VOLTOU, MAS ESQUECEU

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VOLTOU, MAS ESQUECEU"

Transcrição

1 VOLTOU, MAS ESQUECEU

2

3 FLORENCE L. BARCLAY tradução de wallace leal v. rodrigues VOLTOU, MAS ESQUECEU

4 4ª edição exemplares Novembro de 2003 Planejamento gráfico: Equipe O Clarim Capa: Beato Ten Prenafeta Composto e Impresso: Gráfica da Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro Espírita O Clarim). Fone: (0XX16) Fax: (0XX16) C.G.C / Inscr. Est Rua Rui Barbosa, Cx. Postal, 09 CEP Matão - SP

5 VOLTOU, MAS ESQUECEU... Dados para catalogação na editora VOLTOU, MAS ESQUECEU... Florence L. Barclay 1ª edição: Agosto/ exemplares Matão/SP: Casa Editora O Clarim 128 páginas 14 x 21 cm ISBN CDD Índice para catálogo sistemático: Espiritismo Filosofia e Teoria Mediunidade Fenômenos Físicos Fenômenos Psíquicos Impresso no Brasil Presita en Brazilo

6 Título do original inglês: RETURNED EMPTY Outras obras da mesma autora: The Rosary The Mistress of Shenstone The Following of the Star Through the Postern Gate The Upas Tree The Broken Halo The Wall of Partition Shorter Works The White Ladies of Worcester Guy Mervyn

7 índice PREFÁCIO DO TRADUTOR CENA I FRÁGIL COMO CRISTAL...16 CENA II O ACOLHIMENTO INESPERADO...26 CENA III O VISITANTE ESPERADO...33 CENA IV ROMPEM-SE AS GRADES DA PRISÃO...37 CENA V ESPEREI TANTO TEMPO...40 CENA VI O PÔR-DO-SOL E A ESTRELA-DA-TARDE...43 CENA VII E DEPOIS AS TREVAS!...46 CENA VIII AMANHECE...74 CENA IX A VIGIA...81 CENA X QUANDO O QUE SURGIU DAS PROFUNDEZAS INFINITAS RETORNA OUTRA VEZ AO LAR...82 CENA XI MINHA VIDA PELA DELE!...88 CENA XII A FONTE SUBTERRÂNEA...92 CENA XIII TODAVIA CENA XIV NÃO HAJA TRISTEZA NOS ADEUSES CENA XV OS SEGREDOS DE NOSSOS CORAÇÕES CENA XVI QUEM ERA ELE? CENA XVII NO BOSQUE DE PINHEIROS CENA XVIII O LAR QUE ELA SONHOU CENA XIX A GRANDE OPORTUNIDADE CENA XX JÁ VOU!...120

8

9 PREFÁCIO DO TRADUTOR Estas páginas põem-nos em face de um dos mais belos romances até hoje escritos, tendo por tema a doutrina da reencarnação. Returned Empty, que traduzimos por Voltou, mas esqueceu, está longe, entretanto, da obra de ficção convencional. Em sua maior extensão é, antes, um demorado poema em prosa, um como que roteiro noturno entre névoas trágicas, em meio às quais, todavia, inesperadamente abrem-se rasgos luminosos de transfigurada e mágica beleza. Então desvendam-se horizontes carmesins e ouro, em glórias de pôr-de-sol e a claridade azul da Estrelada-tarde ilumina as páginas que se está a ler. Gaivotas tatalam asas entre gritos de prata, sobre a maré vazante, e o cheiro acre e doce dos fetos amassados alcança-nos o olfato. Bem no fundo, porém, se apurarmos os ouvidos, capturaremos o bimbalhar dos sinos dos afogados e são eles, esses sinos fantasmas, que atraem o homem solitário que vaga na noite em busca das lucilações que indicam o fogo das lareiras, a família e o Lar com que sonhara. Entretanto ele deve permanecer do lado de fora, apenas contemplando, e quando a porta se lhe abrir é para que comece o delírio longo, o pesadelo desperto, pois que ele voltara ao Lar, mas esquecera! Voltara, mas esquecera este é o tema do solene e fulgurante concerto que se inicia com a frase vaga e sonolenta: Uma ilimitada extensão de mar cor de opala, calma e sem ondas e segue num despertamento irreprimível para expirar no período conciso e definitivo, tomado de empréstimo a Robert Herrick: Mas a lua e noite, ambas, hão de solver-se num só dia sem fim. VOLTOU, MAS ESQUECEU 11

10 Florence L. Barclay improvisa dentro de um mistério inescrutável, pois que sua exegese se perdeu quando a laje de um túmulo em Limpsfield Court teve suas heras afastadas, abriu-se e se tornou a fechar. Diríamos que esta pequena obra-prima, construída na pauta das vidas sucessivas, está fadada à imortalidade. O bom gosto, a habilidade, a inspiração de suas vinte sôfregas cenas, foram capazes de um pequeno milagre. Em um país reconhecidamente adverso à idéia da reencarnação, Voltou, mas esqueceu publicado em junho de 1920, tem sido quase que anualmente reeditado, para atender a procura de um público de leitores talvez um dos mais exigentes do mundo. Trabalhamos sobre o lançamento de 1948 e à sua retaguarda há nada menos que dezesseis reedições. Quarenta e seis anos passados desde a afoita e arriscada iniciativa de seu primeiro lançamento, Voltou, mas esqueceu continua atual, fresco, com o seu alento, suas vívidas cores e o sopro vital das grandes histórias de amor que já foram escritas. Ainda hoje e seguramente por muito tempo ainda é bom que Florence L. Barclay continue a fazer o seu ardente apelo para que não haja tristeza nos adeuses! Somos eternos, a morte não nos destrói, dizem-nos todas as religiões espiritualistas. Assim sendo, as despedidas são estéreis, o pranto inútil. Entretanto a escritora inglesa não nos fala apenas da imortalidade; ela possui o argumento da reencarnação, que discute e, mais do que isso, magnificamente ilustra, fazendo dele força e vitória para o Amor e a Vida. Para nós, a partir da primeira vez que o lemos, este livro passou a ser uma intrigante fonte de inquirições. Não apenas o seu êxito em meio a um público adverso à idéia da reencarnação, não apenas a coragem dessa mulher que tinha o seu lugar literário nas estantes das conservadoras moças inglesas, estantes essas ainda não de todo (em 1920!) abaladas pelas explosões da I Grande Guerra Mundial, porém bem mais do que isto. FLORENCE L. BARCLAY 12

11 De fato, como a Matrona afirma em uma das passagens do livro, estamos, aqui, debruçados sobre o Espelho dos Enigmas. Antes de mais nada porque Florence L. Barclay não era espírita, mas, bem possivelmente, pelo que podemos entender em outras obras suas, um membro da Igreja Anglicana. Isto só basta para fazer de Voltou, mas esqueceu um livro incrível. Entretanto há mais: ela era fria, senão adversa às idéias espíritas. Em nossa correspondência com líderes do Espiritismo na Inglaterra tentamos nos informar a seu respeito. Foi inútil! Eles não a conhecem! Tentando compreendê-la, debruçamo-nos sobre suas obras, entre as quais, uma delas conheceu êxito mundial; O Rosário, romance escrito em 1909, se tornou sucesso de livraria, foi transformado em peça de teatro pelo dramaturgo francês André Bison e posto em cena com grande sucesso, no Teatro Odeon, durante o inverno parisiense de Depois foi acolhido pelo cinema e inspirou a canção do mesmo nome, que o mundo todo, na época, cantou e aplaudiu com emoção. Não obstante isso, tanto O Rosário quanto todos os outros romances de sua lavra são, inequivocamente, livros para coleções cor-de-rosa, não mais do que isto. E o nome da autora seria esquecido se um dia o interesse por essa espécie de literatura viesse a fenecer. Isso embora a inspiração de Florence L. Barclay seja, de qualquer forma, inegável. Impressiona vivamente e comove através de The Following of the Star, um romance intensamente impregnado pelo espírito do antigo e verdadeiro Natal, tão bem registrado por certos autores ingleses, entre os quais Charles Dickens. Voltou, mas esqueceu, entretanto, é uma ilha isolada de todos os outros livros da autora por quilômetros de infranqueável espaço filosófico, literário e poético. Em que situações terá sido escrito? Por que foi escrito? Como explicar a razão pela qual essa dama, desinteressada do Espiritismo, se pôs a propagar a reencarnação, quando os próprios espíritas ingleses silenciavam e se recusavam a admiti-la? Não o sabemos. VOLTOU, MAS ESQUECEU 13

12 A Inglaterra oferece-nos estes enigmas. Também Sutton Vane, completamente alheio à doutrina espírita, escreveu, inesperadamente, Outward Bound, um dos poucos textos teatrais realmente de qualidade, que difundem as idéias espíritas acerca do além-túmulo. Entretanto, no que concerne a este livro, se o leitor se desprender da atmosfera densa e absorvente da intriga pungente que conduz suas páginas e vigiar o comportamento daquela que o escreve, irá notar um fato indutivo e flagrante: Voltou, mas esqueceu é grafado com uma estranha pressa, com visível sofreguidão. Há como que um febril afã, uma incontrolável necessidade de extravasar, de contar, em regime de urgência. A capitulação é abandonada, encontramos apenas cenas, e essas cenas são rápidas, concisas, nenhum minuto pode ser perdido. Não existe o que cortar, o que resumir, porém quase tudo pode ser expandido, circunstanciado, com proveito da narrativa. A atuação da autora em todas as outras obras é posta de lado, a síntese substitui a análise, a impertigada dama britânica das Ladies de Shenstone e dos solares acondicionados e conservados entre os algodões das convenções, afasta impaciente seus derradeiros pruridos vitorianos e contrapõe à afetada serenidade um arrebatamento impetuoso e febricitante. Descansa e toma fôlego na longa Cena VII, quando enfatiza e faz a apologia da teoria que a trama amorosa ilustra, isto é, a da reencarnação. Logo em seguida impele-se outra vez, tange-se para a frente, precípite, ansiosa, como que instigada à urgência. A fonte pode, inesperadamente, estancar; é preciso que o púcaro se encha antes que as comportas se fechem, sobretudo porque o púcaro vai guardar um jato de emoção e beleza, uma reserva de verdade que os homens praticamente ainda desconhecem. E os homens têm sede Como a mulher junto ao poço de Jacó, Florence L. Barclay quer desincumbir-se de sua missão. Então vemo-la concentrada sobre as laudas e sua pena corre impetuosa sobre cada linha. Ela escreve e escreve! Como os psicógrafos o fazem! FLORENCE L. BARCLAY 14

13 Por isso não hesitamos em afirmar a inspiração espiritual e, mais do que isto, mediúnica deste livro destinado a sobreviver quem sabe! definitivamente incorporado às estantes espíritas. Florence Louise Charlesworth Barclay nasceu em Escreveu dez romances e um livro de contos. Voltou, mas esqueceu é sua derradeira obra, o seu canto de cisne. Foi escrito em 1920 e, um ano após, em 1921, sua autora falecia, sendo enterrada no cemitério da Igreja de Limpsfield Court, no Condado de Surrey. Araraquara, VOLTOU, MAS ESQUECEU 15

A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS

A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS A VISÃO ESPÍRITA DO SONO E DOS SONHOS Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Enéas Rodrigues Marques Todos os direitos reservados Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro Espírita

Leia mais

Em conversa com os Espíritos

Em conversa com os Espíritos Em conversa com os Espíritos Idnei Gomes Ramos Em conversa com os Espíritos 1ª edição Matão - SP 2013 1ª edição 6.000 exemplares Janeiro - 2013 Capa: Rogério Mota Casa Editora O Clarim (Propriedade do

Leia mais

MEIMEI, VIDA E MENSAGEM

MEIMEI, VIDA E MENSAGEM MEIMEI, VIDA E MENSAGEM Arnaldo Rocha Alberto de Souza Rocha Wallace Leal V. Rodrigues Psicografia de Francisco Cândido Xavier 5ª edição 6.000 exemplares Fevereiro - 2012 Capa: Equipe O Clarim Planejamento

Leia mais

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade. Allan Kardec CAIRBAR SCHUTEL O transformismo e a evolução anímica 7 a edição GÊNESE DA ALMA 7ª edição

Leia mais

MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO

MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO Vitor Ronaldo Costa Gustavo Henrique de Lucena MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO 1 a edição Matão, SP - 2014 - MENTOMAGNETISMO E ESPIRITISMO Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico:

Leia mais

Máximas de André Luiz

Máximas de André Luiz Máximas de André Luiz 1 Máximas de André Luiz 3 MÁXIMAS DE ANDRÉ LUIZ Capa: Rogério Mota Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Teresa Cunha e Cássio Leonardo Carrara Todos os direitos reservados Casa

Leia mais

Os que não são convidados

Os que não são convidados Os que não são convidados Dorothy Macardle Os que não são convidados Matão, SP - 2013 - Tradução de Wallace Leal V. Rodrigues Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Enéas Rodrigues

Leia mais

COMUNICAÇÃO ENTRE DOIS MUNDOS

COMUNICAÇÃO ENTRE DOIS MUNDOS COMUNICAÇÃO ENTRE DOIS MUNDOS Espírito: EDUARDO Médium: Célia Xavier de Camargo COMUNICAÇÃO ENTRE DOIS MUNDOS 1ª edição 10.000 exemplares Setembro de 2004 Capa Fotos: Otávio Graziosi Arte final: Beato

Leia mais

Guerra no Além. Interação entre os dois planos da vida

Guerra no Além. Interação entre os dois planos da vida Guerra no Além Interação entre os dois planos da vida Abel Glaser Pelo Espírito Cairbar Schutel e seus emissários Guerra no Além Interação entre os dois planos da vida 1ª edição Casa Editora O Clarim

Leia mais

DESOBSESSÃO E MEDIUNIDADE EXPLICADAS

DESOBSESSÃO E MEDIUNIDADE EXPLICADAS DESOBSESSÃO E MEDIUNIDADE EXPLICADAS Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Lúcia Helena Lahoz Morelli Todos os direitos reservados Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro

Leia mais

CAIRBAR SCHUTEL. 7 a edição

CAIRBAR SCHUTEL. 7 a edição CAIRBAR SCHUTEL 7 a edição A VIDA NO OUTRO MUNDO 7ª edição 2.000 exemplares Julho/2011 Capa: Rogério Mota Planejamento gráfico: Equipe O Clarim Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro Espírita O Clarim).

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES. Resolverei neste ponto o desafio que coloquei no site na semana passada.

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES. Resolverei neste ponto o desafio que coloquei no site na semana passada. Olá pessoal! Resolverei neste ponto o desafio que coloquei no site na semana passada. Fiquei muito feliz com o respaldo que essa questão teve. Virou até tópico do Fórum Concurseiros. http://www.forumconcurseiros.com/forum/showthread.php?t=274909

Leia mais

Editora EME Caixa Postal 1820 - CEP 13360-000 - Capivari - SP Telefones: (19) 3491-7000/3491-5449 vendas@editoraeme.com.br - www.editoraeme.com.

Editora EME Caixa Postal 1820 - CEP 13360-000 - Capivari - SP Telefones: (19) 3491-7000/3491-5449 vendas@editoraeme.com.br - www.editoraeme.com. Solicite nosso catálogo completo, com mais de 300 títulos, onde você encontra as melhores opções do bom livro espírita: literatura infantojuvenil, contos, obras biográficas e de autoajuda, mensagens espirituais,

Leia mais

Para que serve tudo isso?

Para que serve tudo isso? Para que serve tudo isso? Para que serve tudo isso? A filosofia e o sentido da vida, de Platão a Monty Python Julian Baggini Tradução: Cristiano Botafogo Rio de Janeiro Título original: What s It All About?

Leia mais

Célia Xavier Camargo. Pelo Espírito Marcelo. Mamãe, estou aqui!

Célia Xavier Camargo. Pelo Espírito Marcelo. Mamãe, estou aqui! Mamãe, estou aqui! Célia Xavier Camargo Pelo Espírito Marcelo Mamãe, estou aqui! Matão, SP 2014 MAMÃE, ESTOU AQUI! Capa e projeto gráfico: Equipe O Clarim Ilustração da capa: Issao Hashizume Ilustrações

Leia mais

A ÚNICA EXPLICAÇÃO PARA A NUVEM

A ÚNICA EXPLICAÇÃO PARA A NUVEM No dia 28 de Fevereiro de 1963 um estranho fenômeno aconteceu no estado do Arizona E.U.A que deixou os cientistas sem palavras. Antes do por do sol, no estado do Arizona um SINAL apareceu nas nuvens. Uma

Leia mais

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 01/12/2003 POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? 2 Índice Geral I POR QUE NÃO ORAMOS COM FREQUÊNCIA?... 4 II QUANDO NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS... 5 III

Leia mais

Não pise na bola RICHARD SIMONETTI

Não pise na bola RICHARD SIMONETTI Não pise na bola Não pise na bola RICHARD SIMONETTI 14ª edição 95.001 a 100.000 exemplares SETEMBRO 2010 Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro Espírita O Clarim). Fone: (0XX16) 3382-1066 Fax: (0XX16)

Leia mais

Florence Nightingale: obras, ensinamentos e contribuições Séc XIX

Florence Nightingale: obras, ensinamentos e contribuições Séc XIX UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE BACHARELADO EM ENFERMAGEM HISTÓRIA E TEORIAS DA ENFERMAGEM Prof. Eurípedes Gil de França Aula 6 Enfermagem Moderna Florence Nightingale: obras, ensinamentos e

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Roteiro 4 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo I Aprendendo com as Profecias Objetivos Interpretar, à luz da Doutrina

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

DE JESUS PARA VOCÊ LUZ E CONSOLAÇÃO

DE JESUS PARA VOCÊ LUZ E CONSOLAÇÃO DE JESUS PARA VOCÊ LUZ E CONSOLAÇÃO Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Lúcia Helena Lahoz Morelli Todos os direitos reservados Casa Editora O Clarim (Propriedade do Centro

Leia mais

Poética & Filosofia Cultural - Chico Xavier & Dalai Lama

Poética & Filosofia Cultural - Chico Xavier & Dalai Lama Page 1 of 6 Tudo Bem! Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética

Leia mais

therezinha oliveira Na L uz evangelho 2ª Edição CAMPINAS SP 2006

therezinha oliveira Na L uz evangelho 2ª Edição CAMPINAS SP 2006 therezinha oliveira Na L uz do evangelho 2ª Edição CAMPINAS SP 2006 S umá 1. O REINO DOS CÉUS... 11 I. O anúncio... 12 II. O valor do reino... 15 III. As chaves para entrar... 16 IV. A vida no novo reino...

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

2ª Etapa: Propor a redação de um conto de mistério utilizando os recursos identificados na primeira etapa da atividade.

2ª Etapa: Propor a redação de um conto de mistério utilizando os recursos identificados na primeira etapa da atividade. DRÁCULA Introdução ao tema Certamente, muitas das histórias que atraem a atenção dos jovens leitores são as narrativas de terror e mistério. Monstros, fantasmas e outras criaturas sobrenaturais sempre

Leia mais

Visão Espírita da Educação

Visão Espírita da Educação Visão Espírita da Educação VISÃO ESPÍRITA DA EDUCAÇÃO Dados para catalogação na editora De Mario, Marcus Alberto Visão Espírita da Educação Matão/SP: Casa Editora O Clarim, julho/1999. ISBN 85-7357-046-6

Leia mais

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo:

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo: Honestidade Honestidade Esta é a qualidade de honesto. Ser digno de confiança, justo, decente, consciencioso, sério. Ser honesto significa ser honrado, ter um comportamento moralmente irrepreensível. Quando

Leia mais

5ª edição Matão, SP 2014 MINHA VIDA EM GESTAÇÃO Capa: Equipe O Clarim Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Enéas Rodrigues Marques Todos os direitos reservados Casa Editora O Clarim (Propriedade do

Leia mais

apaixonados um pelo outro. Fábio é homossexual e tem em torno de 45 anos. Madalena também tem mais ou menos a mesma idade, e é heterossexual.

apaixonados um pelo outro. Fábio é homossexual e tem em torno de 45 anos. Madalena também tem mais ou menos a mesma idade, e é heterossexual. Apresentação Este projeto é simples e pretende levar para o público algo de elevado conteúdo artístico. O orçamento da pré-produção e da produção é pequeno, já que a peça será encenada por dois atores

Leia mais

Edição: Rodrigo Amorim DESENHOS: Lavínya Vieira CORDEL: 1º ANO A 02

Edição: Rodrigo Amorim DESENHOS: Lavínya Vieira CORDEL: 1º ANO A 02 O Cordel, Paixão e Poesia: Castro Alves o poeta da Bahia foi feito pelos alunos do 1º ano A (IF Baiano campus Itapetinga). O cordel é uma grande homenagem ao grande poeta baiano Castro Alves, conhecido

Leia mais

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo LEITURA ORANTE DA BÍBLIA Um encontro com Deus vivo A quem nós iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. (Jo 6,68) Recordando a história... A leitura orante da Palavra é uma tentativa de responder

Leia mais

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva

2007 Para Francisco livro em 2008 cinemas em 2015 Hoje Vou Assim 2013, lançou o livro Moda Intuitiva CR I S G U E R R A p u b l i c i tá r i a, e s c r i to r a e pa l e s t r a N t e PERFIL Começou sua trajetória na internet em 2007, escrevendo o blog Para Francisco, que virou livro em 2008 e irá para

Leia mais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais Prisões mentais Hoje podemos afirmar que há satan o adversário conseguiu algo muito grande quando fez o homem pecar além de fazer dele um peregrino fora do Gan Éden e de tirar-lhe a imortalidade. O adversário

Leia mais

Francisco Cândido Xavier PALAVRAS DE EMMANUEL. pelo Espírito Emmanuel

Francisco Cândido Xavier PALAVRAS DE EMMANUEL. pelo Espírito Emmanuel Francisco Cândido Xavier PALAVRAS DE EMMANUEL pelo Espírito Emmanuel SUMÁRIO Caro leitor... 9 Indicador... 11 1. Às almas enfraquecidas... 13 2. A Ciência do tempo... 15 3. Advertências proveitosas...

Leia mais

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis:

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis: Autores de Obras Espíritas A Doutrina Espírita tem sua base na Codificação Kardecista. Kardec foi o pioneiro, entretanto, ao longo do tempos outros trabalhos tem surgido, multiplicando os assuntos abordados.

Leia mais

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra!

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra! ROTEIRO DE ESTUDOS DE LITERATURA PARA A 3ª ETAPA 2ª SÉRIE Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à

Leia mais

TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha

TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha TRADUÇÃO Hope Gordon Silva Regina Aranha 7 João Desfrutando João ao máximo Pode-se resumir o fato mais relevante de toda a história em quatro palavras: Jesus Cristo é Deus! A maior declaração da Bíblia

Leia mais

CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS. 4 a EDIÇÃO

CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS. 4 a EDIÇÃO CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS 4 a EDIÇÃO CAMPINAS SP 2007 Sumário Mensagem de Bezerra...XI Apresentação...XIII Capítulo I Diretrizes Doutrinárias O papel do Espiritismo...3 Caráter

Leia mais

Os Poemas são as Crianças

Os Poemas são as Crianças Os Poemas são as Crianças MT Gregório Pereira de Queiroz 1 São as ilhas afortunadas, São terras sem ter lugar... Fernando Pessoa Resumo Este trabalho traça um paralelo entre o trabalho musical e musicoterapêutico

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? A grande maioria das pessoas só recorrem à oração quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doença. E sempre aguardando passivamente

Leia mais

[Projecto «Olisipo»] Fernando Pessoa. [Projecto «Olisipo»]

[Projecto «Olisipo»] Fernando Pessoa. [Projecto «Olisipo»] Fernando Pessoa [Projecto «Olisipo»] [Projecto «Olisipo»] Mau grado o desenvolvimento, sobretudo recente, do comércio e da indústria portugueses, Portugal não existe ainda como colectividade comercial

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas. Roteiro 9

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas. Roteiro 9 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 9 Objetivos Conceituar Espírito do ponto de vista filosófico, científico e religioso

Leia mais

* * * Relação dos livros psicografados por Chico Xavier... 287 Cronologia... 299 Bibliografia... 305 Agradecimentos... 315

* * * Relação dos livros psicografados por Chico Xavier... 287 Cronologia... 299 Bibliografia... 305 Agradecimentos... 315 SUMáRIO Prefácio... 07 Introdução... 09 CAPÍTULO I Infância difícil... 13 CAPÍTULO II Centro Espírita Luiz Gonzaga... 27 CAPÍTULO III Parnaso de Além-túmulo... 41 CAPÍTULO IV Emmanuel... 57 CAPÍTULO V

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA

BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA MARCO BRAGA ANDREIA GUERRA JOSÉ CLAUDIO REIS BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA RIO DE JANEIRO Copyright

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 42 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 42 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 42 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) II CICLO A IDADES: 09/10 PLANO DE AULA 1. TEMA: Missionários da Terceira Revelação. 2. OBJETIVO:

Leia mais

AS PALAVRAS CANTAM. Francisco Cândido Xavier Ditado Pelo Espírito Carlos Augusto

AS PALAVRAS CANTAM. Francisco Cândido Xavier Ditado Pelo Espírito Carlos Augusto AS PALAVRAS CANTAM Francisco Cândido Xavier Ditado Pelo Espírito Carlos Augusto 1 Carlos Augusto Identificação Carlos Augusto, também conhecido pelo nome de Gugu, chama-se Carlos Augusto Ferraz Lacerda,

Leia mais

Anexo 1. Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico. Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT)

Anexo 1. Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico. Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT) Anexo 1 Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT) Transcrição do estímulo oral do teste de COT (quatro ano e sexto ano) Experiências em Animais Por causa

Leia mais

Lila Azam Zanganeh: a poesia da felicidade

Lila Azam Zanganeh: a poesia da felicidade Lila Azam Zanganeh: a poesia da felicidade Por Meire Kusumoto 05/07/2013 A escritora franco-iraniana Lila Azam Zanganeh, atração desta sexta-feira da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), onde

Leia mais

Carlos Neves. Antologia. Raízes. Da Poesia

Carlos Neves. Antologia. Raízes. Da Poesia 1 Antologia Raízes Da Poesia 2 Copyrighr 2013 Editra Perse Capa e Projeto gráfico Autor Registrado na Biblioteca Nacional ISBN International Standar Book Number 978-85-8196-234- 4 Literatura Poesias Publicado

Leia mais

O livro por escrever. Poderiam ser o início de um livro Fosse eu capaz de as libertar!

O livro por escrever. Poderiam ser o início de um livro Fosse eu capaz de as libertar! O livro por escrever Poderiam ser o início de um livro, estas palavras De um livro sem princípio nem fim Aquele espaço em que para me encontrar Teria de me ausentar por uma eternidade Afastar-me dos sons

Leia mais

Poesia. Palavras de Jesus

Poesia. Palavras de Jesus Poesia nas Palavras de Jesus (Ver. Preto & Branco) ( Ricardo Drummond de Melo Rio de Janeiro Primeira Edição 2012 PerSe Poesia nas Palavras de Jesus Ricardo Drummond de Melo 1ª Edição - 2012 Editora PerSe

Leia mais

IN EXTREMIS. * Nota do organizador. É de notar que o poema foi escrito com o autor ainda moço.

IN EXTREMIS. * Nota do organizador. É de notar que o poema foi escrito com o autor ainda moço. IN EXTREMIS Nunca morrer assim! Nunca morrer num dia Assim! de um sol assim! Tu, desgrenhada e fria, Fria! postos nos meus os teus olhos molhados, E apertando nos teus os meus dedos gelados... E um dia

Leia mais

Semeadores de Esperança

Semeadores de Esperança Yvonne T Semeadores de Esperança Crônicas de um Convite à Vida Volume 11 Crônicas de um Convite à Vida Livre d IVI Convidados a Viver PREFÁCIO Estou comovida por escrever este prefácio : tudo o que se

Leia mais

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri José da Fonte Santa Magia Alentejana Poesia e desenhos Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa Edições Colibri índice Nota Prévia 3 Prefácio 5 O Amor e a Natureza Desenho I 10 A rapariga mais triste do

Leia mais

NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo

NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo NATURALIZAÇÃO (*) Marconi Araújo (I) Vou falar naturalmente Ou com naturalidade Para ser bem mais preciso Sobre nacionalidade Envolvendo estrangeiro Que quer ser bem brasileiro Sendo espontânea a vontade!

Leia mais

A arte do século XIX

A arte do século XIX A arte do século XIX Índice Introdução ; Impressionismo ; Romantismo ; Realismo ; Conclusão ; Bibliografia. Introdução Durante este trabalho irei falar e explicar o que é a arte no século XIX, especificando

Leia mais

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Labirinto de vidro 2013 Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 43 Início e fim? Um silêncio denso

Leia mais

APOMETRIA. Novos horizontes da Medicina Espiritual

APOMETRIA. Novos horizontes da Medicina Espiritual APOMETRIA Novos horizontes da Medicina Espiritual APOMETRIA Novos horizontes da Medicina Espiritual Vitor Ronaldo Costa APOMETRIA, NOVOS HORIZONTES DA MEDICINA ESPIRITUAL 3ª edição 20.001 a 25.000 exemplares

Leia mais

C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A

C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A PLENILÚNIO DE CAPRICÓRNIO (Lua Cheia 5/1/2015 às 1:53 hora de local Argentina e Brasil (nos locais com horário de verão acrescentar uma hora) C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A Aquele

Leia mais

a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum

a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum Copyright Adonis for the Arabic text Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que

Leia mais

O Céu e o inferno na visão Espírita

O Céu e o inferno na visão Espírita O Céu e o inferno na visão Espírita Há muitas moradas na casa de meu Pai; se assim não fosse eu vo-lo teria dito... (Jesus Jo. 14: 1-3) Cleto Brutes Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br

Leia mais

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica e Gótica 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica O estilo românico germinou, desde o final do século X até XIII. Sua denominação foi dada por arqueólogos do século XIX, quando

Leia mais

MAIS INFORMAÇÕES VISITE www.miep.com.br 1

MAIS INFORMAÇÕES VISITE www.miep.com.br 1 MAIS INFORMAÇÕES VISITE www.miep.com.br 1 37º MIEP Movimento de Integração do Espírita Paraibano CHICO XAVIER, 100 ANOS LUZ 13 a 16 de fevereiro de 2010 Local: Centro de Convenções Espírita Divaldo Pereira

Leia mais

Eckhart Tolle. Em harmonia com a natureza

Eckhart Tolle. Em harmonia com a natureza Eckhart Tolle Em harmonia com a natureza 3 Prefácio A inspiração e a magia de Eckhart Tolle na comunidade espiritual Findhorn Na primavera de 2004, Eckhart Tolle promoveu um marcante retiro durante um

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

Os Maias EÇA DE QUEIRÓS

Os Maias EÇA DE QUEIRÓS A 363899 J. OLIVEIRA MACEDO Os Maias EÇA DE QUEIRÓS 3 a EDIÇÃO REVISTA E AUMENTADA EDIÇÕES Edifício OCEANVS Av. da Boavista, 3265 Sala 4.1 4100-138 Porto Telef.: 226166030 Fax: 226166035 E-mail: edicoes@asa.pt

Leia mais

Celebração dos Fiéis Defuntos

Celebração dos Fiéis Defuntos José da Rocha Ramos Celebração dos Fiéis Defuntos (Romagem ao cemitério) 2 1ª Oração (pelos Párocos da comunidade já falecidos) Senhor, nosso Deus, único e bondoso Pastor, escutai benignamente as preces

Leia mais

Florence Nightingale: obras, ensinamentos e contribuições Séc XIX

Florence Nightingale: obras, ensinamentos e contribuições Séc XIX BACHARELADO EM ENFERMAGEM HISTÓRIA E TEORIAS DA ENFERMAGEM Prof. Eurípedes Gil de França Aula 7 Enfermagem Moderna Florence Nightingale: obras, ensinamentos e contribuições Séc XIX A Europa vivenciava

Leia mais

O SUICÍDIO: UMA OUTRA VISÃO PERANTE A MORTE

O SUICÍDIO: UMA OUTRA VISÃO PERANTE A MORTE 53 O SUICÍDIO: UMA OUTRA VISÃO PERANTE A MORTE Sidnei Shirosaki Faculdade Unida de Suzano(sidnei.shirosaki@uniesp.edu.br) Resumo A morte é tratada de forma diferente por diversos povos, mas sempre com

Leia mais

Vanguardas. Prof. Adriano Portela

Vanguardas. Prof. Adriano Portela Vanguardas Prof. Adriano Portela O que significa Vanguarda? Do francês avant-garde Termo militar que designa aquele que, durante uma campanha, vai à frente da unidade. No campo das artes e ideias, aqueles

Leia mais

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana.

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. 30.2 Conteúdo: Intertextualidade no texto literário. Habilidade: Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não

Leia mais

Meu Filho, Minha Escolha

Meu Filho, Minha Escolha Meu Filho, Minha Escolha GLAUCO DAMAS Meu Filho, Minha Escolha 3ª edição 15.001 a 20.000 exemplares Maio/2008 Capa: Beato Ten Prenafeta Planejamento gráfico: Equipe O Clarim Casa Editora O Clarim (Propriedade

Leia mais

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO Organize-se! Nosso objetivo é publicar obras com qualidade editorial e gráfica. Para expressar suas sugestões, dúvidas, críticas e eventuais reclamações entre em contato conosco. CENTRAL DE ATENDIMENTO

Leia mais

CLAYTON LEVY SAÚDE E ESPIRITUALIDADE

CLAYTON LEVY SAÚDE E ESPIRITUALIDADE CLAYTON LEVY SAÚDE E ESPIRITUALIDADE Pelo Espírito Augusto CAMPINAS SP 2008 SUMÁRIO A dança dos dogmas... XI Capítulo I Agente causal... 15 Capítulo II Laboratório ignorado... 23 Capítulo III Estrutura

Leia mais

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13)

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) 1 A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) Na cultura judaica, as meninas eram entregues em casamento entre 13 e 14 anos de idade. Muitos casamentos já eram arranjados quando do nascimento

Leia mais

Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação. EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016

Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação. EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016 Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016 Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas - DOUTORADO

Leia mais

Evolução Filmes e Processo Multiartes Grafo Audiovisual, Par ou Ímpar e Off Beat apresentam

Evolução Filmes e Processo Multiartes Grafo Audiovisual, Par ou Ímpar e Off Beat apresentam Evolução Filmes e Processo Multiartes Grafo Audiovisual, Par ou Ímpar e Off Beat apresentam direção_adriano Esturilho e Fábio Allon Longa-metragem digital de ficção contemplado pelo Prêmio Estadual de

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA Rua Pinheiro Machado, n 189 Centro Ponta Grossa - PR CEP 84.010-310 Fone (0**42) 224-0301 Endereço Eletrônico: www.iessa.edu.br REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

ARIOVALDO CESAR JUNIOR. ditado por FERNANDES DE ALMEIDA DE MELO. Casa Editora O Clarim

ARIOVALDO CESAR JUNIOR. ditado por FERNANDES DE ALMEIDA DE MELO. Casa Editora O Clarim ARIOVALDO CESAR JUNIOR ditado por FERNANDES DE ALMEIDA DE MELO Casa Editora O Clarim A proposta do coronel Relançamento de 1ª edição - Setembro - 2009 Capa (arte e foto) Denis Tchepelentyky Projeto gráfico

Leia mais

POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS. Autor: Péricles Alves de Oliveira

POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS. Autor: Péricles Alves de Oliveira POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS Autor: Péricles Alves de Oliveira Olhai e contemplai o Cosmo em toda sua plenitude e possibilidades, e nele sentireis a verdadeira força e presença de Deus. (Péricles Alves de

Leia mais

Emmanuel, mentor e amigo

Emmanuel, mentor e amigo Emmanuel, mentor e amigo Durante os vários anos de mediunidade, Chico Xavier sempre pôde contar com a ajuda desse companheiro inseparável para ter forças e prosseguir na missão de levar a palavra espírita

Leia mais

Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat. a força dos pequenos. teologia do Espírito Santo

Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat. a força dos pequenos. teologia do Espírito Santo Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat a força dos pequenos teologia do Espírito Santo Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline Mendes Fontes Revisão:

Leia mais

Esta edição segue as normas do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Esta edição segue as normas do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. [2] Luciano Portela, 2015 Todos os direitos reservados. Não há nenhum empecilho caso queira compartilhar ou reproduzir frases do livro sem permissão, através de qualquer veículo impresso ou eletrônico,

Leia mais

LIÇÃO 2 Esteja Preparado

LIÇÃO 2 Esteja Preparado LIÇÃO 2 Esteja Preparado Lembra-se do dia em que começou a aprender a ler? Foi muito difícil, não foi? No princípio não sabemos nada sobre leitura. Depois ensinaramlhe a ler as primeiras letras do alfabeto.

Leia mais

Estudo Espírita. Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org.

Estudo Espírita. Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org. Estudo Espírita Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org.br Tema: O Livro dos Espíritos - questões 223 a 232 Expositor: Andreia Azevedo

Leia mais

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Caracteres do homem de bem Questão: 918 O homem de bem tira boas coisas do bom tesouro do seu coração e o mau tira as más do mau tesouro do seu coração; porquanto,

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC Hebe Laghi de Souza DARWIN e KARDEC U M D I Á L O G O P O S S Í V E L CAMPINAS SP 2007 Sumário prefácio...xvii Capítulo 1 novos conhecimentos... 1 Dois livros, duas teorias um novo rumo...1 Detonando o

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE FILOSOFIA BACHARELADO Currículo 5 Matriz curricular 2012/2 Campus Ouro Preto Instituto de Filosofia, Arte e Cultura (IFAC) CÓDIGO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PRÉ-REQUISITO EDU303 Metodologia Científica

Leia mais

PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS

PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS THEREZINHA OLIVEIRA PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS CAMPINAS SP 2008 SUMÁRIO Apresentação... 1 Em louvor do livro espírita... 3 Graças a Allan Kardec... 7 1. Ser espírita... 11 2. Programa... 15 3.

Leia mais

As Escrituras n 02 - A Antiga Aliança Teologia Bíblica do Pentateuco

As Escrituras n 02 - A Antiga Aliança Teologia Bíblica do Pentateuco Recomendável a leitura do Guia do Professor da série As Escrituras - AT, que traz informações gerais sobre toda a série, disponível pela internet no link www.cbn.org.br/escriturasat/suplementogeral.pdf

Leia mais

Jussara Braga. Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva. Ilustrações de Rogério Borges

Jussara Braga. Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva. Ilustrações de Rogério Borges Jussara Braga Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Ilustrações de Rogério Borges 1 O desejo das águas é um livro poético escrito em prosa, mas cheio de poesia e lirismo. Por isso,

Leia mais

Correspondência Internacional de Negócios. Manual prático para elaborar textos com êxito em sete idiomas

Correspondência Internacional de Negócios. Manual prático para elaborar textos com êxito em sete idiomas Sandro Schroevers Correspondência Internacional de Negócios Manual prático para elaborar textos com êxito em sete idiomas Proposta de Edição Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

Caminho, verdade e vida

Caminho, verdade e vida Chico Xavier Pelo Espírito Emmanuel Caminho, verdade e vida COLEÇÃO FONTE VIVA Sumário Interpretação dos textos sagrados...13 1 O tempo...17 2 Segue-me tu...19 3 Examina-te...21 4 Trabalho...23 5 Bases...25

Leia mais

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA

Projeto. Pedagógico ÁGUIA SONHADORA Projeto Pedagógico ÁGUIA SONHADORA 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro narra a história de uma águia inquieta para alçar o primeiro voo; ainda criança, sai pela floresta

Leia mais

OBSESSORES - UMA BATALHA DE LUZ E TREVAS. Revista espiritismo e Ciência - Nº 5 http://www.mythoseditora.com.br

OBSESSORES - UMA BATALHA DE LUZ E TREVAS. Revista espiritismo e Ciência - Nº 5 http://www.mythoseditora.com.br OBSESSORES - UMA BATALHA DE LUZ E TREVAS Revista espiritismo e Ciência - Nº 5 http://www.mythoseditora.com.br Extraído do site : http://www.ippb.org.br Existe uma intensa atividade permeando o universo

Leia mais

Normas para apresentação de trabalhos

Normas para apresentação de trabalhos Normas para apresentação de trabalhos Missão da revista A revista Horizonte é uma publicação semestral da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e tem por objetivo veicular trabalhos

Leia mais