EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014"

Transcrição

1 EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA Seleçã de Blsistas para Prgrama de Blsa Sciecnômica para períd de 2014 O Reitr d Centr Universitári Tled Unitled, ns terms d Regulament aprvad pel CONSEPE, cm vistas à seleçã de blsistas para Prgrama de Blsa na mdalidade Sciecnômica, RESOLVE baixar presente edital. 1. OBJETIVO A Blsa Sciecnômica atende as curss de graduaçã, cm bjetiv de prpiciar a alun carente u cm dificuldades financeiras mmentâneas acess e a permanência n Ensin Superir. 2. DO BENEFÍCIO DA BOLSA A Blsa Sciecnômica será parcial e crrespnderá a percentuais entre 10% e 40% d valr da mensalidade d curs. 3. DA VIGÊNCIA E DURAÇÃO DA BOLSA 3.1. As Blsas Sciecnômicas serã cncedidas para períd letiv de 2014, bservads s itens 3.2 e As Blsas nã incidirã sbre valr da primeira mensalidade semestral, que, deverá ser paga, integralmente n at da matrícula; 3.3 As Blsas nã incidirã sbre valr e disciplinas a serem cursadas em regime de Dependência. 4. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO Sã requisits para inscriçã n prcess de seleçã: I. Preencher frmulári de inscriçã d prcess seletiv de blsa sciecnômica dispnibilizad n site II. Ter efetuad a matrícula até dia 30/01/2014 n períd letiv crrespndente a da ferta das Blsas para cursar períd regular e nã para cursar apenas disciplinas em regime de Dependência; III. Estar em dia cm as brigações financeiras junt a UNITOLEDO, tant referentes a períds letivs anterires quant a atual. 5. DO CRONOGRAMA Períd de inscriçã: 02/01/2014 a 31/01/2014 n site

2 Data da divulgaçã da lista de pré-classificads para apresentaçã da dcumentaçã 04/02/ a partir das 15h00 n site Lcal de entrega da dcumentaçã: Prédi I (a cnfirmar); Hrári: das 9:00 às 13:00 hras e das 18:00 às 21:30 hras Data de entrega da dcumentaçã, cnfrme crngrama abaix: Data Curs 06/02 Aluns d curs de Direit d 1º e 3º semestres, diurn e nturn e 5º diurn 07/02 Aluns d curs de Direit d 5º semestre nturn, 7º e 9º semestres diurn e nturn 10/02 Aluns ds curss de Análise e desenvlviment de sistemas, Arquitetura, Bimedicina, Ciências Cntábeis, Design de interires, Design de mda, Fisiterapia e História. 11/02 Aluns ds curss de Educaçã Física licenciatura e bacharelad, Jrnalism, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia da prduçã e Engenharia civil. 12/02 Aluns ds curss de Administraçã de Empresas, Gestã de Recurss Humans, Nutriçã, Pedaggia e Publicidade e Prpaganda. Atençã: O percentual de blsa cncedid a alun, será cnsiderad na mensalidade d mês de març/2014, cuj valr pderá ser cnsultad, exclusivamente, n site - Serviçs/ terminal Unitled/financeir, a partir d dia 20/02/ DA DOCUMENTAÇÃO 6.1 Os candidats pré-classificads deverã cmprvar, n at da entrevista, tdas as infrmações prestadas n frmulári de inscriçã, pr mei da apresentaçã de cópia e riginal ds seguintes dcuments: I. Carteira de Identidade de tds s cmpnentes d grup familiar (se menr de 18 ans, pde ser apresentada certidã de nasciment); Entende-se cm grup familiar cnjunt de pessas residind na mesma mradia d chefe d grup e, que sejam relacinadas a candidat pels seguintes graus de parentesc: pai; padrast; mãe; madrasta; cônjuge; cmpanheir(a); filh(a); entead(a); irmã(ã) e avô(ó). II. III. IV. CPF de tds s cmpnentes d grup familiar cm idade superir a 18 ans; Carteira de Trabalh de tds s cmpnentes d grup familiar, cm idade superir a 16 ans, das páginas que cntêm a ft, a qualificaçã civil, tdas as páginas que cnstem registr de cntrat de trabalh e a próxima em branc; Declaraçã de Impst de Renda entregue em 2013, referente a an de 2012, de tds s cmpnentes d grup familiar que pssuam CPF. N cas de ser isent, imprimir cmprvante n site cnfrme segue:

3 ( Cidadã>> Restituiçã e cmpensaçã>> Cnsulta Restituiçã e situaçã da declaraçã de IRPF>> digite s dads slicitads>> Cnsultar. V. Cmprvante das cndições de mradia, apresentand, se financiada, a última prestaçã paga, se lcada, cntrat de lcaçã e recib d últim aluguel; se própria, página d carnê de IPTU atual, nde cnsta valr venal; e, se cedida, declaraçã d prprietári cm firma recnhecida; VI. Cntas de água, luz e telefne (atualizadas); VII. Cmprvante de dença, cnfrme Prtaria Interministerial MPAS/MS nº 2.998/2001 e Decret 3.298/99, alterad pel Decret 5.296/04, cas haja cas n grup familiar, na hipótese de candidat à blsa fazer pçã pr esta cndiçã para bter a pré-classificaçã; VIII. Declaraçã d alun cm firma recnhecida, cnstand que s membrs d grup familiar nã pssuem nenhuma utra renda, além das infrmadas e cmprvadas (mdel anex); IX. Na hipótese ds avós integrarem grup familiar, extrat de pagament d benefici d INSS dispnível n site: u declaraçã d INSS cnstand nã receberem qualquer tip de benefíci daquele órgã, se fr cas, e cmprvante de residência em nme ds mesms; X. Cmprvante de separaçã u divórci ds pais juntamente cm a cópia d prcess nde cnste acrd de pensã alimentícia u certidã de bjet e pé. Certidã de óbit, n cas de faleciment, u, se um deles nã cnstar d grup familiar d candidat pr utras razões, enviar element cmprbatóri de situaçã fática específica, a critéri da Cmissã Permanente. XI. Declaraçã d alun cm firma recnhecida, cnstand nã ser prtadr de curs superir, se fr cas (mdel anex); XII. Cmprvante de rendiments de tds s cmpnentes d grup familiar, cnfrme abaix: Sã cnsiderads cmprvantes de rendiments: I. Se assalariad: Três últims cntracheques de remuneraçã mensal, n cas de renda fixa; u Seis últims cntracheques, quand huver pagament de cmissã u hra extra. II. Se desempregad: Carteira de Trabalh atualizada, cmprvante de recebiment de segur desempreg e rescisã cntratual. III. Atividade Rural: DECORE cm rendiments ds três últims meses u Ntas Fiscais de vendas ds últims seis meses. IV. Se apsentad u pensinista: Cópia d últim cntracheque Extrat de pagament d INSS d últim mês emitid pela internet n endereç e de previdência privada, se fr cas.

4 V. Se trabalhadr autônm u prfissinal liberal: Três últims Recibs de Pagament de Autônm cm s cmprvantes de reclhiment d ISS; u DECORE cm rendiments ds três últims meses. VI. Sócis e dirigentes de empresa: Cntrat Scial, Declaraçã de IRPJ, cmprvante de pró-labre ds três últims meses; Declaraçã d cntadr cm rendiments de distribuiçã de lucrs d últim an. VII. Rendiments de Aluguel/Arrendament de Bens móveis e imóveis: Cntrat de lcaçã u arrendament devidamente registrad acmpanhad ds três últims cmprvantes de recebiment. Observaçã: O alun pderá fazer smente uma Declaraçã, desde que inclusas tdas as infrmações slicitadas. 6.2 Pderã ainda, serem slicitads quaisquer utrs dcuments que a Cmissã Especial de Blsas de Estud julgar necessáris à cmprvaçã das infrmações prestadas pel candidat. 7. CRITÉRIOS DE CONCESSÃO 7.1 Os candidats que atenderem as requisits e às cndições estabelecidas nas nrmas de cncessã da Blsa Sciecnômica serã pré-classificads, cnfrme artig 7º d regulament, cm base em Índice de Classificaçã, resultante d prcess de seleçã. 7.2 A pré-classificaçã ds candidats dar-se-á em funçã da pntuaçã btida n Índice de Classificaçã, da menr para a mair. 8. DA SELEÇÃO DOS BOLSISTAS 8.1 Serã selecinads s candidats que, após atenderem as requisits de inscriçã, cnstarem da pré-classificaçã e cmprvarem, pr mei da dcumentaçã slicitada, as infrmações prestadas n frmulári de inscriçã. 8.2 A classificaçã final indicará s candidats apts à cncessã d benefíci, que estará cndicinad a númer de vagas definidas pela Reitria, em cnsnância cm mntante de recurss dispnibilizads pela Mantenedra. 9. ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO O acmpanhament, avaliaçã e manutençã periódica ds beneficiáris será realizad pela Cmissã Especial de Blsas de Estud u pr órgã pr ela designad. 10. DISPOSIÇÕES FINAIS 10.1 Os cass misss n presente edital serã apreciads pela Cmissã Especial de Blsas de Estud.

5 10.2 É parte integrante d presente Edital Regulament Geral da Blsa Sciecnômica. Araçatuba, 12 de Dezembr de Brun Rbert Pereira de Tled Reitr

6 BOLSA SÓCIOECONÔMICA REGULAMENTO GERAL Capítul I Da Natureza Artig 1º O Centr Universitári Tled, cumprind sua missã institucinal de prmçã da educaçã, pr mei da frmaçã e d aperfeiçament de prfissinais étics e cmpetentes, da prduçã de cnheciment e da prestaçã de serviçs relevantes à sciedade; e cumprind cmprmiss de educar para prmver desenvlviment scial e minimizar a desigualdade entre as pessas, disciplina Prgrama de Blsas Sciecnômicas, que será regid pelas nrmas deste dcument. 1º - O presente Regulament é aprvad pel CONSEPE. 2º - Td prcediment será acmpanhad pela Cmissã de Blsas de Estuds, eleit pel CONSEPE em at própri. Capítul II Ds Objetivs Artig 2º O Prgrama de Blsas Sciecnômicas atende as curss de graduaçã e tem pr bjetiv prpiciar a alun carente u cm dificuldades financeiras mmentâneas acess a permanência n Ensin Superir. Capítul III Das Cndições de Cncessã de Blsas Artig 3º As Blsas Sciecnômicas serã cncedidas pr períd de um an letiv as candidats que frem classificads em prcess de seleçã e atenderem as critéris estabelecids. 1º O prcess de seleçã e s pedids de cncessã desta mdalidade de blsa bedecerã as prazs e critéris estabelecids em edital específic. 2º - O acmpanhament ds beneficiads, cm a finalidade de manutençã da Blsa, n que tange a atendiment ds critéris, crrerá a final d primeir semestre. Artig 4º As Blsas Sciecnômicas serã parciais e crrespnderã a percentuais entre 10% e 40% d valr da mensalidade. 1º As Blsas referidas n caput nã incidirã sbre s valres da primeira mensalidade semestral, que deverá ser paga n at da matrícula. 2º As Blsas referidas n caput nã incidirã sbre valr e disciplinas cursadas na mdalidade de Dependências, cujs valres deverã ser pags integralmente. Artig 5º Para cncrrer às Blsas Sciecnômicas candidat deverá:

7 I. Ter efetuad a matrícula n períd letiv crrespndente a da ferta das Blsas para cursar períd regular e nã para cursar apenas disciplinas em regime de Dependência; II. Cmprvar, se classificad, tdas as infrmações prestadas, pr mei da apresentaçã de dcuments exigids n Edital; III. Estar em dia cm as brigações financeiras junt a UNITOLEDO, tant referente a períds letivs anterires quant a atual. Capítul IV Das Inscrições Artig 6º Sã requisits para inscriçã n prcess de seleçã: I. Preencher, dentr d praz estabelecid n Edital, frmulári de inscriçã d prcess seletiv de blsa sciecnômica dispnibilizad n site 1º O preenchiment cmplet d frmulári n praz estipulad e a entrega ds dcuments slicitads sã de exclusiva respnsabilidade d candidat, bem cm as infrmações nele cnstantes, e cnstituem cndiçã brigatória para a participaçã d candidat na seleçã. 2º O praz estipulad e a dcumentaçã necessária cnstarã d edital de inscriçã. 3º - É de respnsabilidade civil e criminal d candidat a veracidade ds dads infrmads, estand este sujeit à visita técnica de um representante da Cmissã de Blsas de Estud. II. Ter efetuad a matrícula n períd letiv crrespndente a da ferta das Blsas para cursar períd regular e nã apenas para cursar disciplinas em regime de Dependência. III. Estar em dia cm suas brigações financeiras junt a UNITOLEDO, tant referente a períds letivs anterires quant a atual. Capítul V Da Classificaçã e Seleçã Artig 7º Os candidats que atenderem as requisits e às cndições estabelecidas ns artigs 5º e 6º serã pré-classificads cm base n índice de classificaçã. 1º O índice de classificaçã será calculad cm base na fórmula Onde: IC= RTxMxDGxCS GF

8 IC= Índice de Classificaçã: RT= Renda Bruta ttal Mensal Familiar M= Mradia d Grup Familiar, nde: própria/cedida = 1; financiada u lcada = 1 - [(gast c/ mradia RT) x 0,4] DG= Dença grave, nde sim = 0,8 e nã = 1. CS= Prtadr de diplma de Curs Superir; nde sim = 1 e nã = 0,5. GF= Grup Familiar (ttal de membrs d grup familiar, incluind candidat) 2º Serã pré-classificads aqueles candidats cm menr pntuaçã n Índice de Classificaçã. 3º A fórmula d Índice de Classificaçã e a metdlgia de classificaçã da Blsa Sóci-Ecnômica baseiam-se ns critéris estabelecids pela Cmissã da Instituiçã. Artig 8º Os candidats pré-classificads deverã, n praz estabelecid, apresentar s dcuments cmprbatóris exigids em edital. Capítul VI - Da Dcumentaçã Artig 9º - Os candidats pré-classificads deverã cmprvar, n at da entrevista, tdas as infrmações prestadas n frmulári de inscriçã, pr mei da apresentaçã de cópia e riginal ds seguintes dcuments: I. Carteira de Identidade de tds s cmpnentes d grup familiar (se menr de 18 ans, pde ser apresentada certidã de nasciment); Entende-se cm grup familiar cnjunt de pessas residind na mesma mradia d chefe d grup e, que sejam relacinadas a candidat pels seguintes graus de parentesc: pai; padrast; mãe; madrasta; cônjuge; cmpanheir(a); filh(a); entead(a); irmã(ã) e avô(ó). II. III. IV. CPF de tds s cmpnentes d grup familiar cm idade superir a 18 ans; Carteira de Trabalh de tds s cmpnentes d grup familiar, cm idade superir a 16 ans, das páginas que cntêm a ft, a qualificaçã civil, tdas as páginas que cnstem registr de cntrat de trabalh e a próxima em branc; Declaraçã de Impst de Renda entregue em 2013, referente a an de 2012, de tds s cmpnentes d grup familiar que pssuam CPF. N cas de ser isent, imprimir cmprvante n site cnfrme segue: ( Cidadã>> Restituiçã e cmpensaçã>> Cnsulta Restituiçã e situaçã da declaraçã de IRPF>> digite s dads slicitads>> Cnsultar.

9 V. Cmprvante das cndições de mradia, apresentand, se financiada, a última prestaçã paga, se lcada, cntrat de lcaçã e recib d últim aluguel; se própria, página d carnê de IPTU atual, nde cnsta valr venal; e, se cedida, declaraçã d prprietári cm firma recnhecida; VI. Cntas de água, luz e telefne (atualizadas); VII. Cmprvante de dença, cnfrme Prtaria Interministerial MPAS/MS nº 2.998/2001 e Decret 3.298/99, alterad pel Decret 5.296/04, cas haja cas n grup familiar, na hipótese de candidat à blsa fazer pçã pr esta cndiçã para bter a pré-classificaçã; VIII. Declaraçã d alun cm firma recnhecida, cnstand que s membrs d grup familiar nã pssuem nenhuma utra renda, além das infrmadas e cmprvadas; IX. Na hipótese ds avós integrarem grup familiar, extrat de pagament d benefici d INSS dispnível n site: u declaraçã d INSS cnstand nã receberem qualquer tip de benefíci daquele órgã, se fr cas, e cmprvante de residência em nme ds mesms; X. Cmprvante de separaçã u divórci ds pais juntamente cm a cópia d prcess nde cnste acrd de pensã alimentícia u certidã de bjet e pé. Certidã de óbit, n cas de faleciment, u, se um deles nã cnstar d grup familiar d candidat pr utras razões, enviar element cmprbatóri de situaçã fática específica, a critéri da Cmissã Permanente. XI. Declaraçã d alun cm firma recnhecida, cnstand nã ser prtadr de curs superir, se fr cas; XII. Cmprvante de rendiments de tds s cmpnentes d grup familiar, cnfrme abaix: Sã cnsiderads cmprvantes de rendiments: I. Se assalariad: Três últims cntracheques de remuneraçã mensal, n cas de renda fixa; Seis últims cntracheques, quand huver pagament de cmissã u hra extra; Se desempregad, Carteira de Trabalh atualizada, cmprvante de recebiment de segur desempreg e rescisã cntratual II. Atividade Rural: DECORE cm rendiments ds três últims meses Ntas Fiscais de vendas ds últims seis meses. III. Se apsentad u pensinista: IV. Cópia d últim cntracheque Extrat de pagament d INSS d últim mês emitid pela internet n endereç e de previdência privada, se fr cas. Se trabalhadr autônm u prfissinal liberal: Três últims Recibs de Pagament de Autônm cm s cmprvantes de reclhiment d ISS; DECORE cm rendiments ds três últims meses.

10 V. Sócis e dirigentes de empresa: Cntrat Scial, Declaraçã de IRPJ, cmprvante de pró-labre ds três últims meses; Declaraçã d cntadr cm rendiments de distribuiçã de lucrs d últim an. VI. Rendiments de Aluguel/Arrendament de Bens móveis e imóveis: Cntrat de lcaçã u arrendament devidamente registrad acmpanhad ds três últims cmprvantes de recebiment. Observaçã: O alun pderá fazer smente uma Declaraçã, desde que inclusas tdas as infrmações slicitadas. Artig 10 Pderã, ainda, ser slicitads quaisquer utrs dcuments que a Cmissã Especial de Blsas de Estud julgar necessáris à cmprvaçã das infrmações prestadas pel candidat. Capítul VII Da Manutençã e d Cancelament da Blsa Sciecnômica Artig 11 É cndiçã essencial para a manutençã desta mdalidade de blsa para segund semestre que alun esteja regularmente matriculad e nã tenha impediment jurídic u inadimplência cm a Instituiçã. Artig 12 A manutençã d benefíci para 2º semestre estará cndicinada à prmçã d alun n semestre anterir. Únic As disciplinas cursadas em regime de dependência serã de ttal respnsabilidade d blsista, arcand mesm cm seu cust. Artig 13 Cnstituem causas para cancelament ttal da blsa: I. Trancament, afastament, desistência u transferência d curs; II. Cnstataçã, a qualquer temp, da inveracidade das infrmações e ds dcuments aprestads pel acadêmic à Cmissã; III. Nã entrega de dcuments slicitads, a qualquer temp; Artig 14 O nã pagament da mensalidade dentr d praz de venciment estabelecid acarretará cancelament da blsa n mês. Únic N cas previst n caput desse artig, a mensalidade vencida retrnará a valr riginal, sem descnts, acrescida ds encargs legais. Capítul VIII Das Dispsições Gerais

11 Artig 15 Nã será permitida a acumulaçã da Blsa Sciecnômica cm quaisquer utras mdalidades de blsas, descnts u cnvênis. Artig 16 A cncessã d benefíci implica a aceitaçã pel candidat das cndições estabelecidas n presente regulament. Artig 17 - N cas de empate n índice de classificaçã, e nã havend recurss dispníveis para atender a esses candidats, critéri de desempate dar-se-á na seguinte rdem: a. a idade, send assim cncedida a candidat mais velh; b. série a ser cursada, send cncedid a alun cm menr períd letiv cursad; c. se aluns de 3º,5º 7º e 9º semestres, a alun cm melhr desempenh acadêmic n períd letiv imediatamente anterir; d. se alun ingressante, será cncedida blsa a alun prveniente de Escla Publica; u Particular, desde que tenha estudad na cndiçã de blsista integral. Artig 18 Cass misss neste regulament serã deliberads pela Cmissã Especial de Blsas de Estud, atendidas as dispsições legais pertinentes. Araçatuba, 12 de dezembr de Brun Rbert Pereira de Tled Reitr

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

FIES - Documentação comprobatória

FIES - Documentação comprobatória FIES - Dcumentaçã cmprbatória OBS: Devem ser apresentads riginais e cópias ds dcuments relacinads. COMPROVANTES DE RESIDÊNCIA DO ESTUDANTE: O estudante deverá cmparecer à CPSA e psterirmente a agente financeir

Leia mais

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO:

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PROUMIN BOLSA UNIVERSITÁRIA DE MINEIROS FOTO 3X4 INCLUSÃO RENOVAÇÃO 1 INFORMAÇÕES SOBRE O(A) CANDIDATO(A) SEXO CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE:

Leia mais

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA Prgrama de Blsas de Estuds d GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA O Prgrama de Blsas de Estuds faz parte da Plítica Scial d Ganep e se faz essencial para realizaçã da sua missã, a qual é Prmver cm excelência ações

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA Prgrama de Blsas de Estuds d GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA O Prgrama de Blsas de Estuds faz parte da Plítica Scial d Ganep e se faz essencial para realizaçã da sua missã, a qual é Prmver cm excelência ações

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

EDITAL Nº 01/NIC/ 2014

EDITAL Nº 01/NIC/ 2014 Núcle de Intercâmbi e Cperaçã Institucinal EDITAL Nº 01/NIC/ 2014 Seleçã de acadêmics para Intercâmbi n primeir semestre de 2015 d Prgrama de Blsas Iber-Americanas Santander Universidades 2014 A Universidade

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013 Salvadr, Bahia Sexta-feira 19 de Julh de 2013 An XCVII N 21.187 EDITAL Nº 073/2013 FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA SELEÇÃO DE DIVULGADORES DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014 DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 1º semestre / 2015 O FGV Law Prgram da Escla

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 010/ DE 11 DE JUNHO DE VESTIBULAR /02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505, Telefne:

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 023/2013 DE 30 DE SETEMBRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.:

Leia mais

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP I - AJUDA DE CUSTO A ALUNOS DE DOUTORADO DA CAP, PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS FORA DO PAÍS Eligibilidade Aluns de dutrad da CAP que preencham,

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 7/2015 DE 27 DE ABRIL DE 2015 VESTIBULAR 2015/02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 027/ DE 19 DE NOVEMBRO DE VESTIBULAR 16/01 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. ads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ANEXO 01 A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei 4.737/1965) Cmprvante

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

EDITAL Nº 025 / 2015 SELEÇÃO DE SUPERVISOR DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL Nº 025 / 2015 SELEÇÃO DE SUPERVISOR DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Pró-Reitria de Graduaçã Rua Gabriel Mnteir da Silva, 700 - Alfenas/MG - CEP 37130-000 Fne: (35) 3299-1329 Fax: (35) 3299-1078 grad@unifal-mg.edu.br

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

CADASTRAMENTO 1 INTRODUÇÃO

CADASTRAMENTO 1 INTRODUÇÃO CADASTRAMENTO 1 INTRODUÇÃO O cadastrament, previst ns editais de Vestibular da UFCG, é um mecanism para garantir a timizaçã das chamadas ds candidats para a matrícula. Esse é um mecanism imprtantíssim

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO EDITAL N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE PARA TODOS FACULDADE DA PREFEITURA, N.º 001 de 27 de julho de 2012 A Prefeitura do Município de Porto Velho, por meio

Leia mais

REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014

REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014 1 REGULAMENTO DA OLIMPÍADA JURÍDICA 2014 PARTICIPANTES A Olimpíada Jurídica 2014 é uma cmpetiçã direcinada a aluns que estejam regularmente matriculads ns curss de graduaçã de Direit de Instituições de

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI

CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI CONSIDERAÇÕES DA CAPGEMINI 6.1 Requisits de Capacidade e Experiência d Prestadr A ANEEL deveria exigir um puc mais quant a estes requisits, de frma a garantir uma melhr qualificaçã da empresa a ser cntratada.

Leia mais

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos Guia Prátic d Estági Seu Estági em 5 Passs O que é Estági? A atividade de estági é um fatr significativ na frmaçã d prfissinal, pr prprcinar a interaçã d alun cm a realidade da prfissã e a cmplementaçã

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico Legenda da Guia de Tratament Odntlógic Term Registr NS Nº da n prestadr Num. d Camp na Númer da principal 3 Data da autrizaçã Senha senha 1 2 4 5 6 Nme d camp na Registr NS Númer da n prestadr Númer da

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Missã d Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT O significad das cisas nã está nas cisas em si, mas sim em nssa atitude em relaçã a elas. (Antine de Saint-Exupéry, 1943) CURSOS bacharelads: Administraçã Geral Ciências Cntábeis Direit Educaçã Física

Leia mais

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N 01/2007 De 8 de nvembr de 2007 Reedita as Nrmas para Recnheciment de Títuls de Pós-Graduaçã, revgand a Resluçã Cmplementar n 02/93, de 25 de junh de 1993. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI

DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI DOCUMENTAÇÃO CANDIDATOS AO PROUNI * Organizar os documentos em blocos de cada membro do grupo familiar. A decisão quanto ao(s) documento(s) a ser(em) apresentado(s) cabe ao coordenador do Prouni, o qual

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA

EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA EDITAL PADRÃO REFERENTE AOS PROCESSOS DE SELEÇÃO DE PESSOAS SESC SANTA CATARINA O presente dcument tem cm bjetiv dispnibilizar a divulgaçã ficial das cndições estabelecidas pel Sesc Santa Catarina para

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1

EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1 EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1 Gilceia Maria Lodi, Diretora Geral da Faculdade São Camilo Rio de Janeiro, inscrita no CNPJ nº 58.250.689/0009-40, situada na Rua Dr.

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL PARA O SEGUNDO PERÍODO LETIVO DE 2014. 1. PREÂMBULO 1.1. O Crdenadr d Prgrama de

Leia mais

MANUAL DOS GESTORES DAA

MANUAL DOS GESTORES DAA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI MANUAL DOS GESTORES DAA MÓDULOS: M atrícula e P rgramas e C DP [Digite resum d dcument aqui. Em geral, um resum é um apanhad

Leia mais

Centro de Referência: Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Centro de Referência: Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centr de Referência: Universidade Federal d Ri Grande d Nrte Edital para Seleçã de Preceptres de internat, estágis e residência em saúde. EDITAL 01/2015 A Universidade Federal d Ri Grande d Nrte, pr mei

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA. Capítulo I Do Objetivo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA. Capítulo I Do Objetivo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O programa de Assistência Educacional do Instituto

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma:

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: As inscrições para as bolsas da 1º e 2º chamada e lista de espera do Prouni

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO Prezad(a) Alun(a) A mbilidade acadêmica internacinal é uma prtunidade valisa para seu cresciment individual, acadêmic e prfissinal. Nã permita que a falta de

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado

Leia mais

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017 Admissões para Creche e Pré-esclar 2016 / 2017 1ª Fase: Pré-candidatura Decrre entre 4 a 29 de Janeir (2016): - Ficha de candidatura devidamente preenchida e assinada (dispnível na Secretaria u n site:

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário Franciscano para estudantes dos cursos de graduação, executado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS Regulamentação do Processo Seletivo para Concessão de Bolsa de Estudo Gratuidade. O presente documento regulamenta os procedimentos e os critérios empregados na seleção

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITITO FEDERAL DE EDI CAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAI LO EDITAL N. 111, DE 21 DE MARÇO DE 2014 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais:

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais: PROCEDIMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO E/OU RENOVAÇÃO DO CEBAS CNAS CERTIFICAÇÃO/RENOVAÇÃO O Certificad é um ds dcuments exigids para slicitar as seguintes isenções de cntribuições sciais: Parte patrnal da cntribuiçã

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

Instruções auxiliares de preenchimento

Instruções auxiliares de preenchimento Instruções auxiliares de preenchiment Preenchiment n-line: Utilize Adbe Acrbat Reader, versã 7.0.5 u superir, qual pde ser btid em http://www.adbe.cm; Seleccine a pçã Preenchiment e envi n-line ; Recmenda-se

Leia mais

NORMATIVA ADMINISTRATIVA

NORMATIVA ADMINISTRATIVA Assunt: DIRETRIZES PARA COMPRA E APROVEITAMENTO DE Data de Emissã: Data de Revisã: De: 18/12/2013 Assunts Estratégics Tdas as áreas d 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estabelecer regras e parâmetrs que

Leia mais

Excluídas as seguintes definições:

Excluídas as seguintes definições: Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Entre PM AM.08 APLICAÇÃO DE PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE CONTRATAÇÃO E PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE LASTRO DE VENDA & PdC AM.10 MONITORAMENTO DE INFRAÇÃO

Leia mais

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação:

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: Documentação Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações documento de identificação próprio e dos demais membros

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad:. Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS PROJETO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (X) PROJETO DE PESQUISA PROJETO DE EXTENSÃO Acadêmic ; Scial PROJETO DE INTERDISCIPLINARIDADE

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER

PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER CAMPEONATO MUNICIPAL ESTUDANTIL DE FUTEBOL DE CAMPO BOM DE BOLA, BOM NA ESCOLA. 2008

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC.

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing ESIC, mantido pela Associação

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO MINISTRADOS NO IPP NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS

REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO MINISTRADOS NO IPP NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS MINISTRADOS NO IPP JULHO 2010 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Object... 3 Âmbit bjectiv... 3 Âmbit subjectiv...

Leia mais

O projeto Key for Schools PORTUGAL

O projeto Key for Schools PORTUGAL O prjet Key fr Schls PORTUGAL O teste Key fr Schls O teste Key fr Schls é cncebid para aplicaçã em cntext esclar e está de acrd cm Quadr Eurpeu Cmum de Referência para as Línguas O teste Key fr Schls permite

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 O Diretor da Faculdade São Luiz, Claudio Marcio Piontkewicz, faz saber aos interessados que, de acordo com a legislação vigente e com o Programa de

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 A FUNDAÇÃO PAULISTA DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO, define os procedimentos, critérios e normas para a seleção de candidatos e renovação às bolsas de estudo integrais

Leia mais