EMBRATEL ENTREVISTA: João Bruder IDC Brasil MOBILIDADE - MDM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMBRATEL ENTREVISTA: João Bruder IDC Brasil MOBILIDADE - MDM"

Transcrição

1 EMBRATEL ENTREVISTA: João Bruder IDC Brasil MOBILIDADE - MDM

2 MOBILIDADE - MDM Em entrevista, João Bruder, Coordenador de Telecomunicações da IDC Brasil relata os principais temas relacionados à Mobilidade Quais as principais tendências em mobilidade corporativa no Brasil? Quais as prioridades de investimento dos CIOs nessa área? João Bruder: Especificamente sobre planos de investimentos, em 2013 perguntamos a 300 CIOs no que eles iriam investir no ano seguinte. A soma dos que investiriam muito ou médio em consumerização chegou 51%. Isso significa uso de dispositivos para acessar aplicações corporativas. É um patamar bom diante de outras tecnologias. Há uma expectativa de investimento um pouco maior em PCs, que envolve desktops, notebooks e tablets. Mas está acima de muitas outras. Qual é a mensagem? É que, quando perguntamos ao CIO no que ele vai investir em TI, ele diz que será em dispositivos móveis. Não fizemos uma pergunta detalhando o que será investido em mobilidade, e sim no que será investido em geral, ou seja, em impressoras, servidores, redes ou dispositivos móveis. As opções de resposta foram não vou investir, vou investir pouco, médio e muito. Não tem detalhe dessas intenções. O que sabemos é que os investimentos serão majoritariamente em smartphones. Tablets ficam bem mais distantes. O fato de 51% dizerem que irão investir medianamente ou muito é um bom resultado. O investimento em si tem a ver com a aplicação que será usada no device. Nas suas perguntas seguintes, você menciona custo caro do device, mas isso é meio complexo, porque não existe caro ou barato, existe percepção de caro e barato. Um gasto de R$ 1 mil a R$ 1,5 em um smartphone é caro? Você tem de pensar sob a ótica da aplicação que estará nesse device. Se você quer que uma pessoa seja alcançável, para você falar com ela, de fato, um telefone simples, que custa muito mais barato, já resolve. Então, o smartphone parece caro. Mas quando se coloca isso sob um contexto de: o smartphone vai permitir, automação de força de vendas, do time de campo, quando se coloca um device que custa R$ 1 mil ou um tablet de R$ 3 mil no contexto de que ele vai fazer a operação ser mais eficiente, que vai diminuir o tempo de deslocamento, que o técnico conseguirá fazer 14 visitas por dia ao invés de 12, há um ganho de produtividade que paga muitas vezes o device. É com certeza o business case. A conta fecha. E o que é preciso para isso? É preciso mais conhecimento do mercado, sobre tudo. As empresas têm de conhecer melhor o ecossistema de aplicações móveis corporativas e quem pode ajudá-las, quais são os riscos, como minimizar esses riscos, o que fazer ou deixar de fazer com cada coisa. Quanto a essa questão de preço do dispositivo, como você vê a tendência de BYOD (sigla em inglês para traga seu próprio dispositivo ), considerando que muitas empresas podem ver isso como alternativa para redução de custos de aquisição e manutenção de aparelhos?

3 João Bruder: BYOD é uma coisa bacana que facilita e, ao meu ver, não tem vítimas. Teoricamente, se você escolhe seu dispositivo, você fica feliz porque teve o poder de escolha. Você o usa melhor porque está acostumado a usar aplicativos que seguem a mesma linha de raciocínio e de interação com o dispositivo. Você pode fazer as coisas mais rapidamente uma vez que sabe que, para responder , por exemplo, clica ali, aperta lá, seleciona ali. O seu dispositivo também tem a sua rede social, as suas mensagens. Você fica com ele por mais tempo, à noite e no fim de semana. Se algo no trabalho necessitar de sua atenção, sua reação será mais imediata, porque a chance de estar perto de seu telefone é maior do que de um telefone da empresa. Claro que quando o telefone é da empresa ela sempre pode, entre aspas, mandar que você fique com ele o tempo todo, mas há dificuldades aí. E não vejo como grande apelo o BYOD como estratégia de economia do custo do device em si. Porque a aplicação que terá no seu business case é que vai dar o retorno. Tirar o custo do aparelho é somente um dos elementos da equação. Irá diminuir uma barreira de entrada, mas é apenas uma das barreiras. Uma empresa que não tem nada de mobilidade terá de contratar alguém para desenhar processos, outro para desenvolver aplicação móvel, e esse alguém pode ser de desenvolvimento interno ou via operadora, integrador, parceiro de rede, tanto faz. Ele vai por a mão no bolso para desenvolver a aplicação móvel, comprar servidores, storage, pagar consultoria, design gráfico etc. Não é a economia com devices que vai fazer a chave virar ou deixar de virar. Vejo BYOD como uma coisa a mais que as empresas permitem aos funcionários porque vai facilitar a vida deles. As empresas brasileiras avançaram no uso da mobilidade em prol dos processos de negócios? Ou ainda estão muito atrasadas em relação a mercados mais maduros? João Bruder: As duas coisas são verdade. Avançamos, sim, mas ainda estamos atrás de mercados mais maduros. A média de mobilidade é de um terço, ou seja, 29% têm um device móvel que usam para fins de trabalho. Estou falando de device pago pela empresa, em que a empresa paga a conta, isso não inclui o BYOD. Esse número varia entre as empresas. Perguntamos quanto por cento da sua força de trabalho você mobiliza?, e uma diz 15%, outra 40%, outra 25%. Na média, deu 29%. Então, praticamente um terço da força de trabalho já conta com mobilidade. É um patamar não desprezível, mas ainda tem muito chão pela frente. As empresas estão proativas em suas estratégias de mobilidade? Ou estão a reboque da explosão da mobilidade no País? Qual a importância do relacionamento com a operadora móvel no desenho das estratégias móveis das empresas? João Bruder: Acho que estão mais a reboque da mobilidade, não é algo que a empresa pensou. Acho que um grande driver disso são os aplicativos de pessoa física. Você anda na rua, no ônibus, no metrô e todos estão mexendo em algum aplicativo, o tempo todo. Quando as pessoas já têm e estão acostumadas com o device, fica mais fácil para o

4 empresário pensar em como usar isso, no que a pessoa pode fazer em lugar de ficar usando joguinhos no dispositivo. Há todo um ambiente que favorece. Quando era menos comum o uso, a empresa encontrava resistência da força de trabalho quando dizia agora temos uma política de mobilidade, darei a você um smartphone com aplicativo de automação de força de vendas para você visitar clientes e, conforme o contato vai dizendo o que quer, você já preenche quantidades, fecha o pedido, fatura, envia ordem para a fábrica e logística, checa pedidos, vê os últimos pedidos daquele cliente e o alerta caso tenha esquecido de comprar um item que ele sempre pede etc. Mas como todo mundo já está acostumado a ter no celular , WhatsApp etc, você pode entrar com o discurso vamos implementar uma política de colaboração corporativa, teremos um software de contatos e mensagens instantâneas, inclusive no celular, que funciona como o WhatsApp, só que com tais e tais diferenças. Fica mais fácil a adoção. Então acho que, nesse sentido, as vendas de smartphones estão em ritmo skyrocket. A cada trimestre se vende mais do que no anterior. Facilitou o processo. Por que aplicações corporativas para plataformas móveis ainda não decolaram no Brasil? Qual o percentual de empresas que usam aplicações móveis além de internet e ? (como CRM, ERP, SFA etc). João Bruder: Sim, (o baixo uso) é uma realidade. O ainda é a porta de entrada e uma das aplicações mais usadas, assim como o acesso a internet. Porque são as mais fáceis. O já nasceu na nuvem, faz sentido ter isso em primeiro lugar. E as empresas têm muitos sistemas legados. Ela queria um sistema para ajudar a fazer a contabilidade, a gestão, um ERP, um CRM, um supply chain management. Tinha um sistema que a ajudava em alguma coisa e que ficava em um servidor no datacenter, no prédio da empresa (e quando a gente fala em datacenter já pensa em um grande prédio, mas às vezes são somente três racks em uma salinha, nada grandioso), e esse sistema foi escrito numa linguagem de programação que já não é mais atual e não tem mais tanta funcionalidade. Quando a empresa decide que quer isso no celular, o custo de desenvolvimento e de adaptação pode ficar caro. Então, trata-se de uma barreira a mais para vencer antes de adotar a mobilidade. Com o desenvolvimento de soluções em cloud, ou que utilizam um pedaço em cloud e outro on-premise, diminuem as barreiras de adoção de mobilidade. As grandes marcas de software já têm suas versões móveis, mas uma empresa que já havia investido na compra ou desenvolvimento do sistema, que pagou consultoria de implantação de um ERP que já está funcionando e que passou por trauma para colocar esses sistemas gigantescos para funcionar, essa empresa não vai querer mexer. Está funcionando? Não chega perto. Se alguém fala que quer usar no celular, a área de TI é resistente e diz que está bom do jeito que está. Até que o concorrente adota e começa a ter resultados melhores. Aí ele vê que precisa fazer algo. Antes, ter mobilidade era só um diferencial competitivo. Agora, não ter passa a ser um diferencial negativo. Planos de banda larga com mais velocidade e a preços mais competitivos ajudam a impulsionar a adoção de aplicações corporativas móveis?

5 João Bruder: Concordo parcialmente com isso, porque o elemento custo sempre vai fazer parte. Em qualquer pesquisa que se faz, se o gestor de TI não falar de redução de custo ele está na rua. Então, ele tem de buscar essa redução e não pode falar esse preço está bom, eu consigo lidar com ele. Ele sempre tem de marcar que está preocupado com redução de custos. O papel das operadoras é superimportante, especialmente no sentido de evangelizar o mercado, porque tem muitas empresas que até gostariam de ter (mobilidade), mas não têm a mínima ideia de como fazer isso, de como chegar lá. Confunde-se muito estratégia de mobilidade com ter no celular. Você fala: sou uma pessoa física, pago um pacote de R$ 50 por mês para ter internet e no celular, então porque minha empresa não faz isso?. Porque ela tem de ligar com muito mais questões, como segurança, MDM etc. Mais importante do que isso, ela tem de lidar com qual aplicação vai colocar. O da empresa muitas vezes não está na nuvem e sim que está no servidor, no datacenter da empresa. Então, como fazer isso? Preciso instalar alguma coisa que irá transformar esse do mundo físico para o mundo móvel? Existem middlewares, softwares que fazem isso, e que, às vezes, estão coligados com MDM. Mas tenho de instalar isso ou não? Quanto custa? Como vou pagar? Dúvidas do tipo isso é para comer ou é para lavar o cabelo?. Eu pago por servidor? Por megabyte transferido? Por conta de ? Por dia? Como é isso? Quanto custa? As empresas estão sem saber como fazer, é um desafio para elas, não estão acostumadas com isso. Acho que uma maior participação das operadoras é quase que um reflexo da maturidade do mercado inserido pelo fator concorrência. Quando você tem menos competição, você pode se dar o luxo de não ser tão eficiente, não trabalhar tão bem, o luxo de tirar um pedido na sexta-feira e só colocar no sistema na segunda e faturar na terça. Agora, quando tem muita concorrência, você tem de aproveitar melhor os benefícios de escala, os benefícios de redução de tempo. Se na própria sexta-feira eu consigo processar o pedido, gerar conta, mandar o caminhão buscar e já dar uma ordem para a indústria, consigo ser mais eficiente, ter menos custo etc. Como empresa com 4G mais veloz do mundo, a Claro puxou o Brasil para cima em ranking de 16 países feito pela OpenSignal. Como avalia o impacto da evolução da rede móvel na mobilidade corporativa? João Bruder: Quanto mais velocidade disponível, mais fácil desenhar um case de negócio. Imagine um smartphone com tela pequena em que se faz um input de dados e se conta com dois botões, um para enviar e outro para cancelar. Após o envio de informações, vem a resposta ok ou deu falha no campo tal. É preciso voltar e consertar, isso gasta uma banda. Você consegue fazer aplicações que são mais simples, do tipo está tudo certo ou faltou preencher a data no campo tal. Agora, se a largura de banda é maior, como, por exemplo, a permitida pela 4G, pode-se ter um tablet em vez de uma tela pequena, e aí é possível ter acesso ao ERP. Ou seja, 48 informações diferentes irão trafegar para o tablet, que soma, divide, faz a precificação e fornece o resultado. Ou seja, o usuário não está simplesmente fazendo uma consulta, e sim acessando um banco de dados e obtendo um resultado correlacional. Isso é muito mais valioso, e é preciso largura de banda para fazer isso. Resumindo: largura de banda permite aplicações mais ricas, complexas e avançadas,

6 ou seja, você tem um desenho de ROI mais definido. E com certeza isso pode impulsionar o segmento de aplicações móveis. Pode comentar como o avanço da mobilidade e da convergência tecnológica e a evolução das redes móveis estão impactando/revolucionando áreas como SFA (Sales Force Automation), FFA (Field Force Automation) e PACS Picture Archiving & Communication Systems (coleta, gerenciamento e acesso de imagens)? João Bruder: Genericamente, com redução e aumento da eficiência. Eles andam juntos. Vou dar um exemplo de um vendedor. Ele consegue preencher o pedido na rua, submeter e gerar uma fatura, invoice, ordem de produção e tudo o mais. Ele está sendo mais rápido, consegue atender ao cliente mais rapidamente entregando em menos tempo. Logo, irá receber em menos dias. Outro caso: ele vende 15 toneladas de um insumo industrial, mas no estoque só tem 12 toneladas. No modelo antigo, ele teria de voltar para a empresa, preencher cadastro, verificar se tinha a quantidade requerida, se não, voltar ao cliente e perguntar se ele aceita só as 12 disponíveis etc. Isso poderia levar semanas. Hoje, isso tudo é solucionado na hora, o que significa ganho de eficiência. A redução de custo está atrelada ao ganho de eficiência, mas também em você poder fazer mais. Por exemplo, um time de campo que faz manutenção de elevadores realiza serviço técnico caro, altamente especializado. Normalmente as pessoas, por razões óbvias, têm uma tolerância muito baixa quanto a ficar sem ele. O técnico vai a um prédio às 7h da manhã e clica em um botão dando o trabalho por terminado às 8h15. Isso aparece no tablet dele, equipado com GPS. Ele sabe onde está, qual o prédio mais próximo a ser atendido e qual o trabalho que tem de fazer lá. Se for um 4G, pode ter acesso a especificação do elevador, datasheet, fotos de sistemas parecidos, estatísticas dos últimos 40 chamados daquele prédio, histórico de outros elevadores do mesmo modelo e idade etc. Quer dizer, o técnico vai chegar ao prédio antes e mais preparado para resolver o problema, e tende a demorar menos tempo lá. Ele vai poder fazer 16 visitas ao invés de 12. Além do que, se ele quiser parar em padaria para tomar café, vai ficar lá só o tempo necessário, porque a empresa vai saber. Esse tipo de controle de gestão é facilitado A IDC tem algum tipo pesquisa de mercado desses segmentos no País? João Bruder: Não. Temos alguma coisa do estudo Investment Priorities Wireless, que a Embratel comprou, não exclusivamente, no ano passado. O estudo mostra quantas empresas já têm essas siglas aqui no Brasil (SFA, FFA, CRM, ERP etc). Não quero abrir os dados porque é uma informação de detalhe do estudo. Mas posso dizer que, enquanto o e- mail é encontrado em praticamente todas as empresas, aplicações como essas (CRM, ERP, SFA etc) estão entre 10% e 20% das empresas pesquisadas.

7 Quais os principais riscos de uma empresa ignorar o fato de que o uso de dispositivos pessoais no trabalho (consumerização/byod) ocorrem à sua revelia? João Bruder: Sobre consumerização e BYOD: consumerização é conceito mais amplo, envolve também software e hardware não pessoal. Antigamente, havia, por exemplo, soluções de vídeo para colaboração, que eram grandes e caras. Somente empresas de muito grande porte podiam ter isso. E o Skype todo mundo tem de graça em um PC custando R$ 1 mil reais. Este é um exemplo de consumerização. Coisa que só tinha na empresa e, agora, tem para pessoa física também. O BYOD é uma parte da consumerização. As pessoas têm em mãos um dispositivo avançado com capacidade de processamento rápido, memória, tela grande, câmera boa, GPS etc. Então, é o caminho inverso, ou seja, as pessoas querendo usar dispositivos pessoais para fins corporativos. A empresa me deu um telefone simples, só para mandar SMS, sendo que eu tenho no meu bolso um iphone que me permite fazer um monte de coisa, então prefiro usar o meu telefone e, se eu puder, vou propor à empresa usá-lo, em lugar do aparelho que me deu. A minha percepção é que as empresas estão correndo atrás para se adequar ao BYOD. Considero que as empresas brasileiras estão correndo muitos riscos nessa área. Elas estão fazendo, basicamente, duas coisas: uma, não permitindo o BYOD, sendo que as pessoas estão se conectando mesmo sem poder. E outra, permitem o BYOD, mas não colocam o dispositivo na plataforma de MDM. As duas coisas representam risco, sendo que na primeira situação o risco é maior. Quando você proíbe e o pessoal se conecta mesmo assim, a parte visível do iceberg é que a rede wireless ficará sobrecarregada. A empresa oferece wi-fi para clientes, por exemplo, mas eles não conseguem se conectar ou enfrentam lentidão porque todos os funcionários estão com seus smartphones conectados. Quanto à instalação de aplicativos corporativos, é menos grave, porque se a empresa não tem uma política, não vai ser o BYOD que vai forçá-la a ter. Quer dizer, o BYOD não vai conseguir acessar aquele sistema legado em plataforma já meio antiga, mantido no servidor em datacenter próprio da empresa, porque tal sistema não está preparado para ser móvel. Então a empresa não vai ter problema com isso. A empresa terá problema quando sua plataforma, configurada para meia dúzia, permite acesso de 60, por exemplo. Ela tem de gerenciar o risco dos 54 a mais. Quando você permite que o seu funcionário traga o seu dispositivo pessoal e acesse a rede corporativa, você é responsável. Se o empregado perde o aparelho pessoal, a empresa não tem de comprar outro. Mas, e a informação corporativa que estava no aparelho? Se cair em mãos erradas a empresa pode ter problemas. Para não correr esse risco, ela tem de ter uma plataforma de MDM e colocar o device do funcionário na mesma para gerenciar o dispositivo. Por exemplo: um funcionário trouxe para a empresa um dispositivo pessoal com o qual tira fotos do filho e recebe s da empresa. Se ele esquece o telefone no táxi, a empresa pode usar o recurso de apagar tudo remotamente, inclusive as fotos? Pode, mas tem de fazer um contrato em que o funcionário autoriza o apagamento. Esse cuidado é necessário. É preciso ter uma política de mobilidade, e não apenas comprar o MDM. É preciso levar em consideração tudo o que pode acontecer, para que fique combinado com o funcionário coisas como se você quer acessar o da empresa, saiba que pode, mas nossa política determina que: 1) se você perder o aparelho o problema é seu; 2) o plano de dados quem paga é você; 3) a empresa pode mudar as regras a qualquer momento; 4) se

8 você perder o aparelho vamos bloquear e apagar tudo, inclusive conteúdo pessoal; 5) não pode usar o aparelho se estiver fora do país etc. O Brasil é líder na América Latina em vários aspectos relacionados com a mobilidade e outras tendências de TI, mas está atrás de outros países da região no que concerne a implantação de políticas e plataformas de gerenciamento de dispositivos pessoais usados para o trabalho (MDM, na sigla em inglês). Por que isso ocorre? João Bruder: O atraso é uma questão de maturidade, pura e simplesmente. O percentual de BYOD (funcionários conectados por meio de MDM) de 2012 foi menor que O que ocorreu é que muitas empresas estavam deixando à vontade, permitindo que todo funcionário que trouxesse seu dispositivo pudesse se conectar à rede. Mas começaram a ter problemas por razões diversas, como aparelho perdido, por exemplo, e pisaram no freio enquanto desenvolviam uma política de mobilidade. Por isso a estatística diminuiu em 2012, mas em 2013 voltou a subir. Acreditamos que entramos novamente em um ciclo de crescimento. Comente sobre os principais recursos disponíveis em uma ferramenta/software de MDM, e sobre como podem beneficiar as empresas usuárias em termos de custos, privacidade, segurança de dados, produtividade, questões trabalhistas etc. João Bruder: As plataformas de MDM podem ter horários previamente definidos. Por exemplo, o telefone do funcionário pode se conectar à rede da empresa no período entre 9h e 18h. Acho que o principal benefício é o erase remoto, ou seja, apagar tudo que está dentro do aparelho, porque as informações das empresas são o que há de mais valioso. Imagine um de um diretor de vendas para seu presidente, encaminhando leads do próximo trimestre, caindo nas mãos de um concorrente. O quão valioso é isso? O device em si tem um custo, mas é barato pode-se comprar outro se perdido. Já a perda da informação pode levar a um problema muito maior. Acerca do recurso de contêineres (compartimentos no device que separam ambiente corporativo do ambiente pessoal), que contam com segurança, criptografia, não sei se é suficiente para garantir a segurança da informação, do ponto de vista técnico, mas acredito que sim. O contêiner permite o uso do dispositivo sem que o usuário misture uma coisa com a outra, até sem querer. Por exemplo, se você copia para a área de trabalho um pedaço do do seu chefe e depois tenta colar esse texto no WhatsApp, em conversa com uma pessoa da sua rede pessoal, o software não deixa, avisa que não pode. Agora, se você copia esse pedaço de do chefe para colar no instant messaging corporativo da empresa, aí sim, o software permite, porque você não está furando o véu entre mundo pessoal e corporativo. Se o usuário perde o dispositivo, o contêiner dificulta o acesso a essas informações. Não sei se é algo inquebrável, mas dificulta. Se você perde um aparelho e quem achou não o conecta à internet, ou tira o chip, não será possível apagar as informações remotamente. Então tem de ter a informação lá criptografada, para impedir o acesso aos dados.

9 Questões de segurança e gerenciamento de dispositivos são apontadas em pesquisa da IDC como principais motivos das empresas para não incluir mais aparelhos móveis pessoais em suas plataformas de MDM. Pode comentar essa aparente contradição, considerando que essas plataformas focam justamente a segurança e gestão de aparelhos e que o fenômeno BYOD ocorre independentemente da vontade dos gestores das empresas? João Bruder: Ninguém realmente entende essa contradição. Mas segurança é um inibidor para qualquer coisa. Fazemos muitas pesquisas, sobre muitos assuntos, e sempre aparece a segurança como um medo do gestor. Se tenho uma coisa no computador, dentro de uma sala, dentro da empresa, colocá-lo em um celular que estará passeando pela cidade tem risco de segurança. Então, aponto a segurança como motivo para não fazer isso. Não quer dizer que é uma desculpa, mas é uma justifica sempre plausível. Mas, de fato, é uma questão: as pessoas alegam questões de segurança para não usar uma solução (o MDM) que é destinada justamente a minimizar os riscos de segurança. Isso mostra um desconhecimento do mercado. As empresas ainda não entendem o mundo de mobilidade corporativa. Todo mundo entende de voz móvel. Agora, controle de dados é outra conversa. Avalie o novo papel exigido das operadoras, de não apenas fornecer serviços de voz, dados e internet, mas também ajudar as empresas com o gerenciamento de dispositivos móveis e com os custos de telecom. João Bruder: Acho que elas têm um papel importante, sim. Considerando o mercado de mobilidade como um todo, não somente no tocante às telcos, quem mais estiver disposto a empurrar as empresas, a ajudá-las com soluções de mobilidade, será bem-vindo. Nesse sentido, as operadoras têm uma posição de destaque, porque já têm relacionamento com os clientes, e não só relacionamento comercial, de enviar fatura, mas também conhecem as compras dos clientes, o seu parque, e conseguem deduzir quais as dificuldades pelas quais estão passando. Acho que, para as operadoras, é uma oportunidade vender esse tipo de serviço, uma vez que existe demanda e as empresas não sabem de quem comprar. Justamente por haver essa falta de informações no mercado, da qual já falei, as empresas não sabem em quem confiar, não têm muito parâmetro de comparação. Quando a operadora, que a empresa conhece teoricamente, e em quem confia para provimento de comunicação, diz eu gerencio isso para você, trata-se de um tópico correlato às telecomunicações em si, e a operadora tem toda a expertise em cobrar por uso, o que é especialmente aderente para esse tipo de necessidade. A empresa não vai ter de comprar um servidor ou aplicação, não vai ter de contratar alguém para fazer a gestão dessa aplicação. Ele paga uma quantidade x por mês para a operadora e esta faz o caso. É uma oportunidade muito boa para as operadoras.

10 Comente os principais drivers do mercado de M2M (machine to machine) no Brasil e as expectativas de crescimento da demanda dessas ferramentas nos próximos anos. João Bruder: Acompanhamos esse mercado no Brasil, mas com menos detalhe, apenas qualitativamente. Esclarecendo, a máquina de cartão de crédito conta como M2M para a Anatel. Entretanto, é questionável se essa máquina pode ser considerada M2M, porque há intervenção humana. Um exemplo de M2M é a máquina da coca-cola que avisa a quantidade de latas em estoque ou uma etiqueta inteligente em camisas em uma loja. No momento em que a camisa passa diante do leitor do caixa, o sistema avisa que o estoquista tem de repor o produto. Além do segmento de cartão de crédito, o segundo mercado de M2M é o monitoramento de veículos. A tecnologia envia desde informação de localização do veículo via GPS até dados sobre velocidade do carro, freadas bruscas, tempo que ficou parado etc. Tem muita perspectiva de crescimento do M2M, especialmente em aplicações distribuídas, quando as coisas estão distantes umas das outras. A tecnologia pode ser aplicada em muita coisa e em praticamente todos os segmentos, mas ninguém sabe exatamente qual vai ser a killer aplication, ou seja, o que vai de fato ganhar os holofotes. Nas estratégias de mobilidade das empresas, qual a vantagem de adquirir dispositivos móveis e soluções diretamente das operadoras, que vêm aumentando seus portfólios de TI? João Bruder: A resposta está na pergunta. As operadoras estão aumentando o seu portfólio de soluções, então é possível ter menos pontos de contato para resolver as mesmas questões. Agora, se isso vai ser bom para o cliente ou não, só os clientes e o tempo dirão. Então, se as empresas vão de fato começar a comprar mais serviços desse provedor, é uma incógnita. As perspectivas são positivas, mas não se sabe o quanto. As operadoras têm as suas fortalezas, e são fortalezas de fato, que devem ser levadas em consideração. Outras informações e/ou avaliações que o Sr. queira acrescentar sobre o cenário atual de mobilidade corporativa no Brasil. João Bruder: Estamos numa fase de evolução tecnológica, e a mobilidade é um pilar muito visto. Todos têm celular, os aparelhos são muito bons, com muitas funções, capacidade de processamento e interface gráfica muito rica. Muitas empresas podem se beneficiar de processos móveis. Acho que um grande salto de eficiência acontecerá com as empresas porque, virtualmente, qualquer processo pode ser melhorado. E muitos são melhorados quando você insere mobilidade. Mas acho que existe uma falta de conhecimento dessas aplicações, de como ser eficiente. Todo mundo quer ser mais eficiente, produzir mais com menos. Todos estão preocupados com controle e redução de custos, e aplicação móvel é um elemento que pode ajudar nisso. E é bom que as operadoras estejam querendo bater nessa

11 tecla, para vender mais e ter a possibilidade de ajudar as empresas que, de fato, não sabem como fazer isso e precisam de bons exemplos, que faltam no Brasil.

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Por que Office 365? Office 365 Por que usar?

Por que Office 365? Office 365 Por que usar? Por que Office 365? Office 365 Por que usar? POR QUE OFFICE 365? Olá. Nesse guia, vamos tratar de um serviço que está sendo extremamente procurado por executivos e especialistas em TI das empresas: o Office

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 2 ÍNDICE >> Introdução... 3 >> O que é software na nuvem... 6 >> Vantagens do software na nuvem... 8 >> Conclusão... 13 >> Sobre a Frota Control... 15 3 Introdução

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los.

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los. Ao longo de vários anos de trabalho com CRM e após a execução de dezenas de projetos, penso que conheci diversos tipos de empresas, culturas e apesar da grande maioria dos projetos darem certo, também

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes.

Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes. Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes. Receba fotos e mensagens deles na TV de sua casa em tempo real e sem custo, não se preocupe mais com a distância! A festa será

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Bruno Tasco (Frost & Sullivan) SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO MSS/ DDoS

EMBRATEL ENTREVISTA: Bruno Tasco (Frost & Sullivan) SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO MSS/ DDoS EMBRATEL ENTREVISTA: Bruno Tasco (Frost & Sullivan) SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO MSS/ DDoS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO MSS/ DDoS Em entrevista, Bruno Tasco, consultor sênior da Frost & Sullivan relata os principais

Leia mais

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Introdução Introdução A empresa de pesquisa IDC prevê que mais da metade dos trabalhadores usarão ferramentas

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

like a Boss mandic Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem.

like a Boss mandic Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem. BOX like a Boss Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem. mandic CLOUD SOLUTIONS Mais e mais empresas buscam soluções para dar suporte

Leia mais

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO INTRODUÇÃO No mundo corporativo, talvez nenhuma expressão tenha ganhado tanto foco quanto 'engajamento'. O RH ouve isso todo dia, o time de

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Preparativos iniciais

Preparativos iniciais Manual Stone Mobile ÍNDICE 03 03 04 04 05 06 07 07 08 08 09 11 Preparativos iniciais Instalação do Aplicativo Realizando seu cadastro Funções do Aplicativo Enviando uma transação Lista de Transações Realizadas

Leia mais

NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE

NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE White Paper NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE A cada dia, o mundo da mobilidade se torna mais crítico e complexo. Por esta natureza, usuários de mobilidade necessitam cada vez mais de agilidade

Leia mais

7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas.

7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas. 7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas. Neste Guia, vamos mostrar algumas dicas para que a implantação da tendência BYOD nas empresas

Leia mais

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes?

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes? : Como monetizar em oportunidades emergentes? 23 de Julho 2013 Confidencial Mercados emergentes têm previsão de crescimento de 2-3 vezes maiores do que mercados maduros em tecnologia nos próximos 2 anos.

Leia mais

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva da solução SAP SAP Technology SAP Afaria Objetivos Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos

Leia mais

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE Por: Alexandre Maldonado Autor do site Marketing para E- commerce www.marketingparaecommerce.com.br TERMOS DE RESPONSABILIDADE

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade.

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. 1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. Todos nós da AGI Soluções trabalhamos durante anos

Leia mais

O CRM não é software; é uma nova filosofia

O CRM não é software; é uma nova filosofia O CRM não é software; é uma nova filosofia Provavelmente todos concordam que a ferramenta da hora é o CRM, sigla em inglês para gestão de relacionamento com o cliente. No entanto, oito em cada dez tentativas

Leia mais

Indice. Sistema Smartphone / Tablet

Indice. Sistema Smartphone / Tablet Indice Sistema Smartphone / Tablet 1. Cadastrando um cliente... 2 2. Cadastrando produtos... 4 3. Incluindo fotos de produtos... 5 4. Fazendo um pedido... 6 5. Transmitindo pedido para empresa... 8 6.

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

RELATÓRIO DA ENQUETE SOBRE INTERNET MÓVEL

RELATÓRIO DA ENQUETE SOBRE INTERNET MÓVEL RELATÓRIO DA ENQUETE SOBRE INTERNET MÓVEL Você tem plano de internet contratado para o seu celular? 27% 73% Sim 373 73% Não 141 27% Você sabe qual é a sua franquia de dados (MB ou GB)? 36,11 % 63,88% Sim

Leia mais

Universo Online S.A 1

Universo Online S.A 1 Universo Online S.A 1 1. Sobre o UOL HOST O UOL HOST é uma empresa de hospedagem e serviços web do Grupo UOL e conta com a experiência de mais de 15 anos da marca sinônimo de internet no Brasil. Criado

Leia mais

Argumentos de Vendas. Versão 20150206.01. Nossa melhor ligação é com você

Argumentos de Vendas. Versão 20150206.01. Nossa melhor ligação é com você Argumentos de Vendas Versão 20150206.01 Nossa melhor ligação é com você Algumas perguntas que podem ser feitas Você está satisfeito com sua operadora atual? Você é bem atendido quando liga na central de

Leia mais

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO 10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO UMA DAS GRANDES FUNÇÕES DA TECNOLOGIA É A DE FACILITAR A VIDA DO HOMEM, SEJA NA VIDA PESSOAL OU CORPORATIVA. ATRAVÉS DELA, ELE CONSEGUE

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

http://www.wikiconsultoria.com.br/100-motivos-implantar-crm/

http://www.wikiconsultoria.com.br/100-motivos-implantar-crm/ Dando continuidade a nossa série de artigos dos 100 motivos para implantar um CRM, chegamos a nossa quinta parte, porém como ainda faltam 32 motivos resolvemos liberar a quinta parte em duas etapas para

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

tendências MOBILIDADE CORPORATIVA Setembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 03 Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos

tendências MOBILIDADE CORPORATIVA Setembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 03 Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos tendências EDIÇÃO 03 Setembro/2012 MOBILIDADE CORPORATIVA Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos Recomendações para adoção de estratégia de mobilidade 02 03 04 06 07 08 A mobilidade corporativa

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Novas opções de Gerenciamento de Dispositivos do Windows *

Novas opções de Gerenciamento de Dispositivos do Windows * Informe Processadores Intel Core de 4ª geração e processadores Intel Atom Mobilidade com a Intel e o Windows 8.1* Novas opções de Gerenciamento de Dispositivos do Windows * O que levar em conta ao decidir

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Otimismo desenvolvedoras de softwares

Otimismo desenvolvedoras de softwares Otimismo nas nuvens Ambiente favorável alavanca negócios das empresas desenvolvedoras de softwares, que investem em soluções criativas de mobilidade e computação em nuvem para agilizar e agregar flexibilidade

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Proposta de Redação Transitoriedade das Tecnologias de Informação

Proposta de Redação Transitoriedade das Tecnologias de Informação Proposta de Redação Transitoriedade das Tecnologias de Informação A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO www.origy.com.br UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO CARACTERÍSTICAS: E-MAIL IMAP * Acesso simultâneo e centralizado, via aplicativo, webmail e celular/smartphone * Alta capacidade de armazenamento

Leia mais

Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI

Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI Office 365 muda rotina e aumenta a produtividade do maior portal de e-commerce de artigos de dança do Brasil A Mundo Dança nasceu há cinco anos a

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Pergunta O que é o teste de velocidade? Quem é o público alvo? O que oferece? Como funciona? Por onde é o acesso? Resposta Um teste de qualidade de banda

Leia mais

Call Center do cliente corporativo oi. Fique por dentro de tudo que você pode solicitar.

Call Center do cliente corporativo oi. Fique por dentro de tudo que você pode solicitar. Call Center do cliente corporativo oi. Fique por dentro de tudo que você pode solicitar. Acesso ao call center Ligue 0800 031 8031 Atendimento Corporativo O horário de funcionamento é de 24 horas durante

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

Novas opções do Gerenciamento de Dispositivos do Windows *

Novas opções do Gerenciamento de Dispositivos do Windows * Informe Processadores Intel Core de 4ª geração e processadores Intel Atom Mobilidade com a Intel e o Windows 8.1* Novas opções do Gerenciamento de Dispositivos do Windows * O que levar em conta ao decidir

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins - GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/5 Lucros Bons e Lucros Ruins Podemos pensar que lucrar é sempre bom,

Leia mais

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Índice (ctrl+f + código do item para localizar) Introdução [RF201] Painel de Negociações [RF202] Painel de Referências [RF203] Começando uma Negociação

Leia mais

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Bruno Sanchez Lombardero Faculdade Impacta de Tecnologia São Paulo Brasil bruno.lombardero@gmail.com Resumo: Computação em nuvem é um assunto que vem surgindo

Leia mais

Os Desafios da Segurança para Mobilidade

Os Desafios da Segurança para Mobilidade Os Desafios da Segurança para Mobilidade Antes de começarmos, observem alguns dados importantes 2 Uma pesquisa de usuários móveis mostra que um em cada três usuários perdem seus dispositivos móveis Aproximadamente

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Usando o SI como vantagem competitiva Vimos

Leia mais

Manual Prático do Usuário

Manual Prático do Usuário Página 12 Saiba mais Em quanto tempo seu cliente recebe o produto Como é emitida a Nota fiscal e recolhido os impostos Pergunte ao Suporte Todos os pedidos serão enviados em até 24 horas úteis, após a

Leia mais

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica.

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica. Google App Inventor: o criador de apps para Android para quem não sabe programar Por Alexandre Guiss Fonte: www.tecmundo.com.br/11458-google-app-inventor-o-criador-de-apps-para-android-para-quem-naosabe-programar.htm

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise

Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise de Soluções SAP SAP Afaria, edição para nuvem Objetivos Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise 2013 SAP AG ou empresa afiliada da SAP. Investimentos

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data GUGST Maio 2014 Alexandre Campos Silva IDC Brazil Consulting Director (11) 5508 3434 - ( (11) 9-9292-2414 Skype: AlexandreCamposSilva Twitter: @xandecampos

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

COMO FICAR NAS PRIMEIRAS POSIÇÕES DO GOOGLE E PAGAR MENOS QUE O CONCORRENTE.

COMO FICAR NAS PRIMEIRAS POSIÇÕES DO GOOGLE E PAGAR MENOS QUE O CONCORRENTE. COMO FICAR NAS PRIMEIRAS POSIÇÕES DO GOOGLE E PAGAR MENOS QUE O CONCORRENTE. e ainda aumentar o numero de cliques em seu anúncio Por Maurício Oliveira www.empreendernaweb.com.br M a u r í c i o O l i v

Leia mais

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online.

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online. Você gostaria de aprender o que os negócios campeões em vendas online fazem? Como eles criam empresas sólidas na internet, que dão lucros por vários e vários anos? A grande verdade é que a maioria das

Leia mais

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Vamos agora iniciar a sessão de perguntas e repostas. Nossa primeira pergunta vem do Senhor do Bradesco. Por favor, você pode ir em frente.,

Leia mais

Integrando Lean com os sistemas de tecnologia de informação

Integrando Lean com os sistemas de tecnologia de informação Integrando Lean com os sistemas de tecnologia de informação Jean Cunningham Quando eu era CFO (Chief Financial Officer) da Lantech (Louisville, KY), ajudei a adaptar o sistema de tecnologia de informação

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix

Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix 1/7 Controle e Monitoramento Inteligente dos processos e regras de negócios utilizando a Plataforma Zabbix Navegue: 1/7 > www.alertasecurity.com.br +55 11 3105.8655 2/7 PERFIL ALERTA SECURITY SOLUTIONS

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

TUTORIAL: INSTALANDO O SKYPE (VOIP - VOZ SOBRE IP) - ATUALIZAÇÃO

TUTORIAL: INSTALANDO O SKYPE (VOIP - VOZ SOBRE IP) - ATUALIZAÇÃO TUTORIAL: INSTALANDO O SKYPE (VOIP - VOZ SOBRE IP) - ATUALIZAÇÃO Com a popularização da banda larga, uma das tecnologias que ganhou muita força foi o VOIP (Voz sobre IP). Você com certeza já deve ter ouvido

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos. Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade

Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos. Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade Nosso foco é facilitar a videovigilância profissional para todos Armazenamento de dados seguro e excelente usabilidade 2 Fácil e confiável Frank Moore, proprietário da Keymusic 3 Fácil e confiável Eu não

Leia mais

Monitore a Produtividade dos seus Funcionários

Monitore a Produtividade dos seus Funcionários Monitore a Produtividade dos seus Funcionários Reduza seus Custos de Hora Extra Aumente a Produtividade da sua Empresa Maior controle sobre o tempo de execução de cada projeto Monitoramento de Viagens

Leia mais

Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo. Por Mcgill Dias

Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo. Por Mcgill Dias Como Localizar Uma Pessoa Da Sua Família Em Qualquer Lugar do Mundo Por Mcgill Dias Entendendo como tudo isso funciona No momento em que vivemos, a informação é o diferencial para termos uma vida mais

Leia mais

Como fazer benchmark do computador

Como fazer benchmark do computador O que é o Índice de Experiência do Windows? O Índice de Experiência do Windows é uma medição que informa como o seu PC funciona com o Windows e usa uma pontuação básica para classificar a experiência que

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Cloud. Tudo o que um CEO precisa saber, mas o TI não teve paciência para explicar. {/} CLOUD SOLUTIONS

Cloud. Tudo o que um CEO precisa saber, mas o TI não teve paciência para explicar. {/} CLOUD SOLUTIONS Cloud Tudo o que um CEO precisa saber, mas o TI não teve paciência para explicar. {/} CLOUD SOLUTIONS Cloud Computing: O que é. O que faz. As vantagens. E tudo o que um CEO precisa saber, mas o TI não

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital Conteúdo PRIMEIROS PASSOS COM BLOG:... 3 Primeiro:... 3 Segundo:... 4 Terceiro:... 5 Quarto:...

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Anderson B. Figueiredo Gerente Pesquisa & Consultoria IDC Brasil Agosto/2013 2 Presença em mais de 110 países ao redor do mundo; Mais de 1.000 analistas

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais