2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta."

Transcrição

1 M I N I S T É R I O DA E D U C A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L DA G R A N D E D O U R A D O S P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O D E G R A D U A Ç Ã O C O O R D E N A D O R I A DO C E N T R O DE S E L E Ç Ã O LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES 1) Verifique se o Caderno de Provas está completo e composto por 50 questões. Caso apresente imperfeições gráficas que possam gerar dúvidas, informe ao aplicador de prova imediatamente. 2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta. 3) O Cartão-Resposta será distribuído após 1 (uma) hora do início das provas e não será substituído em caso de erro durante o seu preenchimento, que deve ser feito, utilizando apenas caneta esferográfica nas cores azul ou preta, sem rasuras. Certifique-se de que ele não apresenta imperfeições gráficas ou marcações indevidas. Se houver, informe ao aplicador de prova. Assine somente no local indicado e marque o tipo de prova no campo específico. 4) O tempo de duração da prova é de até 3 (três) horas e 30 (trinta) minutos, já incluído o preenchimento do Cartão-Resposta. O candidato só poderá retirar-se definitivamente da sala e do prédio após duas horas do início das provas, levando consigo o Caderno de Provas. 5) O candidato será excluído do Processo Seletivo caso deixe de informar o tipo de prova no Cartão- Resposta, ou ainda: a) Utilize, durante a prova, recursos bibliográficos e/ou eletroeletrônicos como fontes de consulta. b) Deixe a sala em que realiza a prova levando consigo o Cartão-Resposta. c) Comunique-se com outros candidatos ou efetue empréstimos. d) Pratique atos contrários às normas e/ou à disciplina. e) Utilize itens de chapelaria em geral. 6) É obrigatório que telefones celulares, pagers, smartphones e outros do gênero fiquem desligados durante toda a realização da prova, inclusive no tempo de permanência no prédio.

2

3 LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO PARA AS QUESTÕES 1, 2 E 3 FEIRA LIVRE? Desde a Antiguidade, o mercado público sintetiza a vida dos centros urbanos. Mais do que um espaço, ele é uma manifestação cultural complexa, que mostra como determinado povo se organiza para criar, apresentar e consumir seus produtos e sua arte mas isso pode estar com os dias contados. Cada cidade tem um mercado característico, com produtos específicos e um amplo espectro de cores, cheiros, sons, arranjos, costumes e tradições que lhe dão uma vida própria. Independentemente da configuração urbanística das praças ou do modelo arquitetônico dos edifícios que os abrigam, não existem mercados idênticos. Cada um expressa a identidade da sua cidade, do campo que a alimenta, da região que a abriga. Lugar de mistura de classes, de convergência e de trocas, o mercado, ao menos no Brasil, está voltado sobretudo para a comercialização de alimentos; mas é inegável que ele também serve como palco para as mais diversas manifestações culturais a história oral, o cancioneiro, a criação artesanal e as artes de uma maneira geral: um amplo conjunto de elementos que, pela tendência atual, sem uma política pública capaz de garantir sua preservação, tende a desaparecer. Estabelecendo uma relação direta, sem intermediários, entre produtores e compradores, e entre artistas e o público, os mercados sempre geraram um fascinante intercâmbio de experiências, de vivências, de línguas, de dialetos, de práticas sociais. Mas, justamente por isso, também acabaram atraindo, desde muito cedo, a atenção do Estado. Há tempos que o poder público movido por temores morais, higiênicos e políticos tenta controlar as feiras e os mercados. E, para tal, algumas estratégias foram adotadas como confiná-los em locais fechados e impor uma série de normas à atividade. O regulamento do Mercado da Candelária, no Rio de Janeiro o primeiro do Brasil a ser segregado em um edifício, no século XIX, por exemplo, estipulava horários de funcionamento e taxava antecipadamente as bancas, gerando exclusão social. A possibilidade de lavradores, criadores e hortelãos venderem diretamente sua produção foi restringida e, por fim, proibida. Criaram-se intermediários e, aos poucos, a atividade mercantil foi sendo vetada ao pequeno produtor agrícola. No entanto, até hoje, nas cidades onde se concentra a produção familiar, a prática resiste, e os agricultores vêm às zonas urbanas para vender seus produtos do lado de fora dos mercados públicos, como ocorre em Oeiras, no Piauí. Além de segregar a atividade mercantil, os regulamentos também buscaram abafar as manifestações culturais que, alheias à elite dominante, surgiam nos mercados. É absolutamente proibido todos e quaisquer ajuntamentos, tocatas, danças e palavras ofensivas da moral pública, dizia o código de conduta do Mercado da Candelária que ainda restringia explicitamente a presença dos negros no local: Pretos de ganho são proibidos de andar dentro da Praça, os escravos mandados ali a fazer compra pelos seus senhores não deverão se demorar além do tempo necessário para efetuá-las A força dos movimentos mercantil e cultural, entretanto, resistiu ao controle. No entorno dos mercados surgiram barracas, ambulantes e artistas que ofereciam produtos, serviços e divertimento, sempre prontos para penetrar no interior do mercado quando a vigilância fosse atenuada. E as feiras se transformavam em verdadeiras festas tradição que nem mesmo a televisão e os supermercados conseguiram eliminar. (Trecho extraído de BONDUKI, Nábil. Feira Livre? In: Revista Efêmero Concreto, v. 2. Agosto-2012.) Assinale a alternativa correta quanto à interpretação do texto. (A) As feiras costumam ser vistas como áreas de livre manifestação artística e comercial. Embora se imponham regras de convivência nos espaços a elas destinados não há registro de segregação ou cerceamento de direitos relacionados a essas atividades. (B) Inicialmente os produtos expostos nas feiras ou mercados provinham da agricultura familiar ou do trabalho artesanal. Com o advento da mecanização agrícola, marcas foram criadas, diversificando a produção e gerando um maior valor agregado. (C) Historicamente as feiras e os mercados públicos passaram por um processo de regulamentação, sobretudo a partir do século XIX, o que resultou em um modelo paradoxal de livre comércio. (D) Durante a ditadura militar, no Brasil, era vedado aos artistas se apresentarem nas feiras livres e havia censura prévia para temas raciais no teatro e na televisão. (E) Os mercados populares são uma modalidade comercial já praticamente extinta no Brasil, principalmente nos grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro onde a informalidade foi reduzida e o comércio restrito apenas aos shoppings e às lojas de departamentos controlados por multinacionais. Sobre o texto é correto afirmar que: (A) Apresenta uma visão pós-estruturalista do fenômeno cultural contemporâneo à medida que desmitifica a função social da Arte em espaços públicos e questiona a subvenção do artista pelo Estado. (B) Corrobora com o senso comum ao estabelecer uma visão ingênua das relações de comércio no âmbito das feiras livres. (C) Trata-se de uma abordagem histórico-crítica das relações de poder no âmbito das feiras e mercados públicos atentando para o papel do Estado na organização dos espaços urbanos. (D) Afirma que para existir liberdade plena o Estado deve reduzir ao máximo sua atuação como ente interventor ou regulador do comércio. (E) Reduz a perspectiva para os novos empreendedores do setor de comércio popular ao apresentar dados desencorajadores sobre o declínio das feiras livres nas grandes cidades. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 1

4 Assinale a ideia que não está presente no texto. (A) As feiras são locais de intensa troca cultural tanto pelo aspecto material quanto pelo imaterial. (B) O regulamento do Mercado da Candelária pode ser interpretado também como uma forma de coerção social à medida que restringia práticas e produtos que fugissem a certo padrão estipulado. (C) As feiras são reduto de delinquentes que se aproveitam da distração da população para cometer pequenos delitos. (D) Mesmo com iniciativas de institucionalização do fenômeno por parte das autoridades, algumas feiras acabam sendo organizadas de maneira informal em ambientes como ruas e praças. (E) Uma das estratégias adotadas pelo poder público para regulamentar o comércio das feiras foi definir espaços onde elas poderiam ser realizadas. Assinale a alternativa incorreta com relação ao emprego de crase. (A) Disse à mulher que voltaria para o jantar, mas só chegou à meia noite. (B) Recebeu dois reais a menos e reclamou à gerente. (C) Pediu à patroa um dia de folga para ir a festa de São João. (D) Assistiu à palestra sobre ética na política até o final. (E) Votou às pressas sem considerar as propostas dos candidatos. Assinale a alternativa que não apresenta uma informação correta com relação ao texto apresentado na charge a seguir. Assinale a alternativa que interpreta corretamente a charge a seguit. Disponível em: <http://www.willtirando.com.br/?post=1308> Acesso em: 18 mai 2015 Disponível em: <http://www.willtirando.com.br/?post=1322> Acesso em: 18 mai 2015 (A) A sociedade brasileira é conivente com corruptos na política porque as leis não são claras e o Estado é ausente. (B) A desonestidade dos políticos brasileiros influencia os cidadãos comuns, particularmente os das classes C e D. (C) A introdução da urna eletrônica na década de 1990 contribuiu para que políticos mais honestos fossem eleitos no Brasil do século XXI. (D) As atitudes desonestas dos políticos podem ser entendidas como parte de uma cultura de malandragem mais ampla. (E) Todo cidadão é hipócrita, responsabiliza o governo pelas mazelas sociais e mesmo assim continua elegendo políticos corruptos. Assinale a alternativa que apresenta exclusivamente sentido denotativo. (A) A freguesa irritada não sairia dali sem antes dar o troco ao dono da padaria. (B) Quando finalmente abri os olhos, percebi que ambos me traiam pelas costas. (C) A história do padeiro foi difícil de engolir. (D) O que a professora falou sobre honestidade doeu em mim. (E) Após analisarmos as amostras enviadas, detectamos altas taxas de nicotina. (A) No primeiro balão, o termo seu é um pronome possessivo e acompanha Manoel que é um vocativo. (B) No segundo balão, honestidade é sujeito em uma oração subordinada substantiva objetiva direta. (C) No terceiro balão, Puxa é uma interjeição e pode expressar surpresa ou decepção. (D) No quarto balão, o sujeito da oração principal está oculto. (E) No segundo balão, a coisa mais importante entre as pessoas é predicativo de honestidade. Assinale a alternativa que não apresenta incorreção gramatical. (A) Inúmeros países tem leis contra a violência doméstica, agressão sexual e outras formas de violência. (B) Os desafios persistem na implementação dessas leis, limitando o acesso de mulheres e meninas a segurança e a justiça. (C) Há décadas o fim da violência de gênero se encontra no topo das agendas nacionais e internacionais. (D) Em geral, não houveram iniciativas eficazes de prevenção da violência contra a mulher. (E) Muitas vezes os culpados permanecem impunes ou são condenados a penas brandas. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 2

5 Com base no texto abaixo, assinale a alternativa correta. 1 A violência contra a mulher é uma grave violação dos 2 direitos humanos que afeta negativamente o bem-estar 3 geral de mulheres e meninas e as impede de participar 4 plenamente da sociedade. Esse tipo de violência, quando 5 não resulta na morte da vítima, deixa sequelas físicas, 6 sexuais e mentais além de trazer consequências também 7 para sua família, comunidade e para o país em geral. Os 8 enormes custos vão desde gastos com saúde e despesas 9 legais a perdas de produtividade, haja vista o impacto para 10 os orçamentos nacionais e o desenvolvimento global. Disponível em: <http://www.onumulheres.org.br/>. Acesso em: 01 jul (A) Pode-se substituir o termo que (linha 2) por a qual sem prejuízo para o entendimento do texto. (B) Pode-se substituir o termo Esse (linha 4) por Tal qual sem prejuízo para o entendimento do texto. (C) Pode-se substituir o termo sua (linha 7) por cuja sem prejuízo para o entendimento do texto. (D) Pode-se substituir a expressão haja vista (linha 9) por contudo sem prejuízo para o entendimento do texto. (E) Pode-se substituir a expressão haja vista (linha 9) por sendo que sem prejuízo para o entendimento do texto. Assinale a alternativa que apresenta incorreção gramatical. (A) Mesmo que as mulheres fossem culpadas não há por que maltratá-las assim. (B) As leis existem mas ninguém sabe o porquê de não funcionarem. (C) Por que após tantos esforços a situação permanece insustentável? (D) Os homens agem com violência porque se sentem intimidados pela emancipação feminina. (E) Todos parecem concordar por quê devemos acabar com a violência. LEGISLAÇÃO RELATIVA AO SERVIDOR E À ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO Leia o texto a seguir. Com a presença de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Congresso Nacional promulgou proposta de emenda à Constituição que amplia de 70 para 75 anos a idade para aposentadoria compulsória de ministros de tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União. Conhecida como PEC da Bengala, a proposta foi aprovada na Câmara, depois de ficar por mais de uma década parada na Casa. Com a promulgação, a presidente Dilma Rousseff deixará de indicar cinco ministros para o Supremo até o final do segundo mandato. Até 2018, terão completado 70 anos os ministros Celso de Mello (novembro de 2015); Marco Aurélio Mello (julho de 2016); Ricardo Lewandowski (maio de 2018); Teori Zavascki (agosto de 2018); e Rosa Weber (outubro de 2018). Na cerimônia de promulgação, os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sentaram-se lado a lado e conversaram antes do início da sessão. Nas últimas semanas, os dois trocaram alfinetadas devido a divergências sobre o projeto de lei que regulamenta a terceirização. Cunha é favorável, mas Renan defendeu alterações no trecho que amplia as terceirizações para as atividades-fim das empresas. A promulgação da PEC da Bengala também foi acompanhada pelo presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, e do STJ, Francisco Falcão, bem como pelo ministro Gilmar Mendes, do STF. Antes de entrar no plenário, Gilmar Mendes defendeu a proposta que muda a idade para aposentadoria compulsória. Nesse momento, a PEC dá estabilidade para o Supremo, disse, em referência às cinco vagas que surgiriam no Supremo nos próximos quatro anos. Em discurso no plenário, Eduardo Cunha afirmou que a PEC traz economia aos cofres públicos, já que evita a reposição obrigatória de ministros com mais de 70 anos. Para ele, aposentar magistrados com essa idade é desperdiçar experiência e entregar talento para a iniciativa privada. [A aprovação da PEC] por si só representa um gesto do Congresso para equilibrar as contas públicas, afirmou. Disponível em: <http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/com-presencade-ministros-do-stf-congresso-promulga-pec-da-bengala.html> Acesso em: 10 jun Considerando o texto colacionado acima, bem como as disposições legais sobre o tema junto a Lei 8.112/90, assinale a alternativa correta: (A) Com a promulgação da PEC da Bengala, a nova aposentadoria compulsória será aplicada a todos os agentes públicos regulados pela Lei 8.112/90. Assim, ao atingir 75 (setenta e cinco) anos de idade, o servidor público deverá ser aposentado obrigatoriamente via ato vinculado da administração pública. (B) Não obstante a alteração do texto Constitucional, a referida alteração, no momento, não terá aplicabilidade para a maioria dos agentes públicos, que continuarão a se aposentar compulsoriamente aos 70 (setenta) anos de idade, uma vez que, a noticiada alteração, aplica-se exclusivamente aos membros do Judiciário que compõem a Administração Pública Direta, bem como Ministros do Tribunal de Contas da União. (C) Ao agente público que tenha adquirido tuberculose ativa ou cardiopatia grave, será assegurado o direito de aposentar-se por invalidez, pouco importando se a doença foi adquirida antes ou após a investidura, o certo é que os proventos serão proporcionais ao tempo de serviço. (D) Com a efetiva criação da previdência complementar noticiada junto ao art. 41, 14, a princípio, todos os agentes públicos regulados pela Lei 8.112/90, estão submetidos ao teto do Regime Geral da Previdência Social, salvo os cargos de Juiz e Promotor que possuem regramento próprio. (E) Segundo disposição do estatuto do servidor público federal, a aposentadoria compulsória dar-se-á aos 70 (setenta) anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de serviço, oportunidade em que será declarada por ato administrativo, com Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 3

6 vigência marcada para o dia imediato àquele em que o servidor atingir a idade limite de permanência no serviço ativo. Após analisar o texto a seguir, bem como os dispositivos da Lei 9.784/99, assinale a alternativa correta. O governo da presidente Dilma Rousseff conta atualmente com mais de 107 mil cargos ocupados por pessoas que foram empregadas por livre nomeação, ou seja, sem a necessidade de comprovar conhecimento e habilidades específicas através de concurso público ou apresentação de títulos. Todas as indicações para os chamados cargos comissionados são feitas por integrantes de partidos governistas e da base aliada, mas o PT, por razões óbvias, mantém maior expressividade nas indicações realizadas. Com pagamentos que variam entre 1 e 40 salários mínimos, a interminável lista de empregos por indicação sobrecarrega mensalmente os cofres públicos. Apenas para se ter uma ideia, comissões criadas para suprir demandas da Copa do Mundo e Olimpíadas possuem pessoas indicadas que recebem salários de até R$ 22 mil. Para ocupar cargos de direção e de assessoramento superior as funções mais cobiçadas no funcionalismo público federal os indicados recebem pagamentos que chegam a R$ 14,3 mil mensais, excluindo-se benefícios. A prática de indicações para cargos e funções temporárias tiveram um grande aumento a partir da gestão do expresidente Lula e continua crescendo sob comando da presidente Dilma Rousseff, concedendo ao Distrito Federal o título de capital de funcionários públicos. Disponível em: <http://sergiorochareporter.com.br/governo-dilma-arrochabrasileiros-mas-mantem-107-mil-cargos-comissionados> Acesso em: 10 jun (A) Dispõe a legislação em pauta que a prática dos atos administrativos devem ser motivados, devendo esta ser explicita, clara e congruente, podendo consistir em declaração de concordância com fundamentos de anteriores pareceres, informações, decisões ou proposta, que, neste caso, serão parte integrante do ato. Apesar da imprescindibilidade dos atos práticos serem motivados, com relação a notícia acima veiculado, caso fosse da vontade do administrador, seria possível que agentes públicos fossem exonerados de seus cargos, sem qualquer motivação, o que se denomina exoneração ad nutum. (B) Conforme ensinamentos do Prof. Matheus Carvalho, como forma de garantia de celeridade e economia processual, na solução de vários assuntos da mesma natureza, pode ser utilizado meio mecânico que reproduza os fundamentos das decisões, desde que não prejudique direito ou garantia dos interessados. Ou seja, a Administração Pública poder-se-ia valer da mesma fundamentação para justificar a prática de vários atos idênticos, desde que resguardado o direito do particular. Tal situação configura o que a doutrina administrativa resolveu denominar de motivação aliunde dos atos administrativos e ocorre todas as vezes que a motivação de um determinado ato remete à de ato anterior que embasa sua edição, ou seja, ao invés de o administrador público justificar apenas a razão do seu ato, ele o faz com base em motivos expostos em conduta previamente editada, mas o instituto não é utilizado pela administração pública, face a ausência de legislação permissiva. (C) Apesar da necessidade do administrador motivar todos os atos administrativos, aduz a Lei 9.784/99 que os atos administrativos deverão ser motivados, salvo aqueles que importarem em demissão de agentes públicos, face a necessidade de preservar a intimidade do servidor, trata-se de regramento constitucional, que possui o fito de preservar a imagem e privacidade do agente público. (D) A exoneração de servidores dos cargos comissionados submete-se a regramentos próprios, ficando à discricionariedade do administrador motiva-lo, entretanto, caso a motivação seja expedida sob o argumento economicidade, somente após o prazo de 1 (um) ano novos indivíduos poderão ser nomeados, salvo em caso de iminente interesse da administração. (E) O princípio da motivação encontra-se disciplinado implicitamente junto a Lei 9.784/99, mas mesmo assim, o administrador não pode se furtar a seus ditames, vez quer o noticiado princípio é expressamente mencionado junto ao texto constitucional, impondo sua observância aos administradores. Conforme dispõe o Código de Ética do Servidor Público Federal regulado pelo Decreto 1.171/94, são deveres fundamentais do servidor público: (A) dar o seu concurso a qualquer instituição que atente contra a moral, a honestidade ou a dignidade da pessoa humana. (B) fazer uso de informações privilegiadas obtidas no âmbito interno de seu serviço, em benefício próprio, de parentes, de amigos ou de terceiros. (C) pleitear, solicitar, provocar, sugerir ou receber qualquer tipo de ajuda financeira, gratificação, prêmio, comissão, doação ou vantagem de qualquer espécie, para si, familiares ou qualquer pessoa, para o cumprimento da sua missão ou para influenciar outro servidor para o mesmo fim. (D) permitir que perseguições, simpatias, antipatias, caprichos, paixões ou interesses de ordem pessoal interfiram no trato com o público, com os jurisdicionados administrativos ou com colegas hierarquicamente superiores ou inferiores. (E) abster-se, de forma absoluta, de exercer sua função, poder ou autoridade com finalidade estranha ao interesse público, mesmo que observando as formalidades legais e não cometendo qualquer violação expressa à lei. Leia o texto a seguir. Punir corruptos mais rapidamente, agilizar processos contra desvios de recursos públicos e criminalizar os servidores públicos que enriquecem ilicitamente. As três medidas farão parte do pacote anticorrupção que a Presente Dilma Rousseff deve lançar essa semana, segundo o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse à Folha. O trio de ações faz parte do receituário anticorrupção defendido por procuradores da Operação Lava Jato. Para Cardozo, as manifestações deste domingo foram impulsionadas pelas descobertas da Polícia Federal sobre desvios na Petrobras, o que ele atribui à autonomia que o governo propicia à Policia Federal (...). Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/03/ pacote-do-governo-vai-punir-corruptos-mais-rapidamente-diz-cardozo.shtml> Acesso em: 10 jun Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 4

7 Na atual conjuntura, muito se noticia sobre agentes públicos corruptos, desvio de verbas públicas e outras atrocidades praticadas por administradores e servidores da administração. Desta forma, enfocando os dispositivos da Lei 8.112/90, qual o tratamento dado pela legislação aos agentes públicos reconhecidamente praticantes do crime de corrupção? (A) Com a instauração do Processo Administrativo Disciplinar, respeitados os ditames do contraditório e ampla defesa, uma vez comprovada a prática do crime de corrupção, o agente público poderá sofrer sanções apenas no âmbito administrativo e penal, sendo admitida a cumulação de tais penas, sem que se fale em bis in idem, podendo ser absolvido em um julgamento e punido no outro, sem configurar qualquer contradição. (B) De acordo com os ditames da Lei 8.112/90, caso entenda que a permanência no cargo possa atrapalhar o andamento da investigação, afigura-se possível ao administrador afastar preventivamente o agente público investigado pelo prazo total de 60 (sessenta) dias, sem prejuízo da remuneração. (C) A fim de instruir o Processo Administrativo Disciplinar, entende o Superior Tribunal de Justiça que, respeitado o contraditório, a ampla defesa e devidamente autorizada na esfera criminal, é admitido no processo administrativo o uso da prova emprestada, fruto de interceptação telefônica. (D) A instauração de sindicância para apuração da corrupção é mera discricionariedade do administrador, que poderá optar pelo PAD ou SINDICÂNCIA, e ao final, comprovada a irregularidade, aplicar a sanção de DEMISSÃO ao agente público. (E) Considerando os diversos casos de corrupção noticiados pela mídia, e visando materializar a punição rápida dos agentes reconhecidamente corruptos, pautado na Lei 8.112/90, o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, pretende efetivar a aplicação do Princípio da Verdade Sabida, com o fito de otimizar o procedimento para aplicação imediata da sanção, dispensando toda solenidade inerente ao procedimento, com o objetivo único de efetivar a pretensão. Leia o texto a seguir: O Supremo Tribunal Federal decidiu, por unanimidade, que cidadãos e empresas têm direito a acessar todas as informações sobre elas mesmas armazenadas em qualquer banco de dados do país. Juridicamente, este instrumento é chamado de habeas data. No julgamento a empresa foi autorizada a obter os dados da Receita Federal sobre a própria movimentação financeira. O relator, ministro Luiz Fux, disse que a decisão abre caminho para o acesso às informações em bancos de dados públicos e privados. "Essa foi uma decisão inédita, foi a primeira vez que o plenário do Supremo Tribunal Federal decide com repercussão geral que o habeas data é um instrumento constitucional apto a que a parte possa obter não só informações, como outrora, de dados de agentes militares de repressão, mas também dados sobre sua vida pessoal que constem de qualquer banco de dados, públicos ou privados. Hoje, por exemplo, resolvemos que esse habeas data é o instrumento adequado para obtenção de informações tributárias, mas nada impede que o particular possa também utilizar desse instrumento para obter informações a seu respeito junto, por exemplo, a um setor de defesa de crédito, ao Serasa etc, diz Fux. Disponível em: <http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/06/stfdecide-que-cidadaos-e-empresas-tem-direito-ao-habeas-data.html> Acesso em: 10 jun Analisando o texto colacionado, e correlacionando-o com os ditames da Lei /2011, entende-se por TRATAMENTO DE INFORMAÇÃO: (A) dados, processados ou não, que podem ser utilizados para produção e transmissão de conhecimento, contidos em qualquer meio, suporte ou formato. (B) aquela submetida temporariamente à restrição de acesso público em razão de sua imprescindibilidade para a segurança da sociedade e do Estado. (C) conjunto de ações referentes à produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transporte, transmissão, distribuição, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação, destinação ou controle da informação. (D) qualidade da informação não modificada, inclusive quanto à origem, ao trânsito e ao destino. (E) qualidade da informação que pode ser conhecida e utilizada por indivíduos, equipamentos ou sistemas autorizados. RACIOCÍNIO LÓGICO João, Pedro e Paulo são três servidores da UFGD. Cada um deles nasceu em uma cidade diferente: um é de Ponta Porã, outro de Dourados e outro de Campo Grande. Os três também possuem profissões diferentes: um é Arquiteto, outro Engenheiro de Segurança do Trabalho e outro Técnico em Assuntos Educacionais. Sabendo-se que Pedro é de Dourados, que o arquiteto é de Campo Grande, e que Paulo é Engenheiro de Segurança do Trabalho, conclui-se corretamente que: (A) Paulo é de Campo Grande e Pedro é Técnico em Assuntos Educacionais. (B) João é de Campo Grande e Pedro é Técnico em Assuntos Educacionais. (C) João é de Campo Grande e Pedro é Arquiteto. (D) Pedro é de Dourados e João é Técnico em Assuntos Educacionais. (E) Paulo é de Dourados e João é Engenheiro de Segurança do Trabalho. Em um concurso público, a prova de raciocínio lógico era constituída por duas questões. 450 candidatos acertaram somente um dos problemas, 240 acertaram o segundo, 150 candidatos acertaram os dois e 205 erraram o primeiro. Quantos candidatos fizeram a prova? (A) 840 (B) 1045 (C) 635 (D) 715 (E) 595 Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 5

8 Vou a uma festa e não sei que roupa vestir. Vou de camisa azul, ou de boné amarelo. Se vou de calça preta, então não irei de tênis rosa. Se vou de boné amarelo, então vou de tênis rosa. Decidi que vou de calça preta. Logo, vou de (A) boné amarelo ou tênis rosa. (B) tênis rosa e camisa azul. (C) boné amarelo e não vou de camisa azul. (D) calça preta e tênis rosa. (E) camisa azul e não vou de boné amarelo. Considere as seguintes proposições. I. x R; x > x 2 II. n N; n + 3 < 10 III. n N; n + 15 < 14 São verdadeiras apenas (A) I e III (B) II e III (C) I e II (D) I, II e III (E) III (A) O diagrama de Venn que corresponde corretamente à expressão x, s(x) [~p(x)] é (B) NOÇÕES DE INFORMÁTICA Maria Aparecida precisa organizar uma estrutura de pastas e arquivos no Windows 7. Durante a organização ela percebeu que alguns caracteres não puderam ser digitados. Assinale a alternativa que apresenta um nome válido para a pasta que Maria deseja criar. (A) CONCURSO PÚBLICO: TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UFGD (B) CONCURSO PÚBLICO_TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS[UFGD] (C) CONCURSO PÚBLICO_TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS<UFGD> (D) CONCURSO PÚBLICO_TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS/UFGD (E) CONCURSO PÚBLICO: TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS<UFGD> Um servidor recebeu um suspeito, mas por um descuido, infectou sua máquina com um Malware que tinha as seguintes características: I. Espiona as atividades do usuário; II. Coleta dados de navegação, utilização e preferências do usuário; III. Envia os dados coletados pela internet a terceiros. Após consulta ao setor responsável, o servidor recebeu a informação que a máquina foi infectada por um (A) Vírus (B) Worms (C) Trojan (D) Spyware (E) Adware (C) (E) (D) No BrOffice.org Writer versão 3.2.0, no menu Formatar, clique na opção para alterar a fonte, bem como a formatação de caracteres selecionados. Assinale a alternativa que preenche adequadamente a lacuna. (A) Alterar caixa (B) Caractere (C) Estilos e formatação (D) Fonte (E) Parágrafo Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 6

9 Analise as afirmativas sobre o editor de texto BrOffice.org Calc versão 3.2.0: RASCUNHO I. O BrOffice.org Calc é um editor de planilhas eletrônicas que permite calcular, analisar e gerenciar dados. II. O BrOffice.org Calc disponibiliza inúmeras funções, exceto funções financeiras, para a criação de fórmulas. III. O BrOffice.org Calc disponibiliza o recurso Assistente de funções como um auxílio na criação de fórmulas. Assinale a alternativa correta. (A) Apenas I está correta. (B) Apenas II está correta. (C) Apenas III está correta. (D) Apenas I e II estão corretas. (E) Apenas I e III estão corretas. Considerando o programa para edição de planilhas eletrônicas Microsoft Excel a principal diferença entre a extensão xls e xlsx está na suposta tecnologia implementada pela Microsoft para possibilitar maior compressão de documentos, resultando em arquivos de tamanho reduzido. A tecnologia em questão, utilizada pela Microsoft, diz respeito à (A) OpenXML (B) Android (C) OpenLollipop (D) XHTMLFree (E) AIX/UNIX RASCUNHO Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 7

10 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS DO CARGO Uma das características do processo de soldagem MIG é (A) Uso de eletrodo não consumível de tungstênio. (B) Alta produtividade se comparado ao processo de eletrodo revestido; (C) Baixa produtividade se comparado ao processo TIG; (D) Utilização de gases de proteção contendo 100% N2 (Nitrogênio); (E) Alimentação do metal de adição de forma manual. Entre os defeitos que podem ser encontrado em uma estrutura cristalina, podemos citar, exceto: (A) Densidade de austenita. (B) Átomo intersticial. (C) Discordâncias. (D) Vazios ou lacunas. (E) Contornos de grãos. Os ensaios mecânicos fornecem características do corpo de prova ensaiado. Assinale, respectivamente, um procedimento destrutivo e um não destrutivo nas alternativas abaixo: (A) Ensaio de tração ensaio de compressão. (B) Ensaio de dobramento ensaio de fluência. (C) Ensaio de ultra-som Ensaio de líquido penetrante. (D) Ensaio de partículas magnéticas Ensaio de flexão. (E) Ensaio de tração ensaio de líquido penetrante. A corrosão é um processo prejudicial e pode culminar na perda da peça corroída. Pode-se evitá-la aplicando alguns processos de revestimentos, como os relacionados abaixo, exceto: (A) Fosfatização. (B) Decapagem. (C) Proteção catódica. (D) Galvanização. (E) Cromagem. Assinale a opção incorreta sobre a fundição de metais: (A) Peças fundidas podem apresentar formas simples e complexas. (B) O molde é o dispositivo no qual o metal fundido é colocado para que se obtenha a peça desejada. (C) Macho é um dispositivo com a finalidade de formar os vazios e furos da peça. (D) O vazamento do metal fundido no molde ocorre somente por gravidade. (E) A rebarbação é a retirada dos canais de alimentação e rebarbas Para a soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido, são necessários alguns equipamentos e acessórios. Assinale a opção incorreta: A estrutura cristalina determina as propriedades de cada material. Se, em determinado aço carbono, foi encontrado, em ensaio tração, um valor de 40 kgf/mm 2, isso equivale a (considerar g = 10 m/s 2 ): (A) 4000 MPa. (B) 0,04 MPa. (C) 4 MPa. (D) 400 MPa. (E) 0,4 MPa. A figura a seguir mostra uma instalação típica de um processo de soldagem. Assinale a opção que descreve esse processo: (A) Fonte de energia. (B) Cabo do porta-eletrodo. (C) Inversor de frequência. (D) Porta-eletrodo. (E) Cabo-terra. O processo de galvanização possui as seguintes características, exceto: (A) Durabilidade elevada. (B) Versatilidade de aplicação, que vai de pequenas peças a grandes estruturas. (C) Espessura do revestimento difícil de ser detectada. (D) Uniformidade da camada aplicada. (E) Custos de aplicação e manutenção baixos. (A) Soldagem por processo MIG. (B) Soldagem com eletrodo revestido. (C) Soldagem por processo TIG. (D) Soldagem por arco submerso. (E) Soldagem oxi-acetilênica. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 8

11 Com relação à escolha do processo de soldagem, deve-se levar em consideração Sobre a soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido, mostrada na Figura 1 abaixo, analise as afirmações abaixo: I. a natureza dos materiais a serem soldados. II. a voltagem e amperagem de alimentação. III. a espessura dos materiais. IV. a velocidade de alimentação do metal de adição. V. o projeto e dimensionamento da junta. Estão corretas as afirmações: (A) I, II e III (B) I, III e V (C) II, III e IV (D) III, IV e V (E) II e IV Assinale a assertiva correta com relação ao processo de brasagem: (A) O material base não se funde. (B) As tensões devido ao aquecimento são elevadas. (C) O material base deve, necessariamente, ter baixo ponto de fusão. (D) Não pode ser aplicado nas uniões de tubos e conexões de cobre. (E) É largamente utilizado em tubos e conexões de polietileno, principalmente nas instalações de redes de gás liquefeito de petróleo, devido ao baixo aquecimento aliado à elevada resistência ao calor desse material. Se o módulo de elasticidade do alumínio é 70 Kgf/mm 2, qual o seu valor aproximado em MPa? (Considerar g = 10 m/s 2 ). (A) 70 MPa. (B) 7 MPa. (C) 700 MPa. (D) 0,7 MPa. (E) 7000 MPa. O mapa de riscos utiliza uma padronização de cores correspondendo a diferentes riscos. Nesse sentido, a cor marrom indica risco: (A) Químico (B) Biológico (C) Físico (D) Ergonômico (E) De acidentes Figura 1 Soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido I. A escória auxilia na redução da velocidade de resfriamento do metal fundido. II. A alma do eletrodo e o seu revestimento fundem-se com o metal base, formando o metal de solda. III. Se a zona termicamente afetada esfriar-se muito rapidamente, e em determinados tipos de aços, poderá haver a formação de uma estrutura cristalina frágil e dura conhecida como martensita. IV. Neste tipo de soldagem não há quaisquer possibilidades de formação de trincas. V. Elementos de liga podem ser adicionados ao metal de solda através do revestimento do eletrodo Estão corretas apenas as afirmações (A) I, II, III, IV e V. (B) II e V. (C) I, II, IV e V. (D) II, III, IV e V. (E) I, II, III e V. Entre os tipos de caldeiras, há os flamotubulares e aquatubulares. Com relação a essas caldeiras, analise as seguintes afirmações: I. Nas flamotubulares, a água circula no interior da tubulação. II. Nas aquatubulares, a água circula no interior da tubulação. III. As aquatubulares são indicadas para maiores consumos de vapor. IV. As flamotubulares produzem vapores a altíssima pressão, podendo alcançar os 100 kgf/cm 2. Está correto apenas o que se afirma em (A) I. (B) I e III. (C) II e IV. (D) I e IV. (E) II e III. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 9

12 A figura a seguir mostra um instrumento para a medição de pressão, com duas escalas distintas, que é conhecido como: A metodologia FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) pode ser aplicada em projetos ou em processos. Uma de suas principais características é: (A) Aumentar a confiabilidade do produto/processo. (B) Alterar o ciclo de vida do produto/processo, reduzindo-o. (C) Analisar falhas do produto/processo, visando aumentar lucro líquido da empresa. (D) Prevenir potenciais falhas no processo, planejando manutenções corretivas. (E) Reduzir os retrabalhos em processos/projetos, objetivando aumentar custos de manutenção. (A) Manômetro. (B) Termômetro. (C) Micrômetro. (D) Viscosímetro. (E) Pressostato. Com relação à solda oxiacetilênica, analise as afirmações I. Os reguladores de pressão servem para indicar a pressão de saída dos gases. II. A mangueira do acetileno tem a cor preta como padrão. III. A válvula anti-retrocesso de chama impede que a chama engolida chegue aos cilindros. IV. Chama oxidante é a chama que possui excesso de oxigênio em sua constituição. Está correto apenas o que se afirma em (A) I, II e III. (B) I, II e IV. (C) III e IV. (D) I, II, III e IV. (E) II e III. As metodologias de projetos mecânicos podem ter ênfase em determinada característica, como a manutenabilidade. Outra característica que pode ser focada é: (A) Aquisição de matéria-prima. (B) Manutenção corretiva. (C) Facilidade de venda. (D) Confiabilidade. (E) Durabilidade. Uma das alternativas a seguir contém equipamentos que não são partes de um sistema pneumático ou hidráulico. Assinalea: (A) Regulador de pressão e filtros. (B) Lubrificador e secador. (C) Pistão e bomba. (D) Bomba e compressor. (E) Manômetros e isotérmico. O aço é um importante material dentro dos processos de fabricação mecânica. Com relação às suas propriedades, considere as seguintes afirmações: I. Ductilidade é a capacidade do material de ser deformado plasticamente antes de se romper. II. Elasticidade é a capacidade do material de sofrer deformação elástica. III. Dureza é a medida de resistência à penetração de uma ponta oferecida pelo material do corpo de prova. A dureza Brinell (HB), a dureza Rockwell (HR) e a dureza Vickers (HV) são alguns método de ensaio de dureza disponíveis. IV. A profundidade de têmpera ou cementação e o método de fabricação de uma peça podem ser identificados por exame metalográfico. Assinale a alternativa correta: (A) Somente as afirmativas I e II estão corretas. (B) Somente as afirmativas I e III estão corretas. (C) Todas as afirmativas estão corretas. (D) Somente as afirmativas III e IV estão corretas. (E) Somente as afirmativas II e IV estão corretas. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 10

13 Entre as técnicas de diagnóstico para manutenção, pode-se citar várias, exceto: (A) Metalografia. (B) Análise de vibrações. (C) Inspeção visual. (D) Ultrassom. (E) Partículas magnéticas. Com relação à montagem de peças, analise as afirmações abaixo: I. A limpeza tanto das peças quanto do ferramental utilizado pode ser negligenciada. II. Caso existam, deve-se consultar planos e normas de montagem. III. Pontos de referências que existem nos diferentes elementos mecânicos devem ser observados. IV. Testes de funcionamento dos elementos são desnecessários, cabendo um teste de funcionamento somente após todo o conjunto estar devidamente montado e lubrificado. V. As engrenagens devem ser montadas sem folga, a fim de se evitar ruídos e mau funcionamento do conjunto mecânico. VI. Desalinhamentos não podem ser absorvidos pelos acoplamentos flexíveis. Assinale a alternativa incorreta: (A) Aço-rápido, também conhecido como HSS (high speed steel), é um aço de alto liga com microestrutura martensítica com inclusões de carbetos. Possui boa dureza a quente, tenacidade e resistência ao desgaste. (B) O metal duro suporta uma velocidade de corte maior que o aço rápido, mantendo o fio de corte a temperaturas elevadas, comparativamente aos aços-rápidos. Os componentes mais importantes são carbeto de tungstênio e metal ligante cobalto. (C) As cerâmicas permitem velocidades de corte maiores que os obtidos com o metal duro, podendo obter-se rugosidade superficial semelhante à retificação. Podem ser empregadas em usinagens de materiais com altura dureza superficial. (D) Para cada operação de usinagem, é necessário decidir sobre os parâmetros de usinagem velocidade de corte (Vc), avanço (f), profundidade de corte (af). Considerando-se essas três variáveis, na operação de desbaste é necessária uma velocidade de corte maior que na de acabamento. (E) Diamante é um dos materiais mais duros conhecidos, podendo ser natural ou sintético, usado em usinagens finas, e podendo ser obtida uma qualidade superficial semelhante ao polimento. Assinale a alternativa correta: (A) Somente as afirmativas I, II, III, IV e V são verdadeiras. (B) Somente as afirmativas II, III e VI são falsas. (C) Somente as afirmativas II, V e VI são verdadeiras. (D) Somente as afirmativas IV, V e VI são falsas. (E) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. A Matriz Desdobramento da Qualidade é uma das ferramentas para transformar as necessidades dos consumidores em parâmetros técnicos mensuráveis. Marque o item em que há exemplo de parâmetro técnico de acordo com a citada ferramenta: (A) Produto robusto. (B) Boa dureza superficial. (C) Superfície com alto brilho. (D) Haste com boa empunhadura. (E) Botão bem fixado. Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 11

14 Concurso Público Técnico-Administrativo 2015/UFGD - Caderno de Provas Tipo A Página 12

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta.

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta. M I N I S T É R I O DA E D U C A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L DA G R A N D E D O U R A D O S P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O D E G R A D U A Ç Ã O C O O R D E N A D O R I A DO C

Leia mais

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta.

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta. M I N I S T É R I O DA E D U C A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L DA G R A N D E D O U R A D O S P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O D E G R A D U A Ç Ã O C O O R D E N A D O R I A DO C

Leia mais

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta.

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta. M I N I S T É R I O DA E D U C A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L DA G R A N D E D O U R A D O S P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O D E G R A D U A Ç Ã O C O O R D E N A D O R I A DO C

Leia mais

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta.

2) Cada questão apresenta 5 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a correta. M I N I S T É R I O DA E D U C A Ç Ã O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L DA G R A N D E D O U R A D O S P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O D E G R A D U A Ç Ã O C O O R D E N A D O R I A DO C

Leia mais

CADERNO DE PROVA 15 DE SETEMBRO DE 2012 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

CADERNO DE PROVA 15 DE SETEMBRO DE 2012 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA 1 Cada candidato receberá: CADERNO DE PROVA 15 DE SETEMBRO DE 2012 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA - 01 (um) Caderno de Prova de 10 (dez) páginas, contendo 25 (vinte e cinco) questões de múltipla

Leia mais

SIMULADO VIRTUAL. Ministério Público. do Estado do Rio de Janeiro TÉCNICO E ANALISTA ADMINISTRATIVO. Boa prova!

SIMULADO VIRTUAL. Ministério Público. do Estado do Rio de Janeiro TÉCNICO E ANALISTA ADMINISTRATIVO. Boa prova! SIMULADO VIRTUAL TÉCNICO E ANALISTA ADMINISTRATIVO INSTRUÇÕES GERAIS Você baixou: - Um caderno de questões contendo 10 (dez) questões objetivas de múltipla escolha; - Um cartão de respostas. É responsabilidade

Leia mais

Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA

Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA Concurso de Auditor da Receita Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA I. A liderança, a direção e a gerência são um mesmo papel que necessariamente deve ser desempenhado pelo administrador. II.

Leia mais

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta.

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta. DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR Analista em Gestão Especializado Administração Disciplina: Conhecimentos

Leia mais

BR 280 - KM 47 - GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com

BR 280 - KM 47 - GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com TÉCNICA DA NITRETAÇÃO A PLASMA BR 280 KM 47 GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com A Nitrion do Brasil, presente no mercado brasileiro desde 2002,

Leia mais

Soldabilidade de Metais. Soldagem II

Soldabilidade de Metais. Soldagem II Soldabilidade de Metais Soldagem II Soldagem de Ligas Metálicas A American Welding Society (AWS) define soldabilidade como a capacidade de um material ser soldado nas condições de fabricação impostas por

Leia mais

PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e

PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e PORTARIA N o 1.516, DE 12 DE SETEMBRO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e CONSIDERANDO a necessidade de reafirmar o compromisso público e formal do Ministério da Justiça

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

A Súmula Vinculante n. 33 e a contagem diferenciada de tempo especial para o servidor público

A Súmula Vinculante n. 33 e a contagem diferenciada de tempo especial para o servidor público A Súmula Vinculante n. 33 e a contagem diferenciada de tempo especial para o servidor público Thiago Martinelli Veiga 1 Resumo: o presente artigo é o resultado da interpretação da recém editada súmula

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE

TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE TERMO DE ADESÃO A CURSO ON LINE O site disponibiliza, para usuários interessados e devidamente cadastrados, os cursos de: Inspetor de Soldagem N1 EAD Inspetor de Soldagem N2 EAD Inspetor de Equipamentos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013 NOME: Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS INSTRUÇÕES 1.1. A prova é individual 1.2. Leia cuidadosamente cada questão, escolha

Leia mais

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL 13 DOS OBJETOS DE AVALIAÇÃO (HABILIDADES E CONHECIMENTOS) 13.1 HABILIDADES 13.1.1 Os itens das provas poderão avaliar

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Assistente em Administração Quanto à revogação ou invalidação dos atos administrativos, é correto afirmar que: A. o ato nulo gera direitos ou obrigações às partes,

Leia mais

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS)

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS) MINISTÉRIODAEDUCAÇÃO INSTITUTOFEDERALDEEDUCAÇÃO,CIÊNCIAE TECNOLOGIADOSUDESTEDEMINASGERAIS CONCURSOPÚBLICOPARAPROVIMENTODECARGOEFETIVODEDOCENTES ÁREA:EngenhariaMecânica

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO PROCESSO MIG BRAZING

BOLETIM TÉCNICO PROCESSO MIG BRAZING O PROCESSO Consiste na união de aços comuns, galvanizados e aluminizados, utilizando um processo de aquecimento à arco elétrico (MIG), adicionando um metal de adição a base de cobre, não ocorrendo a fusão

Leia mais

Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem

Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem Universidade Presbiteriana Mackenzie Comparação entre Tratamentos Térmicos e Método Vibracional em Alívio de Tensões após Soldagem Danila Pedrogan Mendonça Orientador: Profº Giovanni S. Crisi Objetivo

Leia mais

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista RUY ROSADO DE AGUIAR JÚNIOR** Ministro do Superior Tribunal de Justiça O Ministro Ruy Rosado de Aguiar, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

Ensaiar é preciso! Como você se sentiria se a chave que acabou

Ensaiar é preciso! Como você se sentiria se a chave que acabou A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Ensaiar é preciso! Introdução Como você se sentiria se a chave que acabou de mandar fazer quebrasse ao dar a primeira volta na fechadura? Ou se a jarra de

Leia mais

Vasos de Pressão. Ruy Alexandre Generoso

Vasos de Pressão. Ruy Alexandre Generoso Vasos de Pressão Ruy Alexandre Generoso VASOS DE PRESSÃO DEFINIÇÃO: São equipamentos que contêm fluidos sob pressão, cujo produto P x V seja superior a 8. Em que: Pressão (Kpa) Volume (m 3 ) VASOS DE PRESSÃO

Leia mais

Qualificação de Procedimentos

Qualificação de Procedimentos Qualificação de Procedimentos Os equipamentos em geral são fabricados por meio de uniões de partes metálicas entre si empregando-se soldas. Há, portanto a necessidade de se garantir, nestas uniões soldadas,

Leia mais

Unioeste Diretoria de Concursos

Unioeste Diretoria de Concursos Unioeste Diretoria de Concursos 9º Concurso Público para o Provimento de Cargos Públicos para Atuação no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) PROVA OBJETIVA Técnico Administrativo Instruções

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA IF SUDESTE MG REITORIA Av. Francisco Bernardino, 165 4º andar Centro 36.013-100 Juiz de Fora MG Telefax: (32) 3257-4100 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

Leia mais

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo de crase Sintaxe da oração e

Leia mais

Processo de Forjamento

Processo de Forjamento Processo de Forjamento Histórico A conformação foi o primeiro método para a obtenção de formas úteis. Fabricação artesanal de espadas por martelamento (forjamento). Histórico Observava-se que as lâminas

Leia mais

Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011.

Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011. Nota Técnica n 01/2011 Ementa: Apresentação da declaração de bens e rendas. Lei 8.730/93. Lei 8.429/92. Instrução Normativa do TCU nº 65, de 20 de abril de 2011. Obrigatoriedade. 1. No dia 03.05.2011 o

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

1 Qual dos documentos apresentados a seguir não necessita ser mantido sob a responsabilidade do Inspetor de Soldagem?

1 Qual dos documentos apresentados a seguir não necessita ser mantido sob a responsabilidade do Inspetor de Soldagem? 1 Qual dos documentos apresentados a seguir não necessita ser mantido sob a responsabilidade do Inspetor de Soldagem? (a) Controle de Desempenho de Soldadores e Operadores de Soldagem.. (b) Registro da

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS REITORIA - Diretoria de Gestão de Pessoas Av. Mário Werneck,

Leia mais

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Aula 10: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas emprwegadas 02:

Leia mais

1. (FCC/TRT3/Analista/2009) São exemplos de atuação concreta da Administração Pública fundada no poder de polícia em sentido estrito:

1. (FCC/TRT3/Analista/2009) São exemplos de atuação concreta da Administração Pública fundada no poder de polícia em sentido estrito: 1. (FCC/TRT3/Analista/2009) São exemplos de atuação concreta da Administração Pública fundada no poder de polícia em sentido estrito: (A) desapropriação de terras improdutivas. (B) penhora de bens em execução

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação Curso de Engenharia de Produção Processos de Fabricação Soldagem MIG/MAG MIG e MAG indicam processos de soldagem por fusão que utilizam o calor de um arco elétrico formado entre um eletrodo metálico consumível

Leia mais

Caderno de Encargos de Ferramental

Caderno de Encargos de Ferramental Caderno de Encargos de Ferramental TEV-MM-TLL 09.2009 Página 1 de 11 Índice 1. Objetivo 3 2. Procedimento 3 3. Escopo 3 4. Condições 4 5. Custos 4 6. Protótipo da ferramenta 4 7. Construção da ferramenta

Leia mais

PC-SE. Polícia Civil do Estado do Sergipe. Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1

PC-SE. Polícia Civil do Estado do Sergipe. Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1 Polícia Civil do Estado do Sergipe PC-SE Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS GERAIS LINGUA PORTUGUESA 1 Compreensão de textos. 2 Denotação e conotação...

Leia mais

DEVERES DOS AGENTES PÚBLICOS

DEVERES DOS AGENTES PÚBLICOS AGENTES PÚBLICOS José Carlos de Oliveira Professor de Direito Administrativo na graduação e no Programa de Pós-Graduação do Curso de Direito da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Unesp/Franca No

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MANDADO DE SEGURANÇA 32.833 DISTRITO FEDERAL RELATOR IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :CARLOS RODRIGUES COSTA :LUZIA DO CARMO SOUZA :PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DA

Leia mais

RESOLUÇÃO DA REITORIA Nº 003/2002, DE 29 DE JULHO DE 2002

RESOLUÇÃO DA REITORIA Nº 003/2002, DE 29 DE JULHO DE 2002 RESOLUÇÃO DA REITORIA Nº 003/2002, DE 29 DE JULHO DE 2002 Define políticas, normas e procedimentos que disciplinam a utilização de equipamentos, recursos e serviços de informática do Unilasalle. O Reitor

Leia mais

Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros

Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros Capítulo I - Do direito à informação Art. 1º O Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros tem como base o direito fundamental do cidadão à informação, que abrange

Leia mais

MECÂNICA (SUBÁREA: PROCESSOS DE FABRICAÇÃO, MECÂNICA, TRATAMENTO TÉRMICO DE MATERIAIS, ENSAIOS DESTRUTIVOS E NÃO DESTRUTIVOS) GABARITO

MECÂNICA (SUBÁREA: PROCESSOS DE FABRICAÇÃO, MECÂNICA, TRATAMENTO TÉRMICO DE MATERIAIS, ENSAIOS DESTRUTIVOS E NÃO DESTRUTIVOS) GABARITO CONCURSO PÚBLICO DOCENTE IFMS EDITAL Nº 002/2013 CCP IFMS MECÂNICA (SUBÁREA: PROCESSOS DE FABRICAÇÃO, MECÂNICA, TRATAMENTO TÉRMICO DE MATERIAIS, ENSAIOS DESTRUTIVOS E NÃO DESTRUTIVOS) Uso exclusivo do

Leia mais

BIZU DO PONTO CONCURSO DA POLÍCIA FEDERAL AGENTE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROF. FABIANO PEREIRA

BIZU DO PONTO CONCURSO DA POLÍCIA FEDERAL AGENTE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROF. FABIANO PEREIRA Olá! Seja bem-vindo ao nosso BIZU de Direito Administrativo para o concurso da Polícia Federal, mais precisamente para o cargo de Agente, cujas provas serão aplicadas em 06 de maio de 2012. A propósito,

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (Perfil 08) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (Perfil 08) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (Perfil 08) «21. A grafia incorreta do resultado da medição propicia problemas de legibilidade, informações desnecessárias e sem sentido. Considerando

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital N 01/2010, que rege este Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneas, que estiverem fora

Leia mais

CADERNO DE PROVA NÍVEL MÉDIO I N S T R U Ç Õ E S

CADERNO DE PROVA NÍVEL MÉDIO I N S T R U Ç Õ E S 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PORANGATU CADERNO DE PROVA NÍVEL MÉDIO I N S T R U Ç Õ E S Verifique se este caderno

Leia mais

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Aula 7: Tratamentos em Metais Térmicos Termoquímicos CEPEP - Escola Técnica Prof.: Transformações - Curva C Curva TTT Tempo Temperatura Transformação Bainita Quando um aço carbono

Leia mais

UDDEHOLM NIMAX UDDEHOLM NIMAX

UDDEHOLM NIMAX UDDEHOLM NIMAX UDDEHOLM NIMAX Uma ferramenta confiável e eficiente é essencial para se obter bons resultados. O mesmo se aplica na busca da alta produtividade e disponibilidade. Quando se escolhe um aço ferramenta muitos

Leia mais

Calendário reuniões ENCCLA

Calendário reuniões ENCCLA Nº 11 Fevereiro/2015 Há dez anos, teve início o modelo do hoje reconhecido Programa Nacional de Capacitação e Treinamento para o Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (PNLD). A percepção dos membros

Leia mais

Manutenção preditiva

Manutenção preditiva A UU L AL A Manutenção preditiva Uma empresa vinha desenvolvendo de modo satisfatório um programa de manutenção, porém, o relatório final de produção indicava a possibilidade de aperfeiçoamentos no processo.

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 02

PROVA ESPECÍFICA Cargo 02 18 PROVA ESPECÍFICA Cargo 02 QUESTÃO 41 As afirmativas a seguir tratam das características de alguns dos tratamentos térmicos aplicados aos aços. Verifique quais são verdadeiras (V) ou falsas (F) e marque

Leia mais

Os métodos de teste podem ser divididos grosseiramente em dois grupos:

Os métodos de teste podem ser divididos grosseiramente em dois grupos: Informativo Técnico Medição de Dureza soluções portáteis Em períodos de pressão por redução de custos e aumento da qualidade, os equipamentos portáteis de medição de dureza resultam não apenas em uma resposta

Leia mais

FICHA DE CADASTRO DE USUÁRIO:

FICHA DE CADASTRO DE USUÁRIO: FICHA DE CADASTRO DE USUÁRIO: www.condominio-on-line.com Email: * CPF / CNPJ: * Nome: * Apelido: Morador: Proprietário [ ] Inquilino [ ] * Complemento: * Tel. Celular: (Visão - Síndico) Tel. Residencial:

Leia mais

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1 CORTE DOS METAIS INTRODUÇÃO: Na indústria de conformação de chapas, a palavra cortar não é usada para descrever processos, exceto para cortes brutos ou envolvendo cortes de chapas sobrepostas. Mas, mesmo

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO REMUNERADO Edital nº. 02/2015

SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO REMUNERADO Edital nº. 02/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO REMUNERADO Edital nº. 02/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO REMUNERADO Edital nº. 02/2015 O DR. RICARDO PIOVESAN, JUIZ DE DIREITO DA, no uso de suas atribuições

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

Política de Integridade

Política de Integridade Política de Integridade 1. INTRODUÇÃO Os procedimentos aqui descritos são complementares às diretrizes do Código de Conduta da empresa, e são norteados pelo compromisso assumido junto ao Pacto Empresarial

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS. Introdução

COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS. Introdução COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS Introdução Os aços inoxidáveis austeníticos são facilmente soldados com ou sem arame de enchimento. Ë considerável a utilização

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 10 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 31 A principal diferença entre um ferro fundido e um aço (aço carbono) é o teor de carbono. Portanto os percentuais de carbono nestes elementos são: Ferro

Leia mais

Diretriz 5: A função das entidades de grau superior é de coordenar os interesses das suas filiadas.

Diretriz 5: A função das entidades de grau superior é de coordenar os interesses das suas filiadas. DIRETRIZES NORMATIVAS ELABORADAS PELO GRUPO DE TRABALHO DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SOBRE ORGANIZAÇÃO SINDICAL, NEGOCIAÇÃO COLETIVA, APLICAÇÃO DO DIREITO DE GREVE, CUSTEIO E LIBERAÇÃO DE DIRIGENTE

Leia mais

Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção

Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção Decreto Federal Regulamentador da Lei Anticorrupção Em 19 de março de 2015, foi publicado o Decreto Federal nº 8.420, de 18 de março de 2015 ( Decreto ), que regulamenta a Lei Federal nº 12.846, de 1º

Leia mais

COMUNICADO DE SELEÇÃO INTERNA

COMUNICADO DE SELEÇÃO INTERNA COMUNICADO DE SELEÇÃO INTERNA I. INFORMAÇÕES GERAIS Cargo: OFICIAL DE MANUTENÇÃO PREDIAL Vagas: 1 vaga Salário: R$ 1.614,88 Condições de Trabalho Local de Trabalho: CAT Azor Silveira Leite Matão/SP Horário

Leia mais

Dureza de materiais metálicos

Dureza de materiais metálicos Dureza de materiais metálicos Podemos considerar a dureza de um material de engenharia como sendo a propriedade mecânica de resistir à penetração ou riscamento na sua superfície. No caso dos materiais

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006. Regulamenta o 5 o do art. 198 da Constituição, dispõe sobre o aproveitamento de pessoal amparado

Leia mais

Edital Verticalizado Concurso INSS 2016

Edital Verticalizado Concurso INSS 2016 Edital Verticalizado Concurso INSS 2016 Edital INSS 2016 O Focus Concursos Online oferece aos que desejam se preparar, um curso teórico, atualizado, com todas as disciplinas. Assista às aulas e fique totalmente

Leia mais

ACUMULAÇÃO DE CARGOS PÚBLICOS POR MILITARES

ACUMULAÇÃO DE CARGOS PÚBLICOS POR MILITARES ACUMULAÇÃO DE CARGOS PÚBLICOS POR MILITARES 1. INTRODUÇÃO O presente estudo tem por finalidade analisar a possibilidade de um militar exercer, na ativa ou na reserva remunerada, outro cargo público e receber,

Leia mais

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP Professor no Curso FMB - SP Autor do Manual Elementos de Direito Administrativo Editora

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA Sindilojas, 24 de julho de 2014 Legislação da CIPA Decreto-lei nº 7.036 de 10/11/1944 (Lei de Acidentes do Trabalho): Art. 82. Os empregadores, cujo número

Leia mais

CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM DIREITO I N S T R U Ç Õ E S

CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM DIREITO I N S T R U Ç Õ E S 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS QUIRINÓPOLIS CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM DIREITO I N S T R U Ç Õ E S Verifique

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. Não efetue qualquer marcação nos campos destinados à atribuição de notas.

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. Não efetue qualquer marcação nos campos destinados à atribuição de notas. INSTRUÇÕES Verifique, com muita atenção, este Caderno de QUESTÕES que deverá conter 14 (treze) questões de múltipla escolha, sendo 10 (dez) de Conhecimentos Específicos de Técnico de Informática e 4 (quatro)

Leia mais

LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 5026 DE 19 DE MAIO 2009 Dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações Sociais e dá outras providências. Autor: Poder Executivo O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que

Leia mais

CONCURSO SEMANA DO MEIO AMBIENTE UFSC COMO POSSO CONTRIBUIR PARA A SUSTENTABILIDADE NA UFSC?

CONCURSO SEMANA DO MEIO AMBIENTE UFSC COMO POSSO CONTRIBUIR PARA A SUSTENTABILIDADE NA UFSC? CONCURSO SEMANA DO MEIO AMBIENTE UFSC COMO POSSO CONTRIBUIR PARA A SUSTENTABILIDADE NA UFSC? TÍTULO I - Da Caracterização Art. 1º. O Concurso SEMANA DO MEIO AMBIENTE UFSC é uma promoção da Coordenadoria

Leia mais

- Válvulas com Flange -

- Válvulas com Flange - Procedimentos de Montagem e Manutenção - Válvulas com Flange - Para Sistemas de Vapor, Óleo Térmico e Outros Processos Industriais. Em uma instalação industrial de aquecimento, devem ser previstas facilidades

Leia mais

PROJETO DE LEI nº, de 2012 (Do Sr. Moreira Mendes)

PROJETO DE LEI nº, de 2012 (Do Sr. Moreira Mendes) PROJETO DE LEI nº, de 2012 (Do Sr. Moreira Mendes) Dispõe sobre o conceito de trabalho análogo ao de escravo. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Para fins desta Lei, a expressão "condição análoga à

Leia mais

o PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTiÇA, no uso de suas atribuições constitucionais e regimentais, e

o PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTiÇA, no uso de suas atribuições constitucionais e regimentais, e RESOLUÇÃO N.o 83, de 10 de junho de 2009. Dispõe sobre a aquisição, locação e uso de veículos no âmbito do Poder Judiciário brasileiro e dá outras providências. o PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTiÇA,

Leia mais

Para atingir tais objetivos, lembramos que o Regimento Geral da Universidade Anhembi Morumbi determina que:

Para atingir tais objetivos, lembramos que o Regimento Geral da Universidade Anhembi Morumbi determina que: Código de Conduta O presente código de conduta foi elaborado pela Pró-Reitoria Acadêmica para descrever o que se espera do comportamento dos alunos no interior das instalações da Universidade e as possíveis

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Introdução: A manutenção preditiva é a primeira grande quebra de paradigma nos tipos de manutenção. No Brasil a aplicação é pequena apenas

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse molde é (quase) para sempre Manuais ou mecanizados, de precisão, não importa qual o processo de fundição que tenhamos estudado até agora, todos tinham em comum duas coisas: o fato de que o material

Leia mais

NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO LABORATORISTAS ENSAIOS MECÂNICOS EM MATERIAIS METÁLICOS N. º DOCUMENTO: PNCO-LA-CS-001

NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO LABORATORISTAS ENSAIOS MECÂNICOS EM MATERIAIS METÁLICOS N. º DOCUMENTO: PNCO-LA-CS-001 NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO LABORATORISTAS ENSAIOS MECÂNICOS EM MATERIAIS METÁLICOS N. º DOCUMENTO: PNCO-LA-CS-001 1 DE 14 1. ESCOPO 3 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS 3 3. ABREVIATURAS

Leia mais

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da

materiais ou produtos,sem prejudicar a posterior utilização destes, contribuindo para o incremento da Definição De acordo com a Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos, ABENDE, os Ensaios Não Destrutivos (END) são definidos como: Técnicas utilizadas no controle da qualidade, d de materiais ou

Leia mais

Instruções para classificação de processos quanto ao nível de acesso no SEI-MP

Instruções para classificação de processos quanto ao nível de acesso no SEI-MP Instruções para classificação de processos quanto ao nível de acesso no SEI-MP O SEI-MP é uma ferramenta que traz inúmeras vantagens para a Administração Pública, e em diversos campos. Talvez as melhorias

Leia mais

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO ALTERAÇÕES NORMATIVAS DECORRENTES DE REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS IMPLEMENTADAS OU PROPOSTAS, CLASSIFICADAS POR ASSUNTO, A PARTIR DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20/98 - QUADRO COMPARATIVO - MAGNO ANTÔNIO CORREIA

Leia mais

MANUAL ESPECIAL 1. FINALIDADE

MANUAL ESPECIAL 1. FINALIDADE MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0041 CRUZETAS DE AÇO TUBULAR 1/14

Leia mais

C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL

C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL 1. CONHECIMENTOS GERAIS 1.1. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão e intelecção de textos. 2. Tipologia textual. 3. Ortografia

Leia mais

Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro:

Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro: PROVA OBJETIVA PORTUGUÊS Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro: A) extinção analisar meritíssimo expediente; B) estinssão analizar meritíssimo expediente; C)

Leia mais

Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ

Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1 Essa obra, abrange todo o aspecto legal sobre Improbidade Administrativa; 2 Os profissionais

Leia mais

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO

PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO PLANO DE CURSO SIMPLIFICADO CURSO: MECÂNICO DE AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO - PRONATEC 200 horas ÁREA: AUTOMOTIVA MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL UNIDADE(S) HABILITADA(S): CT PALMAS Plano de Curso

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação Curso de Engenharia de Produção Processos de Fabricação Forjamento: O forjamento, um processo de conformação mecânica em que o material é deformado por martelamentoou prensagem, é empregado para a fabricação

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

Materiais têm personalidade?

Materiais têm personalidade? Materiais têm personalidade? Introdução O pior é que têm! Como? Pense um pouco. Por que o plástico é plástico? Por que o alumínio é mais leve que o ferro? Por que a borracha depois de esticada volta a

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ÉTICA PÚBLICA DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ÉTICA PÚBLICA DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ÉTICA PÚBLICA DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CARLOS HENRIQUE FOCESI SAMPAIO, brasileiro, Deputado Federal, Líder do PSDB na Câmara dos Deputados, com endereço

Leia mais

Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas. Lei Ordinária nº 2869/2003 de 22/12/2003

Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas. Lei Ordinária nº 2869/2003 de 22/12/2003 Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas Voltar Imprimir Ver Leis Associadas Lei Ordinária nº 2869/2003 de 22/12/2003 Ementa INSTITUI o CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS CIVIS E

Leia mais

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais.

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais. TRE-MT ANALIS. JUD. ADM CESPE 9. Assinale a opção correta com relação aos órgãos da justiça eleitoral. a) A justiça eleitoral é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), pelo TRE, na capital de

Leia mais