Tecnologias de Certificação Anti-SPAM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tecnologias de Certificação Anti-SPAM"

Transcrição

1 Tecnologias de Certificação Anti-SPAM josé de paula eufrásio júnior aka coredump

2 Problemas Invasão de Privacidade Roubo de Informações Postbank da Alemanha SERASA Banco do Brasil

3 Problemas Dispêndio de Recursos

4 Problemas Dispêndio de Recursos Evolução no Volume de SPAM * * Previsão para 2005 com base no 1º trimestre

5 Causas Anonimato Má Configuração Open Relays Bloqueios Insanos Ausência de ABUSE Banda Larga sem controle

6 Tecnologias e Licenças Tecnologias Proprietárias Abrangência e Implementações Caso: SenderID da Microsoft

7 Controle de Servidores Greylisting Explora falhas e configurações erradas em programas e servidores especializados em envio de SPAM Após implementado tem atuação rápida e resultados sensíveis na redução de SPAM Gera alguns atritos com usuários do servidor, precisa de whitelist para servidores legítimos mas mal configurados

8 Identificação de Usuários SPF (Sender Policy Framework) Utiliza um registro TXT no DNS para publicar nomes e endereços de servidores que podem enviar para um determinado domínio Evita várias formas de fraudes de domínios, além de impossibilitar a propagação de vírus Quebra forwards (uso de SRS), implementações erradas são inefetivas, só certifica o FROM:

9 Exemplo de registro SPF # host -t TXT dominio.com.spf... dominio.com.spf text v=spf1 ipv4: all Neste caso, dominio.com.spf indica que apenas s enviados do servidor devem ser considerados como vindos do domínio.

10 Criptografia DomainKeys (Yahoo!) Utiliza um registro no DNS para publicar uma chave RSA Pública, usada para verificar a assinatura digital dos cabeçalhos e corpo da mensagem Evita várias formas de fraudes de domínios, proliferação de vírus e alteração de mensagens Demanda mais processamento para receber/enviar mensagens (processo de assinatura digital), poucos domínios utilizam atualmente

11 Exemplo de registro DK # host -t TXT seletor._domainkey.dominio.com.dk... seletor._domainkey.dominio.com.dk text "g=\; k=rsa\; t=y\; p=mhwwdqyjkozihvc..." DomainKeys publica sua informação em seletores criados no DNS, colocando informações como tipo de criptografia e no final fornecendo a chave pública do seletor

12 Outras Tecnologias CSV (Certified Server Verification) Identificação do servidor pelo HELO Liberação do servidor (similar ao SPF) Reputação do servidor (Autoridades Externas) Ainda é uma tecnologia sem padrão definido, precisando de amadurecimento Problemas com a Autoridade Invisível como no caso das RBL (Blacklists)

13 Outras Tecnologias BATV, SES, S/MIME Criptografia de partes das mensagens Tecnologias com aproximações parecidas com o DomainKeys mas assinando digitalmente apenas alguns cabeçalhos ou o corpo da mensagem

14 Mais Informações Sítios: https://eng.registro.br/mailman/listinfo/spam-l FIM! :) 2005 José de Paula Eufrásio Júnior Livre para distribuição e utilização $v1.0

Implementando Políticas ANTI-SPAM

Implementando Políticas ANTI-SPAM POP-RS / CERT-RS Implementando Políticas ANTI-SPAM Émerson Virti emerson@tche.br Resumo Motivação - Problemática do Spam Os Remetentes Formas de Controle de Spam Controlando Spam no POP-RS Conclusões Reunião

Leia mais

Técnicas Anti-Spam no NIC.br

Técnicas Anti-Spam no NIC.br Técnicas Anti-Spam no NIC.br Paulo Bernardo Severiano da Silva - pbsilva@nic.br Operações - NIC.br Eduardo Sztokbant - eduardo@registro.br Engenharia Registro.br Conteúdo Motivação/Objetivo Mecanismo:

Leia mais

Mecanismos de Autenticação dos Emails

Mecanismos de Autenticação dos Emails Mecanismos de Autenticação dos Emails De uma forma generalizada, pode-se identificar os seguintes problemas relacionados com a autenticidade dos emails: Envio de mensagens não solicitadas (spam), que pode

Leia mais

CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO

CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO CONFIGURAÇÕES PARA AUTENTICAÇÃO ALL IN MAIL CRIAR NOVO ENVIO ANIVERSÁRIO SÉRIE MANUAIS DA FERRAMENTA ALL IN MAIL INTRODUÇÃO As configurações para autenticação de envio de e-mail marketing são premissas

Leia mais

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM

ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM ANÁLISE DE FERRAMENTAS PARA O CONTROLE DE SPAM Paulo Manoel Mafra Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 88040-900 Florianópolis - SC mafra@das.ufsc.br ANÁLISE DE FERRAMENTAS

Leia mais

Solução Anti-Spam. Set/2006

Solução Anti-Spam. Set/2006 Solução Anti-Spam Set/2006 Motivação do Projeto PROBLEMA : A taxa de recebimento de spams muito alta, gerando insatisfação dos usuários E-mails: Picos de 640 mil/dia Usuários: Média de 30 spams/dia Objetivo

Leia mais

Tecnologias e Políticas para Combate ao Spam

Tecnologias e Políticas para Combate ao Spam Tecnologias e Políticas para Combate ao Spam Cristine Hoepers Klaus Steding-Jessen Rubens Kühl Jr. CT-Spam Comissão de Trabalho sobre Spam do Comitê Gestor da Internet no Brasil http://www.cgi.br/ Reunião

Leia mais

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição FIREWALL (HARDWARE) Módulo para segurança de Email com suporte e subscrição Modo de licenciamento por hardware. O appliance deve operar com todas as funcionalidades durante todo o período de suporte, independente

Leia mais

Entregabilidade nos provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para

Entregabilidade nos provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para provedores A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Confira dicas para aumentar a entregabilidade nos provedores Hotmail, Gmail e Yahoo!Mail. provedores

Leia mais

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK

Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Resultados do uso dos protocolos SPF, Greylisting e DK Danton Nunes, InterNexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Rodrigo Botter, Telar Engenharia e Comércio rodrigo.botter@telar.com.br 1/12 Estudos de caso:

Leia mais

Pacote de autenticações de Remetente

Pacote de autenticações de Remetente Pacote de autenticações de Remetente Visando sempre melhorar a qualidade dos envios e gestão de e-mail marketing de seus clientes, elaboramos este pacote de autenticações para configurarção do remetente

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird

Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird Instruções Básicas de Instalação - Mozilla Thunderbird Passo a passo da instalação do Thunderbird Introdução O Thunderbird é o leitor de email produzido pela fundação mozilla. O Thunderbird foi projetado

Leia mais

Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br

Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br Combatendo Spam com Greylisting no sistema de email @usp.br André Gerhard Thiago Alves Siqueira GSeTI (CSIRT USP) CCE-USP, São Paulo Cenário Sistema de e-mail com muitos usuários Em torno de 25 mil; 840000

Leia mais

Segurança de Redes & Internet

Segurança de Redes & Internet Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Video Institucional Boas Práticas Segurança de Redes & Internet 0800-644-0692 Agenda Cenário atual e demandas Boas práticas: Monitoramento Firewall

Leia mais

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2

Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação. Versão 0.2 Catálogo de Serviços de Tecnologia da Informação Versão 0.2 Apresentação...3 Objetivos... 3 1.Serviço e-mail corporativo...4 Apresentação Este documento visa organizar e documentar os serviços prestados

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

Padrões de Certificação

Padrões de Certificação Padrões de Certificação Nosso programa de Certificação possui rigorosos padrões de seleção, porém está associado a grandes benefícios. Padrões Mínimos O principal objetivo do Programa de Certificação da

Leia mais

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications

Business Email. Managed Applications. Business Email Managed Applications Managed Applications Managed Applications Business Email Tel +351 21 319 92 00 Fax +351 21 319 92 01 Ed. Parque Expo, Av. D. João II, 1.07-2.1, R/C, 1998-014 Lisboa info@claranet.pt www.claranet.pt NIF

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Políticas de Segurança

Políticas de Segurança Políticas de Segurança A MANDIC S/A, por princípios e filosofia de atuação, em concordância com as mais relevantes práticas e órgãos não-governamentais da Internet mundial, declara ser totalmente intolerante

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático NOTA INTRODUTÓRIA: Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para configurar a sua caixa de correio da Ordem dos Advogados, no programa Microsoft Outlook 2013,

Leia mais

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET INTERNET => CONJUNTO DE REDES LIGANDO COMPUTADORES MUNDO A FORA. INTRANET => REDE

Leia mais

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Clever de Oliveira Júnior*, Paulo E. M. Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal

Leia mais

Correio Lotus Notes Acesso Web

Correio Lotus Notes Acesso Web Lotus Notes Acesso Web R8 Correio Lotus Notes Acesso Web REDE EXECUTIVA PRODESP - GERÊNCIA DE SUPORTE DIVISÃO DE MENSAGERIA Lotus Web Access Acessando seu correio na Web Certificação Digital Trocando a

Leia mais

Manual do Usuário. Resumo

Manual do Usuário. Resumo Manual do Usuário Grupo de Teleinformática e Automação (GTA) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) http://www.gta.ufrj.br 11 de fevereiro de 2008 Resumo O Grupo de Teleinformática e Automação (GTA/UFRJ)

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS

SISTEMA DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PO - PSI 1ª 1/9 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 4. CONCEITOS/CRITÉRIOS GERAIS... 2 5. DIRETRIZES... 3 6. RESPONSABILIDADES... 3 6.1 Todos

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Segurança Internet Fernando Albuquerque fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Tópicos Introdução Autenticação Controle da configuração Registro dos acessos Firewalls Backups

Leia mais

reputação da empresa.

reputação da empresa. Segurança premiada da mensageria para proteção no recebimento e controle no envio de mensagens Visão geral O oferece segurança para mensagens enviadas e recebidas em sistemas de e-mail e mensagens instantâneas,

Leia mais

Proposta de um novo protocolo anti spam complementar ao SPF. Danton Nunes, Internexo Ltda. São José dos Campos, SP danton.nunes@inexo.com.

Proposta de um novo protocolo anti spam complementar ao SPF. Danton Nunes, Internexo Ltda. São José dos Campos, SP danton.nunes@inexo.com. Proposta de um novo protocolo anti spam complementar ao SPF Danton Nunes, Internexo Ltda. São José dos Campos, SP danton.nunes@inexo.com.br Agenda Motivação Ideias Uso do reverso (in addr.arpa ou ip6.arpa)

Leia mais

A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP trafegam informação em texto claro Nos EUA

A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP trafegam informação em texto claro Nos EUA Segurança em Comunicações Segurança de E-Mail Carlos Sampaio Segurança de E-Mail: E-Mail Clássico A mensagem é quebrada em pacotes, e cada pacote pode trafegar por diversos caminhos diferentes POP3 e SMTP

Leia mais

CARLOS COLETTI carlos.coletti@unesp.br. Daniel Longhi daniel.longhi@unesp.br

CARLOS COLETTI carlos.coletti@unesp.br. Daniel Longhi daniel.longhi@unesp.br CARLOS COLETTI carlos.coletti@unesp.br Daniel Longhi daniel.longhi@unesp.br E-mail com IPv6 na Unesp Domínios com IPv6 desde 2012 34 Faculdades ~60 mil usuários E-mail com IPv6 Era uma vez Ao falarmos

Leia mais

Portal de Licitações COMPAGAS

Portal de Licitações COMPAGAS Portal de Licitações COMPAGAS Procedimento para evitar que mensagens enviadas pelo portal sejam bloqueadas pelos filtros anti spam de serviços de webmail. Freqüentemente o Portal de Licitações COMPAGAS

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI

PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI PROPOSTA COMERCIAL PARA TREINAMENTOS DE TI Curso: Formação para certificação MCSA em Windows Server 2012 Prepara para as provas: 70-410, 70-411 e 70-412 Em parceria com Pág. 1 Objetivo Adquirindo a formação

Leia mais

Apresentação - Winconnection 7

Apresentação - Winconnection 7 Apresentação - Winconnection 7 Conteúdo: Principais Novidades Produtos Recursos Plugins Requisitos Comparativo Dicas de Configuração Principais Novidades Principais Novidades: Novo Administrador Web Sistema

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A RECOMENDAÇÃO DA GERÊNCIA DE PORTA 25

ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A RECOMENDAÇÃO DA GERÊNCIA DE PORTA 25 ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA IMPLEMENTAR A RECOMENDAÇÃO DA GERÊNCIA DE PORTA 25 Pelo presente, de um lado COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL CGI.br, neste ato representado por seu Coordenador Prof. Dr. Virgílio

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

ChasqueMail O e mail da UFRGS

ChasqueMail O e mail da UFRGS ChasqueMail O e mail da UFRGS Alexandre Marchi, Everton Foscarini, Rui Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento de Dados Rua Ramiro Barcelos, 2574 Portao K Porto Alegre

Leia mais

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO 1 OBJETIVO: 1.1 A presente

Leia mais

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS CONTEÚDO HARDWARE - 2 AULAS SISTEMA OPERACIONAL - 2 AULAS INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br APLICATIVOS OFFICE - 3 AULAS INTERNET - 1 AULA REDE - 2 AULA SEGURANÇA - 1 AULA BANCO DE

Leia mais

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES Prof. Msc. Hélio Esperidião POR QUE SE PREOCUPAR COM A SEGURANÇA? Senhas, números de cartões de crédito Conta de acesso à internet Dados pessoais e comerciais Danificação

Leia mais

Normas para o Administrador do serviço de e-mail

Normas para o Administrador do serviço de e-mail Normas para o Administrador do serviço de e-mail Os serviços de e-mails oferecidos pela USP - Universidade de São Paulo - impõem responsabilidades e obrigações a seus Administradores, com o objetivo de

Leia mais

correio eletrônico sob controle

correio eletrônico sob controle correio eletrônico sob controle 6º Fórum Internacional de Software Livre Porto Alegre RS / Brasil Junho/2005 josé de paula eufrásio júnior aka coredump http://coredump.osimortais.com.br Introdução História:

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você.

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você. Índice 1 Visão geral 2 Acessando o E-mail Marketing 3 Passos para concluir o envio de uma campanha 4 Recursos 4.1 Listas de contatos 4.2 Cadastros de contatos (destinatários) 4.2.1 Adicionando um contato

Leia mais

Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro

Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro Diego Ramon Gonçalves Gonzalez João Vitor Costa Pércia Tiago Afonso Monteiro Spam é o nome dado a uma mensagem eletrônica não solicitada.. Também tem sido utilizado para a propagação de vírus, afetando

Leia mais

Segurança em Dispositivos Móveis.

Segurança em Dispositivos Móveis. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Dispositivos Móveis Agenda Dispositivos móveis Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Dispositivos móveis (1/2) Tablets, smartphones, celulares,

Leia mais

e Uso Abusivo da Rede

e Uso Abusivo da Rede SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Ronaldo Vasconcellos. RNP - Rede Nacional de Ensino e Pesquisa CAIS - Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança

Ronaldo Vasconcellos. RNP - Rede Nacional de Ensino e Pesquisa CAIS - Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança Phishing: Por favor atualize seus RNP - CAIS - Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança 2 de Setembro de 2004, Workshop PoP-MG Ronaldo Vasconcellos Sumário Phishing? Características Amostras Prevenção

Leia mais

Microsoft Outlook 2003

Microsoft Outlook 2003 Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2010 página 1 de 12 1) Com o programa aberto e com seu Certificado Digital reconhecido no sistema (certificado de assinatura de e-mail emitido),

Leia mais

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura.

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. Módulo 14 Segurança em redes Firewall, Criptografia e autenticação Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. 14.1 Sistemas

Leia mais

www.ufmg.br/dti Filtros Antispam Centro de Computação CECOM Divisão de Infraestrutura de Serviços - DIS

www.ufmg.br/dti Filtros Antispam Centro de Computação CECOM Divisão de Infraestrutura de Serviços - DIS www.ufmg.br/dti Filtros Antispam Centro de Computação CECOM Divisão de Infraestrutura de Serviços - DIS Agenda Funcionalidades pretendidas para nova solução Software IBM Lotus Protector Solução implantada

Leia mais

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança

Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança Quando o Spam se torna um Incidente de Segurança - RNP Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança - CAIS Novembro de 2003 RNP/PAL/0201 2003 RNP Sumário Introdução Spam: um pouco de história A Evolução

Leia mais

FAQ. Poder Judiciário. Malote Digital

FAQ. Poder Judiciário. Malote Digital Poder Judiciário P e r g u n t a s F r e q u e n t e s Malote Digital Última atualização: 22 de Março/2011 ÍNDICE DE PERGUNTAS 1. Na primeira tentativa de acessar uma nova versão do sistema recebo um erro

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Certificado Digital (OpenSSL) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes

Tópicos Especiais em Redes de Computadores. Certificado Digital (OpenSSL) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Tópicos Especiais em Redes de Computadores Certificado Digital (OpenSSL) Professor: Alexssandro Cardoso Antunes Certificado Digital Conceitos e Objetivos Documento criptografado que contém informações

Leia mais

CONDIÇÕES DA HOSPEDAGEM

CONDIÇÕES DA HOSPEDAGEM CONDIÇÕES DA HOSPEDAGEM OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 1.1. As presentes condições tem por objeto a Hospedagem, sem exclusividade, dos Conteúdos de propriedade do CONTRATANTE na revenda NETPCHOST compartilhados

Leia mais

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as Sobre a Aker Investir em tecnologia de ponta é garantir a segurança dos dados de sua empresa, aumentando a produtividade de seus funcionários e a rentabilidade do seu negócio. A Aker Security Solutions,

Leia mais

AKNA SOFTWARE. Configurações. de DNS

AKNA SOFTWARE. Configurações. de DNS AKNA SOFTWARE Configurações de DNS ÍNDICE Introdução... 03 SPF... 03 DKIM... 03 CNAME... 04 Obtenção de parâmetros... 05 Via alertas do sistema... 05 Via menu do sistema... 06 Passo a passo da configuração...

Leia mais

Segurança em computadores e em redes de computadores

Segurança em computadores e em redes de computadores Segurança em computadores e em redes de computadores Uma introdução IC.UNICAMP Matheus Mota matheus@lis.ic.unicamp.br @matheusmota Computador/rede segura Confiável Integro Disponível Não vulnerável 2 Porque

Leia mais

Segurança na Web. Programação para a Internet. Prof. Vilson Heck Junior

Segurança na Web. Programação para a Internet. Prof. Vilson Heck Junior Segurança na Web Programação para a Internet Prof. Vilson Heck Junior Males São inúmeros os males existentes no universo online: Vírus; Trojan; Spyware; Adware; Invasão; Keyloggers; Phishing; Golpes; Spam;

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Guia de Boas Práticas para Entrega de Emails

Guia de Boas Práticas para Entrega de Emails Guia de Boas Práticas para Entrega de Emails 1 A quem se destina este guia? Este documento foi elaborado com a finalidade de auxiliar os clientes do IAGENTEmail a obterem melhores resultados no envio de

Leia mais

Tradução para o Português

Tradução para o Português Teste: Alt N Technologies SecurityGateway Os administradores de servidores de e mail usam uma boa parte de seu tempo tentando eliminar mensagens indesejadas. Vírus, Phishing e Spoofing são também ameaças.

Leia mais

Qualidade no email. Gustavo Neves - FCCN

Qualidade no email. Gustavo Neves - FCCN Qualidade no email Gustavo Neves - FCCN Agenda Motivação Histórico Iniciativas dentro da TERENA SURFmailfilter EDUwhitelist RACE Motivação SPAM constitui cerca de 38% dos incidentes de segurança tratados

Leia mais

PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00

PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 01 02 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 03 04 PIG 001 Gestão

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

Solução em AntiSpam em Nuvem. Filtre mais de 99,98% dos s indesejados!

Solução em AntiSpam em Nuvem. Filtre mais de 99,98% dos  s indesejados! BluePex Security Mail - ANTISPAM Especificações Técnicas Mínimas Solução para antispam Fabricante A BluePex, empresa brasileira de controle e segurança da informação é a fabricante da solução em Antispam.

Leia mais

Relatório de Benchmark Sender Score 2014

Relatório de Benchmark Sender Score 2014 Relatório de Benchmark Sender Score 2014 SENDER SCORE: POR QUE A REPUTAÇÃO É IMPORTANTE NO EMAIL MARKETING 55 SCORE Cada remetente de email tem uma reputação, ou Sender Score. O Sender Score é um proxy

Leia mais

Spam vindo de servidores Web, a nova ameaça. Danton Nunes, Internexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br

Spam vindo de servidores Web, a nova ameaça. Danton Nunes, Internexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Spam vindo de servidores Web, a nova ameaça Danton Nunes, Internexo Ltda. danton.nunes@inexo.com.br Agenda Técnicas anti spam modernas: SPF e Greylisting Spam via servidores web: o crime perfeito? Pesquisa

Leia mais

SPAM e SCAM. Roteiro. Introdução. O sistema proposto. A implementação. Políticas adotadas. Testes realizados. Resultados obtidos.

SPAM e SCAM. Roteiro. Introdução. O sistema proposto. A implementação. Políticas adotadas. Testes realizados. Resultados obtidos. SPAM e SCAM Estudo de caso: Implementando um Servidor de Correio Eletrônico com Filtros contra Vírus e SPAM Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org Adriano César Ribeiro Estagiário Docente adrianoribeiro@acmesecurity.org

Leia mais

Segurança em Internet Banking.

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Internet Banking Agenda Internet Banking Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Internet Banking (1/4) Permite: realizar ações disponíveis nas agências

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless)

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Apucarana, 01 de fevereiro de 2011. Objetivos A política de utilização da rede wireless tem como objetivo estabelecer regras e normas de utilização e ao

Leia mais

TUTORIAL. 2. A página inicial do e-mail é a seguinte. Nela, são observadas várias barras contendo abas, e alguns espaços específicos:

TUTORIAL. 2. A página inicial do e-mail é a seguinte. Nela, são observadas várias barras contendo abas, e alguns espaços específicos: TUTORIAL Este tutorial visa explicar, aos colaboradores da REDESAT, como funciona o servidor de e-mail da Fundação, o Zimbra, para melhor entendimento das suas respectivas funcionalidades. 1. Para abrir

Leia mais

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br Índice 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando o E-mail Marketing Nomer... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 5 4 - Recursos... 6 4.1 - Listas de contatos... 6 4.2 - Cadastros de contatos

Leia mais

Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa

Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa Professor Gedalias Valentim Informática para Banca IADES Segurança da Informação Segurança da Informação Proteção de dados e informação que possuem valor para uma pessoa ou empresa 1 Segurança da Informação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ADMSI ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ESCOLA SENAI SUIÇO BRASILEIRA ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX OBJETIVOS: Ao final dessa

Leia mais

Certificado Digital: Como Funciona (www.bry.com.br)

Certificado Digital: Como Funciona (www.bry.com.br) Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br)

Leia mais

Capítulo 8. Segurança de redes

Capítulo 8. Segurança de redes Capítulo 8 Segurança de redes slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Computer Networks, Fifth Edition by Andrew Tanenbaum and David Wetherall, Pearson Education-Prentice Hall,

Leia mais

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Filtros de Pacotes Criptografia SSL

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Filtros de Pacotes Criptografia SSL Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia SSL Exercício 1 Configure as regras do filtro de pacotes "E" para permitir que os computadores da rede interna

Leia mais

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário

MEMORANDO. Caracterização da Actuação no Combate ao spam. Análise das respostas ao questionário MEMORANDO Caracterização da Actuação no Combate ao spam Análise das respostas ao questionário ÍNDICE 1. Enquadramento da realização do questionário...3 2. Análise das respostas ao questionário...4 2.1

Leia mais

Conheça as soluções que irão transformar sua comunicação por email e trazer resultados expressivos.

Conheça as soluções que irão transformar sua comunicação por email e trazer resultados expressivos. Conheça as soluções que irão transformar sua comunicação por email e trazer resultados expressivos. O que é email marketing? Email marketing é o conceito de usar o e-mail como ferramenta de marketing direto.

Leia mais

SMTP Simple Mail Transfer Protocol

SMTP Simple Mail Transfer Protocol LESI PL Comunicação de Dados 1 SMTP Simple Mail Transfer Protocol 6128 João Paulo Pereira Dourado 6408 Ricardo Manuel Lima da Silva Mouta 7819 António Daniel Gonçalves Pereira 2 Estrutura da apresentação

Leia mais

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS

SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS SOPHUS TECNOLOGIA POLÍTICA DE ENVIO DE E-MAILS Com o objetivo de manter um alto nível no serviço de e-mails, a SOPHUS TECNOLOGIA disponibiliza soluções voltadas para cada necessidade de seus clientes.

Leia mais

Detecção e Tratamento de Softwares Maliciosos na Rede do Governo do Estado do Paraná

Detecção e Tratamento de Softwares Maliciosos na Rede do Governo do Estado do Paraná 2º Fórum Brasileiro de CSIRTs 17 de setembro de 2013 Detecção e Tratamento de Softwares Maliciosos na Rede do Governo do Estado do Paraná Jose Roberto Andrade Jr Hermano Pereira Oeslei Taborda Ribas Agenda

Leia mais

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet.

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. CORREIO inotes Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. Na sua Área de Trabalho execute dois cliques rápidos no ícone do Internet Explorer. Ao ser exibida a primeira tela do Internet

Leia mais

CÓDIGO DA VAGA: TP08 QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS

CÓDIGO DA VAGA: TP08 QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS 1) Em relação à manutenção corretiva pode- se afirmar que : a) Constitui a forma mais barata de manutenção do ponto de vista total do sistema. b) Aumenta a vida útil dos

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 08 Protocolos de Segurança

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 08 Protocolos de Segurança www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 08 Protocolos de Segurança Protocolos de Segurança A criptografia resolve os problemas envolvendo a autenticação, integridade

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Central de Exposição a Derivativos. Manual Técnico

Central de Exposição a Derivativos. Manual Técnico Central de Exposição a Derivativos Manual Técnico SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Requisitos Mínimos... 3 1.2 Estrutura de acesso e fluxo da informação... 3 1.3 Procedimentos para aquisição de rede privada...

Leia mais

Política de Utilização Aceitável (PUA)

Política de Utilização Aceitável (PUA) Política de Utilização Aceitável (PUA) HOST TUGATECH Host TugaTech HOST.TUGATECH.COM.PT HOST@TUGATECH.COM.PT A Política de Utilização Aceitável (PUA) do Host TugaTech é disponibilizada com o objetivo de

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DE USUÁRIO DO SISTEMA ANTISPAM 1. O que é? É um relatório resumido enviado diariamente para cada conta de e-mail, com a lista

Leia mais

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário:

O primeiro passo é verificar se a pasta Junk está disponível entre as pastas IMAP do usuário: Reportando SPAM e Não-SPAM através do Horde Webmail Esse material permite que o usuário possa personalizar seu webmail corretamente para controlar o recebimento de SPAMs e realizar o treinamento da ferramenta

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU Segurança e Desafios Éticos de e-business Profª. Eneida Rios Crimes

Leia mais

Série Manuais. Tudo o que você deve saber sobre SPAM

Série Manuais. Tudo o que você deve saber sobre SPAM Série Manuais Tudo o que você deve saber sobre SPAM www.allinmail.com.br introdução Com o objetivo de instruir cada vez mais nossos clientes, criamos este documento que esclarece as dúvidas mais comuns

Leia mais