CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR"

Transcrição

1 1. PREÂMBULO CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARA O ENSINO SUPERIOR I. O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DO PARANÁ - SEBRAE/PR, entidade associativa de direito privado, sem fins lucrativos, instituída sob a forma de serviço social autônomo, com sede na Rua Caeté, nº. 150, Prado Velho, na cidade de Curitiba, inscrita no CNPJ sob nº / , através da Unidade de Ambiente de Negócios - UAN, realiza chamada pública com o objetivo de disseminar o empreendedorismo das Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná, nas condições estabelecidas nesta Chamada. II. O presente edital e seus anexos podem ser retirados gratuitamente no Portal do SEBRAE/PR. 2. OBJETIVO DA CHAMADA PÚBLICA 2.1. Este Edital de Chamada Pública destina-se a selecionar e apoiar tecnicamente propostas das Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná, visando à promoção da Educação Empreendedora para seus alunos. O SEBRAE/PR fornecerá, sem custos para a IES, como contrapartida: I. Um curso de formação de até dois professores da IES selecionada com a Universidade norte-americana número 1 na temática de empreendedorismo: Babson College. O curso será realizado em Curitiba/PR no período de 12 a 15/10/2015 em Curitiba/PR, ou seja, serão 4 dias com 8 horas por dia, totalizando 32 h de curso. Será fornecido um certificado da Babson College a cada participante aprovado e que tenha 100% de presença; II. Duas visitas de orientação técnica na IES para assessorar na implementação das ações que a IES selecionada se comprometeu a realizar. As datas de realização destas visitas serão acordadas entre a IES e o SEBRAE/PR; III. Um workshop de follow up reunindo as IES selecionadas através deste edital com a Babson College, a ser realizado em Curitiba/PR no mês de setembro ou outubro de Serão selecionadas 16 Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná mais bem avaliadas, conforme critérios e condições estabelecidas nesta Chamada Púbica no Anexo 1 1

2 2.3. Em caso de empate entre duas ou mais IES, será utilizado como critério de desempate o número total de alunos regularmente matriculados. Em persistindo o empate, a definição se dará por sorteio As ações serão realizadas em parceria entre o SEBRAE/PR e as IES selecionadas e não envolverá repasse de recursos financeiros São premissas para atingir a efetividade na implantação e operação deste projeto: I. Participação da instituição selecionada indicando no máximo 2 professores que tenham envolvimento com o tema empreendedorismo e negócios; II. Comprometimento da IES e seus professores na realização de ações que visem disseminar o empreendedorismo dentro da instituição. III. Realização das ações de disseminação do empreendedorismo nas IES que deverão ocorrer no prazo de 12 meses a partir da concretização da parceria; IV. Realização por parte do SEBRAE/PR do curso aos professores indicados pela IES, com a Babson College; duas visitas de orientação técnica, que apoiarão a implementação das ações; workshop de troca de experiências ao final dos 12 meses também com a condução da Babson College que reunirá todas as IES participantes do projeto. 3. DOS PRAZOS 3.1. A presente Chamada Pública obedecerá às seguintes etapas e cronograma: Datas limites Descrição da atividade 08/07/2015 Lançamento do Edital de Chamada Pública 15/08/2015 Entrega das propostas 15/09/2015 Julgamento das propostas 22/09/2015 Divulgação do resultado 25/09/2015 Envio de Recursos 29/09/2015 Divulgação do resultado final e inscrição 05/10/2015 Assinatura do termo de cooperação 3.2. O prazo de execução de cada convênio (termo de cooperação) deverá ser de até 12 (doze) meses contados a partir da data de sua assinatura entre o SEBRAE/PR e a IES. Este prazo poderá ser prorrogado mediante solicitação formal da IES, devidamente justificada e aceita pelo SEBRAE/PR. 4. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 4.1. Somente serão analisadas as propostas apresentadas por Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná - faculdades, centros universitários ou universidades, públicas ou privadas, credenciadas pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação MEC/SESU e que apresentem os Documentos de Elegibilidade relacionados no ANEXO 2 desta chamada. 2

3 5. DOS RECURSOS FINANCEIROS 5.1. Não haverá aplicação de recurso financeiro direto nas IES que forem classificadas neste edital. 6. DA VEDAÇÃO 6.1. É vedado formalizar convênio com IES que tenha recebido recursos do SEBRAE/PR e que estejam pendentes de prestação de contas final, após o prazo estabelecido no convênio. 7. DO CONTEÚDO E ENVIO DAS PROPOSTAS 7.1. A IES proponente deverá enviar sua proposta em meio impresso, de acordo com os seguintes procedimentos: I. Ao SEBRAE/PR, na versão original, por meio de correspondência ao SEBRAE/PR, localizada no endereço indicado no preambulo deste edital e no quadro abaixo, assinada pelos representantes legais da IES proponente, até a data-limite estabelecida no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública. À versão original, deverão ser anexados os documentos relacionados no ANEXO 2 deste Edital de Chamada Pública. II. A proposta da IES deverá ser entregue conforme Anexo 3, diretamente no SEBRAE/PR ou a ele remetida, pelo correio, mediante registro postal ou equivalente, com a comprovação da postagem até a data limite para envio da versão original prevista no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública, devendo constar no envelope a seguinte identificação: Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná SEBRAE/PR EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE Nº 03/2015 Educação Empreendedora nas Universidades Brasileiras. Unidade de Ambiente de Negócios UAN Coordenação Educação Empreendedora Rua Caeté, 150 Prado Velho CEP: Curitiba/PR III. Após a data-limite para apresentação da proposta, estabelecida no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública, nenhuma outra será recebida, assim como não serão aceitos adendos ou esclarecimentos que não forem explícita e formalmente solicitados pelo SEBRAE/PR. 8. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS 8.1. O julgamento das propostas será realizado em duas etapas: etapa de préqualificação e etapa de avaliação Etapa de pré-qualificação 3

4 Esta etapa é eliminatória e consistirá no exame formal da proposta pelo SEBRAE/PR, segundo os seguintes critérios: I. Elegibilidade das IES participantes, conforme estabelecido no item 4.1 deste Edital de Chamada Pública e no ANEXO 2; II. Envio da proposta até as datas-limite estabelecidas no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública; III. Encaminhamento da proposta de acordo com o item 7 deste Edital de Chamada Pública; IV. O não atendimento a qualquer um dos itens desta etapa implicará desclassificação Da avaliação Esta etapa é classificatória e consistirá do exame formal da proposta pelo SEBRAE/PR, segundo os Critérios, Notas e Pesos para Avaliação, conforme o ANEXO 1 deste Edital de Chamada Pública As propostas serão avaliadas pelo Comitê interno do SEBRAE/PR, composto por técnicos do SEBRAE/PR e por consultores credenciados envolvidos no tema empreendedorismo e coordenados pelo gestor do Programa de Educação Empreendedora. 9. DA SELEÇÃO DAS PROPOSTAS E DIVULGAÇÃO DO RESULTADO PRELIMINAR 9.1. As propostas recomendadas pelo Comitê interno do SEBRAE/PR, na forma do item deste Edital de Chamada Pública serão submetidas à apreciação e decisão final da Diretoria Executiva do SEBRAE/PR; Após análise e decisão quanto aos recursos eventualmente interpostos, a divulgação do resultado definitivo será realizada na data constante no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública, no site do SEBRAE/PR (http://www.sebraepr.com.br). A IES proponente selecionada poderá ter acesso individual às notas obtidas, fornecidas ao seu representante legal, mediante requerimento ao SEBRAE/PR. 10. DOS RECURSOS Eventuais recursos ao resultado deverão ser apresentados ao SEBRAE/PR, por e- mail, até às 18 horas (horário de Brasília) da data constante no subitem 3.1 deste Edital de Chamada Pública, informando o Nome da IES proponente, o respectivo CNPJ e as justificativas fundamentadas ao recurso interposto, no seguinte endereço eletrônico: 4

5 11. DA FORMALIZAÇÃO DO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA A Instituição de Ensino Superior proponente figurará no convênio com a denominação de CONVENENTE, enquanto que o SEBRAE/PR figurará como CONCEDENTE. Para efetivar a formalização do convênio, a IES proponente deverá comprovar sua situação de regularidade, além de outros documentos, conforme discriminação contida no ANEXO 2 deste Edital de Chamada Pública. 12. DA EXECUÇÂO E MONITORAMENTO As atividades de execução e monitoramento serão fundamentais para a obtenção dos resultados do projeto, principalmente no que se refere ao modelo operativo que conforma o relacionamento do Sistema SEBRAE com a IES, de acordo com as seguintes atribuições: Ao SEBRAE/PR compete prover apoio técnico à IES e monitorar a execução do objeto do convênio Às IES compete prover infraestrutura física e de recursos humanos para as ações que se comprometeu a realizar, cumprir as metas de atendimento para alunos envolvidos nas ações de empreendedorismo, e monitorar e avaliar estas atividades junto à comunidade acadêmica O monitoramento será de responsabilidade do SEBRAE/PR e será realizado através das Visitas de Orientação Técnica, por técnicos e/ou consultores credenciados do SEBRAE/PR, para constatar e orientar as ações de empreendedorismo indicadas na proposta apresentada. 13. DA PRESTAÇÃO DE CONTAS A prestação de contas deverá ser apresentada em até 30 (trinta) dias após o encerramento da execução do convênio. A IES apresentará ao SEBRAE/PR o Relatório de Prestação de Contas O Relatório de Prestação de Contas deverá explicitar as ações executadas em 2016 e a quantidade de alunos atendidos, com os seguintes dados: nome completo e CPF Caberá ao SEBRAE/PR através de técnicos e/ou de consultores credenciados, realizar a auditoria para comprovação da Prestação de Contas apresentada pela IES, isto se dará pela realização de Visitas de Orientação Técnica previstas neste edital. 14. DO RESSARCIMENTO A IES conveniada que não realizar as ações contidas na sua proposta apresentadas para esta chamada pública, estará sujeita ao pagamento ao SEBRAE/PR do valor de R$ ,00 (quinze mil reais), 30 dias após o término do convênio, equivalente ao custo da formação dos professores feito pela Babson College. 5

6 15. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS I. Este Edital de Chamada Pública destina-se às Instituições de Ensino Superior IES sediadas no Paraná; II. Este Edital de Chamada Pública poderá ser revogado ou anulado, no todo ou em parte, a qualquer tempo, por interesse do SEBRAE/PR, sem que isso implique direito de indenização ou reclamação de qualquer natureza; III. A Instituição proponente será responsável pelas ações programadas e pela designação dos professores que participarão da capacitação; IV. As decisões proferidas pela Diretoria Executiva do SEBRAE/PR são terminativas; V. As ações de divulgação (eventos, folders, catálogos, impressos, etc.) da Instituição de Ensino Superior relativas as ações objeto do Convênio deverão fazer referência ao apoio recebido do SEBRAE, com sua correspondente logomarca; VI. Informações adicionais sobre este Edital e seus desdobramentos poderão ser obtidas no site do SEBRAE/PR (www.sebraepr.com.br). 16. DOS DOCUMENTOS DE ORIENTAÇÃO Compõem este Edital de Chamada Pública, independentemente de transcrição, os seguintes anexos: ANEXO 1 - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANEXO 2 DOCUMENTOS DE ELEGIBILIDADE; ANEXO 1 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA E CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO PARA A SELEÇÃO DA IES 6

7 ANEXO 1 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação de cada IES será realizada os critérios contidos no quadro abaixo: AVALIAÇÃO Nome da Instituição de Ensino Superior: Avaliação da proposta pré-qualificada para participação no edital Notas de 1 a 5 PONTOS CRITÉRIOS PESO (2) (1) I. Perfil da IES 4 II. Interesse dos professores 5 III. Qualificação dos professores 3 IV. Ações de Empreendedorismo para V. IES conveniada com o SEBRAE por meio da VI. chamada pública SEBRAE-UCE 001/2913 IES com alunos inscritos no Desafio Universitário empreendedor TOTAL DE PONTOS TOTAL DE PONTOS (3) A totalização dos pontos de cada IES será realizada na seguinte sequência: 1º. Será apurado o total de pontos de cada critério individualmente e inserido na coluna (1). 2º. Serão multiplicados os pontos da coluna (1) pelo Peso definido na coluna (2) 3º. O resultado da multiplicação será inserido na coluna (3) Total de Pontos. 4º. Por último serão somados os pontos da coluna (3), obtendo assim a totalização dos pontos da IES. Após a totalização de pontos de cada IES e a colocação em ordem decrescente de pontos, serão definidas quais as IES que serão atendidas por este edital, atendendo ao disposto no item 2.2 deste edital. 7

8 ANEXO 2 DOCUMENTOS DE ELEGIBILIDADE Cópia da ata de eleição ou do ato de designação de pessoas habilitadas a representar a IES. Cópia da carteira de identidade (RG ou Identidade Profissional) e do CPF dos representantes legais da IES e da prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda CNPJ. Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União perante a Receita Federal e respectiva Autenticação. Certidão Negativa de Débitos Previdenciários CND perante a Receita Federal e respectiva Autenticação. Certificado de Regularidade do FGTS CRF e respectiva Autenticação. Certidão Negativa de Débito Estadual e Certidão Negativa de Débito Municipal, com respectivas Autenticações. Na sua falta deverá ser apresentada declaração da IES, assinada pelos representantes legais ou pelo seu contador, informando que possui isenção tributária e se responsabilizando pela informação prestada. Prova da existência/constituição da IES há, pelo menos, três anos. 8

9 ANEXO 3 - ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA E CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO PARA A SELEÇÃO DA IES 1. Apresentação da IES a. Conteúdo Proposto: Incluir antecedentes/histórico, infraestrutura física e de recursos humanos (corpo docente, corpo discente e quadro de funcionários), campi existentes, planos de ampliação, cursos ofertados, etc. b. Critério de Pontuação: Não será pontuado. 2. Público-alvo a. Conteúdo Proposto: Inserir a quantidade de alunos que a IES pretende beneficiar de forma intencional direta e indiretamente; b. Critério de Pontuação: Não será pontuado. 3. Perfil da IES a. Conteúdo Proposto: A IES deve relacionar e apresentar as ações realizadas durante o ano de 2014 em Empreendedorismo (seminários, palestras, disciplinas, etc.) e o respectivo número de alunos atendidos, conforme tabela 1 abaixo: Perfil da IES Nº Descrição da ação 1 Disciplina de empreendedorismo 2 Palestras ou seminários sobre empreendedorismo TOTAL Tabela 1 Ações realizadas pela IES em 2014 Nº de alunos atendidos 2014 b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme o total de pontos obtido na tabela 1, em função dos ranges indicados abaixo: i. De 1 a 100 alunos atendidos 10 pontos ii. De 101 a 200 alunos atendidos 20 pontos iii. De 201 a 500 alunos atendidos 40 pontos iv. De 501 a 1000 alunos atendidos 80 pontos v. Acima de 1000 alunos atendidos pontos Segue abaixo o que compreende cada tipo de ação acima descrita na tabela 1 e os documentos exigidos para comprovar a ação e o número de alunos atendidos: Disciplina de empreendedorismo Esta ação compreende a realização de uma disciplina de empreendedorismo ou afins (ex.: gestão, Jogo de Empresa, plano negócio) na IES em Como alunos atendidos deverão ser indicados somente os alunos atendidos em A comprovação se dará através de documentação que demonstre a realização do curso em 2014 com a lista de presença assinada ou diário do professor devidamente assinado. 9

10 Palestras ou seminários sobre empreendedorismo Esta ação compreende a realização de eventos como palestras, seminários ou workshops específicos sobre empreendedorismo (comportamento empreendedor, startup, plano de negócio, canvas) no ano de Como alunos atendidos deverão ser considerados somente os alunos da IES que participaram efetivamente dos eventos em A comprovação se dará através da lista de presença pelos alunos atendidos. 4. Interesse dos professores a. Conteúdo Proposto: A IES deverá indicar 2 professores para participar da capacitação em Educação Empreendedora alvo deste edital. Fornecer dos professores indicados: nome completo, número do RG Registro Geral, número do CPF Cadastro de Pessoas Físicas, disciplinas ligadas a Empreendedorismos lecionadas pelo professor entre os anos de 2000 e 2014 e número de alunos atendidos nas disciplinas de Empreendedorismo lecionadas pelo professor entre os anos de 2000 e A IES deverá apresentar comprovação através de cópia autenticada de diários de classe ou lista de presença assinada pelos alunos das disciplinas de empreendedorismo ou afins (ex.: gestão, Jogo de Empresa, plano negócio) assinadas pelo professor. b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme o número de alunos atendidos, em função dos ranges indicados abaixo: i. De 1 a 100 alunos atendidos 10 pontos ii. De 101 a 200 alunos atendidos 20 pontos iii. De 201 a 500 alunos atendidos 40 pontos iv. De 501 a 1000 alunos atendidos 80 pontos v. Acima de 1000 alunos atendidos pontos 5. Qualificação dos professores a. Conteúdo Proposto: A IES deverá indicar a titulação de cada um dos professores indicados e apresentar comprovação através de cópia autenticada de certificados que comprovem a titulação em grau superior, tais como: certificados de conclusão de graduação, MBA/pós-graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado, etc. b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme o número de certificados que o professor possui, em função dos ranges indicados abaixo. Será pontuado apenas um certificado/diploma em cada categoria. i. Certificado/diploma de graduação 5 pontos ii. MBA/pós-graduação 10 pontos iii. Mestrado 20 pontos iv. Doutorado 40 pontos v. Pós-doutorado - 50 pontos 6. Ações de Empreendedorismo propostas para realização em 2016 a. Conteúdo Proposto: A IES deve relacionar as ações de empreendedorismo e a quantidade de alunos que serão atendidos no ano de 2016, conforme Tabela 2 - Ações de Empreendedorismo para 2016, em decorrência de sua participação neste programa. Destacar a importância das ações na IES. 10

11 Nº Descrição da ação A B AÇÕES DE EMPREENDEDORISMO PARA 2016 Implantar ou ampliar disciplina de empreendedorismo Realizar palestras ou seminários sobre empreendedorismo TOTAL Tabela 2 Ações de Empreendedorismo para 2016 Nº de alunos que serão atendidos As ações indicadas na Tabela 2 Ações de Empreendedorismo para 2016 não poderão incluir ações que tenha ou estejam sendo realizadas através do edital de chamada pública 001/2013 SEBRAE UCE. b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme o total de pontos obtido na tabela 2 em função dos ranges indicados abaixo: i. De 1 a 100 alunos atendidos 10 pontos ii. De 101 a 200 alunos atendidos 20 pontos iii. De 201 a 500 alunos atendidos 40 pontos iv. De 501 a 1000 alunos atendidos 80 pontos v. Acima de 1000 alunos atendidos pontos Segue abaixo o que compreende cada tipo de ação apresentada na tabela 2: o o Implantar ou ampliar disciplina de empreendedorismo Esta ação compreende a implantação ou ampliação de uma disciplina de empreendedorismo na IES. A disciplina de ser aplicada durante um ciclo do curso, seja ele semestral ou anual e deve ter uma carga horária total de 24 horas aula. Como alunos atendidos deverão ser indicados somente os alunos atendidos pela ampliação ou implantação do curso em A comprovação se dará através de documentação que demonstre a criação do curso em 2016 e a lista de presença assinada pelos alunos ou diário do professor devidamente assinado. Palestras ou seminários sobre empreendedorismo Esta ação compreende a realização de eventos como palestras, seminários ou workshops e deve ter uma carga horária individual mínima de 2 horas. Como alunos atendidos deverão ser considerados somente os alunos da IES que participarem efetivamente do evento. A comprovação se dará através da lista de presença assinada pelos alunos. As ações A e B indicadas na Tabela 2 Ações de Empreendedorismo para 2016, devem ser realizadas obrigatoriamente. Incluindo o número de alunos que serão atendidos, caso a ação não seja realizada ou realizada parcialmente, a IES ficará sujeita ao pagamento dos valores previstos no item 14 deste edital. 11

12 7. IES conveniada com o SEBRAE no edital de chamada pública 001/2013 SEBRAE UCE a. Conteúdo Proposto: A IES deverá indicar se é conveniada com o SEBRAE por meio do edital de chamada pública 001/2013 SEBRAE UCE. b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme a situação atual da IES conveniada em relação a chamada pública 001/2013 SEBRAE UCE, conforme abaixo: i. Instituição não conveniada 0 pontos ii. Instituição conveniada que ainda não tenha prestado contas da primeira parcela do convenio - 20 pontos iii. Instituição conveniada que já tenha prestado contas e recebido a 2ª parcela do convenio 100 pontos 8. IES com alunos inscritos no Desafio Universitário Empreendedor a. Conteúdo Proposto: O SEBRAE indicará o número de alunos da IES inscritos no Desafio Universitário Empreendedor ciclo 2015, em função dos registros internos de inscrições de alunos na data de entrega das propostas. b. Critério de Pontuação: A pontuação será imputada conforme o total de alunos inscritos na data de entrega da proposta, em função dos ranges indicados abaixo: i. De 1 a 10 alunos inscritos 5 pontos ii. De 11 a 20 alunos inscritos 10 pontos iii. De 21 a 70 alunos inscritos 40 pontos iv. De 71 a 150 alunos inscritos 60 pontos v. Acima de 151 alunos inscritos pontos 9. Indicação de 2 professores a. Conteúdo Proposto: A IES deverá indicar 1 ou 2 professores para participar do: Curso em empreendedorismo com a Babson College a ser realizado em Curitiba/PR de 12 a 15/10/2015, com 8 horas dia, totalizando 32 h. Workshop de follow up de 8 h de duração com a Babson College a ser realizado em Curitiba/PR no mês de setembro ou outubro de A IES deverá incluir na documentação uma declaração em que se compromete a: Liberar os professores para o curso em empreendedorismo A liberar os professores para a participação no Workshop de follow up Pagar as despesas de translado, hospedagem e alimentação dos professores que participarem do curso em empreendedorismo e do workshop de follow up. b. Critério de Pontuação: Não será pontuado. 12

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE/RJ - Nº 01/2016 - Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior.

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE/RJ - Nº 01/2016 - Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior. EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE/RJ - Nº 01/2016 - Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro SEBRAE/RJ, entidade

Leia mais

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE Brasília, 2015 O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE, entidade associativa de Direito

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL EDITAL DE SELEÇÃO E FINANCIAMENTO DE PROJETOS ESCOTEIROS -1/2013 A União dos Escoteiros do Brasil torna público o Edital para seleção e financiamento de projetos escoteiros,

Leia mais

Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/ Pesquisa-ação em iniciativas educacionais

Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/ Pesquisa-ação em iniciativas educacionais MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DE POLÍTICAS CULTURAIS - SPC DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO - DEC CHAMAMENTO PUBLICO N 01/2011 Chamamento Público para o Programa Educação e Cultura nas Escolas Públicas/

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA

SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA SELEÇÃO PÚBLICA FUNDAÇÃO CERTI 01/2009 SUBVENÇÃO ECONÔMICA À INOVAÇÃO PROGRAMA PRIME - PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA 1. APRESENTAÇÃO O Programa Prime - Primeira Empresa Inovadora - visa apoiar empresas nascentes

Leia mais

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Chamada Pública 11/2014 Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Acordo CAPES/FA A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com a Coordenação

Leia mais

EDITAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ INOVAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS EMPRESAS N.º 12/2010

EDITAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ INOVAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS EMPRESAS N.º 12/2010 EDITAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ INOVAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS EMPRESAS N.º 12/2010 A FUNCAP, vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do

Leia mais

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO

EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL FAPES/MCT 004/08 PROGRAMA DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA - MCT e a FUNDAÇÃO DE APOIO A CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO - FAPES tornam público

Leia mais

CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO

CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO CHAMADA DE PROJETOS nº 16/2011 PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO A Fundação Araucária, torna pública a presente Chamada de Projetos e convida os pesquisadores das Instituições de Ensino Superior e de

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 Instituto Marca de Desenvolvimento Socioambiental - IMADESA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 >> Leia com atenção o Edital antes de preencher o formulário para apresentação de projetos. I.

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO À SAÚDE DA PESSOA IDOSA. O MINISTÉRIO DA SAÚDE, representado

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 002 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores

ATO CONVOCATÓRIO 002 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores ATO CONVOCATÓRIO 002 2013 OBJETO: Credenciamento de Consultores O INSTITUTO QUALIDADE MINAS, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse

Leia mais

EDITAL Associação Aliança Empreendedora Projeto Geração Empreendedora 1/2014

EDITAL Associação Aliança Empreendedora Projeto Geração Empreendedora 1/2014 EDITAL Associação Aliança Empreendedora Projeto Geração Empreendedora 1/2014 EDITAL PARA TRANSMISSÃO DE METODOLOGIA DE APOIO A MICROEMPREENDEDORES INDIVIDUAIS A Aliança Empreendedora é uma organização

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos que contribuam para o empoderamento das mulheres

Leia mais

Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes

Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes CHAMADA PÚBLICA 17/2015 Programa de Bolsas de Estágio Pós-Doutoral no Exterior para Docentes (Acordo Capes/FA) A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná

Leia mais

1. PREÂMBULO 2. DO NÚMERO DE VAGAS. 2.1 Serão oferecidas 15 (quinze) vagas. 3. DA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

1. PREÂMBULO 2. DO NÚMERO DE VAGAS. 2.1 Serão oferecidas 15 (quinze) vagas. 3. DA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTATÍSTICA EDITAL No. 1/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTATÍSTICA PARA O CURSO DE MESTRADO ACADÊMICO PARA O

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2014. Seleção de Empresas para Participação na Feira SIAL Paris

CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2014. Seleção de Empresas para Participação na Feira SIAL Paris CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2014 Seleção de Empresas para Participação na Feira SIAL Paris Porto Alegre 2014 2 PREÂMBULO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SEBRAE/RS,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS SEBRAE/PR SISTEMA FECOMÉRCIO SESC/SENAC Nº 05/2015

CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS SEBRAE/PR SISTEMA FECOMÉRCIO SESC/SENAC Nº 05/2015 CHAMADA PÚBLICA DE PROJETOS SEBRAE/PR SISTEMA FECOMÉRCIO SESC/SENAC Nº 05/2015 SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA PARTICIPAÇÃO NA MISSÃO DO COMÉRCIO 2015 DESTINOS: CURITIBA/PR E SÃO PAULO/SP Curitiba Julho/2015

Leia mais

1º Edital Petrobras de Festivais de Música

1º Edital Petrobras de Festivais de Música 1º Edital Petrobras de Festivais de Música REGULAMENTO OBJETIVOS DO EDITAL O apoio previsto neste regulamento tem como objetivos promover: 01. a formação de público para os diversos segmentos da música

Leia mais

Edital para Exposição de Oportunidades de Negócios na 5ª Edição da SEMANA SEBRAE DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 2015 I DA CONVOCAÇÃO II DO EVENTO

Edital para Exposição de Oportunidades de Negócios na 5ª Edição da SEMANA SEBRAE DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 2015 I DA CONVOCAÇÃO II DO EVENTO I DA CONVOCAÇÃO O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ, entidade associativa de direito privado, sem fins lucrativos, comunica e convida empresas do setor

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 Chamada de Projetos Pública 04/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do

Leia mais

EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ALTERADO PELA DIREX NA 219ª REUNIÃO ORDINÁRIA Chamada Pública para seleção de propostas para auxílio financeiro à organização de eventos técnicocientíficos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 O Instituto Tribos Jovens, associação civil sem fins lucrativos, com sede em Porto Seguro/BA, na Rua Saldanha

Leia mais

Edital Instituto Sabin - 01/2015

Edital Instituto Sabin - 01/2015 Edital Instituto Sabin - 01/2015 Seleção pública de iniciativas empreendedoras socioambientais inovadoras para parceria com o Instituto Sabin O Instituto Sabin, torna público o presente Edital e convoca

Leia mais

PROGRAMA STANFORD. Esta é uma 2ª chamada, com foco em empresas Médias e Grandes.

PROGRAMA STANFORD. Esta é uma 2ª chamada, com foco em empresas Médias e Grandes. PROGRAMA STANFORD 1. O QUE É O programa, cujo foco é a Inovação e Empreendedorismo para empresas de base tecnológica, é voltado para capacitar empresários em conhecimentos sobre inovação, modelos de negócios

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU

PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE/ DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO/ NÚCLEO DE ESTUDOS DA TERCEIRA IDADE CAMPUS UNIVERSITÁRIO

Leia mais

EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006

EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006 EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO REDE DE EMPREENDEDORISMO A Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2015. Seleção de Empresas para Participação na Missão Internacional à NRF 2016

CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2015. Seleção de Empresas para Participação na Missão Internacional à NRF 2016 CHAMADA PÚBLICA Nº 04/2015 Seleção de Empresas para Participação na Missão Internacional à NRF 2016 Porto Alegre 2015 2 PREÂMBULO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO

Leia mais

CONVÊNIO: PROJETO PARA REALIZAÇÃO DA MARCHA DAS MULHERES NEGRAS, CONTRA A VIOLENCIA E PELO BEM VIVER SICONV 804898/2014.

CONVÊNIO: PROJETO PARA REALIZAÇÃO DA MARCHA DAS MULHERES NEGRAS, CONTRA A VIOLENCIA E PELO BEM VIVER SICONV 804898/2014. CONVÊNIO: PROJETO PARA REALIZAÇÃO DA MARCHA DAS MULHERES NEGRAS, CONTRA A VIOLENCIA E PELO BEM VIVER SICONV 804898/2014. Licitação Cotação Prévia 001/2015 1) Preâmbulo A ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE MULHERES

Leia mais

Edital nº 001/2015 PROEX/UERN

Edital nº 001/2015 PROEX/UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN Pró-Reitoria de Extensão PROEX Campus Universitário BR 110,

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE INCLUSÃO DIGITAL AVISO DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 02, DE 4 DE OUTUBRO DE 2012 PROGRAMA COMPUTADORES PARA INCLUSÃO A União, por intermédio da Secretaria de Inclusão

Leia mais

Chamada Pública nº 08/2013. Seleção de Empresas para Participação do Projeto Parada Tri Legal Conforto e Segurança nas Estradas do Rio Grande do Sul

Chamada Pública nº 08/2013. Seleção de Empresas para Participação do Projeto Parada Tri Legal Conforto e Segurança nas Estradas do Rio Grande do Sul Chamada Pública nº 08/2013 Seleção de Empresas para Participação do Projeto Parada Tri Legal Conforto e Segurança nas Estradas do Rio Grande do Sul Porto Alegre 2013 HORAS MENSAIS AGO SET OUT NOV 2 PREÂMBULO

Leia mais

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02

P R E F E I T U R A D E G A S P A R CNPJ 83.102.244/0001-02 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA. O MUNICÍPIO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

ANÁLISE DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NO BRASIL CHAMADA PÚBLICA REGULAMENTO

ANÁLISE DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NO BRASIL CHAMADA PÚBLICA REGULAMENTO ANÁLISE DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NO BRASIL CHAMADA PÚBLICA REGULAMENTO O PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD), EM PARCERIA COM A SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA

Leia mais

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DA PARAÍBA FAPESQ e a Financiadora de Estudos e Projetos FINEP, tornam público e convocam os interessados a apresentarem propostas

Leia mais

EDITAL FAPERGS/IBRAVIN 13/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO PROFISSIONAL

EDITAL FAPERGS/IBRAVIN 13/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO PROFISSIONAL EDITAL FAPERGS/IBRAVIN 13/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO PROFISSIONAL A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAPERGS e o INSTITUTO BRASILEIRO DO VINHO IBRAVIN tornam público

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015. Seleção de Empresas para Participação na Feira Anuga

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015. Seleção de Empresas para Participação na Feira Anuga CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2015 Seleção de Empresas para Participação na Feira Anuga Porto Alegre 2015 2 PREÂMBULO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SEBRAE/RS, entidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS EDITAL SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012 O Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, criada pela Lei n.º

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO Recomendado pela CAPES e Reconhecido pelo CNE: Parecer n. 122/2009

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 001 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores

ATO CONVOCATÓRIO 001 2013. OBJETO: Credenciamento de Consultores ATO CONVOCATÓRIO 001 2013 OBJETO: Credenciamento de Consultores O INSTITUTO QUALIDADE MINAS, pessoa jurídica de Direito privado sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO E CADASTRO DE RESERVA O Diretor da do Futuro, no uso de suas atribuições legais e regimentais, em conformidade com a Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008,

Leia mais

Edital 02/2015 Saldo Remanescente

Edital 02/2015 Saldo Remanescente Edital 02/2015 Saldo Remanescente EDITAL Nº 02/2015 CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, no

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC) Mestrado PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO EM 2015 A Universidade Tecnológica Federal do Paraná, por meio do seu Programa

Leia mais

CHAMADA INTERNA AGINT 01/2013 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

CHAMADA INTERNA AGINT 01/2013 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa Chamada Pública 15/2014 Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA nº 07/2014

CHAMADA PÚBLICA nº 07/2014 1 CHAMADA PÚBLICA nº 07/2014 Projeto de Qualificação de Credenciados de Serviços de Consultoria e Instrutoria do SEBRAE/RS Porto Alegre 2014 2 PREÂMBULO O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/ FINEP/ FNDCT PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS 04/2006

CHAMADA PÚBLICA MCT/ FINEP/ FNDCT PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS 04/2006 CHAMADA PÚBLICA MCT/ FINEP/ FNDCT PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS 04/2006 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA NA ÁREA DE CIÊNCIAS SOCIAIS 1. OBJETIVO O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA

Leia mais

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Processo Seletivo para o Programa Especial de Formação Pedagógica para Professores de Educação Profissional de Nível Médio (Convênio FNDE/MEC nº 400012/2011 Programa Brasil

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL CHAMADA PÚBLICA 21/2015 PROGRAMA DE BOLSAS FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA & RENAULT DO BRASIL A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com o Renault do Brasil

Leia mais

EDITAL FAPERGS/CAPES 13/2013 CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE

EDITAL FAPERGS/CAPES 13/2013 CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE EDITAL FAPERGS/CAPES 13/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAPERGS e em parceria

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO

EDITAL DE CREDENCIAMENTO EDITAL DE CREDENCIAMENTO 01 Convênio ATN/ME- 11533-BR Cooperação Técnica Não- Reembolsável. Desenvolvimento de Metodologia para Implantação de Microfranquias 02 Identificação do Edital de Credenciamento

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL SEPN 511, Bloco A, 2 Andar, Edifício Bittar II - Brasília/DF CEP: 70.758-900 Fone: (61) 3217.9516 Endereço eletrônico:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Seleção de Bolsista Professor-Tutor para os Cursos de Especialização em Gestão Pública Municipal

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Seleção de Bolsista Professor-Tutor para os Cursos de Especialização em Gestão Pública Municipal UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Seleção de Bolsista Professor-Tutor para os Cursos de Especialização em Gestão Pública Municipal O reitor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

EDITAL FAPERGS/CAPES 013/2012 CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE

EDITAL FAPERGS/CAPES 013/2012 CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE EDITAL FAPERGS/CAPES 013/2012 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO NAS ÁREAS DE ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E HUMANIDADES CMH A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAPERGS e em parceria

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOÉTICA EDITAL No. 01/2010

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOÉTICA EDITAL No. 01/2010 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOÉTICA EDITAL No. 01/2010 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOÉTICA PARA OS CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS QUÍMICA E BIOLÓGICA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS QUÍMICA E BIOLÓGICA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS QUÍMICA E BIOLÓGICA EDITAL N o. 1/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIAS QUÍMICA E BIOLÓGICA

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA INCUBATEC UNILASALLE EDITAL PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS - FLUXO CONTÍNUO O CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE Unilasalle Canoas, por meio da Agência de Pesquisa e Desenvolvimento,

Leia mais

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Chamada Pública 17/2014 Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Acordo Capes/Fundação Araucária A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância

EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL UEMS, por meio da

Leia mais

EDITAL Nº. 03/2014. Programa de Mestrado em Tecnologia da Informação Aplicada a Biologia Computacional. Processo Seletivo Docente

EDITAL Nº. 03/2014. Programa de Mestrado em Tecnologia da Informação Aplicada a Biologia Computacional. Processo Seletivo Docente EDITAL Nº. 03/2014 Programa de Mestrado em Tecnologia da Informação Aplicada a Biologia Computacional Processo Seletivo Docente A Faculdade Infórium de Tecnologia, mediante comunicado do seu diretor acadêmico,

Leia mais

Programa Bolsa-Sênior

Programa Bolsa-Sênior CHAMADA PÚBLICA 09/2015 Programa Bolsa-Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL PROGRAD Nº 79 DE 15 DE SETEMBRO DE 2014 CONSIDERANDO as normas estabelecidas pela Resolução COSUEN 013/2014, de 23 de julho de 2014, a Pró-Reitoria de Graduação, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

Programa Bolsa Sênior

Programa Bolsa Sênior Chamada Pública 18/2012 Programa Bolsa Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO O presente Edital abre oportunidade para que as Instituições Públicas e as Privadas, desde que sem fins lucrativos e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITTUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITTUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE EDITAL Nº 064, DE 28 DE AGOSTO DE 2015 1 SELEÇÃO DE CAPACITADOR PARA CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DA ESCOLA DE CONSELHOS TUTELAR E DE DIREITOS DA CRIANÇA E ADOLESCENTE O Reitor do Instituto Federal

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

EDITAL. Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade

EDITAL. Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade EDITAL Subvenção aos Núcleos Estaduais ODM do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade 1. Justificativa Geral A Declaração do Milênio deixa clara a importância da participação social ao considerar

Leia mais

EDITAL N 03/2015 DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE MESTRADO. 2.2 O número de bolsas destinado aos programas de pós-graduação seguirá o seguinte critério:

EDITAL N 03/2015 DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE MESTRADO. 2.2 O número de bolsas destinado aos programas de pós-graduação seguirá o seguinte critério: EDITAL N 03/2015 DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE MESTRADO EDITAL Nº. 03/2015 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 02/2015 A FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE MACAÉ, instituição municipal de ensino superior, fundação pública, criada pela

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL DE APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS ACADÊMICOS, CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS, ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO E CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL No. 010/GPG/2015 A Universidade CEUMA, por meio

Leia mais

Programa CAPES-PVE CAPES. Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI

Programa CAPES-PVE CAPES. Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI Programa CAPES- Processo Seletivo 2010 Edital nº 049/2010/CAPES/DRI A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-CAPES, Fundação Pública, criada pela Lei nº. 8.405, de 09 de janeiro de

Leia mais

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL -

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB e a Secretaria

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (PPGEC) Mestrado PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO EM 2016 A Universidade Tecnológica Federal do Paraná, por meio do seu Programa

Leia mais

CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO

CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO CENA ABERTA FUNARTE 2016 RIO DE JANEIRO REGULAMENTO A Fundação Nacional de Artes/Funarte, entidade vinculada ao Ministério da Cultura/MinC, torna público que, no período de 07/12/2015 a 20/01/2016, estão

Leia mais

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTEC), por meio da Fundação de Amparo

Leia mais

EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA

EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA EDITAL PF no. 008/2015 CONVOCAÇÃO DE INTERESSADOS À SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PESSOA FÍSICA O CONASS: O Conselho Nacional de Secretários de Saúde é uma entidade

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT- INFO - Grade - 01/2004

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT- INFO - Grade - 01/2004 CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/CT- INFO - Grade - 01/2004 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE INOVAÇÃO EM COMPUTAÇÃO EM GRADE APLICADA À ÁREA DE GOVERNO 1. OBJETIVO O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS EDITAL Nº 008/2015 CONVÊNIO Nº: 812779/2014 SDH/PR PROCESSO LICITATÓRIO Nº: 012/2015 TIPO: Cotação prévia de preços / Menor preço OBJETO: Contratação de Seguro contra Acidentes

Leia mais

12/2014 792864/2013 SENAES/MTE CAMP

12/2014 792864/2013 SENAES/MTE CAMP Processo Seletivo Nº. 12/2014 Convênio Nº 792864/2013 SENAES/MTE CAMP Projeto: Fortalecimento e expansão das iniciativas de Fundos Solidários na Região Sul do Brasil. Processo Seletivo objetivando a contratação

Leia mais

Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX

Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX QUALIFICACAO DE PROFISSIONAIS NO MODELO SEI/CMMI CHAMADA PÚBLICA SOFTEX No. CPS/01/2004 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA IMPLANTACAO

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014.

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014. A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA FSADU, por meio da Gerência de Técnica de Concursos GTEC/CONC/FSADU, em parceria com o Instituto Universitário Atlântico e com o Instituto Politécnico

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL - CMAS EDITAL 001/2014. Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL - CMAS EDITAL 001/2014. Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS EDITAL 001/2014 Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS O CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CMAS TORNA PÚBLICO O PROCESSO DE SELEÇÃO DE ENTIDADES E ORGANIZAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, PROGRAMAS,

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015 EDITAL Nº 005/2015 EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO Nº 005/2015 A Universidade Federal do Maranhão por meio da Pró-Reitoria de Extensão torna público e convoca os extensionistas (docentes e técnico-administrativos

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO À PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014 Edital n.º 001/2013 - CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2014 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso de suas atribuições e de

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 071/2015 PROJETO CATAFORTE PLANO CONTÁBIL

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 071/2015 PROJETO CATAFORTE PLANO CONTÁBIL CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 071/2015 PROJETO CATAFORTE PLANO CONTÁBIL A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede em São Bernardo

Leia mais

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que:

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que: 1. APRESENTAÇÃO 1.1 O projeto Recrear defende a importância do Brincar para o desenvolvimento infantil. Por meio da brincadeira, uma criança aprende e desenvolve seu corpo, suas habilidades sociais, de

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA /LOGÍSTICA DE EVENTOS

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA /LOGÍSTICA DE EVENTOS Rua Francílio Dourado, 11 - Sala 10 Água Fria - Fortaleza, Ceará, Brasil CEP: 60813-660 Telefone: +55 (85) 3114.9658 http://abraca.autismobrasil.org/ COTAÇÃO PRÉVIA Nº 04/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013 EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013 A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS, empresa

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA EDITAL Nº 075/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA DO CURSO TÉCNICO EM TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS - CAMPUS PINHAIS Dispõe

Leia mais

FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO R FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPI COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL DE PESQUISA CPPG/NOVAFAPI Nº 001/2008 Seleção de projetos de pesquisa e desenvolvimento

Leia mais