RELATÓRIO ANUAL 2003

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO ANUAL 2003"

Transcrição

1 RELATÓRIO ANUAL 2003

2 Destaques > Perfi l Corporativo 01 Missão 02 Valores 03 Mensagem da Administração 04 Desempenho das Vendas 08 Estratégia 09 Mercado Interno 09 Mercado Externo 11 Desempenho Operacional 14 Produção 15 Investimentos 16 Cadeia de Suprimentos 17 Internacionalização 18 Desempenho Econômico-Financeiro 20 Ativos Intangíveis 26 Gestão 27 Tecnologia 28 Gerenciamento Ambiental 29 Reconhecimento 30 Nossas Ações como Investimento 32 Governança Corporativa 36 Gestão de Risco 40 Perspectivas 44 Recursos Humanos 46 Ações Sociais 52 Informações Corporativas 60 Demonstrações Financeiras Anexo

3 Indicadores Operacionais e Financeiros 2003 Principais Indicadores R$ milhões Receita Bruta Mercado Interno Mercado Externo Receita Líquida Lucro Bruto Margem Bruta (%) 26,7 27,9 32,9 24,2 29,3 Lucro Operacional Margem Operacional (%) 7,5 7,3 14,8 6,1 10,2 EBITDA Margem EBITDA (%) 10,0 10,1 17,3 9,1 13,1 Lucro Líquido Margem Líquida (%) 3,2 0,3 6,9 2,6 3,0 Valor de Mercado Ativo Total Patrimônio Líquido Dívida Líquida Dívida Líquida/EBITDA 1,94 2,87 1,34 3,62 1,91 Lucro por Ação - R$ 2,78 0,18 3,78 1,02 0,21 Faturamento Líquido por funcionário/ano - R$ mil 136,9 120,7 108,8 91,4 94,5 Produtividade por funcionário (ton/ano) 36,1 39,6 37,3 35,9 36,6 Nº Ações Nº Ações em Tesouraria Em 1999 o número de ações está expresso em milhares e o lucro por ação - R$/mil Estrutura Produtiva/Comercial Unidades Industriais (Carnes) 13 Unidades Industriais (Soja) 2 Fábricas de Rações 7 Incubatórios 13 Produtores Integrados de Aves Produtores Integrados de Suínos Funcionários Centros de Distribuição 18 Distribuidores Terceirizados 10 Atividades no Exterior 3 Clientes Ativos - Mercado Interno Clientes Ativos - Mercado Externo 500 Filiais de Compras de Grãos 27

4 EBITDA R$ milhões aa = 33% Resultado Líquido R$ milhões aa = 29,6% ,3% 6,9% 9,0% 8,4% 8,3% 10,6% 13,1% 9,1% 10,1% 10,0% EBITDA Margem EBITDA Faturamento Bruto R$ milhões aa = 28% Patrimônio Líquido R$ milhões aa = 13,9% Mercado Interno Mercado Externo Vendas de Frigorificados Mil toneladas aa = 13,5% Remuneração ao Acionista R$ milhões aa = 19% Mercado Interno Mercado Externo

5 PERFIL CORPORATIVO Uma das maiores companhias de alimentos da América Latina A Perdigão é uma das maiores companhias de alimentos da América Latina. Sua atuação está focada na produção, no abate de aves e suínos e no processamento de produtos industrializados, elaborados e congelados de carnes, além dos segmentos de massas prontas, tortas, pizzas, folhados e vegetais congelados. São mais de mil itens com foco em congelados e refrigerados comercializados no Brasil e no exterior sob as marcas Perdigão, Chester, Batavo, Borella, Turma da Mônica, Confiança e Perdix. Com receita líquida de R$ 3,8 bilhões, registrada em 2003, disputa a liderança em todos os segmentos em que atua no mercado nacional. No exterior, mantém uma estrutura para o atendimento a mais de 90 países, composta por escritórios comerciais (Europa e Oriente Médio) e um centro de distribuição (Holanda). A Perdigão foi fundada em 1934, no município de Videira (SC), por imigrantes italianos e, desde 1994, mantém uma gestão totalmente profissionalizada. Seu controle acionário é compartilhado por sete fundos de pensão e suas ações são negociadas nas Bolsas de Valores de São Paulo (BOVESPA Nível I) e de Nova York (New York Stock Exchange ADRs nível II). Com cerca de 28 mil funcionários, é uma das maiores empregadoras do país e vem se destacando por sua atuação social. Possui 13 unidades industriais de carnes localizadas nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Goiás e uma das maiores redes de distribuição de congelados e refrigerados do país, formada por 18 centros de distribuição próprios e 10 terceirizados. A Empresa também conta com uma estrutura de produção integrada, que proporciona baixos custos; tecnologia industrial avançada; e sistema de segurança alimentar, com a rastreabilidade de todas as etapas do processo de produção e distribuição.

6 Missão Estar sempre na vanguarda, colocando à disposição do consumidor alimentos que se ajustem às mudanças de estilo da sociedade, com elevada qualidade e preços justos, constituindo-se na melhor escolha de atendimento para seus clientes, de atividade para seus funcionários e de investimento para seus acionistas, integrandose harmoniosamente nas comunidades em que atua e respeitando o meio ambiente. LINHA DO TEMPO 1934 Inaugurado o armazém de secos e molhados Ponzoni, Brandalise & Cia., que deu origem à Perdigão em Videira-SC, por imigrantes italianos A Empresa inicia suas atividades industriais com um abatedouro de suínos É adotada a denominação social Perdigão e criado um novo logotipo, que traz um casal de perdizes Início das atividades de abate de aves A Perdigão é uma das pioneiras na primeira exportação de carne de frango do Brasil, que teve como destino a Arábia Saudita A holding Perdigão S/A Comércio e Indústria abre seu capital e passa a comercializar ações na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) a 1984 Aquisições de Frigorífi cos, incluindo as marcas Borella e Sulina Lançamento da linha de produtos Chester, marca desenvolvida e registrada pela Perdigão.

7 Valores Valorização do Cliente O cliente vem sempre em primeiro lugar, seus problemas são de todos nós, precisamos atendê-lo acima de suas expectativas. Desenvolvimento Individual Estimulamos o desenvolvimento de nossos funcionários, criando oportunidades de crescimento pessoal e profi ssional. Responsabilidade Profi ssional Nossas ações profi ssionais têm elevados padrões de desempenho e de dedicação. Ética nos Relacionamentos Conduzimos com ética e coerência todos os relacionamentos internos e externos. Agilidade nas Mudanças Estamos constantemente dispostos a aceitar o processo de mudanças e a aproveitar as oportunidades decorrentes com agilidade. Trabalho em Equipe Os interesses coletivos prevalecem aos individuais e todos contribuímos para o sucesso da equipe. Satisfação do Consumidor Nossos produtos sempre oferecem satisfação aos consumidores e segurança à sua saúde. Gestão Efi caz Nosso lucro é resultante de uma gestão efi caz, remunerando adequadamente nossos acionistas e respeitando os demais valores da empresa O controle acionário da Perdigão é transferido para um grupo de fundos de pensão e tem a sua administração profi ssionalizada a 1997 São realizadas reestruturações societária e organizacional A Perdigão lança ADRs nível II, na Bolsa de Nova York (NYSE), adquire o controle acionário do Frigorífi co Batávia e abre seu primeiro escritório no exterior, na Inglaterra, iniciando seu processo de internacionalização O Complexo Agroindustrial de Rio Verde entra em operação com 10% da capacidade da Perdigão. A Empresa adere ao Nível I de Governança Corporativa da BOVESPA É aprovado o tag along para as ações preferenciais Inauguração ofi cial do Complexo Agroindustrial de Rio Verde (GO).

8 MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO Resultados expressivos ao longo do ano O ano de 2003 foi marcado pela concretização do Complexo Agroindustrial de Rio Verde e pela performance expressiva alcançada nos mercados interno e externo. Nildemar Secches Diretor-Presidente Um importante marco estabelecido pela Perdigão, em 2003, foi a concretização do Complexo Agroindustrial Rio Verde, em Goiás. Com capacidade para produzir 260 mil toneladas/ano de carnes equivalente a 25% da capacidade total planejada da Companhia a unidade representa mais de 30% do movimento econômico do município e responde por 4,7 mil empregos diretos e 8 mil indiretos. Nesse período, também defi nimos e cumprimos uma estratégia focada na busca por rentabilidade e resultados. Adotamos uma postura pró-ativa com o objetivo de maximizar a performance da Companhia, o que nos permitiu atingir resultados expressivos como o incremento da participação dos produtos de maior valor agregado no mercado interno e o aumento de volume e receita das exportações. Outra conquista importante foi a manutenção do ritmo crescente de produção sem a necessidade de grandes investimentos. Além disso, adequamos nossa estrutura para atendimento direto aos clientes, e conseguimos conquistar novos mercados. Esses resultados foram alcançados mesmo diante dos desafi os enfrentados no ano, quando tivemos de contornar a queda no poder aquisitivo da população brasileira e a conseqüente redução no consumo. Outro desafi o foi a absorção de quase 4 mil novos empregados admitidos no ano. Administrar o treinamento desse pessoal, sem afetar a efi ciência e a produtividade da Empresa foi, sem dúvida, um mérito de todos que incorporaram a cultura Perdigão, de assumir os obstáculos e superá-los. A tríplice conquista das certifi cações ISO 9001, de gestão da qualidade; ISO 14001, na área de meio ambiente; e OHSAS 18001, de segurança no trabalho pela unidade de Marau (RS) foi mais uma etapa vencida no ano. Cientes da importância de buscar o aperfeiçoamento em todos os níveis, iniciamos, em 2003, o processo de implementação do Mais Valor Perdigão MVP. Com essa ferramenta de gestão, transmitimos a todos os níveis da Empresa que o capital seja ele um investimento imobilizado ou fi xo, ou até mesmo, capital de giro tem custo e, por isso, precisa ser remunerado. 4 Mensagem da Administração

9 Às vésperas de completar 70 anos, um dos diferenciais da Perdigão continua sendo o seu comprometimento em oferecer produtos de alta qualidade aos consumidores. Eggon João da Silva Presidente do Conselho de Administração Na área social, continuamos nossa fi losofi a de desenvolver ações descentralizadas e direcionadas às comunidades onde estamos presentes, como uma forma de retribuir à região que nos acolhe. Por isso, uma de nossas maiores preocupações tem sido a de ampliar o papel da Perdigão como uma empresa que, além de buscar o lucro, tem como objetivos primordiais o desenvolvimento social e cultural. Para os próximos anos, continuaremos atentos às conseqüências de fatores macroeconômicos e setoriais nos negócios, em âmbito nacional e internacional, com investimentos direcionados principalmente ao aumento da produtividade e à otimização da capacidade de produção. No mercado interno, nossa expectativa é manter o equilíbrio de margens e o nível de rentabilidade conquistados no segundo semestre de 2003, e estarmos preparados para o aumento de valores de vendas decorrente da provável retomada da demanda. Ao mesmo tempo, continuaremos voltados para a internacionalização da Companhia, com crescimento nos volumes de exportação, principalmente de itens com maior valor agregado, adicionando, dessa forma, mais rentabilidade às exportações. Por isso, num momento tão especial de sua trajetória, às vésperas de completar 70 anos de história e 10 anos de administração profi ssionalizada, a Perdigão continua comprometida em oferecer produtos de alta qualidade aos consumidores e criar valor aos seus acionistas. Agradecemos aos nossos acionistas, clientes e fornecedores pela confi ança e apoio, e, em especial, aos nossos funcionários, pela contribuição e determinação dedicada que transformaram a Perdigão em uma das maiores companhias de alimentos da América Latina. 5 Mensagem da Administração

10 O nosso maior

11 segredo é você.

12 DESEMPENHO DAS VENDAS Melhoria das margens e crescimento da receita

13 Estratégia O ano de 2003 teve início ainda sob os efeitos da alta dos insumos milho e soja em 2002, que acabaram se estendendo por todo o período. Além do alto custo de matéria-prima, a economia brasileira encontravase em recessão, com queda signifi cativa no consumo. Apesar desse cenário, a Perdigão conseguiu manter seu crescimento dentro do planejado, com controle adequado de custos e aumento do volume de produção, que proporcionaram benefícios diretos de performance e produtividade. A atuação da Empresa esteve focada em dois pontos-chave: rentabilidade e redução do endividamento. Para alcançá-los, adotou uma estratégia direcionada à recomposição de margens no mercado interno, em detrimento do aumento em volume; ao acréscimo das exportações e ao processo de internacionalização; ao crescimento da produção, sem a necessidade de grandes investimentos; e à redução de custos operacionais, com o aprimoramento da cadeia de suprimentos. Mercado Interno Para buscar melhores margens no mercado interno, a Perdigão deu ênfase aos produtos de maior valor agregado. Essa estratégia proporcionou um acréscimo de 18,6% no faturamento, que totalizou R$ 2,5 bilhões, apesar da queda de 5,7% no volume de carnes. A receita dos produtos elaborados/processados cresceu 24%, com queda de 0,2% em volume. Já o volume de carnes in natura (commodities), que caiu 37%, foi redirecionado às exportações. O aumento de 21% no custo médio das carnes foi amenizado com preços 28% maiores. Demos preferência aos produtos de maior valor agregado no mercado interno, o que nos possibilitou uma recomposição de margens, e apresentamos crescimento de volume e receita nas exportações. João Rozário da Silva Diretor Vice-Presidente Comercial 9 Desempenho Operacional das Vendas

14 Em 2003, foi lançada a linha Escolha Saudável, de produtos funcionais à base de soja. Os menores volumes provocaram um decréscimo no market share de industrializados de carnes da Companhia, que passou de 25,2%, em 2002 para 24,4%, em No segmento de congelados, a participação fi cou em 34,2%, ante 33,4% em Foram lançados 31 novos produtos 18 na marca Perdigão e 13 na marca Batavo com destaque para as pizzas doces da linha Apreciatta, os folhados e nhoques recheados, e a linha Escolha Saudável, de produtos funcionais à base de soja. Atenta ao potencial de crescimento do mercado de food service que envolve a alimentação fora de casa a Perdigão mantém uma gerência específi ca para atender os clientes desse mercado: lanchonetes, cozinhas industriais, hotéis, restaurantes, etc., buscando, dessa forma, o desenvolvimento de um portfólio específi co de produtos, que atendam às necessidades do mercado institucional, além de reforçar a prestação de serviços que é fator fundamental nesse segmento. Os investimentos em marketing totalizaram R$ 42,5 milhões, destinados principalmente ao lançamento da campanha institucional Perdigão - O nosso maior segredo é você, que reforçou a presença da marca no dia-a-dia das famílias brasileiras e o seu compromisso em oferecer sabor, qualidade, variedade e praticidade ao consumidor. 10 Desempenho das Vendas

15 Market Share Em percentual (%) 16,4 16,4 25,5 18,4 19,3 15,1 37,9 34,8 35,8 31,9 32,3 33,4 34,2 33,1 30,3 31,1 31,2 31,0 24,4 22,8 23,3 21,7 24,4 24,6 25,2 15,8 8,8 10,1 0, Último Bim/03 Fonte: Nielsen Industrializados de Carnes Congelados de Carnes Pratos Prontos - Massas Elaborados/Processados Vendidos Mil toneladas aa = 14,7% Mercado Externo A Perdigão apresentou crescimento de 52,4% na receita com as exportações, que aumentaram 24,6% em volume na comparação com Esse desempenho deve-se ao incremento das vendas de produtos de maior valor agregado, à consolidação da expansão de mercados, e à maior penetração obtida por meio da fi lial Europa e do escritório de vendas em Dubai. A receita com a venda de produtos elaborados/ processados de carne cresceu 60,2%, com aumento de 31,7% em volume. Incluindo Produtos de Carnes e Outros Processados 11 Desempenho das Vendas

16 As exportações foram direcionadas para a Europa, com incremento de 79,5%; para o Oriente Médio, com 60,6%; e para o Extremo Oriente, com 40%. A efi cácia dos controles sanitários brasileiros permitiu à Empresa um bom desempenho em mercados críticos, como o Extremo Oriente, que sofreu as conseqüências da gripe aviária. Na Eurásia, mesmo com o estabelecimento de cotas para carnes de aves e suínos pela Rússia, foi registrado crescimento de 7,7%, com o aumento dos embarques para outros países da região. Criada para atender exclusivamente ao mercado externo, a marca Perdix foi lançada em Cingapura, em Hong Kong, na Dinamarca, na Alemanha, na Holanda, e, no início de 2004, estará disponível também na Rússia e no Oriente Médio. Exportações por Região Em receitas ,5% 21,2% 3,9% 20,1% 14,5% Oriente Médio Extremo Oriente 20,5% Oriente Médio Extremo Oriente 23,3% Europa 25,4% Europa Eurásia Eurásia 35,5% Outros Países 30,1% Outros Países 12 Desempenho das Vendas

17 Em continuidade ao processo de internacionalização, a Perdigão consolidou sua operação na Europa, com a criação de uma gerência regional, sediada na Holanda; e de dois escritórios de vendas próprios, na Inglaterra e na Holanda. Controlar uma estrutura local com faturamento, armazenagem e distribuição próprios permite à Empresa reduzir custos fi xos e atender ao cliente fi nal com agilidade, efi ciência e qualidade. No Oriente Médio, foi estabelecido um escritório de vendas próprio, em Dubai, que contribuiu para o bom desempenho apresentado no ano. As exportações apresentaram crescimento de 52% no ano. 13 Desempenho das Vendas

18 DESEMPENHO OPERACIONAL Investimentos em novos projetos de gestão

19 Produção A produção de carnes da Perdigão encerrou 2003 em 989 mil toneladas, um crescimento de 5,7% ante 2002, que confi rma o alcance das metas industriais defi nidas no início do ano. Outro destaque na área produtiva foi a concretização do Complexo Agroindustrial de Rio Verde (GO), capaz de produzir 260 mil toneladas/ano de carnes, 25% da capacidade total planejada da Companhia. Para consolidar e ampliar o potencial de exportação, foram promovidas adaptações em algumas unidades fabris, com o objetivo de adequar o mix de produtos ao mercado externo e descentralizar a produção de determinados itens, garantindo alternativas de fornecimento. As fábricas de Marau (RS), Herval D Oeste (SC), Videira (SC), Carambeí (PR) e Rio Verde (GO) passaram por adaptações e estão habilitadas para exportação de suínos. Produção de Frigorificados Mil toneladas As mudanças realizadas na unidade de Capinzal (SC) garantiram versatilidade de atendimento a mercados mais exigentes, com o início da produção de produtos elaborados como temperados, maturados, marinados e cortes em bandeja Aves Suínos Promovemos adaptações fabris em algumas unidades para adequar o mix de produtos e garantir versatilidade de atendimento ao mercado externo. Paulo Ernani de Oliveira Diretor Vice-Presidente de Operações 15 Desempenho Operacional

20 Também foram promovidos incrementos de capacidade produtiva, como na unidade de Carambeí (PR), cuja produção passou de 6 mil aves/hora para 10 mil aves/hora. Em Serafi na Corrêa (RS), a substituição de equipamentos proporcionou versatilidade na produção de outros tipos de produtos e aumento de capacidade, que passou de 6 mil aves/hora para 8 mil aves/hora. Investimentos O montante investido em 2003 totalizou R$ 69,5 milhões, valor 31% inferior a Os recursos, oriundos integralmente de geração própria, foram aplicados no desenvolvimento de novos projetos de gestão, na melhoria das linhas de produtos para exportação, no Complexo Agroindustrial de Rio Verde (GO), no aumento das áreas refl orestadas e na ampliação de fi liais de vendas. Consumo Anual de Grãos Mil toneladas Soja Investimentos R$ milhões Milho * Projeto de otimização Novos Projetos Complexo Agroindustrial (Rio Verde - GO) Frigorífi co Batávia S.A. *Estimado R$ 272 milhões R$ 440 milhões R$ 411 milhões R$ 57 milhões Total R$ milhões Fortalecemos nossa infra-estrutura de distribuição, o que nos permitirá aumentar a capilaridade de atendimento e expandir o número de clientes. Wlademir Paravisi Diretor de Supply Chain 16 Desempenho Operacional

21 Cadeia de Suprimentos A Perdigão conta com uma das maiores redes de distribuição de congelados e refrigerados do Brasil, capaz de atender a todos os municípios de médio e grande portes. São 18 Centros de Distribuição próprios e 10 distribuidores terceirizados; 15 pontos de cross-docking (áreas onde as carretas transferem mercadorias para veículos menores que fazem a distribuição); frota terceirizada, com uma média de 500 veículos exclusivos; e 33,4 mil posições-paletes, que equivalem a 20 mil toneladas de capacidade de armazenagem. Em 2003, entrou em operação a nova diretoria de Supply Chain (Cadeia de Suprimentos), que abrange as áreas de logística, transporte, suprimentos e grãos. De importância estratégica para a Companhia, tem como principais objetivos aperfeiçoar o nível de serviço oferecido aos mercados interno e externo, aliado à redução de custos. Entre as prioridades estabelecidas inclui-se a concentração dos Centros de Distribuição (CDs) e terceirizações para operadores logísticos, o que permitirá aumentar a capilaridade de atendimento e expandir o número de clientes, principalmente os de pequeno porte, atendendo a suas necessidades específi cas. No mercado externo foram implementadas mudanças na sistemática de fretes, com a retomada de operações break-bulk, uma modalidade de frete pouco comum para as exportações destinadas à Europa, com custos menores do que navios de containers. Grande parte da distribuição ao mercado europeu passou a ser feita diretamente ao cliente via DDP (Delivery Duty Payed), o que permite maior fl exibilidade na gestão de estoque. Também foi consolidado o projeto Exporta Sim, com a centralização da coordenação logística (que envolve o processo de documentação e planejamento de embarque) em Itajaí (SC), onde está localizado o porto responsável por escoar 80% das exportações da Empresa. A decisão trouxe mais agilidade ao processo documental que precede as exportações e melhorou sensivelmente o fl uxo dos embarques. Na área de suprimentos, o desafi o foi minimizar o impacto dos custos de matéria-prima, principalmente os grãos, na cadeia de insumos. Para isso, a Perdigão passou a negociar diretamente com os produtores; investiu na qualifi cação do recebimento, em busca de agilidade em todos os processos; e fechou contratos que a protegessem das oscilações de preço. A redução dos custos dos insumos foi fundamental na composição do resultado da Companhia. Canais de Distribuição Em volumes ,1% 10,1% 8,1% Auto-Serviço 8,0% Auto-Serviço 63,2% Varejo 64,9% Varejo Institucional Institucional 18,6% Atacadista 17,0% Atacadista 17 Desempenho Operacional

22 Internacionalização Centros de distribuição Distribuidores terceirizados Bauru (SP) Belo Horizonte (MG) Brasília (DF) Campinas (SP) Cubatão (SP) Curitiba (PR) Florianópolis (SC) Fortaleza (CE) Manaus (AM) São José dos Pinhais (PR) Porto Alegre (RS) Recife (PE) Rio de Janeiro (RJ) Rio Verde (GO) Salvador (BA) São Paulo (SP) Videira (SC) Vitória (ES) Apucarana (PR) Belém (PA) Campos dos Goytacazes (RJ) Cuiabá (MT) Juiz de Fora (MG) Nova Friburgo (RJ) Porto Velho (RO) Presidente Epitácio (SP) Rio Branco (AC) Vilhena (RO) Unidades industriais Capinzal (SC) Carambeí (PR) Herval D Oeste (SC) Lages (SC) Marau (RS) Rio Verde (GO) Salto Veloso (SC) Serafina Corrêa (RS) Videira (SC)

23 Escritórios no exterior Exportações da Perdigão Holanda (Centro de distribuição) Dubai Londres África do Sul Albânia Alemanha Angola Antilhas Holandesas Arábia Saudita Argentina Aruba Armênia Azerbaijão Bahamas Bahrain Bélgica Benin Bielorússia Bulgária Cabo Verde Camarões Canadá Caribe Catar Chile China Cingapura Congo Costa do Marfim Cuba Dinamarca Djibouti Emirados Árabes Unidos Escócia Eslováquia Espanha Filipinas Finlândia França Gabão Gâmbia Gana Geórgia Gibraltar Granada Grécia Guiné Equatorial Haiti Holanda Hungria Iêmen Ilhas Bermudas Ilhas Canárias Ilhas Mayotte Inglaterra Iraque Irlanda Itália Japão Jordânia Kosovo Kuwait Letônia Líbano Libéria Lituânia Maldivas Marrocos Mauritânia Moçambique Moldavia Nova Caledônia Omã Paraguai Peru Portugal República Tcheca Romênia Rússia Senegal Serra Leoa St. Marteen Suécia Suiça Suriname Taiwan Tanzãnia Trinidad Ucrânia Uruguai Uzbequistão Wallis & Futuna Zaire

24 DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO EBITDA de R$ 383 milhões, com aumento de 30,6%

25 Receita Líquida A receita líquida cresceu 31,1% em 2003, totalizando R$ 3,8 bilhões. Esse desempenho foi impulsionado pelo aumento das exportações e pela estratégia adotada no mercado interno, de priorizar produtos de maior valor agregado, que resultou em margens melhores. Custo dos Produtos Vendidos O custo dos produtos apresentou crescimento de 33%, superior aos resultados obtidos com as vendas, em decorrência do aumento de até 16% nos principais insumos milho e soja e dos acréscimos registrados nos demais componentes como carnes industriais, fretes e embalagens. Despesas Operacionais Em 2003, a Empresa conseguiu diminuir suas despesas operacionais, que incluem despesas gerais, administrativas e de vendas. A redução de 1,3 ponto percentual em relação ao ano anterior é fruto, principalmente, da redução de custos logísticos. As despesas fi nanceiras líquidas sofreram uma redução de 38,2% no ano. Lucro Bruto O lucro bruto totalizou R$ 1,02 bilhão, 25,7% superior ao de 2002, apesar da pressão por aumento de custos e da valorização cambial. A margem bruta fi cou em 26,7%, contra uma margem bruta de 27,9% registrada no exercício anterior. Em linha com a estratégia adotada pela Companhia, apresentamos crescimento expressivo da receita líquida e reduzimos o endividamento líquido, com a consolidação de uma estrutura de capital adequada. Wang Wei Chang Diretor Vice-Presidente de Finanças, Administração e Relações com Investidores 21 Desempenho Econômico-Financeiro

26 Resultado Operacional O aumento da receita de vendas no mercado interno, o crescimento no volume de exportação, a redução parcial de custos e a diversifi cação no mix de produtos contribuíram para o crescimento de 34,1% no resultado operacional antes das despesas fi nanceiras, que totalizou R$ 287,3 milhões no ano, com margem operacional de 7,5%. Lucro Líquido Resultado da boa performance conquistada no ano, o lucro líquido cresceu 1.400%, encerrando o ano em R$ 123,5 milhões, com uma margem líquida de 3,2%, ante o percentual de 0,3% registrado em Composição da Rol Em percentual (%) Outros proces. 2,9% 27,4% Proces. suínos/bovinos Outros proces. 3,3% 28,1% Proces. suínos/bovinos Soja/Outros 8,0% Soja/Outros 9,8% 0,8% Cortes suínos 1,2% Cortes suínos Inteiros aves 12,5% 10,6% Elabor./ proc. aves Inteiros aves 10,3% 11,8% Elabor./ proc. aves Cortes aves 16,5% 2,8% Cortes aves 0,2% Inteiros aves 6,3% Cortes suínos 12,0% Elabor./ proc. aves Cortes aves 14,3% Elabor./ proc. aves 9,9% 4,2% Cortes aves 0,5% Inteiros aves 6,6% Cortes suínos Mercado Interno Mercado Externo 22 Desempenho Econômico-Financeiro

27 EBITDA O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) foi de R$ 383 milhões, um aumento de 30,6%, com margem de 10%. Segmentação de Vendas Toneladas (mil) Vendas (R$ milhões) % Var % Var. Mercado Interno In-Natura (37) (12) Aves (39) (14) Suínos/bovinos (29) (4) Elaborados/Processados (0) Total de carnes (6) Soja (22) Outros processados (2) Outros Total (10) Total Elabor./Processados (0) Mercado Externo In-Natura Aves Suínos/bovinos Elaborados/Processados Total de carnes Total Total Elabor./Processados Vendas Totais Frigorifi cados de carnes Outros Processados (2) Soja/Outros (21) Total Total Elabor./Processados O FIDC - Perdigão Fundo de Investimento em Direitos Creditórios foi classifi cado com rating AA (bra). 23 Desempenho Econômico-Financeiro

28 Operações Financeiras No último trimestre do ano, foi concluída a securitização do Perdigão Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (Perdigão FIDC) com o Banco Rabobank International Brasil S.A. A operação foi classifi cada com rating AA (bra) pela Fitch Atlantic Ratings, devido ao baixo índice de inadimplência da carteira de ativos adquiridos pelo fundo (inferior a 2,0% para atrasos superiores a 15 dias). Fluxo de Caixa Em R$ milhões Endividamento A Perdigão antecipou, em 2003, sua meta de dívida líquida para 2004, o que resultou numa estrutura de capital adequada e equivalente a duas vezes o EBITDA. O endividamento líquido contábil em 31 de dezembro de 2003 era de R$ 742,2 milhões, 11,9% menor que no ano anterior. Essa performance foi conquistada graças à redução de investimentos, à diminuição do capital de giro a partir de um controle mais efetivo, e à antecipação de caixa proporcionado pelo FIDC Recursos das Operações Resultado do Exercício Depreciação, amortização e exaustão Encargos fi nanceiros líquidos de longo prazo Outros 4 (1) Mudanças nas Contas de Giro Circulante 44 (230) Fluxo das Atividades Operacionais 289 (53) Fluxo dos Investimentos 169 (185) Aplicações Financeiras 250 (72) Investimentos em Imobilizado (87) (120) Outros 6 7 Fluxo das Atividades Financeiras (498) 277 Variações nas Disponibilidades (40) Desempenho Econômico-Financeiro

EMPRESAS PERDIGÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO- 3º trimestre de 2002

EMPRESAS PERDIGÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO- 3º trimestre de 2002 EMPRESAS PERDIGÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO- 3º trimestre de 2002 Senhores Acionistas, A conjuntura política nacional continuou gerando turbulências no mercado, aumentando significativamente o risco do

Leia mais

LUCRO DA PERDIGÃO CRESCE 174% EM 2007. Novos negócios respaldaram o bom desempenho operacional da empresa

LUCRO DA PERDIGÃO CRESCE 174% EM 2007. Novos negócios respaldaram o bom desempenho operacional da empresa LUCRO DA PERDIGÃO CRESCE 174% EM 2007 Novos negócios respaldaram o bom desempenho operacional da empresa A Perdigão encerrou 2007 com faturamento bruto de R$ 7,8 bilhões, valor 27,6% superior ao registrado

Leia mais

Resultados 1 o Trimestre 2003

Resultados 1 o Trimestre 2003 Resultados 1 o Trimestre 2003 01. Highlights Em R$ milhões 1º Trim. 03 % ROL 1º Trim. 02 % ROL Var. % Faturamento Bruto Mercado Interno Exportações Lucro Bruto Resultado antes das Financeiras Resultado

Leia mais

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%)

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%) 103 Contexto Operacional A seguir seguem os comentários sobre o desempenho da S.A. referentes ao exercício de 2014. Com intuito de proporcionar a visibilidade anual dos resultados, tais comentários são

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 Desempenho Em ambiente de queda da atividade na indústria automobilística, a Iochpe-Maxion apresentou um crescimento de 8,4% nas vendas no terceiro

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Nossa base de acionistas assegura liquidez América do Norte Canadá Estados Unidos México Europa Luxemburgo

Leia mais

Crescer agregando valor

Crescer agregando valor Crescer agregando valor Marcio Araujo de Lacerda Presidente do Conselho de Administração Maio de 2008 1/XX Orientações do Governo Mineiro Para Minas Gerais: Um Estado para Resultados Visão: Tornar Minas

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria Financiamento ao Agronegócio Internacionalização da Agroindústria BRF Visão Geral BRF Principais Key Brands Marcas Dados Financeiros 3 Uma das maiores empresas de alimentos do Brasil e do mundo 7 a maior

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07 22 de novembro de 2007 Apresentação dos Resultados 4T07 Aviso Importante Declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções de resultados operacionais

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Cimento. Concessões de Energia. Concessões de Transportes. Engenharia e Construção. Vestuário e Calçados. Cimento

Cimento. Concessões de Energia. Concessões de Transportes. Engenharia e Construção. Vestuário e Calçados. Cimento 37 Relatório Anual 2011 - Camargo Corrêa S.A. Áreas de Negócios Alisson Silva, Fábrica da InterCement em Ijaci (MG) 38 Relatório Anual 2011 - Camargo Corrêa S.A. Áreas de Negócios Os negócios de cimento

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011 O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011 Agenda 1 Descrição e Estrutura da Transação 2 Racional da Aquisição

Leia mais

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva de Carne Bovina Feicorte 2007 Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria Médica Veterinária Andréa Veríssimo M. Appl. Sc. Farm Management Lincoln

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 CENÁRIO ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 A atividade econômica brasileira apresentou sinais de expansão no primeiro trimestre de 2010, com crescimento da atividade

Leia mais

INDICADORES FINANCEIROS

INDICADORES FINANCEIROS Relatório 2014 Um Olhar para o Futuro DESEMPENHO ECONÔMICO ECONÔMICA www.fibria.com.br/r2014/desempenho-economico/ 126 INDICADORES FINANCEIROS A Fibria encerrou 2014 com lucro líquido de R$ 163 milhões,

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

A LOCAMERICA SEMINOVOS

A LOCAMERICA SEMINOVOS A LOCAMERICA A Locamerica é uma companhia especializada em locação de frotas customizadas para empresas. Desde 13 no mercado, a locadora ocupa o segundo lugar no ranking das maiores do setor em número

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

Romi registra lucro líquido de R$ 83 milhões em 2006, o maior resultado de sua história

Romi registra lucro líquido de R$ 83 milhões em 2006, o maior resultado de sua história Resultados do 4 o Trimestre de 2006 Cotações (28/12/06) ROMI3 - R$ 158,00 ROMI4 - R$ 146,50 Valor de Mercado R$ 999,0 milhões Quantidade de Ações Ordinárias: 3.452.589 Preferenciais.: 3.092.882 Total:

Leia mais

MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS

MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS Visando a redução de riscos nos investimentos internacionais, além de ter mais facilidade de comunicação internacional no mundo dos negócios, com o uso de

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Conference Call Resultados 2011 19 de março de 2012 17h00

Conference Call Resultados 2011 19 de março de 2012 17h00 Conference Call Resultados 2011 19 de março de 2012 17h00 Márcio Utsch 2 4T11 Preço e mix alavancam a Receita Volume de Vendas Consolidado Calçados, Vestuário e Acessórios (milhões de unidades) Receita

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

Práticas Corporativas

Práticas Corporativas Práticas Corporativas Nível 1 de Governança Corporativa Fontes: Estatuto Social Código de Conduta Relatório de Sustentabilidade Formulário de Referência Política de divulgação e negociação Atualizado em

Leia mais

PERDIGÃO. Redesenhando a Operação Logística de sua cadeia de suprimentos

PERDIGÃO. Redesenhando a Operação Logística de sua cadeia de suprimentos Ce ntr a l d e Ca se s ESPM / EX AM E CASE Nº 016 Case-Study PERDIGÃO Redesenhando a Operação Logística de sua cadeia de suprimentos Este case descreve o processo de adaptação de uma grande indústria de

Leia mais

REUNIÃO APIMEC-SP 3T04. 30 de novembro 2004

REUNIÃO APIMEC-SP 3T04. 30 de novembro 2004 REUNIÃO APIMEC-SP 3T04 30 de novembro 2004 Índice Perfil Corporativo Desempenho Econômico-Financeiro Mercado de Capitais Responsabilidade Corporativa Perspectivas Disclaimer Declarações contidas nesta

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS Governança Corporativa se faz com Estruturas O Itaú se orgulha de ser um banco essencialmente colegiado. A Diretoria atua de forma integrada e as decisões são tomadas em conjunto, buscando sempre o consenso

Leia mais

Apresentação para Investidores. Março, 2009

Apresentação para Investidores. Março, 2009 Apresentação para Investidores Março, 2009 1 Filosofia Gerdau VISÃO Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que

Leia mais

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

Relatório da Administração 3º trimestre de 2009 Senhores Acionistas,

Relatório da Administração 3º trimestre de 2009 Senhores Acionistas, Relatório da Administração 3º trimestre de 2009 Senhores Acionistas, A BRF Brasil Foods S.A., resultado do Acordo de Associação realizado em 19 de maio de 2009, entre a Perdigão e a Sadia, concluiu no

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Reunião APIMEC - 3T15 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3279-3279

Reunião APIMEC - 3T15 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3279-3279 Reunião APIMEC - 3T15 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3279-3279 Ressalvas sobre considerações futuras As afirmações contidas neste documento quanto a perspectivas de negócios para a Santos Brasil Participações

Leia mais

Os desafios da implementação da Lei 11.638/07

Os desafios da implementação da Lei 11.638/07 Os desafios da implementação da Lei 11.638/07 Nossos principais negócios: 40 empresas e 7 consórcios Corporação Cemig Áreas de Atuação: Geração, transmissão, comercialização e distribuição de energia elétrica

Leia mais

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA 1- INTRODUÇÃO O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social, por meio do Decreto nº 5.212, de 22 de setembro de 2004, teve o seu Estatuto Social alterado

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

(c) promover, realizar ou orientar a captação, em fontes internas e externas, de recursos a serem aplicados pela Companhia ou pela sua controlada;

(c) promover, realizar ou orientar a captação, em fontes internas e externas, de recursos a serem aplicados pela Companhia ou pela sua controlada; RELATORIO DA ADMINISTRAÇÃO SENHORES ACIONISTAS, Atendendo às disposições legais e estatutárias, a Administração da TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. sociedade anônima de capital aberto, submete à apreciação

Leia mais

1T08. PRINCIPAIS INDICADORES CONSOLIDADOS R$ mil. Dados em 29/04/2008

1T08. PRINCIPAIS INDICADORES CONSOLIDADOS R$ mil. Dados em 29/04/2008 1T08 Dados em 29/04/2008 Sadia ON (SDIA3)= R$10,30/ação Sadia PN (SDIA4)= R$11,58/ação Sadia ADR (SDA) = US$ 20,63 (1 ADR = 3 ações) Sadia Latibex (XSDI) = 4,58 Valor de Mercado - Bovespa R$ 7,9 bilhões

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09. Agosto/2009

Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09. Agosto/2009 Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09 Agosto/2009 Destaques 2T09 & 1S09 DESTAQUES OPERACIONAIS 2T09 VENDAS CONTRATADAS LÍQUIDAS PRO RATA PDG REALTY DE R$710 MILHÕES, REPRESENTANDO UM CRESCIMENTO DE

Leia mais

Gestão dos Negócios. Desempenho da Economia. Consumo de Energia Elétrica GWh

Gestão dos Negócios. Desempenho da Economia. Consumo de Energia Elétrica GWh Desempenho da Economia Em 2005, o PIB do Brasil teve crescimento de 2,6 %, segundo estimativas do Banco Central. A taxa de desemprego registrou leve recuo, cedendo de 10,2 % em janeiro/05 para 9,6 % em

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 1 1 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE

Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE 1 Agradecimentos e reflexões iniciais 2 Normas e Sistema de Gestão Integrado 3 Modelo de Excelência na Gestão 4 Interfaces

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 4T 2013 e de 2013. MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 4T 2013 e de 2013. MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 4T 2013 e de 2013 MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 2013 Receita Líquida de Vendas de R$ 2.393,8 milhões em 2013,

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto o O que é Abertura de Capital o Vantagens da abertura o Pré-requisitos

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos São José dos Campos, 7 de novembro de 2008 A Embraer (BOVESPA:

Leia mais

Nossa atuação no setor financeiro

Nossa atuação no setor financeiro Nossa atuação no setor financeiro No mundo No Brasil O porte da equipe de Global Financial Services Industry (GFSI) da Deloitte A força da equipe do GFSI da Deloitte no Brasil 9.300 profissionais;.850

Leia mais

Performance Econômico-Financeira

Performance Econômico-Financeira p. 46 Relatório Anual 2011 Performance Econômico-Financeira A receita líquida em 2011 foi de R$ 21,9 bilhões, 37,8% superior em relação aos R$ 15,9 bilhões registrados em 2010. O crescimento orgânico da

Leia mais

CRESCIMENTO DAS MARGENS E RESULTADOS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 Em relação ao primeiro semestre de 2014:

CRESCIMENTO DAS MARGENS E RESULTADOS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 Em relação ao primeiro semestre de 2014: PARIS, 28 de julho de 2015 O Conselho de Administração da Teleperformance, líder mundial em multichannel customer experience, examinou recentemente os relatórios financeiros consolidados para o semestre

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas Índice 1. Qual é a participação de mercado da ALL no mercado de contêineres? Quantos contêineres ela transporta por ano?... 4 2. Transportar por ferrovia não é mais barato do que

Leia mais

PROJETO INTERNACIONAL

PROJETO INTERNACIONAL PROJETO INTERNACIONAL EM 10 PASSOS Ubirajara Marques Direitos: Todos os direitos reservados para Center Group International Duração: 1 hora Apresentação: Linguagem simples, para micros e médios empresários

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Reestruturação operacional reduz os custos e as despesas operacionais, proporcionando Ebitda de R$ 2,4 milhões.

Reestruturação operacional reduz os custos e as despesas operacionais, proporcionando Ebitda de R$ 2,4 milhões. Última Cotação em 30/09/2013 FBMC4 - R$ 43,90 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2013): R$ 31.893,9 milhões US$ 14.431,7 milhões São Bernardo do Campo,

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11 Relação com Investidores Luis Eduardo Fischman Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 2T11 Terça-Feira, 16 de agosto de 2011 Português

Leia mais

GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito

GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito GRADE DE DISCIPLINAS MBA em Gestão de Crédito Disciplinas (*) Modalidade H/A (**) Núcleo Contabilidade Contabilidade Financeira Presencial 24 Contabilidade dos Investimentos em Participações Societárias

Leia mais

Workshop Financiamento às Infraestruturas, à Agricultura e Agro-indústria. Luanda, 26.05.2014

Workshop Financiamento às Infraestruturas, à Agricultura e Agro-indústria. Luanda, 26.05.2014 Workshop Financiamento às Infraestruturas, à Agricultura e Agro-indústria Luanda, 26.05.2014 Agenda 1. Cenário Internacional 2. Formas de apoio 3. Estratégia de atuação na África Depto. de Suporte a Operações

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores grupos de bebidas do mundo, a japonesa Kirin Holdings

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 Relatório de Sustentabilidade 2014 Sumário Executivo Março de 2015 BrKirin_RAS2014_Compacta.indd 1 02/06/15 13:03 A Brasil Kirin Jovem, mas cheia de história A Brasil Kirin faz parte de um dos maiores

Leia mais

Conheça a MRV Engenharia

Conheça a MRV Engenharia Conheça a MRV Engenharia MRV em Números Ficha técnica MRV Engenharia Número de empregados nas obras (média 2014)...23.704 Vendas Contratadas (R$ milhões) (2014)...R$ 6.005 Receita liquida (R$ milhões)

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Março de 205 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4

Leia mais

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões 3 T 10 Passo Fundo, 5 de novembro de 2010 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Pesquisa de Expectativa de Emprego Manpower indica que ritmo de contratação no Brasil deverá manter-se forte no 3 º trimestre de 2012

Pesquisa de Expectativa de Emprego Manpower indica que ritmo de contratação no Brasil deverá manter-se forte no 3 º trimestre de 2012 Informações para a Imprensa: DFREIRE Comunicação e Negócios Tel. (11) 5505-8922 Debora Freire debora@dfreire.com.br Daniela Cabral danielacabral@dfreire.com.br Victor Santana victor@dfreire.com.br Pesquisa

Leia mais

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade Versão para público externo Mensagem da alta administração Em 93 anos de história da Votorantim, temos mantido a consistência na geração de valor, pautando

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO. Novembro 2009

SUMÁRIO EXECUTIVO. Novembro 2009 SUMÁRIO EXECUTIVO Novembro 2009 1 Introdução A Biomm se dedica ao desenvolvimento de processos de produção baseados na biotecnologia, área em que a sua equipe foi pioneira no Brasil desde os anos 1970.

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo

Leia mais