Universidade Federal do Paraná UFPR PIBID. Criatividade na aula

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Federal do Paraná UFPR PIBID. Criatividade na aula"

Transcrição

1 Universidade Federal do Paraná UFPR PIBID Criatividade na aula Breno Filipe Rodrigues Lustosa Resumo Este trabalho tem como objetivo relatar as experiências encontradas no âmbito escolar, proporcionadas pelo subprojeto Educação Física 0 denominado A Perspectiva da Cultura Corporal em Distintos Contextos da Formação do Docente na Educação Física Escolar do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR) vinculado ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID), para então, buscar as conclusões retiradas dos períodos em que ocorreram as observações. Após conhecer e observar os cenários da escola e suas especificidades, acompanhar algumas aulas e avaliar as suas dificuldades e seus os seus desafios, afirmo a importância do professor ser criativo e conhecer seus objetivos para assim obter o sucesso esperado para sua aula, que seria o aprendizado do aluno. Introdução O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, PIBID, oferece bolsas de iniciação a docência aos alunos de cursos de licenciatura nas universidades públicas brasileiras, com o objetivo estimular o pensamento crítico sobre como a prática docente se constrói dentro da escola e de que maneira esse contexto pode

2 influenciar na formação acadêmica, relacionar o conhecimento acadêmico com o conhecimento prático, refletir sobre as experiências bem-sucedidas e elevar as ações acadêmicas voltadas à formação inicial dos professores. O subprojeto A perspectiva da cultura corporal em diferentes contextos da formação docente na Educação Física escolar, coordenado pela professora Rosecler Vendruscolo possui então, o intuito de iniciação para os futuros professores na escola. Por isso, nós bolsistas tivemos o imenso prazer de nos últimos meses estarmos acompanhando o dia a dia das escolas: EM Rolândia e CE Teobaldo L. Kletemberg, acompanhados pelos professores supervisores Eumar André Koler e Vanessa Mamoré Schivinski. Nesses dias, eu pude conhecer algumas das características de uma boa aula. Apesar do desafio que existe, uma aula deve possuir um comprometimento com o processo de transformação social além do conteúdo (COLETIVO, 1992), deve haver o lúdico e superar-se o senso comum principalmente uma aula que possui como objetivo a cultura corporal e suas vertentes. Não se pode aprender com o corpo sem utiliza-lo, e para isso torna-se importante que o professor se aproprie de novas práticas, evoluindo também das práticas já estabelecidas, adequando-se a demanda. O aluno motivado pode então desenvolver seu conhecimento, sem empecilhos que possam atrapalha-lo. Desenvolvimento O conhecimento científico apropriado pela escola deve propiciar ao aluno uma maior reflexão, adicionando esses novos elementos aos conhecimentos préestabelecidos do aluno e criar formas para que o mesmo possa desenvolvê-los.

3 Ninguém entra na escola sem conhecer nada, portanto esse aluno, apenas adiciona novos conhecimentos que serão refletidos e analisados. Com essa ideologia, a Escola Municipal Rolândia desenvolve seus conteúdos, de maneira que o aluno amplie um senso crítico a cerca da cultura que o rodeia. Sendo assim, nos primeiros momentos na Escola Municipal Rolândia, pude observar uma aula totalmente diferente do que já pratiquei. Na primeira aula os professores de Educação Física da escola, fizeram uma iniciação ao circo, utilizando aparelhos como o lençol acrobático, trapézio e o slack line. Na segunda, usando o espaço ao lado da escola (um bosque que foi reformado para a utilização das crianças) os professores fizeram uma brincadeira baseada em um jogo virtual bastante popular: Five Nights at Freddy. Na terceira aula acompanhei uma variação da brincadeira imagem e ação, fazendo com que as crianças tentassem usando da criatividade realizar mímicas do cotidiano delas, como estabelecimentos e cômodos da casa. Na quarta aula os professores mostraram a tirolesa às crianças que se divertiram bastante, além de terem vivenciado mais uma prática que poucas crianças já tiveram. No quinto dia de observação, foi dado aos alunos tatames para que eles, ao utilizar a imaginação, construíssem uma história. Na oficina de circo, realizada pelo professor supervisor, a minha atenção se voltou para o como às crianças querem aprender algo novo. Nessa oficina, o professor oportuniza algumas vivências de circo, como malabarismo, trapézio e o lençol acrobático. De uma disposição mais leve que a aula regular, as crianças se divertem aprendendo. Na aula de malabarismo, foi ensinado como fazer as bolinhas de uma forma fácil e barata, com materiais facilmente encontrados, como bexigas e pequenas sementes, mostrando assim que tendo criatividade, pode-se brincar com qualquer coisa.

4 Além disso, também acompanhei os preparativos para o evento da Educação Física na regional do Boqueirão, evento esse que reunirá os professores da área em um dia onde as crianças realizarão atividades divididas em cinco estações: jogos coletivos, aventura, circo, jogos populares e festa. No dia da vivência das atividades, aprendi brincadeiras como vôlei sentado, futebol grego, fugitivo e four square. Percebi que existe sim a possibilidade de passar para as crianças algumas práticas de aventura, como slack line e tirolesa. Após, foi realizado como conteúdo, uma prática mito popular por parte dos alunos na atualidade, o role-playng game (RPG). Nessa brincadeira é contada uma história onde os participantes podem influenciar e decidir como será o fim dessa história. Os alunos, divididos em tribos, teriam que batalhar por suprimentos onde venceria quem os conquistasse. Nessa brincadeira, além da utilização dos materiais da escola, foram produzidos cartões, para identificar personagens e adesivos para identificar as vidas. Ela mostrou que não há limites para a criatividade, que existem muitas práticas que podem adentrar no âmbito escolar fugindo das práticas comuns como brincadeiras de pega e esportes. Nesses dias de observações me apropriei de práticas que antes não conhecia, pois encontrei o entendimento de que na Educação Física existe várias maneiras de ensinar uma prática corporal. Mas para isso, para se apropriar de todo esse conhecimento que a academia produz, e aplicá-lo no cotidiano da escola, torna-se necessária a criatividade. Entende-se que a criatividade é um processo inerente ao homem (OSTROWER, 1977), sendo que todos possuem o dom de criar alguma coisa. Para se contemplar o processo criativo, é preciso que se tenha o conhecimento sensívelcultural, a habilidade de sentir e perceber o que se está em volta. No ambiente escolar, essa habilidade torna-se essencial ao professor, que pode então empreender

5 uma aula que possua um objetivo claro e que atenda as necessidades do público alvo, os alunos. O problema encontrado por diversos profissionais da área, que os impedem de desenvolver práticas criativas, é o desânimo, esgotamento e apatia em frente das dificuldades, levando o professor a desistir. Nas reuniões para o evento da educação física, ao conhecer alguns professores, observei algumas das dificuldades encontradas, como falta de autonomia dada por parte das escolas e materiais com condições precárias para o uso. Isso tudo acaba causando certa desmotivação no professor, restringindo o professor aos esportes mais tradicionais, que são ainda apresentados de forma desordenada e aleatória. Não existe o aprofundamento dos conteúdos propostos pela educação física na escola (DARIDO, 2001). Para que então o professor possa desenvolver novas práticas, é preciso que ele amplie seu senso crítico e sua autonomia apropriando-se dos conhecimentos da área. Sua autoestima melhora e consequentemente o profissional vai estar mais preparado para dar aula. Conclusão A principal coisa que aprendi nesses primeiros meses no PIBID, é que não existe fórmula exata para se realizar uma aula, cada turma leva a sua especificidade. O que os professores supervisores realizam em suas escolas, não é exatamente igual ao que se torna necessário ser ensinado em outras escolas, que possuem as suas individualidades. O professor deve, portanto, conhecer sua turma, para então desenvolver o seu trabalho.

6 O papel do professor não deve ficar apenas em ensinar jogos e brincadeiras, mas fazer com que as crianças vivenciem tudo isso. Para isso é muito importante que os professores estejam atualizados, tendo criatividade para buscar novas práticas, pois isso é o que faz o aluno se motivar mais. A aula que da certo é aquela em que o aluno aproveita o máximo dela, sendo necessário que ele tenha a motivação para aproveitar esses momentos. REFERÊNCIAS CRIATIVIDADE. In: MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. São Paulo: Editora Melhoramentos, Coletivo de Autores. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo, Cortez, (Coleção Magistério 2 Grau, Série Formação do Professo). OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação. 9 ed. Petrópolis: Vozes, p.187. Ilus. SANTINI, J.; NETO, V. M.; A síndrome do esgotamento profissional de professores de educação física: um estudo na rede municipal de ensino de Porto Alegre. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v.19, n.3, p , jul./set ROSÁRIO, L. F. R.; DARIDO, S. C.; A sistematização dos conteúdos da educação física na escola: a perspectiva dos professores experientes. Motriz, Rio Claro, v.11 n.3 p , set./dez MAZZEU, F. J. C. Uma proposta metodológica para a formação continuada de professores na perspectiva histórico-social. Cadernos Cedes, Araraquara, 1998.

PESQUISA AÇÃO: ACOMPANHANDO OS IMPACTOS DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE

PESQUISA AÇÃO: ACOMPANHANDO OS IMPACTOS DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE PESQUISA AÇÃO: ACOMPANHANDO OS IMPACTOS DO PIBID NA FORMAÇÃO DOCENTE Rafaela Souza SANTOS, Valquiria Rodrigues do NASCIMENTO, Dayane Graciele dos SANTOS, Tamíris Divina Clemente URATA, Simara Maria Tavares

Leia mais

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE RESUMO Este texto é uma reflexão sobre o brincar nas aulas de educação física escolar do primeiro e segundo ciclo do ensino fundamental,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Maracaju 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Pedagogia Obs.: Para proposta

Leia mais

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO Inês Aparecida Costa QUINTANILHA; Lívia Matos FOLHA; Dulcéria. TARTUCI; Maria Marta Lopes FLORES. Reila Terezinha da Silva LUZ; Departamento de Educação, UFG-Campus

Leia mais

O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO

O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO PLAY CHESS AS EDUCATIONAL RESOURCE FOR SCHOOL LEARNING OF 6 YEAR STUDENTS Letícia Alessandra Cavalcante-Graduanda

Leia mais

A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A LUDICIDADE COMO EIXO DE FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Resumo LIMA, Márcia Regina Canhoto de - FCT/UNESP marcialima@fct.unesp.br LIMA, José Milton de - FCT/UNESP miltonlima@fct.unesp.br ORLANDI, Leonardo

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA EM ALFABETIZAÇÃO POR MEIO DO PIBID

UMA EXPERIÊNCIA EM ALFABETIZAÇÃO POR MEIO DO PIBID UMA EXPERIÊNCIA EM ALFABETIZAÇÃO POR MEIO DO PIBID Michele Dalzotto Garcia Acadêmica do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Centro- Oeste/Irati bolsista do PIBID CAPES Rejane Klein Docente do

Leia mais

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal.

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA MUNICIPAL RECANTO DO BOSQUE: LIMITES E POSSIBILIDADES PARA UMA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A PARTIR DO SUBPROJETO DA EDUCAÇÃO FÍSICA DA ESEFFEGO/UEG.

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

POSTER/PAINEL O PROJETO PIBID E A INSERÇÃO DO TEATRO NO ENSINO MÉDIO

POSTER/PAINEL O PROJETO PIBID E A INSERÇÃO DO TEATRO NO ENSINO MÉDIO POSTER/PAINEL O PROJETO PIBID E A INSERÇÃO DO TEATRO NO ENSINO MÉDIO Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência PIBID CAPES UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Curso de Licenciatura da Escola

Leia mais

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO O Orfanato Evangélico, através do Projeto Boa Semente, desenvolveu atividades direcionadas as crianças de 1 mês a 1 ano de idade,

Leia mais

Narrativa reflexiva sobre planejamento de aulas

Narrativa reflexiva sobre planejamento de aulas Narrativa reflexiva sobre planejamento de aulas Jefferson Ebersol da Silva 1 Contexto da narrativa O projeto PIBID, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica à Docência da FURG, foi desenvolvido

Leia mais

HANDFULT: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA ESTADUAL PROFº JOSINO MACEDO

HANDFULT: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA ESTADUAL PROFº JOSINO MACEDO HANDFULT: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA ESTADUAL PROFº JOSINO MACEDO Resumo TEIXEIRA, Ana Cláudia Alves 1 - UFRN JESUS, Edna Nascimento de² - UFRN Este artigo é um relato de

Leia mais

VIVÊNCIAS NO PIBID/EDUCAÇÃO FÍSICA/UNIUBE: ASSOCIANDO CULTURA E HABILIDADES MOTORAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II

VIVÊNCIAS NO PIBID/EDUCAÇÃO FÍSICA/UNIUBE: ASSOCIANDO CULTURA E HABILIDADES MOTORAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II VIVÊNCIAS NO PIBID/EDUCAÇÃO FÍSICA/UNIUBE: ASSOCIANDO CULTURA E HABILIDADES MOTORAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II Jackson Rodrigues Cordeiro 1, Cíntia Silva de Oliveira 2, Silas Queiroz de Souza 3, Marcelo

Leia mais

A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO E SUA INFLUÊNCIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO

A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO E SUA INFLUÊNCIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO E SUA INFLUÊNCIA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO Leticia Caroline de Oliveira 1 Rosecler Vendruscolo 2 Vanessa Schivinski Mamoré 3 Lauro Rafael Cruz 4 Resumo Eixo Temático:

Leia mais

Palavras chave: PIBID, Teoria e Prática, Formação inicial.

Palavras chave: PIBID, Teoria e Prática, Formação inicial. A TECITURA DA PROFISSÃO PROFESSOR: REFLEXÕES A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS NO PIBID Gloria Ramona Gomes Aguero 1 ; Laudelina Sanabria Trindade 2 ; Almerinda Mª dos Reis Vieira Rodrigues 3. 1 Bolsista Pibid

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS EXCURSÕES COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA UMA EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A IMPORTÂNCIA DAS EXCURSÕES COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA UMA EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL A IMPORTÂNCIA DAS EXCURSÕES COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA UMA EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL Fábio Martinho da Silva (1); Maria Janoelma França Gomes (2); Nahum Isaque dos S. Cavalcante (3); Rafael Trindade

Leia mais

AS TICs NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE EDUCADORES

AS TICs NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE EDUCADORES AS TICs NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE EDUCADORES Morilo Aquino Delevati 1 Vanessa Lopes da Silva 2 Leandro Marcon Frigo 3 Resumo: A elaboração de oficinas está incorporada à formação inicial e continuada

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PAULO CÉSAR DUTRA JUNIOR PIBID SUBPROJETO EDUCAÇÃO FÍSICA 0 física (03/06/2015) O primeiro assunto pautado na reunião foi sobre o V SEMINÁRIO INSTITUCIONAL PIBID/UFPR 2015,

Leia mais

Tem circo na escola? Tem sim senhor!

Tem circo na escola? Tem sim senhor! Tem circo na escola? Tem sim senhor! Quando pensamos em circo, o que nos vem a cabeça? A partir desse questionamento e após trabalhar com várias atividades de percepção corporal, demos mais um passo, rumo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB EDITAL Nº 018/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

Leia mais

A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1

A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1 A DANÇA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA COM O ESTILO HIP-HOP 1 Claudiane da S. EUSTACHIO Dayana Pires Alves GARCIA Fátima RODRIGUES Jean de J. SANTANA 2 Juliana CESANA 3 Ana Lucia de Carvalho MARQUES

Leia mais

O ENSINO DA DANÇA E DO RITMO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIENCIA NA REDE ESTADUAL

O ENSINO DA DANÇA E DO RITMO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIENCIA NA REDE ESTADUAL O ENSINO DA DANÇA E DO RITMO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIENCIA NA REDE ESTADUAL Márcio Henrique Laperuta 1 Rodrigo Santos2 Karina Fagundes2 Erika Rengel2 UEL- Gepef-Lapef-PIBID RESUMO

Leia mais

USANDO O ALFABETO MÓVEL COMO RECUSO DE RECUPERAÇÃO

USANDO O ALFABETO MÓVEL COMO RECUSO DE RECUPERAÇÃO USANDO O ALFABETO MÓVEL COMO RECUSO DE RECUPERAÇÃO Vera Lucia de Souza 1 ; Monique de Campos Ribeiro 2 ; Maria Rosa Leite da Silva 3; Kátia Nakamura 4; Maria de Lourdes dos Santos 5 1Bolsista/PIBID/PEDAGOGIA/UFGD.

Leia mais

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. Bianca das Neves Silva Professora da rede municipal de Jundiaí Profa. Dra. Luciene Farias de Melo Coord. do Curso de Educação Física da Faculdade

Leia mais

LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE

LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE Martyhellen Maria Monteiro da Silva - Acadêmica do 8º período do Curso de Pedagogia-UVA, Bolsista do PIBID/UVA-Pedagogia

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO: PEDAGOGIA

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO: PEDAGOGIA SUBPROJETO: PEDAGOGIA Alfabetizar letrando com as tecnologias INTRODUÇÃO A escola necessita formar seu aluno a aprender a ler o mundo, ter autonomia para buscar seu conhecimento, incentivá-lo a ser autor

Leia mais

ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL

ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL Adriana do Nascimento Araújo Graduanda Pedagogia - UVA Francisca Moreira Fontenele Graduanda

Leia mais

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias 10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias 1 Programa Institucional de Bolsa a Iniciação a Docência do Curso de Educação Física Licenciatura da Universidade Federal de Santa

Leia mais

OS JOGOS E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÌNGUA ESTRANGEIRA

OS JOGOS E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÌNGUA ESTRANGEIRA OS JOGOS E O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÌNGUA ESTRANGEIRA Flávio de Ávila Lins Teixeira Universidade Federal da Paraíba/ PIBID/ Letras-Inglês/ Supervisor Resumo: Esse trabalho objetiva analisar algumas

Leia mais

A PRÁTICA DE MONITORIA PARA PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL DE LÍNGUA INGLESA DO PIBID

A PRÁTICA DE MONITORIA PARA PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL DE LÍNGUA INGLESA DO PIBID A PRÁTICA DE MONITORIA PARA PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL DE LÍNGUA INGLESA DO PIBID Victor Silva de ARAÚJO Universidade Estadual da Paraiba sr.victorsa@gmail.com INTRODUÇÃO A monitoria é uma modalidade

Leia mais

TEORIA E PRÁTICA: AÇÕES DO PIBID/INGLÊS NA ESCOLA PÚBLICA. Palavras-chave: Ensino; Recomendações; Língua Estrangeira.

TEORIA E PRÁTICA: AÇÕES DO PIBID/INGLÊS NA ESCOLA PÚBLICA. Palavras-chave: Ensino; Recomendações; Língua Estrangeira. TEORIA E PRÁTICA: AÇÕES DO PIBID/INGLÊS NA ESCOLA PÚBLICA Bolsista Marilize Pires (PIBID/CNPq-UNICENTRO) Ruth Mara Buffa (PIBID/CNPq-UNICENTRO) 1 Resumo: O presente trabalho tem como objetivo apresentar

Leia mais

PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PESQUISA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: EXPERIÊNCIAS DO PIBID E DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Edna Neves Pereira (1); Dacielle Antunes Santos (1); Sandra Alves de Oliveira

Leia mais

SEM AULAS? E AGORA?... JOGOS MATEMÁTICOS COMO ESTRATÉGIA DE VALORIZAÇÃO DO AMBIENTE ESCOLAR

SEM AULAS? E AGORA?... JOGOS MATEMÁTICOS COMO ESTRATÉGIA DE VALORIZAÇÃO DO AMBIENTE ESCOLAR SEM AULAS? E AGORA?... JOGOS MATEMÁTICOS COMO ESTRATÉGIA DE VALORIZAÇÃO DO AMBIENTE ESCOLAR Eliane Santana de Souza 1 - UEFS annystar_@hotmail.com Nadson de Jesus Lima 2 -UEFS nado_19jl@hotmail.com Orientadora:

Leia mais

TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1

TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 TEATRO INFANTIL: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA NA BUSCA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 CHIAPINOTO, Andréia Moro²; GUNSCH, Fernanda Beatriz Strickler²; KASTEN, Jocelaine²; PASETTO, Luciane Zamberlan²;

Leia mais

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA Lilliane Miranda Freitas (Faculdade de Biologia/Universidade Federal do Pará) Resumo: Este trabalho tem como

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB Edital Pibid n 061 /2013 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Avaliação-Pibid-Metas

Avaliação-Pibid-Metas Bolsista ID: Claines kremer Avaliação-Pibid-Metas A Inserção Este ano o reingresso na escola foi diferente, pois já estávamos inseridas na mesma há praticamente um ano. Fomos bem recepcionadas por toda

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR

CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR ISSN 2316-7785 CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR Gabriela Dutra Rodrigues Conrado Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA gabrielapof@hotmail.com

Leia mais

Procuramos verificar o que propõem alguns professores que ministram disciplinas relacionadas aos temas em questão nos cursos de licenciatura em

Procuramos verificar o que propõem alguns professores que ministram disciplinas relacionadas aos temas em questão nos cursos de licenciatura em A SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR RELACIONADA AOS TEMAS JOGOS E BRINCADEIRAS E CAPOEIRA, NA PERSPECTIVA DE DOCENTES DO ENSINO SUPERIOR André Barros Laércio Iório Luciana Venâncio

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO E OS PRIMEIROS RESULTADOS

PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO E OS PRIMEIROS RESULTADOS Anais do III Simpósio sobre Formação de Professores SIMFOP Universidade do Sul de Santa Catarina, Campus de Tubarão Tubarão, de 28 a 31 de março de 2011 PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC

A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC A EXPERIÊNCIA DO CONTEUDO DANÇA NA INTERFACE E FORMAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA A PARTIR DAS INTERVENÇÕES DO PIBID UFG/CAC Fernanda Costa SANTOS UFG/CAC- nandacostasantos@hotmail.com Karolina Santana

Leia mais

Plano de Gestão 2013-2015

Plano de Gestão 2013-2015 Plano de Gestão 2013-2015 CANDIDATAS DIRETORA: MARIA MAGARI INDA DA ROCHA VICE-DIRETORA: LUCI MEIRE RISSO BARBOSA PLANO DE GESTÃO A escola onde trabalho está baseada nos valores humanistas, tendo como

Leia mais

Geocassia de Fátima Souza (UERN) Marta Jussara Frutuoso da Silva (UERN)

Geocassia de Fátima Souza (UERN) Marta Jussara Frutuoso da Silva (UERN) AS CONTRIBUIÇÕES DO PIBID-ESPANHOL PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUA ESPANHOLA: UMA EXPERIÊNCIA EM DUAS ESCOLAS DA CIDADE DE PAU DOS FERROS-RN Geocassia de Fátima Souza (UERN) Marta Jussara

Leia mais

BARBOSA, Maria Julia de Araújo. Pedagogia - UEPB/Campus I julia.araujo13@gmail.com

BARBOSA, Maria Julia de Araújo. Pedagogia - UEPB/Campus I julia.araujo13@gmail.com LIMITES E DIFICULDADES PARA ALFABETIZAR E LETRAR TURMA DA EJA: EXPERIÊNCIA DO PIBID SILVA, Alzira Maria Lima da. Graduanda Pedagogia - UEPB/Campus I alziralima37@hotmail.com BARBOSA, Maria Julia de Araújo.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

Ludicidade. Contextualização. Pedagogia. Como Ensinar por Meio da Brincadeira? Instrumentalização. Teleaula 2

Ludicidade. Contextualização. Pedagogia. Como Ensinar por Meio da Brincadeira? Instrumentalização. Teleaula 2 Ludicidade Teleaula 2 Prof. Me. Marcos Ruiz da Silva tutoriapedagogia@grupouninter.com.br Contextualização Pedagogia Como Ensinar por Meio da Brincadeira? Compreender que o lúdico está presente no cotidiano

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE

AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE AS CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) NA VISÃO DA ESCOLA PARTICIPANTE ABREU, M. Francilina (Bolsista do PIBID- Pedagogia) Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

PROJETO TREZE HORAS: Uma Proposta Para o Ensino Médio Integrado ao Ensino Técnico

PROJETO TREZE HORAS: Uma Proposta Para o Ensino Médio Integrado ao Ensino Técnico PROJETO TREZE HORAS: Uma Proposta Para o Ensino Médio Integrado ao Ensino Técnico Vanessa Lopes da Silva 1 Leandro Marcon Frigo 2 Resumo A partir do problema dicotômico vivenciado pelo Ensino Técnico Integrado,

Leia mais

Palavras-Chave: docência, alfabetização, letramento.

Palavras-Chave: docência, alfabetização, letramento. O PROCESSO DE ALFABETIZAR, LETRANDO- UMA VIVÊNCIA NO PIBID/CAPES/ULBRA Nanci Tereza Félix Veloso Sílvia Maria Barreto dos Santos ULBRA- Cachoeira do Sul RESUMO Este trabalho relata os percursos metodológicos

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE 1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE Natália Maria G. Dantas de Santana- UAE/CFP/UFCG Mayrla Marla Lima Sarmento-UAE/CFP/UFCG Maria Thaís de Oliveira

Leia mais

PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA.

PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA. PLANEJAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA. OLIVEIRA 1, Jordânia Amorim da Silva. SOUSA 2, Nádia Jane de. TARGINO 3, Fábio. RESUMO Este trabalho apresenta resultados parciais do projeto

Leia mais

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA.

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. Amanda Pathiely Serrânia Faria UFG/FEFD 1 Orientador e Coautor: Prof. Dr. Alexandre Ferreira UFG/FEFD 2 Graduanda do curso de Licenciatura

Leia mais

OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS (OBMEP): EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS A PARTIR DO PIBID UEPB MONTEIRO

OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS (OBMEP): EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS A PARTIR DO PIBID UEPB MONTEIRO OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS (OBMEP): EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS A PARTIR DO PIBID UEPB MONTEIRO Cícero Félix da Silva; Izailma Nunes de Lima; Ricardo Bandeira de Souza; Manoela

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011 Ministério da Educação Secretaria de Educação Média e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

Jogos e Aprendizagem Matemática: A utilização de jogos com alunos do 6º ano do Ensino Fundamental

Jogos e Aprendizagem Matemática: A utilização de jogos com alunos do 6º ano do Ensino Fundamental Jogos e Aprendizagem Matemática: A utilização de jogos com alunos do 6º ano do Ensino Fundamental Camila Schimite Molero e-mail: ca_schi@hotmail.com Italo Gonçalves da Silva e-mail: igsilva423@gmail.com

Leia mais

MATEMÁTICA NO CIRCO: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA. SILVA, Lilianne Oliveira da 1 ; CEDRO, Wellington Lima 2

MATEMÁTICA NO CIRCO: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA. SILVA, Lilianne Oliveira da 1 ; CEDRO, Wellington Lima 2 MATEMÁTICA NO CIRCO: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA SILVA, Lilianne Oliveira da 1 ; CEDRO, Wellington Lima 2 Palavras-chave: atividades de ensino; ensino de matemática; atividades

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Pré Iniciação Científica em Ciências Humanas

Pré Iniciação Científica em Ciências Humanas Pré Iniciação Científica em Ciências Humanas Sala 14 Ciências Humanas e da Natureza EM Integral E.E. Prof. Antônio Alves Cruz Professor Apresentador: Prof. Messias Bortolini Romero Realização: Justificativa

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA E CULTURA POPULAR ATRAVÉS DA DANÇA

EDUCAÇÃO FÍSICA E CULTURA POPULAR ATRAVÉS DA DANÇA EDUCAÇÃO FÍSICA E CULTURA POPULAR ATRAVÉS DA DANÇA Maria do Patrocínio Freire Batista (UEPB)-patrícia.fb22@gmail.com Artur Albuquerque (UEPB) Julliana de Lucena Souto Marinho (UEPB) Thayse Borges Costa

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Campo Grande 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para

Leia mais

AUGUSTO-SILVA, Alexandre 1 - PUCPR. LIMA, Paola Borges 2 - PUCPR. LOPES, Eduardo R 3 - PUCPR. SILVA, Karla M 4 - PUCPR

AUGUSTO-SILVA, Alexandre 1 - PUCPR. LIMA, Paola Borges 2 - PUCPR. LOPES, Eduardo R 3 - PUCPR. SILVA, Karla M 4 - PUCPR CONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO PIBID/PUCPR: A IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA DOCENTE NO PROCESSO DA FORMAÇÃO ACADÊMICA DA LICENCIATURA Resumo AUGUSTO-SILVA, Alexandre 1 - PUCPR LIMA,

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA

DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA ISSN 2316-7785 DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA Juliana Diniz Lima ju.diniz.991@hotmail.com Olino Roger Kuffner orogerkd@hotmail.com Fernanda Souza nanda1988_sf@hotmail.com Vanessa Nolibos

Leia mais

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA Naiane Novaes Nogueira 1 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB n_n_nai@hotmail.com José

Leia mais

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID

DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID DIFICULDADES DE LEITURA E ESCRITA: REFLEXÕES A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DO PIBID BARROS, Raquel Pirangi. SANTOS, Ana Maria Felipe. SOUZA, Edilene Marinho de. MATA, Luana da Mata.. VALE, Elisabete Carlos do.

Leia mais

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS.

O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. O PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇOES E AÇÕES DO PIBID PARA FORMAÇÃO INICIAL DOS BOLSISTAS. 1 Marcos Antonio de Sousa Rodrigues Bolsista/ PIBID/ UESPI 2 Sara Juliana Lima Ferreira Bolsista/

Leia mais

Palavras-chave: atividade extracurricular, palestras, PET Internacional.

Palavras-chave: atividade extracurricular, palestras, PET Internacional. 1 PALESTRAS E CURSOS PROJETO DE ENSINO DESENVOLVIDO PELO GRUPO PET (PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL) DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Patrícia de Souza Lima AGUIAR 1 ; Jéssica

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

Palavras-chave: Educação Física. Ensino Fundamental. Prática Pedagógica.

Palavras-chave: Educação Física. Ensino Fundamental. Prática Pedagógica. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: ANÁLISE DAS PRÁTICAS CORPORAIS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE ALAGOA GRANDE - PARAÍBA Waldilson Duarte Cavalcante de Barros Professor

Leia mais

A VIVÊNCIA DO JUDÔ NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOB A ÓTICA DA CULTURA CORPORAL DO MOVIMENTO

A VIVÊNCIA DO JUDÔ NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOB A ÓTICA DA CULTURA CORPORAL DO MOVIMENTO V Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola 1 A VIVÊNCIA DO JUDÔ NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOB A ÓTICA DA CULTURA CORPORAL DO MOVIMENTO João Filipe Alfenas da Silva 1, Elisa Cardoso Parolini Alfenas

Leia mais

A LEITURA, ESCRITA E JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: o relato de uma experiência na escola pública

A LEITURA, ESCRITA E JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: o relato de uma experiência na escola pública A LEITURA, ESCRITA E JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: o relato de uma experiência na escola pública Luciana Lopes Xavier 1 Odenise Maria Bezerra 2 Resumo O presente trabalho busca relatar uma experiência

Leia mais

PIBID-FÍSICA-CUITÉ - CIÊNCIAS E SUAS TECNOLOGIAS MELHORANDO A VIDA NO NORDESTE

PIBID-FÍSICA-CUITÉ - CIÊNCIAS E SUAS TECNOLOGIAS MELHORANDO A VIDA NO NORDESTE PIBID-FÍSICA-CUITÉ - CIÊNCIAS E SUAS TECNOLOGIAS MELHORANDO A VIDA NO NORDESTE Tiago Queiroz de Araújo¹, Bruna Luanna da Costa Andrade¹, João Carlos Rocha de Araújo¹, Danillo Torres Nazário de Brito¹,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ CLUBE DE FÍSICA, MINI ESPAÇO CIÊNCIA E FEIRA DE CIÊNCIA: PROPOSTAS DO PIBID IFRN CAMPUS CAICÓ PARTICIPANTES: ERIJACKSON

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO Rothchild Sousa de Morais Carvalho Filho 1 Naiana Machado Pontes 2 Laiane Viana de Andrade 2 Antonio

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊCIA SOBRE O PROCESSO DE ENSINO DE ESPANHOL- LÍNGUA ESTRANGEIRA (E-LE) COM O USO DAS TICs, EM PARCERIA COM O PROJETO PIBID/UEPB

RELATO DE EXPERIÊCIA SOBRE O PROCESSO DE ENSINO DE ESPANHOL- LÍNGUA ESTRANGEIRA (E-LE) COM O USO DAS TICs, EM PARCERIA COM O PROJETO PIBID/UEPB RELATO DE EXPERIÊCIA SOBRE O PROCESSO DE ENSINO DE ESPANHOL- LÍNGUA ESTRANGEIRA (E-LE) COM O USO DAS TICs, EM PARCERIA COM O PROJETO PIBID/UEPB Sirleide Marinheiro da Silva (PIBID/UEPB) 1 Sirleide_22@hotmail.com

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS Resumo Tâmara Azevedo Nascimento tamara_an212@hotmail.com Darlysson Wesley da Silva darlyssonwesley@hotmail.com

Leia mais

CONHECER E NEGOCIAR COM CLIENTES: uma experiência de gincana das cores

CONHECER E NEGOCIAR COM CLIENTES: uma experiência de gincana das cores CONHECER E NEGOCIAR COM CLIENTES: uma experiência de gincana das cores Autores: IVANISE MARIA BOMFIM SOARES e AZENILDA DE PAULA CABRAL Conhecer e Negociar com Clientes: Uma Experiência de Gincana das Cores,

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO JOGO NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

A INFLUÊNCIA DO JOGO NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA A INFLUÊNCIA DO JOGO NA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA Maria de Lourdes Meinerz da Silva Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima- Santa Rosa RS jaimar_sr@yahoo.com.br Daiani Finatto

Leia mais

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE INTERVALOS REAIS POR MEIO DE JOGOS

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE INTERVALOS REAIS POR MEIO DE JOGOS UMA PROPOSTA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE INTERVALOS REAIS POR MEIO DE JOGOS Jéssica Ayumi Uehara Aguilera 1 j.ayumi@hotmail.com Alessandra Querino da Silva 2 alessandrasilva@ufgd.edu.br Cintia da Silva

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2 º SEMESTRE DE 2015 CAPOEIRA ESCOLA DO SÍTIO / RESPONSÁVEL: MESTRE LU PIMENTA Coordenação das atividades: Ludmila Santos

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2 º SEMESTRE DE 2015 CAPOEIRA ESCOLA DO SÍTIO / RESPONSÁVEL: MESTRE LU PIMENTA Coordenação das atividades: Ludmila Santos RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2 º SEMESTRE DE 2015 CAPOEIRA ESCOLA DO SÍTIO / RESPONSÁVEL: MESTRE LU PIMENTA Coordenação das atividades: Ludmila Santos A CAPOEIRA A capoeira uma expressão cultural que se manifesta

Leia mais

O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA

O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA 1 O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA CEZÁRIO, Maria Angélica mangelicacezario@gmail.com 1 RESUMO O escopo desse texto

Leia mais

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS

Leia mais

EXPERIENCIAS NO PROJETO PIBID MATEMÁTICA 2011

EXPERIENCIAS NO PROJETO PIBID MATEMÁTICA 2011 EXPERIENCIAS NO PROJETO PIBID MATEMÁTICA 2011 Letícia Liceski Universidade Federal do Paraná leticialiceski@yahoo.com.br Luana Ciriaco da Luz Universidade Federal do Paraná luh.ciriaco@gmail.com Scarlett

Leia mais

BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA

BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA Elvis Alves de Oliveira 1 Maria José Mourato 1 Ana Patrícia Santos da Silva 1 Lisângela Costa dos Santos 2 1-Bolsistas PIBID Ciências-CAV 2- Supervisora

Leia mais

A EDUCAÇAO INFANTIL DA MATEMÁTICA COM A LUDICIDADE EM SALA DE AULA

A EDUCAÇAO INFANTIL DA MATEMÁTICA COM A LUDICIDADE EM SALA DE AULA A EDUCAÇAO INFANTIL DA MATEMÁTICA COM A LUDICIDADE EM SALA DE AULA RODRIGUES, Patrícia Gomes Universidade Estadual de Goiás, campus Iporá patykauan_5@hotmail.com MARQUES, Daniela Cristina de Sousa Universidade

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA: O USO DE JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA¹. EIXO TEMÁTICO: Ensino, aprendizagem, pesquisa e avaliação na educação Básica.

RELATO DE EXPERIÊNCIA: O USO DE JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA¹. EIXO TEMÁTICO: Ensino, aprendizagem, pesquisa e avaliação na educação Básica. RELATO DE EXPERIÊNCIA: O USO DE JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA¹ Ana Caroline Lazaro Stoppa² Elizia Araujo Vieira³ RESUMO: O presente trabalho tem por objetivo salientar as contribuições do PIBID na formação

Leia mais

PROJETO O AR EXISTE? PICININ, Maria Érica ericapicinin@ig.com.br. Resumo. Introdução. Objetivos

PROJETO O AR EXISTE? PICININ, Maria Érica ericapicinin@ig.com.br. Resumo. Introdução. Objetivos PROJETO O AR EXISTE? PICININ, Maria Érica ericapicinin@ig.com.br Resumo O presente projeto O ar existe? foi desenvolvido no CEMEI Juliana Maria Ciarrochi Peres da cidade de São Carlos com alunos da fase

Leia mais

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto-Biologia

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto-Biologia MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto-Biologia ATIVIDADE LÚDICA COMO INSTRUMENTO DE DIVULGAÇÃO E

Leia mais

RELATO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO VOLUNTÁRIO NA DISCIPLINA DE FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO

RELATO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO VOLUNTÁRIO NA DISCIPLINA DE FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO RELATO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO VOLUNTÁRIO NA DISCIPLINA DE FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO Elaine Cristina Penteado Koliski (PIBIC/CNPq-UNICENTRO), Klevi Mary Reali (Orientadora), e-mail: klevi@unicentro.br

Leia mais

RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015

RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015 RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015 Recreação1º ao 5º ano Professoras: Izabela Moreira Alves, Jéssica Caputti e Soraya Rombach Coordenação: Ludmila Santos Formação Complementar A Formação

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Conhecimentos físicos. Luz e sombra. Educação Infantil.

RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras-chave: Conhecimentos físicos. Luz e sombra. Educação Infantil. RELATO DE EXPERIÊNCIA: A PERCEPÇÃO DE LUZ E SOMBRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Resumo Camille Cistina Witsmiszyn de Souza 1 Dulce Stela Schramme 2 Neila Tonin Agranionih 3 Lucilene Paixão 4 Percepção de luz e

Leia mais

PROJETO APOIO AOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM JUSTIFICATIVA

PROJETO APOIO AOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM JUSTIFICATIVA PROJETO APOIO AOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM JUSTIFICATIVA A iniciativa da proposta deste projeto deve-se à experiência das professoras universitárias na Educação Básica onde observamos que

Leia mais

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 Diulien Helena Pereira Rodrigues Pâmela Caroline Roberti Dos Santos Souza Walter Batista

Leia mais

O PIBID E A FORMAÇÃO DE ALUNOS DA EJA: UMA EXPERIÊNCIA COM EDUCAÇÃO FINANCEIRA 1

O PIBID E A FORMAÇÃO DE ALUNOS DA EJA: UMA EXPERIÊNCIA COM EDUCAÇÃO FINANCEIRA 1 O PIBID E A FORMAÇÃO DE ALUNOS DA EJA: UMA EXPERIÊNCIA COM EDUCAÇÃO FINANCEIRA 1 Resumo: Delane Santos de Macedo 2 Universidade Federal do Recôncavo da Bahia delayne_ba@hotmail.coml Gilson Bispo de Jesus

Leia mais