Gerenciando conteúdo em Portais Java usando Portlets

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerenciando conteúdo em Portais Java usando Portlets"

Transcrição

1 portlet_ Gerenciando conteúdo em Portais Java usando Portlets Como a especificação dos Portlets pode ajudar a gerenciar grandes Portais no ambiente Java O artigo irá mostrar como utilizar a tecnologia dos Portais em Java para rapidamente criar websites. Esses websites podem, facilmente, agregar conteúdos de fontes diferentes e a disponibilização deste conteúdo pode ser feita por usuários sem conhecimento técnico na tecnologia. / 46

2 André Luís Fonseca é formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Com mais de 12 anos de experiência, já trabalhou em empresas de diversos setores, como: Telecom, Bancos e Indústria utilizando Java, PHP e C. Possui as certificações SCJP, SCWCD, SCBCD e SCEA (I). Um Portal pode ser considerado como uma plataforma para construção de websites e aplicações web. Na sequência algumas situações comuns onde encontramos o uso de Portais: Websites que apresentem conteúdos diferentes dependendo do status do usuário logado. Websites que apresentem conteúdos diferentes dependendo das permissões do usuário logado. Websites que necessitem de integração com outras aplicações web. Websites que permitem que grupos de usuários colaborem com a construção da aplicação. Websites que necessitem salvar o conteúdo para ser recuperado no próximo login do usuário. A criação destes websites utilizando a tecnologia dos Portais é feita agregando-se Portlets em uma página.um Portlet contém uma parte específica de um conteúdo (uma informação ou um serviço) podendo ser incluído como parte de uma página de um Portal. Ele é gerenciado por um Portlet Container, que processa as requisições e gera o conteúdo dinamicamente (semelhante a uma Servlet Java, portanto). Portlets são usados por Portais como componentes plugáveis de interfaces com o usuário que provêem uma camada de apresentação para sistemas de informação. O conteúdo dinâmico gerado por um Portlet é conhecido também como fragmento. Um fragmento é um pedaço de código em uma linguagem de marcação (como, por exemplo, HTML, XML ou WML) que segue algumas regras específicas e pode ser agrupado com outros fragmentos a fim de formar um documento completo. Dessa forma, o conteúdo de um Portlet é normalmente agregado com o conteúdo de outros Portlets a fim de formar uma página em um Portal. Os clientes web interagem com um Portlet enviando requisições para o Portal e recebendo a resposta com o conteúdo gerado. O conteúdo gerado pelo Portlet difere para cada usuário dependendo da configuração do Portlet. Existem duas especificações organizadas pela JCP (Java Community Process) com o objetivo de estabelecer as definições para os Portlets em Java, são elas: JSR168 e JSR286 (Portlet 2.0). Alguns portais implementam apenas uma delas, outros, são compatíveis com as duas. Felizmente não temos quebra de compatibilidade entre as especificações. O ciclo de vida, API para acesso, além de personalização, apresentação e segurança dos Portlets também é definido pelas especificações. igoogle Estado de são paulo Estadão PORTLET folha de são paulo PORTLET folha de são paulo o globo PORTLET o globo Figura 1. Cada Portlet é responsável pela geração de um fragmento de conteúdo. 47 \

3 Um Portlet Container é responsável por fornecer um ambiente de execução (runtime) e gerenciar o ciclo de vida de um Portlet. Ele é responsável também por tratar as requisições feitas pelos clientes do Portal e endereçá-las para os Portlets específicos, conforme mostrado na figura 1, entretanto ele não é responsável por agregar o conteúdo dos diversos Portlets, isso é responsabilidade do Portal. Outra responsabilidade do Portlet Container é a de armazenar uma referência para cada Portlet, permitindo que o seu estado seja recuperado. Na sequência temos alguns exemplos de Portais, como o igoogle (que será descontinuado, sendo substituído pelo Google Play) e o GWT Portlets Demo, mostrados nas figuras 2 e 3, respectivamente. Os links para acessar estes portais podem ser consultados nas referências do artigo. Figura 2. Portal do Google (igoogle) contendo alguns gadgets (Portlets). Portlet x Servlet Existem algumas semelhanças entre um Portlet e uma Servlet em Java. Da mesma forma que uma Servlet, um Portlet é um componente web que possui o ciclo de vida gerenciado por um container e é capaz de gerar conteúdo dinamicamente. Falando tecnicamente, um Portlet é uma classe Java que implementa a interface javax.portlet.portlet ou extende a classe javax.portlet.genericportlet e é empacotado e instalado como um arquivo/artefato WAR dentro de um Portlet Container. Abaixo temos um resumo das similaridades e diferenças entre Portlets e Servlets. Portlets são similares às Servlet em Java no sentido de que: Portlets são gerenciados por um container específico. Portlets são capazes de gerar conteúdo dinamicamente. O ciclo de vida dos Portlets é gerenciado por um container. Portlets interagem com clientes web através do paradigma de requisição/resposta. Portlets são diferentes das Servlets em Java no sentido de que: Portlets apenas geram fragmentos de markup, não documentos completos. Portlets não podem ser acessados diretamente através de URLs. Apenas a página que contém o Portlet pode ser acessada através de uma URL. Figura 3. Showcase do Portal GWT-Ext. / 48

4 Portlets não podem gerar conteúdos arbitrários, uma vez que o conteúdo gerado pelo Porlet irá fazer parte de uma página de um Portal. Por exemplo, se o Portal está requisitando um conteúdo do tipo html/text o Portlet só poderá gerar conteúdo neste formato. Exemplo de um Portlet em Java A Listagem 1 mostra um exemplo de código em Java para uma Portlet. Neste exemplo estamos estendendo a classe GenericPortlet. Uma Portlet tem três modos de exibição: EDIT, VIEW e HELP. Pelo menos um deles deve ser definido no código. Isso pode ser feito sobrescrevendo os métodos doedit, doview ou dohelp ou então utilizando a anotação Render- Mode. O exemplo a seguir apenas escreve na response a String Olá Mundo!. Listagem 1. Código em Java de um Portlet. import java.io.ioexception; import java.io.printwriter; import javax.portlet.genericportlet; import javax.portlet.portletexception; import javax.portlet.renderrequest; import javax.portlet.renderresponse; import javax.portlet.rendermode; import java.io.ioexception; import java.io.printwriter; import javax.portlet.genericportlet; import javax.portlet.portletexception; import javax.portlet.renderrequest; import javax.portlet.renderresponse; import javax.portlet.rendermode; public class HelloWorldPortlet extends GenericPortlet { = VIEW ) public void sayhello(renderrequest request, RenderResponse response) throws PortletException, IOException { PrintWriter out = response.getwriter(); out.println( Olá Mundo! ); } Acessando um Portal Quando um cliente acessa um Portal as seguintes ações acontecem: O cliente, após se autenticar, faz uma requisição HTTP para o Portal. A requisição é tratada pelo Portal. O Portal define qual Portlet (ou Portlets) deverá tratar a requisição recebida. O Portal invoca os Portlets responsáveis, atra- Figura 4. Faça o download da versão Community Edition do Liferay empacotada junto com o Tomcat. 49 \

5 vés do Portlet Container, para obter os fragmentos de conteúdo que devem ser incluídos na página do Portal. O Portal agrupa os conteúdos gerados pelos diferentes Portlets em uma página do Portal e exibe de volta para o cliente. Configurando o Ambiente no Eclipse Nessa seção iremos ver como utilizar o Eclipse junto com um plugin para o Portal Liferay para criar uma aplicação de exemplo e publicá-la no Tomcat. O Portal Liferay usaremos a versão Community Edition é escrito em Java e distribuído sobre a licença GNU LGPL. Para o nosso ambiente utilizaremos a versão que vem empacotada com o Tomcat, entretanto poderíamos utilizar outras versões compatíveis com outros servidores, como Glassfish, JBoss ou Jetty. O Liferay é o ambiente de execução onde iremos publicar nossos Portlets. Utilizaremos também o Liferay IDE que é um plugin para o desenvolvimento de Portlets o qual pode ser baixado gratuitamente a partir de um Update Site do Eclipse. Instalando o Liferay Portal Utilize o link das referências do artigo para baixar a versão Community Edition do Liferay empacotada com o Tomcat. Apenas descompacte o arquivo zip baixado para uma pasta qualquer. A figura 4 mostra onde pode ser feito esse download. Para iniciar o Portal Liferay precisamos apenas iniciar o Tomcat. No caminho onde o arquivo foi descompactado vá até a pasta do Tomcat, depois pasta bin e dê um duplo clique no arquivo startup.bat ou rode o arquivo startup.sh, como mostrado na figura 5, dependendo se você estiver no Windows ou Linux, isso irá iniciar o Tomcat juntamente com o Portal. Algumas configurações precisarão ser feitas no primeiro acesso como: linguagem padrão, primeiro e último nome do usuário, do usuário e nome do Portal. A figura 6 mostra a tela onde isso é feito. Para fazer as configurações clique no botão Basic Configuration. O Liferay vem de uma base de desenvolvimento para o HSQLDB, que é um banco de dados em memória, entretanto suporta outros bancos de dados, como Oracle, MySQL, Firebird, SQL Server, entre outros. Após finalizar as configurações, clique no botão Ir para meu Portal. Você pode também selecionar Português do Brasil como linguagem padrão. Altere também a sua senha de acesso ao Portal, como mostrado na figura 7. Figura 6. No primeiro acesso ao Portal Liferay algumas configurações devem ser realizadas. Figura 7. Altere sua senha para acesso. Figura 5. Para iniciar o Portal Liferay basta iniciar o Tomcat da pasta descompactada. Depois de terminada a inicialização do Tomcat podemos então acessar o Liferay através da URL Instalando o Eclipse com o plugin para o Liferay Agora iremos instalar o plugin do Liferay no Eclipse. Utilizaremos a versão do Eclipse Juno para desenvolvedores JEE. Após ter feito o download desta versão (link nas referências) vá até o menu superior e / 50

6 selecione a opção Help > Eclipse Marketplace. No campo find, digite Liferay e pressione Enter para a busca. Deve aparecer a tela apresentada na figura 8. Clique no botão Install, mantenha os valores pré- -selecionados e prossiga digitando Next. Não se esqueça de aceitar a licença. Figura 10. Adicione um novo Plugin SDK para o Liferay. Figura 8. Instalando o plugin do Liferay pelo Eclipse Marketplace. Configurando o plugin para o SDK do Liferay Antes de criar um projeto para o Liferay no Eclipse é necessário configurar o SDK (Software Development Kit) que é o kit de desenvolvimento para que você consiga fazer o deploy de seus projetos no Portal Liferay. Vá até a página de downloads (link presente nas referências) e faça o download do plugin SDK, como mostrado na figura 9. No pop-up New Liferay Plugin SDK preencha com o caminho para onde foi descompactado o arquivo de download do Plugin SDK. Mantenha selecionado Add Eclipse.project file (if it does not exist). Após a configuração, o SDK deve aparecer na lista como mostrado na figura 11. Figura 11. Plugin SDK configurado no Eclipse para o Liferay. Figura 9. Faça o download do Plugin SDK. Depois de terminado o download no Eclipse, selecione no menu Window > Preferences e depois a opção Liferay > Installed Plugin SDKs e clique no botão Add (adicionar). Será aberta a janela mostrada na figura 10. Criando um novo Server Runtime para o Tomcat Para iniciar o Tomcat dentro do Eclipse, você precisa criar um novo Server Runtime apontando para o Tomcat que vem junto com o Liferay (download do arquivo ZIP). No menu do Eclipse, vá em Window 51 \

7 Figura 13. No menu do Eclipse crie um novo Liferay Project. Figura 12. Adicione um novo Server Runtime para o Tomcat 7. Figura 15. Selecione Liferay MVC como Portlet Framework. Figura 14. Selecione Plugin Type como Portlet nas configurações do projeto. > Preferences > Runtime Environment. Clique no botão Add, selecione Apache Tomcat v7.0, como mostrado na figura 12, depois Next, então selecione no Windows Explorer a pasta do Tomcat do Liferay. Pronto! Agora já temos o ambiente configurado para desenvolvermos os nossos primeiros Portlets no Eclipse! Criando projetos para Liferay no Eclipse Agora que temos todo nosso ambiente configurado podemos criar um projeto no Eclipse para o Liferay. No menu do Eclipse selecione File > New > Liferay Project, como mostrado na figura 13. Nas configurações de projeto selecione Plugin Type como Portlet, como mostrado na figura 14. Na próxima tela apresentada na figura 15, selecione Liferay MVC para Portlet Framework (o Liferay possibilita também desenvolver os Portlets usando JSF ou Vaadin Framework). Após finalizar a criação do projeto teremos a estrutura no Eclipse mostrada na figura 16. A pasta docroot é a raiz da aplicação contento todo o conteúdo web. Ela apresenta os arquivos de configuração, css, javascript e tag libraries (pasta tld). O Eclipse gera também scripts do ANT para manutenção do projeto. Este projeto em branco já é o suficiente para adicionarmos conteúdo no Liferay, isso sem ter criado nenhuma classe Java. / 52

8 Figura 16. Estrutura do projeto HelloWorldLiferay no Eclipse. Instalando o projeto HelloWorldLiferayportlet no Liferay Vamos agora fazer o deploy do projeto no Portal. No Eclipse, clique com o botão direito sobre o projeto e selecione a opção Run As > Run on Server, como mostrado na figura 17. Selecione o Tomcat configurado anteriormente e clique em Finish. Isso irá iniciar o Portal Liferay e fazer o deploy de nosso projeto. Finalizado o deploy temos agora o Portlet Hello- WorldLiferay disponível para ser instalado no Portal. Acesse o Portal (http://localhost:8080) vá até o menu superior e selecione a opção Adicionar > Mais, como mostrado na figura 18. Figura 18. Adicionando conteúdo ao Liferay. Figura 17. Fazendo o deploy do projeto no Servidor. Na janela de busca, digite HelloWorldLiferay, que o Portlet será listado como na figura 19. Você pode depois clicar no link Adicionar ou apenas arrastar o Portlet para o Portal. Após ter sido adicionado o conteúdo do Portlet, a figura 20 mostra como ele pode ser visualizado no Liferay. 53 \

9 Figura 19. Buscando o Portlet HelloWorldLiferay para ser adicionado ao Portal. Figura 20. Conteúdo do Portlet HelloWorldLiferay adicionado ao Portal. Instalando um projeto no Liferay sem utilizar o Eclipse Nessa seção iremos mostrar como fazer o deploy de um novo projeto no Portal Liferay sem utilizar o Eclipse. Para isso utilizaremos o plugin SDK (já configurado) além do Apache ANT. Após ter instalado e configurado o Apache ANT para instalar e configurar o ANT consultar as referências do artigo abra um prompt de comando do DOS na pasta portlets dentro do diretório onde foi instalado o plugin SDK e digite o comando a seguir: ant -Dportlet.name=ola -Dportlet.display.name= Ola MundoJ! create Podemos perceber pela saída do prompt de comando que foi criado um novo projeto de Portlets na pasta portlets de nome ola-portlet. Esse projeto tem praticamente a mesma estrutura do projeto criado no Eclipse e já pode ser instalado na nossa instância do Portal Liferay. Ainda usando o prompt do DOS vá até a pasta ola-portlet que acabou de ser criada no passo anterior e digite o seguinte comando: ant deploy. Isso irá fazer com que o projeto seja disponibilizado no Liferay. Após ter sido feito o deploy você pode adicionar o portlet ao Portal da mesma forma que foi feita antes através do Menu Adicionar. Portlets com Spring MVC Na sequência iremos mostrar como utilizar o Spring Framework para facilitar a integração com os Portlets em Java. Crie um Novo Projeto Liferay no Eclipse e chame de helloworld. Faça o download da última versão do Spring Framework (no momento da escrita do artigo 3.2.3). Você irá precisar também dos jars do commons-logging (Apache) e também do JSTL. Na pasta docroot/web-inf/lib teremos a estrutura mostrada na figura 21. Crie uma nova classe Java e chame-a de Hello- WorldController. Na Listagem 2 temos o código que deve ser escrito nessa classe. Figura 21. Criando um novo projeto para o Liferay usando o Apache ANT. / 54

10 Figura 22. Instalando o projeto ola-portlet no Portal Liferay usando o ANT. Figura 23. Adicionando o Porlet Ola MundoJ ao Liferay. 55 \

11 Figura 24. Jar s necessários para o projeto do Spring MVC Portlet. Listagem 2. Código da classe HelloWorldController. A interface org.springframework.web.portlet.mvc. Controller faz o papel da interface javax.portlet. Portlet. Ela é usada pelo Portlet Container para invocar os Portlets. O processamento das requisições aos Portlets é dividido em duas etapas pelo Container: primeiro é processado a Action da requisição, depois é gerado o Conteúdo que será exibido pelo Portlet no Portal. No caso da interface Controller os métodos responsáveis por estes processamentos são handleactionrequest (equivalente ao método processaction da interface Portlet) e handlerenderrequest (equivalente ao método render da classe Portlet), respectivamente. Mais detalhes podem ser encontrados na especificação dos Portlets e também na documentação do Spring (link nas referências). Não vamos entrar em detalhes no uso do Framework Spring para não sobrecarregar o leitor de informações. Na sequência temos uma breve explicação dos principais arquivos de configuração do projeto. Estes arquivos devem estar presentes na pasta WEB-INF. Listagem 3. Arquivo liferay-portlet.xml, responsável por dizer ao Liferay quais portlets a aplicação possui. package mundoj.portlets; import java.util.hashmap; import java.util.map; import javax.portlet.actionrequest; import javax.portlet.actionresponse; import javax.portlet.renderrequest; import javax.portlet.renderresponse; import org.springframework.web.portlet.modelandview; import org.springframework.web.portlet.mvc.controller; public class HelloWorldController implements Controller { public void handleactionrequest(actionrequest req, ActionResponse resp) throws Exception { public ModelAndView handlerenderrequest( RenderRequest req, RenderResponse resp) throws Exception { Map<String, Object> model = new HashMap<String, Object>(); model.put( helloworldmessage, Hello World ); return new ModelAndView( helloworld, model); } <?xml version= 1.0?> <!DOCTYPE liferay-portlet-app PUBLIC -//Liferay//DTD Portlet Application 6.1.0//EN > <liferay-portlet-app> <portlet> <portlet-name>helloworld</portlet-name> <instanceable>true</instanceable> </portlet> </liferay-portlet-app> Listagem 4. Arquivo portlet.xml, responsável pelas configurações gerais dos Portlets (JSR168 e JSR 286). <?xml version= 1.0 encoding= UTF-8?> <portlet-app xmlns= portletapp_2_0.xsd xmlns:xsi= XMLSchema-instance version= 2.0 xsi:schemalocation= portlet/portlet-app_2_0.xsd > <portlet> <portlet-name>helloworld</portlet-name> <portlet-class>org.springframework.web.portlet. DispatcherPortlet</portlet-class> <supports> <mime-type>text/html</mime-type> <portlet-mode>view</portlet-mode> </supports> / 56

12 <resource-bundle>language-ext</resource-bundle> </portlet> </portlet-app> Listagem 5. Arquivo helloworld-portlet.xml, responsável pelas configurações do Spring MVC Porlet. <?xml version= 1.0 encoding= UTF-8?> <beans xmlns=http://www.springframework.org/schema/ beans xmlns:xsi= xmlns:p=http://www.springframework.org/ schema/p xmlns:context=http://www.springframework.org/ schema/context xsi:schemalocation= springframework.org/schema/beans > <bean id= helloworldcontroller class= mundoj.portlets.helloworldcontroller /> <bean id= portletmodehandlermapping class= org.springframework.web.portlet.handler. PortletModeHandlerMapping > <property name= portletmodemap > <map> Figura 25. Tela Inicial do Apache Pluto. Figura 26. Tela de Administração do Apache Pluto. 57 \

13 <entry key= view > <ref bean= helloworldcontroller /> </entry> </map> </property> </bean> <bean id= viewresolver class= org.springframework.web.servlet.view. InternalResourceViewResolver > <property name= viewclass value= org.springframework.web.servlet.view. InternalResourceView /> <property name= prefix value= /WEB-INF/jsp/ /> <property name= suffix value=.jsp /> </bean> </beans> <listener> <listener-class>org.springframework.web.context. ContextLoaderListener</listener-class> </listener> <servlet> <servlet-name>view-servlet</servlet-name> <servlet-class>org.springframework.web.servlet.viewrendererservlet</servlet-class> <load-on-startup>1</load-on-startup> </servlet> <servlet-mapping> <servlet-name>view-servlet</servlet-name> <url-pattern>/web-inf/servlet/view</url-pattern> </servlet-mapping> </web-app> Listagem 6. Arquivo liferay-display.xml, arquivo de configurações do Liferay, neste caso define em qual categoria o Portlet pertence. <?xml version= 1.0?> <!DOCTYPE display PUBLIC -//Liferay//DTD Display 6.1.0//EN > <display> <category name= category.helloworld > <portlet id= helloworld /> </category> </display> Listagem 7. Arquivo web.xml de configuração da aplicação, configura ContextLoaderListener e ViewRendererServlet para o Spring. <?xml version= 1.0 encoding= UTF-8?> <web-app xmlns:xsi= XMLSchema-instance xmlns= ns/j2ee xmlns:javaee= javaee xmlns:web= web-app_2_5.xsd xsi:schemalocation= com/xml/ns/j2ee id= WebApp_ID version= 2.4 > Apache Pluto e Jetspeed O Apache Pluto é a implementação de referência para as especificações de Portlets em Java. Ele é também um Portlet Container provendo um ambiente de execução para os Portlets, como mostrado na figura 25. As duas especificações de Portlets (JSR168 e JSR286) são completamente suportadas. Para instalar o Apache Pluto você deve seguir o seguinte procedimento: Faça o download da última versão (consultar o site nas referências do artigo). Descompacte o arquivo em uma pasta qualquer. Rode o arquivo startup.bat ou startup.sh (que ficam dentro da pasta bin) dependendo se você está no Windows ou Linux. Acesse no browser a URL pluto/portal Se autentique no Portal usando usuário=pluto e senha=pluto. Na página de exemplos temos alguns testes que podem ser executados. A aba Pluto Admin permite adicionar ou remover páginas no Portal ou instalar uma nova aplicação Portlet. Essa interface é exibida na figura 26. O Apache Jetspeed 2 é uma plataforma para o desenvolvimento de Portais semelhante ao Liferay. Ele é distribuído sobre a Licença Apache e é todo desenvolvido em Java e outros padrões abertos de mercado. A última versão disponível quando na escrita deste artigo é a lançada em outubro de O Jetspeed provê os mesmos serviços comuns de um Portal como: segurança centralizada, integração entre aplicações, personalização, componentização de conteúdo (baseada na especificação Portlet) além de outros serviços. / 58

14 Podemos acessar uma demo do Jetspeed na seguinte URL: https://ulc-community.canoo.com/jetspeed/. A vantagem de se usar o Jetspeed é que ele é bem mais leve do que o Liferay e é baseado apenas em Java e XML. Entretanto o Liferay possui mais funcionalidades além de ser provavelmente o que possui a maior base de usuários hoje em dia. Além destes dois Portais mencionados no artigo temos outros tantos não apenas em Java, o leitor deve escolher aquele que se adaptar melhor as suas necessidades. Considerações Finais Portais Web são indicados quando temos atualização constante de conteúdo além de muitos usuários acessando estes conteúdos de forma personalizada e persistente. As especificações JSR 168 e JSR 286 têm como objetivo padronizar a criação destes Portais no ecossistema Java. O Liferay é uma das soluções de Portais mais adotadas hoje. Ele é escrito em Java e é open source (na versão Community). Pode ser instalado em vários ambientes, possuindo fácil configuração, suportando vários bancos de dados, application servers e/ou servlet containers diferentes. Possui também uma base muito grande de clientes e desenvolvedores espalhados pelo mundo. Além disso, possui boa documentação e muitos exemplos espalhados pela web. Os projetos Pluto e Jetspeed 2 podem ser considerados como boas alternativas para o Liferay. A vantagem principal é que o Apache Pluto é a implementação de referência das especificações de Portlets em Java. Ele pode servir como uma boa fonte de aprendizado para depois escolhermos que implementação adotar no desenvolvimento de nossos Portais. > igoogle (Portal Google) > GWT Portlets Demo > Liferay Faces Demos liferay-faces/demos > Página de Download do Liferay Portal (Community Edition e Plugin SDK) available-releases > Página de Download do Eclipse juno/sr1 > Lista de Portais vendors > Artigo Portlets com Spring MVC > Artigo Portlets com Spring MVC Parte 2 > Código-fonte do Livro Portlets in Action /referências https://code.google.com/p/portletsinaction/downloads/ list > Especificação Portlet (JSR 168) > Especificação Portlet 2.0 (JSR 286) > Especificação Portlet Bridge para JSF > Javadoc Liferay > Download Apache Pluto > Demo Liferay https://ulc-community.canoo.com/jetspeed/ Instalando e Configurando o Apache ANT > Livro Portlets in Action > Livro Liferay in Action 59 \

Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br

Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Especificação para os Portlets Os padrões para Portlets Java EE são definidos por duas JSRs: 168,

Leia mais

Criação de um novo projeto no Eclipse utilizando Maven

Criação de um novo projeto no Eclipse utilizando Maven 1. Faça o download da versão mais atual do Eclipse IDE for Java EE Developers em https://www.eclipse.org/downloads/. 2. No Eclipse, crie um novo projeto Maven, em File >> New >> Maven Project 3. Marque

Leia mais

Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition

Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition 1 Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition Sobre o Autor Carlos Eduardo G. Tosin (carlos@tosin.com.br) é formado em Ciência da Computação pela PUC-PR, pós-graduado em Desenvolvimento

Leia mais

Demoiselle Tutorial Módulo 1 Arquitetura

Demoiselle Tutorial Módulo 1 Arquitetura Demoiselle Tutorial Módulo 1 Arquitetura Vanderson Botelho da Silva (SERPRO/SUPST/STCTA) Emerson Sachio Saito (SERPRO/CETEC/CTCTA) Flávio Gomes da Silva Lisboa (SERPRO/CETEC/CTCTA) Serge Normando Rehem

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Alunos: Alessandro Aparecido André Alexandre Bruno Santiago Thiago Castilho

Leia mais

Arquitetura de uma Webapp

Arquitetura de uma Webapp Arquitetura de uma Webapp Arquitetura J2EE Containers e componentes MVC: introdução Frederico Costa Guedes Pereira 2006 fredguedespereira@gmail.com Plataforma J2EE World Wide Web e a Economia da Informação

Leia mais

Escrevendo meu primeiro porlet. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br

Escrevendo meu primeiro porlet. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Escrevendo meu primeiro porlet Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Para quem tiver interesse a 4Linux está lançando os seguintes cursos: Desenvolvendo Portlets Java EE Desenvolvimento de

Leia mais

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Como criar um EJB Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Gabriel Novais Amorim Abril/2014 Este tutorial apresenta o passo a passo para se criar um projeto EJB no Eclipse com um cliente web

Leia mais

Java para WEB. Servlets

Java para WEB. Servlets Servlets Servlets são classes Java que são instanciadas e executadas em associação com servidores Web, atendendo requisições realizadas por meio do protocolo HTTP. Servlets é a segunda forma que veremos

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Aula 3 Cap. 4 Trabalhando com Banco de Dados Prof.: Marcelo Ferreira Ortega Introdução O trabalho com banco de dados utilizando o NetBeans se desenvolveu ao longo

Leia mais

Ambientação JAVA. Versão 0.1 MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 UNIVERSIDADE CEUMA 08/01/2014

Ambientação JAVA. Versão 0.1 MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 UNIVERSIDADE CEUMA 08/01/2014 UNIVERSIDADE CEUMA Ambientação JAVA Versão 0.1 08/01/2014 Este é um modelo de configuração para desenvolvimento no ambiente Java. MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 Sumário Sumário... 2 1

Leia mais

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7 Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul Informação e Comunicação: Habilitação Técnica de Nível Médio Técnico em Informática Programação Android na IDE Eclipse PROGRAMANDO ANDROID

Leia mais

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROPEEs - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Estruturas INSANE - INteractive Structural ANalysis Environment ROTEIRO ILUSTRADO PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA COMPUTACIONAL

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima Laboratório de Engenharia e Desenvolvimento de Sistemas LEDS/UFOP Universidade Federal de Ouro Preto UFOP GUIA DE INSTALAÇÃO Plataforma Windows Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes

Leia mais

Criando e Entendendo o Primeiro Servlet Por: Raphaela Galhardo Fernandes

Criando e Entendendo o Primeiro Servlet Por: Raphaela Galhardo Fernandes Criando e Entendendo o Primeiro Servlet Por: Raphaela Galhardo Fernandes Resumo Neste tutorial serão apresentados conceitos relacionados a Servlets. Ele inicial como uma breve introdução do funcionamento

Leia mais

Programação Web Aula 12 - Java Web Software

Programação Web Aula 12 - Java Web Software Programação Web Aula 12 - Java Web Software Bruno Müller Junior Departamento de Informática UFPR 25 de Maio de 2015 1 Java 2 Java Web Software 3 Servlets Modelo de Trabalho Funcionamento API Java Código

Leia mais

2 Requisitos Mínimos... 2. 1 Visão Geral 2 Instalando o SDK... da Sun 3 Instalando o Tomcat... do Apache Jakarta Project 4 Instalando o WebIntegrator

2 Requisitos Mínimos... 2. 1 Visão Geral 2 Instalando o SDK... da Sun 3 Instalando o Tomcat... do Apache Jakarta Project 4 Instalando o WebIntegrator Conteúdo I Conteúdo Part I Introdução 2 1 Apresentação... 2 2 Requisitos Mínimos... 2 Part II Instruções de Instalação 2 1 Visão Geral... 2 2 Instalando o SDK... da Sun 2 3 Instalando o Tomcat... do Apache

Leia mais

Tutorial 1.0. Instalação

Tutorial 1.0. Instalação Tutorial 1.0 Instalação Índice Requisitos Instalando Android SDK Instalando Eclipse Instalando Plugin ADT no Eclipse Requisitos Para a instalação do SDK é necessário ter no minímo versão Java 6 (Standard

Leia mais

Minha primeira aplicação utilizando Java Server Faces + Glassfish

Minha primeira aplicação utilizando Java Server Faces + Glassfish Minha primeira aplicação utilizando Java Server Faces + Glassfish Este tutorial apresenta de forma simples, como iniciar no desenvolvimento com o framework Java Server faces 1.2, utilizando-se o servidor

Leia mais

Relatório do GPES. Descrição dos Programas e Plugins Utilizados. Programas Utilizados:

Relatório do GPES. Descrição dos Programas e Plugins Utilizados. Programas Utilizados: Relatório do GPES Relatório referente à instalação dos programas e plugins que estarão sendo utilizados durante o desenvolvimento dos exemplos e exercícios, sendo esses demonstrados nos próximos relatórios.

Leia mais

Programação para Android

Programação para Android Programação para Android Aula 01: Visão geral do android, instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento, estrutura básica de uma aplicação para Android Objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

Portal Liferay. Com o grande crescimento de informações e aplicações. liferay_

Portal Liferay. Com o grande crescimento de informações e aplicações. liferay_ liferay_ Portal Liferay Construindo aplicações dinâmicas com apenas alguns cliques. Neste artigo apresentaremos algumas características e funcionalidades dessa poderosa plataforma para criação de portais.

Leia mais

Roteiro de instalação do jogo da Pirâmide Alimentar

Roteiro de instalação do jogo da Pirâmide Alimentar Roteiro de instalação do jogo da Pirâmide Alimentar Documento: Roteiro de Instalação do jogo da Pirâmide Alimentar Data: 13/04/2010 Objetivos: Orientar a instalação do jogo da Pirâmide Alimentar Versões

Leia mais

Criação de Servlets Name Directory Build WAR JSP/Servlet frameworks Launch URL Package Class name Generate header comments

Criação de Servlets Name Directory Build WAR JSP/Servlet frameworks Launch URL Package Class name Generate header comments Criação de Servlets 1. Crie um novo projeto através do Menu File New Project. 2. Acesse o Menu File New. 3. Na janela Object Gallery que surgirá, selecione a guia Web. 4. Escolha o ícone que corresponde

Leia mais

Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br

Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces. Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces Gustavo Lira Consultor 4Linux gustavo@4linux.com.br Desenvolvendo Portlets utilizando JSF, Ajax, Richfaces O que será apresentado é uma continuação

Leia mais

Tutorial: Serviços web e suas composições

Tutorial: Serviços web e suas composições Tutorial: Serviços web e suas composições Objetivo: Este tutorial tem como objetivo apresentar o desenvolvimento de serviços web através do framework Axis2. Além disso, realizar uma composição através

Leia mais

Tutorial: Criando aplicações J2EE com Eclipse e jboss-ide

Tutorial: Criando aplicações J2EE com Eclipse e jboss-ide Tutorial: Criando aplicações J2EE com Eclipse e jboss-ide Para criar uma aplicação J2EE, utilizando Eclipse e jboss-ide, é necessário ter instalado em seu computador o JDK 1.5 (versão atual). Abaixo seguem

Leia mais

Introdução a Servlets

Introdução a Servlets Linguagem de Programação para Web Introdução a Servlets Prof. Mauro Lopes 1-31 21 Objetivos Iniciaremos aqui o estudo sobre o desenvolvimento de sistemas web usando o Java. Apresentaremos nesta aula os

Leia mais

Heroku. Implantando Aplicações Java no. heroku_. Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing

Heroku. Implantando Aplicações Java no. heroku_. Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing heroku_ Implantando Aplicações Java no Heroku Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing O que é o Heroku? Heroku é uma plataforma de cloud computing que foi criada para facilitar

Leia mais

TUTORIAL SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO

TUTORIAL SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO WISLIY LOPES JULIANO PIROZZELLI TULIO TSURUDA LUIZ GUILHERME MENDES TUTORIAL SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO GOIÂNIA JUNHO DE 2014 Sumário

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

Procedimentos para Configuração do Ambiente J2EE e J2SE em Ambiente Windows

Procedimentos para Configuração do Ambiente J2EE e J2SE em Ambiente Windows Procedimentos para Configuração do Ambiente J2EE e J2SE em Ambiente Windows 1 - Configuração do J2SDKSE (Java 2 SDK Standard Edition) Deve-se obter o arquivo j2sdk-1_4_2_03-windows-i586-p.exe ou mais recente

Leia mais

UNIDADE II JAVA SERVLETS

UNIDADE II JAVA SERVLETS UNIDADE II JAVA SERVLETS INTERNET É uma rede de redes, reunindo computadores do Governo, de universidades e empresas fornecendo infra-estrutura para uso de bancos de dados, correio eletrônico, servidores

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice Índice 1. Introdução... 2 1.1. O que é um ambiente de desenvolvimento (IDE)?... 2 1.2. Visão geral sobre o Eclipse IDE... 2 2. Iniciar o Eclipse... 3 2.1. Instalação... 3 2.2. Utilizar o Eclipse... 3 3.

Leia mais

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o conceito aplicações orientada a serviços via web Apresentar o papel dos contentores

Leia mais

Como Instalar o Sistema

Como Instalar o Sistema Como Instalar o Sistema Atualizado em: 06/2013 Atualizado por: Amilton José dos Santos Junior Versão: 2.08.16 Observação Importante! O procedimento de instalação deve ser executado pelo profissional de

Leia mais

Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa

Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa _capa Integrando Aplicações Java com o Facebook Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook Desde o lançamento oficial do Facebook, em 2004, o número de usuários vem aumentando a cada

Leia mais

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Fabricio Leonard Leopoldino Descreve o processo de download, instalação e configuração do J2SE 5.0 JDK, no Windows 2000 e no Windows XP. 1 - Introdução Para

Leia mais

Tutorial Eclipse (IDE)

Tutorial Eclipse (IDE) www.dejavuxteam.wordpress.com Tutorial Eclipse (IDE) (Start) Sumário Introdução O que é o Eclipse? Característica e Ferramentas Download Preparando Ambiente de Trabalho Iniciando o Eclipse Criando um Projeto

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Aprenda como instalar o plugin EclipseUML no Eclipse e como utilizá-lo para fazer engenharia reversa de seu código-fonte.

Aprenda como instalar o plugin EclipseUML no Eclipse e como utilizá-lo para fazer engenharia reversa de seu código-fonte. Omondo EclipseUML Ricardo Rodrigues Lecheta Aprenda como instalar o plugin EclipseUML no Eclipse e como utilizá-lo para fazer engenharia reversa de seu código-fonte. Introdução Neste tutorial será apresentado

Leia mais

Parte I. Demoiselle Vaadin

Parte I. Demoiselle Vaadin Parte I. Demoiselle Vaadin O Vaadin é um framework para construção de interfaces web que aplica ideias inovadoras. Apesar de usar o GWT como mecanismo para a exibição de seus componentes, eles tem características

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

Android Básico Hello World!

Android Básico Hello World! Android Básico Hello World! Instrutor Programador desde 2000 Aluno de doutorado Mestre em informática pelo ICOMP/UFAM Especialista em aplicações WEB FUCAPI marcio.palheta@gmail.com sites.google.com/site/marcio

Leia mais

Como Instalar o Sistema

Como Instalar o Sistema Como Instalar o Sistema Atualizado em: 06/2013 Atualizado por: Amilton José dos Santos Junior Versão: 2.08.16 Observação Importante! O procedimento de instalação deve ser executado pelo profissional de

Leia mais

Aula 03 - Projeto Java Web

Aula 03 - Projeto Java Web Aula 03 - Projeto Java Web Para criação de um projeto java web, vá em File/New. Escolha o projeto: Em seguida, na caixa Categorias selecione Java Web. Feito isso, na caixa à direita selecione Aplicação

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Prof. Roberto Desenvolvimento Web Avançado

Prof. Roberto Desenvolvimento Web Avançado Resposta exercício 1: Configuração arquivo web.xml helloservlet br.com.exercicios.helloservlet

Leia mais

Tencologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: WEB I Conteúdo: WEB Container Aula 04

Tencologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: WEB I Conteúdo: WEB Container Aula 04 Tencologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: WEB I Conteúdo: WEB Container Aula 04 Agenda 1. 2. Web Container TomCat 2 3 J2EE permite criar aplicações Web dinâmicas (com conteúdo dinâmico)

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

SELENIUM 28/03/2011. Márcio Delamaro Harry Trinta

SELENIUM 28/03/2011. Márcio Delamaro Harry Trinta 1 SELENIUM 28/03/2011 Márcio Delamaro Harry Trinta O que é a Selenium? Selenium é uma ferramenta desenvolvida para a automação de testes em aplicações Web Suporta diversos browsers: Firefox Internet Explorer

Leia mais

Introdução a Servlets e JSP. Prof. Samuel Martins samuellunamartins at gmail dot com Faculdade São Miguel

Introdução a Servlets e JSP. Prof. Samuel Martins samuellunamartins at gmail dot com Faculdade São Miguel Introdução a Servlets e JSP samuellunamartins at gmail dot com Conteúdo da aula Introdução a HTML Introdução a Servlets Preparando o ambiente de programação Exemplo de Servlets 2 Websites na década de

Leia mais

Programação II Programação para a Web. Christopher Burrows

Programação II Programação para a Web. Christopher Burrows Programação II Programação para a Web Christopher Burrows Apache Tomcat O Apache Tomcat é um Servlet Container desenvolvido pela Apache Software Foundation. Implementa as tecnologias Java Servlets e Java

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá3ca 3 Prof. Markus Endler Exercício 3.1 Solicitando permissão para abrir uma página Web ü Criaremos uma Ac.vity com um EditText (para entrada de uma URL), um Bu?on e uma

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java II Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java Web Arquitetura Aplicações web são basicamente constituídas de: Requisições Respostas Model View Controller (MVC) O que é MVC? Padrão

Leia mais

ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA...

ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA... Instalação do Sistema Urano Integra em Sistema Operacional Windows 1 ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA.... 3 1.1 URANO INTEGRA... 3 1.2 JAVA RUNTIME

Leia mais

Nome N Série: Ferramentas

Nome N Série: Ferramentas Nome N Série: Ferramentas Competências: Identificar e utilizar técnicas de modelagem de dados; Habilidades: Utilizar ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software; Bases Tecnológicas: Metodologias

Leia mais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais Curso de Java Geração de Páginas WEB Aplicação WEB Numa aplicação WEB de conteúdo dinâmico As páginas são construídas a partir de dados da aplicação (mantidos num banco de dados). Usuários interagem com

Leia mais

Manual de Instalação INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE PROGRAMAS

Manual de Instalação INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE PROGRAMAS Manual de Instalação INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE PROGRAMAS Lista de Programas - Java versão 6.0 ou superior JDK (Java Development Kit) /Setups/java/jdk-6u3-windows-i586-p O JDK já vem com o JRE (Java

Leia mais

BlackBerry Messenger SDK

BlackBerry Messenger SDK BlackBerry Messenger SDK Versão: 1.2 Getting Started Guide Publicado: 2011-10-11 SWD-1391821-1011103456-012 Conteúdo 1 Requisitos do sistema... 2 2 Dependências de versão do BlackBerry Messenger... 3 3

Leia mais

Uma introdução ao Google App Engine com GWT

Uma introdução ao Google App Engine com GWT : : www.mundoj.com.br : : Uma introdução ao Google App Engine com GWT Desenvolvendo Java em Cloud Computing. Luiz Felipe Gomes Teixera É desenvolvedor Java na IPNET Soluções com ênfase em aplicações em

Leia mais

Passos para a configuração do ambiente de desenvolvimento:

Passos para a configuração do ambiente de desenvolvimento: Passos para a configuração do ambiente de desenvolvimento: 0 - (Opcional) Criar uma pasta onde vai ser o seu Workspace. Ou seja, onde os códigos de todos os projetos do Eclipse serão salvos: 1 - Instalar

Leia mais

Projeto Amadeus. Guia de Instalação 00.95.00 Windows

Projeto Amadeus. Guia de Instalação 00.95.00 Windows Projeto Amadeus Guia de Instalação 00.95.00 Windows Agosto 2010 Sumário 1. Introdução...3 2. Pré-Requisitos...4 2.1 Máquina Virtual Java...4 2.2 Apache TomCat 6.0.18...4 2.3 PostgreSQL 8.3...5 3. Instalando

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

OMT-G Design. Instalação por pacotes

OMT-G Design. Instalação por pacotes OMT-G Design A plataforma Eclipse OMT-G Design não é um software independente, é um plug-in que se utiliza dos mecanismos de extensão do Eclipse que por sua vez é um ambiente de desenvolvimento de software.

Leia mais

Mini-Tutorial. Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti.

Mini-Tutorial. Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti. Mini-Tutorial Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti.br 1. Introdução O objetivo deste trabalho é mostrar de forma prática como

Leia mais

Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP

Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP Noilson Caio Teixeira de Araújo Sugar CRM é um software de código fonte aberto (open source) que permite uma organização para

Leia mais

DWR DIRECTED WEB REMOTING

DWR DIRECTED WEB REMOTING DWR DIRECTED WEB REMOTING Vamos ver nesse artigo um pouco sobre o Frameworks Ajax para Java, o DWR. Vamos ver seus conceitos, utilidades, vantagens, algumas práticas e fazer o passo a passo para baixar,

Leia mais

JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS

JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS COLÉGIO ESTADUAL ULYSSES GUIMARÃES CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE EM INFORMÁTICA ERINALDO SANCHES NASCIMENTO JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS FOZ DO IGUAÇU 2013 SUMÁRIO 1. PERSISTÊNCIA

Leia mais

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Sistema Orion Phoenix 1.0 - Novembro/2010 Página 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. VISÃO GERAL...3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 Servlets 2 1 Plataforma WEB Baseada em HTTP (RFC 2068): Protocolo simples de transferência de arquivos Sem estado (não mantém sessão aberta) Funcionamento (simplificado):

Leia mais

Criando aplicações ricas com Adobe Flex 3.4 e Java

Criando aplicações ricas com Adobe Flex 3.4 e Java a r t i g o Gilberto Santos (contato@gilbertosantos.com) é graduando do curso de Análise e Desenvolvimento de Software pela PUC- GO, trabalha com Java desde 2005, possui certificação SCJP5 e Adobe Certifield

Leia mais

Descompacte o arquivo site-1.2.4.zip que foi baixado dentro da pasta do eclipse.

Descompacte o arquivo site-1.2.4.zip que foi baixado dentro da pasta do eclipse. 3 Manual do Desenvolvedor 3.1 Introdução O site que disponibiliza o SIGATI utiliza o sistema de SVN que é um programa de controle de versão de softwares utilizado no Trac. Com ele o desenvolvedor pode

Leia mais

Tutorial de Computação Programação Gráfica em Python para MEC1100 v2010.11

Tutorial de Computação Programação Gráfica em Python para MEC1100 v2010.11 Tutorial de Computação Programação Gráfica em Python para MEC1100 v2010.11 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Softblue Logic IDE Guia de Instalação www.softblue.com.br Sumário 1 O Ensino da Lógica de Programação... 1 2 A Ferramenta... 1 3 Funcionalidades... 2 4 Instalação... 3 4.1 Windows...

Leia mais

Java Server Pages: Apresentação e Instalação

Java Server Pages: Apresentação e Instalação 1 Java Server Pages: Apresentação e Instalação Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Apresentar a tecnologia Java Server Pages; Instalar e configurar

Leia mais

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014 Autor Raphael Reis Aprovador Bruno Barros Número de páginas 57 Página 2 de 57 Sumário 1 Sistema operacional compatível para

Leia mais

Java na WEB Servlet. Sumário

Java na WEB Servlet. Sumário 1 Java na WEB Servlet Objetivo: Ao final da aula o aluno será capaz de: Utilizar Servlets para gerar páginas web dinâmicas. Utilizar Servlets para selecionar páginas JSPs. Utilizar Servlets como elemento

Leia mais

Integração entre o IBM HTTP SERVER, APACHE WEB Server e IBM Websphere Application Server

Integração entre o IBM HTTP SERVER, APACHE WEB Server e IBM Websphere Application Server Integração entre o IBM HTTP SERVER, APACHE WEB Server e IBM Websphere Application Server Índice Resumo sobre este documento... 3 Integrando o IBM HTTP Server com o IBM WebSphere Application Server... 3

Leia mais

Google App Engine. André Gustavo Duarte de Almeida. Computação Ubíqua e Nuvens. Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com

Google App Engine. André Gustavo Duarte de Almeida. Computação Ubíqua e Nuvens. Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com Google App Engine Natal, 24 de maio de 2012 andregustavoo@gmail.com Sumário Introdução Instalação Aplicação Exemplo Implantação Conclusão Introdução Google App Engine developers.google.com/appaengine Permite

Leia mais

Tutorial Módulo 06 - Segurança

Tutorial Módulo 06 - Segurança LABORATÓRIO 06 Segurança Este laboratório tem por objetivo exercitar o uso do componente de segurança do Framework e uso da especificação JAAS. Objetivos: Uso do Login Module do Componente de Segurança

Leia mais

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP

Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Use a Cabeça! FREEMAN, Eric e Elisabeth. HTML com CSS e XHTML BASHMAN, Brian / SIERRA Kathy / BATES, Bert. Servlets & JSP Software cliente: browser e outros Protocolo HTTP Infraestrutura de transporte

Leia mais

Scriptlets e Formulários

Scriptlets e Formulários 2 Scriptlets e Formulários Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Permitir ao aluno aprender a criar um novo projeto Java para web no Netbeans IDE,

Leia mais

TUTORIAL DE INTRODUÇÃO AO CEWOLF

TUTORIAL DE INTRODUÇÃO AO CEWOLF 1 TUTORIAL DE INTRODUÇÃO AO CEWOLF CRIANDO GRÁFICOS COM JSP, CEWOLF/JFREECHART E MYSQL 1. Introdução O Cewolf (http://cewolf.sourceforge.net/) é uma biblioteca que facilita a criação de gráficos dinâmicos

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá9ca 1 Prof. Markus Endler Pré- requisitos Para desenvolver para plataforma Android, é necessário fazer o download e instalar: Android SDK Tools: necessário para gerenciamento

Leia mais

Manual de instalação Servidor Orion Phoenix

Manual de instalação Servidor Orion Phoenix Manual de instalação Servidor Orion Phoenix Fevereiro/2011 Este documento se destina a instalação do Orion Phoenix na sua rede Versão 1.01 C ONTE ÚDO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. VISÃO GERAL... 3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Autenticação e Autorização

Autenticação e Autorização Autenticação e Autorização Introdução A segurança em aplicações corporativas está relacionada a diversos aspectos, tais como: autenticação, autorização e auditoria. A autenticação identifica quem acessa

Leia mais

i-tracking guia de instalação V1.0 Bysoft COD:25052010

i-tracking guia de instalação V1.0 Bysoft COD:25052010 i-tracking guia de instalação V1.0 Bysoft COD:25052010 Página 1 i-tracking V1.0 JBoss guia de instalação para Windows 25/05/2010 V1.0 Índice Instalação no Servidor e Configuração na Estação de Trabalho

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION

DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA CELULAR JAVA 2 MICRO EDITION Robison Cris Brito Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná Unidade de Pato Branco robison@pb.cefetpr.br RESUMO Engana-se quem acha

Leia mais

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA 1 Objetivos Apresentar de forma progressiva as diversas alternativas de persistência de dados que foram evoluindo na tecnologia Java, desde o JDBC, passando

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g

Banco de Dados Oracle 10g 2010 Banco de Dados II Líder: George Petz... 19 Bruno Aparecido Pereira... 07 Gustavo da Silva Oliveira... 24 Luis Felipe Martins Alarcon... 32 Rubens Gondek... 41 Professor: Gilberto Braga de Oliveira

Leia mais

Instalando o WordPress em localhost

Instalando o WordPress em localhost Instalando o WordPress em localhost WordPress sem Mistério LEE ARAUJO htto://wordpresssemmisterio.com.br Sumário Instalando o WordPress em Localhost... 2 O Servidor web... 3 Iniciando o servidor... 6 Criação

Leia mais

Java para Desenvolvimento Web

Java para Desenvolvimento Web Java para Desenvolvimento Web Servlets A tecnologia Servlet foi introduzida pela Sun Microsystems em 1996, aprimorando e estendendo a funcionalidade e capacidade de servidores Web. Servlets é uma API para

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais