APOIO AO PROFESSOR CHOQUE ELÉTRICO OS PERIGOS DA ELETRICIDADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APOIO AO PROFESSOR CHOQUE ELÉTRICO OS PERIGOS DA ELETRICIDADE"

Transcrição

1

2 CHOQUE ELÉTRICO OS PERIGOS DA ELETRICIDADE 1

3 CHOQUE ELÉTRICO A energia elétrica pode acender uma lâmpada, aquecer água nos chuveiros elétricos, movimentar motores, produzir som e imagem na televisão, etc. Mas nem sempre a ação da corrente elétrica é agradável e benéfica como veremos a seguir. Choque elétrico é uma perturbação que ocorre num organismo quando percorrido por uma corrente elétrica. Esta perturbação pode ser desde uma pequena contração muscular, passando por queimaduras e até provocar a morte por parada cardíaca. Tudo depende: Da intensidade da corrente elétrica e da duração do choque. Do percurso e da forma como a corrente elétrica se espalha no corpo humano. Da frequência da corrente elétrica. Das condições da pele humana e da saúde da pessoa. Choque elétrico de cargas estáticas. Muitas vezes as pessoas levam choques devido às cargas elétricas acumuladas como aquelas que se acumulam nos corpos isolados da Terra nos processos de eletrização. Isto pode ocorrer em diversas situações tais como quando se toca a tela da TV dos modelos mais antigos que utilizam tubos de raios catódicos (TRC), no momento em que ela é ligada ou desligada. Isto ocorre pois a imagem é formada por um feixe de elétrons que são acelerados e colidem na tela. Muitos destes elétrons remanescentes podem continuar por alguns instantes, deixando a tela eletrizada. Outro exemplo é quando se toca a esfera carregada de um Gerador de cargas Van der Graaf ou uma garrafa de Leyden com cargas acumuladas. Estes choques são de curtíssima duração, pois logo as cargas elétricas se descarregam para a Terra através do corpo. Choques elétricos de fios energizados 2

4 O choque mais comum é aquele em que uma pessoa segura o fio FASE sem isolação. Neste caso a corrente elétrica descarrega para a Terra através do corpo humano que conduz eletricidade. O choque pode ser evitado se a pessoa estiver usando, por exemplo, um sapato de borracha ou uma luva isolante. Muitas vezes não é necessário segurar no fio FASE para levar choques. Basta encostar a mão na carcaça metálica de um aparelho elétrico. Isto pode ocorrer quando, por falta de isolação ou fio Terra, o fio FASE energiza a carcaça metálica da geladeira, do chuveiro ou de qualquer outro aparelho eletrodoméstico. CUIDADO. EVITE COLOCAR A MÃO NA CARCAÇA DO CHUVEIRO SEM ANTES DESLIGAR TOTALMENTE OS 2 FIOS FASES. O pior dos choques ocorre quando a pessoa segura 2 fios fases (220 V) A pessoa se transforma numa resistência humana. A corrente elétrica entra por um dos braços, se espalha ao longo do tronco, atinge o coração e sai pelo outro braço, fechando o circuito. O grande perigo é que neste caso a corrente passa pelo coração podendo produzir fibrilações e até a sua paralisia. 3

5 Efeitos do choque elétrico no corpo humano. A tabela a seguir mostra efeitos da corrente alternada com a freqüência de 60 Hz, no corpo humano: Corrente (freqüência de 60Hz) Duração Efeitos prováveis 0 a 0,3 ma Qualquer Nenhum 0,3 a 0,6 ma Qualquer Limiar da percepção 1 a 10 ma Qualquer Dor Contração muscular Descontrole muscular 10 a 25 ma Minutos Contração muscular Dificuldade respiratória Aumento da pressão arterial 25 a 50 ma Segundos Paralisia respiratória Fibrilação ventricular Inconsciência 50 a 200 ma Mais de um ciclo cardíaco Mais de 200 ma Mais de 200 ma Menos de um ciclo cardíaco Mais de um ciclo cardíaco Fibrilação ventricular Paralisia respiratória Inconsciência Marcas visíveis Fibrilação ventricular Inconsciência Marcas visíveis Parada cardíaca Inconsciência Queimadura Choque elétrico e contração muscular: Um choque elétrico gruda ou joga para trás? Qualquer choque elétrico sempre causa uma contração muscular, ou seja, os músculos se contraem sob ação de uma corrente elétrica. Dependendo da intensidade da corrente elétrica, poderá haver grande contração muscular, com efeitos diferentes, como nos dois exemplos a seguir: 1) Segurar com a mão a fase da rede elétrica sem isolamento elétrico (fio sem proteção plástica). Havendo um bom contato elétrico dos pés com a Terra, a passagem da corrente elétrica irá provocar contração involuntária dos músculos, fazendo com que a mão aperte mais fortemente o fio, impedindo a soltura da mesma. Neste caso, o choque faz com que a mão fique cada vez mais grudado no fio, ou seja, devido à contração muscular, a mão aperta cada vez mais o fio melhorando cada vez 4

6 mais o contato elétrico que aumenta ainda mais a corrente elétrica, resultando em maior contração e assim sucessivamente. 2) Uma pessoa se abaixa e apenas encosta (sem segurar) na fase sem isolamento (fio descascado). Se houver um bom contato dos pés com a Terra, a corrente elétrica passará pelos braços, passará pelas pernas, e escoará para a Terra. Isto acontece instantaneamente ocasionando uma rápida contração dos músculos das costas e das pernas que são esticados como num pulo involuntário. Como conseqüência, a pessoa é "jogada para trás". Em ambos os casos, o fator fundamental para o choque elétrico foi o contato da mão (ou qualquer outra parte do corpo) com uma das fases da rede elétrica e o contato da pessoa com a Terra. O que favorece e o que previne o contato elétrico. 1. Ambientes molhados ou úmidos são ainda mais perigosos, pois melhoram os contatos elétricos, diminuindo a resistência à passagem de corrente elétrica e favorecendo a ocorrência de choques elétricos. Para diminuir estes riscos, nunca se deve tocar em um condutor sem isolamento adequado, muito menos agarrá-lo. Muitas vezes, leva-se choque quando a pessoa toca a torneira para fechar o fluxo de água do chuveiro elétrico. Isto ocorre por que a água conduz eletricidade. 2. Para evitar choques, a manutenção elétrica deve ser feita: a. usando instrumentos e ferramentas manuais com cabos de borracha ou plásticos, b. usando calçados com sola grossa de borracha, c. apoiando os pés em piso com bom revestimento isolante, d. evitando apoiar os pés em pisos molhados. Principais efeitos fisiológicos Os principais efeitos são os riscos térmicos (queimaduras) ocasionados pela grande quantidade de corrente elétrica, gerando calor (Efeito Joule) e os riscos da fibrilação ventricular. 5

7 A grande causa de morte em acidentes com eletricidade se deve principalmente ao efeito da fibrilação ventricular, que se caracteriza por movimentos irregulares e não coordenados dos ventrículos do coração. Isto causa uma grande diminuição na ação de bombeamento sangüíneo, que se não for rapidamente restabelecido, leva o indivíduo à morte. Curiosidade. É preciso dar um choque para curar um efeito do choque Um remédio para a fibrilação ventricular é a passagem de uma corrente elétrica pelo coração, por meio de um sistema chamado de desfibrilador. O desfibrilador fornece correntes de aproximadamente 6 A, para tentar restabelecer o batimento cardíaco normal. O fio terra e o seu papel. Muitas vezes leva-se choque elétrico ao tocar a carcaça metálica, por exemplo, de uma geladeira. Por que isto ocorre? É por que a carcaça, estando energizada, permite o fluxo de corrente elétrica através do corpo até a Terra. A energização da carcaça pode ocorrer devido ao contato do fio fase na parte metálica ou devido a fugas de cargas elétricas em excesso. Para evitar os choques desagradáveis, costuma-se fazer uma ligação à Terra da carcaça do aparelho. Essa ligação à Terra consta de ligar um fio de cobre da carcaça até uma barra de cobre aterrada no solo. Este fio é conhecido como fio terra e é desenhado como a figura. Assim, pelo fio terra a corrente elétrica decorrente da energização da carcaça metálica do aparelho escoa para a Terra. Sem o fio Terra a corrente elétrica escoa a partir do corpo humano, produzindo os choques indesejáveis. É conveniente que os aparelhos elétricos fixos como a geladeira e o chuveiro elétrico sejam aterrados. Numa geladeira aterrada o risco de um choque elétrico é minimizado, pois a corrente elétrica devido à energização da carcaça metálica escoa para a Terra e não pelo corpo humano. Isto ocorre porque a corrente tende a fluir pelo caminho aonde encontra menor resistência, que neste caso é pelo fio Terra. 6

8 EVITANDO ACIDENTES CAUSADOS POR UM CHOQUE ELÉTRICO. Como vimos, os choques elétricos podem ser de alta periculosidade. Podem causar mortes ou acidentes muito graves. Conhecer como eles ocorrem e desenvolver ações preventivas é função de todos. Algumas ações que visam à prevenção de choques elétricos: 1.- Aterramento elétrico. a. Verificar se as ligações dos fios terras estão em bom estado. b. Aterrar equipamentos elétricos, principalmente, o chuveiro e aparelhos com a carcaça metálica. 2.- Isolamento dos fios fases. a. Verificar se os fios estão encapados e isolados adequadamente. b. Verificar se parte metálica dos fios não esta encostada na carcaça metálica do aparelho elétrico. 3.-Manutenção elétrica. a. Usar ferramentas com cabos de borracha protetora. b. Não ter excesso de confiança e negligenciar a segurança. c. Sempre desligar a chave geral ou desconectar o fio do aparelho da tomada antes de iniciar qualquer tipo de manutenção. d. Jamais segurar fios energizados com as duas mãos ao mesmo tempo, pois no caso de um choque, o risco de haver passagem da corrente elétrica através do coração é muito grande. Além disso, pode-ser ficar grudado nos fios, devido a contração muscular involuntária. 4.- Localização dos interruptores. a. O CERTO é que o interruptor corte a corrente elétrica da FASE. b. O ERRADO colocar o interruptor no NEUTRO, pois ele serve apenas para o retorno da corrente elétrica. 7