PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS"

Transcrição

1 PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR TECNOLÓGICO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Coordenadora do Curso Me. Carla Pellicer dos Santos Ribeirão Preto 2014

2 1. OBJETIVOS Estruturar um único trabalho de campo que integre todas as disciplinas do respectivo semestre e, ao final do curso, entregar um trabalho composto pelas atividades desenvolvidas ao longo dos quatro semestres do curso; Possibilitar aos alunos a aplicação de forma prática os diversos conhecimentos proporcionados pelas disciplinas que compõem o semestre; Integrar temas relacionados à Gestão de Pessoas, encontrados atualmente nas empresas; Proporcionar aos alunos o conhecimento da rotina empresarial e suas implicações; Por ser uma atividade desenvolvida em grupo, possibilitar ao aluno o desenvolvimento das competências de trabalho em equipe e gestão de conflitos, exigidas no mercado de trabalho atual. 2. JUSTIFICATIVA O da Faculdade de Ribeirão Preto, de acordo com sua concepção original de curta duração, prioriza preparar, formar e desenvolver um profissional capacitado para atuar no mercado de trabalho. É esperado que, ao término do curso, o profissional esteja habilitado a gerir pessoas e que muitas das habilidades necessárias para o exercício desta atividade tenham sido desenvolvidas durante o processo de ensino, através de uma combinação de conhecimentos teóricos e principalmente, de uma dose significativa de atividades práticas. A modelagem dos cursos com duração de dois anos exige maior dedicação do aluno para apreender a quantidade de conteúdos trabalhados no decorrer do semestre, as dificuldades decorrentes da conciliação entre trabalho, estudo e família e o excessivo tempo gasto com transportes e deslocamentos. E o mercado atual exige dos profissionais uma prontidão acelerada, somando-se a isso alguns anseios manifestos pelos professores e alunos do curso, quais sejam: Mais atividades práticas; Aumento e melhora na comunicação e integração entre professores e disciplinas; Equilíbrio na quantidade dos trabalhos a serem elaborados e corrigidos durante o semestre; Atividades que permitam uma maior proximidade com as práticas da realidade empresarial. Os professores estão constantemente às voltas com a criação de alternativas que amenizem essas dificuldades tornando as aulas mais dinâmicas, interativas e práticas. Porém, isso muitas vezes acarreta em um maior volume de atividades para o aluno. As disciplinas, quando trabalhadas de forma não integrada acabam por gerar um excesso de atividades forçando o aluno a uma dedicação e desempenho mediano, em termos de qualidade. Um Trabalho Integrado visa potencializar e auxiliar nos seguintes aspectos: Facilitar a inserção dos alunos em diferentes ambientes organizacionais; Elevar o índice de satisfação com o curso; Adequar à linguagem utilizada em sala de aula à realidade empresarial;

3 Realizar pesquisas in loco para autodesenvolvimento; Aplicar os conceitos aprendidos; Trocar experiências em sala de aula; Divulgar a FACULDADE DE RIBEIRÃO PRETO nas organizações; Incluir experiências práticas realizadas durante o curso no currículo profissional de cada aluno. 3. CRITÉRIOS PROPOSTOS PARA AVALIAÇÃO O projeto integrador equivale a 10,0 pontos, calculados pela média das atividades realizadas em cada disciplina, atribuídas pelo professor responsável. Todos os professores do semestre deverão informar e orientar os alunos quanto aos temas (conteúdos da disciplina) a serem pesquisados nas empresas; O prazo limite para a conclusão do trabalho será ao final de cada semestre, com prazo fixado por cada docente, quando se dará a entrega física contendo a apresentação da empresa e os dados da pesquisa relativa à disciplina; Deverá ser apresentado um plano de ação para a empresa, na qual foi realizado o trabalho, incluindo as reflexões construídas pelos alunos abrangendo os conteúdos multidisciplinares. Os planos de ação deverão ser carimbados e assinados pela empresa e deverão compor o material impresso, entregue no final do semestre; Fica a critério do professor a exigência de apresentação do trabalho oral do trabalho em sala. Entretanto, o docente deve exigir a entrega do trabalho impresso para correção; O aluno deverá entregar ao, final do semestre, um volume único, contendo uma conclusão geral sobre os desafios e contribuições das atividades para a formação profissional. O aluno será considerado aprovado no módulo Projeto Integrador, em cada semestre, por meio da entrega do volume impresso, contendo o material multidisciplinar, além de alcançar média maior ou igual a 7; Para conclusão do curso, o aluno deverá concluir quatro módulos de Projeto Integrador; O material impresso deve seguir as normas técnicas de apresentação da ABNT, conforme anexo. 4. METODOLOGIA Cada semestre do é composto por um módulo de Projeto Integrador. As atividades propostas em cada módulo são desenvolvidas da seguinte maneira: Visita a uma empresa; Realização de uma pesquisa sobre os assuntos trabalhados no semestre correspondente; O nível de dificuldade quanto aos temas e forma de abordagem será crescente, correspondente ao exigível e exequível aos alunos do 1º ao 4º módulos do curso; Os alunos poderão escolher a empresa e o segmento alvo do trabalho; Não há necessidade de continuidade da pesquisa de um semestre para o outro, ou seja, em cada semestre o aluno poderá visitar uma empresa diferente, permitindo o contato com a

4 heterogeneidade organizacional (clima e cultura organizacionais distintos e segmentos de mercado diversificados). 5. A EXECUÇÃO DO PROJETO INTEGRADOR O projeto integrador consiste em uma pesquisa a ser realizada em uma empresa, que lhe permitirá conhecer a prática da teoria tratada em sala. O mercado local e regional de Ribeirão Preto SP é composto, preferencialmente, por empresas de pequeno e médio porte. Percebe-se que a atuação do Gestor de Recursos Humanos, nesse nicho empresarial, ainda é pontual e pouco estruturado. Dessa maneira, priorizamos a inserção de nossos alunos em tais empresas, a fim de desenvolver a comunidade através dos conhecimentos produzidos no contexto da Faculdade de Ribeirão Preto. O presente Manual tem por objetivo apresentar as diretrizes norteadoras da execução do Projeto Integrador, bem como delimitar as atividades executadas em cada módulo, ministradas e avaliadas no escopo de cada disciplina do curso. As técnicas mais usadas para este tipo de pesquisa são: entrevistas, questionários, observação e análise de documentos. Estas técnicas são ferramentas que facilitam o levantamento de dados, sem perder o rigor técnico e científico necessário na atuação do profissional de Recursos Humanos. Apresentaremos a seguir os componentes do material a ser entregue no volume impresso e as atividades que deverão ser realizadas em cada módulo do Projeto Integrador Roteiro para a apresentação da empresa Nome Fantasia Razão Social Segmento Número De Funcionários Visão Missão Valores Organograma 5.2. Primeiro Módulo: Fundamentos de Gestão Linguagem e Interpretação de Texto Verifique na empresa quais são os principais meios de comunicação utilizados. Classifique-os como formais, informais, ascendentes, descendentes e laterais. Verifique se houve alguma situação, na empresa, de ruído na comunicação e suas consequências. Realize a seguinte entrevista com, pelo menos, quatro trabalhadores locais: 1. A empresa realiza a divulgação de processos seletivos internamente? 2. Quais os meios que a empresa utiliza para a divulgação de vagas internas? 3. A empresa divulga cursos, palestras e eventos para os trabalhadores locais? 4. As regras de conduta do ambiente empresarial são divulgadas pela organização?

5 5. Quais os meios que a empresa utiliza para divulgar as regras locais? Após a observação da empresa e a realização das entrevistas, descreva quais características de comunicação adotadas pela empresa e elabore um plano de ação que contribua para desenvolver a fluidez e a transparência da comunicação no ambiente organizacional Contabilidade e Gestão Estratégica de Custos Efetue uma análise na empresa em estudo, apontando: - Total dos custos diretos/variáveis - Total das despesas - Total das perdas - Total dos custos indiretos/fixos Elabore um plano de ação na empresa para a implantação de uma gestão estratégica de custos, reduzindo despesas e perdas identificadas na análise Economia Com base na empresa em estudo, responda as seguintes questões: 1.Qual a classificação da empresa de acordo com seu faturamento: Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP), Média ou Grande Empresa. 2.Como está esquematizado o organograma da empresa. 3.Qual setor econômico mais influencia a Economia da cidade ao qual a empresa está localizada? 4.Qual setor econômico a empresa que você trabalha faz parte. Justifique sua resposta. 5.Quais os bens/serviços oferecidos pela empresa? 6.Classifique os bens comercializados/oferecidos na empresa de acordo com a tabela abaixo: DISPONIBILIDADE FORMA DE UTILIZAÇÃO USO Bens livres Bens não-escassos (ar, água etc.) Bens econômicos Bens escassos (MP3 player) Bens Intermediários Bens que irão se transformar em outro bem (cristal utilizado na tela do MP3 palyer) Bens Finais Bens que não irão sofrer nenhuma transformação (MP3 player) 2 tipos: de capital de consumo Bens de Capital Apesar de não sofrerem outra transformação, irão compor outro bem ou serviço (MP3 utilizado por uma revista de crítica musical) Bens de Consumo Bem capaz de satisfazer a necessidade imediata (MP3 player utilizado por um universitário) Teoria das Organizações Realize uma pequena entrevista informal com um gestor da empresa e verifique níveis hierárquicos, unidade de comando, definição de papéis e direcionamento do exercício do poder.

6 Confronte o apurado na entrevista com a administração clássica e científica e identifique qual modelo de gestão é mais evidenciado na organização Fundamentos de marketing Analise o composto de marketing (preço, praça, produto e promoção) utilizado pela empresa escolhida. Verifique quais são as estratégias de marketing adotadas em cada uma destas ferramentas. Existe alguma estratégia de marketing aplicada para os clientes internos da empresa? Proponha um plano de ação que desenvolva ferramentas e estratégias de marketing para clientes internos e externos, que utilizem os recursos organizacionais de maneira sustentável Conclusão Final do Projeto Integrador: Fundamentos de Gestão Ao final do trabalho desenvolvido para cada disciplina, o grupo de alunos deverá apresentar uma conclusão geral descrevendo abrangendo os temas apresentados nas disciplinas do módulo. As questões norteadoras para esta conclusão podem ser: - De que forma as disciplinas deste módulo estão relacionadas? - Descreva sobre a importância do módulo Fundamentos de Gestão para a formação do Gestor de RH SEGUNDO MÓDULO: PRÁTICAS DE GESTÃO DE PESSOAS Benefícios e Serviços De acordo com a política de benefícios e serviços da empresa investigada, preencha o quadro abaixo e responda o questionário a seguir. Tipos de Benefícios Benefícios Assistenciais Recreativos Supletivos Médico-Hospitalar Odontológica Financeira Educação / Bolsa de estudos Reembolso de medicamentos Jurídica Social e de Aconselhamento Cooperativa de consumo Seguro de Vida em Grupo subsidiado Suplementação de Aposentadoria Grêmio ou Clube Colônia de Férias Lazer esportivo e cultural Excursões programadas Música ambiente Restaurante no local de trabalho Transporte subsidiado Estacionamento privativo Distribuição de café Lanches intermediários Outros Sim Não

7 Questionário: 1. A empresa adota um programa de Benefícios visando a satisfação das necessidades sociais, de autoestima e de autorrealização? ( ) Sim Quais? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 2. A empresa adota a nova modalidade, denominada de Benefícios flexíveis ( ) Sim Como funciona? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 3. O programa de Benefícios foi desenhado visando apoiar o recrutamento de pessoal como atração e fixar e reter talentos? ( ) Sim - Descreva ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 4. O Programa de Benefícios tem como objetivo reduzir a rotatividade e absenteísmo na organização? ( ) Sim Qual o calculo utilizado? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 5. O Programa de Benefícios tem como objetivo promover a qualidade de vida das pessoas? ( ) Sim Quais atividades? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 6. Os funcionários participam ou são envolvidos na elaboração ou nas decisões de propostas de Benefícios? ( ) Sim Como funciona? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 7. A empresa possui um programa de comunicação visando a satisfação e compreensão do plano e suas condições, enviando relatório de custos e avaliação dos funcionários, ( ) Sim Como funciona? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? 8. A empresa possui um Plano Fechado de Previdência Privada? ( ) Sim Como funciona? ( ) Não ( ) Possui projetos para atender a essa futura demanda? Elabore um plano de ação para a empresa indicando sugestões para a política de benefícios e serviços adotados pela empresa.

8 Rotinas e Legislação trabalhista Eleja um cargo da empresa e realize todo o processo de departamento pessoal relacionado à contratação e rescisão contratual: 1. Elabore a lista de documentos necessários para o registro do profissional, conforme a CLT; 2. Preencha o Contrato de trabalho para o profissional contratado, seguindo o modelo no anexo A; 3. Preencha o quadro de horários do empregado, conforme o modelo apresentado no anexo B; 4. Preencha o termo de rescisão contratual, conforme anexo C. Elabore uma análise sobre a folha de pagamento da empresa: 1. A emissão de holerites é feita de forma clara? 2. A emissão de recibo de pagamento de férias é feita corretamente? 3. A promoção de reajustes salariais é feita? 4. Atualização nos livros e CTPS. 5. A dispensa dos funcionários é feita de forma correta? 6. A emissão do termo de rescisão do contrato de trabalho é feita corretamente? Após a análise, emita um parecer sobre os procedimentos de pagamento da empresa e proponha um plano de ação com as alterações necessárias nas rotinas trabalhistas Estrutura e Organização de Recursos Humanos 1. Realize uma pequena entrevista com um Gestor de Pessoas, a fim de investigar como é estruturada a área de Recursos Humanos ou Gestão de Pessoas na empresa; 2. Faça uma observação do dia a dia de trabalho da empresa, confrontando os dados que o Gestor de Pessoas apresentou; 3. Entreviste pelo menos três empregados: como você descreve a atuação do gestor de pessoas dessa empresa. Para as empresas de pequeno porte e microempresas, a entrevista pode ser realizada considerando qualquer cargo de liderança na empresa Política Salarial, Cargos e Carreira 1. A empresa possui um plano de cargos e salários? ( ) Sim ( ) Não O Plano de Cargos e Salários tem como objetivo: Atender o equilíbrio interno e externo; Servir como instrumento das oportunidades de trabalho e desenvolvimento na empresa; Tornar clara a política de salários; Servir como base de um plano de carreiras e de outros subsistemas de recursos humanos (T&D, R&S, planejamento e desenvolvimento);

9 Provocar nas pessoas motivação e estímulo para melhorar suas qualificações profissionais. 2. Quantos grupos ocupacionais existem na empresa? Podem ser classificados em grupos operacionais, administrativos, técnicos, gerenciais, sendo que cada grupo exigem pré-requisitos distintos e forma diferenciada na avaliação e composição salarial. 3. Como foi realizado a divulgação do projeto aos colaboradores? ( ) Palestra com os colaboradores; ( ) Intranet; ( ) Livretos explicativos; ( ) Pelas gerências; ( ) Intranet e Internet 4. Elaborar um modelo de descrição de cargo, tendo como base o modelo apresentado; 5. Descrever um cargo de cada grupo ocupacional da empresa. 6. Classificar cada cargo, de acordo com os fatores (mental, físico, responsabilidade e condições de trabalho) dentro do seu grupo ocupacional. 7. Identificar os cargos no organograma da empresa. 8. A empresa possui um planejamento de carreira? Planejamento de careira é o processo pelo qual a empresa desenvolve meios e recursos para preparar as pessoas, e identifica futuras necessidades de promoções e implementa os meios para preenche-la. Chiavenato (2008, P:228), define Gestão de carreira como sendo um processo pelo qual uma organização seleciona, avalia, dá atribuições e desenvolve as pessoas que nela trabalham para obter um grupo de pessoas qualificadas a atender às necessidades atuais e futuras, ou seja, é a maneira que as organização procuram identifica talentos para o seu fut uro. ( ) Sim Descreva como funciona e mencionar um exemplo. ( ) Não explique os motivos 9. A empresa incentiva o autogerenciamento de Carreira? ( ) Sim ( ) Não Cada pessoa é incentivada a fazer a gestão da sua própria carreira assumindo totalmente a responsabilidade de se atualizar, reciclar e manter sua empregabilidade. 10. A empresa incentiva a Empregabilidade interna? ( ) Sim ( ) Não Condição de uma pessoa manter-se empregada, procurada e convidada pela organização a ocupar outras posições.

10 A partir dos resultados encontrados, elabore um diagnóstico sobre a situação da política de cargos e salários imediata e proponha um plano de ação para estruturação ou adequação dessa política Recrutamento e Seleção de Pessoas 1. Eleja um cargo da empresa; 2. Solicite a descrição do cargo selecionado. Caso a empresa não possua esse documento, solicite ao empregado ocupante do cargo que responda ao questionário no anexo D; 3. Preencha o formulário de requisição da vaga; 4. Elabore um anúncio de divulgação da vaga; 5. Especifique os meios que serão utilizados para divulgação e justifique a escolha; 6. Elabore o processo de seleção, especificando as etapas e as técnicas que serão utilizadas; 7. Elabore um roteiro de entrevistas por competências Conclusão Final do Projeto Integrador: Práticas de Gestão de Pessoas Ao final do trabalho desenvolvido para cada disciplina, o grupo de alunos deverá apresentar uma conclusão geral descrevendo a respeito da inter-relação dos temas apresentados nas disciplinas do módulo no processo de investigação e análise da estrutura organizacional. Descreverá sobre a importância do módulo Práticas de Gestão de Pessoas para a formação do Gestor de RH TERCEIRO MÓDULO: TERCEIRIZAÇÃO Dinâmica e Relações Interpessoais Observar o dia a dia da empresa e identificar quais as estratégias utilizadas, pela liderança, para desenvolvimento do grupo. Identificar as áreas que precisam ser trabalhadas com a equipe e propor dinâmicas específicas para cada área a ser desenvolvida Sindicatos e Cooperativismo 1. A qual sindicato os funcionários da organização estão vinculados? 2. Quais os bens e direitos dos funcionários perante o sindicato citado? 3. A empresa atende as exigências especificadas na convenção coletiva do sindicato d esse segmento? 4. A organização está organizada em forma de cooperativa? Relate as fragilidades e as potencialidades de uma organização cooperativista Liderança e Comportamento Organizacional Entreviste os profissionais que ocupam cargos de lideranç a na empresa: 1. Quais são as estratégias que você utiliza para conduzir sua equipe? 2. Como você cobra os resultados dos seus funcionários? 3. Como você avalia o trabalho de seus funcionários? 4. Ao identificar conflitos, qual a sua estratégia para os gerenciar?

11 Após a entrevista, elabore um diagnóstico sobre a liderança da empresa, a partir das seguintes questões: 1. Qual o estilo de liderança que prevalece na organização? 2. Descreva de forma crítica o comportamento organizacional da empresa em estudo. Mediante o que foi diagnosticado, sugira melhorias para a organização em cada um dos tópicos anteriores Globalização, Mercado de Trabalho e Terceirização Uma das formas de atuação do profissional de Recursos Humanos é a terceirização de serviços. Identifique se a empresa investigada adota algum tipo de terceirização. 1. Quais serviços são terceirizados na empresa? 2. Como a terceirização de serviços interfere na dinâmica de Gestão de Pessoas na empresa? 3. De que forma a globalização interfere nos negócios da empresa? Elabore um diagnóstico apontando os benefícios e prejuízos vivenciados pela empresa, decorrentes da terceirização. Sugira modelos de trabalhos que potencializem os benefícios e reduza os prejuízos identificados Estratégia Mercadológica Empresarial Questão: Marketing Social e Responsabilidade Social Corporativa. Toda e qualquer organização pertence a uma matriz social (FREEMAN, 1984; FOMBRUN, 1996; QUAZI, 1997; CARROLL, 1999), fazendo com que tenha a obrigação de prestar contas à sociedade sobre seus atos. Com relação a essa responsabilidade analise na empresa as ações sociais de marketing que estão sendo aplicadas, tanto com relação a sociedade como em relação aos funcionários. Caso a empresa não tenha nenhuma ação social de marketing, sugira algo para ser aplicado, levando em consideração a realidade dos funcionários e a sociedade em que ela está inserida Tópicos Avançados em Gestão de Pessoas Verificar como cada um dos fundamentos a seguir é colocado em prática na empresa analisada. 1. Pensamento sistêmico: compreensão e tratamento das relações de interdependência e seus efeitos entre os diversos componentes que formam a organização, bem como entre eles e o ambiente com o qual interagem. 2. Atuação em rede: desenvolvimento de relações e atividades em cooperação entre organizações ou indivíduos com interesses comuns e competências complementares.

12 3. Aprendizado organizacional: busca de maior eficácia e eficiência dos processos da organização e alcance de um novo patamar de competência, por meio da percepção, reflexão, avaliação e compartilhamento de conhecimento e experiências. 4. Inovação: promoção de um ambiente favorável à criatividade, experimentação e implementação de novas ideias capazes de gerar ganhos de competitividade com desenvolvimento sustentável. 5. Agilidade: flexibilidade e rapidez de adaptação a novas demandas das partes interessadas e mudanças do ambiente, considerando a velocidade de assimilação e o tempo de ciclo dos processos. 6. Liderança transformadora: atuação dos líderes de forma inspiradora, exemplar, realizadora e com constância de propósito, estimulando as pessoas em torno de valores, princípios e objetivos da organização, explorando as potencialidades das culturas presentes, preparando líderes e interagindo com as partes interessadas. 7. Olhar para o futuro: projeção e compreensão de cenários e tendências prováveis do ambiente e dos possíveis efeitos sobre a organização, no curto e longo prazos, avaliando alternativas e adotando estratégias mais apropriadas. 8. Conhecimento sobre clientes e mercados: interação com clientes e mercados e entendimento de suas necessidades, expectativas e comportamentos, explícitos e potenciais, criando valor de forma sustentável. 9. Responsabilidade social: dever da organização de responder pelos impactos de suas decisões e atividades, na sociedade e no meio ambiente, e de contribuir para a melhoria das condições de vida, por meio de um comportamento ético e transparente, visando ao desenvolvimento sustentável. 10. Valorização das pessoas e da cultura: criação de condições favoráveis e seguras para as pessoas se desenvolverem integralmente, com ênfase na maximização do desempenho, na diversidade e fortalecimento de crenças, costumes e comportamentos favoráveis à excelência. 11. Decisões fundamentadas: deliberações sobre direções a seguir e ações a executar, utilizando o conhecimento gerado a partir do tratamento de informações obtidas em medições, avaliações e análises de desempenho, de riscos, de retroalimentações e de expe riências. 12. Orientação por processos: busca de eficiência e eficácia nos conjuntos de atividades que formam a cadeia de agregação de valor para os clientes e demais partes interessadas.

13 13. Geração de valor: alcance de resultados econômicos, sociais e ambientais, bem como de resultados dos processos que os potencializam, em níveis de excelência e que atendam às necessidades das partes interessadas. Elaborar um relatório diagnóstico da situação da empresa nos fundamentos descritos e elaborar um plano de ação para desenvolver os fundamentos que ainda não são trabalhados, na empresa Conclusão Final do Projeto Integrador: Gestão Interpessoal Elaborar uma conclusão geral sobre as formas como as disciplinas deste módulo estão relacionadas e como o módulo Gestão Interpessoal contribui para a formação do Gestor de RH. Apontar quais as estratégias de desenvolvimento organizacional deverão ser implementadas na empresa a partir da análise multidisciplinar desenvolvida QUARTO MÓDULO: GERAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ORGANIZAÇÃO Gestão do Conhecimento, Treinamento e Desenvolvimento Verifique as descrições de cargo na empresa analisada. Caso a empresa não possua o documento, escolha um cargo e elabore a descrição. A partir das tarefas de scritas, elabore um questionário para análise de tarefas e análise individual, correspondentes ao levantamento de necessidades de treinamento. Aplique o questionário e identifique as lacunas que necessitam treinamento. Organize um planejamento de treinamento respondendo as seguintes questões: quem será treinado? Como será o treinamento? Onde será treinado? Quem ministrará o treinamento? Qual conteúdo será trabalhado? Avaliação de Desempenho Analise a política de avaliação de desempenho respondendo as questões a seguir: 1. A empresa em estudo apresenta um sistema de avaliação de desempenho? Se sim explique a metodologia utilizada. 2. A avaliação realizada é focada em competência pessoal, tecnologia ou metodologia e sociais? 3. Como é feita a devolutiva da Avaliação de Desempenho? 4. Qual é a periodicidade da aplicação da Avaliação de Desempenho? 5. Que tipos de competência são relevantes para esta organização? 6. Qual é o foco principal da Avaliação de Desempenho da sua Organização? Após descrita as características da avaliação de desempenho da empresa, apresente um plano de ação que possibilite trabalhar as lacunas de desempenho identificadas na equipe. Caso a empresa não possua um sistema de avaliação de desempenho, elabore um modelo de avaliação que esteja alinhado com as necessidades e características organizacionais.

14 Tópicos Avançados em Gestão de Pessoas II METODOLOGIA Atividade I: Elaboração de um Fluxograma Identificar uma empresa; Escolher a atividade de um dos subsistemas de Recursos Humanos; Elaborar um fluxograma relacionando as fases da atividade escolhida; Atividade II: Auditoria Interna de RH Solicitar ao responsável pelo Pessoal a pasta de um dos colaboradores e verificar a existência de documentos, conforme roteiro abaixo. ROTEIRO PARA AVALIAR A PASTA DO FUNCIONÁRIO: Confirmar a existência de documentos que devem ser arquivados na mesma: Documentos Sim Não Cópias: RG CPF PIS Título de Eleitor Reservista Comprovante de Residência Comprovante de Escolaridade Certidão de casamento ou Declaração de União Estável Certidão de Nascimento dos Filhos Caderneta de vacinação dos filhos Comprovante de Escolaridade dos Filhos Exame Médico Admissional Termo de opção Vale Transporte Termo de Opção Vale-Refeição Recibo de Entrega CTPS Declaração de encargos para fins IRRF Comprovante de Contribuição Sindical Controlo de Ponto Gestão da Qualidade e Responsabilidade Socioambiental Responda as questões a seguir, de acordo com as características da empresa analisada. 1) A empresa conhece as certificações ambientais? ( ) NÃO ( ) SIM Quais? 2) A empresa possui? ( ) NÃO ( ) SIM Quais? 3) A empresa tem interesse em alguma em especial? ( ) NÃO ( ) SIM Por que? 4) A empresa conhece os benefícios e resultados da ISO 14000? ( ) NÃO ( ) SIM 5) O que a empresa acha dos benefícios e resultados da ISO 14000? 6) Existe algum programa interno relacionado a boas práticas ambientais"?

15 ( ) NÃO ( ) SIM Quais? 7) Qual a responsabilidade da empresa com relação à água? 8) Existem medidas de contenção de desperdício de energia? ( ) NÃO ( ) SIM Como é feito? 9) A empresa tem projetos de responsabilidade socioambiental? ( ) NÃO ( ) SIM Quais? 10) A empresa investe em incentivos quanto a Responsabilidade Ambiental? ( ) NÃO ( ) SIM Como? Gerenciamento de Pessoas a seguir: De acordo com as informações existentes na empresa analisada, responda as questões Quantidade de colaboradores por nível de escolaridade: 1º Grau Completo: Incompleto 2º Grau Completo: Incompleto Superior Completo: Incompleto Pós Graduação ou Acima Quantidade de colaboradores por tempo de serviço: Tempo de Serviço Masculino Feminino Até 1 ano de 1 a 3 anos de 3 a 5 anos de 5 a 10 anos Acima de 10 anos 1. Quais são os principais desafios da empresa em termos de gestão e desenvolvimento de pessoas? ( ) Reestruturar-se para encarar os novos desafios do negócio ( ) Engajamento e motivação da força de trabalho ( ) Remuneração por desempenho ( ) Recrutamento e retenção de colaboradores qualificados ( ) Alta Rotatividade entre funcionários-chave ( ) Gestão do conhecimento ( ) Gestão por Competências ( ) A Empresa possui programas formais de contratação de Estagiário/Trainee? ( ) Sim ( ) Não % de colaboradores efetivos (registrados) que foram Estagiários/Trainees na empresa no passado? Não temos dados 1% a 5% 6% a 10%

16 10% a 15% 15% a 20% Acima de 20% 3. Como a empresa define o Talento entre seus colaboradores? ( ) Um colaborador estratégico para os objetivos da organização ( ) Um colaborador indispensável para renovação gerencial da organização ( ) Um colaborador indispensável no processo de mudança cultural ( ) Um colaborador como outro qualquer, mas com resultados diferenciados ( ) Um colaborador com elevada capacidade de gerar resultados ( ) Que características a empresa julga indispensável em um funcionário? ( ) Criatividade / Participação / Envolvimento ( ) Visão de Longo Prazo ( ) Aptidões compatíveis com o negócio e objetivos da empresa ( ) Potencial para crescimento profissional ( ) Perfil de Liderança ( ) Quais os meios que a empresa utiliza para seu recrutamento? ( ) Anúncio Jornal ( ) Divulgação Interna (Murais/Quadro de Avisos/Intranet) ( ) Internet / Sites de Emprego ( ) Agência de Empregos / Headhunter ( ) Anúncio Universidades ( ) Banco de currículos e RH da empresa ( ) Quais as técnicas utilizadas pela empresa para seleção de novos colaboradores? ( ) Entrevista pessoal (candidato/rh/chefia) ( ) Testes psicológicos ( ) Teste práticos (conhecimentos gerais e/ou específicos) ( ) Dinâmicas de grupo ( ) Testes comportamentais e avaliação de potencial ( ) Quais são as expectativas mais frequentes na admissão por parte dos colaboradores? ( ) Desenvolvimento profissional ( ) Possibilidade de melhores ganhos ( ) Contribuir com o crescimento da empresa ( ) Autonomia para inovação, criatividade e poder de decisão 8. Quanto ao desenvolvimento de pessoas, a empresa possui algum dos programas abaixo? ( ) Programa de Acompanhamento Sistemático ( ) Programa de MBA/Especialização ( ) Programa de Avaliação Estruturada (Desempenho/Potencial/Competências) ( ) Programa de Formação Técnica ( ) Programa para Ação de Coaching ( ) Universidade Corporativa ( ) Quais são os motivos mais comuns apresentados para o rompimento do vínculo com a empresa? ( ) Divergência entre expectativa profissional e da empresa ( ) Desenvolvimento de carreira mais lento que o esperado

17 ( ) Perspectiva de maiores ganhos em outra empresa ( ) Maior liberdade e autonomia ( ) Ausência de projetos desafiadores ( ) Reconhecimento, respeito e valorização pessoal ( ) Equilíbrio entre vida pessoal e profissional 10. Quais atitudes gerenciais a empresa julga mais importantes na Gestão de Pessoas? (Atribua valores de 1 a 10 sendo, 10 para o de maior relevância e 1 para o de menor relevância) ( ) Sensibilidade interpessoal ( ) Iniciativa e energia para solucionar problemas ( ) Disponibilidade para ouvir e dar feedback ( ) Demonstrar interesse, curiosidade, tenacidade e persistência ( ) Flexibilidade e adaptabilidade quanto às mudanças e inovações ( ) Proatividade e dinamismo ( ) Integridade e bom senso no trato com as pessoas ( ) Compartilhamento do sucesso de trabalho com a equipe ( ) Honestidade e ética nos negócios ( ) Comprometimento com metas e resultados ( ) A empresa pratica outras formas de remuneração, que não seja apenas salário fixo ou salário contratual? ( ) Sim ( ) Não 12. Em caso afirmativo, assinale as alternativas utilizadas: ( ) Remuneração por desempenho/produtividade ( ) Remuneração pelos resultados dos negócios ( ) Remuneração por conhecimentos, habilidades e responsabilidades ( ) Programa de participação nos lucros ou resultados ( ) Programa de sugestões premiadas 13. A empresa fornece algum tipo de subsídio para estudos? ( ) Possui ( ) Não possui 14. Como Gestão Estratégica, assinale as atitudes mais utilizadas pela empresa para resgatar a confiança da equipe, mantê-la motivada e reter colaboradores talentosos na empresa: ( ) Estabelecer canais de comunicação regular, transparente e fácil de usar, com feedback constante ( ) Incentivar a realização de outras tarefas quando disporem de tempo livre, recompensando - os adequadamente ( ) Dar, sempre que possível, uma tarefa desafiadora para ele executar ( ) Reconhecer o desempenho e remunerar os colaboradores de forma justa e competitiva com o mercado ( ) Adotar políticas de desenvolvimento e de oportunidades de carreira ( ) Higiene, Segurança e Qualidade de Vida Relacione os conceitos e estratégias estudados na disciplina com os fatos e processos ocorridos na empresa. Sugira melhorias caso necessário.

18 5.5.7 Conclusão Final do Projeto Integrador: Geração e Gestão do Conhecimento na Organização Elaborar uma conclusão geral sobre as formas como as disciplinas deste módulo estão relacionadas e como o módulo Gestão Interpessoal contribui para a formação do Gestor de RH. Apontar as possibilidades de treinamentos a serem executados pela empresa para trabalhar as lacunas de competências existentes nos empregados, além de ampliar a segurança e qualidade no ambiente empresarial.

19 ANEXO A IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES Contrato de trabalho por tempo indeterminado Empregador: (Razão Social/nome do empregador), com sede em (xxx), na Rua (xxx), nº (xxx), Bairro (xxx), CEP (xxx), no Estado (xxx), inscrito no CNPJ sob o nº (xxx), e no Cadastro Estadual sob o nº (xxx), neste ato representado pelo seu diretor (xxx), (Nacionalidade), (Estado Civil), (Profissão), Carteira de Identidade nº (xxx), CPF nº (xxx), residente e domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), CEP (xxx), Cidade (xxx), no Estado (xxx); Empregado: (Nome do empregado), (Nacionalidade), (Estado Civil), (Profissão), Carteira de Identidade nº (xxx), CPF nº (xxx), Carteira de Trabalho nº (xxx) e série (xxx), residente e domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), CEP (xxx), Cidade (xxx), no Estado (xxx). As partes identificadas acima, celebram entre si o presente Contrato de Trabalho por Tempo Indeterminado, regido pelas cláusulas seguintes e demais disposições legais vigentes: DAS DISPOSIÇÕES LEGAIS Cláusula 1ª O presente contrato de trabalho por tempo indeterminado tem como fundamento a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). DO OBJETIVO Cláusula 2ª - O Empregador admite aos seus serviços, na modalidade de contrato de trabalho por tempo indeterminado o Empregado, na função de. DO LOCAL E DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO Cláusula 3º - O local de trabalho será (sede/filial ou outro estabelecimento da empresa), podendo o Empregador, a qualquer momento, transferir o Empregado em caráter definitivo ou temporário, para outra unidade/filial/estabelecimento, em qualquer localidade deste Estado ou de outro dentro do país. DA VIGÊNCIA DO CONTRATO DE TRABALHO Cláusula 4º - O presente contrato terá duração por prazo indeterminado, sendo assegurado às partes o direito de rescisão a qualquer momento, obrigando-se a parte que desejar rescindi-lo, comunicar a outra com aviso-prévio mínimo de 30 (trinta) dias. DA JORNADA DE TRABALHO Cláusula 5ª O trabalho executado pelo Empregado consistirá na jornada diária de (total das horas diárias), de a (especificar os dias da semana), com intervalo para repouso/refeição, das a, perfazendo um total de horas semanais. DA REMUNERAÇÃO Cláusula 6ª - O Empregado perceberá a quantia mensal (ou diária, ou horária) de R$ (por extenso), efetuados os devidos descontos permitidos por lei. DAS DEMAIS DISPOSIÇÕES Cláusula 7ª O empregado compromete-se a respeitar todas as normas legais da relação de emprego, bem como o regulamento interno da empresa, cuja cópia lhe será entregue no momento da celebração deste contrato, bem como de utilizar corretamente todos os equipamentos de segurança fornecidos, para fins de cumprimento das normas de segurança e medicina do trabalho. Cláusula 8ª - Em caso de dano causado pelo Empregado, fica desde já autorizado o Empregador a efetivar

20 o desconto da importância correspondente ao prejuízo, o qual fará, com fundamento no parágrafo único do artigo 462 da CLT, já que essa possibilidade fica expressamente prevista em contrato. Cláusula 9ª - Por estarem assim, justos e acordados, firmam o presente contrato de trabalho por tempo indeterminado em 02 (duas) vias de igual teor, juntamente com 2 (duas) testemunhas. Ribeirão Preto, de de. (Carimbo e razão social da empresa (sócio/diretor/proprietário)) (Assinatura do empregado) (Assinatura do responsável legal (quando menor)) (Nome, RG e assinatura da testemunha 1) (Nome, RG e assinatura da testemunha 2)

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial ANEXO I TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE

Leia mais

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV.

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV. PORTARIA N o 1621 DE 14 DE JULHO DE 2010 Aprova modelos de Termos de Rescisão de Contrato de Trabalho e Termos de Homologação. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 91 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE 09 CNPJ/CEI

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão em Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão:

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão: Módulo de Rescisão Para calcular a rescisão, é necessário informar para quem se deseja calcular (Código, Divisão, Tomador), depois informar tipo de dispensa, data de aviso prévio, data de pagamento, dias

Leia mais

Ministério do Trabalho e Emprego

Ministério do Trabalho e Emprego . ANEXO I TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08

Leia mais

Resolução nº. 4 de 13 de julho de 2005, da Câmara de Educação Superior do CNE publicada no Diário Oficial de 19 de julho de 2005, artigo 7º:

Resolução nº. 4 de 13 de julho de 2005, da Câmara de Educação Superior do CNE publicada no Diário Oficial de 19 de julho de 2005, artigo 7º: ESTÁGIO SUPERVISIONADO I E II 1 - Resolução: Resolução nº. 4 de 13 de julho de 2005, da Câmara de Educação Superior do CNE publicada no Diário Oficial de 19 de julho de 2005, artigo 7º: O Estágio Curricular

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO ( IES x ENTIDADE CONCEDENTE)

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO ( IES x ENTIDADE CONCEDENTE) TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO ( IES x ENTIDADE CONCEDENTE) PARTES ESSENCIAIS: I- QUALIFICAÇÃO DAS PARTE; II- INFORMAÇÕES RELEVANTES; III- CLÁUSULAS; IV- ASSINATURAS: das partes através de seus representantes

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012

Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012 Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012 Prof. Procópio Aula 25-04-2012 Quem sou Eu? Breve Programa do Curso Bibliografia Básica Sistema de Aulas Sistema de Avaliações Contatos do Professor Apresentação

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL

DEPARTAMENTO PESSOAL DEPARTAMENTO PESSOAL DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1 1. Documentos necessários para admissão Para o processo de admissão, o novo funcionário deverá apresentar a relação de documentos abaixo: *Carteira de Trabalho

Leia mais

RECURSOS HUMANOS EMENTAS DO CURSO 1º P TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA COMPLEMENTOS DE MATEMÁTICA PARA CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO

RECURSOS HUMANOS EMENTAS DO CURSO 1º P TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA COMPLEMENTOS DE MATEMÁTICA PARA CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO RECURSOS HUMANOS EMENTAS DO CURSO 1º P TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Técnicas de leitura, interpretação e produção de textos, expressão oral e apresentação de trabalhos acadêmicos, argumentação

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Matriz Curricular aprovada pela Resolução nº 18/09-CONSUNI, de 1º de dezembro de 2009. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

RESCISÃO DE CONTRATO

RESCISÃO DE CONTRATO RESCISÃO DE CONTRATO MTE altera novamente Portaria 1.621 que aprovou novos Termos de Rescisão O Ministério do Trabalho e Emprego, através da Portaria 1.057, de 6-7-2012, publicada no Diário Oficial de

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 A Prefeitura Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, através do Centro de Integração Empresa Escola - CIEE e com autorização do Prefeito Municipal Exmo. Srº

Leia mais

Portaria MTE Nº 2685 DE 26/12/2011

Portaria MTE Nº 2685 DE 26/12/2011 Pag. 70 ISSN 1677-7042 Nº 248, terça-feira, 27 de dezembro de 2011 Portaria MTE Nº 2685 DE 26/12/2011 Altera a Portaria nº 1.621, de 14 de julho de 2010, que aprovou os modelos de Termos de Rescisão de

Leia mais

Instruções de Impressão

Instruções de Impressão Instruções de Impressão 1. O modelo deverá ser plano e impresso em papel A4, na cor branca, com 297 milímetros de altura e 210 milímetros de largura em papel com, ao menos, 75 gramas por metro quadrado.

Leia mais

TERMO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR DISCRIMINAÇÃO DAS VERBAS RESCISÓRIAS [C]

TERMO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR DISCRIMINAÇÃO DAS VERBAS RESCISÓRIAS [C] TERMO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 CNPJ/CEI 03.965.584/0015.23 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) Avenida Presidente Kennedy, 4400 05 Município Olinda

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS APRESENTAÇÃO O curso de especialização Gestão de Pessoas tem por meta desenvolver gestores para atuarem em empresas que estejam inseridas no processo de globalização

Leia mais

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Capítulo 2 Conceitos de Gestão de Pessoas - Conceitos de Gestão de Pessoas e seus objetivos Neste capítulo serão apresentados os conceitos básicos sobre a Gestão

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA I -FINALIDADE. Este Regulamento tem por finalidade apresentar os princípios básicos de pessoal que devem

Leia mais

1.1 RECRUTAMENTO E MÓDULO 1 ADMISSÃO

1.1 RECRUTAMENTO E MÓDULO 1 ADMISSÃO MÓDULO 1 ADMISSÃO 1.1 RECRUTAMENTO E SELEÇÃO ESTE FASCÍCULO SUBSTITUI O DE IGUAL NÚMERO ENVIADO ANTERIORMENTE AOS NOSSOS ASSINANTES. RETIRE O FASCÍCULO SUBSTITUÍDO, ANTES DE ARQUIVAR O NOVO, PARA EVITAR

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

Contratação e Modelo de Contrato

Contratação e Modelo de Contrato Contratação e Modelo de Contrato Deveres da Empresa Firmar contrato especial de aprendizagem com o adolescente e inscrevê-lo em curso de aprendizagem desenvolvido por uma entidade qualificada de ensino

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: CST em Gestão em Recursos Humanos MISSÃO DO CURSO A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da ESTÁCIO EUROPAN consiste em formar

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Lajeado 4811 Administração LFE em Administração

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

Edital GERIR HUGO Nº 003/2015 Processo Seletivo Simplificado para Contratação Engenheiro de Segurança do Trabalho

Edital GERIR HUGO Nº 003/2015 Processo Seletivo Simplificado para Contratação Engenheiro de Segurança do Trabalho Edital GERIR HUGO Nº 003/2015 Processo Seletivo Simplificado para Contratação Engenheiro de Segurança do Trabalho O Instituto GERIR, entidade de direito privado e sem fins lucrativos, classificado como

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições Abertas Turma 12 (Noturno) -->Últimas Vagas até o dia 27/05/2013 CAMPUS IGUATEMI Turma 13

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS I. Introdução Este Manual de Gestão de Cargos e Salários contempla todas as Áreas e Equipamentos da POIESIS e visa a orientar todos os níveis de gestão, quanto às

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor OBJETIVO: A Gestão de Pessoas vem passando por inúmeras transformações nestes últimos anos.

Leia mais

A importância do RH estratégico para as empresas familiares. Sheila Madrid Saad

A importância do RH estratégico para as empresas familiares. Sheila Madrid Saad A importância do RH estratégico para as empresas familiares Sheila Madrid Saad Anos 30... Pagadoria Registros e controles Enfoque jurídico FOCO NA MANUTENÇÃO DA LEGALIDADE Anos 50... Pagadoria Registros

Leia mais

Desenvolvimento Humano

Desenvolvimento Humano ASSESSORIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Desenvolvimento Humano ADVISORY Os desafios transformam-se em fatores motivacionais quando os profissionais se sentem bem preparados para enfrentá-los. E uma equipe

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS Abonos de qualquer natureza Evento Descrição INSS FGTS IRRF Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências Evento Descrição INSS FGTS IRRF Abonos de qualquer natureza Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho -

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Módulo: Gestão de Pessoas

Módulo: Gestão de Pessoas O Sistema FIRJAN, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RJ), apresenta o Programa de Capacitação Empresarial Inovando na Gestão. O objetivo é atualizar e capacitar os empresários e dirigentes empresariais

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob;

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob; 1. Esta Política institucional de gestão de pessoas: Política institucional de gestão de pessoas a) é elaborada por proposta da área de Gestão de Pessoas da Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob

Leia mais

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGIAS DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA É O USO INTELIGENTE DAS VÁRIAS FORMAS DE REMUNERAÇÃO, CUJO CONJUNTO ESTABELECE UM FORTE VÍNCULO COM A NOVA REALIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

Leia mais

ALUNO IMPORTANTE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO ESTÁGIO Leia com Atenção!

ALUNO IMPORTANTE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO ESTÁGIO Leia com Atenção! ALUNO IMPORTANTE INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO ESTÁGIO Leia com Atenção! Você deverá preencher os campos dos impressos destinados ao registro de Estágio sem rasuras e com letra legível ou por intermédio

Leia mais

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 Altera a Portaria nº 1.621 de 14/07/2010, que aprovou os modelos de Termos de Rescisão do Contrato de Trabalho

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

Serão destinadas 32 vagas para acadêmicos para o PROEXTENSINO, distribuídas para os Cursos de Graduação, conforme descrito abaixo:

Serão destinadas 32 vagas para acadêmicos para o PROEXTENSINO, distribuídas para os Cursos de Graduação, conforme descrito abaixo: FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PROEXTENSINO e RESPONSABILIDADE SOCIAL - 2013/2014 A Coordenação de Extensão da Faculdade Católica

Leia mais

Formulário de Avaliação de Desempenho

Formulário de Avaliação de Desempenho Formulário de Avaliação de Desempenho Objetivos da Avaliação de Desempenho: A avaliação de desempenho será um processo anual e sistemático que, enquanto processo de aferição individual do mérito do funcionário

Leia mais

ÍNDICE 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO

ÍNDICE 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. GLOSSÁRIO DE TERMINOLOGIAS ADOTADAS 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO 4. OBJETIVOS DA GESTÃO DO DESEMPENHO 5. BENEFÍCIOS ESPERADOS DO MODELO 6. DIRETRIZES

Leia mais

Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro

Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro Remuneração, Incentivos e Benefícios Profª Ma. Máris de Cássia Ribeiro Vendrame Visão do Futuro A Empresa será reconhecida como uma organização comprometida com a valorização do homem O Significado dos

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 DOU Nº 131, segunda-feira, 9 de julho de 2012 Seção 1 Página 108 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 Altera a Portaria nº 1.621, de 14 de julho de 2010, que aprovou os modelos

Leia mais

Anexo 05 CONTRATO DE TRABALHO DE APRENDIZ

Anexo 05 CONTRATO DE TRABALHO DE APRENDIZ Anexo 05 EMPREGADOR: CONTRATO DE TRABALHO DE APRENDIZ MSMT..., pessoa jurídica de direito privado, com endereço na Av./Rua..., nº... Bairro..., cidade..., CEP..., inscrita no C.N.P.J...,, neste ato representada

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Curso de Serviço Social Manual do estagiário

Curso de Serviço Social Manual do estagiário Curso de Serviço Social Manual do estagiário I - Apresentação Caro aluno, A disciplina denominada Supervisão Acadêmica em Serviço Social, objetiva contribuir na compreensão das atividades relativas ao

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I.

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I. PROPOSTA DE EDITAL O Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano, fundado aos 09 (nove) dias do mês de Maio de 2007, tendo como objetivo promover o desenvolvimento humano em diversos âmbitos,

Leia mais

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Abril de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 O MBA EM CONSULTORIA & GESTÃO DE NEGÓCIOS,

Leia mais

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento Regulamento A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos - Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição não governamental que dissemina conhecimento

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O estágio

Leia mais

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS

PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS PARTE I ROTINAS TRABALHISTAS Capítulo 1 Recrutamento... 3 1.1 Possíveis ocorrências de recrutamento... 4 1.1.1 Ampliação do quadro de pessoal... 4 1.1.2 Desligamento de empregado... 5 1.1.3 Promoção...

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO EM CUIABA

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO EM CUIABA EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO EM CUIABA A Faculdade Estácio em Cuiaba divulga processo seletivo para Professor

Leia mais

15ª Edição 2014 Exercício 2013

15ª Edição 2014 Exercício 2013 Pesquisa de Indicadores de Gestão de Pessoas Apresentação 15ª EDIÇÃO REFERENTE A DADOS DE DEZEMBRO/2013 Primeira vez que a pesquisa é realizada com a Universidade Metodista, por meio do Grupo de Estudos

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 88-CEPE/UNICENTRO, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2011. Aprova o Curso de Especialização em MBA Gestão Estratégica de Pessoas, modalidade regular, a ser ministrado no Campus Santa Cruz, da UNICENTRO.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DOTRABALHO

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DOTRABALHO DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DOTRABALHO O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SESC para este processo seletivo.

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DOS PROCESSOS DE AUDITORIA AMBIENTAL TIPOS DE AUDITORIA

CARACTERÍSTICAS DOS PROCESSOS DE AUDITORIA AMBIENTAL TIPOS DE AUDITORIA CARACTERÍSTICAS DOS PROCESSOS DE AUDITORIA AMBIENTAL A auditoria ambiental pode ser restrita a um determinado campo de trabalho ou pode ser ampla, inclusive, abrangendo aspectos operacionais, de decisão

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Projetos 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que apontam a

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Regulamento. REGULAMENTO DO PROGRAMA JOVENS CONSULTORES 2013 2ª Edição

Regulamento. REGULAMENTO DO PROGRAMA JOVENS CONSULTORES 2013 2ª Edição Regulamento REGULAMENTO DO PROGRAMA JOVENS CONSULTORES 2013 2ª Edição Este instrumento tem por objetivo regular a participação no processo de seleção para o PROGRAMA JOVENS CONSULTORES 2013 2ª Edição,

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2. 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2 2. OBJETIVO 2 3. DA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 2 3.1 Requisitos para participar do estágio supervisionado 2 3.2 Como Fazer o Estágio Supervisionado Curricular 3 3.3 A empresa e o supervisor

Leia mais

Menu Contratos. Há também a opção de Contrato de Experiência Modelo Antigo com alteração de algumas cláusulas.

Menu Contratos. Há também a opção de Contrato de Experiência Modelo Antigo com alteração de algumas cláusulas. Contratos de Trabalho Emissão de Contratos de Trabalho e Outros Experiência Este item tem como objetivo emitir Contrato de Experiência para o recrutamento dos funcionários na empresa. A emissão necessita

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC Institui o Plano de Desenvolvimento de Recursos Humanos criando o Quadro

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior

Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior 1 - Identificação do trabalhador Nome do Trabalhador Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior PIS/PASEP CTPS Nº e Série Doc. identidade Data de nascimento / / CPF Endereço eletrônico

Leia mais

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES N REQUISITOS OBSERVAÇÕES 01 02 03 04 05 06 07 A - MANUTENÇÃO E SUPORTE A empresa fornece produto de software com Verificar se a empresa fornece manual do produto (instalação), documentação de suporte ao

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS RUBRICAS INSS FGTS IR de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono pecuniário de férias Arts. 28, 9º, e, 6

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS UCPel Sociedade Pelotense de Assistência e Cultura SPAC Edital 001/2014 - Seleção de Profissional Programa Redes de Cooperação A UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS - UCPel,

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

CAPÍTULO I CONCEITO, FINALIDADE E OBJETIVOS

CAPÍTULO I CONCEITO, FINALIDADE E OBJETIVOS VOTO CONSU 2009-02 de 23/04/2009 2011-03 de 24/03/2011 2012-19 de 14/06/2012 REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Estabelece as normas institucionais para a realização de Estágios

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com. Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.br MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Alinhadas às Diretrizes

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão em Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento. Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente.

MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento. Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente. MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente. Realização de cursos, treinamento e palestras. 1 ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação

Leia mais