Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia)"

Transcrição

1 Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Farmácia) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL / 25 Março 2011 Auditório da Faculdade de Farmácia

2 Tópicos - Repositório.UL. Conteúdos - Direitos de Autor; depósito; tipos e condições de acesso - Política de depósito de publicações da UL (Junho 2010) - Políticas editoriais. Disponibilização de conteúdos

3 Porquê disponibilizar conteúdos num repositório institucional? 1- Benefícios para a comunidade científica (dimensão / representatividade) 2- Benefícios para os investigadores (visibilidade / impacto / serviços associados) 3- Questões financeiras (conhecimento produzido nas Universidades ; Editoras) 4- Acessibilidade e bem público (Universidades -instituições públicas / Acesso livre) 5- ( ) Dispor de um sistema que: -reúne e organiza de forma sistemática a produção científica da UL, permitindo melhorar a monitorização, avaliação e gestão das actividades de investigação e de ensino; -permite a divulgação, um maior acesso e mais visibilidade para a investigação desenvolvida na UL.

4 Repositório.UL e Direitos de autor Ao depositar no Repositório.UL os autores concedem à UL uma licença a não exclusiva para arquivar e tornar acessível os conteúdos através do repositório. Os autores retêm todos os direitos de autor relativos ao seu trabalho e o direito de o usar em trabalhos futuros. Autores: docentes e investigadores da UL Conteúdos: produção científica produzida no contexto das suas actividades de investigação, enquanto membros da UL.

5 Disponibilização de conteúdos no Repositório.UL Depósito entrega de um documento para salvaguarda e disponibilização mediante determinadas condições. Acesso possibilidade de ver um documento na sua totalidade (texto integral) ou apenas elementos que descrevem esse documento (autor, título, data, resumo, índice, entre outros). Contexto institucional UL

6 Disponibilização de conteúdos no Repositório.UL Conteúdos / tipo de documentos? Mestrados / Doutoramentos / Provas Artigo / Livro Parte ou capítulo de livro Recensão / Pre-print / Relatório ( ) Bibliotecas Quem disponibiliza? (processo de auto-arquivo) Autores (e excepcionalmente Bibliotecas)

7 Política de depósito da UL 1- Política de depósito de publicações (2 Junho 2010) (inclui a Declaração Teses e Dissertações). Disponível em e em 2- Tipo de acesso pretendido (opção por: Open access, Restrict Acess 1-3 years ou Restrict access). Prenchimento do campo Acesso, no 2.º passo do auto-arquivo Descrever e concessão de uma licença não exclusiva (de acordo com a Política de depósito de publicações. Julho 2010). Licença concedida no 6.º passo do auto-arquivo Licença.

8 Política de depósito da UL Tipo de acesso Acesso livre (Open access) Acesso restrito (1-3 anos) (Restrict access- 1 year) (Restrict access- 2 years) (Restrict access- 3 years) Acesso restrito (Restrict access) Condições de acesso Acesso online, mundial, gratuito e imediato ao texto integral Acesso restrito ao texto integral (apenas disponível aos membros da UL). Após 1, 2 ou 3 anos = Acesso livre Acesso apenas aos metadados descritivos (autor, título, data, resumo, etc.)

9 Política de depósito da UL Política de depósito de publicações (2 Junho 2010) 1. Os docentes e investigadores da UL devem depositar no Repositório toda a produção científica produzida no contexto das suas actividades na UL, como autores ou co-autores. Por produção científica entende-se as publicações científicas, nomeadamente artigos de revistas, comunicações, conferências, relatórios e capítulos de livros, entre outros, bem como livros sempre que haja a devida autorização [das Editoras e/ou outras entidades]

10 Política de depósito da UL Política de depósito de publicações (2 Junho 2010) 2. Os Centros de investigação, laboratórios associados e departamentos da UL devem garantir a execução da política de depósito da produção científica dos seus membros. 3. Os autores de teses e dissertações aprovadas pela UL, são obrigados, conforme a Deliberação n.º1506/2006, publicada em DR, 2.ª série, 209, de 30 de Outubro, a entregar cópia digital do seu trabalho em CD ou DVD, preferencialmente em formato pdf, acompanhada de autorização do depósito da tese ou dissertação no Repositório da UL.

11 Política de depósito da UL Política de depósito de publicações (2 Junho 2010) Aos autores: i) A inclusão do texto integral de cada publicação em formato pdf com opção pelo nível de acesso público, sempre que possível, num prazo de seis meses após a data de publicação; ii) No caso das publicações com revisão, deve ser depositada a versão aceite para publicação após revisão (versão do autor ou versão da editora, de acordo com os contratos de publicação assinados);

12 Política de depósito da UL Política de depósito de publicações (2 Junho 2010) Aos autores: iii) Se existirem períodos de embargo, estes devem ser aplicados ao acesso e não ao depósito, isto é, o depósito deverá ser sempre realizado, ficando o documento (texto integral) em acesso restrito e os seus metadados descritivos em acesso público (título, autores, resumo, referências).

13 Política de depósito da UL Licença de distribuição não-exclusiva (licença concedida no 6.º passo do auto-arquivo Licença ) De acordo com o Regulamento da Política de Depósito de Publicações da Universidade de Lisboa, aprovado pelo Reitor em 2 de Junho de 2010, ao aceitar esta licença declaro que: - Concedo à UL e aos seus agentes uma licença não-exclusiva para depositar este documento, no todo ou em parte, em suporte digital. - Autorizo a UL a arquivar e, sem alterar o conteúdo, converter o documento entregue, para qualquer formato de ficheiro, meio ou suporte, nomeadamente através da sua digitalização, para efeitos de preservação e acesso. - O documento é meu trabalho original e que a sua entrega não infringe os direitos de qualquer outra pessoa ou entidade. - Obtive autorização de terceiros (detentores de direitos de autor sobre material contido no documento, claramente identificado e reconhecido no texto) para conceder à UL o direito de disponibilizar no seu Repositório Institucional. - Cumpri as obrigações exigidas pela instituição que financiou ou apoiou a investigação de que resultou este documento (caso se aplique). - Retenho todos os direitos de autor relativos a este documento e o direito de o usar em trabalhos futuros.

14 Depositar no Repositório.UL é tornar disponível: 1- Um conteúdo em texto integral, online (Internet) a nível mundial, gratuitamente e de forma imediata = através do Repositório.UL em (= Acesso livre) 2- Um conteúdo em texto integral, online (Internet) gratuitamente e de forma imediata apenas a membros da UL durante 1 a 3 anos através do Repositório.UL em (= Acesso restrito 1-3 anos, período após o qual o texto integral fica em Acesso livre) 3- Apenas os metadados descritivos (= Acesso restrito), (Autor, título, resumo, data, entre outros elementos descritivos do conteúdo) 3 tipos de autorização que possibilitam 3 tipos de acesso Depositar é possibilitar a disponibilização de um conteúdo mediante uma determinada condição especificada numa das três opções

15 Faculdade de Farmácia 7,474 downloads e consultas ( Março 2011) relativos a 104 conteúdos (63 Dissertações de Mestrados ; 41 Doutoramentos) ( Março 2011)

16 Faculdade de Farmácia Origens das consultas e downloads...

17 Faculdade de Farmácia Exemplo: Tese de doutoramento em acesso livre (depósito em 11 Fev. 2011) 87 downloads 76 consultas (11 Fev Mar. 2011)

18 Políticas editoriais Direitos de autor Quando o autor transmitiu ou cedeu os seus direitos é necessário identificar as condições de disponibilização para efeitos de acesso no Repositório.UL. As condições de transmissão e cedência de direitos são variáveis.

19 Políticas editoriais Dúvidas quanto aos direitos de autor A revista está em acesso livre ou em acesso restrito? A editora permite a disponibilização do artigo num RI? Em que condições o artigo pode ser disponibilizado?

20 Políticas editoriais Onde ir buscar a informação Consultar o contrato/acordo de copyright assinado; Consultar a política de copyright da editora: directamente no site da editora; através da pesquisa em bases que reúnem as condições de copyright das editoras relativas aos direitos dos autores arquivarem os seus trabalhos em repositórios institucionais

21 Políticas editoriais Bases disponíveis SHERPA/RoMEO - DULCINEA -

22 Políticas editoriais Terminologia utilizada Preprint - versão do artigo antes do processo de peer-review Postprint - versão do artigo depois de avaliada e com as alterações introduzidas Versão da editora/pdf versão do artigo com formatação da revista

23 Políticas editoriais Exemplo 1 Biochemical Pharmacology ( ) Elsevier Factor de impacto 2009 (JCR) B-on desde 1995

24 Políticas editoriais Política editorial da revista Biochemical Pharmacology pode arquivar a versão preprint; pode arquivar a versão postprint ; não pode arquivar a versão/pdf do editor; referência e ligação à publicação de acordo com a informação fornecida pela editora

25 Políticas editoriais Exemplo 2 Biophysical Journal ( ) Elsevier/Cell Press Factor de impacto 2009 (JCR) OA desde 1960, embargo de 1 ano

26 Políticas editoriais Política editorial da revista Biophysical Journal não pode arquivar a versão preprint; pode arquivar a versão postprint ; não pode arquivar a versão/pdf do editor; referência e ligação à publicação de acordo com a informação fornecida pela editora

27 Políticas editoriais Exemplo 3 Cellular Microbiology ( ) Wiley-Blackwell Factor de impacto 2009 (JCR) B-on desde 1999, embargo de 1 ano

28 Políticas editoriais Política editorial da revista Cellular Microbiology pode arquivar a versão preprint; pode arquivar a versão postprint mediante autorização; não pode arquivar a versão/pdf do editor; referência e ligação à publicação de acordo com a informação fornecida pela editora

29 Políticas editoriais Exemplo 4 Journal of Biological Chemistry ( ) American Society for Biochemistry and Molecular Biology Factor de impacto 2009 (JCR) B-on desde 1905, embargo de 1 ano

30 Políticas editoriais Política editorial da revista Journal of Biological Chemistry não pode arquivar a versão preprint; pode arquivar a versão postprint mediante pagamento; não pode arquivar a versão/pdf do editor; referência e ligação à publicação de acordo com a informação fornecida pela editora

31 Políticas editoriais Exemplo 5 Pharmacy Practice ( X) Centro de Investigaciones y Publicaciones Farmacéuticas Factor de impacto 2009 (JCR) OA (2006)

32 Políticas editoriais Política editorial da revista Pharmacy Practice não existe referência ao auto-arquivo O que fazer? contactar a editora; introduzir no Repositório.UL a informação descritiva do artigo com ligação à versão da editora

33 Políticas editoriais Outras hipóteses Revistas sem política editorial no Sherpa/Romeo Revistas sem política editorial no Dulcinea aceder à página da editora Revistas sem política editorial definida contactar a editora

34 Políticas editoriais Considerações finais Guardar todos os ficheiros; Dispor da cópia do acordo assinado com a editora; Ter conhecimento do acordo assinado no âmbito do projecto; Procurar publicar nas revistas com políticas mais permissivas

35 Políticas editoriais Exemplos de políticas editoriais - Revistas (Farmácia) BMC Systems Biology Cellular and Molecular Life Sciences Retrovirology Human Gene Therapy Journal of Clinical Investigation AIDS Verde Verde Verde Azul Azul Amarelo

36 Contacto Marta Nogueira Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências)

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL http://repositorio.ul.pt / repositorio@reitoria.ul.pt

Leia mais

Acesso e disponibilização de conteúdos no Repositório.UL

Acesso e disponibilização de conteúdos no Repositório.UL Acesso e disponibilização de conteúdos no Repositório.UL (Repositório institucional da Universidade de Lisboa) Psicologia e Educação Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de

Leia mais

POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO

POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO Repositório Institucional - Universidade da Beira Interior POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO O Ubithesis Conhecimento Online é o Repositório Institucional Digital da Universidade da Beira Interior. Tem como objectivo

Leia mais

A experiência da USP e o repositório do CRUESP

A experiência da USP e o repositório do CRUESP A experiência da USP e o repositório do CRUESP Profa. Dra. Sueli Mara S. P. Ferreira Seminário VIABILIZANDO O ACESSO ABERTO AO CONHECIMENTO NA FIOCRUZ Rio de Janeiro - 30 de maio de 2014 Estrutura - Composição

Leia mais

DOCUMENTO DE APOIO. www.diadorim.ibict.br. Brasília 2012 1. Financiadora:

DOCUMENTO DE APOIO. www.diadorim.ibict.br. Brasília 2012 1. Financiadora: www.diadorim.ibict.br DOCUMENTO DE APOIO Brasília 2012 1 Financiadora: 1 Esta é a segunda versão do Documento de Apoio ao diretório Diadorim, publicado em 2011. SUMÁRIO Introdução... 1 Contatos... 3 Acesso

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 )

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 ) RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO n 003/10 (Processo nº 9727/10 ) O Prof. Dr. Oduvaldo Cacalano, Presidente do Conselho Universitário do Centro Universitário Fundação Santo André, no uso de suas atribuições

Leia mais

IC-Online: repositório institucional

IC-Online: repositório institucional IC-Online: história de um repositório institucional Reorganização de serviços do IPL: Bibliotecas do IPL passarem a trabalhar como uma unidade Rentabilização de esforços, recursos humanos e recursos materiais

Leia mais

Publicação em contexto académico: OJS na prática

Publicação em contexto académico: OJS na prática Publicação em contexto académico: OJS na prática sumário 1. Publicações científicas em ambiente académico: um cenário pouco homogéneo 1.1 o papel das bibliotecas de ensino superior 2. OJS Open Journal

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Guia de Depósito Teses

Guia de Depósito Teses Guia de Depósito Teses Descreva o documento que está a depositar Página 1 Se seleccionar todas as opções nesta página, visualizará um formulário diferente, modificado com o intuito de capturar informações

Leia mais

RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright

RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright RIA- Repositório Institucional da Universidade de Aveiro Direitos de autor/copyright Politicas de copyright e autoarquivo das editoras: o projecto Sherpa/RoMEO - http://www.sherpa.ac.uk/romeo/ Todos os

Leia mais

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES DSPACE GESTÃO DE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS Características e requisitos técnicos WHITE PAPER SERIES Sobre o documento Identificador WP11173 Autor Miguel Ferreira Contribuição Luís Miguel Ferros Distribuição

Leia mais

RepositóriUM. Repositório Institucional da Universidade do Minho. Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt

RepositóriUM. Repositório Institucional da Universidade do Minho. Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt RepositóriUM Repositório Institucional da Universidade do Minho Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt Sumário O que é o RepositóriUM? Quais são os seus objectivos? Que tipo de documentos vai reunir? Quais

Leia mais

2003 participação na Elpub (apresentação do MIT /motivação para o trabalho no Brasil); 2004 apresentação ao Reitor da UnB parceria CID (Profa.

2003 participação na Elpub (apresentação do MIT /motivação para o trabalho no Brasil); 2004 apresentação ao Reitor da UnB parceria CID (Profa. Repositório Institucional da Universidade de Brasília HISTÓRICO 2003 participação na Elpub (apresentação do MIT /motivação para o trabalho no Brasil); 2004 apresentação ao Reitor da UnB parceria CID (Profa.

Leia mais

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Grupo de Trabalho dos Bibliotecários da UNL Abril de 2009 Aprovada na Reunião de 21 de Maio de 2009 do Colégio dos Directores Política

Leia mais

Guia Portal de Periódicos CAPES

Guia Portal de Periódicos CAPES Guia Portal de Periódicos CAPES Manaus, abril de 2010 ACESSO AO PORTAL CAPES DE PERIÓDICOS APRESENTAÇÃO A Biblioteca Aderson Dutra do Centro Universitário Nilton Lins disponibiliza um moderno conjunto

Leia mais

POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA)

POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA) POLÍTICA DE INFORMAÇÃO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNILA (RI/UNILA) Foz do Iguaçu, Novembro de 2015 1 SUMÁRIO I. Repositório institucional...2 II. Administração do repositório...2 III. Equipe de bibliotecários-gestores

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

KIT DE CONTACTO PROJECTO BLIMUNDA [ ] JULHO DE 11

KIT DE CONTACTO PROJECTO BLIMUNDA [ ] JULHO DE 11 KIT DE CONTACTO PROJECTO BLIMUNDA [ ] JULHO DE 11 Exmo(a). Senho r(a), Lisboa, 20 de Junho de 2011 Assunto: Levantamento das polfticas das Editoras e Revistas Cient ificas nacionais para 0 auto-arqu ivo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC REGULAMENTO DO BANCO DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - BTD

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC REGULAMENTO DO BANCO DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - BTD UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC REGULAMENTO DO BANCO DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - BTD CAPÍTULO I DO BANCO DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES Art. 1º O Banco Digital de Teses e Dissertações

Leia mais

www.unioeste.br/portaldainformacao

www.unioeste.br/portaldainformacao PORTAL DA INFORMAÇÃO DA UNIOESTE Página de acesso livre ao conhecimento. www.unioeste.br/portaldainformacao PORTAL DA INFORMAÇÃO DA UNIOESTE A P R E S E N T A Ç Ã O O Portal da Informação da Unioeste é

Leia mais

A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto

A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias Gramado, 16-18 de Setembro de 2012 A evolução dos periódicos brasileiros e o acesso aberto Lewis Joel Greene Editor, Brazilian Journal of Medical and

Leia mais

Caracterização de um Repositório Institucional e Importância do Livre Acesso

Caracterização de um Repositório Institucional e Importância do Livre Acesso Caracterização de um Repositório Institucional e Importância do Livre Acesso Ana Luisa Veiga*, António Matos**, Daniela Oliveira***, David Araújo**** e Filipa Ramalho***** * ci05001@fe.up.pt ** ci05018@fe.up.pt

Leia mais

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Profa. Dra. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos

Leia mais

O Acesso Livre visto por quem dele usufrui - a perspectiva dos utilizadores

O Acesso Livre visto por quem dele usufrui - a perspectiva dos utilizadores O Acesso Livre visto por quem dele usufrui - a perspectiva dos utilizadores Ana Alice Baptista http://www.dsi.uminho.pt/~analice (este documento está disponível em Acesso Livre) Conteúdos Perspectiva dos

Leia mais

GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS

GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS diadorim.ibict.br Brasília 2011 Financiadora: 1. Acesse o endereço: diadorim.ibict.br. Caso ainda não tenha se cadastrado no

Leia mais

Guia de Preparação da Dissertação

Guia de Preparação da Dissertação 2013/2014 Guia de Preparação da Dissertação Direção Académica A versão final da dissertação deve ser entregue apenas em suporte digital. 1. ESTRUTURA E FORMATO DA DISSERTAÇÃO A dissertação, redigida em

Leia mais

Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015

Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015 Edital para Pleito a Bolsa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais PIBIC / FAPEMIG - 2015 1. Descrição Este programa procura desenvolver nos estudantes de graduação

Leia mais

BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP

BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP BIBLIOTECA DIGITAL DE PRODUÇÃO INTELECTUAL DA USP Sistema Integrado de Bibliotecas Novembro de 2012 Uma nova realidade Com o advento da Internet, os fluxos da Comunicação científica se modificaram As publicações

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social

ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social ATIVIDADES COMPLEMENTARES - Curso de Comunicação Social As Atividades Complementares são práticas acadêmicas, obrigatórias para os alunos do UniFIAMFAAM. Essas atividades são apresentadas sob múltiplos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA USO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

ORIENTAÇÕES PARA USO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS ORIENTAÇÕES PARA USO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA Lavras / MG 2013 ORIENTAÇÕES PARA USO DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UFLA O Repositório Institucional da Universidade Federal de Lavras (RIUFLA) está

Leia mais

Projecto RCAAP. Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008

Projecto RCAAP. Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008 Projecto RCAAP João Moreira FCCN João Moreira, FCCN Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008 Agenda Objectivos Projecto Serviços Indicadores Conclusões Trabalho futuro 2 Objectivos Aumentar a visibilidade

Leia mais

UIFCUL. Unidade de Informática Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL

UIFCUL. Unidade de Informática Faculdade de Ciências. Universidade de Lisboa. Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL UIFCUL Universidade de Lisboa Regulamento de Utilização dos Laboratórios de Informática da FCUL Versão 1.0 2 Janeiro de 2014 Versão Data Alterações / Notas Responsável 1.0 2014.01.07 Aprovação inicial

Leia mais

Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica

Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica A Acta Urológica Portuguesa publica artigos originais sobre todos os temas relacionados com Urologia. São também publicados artigos de revisão, casos

Leia mais

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno*

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno* Website disponível em: http://formar.tecminho.uminho.pt/moodle/course/view.php?id=69 Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt Palavra-chave: *aluno* Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Web

Leia mais

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007 VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado E-repositórios 26 de Maio de 2007 Intervenção de Maria João Gomes da Universidade do Minho Repositórios

Leia mais

ACESSO AO PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES APRESENTAÇÃO

ACESSO AO PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES APRESENTAÇÃO Tutorial de Pesquisa do Portal de Periódicos da CAPES Manaus 2014 ACESSO AO PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES APRESENTAÇÃO A Biblioteca Aderson Dutra da Universidade Nilton Lins disponibiliza um moderno conjunto

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

Biblioteca Escola Superior Agrária. Venha descobrir a Biblioteca da Escola Superior Agrária em apenas 5 minutos

Biblioteca Escola Superior Agrária. Venha descobrir a Biblioteca da Escola Superior Agrária em apenas 5 minutos Venha descobrir a Biblioteca da em apenas 5 minutos Biblioteca da Missão Tem por missão recolher, conservar, organizar e disponibilizar, aos alunos, docentes, investigadores, funcionários e comunidade

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

POLÍTICA DE REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL

POLÍTICA DE REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL 1. PROPÓSITO A Fundação Bahiana para Desenvolvimento das Ciências (FBDC), mantenedora da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), vem instituir a Política de Repositório Institucional - RI,

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA

FACULDADE DE ENGENHARIA FACULDADE DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DOS CURSOS DA FACULDADE DE ENGENHARIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DA FACULDADE

Leia mais

Regulamento da unidade curricular de Laboratório Experimental Ano lectivo 2009-2010

Regulamento da unidade curricular de Laboratório Experimental Ano lectivo 2009-2010 Escola Superior de Teatro e Cinema - Departamento de Cinema Regulamento da unidade curricular de Laboratório Experimental Ano lectivo 2009-2010 1 Definição Laboratório Experimental é uma unidade curricular

Leia mais

ROTEIRO PRÉ-DEFESA A SER SEGUIDO PELOS CANDIDATOS A MESTRADO E DOUTORADO NA COPPE

ROTEIRO PRÉ-DEFESA A SER SEGUIDO PELOS CANDIDATOS A MESTRADO E DOUTORADO NA COPPE Revisado em 19.12.2012 ROTEIRO PRÉ-DEFESA A SER SEGUIDO PELOS CANDIDATOS A MESTRADO E DOUTORADO NA COPPE O aluno deverá depositar no Setor de Registro os seguintes itens: a) versão impressa da parte pré-textual

Leia mais

Pedro Príncipe. OpenAIRE e o cumprimento do Projecto Piloto Open Access

Pedro Príncipe. OpenAIRE e o cumprimento do Projecto Piloto Open Access Pedro Príncipe OpenAIRE e o cumprimento do Projecto Piloto Open Universidade de Coimbra, de 2011 Access do 29 7ºde Junho Programa Tópicos 1.O que é o OpenAIRE 2.Projectos do 7º PQ e a Cláusula Especial

Leia mais

Pesquisa Internacional sobre Documentos Arquivísticos Autênticos Permanentes em Sistemas. CS03 REGISTROS AUDIOVISUAIS: Programas de TV

Pesquisa Internacional sobre Documentos Arquivísticos Autênticos Permanentes em Sistemas. CS03 REGISTROS AUDIOVISUAIS: Programas de TV Pesquisa Internacional sobre Documentos Arquivísticos Autênticos Permanentes em Sistemas CS03 REGISTROS AUDIOVISUAIS: Programas de TV Rádio e Televisão da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Maria

Leia mais

Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha

Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha Respeitando a deliberação n.º 37/2011 do Conselho Científico da UAL, de

Leia mais

Criação e desenvolvimento do Repositório Institucional da Universidade do Minho

Criação e desenvolvimento do Repositório Institucional da Universidade do Minho Estoril, 13 de Maio de 2004 Criação e desenvolvimento do Repositório Institucional da Universidade do Minho Eloy Rodrigues, Matilde Almeida, Ângelo Miranda, Augusta Guimarães, Daniela Castro E-mail: {eloy,

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

Usos Educacionais de Conteúdos Protegidos em foco a revista científica

Usos Educacionais de Conteúdos Protegidos em foco a revista científica Usos Educacionais de Conteúdos Protegidos em foco a revista científica Sueli Mara S.P. Ferreira USP/ECA Seminário Direitos Autorais e Acesso à Cultura Fórum Nacional de Direito Autoral Ministério da Cultura

Leia mais

Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório

Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório Regulamento da Biblioteca Digital do IPB - Repositório Versão: RF Elaborado: Administrador/Gestor da Biblioteca Digital do IPB Clarisse Pais 1 Data: Dez. 2014 Verificado: Administrador/Gestor da Biblioteca

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM PSICOLOGIA (CIPsi)

REGULAMENTO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM PSICOLOGIA (CIPsi) REGULAMENTO DO CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM PSICOLOGIA (CIPsi) Março de 2011 CAPÍTULO I: DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Definição O Centro de Investigação em Psicologia, adiante designado por Centro, é

Leia mais

Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, E.P.E.

Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, E.P.E. CONSELlIO DE ADMIN ISTRAÇÃO DELIBERAÇÃO N.o 25/2013 Política de Acesso Livre (Open Access) e Regras de Afiliação do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, E.P.E. I - Âmbito e Objectivos A produção

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM GESTÃO DE UNIDADES DE SAÚDE Artigo 1.º Criação A Universidade da Beira

Leia mais

REPOSITÓRIO DIGITAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. UFRGS Porto Alegre, RS Brasil 2009

REPOSITÓRIO DIGITAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. UFRGS Porto Alegre, RS Brasil 2009 REPOSITÓRIO DIGITAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS Porto Alegre, RS Brasil 2009 LUME Repositório Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Implementado em janeiro de 2008, a

Leia mais

Preservação de periódicos eletrônicos no Brasil: primeiros passos

Preservação de periódicos eletrônicos no Brasil: primeiros passos Congresso Humanidades Digitais em Portugal: construir pontes e quebrar barreiras na era digital FCSH (UNL) - Lisboa - 8 e 9 out 2015 Preservação de periódicos eletrônicos no Brasil: Dr. Miguel Angel Arellano/Dra.

Leia mais

Copyright e direitos de autor:

Copyright e direitos de autor: Copyright e direitos de autor: no depósito de documentos no RIA 1 Sumário 1. Indicações gerais: os Direitos de Autor... 3 1.1. Preprint, postprint, versão final do Editor... 4 2. Políticas de copyright...

Leia mais

Regulamento de Utilização do Serviço de Documentação e Informação Arquitectónica e Artística da Fundação Instituto Marques da Silva (FIMS)

Regulamento de Utilização do Serviço de Documentação e Informação Arquitectónica e Artística da Fundação Instituto Marques da Silva (FIMS) Regulamento de Utilização do Serviço de Documentação e Informação Arquitectónica e Artística da Fundação Instituto Marques da Silva (FIMS) Este Regulamento aplica-se a todos os utilizadores do Serviço

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Secretaria Acadêmica Processamento de Dissertações e Teses

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Secretaria Acadêmica Processamento de Dissertações e Teses Procedimentos para depósito dos exemplares de Dissertação e Tese 1. Da apresentação do Trabalho 1.1. Capa A capa deverá conter os elementos essenciais para a identificação do trabalho, a saber: I. Pontifícia

Leia mais

Novo Portal UNEB. orientações gerais para envio de conteúdo

Novo Portal UNEB. orientações gerais para envio de conteúdo Novo Portal UNEB orientações gerais para envio de conteúdo Sumário Apresentação... 3 Orientações gerais... 4 Anexo I Autorização para administração de conteúdo... 5 Anexo II Estrutura de web site de departamento...

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 14 de Junho de 2005.

Reitoria. Universidade do Minho, 14 de Junho de 2005. Reitoria despacho RT-32/2005 O Despacho RT-08/2004, de 18 de Fevereiro, definiu e determinou a implementação da identidade gráfica da Universidade do Minho, bem como um conjunto de normas gráficas a ela

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015 A promoção da investigação através de programas que contribuam de maneria eficaz para a criação

Leia mais

Homologação do Título e Expedição de Diplomas Programa de Pós-Graduação em Geografia

Homologação do Título e Expedição de Diplomas Programa de Pós-Graduação em Geografia Campus de Presidente Prudente Homologação do Título e Expedição de Diplomas Programa de Pós-Graduação em Geografia Após a defesa o aluno deve entregar na Seção Técnica de Pós-Graduação: 01 Um exemplar

Leia mais

Portaria da Presidência

Portaria da Presidência 1 10 O Presidente da, no Uso de suas atribuições e da competência que lhe foi delegada pela Portaria do MS/n o 938, de 22.07.99, RESOLVE: 1.0 PROPÓSITO Instituir a Política de Acesso Aberto ao Conhecimento,

Leia mais

Fototeca Municipal. Regulamento

Fototeca Municipal. Regulamento Fototeca Municipal Regulamento Índice 1. Norma Habilitante 2. Definição 3. Objectivos 4. Cedência de Fotografias 5. Condições de Utilização 6. Direito de Propriedade 7. Acesso Requisitos e Contactos 8.

Leia mais

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK Data: Outubro de 2013 PARTE I Aspectos Gerais Artigo 1º (Âmbito) No presente regulamento definem-se os procedimentos de funcionamento da Incubadora do Taguspark,

Leia mais

Avanços na transparência

Avanços na transparência Avanços na transparência A Capes está avançando não apenas na questão dos indicadores, como vimos nas semanas anteriores, mas também na transparência do sistema. Este assunto será explicado aqui, com ênfase

Leia mais

E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access

E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access U. do Minho, Braga, 26 Nov 2009 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Estratégia

Leia mais

Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica

Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica Fernando César Lima Leite fernandodfc@gmail.com 1. A comunicação científica e sua importância Qualquer

Leia mais

DIREITOS AUTORAIS / COPYRIGHTS

DIREITOS AUTORAIS / COPYRIGHTS DIREITOS AUTORAIS / COPYRIGHTS PLÁGIO Ipea Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Política de Acesso Aberto e de Direitos Autorais do Repositório do Conhecimento do Ipea (RCIpea): Visão Geral

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL

REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL GAPsi- Gabinete de Apoio Psicopedagógico Artigo 1º Objecto O Programa de Voluntariado na FCUL visa: a) Estimular a formação e educação dos estudantes

Leia mais

Gestão da informação científica e repositórios institucionais de acesso aberto Fernando César Lima Leite fernandoc@unb.br

Gestão da informação científica e repositórios institucionais de acesso aberto Fernando César Lima Leite fernandoc@unb.br XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias Gestão da informação científica e repositórios institucionais de acesso aberto Fernando César Lima Leite fernandoc@unb.br 1. A comunicação científica

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software PEM Dezembro, 2012 Versão 1,0 Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele contida é confidencial. Este trabalho não pode

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO. Liliana Giusti Serra

BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO. Liliana Giusti Serra BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO Liliana Giusti Serra INFORMAÇÃO - NOVA ECONOMIA Ciência da Informação Ciência da Computação CONTEÚDO Tecnologia de Rede BIBLIOTECAS DIGITAIS Interoperabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM EMPREENDEDORISMO E CRIAÇÃO DE EMPRESAS Artigo 1.º Criação A Universidade

Leia mais

Biblioteca Digital do BNDES www.bndes.gov.br/bibliotecadigital

Biblioteca Digital do BNDES www.bndes.gov.br/bibliotecadigital Biblioteca Digital do BNDES www.bndes.gov.br/bibliotecadigital 24 de NOVEMBRO de 2014 AP/DEINCO/COPED Breve histórico Fev. 2010 início do projeto: seleção de software e digitalização de documentos; 2011

Leia mais

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 Breve histórico 1986 - Plano Nacional de Bibliotecas Universitárias Programa de Aquisição Planificada de Periódicos 1990

Leia mais

Poderão ser aceitos no programa os candidatos que obtiverem nota superior ou igual a 8 (oito), seguindo a distribuição indicada acima.

Poderão ser aceitos no programa os candidatos que obtiverem nota superior ou igual a 8 (oito), seguindo a distribuição indicada acima. INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AOS PROCESSOS SELETIVOS nº

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

Acesso livre e os desafios do conhecimento: o caso da Universidade do Minho

Acesso livre e os desafios do conhecimento: o caso da Universidade do Minho Acesso livre e os desafios do conhecimento: o caso da Universidade do Minho Open access and the challenges of knowledge: the case of Universidade do Minho O FUTURO DO CONHECIMENTO UNIVERSAL / THE FUTURE

Leia mais

iseries Como Começar com o Client Access Express

iseries Como Começar com o Client Access Express iseries Como Começar com o Client Access Express iseries Como Começar com o Client Access Express ii iseries: Como Começar com o Client Access Express Índice Parte 1. Como Começar com o Client Access

Leia mais

Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL

Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL PREÂMBULO Tendo como objetivo incentivar a investigação centrada sobre o Homem, tanto sob os aspetos físicos como sob o ponto de vista

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA

PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA O Coordenador do Curso de Mestrado da Universidade de Itaúna (UIT), Professor Dr. Gregório

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL REGULAMENTO DE ACTIVIDADE PROFISSIONAL RELATÓRIO FINAL

INSTITUTO SUPERIOR DE COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL REGULAMENTO DE ACTIVIDADE PROFISSIONAL RELATÓRIO FINAL REGULAMENTO DE ACTIVIDADE PROFISSIONAL RELATÓRIO FINAL MESTRADO EM MARKETING ESTRATÉGICO MESTRADO EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 1. Princípios Gerais O presente normativo tem por finalidade, possibilitar aos

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias

Regulamento do Concurso de Ideias Regulamento do Concurso de Ideias 1. Apresentação O Concurso de Ideias e a Conferência Internacional sobre Prevenção e Controlo do Tabagismo, que vai ter lugar em Lisboa, de 14 a 15 de novembro de 2013,

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de e Economia REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM GESTÃO Artigo 1.º Criação A Universidade da Beira Interior, através do Departamento

Leia mais

Artigo 1.º Princípios da atividade de investigação

Artigo 1.º Princípios da atividade de investigação REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO Artigo 1.º Princípios da atividade de investigação A atividade de investigação desenvolvida no âmbito do Centro observa os seguintes princípios e critérios gerais: a) Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO SÉRIE PÓS-GRADUAÇÃO 2015

EDITAL DE PUBLICAÇÃO SÉRIE PÓS-GRADUAÇÃO 2015 GABINETE DA VICE-REITORIA EDITORA, GRÁFICA E LIVRARIA UNIVERSITÁRIA DA UFPEL EDITAL DE PUBLICAÇÃO SÉRIE PÓS-GRADUAÇÃO 2015 A Universidade Federal de Pelotas, por intermédio da Editora, Gráfica e Livraria

Leia mais

PROCEDIMENTO INTERNO

PROCEDIMENTO INTERNO 1. Objectivo Definir quais os procedimentos a adoptar nas práticas do funcionamento do Núcleo de Documentação do Centro Hospitalar Cova da Beira. 2. Aplicação Bibliotecas do Núcleo de Documentação do Centro

Leia mais

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO A disciplina de Seminário/Estágio, do 3º ano da Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de

Leia mais

DELIBERAÇÃO n.º 86 /CD/2010

DELIBERAÇÃO n.º 86 /CD/2010 DELIBERAÇÃO n.º 86 /CD/2010 Assunto: Modelo de Alvará das Farmácias de Dispensa de Medicamentos ao Público nos Hospitais do Serviço Nacional de Saúde. A entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 241/2009, de

Leia mais

Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora

Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora Sistema de Informação Integrado da Universidade de Évora - SIIUE - Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora 14 / 11 / 2013 Sumário Sistema de Informação Integrado

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E METAS Art. 1º. O Programa de Capacitação Institucional PCI tem por objetivo promover a melhoria da qualidade das funções

Leia mais

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE

1. REQUISITOS DO SOLICITANTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL Nº 023/PRPGP/UFSM, DE 29 DE ABRIL DE 2015 Programa Especial de Incentivo às Revistas Científicas

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P.

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, aplica-se às bolsas atribuídas pelo Instituto Português do Mar

Leia mais

Programa Museu na Escola PREMISSAS INTRODUÇÃO

Programa Museu na Escola PREMISSAS INTRODUÇÃO O Programa Museu na Escola é uma iniciativa do Museu da Família no sentido de promover processos museológicos em escolas e outras instituições de ensino visando à preservação da memória e a educação patrimonial.

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Gestão e Economia UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de e Economia REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM ECONOMIA Artigo 1.º Criação A Universidade da Beira Interior, através do Departamento

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais