Eficiência Energética como Vantagem Competitiva. São Paulo, 02 Dezembro 2014 Paulo Miotto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eficiência Energética como Vantagem Competitiva. São Paulo, 02 Dezembro 2014 Paulo Miotto"

Transcrição

1 Eficiência Energética como Vantagem Competitiva São Paulo, 02 Dezembro 2014 Paulo Miotto

2 Cenário Global Cenário Global Energia é considerada de importância estratégica para cerca de 40% da atividade econômica mundial (1)

3 Cenário Global Eficiência Energética está se tornando cada vez mais crítica, basicamente por 3 razões (2) : Aumento crescente dos preços dos combustíveis fósseis Metas e políticas para redução dos GEE Concentração geográfica de combustíveis fósseis

4 Cenário Brasileiro Eficiência Energética intrinsecamente considerada no Plano Decenal de Energia (PDE 2021 (3) ), sendo o setor industrial responsável por uma conservação de: 6,9% em relação à demanda final de energia prevista para ,5% em relação à demanda final de eletricidade prevista para 2021

5 Suporte Governamental (6) Linhas de financiamento de projetos de eficiência energética e inovação em eficiência energética BNDES / Proesco FINEP - Fundos Setorias (CT Energ / CT Petro), Inova Brasil, Inova Energia Lei do Bem nº Embrapii / Senai / CNI Parcerias internacionais Alemanha / Estados Unidos / Reino Unido, etc PROCEL / CONPET / PBE-INMETRO Lei P&D e Eficiência Energética pelas distribuidoras

6 Uma questão importante... Se temos financiamentos governamentais, alguns programas implantados, parcerias internacionais... Por que ainda temos tão pouco casos de sucesso no Brasil?

7 Eficiência Energética Vantagem Competitiva Gestão Estratégica de Energia

8 * Período de 2-3 anos

9 Casos de Sucesso Internacionais (5)

10 Exemplo de Estratégia de Longo Prazo

11 Exemplo de um Programa de Eficiência Energética Comprometimento da Liderança TREINAMENTOS WEBINARS WORKSHOPS CASE STUDIES SHAREPOINT DE EE CAMPANHAS ENERGY ASSESSMENTS ENERGY KAIZENS ASSISTÊNCIA CONTÍNUA MELHORES PRÁTICAS PORTFÓLIO DE PROJETOS METAS REDUÇÃO SISTEMA DE REPORTES RECONHECIMENTO POLÍTICA DE ENERGIA COMPROMETIMENTO LIDERANÇA ORGANIZAÇÃO CORPORATIVA PONTOS FOCAIS DE ENERGIA INTERAÇÕES EXTERNAS REDE DE ESPECIALISTAS INTERNOS

12 Treinamentos Estruturados Estudos de Caso Informativos Outdoors & Banners

13 Wall Paper & Logotipo Cartazes Wall Paper & Logotipo

14 Exemplo de Programa de Eficiência Energética TREINAMENTOS WEBINARS WORKSHOPS CASE STUDIES SHAREPOINT DE EE CAMPANHAS ENERGY ASSESSMENTS ENERGY KAIZENS ASSISTÊNCIA CONTÍNUA MELHORES PRÁTICAS PORTFÓLIO DE PROJETOS METAS REDUÇÃO SISTEMA DE REPORTES RECONHECIMENTO POLÍTICA DE ENERGIA COMPROMETIMENTO LIDERANÇA ORGANIZAÇÃO CORPORATIVA PONTOS FOCAIS DE ENERGIA INTERAÇÕES EXTERNAS

15 Trabalhos de Campo HYDRO-ALUNORTE // Human Resources Areas to be covered Local Plant Experts External Specialist Team Leader Teams Name Time Name Time Name Time Team 1 - Steam & Cogen System Rodrigo -- Boilers Rodrigues / -- TG's Bruno Frazão / -- Steam distribution lines Evilácio Teixeira -- Traps 3-5 days Greg Harrell 5 days Rodrigo 5 days Team 2 - Large Machines (Compressed Air, Pumps, Fans, Motors) -- Compressors house & air lines Sidnei Santos, Wildemar -- Pumps, Fans, Motors for Digestion Hugo Costa, Glenn 3-5 days 5 days (comp/fans)/ -- Pumps, Fans, Motors for Filtering System Wildemar Freire Cunningham Sidnei (motors) -- Pumps, Fans, Motors for Precipitaion e Elson Santos 5 days -- Pumps, Fans, Motors for Calcination Team 3 - Processes Streams (Load curves & loss bridges) Enio Silva -- Diggestion & Filtration (Digestão), -- Preciptation Adjane Sousa -- Calcination (Precipitação), Giselle Magalhães 3-5 days João Luis Costa 5 days Enio 5 days (Calcinação), Alípio Júnior (Filtração) e Assessment Coordination Plant SPA External Coordination Felipe Picanço = full time Paulo Miotto = full time Time * Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Feb, 17 Feb, 18 Feb, 19 Feb, 20 Feb, 21 07:00 Departure from hotel Departure from hotel Departure from hotel Departure from hotel Departure from hotel 07:30 Meet at main entrance Meet at main entrance Meet at main entrance Meet at main entrance Meet at main entrance 08:00 08:30 Meet at conference room 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 Welcome & Personal Introduction (Joel Camara) Agenda and assessment method (Paulo Miotto) Split teams (Felipe Picanço) Felipe e Paulo Miotto 13:00 Lunch Lunch 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 Fieldwork Best Practice + Analyze existing energy ideas and projects Fieldwork Fieldwork HYDRO-ALUNORTE Energy Assessment - Feb, 17th-21st Fieldwork Mid-week review (all leadership must be present) Fieldwork Fieldwork OPTIONAL: Training Session of Compressed Air & Pumping Systems Lunch Fieldwork Dry run for presentation with teams Close out meeting - preliminary results presentation (all leadership must be present) Departure to airport

16

17

18 Exemplo de Programa de Eficiência Energética TREINAMENTOS WEBINARS WORKSHOPS CASE STUDIES SHAREPOINT DE EE CAMPANHAS ENERGY ASSESSMENTS ENERGY KAIZENS ASSISTÊNCIA CONTÍNUA MELHORES PRÁTICAS PORTFÓLIO DE PROJETOS METAS REDUÇÃO SISTEMA DE REPORTES RECONHECIMENTO POLÍTICA DE ENERGIA COMPROMETIMENTO LIDERANÇA ORGANIZAÇÃO CORPORATIVA PONTOS FOCAIS DE ENERGIA INTERAÇÕES EXTERNAS

19 Estrutura Interna

20 Network Externo

21 Exemplo de Programa de Eficiência Energética TREINAMENTOS WEBINARS WORKSHOPS CASE STUDIES SHAREPOINT DE EE CAMPANHAS ENERGY ASSESSMENTS ENERGY KAIZENS ASSISTÊNCIA CONTÍNUA MELHORES PRÁTICAS PORTFÓLIO DE PROJETOS METAS REDUÇÃO SISTEMA DE REPORTES RECONHECIMENTO POLÍTICA DE ENERGIA COMPROMETIMENTO LIDERANÇA ORGANIZAÇÃO CORPORATIVA PONTOS FOCAIS DE ENERGIA INTERAÇÕES EXTERNAS

22 Lista de Projetos a serem executados

23

24 Exemplos de Resultados Alcançados Após Implantação de um Programa Estruturado de Eficiência Energética

25

26

27

28

29 Contact: Paulo Miotto

Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais

Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais Agenda 1 2 3 4 5 Panorama sobre eficiência energética Eficiência energética nas políticas nacionais das maiores economias mundiais Políticas brasileiras de eficiência energética Eficiência energética na

Leia mais

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Brasília 22 de março o de 2009 Inovação Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural. Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com.

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural. Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com. COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Ar Condicionado e Cogeração a Gás Natural Alexandre Breda Gerente de Climatização e Cogeração abreda@comgas.com.br - Outubro 2009-1 1 AGENDA 1. Up to Date Ar Condicionado

Leia mais

SEMANA FIESP CIESP DE MEIO AMBIENTE. A Política de Desenvolvimento Produtivo e a Produção Sustentável. São Paulo, 04 de junho de 2008

SEMANA FIESP CIESP DE MEIO AMBIENTE. A Política de Desenvolvimento Produtivo e a Produção Sustentável. São Paulo, 04 de junho de 2008 SEMANA FIESP CIESP DE MEIO AMBIENTE A Política de Desenvolvimento Produtivo e a Produção Sustentável São Paulo, 04 de junho de 2008 SUSTENTABILIDADE X DEMANDAS DO CRESCIMENTO ECONÔMICO 2 Matriz Energética

Leia mais

Abrangência do Programa de Expansão do ITA

Abrangência do Programa de Expansão do ITA Abrangência do Programa de Expansão do ITA Programa de Expansão do ITA EDUCAÇÃO (Ensino e Pesquisa) INOVAÇÃO (P,D & I) Projetos Cooperações ITA Projeto Cooperações Infraestrutura 5 IFES Centro de Inovação

Leia mais

Mil. Master in international leadership. educação executiva. Barcelona, espanha 2015

Mil. Master in international leadership. educação executiva. Barcelona, espanha 2015 Mil Master in international leadership educação executiva Barcelona, espanha 2015 57ª melhor escola do mundo 23ª melhor da Europa 4ª melhor da Espanha 59ª melhor escola do mundo 6ª melhor da América Latina

Leia mais

Ações ABESCO e ANEEL para Fortalecimento do Mercado de Eficiência Energética. Reive Barros dos Santos Diretor

Ações ABESCO e ANEEL para Fortalecimento do Mercado de Eficiência Energética. Reive Barros dos Santos Diretor Ações ABESCO e ANEEL para Fortalecimento do Mercado de Eficiência Energética Reive Barros dos Santos Diretor São Paulo - SP 26 de agosto de 2015 Missão Proporcionar condições favoráveis para que o mercado

Leia mais

2013 ANNUAL ADVOCACY MISSION

2013 ANNUAL ADVOCACY MISSION 2013 ANNUAL ADVOCACY MISSION November 4-7, 2013 Brasília, Brazil Monday, November 4 AGENDA *Updated on November 6, 2013 Arrival in Brasília Taxis are available at airport. SHTN, Trecho 01 - Conj. 1B, Bloco

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA Legenda: Branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho

Leia mais

Inovação no Brasil nos próximos dez anos

Inovação no Brasil nos próximos dez anos Inovação no Brasil nos próximos dez anos XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas XVIII Workshop ANPROTEC Rodrigo Teixeira 22 de setembro de 2010 30/9/2010 1 1 Inovação e

Leia mais

NUCLEARINSTALLATIONSAFETYTRAININGSUPPORTGROUP DISCLAIMER

NUCLEARINSTALLATIONSAFETYTRAININGSUPPORTGROUP DISCLAIMER NUCLEARINSTALLATIONSAFETYTRAININGSUPPORTGROUP DISCLAIMER Theinformationcontainedinthisdocumentcannotbechangedormodifiedinanywayand shouldserveonlythepurposeofpromotingexchangeofexperience,knowledgedissemination

Leia mais

Sistemas de Gestão de Energia

Sistemas de Gestão de Energia Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas Sistemas de Gestão de Energia 25 de Janeiro de 2013 Sistemas de Gestão de Energia Agenda: Gestão de Energia, porquê? Objetivos dos Sistemas de Gestão

Leia mais

16 Eficiência Energética

16 Eficiência Energética 16 Eficiência 412 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Contextualização A eficiência energética pode ser definida como o desempenho de conversão de um sistema energético. Em outras palavras, representa o quanto de energia

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE LÍDERES E GESTORES. Práticas de Gestão e Condução de Pessoas

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE LÍDERES E GESTORES. Práticas de Gestão e Condução de Pessoas PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE LÍDERES E GESTORES Práticas de Gestão e Condução de Pessoas Gestão, Liderança e Pessoas Um Programa de Desenvolvimento de Gestores focado nas Peculiaridades e Necessidades

Leia mais

eficiência energética na indústria:

eficiência energética na indústria: Brasília, agosto de 2009 eficiência energética na indústria: o que foi feito no Brasil, oportunidades de redução de custos e experiência internacional Apresentação A Confederação Nacional da Indústria

Leia mais

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr Rio de Janeiro RJ Brazil ORGANIZER Confederação Brasileira de Judô Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro

Leia mais

A Gestão da Energia & O impacto nas mudanças climáticas. Agosto - 2015. Alberto J. Fossa

A Gestão da Energia & O impacto nas mudanças climáticas. Agosto - 2015. Alberto J. Fossa A Gestão da Energia & O impacto nas mudanças climáticas Agosto - 2015 Alberto J. Fossa eficiência energética & mudanças climáticas gestão da energia & eficiência energética movimentos internacionais de

Leia mais

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001

Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 Desafios para Implementação da Gestão de Energia Dificuldades e incentivos para implementar a ISO 50.001 George Alves Soares Chefe da Assessoria Corporativa e de Novos Negócios em Eficiência Energética

Leia mais

New Trends in Management

New Trends in Management New Trends in Management Curso de Extensão no Exterior Laboratório de Vivências Internacionais (LVI) LEICI/FCA/Unicamp ESTADOS UNIDOS University of Notre Dame, Indiana, Fevereiro de 2015 1 Características

Leia mais

DHL GLOBAL FORWARDING

DHL GLOBAL FORWARDING DHL GLOBAL FORWARDING Plano de Contingência World Cup 2014 Name of the presenter 1 DHL Global Forwarding Brazil 2014 V1.0 PLANO DE CONTINGÊNCIA WORLD CUP 2014 - BRASIL Apresentação das ações internas desenvolvidas

Leia mais

O Hotel. Lazer e serviços. Events. Contato. The Hotel. Features. Contacts

O Hotel. Lazer e serviços. Events. Contato. The Hotel. Features. Contacts O Hotel The Hotel Bem vindo ao H Niteróí,o maior e mais moderno hotel da cidade. Welcome to H Niterói, the largest and most modern hotel of Niterói Lazer e serviços Features Eventos Events Contato Contacts

Leia mais

Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI!

Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI! Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI! 1 É preciso elevar a produtividade da economia brasileira (Fonte: BID ECLAC, Índice 1980=100) Produtividade na Ásia (média

Leia mais

2º C o C n o g n r g esso o Br B asil-al A ema m nh n a h de d En E e n rgi g as

2º C o C n o g n r g esso o Br B asil-al A ema m nh n a h de d En E e n rgi g as 2º Congresso Brasil-Alemanha de Energias Renováveis e Eficiência Energética - Effizienz ISO 50001: cenário mundial e brasileiro George Alves Soares São Paulo, 02 de dezembro de 2014 Principais Funções

Leia mais

Eficiência Energética Aplicada na Indústria. Dr. Pedro Magalhães Sobrinho

Eficiência Energética Aplicada na Indústria. Dr. Pedro Magalhães Sobrinho Eficiência Energética Aplicada na Indústria Dr. Pedro Magalhães Sobrinho Eficiência 1 - Virtude de se obter um determinado efeito. 2 - Atitude, competência, eficácia em um cargo que se ocupa ou trabalho

Leia mais

Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná

Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA Custo da energia elétrica no Brasil é um dos mais caros do mundo. Crescimento

Leia mais

Núcleo de Inovação e Empreendedorismo. CRI Nacional. Relatório de Evento 11 de Dezembro de 2013

Núcleo de Inovação e Empreendedorismo. CRI Nacional. Relatório de Evento 11 de Dezembro de 2013 Data Núcleo de Inovação e Empreendedorismo CRI Nacional Relatório de Evento 11 de Dezembro de 2013 Encontro do CRI Nacional 11 de Dezembro de 2013 Cenários Econômicos e Impactos para a Inovação em 2014

Leia mais

Desafio de Inovar no Brasil. I CIMES Abril 2012

Desafio de Inovar no Brasil. I CIMES Abril 2012 Desafio de Inovar no Brasil I CIMES Abril 2012 Grupo Dabi Atlante S.A 66 anos Controle Nacional Familiar Focada em Soluções para a Saúde Informações relevantes : Líder do mercado no brasileiro de equipamentos.

Leia mais

U.S.-Brazil Business Mission

U.S.-Brazil Business Mission U.S.-Brazil Business Mission August 28 - September 2, 2011 and Brazil MISSION DESCRIPTION The Brazil U.S. Business Council, with its partners the International Trade Administration, the American Chamber

Leia mais

Política de Responsabilidade Social e Ambiental do BNDES: Uma Agenda de Trabalho para o Desenvolvimento Sustentável

Política de Responsabilidade Social e Ambiental do BNDES: Uma Agenda de Trabalho para o Desenvolvimento Sustentável Responsabilidade Social e Ambiental do BNDES: Uma Agenda de Trabalho para o Desenvolvimento Sustentável Linha do Tempo BNDES - Destaques 1986 Criação do Programa de Conservação do Meio Ambiente 2003 Projeto

Leia mais

Seminário Sustentabilidade

Seminário Sustentabilidade Seminário Sustentabilidade AMCHAM Modalidade ELIS - Estratégia, Liderança e Inovação em Sustentabilidade Case: Sustentabilidade na Schneider Electric Brasil. Categoria Produto Case: VillaSmart Frente às

Leia mais

Curso de Verão na University of Bridgeport Intercâmbio. Apresentação do Programa

Curso de Verão na University of Bridgeport Intercâmbio. Apresentação do Programa Curso de Verão na Intercâmbio Apresentação do Programa Índice Parceria entre e Centro Universitário Senac 3 4 O Curso 5 Público Alvo 5 Material e Metodologia utilizado no curso 5 Período e Local de realização

Leia mais

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com.

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com. 2015 Apresentação Institucional Apresentação Formada por profissionais qualificados que atuam no mercado desde 2007, a Projexa oferece soluções em Automação de Processos Industriais e Eficiência Energética.

Leia mais

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015

O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil. Mario Lima Maio 2015 O Mercado de Energias Renováveis e o Aumento da Geração de Energia Eólica no Brasil Mario Lima Maio 2015 1 A Matriz Energética no Brasil A base da matriz energética brasileira foi formada por recursos

Leia mais

THINKING SOCIAL TECHNOLOGIES RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

THINKING SOCIAL TECHNOLOGIES RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS THINKING SOCIAL TECHNOLOGIES RELATÓRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2 CONTATOS DIREÇÃO NACIONAL DO PROJETO + 55 61 2020.4906/4928/5082/4134 CONTATO@DIALOGOSSETORIAIS.ORG WWW.DIALOGOSSETORIAIS.ORG 3 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...

Leia mais

Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos

Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos 1 Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos António Farinha, Managing Partner São Paulo, 11 de junho de 2012 2 As medidas do Sustainable Energy for All endereçam as

Leia mais

Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program. Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar

Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program. Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar 1 Working Document/ Documento Preliminar This is a working document for interaction

Leia mais

IBM Solutions Center São Paulo

IBM Solutions Center São Paulo IBM Solutions Center São Paulo IBM Solutions Center A IBM está estabelecida há mais de 90 anos no Brasil e é um dos grandes motores do desenvolvimento da tecnologia de informação aplicada aos negócios.

Leia mais

THE COACHING CLINIC COMPETÊNCIAS DE COACHING CORPORATIVO PARA EXECUTIVOS E COACHES

THE COACHING CLINIC COMPETÊNCIAS DE COACHING CORPORATIVO PARA EXECUTIVOS E COACHES THE COACHING CLINIC COMPETÊNCIAS DE COACHING CORPORATIVO PARA EXECUTIVOS E COACHES CORPORATE COACH U Referência mundial em Coach Corporativo foi a escolha natural da Pro-Fit no momento de trazer para a

Leia mais

Dimensão Mudanças Climáticas

Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas Dimensão Mudanças Climáticas 2 Sumário CRITÉRIO I POLÍTICA... 3 INDICADOR 1. COMPROMISSO, ABRANGÊNCIA E DIVULGAÇÃO... 3 CRITÉRIO II GESTÃO... 5 INDICADOR 2. RESPONSABILIDADE...

Leia mais

Antonio Barbosa - IPAF

Antonio Barbosa - IPAF INSTRUTORES E REUNIÃO GERAL DE MEMBROS DA DO BRASIL PROGRAMA DIA 17.01.2013 08.45-09.00 Recepção e distribuição de material aos participantes 09.00-09.15 Boas vindas aos participantes e apresentação dos

Leia mais

Sistemas para Gestão e Inovação

Sistemas para Gestão e Inovação Sistemas para Gestão e Inovação empresa A ACCION é uma empresa de software, inovação, relacionamento e suporte à gestão. O nome ACCION, tem origem na vocação de nossa empresa: AÇÃO! Nos segmentos que atuamos,

Leia mais

Eficiência Energética em Edificações

Eficiência Energética em Edificações 1 Eficiência Energética em Edificações SUSTENTABILIDADE: NOVOS DESAFIOS E OPORTUNIDADES Maio, 2015 Paula Baratella, arq. MSc. Arquiteta e Urbanista e Mestre em Eng. Civil- UNICAMP Analista de Infraestrutura

Leia mais

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Encontro de Lideranças 2011 Sistema CONFEA/CREA s Departamento de Desenvolvimento Energético

Leia mais

MSc FINANCE FIELD TRIP TO FRANKFURT

MSc FINANCE FIELD TRIP TO FRANKFURT MSc FINANCE FIELD TRIP TO FRANKFURT 9-13 APRIL 2014 SUMMARY TIMETABLE BY THE HOUR Wednesday, 9 April 2014 Time Event 09:30 Check in at the airport, Lisbon 12:15 Flight LH1167 to Frankfurt 16:15 Arrival

Leia mais

Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial. Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887

Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial. Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887 Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887 COGEN Associação da Indústria de Cogeração de Energia A COGEN Associação

Leia mais

CDP - SUPPLY CHAIN BRASIL DESAFIOS E CONQUISTAS - 2014 BUSINESS CASES

CDP - SUPPLY CHAIN BRASIL DESAFIOS E CONQUISTAS - 2014 BUSINESS CASES CDP - SUPPLY CHAIN BRASIL DESAFIOS E CONQUISTAS - 2014 BUSINESS CASES Profa. Dra. Priscila Borin de Oliveira Claro priscila.claro@insper.edu.br 05/02/2015 Apoio: Agenda Apresentação Parceria CDP e Insper

Leia mais

A Mobilização Empresarial pela Inovação: síntese dos trabalhos e principais resultados

A Mobilização Empresarial pela Inovação: síntese dos trabalhos e principais resultados A Mobilização Empresarial pela Inovação: síntese dos trabalhos e principais resultados Pedro Wongtschowski São Paulo - 4/2/2011 CNI e vários líderes empresariais fizeram um balanço crítico da agenda empresarial

Leia mais

Empresas e as mudanças climáticas

Empresas e as mudanças climáticas Empresas e as mudanças climáticas O setor empresarial brasileiro, por meio de empresas inovadoras, vem se movimentando rumo à economia de baixo carbono, avaliando seus riscos e oportunidades e discutindo

Leia mais

3a CONFERE NCIA DO CONSO RCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAC A O E EMPREENDEDORISMO Poli ticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo Mesa 3:

3a CONFERE NCIA DO CONSO RCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAC A O E EMPREENDEDORISMO Poli ticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo Mesa 3: 3a CONFERE NCIA DO CONSO RCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAC A O E EMPREENDEDORISMO Poli ticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo Mesa 3: Startups:Funding and Financing /Investimento e Financiamento

Leia mais

Visit to Brazil 2-6 November 2015 Draft Programme for Belo Horizonte / Brasília

Visit to Brazil 2-6 November 2015 Draft Programme for Belo Horizonte / Brasília European Parliament 2014-2019 Delegation for relations with the Federative Republic of Brazil Visit to Brazil 2-6 November 2015 Draft Programme for Belo Horizonte / Brasília Version 26/10/2015 Monday,

Leia mais

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos Este curso é ideal para quem está buscando sólidos conhecimentos em como desenvolver com sucesso um projeto de BPM. Maurício Affonso dos

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

O Profissional de TI do Futuro Por Rodrigo Ambros

O Profissional de TI do Futuro Por Rodrigo Ambros O Profissional de TI do Futuro Por Rodrigo Ambros Agenda! cenário atual e em áreas específicas:! tecnologia! negócios! Humana! Demandas e Escolhas! Planejamento Estratégico pessoal Cenário Atual Mudanças?

Leia mais

MUSEUM MEDIATORS EUROPEAN CONFERENCE

MUSEUM MEDIATORS EUROPEAN CONFERENCE MUSEUM MEDIATORS EUROPEAN CONFERENCE Museu do Trajo - São Brás de Alportel 16-17 de September PORTUGAL Na área da cultura, a criatividade desempenha um papel fundamental na sociedade europeia tocando muitas

Leia mais

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE Energia e Tecnologias Limpas DENE A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) criada em 24 de julho de 1967. Seu objetivo é atuar em toda a cadeia

Leia mais

A Atuação da Finep em Energia e Tecnologias Limpas DENE

A Atuação da Finep em Energia e Tecnologias Limpas DENE A Atuação da Finep em Energia e Tecnologias Limpas DENE Agenda FINEP Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE Programas Setoriais Inova Energia A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada

Leia mais

Shanghai. Jiao Tong University PARCERIAS INTERNACIONAIS

Shanghai. Jiao Tong University PARCERIAS INTERNACIONAIS Shanghai Jiao Tong University PARCERIAS INTERNACIONAIS Sumário B.I. International Universidade O Programa Certificação Temas abordados Corpo docente Coordenação do Programa Organização Programação Prevista

Leia mais

Apresentação Institucional. Clientes Parceiros Fornecedores Consultores

Apresentação Institucional. Clientes Parceiros Fornecedores Consultores Apresentação Institucional Clientes Parceiros Fornecedores Consultores Identidade Corporativa MISSÃO Desenvolver soluções criativas e inovadoras que viabilizem a execução da estratégica do cliente no mercado

Leia mais

Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001?

Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001? Oportunidades e desafios na expansão da oferta e no uso da energia - recursos, tecnologia e gestão Gestão de Desempenho no Uso de Energia: o Brasil está pronto para a ISO 50001? São Paulo, 27 de novembro

Leia mais

Modelo de Plano de Negócios

Modelo de Plano de Negócios EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA CONJUNTA ANEEL / BNDES / FINEP DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO SETOR ELÉTRICO INOVA ENERGIA 01/2013 Modelo de Plano de Negócios Junho - 2013-1 - Introdução Este documento tem

Leia mais

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 O momento e as tendências Fundamentos macroeconômicos em ordem Mercados de crédito e de capitais em expansão Aumento do emprego

Leia mais

Política de Eficiência Energética das empresas Eletrobras

Política de Eficiência Energética das empresas Eletrobras Política de Eficiência Energética das empresas Eletrobras dezembro 2012 Política de Eficiência Energética das empresas Eletrobras Política de Eficiência Energética das empresas Eletrobras 5 I. O público-alvo

Leia mais

Como empresas e instituições financeiras juntaram esforços para avançar no financiamento de projetos sustentáveis no Brasil Maria Eugênia Taborda

Como empresas e instituições financeiras juntaram esforços para avançar no financiamento de projetos sustentáveis no Brasil Maria Eugênia Taborda Como empresas e instituições financeiras juntaram esforços para avançar no financiamento de projetos sustentáveis no Brasil Maria Eugênia Taborda Presidente da Câmara Temática de Finanças Sustentáveis

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

IV Fórum Governamental de Gestão Ambiental na Administração Pública. Painel 4 Sustentabilidade no Setor Público. Brasília, 01º de dezembro de 2009

IV Fórum Governamental de Gestão Ambiental na Administração Pública. Painel 4 Sustentabilidade no Setor Público. Brasília, 01º de dezembro de 2009 IV Fórum Governamental de Gestão Ambiental na Administração Pública Painel 4 Sustentabilidade no Setor Público Brasília, 01º de dezembro de 2009 Márcio Luiz de Albuquerque Oliveira Coordenador-Geral de

Leia mais

2011/2014. Medidas. Agendas Estratégicas Setoriais. medidas em destaque. Estímulos ao Investimento e à Inovação Comércio Exterior

2011/2014. Medidas. Agendas Estratégicas Setoriais. medidas em destaque. Estímulos ao Investimento e à Inovação Comércio Exterior Medidas Estímulos ao Investimento e à Inovação Comércio Exterior Plano Competitividade Brasil Exportadora Maior Financiamento à Exportação 2011/2014 Defesa Comercial Defesa da Indústria e do Mercado Interno

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora.

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora. CURRICULUM VITAE Nome: Nuno Miguel de Campos Matos Vaz Neto Morada: Rua João de Oliveira Miguens, 5-5º C Código Postal e Localidade: 1350-187 Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Telefone: +351917765911 E-mail:

Leia mais

JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO

JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO JULIETA ALCIATI DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES COM O MERCADO Agenda Introdução Definição dos limites de um inventário de emissões de Gases de Efeito Estufa Limites Operacionais Identificando e Calculando emissões

Leia mais

AGENDA SOBRE A ENDEAVOR SOBRE O PAIIPME BUSCA E SELEÇÃO SERVIÇOS A EMPREENDEDORES PRÓXIMOS PASSOS - OBJETIVOS - ESTRATÉGIA DE OPERAÇÃO

AGENDA SOBRE A ENDEAVOR SOBRE O PAIIPME BUSCA E SELEÇÃO SERVIÇOS A EMPREENDEDORES PRÓXIMOS PASSOS - OBJETIVOS - ESTRATÉGIA DE OPERAÇÃO PAIIPME AGENDA SOBRE A ENDEAVOR SOBRE O PAIIPME - OBJETIVOS - ESTRATÉGIA DE OPERAÇÃO BUSCA E SELEÇÃO - AUMENTO DA PROSPECÇÃO E SELEÇÃO SERVIÇOS A EMPREENDEDORES - AUMENTO DA COMPETITIVIDADE - INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais. Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil

Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais. Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil Carlos Arruda Erika Barcellos Cleonir Tumelero Agenda Abertura e apresentação

Leia mais

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio

IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio IBM MobileFirst: Identificando e Capturando novas oportunidades de negócio Eduardo Macedo Curro Gerente de Soluções de Mobilidade 2014 IBM Corporation 1 Quais são as principais tendências do mercado de

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

Gestão da Inovação - CEMIG. Arlindo Porto Neto Diretor Vice-Presidente (DVP) Data:03/06/2011

Gestão da Inovação - CEMIG. Arlindo Porto Neto Diretor Vice-Presidente (DVP) Data:03/06/2011 Gestão da Inovação - CEMIG Arlindo Porto Neto Diretor Vice-Presidente (DVP) Data:03/06/2011 Sustentabilidade Mineirão Solar Cemig classificada no Índice Dow Jones de Sustentabilidade DJSI World nos últimos

Leia mais

1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade

1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade 1º Simpósio sobre Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade Painel Parcerias A importância das parcerias entre instituições na implantação de normas e regulamentos Rio de Janeiro,

Leia mais

APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA. Consultora Independente de RH Novembro/2014

APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA. Consultora Independente de RH Novembro/2014 APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA Consultora Independente de RH Novembro/2014 Quem sou eu Psicóloga, Consultora de RH, Instrutora de treinamentos e Professora 8 anos de experiência em RH Pós-graduada

Leia mais

São Paulo, SP, Brasil. Enterprise Agreement

São Paulo, SP, Brasil. Enterprise Agreement Regional Seminar Series São Paulo, SP, Brasil 27 de outubro de 2010 Enterprise Agreement Claudio Muller & Fabio Santos Gerentes de Contas OSIsoft Brasil Empowering Business in Real Time. Copyright 2010,

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

Desafios para a energia eólica e outras fontes alternativas. Deputado Federal Paulo Teixeira

Desafios para a energia eólica e outras fontes alternativas. Deputado Federal Paulo Teixeira Desafios para a energia eólica e outras fontes alternativas Deputado Federal Paulo Teixeira Energias renováveis no Brasil e no mundo Fonte: Coordenação-Geral de Fontes Alternativas do Ministério de Minas

Leia mais

Eng. José Starosta. Aspectos Normativos e Legais da Eficiência Energética I

Eng. José Starosta. Aspectos Normativos e Legais da Eficiência Energética I Eng. José Starosta Aspectos Normativos e Legais da Eficiência Energética I MOTIVAÇÕES PARA EE: Consumo energia elétrica nacional e o PIB Quando inverteremos? Uso de térmicas faz governo bancar mais R$

Leia mais

Conferência Nacional para Energia Solar. Colóquio Solar. Colóquio e Conferência Nacional

Conferência Nacional para Energia Solar. Colóquio Solar. Colóquio e Conferência Nacional Colóquio e Conferência Nacional Encontro técnico-econômico para desenvolvimento e aplicação de projetos de energia solar na matriz energética brasileira Conferência Nacional para Energia Solar 28 de abril

Leia mais

Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014

Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014 II Seminário Brasileiro de Terras-Raras Plano Brasil Maior Inovar para competir. Competir para crescer. 2011/2014 Indústria de Terras Raras no Brasil Proposta de articulação empresarial para integração

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil. Richard Turner 28 de agosto de 2014

Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil. Richard Turner 28 de agosto de 2014 Como ter sucesso no matchmaking entre as PMEs brasileiras e britânicas UKTI no Brasil Richard Turner 28 de agosto de 2014 1 UK Trade & Investment (UKTI) UKTI é uma organização internacional que dá apoio

Leia mais

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012

SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 New Standards for Business SCORE INNOVATION Corporate Profile Luanda Maputo, 1 de Novembro 2012 Quem Somos A SCORE INNOVATION é uma empresa que tem como objecto social a prestação de serviços em consultoria,

Leia mais

Conferência Estadual Paulista de C&TI 12 de abril de 2010 Mesa 1: P&D no setor privado. Sistema de Inovação... Como chegar ao P&D?

Conferência Estadual Paulista de C&TI 12 de abril de 2010 Mesa 1: P&D no setor privado. Sistema de Inovação... Como chegar ao P&D? Conferência Estadual Paulista de C&TI 12 de abril de 2010 Mesa 1: P&D no setor privado Sistema de Inovação... Como chegar ao P&D? Ronald M. Dauscha Agenda - Foco em maturidade de inovação - Serviços para

Leia mais

DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS. Produção Sustentável

DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS. Produção Sustentável Destaques Estratégicos: projetos e iniciativas DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS Produção Sustentável 1 Produção Sustentável Situação atual - Pressão de consumidores e barreiras comerciais

Leia mais

PLANO DIRETOR 2014 2019

PLANO DIRETOR 2014 2019 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISA E INOVAÇÃO INDUSTRIAL EMBRAPII PLANO DIRETOR 2014 2019 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... 4 2. MISSÃO... 8 3. VISÃO... 8 4. VALORES... 8 5. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 8 6. DIFERENCIAIS

Leia mais

Incentivos a Economia de Baixo Carbono no Brasil: Vendo para Depois de 2020 Ronaldo Seroa da Motta ronaldo.seroa@ipea.gov.br

Incentivos a Economia de Baixo Carbono no Brasil: Vendo para Depois de 2020 Ronaldo Seroa da Motta ronaldo.seroa@ipea.gov.br Incentivos a Economia de Baixo Carbono no Brasil: Vendo para Depois de 2020 Ronaldo Seroa da Motta ronaldo.seroa@ipea.gov.br Workshop Fomento à Economia de Baixo Carbono e Crescimento Verde da Indústria

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 Quem disse que nada é impossível? Tem gente que faz isso todos os dias!. Alfred E. Newman O Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

Leia mais

Soluções Inovadoras em Polímeros

Soluções Inovadoras em Polímeros Soluções Inovadoras em Polímeros Credenciamento na ANP N 562/2015 Credenciado Centro Tecnológico de Polímeros Evolução para Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros 1992 a 2011 2000 a 2011

Leia mais

Programa de desenvolvimento de tecnologias de 2ª geração no PAISS. Carlos Eduardo Calmanovici Julho, 2012

Programa de desenvolvimento de tecnologias de 2ª geração no PAISS. Carlos Eduardo Calmanovici Julho, 2012 Programa de desenvolvimento de tecnologias de 2ª geração no PAISS Carlos Eduardo Calmanovici Julho, 2012 PAISS Etanol 2G 1. Motivação 2. Programa 2G 3. Perspectivas e discussão PAISS Etanol 2G 1. Motivação

Leia mais

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA 6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 O projeto Building SPP O projeto Building SPP da Unidade de Produção Consumo Sustentável do Laboratório Nacional de Energia e Geologia () tem como objetivo desenvolver

Leia mais

Roberto Strumpf 01.06.2011. Mensuração e Gestão de GEE

Roberto Strumpf 01.06.2011. Mensuração e Gestão de GEE Roberto Strumpf 01.06.2011 Mensuração e Gestão de GEE Conteúdo A economia de baixo carbono Mensuração de emissões Programa Brasileiro GHG Protocol Gestão de emissões Plataforma Empresas Pelo Clima Economia

Leia mais

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Dezembro/2011 Instrumentos da Política SocioAmbiental Linhas de Instituições Financiamento participantes da pesquisa Participação de

Leia mais

Roadmap Tecnológico para Produção, Uso Limpo e Eficiente do Carvão Mineral Nacional

Roadmap Tecnológico para Produção, Uso Limpo e Eficiente do Carvão Mineral Nacional Roadmap Tecnológico para Produção, Uso Limpo e Eficiente do Carvão Mineral Nacional Elyas Medeiros Assessor do CGEE Líder do Estudo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação

Leia mais

Fundamentos de comércio internacional para pequenas e médias empresas

Fundamentos de comércio internacional para pequenas e médias empresas Fundamentos de comércio para pequenas e médias empresas Bruno Roque Cignacco 1ª edição 2009 Fundamentos de comércio para pequenas e médias empresas Bruno Roque Cignacco Contador formado pela Faculdade

Leia mais

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR Programas mobilizadores em áreas estratégicas PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR Legenda: branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho

Leia mais

2013 Inventta Todos os direitos reservados.

2013 Inventta Todos os direitos reservados. Agenda Quem Somos Gerindo a Inovação nas Empresas Estímulos Governamentais à Inovação Resultados da pesquisa FDC/Inventta Conclusões O GRUPO A Inventta é uma consultoria especializada em gestão da inovação,

Leia mais