Conhecer a estrutura e identifi car características linguísticas e textuais dos textos profi ssionais.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conhecer a estrutura e identifi car características linguísticas e textuais dos textos profi ssionais."

Transcrição

1 Leitura e Produção Textual I Textos profissionais Objetivo da Aula Conhecer a estrutura e identifi car características linguísticas e textuais dos textos profi ssionais. Após o curso de graduação (ou concomitante a ele), em que a escrita culta é muito solicitada, vem a vida profi ssional, em que a primeira não é abandonada, ao contrário, é ainda mais requisitada, mas em outro formato, seguindo outros gêneros textuais que têm outras características e estruturas. Analisemos alguns desses modelos. Carta É uma comunicação endereçada a um destinatário, externo ou interno, e, por isso, de assunto individual. O que determina a abordagem, a linguagem e os aspectos formais de uma carta é o fi m a que ela se destina: um contato com um amigo, um negócio, um interesse pessoal, uma mensagem a um ente amado, um familiar, uma seção de jornal ou revista. No contexto profi ssional deve prevalecer a norma culta. Ela deve ser bastante clara e objetiva, ir direto ao assunto, pois representa a imagem da empresa. Entretanto, formalidades e redundância são desnecessárias e fora de moda. A estética da carta varia conforme a fi nalidade. Se o destinatário é um órgão do governo, a carta deve observar procedimentos formais como a disposição da data, do vocativo (nome, cargo ou título do destinatário), do remetente e da assinatura. Mas, de modo geral, toda carta é composta de: Aula 15 pg. 157

2 Leitura e Produção Textual I Abreviatura do departamento/seção. Data: cidade, dia, mês e ano. Vocativo: prezado senhor.... Texto (desenvolvimento do assunto). Fecho de cortesia: atenciosamente. Nome de quem assina a carta + cargo ou função + assinatura. No modelo (saiba mais sobre o assunto ao fi nal da aula) que se segue, temos uma Proposta da Unicamp e a carta que a desenvolve. A comunicação profi ssional, hoje em dia, acontece muito frequentemente por meio do (correio eletrônico). É importante lembrar que o também vale como documento e, por isso, deve ser escrito com a mesma cautela que uma carta ou outro documento em papel, principalmente se for enviado a um destinatário formal. É uma forma de comunicação por meio de computador, assíncrona (que pode ser lida após o envio, não precisa que o receptor esteja on-line para responder imediatamente) e tanto pode ser usada para comunicações formais como informais (entre amigos). Ata Ata é o resumo escrito dos fatos e decisões de uma assembleia, sessão ou reunião para um determinado fi m. Geralmente, as atas são transcritas a mão pelo secretário, em livro próprio, que deve conter um termo de abertura e um de encerramento, assinados pela autoridade máxima da entidade ou por quem receber daquela autoridade delegação de poderes para tanto; esta também deverá numerar e rubricar todas as folhas do livro. Aula 15 pg. 158

3 Leitura e Produção Textual I Como a ata é um documento de valor jurídico, deve ser lavrada de tal forma, e nada lhe poderá ser acrescentado ou modifi cado. Se houver engano, o secretário escreverá a expressão digo, retifi cando o pensamento. Se o engano for notado no fi nal da ata, escrever-se-á a expressão: Em tempo: onde se lê..., leia-se.... Nas atas, os números devem ser escritos por extenso, evitando-se também as abreviações. As atas são redigidas sem se deixarem espaços ou parágrafos, a fi m de se evitarem acréscimos. O tempo verbal preferencialmente utilizado na ata é o pretérito perfeito do indicativo. Quanto à assinatura, deverão fazê-la todas as pessoas presentes ou, quando deliberado, apenas o presidente e o secretário. Permite-se também a transcrição da ata em folhas digitadas, desde que elas sejam convenientemente arquivadas, impossibilitando fraude. eleitorais. Em casos muito especiais, usam-se formulários já impressos, como os das seções Aula 15 pg. 159

4 Leitura e Produção Textual I Saiba Mais Modelo: Proposta da Unicamp sobre carta: Referências FEITOSA, V. C. Redação de textos científi cos. Campinas: Papirus, FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, FOLHA DE S. PAULO. Novo manual de redação. São Paulo: Folha de S. Paulo, REGO, Francisco Gaudêncio Torquato do. Comunicação empresarial, comunicação institucional: conceitos, estratégias, sistemas, estrutura, planejamento e técnicas. São Paulo: Summus, WEISS, Donald. Técnicas para uma leitura rápida e efi caz. São Paulo: Nobel, (Acesso em: 18 fev. 2008) Aula 15 pg. 160

5 Disciplina Anotações

6 Disciplina Anotações

7 Disciplina Anotações

8 Disciplina Anotações

Unidade 3 Como escrever uma carta

Unidade 3 Como escrever uma carta UNIDADE 3 Inicialmente, é preciso destacar dois tipos básicos de carta. O primeiro é a correspondência oficial e comercial, que nos é enviada pelos poderes políticos ou por empresas privadas (comunicações

Leia mais

Diretrizes para o uso do e-mail institucional

Diretrizes para o uso do e-mail institucional Diretrizes para o uso do e-mail institucional 1 A qualidade deve ser a premissa de todos os segmentos que envolvem uma organização. Esse compromisso, ganha agora importante instrumento para orientar um

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice AULA 1 REDAÇÃO DE DOCUMENTOS... 3 Carta Comercial... 3 Requerimento... 6 Procuração... 7 Memorando... 8 Ofício... 9 Recibo...

Leia mais

Aula 37.1 Conteúdo. Gênero Textual e-mail Função e características DINÂMICA LOCAL INTERATIVA LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 37.1 Conteúdo. Gênero Textual e-mail Função e características DINÂMICA LOCAL INTERATIVA LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 37.1 Conteúdo Gênero Textual e-mail Função e características CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

REDAÇÃO EMPRESARIAL. * textos produzidos no ambiente empresarial: - memorando, circular, comunicado, ata, mensagens eletrônicas...

REDAÇÃO EMPRESARIAL. * textos produzidos no ambiente empresarial: - memorando, circular, comunicado, ata, mensagens eletrônicas... REDAÇÃO EMPRESARIAL * textos produzidos no ambiente empresarial: - memorando, circular, comunicado, ata, mensagens eletrônicas... Será que o profissional de uma empresa precisa se preocupar com ocorrência

Leia mais

Introdução Redação Redação Comercial Microsoft Word 2010

Introdução Redação Redação Comercial Microsoft Word 2010 Sumário Introdução... 1 ATA... 3 Circular... 5 DECLARAÇÃO... 8 REQUERIMENTO... 10 Envelopes... 11 MEMORANDOS... 13 PROCURAÇÕES... 16 OFÍCIO... 17 CARTA DE COBRANÇA... 19 ATESTADO... 22 ATESTADO... 23 CURRICULUM

Leia mais

NORMA DE CORRESPONDÊNCIA NOR 103

NORMA DE CORRESPONDÊNCIA NOR 103 MANUAL DE ORGANIZAÇÃO COD. 100 ASSUNTO: CORRESPONDÊNCIA COD: NOR 103 APROVAÇÃO: Resolução nº 024, de 02/09/03 NORMA DE CORRESPONDÊNCIA NOR 103 1/13 SUMÁRIO 1. FINALIDADE... 02 2. CONCEITUAÇÃO... 02 3.

Leia mais

Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios

Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios 97 Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: Associar os instrumentos de divulgação utilizados nos Correios às suas respectivas características.

Leia mais

O que é o Microsoft Office?

O que é o Microsoft Office? Aula 1 O que é o Microsoft Office? O Microsoft Office é um pacote de programas para escritório que faz parte de um único DVD. Você aprenderá neste curso a trabalhar com os programas mais famosos do pacote

Leia mais

Figura 18. LL, v. 1, p. 142.

Figura 18. LL, v. 1, p. 142. 85 Cartão Escolha uma pessoa de que [sic] você goste para mandar um cartão feito por você. Antes prepare o texto escrevendo o que é amigo para você. Acrescente mais algumas frases, se desejar. Passe o

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DA DISCIPLINA COMUNICAÇÃO OFICIAL

LISTA DE EXERCÍCIOS DA DISCIPLINA COMUNICAÇÃO OFICIAL LISTA DE EXERCÍCIOS DA DISCIPLINA COMUNICAÇÃO OFICIAL Esta série de questões consiste em um material de apoio ao estudo e à fixação de conceitos do programa de Comunicação Oficial. Na prova, as questões

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I Definições e Finalidade Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

Deve possuir uma sequência ligação direta com o objetivo Causar uma boa impressão garante bons negócios! Prof. Flávia Santos Twardowski Pinto Porto Alegre, 014 de setembro de 2010 Preparação e prática

Leia mais

Unidade: Gêneros textuais técnico-profissionais. Unidade I:

Unidade: Gêneros textuais técnico-profissionais. Unidade I: Unidade: Gêneros textuais técnico-profissionais Unidade I: 0 Unidade: Gêneros textuais técnico-profissionais Você já ficou inseguro na hora de escrever um texto? Sim? Então, não se preocupe, pois este

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

Unidade III. Comunicação Empresarial. Profª. Cleide de Freitas

Unidade III. Comunicação Empresarial. Profª. Cleide de Freitas Unidade III Comunicação Empresarial Profª. Cleide de Freitas Resumo aula anterior Construção de textos Tipos de parágrafos Texto Narrativo, Descritivo e Dissertativo Resumo Esquema Resenha Sinóptico O

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA GÊNEROS TEXTUAIS TÉCNICO-PROFISSIONAIS

LÍNGUA PORTUGUESA GÊNEROS TEXTUAIS TÉCNICO-PROFISSIONAIS LÍNGUA PORTUGUESA GÊNEROS TEXTUAIS TÉCNICO-PROFISSIONAIS 0 GÊNEROS TEXTUAIS TÉCNICO-PROFISSIONAIS Tópico 1 Aquecendo Você já teve medo de escrever um texto? Sim? Fique tranquilo, pois este tipo de insegurança

Leia mais

FASES CONTEÚDOS/MÉTODOS/MATERIAIS TEMPO Diálogo sobre a importância do requerimento como meio de Introdução comunicação.

FASES CONTEÚDOS/MÉTODOS/MATERIAIS TEMPO Diálogo sobre a importância do requerimento como meio de Introdução comunicação. Nível Área de Competência Chave UFCD Conteúdo Tema Objectivos específicos B2; B3 Linguagem e Comunicação LC2C Produzir textos de acordo com técnicas e finalidades específicas. LC3C - Produzir textos informativos,

Leia mais

Outlook 2003. Apresentação

Outlook 2003. Apresentação Outlook 2003 Apresentação O Microsoft Office Outlook 2003 é um programa de comunicação e gerenciador de informações pessoais que fornece um local unificado para o gerenciamento de e-mails, calendários,

Leia mais

Lição 4 Avaliação na EAD

Lição 4 Avaliação na EAD Estudo e Aprendizado a Distância 89 Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car a fi nalidade de um objetivo de aprendizagem; identifi car o conceito de avaliação da aprendizagem;

Leia mais

Ficha Informativa: CARTA

Ficha Informativa: CARTA DEPARTAMENTO CURRICULAR DE LÍNGUAS PORTUGUÊS - 10.º Ano de escolaridade Ficha Informativa: CARTA CARTAS Tipos Destinatários Finalidades Carta pessoal ou familiar Pessoas com as quais se tem laços afetivos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

AULA 5: A Objetividade do Texto Livro: Redação Empresarial. Mirian Gold. Prof. Valéria Freitas Vargens Email: Valeriapitagoras@gmail.

AULA 5: A Objetividade do Texto Livro: Redação Empresarial. Mirian Gold. Prof. Valéria Freitas Vargens Email: Valeriapitagoras@gmail. Técnicas de Comunicação Oral e Escrita AULA 5: A Objetividade do Texto Livro: Redação Empresarial. Mirian Gold Prof. Valéria Freitas Vargens Email: Valeriapitagoras@gmail.com Leia o texto e faça as correções:

Leia mais

Treinamento Secretaria

Treinamento Secretaria Treinamento Secretaria Luiza Peres Secretária Distrital - 2012/2013 Distrito 4430 Ser organizado; Perfil do Secretário Ter clareza nos trabalhos; Atencioso e Dedicado; Manter sócios informados; Trabalhar

Leia mais

CARTA DE EMPREGO. A carta de emprego/apresentação deverá ser usada em duas situações: Resposta a ofertas/anúncios de emprego Candidaturas espontâneas

CARTA DE EMPREGO. A carta de emprego/apresentação deverá ser usada em duas situações: Resposta a ofertas/anúncios de emprego Candidaturas espontâneas CARTA DE EMPREGO A carta de emprego/apresentação deverá ser usada em duas situações: Resposta a ofertas/anúncios de emprego Candidaturas espontâneas ANÚNCIOS DE JORNAIS (CARTA DE RESPOSTA) Redigida de

Leia mais

Plano de Aula - Outlook 2010 - cód. 4309 16 Horas/Aula

Plano de Aula - Outlook 2010 - cód. 4309 16 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Outlook 2010 Aula 2 Capítulo 2 - Emails Aula 3 Continuação do Capítulo 2 - Emails Plano de Aula - Outlook 2010 - cód. 4309 16 Horas/Aula 1.1. Novidades do Outlook 2010...21

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003 Universidade do Contestado UnC Campus Mafra/Rio Negrinho/Papanduva MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO CLIENTE DE E-MAIL: MICROSOFT OUTLOOK 2003 SUMÁRIO ENTENDENDO SUA TELA PRINCIPAL...3 Descrição da divisão da

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

Solicitação do Cliente

Solicitação do Cliente Solicitação do Cliente IDENTIFICAÇÃO Provedor: Solicitante: Nº Atendimento: 52526 Ambiente Ocorrência Prioridade Aceite Cliente Externo X Web Nova Implementação X Alta Impresso Desk Melhoria Média X Email

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2010. ETEC Rodrigues de Abreu Extensão EE Ernesto Monte. Qualificação: Sem certificação

Plano de Trabalho Docente 2010. ETEC Rodrigues de Abreu Extensão EE Ernesto Monte. Qualificação: Sem certificação Plano de Trabalho Docente 010 Ensino Técnico ETEC Rodrigues de Abreu Extensão EE Ernesto Monte Código: 135 Município: Bauru/SP Área Profissional: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico Jurídico

Leia mais

Redação Oficial. Curso de Secretariado Escolar. Professor: Elir Ferrari

Redação Oficial. Curso de Secretariado Escolar. Professor: Elir Ferrari Curso de Secretariado Escolar Professor: Elir Ferrari Índice 1. Ata... 3 2. Requerimento... 6 3. Declaração / Atestado... 8 4. Recibo... 9 5. Circular... 11 6. Memorando / Correspondência Interna (CI)...

Leia mais

EXEMPLO DE COMO FAZER UMA MALA DIRETA

EXEMPLO DE COMO FAZER UMA MALA DIRETA EXEMPLO DE COMO FAZER UMA MALA DIRETA OBS: Para esta nota de aula foi utilizada como referência: Apostila Mala Direta Santos, Jorge Rodrigues dos. Foram adaptados os comando para utilizar mala direta no

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO EXTENSÃO E. E. INDIA VANUÍRE Código: 9136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Habilitação

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER Blog é uma abreviação de weblog, qualquer registro frequênte de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal online por exemplo). A maioria das

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gêneros Textuais Técnico-Profissionais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gêneros Textuais Técnico-Profissionais Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gêneros Textuais Técnico-Profissionais 2010 0 Unidade: Gêneros Textuais Técnico- Profissionais Você já teve medo de escrever um texto? Sim?

Leia mais

A REDAÇÃO DO VESTIBULAR E A CONSTRUÇÃO DE UM ETHOS DISCURSIVO APOIADO NO HIPERENUNCIADOR JORNALISTA

A REDAÇÃO DO VESTIBULAR E A CONSTRUÇÃO DE UM ETHOS DISCURSIVO APOIADO NO HIPERENUNCIADOR JORNALISTA A REDAÇÃO DO VESTIBULAR E A CONSTRUÇÃO DE UM ETHOS DISCURSIVO APOIADO NO HIPERENUNCIADOR JORNALISTA Gislane Kátia TESSAROLO AUTORA - MESTRANDA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM LETRAS E LINGUÍSTICA UFG

Leia mais

A ferramenta, complementa as atividades já existentes no condomínio, somando valores e aproximando as pessoas.

A ferramenta, complementa as atividades já existentes no condomínio, somando valores e aproximando as pessoas. Página 1 O que é a Assembleia Virtual? Assembleia virtual é uma nova forma de participar da gestão do seu condomínio, de fazer valer seu direito de voto e de manter-se informado sobre os assuntos do condomínio.

Leia mais

CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL. Informática para pais correio eletrónico

CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL. Informática para pais correio eletrónico CORREIO ELETRÓNICO E-MAIL Informática para pais correio eletrónico O correio eletrónico, ou e-mail (abreviatura de electronic mail ), permite o envio de uma mensagem para uma ou várias pessoas em qualquer

Leia mais

Credibilidade da Empresa: a Importância da Padronização de Documentos e Dúvidas Gerais sobre o uso da Língua Portuguesa

Credibilidade da Empresa: a Importância da Padronização de Documentos e Dúvidas Gerais sobre o uso da Língua Portuguesa Resumo de Conteúdo da Palestra Credibilidade da Empresa: a Importância da Padronização de Documentos e Dúvidas Gerais sobre o uso da Língua Portuguesa A palestra foi realizada na Junta Comercial do Estado

Leia mais

ENTENDA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA. O que é Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)?

ENTENDA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA. O que é Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)? O que é Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)? A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) é um documento de validade exclusivamente digital, emitido e armazenado eletronicamente com o intuito de

Leia mais

Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e)

Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e) Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e) Os passos citados abaixo servem de documento auxiliar na emissão do manifesto eletrônico, que entrou em vigor no ano de 2015. Resumo das informações:

Leia mais

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO Abrir uma empresa As três formas jurídicas mais utilizadas são as Empresas de Sociedade Simples, Sociedade Empresária e Empresário Individual, é nelas que eu vou me basear para mostrar os procedimentos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia

Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia A atividade de trabalho de conclusão de curso é desenvolvida em área escolhida pelo aluno, sob a orientação professor (es) orientador(es). O aluno descreverá

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho/ Professor E.E. Arlindo Bittencourt (extensão) Código: 092-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação

Leia mais

Curso de Internet e Aplicativos de Escritório em Software Livre. Instrutores: Evandro Anjos Girleandila Portugal Juliane Grasiele

Curso de Internet e Aplicativos de Escritório em Software Livre. Instrutores: Evandro Anjos Girleandila Portugal Juliane Grasiele Instrutores: Evandro Anjos Girleandila Portugal Juliane Grasiele Correio Eletrônico (E-mail) Meio o qual permite compor, enviar e receber mensagens através de sistemas eletrônicos de comunicação de maneira

Leia mais

FACULDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Artigo 1º - O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas ao Trabalho

Leia mais

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Se você planeja viajar aos Estados Unidos e precisa solicitar o visto pela primeira vez ou quer renovar um visto que ainda esteja válido ou que tenha expirado

Leia mais

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Estudo e Aprendizado a Distância 69 Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: associar os estilos de aprendizagem às respectivas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO EXTENSÃO E. E. INDIA VANUÍRE Código: 9136 Município: Tupã - SP Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

Constituição da CIPA: 5.2. Devem constituir CIPA, por estabelecimento...

Constituição da CIPA: 5.2. Devem constituir CIPA, por estabelecimento... 1 Modelos de Documentos para a constituição da CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Data: 02/01/2006. Realização: Gerência de Políticas de Prevenção e Saúde Ocupacional Objetivos da CIPA:

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

PROJETO TEMÁTICO INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E GASTOS PÚBLICOS: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ESTADOS BRASILEIROS

PROJETO TEMÁTICO INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E GASTOS PÚBLICOS: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ESTADOS BRASILEIROS FAQ PROJETO TEMÁTICO INSTITUIÇÕES POLÍTICAS E GASTOS PÚBLICOS: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS ESTADOS BRASILEIROS Este FAQ está divido em três partes. A primeira trata de algumas dicas gerais; a segunda traz

Leia mais

Manual do Instar Mail v2.0

Manual do Instar Mail v2.0 Manual do Instar Mail v2.0 Sumário Conteúdo Menu Principal... 2 Menu Cliente... 3 Pagina Categorias do Instar-Mail... 4 Importação... 4 Campanhas... 8 Cadastramento de campanhas do Instar-Mail... 9 Ações

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA (ESPOCC) - TURMAS 2015/2016

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA (ESPOCC) - TURMAS 2015/2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO DE EXTENSÃO ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA (ESPOCC) - TURMAS 2015/2016 O Observatório de Favelas do Rio de Janeiro, com o patrocínio da Petrobras e o apoio

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 39.2 Conteúdos: Anúncio publicitário: A construção de um anúncio publicitário. 3 A A Habilidades: Relacionar linguagem verbal

Leia mais

Tribunal Regional Federal da 1 a Região

Tribunal Regional Federal da 1 a Região Tribunal Regional Federal da 1 a Região Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais e-proc Manual do Usuário 1 1. Disposições Provisórias O Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais

Leia mais

TUTORIAL UNP VIRTUAL

TUTORIAL UNP VIRTUAL UNIVERSIDADE POTIGUAR UnP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEaD TUTORIAL UNP VIRTUAL Aluno Primeira edição NATAL/RN 2012 SUMÁRIO Conteúdo PREFÁCIO - BEM-VINDO(A) AO UNP VIRTUAL...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO BD INSOLVÊNCIA base de dados on-line

MANUAL DE UTILIZAÇÃO BD INSOLVÊNCIA base de dados on-line MANUAL DE UTILIZAÇÃO BD INSOLVÊNCIA base de dados on-line 2 ÍNDICE ÍNDICE Apresentação... 3 Vantagens... 3 Descrição da BD Insolvência... 4 Pesquisar... 6 Refinar Pesquisa... 7 Resultados da Pesquisa...

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO I. DENOMINAÇÃO / SEDE

REGULAMENTO INTERNO I. DENOMINAÇÃO / SEDE I. DENOMINAÇÃO / SEDE Art.º 1.º A Instinto, Associação Protetora de Animais da Covilhã, é uma associação sem fins lucrativos, que se rege pelos Estatutos, pelo presente Regulamento Interno e demais disposições

Leia mais

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI GERÊNCIA DE REDES - GEREDES Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web São Luís 2014 1. INICIANDO...

Leia mais

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 O trabalho deverá ser submetido em formato PDF e não serão feitas correções após o envio. Portanto, solicitamos o máximo cuidado e atenção na elaboração

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PALMAS TO, NOVEMBRO 2015 A disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, na Faculdade Católica do Tocantins, está organizada

Leia mais

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA Guia Prático Sistema EAD PRO-CREA Educação a Distância (EAD) Conheça a seguir algumas dicas de Netiqueta para uma convivência sociável e boas maneiras na web. Sugerimos fazer um teste para saber como você

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA O CONSELHO DELIBERATIVO AUTÁRQUICO DA AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - AEVSF

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA O CONSELHO DELIBERATIVO AUTÁRQUICO DA AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - AEVSF REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA O CONSELHO DELIBERATIVO AUTÁRQUICO DA AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - AEVSF CAPÍTULO I - OBJETO Artigo 1º. Este Regulamento disciplina o Processo

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83.

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BRUNO FOLLI BORGHI

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BRUNO FOLLI BORGHI FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS SAGRADO CORAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BRUNO FOLLI BORGHI GUSTAVO ANDRÉ DE FREITAS LUCINÉIA GOMES SANTIAGO PATRÍCIA RIBEIRO BRAGA

Leia mais

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para Certificado Digital 1. Objetivo Esta proposta tem por objetivo realizar a emissão e validação do Certificado Digital da Serasa Experian.

Leia mais

Table of Contents DIREITOS AUTORAIS PESQUISA DA VIABILIDADE FINANCEIRA DO SEU NICHO... DESENVOLVA SUA Habilidade!

Table of Contents DIREITOS AUTORAIS PESQUISA DA VIABILIDADE FINANCEIRA DO SEU NICHO... DESENVOLVA SUA Habilidade! Table of Contents DIREITOS AUTORAIS PESQUISA DA VIABILIDADE FINANCEIRA DO SEU NICHO... DESENVOLVA SUA Habilidade! 3 4 7 2 DIREITOS AUTORAIS Autora RITA PEREIRA Primeira edição: Abril de 2015 O conteúdo

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

MANUAL CERTIDÃO ELETRÔNICA: REGISTROCIVIL.ORG / INTRANET

MANUAL CERTIDÃO ELETRÔNICA: REGISTROCIVIL.ORG / INTRANET MANUAL CERTIDÃO ELETRÔNICA: REGISTROCIVIL.ORG / INTRANET Informações Usuário O que é uma Certidão Eletrônica? A Certidão Eletrônica é uma certidão gravada em um meio eletrônico (Pen Drive, Disco Rígido,

Leia mais

Profa. Dra. Jakeline Romero

Profa. Dra. Jakeline Romero GRUPO EDUCACIONAL KROTON UNIVERSIDADE DE CUIABÁ- UNIC Disciplina: Metodologia Científica Profa. Dra. Jakeline Romero Agosto/12 Cuiabá/MT OBJETIVOS DA LEITURA A leitura serve para formar leitores pensantes

Leia mais

PORTARIA PGE Nº 054/2011

PORTARIA PGE Nº 054/2011 PORTARIA PGE Nº 054/2011 Institui a comunicação interna eletrônica no âmbito da Procuradoria-Geral do Estado de Alagoas. O PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE ALAGOAS no uso da atribuição que lhe confere o artigo

Leia mais

Instruções para preenchimento de contratos

Instruções para preenchimento de contratos Instruções para preenchimento de contratos Este documento tem como objetivo esclarecer o correto preenchimento dos contratos de emissão e renovação dos certificados digitais qualificados fornecidos pela

Leia mais

Manual da Assembleia Geral Ordinária. Hotel Hilton São Paulo Morumbi

Manual da Assembleia Geral Ordinária. Hotel Hilton São Paulo Morumbi Manual da Assembleia Geral Ordinária 26 de março de 2015 às 10h00 Hotel Hilton São Paulo Morumbi Atualizado em 24.02.2015 CNPJ: 01.082.331/0001-80 Legenda da Barra Inferior Voltar ao Slide Inicial Voltar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Manual com normas para solicitação de produção e publicação de material informativo jornalístico no site, lista de

Leia mais

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO Todas as contribuições destinadas à Revista Interface Tecnológica devem estar rigorosamente baseadas nas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas

Leia mais

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Técnico Concomitante ou Subsequente ao Ensino Médio Instruções Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Assine

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Corregedoria Regional Eleitoral PROVIMENTO CRE-RJ Nº 3 /2012 Disciplina a utilização do Sistema de Informações Eleitorais no âmbito do TRE/RJ e dá outras providências.

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE.

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE. CURSOS OFERECIDOS Access 2007 Aproximadamente 20 horas O aluno aprenderá criar Banco de Dados de forma inteligente, trabalhar com estoques, número de funcionários, clientes etc. Conhecerá ferramentas aprimoradas

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11)

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11) A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 706/2011-PGJ, DE 29 DE JULHO DE 2011 (Protocolado nº 80.329/11) Texto compilado até o Ato (N) nº 791/2013 PGJ de 11/10/2013 Estabelece normas

Leia mais

Finalmente, esclarecemos que será mantido o limite de dois usuários por cada serventia, imposto pelo Provimento CGJ nº 23/2010.

Finalmente, esclarecemos que será mantido o limite de dois usuários por cada serventia, imposto pelo Provimento CGJ nº 23/2010. Informamos que a Coordenação da REDE INFOSEG estabeleceu novas normas de segurança para a concessão de acesso e cadastramento de usuários no referido programa. Desta forma, existe a necessidade de que

Leia mais

SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL. 1 Primeiro passo.

SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL. 1 Primeiro passo. SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL 1 Primeiro passo. Antes de qualquer coisa, é indispensável que o Sindicato solicitante do Registro Sindical possua Certificado Digital. O certificado, na prática, equivale

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO REGIMENTO INTERNO Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º O Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI/Campinas), criado pela Lei Municipal

Leia mais

MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0. Pagina de login e senha do Instar-Mail

MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0. Pagina de login e senha do Instar-Mail 1º Passo: Acesse o seguinte endereço http://www.smtp.com.br/sg/cliente/logar.php MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0 2º Passo: Será apresentada uma tela solicitando o seu login e senha: Sendo assim: Digite o seu

Leia mais

Modelos de Documentos Comerciais

Modelos de Documentos Comerciais Modelos de Documentos Comerciais ATA ATESTADO AVISO BILHHETE CARTA COMERCIAL CARTA OFICIAL CIRCULAR COMUNICADO CONTRATO CONVOCAÇÃO DECLARAÇÃO EDITAL ESTATUTO EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS LETRA DE CÂMBIO MEMORANDO

Leia mais

Capítulo I das Atividades do Conselho

Capítulo I das Atividades do Conselho REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE ITARANTIM BA, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.947/2009 E RESOLUÇÃO/CD/FNDE Nº 038/2009. Capítulo I das Atividades do Conselho

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA

PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA 18 PROVA DE NOÇÕES DE MICROINFORMÁTICA AS QUESTÕES DE 41 A 60 CONSIDERAM O ESQUEMA PADRÃO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA OPERACIONAL MICROSOFT WINDOWS ME E DAS FERRAMENTAS MICROSOFT WINDOWS EXPLORER, MICRO-

Leia mais

Cartilha de Uso de E-mail Institucional

Cartilha de Uso de E-mail Institucional Cartilha de Uso de E-mail Institucional 01 Leia seus e-mails diariamente 1.1. Lembre-se que atualmente o e-mail pode ser considerado como a mais importante ferramenta de comunicação corporativa, portanto

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA MESÁRIOS. Essas orientações servem para os mesários de campus seguirem para os trabalhos entre os dias 28 a 31 de março de 2016.

ORIENTAÇÕES PARA MESÁRIOS. Essas orientações servem para os mesários de campus seguirem para os trabalhos entre os dias 28 a 31 de março de 2016. ORIENTAÇÕES PARA MESÁRIOS Essas orientações servem para os mesários de campus seguirem para os trabalhos entre os dias 28 a 31 de março de 2016. Foi encaminhado via malote no dia 22 de março para os campi

Leia mais

Memorandos On-line Ofícios On-line. Manual. Desenvolvido pela DIATI Abril 2008 v 2.0

Memorandos On-line Ofícios On-line. Manual. Desenvolvido pela DIATI Abril 2008 v 2.0 Memorandos On-line Ofícios On-line Manual Desenvolvido pela DIATI Abril 2008 v 2.0 1. Introdução e Conceitos Este manual foi desenvolvido para auxiliar a utilização dos sistemas Memorandos On-line e Ofícios

Leia mais

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Unicamp Universidade Estadual de Campinas FT - Faculdade de Tecnologia Limeira - SP Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Revisão 2012 I Objetivo Artigo 1. O objetivo do Trabalho de Conclusão de

Leia mais

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e COMO FAZER O RELATÓRIO DE ESTÁGIO APRESENTAÇÃO Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio feitos pelos alunos do Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo, de acordo com

Leia mais

PLANO BÁSICO AMBIENTAL

PLANO BÁSICO AMBIENTAL ESTALEIRO ENSEADA 1/9 PROCEDIMENTO DE CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. Objetivo Este procedimento define o processo de elaboração, revisão, aprovação, divulgação e controle de documentos do Estaleiro Enseada

Leia mais

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com).

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com). SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS Aula 9 META Destacar a importância da progressão no desenvolvimento dos comportamentos leitores e escritores. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico.

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO Aula 3 META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno(a) deverá: ler

Leia mais