ADRIANO NEVES. Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ADRIANO NEVES. Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013."

Transcrição

1 ADRIANO NEVES Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013 Página 0 de 12

2 1- Índice INTRODUÇÃO 2 DESCRIÇÃO DAS ESPECIFICAÇÕES 3 EQUIPAMENTOS, MATERIAIS E TIPO DE LIGAÇÕES 4 PROJETO DA REDE 5 MONTAGEM DA REDE E TESTES 6 MANUTENÇÃO 7 ORÇAMENTOS 8 CONCLUSÃO 11 APRESENTAÇÃO 11 Página 1 de 12

3 2 Introdução O objetivo deste documento é propor a execução de um projeto de rede local, com o melhor custo/beneficio, para uso corporativo, sabendo-se que os computadores serão usados para várias tarefas simultaneamente, e um para cada colaborador da empresa. Em resposta a consulta de V. Exas, o que agradecemos, passamos a apresentar o trabalho que a seguir descriminamos para montagem de uma rede uma rede local, que contemplará 2 pisos (rés do chão e 1º andar), com o objetivo de haver transmissão de dados informáticos entre eles. Abertura de roço no teto. Fecho do roço com argamassa. Fixar calhas. Colocar cabos (CAT5) pelas calhas. Montar tomadas Rj45 Cravar as fichas Rj45 nos cabos (CAT5). Instalar os Switchs. Examinar todas as ligações para posteriori montagem dos equipamentos. Contratação do serviço de internet. Instalar segunda placa de rede. Ligar servidor. Verificar e configurar IP s No final testar toda a Rede para certificar que esta tudo a operar na perfeição. Página 2 de 12

4 3 Descrição das especificações Ficha Rj45: conetor macho compatível com qualquer tipo de cabo, com encaixe perfeito e qualidade ouvertek. Indicado para sistemas de cabeamento estruturado para trafico de voz, dados, e imagem. Cabo Categoria 6: tem como vantagem poder atingir taxas de transferências altas, não somente como 10Mbps, mas também 100Mbps (Fast Ethernet) e 1000 Mbps (1 Gigabit Ethernet). Aguenta frequências até 125 MHz, e é certificado pela norma EIA/TIA 568A. Protetor ficha RJ45: facilita a identificação, mantem o conector limpo e protege-o nas operações de encaixe e desencaixe Switch: ( 5 e 8 Portas RJ45 10/100/1000Mbps) é um equipamento que interliga os computadores em uma rede, os cabos de rede de cada computador, ligam-se a ele, tendo a função de organizar e direcionar os dados para a porta do destino especifico. Algumas características comuns nos switches são a comunicação full duplex, a autonegociação. Placa de Rede: PCI - 10Mb LAN. 100Mb LAN Gigabit LAN - 10Base-T 100Base-TX 1000Base-T Router Wireless Netgear (CVG/CBVG): permite o acesso aos serviços de internet e telefone da Vodafone. Para ligação à internet com fios, basta ligar o cabo de rede Ethernet ao router e ao computador.com tecnologia wireless norma *N* - 4 Portas Ethernet (LAN) Página 3 de 12

5 4 Equipamentos, materiais e tipo de ligações IMAGEM PREÇO C/ iva CRACTERISTICA URL JUSTIFICAÇÃO Switch Huawei S portas 10/100/1000T - S1700-8G-AC Chip7.pt -8 portas 10/100/1000T - S1700 -Taxa de transmissão de 12Mbps - Capacidade de comutação de16 Gbits -Fornece uma gama de funcionalidades de segurança, incluindo RADIUS 8021x e NAC - Suporta filtragem de pacotes com base nos endereços MAC ou portas, a fim de defender-se contra hackers e ataques de vírus. Comentado [M1]: Switch de mesa TP-Link 5 portas Gigabit - TL-SG1005D Chip7.pt - Interface 5 x Mbps RJ45 - Tecnologia Green ethernet permite poupança de energia até 70% - Controlo de fluxo IEEE 8023x oferece ao utilizador ligações fiáveis - Plug Play 8.25 Conceptronic C1G32i Gigabit PCI Satecnosol.pt/ - Adaptador de rede - PCI - 10Mb LAN 100Mb LAN Gigabit LAN - 10Base-T 100Base-TX 1000Base-T - Placa PCI 32 bit - Interface: Ligação UTP RJ Cabo SSTP/FTP Cat6 100mts LINDY (12055) Satecnosol.pt/ 1.9 Protetor Ficha RJ45 (Conjunto de 10) Chiptec.net - CAT6 ideal para redes Ethernet Gigabit - 8 núcleos (4 Par) SSTP / SFTP PIMF 1.9 Ficha RJ45 (Conj. de 10) Chiptec.net 5.76 Tomada dupla de parede blindada cat. 5e, de embutir, cinza. Ticonline.serv ehttp.com Blindada para evitar possíveis interferências 1.85 Calha 12x7mm Branca (2 mts) - EFAPEL REF: 10010CBR Castroelectron ica.pt Calha Branca Efapel Página 4 de 12

6 3.15 Calha 40x12,5mm Branca s/ Divisoria (2 mts) - EFAPEL REF: 10150CBR Castroelectron ica.pt Calha Branca Efapel 4 Projeto da rede Passagem cabo R/C Up Up Passagem de cabo p ara 1º Andar Tomada Rede Tomada Rede Switch 5 portas Impressora de Rede PC 7 178mm 272mm PC 3 PC 4 Multifunções PC 1 SERVIDOR Passam 5 cabos PC 5 PC 6 PC 2 Imp Laser USB ROUTER Switch 8 portas Passam 3 cabos Página 5 de 12

7 5 Montagem da rede e testes Após uma prospeção do mercado, foi escolhida operadora Zone, com o pacote Zone Fibra, sendo a instalação feita no piso superior por conta e isco destes. Comentado [M2]: Será aberto um buraco no teto/chão respetivamente para passagem da calha e do cabo (CAT6) As calhas serão montadas em consonância como o delineado no projeto. Fixados a base do rodapé e fazendo a transição para o piso inferior. Fazer o enfiamento dos cabos pelas calhas e liga-los aos respetivos pontos. Fixar os 2 Switchs nas paredes dos respetivos pisos. Colocação das tomadas RJ45 nas calhas. 6 Hora para a conclusão e testes de todo o trabalho realizado pela nossa empresa. Comentado [M3]: Página 6 de 12

8 6 Manutenção Findo a montagem a Seven Informática, garante durante o ano em vigência toda a manutenção de todo o trabalho executado pela mesma, sendo a garantia dos materiais colocados da inteira responsabilidade do fabricante. Findo a nossa garantia, a empresa Seven informática propõe um plano de manutenção trimestral, no valor de anuais, sendo esse valor apenas para a deslocação e mão-de-obra. Página 7 de 12

9 7 Orçamentos Orçamento de Mão-de-obra Código Designação do Trabalho Número de Preço / Horas Hora Sub Total 1 Abertura de roço no teto 1 30,00 30,00 2 Montagem das calhas 1 30,00 30,00 3 Colocação dos cabos 1 30,00 30,00 4 Montagem das Tomadas 1 30,00 30,00 5 Fixar os Switchs 1 30,00 30,00 6 Cravar as fichas nos cabos e verificar as ligações 1 30,00 30,00 7 Instalar placa de rede e ligação do servidor 1 30,00 30,00 9 Testar as ligações 2 30,00 60,00 TOTAL 270,00 Página 8 de 12

10 Código Orçamento para Equipamentos e Materiais Designação Número de Unidades Preço Unitário Sub Total Cat6 LINDY (12055) Cabo SSTP/FTP Cat6 100 mts 0,75 75,00 Protetor Ficha RJ45 Capas para fichas rj45 (Conj. 10) 40 1,9 7,60 Ficha RJ45 Ficha RJ 45 (Conj. 10 ) 40 1,9 7,60 DN-9001-N Tomada dupla rj45 cat5e 7 5,76 40,32 EFAPEL Calha 12x7mm Branca (2 REF:10010CBR mts) 12 1,85 22,20 EFAPEL Ref:10150CBR Calha 40x12,5mm Branca (2 mts) - EFAPEL 10 3, Comentado [M4]: Parafusos 45 0,10 4,50 TL-SG1005D TP- Link 5 Switch 5 portas 1 22,90 22,90 Huawei S1700 Switch 8 portas ,90 29,90 C1G32i Placa de rede 1 8,25 8,25 Vodafone 100Mbp, 100 canais, tel. Internet ilimitado 10 35,90 359,00 TOTAL 638,32 Obs: as 2 primeiras mensalidades serão da responsabilidade da Seven Informática. Página 9 de 12

11 Orçamento Final de Projeto Código Designação Sub Total 01 Equipamentos e materiais 638,32 02 Mão-de-obra TOTAL Página 10 de 12

12 8 Conclusão A Seven informática compromete-se concluir o projeto dentro do tempo estipulado no orçamento, salvo surja algum imprevisto e que o possa fazer protelar. 9 Bibliografia Para execução deste projeto tive que recorrer aos seguintes endereços: Apresentação A apresentação será feita em power point. Página 11 de 12

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida Parabéns pela aquisição do SWITCH MYMAX 8 PORTAS. Este comutador integra as capacidades do Comutador Rápido de 100Mbps e da Rede Ethernet de 10Mbps em uma mini-embalagem altamente flexível. 1. Conteúdo

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas EQUIPAMENTOS PASSIVOS DE REDES Ficha de Trabalho nº2 José Vitor Nogueira Santos FT13-0832 Mealhada, 2009 1.Diga

Leia mais

Resolução Exercício 1 0773

Resolução Exercício 1 0773 1. Asus TS500-E4/PA4 Servidor Barebone Processador / Chipset Nº de Processadores: 2 Interface do Processador: Zócalo LGA771 Suporte do Processador: Intel Xeon Doble núcleo Intel Xeon Quatro núcleos do

Leia mais

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso.

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Antes de utilizar o equipamento verifique a disponibilidade

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1

Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1 Projeto e Instalação de Servidores Fundamentos de Redes de Computadores - Parte 1 Prof.: Roberto Franciscatto Introdução O que é uma Rede de Computadores? Conjunto de módulos de processamento interconectados

Leia mais

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch 16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch Manual do utilizador DN-80100 DN-80110 Conteúdo da embalagem Devem estar incluídos os seguintes itens na embalagem: Comutador Ethernet Gigabit

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 21 de maio de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1 Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio MAC- IBIRAPUERA

Leia mais

Introdução 1 ESQUEMA GLOBAL 4 ESQUEMA DA SALA INTERNET 1 5 ESQUEMA DA SALA INTERNET 2 6 ESQUEMA DA SALA DOS FUNCIONARIOS 7 MATERIAL NECESARIO PARA A

Introdução 1 ESQUEMA GLOBAL 4 ESQUEMA DA SALA INTERNET 1 5 ESQUEMA DA SALA INTERNET 2 6 ESQUEMA DA SALA DOS FUNCIONARIOS 7 MATERIAL NECESARIO PARA A Introdução Foi requisitado o planeamento para uma rede Lan para a biblioteca de VIANA DO CASTELO. A biblioteca está instalada num edifício de dois andares no centro da cidade. No résdo-chão situa-se uma

Leia mais

Ficha de Avaliação Sumativa

Ficha de Avaliação Sumativa Ficha de Avaliação Sumativa Nome: Nazmul alam Classificação: Nº: 11 Enc. Educação: Professor: 1. Numa LAN, qual tem melhor performance: IPX/SPX ou TCP/IP? IPX/SPX 2. Para que serve uma placa de rede? Estabelecer

Leia mais

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação Projeto de consultoria na área de Tecnologia da Informação 1 2 3 Grupo: Empresa: Integrantes do Grupo Número Função TCM 2013 Professor William Andrey Índice 1. Objetivo... 2 2. Nomes e Abreviaturas...

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação Projeto de consultoria na área de Tecnologia da Informação 1 2 3 Grupo: Empresa: Integrantes do Grupo Número Função TCM 2014 Professor William Andrey Índice 1. Objetivo... 2 2. Nomes e Abreviaturas...

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados.

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados. Prefácio: Este manual descreve como utilizar o Switch Conversor de Mídia da GTS Network dos seguintes Modelos: 75.1806C - 75.1806T - 75.1806C.S25-75.3107S - 75.1906C.SWA25-75.1906C.SWB25-75.3006C.SWA20

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

Leia mais

AM@DEUS Manual do Usuário

AM@DEUS Manual do Usuário 80 P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário

Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade.

Leia mais

ENH916-NWY. Manual do Usuário

ENH916-NWY. Manual do Usuário ENH916-NWY Manual do Usuário Aviso da FCC Este equipamento foi testado e se encontra em conformidade com os limites de dispositivo digital de Classe B, de acordo com a Parte 15 das Regras de FCC. Estes

Leia mais

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Tecnologia em redes de computadores Estudos de casos Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Contratante: Ademar de Barros Jr. (pessoa física) Exigências do cliente

Leia mais

Faculdade de Tecnologia do Senac Pelotas - RS. Curso Tecnologia de Redes. 1 Semestre 2011. Prof. Eduardo Maronas Moncks. Dispositivos de Rede

Faculdade de Tecnologia do Senac Pelotas - RS. Curso Tecnologia de Redes. 1 Semestre 2011. Prof. Eduardo Maronas Moncks. Dispositivos de Rede Faculdade de Tecnologia do Senac Pelotas - RS Curso Tecnologia de Redes 1 Semestre 2011 Prof. Eduardo Maronas Moncks Dispositivos de Rede Alessandro Morales Ebersol Maio de 2011 Sumário Contratante 1:

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas FICHA DE TRABALHO Nº3 José Vitor Nogueira Santos Topologia de Redes Fibra Óptica e Wireless - 0830 Mealhada, 2009

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 10:47 horas do dia 25 de setembro de 2015,

Leia mais

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A patch panel, blocos de conectores, patch cords e tomadas RJ45 335 73 335 76 Conector cat. 6a FTP blindado 517 82 327 78 6602 09 6602 13 765 99 Patch panels de montagem

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

ÍNDICE. Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4. Roteador wireless 300 Mbps... 5. Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6

ÍNDICE. Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4. Roteador wireless 300 Mbps... 5. Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6 ÍNDICE Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4 Roteador wireless 300 Mbps... 5 Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6 Roteador Portátil 3G Wireless 150 Mbps... 7 Adaptador USB Wireless 300 Mbps...

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

Adaptador PCI Gigabit Ethernet EN-9230TX-32 Guia de instalação rápida (G.I.R.)

Adaptador PCI Gigabit Ethernet EN-9230TX-32 Guia de instalação rápida (G.I.R.) Adaptador PCI Gigabit Ethernet EN-9230TX-32 Guia de instalação rápida (G.I.R.) Versão 3.0/Outubro de 2006 1. Introdução Versão portuguesa. Obrigado por adquirir o Adaptador Gigabit Ethernet. Este manual

Leia mais

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos.

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. REDES DE COMPUTADORES CABO COAXIAL É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. Topologias de rede A topologia de uma rede é um diagrama que descreve como

Leia mais

Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs

Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 5 Cablagem para LANs e WANs Cablagem de LANs Nível Físico de uma Redes Local Uma rede de computadores pode ser montada utilizando vários tipos de meios físicos.

Leia mais

Integração das LANs das Delegações Remotas

Integração das LANs das Delegações Remotas Câmara Municipal do Funchal Integração das LANs das Delegações Remotas 2011 Índice Índice... 2 1 Objecto do Concurso... 3 2 Caracterização da actual Infra-Estrutura das redes remotas da CMF... 3 3 Descrição

Leia mais

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT 1. Pré Requisitos Com base no que foi proposta, a rede wireless do Bloco K da Colina deve atender aos seguintes requisitos: Padrão IEEE

Leia mais

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. Electrotécnica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº1 Cablagem estruturada 1 Introdução Vivemos em plena segunda revolução industrial.

Leia mais

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Camada de Enlace de Dados - Apêndice Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Endereço MAC; ARP Address Resolution Protocol; DHCP Dynamic Host Configuration Protocol; Ethernet Estrutura do quadro Ethernet;

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Ata de Formação do Cadastro de Reserva 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Ata de Formação do Cadastro de de abertura: 16/09/2015 09:02

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

Guia do usuário. PoE 200 G

Guia do usuário. PoE 200 G Guia do usuário PoE 200 G Injetor PoE 200 G Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O injetor PoE 200 G é compatível com o padrão IEEE 802.3af. Ele oferece até

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

27/02/2010 REDES DE COMPUTADORES

27/02/2010 REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Profa. Delfa M. Huatuco Zuasnábar 2010 Camada mais baixa da hierarquia do modelo de referência híbrido Define: Interfaces mecânicas Interfaces elétricas Interfaces de sincronização

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 2 INTERFACE E CABEAMENTO DE REDES - Parte física da rede - Cabeamento - Placas de rede (interfaces)

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Padrão 802.11 Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Arquitetura Wireless Wi-Fi

Leia mais

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Instituto Superior Miguel Torga Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Estrutura das Aulas 5 Aulas Aula 10 (20 de Abril) Classificação Componentes Aula 11 (27 de Abril)

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX

Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX Manual do Utilizador 1. Generalidades O IEEE802.3u Ethernet suporta dois tipos de media para ligação de rede, como por exemplo 10/100Base-TX e 100Base-FX.

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC-F Versão 1.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização da CIANET.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Switch. 16 portas 24 portas ANO 1GARANTIA. www.pacificnetwork.com.br

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Switch. 16 portas 24 portas ANO 1GARANTIA. www.pacificnetwork.com.br MANUAL DE INSTRUÇÕES Switch 16 portas 24 portas ANO 1GARANTIA www.pacificnetwork.com.br Caro consumidor, ficamos muito satisfeitos por você ter escolhido um produto da linha PACIFIC NETWORK. É para nós

Leia mais

Cabeamento Estruturado Módulo de Transmissão e Ativos de Rede. Profª Ahyalla Riceli

Cabeamento Estruturado Módulo de Transmissão e Ativos de Rede. Profª Ahyalla Riceli Cabeamento Estruturado Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Profª Ahyalla Riceli Objetivo Saber distinguir os componentes envolvidos na montagem de uma rede de computadores; Conseguir ter uma fundamentação

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULAS 4 E 5 CONFECÇÃO DE CABOS PARTE 1 E 2:... 2

SUMÁRIO 1. AULAS 4 E 5 CONFECÇÃO DE CABOS PARTE 1 E 2:... 2 SUMÁRIO 1. AULAS 4 E 5 CONFECÇÃO DE CABOS PARTE 1 E 2:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Norma EIA/TIA 568... 2 1.2.1 568A... 2 1.2.2 568B... 3 1.3 Teste dos cabos... 4 1.4 Categoria de Cabos... 5 1.5 Conectores...

Leia mais

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com Wireless Leandro Ramos www.professorramos.com Redes Wireless Interferências Access-Point / ROUTER Wireless Ponto de Acesso Numa rede wireless, o hub é substituído pelo ponto de acesso (access-point em

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado CabeamentoEstruturado Compostoporseiselementos: CabeamentoHorizontal(HorizontalCabling); CabeamentoBackbone(BackboneDistribution); ÁreadeTrabalho(WorkArea); SaladeTelecomunicações(TelecommunicationsRoom

Leia mais

Cabeamento Estruturado O Cabeamento

Cabeamento Estruturado O Cabeamento Cabeamento Estruturado O Cabeamento Prof. Msc. Otávio Massashi omine@catolica-es.edu.br Tópicos Introdução às Redes O Cabeamento Categorias (par trançado) Blindagem Introdução às Redes As redes de computadores

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Avaya Networking Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Programação 1. Introdução (02/set - 10:00) 2. Conceitos básicos I (16/set - 10:00) 3. Conceitos básicos II (07/out - 10:00) 4. Conhecimento

Leia mais

Módulo 7 Tecnologia da Ethernet

Módulo 7 Tecnologia da Ethernet CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 7 Tecnologia da Ethernet Ethernet a 10 e 100 Mbps Tipos de Ethernet Todas as verões da Ethernet têm: Endereçamento MAC. Formato das tramas idêntico. Utilizam o

Leia mais

REDES E NOVAS TECNOLOGIAS. Instrutor: Júlio Cohen julio@homexpert.com.br

REDES E NOVAS TECNOLOGIAS. Instrutor: Júlio Cohen julio@homexpert.com.br REDES E NOVAS TECNOLOGIAS Instrutor: Júlio Cohen julio@homexpert.com.br Apresentação do curso 1) Conceitos básicos e componentes de redes domésticas 2) Meio físico e meio aéreo: tecnologias e conteúdo

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

Switch rack Gigabit Ethernet 24 portas 10/100 Mbps + 2 portas 10/100/1000 Mbps Modelo SG 2620 QR

Switch rack Gigabit Ethernet 24 portas 10/100 Mbps + 2 portas 10/100/1000 Mbps Modelo SG 2620 QR manual do usuário Switch rack Gigabit Ethernet 24 portas 10/100 Mbps + 2 portas 10/100/1000 Mbps Modelo SG 2620 QR Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com COMUTAÇÃO CIRCUITOS PACOTES É necessário estabelecer um caminho dedicado entre a origem e o

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

Ethernet. Fast Ethernet

Ethernet. Fast Ethernet Ethernet Desenho feito por Robert Metcalfe em 1973 no centro de pesquisas da Xerox. Fast Ethernet Padrão IEEE 802.3u 1995 Switches com função: Full duplex / Controle de Fluxo (802.3x) Virtual LAN (VLAN)

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

Roteador Wireless N 300MBPS

Roteador Wireless N 300MBPS Roteador Wireless N 300MBPS Manual do Usuário IP: 192.168.1.1 Login: admin Senha: admin Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste

Leia mais

TEKA ELECTRONICS 81 UTP

TEKA ELECTRONICS 81 UTP 81 UTP CABO U/UTP CAT 5e Cabo com performances até os 100MHz (ANSI/TIA/EIA-568-C2), frequentemente utilizado para redes de voz e dados (100Mbit/s e Gigabit Ethernet). Pares em CCA sólido: 0,51mm (24AWG)

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Cabos Metálicos de Cobre (Norma ANSI/TIA-568-C.2) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Meio de Transmissão Meio de transmissão é o caminho físico (enlace)

Leia mais

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Setembro 2006 Conceitos fundamentais Evolução das Redes (parte I) Sumário???? Módulo I: Conceitos fundamentais Evolução das redes Tipos de Redes Sistemas de Cablagem

Leia mais

VLAN - Virtual LAN. Objectivo

VLAN - Virtual LAN. Objectivo Virtual LAN (VLAN) VLAN - Virtual LAN Objectivo Criação de redes locais virtuais sobre uma rede local física composta por um ou mais equipamentos activos Vários domínios de broadcast num (ou mais) switch

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 04. Meios Físicos de Transmissão Prof. Ronaldo Introdução n

Leia mais

E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO

E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO Alexsandra Corrêa da Rosa Andresa Cordeiro da Silva Gabrielly Duarte da Silveira Pamela da Silveira Barreto Pelotas, 2013 Alexsandra Corrêa da Rosa Andresa Cordeiro

Leia mais

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Projecto de Redes para uma Indústria Têxtil

Projecto de Redes para uma Indústria Têxtil UNIVERSIDADE DE COIMBRA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA Departamento de Engenharia Informática Projecto de Redes para uma Indústria Têxtil Engenharia de Redes 2000/2001 Ivo Alexandre Seixas Matos Esteves

Leia mais

16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira

16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira 16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira Manual de Utilizador Certificação Declaração FCC Este equipamento foi testado e comprovado estar em conformidade

Leia mais

Padrão Ethernet. Características Gerais

Padrão Ethernet. Características Gerais O padrão ethernet surgiu em 1972 nos laboratórios da Xerox, com o pesquisador Robert Metcalfe. Inicialmente utilizava uma rede onde todas as estações(lans) compartilhavam do mesmo meio de transmissão,

Leia mais

Aviso antes da instalação. Verifi que o conteúdo da embalagem PT - 71. Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos.

Aviso antes da instalação. Verifi que o conteúdo da embalagem PT - 71. Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. 5000020G Aviso antes da instalação Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. Não coloque a Câmara de Rede em superfícies instáveis. Não introduza nenhum objecto dentro da Câmara

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC MXU VERSÃO 1.0 12 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização

Leia mais

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

JUL / 04 FOUNDATION S W 7 0 0 M P

JUL / 04 FOUNDATION S W 7 0 0 M P JUL / 04 FOUNDATION S W 7 0 0 M P smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços estão disponíveis em nosso site.

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Metro-Ethernet (Carrier Ethernet) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Ethernet na LAN www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO)

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE ES CNPJ 27.174.101/0001-35 ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO) ERRATA PP 055/2013 - ANEXO I - (MODELO) PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE/ES LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 055/2013 FOLHA 2 PROPOSTA Item Descrição do Objeto Qtd. Unid. Preço Valores Estimados

Leia mais

Ponte Media Converter. 10/100Base-TX para 100Base-FX. TP-to-ST/SC/VF-45/MT-RJ. Manual do usuário

Ponte Media Converter. 10/100Base-TX para 100Base-FX. TP-to-ST/SC/VF-45/MT-RJ. Manual do usuário 1 Visão geral Ponte Media Converter 1. Visão Geral 10/100Base-TX para 100Base-FX TP-to-ST/SC/VF-45/MT-RJ Manual do usuário IEEE802.3 / u Ethernet suporta dois tipos de mídia para a conexão de rede, como

Leia mais

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem Redes de Computadores Sistemas de cablagem Sumário! Sistemas de cablagem: Normalização Estrutura Tipos de cablagem e comprimentos Dimensionamento Componentes 2 Sistemas de cablagem! Devem ser instalados

Leia mais

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento de Rede Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento Cabo Coaxial; Cabo Par Trançado; Cabo de Fibra Óptica. Cabo Coaxial Um dos primeiros cabos utilizados em

Leia mais

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial.

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial. Topologia É um diagrama que descreve como os elementos de uma rede estão interligados. Esses elementos são chamados de NÓS, e podem ser computadores, impressoras e outros equipamentos. 1 Topologias de

Leia mais

Redes de Alta Velocidade

Redes de Alta Velocidade Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Redes de Alta Velocidade IEEE 802.3z e IEEE 802.3ab Gigabit Ethernet Parte I IEEE 802.3 Ethernet Parte II IEEE 802.3u Fast Ethernet

Leia mais

Redes 1º Semestre. Prof: Eduardo Monks Alunos: André Barbieri Diego Costa

Redes 1º Semestre. Prof: Eduardo Monks Alunos: André Barbieri Diego Costa Redes 1º Semestre Prof: Eduardo Monks Alunos: André Barbieri Diego Costa DATA: 18/04/2011 Contratante: Ademar de Barros Jr. Dispositivos e infraestrutura Equipamento Unidade Valor Unitário Total Placa

Leia mais

Descritivo Técnico AirMux-400

Descritivo Técnico AirMux-400 Multiplexador Wireless Broadband Principais Características Rádio e Multiplexador wireless ponto-a-ponto com interface E1 e Ethernet; Opera na faixa de 2.3 a 2.5 Ghz e de 4.8 a 6 Ghz; Tecnologia do radio:

Leia mais

Linha Embutida de Fácil Acesso

Linha Embutida de Fácil Acesso Emb. Fácil Acesso Linha Embutida de Fácil Acesso Linha Embutida de Fácil Acesso Calha de piso... 47 Derivações... 49 Calha de piso para mobiliário... 50 O sistema de calha de piso é utilizado em ambientes

Leia mais

Redes 10 Gigabit Ethernet

Redes 10 Gigabit Ethernet Redes 10 Gigabit Ethernet Ederson Luis Posselt 1, Joel Henri Walter 2 1 Instituto de Informática Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) Bairro Universitário na Av. Independência 2293 Santa Cruz do Sul

Leia mais

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes

Infra-Estrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Infra-Estrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Ementa 1 Apresentação

Leia mais