ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01. Memória RAM mínimo 1GB. Cabo de alimentação. Servidor de impressão integrado. Porta RJ-45 (10/100/1000Base-TX)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01. Memória RAM mínimo 1GB. Cabo de alimentação. Servidor de impressão integrado. Porta RJ-45 (10/100/1000Base-TX)"

Transcrição

1 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01 Impressora 1. Especificação Tecnologia de impressão: Laser, em Preto & Branco Velocidade da impressão (ISO/IEC 24734): 50 ppm (papel A4) Primeira página impressa (pronto): em até 8.5 segundos Qualidade de impressão preto mínimo: 1200 x 1200 dpi Memória RAM mínimo 1GB 3 (três) bandejas de entrada com capacidade agregada de, pelo menos, 1100 folhas (papel A4). Bandeja multipropósito com capacidade mínima para 100 folhas e suportando no mínimo os seguintes tamanhos de papel: A4; A5; A6; B5 (JIS); B6 (JIS); cartão postal; envelopes (C5 ISO, B5 ISO, C6 ISO, DL ISO). Acessório de impressão automática frente e verso Alimentação: Voltagem de entrada: 110 até 127 V CA, 60 Hz (+/-2 Hz) Cabo de alimentação Servidor de impressão integrado. Eficiência de Energia: qualificado pela ENERGY STAR e possuir selo EPEAT Silver 2. Conectividade Porta USB 2.0 Porta RJ-45 (10/100/1000Base-TX) 3. Gerenciamento Suporte a operação em ambientes IPv4 e IPv6, com possibilidade de configuração do endereço de rede tanto de forma automática (dhcp/dhcpv6) quanto manual. Suporte a protocolos SNMPv2 e SNMPv3 Suporte a gerenciamento via interface web segura (HTTPS) Suporte a atualização de firmware pela rede, via interface web e via um ou mais dos seguintes protocolos: ftp, tftp ou

2 sftp. Suporte a atualização de firmware via interface USB. Suporte a contabilização de páginas impressas e disponibilização de destas estatísticas via SNMP. Possibilidade de bloqueio individualizado, através da interface de gerenciamento web, das funcionalidades oferecidas no menu do painel de controle físico. Suporte a atualização automática de horário através do protocolo NTP. 4. Facilidades Compatibilidade com sistemas Windows, Linux e Mac Envio de alertas por referentes a necessidade de substituição de cartuchos/tonner, falta de papel ou atolamento, assim como outras falhas de hardware, incluindo na notificação um relatório sobre o status dos suprimentos da impressora. 5. Segurança Autenticação em rede via protocolo 802.1X Controle de acesso de rede via acls IP (firewall) 6. Padrões Idiomas de impressão: PCL 6; PCL 5c; Postscript nível 3; PDF Suporte a impressão pela rede via protocolos (IPv4 e IPv6) via protocolos IP, LPD, FTP e Bonjour. 7. Requisitos de Qualidade O equipamento deverá estar em produção. Não serão aceitos modelos descontinuados nem que estejam anunciados para serem descontinuados pelo fabricante. É indispensável a apresentação de Marca/Fabricante e Modelo. O fabricante do equipamento deve comprovar que dispõe de site publicamente acessível (via browser HTTP), nos quais disponibilizem versões atualizadas de firmware/software, informações técnicas e garantia do equipamento. Todas as especificações devem ser comprovadas através de documentação dos respectivos fabricantes (manual original ou página do fabricante na INTERNET). Todos os equipamentos do grupo devem ser novos e do mesmo fabricante. Os equipamentos devem ser fornecidos com documentação técnica e manuais que contenham informações suficientes para possibilitar a instalação, configuração e operacionalização do equipamento.

3 No ato do recebimento, será feita a conferência individual do(s) equipamento(s), que deverá(ão) conter a última versão pública de firmware/software. As licitantes deverão comprovar a sua qualificação para o cumprimento do(s) objeto(s) desta licitação através de "Atestado de Capacidade Técnica", emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado comprovando que a licitante forneceu equipamento de características e quantitativos semelhantes aos especificados neste edital. 8. Garantia e Suporte Um (01) ano da seguinte forma: A contratante poderá abrir chamados de manutenção diretamente no fabricante do item, através de chamada gratuita a número 0800, com atendimento em português, ou por interface web, sem necessidade de prévia consulta e/ou qualquer liberação por parte da contratada. Não deve haver limite para aberturas de chamados, sejam de dúvidas/configurações e/ou resolução de problemas de hardware ou software. 9. Quantidade 03 unidades Deverá ser garantido à contratante o pleno acesso ao site do fabricante dos equipamentos e softwares. Esse acesso deve permitir consultas a quaisquer bases de dados disponíveis para usuários relacionadas aos equipamentos e softwares especificados, além de permitir downloads de quaisquer atualizações de software ou documentação deste produto. 10. Valor Estimado Valor Unitário: R$ 6.096,35 Valor global máximo aceitável: R$ , Exemplos HP LaserJet Enterprise 600 M602DN; Lexmark W850DN; Xerox Phaser 5550DN; ou similares de mesma qualidade ou superior. LOTE 02 Switch 48 Portas Gerenciável 1. Especificação 48 portas RJ45 (UTP) 10/100 Mbps, ou superior, e 2 interfaces com duplo propósito: ou 10/100/1000 Mbps (RJ45) ou SFP, acompanhadas de transceivers, caso seja um

4 requisito para conexão das mesmas via RJ45. Montável em rack Padrão 19 incluindo todos os acessórios necessários. Deve possuir fonte de alimentação AC bivolt, com seleção automática de tensão (na faixa de 100 a 240V) e de frequência (de 50/60 Hz). Deve possuir cabo de alimentação para a fonte com, no mínimo, 1,00m (um metro) de comprimento com plugue no padrão brasileiro (NBR 14136:2002). Deve possuir capacidade para, pelo menos, endereços MAC na tabela de comutação. Deve fornecer suporte no mínimo a 64 VLANs e IDs de VLAN Deve possuir switching bandwidth full-duplex de, no mínimo, 16 Gbps e taxa de encaminhamento de, no mínimo, 10 Mpps. Deve suportar Jumbo Frames de, no mínimo, 9016 Bytes. Deve possuir, no mínimo, 50 portas ativas sendo 48 portas Ethernet 10/100 autosensing com conectores RJ-45 e 2 slots 1000 Mbps do tipo SFP (módulos/transceiver) não inclusos, full-duplex, para fibras óticas ou UTP. As interfaces 10/100 devem obedecer às normas técnicas IEEE802.3 (10BaseT), IEEE802.3u (100BaseTX)e IEEE802.3x (Flow Control). Todas as portas Ethernet 10/100 devem suportar configuração Half-Duplex e Full-Duplex, com a opção de negociação automática. Todas as portas Ethernet 10/100 devem suportar autoconfiguração de crossover (Auto MDIX). Deve possuir LEDs para a indicação do status das portas e atividade, além de duplex. Deve possibilitar a configuração dinâmica de portas por software, permitindo a definição de portas ativas/inativas. Deve possuir capacidade de associação das portas 10/100 ou das portas 1G, no mínimo, em grupo de até oito portas, formando uma única interface lógica com as mesmas facilidades das interfaces originais, compatível com a norma IEEE 802.3ad. Deve poder formar no mínimo 6 grupos de portas. Deve possuir porta de console para ligação direta e através de

5 terminal RS-232/RJ45 para acesso à interface de linha de comando. Poderá ser fornecida porta de console com interface USB. 2. Gerenciamento Deve implementar os padrões abertos de gerência de rede SNMPv2c e SNMPv3, incluindo a geração de traps. Deve implementar, pelo menos, os níveis AuthNoPriv, authnopriv e authpriv de segurança para SNMPv3. Possuir criptografia 3DES e AES para proteção dos dados de gerência SNMPv3. Deve possuir suporte a MIB II, conforme RFC Deve implementar a MIB privativa que forneça informações relativas ao funcionamento do equipamento. Deve possuir descrição completa da MIB implementada no equipamento, inclusive a extensão privativa. Deve possibilitar a obtenção da configuração do equipamento através do protocolo SNMP. Deve possuir armazenamento interno das mensagens de log geradas pelo equipamento de, no mínimo, 2000 entradas. Deve possibilitar a obtenção via SNMP de informações de capacidade e desempenho da CPU, memória e portas. Deve permitir o controle da geração de traps por porta, possibilitando restringir a geração de traps para portas específicas. Deve implementar nativamente RMON (History, Statistcs, Alarms e Events) Deve implementar o protocolo LLDP (IEEE 802.1AB). Deve permitir a atualização remota do sistema operacional ou firmware e arquivos de configuração utilizados no equipamento via interfaces ethernet e serial. Deve ser configurável e gerenciável via GUI (graphical user interface), CLI (command line interface), SNMP, SSH, FTP, HTTPS com, no mínimo, 3 sessões simultâneas e independentes. Deve permitir a atualização de sistema operacional através do protocolo TFTP ou FTP. Deve permitir a transferência segura de arquivos para o equipamento através do protocolo SCP (Secure Copy) utilizando um cliente padrão ou SFTP (Secure FTP).

6 Deve suportar protocolo SSHv2 para gerenciamento remoto, implementando pelo menos o algoritmo de encriptação de dados 3DES. Deve permitir que a sua configuração seja feita através de terminal assíncrono. Deve permitir tanto a gravação de log em equipamento externo (syslog) como visualização interna (no próprio equipamento). Deve permitir o armazenamento de sua configuração em memória não volátil, podendo, numa queda e posterior restabelecimento da alimentação, voltar à operação normalmente na mesma configuração anterior à queda de alimentação. Deve possuir ferramentas para depuração e gerenciamento em primeiro nível, tais como debug, e log de eventos. 3. Facilidades Deve implementar VLANs por porta no padrão IEEE 802.1q. Deve implementar mecanismo de seleção de quais VLANs serão permitidas no trunk 802.1q, de forma dinâmica. Deve implementar o uso de GVRP. Deve permitir o espelhamento da totalidade do tráfego de uma porta para outra porta localizada no mesmo switch. Deve implementar funcionalidade de separação do tráfego de voz e dados em uma mesma porta de acesso (Voice VLAN). Deve ser possível estabelecer quais VLANs serão permitidas em cada um dos trunks configurados. Deve permitir a criação, remoção, gerenciamento e distribuição de VLANs de forma dinâmica através de portas configuradas como trunk IEEE 802.1Q. Deve implementar o protocolo NTPv4 (Network Time Protocol, versão 4). Deve implementar DHCP Server em múltiplas VLANS. Deve implementar DHCP Option 82. Deve implementar roteamento estático de, no mínimo, 16 rotas. 4. Segurança Deve implementar mecanismo de autenticação para acesso local ou remoto ao equipamento baseada em um Servidor de Autenticação/Autorização do tipo TACACS e RADIUS. Deve proteger a interface de comando do equipamento

7 através de senha. Deve implementar mecanismos de AAA (Authentication, Authorization e Accounting) com garantia de entrega. Deve implementar o protocolo SSH V2 para acesso à interface de linha de comando. Deve possibilitar o estabelecimento do número máximo de MACs que podem estar associados a uma dada porta do switch. Deve ser possível desabilitar a porta e enviar traps SNMP caso o número de endereços MAC configurados para a porta seja excedido. Deve permitir a associação de um endereço MAC específico a uma dada porta do switch, de modo que somente a estação que tenha tal endereço possa usar a referida porta para conexão. Deve possuir controle de broadcast, multicast e unicast por porta. Deve implementar a criptografia de todos os pacotes enviados ao servidor de controle de acesso e não só os pacotes referentes à senha. Deve permitir o controle de privilégios em comandos e acesso aos elementos de rede, definidos para usuários e grupos de usuários. Deve possuir suporte a mecanismo de proteção da Root Bridge do algoritmo Spanning-Tree para defesa contra ataques do tipo Denial of Service no ambiente nível 2. Deve possuir suporte à suspensão de recebimento de BPDUs (Bridge Protocol Data Units) caso a porta do switch esteja colocada no modo Fast Forwarding (conforme previsto no padrão IEEE 802.1w). Deve possuir análise do protocolo DHCP e permitir que se crie uma tabela de associação entre endereços IP atribuídos dinamicamente, MAC da máquina que recebeu o endereço e porta física do switch em que se localiza tal MAC. Deve possuir método de segurança que utilize uma tabela criada pelo mecanismo de análise do protocolo DHCP, permitindo a filtragem de tráfego IP que possua uma origem diferente do endereço IP atribuído pelo Servidor de DHCP. Essa filtragem deve ser por porta. 5. Padrões Deve implementar padrão IEEE 802.1d (Spanning Tree Protocol). Deve implementar padrão IEEE 802.1q (Vlan Frame

8 Tagging). Deve implementar padrão IEEE 802.1p (Class of Service) para cada porta. Deve implementar padrão IEEE 802.3ad (Link Aggregation Control Protocol - LACP). Deve implementar padrão IEEE 802.1w (Rapid spanning Tree Protocol). Deve implementar padrão IEEE 802.1s (Multi-Instance Spanning-Tree), com suporte a, no mínimo, 16 instâncias simultâneas do protocolo Spanning-Tree. Os processos de Autenticação, Autorização e Accounting associados a controle de acesso administrativo ao equipamento devem ser completamente independentes dos processos AAA no contexto 802.1x. Deve implementar controle de acesso por porta, usando o padrão IEEE 802.1x (Port Based Network Access Control). Deve atender, no mínimo, a funcionalidades de designação de VLAN específica para o usuário, caso a estação não possua cliente 802.1x (suplicante) ou as credenciais do usuário não estejam corretas (falha de autenticação). Deve implementar associação automática de VLAN da porta do switch através da qual o usuário requisitou acesso à rede (802.1x VLAN Assignment). Deve implementar accounting das conexões IEEE 802.1x. O switch (cliente AAA) deve ser capaz de enviar, ao servidor AAA, pelo menos as seguintes informações sobre a conexão: nome do usuário, switch em que o computador do usuário está conectado, porta do switch utilizada por acesso, endereço MAC da máquina utilizada pelo usuário, endereço IP do usuário, horários de início e término da conexão e bytes transmitidos e recebidos durante a conexão. Deve suportar a autenticação 802.1x via endereço MAC em substituição à identificação de usuário, para equipamentos que não disponham de suplicantes. Deve suportar a autenticação 802.1x através dos protocolos EAP-MD5, PEAP e EAP-TLS. Deve implementar suporte ao serviço DHCP Server em múltiplas VLANS simultaneamente, para que possa atribuir endereços IP aos clientes 802.1x autenticados e autorizados. 6. Qualidade de Serviço (QoS) Deve possuir a facilidade de priorização de tráfego através do protocolo IEEE 802.1p.

9 e Multicast Deve possuir suporte a uma fila com prioridade estrita (prioridade absoluta em relação às demais classes dentro do limite de banda que lhe foi atribuído) para tratamento do tráfego real-time (voz e vídeo). Deve implementar em todas as interfaces do switch o protocolo IGMP Snooping (v1, v2 e v3), não permitindo que o tráfego MULTICAST seja tratado como broadcast no switch. Deve implementar em todas as interfaces do switch o protocolo MLD Snooping (v1 e v2), não permitindo que o tráfego MULTICAST IPv6 seja tratado como broadcast no switch. 7. Internet Protocol versão 6 (IPv6) Deve implementar IPv6. Deve permitir a configuração de endereços IPv6 para gerenciamento. Deve permitir consultas de DNS com resolução de nomes em endereços IPv6. Deve implementar ICMPv6 com as funcionalidades de ICMP request, ICMP Reply, ICMP Neighbor Discovery Protocol (NDP) e ICMP MTU Discovery. Deve implementar protocolos de gerenciamento Ping, Traceroute, SSH, TFTP, FTP, SNMP, SCP, SYSLOG, HTTPS e DNS sobre IPv6. Deve implementar NTPv4 com suporte a IPv6. Deve implementar IPv6 MLD snooping v1 e v2. Deve implementar mecanismo de Dual Stack (IPv4 e IPv6), para permitir migração de IPv4 para IPv6. 8. Funcionalidades para Gerenciamento O switch deve ter a capacidade de identificar, ao menos, pelos seguintes mecanismos MAC, LLDP, e 8021.X os equipamentos diretamente conectados à qualquer uma das 50 interfaces do dispositivo. Ao identificar este equipamento deve ser capaz de configurar automaticamente a interface a que este equipamento estiver conectada, aplicando desde descrição da porta até as políticas de segurança e qualidade de serviço da mesma. Deverá ser capaz de identificar o equipamento, rede a que pertence ou em que está autenticado e ser capaz de aplicar o QoS definido para ele de forma automática. Sendo desta forma capaz de associar automaticamente a interface níveis de QoS de voz e vídeo pré-definidos. O Switch deve ser capaz de implementar funcionalidades para visualização de consumo, desabilitando interfaces em

10 horários pré-determinados que estejam alimentando equipamentos. Deve suportar UniDirectional Link Detection Protocol (UDLD) e Aggressive UDLD para detectar problemas de conexão ou problemas em um cabo de fibra óptica, desativando as portas do switch. 9. Requisitos de Qualidade O equipamento deverá estar em produção. Não serão aceitos modelos descontinuados nem que estejam anunciados para serem descontinuados pelo fabricante. É indispensável a apresentação de Marca/Fabricante e Modelo. O fabricante do equipamento deve comprovar que dispõe de site publicamente acessível (via browser HTTP), nos quais disponibilizem versões atualizadas de firmware/software, informações técnicas e garantia do equipamento. Todas as especificações devem ser comprovadas através de documentação dos respectivos fabricantes (manual original ou página do fabricante na INTERNET). Todos os equipamentos do grupo devem ser novos e do mesmo fabricante. Os equipamentos devem ser fornecidos com documentação técnica e manuais que contenham informações suficientes para possibilitar a instalação, configuração e operacionalização do equipamento. No ato do recebimento, será feita a conferência individual do(s) equipamento(s), que deverá(ão) conter a última versão pública de firmware/software. As licitantes deverão comprovar a sua qualificação para o cumprimento do(s) objeto(s) desta licitação através de "Atestado de Capacidade Técnica", emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado comprovando que a licitante forneceu equipamento de características e quantitativos semelhantes aos especificados neste edital. 10. Garantia e Suporte Um (01) ano da seguinte forma: Os serviços de suporte e manutenção deste item deverão ser realizados em regime 8x5xnbd on site (8 horas x 5 dias da semana com prazo para resolução do problema até o dia útil subsequente à abertura do chamado técnico) pelo prazo mínimo de 01 (um) ano. A contratante poderá abrir chamados de manutenção diretamente no fabricante do item, através de chamada

11 9. Quantidade 05 unidades gratuita a número 0800, com atendimento em português, ou por interface web, sem necessidade de prévia consulta e/ou qualquer liberação por parte da contratada. Não deve haver limite para aberturas de chamados, sejam de dúvidas/configurações e/ou resolução de problemas de hardware ou software. Poderá ser solicitado ao fabricante acesso remoto aos equipamentos para ajuda na correção de problemas dos diversos tipos inclusive configuração sem custos adicionais ou necessidade de autorização da contratada no momento desta abertura. Deverá ser garantido à contratante o pleno acesso ao site do fabricante dos equipamentos e softwares. Esse acesso deve permitir consultas a quaisquer bases de dados disponíveis para usuários relacionadas aos equipamentos e softwares especificados, além de permitir downloads de quaisquer atualizações de software ou documentação deste produto. 10. Valor Estimado Valor Unitário: R$ 4.500,00 Valor global máximo aceitável: R$ , Exemplos Switch HP (J9626A); Switch Cisco Catalyst TC; Switch Juniper EX3200; ou similares de mesma qualidade ou superior. LOTE 03 ITEM 01 Cartucho de toner na cor preta para impressora HP 64 (CC364A) 1. Características Especificações: compatíveis Cor do cartucho de impressão : Preto Tecnologia de impressão : Laser Rendimento por página (preto e branco): O rendimento médio do cartucho é de páginas standard. O valor declarado do rendimento está conforme a ISO/IEC (os rendimentos atuais variam consideravelmente c/ base nas imagens impressas e outros fatores).

12 Para uso em impressoras: HP LaserJet P4014n (CB507A), HP LaserJet P4015n (CB509A) 2. Quantidade 15 unidades 3. Valor Estimado Valor Unitário máximo aceitável: R$ 606,15 Valor global máximo aceitável: R$ 9.092,25 LOTE 03 ITEM 02 Cartucho de toner LaserJet ciano para impressora HP 503 A original (Q7581A) 1. Características Especificações : compatíveis Cor do cartucho de impressão : Ciano Rendimento por página (cores) : 6000 páginas (com base em cobertura de 5%) Para uso em impressoras: 2. Quantidade 08 unidades HP Color LaserJet 3800dn Printer (Q5983A), HP Color LaserJet 3800n Printer (Q5982A), HP LaserJet colorida CP3505dn (CB443A) 3. Valor Estimado Valor Unitário máximo aceitável: R$ 800,74 Valor global máximo aceitável: R$ 6.405,92 LOTE 03 ITEM 03 Cartucho de toner LaserJet magenta para impressora HP 503 A original (Q7583A)

13 1. Características Especificações : compatíveis Cor do cartucho de impressão : Magenta Rendimento por página (cores) : 6000 páginas (com base em cobertura de 5%) Para uso em impressoras: 2. Quantidade 08 unidades HP Color LaserJet 3800dn Printer (Q5983A), HP Color LaserJet 3800n Printer (Q5982A), HP LaserJet colorida CP3505dn (CB443A) 3. Valor Estimado Valor Unitário máximo aceitável: R$ 795,42 Valor global máximo aceitável: R$ 6.363,36 LOTE 03 ITEM 04 Cartucho de toner LaserJet amarelo para impressora HP 503 A original (Q7582A) 1. Características Especificações : compatíveis Cor do cartucho de impressão : Amarela Rendimento por página (cores) : 6000 páginas (com base em cobertura de 5%) Para uso em impressoras: 2. Quantidade 08 unidades HP Color LaserJet 3800dn Printer (Q5983A), HP Color LaserJet 3800n Printer (Q5982A), HP LaserJet colorida CP3505dn (CB443A) 3. Valor Estimado Valor Unitário máximo aceitável: R$ 795,42 Valor global máximo aceitável: R$ ,89 OBSERVAÇÕES 01:

14 a) Os toners e cartuchos para impressoras deverão ser novos, não sendo aceitos se forem retintados, recondicionados, remanufaturados ou reciclados. b) Os produtos deverão ser originais de fábrica e deverão ter selo na caixa de cada item que diga de qual impressora este toner se refere, a validade, a marca e a referência. A validade deve constar também no próprio toner; c) A origem dos mesmos deverá ser de fabricante nacional ou de distribuidor nacional (na embalagem) autorizado pelo fabricante, ou, no caso de importação direta pelo fornecedor, deverá ser entregue à FAURGS cópia autenticada da declaração de importação; d) Todos os produtos deverão ter validade de no mínimo 12 (doze) meses, a contar de recebimento do material; e) O FORNECEDOR deverá substituir as mercadorias que apresentarem defeito por outras novas, em embalagem original e lacrada, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da comunicação da FAURGS; f) Sendo comprovado por laudo técnico que o produto tenha sido o causador de danos ao equipamento a ser utilizado, o FORNECEDOR deverá reembolsar a FAURGS pelo custo total dos reparos e/ou consertos necessários para o perfeito funcionamento do equipamento danificado. g) Apresentar, no mínimo, 01 (um) laudo técnico, em nome da licitante, expedido por entidade de reconhecida idoneidade, para cada item vencedor atestando o bom funcionamento dos cartuchos de marca diversa das impressoras, conforme preceitua o TCU na jurisprudência Decisão no 1165/2006 Plenário e Acórdão no 860/2011 Plenário. OBSERVAÇÕES 02: A) Prazo de validade da Proposta: mínimo de 60 (sessenta) dias, a contar da data de sua apresentação. B) Local de Entrega: B.1) Local de Entrega dos cartuchos: UFRGS, Av: Bento Gonçalves, 9500, Instituto de Informática, prédio 67, sala 206, Porto Alegre/RS B.2) Local de entrega dos equipamentos: Av. Bento Gonçalves, 8670, Porto Alegre-RS, Prédio do DEPATRI Departamento de Patrimônio da Universidade Federal do RioGrande do Sul. Das 10h às 16h. Fone: (051) /7052; C) Prazo de Entrega: máximo de até 10 (dez) dias a contar do envio da autorização de compra. D) Declaração: de estarem incluídos nos preços cotados todos os impostos, taxas,

15 fretes, seguros, bem como quaisquer outras despesas, diretas e indiretas, incidentes sobre o objeto deste Pregão, nada mais sendo lícito pleitear a esse título. Esclarecimentos técnicos contatar com requisitante Professor Dante Augusto Barone no telefone (51)

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01. Memória RAM mínimo 1GB. Cabo de alimentação. Servidor de impressão integrado. Porta RJ-45 (10/100/1000Base-TX)

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01. Memória RAM mínimo 1GB. Cabo de alimentação. Servidor de impressão integrado. Porta RJ-45 (10/100/1000Base-TX) ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01 Impressora 1. Especificação Tecnologia de impressão: Laser Velocidade da impressão (ISO/IEC 24734): 50 ppm (papel A4) Primeira página impressa (pronto): em até 8.5 segundos

Leia mais

Aditamento nº 01 Pregão Eletrônico nº 15/01526 Objeto: CELESC DISTRIBUIÇÃO S/A - Aquisição de Ativos de Rede. Data: 04/05/2015

Aditamento nº 01 Pregão Eletrônico nº 15/01526 Objeto: CELESC DISTRIBUIÇÃO S/A - Aquisição de Ativos de Rede. Data: 04/05/2015 Aditamento nº 01 Pregão Eletrônico nº 15/01526 Objeto: CELESC DISTRIBUIÇÃO S/A - Aquisição de Ativos de Rede. Data: 04/05/2015 1. Por meio deste aditamento, inserimos o Anexo I Especificações Técnicas.

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Expansão da rede local do CSS Equipamentos para Blocos do Sesc/DN

Expansão da rede local do CSS Equipamentos para Blocos do Sesc/DN Expansão da rede local do CSS Equipamentos para Blocos do Sesc/DN Objeto: Aquisição de infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) para expansão da rede loca do CSS (aumento de pontos de rede) em atendimento

Leia mais

Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps

Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps Especificações Técnicas Característica/Configurações/Requisitos mínimos: Descrição do Material Switch

Leia mais

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA Subitem Característica Especificação Exigência CONEXÕES DESEMPENHO 1.1 Portas RJ-45 1.2 Portas GBIC 1.3 Autoconfiguraçã

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA LOTE 01 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Qt Unidade Especificação detalhada ITEM 40 Unid. Mouse pad em gel com Apoio para 01 Punho, Preto e/ou Azul. 02 04 Embalagens CD - RW (200 unidades, distribuídas em embalagens

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 018/2011. 2.1 - SWITCHES TIPO A - Camada Núcleo da Rede Campus e Data Center

TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 018/2011. 2.1 - SWITCHES TIPO A - Camada Núcleo da Rede Campus e Data Center TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 018/2011 Anexo I 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de infraestrutura tecnológica de conectividade e de segurança lógica, com fornecimento de equipamentos

Leia mais

Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE

Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE Especificações Técnicas Mínimas: 1. O equipamento deve ter gabinete único para montagem

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE Aquisição de Solução de Criptografia para Backbone da Rede da Dataprev ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE 1.1 Cada appliance deverá ser instalado em rack de 19 (dezenove) polegadas

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 001 111586 Nobreak Senoidal de Dupla Conversão de no mínimo 3.0 KVa 1. Todos os equipamentos deverão ser novos de primeiro uso e estar na linha de produção atual do fabricante; 2. A garantia

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12 TERMO DE REFERÊNCIA I DEFINIÇÃO DO OBJETO O presente Projeto Básico tem por objeto a aquisição de equipamentos para implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 Switch

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas TERMO DE REFERÊNCIA Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas Deve ser montável em rack padrão EIA 19 (dezenove polegadas) e possuir kits completos para instalação; Deve possuir, no mínimo, 24

Leia mais

Especificação de Referência Switch de Acesso I

Especificação de Referência Switch de Acesso I 1 Especificação de Referência Switch de Acesso I Código do Objeto Descrição do Objeto Aplicação do Objeto Data da Especificação de Referência Validade da Especificação de Referência AC0000045 Switch de

Leia mais

Especificaça o Te cnica

Especificaça o Te cnica Especificaça o Te cnica Esta especificação técnica tem como objetivo possibilitar a implantação da infraestrutura de rede lógica (nível de acesso) na nova sede da DME Distribuição. A solução deverá ser

Leia mais

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps

Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps Switch de borda L3 com 48 portas, sendo 2 portas de 10Gbps ARQUITETURA 1. Permitir instalação em gabinete de 19" (dezenove polegadas). 2. LEDs de identificação de atividades de status do sistema, de cada

Leia mais

4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. As especificações técnicas dos equipamentos encontram-se detalhadas no ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS.

4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. As especificações técnicas dos equipamentos encontram-se detalhadas no ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. 4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS As especificações técnicas dos equipamentos encontram-se detalhadas no ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS.. Switch (comutador) de acesso 24 portas 10/100/1000 UTP padrão RJ-45

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA Pregão Presencial Nº 000091/2015 Abertura 15/6/2015 09:00 Processo 004522/2015 00001 - LOTE 01 IMPRESSORA LASER POLICROMATICA TIPO 1 (UM) - PORTARIA 255/2013 (IMPRESSORA LASER POLICROMÁTICA VELOCIDADE

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 1.UNIDADE REQUISITANTE: ETICE 2. DO OBJETO: ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 2.1. Registro de preços para futuras e eventuais aquisições de EQUIPAMENTOS DE REDE CORPORATIVOS ( SWITCHS e ACESSÓRIOS), todos

Leia mais

MARÇO / 2009 AQUISIÇÃO DE SWITCHES NÍVEL 2. Diretoria de Infraestrutura de TIC DIT. Departamento de Redes de Telecomunicações DERE

MARÇO / 2009 AQUISIÇÃO DE SWITCHES NÍVEL 2. Diretoria de Infraestrutura de TIC DIT. Departamento de Redes de Telecomunicações DERE TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SWITCHES NÍVEL 2 MARÇO / 2009 RQ DERE 005/2009 Termo de Referência Aquisição de Switches Nível 2 1 / 20 HISTÓRICO DE REVISÕES DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTOR 26/01/2009 1 Criação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SWITCHES NÍVEL 2 MARÇO / 2009 RQ DERE 005/2009 Termo de Referência Aquisição de Switches Nível 2 1 / 22 HISTÓRICO DE REVISÕES DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTOR 26/01/2009 1 Criação

Leia mais

Termo de Referência Tecnologia da Informação

Termo de Referência Tecnologia da Informação Termo de Referência Tecnologia da Informação TERMO DE REFERÊNCIA PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE TI E LICENÇAS. GERENCIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS JULHO/2015 CDG CAE 01/2015 1. DO OBJETO Aquisição de

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Uma estação é considerada parte de uma LAN se pertencer fisicamente a ela. O critério de participação é geográfico. Quando precisamos de uma conexão virtual entre duas estações que

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Especificação de Referência Switch de Borda Alguns itens apresentam opções de configuração, refletindo nos aspectos originais de preço e características da máquina Código do Material Descrição do Material

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS N.º 016/2012 - PG

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS N.º 016/2012 - PG EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL SESC/MS N.º 016/2012 - PG O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado do Mato Grosso do Sul, entidade de direito privado, sem fins lucrativos, comunica

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 ETI/Domo 24810180 www.bpt.it PT Português ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 Configuração do PC Antes de realizar a configuração de todo o sistema, é necessário configurar o PC para que esteja pronto

Leia mais

Governo do Estado do Acre Secretaria de Estado de Planejamento Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação DTIC

Governo do Estado do Acre Secretaria de Estado de Planejamento Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação DTIC Especificações de Referência Central Telefônica Código do Objeto TOIP00008 Descrição do Objeto Central Telefônica Data da Especificação de Referência Outubro de 2013 Validade da Especificação de Referência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I LOTE 01. 01 10 Pendrive 8GB. R$ 25,99 R$ 259,00. 02 10 Pendrive 16GB. R$ 51,50 R$ 515,00

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I LOTE 01. 01 10 Pendrive 8GB. R$ 25,99 R$ 259,00. 02 10 Pendrive 16GB. R$ 51,50 R$ 515,00 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ÍTEM QT Especificação LOTE 01 Valor unitário Valor máximo estimado 01 10 Pendrive 8GB. R$ 25,99 R$ 259,00 02 10 Pendrive 16GB. R$ 51,50 R$ 515,00 03 20 04 10 Adaptadores para

Leia mais

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots 1.1.1. Deve possuir no mínimo 06 slots para inserção de módulos de I/O, ou seja, 06 além dos slots para supervisoras; 1.1.2. Deve vir acompanhado de kit de suporte específico

Leia mais

PEDIDO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAIS

PEDIDO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAIS 1. OBJETO PEDIDO DE AQUISIÇÃO DE MATERIAIS Aquisição de impressoras para implantação dos Núcleos de Atendimento ao Profissional de Enfermagem (NAPE) e Subseções do Coren/SP. Item 01 Impressora multifuncional

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310 Especificação Técnica 1. A Solução de Fitoteca ofertada deverá ser composta por produtos de Hardware e Software obrigatoriamente em linha de produção do fabricante, não sendo aceito nenhum item fora de

Leia mais

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso.

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Antes de utilizar o equipamento verifique a disponibilidade

Leia mais

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador Viva o momento 3 4 5 5 6 6 7 8 9 12 12 14 16 17 18 19 20 21 22 22 23 23 24 24 24 25 26 27 Ligar o Router LEDs Configuração do Router Aceder à ferramenta de configuração

Leia mais

Por ser uma funcionalidade comum a diversos switches de mercado, sugerimos adicionar os seguintes requisitos:

Por ser uma funcionalidade comum a diversos switches de mercado, sugerimos adicionar os seguintes requisitos: ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 10/2014 (PERGUNTAS E RESPOSTAS) A ATA REGISTRO PREÇOS FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO SWITCH ÓPTICA E SWITCH BORDA A ADMINISTRAÇÃO DIRETA E INDIRETA DO MUNICÍPIO SÃO PAULO

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA 1 - OBJETO

TERMO DE REFERENCIA 1 - OBJETO TERMO DE REFERENCIA 1 - OBJETO Contratação de empresa especializada para fornecimento de equipamentos e instalação de Ativos de Rede, destinados à ampliação da infraestrutura física e lógica da Procuradoria

Leia mais

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Security O ProApps Security é um componente da suíte de Professional Appliance focada na segurança de sua empresa ou rede. A solução pode atuar como gateway e como solução IDS/IPS no ambiente.

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 067/2013

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 067/2013 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 067/2013 No dia 06 (seis) do mês de novembro de 2013 (dois mil e treze), o MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ sob o nº

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch)

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 09/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Switch Central de Grande Porte

Switch Central de Grande Porte Switch Central de Grande Porte GERAL 1. Estrutura de chassi modular, para instalação em gabinete padrão EIA 19, e kit completo de instalação. Os equipamentos ofertados deverão vir acompanhados de kits

Leia mais

MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE...

MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE... MODELO TERMO DE COOPERAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DO CENTRO JUDICIÁRIO DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA NA COMARCA DE... O Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, por intermédio da Exma. Sra. Desembargadora

Leia mais

2.1.1 LEDs... 2 2.1.2 Painel traseiro... 2

2.1.1 LEDs... 2 2.1.2 Painel traseiro... 2 INTRODUÇÃO... 1 1.1 CONTEÚDO DA EMBALAGEM... 1 1.2 RECURSOS... 1 INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO... 2 2.1 LIGANDO O SWITCH... 2 2.1.1 LEDs... 2 2.1.2 Painel traseiro... 2 2.3 REQUISITOS DO AMBIENTE DE INSTALAÇÃO...

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/2015 Especificações Técnica do Objeto Lote 01 Item 01 Quant 01 peça Descrição Rack 16U Rack para parede com largura de 19 polegadas; Estrutura, porta e laterais em chapa

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE 1. OBJETO: 1.1 Aquisição de Firewalls Appliance (hardware dedicado) com throughput

Leia mais

1. LOTE 1 SWITCH REDE OPTICA

1. LOTE 1 SWITCH REDE OPTICA 1. LOTE 1 SWITCH REDE OPTICA Switch de 10 portas, Quantidade unidades. 1.1.1. Deve ser montável em rack padrão EIA 19 (dezenove polegadas) e possuir kits completos para instalação e deve ocupar uma unidade

Leia mais

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO:

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: GRUPO 1 Item Quant. Descrição item R$ unitário R$ total 01 123 SWITCH TIPO 01: Equipamento tipo Switch Gigabit Ethernet com capacidade de operação

Leia mais

VTP VLAN TRUNKING PROTOCOL

VTP VLAN TRUNKING PROTOCOL VTP VLAN TRUNKING PROTOCOL VLAN Trunking Protocol O VLAN Trunking Protocol (VTP) foi criado pela Cisco (proprietário) para resolver problemas operacionais em uma rede comutada com VLANs. Só deve ser utilizado

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Item Unidade Qtd Objeto da proposta Valor máximo aceitável SCANNER TIPO PLANETÁRIO MARCA ZEUTCHEL MODELO OS 12002 C

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Item Unidade Qtd Objeto da proposta Valor máximo aceitável SCANNER TIPO PLANETÁRIO MARCA ZEUTCHEL MODELO OS 12002 C ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento de scanner para a Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul FABICO/UFRGS, situada na Rua Ramiro Barcelos n. 2705,

Leia mais

Item 01 - Impressora Laser Monocromática

Item 01 - Impressora Laser Monocromática Item 01 - Impressora Laser Monocromática 1 apacidade e manuseio de papel impressora deve ter três bandejas de entrada. G H apacidade máxima de entrada na bandeja 1 igual ou superior a 50 apacidade máxima

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS.

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS. TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS REPROGRÁFICOS. JUSTIFICATIVA Justifica-se a presente contratação, tendo em vista a necessidade desta

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700.

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. ANEXO II ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EXPANSÃO E INTEGRAÇÃO DO SYSTEM STORAGE IBM DS4700. LOTE 1 (Único) 1 8 Disco FC de 300 GBytes, 4 Gbps, 15 Krpm E-DDM. Tecnologia Fibre Channel Enhanced Disk Drive Modules;

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless)

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) UNISC Setor de Informática/Redes Atualizado em 22/07/2008 1. Definição Uma rede sem fio (Wireless) significa que é possível uma transmissão de dados via

Leia mais

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet:

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet: Comunicação em uma rede Ethernet A comunicação em uma rede local comutada ocorre de três formas: unicast, broadcast e multicast: -Unicast: Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

Capítulo 3: Implementar a segurança por meio de VLANs

Capítulo 3: Implementar a segurança por meio de VLANs Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 3: Implementar a segurança por meio de VLANs Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Presentation_ID

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 10/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL Nº 10/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL Nº 10/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA DA AQUISIÇÃO: para atender as necessidades da Câmara Municipal de Canoas/RS. 2. OBJETO: O objeto da presente licitação, na modalidade

Leia mais

Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS

Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ITEM 3478-_M.PDF Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS Item/subitem Descrição Exigência.. O appliance da solução

Leia mais

Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário

Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário Switch 8 portas GTS Network 73.2108K Manual do Usuário P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade.

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Lembrando...desempenho de redes ethernet Instituto de Informátic ca - UFRGS Redes de Computadores Equipamentos de Interconexão de redes Aula 12! Ethernet emprega meio compartilhado para transmitir dados

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Especificação de Referência Switches Wireless LAN (Controlador de Rede sem Fio) Alguns itens apresentam opções de configuração, refletindo nos aspectos originais de preço e características da máquina Código

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Switch na Camada 2: Comutação www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução A conexão entre duas portas de entrada e saída, bem como a transferência de

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LEIA O MANUAL ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO! Considerações importantes, leia antes de usar o produto: A diferença entre a interface Lumikit PRO X4 e Lumikit PRO

Leia mais

Sugestão acatada. A redação do item 2.43 será alterada para Implementar

Sugestão acatada. A redação do item 2.43 será alterada para Implementar DEFINIÇÕES E RESPOSTAS AS SUGESTÕES APRESENTADAS PELO REPRESENTANTE GLOBALRED, VIA E-MAIL, DATADO DE 18/03/2011, RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA, REALIZADA NO DIA 16/03/2010, VISANDO DISCUSSÃO DAS ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA DA NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT 1/10 CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Constitui objeto da presente licitação o registro de preços para implantação de sistema de telefonia digital (PABX) baseado em servidor IP, com fornecimento

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC-F Versão 1.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização da CIANET.

Leia mais

ENH916-NWY. Manual do Usuário

ENH916-NWY. Manual do Usuário ENH916-NWY Manual do Usuário Aviso da FCC Este equipamento foi testado e se encontra em conformidade com os limites de dispositivo digital de Classe B, de acordo com a Parte 15 das Regras de FCC. Estes

Leia mais

1. EZ300 GENESIS II - 1 -

1. EZ300 GENESIS II - 1 - EZ300 GENESIS II 1. EZ300 GENESIS II O EZ300 GENESIS II é uma solução competitiva para acesso a serviços de terminal Windows, Linux e a emuladores terminais diversos. Possui um desenho arrojado e formato

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO DISTRITO FEDERAL PREGÃO PRESENCIAL PARA SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS N.º 15/2015 O do Distrito Federal, Senac-DF, por intermédio

Leia mais

Construção do Fórum Da Comarca de RIO LARGO - AL

Construção do Fórum Da Comarca de RIO LARGO - AL REFERENTE: CONTRUÇÃO DO FÓRUM DE RIO LARGO -AL Construção do Fórum Da Comarca de RIO LARGO - AL ESPECIFICAÇÕES PARA AQUISIÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Especificação SWITCH DE 24 PORTAS

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 TI APPLICATION DELIVERY CONTROLLER ESCLARECIMENTOS AOS QUESTIONAMENTOS APRESENTADOS PELAS EMPRESAS INTERESSADAS País: BRASIL Nome do Projeto: PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida Parabéns pela aquisição do SWITCH MYMAX 8 PORTAS. Este comutador integra as capacidades do Comutador Rápido de 100Mbps e da Rede Ethernet de 10Mbps em uma mini-embalagem altamente flexível. 1. Conteúdo

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE SWITCHES BRB EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº BRB 2013/010

APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE SWITCHES BRB EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº BRB 2013/010 APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE SWITCHES BRB EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº BRB 2013/010 Brasília-DF, 21 de fevereiro de 2012 Ref.: Apresentação de Sistema de Registro

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Termo de Referência ANEXO B ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Termo de Referência ANEXO B ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO B DO TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS LOTE 1 Item 1 Switch Core 1. Chassis Cisco Nexus 7010 (N7K-C7010), com 8 (oito) slots para inserção de módulos com portas Ethernet, 2 (dois) slots

Leia mais

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1 1 Sinopse do capítulo Problemas de segurança para o campus. Soluções de segurança. Protegendo os dispositivos físicos. Protegendo a interface administrativa. Protegendo a comunicação entre roteadores.

Leia mais

ERRATA. 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência;

ERRATA. 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; ERRATA Este documento tem por objetivo retificar: 1. Item 4.1.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; 2. Item 7.9.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Edital 012/PROAD/SGP/2012

Edital 012/PROAD/SGP/2012 Edital 012/PROAD/SGP/2012 Nome do Candidato Número de Inscrição - Assinatura do Candidato Secretaria de Articulação e Relações Institucionais Gerência de Exames e Concursos I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM

Leia mais

ATA DA CONSULTA PÚBLICA N

ATA DA CONSULTA PÚBLICA N ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 002/2013 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EVENTUAL CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE IMPRESSÃO DEPARTAMENTAL (QUESTIONAMENTOS e RESPOSTAS) ((TEXTO))Aos

Leia mais

DESEMBALANDO A IPCAM SECURE300R

DESEMBALANDO A IPCAM SECURE300R Símbolo para Coleta Separada nos Países Europeus Este símbolo indica que este produto deve ser coletado separadamente. O que segue se aplica somente a usuários em países da Europa: Este produto está designado

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras

Software de gerenciamento de impressoras Software de gerenciamento de impressoras Este tópico inclui: "Usando o software CentreWare" na página 3-10 "Usando os recursos de gerenciamento da impressora" na página 3-12 Usando o software CentreWare

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Switch Tipo 1: Switch fast-ethernet 24 portas FE 100BASE-TX, 2 portas 1GbE 1000BASE-T, 2 portas 1GbE SFP;

TERMO DE REFERÊNCIA. Switch Tipo 1: Switch fast-ethernet 24 portas FE 100BASE-TX, 2 portas 1GbE 1000BASE-T, 2 portas 1GbE SFP; TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Fornecimento de Switches, Módulos transceiver e Cordões Óticos. LOTE 1 Item Descrição 1.1 Switch Tipo 1: Switch fast-ethernet 24 portas FE 100BASE-TX, 2 portas 1GbE 1000BASE-T,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SWITCHES

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SWITCHES ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SWITCHES 1 SWITCH Todos os switches objeto deste fornecimento deverão ser do mesmo fabricante e serem entregues com todas as licenças de software necessárias à implementação de todos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. OBJETO 1.1. Aquisição de equipamentos de informática, conforme especificações e quantitativos a seguir discriminados.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. OBJETO 1.1. Aquisição de equipamentos de informática, conforme especificações e quantitativos a seguir discriminados. TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Aquisição de equipamentos de informática, conforme especificações e quantitativos a seguir discriminados. 2. ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS Lote Equipamento Quant. Especificação

Leia mais