CURRICULUM VITAE. João Carlos Gravina Jeremias Engenheiro civil/mecânico e Técnico Agrícola CREA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURRICULUM VITAE. João Carlos Gravina Jeremias Engenheiro civil/mecânico e Técnico Agrícola CREA 32.642"

Transcrição

1 CURRICULUM VITAE João Carlos Gravina Jeremias Engenheiro civil/mecânico e Técnico Agrícola CREA ÁREA DE ATUAÇÃO: Avaliação de Bens Perícias em Engenharia civil e mecânica Vistorias Renovatórias Desapropriações Avaliações de Máquinas e equipamentos

2 CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nome: Graduação: João Carlos Gravina Jeremias Engenheiro Civil e mecânico Nascimento: 21 de abril de 1952 Filiação: Naturalidade: Nacionalidade: Estado Civil: Érico da Silva Jeremias e Dinah Gravina Jeremias Porto Alegre - RS Brasileira Casado Carteira de Identidade: SSP/RS Nº inscrição no INSS Nº PIS CIC / 72 PASEP Carteira Profissional: Série: 299 Título de Eleitor: / 69 Zona 59 Seção 29 Registro no CREA: Endereço Profissional: Rua General Osório, nº 87 - loja 4-B Fone: (51) Fax:(51) Celular: Viamão / RS Endereço Residencial: Rua José Marcelino de Figueiredo, nº 635 Fone: Viamão Cep: / 110 Certificado de Dispensa De incorporação nº série D registro nº

3 HISTÓRICO ESCOLAR Primeiro Grau Ginásio Agrícola Canadá Viamão - RS Ano de conclusão: dezembro/ 1969 Segundo Grau Escola Técnica de Agronomia Viamão - RS Ano de conclusão: dezembro / 1971 Curso: Técnico Agrícola Terceiro Grau Pontifícia Universidade Católica do RS - PUCRS Porto Alegre - RS Curso: Engenharia mecânica Ano de conclusão: dezembro / 1978 Curso: Engenharia civil Ano de conclusão: agosto / 1984 CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAIS REALIZADOS Curso sobre Energia Solar Aplicada em novembro de PUCRS Curso no Escritório Regional da VOLKSWAGEN sobre mecânica Volkswagen em agosto de Curso no Escritório Regional da G. M. do Brasil sobre mecânica Chevrolet em maio de Curso no Escritório Regional da Mercedez-Bens sobre motores Mercedez-Benz em l977 Curso de Engenharia de Avaliações e Perícias Judiciais na Unisinos, no ano de Curso de Avaliações de Imóveis Rurais pelo Crea / RS, no ano de Curso de Avaliações de Bens, realizado pelo IBAPE / RS em julho de Curso de Alvenaria Estrutural, realizado pelo Crea / RS em agosto de Curso de Estruturas metálicas, realizado pelo Crea / RS em abril de Curso de extensão na PUC/RS Danos em Edificações: Concreto, Alvenarias e Revestimentos, realizado no ano de Curso de Avaliações de Imóveis - conforme a nova Norma NB , realizado na PUC em Outubro de Curso de Orçamento de Obras e Cálculo do BDI - realizado em abril de Curso de Regressão Espacial Aplicada às Avaliações - realizado em janeiro de 2.007, realizado no IBAPE/RS. 3

4 ESTÁGIOS REALIZADOS Estágio na CEEE - RS, Setor de Montagens de Subestações - Durante o ano de Estágio na CHRYSLER Corporation do Brasil em janeiro e fevereiro de 1977, no Setor de Engenharia de desenvolvimento - São Bernardo do Campo. Visitas a diversas linhas de montagem de multinacionais da linha automotiva (G.M, Ford, SCANIA, CHRYSLER, VOLKSWAGEM), conhecendo e identificando os processos construtivos nas diversas fases. RESUMO DAS QUALIFICAÇÕES Profícua atuação no campo da engenharia civil em projetos e acompanhamentos de obras de pequeno, médio e grande porte, com escritório estabelecido na cidade de Viamão, no endereço supra mencionado. Durante este tempo, paralelamente, também atuando em diversos Foruns da região Metropolitana, como Perito em Perícias nas áreas da Engenharia civil e mecânica, tendo já realizado comprovadamente mais de trabalhos judiciais entre avaliações, perícias e laudos. Atuação como assistente técnico em diversas demandas judiciais. Trinta e quatro anos atuando como professor de Matemática lecionando no 2º grau. Ingresso: abril de Habilitado como piloto de planador e avião. Atuou como avaliador credenciado pela Caixa Econômica Federal para a Região de Viamão e municípios limítrofes nos anos de 1997 a Atuou também como avaliador credenciado pelo Banrisul para a Região de Viamão e municípios limítrofes. Exerceu o cargo de inspetor do Crea-RS durante os anos de outubro de 1988 a outubro de Exerceu o cargo de presidente da SAEV( Sociedade dos Arquitetos e Engenheiros de Viamão) durante os anos de 1992 e Trinta e sete anos atuando na área da engenharia mecânica em projetos e consultoria. Estado do RGS), fazendo parte do catálogo de profissionais deste no estado do RGS. Membro atuante do LIONS - Viamão, tendo exercido diversos cargos. 4

5 EMPREGOS ANTERIORES Prefeitura Municipal de Viamão - como Supervisor da Secretaria de Obras no ano de l979 a 1981 sendo responsável pela manutenção do parque rodoviário da mesma. COMENDAS e MOÇÕES RECEBIDAS COMENDA recebida em 21/ 08/ pelo V Comando Aéreo Regional de MEMBRO HONORÁRIO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA, por relevantes serviços prestados a corporação. MOÇÃO de PARABENIZAÇÃO e APLAUSOS em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à aviação brasileira concedida pela CÂMARA MUNICIPAL DE VIAMÃO na sessão do dia 04 / 09 / MOÇÃO DE GRATIDÃO pela colaboração prestada ao movimento Leonístico L-8 no ano de 1992 a 1993, concedido pela Associação Internacional de Lions Clubes. ATESTADO de Serviços Meritórios prestados à Regulamentação e a Fiscalização do Exercício Profissional da Engenharia, Arquitetura e Agronomia, outorgado pelo CREA/RS em 01/10/90. MOÇÃO DE PARABENIZAÇÃO pelo trabalho prestado em prol da comunidade Escolar da Escola Estadual Profª. Célia Flores Lavra Pinto, na cidade de Viamão, em 17/10/2007. FUNÇÃO ATUAL Atualmente possuo um escritório de engenharia, no endereço antes referido, trabalhando como profissional consultor nas áreas de engenharia civil e mecânica e também atuando junto ao forum local e na grande Porto Alegre, como Perito e Avaliador judicial. Viamão, 10 de fevereiro de Eng. João Carlos Gravina Jeremias 5

NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011.

NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. Fl. 1 de 5 CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. Dispõe sobre

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Pará em 1986 Belém - PA

CURRICULUM VITAE. Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Pará em 1986 Belém - PA CURRICULUM VITAE NOME DO PROFISSIONAL: Mario Roberto Boaventura Endereço: Rua Bahia 971 Ap. 402 CEP: 65901-330 Imperatriz / MA Fone(s): 99 3525-9242 / 99 98114-1692 / 99 3528-4415 E-mail: mr.boaventura@gmail.com

Leia mais

Mercia Maria Teixeira Bezerra

Mercia Maria Teixeira Bezerra Mercia Maria Teixeira Bezerra Rua Anísio de Abreu, n 1549, Brasileira Marquês - Teresina PI CEP: 64.002-485 Casada Tel.: (86) 9982-5103/3221-1455/8813-1394 Nascimento: 20/12/1955 Email: merciatb@gmail.com

Leia mais

CURRÍCULO SIMPLIFICADO

CURRÍCULO SIMPLIFICADO CURRÍCULO SIMPLIFICADO 1. DADOS PESSOAIS 01/09/2013 - JÚLIO CESAR DE ALMEIDA R.G. nº 6.068.805-1 / SSP/SP CPF nº 866.199.428-49 CREA/SP nº 0600768449 2. ESCOLARIDADE Graduação em Engenharia Civil, em 1978,

Leia mais

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA TÓPICOS INSTRUMENTOS LEGAIS APLICÁVEIS LEGISLAÇÃO: CONSTITUIÇÃO FEDERAL, LEIS, DECRETOS e RESOLUÇÕES FORMAÇÃO E ATRIBUIÇÃO PROFISSIONAL DELIBERAÇÕES NORMATIVAS

Leia mais

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 06/2015

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 06/2015 Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 06/2015 CRONOGRAMA ATIVIDADE DATAS Publicação de Extrato de Abertura de Inscrições 08 de abril de 2015 Período de Inscrições, Entrega de Títulos

Leia mais

SISTEMAS PROFISSIONAIS

SISTEMAS PROFISSIONAIS SISTEMAS PROFISSIONAIS Prof. Dr. Eng. Mec. Amarildo Tabone Paschoalini Docente Departamento de Engenharia Mecânica UNESP Ilha Solteira Coordenador da Câmara Especializada de Eng. Mecânica e Metalúrgica

Leia mais

O Perito Judicial e a Justiça Gratuita

O Perito Judicial e a Justiça Gratuita 4º SEMINÁRIO PAULISTA DE PERÍCIA JUDICIAL 26 de agosto de 2011 O Perito Judicial e a Justiça Gratuita Ao CREA-SP, instituído pelo Decreto Federal nº 23.569, de 11 de dezembro de 1933, e mantido pela Lei

Leia mais

CLÁUDIO AMARAL ENG. CIVIL / PERITO AVALIADOR CREA NACIONAL 0203566378

CLÁUDIO AMARAL ENG. CIVIL / PERITO AVALIADOR CREA NACIONAL 0203566378 CURRICULUM VITAE I - Dados Pessoais Nome: Cláudio Amaral Filiação: Gelma Amaral Carmelita Medeiros Amaral Estado civil: Casado Local e Data de Nascimento: Maceió/AL 18/02/1951 Profissão: Engenheiro Civil

Leia mais

CREA-RS. Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL

CREA-RS. Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL CREA-RS Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL INSPEÇÃO TÉCNICA DE SEGURANÇA VEICULAR O QUE FISCALIZAR ONDE FISCALIZAR PARÂMETRO LEGISLAÇÃO Inspeção Empresas

Leia mais

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia CONFEA CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CREA CONSELHO REGIONAL

Leia mais

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS REGULAMENTO DE HONORÁRIOS I) DISPOSIÇÃO PRELIMINAR A Engenharia de Avaliações e Perícias se tornou ao longo dos tempos uma atividade bastante restrita, exigindo do profissional atualização constante, acompanhamento

Leia mais

CURRICULUM VITAE WANKES CHAVES JUNIOR ENGENHEIRO CIVIL

CURRICULUM VITAE WANKES CHAVES JUNIOR ENGENHEIRO CIVIL CURRICULUM VITAE WANKES CHAVES JUNIOR ENGENHEIRO CIVIL INFORMAÇÕES PESSOAIS Nome: Wankes Solony de Carvalho Chaves Junior Filiação - Pai: Wankes Solony de Carvalho Chaves - Mãe: Maria de Fátima Carreteiro

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA POSSE. Agente de Apoio DOCUMENTO ORIGINAL E FOTOCÓPIA Histórico Escolar do Ensino Fundamental 1º grau

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA POSSE. Agente de Apoio DOCUMENTO ORIGINAL E FOTOCÓPIA Histórico Escolar do Ensino Fundamental 1º grau CONVOCAÇÃO Esta é uma convocação da Secretaria de Estado da Saúde para sua posse e entrada em exercício nos cargos e funções dos Concursos Públicos, referentes ao edital n 128/2006 SEAP. Os candidatos

Leia mais

CURSO AVANÇADO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA I SÃO CARLOS (SP)

CURSO AVANÇADO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA I SÃO CARLOS (SP) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AMBIENTAIS CURSO AVANÇADO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA I SÃO CARLOS (SP) OBJETIVOS: Capacitar profissionais e estudantes para atuarem

Leia mais

RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições

RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições Dispõe sobre o exercício profissional dos Tecnólogos das áreas submetidas à regulamentação e fiscalização instituídas pela Lei nº 5.194, de 24 DEZ 1966, e dá outras providências.

Leia mais

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 11/2015

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 11/2015 Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 11/2015 CRONOGRAMA ATIVIDADE DATAS Publicação de Extrato de Abertura de Inscrições 08/06/2015 Período de Inscrições, Entrega de Títulos e

Leia mais

CURRÍCULO I DADOS PESSOAIS

CURRÍCULO I DADOS PESSOAIS CURRÍCULO I DADOS PESSOAIS Nome: Márcio Antônio Lunardelli Cavallazzi Data de Nascimento: 03 de novembro de 1957 Local de Nascimento: Laguna Estado Civil: Casado Filiação: Ennio Demaria Cavallazzi e Honorina

Leia mais

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS DO IBAPE-ES

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS DO IBAPE-ES REGULAMENTO DE HONORÁRIOS DO IBAPE-ES CAPÍTULO I - EXPOSIÇÕES DE MOTIVOS O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer valores e formas de compatibilizar os interesses entre contratante e contratado,

Leia mais

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES Por determinação do Diretor Geral da FEAD, a Coordenação Pedagógica torna público aos interessados que se encontram abertas as inscrições

Leia mais

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração Anexo II a que se refere o artigo 2º da Lei nº xxxxx, de xx de xxxx de 2014 Quadro de Analistas da Administração Pública Municipal Atribuições Específicas DENOMINAÇÃO DO CARGO: DEFINIÇÃO: ABRANGÊNCIA:

Leia mais

DISPÕE SOBRE O REGISTRO DE EMPRESAS DE MINERAÇÃO DE PEQUENO PORTE NO CREA/ES.

DISPÕE SOBRE O REGISTRO DE EMPRESAS DE MINERAÇÃO DE PEQUENO PORTE NO CREA/ES. Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Espírito Santo Av. César Hilal, 700 1º andar Bento Ferreira Vitória ES CEP 290 522 232 Tel.: (27) 3334 9900 FAX: (27) 3324 3644 CEEI DISPÕE SOBRE

Leia mais

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal ASCOM t ru ir l e g a legal construir cons Quero l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Elaboração: Lilian Márcia Neves Haddad Arquiteta Urbanista, CREA 90.776/D MG - Especialista em Planejamento

Leia mais

INSTITUTO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÃO E PERÍCIA do Distrito Federal

INSTITUTO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÃO E PERÍCIA do Distrito Federal Proposta IBAPE-DF Nº. 35/2008 Ilma. Sra. Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF SINEPE-DF Professora Amábile Pacios SEPS EQ 714/914 Conjunto A Nº 03 4º Andar Ed. Porto

Leia mais

BRASIL CREA SUSTENTÁVEL

BRASIL CREA SUSTENTÁVEL 1 BRASIL CREA SUSTENTÁVEL TEMA: AÇÕES QUE O SISTEMA CONFEA - CREA PODE PRESTAR AOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS VOLTADAS A AUTO - SUSTENTABILIDADE DAS EDIFICAÇÕES E DAS CIDADES 2 Palestrante: Eng.º Civil MARCO

Leia mais

PROGRAMA PRELIMINAR PROPOSTO METAS GESTÃO FLÁVIA PUJADAS (2014-2015)

PROGRAMA PRELIMINAR PROPOSTO METAS GESTÃO FLÁVIA PUJADAS (2014-2015) Apresentam- se a seguir as metas entendidas como centrais de nossa gestão: VALORIZAÇÃO DO ASSOCIADO VALORIZAÇÃO INSTITUCIONAL DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO DO IBAPE/SP A cada uma dessas metas corresponderá

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009 Anexo IV Da classificação e da tabela de pontuação A) Para os cargos de Técnico em Assuntos Rodoviários e Técnico em Assuntos Administrativos: TEMPO DE FORMAÇÃO NA PROFISSÃO: Comprovação através de Diploma

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO ENGENHARIA CIVIL RESUMO DA LEI NÚMERO 5.194 DE 24 DE DEZEMBRO DE 1966 Petrópolis 2013 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho é um resumo

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em

Leia mais

: Perícias e avaliações engenharia

: Perícias e avaliações engenharia DADOS CADASTRAIS Razão Social: Alvaro Sardinha Neto ME CNPJ nº. 11.896.697/0001-47 CREA/MG nº. 047.531 Escritórios: Av. do Contorno nº. 6.594/17º andar Rua Demosthenes M. de Pinho 363/101 Savassi CEP:

Leia mais

ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS

ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES AOS SÍNDICOS E ADMINISTRADORES PREDIAIS Em virtude do recente acidente ocorrido no centro da cidade do Rio de Janeiro, onde o desabamento de três prédios comerciais levou ao

Leia mais

INSTITUTO DE ENGENHARIA LEGAL

INSTITUTO DE ENGENHARIA LEGAL 1 INSTITUTO DE ENGENHARIA LEGAL Filiado ao Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia REGULAMENTO DE PARA AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA 1.0 INTRODUÇÃO O INSTITUTO DE ENGENHARIA LEGAL

Leia mais

NORMA DE VISTORIA DE VIZINHANÇA Procedimentos básicos executivos

NORMA DE VISTORIA DE VIZINHANÇA Procedimentos básicos executivos NORMA DE VISTORIA DE VIZINHANÇA 2013 NORMA DE VISTORIA DE VIZINHANÇA Procedimentos básicos executivos COORDENAÇÃO: Octavio Galvão Neto RELATORIA: Rejane Saute Berezovsky COLABORADORES: Flávia Zoéga Andreatta

Leia mais

Curriculum Vitae JOSÉ DE CARVALHO TEIXEIRA

Curriculum Vitae JOSÉ DE CARVALHO TEIXEIRA Curriculum Vitae JOSÉ DE CARVALHO TEIXEIRA 1.0 - IDENTIFICAÇÃO 1.1 - Dados Pessoais Nome : José de Carvalho Teixeira Filiação : Álvaro de Castro Teixeira Cenira de Carvalho Teixeira Naturalidade : São

Leia mais

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria:

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria: Edificações no Rio de Janeiro Total de edificações na cidade 875 mil * Edificações sujeitas à autovistoria: 270 mil ** * Fonte: IBGE ** Estimativa com base nas informações do IBGE Riscos das Edificações

Leia mais

"CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS"

CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS "CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITOS JUDICIAIS e ASSISTENTES TÉCNICOS" 1. Objetivo do Curso: Torne-se um perito judicial, profissão com grande flexibilidade de horários, prazos e que figura como uma das atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV CARGO: Analista de Tecnologia da Informação / Segurança da Informação E B B D E E D E B E A C A A B C C A C B D A A E B A B A B E D D C D C D C C D E CARGO: Analista de Tecnologia da Informação / Governança

Leia mais

CURRICULUM VITAE. INFORMAÇÕES PESSOAIS Valdenis Márcio Neves. Nome: Data de nascimento: 21 de Novembro de 1965

CURRICULUM VITAE. INFORMAÇÕES PESSOAIS Valdenis Márcio Neves. Nome: Data de nascimento: 21 de Novembro de 1965 CURRICULUM VITAE INFORMAÇÕES PESSOAIS Valdenis Márcio Neves Nome: Data de nascimento: 21 de Novembro de 1965 Estado Civil: Casado Endereço Residencial Rua Tião Carreiro nº 244 Qd 10 Lt 15 Gaivota I CEP

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL 1. DO OBJETO DO CONCURSO EDITAL 1.1. O presente Concurso tem por objeto a seleção, dentre as propostas inéditas que forem apresentadas, da solução arquitetônica mais adequada para a PRAÇA DO NATAL, com

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO PORTARIA N. 2, DE 08 DE MAIO DE 1984 O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

EDITAL CONVITE PARA A SELEÇÃO DE ESPECIALISTAS EM AVALIAÇÃO DE BENS IMÓVEIS E MÓVEL

EDITAL CONVITE PARA A SELEÇÃO DE ESPECIALISTAS EM AVALIAÇÃO DE BENS IMÓVEIS E MÓVEL EDITAL CONVITE PARA A SELEÇÃO DE ESPECIALISTAS EM AVALIAÇÃO DE BENS IMÓVEIS E MÓVEL O Administrador Judicial das Massas Falidas de S.A. (Viação Aérea Rio-Grandense), Rio Sul Linhas Aéreas S.A., e Nordeste

Leia mais

CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP)

CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AMBIENTAIS CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP) Objetivos: Capacitar profissionais e estudantes para atuarem

Leia mais

ENGENHEIRO CIVIL AVALIADOR CERTIFICADO NÍVEL AAA PÉRICLES ALVES PINTO

ENGENHEIRO CIVIL AVALIADOR CERTIFICADO NÍVEL AAA PÉRICLES ALVES PINTO CURRICULUM VITAE ENGENHEIRO CIVIL AVALIADOR CERTIFICADO NÍVEL AAA PÉRICLES ALVES PINTO 1 IDENTIFICAÇÃO Nome: Péricles Alves Pinto Endereço comercial: Rua João Pessoa, nº45 Bairro: Centro Cep:-83702-280

Leia mais

Nº 02/2015, 02 2015, 1. DAS FUNÇÕES, VAGAS, SALÁRIO, REQUISITOS E CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO. 1.1 ENGENHEIRO CIVIL _ 01 _ - SMITUR _

Nº 02/2015, 02 2015, 1. DAS FUNÇÕES, VAGAS, SALÁRIO, REQUISITOS E CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO. 1.1 ENGENHEIRO CIVIL _ 01 _ - SMITUR _ EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº001/2015 A Prefeitura do Município de Piraí do Norte, Bahia, no uso de suas atribuições legais TORNA PÚBLICO a abertura de inscrições para o PROCESSO SELETIVO

Leia mais

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015/1 SELEÇÃO PARA CURSOS TECNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM AGRIMENSURA Aprovado

Leia mais

10ª REGINAL DE SAÚDE DE CASCAVEL ENDEREÇO:

10ª REGINAL DE SAÚDE DE CASCAVEL ENDEREÇO: CONVOCAÇÃO Esta é uma convocação da Secretaria de Estado da Saúde para posse e entrada imediata em exercício nos cargos de Agente Profissional, Agente de Execução e Agente de Apoio do Concurso Público,

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Estabelecer requisitos e exigências para o Credenciamento de Empresas Revendedoras, Instaladoras e Conservadoras de Sistemas de Proteção Contra Incêndio e Pânico, complementando o Art. 9º do

Leia mais

Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel

Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel Relatório de Vistoria Técnica com Cadastramento do Imóvel REFORMA DA SEDE DA SUBSEÇÃO DA OAB/BA NO MUNICÍPIO DE GUANAMBI/BA Avenida Presidente Castelo Branco, nº 271, Aeroporto Velho Guanambi/BA Foto:

Leia mais

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS PRELIMINARES REGULAMENTO DE HONORÁRIOS Aprovado na Assembleia Geral Extraordinária Realizada às 19h:00m do dia 25.10.2012 Capítulo I Art.1º - Este Regulamento de Honorários para Avaliações e Perícias de

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 27 REGISTRO PROFISSIONAL DO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 27 REGISTRO PROFISSIONAL DO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO - NORMA REGULAMENTADORA Nº 27 REGISTRO PROFISSIONAL DO TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO Revigorada pelo art. 3º da Portaria SNTb nº 4 - DOU 10/02/1992. Revogado pelo art. 6º da

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Faculdade de Engenharia Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia

Leia mais

Prefeitura de São Luís. Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM

Prefeitura de São Luís. Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM Prefeitura de São Luís Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Luís SEMMAM, considerando o disposto na Lei Federal nº. 8.745/93 e suas alterações, na

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 003/2009 Convoca aprovados em concurso público de que trata o Edital Nº 001/2009, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO REAL, Estado do Rio de Janeiro, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Faculdade de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC),

Leia mais

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar.

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Última Alteração - Dez/2007 Guia SUA CASA Orientação para quem vai comprar ou construir casas, terrenos e apartamentos. Importante: Este guia oferece

Leia mais

EDITAL 02/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO PPCS

EDITAL 02/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO PPCS EDITAL 02/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO PPCS A Universidade Federal do Pará, através da Coordenação do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Manual do Síndico. Síndico bom é aquele que mantém o seu condomínio sempre em ordem.

Manual do Síndico. Síndico bom é aquele que mantém o seu condomínio sempre em ordem. Manual do Síndico Síndico bom é aquele que mantém o seu condomínio sempre em ordem. Conheça o papel do Crea Ao fiscalizar o exercício profissional da Engenharia, Arquitetura, Agronomia, Geologia, Geografia,

Leia mais

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO A Ficha objetiva apresentação de SINOPSE do laudo, padronizada, a fim de auxiliar a análise e encaminhamento do mesmo para os interessados. Conforme modelo que segue, o

Leia mais

Autor: Eng. Antônio Lúcio de Andrade Moreira

Autor: Eng. Antônio Lúcio de Andrade Moreira Autor: Eng. Antônio Lúcio de Andrade Moreira Engenheiro Civil graduado pela FUMEC - Belo Horizonte/MG 1992; Diretor da empresa AM Projetos e Sistemas; Atuações como Perito Judicial na Justiça Estadual

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais

CURRICULUM VITAE. José Figueiredo Guedes. Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente. Engenheiro Mecânico. Analista de Projetos Navais CURRICULUM VITAE José Figueiredo Guedes Doutorando em Ciências e Engenharia do Ambiente Engenheiro Mecânico Analista de Projetos Navais Gestor Ambiental Perito e Auditor Ambiental Perito e Avaliador de

Leia mais

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS PARA AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS PARA AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA REGULAMENTO DE HONORÁRIOS PARA AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA Aprovado na Assembléia Geral Ordinária de 10/04/2012. Capítulo I NORMAS GERAIS Art.1º - Este Regulamento de Honorários para Avaliações

Leia mais

Artigo Técnico: Startup de Elevadores

Artigo Técnico: Startup de Elevadores Artigo Técnico: Startup de Elevadores Problemas enfrentados no início de operação de elevadores instalados em edifícios existentes modernização ou substituição dos equipamentos em edificações habitadas.

Leia mais

Denise Pereira Canedo

Denise Pereira Canedo Denise Pereira Canedo ''CURRICULUM VITAE'' Página 1 de 5 Denise Pereira Canedo Nascimento: 13/02/1972 Carteira de identidade: 836-803/SSP-MT Titulo eleitoral: 133135918/13 Cadastro de pessoa física: 545.264.931-04

Leia mais

SEMINÁRIO DE PERÍCIAS

SEMINÁRIO DE PERÍCIAS SEMINÁRIO DE PERÍCIAS Norma de Vistoria de Vizinhança IBAPE/SP ANTONIO CARLOS DOLACIO Diretor Técnico do IBAPE/SP ABNT NBR 12722 Discriminação de serviços para construção de edifícios - Procedimento Item

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO EDITAL 01/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS PPCS A Universidade Federal do Pará, através da Coordenação do Programa de Pós- Graduação em Processos Construtivos e

Leia mais

Coordenação técnica: 1

Coordenação técnica: 1 Coordenação técnica: 1 Objetivos do Programa Viabilizar que as leis que tornam obrigatórias as inspeções em edificações sejam aplicadas por meio de procedimentos adequados do ponto de vista técnico e por

Leia mais

EDITAL 2011. Processo de Seleção para o Curso de Especialização em Defesa Social, Cidadania e Gestão da Informação

EDITAL 2011. Processo de Seleção para o Curso de Especialização em Defesa Social, Cidadania e Gestão da Informação INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DO PARÁ EDITAL 2011 Processo de Seleção para o Curso de Especialização em Defesa Social,

Leia mais

EDITAL Nº19/2015, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO 2015/1 - REOPÇÃO DE CURSOS SUPERIORES

EDITAL Nº19/2015, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO 2015/1 - REOPÇÃO DE CURSOS SUPERIORES Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Sertão EDITAL Nº19/2015,

Leia mais

PORTARIA/LEMG nº 58, DE 1º DEZEMBRO DE 2014. Diário do Executivo Minas Gerais - Pag. 42 Terça-Feira, 02/012/2014 - Caderno 1

PORTARIA/LEMG nº 58, DE 1º DEZEMBRO DE 2014. Diário do Executivo Minas Gerais - Pag. 42 Terça-Feira, 02/012/2014 - Caderno 1 PORTARIA/LEMG nº 58, DE 1º DEZEMBRO DE 2014. Diário do Executivo Minas Gerais - Pag. 42 Terça-Feira, 02/012/2014 - Caderno 1 Dispõe sobre o credenciamento de empresas especializadas na avaliação de imóveis

Leia mais

Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006

Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006 Resolução nº 2/2006 3/2/2006 RESOLUÇÃO CNE Nº 2, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 DOU 03.02.2006 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agrícola e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL PROPESQ. N.001-10/MARÇO/2008 PROCESSO DE SELEÇÃO

EDITAL PROPESQ. N.001-10/MARÇO/2008 PROCESSO DE SELEÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS-UFT PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU em Educação Matemática: Formação Pedagógica para o Ensino em Matemática EDITAL PROPESQ.

Leia mais

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO UNIÃO DE ENSINO E CULTURA DE GUARAPUAVA - UNIGUA FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO

Leia mais

Contrate um Arquiteto ou Engenheiro

Contrate um Arquiteto ou Engenheiro CONSTRUÇÃO É COISA SÉRIA Contrate um Arquiteto ou Engenheiro Evite surpresas desagradáveis Construção é coisa séria: evite surpresas desagradáveis Organização: expediente AEAM - Associação de Engenheiros

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA / LEGISLAÇÃO LEIS DE AVALIAÇÕES TÉCNICAS

JURISPRUDÊNCIA / LEGISLAÇÃO LEIS DE AVALIAÇÕES TÉCNICAS JURISPRUDÊNCIA / LEGISLAÇÃO E LEIS DE AVALIAÇÕES TÉCNICAS JURISPRUDÊNCIA / LEGISLAÇÃO 1) Desapropriação - Perícia Avaliatória - Habilitação a Engenheiros A nomeação de perito para avaliação de imóvel deve

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA- 2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA- 2012 Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Filosofia e Ciências Humanas Faculdade de Educação Coordenação de Extensão EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNO PARA O CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM GESTÃO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

22 / 05 / 47 (62 anos) em Rio Branco - AC nascimento: 10)- Estado civil: Casado, 2 filhos

22 / 05 / 47 (62 anos) em Rio Branco - AC nascimento: 10)- Estado civil: Casado, 2 filhos Folha - 1 de 5 Perfil Profissional do Eng. LIMA (ele-civ) 1)- Nome completo: ANTONIO LIMA DE SOUZA 2)- Foto: 3)- Registros no Sistema 260.319.702-9 (nac) e 0600.50612.9 (sp) CONFEA / CREAs. 4)- Inscrição

Leia mais

Atribuições dos Tecnólogos

Atribuições dos Tecnólogos UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL TECNOLOGIA EM CONTRUÇÃO CIVIL EDIFÍCIOS E ESTRADAS Atribuições dos Tecnólogos Prof.ª Me. Fabiana Marques Maio / 2014 SOBRE O TECNÓLOGO Segundo

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA VIA CORREIO 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional),

Leia mais

CREA-RS. Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL

CREA-RS. Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL CREA-RS Integrando Profissionais e Sociedade CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL O programa de fiscalização tem como meta alcançar os seguintes objetivos: Garantir à sociedade a prestação de

Leia mais

CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA AGRÍCOLA CAMPUS CAMPINA GRANDE

CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA AGRÍCOLA CAMPUS CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA AGRÍCOLA CAMPUS CAMPINA GRANDE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL CTRN/UFCG No. 15, de 1º de novembro

Leia mais

EDITAL Nº 70, DE 18 DE JULHO DE 2014

EDITAL Nº 70, DE 18 DE JULHO DE 2014 EDITAL Nº 70, DE 18 DE JULHO DE 2014 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, IFPI, torna público o presente

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO DE DOCENTES De ordem do Magnífico Reitor, faço saber aos interessados que, nos termos do Título VI, Capítulo I, Art. 56

Leia mais

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, torna públicas para

Leia mais

Projeto. Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e. Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da

Projeto. Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e. Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da Projeto Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e ( pt ) Automação na Wikipédia Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da ( 2009 UFLA (II Professores: Roberto

Leia mais

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2015

Cronograma de Atividades. Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2015 Cronograma de Atividades Processo Seletivo Simplificado Edital 05/2015 CRONOGRAMA ATIVIDADE DATAS Publicação de Extrato de Abertura de Inscrições 25 de março de 2015 Período de Inscrições, Entrega de Títulos

Leia mais

Reavaliação: a adoção do valor de mercado ou de consenso entre as partes para bens do ativo, quando esse for superior ao valor líquido contábil.

Reavaliação: a adoção do valor de mercado ou de consenso entre as partes para bens do ativo, quando esse for superior ao valor líquido contábil. Avaliação e Mensuração de Bens Patrimoniais em Entidades do Setor Público 1. DEFINIÇÕES Reavaliação: a adoção do valor de mercado ou de consenso entre as partes para bens do ativo, quando esse for superior

Leia mais

8 - Programa 8.1 - A prova de conhecimentos gerais se baseará no programa abaixo:

8 - Programa 8.1 - A prova de conhecimentos gerais se baseará no programa abaixo: UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL EDITAL 2016/01 O DIRETOR DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, CONSIDERANDO O QUE

Leia mais

EDITAL Nº 09 DE 13 DE JANEIRO DE 2016 CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS E AGENDAMENTO DE EXAME MÉDICO ADMISSIONAL

EDITAL Nº 09 DE 13 DE JANEIRO DE 2016 CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS E AGENDAMENTO DE EXAME MÉDICO ADMISSIONAL EDITAL Nº 09 DE 13 DE JANEIRO DE 2016 CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS E AGENDAMENTO DE EXAME MÉDICO ADMISSIONAL O Secretário de Administração do Município do Ipojuca,

Leia mais

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA DE DOCENTES Por determinação do Diretor Geral da FEAD, a Coordenação Pedagógica torna público aos interessados que se encontram abertas as inscrições

Leia mais

ÁREA 1 GESTÃO, PRODUÇÃO E MEIO AMBIENTE

ÁREA 1 GESTÃO, PRODUÇÃO E MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL EDITAL 2015/02 O DIRETOR DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, CONSIDERANDO O QUE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI FUNDAÇÃO ANTÔNIO PRUDENTE-FAP (AC CAMARGO CANCER CENTER) EDITAL DE INSCRIÇÃO 001/2014-FAP UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP Nº 29, DE 9 DE FEVEREIRO DE 1999 Estabelece a regulamentação da atividade de distribuição de combustíveis líquidos derivados de petróleo, álcool combustível, mistura

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 236/2002-CEDF Processo nº. 030.004310/2002 Interessado: José Mendes da Fonseca

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 236/2002-CEDF Processo nº. 030.004310/2002 Interessado: José Mendes da Fonseca CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 5/12/2002, publicado no DODF nº 236, de 9/12/2002, p. 13. Parecer nº 236/2002-CEDF Processo nº. 030.004310/2002 Interessado: José Mendes da Fonseca

Leia mais

TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Local: Aracaju/SE

TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Local: Aracaju/SE www.selecaoengenharia.com.br TÉCNICO DE SEGURANÇA DE OBRAS Local: São Paulo/SP Formação: Técnico em Segurança do Trabalho Experiência: Experiência e vivência em obras de médio a grande porte. Experiência

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA MATRÍCULA EM DISCIPLINAS ISOLADAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA MATRÍCULA EM DISCIPLINAS ISOLADAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL Nº 007/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA MATRÍCULA EM DISCIPLINAS ISOLADAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM PSICOLOGIA MESTRADO E DOUTORADO, OFERECIDO PELA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Urbana

Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Urbana Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Urbana R E S O L U Ç Ã O N.º 016/2006-PEU Estabelece Normas para o processo seletivo dos alunos não-regulares,

Leia mais

eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br

eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br eccosystems@eccosystems.com.br janaina@eccosystems.com.br 51 3307 6597 A ECCOSYSTEMS está estruturada para a prestação de serviços de engenharia, consultoria, elaboração de estudos, planejamento, projetos

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO Superintendência de Urbanismo e Produção Habitacional Coordenação de Projetos PROGRAMA DE APOIO OPERACIONAL PARA SERVIÇOS DE ENGENHARIA,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO Edital 01/2010 Edital de Inscrição, Seleção e Matrícula

Leia mais