Manual Técnico Bragal Oil e Gás. Óculos de Segurança com Grau

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual Técnico Bragal Oil e Gás. Óculos de Segurança com Grau"

Transcrição

1 Manual Técnico Bragal Oil e Gás Óculos de Segurança com Grau

2 Apresentação: A necessidade do uso de lentes corretivas, por profissionais que trabalham com óculos de segurança, é uma aplicação de 15% da força de trabalho Offshore. A Bragal Oil & Gás traz ao mercado de Macaé, a mais moderna solução, utilizada por empresas de Petróleo e Gás em todo. E a solução vem com o aval do maior nome em Óculos de Segurança: UVEX. Agora, o mercado de Macaé pode contar com a qualidade e tecnologia das soluções UVEX, somado à agilidade de atendimento e logística da Bragal Oil & Gás. Este manual, apresenta as características básicas desta solução inovadora. É a Bragal Oil & Gás sempre buscando novas e criativas soluções para o mercado offshore.

3 Índice 1- O que a legislação diz sobre óculos de proteção com grau. 2- Lente de policarbonato ou resina. 3- Lentes progressivas com processo digital. 4- Lentes de escurecimento automático. 5- Como ler uma receita e identificar qual o tipo de lente (mono ou multifocal). 6- Como tirar as medidas. Anexos: - Nova Técnica nº 365/2010/CGNOR/DSST/SIT. - Catálogo Óculos de segurança com lentes graduadas. - Ficha Técnica SW Ficha Técnica sw Ficha Técnica sw 07.

4 1- O que a legislação diz sobre óculos de proteção com grau: A nota técnica 363/2010/CGNOR/DSST/SIT do Ministério do Trabalho, afirma que o CA de óculos de segurança é emitido para o conjunto lente (plana) e armação, não sendo possível emitir CA somente para as lentes graduadas. Por isso, determinou-se que as empresas fabricantes ou importadoras de óculos de segurança deverão obter o CA para o conjunto (lente e armação), e caso o fabricante ou importador deseje, poderá autorizar óticas a confeccionar e montar lentes graduadas em sua armação, devendo se responsabilizar pelo equipamento. Quanto ao clipe para fixação de lentes corretivas, este deve constar no CA.

5 2- Lente de policarbonato ou resina? Para óculos de segurança, a melhor opção são as lentes de policarbonato, pois elas suportam mais impacto do que as lentes de resina, com menos espessura. Em outras palavras, elas são mais leves e resistem muito bem ao impacto. Há mais de 15 anos, os óculos de segurança sem grau possuem lentes de policarbonato devido a esses benefícios. Abaixo uma comparação entre o material das lentes: Índice de refração: desvio sofrido pela luz por diferença da sua velocidade no meio. Quanto maior o índice de refração, menor a espessura necessária da lente. Número ABBE: velocidade de dispersão da luz branca no material. Quanto menor, maior a percepção de redução do contraste. Densidade: relação entre peso e volume. Quanto maior a densidade, maior peso da lente. Materiais e resistência das lentes Para ambiente industrial, onde há risco de impacto, é importante o uso de lentes de policarbonato. Veja abaixo os principais fatores relacionados a resistência das lentes: Índice de refração: desvio sofrido pela luz por diferença da sua velocidade no meio. Quanto maior o índice de refração, menor a espessura necessária da lente. Número ABBE: velocidade de dispersão da luz branca no material. Quanto menor, maior a percepção de redução do contraste nas extremidades das lentes. Densidade: relação entre peso e volume. Quanto maior a densidade, maior o peso da lente. No ambiente de trabalho, resistência a impacto é fundamental. Por isso, a Uvex recomenda somente o uso de lentes de policarbonato! Veja na tabela abaixo um comparativo entre as lentes de policarbonato e CR-39:

6 Estação de Limpeza Uvex Uma completa estação de limpeza para óculos, que pode ser fixada em parede. Ela contém a solução de limpeza Uvex Clear, quatro caixas de lenços e um espelho. Principais características: Inclui 470 ml de solução de limpeza Uvex; 4 caixas de 500 lenços e espelho de 9cm x 11,5cm; suporte para fixação rápida em parede. Dimensões: 57 cm x 32 cm Códigos S461 S462 S463 Detalhe Estação de limpeza Lenço para limpeza Solução de limpeza Uvex Clear

7 3- Lentes progressivas com processo digital Você já viu um escultor trabalhando em uma estátua? Ele muda constantemente de ferramentas e posições para buscar a perfeição. Essa liberdade de movimentos somada com a habilidade do escultor permite que ele retire somente o material necessário da peça bruta, permitindo que se aproxime mais da tão buscada perfeição. O processo digital de confecção de lentes graduadas também funciona assim. A evolução tecnológica digital permite que robôs executem instruções precisas baseadas em desenhos, permitindo retirar dos blocos das lentes somente o necessário para dar a curvatura ideal para cada indivíduo, proporcionando nas lentes multifocais uma progressão de dioptria mais precisa e fornecendo assim, mais conforto e segurança, se pensarmos no ambiente de trabalho. Isso colabora também para o aumento de produtividade do trabalhador. Como funciona o processo digital? O processo digital segue as seguintes etapas: Principais características: Processo proporciona maior precisão. Superfícies são esculpidas na lente através de uma ponta de diamante com precisão de 0,1 mícron (1 mícron = 1 milionésima parte de metro). No processo tradicional, as curvas geradas na 1ª etapa são normalmente alteradas pelo polimento, tirando precisão das lentes, enquanto no processo digital, as curvas geradas não são alteradas. Processo digital é totalmente personalizado

8 Ilustração da diferença entre processos: Processo digital é totalmente personalizado Toda lente multifocal possui distorção Ao serem confeccionadas, as lentes multifocais geram uma distorção nas laterais. O processo digital permite fazer lentes com menos distorção. Quanto mais próximo a borda das lentes, maior a distorção. Processo digital diminui a distorção No processo digital, a lente é trabalhada na parte interna, deixando a graduação mais próxima dos olhos e aumentando assim o campo de visão. A distorção é diminuída em média 30%.

9 Personalização de desenho de lentes É possível personalizar as lentes, favorecendo a visão de perto ou longe Marcações nas lentes Uvex Marcações personalizadas para identificar marca e certificação.

10 4- Lentes de escurecimento automático: As lentes fotocromáticas possuem uma característica especial: elas escurecem quando são submetidas a luz intensa, e voltam a tonalidade incolor quando na sombra. A Fundacentro, laboratório do Ministério do Trabalho responsável por testar óculos de segurança no Brasil não testa esse tipo de lente, e caso amostras sejam submetidas a teste, no laudo e no respectivo CA constará lente incolor. Fique de olho! 5- Saiba como ler uma receita e identificar qual tipo de lente (mono ou multifocal): As receitas são divididas em duas partes: longe e perto, e essas partes são divididas em duas linhas: OD (olho direito) e OE (olho esquerdo). Os números preenchidos abaixo do campo esférico correspondem a miopia (se o sinal for negativo) ou hipermetropia (se o sinal for positivo). O campo cilíndrico e eixo correspondem ao astigmatismo, e a sigla D.P. significa distância pupilar. No exemplo abaixo, a pessoa possui 1,75º de hipermetropia (sinal positivo no campo esférico ) para perto, e não possui astigmatismo ou miopia. A sigla A.M. significa a medir, indicação do médico que se deve tirar a medida da distância pupilar antes de se fazer as lentes dos óculos. Quando houver necessidade para longe e perto, é necessário o uso de lentes progressivas (multifocais), e se houver necessidade somente para perto ou somente para longe, lentes monofocais são suficientes para solucionar o caso.

11 6- Como tirar as medidas: As lentes dos óculos devem ser feitas de acordo com as medidas da face do usuário, ou eles poderão sentir sintomas como dor de cabeça, náusea, tontura, etc. A distância pupilar (DP) é a medida entre uma pupila e a outra, enquanto a distância naso-pupilar (DNP) é a medida entre o centro do rosto e cada uma das pupilas. Em outras palavras, a DP é a soma das duas DNPs. Essas medidas são dadas em milímetros. Em muitos casos, os óculos são feitos apenas com a DP, dividindo o valor por dois. Contudo, não devemos desconsiderar o fato de que nosso lado esquerdo nem sempre é igual ao direito, e essa medida simplificada pode trazer problemas para o usuário dos óculos. É importante e recomendável que se meçam as DNPs individualmente para confeccionar as lentes de acordo com a necessidade de cada pessoa. Além disso, é importante medir a altura entre a base a armação dos óculos e a pupila quando se fizer lentes progressivas (multifocais), pois é a partir daí que a graduação começará a aumentar. As principais formas de se obter essas medidas são: - Réguas: é colocada uma régua específica para isso no rosto da pessoa e, com uma caneta, outra pessoa faz uma marcação nas lentes, indicando a localização das pupilas. Esse método pode não ser eficaz se a pessoa desviar os olhos por um instante ou se a pessoa que está fazendo a marcação não estiver bem localizada, por exemplo;

12 - Visiômetro: equipamento utilizado para tirar as medidas. Geralmente esses equipamentos ficam nas óticas, fazendo com que a pessoa tenha que se deslocar até lá para tirar as medidas; - Sistemas por foto: através de uma foto do rosto da pessoa usando a armação dos óculos, é possível tirar todas as medidas necessárias, sem que ela precise se deslocar. Essa é uma maneira precisa e prática de se obter as medidas. Tire as medidas sem perder tempo Através de um software exclusivo, as medidas do rosto das pessoas são tiradas com uma foto digital simples, sem que seja necessário deslocar o usuário dos óculos até uma ótica ou qualquer outro local. Basta uma foto do seu rosto usando a armação dos óculos que ele usará e nós cuidamos do resto.

13 Dicas para tirar a foto: A) Posicionar o usuário com o óculos de segurança escolhido, em pé, em local iluminado, de 2,5m a 3m de distância do fotógrafo, para que o usuário olhe para o horizonte sem forçar a visão. É extremamente importante que o fotógrafo e o usuário estejam na mesma altura, para não interferir na inclinação dos olhos. Caso haja diferença de altura, deve-se efetuar os procedimentos sentados, ambos na mesma altura; B) O rosto do usuário deve estar reto e a armação bem colocada no rosto; C) Tirar 3 fotos individuais com uma resolução de 3.0 megapixels, somente do rosto, utilizando o zoom da máquina fotográfica digital; D) Arquivem a foto com o nome completo do usuário, empresa e matrícula.

Introdução. A essas e outras questões serão respondidas durante nosso encontro.

Introdução. A essas e outras questões serão respondidas durante nosso encontro. Introdução Milhares de trabalhadores precisam exercer suas atividades utilizando óculos com lentes corretivas ao mesmo tempo que precisam usar óculos de segurança para se proteger contra os riscos inerentes

Leia mais

Formação de imagens por superfícies esféricas

Formação de imagens por superfícies esféricas UNIVESIDADE FEDEAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPATAMENTO DE FÍSICA Laboratório de Física Geral IV Formação de imagens por superfícies esféricas.. Objetivos:. Primeira parte: Espelho Côncavo

Leia mais

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto Fotos necessárias para a confecção da estatueta Todo o trabalho é referenciado em fotos, ou seja, não nos responsabilizamos por material fotográfico que confecção, para isto criamos este guia, para atender

Leia mais

! " # $ % &! $ $! ' '"# $ "$ #( )*! "#+, OE OD POSIÇÃO DOS OLHOS, DIVERGINDO PARA ALCANÇAREM FUSÃO DE IMAGENS EM POSIÇÃO EXOFÓRICA ! Bases nasais.2,6mm. 1.8mm. O,E, O,D A LINHA DE VISÃO NÃO SOFRE DESVIOS

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Tirada de Medidas

Projeto CAPAZ Básico Tirada de Medidas 1 Introdução Ao assistir à aula você teve acesso ao importante procedimento denominado Tiradas de Medidas e como fazê-las. Essas medidas são imprescindíveis para a confecção de todos e quaisquer óculos.

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Lensometria

Projeto CAPAZ Básico Lensometria 1 Introdução Ao assistir à aula você entendeu a importância da lensometria para o profissional de óptica, percebeu que é um procedimento constante e que exige precisão e, portanto, muita atenção. Aprendeu

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Materiais de Armações

Projeto CAPAZ Básico Materiais de Armações 1 Introdução Ao assistir à aula você teve acesso ao método de leitura e de interpretação de uma receita médica. Resgatou, também, os conhecimentos de ametropias e lentes oftálmicas disponibilizados em

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Ametropias 1 Miopia e Hipermetropia

Projeto CAPAZ Básico Ametropias 1 Miopia e Hipermetropia 1 Introdução Ao assistir à aula, você teve acesso ao comportamento do olho humano, constatou quando há uma deficiência visual e como é possível corrigi-la. Vimos algumas peculiaridades, o que acontece

Leia mais

Lentes de bordas finas: quando as bordas são mais finas que a região central.

Lentes de bordas finas: quando as bordas são mais finas que a região central. Lentes Esféricas Uma lente é um meio transparente que tem duas faces curvas ou uma face curva e outra plana. Na figura temos os tipos usuais de lentes,sendo as faces curvas esféricas. Lentes de bordas

Leia mais

Óculos de segurança com lente graduada

Óculos de segurança com lente graduada Óculos de segurança com lente graduada Principais conceitos Conheça as principais ametropias Miopia Hipermetropia Astigmatismo Presbiopia Anomalia: Olho mais alongado, forma imagem antes da retina Sintomas:

Leia mais

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais:

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: A COR DE UM CORPO MÓDULO 9 A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: luz branca vermelho alaranjado amarelo verde azul anil violeta A cor que um corpo iluminado

Leia mais

Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010

Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010 Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010 2 de Junho de 2010 Série n.1 Propagação da luz 1. A velocidade da luz amarela de sódio num determinado líquido é 1, 92 10 8 m/s. Qual o índice de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL Física Experimental IV Lentes Delgadas Objetivo Determinar as distâncias focais de lentes delgadas convergentes e divergentes.

Leia mais

Instruçoes para fotos biométricas - República da Eslovênia

Instruçoes para fotos biométricas - República da Eslovênia Instruçoes para fotos biométricas - República da Eslovênia Recomendações do Ministério das Relações Exteriores da República da Eslovênia para as fotos biométricas: o o tamanho da foto: 3,5 x 4,5 cm o o

Leia mais

14 / 18 Progressivo Côncavo Free Form ASFÉRICO AMPLITUDE DE VISÃO LIVRE DE ABERRAÇÕES ASFÉRICO AMPLITUDE DE VISÃO. Tecnologia como você nunca viu

14 / 18 Progressivo Côncavo Free Form ASFÉRICO AMPLITUDE DE VISÃO LIVRE DE ABERRAÇÕES ASFÉRICO AMPLITUDE DE VISÃO. Tecnologia como você nunca viu Tecnologia como você nunca viu LIVRE DE ABERRAÇÕES Um sistema único e totalmente inovador, leva em consideração o desenho da armação comercializada ao efetuar os cálculos das superfícies das lentes progressivas.

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

DuraVision Platinum. Veja mais. Viva mais. Lentes de alta precisão ZEISS. O tratamento antirreflexo mais resistente de todos os tempos*

DuraVision Platinum. Veja mais. Viva mais. Lentes de alta precisão ZEISS. O tratamento antirreflexo mais resistente de todos os tempos* DuraVision Platinum abril/2012 *Comparado aos atuais antirreflexos da Carl Zeiss Vision O tratamento antirreflexo mais resistente de todos os tempos* Veja mais. Viva mais. Lentes de alta precisão. Líder

Leia mais

Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS. João Paulo I

Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS. João Paulo I Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS 1) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Para que os seguranças possam controlar o movimento dos

Leia mais

Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro

Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL Medidas de Grandezas Fundamentais - Teoria do Erro Objetivo As práticas que serão trabalhadas nesta aula têm os objetivos de

Leia mais

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO APRESENTAÇÃO: Esse instrumento foi especialmente desenvolvido para realizar medições de Ságitas em Blocos Oftálmicos onde através de software

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO MODELO DFOL

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO MODELO DFOL DETECTOR DE FUMAÇA ÓTICO LINEAR MODELO DFOL PARA MÉDIOS E GRANDES SISTEMAS IDEAL PARA GALPÕES ALCANCE DE 20 A 100 METROS ÁREA DE COBERTURA MÁXIMA 14x100M² ECONOMIA NA INSTALAÇÃO EM GRANDES ÁREAS ONDE SE

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss. (Unicamp 203) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados com a letra F. Pode-se afirmar

Leia mais

Tobogã com Escalada Mega. Manual de instruções

Tobogã com Escalada Mega. Manual de instruções Tobogã com Escalada Mega Manual de instruções Código do produto: MT.10812 Recomendado para crianças de 03 a 15 anos Parabéns! Você acaba de adquirir um brinquedo da Mundi Toys. Prezando pela sua segurança

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA Física II 2º ANO ENSINO MÉDIO MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 01- A figura representa um feixe de raios paralelos incidentes numa superfície S e os correspondentes

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Lentes Oftálmicas

Projeto CAPAZ Básico Lentes Oftálmicas 1 Introdução Ao assistir à aula, você teve acesso aos principais tipos de lentes oftálmicas existentes no mercado. Como se sabe, o conhecimento de lentes é essencial para o desempenho do consultor de venda.

Leia mais

O que é uma lente esférica?

O que é uma lente esférica? O que é uma lente esférica? É um sistema constituído de dois dioptros esféricos ou um dioptro esférico e um plano, nos quais a luz sofre duas refrações consecutivas. Classificação das lentes 1. Quanto

Leia mais

Essas duas questões serão estudadas nesta aula. Além delas, você vai ver quais erros podem ser cometidos na rebitagem e como poderá corrigi-los.

Essas duas questões serão estudadas nesta aula. Além delas, você vai ver quais erros podem ser cometidos na rebitagem e como poderá corrigi-los. A UU L AL A Rebites III Para rebitar peças, não basta você conhecer rebites e os processos de rebitagem. Se, por exemplo, você vai rebitar chapas é preciso saber que tipo de rebitagem vai ser usado - de

Leia mais

Projeto CAPAZ Intermediário Topografia

Projeto CAPAZ Intermediário Topografia 1 Introdução Ao assistir à aula você conheceu sobre o que é uma lente progressiva a fim de auxiliálo no entendimento do que é a topografia da lente. Esse estudo tem como objetivo de revelar o que o merchandising

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II. Profa. Adriana Goulart dos Santos

Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II. Profa. Adriana Goulart dos Santos Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil TOPOGRAFIA II Profa. Adriana Goulart dos Santos Aerofotogrametria Fotogrametria é a ciência aplicada que se propõe a registrar,

Leia mais

Aula do Curso Noic de Física, feito pela parceria do Noic com o Além do Horizonte

Aula do Curso Noic de Física, feito pela parceria do Noic com o Além do Horizonte Espelhos esféricos são superfícies refletoras muito comuns e interessantes de se estudar. Eles são capazes de formar imagens maiores ou menores, inversas ou direitas, dependendo do tipo de espelho, suas

Leia mais

Projeto CAPAZ Básico Ametropias 2 Astigmatismo e Presbiopia

Projeto CAPAZ Básico Ametropias 2 Astigmatismo e Presbiopia 1 Introdução Ao assistir à aula, você teve acesso à continuidade do nosso estudo de ametropias. Nesta apostila você terá mais algumas informações para o aprofundamento dos conteúdos trabalhados e um organograma

Leia mais

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos Construção Geométrica com Espelhos Esféricos 1. (Ufsm 2012) A figura de Escher, Mão com uma esfera espelhada, apresentada a seguir, foi usada para revisar propriedades dos espelhos esféricos. Então, preencha

Leia mais

Óptica Visual e. Instrumentação

Óptica Visual e. Instrumentação Óptica Visual e Instrumentação Trabalho elaborado por: Andreia Fonseca 13220 Elia Coelho 13846 Gonçalo Heleno 13007 Ensino de Física e Química Página 1 Objectivos: Este trabalho experimental tem como principais

Leia mais

Identificando as partes do equipamento

Identificando as partes do equipamento Lensometria Identificando as partes do equipamento () Ocular (2) Ajuste Ocular (3) Anel de eixo (4) Alavanca de marcação () Alavanca de fixação (6) Alavanca da mesa de armação (7) Mesa de apoio da armação

Leia mais

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola

Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola Tópico 8. Aula Prática: Sistema Massa-Mola. INTRODUÇÃO No experimento anterior foi verificado, teoricamente e experimentalmente, que o período de oscilação de um pêndulo simples é determinado pelo seu

Leia mais

Lentes Trilogy feitas de Trivex

Lentes Trilogy feitas de Trivex Lentes Trilogy feitas de Trivex e sua aplicação para diferentes Por Ed De Gennaro, MEd, ABOM Richmond, Virginia, EUA Série de Monografias da Younger Optics Número Abril/ Com a proliferação de materiais

Leia mais

Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente.

Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente. 01 Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente. Como n lente < n meiob, a lente de bordas finas opera como lente divergente. Resposta: A 1 02 A gota de água

Leia mais

Disponibilidade das Lentes. Visão Simples

Disponibilidade das Lentes. Visão Simples Disponibilidade das Lentes Visão Simples Material: Resina NPU Índice de Refração: 1.70 Valor Abbe: 36 Peso específico: 1,41 Design: Superfícies de curvas Bi-Asféricas Tratamento: Anti-Reflexo Hi-Vision,

Leia mais

Projeto CAPAZ Intermediário Análise de Inadaptação

Projeto CAPAZ Intermediário Análise de Inadaptação 1 Introdução Quando um cliente retorna à loja reclamando de seus novos óculos com lentes progressivas, há uma chance em um milhão de resolver o problema dele na primeira tentativa. Deve-se evitar que ele

Leia mais

FÍSICA LISTA 3 LENTES E ÓPTICA DA VISÃO LENTES

FÍSICA LISTA 3 LENTES E ÓPTICA DA VISÃO LENTES FÍSICA Prof. Bruno Roberto LISTA 3 LENTES E ÓPTICA DA VISÃO LENTES 1. (Unicamp 2013) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados

Leia mais

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ Exercícios Lentes Esféricas 1- Analise as afirmações a seguir e assinale a correta. A) É impossível obter uma imagem maior que o objeto com uma lente divergente. B) Quando um objeto está localizado a uma

Leia mais

Nosso objetivo será mostrar como obter informações qualitativas sobre a refração da luz em um sistema óptico cilíndrico.

Nosso objetivo será mostrar como obter informações qualitativas sobre a refração da luz em um sistema óptico cilíndrico. Introdução Nosso objetivo será mostrar como obter informações qualitativas sobre a refração da luz em um sistema óptico cilíndrico. A confecção do experimento permitirá também a observação da dispersão

Leia mais

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO Ao incidir em uma lente convergente, um feixe paralelo de luz, depois de passar pela lente, é concentrado em um ponto denominado foco (representado por

Leia mais

Construindo a câmara escura

Construindo a câmara escura Construindo a câmara escura Shizue Introdução Captar e registrar imagens tornou-se possível com a câmara escura de orifício. Essa câmara nada mais é do que uma lata, preta por dentro para não refletir

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Telescópios. Telescopio Refrator. tub o Bandeja porta oculares Haste de micro ajuste Tripé. Buscador Ajuste de foco

Perguntas e Respostas sobre Telescópios. Telescopio Refrator. tub o Bandeja porta oculares Haste de micro ajuste Tripé. Buscador Ajuste de foco Perguntas e Respostas sobre Telescópios A palavra telescópio é de origem grega e significa ver ao longe (Tele Skopen). Os telescópios têm dois tipos básicos: refratores, regidos pelo princípio físico da

Leia mais

Professora Bruna FÍSICA B. Aula 17 Seus Óculos. Página 232

Professora Bruna FÍSICA B. Aula 17 Seus Óculos. Página 232 FÍSICA B Aula 17 Seus Óculos. Página 232 INTRODUÇÃO Na aula de hoje, estudaremos os defeitos da visão e os tipos de lentes indicadas para correção destes defeitos. Para isso, estudaremos primeiramente

Leia mais

CÂMARA ESCURA * Renato Heineck Santos Diez Arribas Departamento de Física ICEG Passo Fundo RS. Resumo

CÂMARA ESCURA * Renato Heineck Santos Diez Arribas Departamento de Física ICEG Passo Fundo RS. Resumo CÂMARA ESCURA * Renato Heineck Santos Diez Arribas Departamento de Física ICEG Passo Fundo RS Resumo Faz-se necessário refletir, de forma sintética, sobre o ensino de ciências/física a partir da realidade

Leia mais

MÁSCARA DE SOLDA CR-02

MÁSCARA DE SOLDA CR-02 *Imagens meramente ilustrativas MÁSCARA DE SOLDA CR-02 Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS MÁSCARA DE SOLDA SR-02 Modelo: Área de visão: Dimensões do filtro: V8-MS-CR2 92 x 42 mm

Leia mais

Biofísica da visão II. Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão.

Biofísica da visão II. Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão. Biofísica da visão II Ondas eletromagnéticas, o olho humano, Funcionamento da visão, Defeitos da visão. Sistema de líquidos do olho Glaucoma: aumento da pressão intra-ocular SIMULAÇÃO DE PERDA NO GLAUCOMA

Leia mais

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de 1 Nesta aula você aprenderá a diferenciar um desenhista de um ilustrador e ainda iniciará com os primeiros exercícios de desenho. (Mateus Machado) O DESENHISTA E O ILUSTRADOR Ainda que não sejam profissionais

Leia mais

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual Este manual descreve um procedimento para o registro de Concursos Públicos por meio de áudio e vídeo utilizando-se recursos tecnológicos básicos i. A gravação segue o disposto na Resolução 020/09 da UFSM

Leia mais

LENTES E ESPELHOS. O tipo e a posição da imagem de um objeto, formada por um espelho esférico de pequena abertura, é determinada pela equação

LENTES E ESPELHOS. O tipo e a posição da imagem de um objeto, formada por um espelho esférico de pequena abertura, é determinada pela equação LENTES E ESPELHOS INTRODUÇÃO A luz é uma onda eletromagnética e interage com a matéria por meio de seus campos elétrico e magnético. Nessa interação, podem ocorrer alterações na velocidade, na direção

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 469, 18 DE AGOSTO DE 2015

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 469, 18 DE AGOSTO DE 2015 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 469, 18 DE AGOSTO DE 2015 Altera dispositivos da Resolução Normativa CFA nº 450, de 15 de agosto de 2014, que estabelece os modelos da Carteira de Identidade Profissional do

Leia mais

Cotagens especiais. Você já aprendeu a interpretar cotas básicas

Cotagens especiais. Você já aprendeu a interpretar cotas básicas A UU L AL A Cotagens especiais Você já aprendeu a interpretar cotas básicas e cotas de alguns tipos de elementos em desenhos técnicos de modelos variados. Mas, há alguns casos especiais de cotagem que

Leia mais

Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro

Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro Nome do aluno: nº série/turma 9 Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro Data: De 17 a 21/08/2009 Bimestre: 3º Tipo de atividade: Lista de Exercícios A REFLEXÃO DA

Leia mais

LENTES DE CONTATO DESCARTÁVEIS CUIDADOS AO COMPRAR, TAMBÉM É PRECISO ADAPTAR E ACOMPANHAR O USO.

LENTES DE CONTATO DESCARTÁVEIS CUIDADOS AO COMPRAR, TAMBÉM É PRECISO ADAPTAR E ACOMPANHAR O USO. LENTES DE CONTATO DESCARTÁVEIS Por Luiz Alberto Perez Alves CUIDADOS AO COMPRAR, TAMBÉM É PRECISO ADAPTAR E ACOMPANHAR O USO. As lentes de contato descartáveis foram introduzidas no Brasil no inicio dos

Leia mais

OBJETIVO Verificar as leis da Reflexão Verificar qualitativamente e quantitativamente a lei de Snell. Observar a dispersão da luz em um prisma.

OBJETIVO Verificar as leis da Reflexão Verificar qualitativamente e quantitativamente a lei de Snell. Observar a dispersão da luz em um prisma. UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA CURSO DE FÍSICA LABORATÓRIO ÓPTICA REFLEXÃO E REFRAÇÃO OBJETIVO Verificar as leis da Reflexão Verificar qualitativamente e quantitativamente a lei de Snell. Observar a

Leia mais

Manual de utilização do programa

Manual de utilização do programa PCIToGCode Manual de utilização do programa PCIToGCode O PCITOGCODE é um aplicativo desenvolvido para converter imagem de uma placa de circuito impresso em um arquivo de códigos G. Com o arquivo de códigos

Leia mais

Kit Porta Interna em PVC. Catálogo de Produtos

Kit Porta Interna em PVC. Catálogo de Produtos Kit Porta Interna em PVC Catálogo de Produtos Um mundo novo está de portas abertas para você. Entre e conheça a mais alta tecnologia. A Claris é a marca líder em esquadrias de PVC no mercado brasileiro,

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

DEFIJI Semestre2014-1 10:07:19 1 INTRODUÇÃO

DEFIJI Semestre2014-1 10:07:19 1 INTRODUÇÃO 1 DEFIJI Semestre2014-1 Ótica Lentes Esféricos Prof. Robinson 10:07:19 1 O ÍNDICE DE REFRAÇÃO INTRODUÇÃO Quando a luz passa de um meio para outro, sua velocidade aumenta ou diminui devido as diferenças

Leia mais

Retificação cilíndrica

Retificação cilíndrica A U A UL LA Retificação cilíndrica A retificadora cilíndrica universal é uma máquina utilizada na retificação de todas as superfícies cilíndricas, externas ou internas de peças. Em alguns casos, essa máquina

Leia mais

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser:

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser: proteção facial Proteção Facial Porquê o uso de viseiras? As viseiras são concebidas para proteger os olhos e o rosto. A protecção pode ser conferida através de uma rede metálica de malha fina ou em material

Leia mais

3B SCIENTIFIC PHYSICS

3B SCIENTIFIC PHYSICS 3B SCIENTIFIC PHYSICS Kit de ótica laser de demonstração U17300 e kit complementar Manual de instruções 1/05 ALF Índice de conteúdo Página Exp - N Experiência Kit de aparelhos 1 Introdução 2 Fornecimento

Leia mais

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL F PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL Carga Horária: 96 horas/aulas Módulo 01: Desenho de observação DESCRIÇÃO: Neste módulo o você irá praticar sua percepção de linhas e formas, bem como a relação entre

Leia mais

Principais ametropias. Miopia. Anomalia: olho mais alongado forma imagem antes da retina. embaçada. divergentes

Principais ametropias. Miopia. Anomalia: olho mais alongado forma imagem antes da retina. embaçada. divergentes Introdução Milhares de trabalhadores precisam exercer suas atividades utilizando óculos com lentes corretivas ao mesmo tempo que precisam usar óculos de segurança para se proteger contra os riscos inerentes

Leia mais

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto.

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Telhas e Tijolos www.telhado.com Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Estilo, inovação e qualidade. As Telhas GraviColor chegam ao mercado trazendo o rústico com

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO LENTES ESFÉRICAS. LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO LENTES ESFÉRICAS. LENTES CONVERGENTES Elementos LENTES ESFÉRICAS ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

lente especialmente projetado proporciona áreas de leitura mais amplas, com melhor visão periférica. Quando

lente especialmente projetado proporciona áreas de leitura mais amplas, com melhor visão periférica. Quando A A R T E & C I Ê N C I A D E A Tecnologia de Camber COMBINA CURVAS COMPLEXAS EM AMBAS AS SUPERFÍCIES da lente, fornecendo excelente correção da visão. A incomparável CURVATURA EM MUDANÇA CONTÍNUA DA SUPERFÍCIE

Leia mais

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120 Colégio Jesus Adolescente Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor B Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral Aulas 6 a 8 1) A figura a seguir representa um raio de luz incidindo

Leia mais

Quantas vezes o olho humano pisca, por minuto?

Quantas vezes o olho humano pisca, por minuto? Quantas vezes o olho humano pisca, por minuto? Em uma conversa, os interlocutores piscam uma média de 22 vezes por minuto. Quando alguém lê, a frequência desta piscadela se produz 12 a 15 vezes por minuto.

Leia mais

CALDsoft7 - Software de planificação em caldeiraria

CALDsoft7 - Software de planificação em caldeiraria CALDsoft7 - Software de planificação em caldeiraria Calculando uma peça com o CALDsoft7 É muito simples calcular uma peça com o CALDsoft7, basta seguir os passos apresentados abaixo: - Escolher a peça

Leia mais

A R T I C U L A D O R. Cirúrgico-MT

A R T I C U L A D O R. Cirúrgico-MT A R T I C U L A D O R Cirúrgico-MT s o l u ç õ e s i n t e l i g e n t e s MANUAL DE INSTRUÇÕES ÍNDICE 1 - Introdução... 2 - Especificações técnicas... 3 - Conteúdo da embalagem... 4 - Instruções para

Leia mais

GUIA PADRONIZAÇÃO DE IMAGENS NO INDICADOR CRM

GUIA PADRONIZAÇÃO DE IMAGENS NO INDICADOR CRM GUIA PADRONIZAÇÃO DE IMAGENS NO INDICADOR CRM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Padrões de Proporção... 3 3. Qualidade das Imagens... 6 4. Fotos Panorâmicas... 7 5. Youtube... 8 Página 2 de 9 1. Objetivo

Leia mais

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda Introdução A discadora MED CALL tem diversas aplicações, como emergências médicas, coação em caso de assalto, crianças sozinhas em casa, ou qualquer outra aplicação que necessite de uma discagem automática

Leia mais

Eu não nasci de óculos!

Eu não nasci de óculos! A U A UL LA Eu não nasci de óculos! Enquanto Roberto conversa com Gaspar, Ernesto coloca os óculos de Roberto e exclama: - Puxa, estou enxergando tudo embaralhado. Tudo meio turvo! - É como você tivesse

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

inventado pela Fazer gravações nunca foi tão fácil! just plug and ray!

inventado pela Fazer gravações nunca foi tão fácil! just plug and ray! Fazer gravações nunca foi tão fácil! inventado pela just plug and ray! Facilidade a laser, facilidade de operação! Com o laser Rayjet, os procedimentos de gravação, corte e marcação evoluíram de um processo

Leia mais

REF.: 144. Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem. Berço Cama ENCANTO CUIDADOS AO MANUSEAR O PRODUTO

REF.: 144. Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem. Berço Cama ENCANTO CUIDADOS AO MANUSEAR O PRODUTO Fone/Fa. : (017) 3283-90 e-mail: moveisjaci@moveisjaci.com.br www.moveisjaci.com.br Berço Cama ENCANTO Ferramentas Utilizadas na Montagem Sr. cliente, ao montar o berço, observar que há duas peças de numero

Leia mais

Caderno de Postura. Prof. Luiz Mello

Caderno de Postura. Prof. Luiz Mello Caderno de Postura Prof. Luiz Mello CADERNO DE POSTURA Este caderno de postura tem como objetivo demonstrar os principais pontos relacionados a maneira de como tocar violão e guitarra de uma maneira saudável,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 1. Identificação dos elementos da prensa JTSB03: Antes de ligar a prensa e iniciar seu trabalho é indispensável verificar se a mesma

Leia mais

Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão.

Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão. METAL MECÂNICA AUTOCUT 4.0P HDX/2HDX Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão. AutoCut 4.0P HDX/2HDX A AutoCut 4.0P é uma máquina CNC para corte de chapas de aço-carbono, aço

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS)

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) 1. Um objeto real é colocado perpendicularmente ao eixo principal de uma lente convergente, de distância focal f. Se o objeto está a uma distância 3 f da lente, a distância

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO Pág.:1 MÁQUINA: MODELO: NÚMERO DE SÉRIE: ANO DE FABRICAÇÃO: O presente manual contém instruções para instalação e operação. Todas as instruções nele contidas devem ser rigorosamente seguidas do que dependem

Leia mais

www.nikkostirling.com

www.nikkostirling.com www.nikkostirling.com PT Anel de travamento Objectivo Ajuste de paralaxe Tubo da mira (luneta) Tampa do regulador Regulador de elevação Regulador da força do vento Ajuste da ampliação Iluminação Ocular

Leia mais

Todo o conjunto que compõe a visão humana é chamado globo ocular.

Todo o conjunto que compõe a visão humana é chamado globo ocular. Olho humano O olho humano é um sistema óptico complexo, formado por vários meios transparentes além de um sistema fisiológico com inúmeros componentes. Olho humano Todo o conjunto que compõe a visão humana

Leia mais

Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente

Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente Introdução Você já deve ter reparado que, quando colocamos

Leia mais

Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Primeira lista de física para o segundo ano 1) Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2

Leia mais

Mais segurança, leveza e conforto para os seus olhos em todas as situações.

Mais segurança, leveza e conforto para os seus olhos em todas as situações. L E N T E S Mais segurança, leveza e conforto para os seus olhos em todas as situações. Resistência a impactos Resistência e 100% de a impactos proteção e UV. 100% de proteção Tudo que você precisa Tudo

Leia mais

Unidade IV. Aula 20.1 Conteúdo. Óptica, Ser humano e Saúde. Os defeitos da visão e as lentes corretoras. INTERATIVIDADE FINAL

Unidade IV. Aula 20.1 Conteúdo. Óptica, Ser humano e Saúde. Os defeitos da visão e as lentes corretoras. INTERATIVIDADE FINAL Unidade IV Óptica, Ser humano e Saúde Aula 20.1 Conteúdo Os defeitos da visão e as lentes corretoras. 2 Habilidade Reconhecer características ou propriedades dos instrumentos ópticos e a óptica da visão,

Leia mais

Exercícios sobre Espelhos Esféricos

Exercícios sobre Espelhos Esféricos Exercícios sobre Espelhos Esféricos 1-Quando colocamos um pequeno objeto real entre o foco principal e o centro de curvatura de um espelho esférico côncavo de Gauss, sua respectiva imagem conjugada será:

Leia mais

Espelhos Esféricos Gauss 2013

Espelhos Esféricos Gauss 2013 Espelhos Esféricos Gauss 2013 1. (Unesp 2012) Observe o adesivo plástico apresentado no espelho côncavo de raio de curvatura igual a 1,0 m, na figura 1. Essa informação indica que o espelho produz imagens

Leia mais

Profa. Le:cia Veras Costa- Lotufo. Câmara superautomá:ca Posiciona- se na direção do objeto Poder de foco Regula a sensibilidade do filme

Profa. Le:cia Veras Costa- Lotufo. Câmara superautomá:ca Posiciona- se na direção do objeto Poder de foco Regula a sensibilidade do filme BIOFÍSICA DA VISÃO Profa. Le:cia Veras Costa- Lotufo VISÃO: Interação da luz com os fotorreceptores da re:na Re:na filme inteligente situado no OLHO Olho Câmara superautomá:ca Posiciona- se na direção

Leia mais

Os revestimentos de parede Decopainel são fabricados com tecnologia de última geração para deixar o seu ambiente com a elegância e beleza que você

Os revestimentos de parede Decopainel são fabricados com tecnologia de última geração para deixar o seu ambiente com a elegância e beleza que você Catálogo Virtual 2 Os revestimentos de parede Decopainel são fabricados com tecnologia de última geração para deixar o seu ambiente com a elegância e beleza que você sempre desejou. São duas linhas de

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL.

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. Um gráfico no Excel é uma representação gráfica dos números de sua planilha - números transformados em imagens. O Excel examina um grupo de células que tenham sido selecionadas.

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas COLORÍMETRO. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br

*Imagens meramente ilustrativas COLORÍMETRO. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br *Imagens meramente ilustrativas COLORÍMETRO Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. INTRODUÇÃO O Colorímetro V8 Brasil é um equipamento desenvolvido com objetivo de proporcionar às oficinas de funilaria

Leia mais

Figuras geométricas. Se olhar ao seu redor, você verá que os objetos. Nossa aula. Figuras geométricas elementares

Figuras geométricas. Se olhar ao seu redor, você verá que os objetos. Nossa aula. Figuras geométricas elementares A UU L AL A Figuras geométricas Se olhar ao seu redor, você verá que os objetos têm forma, tamanho e outras características próprias. As figuras geométricas foram criadas a partir da observação das formas

Leia mais

Instalação Concluida. IMPORTANTE: Não solte o conjunto Base-Projetor até que ele esteja. perfeitamente fixado ao suporte.

Instalação Concluida. IMPORTANTE: Não solte o conjunto Base-Projetor até que ele esteja. perfeitamente fixado ao suporte. IMPORTANTE: Não solte o conjunto Base-Projetor até que ele esteja perfeitamente fixado ao suporte. Após ter girado o conjunto inferior alinhando os furos como indicado abaixo, insira o parafuso allen no

Leia mais

Medição a Laser Remota Exata e Modelagem 3D no. Smartphone com Spike da IKEGPS

Medição a Laser Remota Exata e Modelagem 3D no. Smartphone com Spike da IKEGPS Apresentando: Spike. Capture. Meça. Modele. Compartilhe. Medição a Laser Remota Exata e Modelagem 3D no Smartphone com Spike da IKEGPS Spike é o primeiro acessório a laser exato para smartphones, capacitando-lhe

Leia mais