANO) Página 1 de 10 Finalidades da disciplina de Economia A, no conjunto dos dois anos da sua leccionação: Perspectivar a Economia

Leia mais

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas.

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas. Doc 5. Proposta de Projecto de Lei Sobre a Profissão, a Prática e a Formação do Urbanista A necessidade de implementar uma política consistente de Ordenamento do Território e Urbanismo, tem determinado

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

RESOLUÇÃO. Itatiba, 17 novembro de 2004. Prof. Milton Mayer Presidente

RESOLUÇÃO. Itatiba, 17 novembro de 2004. Prof. Milton Mayer Presidente RESOLUÇÃO CONSEAcc - IT 12/2004 APROVA AS EMENTAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÂO DO CÂMPUS DE ITATIBA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho Acadêmico por Câmpus, do câmpus de Itatiba, no

Leia mais

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação 1.º Ano / 1.º Semestre Marketing Estratégico Formar um quadro conceptual abrangente no domínio do marketing. Compreender o conceito

Leia mais

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

INSTITUTO DE SEGUROS DE PORTUGAL A SUPERVISÃO DAS ENTIDADES GESTORAS DOS SISTEMAS COMPLEMENTARES DE REFORMA

INSTITUTO DE SEGUROS DE PORTUGAL A SUPERVISÃO DAS ENTIDADES GESTORAS DOS SISTEMAS COMPLEMENTARES DE REFORMA INSTITUTO DE SEGUROS DE PORTUGAL A SUPERVISÃO DAS ENTIDADES GESTORAS DOS SISTEMAS COMPLEMENTARES DE REFORMA 1 A regulação e a supervisão prudencial são um dos pilares essenciais para a criação de um clima

Leia mais

Turma BNDES Básica Exercícios

Turma BNDES Básica Exercícios Turma BNDES Básica Exercícios Banca: CESGRANRIO Edital de referência: 01/2012 (data da publicação: 17/12/2012) Carga horária (aulas presenciais): 92,0 horas EMENTA DA PROVA 1 OBJETIVA Carga Horária e Pré-Requisitos.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS E GESTÃO DE INFORMAÇÃO Grupo de trabalho Armando Mendes Áurea Sousa Fátima Brilhante Rita Marques Brandão Osvaldo Silva Fevereiro 2010 Enquadramento e justificação

Leia mais

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade

Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Programas das Unidades Curriculares Mestrado em Contabilidade Contabilidade de Gestão Avançada O papel da Contabilidade de Gestão nas organizações; Introdução aos conceitos e objectivos dos custos; Imputação

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

O CONTROLO DA QUALIDADE NAS FIRMAS DE AUDITORIA NO ACTUAL CONTEXTO ECONÓMICO E SITUAÇÃO DA PROFISSÃO

O CONTROLO DA QUALIDADE NAS FIRMAS DE AUDITORIA NO ACTUAL CONTEXTO ECONÓMICO E SITUAÇÃO DA PROFISSÃO 10 O CONTROLO DA QUALIDADE NAS FIRMAS DE AUDITORIA NO ACTUAL CONTEXTO ECONÓMICO E SITUAÇÃO DA PROFISSÃO António Gonçalves REVISOR OFICIAL DE CONTAS 1. Introdução O presente artigo procura reflectir o entendimento

Leia mais

Índice PARTE A ENQUADRAMENTO DA ACTIVIDADE FINANCEIRA NOTA PRÉVIA À 2ª EDIÇÃO 19 PREFÁCIO 21 INTRODUÇÃO 23

Índice PARTE A ENQUADRAMENTO DA ACTIVIDADE FINANCEIRA NOTA PRÉVIA À 2ª EDIÇÃO 19 PREFÁCIO 21 INTRODUÇÃO 23 introdução 7 Índice NOTA PRÉVIA À 2ª EDIÇÃO 19 PREFÁCIO 21 INTRODUÇÃO 23 PARTE A ENQUADRAMENTO DA ACTIVIDADE FINANCEIRA Capítulo 1 INTRODUÇÃO À ACTIVIDADE FINANCEIRA 1. Evolução da actividade bancária

Leia mais

Direito. Descrição geral DIR-001

Direito. Descrição geral DIR-001 Direito Descrição geral DIR-001 Conteúdo 1 Enquadramento...4 2...4 2.1 Perfil de entrada...4 2.2 Perfil de saída...4 3 Organização...4 4 Plano curricular...5 4.1 Áreas científicas...5 4.2 Primeiro ano...5

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 1º CICLO DE ESTUDOS LICENCIATURA

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 1º CICLO DE ESTUDOS LICENCIATURA FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 1º CICLO DE ESTUDOS LICENCIATURA I. OBJECTIVOS O objectivo deste ciclo de estudos é garantir aos estudantes uma sólida formação jurídica de base. Tendo

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Financeira e Controladoria

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Financeira e Controladoria Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Financeira e Controladoria Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão Financeira e Controladoria tem por objetivo o fornecimento

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Fase Cód. I II Matriz Curricular vigente a partir de 2010-1 Disciplina Prérequisitos Carga

Leia mais

O curso será realizado em blended learning, misto é com formação presencial e formação a distância.

O curso será realizado em blended learning, misto é com formação presencial e formação a distância. 1 - Objectivo Geral Com este curso pretende-se capacitar os participantes com saberes e competências em conceitos, métodos e técnicas de gestão agrícola para acompanharem os agricultores nas suas acções

Leia mais

MESTRADO EM GESTÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE

MESTRADO EM GESTÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE MESTRADO EM GESTÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE Programas das cadeiras Gestão de Unidades de Saúde Pretende-se que os participantes identifiquem os conceitos fundamentais de gestão e a sua aplicabilidade no contexto

Leia mais

Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PELO REVISOR OFICIAL DE CONTAS E PELO AUDITOR EXTERNO DA EDP

Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PELO REVISOR OFICIAL DE CONTAS E PELO AUDITOR EXTERNO DA EDP Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PELO REVISOR OFICIAL DE CONTAS E PELO AUDITOR EXTERNO DA EDP 16.12.2010 REGULAMENTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PELO REVISOR OFICIAL

Leia mais

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança)

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) 1 - Apresentação Grau Académico: Mestre Duração do curso: : 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema

Leia mais

Programas das cadeiras

Programas das cadeiras Programas das cadeiras Gestão de Unidades de Saúde Pretende-se que os participantes identifiquem os conceitos fundamentais de gestão e a sua aplicabilidade no contexto das unidades de saúde. Desenvolverse-á

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO - CEPEAD CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO - CEPEAD CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO - CEPEAD CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA ADMINISTRAÇÃO: ENSINO E PESQUISA - grade curricular 2015-2016

Leia mais

MLM Master in Law and Management

MLM Master in Law and Management MLM Master in Law and Management diploma CONJUNTO novaforum.pt MLM Master in Law and Management Os participantes que completem com aproveitamento a componente lectiva do Programa receberão um Diploma de

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Matemática I 1º PERÍODO Matrizes e sistemas lineares. Funções: lineares, afins quadráticas,

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Banking. Estudos de Remuneração 2012

Banking. Estudos de Remuneração 2012 Estudos de 2012 Estudos de Banking 2012 2 Nota preliminar pág. 3 Técnico de Tesouraria pág. 4 Banking Técnico de Controlo de Crédito pág. 5 Analista de Crédito Técnico de Back-Office Técnico de Derivados

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Fase Cód. Disciplina I Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Prérequisito s Carga Horária

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO 1º SEMESTRE Administração Aplicada ao Meio Ambiente Ementa: Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável. Compromisso dos indivíduos e das

Leia mais

PREFÁCIO. Paulo Bárcia. Director do Escritório da OIT em Lisboa

PREFÁCIO. Paulo Bárcia. Director do Escritório da OIT em Lisboa Interior da capa PREFÁCIO O edifício normativo da Organização Internacional de Trabalho compreende diferentes instrumentos: Convenções, Recomendações, Resoluções, Conclusões e Directrizes. Destacam-se

Leia mais

Federação Nacional de Karate - Portugal. Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos

Federação Nacional de Karate - Portugal. Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos Federação Nacional de Karate - Portugal Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos Índice Fórum de Formadores 2013 Introdução Diferentes influências e realidades Pessoal qualificado e Especializado em Serviços

Leia mais

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 1 2 Plano da Apresentação 1. As IAS/IFRS no ordenamento contabilístico Comunitário

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo

Leia mais

Open Course: Techniques of Financial Engineering

Open Course: Techniques of Financial Engineering Open Course: Techniques of Financial Engineering Objectivos a atingir Delimitar os domínios da Gestão financeira a curto prazo da Gestão financeira a médio m e a longo prazo; Realçar ar a importância da

Leia mais

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA Despacho n.º 9220/2011 Ao abrigo do disposto nos artigos 75.º a 80.º do Decreto -Lei n.º 74/2006, de 24 de

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Matriz Curricular vigente a partir de 2010/1 Fase Cód. Disciplina Carga Horária Prérequisitos

Leia mais

ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade Geral - 4 72 ADM004 Metodologia Científica - 2 36 ADM005 Métodos Quantitativos - 4 72

ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade Geral - 4 72 ADM004 Metodologia Científica - 2 36 ADM005 Métodos Quantitativos - 4 72 Matriz Curricular do Curso de Administração 2015.1 1ª Fase CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ- REQUISITOS CRED ADM001 Interpretação e Produção de Textos - ADM002 Filosofia e Ética Empresarial - 2 36 ADM003 Contabilidade

Leia mais

Formação em informática aplicada à agricultura

Formação em informática aplicada à agricultura www.agrogestao.com 1 ACADEMIA AGROGESTÃO Formação em informática aplicada à agricultura A G R O G E S T Ã O - M ó d u l o d e C o n t r o l o d e G e s t ã o 2 www.agrogestao.com 1 Material de apoio Cada

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 6 ANEXO II METODOLOGIAS (A) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 7 A) Metodologias utilizadas no Curso de Administração, bacharelado: a) Aulas Expositivas, Fórum de Debates, Dinâmica de Grupo, Seminários, Estudos de

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2009.1A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ADMINISTRAÇÃO... 4 02 CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA I... 4 03 MATEMÁTICA... 4 04 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 05 NOÇÕES

Leia mais

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO 1 Sumário: Conceito e Objectivos Estrutura do PN o Apresentação da Empresa o Análise do Produto / Serviço o Análise de Mercado o Estratégia de Marketing o

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

Cursos de Licenciatura

Cursos de Licenciatura DLLM Cursos de Licenciatura 2009-2010 1 Cursos de Licenciatura 2009/2010 1º Ciclo Bolonha DLLM Departamento de Línguas e Literaturas Modernas 2 Cursos de Licenciatura 2009-2010 DLLM DLLM Cursos de Licenciatura

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Maio de 2011 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Esta Pós-Graduação resulta da parceria entre a APEL

Leia mais

CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações

CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações Representado por: 1 OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS! Adquirir as 11 competências do coach de acordo com o referencial da ICF! Beneficiar

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA 11ª, 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de História - 11ª, 12ª

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO LICENCIATURA EM ENGENHARIA E GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ( T

Leia mais

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO Título do projecto: Nome do responsável: Contacto telefónico Email: 1.1. Descrição sumária da Ideia de Negócio e suas características inovadoras (Descreva

Leia mais

O ciclo de estratégia, planeamento, orçamento e controlo

O ciclo de estratégia, planeamento, orçamento e controlo O ciclo de estratégia, planeamento, orçamento e controlo João Carvalho das Neves Professor catedrático, Finanças e Controlo, ISEG Professor convidado, Accounting & Control, HEC Paris Email: Página Web:

Leia mais

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira Introdução à Contabilidade 2014/2015 Financeira 2 Sumário 1. O papel da contabilidade nas organizações. 2. A contabilidade externa vs a contabilidade interna. 3. Os diversos utilizadores da contabilidade.

Leia mais

Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional. Grupos por Área de Conhecimento CONTABILIDADE

Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional. Grupos por Área de Conhecimento CONTABILIDADE Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional Grupos por Área de Conhecimento CONTABILIDADE Coordenador: Prof. Doutor Rui Manuel Pais de Almeida Dezembro de 2004 1/15 1. Introdução CONTABILIDADE

Leia mais

Criamos. valor à sua empresa

Criamos. valor à sua empresa Criamos valor à sua empresa ORGANIZAÇÃO Somos o que fazemos repetidamente. Então, a excelência não é um acto isolado, mas sim um hábito. Aristóteles Compromisso A FISCOSEGUR é uma organização que presta

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial 01 ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS I EMENTA: Introdução à administração de recursos humanos; orçamento de pessoal; processo de recrutamento e seleção de pessoal; processo de treinamento e desenvolvimento

Leia mais

1ºANO 2ºANO 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100

1ºANO 2ºANO 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100 CONTABILIDADE ( C) 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100 Contabilidade Geral (18h30m) Estatística Aplicada (14h) Contabilidade de Custos (18h30m) Noções Fundamentais de Direito (9h) Empreendedorismo (14h)

Leia mais