PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTRA A EXPLORAÇÃO DO TRABALHO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTRA A EXPLORAÇÃO DO TRABALHO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE"

Transcrição

1 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTRA A EXPLORAÇÃO DO TRABALHO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

2 COORDENAÇÃO Antonio de Oliveira Lima MPT/CE Célia Chaves Gurgel do Amaral UFC Sandra Maria Silva Leite Reis UNDIME/CE

3 EDUCAÇÃO: RESPOSTA CERTA CONTRA O TRABALHO INFANTIL A educação foi o tema da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Infantil em No Ceará, o MPT articulou, em parceria com o Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (FEETI/CE), grande campanha, adotando o mesmo slogan da Campanha Nacional: Educação: resposta certa contra o trabalho infantil. Professores e alunos se engajaram na campanha, tanto na Capital quanto no Interior.

4 METODOLOGIA O Peteca adota a metodologia da multiplicação do saber. Inicialmente foram capacitados Técnicos de Educação (40h/a) que atuam como Coordenadores Municipais. Estes capacitaram Coordenadores Escolares e Professores das escolas (oficina de 20h/a) para a abordagem dos temas em sala para os alunos. Após a abordagem, estudantes são estimulados a produzir tarefas escolares que serão avaliadas e premiadas.

5 Acordo de Cooperação Objetivando tornar a campanha uma ação permanente, o MPT/CE firmou Acordo de Cooperação Técnica com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), com base no qual iniciou-se o Programa de Educação Contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca)

6 AUDIÊNCIA PÚBLICA Em setembro de 2008, o MPT/CE convocou todas as Secretarias Municipais de Educação do Estado do Ceará para uma Audiência Pública, ocasião em que lhes propôs a assinatura de Termo de Adesão para execução do Peteca nos respectivos Municípios.

7 TERMOS DE ADESÃO Entre setembro e outubro de 2008, as Secretarias de Educação de 51 Municípios cearenses firmaram perante o MPT Termo de Adesão se comprometendo a executar as ações do Peteca em suas escolas.

8 MUNICÍPIOS PARTICIPANTES Acaraú, Apuiarés, Assaré, Barbalha, Beberibe, Camocim, Campos Sales, Canindé, Caucaia, Chaval, Crateús, Crato, Fortaleza, Guaraciaba do Norte, Ibiapina, Icó, Iguatu, Itaitinga, Itapipoca, Itapiúna, Itarema, Itatira, Jaguaribe, Jaguaruana, Juazeiro do Norte, Jucás, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Massapê, Milagres, Novo Oriente, Pacatuba, Pacoti, Palmácia, Pentecoste, Pereiro, Pindoretama, Quiterianópolis, Quixadá, Redenção, Santa Quitéria, Santana do Cariri, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu, Sobral, Solonópole, Tauá, Tejuçuoca, Tianguá e Trairi

9 OBJETIVO GERAL Intensificar o processo de conscientização da sociedade com vistas à erradicação do trabalho infantil e proteção ao trabalhador adolescente OBJETIVOS ESPECÍFICOS Sensibilizar e capacitar os profissionais da educação para a abordagem do tema trabalho infantil na escola; Envolver a comunidade escolar e a sociedade em geral no controle social das políticas públicas de erradicação do trabalho infantil e proteção ao trabalhador adolescente; Fortalecer o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente com vistas ao enfrentamento desse grave problema social.

10 ETAPAS 1) Curso de Formação 2) Oficinas de Formação 3) Plano de Ação Escolar 4) Tarefas Escolares 5) Avaliação e premiação

11 1ª ETAPA: CURSO DE FORMAÇÃO Responsável: Coordenação Estadual Público Alvo: Técnicos em Educação Objetivo: Formar Coordenadores Municipais Data: 20 a 24 de outubro de 2008 Local: Fortaleza Carga-horária: 40h/a Meta Prevista: 92 Coordenadores Meta Alcançada: 82 Coordenadores

12 2ª ETAPA: OFICINAS DE FORMAÇÃO Responsável: Coordenação Municipal Público Alvo: Professores e Coordenadores Objetivo: Formar Professores e Coordenadores Pedagógicos Escolares acerca do tema Data: Janeiro a março de 2009 Local: Secretarias Municipais de Educação Carga-horária: 20h/a Meta: Capacitar Educadores

13 3ª ETAPA: PLANO DE AÇÃO ESCOLAR Responsáveis: Prof. e Coordenadores Pedag. Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental II Objetivo: Conscientizar os alunos para a importância da erradicação do trabalho infantil Data: Fevereiro a maio de 2009 Locais: Escolas do Ensino Fundamental Carga-horária: 12h/a Meta Prevista: Conscientizar 100 mil alunos

14 4ª ETAPA: TAREFAS ESCOLARES Responsáveis: Alunos do Ensino Fundamental II Objetivo: Avaliar o nível de conscientização alcançado pelos alunos Data: Maio de 2009 Meta: 4 mil tarefas escolares (média de 4 tarefas selecionadas por escola)

15 4ª ETAPA: TAREFAS ESCOLARES MODALIDADES - Literatura (Contos, Poesia de Cordel, Histórias em Quadrinhos) - Artes Visuais (Pintura, Desenho e Fotomontagem) - Esquetes Teatrais - Composição (Música e Paródia)

16 5ª ETAPA: AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO Responsáveis: Professores e Coordenadores Objetivo: Incentivar a participação dos alunos nas atividades escolares propostas, despertando neles o interesse pelo estudo do tema. Data: Junho de 2009 Meta: Avaliar 4 mil tarefas, selecionando e premiando as 12 melhores (três em cada categoria)

17 5ª ETAPA: NÍVEIS DE AVALIAÇÃO Na escola: os professores e o coordenador pedagógico escolar escolherão a melhor tarefa da escola (em cada categoria) e as enviarão à Coordenação Municipal. No Município: os Coordenadores Municipais selecionarão as quatro melhores tarefas do Munícípio (uma de cada categoria) e as encaminharão à Coordenação Estadual. No Estado: a Coordenação Estadual selecionará as três melhores tarefas do Estado (em cada categoria) e realizará evento para a premiação

18 NÍVEIS DE PREMIAÇÃO Serão premiadas, ao final, as três melhores tarefas de cada categoria, sendo: 1º lugar: Escola, Professor e Aluno 2º lugar: Professor e Aluno 3º lugar: Aluno

19 ATORES Coordenadores Municipais Coordenadores Escolares Professores Alunos

20 FUNÇÕES DOS Coordenadores Municipais Participar do Curso de Formação de Educadores. Planejar e Executar Oficina de Formação. Divulgar as ações do Programa nos meios de comunicação Acompanhar a execução do Programa nas Escolas, orientando Coordenadores Pedagógicos e Professores Promover evento no Município para exposição das Tarefas Escolares produzidas pelos Alunos Selecionar as melhores tarefas escolares do Município. Encaminhar o Relatório Circunstanciado e as Tarefas Selecionadas.

21 FUNÇÕES DOS Coordenadores Escolares e Professores Participar e obter aprovação na Oficina de Formação. Preparar e executar o Plano de Ação Escolar Promover reuniões para debater sobre a temática Trabalho Infantil com os pais dos estudantes Selecionar e encaminhar as melhores tarefas dos alunos para Coordenação Municipal, bem como o relatórios dos trabalhos realizados na escola.

22 FUNÇÕES DOS Estudantes Participar das aulas sobre a temática Trabalho Infantil. Incentivar os pais a participarem das reuniões sobre o projeto na escola. Elaborar tarefas escolares nas categorias propostas: Literatura, Artes Visuais, Esquetes Teatrais e Composição.

23 Material Didático - Manual Orientações Pedagógicas - Manual Abordagem do Trabalho Infantil na Escola - DVD Você viu a Rosinha? - Cartilha Trabalho não combina com Criança - Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) - Folders instrutivos sobre o tema

24 Grato pela atenção! Antonio de Oliveira Lima Procurador do Trabalho Coordenação Estadual do Peteca

ORGANIZAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE TESTES RÁPIDOS DE HIV E SÍFILIS NO CEARÁ

ORGANIZAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE TESTES RÁPIDOS DE HIV E SÍFILIS NO CEARÁ ORGANIZAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE TESTES RÁPIDOS DE HIV E SÍFILIS NO CEARÁ COORDENAÇÃO ESTADUAL DE DST/AIDS COORDENAÇÃO ESTADUAL DA ATENÇÃO BÁSICA LABORATÓRIO CENTRAL - LACEN ORGANIZAÇÃO DA REDE DE

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS SECRETARIA

ESTADO DO CEARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS SECRETARIA Abaiara Acarape Acarau Acopiara Aiuaba Alcantaras Altaneira Alto Santo Amontada Antonina do Norte Apuiares Aquiraz Aracati Aracoiaba Ararenda Araripe Aratuba Arneiroz Assare Aurora Baixio Banabuiu Barbalha

Leia mais

Módulo introdutório de Formação dos Orientadores de Estudo INSTITUIÇÃO RESPONSÁVEL: Universidade Federal do Ceará PERÍODO:

Módulo introdutório de Formação dos Orientadores de Estudo INSTITUIÇÃO RESPONSÁVEL: Universidade Federal do Ceará PERÍODO: Módulo introdutório de dos Orientadores de Estudo 2300101 ABAIARA MUNICIPAL 2300150 ACARAPE MUNICIPAL 2300200 ACARAU MUNICIPAL 2300309 ACOPIARA MUNICIPAL 2300408 AIUABA MUNICIPAL 2300507 ALCANTARAS MUNICIPAL

Leia mais

Página 1. Quantidade de AF necessários para atender os 30% (6) Nº de Agricultores Familiares (3) Valor do Repasse do FNDE (1) Alunado (2)

Página 1. Quantidade de AF necessários para atender os 30% (6) Nº de Agricultores Familiares (3) Valor do Repasse do FNDE (1) Alunado (2) 2300101 ABAIARA 148.140,00 2.220 44.442 755 688 PAA Leite 5 2300150 ACARAPE 166.440,00 2.658 49.932 521 378 PAA Leite 6 2300200 ACARAU 1.058.700,00 13.767 317.610 4.477 938 PAA Leite/DS/CD 35 2300309 ACOPIARA

Leia mais

ABAIARA 1.829.113,91 3.322.215,41 2.575.664,66 0,006896 0,203301 0,028554 0,009091 0,247842

ABAIARA 1.829.113,91 3.322.215,41 2.575.664,66 0,006896 0,203301 0,028554 0,009091 0,247842 SEFAZ-CE * RATEIO DO ICMS * PAGINA - 1 RTP00849 2A. PUBLICACAO EXERCICIO 2010 HORA - 08.12.46 ABAIARA 1.829.113,91 3.322.215,41 2.575.664,66 0,006896 0,203301 0,028554 0,009091 0,247842 ACARAPE 12.444.283,10

Leia mais

ABAIARA 1.944.660,79 1.829.113,91 1.886.887,35 0,006015 0,111396 0,029085 0,003817 0,150312

ABAIARA 1.944.660,79 1.829.113,91 1.886.887,35 0,006015 0,111396 0,029085 0,003817 0,150312 SEFAZ-CE * RATEIO DO ICMS * PAGINA - 1 RTP00849 2A. PUBLICACAO EXERCICIO 2009 HORA - 16.12.13 ABAIARA 1.944.660,79 1.829.113,91 1.886.887,35 0,006015 0,111396 0,029085 0,003817 0,150312 ACARAPE 14.645.466,74

Leia mais

VACINA CONTRA HEPATITE B DOSES APLICADAS EM MENORES DE 20 ANOS, COBERTURA VACINAL E POPULAÇÃO A SER VACINADA POR ESTADO E MUNICÍPIO - 1994 A 2007

VACINA CONTRA HEPATITE B DOSES APLICADAS EM MENORES DE 20 ANOS, COBERTURA VACINAL E POPULAÇÃO A SER VACINADA POR ESTADO E MUNICÍPIO - 1994 A 2007 DOSES APLICADAS EM MENORES DE, E A SER VACINADA POR ESTADO E MUNICÍPIO - 1994 A 2007 2300101 ABAIARA 2300150 ACARAPE 2300200 ACARAU 2300309 ACOPIARA 2300408 AIUABA 2300507 ALCANTARAS 2300606 ALTANEIRA

Leia mais

III Encontro Estadual de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Ceará 24 e 25 de abril/14

III Encontro Estadual de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Ceará 24 e 25 de abril/14 III Encontro Estadual de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Ceará 24 e 25 de abril/14 Roberto Junior Coordenador do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Secretaria de Educação

Leia mais

PROJETO MPT NA ESCOLA ABORDAGEM DO TEMA TRABALHO INFANTIL EM SALA DE AULA

PROJETO MPT NA ESCOLA ABORDAGEM DO TEMA TRABALHO INFANTIL EM SALA DE AULA PROJETO MPT NA ESCOLA ABORDAGEM DO TEMA TRABALHO INFANTIL EM SALA DE AULA 01. APRESENTAÇÃO O presente Projeto consiste num conjunto de ações voltadas para a promoção de debates, nas escolas de ensino fundamental,

Leia mais

RELATÓRIO DE ATAQUES A BANCOS NO CEARÁ Atualizado em 16/03/2015, de acordo com informações da imprensa local

RELATÓRIO DE ATAQUES A BANCOS NO CEARÁ Atualizado em 16/03/2015, de acordo com informações da imprensa local RELATÓRIO DE ATAQUES A BANCOS NO CEARÁ Atualizado em 16/03/2015, de acordo com informações da imprensa local 2015 JANEIRO DE 2015 DIA 07/01 Jardim Bradesco Tentativa de arrombamento com uso de explosivos

Leia mais

PRÊMIO PETECA 2014 Educação, Cultura e Arte no Combate ao Trabalho Infantil REGULAMENTO

PRÊMIO PETECA 2014 Educação, Cultura e Arte no Combate ao Trabalho Infantil REGULAMENTO REGULAMENTO 1. Apresentação 1.1. O Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente estabelece, pelo presente Regulamento, as regras para a realização do Prêmio Peteca 2014.

Leia mais

ÍNDICE DE VULNERABILIDADE MUNICIPAL COMPOSTO

ÍNDICE DE VULNERABILIDADE MUNICIPAL COMPOSTO ÍNDICE DE VULNERABILIDADE MUNICIPAL COMPOSTO Nº 52 Novembro / 2012 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Vice Governador SECRETARIO DO PLANEJAMENTO E GESTÃO

Leia mais

Atividades Conteúdo Objetivos Quantidade Público Alvo

Atividades Conteúdo Objetivos Quantidade Público Alvo ASSOCIAÇÃO DAS PRIMEIRAS-DAMAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ - APDMCE Avenida Oliveira Paiva, 2621 Seis Bocas. CEP: 60.822-131 Fortaleza-CE Fone: (85) 4006.4058 / 4006.4059 CNPJ: 12. 361. 168 / 0001-01

Leia mais

TAXA DE VULNERABILIDADE SOCIAL DOS MUNICÍPIOS CEARENSES

TAXA DE VULNERABILIDADE SOCIAL DOS MUNICÍPIOS CEARENSES TAXA DE VULNERABILIDADE SOCIAL DOS MUNICÍPIOS CEARENSES Nº 51 Novembro / 2012 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Vice Governador SECRETARIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais

CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO

CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO ART. 1º O Concurso de Frases e Desenhos visa incentivar a conscientização sobre a política nacional do sangue

Leia mais

Região de Saúde de Caucaia

Região de Saúde de Caucaia Região de Saúde de Fortaleza Fortaleza CONSULTÓRIO DE RUA Eusébio I CAPS i Itaitinga Aquiraz LEITO HOSPITAL GERAL ENFERMARIA ESPECIALIZADA COMUNIDADE TERAPÊUTICA RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA PVC AQUIRAZ 73.561

Leia mais

PROGRAMA SERTÃO EMPREENDEDOR

PROGRAMA SERTÃO EMPREENDEDOR PROJETO SERTÃO EMPREENDEDOR PROGRAMA SERTÃO EMPREENDEDOR UM NOVO TEMPO PARA O SEMIÁRIDO PROJETO SERTÃO EMPREENDEDOR PROGRAMA SERTÃO EMPREENDEDOR UM NOVO TEMPO PARA O SEMIÁRIDO OBJETIVO DO PROJETO Promover

Leia mais

UF Município Micro-Região Classificação Tipo

UF Município Micro-Região Classificação Tipo CE Abaiara Brejo Santo Baixa Renda Estagnada CE Acarapé Baturité Baixa Renda Estagnada CE Acaraú Litoral de Camocim e Acaraú Baixa Renda Dinâmica CE Acopiara Sertão de Senador Pompeu Baixa Renda Dinâmica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 43/2014, de 20 de janeiro 2014

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 43/2014, de 20 de janeiro 2014 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 43/2014, de 20 de janeiro 2014 Seleção de Tutores do projeto Caminhos do Cuidado - Formação em Saúde Mental (crack, álcool e outras drogas) para Agentes Comunitários de Saúde e Auxiliares/Técnicos

Leia mais

Tem SEBRAE em todo Ceará

Tem SEBRAE em todo Ceará Não cabem mais questionamento sobre a importância e os méritos dos pequenos negócios como forma mais eficiente de promover a estabilidade política, econômico e social de um país, estado ou região. O Universo

Leia mais

Procedimentos de Conexão dos Órgãos do Governo. Reunião com Secretários e Gestores de TI

Procedimentos de Conexão dos Órgãos do Governo. Reunião com Secretários e Gestores de TI Procedimentos de Conexão dos Órgãos do Governo Reunião com Secretários e Gestores de TI Maio/2011 Todos os órgãos do governo devem estar conectados às redes do Governo até 31.08.2011. Até esta data devem

Leia mais

Ceará. Secretaria de Justiça Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará xxx - Fortaleza-Cep:0 - A PREENCHER

Ceará. Secretaria de Justiça Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará xxx - Fortaleza-Cep:0 - A PREENCHER Secretaria de Justiça Secretaria da Justiça e Cidadania do xxx - Fortaleza-Cep:0 - A PREENCHER Presídio Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira Av. dos Expedicionários, 10440 - Fortaleza-Cep:60760-

Leia mais

1ª CRES DISTRIBUIÇÃO DAS CADERNETAS SAÚDE DA CRIANÇA POR HOSPITAIS 1ª CRES MATERNIDADES TOTAL 2013 MENINO MENINA

1ª CRES DISTRIBUIÇÃO DAS CADERNETAS SAÚDE DA CRIANÇA POR HOSPITAIS 1ª CRES MATERNIDADES TOTAL 2013 MENINO MENINA 1ª CRES 1ª CRES MATERNIDADES TOTAL 2013 MENINO MENINA Aquiraz HOSP GERAL MANUEL ASSUNCAO PIRES 360 180 180 HOSPITAL MUNICIPAL MONSENHOR DOURADO 115 57 58 Cascavel HOSP MATERN NOSSA SRA DAS GRACAS 880 440

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS PROJETOS FINANCIADOS PELO FECOP

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS PROJETOS FINANCIADOS PELO FECOP Coordenação de Planejamento e Gestão - COPLAG Núcleo de Controladoria - NUCON RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS PROJETOS FINANCIADOS PELO FECOP PERÍODO : JANEIRO A JUNHO DE 2012 SUMARIO PROGRAMAS

Leia mais

DESAFIOS E EXPERIÊNCIAS DO SANEAMENTO MUNICIPALISTA. José Garcia Alves de Lima

DESAFIOS E EXPERIÊNCIAS DO SANEAMENTO MUNICIPALISTA. José Garcia Alves de Lima DESAFIOS E EXPERIÊNCIAS DO SANEAMENTO MUNICIPALISTA José Garcia Alves de Lima Introdução Em 1942, o Serviço Especial de Saúde Pública (SESP) estimula a criação de Serviços Autônomos de Água e Esgoto (SAAEs),

Leia mais

IFCE Notas de Corte Sisu 2014 Instituto Federal do Ceará

IFCE Notas de Corte Sisu 2014 Instituto Federal do Ceará Limoeiro do Norte Agronomia Mat Esc. pública, renda livre 608,59 Limoeiro do Norte Agronomia Mat Cota racial. Renda livre 603,28 Limoeiro do Norte Agronomia Mat Esc. pública, 1,5 SM 599,15 Limoeiro do

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOVIMENTO DESENVOVIMENT INFANTIL INF PADIN

PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOVIMENTO DESENVOVIMENT INFANTIL INF PADIN PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOVIMENTO INFANTIL PADIN Nós não podemos nos dar ao luxo de adiar o investimento nas crianças até que elas se tornem adultas...nem até que elas entrem na escola, pois pode ser

Leia mais

Região Nordeste Fortaleza/CE

Região Nordeste Fortaleza/CE Cidade UF Distância Km (Capital) Região Nordeste Fortaleza/ Prazo Aéreo (Capital) Prazo Rodoviário Redespacho Abaiara 520 Não operamos por FOR / 24 h por Acarape 67 Não operamos 24 h Acaraú 243 Não operamos

Leia mais

REGIÃO CENTRO OESTE. Grupo 1 TRABALHO INFORMAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Educação. Esporte e Lazer

REGIÃO CENTRO OESTE. Grupo 1 TRABALHO INFORMAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Educação. Esporte e Lazer REGIÃO CENTRO OESTE Eixos de Atuação 1. Informação e Mobilização Planejamento das Ações Intersetoriais 1.1 Conscientizar os envolvidos sobre o que é trabalho infantil e quais suas consequências. Grupo

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projovem em Ação

Mostra de Projetos 2011. Projovem em Ação Mostra de Projetos 2011 Projovem em Ação Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura Municipal Santa Cecilia

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Fundo de Apoio a Projetos do Educar para Libertar!

Fundo de Apoio a Projetos do Educar para Libertar! FÓRUM DE ERRADICAÇÃO DO ALICIAMENTO E COMBATE AO TRABALHO ESCRAVO NO PIAUÍ Fundo de Apoio a Projetos do Educar para Libertar! 1. Apresentação Caros (as) participantes, o projeto Educar para Libertar, criado

Leia mais

Fundo de Apoio a Projetos do Escravo, nem pensar! 7ª edição - 2013

Fundo de Apoio a Projetos do Escravo, nem pensar! 7ª edição - 2013 Fundo de Apoio a Projetos do Escravo, nem pensar! 7ª edição - 2013 Tema: Trabalho e Migração: formas de combate ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas Caros(as) participantes, O programa Escravo,

Leia mais

Quinta-feira, 26 de março de 2015

Quinta-feira, 26 de março de 2015 Quinta-feira, 26 de março de 2015 TRT-CE e Ministério Público realizam ação contra o trabalho infantil O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e diversas

Leia mais

BOLETIM DIAGNÓSTICO DE CHUVA PARA OS MESES DE JANEIRO E FEVEREIRO DE 2011. CHUVA EM JANEIRO DE 2011 NORMAL OBSERVADO DESVIO 90,9 mm 242,9 mm 167,3 %

BOLETIM DIAGNÓSTICO DE CHUVA PARA OS MESES DE JANEIRO E FEVEREIRO DE 2011. CHUVA EM JANEIRO DE 2011 NORMAL OBSERVADO DESVIO 90,9 mm 242,9 mm 167,3 % BOLETIM DIAGNÓSTICO DE CHUVA PARA OS MESES DE JANEIRO E FEVEREIRO DE 2011 CHUVA EM JANEIRO DE 2011 NORMAL OBSERVADO DESVIO 90,9 mm 242,9 mm 167,3 % CHUVA EM FEVEREIRO DE 2011 NORMAL OBSERVADO DESVIO 152,1

Leia mais

REDE ESTADUAL DE ATENÇÃO Á SAÚDE AUDITIVA. LOCALIZAÇÃO UNIDADE NÍVEL DE ATENÇÃO Núcleo de Assistência Médica Integral/NAMI

REDE ESTADUAL DE ATENÇÃO Á SAÚDE AUDITIVA. LOCALIZAÇÃO UNIDADE NÍVEL DE ATENÇÃO Núcleo de Assistência Médica Integral/NAMI REDE ESTADUAL DE ATENÇÃO Á SAÚDE AUDITIVA LOCALIZAÇÃO UNIDADE NÍVEL DE ATENÇÃO Núcleo de Assistência Médica Integral/NAMI AC Núcleo de Tratamento e Estimulação Precoce - NUTEP/UFC Hospital das Clínicas

Leia mais

ZONEAMENTO AGRÍCOLA O

ZONEAMENTO AGRÍCOLA O ZONEAMENTO AGRÍCOLA O Zoneamento Agrícola de Risco Climático é um instrumento de política agrícola e gestão de riscos na agricultura. O estudo é elaborado com o objetivo de minimizar os riscos relacionados

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação FORTALEZA - do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Eixo 1- Qualificação Inserir a temática nos programas de formação e qualificação profissional na cadeia produtiva

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012

EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 EDITAL DE SELEÇÃO - REDES DA MARÉ Nº 01/2012 A Redes da Maré seleciona tecedores para o Programa Criança Petrobras (PCP) na Maré. Antes de se candidatar, conheça bem os valores e atuação da instituição.

Leia mais

Inquérito soroepidemiológico para avaliação de circulação do vírus da Febre Aftosa no Estado do Ceará

Inquérito soroepidemiológico para avaliação de circulação do vírus da Febre Aftosa no Estado do Ceará Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará Diretoria de Sanidade Animal Coordenação Estadual do PEEFA Inquérito soroepidemiológico para avaliação de circulação do vírus da Febre Aftosa no Estado

Leia mais

MAPA DO FIM DA FOME. Metas Metas Sociais Contra Miséria nos Municípios Cearenses MAPA DO FIM DA FOME: Julho CPS Centro de Políticas Sociais

MAPA DO FIM DA FOME. Metas Metas Sociais Contra Miséria nos Municípios Cearenses MAPA DO FIM DA FOME: Julho CPS Centro de Políticas Sociais CPS Centro de Políticas Sociais MAPA DO FIM DA FOME MAPA DO FIM DA FOME: Metas Metas Sociais Contra Miséria nos nos Municípios Cearenses Grande Fortaleza - PME 2000 Julho 2001 Estado do Ceará PNAD (1998-99)

Leia mais

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local Histórico Esta campanha tem sua origem no contexto do V Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) em agosto de 2010 no Recife PE. Nessa ocasião, o enfoque do evento foi: Transformando

Leia mais

PORTARIA Nº 501, DE 7 DE MARÇO DE 2017

PORTARIA Nº 501, DE 7 DE MARÇO DE 2017 PORTARIA Nº 501, DE 7 DE MARÇO DE 2017 Remaneja o limite financeiro anual referente à Assistência de Média e Alta Complexidade Hospitalar e Ambulatorial do Estado do Ceará. O Secretário de Atenção à Saúde,

Leia mais

Indicadores Turísticos 1995/2012. Março de 2013 Fortaleza - Ceará - Brasil

Indicadores Turísticos 1995/2012. Março de 2013 Fortaleza - Ceará - Brasil Indicadores Turísticos 1995/2012 Março de 2013 Fortaleza - Ceará - Brasil GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Governador: Cid Ferreira Gomes SECRETARIA DO TURISMO DO ESTADO DO CEARÁ Secretário: Bismarck Maia Secretário

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS: Potencialidades, Desafios e sua repercussão nos Estados e Municípios MARIA DIAS

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS: Potencialidades, Desafios e sua repercussão nos Estados e Municípios MARIA DIAS POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS: Potencialidades, Desafios e sua repercussão nos Estados e Municípios MARIA DIAS UM PROBLEMA DE CARÁTER SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICO RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL s

Leia mais

PERFIL DA PRODUÇÃO DE FRUTAS BRASIL CEARÁ 2013

PERFIL DA PRODUÇÃO DE FRUTAS BRASIL CEARÁ 2013 PERFIL DA DE FRUTAS BRASIL América do Norte CEARÁ 2013 Europa África Brasil América do Sul Ceará Brasil Brasil Fortaleza-Ceará-Brasil, setembro de 2013 1 Governador do Estado Cid Ferreira Gomes Conselho

Leia mais

PROJETO ERRADICAÇÃO DO SUB-REGISTRO CIVIL DE NASCIMENTO RELAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE DO CEARÁ

PROJETO ERRADICAÇÃO DO SUB-REGISTRO CIVIL DE NASCIMENTO RELAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE DO CEARÁ PROJETO ERRADICAÇÃO DO SUB-REGISTRO CIVIL DE NASCIMENTO RELAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE DO CEARÁ MUNICÍPIOS MATERNIDADES Endereço AMONTADA UNIDADE MISTA DE AMONTADA Rua Martins Teixeira N 1868 Bairro: Torres

Leia mais

PARCERIA Município Cidadão

PARCERIA Município Cidadão PARCERIA Município Cidadão 1. Introdução O Hemoce é a instituição responsável pela execução da política de sangue do Ministério da Saúde no Estado do Ceará, que consiste essencialmente na coleta, no processamento

Leia mais

LISTAGEM DOS FESTIVAIS DE QUADRILHAS JUNINAS SEDES DO EVENTO CEARÁ JUNINO2008 REGIÃO METROPOLITANA CARIRI / CENTRO SUL

LISTAGEM DOS FESTIVAIS DE QUADRILHAS JUNINAS SEDES DO EVENTO CEARÁ JUNINO2008 REGIÃO METROPOLITANA CARIRI / CENTRO SUL LISTAGEM DOS FESTIVAIS DE QUADRILHAS JUNINAS SEDES DO EVENTO CEARÁ JUNINO2008 LISTA DE CONTATOS Nome do Festival: Festejo Junino de São Gonçalo do Amarante Local: Praça da Matriz Dias: 29/06 a 04 /07/2008

Leia mais

EVENTO CEU HORIZONTE/CE SNEAR/ME JUL/15

EVENTO CEU HORIZONTE/CE SNEAR/ME JUL/15 Centro de Iniciação i ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo EVENTO CEU HORIZONTE/CE SNEAR/ME JUL/15 Similaridades entre os projetos CIE e CEU: Projetos do PAC; Incentivo a participação comunitária;

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

SAMU CEARÁ POLO I - EUSÉBIO

SAMU CEARÁ POLO I - EUSÉBIO RESOLUÇ Nº. 22/2014 CIB/CE A Comissão Intergestores Bipartite do Ceará - CIB/CE, no uso de suas atribuições legais e considerando: 1. A Portaria Nº. 1.600, de 7 de julho de 2011, que reformula a Política

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

PROGRAMA EMPREENDEDOR RURAL

PROGRAMA EMPREENDEDOR RURAL 1 1. APRESENTAÇÃO O SENAR tem como missão executar a Formação Profissional Rural e a Promoção Social do produtor rural, do trabalhador rural e de suas famílias, o que inclui os jovens que vivem no meio

Leia mais

1ª CRES - FORTALEZA Município Cobertura CRES População Nº de esb necessarias

1ª CRES - FORTALEZA Município Cobertura CRES População Nº de esb necessarias 1ª CRES - FORTALEZA Fortaleza 26,53% 1ª - Fortaleza 2.476.589 825,53 219 66 Euzébio 89,30% 1ª - Fortaleza 47.030 15,68 14 1 2ª CRES - CAUCAIA Caucaia 41,71% 2ª - Caucaia 330.855 110,29 46 9 Pentecoste

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL E PROTEÇÃO DO TRABALHADOR ADOLESCENTE NO CEARÁ - 2007 / 2010

PLANO ESTADUAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL E PROTEÇÃO DO TRABALHADOR ADOLESCENTE NO CEARÁ - 2007 / 2010 PROTEÇÃO DO TRABALHADOR ADOLESCENTE NO CEARÁ - 2007 / Eixo Programático nº 01: INTEGRAÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO DOS DADOS Eixo Programático 01: Integração e Sistematização dos Dados Objetivo específico: Identificar

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL N 20/2015 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante

Leia mais

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO ÓRGÃO RESPONSÁVEL: Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulher NOME: PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO Código Descrição FUNÇÃO: 14 Direitos

Leia mais

ANEXO A 1º TRIMESTRE ATIVIDADE OBJETIVO RESULTADO ESPERADO PÚBLICO ALVO QTDE PARTICIPANTES PREVISTA DISSEMINAÇÃO DOS ODM NOS MUNICÍPIOS

ANEXO A 1º TRIMESTRE ATIVIDADE OBJETIVO RESULTADO ESPERADO PÚBLICO ALVO QTDE PARTICIPANTES PREVISTA DISSEMINAÇÃO DOS ODM NOS MUNICÍPIOS ANEXO A 1º TRIMESTRE TEMA: MUNICIPALIZAÇÃO OBJETIVO: REALIZAR AÇÕES PARA ENGAJAR O PODER PÚBLICO, O SETOR PRIVADO E A SOCIEDADE CIVIL EM PROL DOS OBJETIVOS DO MILÊNIO. ATIVIDADE OBJETIVO RESULTADO ESPERADO

Leia mais

MOVIMENTO PARANÁ SEM CORRUPÇÃO PLANEJAMENTO PARA 2014

MOVIMENTO PARANÁ SEM CORRUPÇÃO PLANEJAMENTO PARA 2014 MOVIMENTO PARANÁ SEM CORRUPÇÃO PLANEJAMENTO PARA 2014 Objetivo principal Disseminar, nas escolas do ensino médio, conhecimento e fomentar a prática de ações para o exercício da cidadania; Objetivos específicos

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO POBREZA E DESIGUALDADE SOCIAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO POBREZA E DESIGUALDADE SOCIAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO POBREZA E DESIGUALDADE SOCIAL Edital nº 01/2016-CEEPDS/UFC Fortaleza, 11 de março de 2016. PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO, POBREZA

Leia mais

SPAECE. Vol II. Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará Boletim de Resultados Gerais. Ensino Fundamental 5º Ano Língua Portuguesa

SPAECE. Vol II. Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará Boletim de Resultados Gerais. Ensino Fundamental 5º Ano Língua Portuguesa ISSN 1982-7644 SPAECE 2009 Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará Boletim de Resultados Gerais Ensino Fundamental 5º Ano Língua Portuguesa Vol II Ficha Catalográfica CEARÁ. Secretaria

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO PETECA 2015

REGULAMENTO DO PRÊMIO PETECA 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Prêmio Peteca consiste na seleção e premiação dos melhores trabalhos literários, artísticos e culturais produzidos pelos alunos das escolas dos municípios cearenses que participam

Leia mais

ORIENTAÇÕES: NORMAS E PRAZOS PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A IV MOSTRA REGIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA REDE ESTADUAL DE ENSINO

ORIENTAÇÕES: NORMAS E PRAZOS PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A IV MOSTRA REGIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA REDE ESTADUAL DE ENSINO ORIENTAÇÕES: NORMAS E PRAZOS PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS PARA A IV MOSTRA REGIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA REDE ESTADUAL DE ENSINO 1 INTRODUÇÃO A Política Estadual de Educação Ambiental tem como princípios

Leia mais

Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará. Relatório de Atividades de 2010

Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará. Relatório de Atividades de 2010 Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará Relatório de Atividades de 2010 Avenida Oliveira Paiva, 2621 Seis Bocas Fortaleza, Ceará, CEP: 60.822-131 Tel: (85) 4006.4058 Fax: (85)

Leia mais

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um.

Compromisso Todos pela Educação. Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Compromisso Todos pela Educação Garantir o direito de aprender, para todos e para cada um. Ministério da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Maria do Pilar Lacerda A. Silva DEPARTAMENTO DE PROJETOS

Leia mais

PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO

PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO PROGRAMA TEMPO DE ESCOLAO O Programa Tempo de Escola foi iniciado em junho de 2010, com a participação de Escolas Municipais e ONGs executoras. O Programa Tempo de Escola, que inclui o Programa Mais Educação

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

CALENDÁRIO DE FERIADOS - 2016 MUNICÍPIO DIA MÊS DATA COMEMORATIVA FERIADO 1º JAN Confraternização Universal Nacional

CALENDÁRIO DE FERIADOS - 2016 MUNICÍPIO DIA MÊS DATA COMEMORATIVA FERIADO 1º JAN Confraternização Universal Nacional CALENDÁRIO DE FERIADOS - 2016 MAR Data Magna do Estado /Sexta-feira Santa Estadual / Municipal 15 21 ABR Anivsersário do Município/Tiradentes Municipal / Nacional ACARAPE JUN Padroeiro do Município (São

Leia mais

Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer. SALVADOR/BA ABRIL de 2012

Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer. SALVADOR/BA ABRIL de 2012 Política Nacional sobre Drogas e o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Crack, é possível vencer SALVADOR/BA ABRIL de 2012 MARCOS HISTÓRICOS 1998: Adesão do Brasil aos princípios diretivos

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA EDITAL Nº 080/2014 TABELA I INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR CONVENIADAS

ESTADO DO CEARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA EDITAL Nº 080/2014 TABELA I INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR CONVENIADAS EDITAL Nº 080/2014 O EXCELENTÍSSIMO SENHOR ALFREDO RICARDO DE HOLANDA CAVALCANTE MACHADO, PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ, no desempenho de suas atribuições institucionais, com fundamento

Leia mais

Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e Logística no Estado do Rio Grande do Sul SETCERGS.

Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e Logística no Estado do Rio Grande do Sul SETCERGS. Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e Logística no Estado do Rio Grande do Sul SETCERGS. Introdução Ação: Grupo de Trabalho Programa Na Mão Certa Período: 14 de abril de 2011 (reuniões mensais)

Leia mais

FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL E REGULARIZAÇÃO DO TRABALHO DO ADOLESCENTE -FEPETI-GO TERMO DE COOPERAÇÃO

FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL E REGULARIZAÇÃO DO TRABALHO DO ADOLESCENTE -FEPETI-GO TERMO DE COOPERAÇÃO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL E REGULARIZAÇÃO DO TRABALHO DO ADOLESCENTE -FEPETI-GO TERMO DE COOPERAÇÃO TERMO DE COOPERAÇÃO que entre si celebram I) o FORUM ESTADUAL DE

Leia mais

Um país melhor é possível

Um país melhor é possível Um país melhor é possível Um país melhor é urgente... 53 milhões de pobres vivem com renda familiar mensal de um salário mínimo; Desses, 20 milhões são indigentes ou vivem com renda de até ½ salário; Os

Leia mais

Secretaria Municipal de meio Ambiente

Secretaria Municipal de meio Ambiente PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL O presente Programa é um instrumento que visa à minimização de resíduos sólidos, tendo como escopo para tanto a educação ambiental voltada

Leia mais

REALINHAMENTO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA AO PNE E AO PEE ABRIL/2015

REALINHAMENTO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA AO PNE E AO PEE ABRIL/2015 1 ª R E U N I Ã O C O M A C O M I S S Ã O T É C N I C A T E M P O R Á R I A M U N I C I P A L REALINHAMENTO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA AO PNE E AO PEE ABRIL/2015 HISTORIANDO

Leia mais

(?) (?) as doações de reposição.

(?) (?) as doações de reposição. PROJETO CAPTAÇÃO DE DOADORES NA REDE HOSPITALAR Captação de Doadores Hemoce - Fortaleza Coordenação: Nágela Lima Assistentes Sociais: Adalise Maia Alexandra Paula Moraes Elizabete Cristina Ramalho Marina

Leia mais

Formulário de inscrição para Unidades Escolares:

Formulário de inscrição para Unidades Escolares: Presidência da República Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas 1. Contextualização: Formulário de inscrição para Unidades Escolares: a) Descreva

Leia mais

CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO

CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO CONCURSO DE FRASES E DESENHOS ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DO ESTADO DO CEARÁ REGULAMENTO ART. 1º O Concurso de Frases e Desenhos visa incentivar a conscientização sobre a política nacional do sangue

Leia mais

Anexo III ARTICULAÇÕES POSSÍVEIS

Anexo III ARTICULAÇÕES POSSÍVEIS QUADRO DE ARTICULAÇÃO DOS PROJETOS ESTRUTURANTES ENSINO FUNDAMENTAL PROJETOS ESTRUTURANTES ARTICULADOS ARTICULAÇÕES POSSÍVEIS OPERACIONALIZAÇÃO Gestão da Aprendizagem Escolar (GESTAR) + Programa Mais Educação

Leia mais

O DVD DESENHO ANIMADO AMBIENTAL

O DVD DESENHO ANIMADO AMBIENTAL O DVD DESENHO ANIMADO AMBIENTAL Apoiado pela Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários PROEX, da Univille, o projeto Desenho Animado Ambiental (DAA) iniciou em 2005 com a produção de sete animações,

Leia mais

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 ANEXO 1 Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 Docência em Educação Infantil A oferta de curso integra a política nacional de formação

Leia mais

O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará

O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará João Pessoa(PB), 06 de novembro de 2012 EVOLUÇÃO DO SANEAMENTO RURAL NO CEARÁ/CAGECE 2000 Ampliação da atuação da CAGECE no saneamento rural. 2001

Leia mais

PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013

PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013 PROPOSTA PARA O CONCURSO VETERINÁRIO MIRIM 2013 Equipe proponente e organizadora: Rede de Defesa e Proteção Animal Responsável Prof. Alexander Welker Biondo Superintendência de Controle Ambiental Secretaria

Leia mais

23/9/2009 PROJETO CONSTITUIÇÃO ESTADUAL PROJETOS

23/9/2009 PROJETO CONSTITUIÇÃO ESTADUAL PROJETOS PROJETOS PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA SECRETARIA DO ESPORTE E SEUS PARCEIROS CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROJETO CONSTITUIÇÃO ESTADUAL Art. 238: É dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não formais,

Leia mais

Prognóstico dos Serviços de Abastecimento de Água Revisado

Prognóstico dos Serviços de Abastecimento de Água Revisado PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE FORTALEZA CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA ENTRE COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTO DO CEARÁ CAGECE E AGÊNCIA REGULADORA DE FORTALEZA ACFOR Prognóstico dos Serviços de Abastecimento

Leia mais

Nº 76 Maio 2014 Uma Análise da Evolução e da Distribuição Regional das Micro e Pequenas Empresas Cearenses no Período de 2007 a 2012

Nº 76 Maio 2014 Uma Análise da Evolução e da Distribuição Regional das Micro e Pequenas Empresas Cearenses no Período de 2007 a 2012 Nº 76 Maio 2014 Uma Análise da Evolução e da Distribuição Regional das Micro e Pequenas Empresas Cearenses no Período de 2007 a 2012 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes

Leia mais

CREAS Munic e Reg Nº MUNICÍPIO COORDENADOR(A) TELEFONE ENDEREÇO E-MAIL. limegpsi@yahoo.com.br AQUIRAZ

CREAS Munic e Reg Nº MUNICÍPIO COORDENADOR(A) TELEFONE ENDEREÇO E-MAIL. limegpsi@yahoo.com.br AQUIRAZ CREAS Munic e Reg GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL -STDS COORDENADORIA DE PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL CÉLULA DE ATENÇÃO Á MÉDIA COMPLEXIDADE Nº MUNICÍPIO COORDENADOR(A)

Leia mais

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16 EDITAL DE SELEÇÃO SUMÁRIO 1. Apresentação... 01 2. Objetivo geral... 04 3. Objetivo específico... 04 4. Duração... 04 5. Público-alvo... 04 6. Critérios de seleção dos municípios... 04 7. Contrapartidas

Leia mais

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral,

Fundação Itaú Social. Por uma educação integral, Fundação Itaú Social Por uma educação integral, integrada e integradora Visão Itaú Ser o banco líder em performance e perene reconhecidamente sólido e ético, destacando-se por equipes motivadas, comprometidas

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

GINCANA CULTURAL DO PROGRAMA COOPERJOVEM Cooperando a gente conquista o mundo. Maio a Novembro de 2013. Realização:

GINCANA CULTURAL DO PROGRAMA COOPERJOVEM Cooperando a gente conquista o mundo. Maio a Novembro de 2013. Realização: GINCANA CULTURAL DO PROGRAMA COOPERJOVEM Cooperando a gente conquista o mundo Maio a Novembro de 2013 Realização: GINCANA CULTURAL DO PROGRAMA COOPERJOVEM COOPERANDO A GENTE CONQUISTA O MUNDO. I. PROMOÇÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio aos Fóruns, Comitês, Associações

Leia mais

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado.

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado. O QUE É O IDT O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho IDT, é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, qualificada pelo Governo do Estado do Ceará como Organização Social apta a executar políticas públicas

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA - 01/2012 PERGUNTAS FREQUENTES

CHAMADA PÚBLICA - 01/2012 PERGUNTAS FREQUENTES CHAMADA PÚBLICA - 01/2012 PERGUNTAS FREQUENTES 1. Mesmo down e up taxados a 2 Gbytes por mês/usuário, o único plano "mínimo" a ser ofertado ao usuário final é o de 1 mega? Caso contrário, a prefeitura

Leia mais

Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos

Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos SEMINÁRIO REGIONAL DE SANEAMENTO RURAL Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos Campinas(SP), 23 de Junho 2015 Mobilização

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais