dos clientes e a simpatia da comunidade.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "dos clientes e a simpatia da comunidade."

Transcrição

1

2 Designação da empresa: Telvill KFt Indústria (engenharia de tecnologias de informação) As actividades principais são a construção, montagem e concepção de redes de comunicação de dados, redes de telecomunicações e redes eléctricas. Miskolc, Hungria 72 2,3 milhões de euros Ambiente, comunidade e formação Telvill KFt Que acções desenvolvemos e A Telvill é uma empresa certificada segundo as normas ISO 9001 e 14001, que se dedica ao fabrico de materiais para tecnologias da informação (TI). Consideramos necessárias e importantes para a viabilidade da empresa a protecção ambiental, a criação de um bom ambiente de trabalho e a melhoria do nível de vida. Além de cumprirmos normas rigorosas no domínio do ambiente e da gestão da qualidade, apoiamos grupos da comunidade local e criamos postos de trabalho sustentáveis. A Telvill reconhece também que um bom desempenho ambiental permite recolher vantagens comerciais tangíveis, como uma melhor reputação junto dos clientes e a simpatia da comunidade. Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Apoio ao Berekalja Conquest Park, que visa promover um modo de vida e um ambiente saudáveis para a população local; Apoio ao Parque de Esculturas do Miskolc Animal Park, um memorial às espécies autóctones que se extinguiram devido às actividades humanas; Participação regular em fóruns organizados pela Câmara do Comércio da nossa cidade; Actualização e manutenção do sistema de tecnologias da informação (TI) da escola primária local, bem como apoio ao respectivo programa de formação em TI; Apoio financeiro ao Borsod Aeroclub; e Apoio a duas escolas secundárias do ensino profissional em Miskolc. Queremos ser uma empresa responsável. Um dos objectivos da Telvill consiste em dar um exemplo positivo de constante melhoria e sucesso no mercado através de um comportamento ambiental e socialmente responsável. Que vantagens obtivemos? Entre as vantagens obtidas figura a consolidação da reputação da Telvill aos olhos dos nossos parceiros e clientes, bem como o aumento da confiança em nós depositada por sermos considerados bons parceiros comerciais, e uma maior fidelização e satisfação dos clientes. Desenvolvemos um bom relacionamento com a comunidade e a nossa participação em actividades e grupos locais representa uma contribuição para o desenvolvimento da região em que nos integramos. A Telvill desempenha um papel activo quando se trata de informar as partes interessadas, tanto dentro como fora da empresa, sobre os resultados alcançados na nossa actividade comercial e social. A promoção da empresa é feita, por exemplo, nos meios de comunicação social locais, bem como no website da empresa e em eventos e exposições. A nossa reputação e imagem constituem um activo quantificável, que se traduz directamente em lucros para a empresa. 2

3 . Designação da empresa: Meblo Jogi Manufacturing (Furniture) Manufacturing of beds and mattresses. Seventy percent of products are exported to Central and Eastern European markets, as well as international markets. The company has two plants, one in Nova Gorica and a second in Branik. Nova Gorica, Slovenia 158 EUR 1.23 million Employees/Training, Internal Partnerships, Environment Meblo Jogi Que acções desenvolvemos e A Meblo Jogi, empresa que se dedica ao fabrico de camas e colchões, entende que a sensibilização ambiental e as boas condições de trabalho constituem, juntamente com a segurança e a qualidade, parte integrante de uma boa política comercial. Desenvolvemos um esforço contínuo para integrar estes valores nas metas e objectivos da empresa. A Meblo Jogi está fortemente empenhada em garantir a satisfação, o bem-estar e o desenvolvimento profissional dos seus trabalhadores e desenvolveu com estes uma boa parceria de trabalho. A empresa preocupa-se em proporcionar um ambiente de trabalho saudável e seguro aos seus trabalhadores, bem como em reduzir e eliminar os riscos ambientais. A Meblo Jogi entende também que a disponibilização de formação e uma importância crucial para a sua motivação e para a inovação. Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Certificação segundo a norma SA 8000 sobre a responsabilidade social (primeira empresa eslovena a obter esta certificação); Introdução de uma pausa activa de dez minutos, duas vezes por dia, para todos os trabalhadores, no âmbito de um programa desenvolvido por um fisioterapeuta; Organização de eventos ao ar livre (excursões, caminhadas ou programas de esqui) três vezes por ano; Implementação de um programa de formação em matéria de saúde e segurança para todos os trabalhadores; Incentivo aos representantes dos trabalhadores para manifestarem as preocupações e dúvidas do pessoal; Ênfase e fomento da formação, ensino e desenvolvimento das carreiras profissionais (especialmente para as mulheres), tendo a Meblo Jogi sido recentemente galardoada com um prémio especial pela Associação de Gestores por ser uma "empresa que promove a igualdade entre mulheres e homens"; e Aumento dos salários e introdução de sistemas e bónus de compensação individual. Acreditamos que a melhoria das condições de trabalho e a adopção de políticas em matéria de ética relativamente aos nossos trabalhadores contribuem para aumentar a produtividade e a capacidade de inovação da empresa. A Meblo Jogi está também ciente da necessidade de zelar pelos trabalhadores e pelas suas potencialidades, uma vez que estes despendem grande parte do seu tempo nas nossas instalações e contribuem para o sucesso da empresa, bem como da importância de uma visão de grupo, de bons hábitos de trabalho e de uma cooperação criativa. ensino para todos os trabalhadores se reveste de 3

4 Que vantagens obtivemos? A satisfação, motivação, lealdade e produtividade dos trabalhadores constituem factores fundamentais para o sucesso e vantagem competitiva da empresa. No sentido de manter esta vantagem, fixamos continuamente metas ou indicadores quantitativos de sucesso e de eficiência (como, por exemplo, acidentes laborais, absentismo, horas de formação, inovações introduzidas pelos trabalhadores, desenvolvimento e avaliação mensal dos trabalhadores), com o objectivo de melhorarmos continuamente o nosso desempenho e garantir a nossa certificação segundo a norma SA 8000, uma norma que nos confere o reconhecimento do mercado pelos nossos resultados. Os resultados da empresa no domínio responsável são divulgados principalmente em colóquios, seminários e reuniões internas, bem como em quadros de afixação e memorandos internos. O reconhecimento que obtivemos, por exemplo, com a certificação segundo a norma SA 8000, constitui também um veículo de divulgação dos nossos resultados junto dos nossos clientes. 4

5 . Designação da empresa: Matusewicz Budowa Maszyn s.j. Indústria As actividades principais incluem a moldagem mecânica de plásticos e trabalhos com metais preciosos que impliquem a transformação, o corte, a torção, a soldagem e a colagem de plásticos por processos mecânicos. Ubocze-Gryfow Slaski, Polónia ,4 milhões de euros em 2003 Trabalhadores/formação, comunidade e ambiente Matusewicz Budowa Maszyn s.j. Que acções desenvolvemos e alguns deles obtido diplomas TŰV (diplomas técnicos A Matusewicz, uma empresa aceites a nível europeu, fornecedora de produtos e relativos à formação em serviços industriais certificada domínios específicos); pela norma ISO 9001, está Patrocínio da criação de uma empenhada em desenvolver as sala de computadores no competências, conhecimentos, Centro de Formação e motivação e moral dos seus Ensino de Lwowek Slaski; trabalhadores oferecendo-lhes Patrocínio da banda local uma formação especializada. Gryfow Brass Band; Esforçamo-nos também por Participação activa em melhorar continuamente a organizações locais, como a qualidade dos nossos serviços, Associação para os bem como por reduzir e evitar Deficientes Visuais, clubes impactos negativos no desportivos juvenis e a ambiente. Além disso, a Associação de Veteranos; empresa está fortemente Construção de um centro empenhada em manter boas desportivo e de lazer para a relações de vizinhança, através população de Gryfow Slaski; do apoio e patrocínio a grupos Prestação de assistência locais e de uma participação técnica e financeira aos activa na comunidade. bombeiros e serviços de emergência médica locais, Eis alguns exemplos dos por exemplo reparando os nossos esforços no domínio seus veículos e financiando a aquisição de uma unidade de ar condicionado; Realização de uma acção de Reciclagem local dos formação especializada para resíduos produzidos pela os trabalhadores, tendo empresa; e, Utilização de materiais reciclados na produção. A Matusewicz integra aspectos sociais e ambientais nos seus objectivos comerciais, respondendo a uma procura crescente de produtos que sejam fabricados de uma forma responsável em termos ambientais e sociais. É também nossa convicção que é do nosso interesse promover a motivação e o bem-estar dos trabalhadores, uma vez que estes retribuem proporcionando à empresa uma inovação e produtividade acrescidas. Que vantagens obtivemos? Constatámos uma maior motivação, empenho e desenvolvimento profissional nos nossos trabalhadores. A Matusewicz conquistou igualmente uma boa reputação junto da comunidade, dos seus clientes, fornecedores e parceiros. O nosso apoio a grupos da comunidade promoveu o desenvolvimento de relações de amizade na região, o que permitiu à Matusewicz beneficiar do apoio da opinião pública. Os resultados da empresa no domínio da preservação do ambiente, formação dos trabalhadores e patrocínios locais são divulgados através de materiais publicitários e promocionais e da imprensa local. 5

6 Designação da empresa: Lippemeier Gebäudereinigungsdienst GmbH Serviços As actividades principais são os serviços de limpeza, incluindo a manutenção, a lavagem de vidros, a limpeza de instituições e a limpeza industrial, a limpeza de estaleiros de obras, a limpeza de alcatifas e a limpeza domiciliária. Schönaich, Alemanha 40 a tempo inteiro, 255 a tempo parcial Confidencial Ambiente, trabalhadores/formação e relações comerciais Lippemeier Gebäudereinigungsdienst GmbH Que acções desenvolvemos e Enquanto empresa de limpezas industriais, a Lippemeier acredita que tem a oportunidade e a responsabilidade de prestar serviços de uma forma respeitadora do ambiente. A empresa está também empenhada no bem-estar dos seus trabalhadores e na criação de oportunidades de emprego sustentável. Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Utilização de procedimentos e equipamentos que respeitam os princípios da sustentabilidade, como o nosso sistema Envirostar Green para limpeza de pavimentos; Utilização de materiais respeitadores do ambiente, que reduzem a necessidade de recurso a produtos químicos de limpeza agressivos para o ambiente, como o nosso revestimento inteligente anti-aderente que facilita a limpeza; Construção de um novo edifício para a empresa com painéis de aquecimento solar, pavimentos ecológicos e um biótipo natural para libélulas e plantas; Aproveitamento das águas pluviais para a lavagem do nosso equipamento de limpeza; Implementação de um programa de educação contínua, destinado a proporcionar oportunidades de estágio, tanto a jovens como a trabalhadores mais velhos e com maior antiguidade na empresa; Incentivo à adopção de horários laborais flexíveis por trabalhadoras com filhos menores; e Conclusão do sistema comunitário de ecogestão e auditoria (EMAS) em Reconhecemos que o sucesso a longo prazo da nossa empresa depende da criação de uma boa reputação e do facto de dispor de trabalhadores extremamente motivados, com um bom nível de formação e de conhecimentos, bem como dos nossos esforços contínuos no domínio da protecção do ambiente. Que vantagens obtivemos? As principais vantagens obtidas pela Lippemeier prendem-se com o reforço da sua posição face aos bancos com que trabalha (que tomam em consideração tanto os aspectos económicos como os factores intangíveis) e a melhoria da sua imagem. Este último facto conferiu à Lippemeier uma vantagem sobre a concorrência e permitiu estabelecer contactos para marketing gratuito através de uma divulgação ampla e positiva realizada pela imprensa local. Para concluir, acreditamos que a nossa abordagem do espírito empresarial responsável comporta vantagens para ambas as partes, permitindo equilibrar os nossos objectivos económicos, sociais e ambientais. Obtivemos uma boa cobertura na imprensa quando fomos galardoados com o Prémio para o Ambiente do estado de Bade- Vurtemberga para 2001/2002. De um modo geral, os êxitos e resultados da empresa são comunicados pela imprensa local e através da cooperação com a BAUM e a Modell Hohenlohe, respectivamente uma iniciativa regional e nacional para uma gestão sustentável e respeitadora do ambiente. 6

7 Designação da empresa: Koffie Kàn Alimentação e bebidas Torrefacção de café Wenduine, Bélgica 3 Koffie Kàn Que acções desenvolvemos e Sendo uma pequena empresa familiar, a Koffie Kàn está inserida no tecido da comunidade em que exerce a sua actividade desde Entendemos que a arte da torrefacção do café deve fazer parte da vida familiar e rural, tal como acontece com a arte da panificação de âmbito local. Orgulhamo-nos de manter boas Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Pagamento dos grãos de café de pequenas plantações acima dos preços de mercado, proporcionando aos produtores uma fonte garantida de rendimento; México - tendo a nossa comunidade e os nossos clientes e fornecedores angariado os fundos necessários para o transporte - e formação do produtor na sua utilização, de modo a poder abastecer o mercado local. Acreditamos nas vantagens de manter a empresa próxima das Que vantagens obtivemos? A Koffie Kàn beneficiou com a fidelização dos clientes e ganhou a simpatia da comunidade. A nossa reputação melhorou também com o apoio a projectos de desenvolvimento social e a introdução de café biológico e de café proveniente do comércio equitativo na nossa Confidencial Comunidade/ambiente relações de vizinhança e um diálogo aberto com a nossa comunidade, de promover uma forte participação nas actividades de âmbito local, pessoas que servimos, dada a nossa localização no centro da aldeia de Wenduine, e de agir de forma a fomentar a boa vizinhança. A Koffie Kàn apoia gama de produtos de alta qualidade. além de estarmos atentos ao também pequenas plantações impacto ambiental da nossa empresa. A Koffie Kàn está empenhada em apoiar grupos locais e projectos de desenvolvimento social a nível internacional. Investimento dos lucros da venda de grandes lotes de café num projecto de apoio a mulheres nas Honduras; Tentativa de minimização do impacto ambiental da empresa na zona onde se situa; e Doação da nossa antiga máquina de torrefacção a um de café que, por sua vez, nos abastecem com produtos de primeira qualidade. A Koffie Kàn comunica informal e directamente com a comunidade local. Também alcançámos uma grande notoriedade entre os clientes com os nossos esforços para angariar fundos para pagar o transporte da nossa antiga máquina de torrefacção para o México. pequeno produtor de café no 7

8 Designação da empresa: Hanley Economic Building Society Serviços (sector financeiro) Cooperativa de habitação social e serviços financeiros, incluindo crédito à habitação, seguros, crédito para obras e crédito pessoal, serviços de viagens e consultadoria financeira independente. Stoke-on-Trent, Reino Unido Hanley Economic Building Society Que acções desenvolvemos e Uma parceria de três anos com o projecto Greensteps A Hanley Economical Building da Agenda 21 local da Society é uma cooperativa Assembleia Municipal de independente de habitação Stoke-on-Trent; social (uma espécie de caixa de Uma parceria de três anos poupança e crédito) de âmbito com a Câmara Municipal de local, fundada em 1854 com o Newcastle-under-Lyme para objectivo de servir a o desenvolvimento de vários comunidade local. Temos projectos da comunidade, apoiado a nossa comunidade incluindo o Britain in Bloom e de várias formas, o Carnaval de Newcastle; inclusivamente através de A continuação da patrocínios, angariação de participação no programa fundos e parcerias. Youth Businesses da Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio fundação Prince s Trust, destinado a jovens empresários; A organização de uma campanha de angariação de fundos destinados a duas organizações de beneficência locais para pessoas com necessidades especiais, que abrangeu a Endon Riding for the Disabled Association (Associação Equestre de Endon para as Pessoas com Deficiência) e o Special Adventure Playground (Parque de Aventuras para Pessoas com Necessidades Especiais) da organização North Staff. Três quartos dos nossos trabalhadores participam activamente nestes dois projectos, tanto dentro como fora do horário laboral; A orientação de jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, que pretendem criar a sua própria empresa; ,62 milhões de euros em Agosto de 2003 Um programa que prevê o patrocínio das salas de aula da Staffordshire Wildlife Trust (Fundação para a Vida Selvagem do Condado de Stafford) por um período de dez anos, permitindo que as Comunidade e parcerias crianças das escolas locais tomem contacto com as questões ambientais; 8

9 A doação de material de community in which we do na comunidade e entre os seus foi o caso da recente escritório e computadores business. We believe that clientes e parceiros. angariação de fundos para que já não são utilizados pela active involvement with the Acreditamos que a participação duas organizações de empresa a organizações de local community enhances the activa na comunidade local nos beneficência locais para beneficência locais; e public perception of the permitiu estabelecer muitos pessoas com necessidades destinadas aos clientes, A adopção de um sistema de reciclagem com a colaboração dos nossos fornecedores. company, brings real benefits to the community, adds value to our human resources development, and complements the company s business contactos vantajosos no sector comercial e no sector do voluntariado. Como exemplos podemos referir o projecto Greensteps da Assembleia especiais, a Endon Riding for the Disabled Association e o Special Adventure Playground da North Staff. Esta experiência permitiu-nos boletins de informação dos trabalhadores, fóruns para clientes e trabalhadores, reuniões gerais anuais, objectives. Municipal de Stoke-on-Trent, aumentar as nossas comunicados de imprensa e We see a clear connection between the health and profitability of our company and the general well being of the Que vantagens obtivemos? A Hanley conseguiu estabelecer uma boa reputação que nos proporcionou oportunidades de criação de contactos com outros parceiros, tais como a entidade reguladora no domínio do competências em matéria de criação de contactos e contribuiu para o prestígio que a empresa possui actualmente no mercado. A participação eventos para angariação de fundos destinados a organizações de beneficên ambiente e a Prince's Trust, gera vantagens, não apenas que nos permitiu trabalhar com para as pessoas e outros consultores e jovens organizações que são empresários, desenvolvendo as apoiadas, mas também para nossas competências de quem as ajuda. comunicação. Estas actividades aumentaram a nossa notoriedade pública, a participação dos trabalhadores e dos clientes e melhoraram a Os nossos êxitos são nossa imagem junto da divulgados publicamente comunidade local. Além disso, através do website da empresa, os nossos trabalhadores pelas filiais, em brochuras gostam de participar em projectos comunitários, como 9

10 Designação da empresa: S.C Galfinband S.A. Indústria (metalurgia) Produção de chapas de aço laminadas a frio, cintas de aço lacadas para embalagens e fios fluxados para utilização na automação industrial, sistemas de comunicação e equipamento tecnológico Galati, Roménia 109 Confidencial Comunidade, formação e patrocínio S.C Galfinband S.A. Que acções desenvolvemos e Patrocínio de actividades locais e apoio à introdução A Galfinband aborda todas as de melhorias a nível local; suas actividades com uma Incentivos para os filhos dos atitude de respeito pelo trabalhadores que obtenham ambiente. Acreditamos que é bons resultados escolares, importante desenvolver as atribuindo alguns prémios competências dos anuais suplementares; trabalhadores e contribuir para Patrocínio de algumas o desenvolvimento das actividades da comunidade competências no contexto da local; comunidade local. Abordagem das actividades no domínio do ambiente Eis alguns exemplos dos como actividades principais nossos esforços no domínio da nossa empresa, como é o caso da minimização, reciclagem e gestão de Parceria com a universidade resíduos, formação de local no sentido de facultar trabalhadores sobre a aos estudantes preservação do ambiente, de conhecimentos no ramo das forma a que possam oferecer tecnologias da informação exemplos positivos à (TI); comunidade local, e Apoio financeiro a um centro aplicação de tecnologias que moderno de TI com 14 utilizem eficientemente os computadores, equipamento recursos. e acesso à Internet para a escola local, a Escola Simion Mehedinti em Galati; A Galfinband está empenhada em aplicar o espírito empresarial responsável no sector em que opera e entende que deve dar o exemplo. Compreendemos a necessidade de aumentar a motivação dos nossos próprios trabalhadores e desenvolver as suas competências, pois são dois factores que contribuem para o sucesso da empresa. A melhoria dos padrões de ensino locais, através da disponibilização de verbas, tempo e orientação especializada, oferece-nos a possibilidade de seleccionar e formar algumas pessoas para a nossa empresa, contribuindo simultaneamente para o desenvolvimento da comunidade local. Que vantagens obtivemos? A vantagem fundamental da actuação desenvolvida pela Galfinband, enquanto empresa que oferece um grande contributo fiscal para as finanças locais, consiste na manutenção de uma boa reputação na comunidade e junto das autoridades locais. A Galfinband é a entidade empregadora preferida pela comunidade local, devido à sua preocupação com os trabalhadores e as respectivas famílias. Encontrámos também parceiros comerciais em diferentes sectores, como o ramo do tratamento de resíduos, com os quais desenvolvemos oportunidades de negócio, graças aos nossos esforços no domínio do espírito empresarial responsável. Por último, a afectação de uma 10

11 parte dos lucros da empresa a projectos de desenvolvimento e melhorias locais tem um impacto positivo sobre a motivação dos trabalhadores, uma vez que estes podem constatar o nosso apoio à comunidade em que vivem. Um exemplo é o aumento da participação dos nossos trabalhadores e respectivas famílias em acções de apoio à comunidade local. A Galfinband divulga, por vezes, o seu trabalho em matéria de responsabilidade social. Alguns dos projectos da comunidade local que apoiamos divulgam a nossa participação, por exemplo nos meios de comunicação social e junto de grupos-chave, como as autoridades locais. 11

12 Company Name: Euroquimica de Bufu y Planan, S.A Investigação As actividades principais abrangem a investigação de tecnologias para sistemas de revestimento e pintura utilizados na indústria e na construção civil. Dosrius, Catalunha, Espanha 70 7,7 milhões de euros Trabalhadores/formação Euroquimica de Bufu y Planan, S.A Que acções desenvolvemos e Promoção de uma formação profissional contínua, por Desde a sua fundação, em exemplo no domínio da 1962, a Euroquímica tem tecnologia para estado empenhada no revestimentos; desenvolvimento de um espírito Adopção de uma abordagem empresarial responsável, participativa nas actividades proporcionando emprego da empresa; sustentável e oportunidades de Criação de uma caixa de formação de grande valor a sugestões para o pessoal; todos os trabalhadores, Defesa da igualdade de estabelecendo oportunidades no trabalho simultaneamente parcerias para todos os grupos internas com a equipa no vulneráveis, sobretudo sentido de atingir os seus pessoas com deficiência ou objectivos comerciais. com mais de 45 anos de idade; Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Possibilidade de qualquer trabalhador que esteja ao serviço da empresa por um período superior a três anos Contratação de mulheres para funções de gestão (um terço dos nossos gestores são mulheres). Acreditamos que desenvolver a motivação e o bem-estar dos trabalhadores contribui para uma maior inovação e criatividade. Um dos principais trunfos da Euroquímica consiste no empenho de todos os seus trabalhadores, independentemente da função que desempenham, na missão da empresa.. Este empenho ajuda-nos a ser bem sucedidos no mercado competitivo em que operamos. Os nossos esforços resultaram em serviços de melhor qualidade e permitiram o desenvolvimento de tecnologias através de conceitos inovadores, como é o caso das novas tecnologias utilizadas em revestimentos para aplicações industriais. Que vantagens obtivemos? A Euroquímica tem beneficiado de uma maior motivação e empenho dos trabalhadores na missão da empresa e no seu desenvolvimento. Por sua vez, tal contribui para o estabelecimento da boa reputação da empresa. Oferecemos aos nossos trabalhadores uma formação profissional contínua, se tornar seu accionista, modalidade que até agora foi aceite por todos os que preenchiam este requisito; Incentivo às mulheres com filhos menores no sentido de adoptarem horários laborais flexíveis; e 12

13 assegurando desta forma o melhor serviço possível aos nossos clientes. Prémios de grande relevo, como o Prémio PIMES 2004 para a Gestão Social, salientam o sucesso dos esforços desenvolvidos pela Euroquímica. A empresa elaborou também um livro intitulado A Cor do Sucesso, destinado a divulgar o seu método de trabalho. 13

14 . Company Name: Doğan Organik Ürünleri Agricultura Agricultura e agro-pecuária biológica/centro agrícola Kelkit-Gümüşhane, Turquia sector/industry 70 1,6 milhões de dólares americanos (objectivo para 2004) Comunidade, ambiente Doğan Organic Products Industry and Trade Inc Que acções desenvolvemos e A Doğan Organic Products é uma empresa criada pela Doğan Holding para o desenvolvimento económico e social sustentável em Kelkit, uma cidade situada na subdesenvolvida região nordeste da Turquia. Esta região precisa urgentemente de apoio económico, por forma a combater a estagnação do sector industrial, o desemprego e, consequentemente, o despovoamento. Em finais de 2001, começámos a desenvolver um projecto de negócio viável e sustentável e rapidamente nos apercebemos que a agricultura e a agro-pecuária biológica podiam ser introduzidas na região. Um dos principais objectivos da Doğan Organic Products consiste em assegurar o envolvimento da comunidade local na sua actividade, de forma a oferecer à população uma oportunidade de participar na melhoria do seu próprio bem-estar e auto-suficiência. Para além do cariz implicitamente social da empresa, eis alguns exemplos concretos dos nossos esforços no domínio assistência e apoio aos agricultores locais no domínio das técnicas de agricultura biológica, transformando-os em empresários por conta própria, com vista a melhorar a sustentabilidade a longo prazo e reduzir a emigração; formação de parcerias e realização periódica de reuniões com grupos e municípios locais; criação de diversos programas de formação destinados ao desenvolvimento dos conhecimentos da população local sobre técnicas agrícolas; prestação de apoio pedagógico através da nossa equipa de engenheiros agrónomos; e desenvolvimento do instituto politécnico superior de Kelkit, por intermédio da Fundação Aydın Doğan e em parceria com a Universidade de Erzurum, que oferece formação sobre agricultura biológica e dispõe de um centro de investigação e desenvolvimento que se dedica principalmente a novos métodos e produtos da agricultura biológica. O objectivo da Doğan Organic Products consiste em ajudar Kelkit e a zona circundante a tornarem-se num importante centro de agricultura biológica, primeiro na Turquia e, posteriormente, a nível europeu, o que contribuirá para fortalecer a economia local e elevar o nível de vida da população local. Por sua vez, isso deverá ajudar a inverter o abandono da região pelos seus habitantes e contribuir para a coesão social. Esperamos contribuir para o desenvolvimento da região e para a sua integração na economia global. Que vantagens obtivemos? Consideramos que estamos a oferecer verdadeiras oportunidades a vários níveis, tanto para a empresa como para a comunidade local, e esperamos, assim, contribuir para o dinamismo económico da região. A empresa está a contribuir para a coesão económica e social e oferece vantagens a nível ambiental, graças às técnicas de agricultura biológica que permitem evitar ou reduzir substancialmente a utilização de produtos químicos de síntese, como fertilizantes, aditivos, etc. Tudo isto irá, evidentemente, melhorar a 14

15 reputação da nossa empresa, especialmente a nível local, mas também a nível nacional. A agricultura biológica tem suscitado um grande interesse por parte dos meios de comunicação social. Têm surgido notícias sobre a Doğan Organic Products e a sua empresa-mãe, a Doğan Holding, tanto na imprensa local como nacional. A cerimónia de lançamento foi transmitida por dois canais nacionais de televisão. 15

16 Company Name: Oy Pinifer Ltd Indústria (lubrificantes industriais) Lubrificantes e serviços industriais à base de óleo de resina, desenvolvimento, produção e comercialização de lubrificantes industriais biodegradáveis e respeitadores do ambiente Liminka, Finlândia 14 a tempo inteiro e 4 sazonais euros (2003) Ambiente Oy Pinifer Ltd Que acções desenvolvemos e A Pinifer respeita os valores ambientais em todas as áreas da sua actividade, desde a selecção das matérias-primas e aditivos até à sua utilização e eliminação. O desenvolvimento de produtos é uma das nossas principais actividades: procuramos desenvolver continuamente novos produtos e aperfeiçoar os já existentes, bem como obter mais conhecimentos no domínio do ambiente. Eis alguns exemplos dos nossos esforços no domínio Produção em circuito fechado; Os nossos produtos não são tóxicos e são biodegradáveis, tendo estas características sido verificadas por um Certificação segundo as normas ISO e ISO 9001, aplicáveis a sistemas de gestão, bem como a norma OHSAS 18001, sobre sistemas de saúde e segurança no trabalho; e, Formação dos trabalhadores no sentido de aumentar a sua sensibilização para as questões do ambiente, da qualidade e da segurança. A política operacional da Pinifer consiste em chamar a atenção dos seus clientes para o valor de produtos de qualidade e não prejudiciais para o ambiente, as poupanças que podem obter utilizando produtos mais amigos do ambiente e a simpatia que podem gerar por utilizarem lubrificantes não tóxicos e biodegradáveis. É muito importante para uma empresa como a Pinifer mostrar Que vantagens obtivemos? A Pinifer conseguiu diferenciar-se no mercado e a maior parte do seu volume de negócios deve-se à sua responsabilidade ambiental. As vantagens traduziram-se num maior volume de vendas e numa maior qualidade do negócio. As actividades que desenvolvemos no domínio da qualidade, do ambiente e da segurança proporcionam um valor acrescentado junto dos clientes, vendedores e outros grupos, como investidores e financiadores. As competências e sensibilização dos nossos trabalhadores melhoraram a qualidade e a imagem da nossa empresa. Temos uma estratégia e uma política de comunicação muito abertas. Comunicamos aos nossos trabalhadores, clientes, vendedores e a outros grupos, como os investidores, os nossos resultados. Uma vez por ano, publicamos o Pinifer instituto de avaliação técnica que respeita os valores que independente (TÜV); defende perante os seus clientes. 16

17 News, onde são divulgadas as mais recentes informações sobre projectos, produtos e outros assuntos relacionados com o funcionamento e as actividades da empresa. Recorremos às revistas especializadas para divulgar dados técnicos e informação de referência. Organizamos seminários para clientes, a fim de podermos debater questões específicas com eles. 17

18 18

Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas

Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas Este guia foi produzido como parte da Campanha de Consciencialização Pan-Europeia sobre RSE, uma iniciativa da Comissão Europeia, Directoria

Leia mais

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização 1. Introdução O presente questionário ajudá-lo-á a reflectir sobre os esforços desenvolvidos pela sua empresa no domínio da responsabilidade empresarial,

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

Responsabilidade Social Empresarial

Responsabilidade Social Empresarial Responsabilidade Social Empresarial Agenda Quem Somos? O que produzimos Informações Úteis Ideias - chave sobre Responsabilidade Social Empresarial (RSE) Nosso Conceito de RSE, baseado na Missão e Valores

Leia mais

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental A Nestlé, na qualidade de Companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar, assume o seu objectivo

Leia mais

O que é a Responsabilidade Social Empresarial?

O que é a Responsabilidade Social Empresarial? O que é a Responsabilidade Social Empresarial? 1.5. Campos de acção da RSE Resumo O mundo dos negócios é extremamente heterogéneo. Assim as diferentes abordagens e estratégias sobre responsabilidade compromisso

Leia mais

Índice. rota 3. Enquadramento e benefícios 6. Comunicação Ética 8. Ética nos Negócios 11. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13. Percurso 1.

Índice. rota 3. Enquadramento e benefícios 6. Comunicação Ética 8. Ética nos Negócios 11. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13. Percurso 1. rota 3 CLIENTES Rota 3 Índice Enquadramento e benefícios 6 Percurso 1. Comunicação Ética 8 Percurso 2. Ética nos Negócios 11 Percurso 3. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13 responsabilidade

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 8.10.2007 SEC(2007)907 DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO documento de acompanhamento da Comunicação da Comissão sobre um programa para ajudar as

Leia mais

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas GUIA DO VOLUNTÁRIO Sociedade Central de Cervejas ÍNDICE 1. A RESPONSABILIDADE SOCIAL NA SCC: O NOSSO COMPROMISSO... 3 2. O NOSSO COMPROMISSO COM O VOLUNTARIADO... 4 2.1 A ESTRUTURAÇÃO DO VOLUNTARIADO EMPRESARIAL...

Leia mais

Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária

Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária Responsabilidade Social Temas do Consumo Boas Práticas na Agriloja Retalho Especializado de Agricultura e Pecuária Patrícia Garcia Diretora Recursos Humanos e Qualidade Agridistribuição, S.A. Semana da

Leia mais

Estudo de Caso nº 7. 2. Práticas de Responsabilidade Empresarial Tópicos Principais Área(s) Global(ais) de Enquadramento das Boas Práticas de RSE:

Estudo de Caso nº 7. 2. Práticas de Responsabilidade Empresarial Tópicos Principais Área(s) Global(ais) de Enquadramento das Boas Práticas de RSE: 1. Identificação da Empresa Nome da Empresa: Estudo de Caso nº 7 Triip Ltd. Sector de Actividade: Gráfica Actividade Principal: Impressão e design Cidade/País: Tartu, Estónia Ano de Fundação: 1993 Implantação

Leia mais

Estratégia Empresarial. Capítulo 4 Missão e Objectivos. João Pedro Couto

Estratégia Empresarial. Capítulo 4 Missão e Objectivos. João Pedro Couto Estratégia Empresarial Capítulo 4 Missão e Objectivos João Pedro Couto ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Pensamento Estratégico Análise do Meio Envolvente Análise da Empresa Análise Estratégica Missão, Objectivos

Leia mais

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR Prioridades Estratégicas Indústria Portuguesa Agro-Alimentar Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares XI LEGISLATURA 2009-2013 XVIII

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO ENOTURISMO PRINCIPIOS GERAIS

CARTA EUROPEIA DO ENOTURISMO PRINCIPIOS GERAIS PRINCIPIOS GERAIS I. OS FUNDAMENTOS DO ENOTOURISMO 1. Por enotourismo queremos dizer que são todas as actividades e recursos turísticos, de lazer e de tempos livres, relacionados com as culturas, materiais

Leia mais

Responsabilidade Social das Empresas

Responsabilidade Social das Empresas Responsabilidade Social das Empresas A responsabilidade social das empresas, também designada por cidadania empresarial, começa a assumir um relevo crescente. É uma área que interliga as acções e os objectivos

Leia mais

A Rockwell Automation está empenhada em aplicar. É nossa política irmos além do mero cumprimento. dos regulamentos e agirmos no interesse das

A Rockwell Automation está empenhada em aplicar. É nossa política irmos além do mero cumprimento. dos regulamentos e agirmos no interesse das ISO 14001 A4PT.QXD 8/31/99 4:52 PM Page 1 POLÍTICA AMBIENTAL A Rockwell Automation está empenhada em aplicar os mais altos padrões de gestão ambiental mundial. É nossa política irmos além do mero cumprimento

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Introdução No âmbito da sua actividade, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), aprovou a Recomendação n.º 1/2009,

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

I. CÓDIGO DE ÉTICA. 1. Âmbito de Aplicação

I. CÓDIGO DE ÉTICA. 1. Âmbito de Aplicação I. CÓDIGO DE ÉTICA 1. Âmbito de Aplicação O presente Código de Ética define os princípios e as regras a observar pela N Seguros, S.A. sem prejuízo de outras disposições legais ou regulamentares aplicáveis

Leia mais

CONNECTING IDEAS. www.lusocom.pt

CONNECTING IDEAS. www.lusocom.pt CONNECTING IDEAS PRESS KIT 2009 A AGÊNCIA quem somos somos quem A LUSOCOM é uma Agência de Comunicação, Marketing e Relações Públicas que actua nas mais variadas áreas do universo comunicativo. Além de

Leia mais

Um guia para comunicar com eficácia

Um guia para comunicar com eficácia Índice: 1. Por que razão deve comunicar a sua actuação em matéria de responsabilidade empresarial? 2. O que pode a comunicação fazer pela sua empresa? 3. Em que consiste uma comunicação eficaz? 4. Quem

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL FORMAÇÃO 01/013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL INFORMAÇÕES FUNDAÇÂO MINERVA Cultura - Ensino e Investigação Científica Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Largo Tinoco de Sousa 760. 108

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre Voluntariado

Perguntas Frequentes sobre Voluntariado Perguntas Frequentes sobre Voluntariado Juntos podemos fazer da solidariedade um compromisso Índice 1. O que é o Voluntariado? 3 2. Que organizações podem ser promotoras do Voluntariado? 3 3. O que é ser

Leia mais

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3

Índice. Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Índice Ética no Grupo --------------------------------------------------------------------------------- 3 Código de Ética ---------------------------------------------------------------------- 4 Conduta

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

Condições do Franchising

Condições do Franchising Condições do Franchising ÍNDICE Introdução 1. Vantagens em entrar num negócio de franchising 2. O que nos distingue como sistema de franchising 2.1. vantagens para o franchisado face a outras redes 2.2.

Leia mais

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010 Apresentação Do Banco Setembro de 2010 Conteúdos Onde estamos Missão Valores Accionistas Nosso mercado Responsabilidade social Factos Contactos Onde estamos Onde Estamos O Banco Terra está representado,

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 COMMERCIAL & MARKETING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM. Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES)

A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM. Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES) A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES) Esquema da apresentação: Objectivos da PAC pós-2013 Orientações propostas

Leia mais

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende SEMINÁRIO: QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO ÃO Porto, 3 e 4 de Novembro de 2005 O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende Carla Dias carla.dias@cm-esposende.pt

Leia mais

Princípios Gerais de Negócio da Shell

Princípios Gerais de Negócio da Shell Princípios Gerais de Negócio da Shell Royal Dutch Shell plc Introdução Os Princípios Gerais de Negócio da Shell regem a forma como cada uma das empresas que constituem o Grupo Shell* deve conduzir as suas

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Certificação de Sistemas de Gestão ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Sumário 1. Certificação de Sistemas de Gestão Qualidade (ISO 9001:2000); 2. Certificação de Sistemas de Gestão Ambiental (ISO 14001:2004);

Leia mais

Maputo, 7 de Novembro 2013

Maputo, 7 de Novembro 2013 Maputo, 7 de Novembro 2013 Agenda Este seminário tem por objectivo apresentar o estudo sobre a situação do acesso a finanças rurais e agrícolas em Moçambique 1. Introdução 2. Perfil da População Rural

Leia mais

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores Gestão e Organização de Conferências e Reuniões Organização de conferências e reuniões, nos mais variados formatos, tais como reuniões educativas, encontros de negócios, convenções, recepções, eventos

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 3 O ano de 2013 ficará assinalado pela comemoração dos 30 anos da TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, ao serviço dos seus Associados e do Turismo.

Leia mais

RESPONSABILIDADE CORPORATIVA DESEMPENHO POR PAÍS PORTUGAL

RESPONSABILIDADE CORPORATIVA DESEMPENHO POR PAÍS PORTUGAL 2008 RESPONSABILIDADE CORPORATIVA DESEMPENHO POR PAÍS PORTUGAL Sonae Sierra em Portugal A Sonae Sierra é a especialista internacional em centros comerciais, apaixonada por introduzir inovação e emoção

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

Na ANCESTRA, acrescentamos novos sinónimos à definição de Qualidade. Para nós, é também Excelência, Flexibilidade, Impacto. Acima de tudo, Perfeição.

Na ANCESTRA, acrescentamos novos sinónimos à definição de Qualidade. Para nós, é também Excelência, Flexibilidade, Impacto. Acima de tudo, Perfeição. COMMUNICATION ON PROGRESS MARCH 2014 MARCH 2015 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA Na ANCESTRA, acrescentamos novos sinónimos à definição de Qualidade. Para nós, é também Excelência, Flexibilidade, Impacto. Acima

Leia mais

CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS

CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS CARTA EUROPEIA DAS PEQUENAS EMPRESAS As pequenas empresas são a espinha dorsal da economia europeia, constituindo uma fonte significativa de emprego e um terreno fértil para o surgimento de ideias empreendedoras.

Leia mais

ANEXO COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

ANEXO COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 2.12. COM() 614 final ANNEX 1 ANEXO da COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES Fechar o ciclo

Leia mais

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS EUNEDS INTRODUÇÃO O mandato para desenvolver uma Estratégia para a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) decorre da declaração apresentada pelos ministros do ambiente da CEE/ONU na 5ª Conferência

Leia mais

No entanto, antes de ser financeira, a crise tem uma natureza económica.

No entanto, antes de ser financeira, a crise tem uma natureza económica. INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO BARROS, NA CONFERÊNCIA «O QUE FAZER POR PORTUGAL? MEDIDAS PARA ULTRAPASSAR A CRISE», SOB O TEMA «AS PESSOAS E AS EMPRESAS

Leia mais

A Concepção da Ideia

A Concepção da Ideia A Concepção da Ideia Inov@emprego - Fórum do emprego, formação e empreendedorismo do litoral alentejano Tiago Santos Sines, 7 de Novembro de 2008 Sines Tecnopolo O Sines Tecnopolo é uma associação de direito

Leia mais

Política Obrigatória Fevereiro 2013. A Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental

Política Obrigatória Fevereiro 2013. A Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política Obrigatória Fevereiro 2013 A Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política Obrigatória Fevereiro 2013 Autor/ Departamento Segurança, Saúde e Sustentabilidade Ambiental Público-alvo

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social

7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social 7ª Edição da Semana da Responsabilidade Social Mudança e inovação para novos estilos de vida Exemplos da aplicação dos 10 princípios pelos membros do GCNP - O caso do Ritz Four Seasons Hotel Lisboa - Menú

Leia mais

Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks

Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks Eu, abaixo-assinado/a, declaro que a organização que represento solicita a sua admissão como Membro do Cluster Ambiental 2Bparks e

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

PEFC O QUE PRECISA SABER SOBRE A CERTIFICAÇÃO FLORESTAL PEFC/13-01-01 PROGRAMA PARA O RECONHECIMENTO DA CERTIFICAÇÃO FLORESTAL

PEFC O QUE PRECISA SABER SOBRE A CERTIFICAÇÃO FLORESTAL PEFC/13-01-01 PROGRAMA PARA O RECONHECIMENTO DA CERTIFICAÇÃO FLORESTAL PEFC TUDO O QUE PRECISA SABER SOBRE A CERTIFICAÇÃO FLORESTAL PEFC/13-01-01 PROGRAMA PARA O RECONHECIMENTO DA CERTIFICAÇÃO FLORESTAL PORQUE É IMPORTANTE CUIDAR DA FLORESTA? As florestas desempenham um papel

Leia mais

DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE

DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE DIÁLOGO NACIONAL SOBRE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE CRIAÇÃO DE EMPREGO NUM NOVO CONTEXTO ECONÓMICO 27-28 demarço de 2014, Maputo, Moçambique A conferência de dois dias dedicada ao tema Diálogo Nacional Sobre

Leia mais

Normas de Ética e Conduta Empresarial para Terceiros

Normas de Ética e Conduta Empresarial para Terceiros Todas as actividades empresariais na Bristol-Myers Squibb (BMS) apoiam-se no alicerce do nosso compromisso com a integridade e a conformidade com todas as leis, regulamentos, directivas e códigos industriais

Leia mais

1) Breve apresentação do AEV 2011

1) Breve apresentação do AEV 2011 1) Breve apresentação do AEV 2011 O Ano Europeu do Voluntariado 2011 constitui, ao mesmo tempo, uma celebração e um desafio: É uma celebração do compromisso de 94 milhões de voluntários europeus que, nos

Leia mais

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org WG11036 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org ANÚNCIO E CONVITE PARA APRESENTAÇÃO

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO CARTA EUROPEIA DO DESPORTO Objectivo da Carta... 3 Definição e âmbito de aplicação da Carta... 3 O movimento desportivo... 4 Instalações e actividades... 4 Lançar as bases... 4 Desenvolver a participação...

Leia mais

1. Responsabilidade Social das Empresas enquadramento teórico

1. Responsabilidade Social das Empresas enquadramento teórico O Conceito de Responsabilidade Social das Empresas 1. Responsabilidade Social das Empresas enquadramento teórico A Responsabilidade Social das Empresas tem assumido uma visibilidade crescente nos últimos

Leia mais

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS Enquadramento Protocolo de Quioto Cimeira de Joanesburgo Directiva Renováveis Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável Programa E4 Nova Resolução do Conselho de Ministros INTERREG Programas Regionais

Leia mais

A Comissão promove os Mercados Europeus de Capital de Risco

A Comissão promove os Mercados Europeus de Capital de Risco IP/98/305 Bruxelas, 31 de Março de 1998 A Comissão promove os Mercados Europeus de Capital de Risco A Comissão Europeia lançou uma vasta iniciativa para promover o desenvolvimento de um importante mercado

Leia mais

PRINCÍPIOS DO RIO. Princípio 1

PRINCÍPIOS DO RIO. Princípio 1 PRINCÍPIOS DO RIO António Gonçalves Henriques Princípio 1 Os seres humanos são o centro das preocupações para o desenvolvimento sustentável. Eles têm direito a uma vida saudável e produtiva em harmonia

Leia mais

Síntese do estudo sobre A ADESÃO DAS PME NACIONAIS À PRÁTICA DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO

Síntese do estudo sobre A ADESÃO DAS PME NACIONAIS À PRÁTICA DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO Síntese do estudo sobre A ADESÃO DAS PME NACIONAIS À PRÁTICA DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO 1. PRINCIPAIS CONCLUSÕES Há um entendimento razoável das vantagens da prática do comércio electrónico no seio das PME

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais

A DGAE e a Política de Inovação

A DGAE e a Política de Inovação A DGAE e a Política de Inovação Seminário A Criatividade e a Inovação como Factores de Competitividade e Desenvolvimento Sustentável APOCEEP, 9 de Julho de 2009 José António Feu Director do Serviço para

Leia mais

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial (2007-2009) 2ª Conferência Ministerial, 2006

Leia mais

2 º TRIMESTRE DE 2008

2 º TRIMESTRE DE 2008 Desenvolvimento Alentejo Central, A.C.E. notícias do monte 2 º TRIMESTRE DE 2008 Micro Crédito no Alentejo Central O SIM Sistema de Micro Crédito para o Auto-Emprego e a Criação de Empresas constitui uma

Leia mais

COMISSÃO DE ASSUNTOS PARLAMENTARES, AMBIENTE E TRABALHO RELATÓRIO E PARECER SOBRE A PROPOSTA DE RESOLUÇÃO N.º 0005/2005 PARA UMA

COMISSÃO DE ASSUNTOS PARLAMENTARES, AMBIENTE E TRABALHO RELATÓRIO E PARECER SOBRE A PROPOSTA DE RESOLUÇÃO N.º 0005/2005 PARA UMA RELATÓRIO E PARECER SOBRE A PROPOSTA DE RESOLUÇÃO N.º 0005/2005 PARA UMA ASSEMBLEIA AMIGA DO AMBIENTE Ponta Delgada, 13-1 - de Abril de 2005 RELATÓRIO E PARECER SOBRE A PROPOSTA DE RESOLUÇÃO N.º 0005/2005

Leia mais

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade Regulamento 2015 1. Objectivo Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2015 é um concurso que resulta da conjugação de esforços e vontades do Crédito Agrícola, aqui representado pela Caixa Central

Leia mais

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A satisfação e o desempenho dos recursos humanos em qualquer organização estão directamente relacionados entre

Leia mais

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores

Leia mais

PRINCÍPIOS ESSILOR. Os nossos princípios têm origem em características que definem a Essilor:

PRINCÍPIOS ESSILOR. Os nossos princípios têm origem em características que definem a Essilor: PRINCÍPIOS ESSILOR Cada um de nós, na nossa vida profissional, participa na responsabilidade e na reputação da Essilor. Por isso devemos conhecer e respeitar princípios que se aplicam a todos. O que significa

Leia mais

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59.

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59. Relatório da Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59 Resumo Novembro de 2009 Avaliação intercalar da execução do Plano de

Leia mais

Plano de Marketing Operacional

Plano de Marketing Operacional Plano de Marketing Operacional CONTEÚDO 1. Oportunidade do projecto APCMC +Inovação... iii 2. Plano de comunicação... viii 3. Controlo e revisão... xvi ii 1. Oportunidade do projecto APCMC +Inovação A

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel.

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. Projecto A Oficina+ ANECRA é uma iniciativa criada em 1996, no âmbito da Padronização de Oficinas ANECRA. Este projecto visa reconhecer a qualidade

Leia mais

Reportar o desempenho de sustentabilidade de uma empresa: O caso EDP

Reportar o desempenho de sustentabilidade de uma empresa: O caso EDP 12 de Outubro 2005 Reportar o desempenho de sustentabilidade de uma empresa: O caso EDP Neves de Carvalho EDP Energias de Portugal SA Existe globalmente uma crise de credibilidade nas instituições que

Leia mais

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional

Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Certificação da Qualidade numa Empresa a nível Nacional Quem somos Origem, posição actual Actividade iniciada em 1952. O prestígio de meio século de presença no mercado, A Qualidade dos produtos que comercializa

Leia mais

Construir uma sociedade para todas as idades

Construir uma sociedade para todas as idades Construir uma sociedade para todas as idades Emprego Digno: Inclusão Social e Protecção Social O aumento da longevidade está a criar uma nova fronteira para a humanidade, a ampliar as nossas perspectivas

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Estratégias adoptadas As estratégias adoptadas e o desempenho da APFF nos três domínios da sustentabilidade encontram-se

Leia mais

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 10 de Maio de 2006 Minhas Senhoras e meus Senhores, 1. Em nome do Senhor Secretário de Estado Adjunto, da Indústria

Leia mais

Ecoclubes. Juventude no Presente. Defesa do Ambiente. Associação dos Amigos do Mindelo para a. VIII Encontro Regional de Educação Ambiental

Ecoclubes. Juventude no Presente. Defesa do Ambiente. Associação dos Amigos do Mindelo para a. VIII Encontro Regional de Educação Ambiental Ecoclubes Associação dos Amigos do Mindelo para a Defesa do Ambiente VIII Encontro Regional de Educação Ambiental Furnas, S. Miguel, Açores 2006 Juventude no Presente A Visão Procura-se jovem com um profundo

Leia mais

COMMUNICATION ON PROGRESS

COMMUNICATION ON PROGRESS COMMUNICATION ON PROGRESS (COP) 2014 1. Declaração de Compromisso Esta é a primeira comunicação de Progresso (COP) que fazemos abrangendo o período de Dezembro de 2013 a Dezembro de 2014. Quero reforçar

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

O que é a Rede Gestus?

O que é a Rede Gestus? O que é a Rede Gestus? A Rede Gestus é uma união estratégica que tem em vista a revitalização e dinamização do comércio local das zonas de Bragança, Chaves e Viseu. A Rede destina-se às Pequenas e Médias

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

Política de Responsabilidade Social

Política de Responsabilidade Social Política de Responsabilidade Social e Programa 2015 I. ENQUADRAMENTO A criação da Fábrica do Chocolate materializa por si só o sentido de responsabilidade social da empresa e das pessoas envolvidas na

Leia mais

Criamos. valor à sua empresa

Criamos. valor à sua empresa Criamos valor à sua empresa ORGANIZAÇÃO Somos o que fazemos repetidamente. Então, a excelência não é um acto isolado, mas sim um hábito. Aristóteles Compromisso A FISCOSEGUR é uma organização que presta

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO A Carta Europeia do Desporto do Conselho da Europa é uma declaração de intenção aceite pelos Ministros europeus responsáveis pelo Desporto. A Carta Europeia do Desporto

Leia mais

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO 1 Sumário: Conceito e Objectivos Estrutura do PN o Apresentação da Empresa o Análise do Produto / Serviço o Análise de Mercado o Estratégia de Marketing o

Leia mais

Iniciativa Move-te, faz Acontecer

Iniciativa Move-te, faz Acontecer Iniciativa Move-te, faz Acontecer Entidades Promotoras: Associação CAIS (Projecto Futebol de Rua): Fundada em 1994, a Associação CAIS tem como Missão contribuir para o melhoramento global das condições

Leia mais

GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES

GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES FICHA TÉCNICA Organização: Câmara Municipal da Amadora, Gabinete de Acção Social Equipa Técnica: Ana Costa, Rute Gonçalves e Sandra Pereira Design/Paginação: Estrelas

Leia mais

1 Criação de uma bolsa anual de árvores para oferta

1 Criação de uma bolsa anual de árvores para oferta Floresta Comum, Qual o objectivo principal do Floresta Comum? O objectivo? O Floresta Comum, é um programa de incentivo à reflorestação com a floresta autóctone portuguesa. Para a concretização deste objectivo,

Leia mais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais

1. Âmbito de Aplicação 2. Valores Gerais CÓDIGO DE ÉTICA 1. Âmbito de Aplicação 1.1. O presente Código de Ética aplica-se a todos os colaboradores da COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A., adiante designada como CL, qualquer que seja o seu vínculo laboral

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA

AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA --------------------------------------------------------------------------------------------- I Conceito de Empresa

Leia mais

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros.

Ética A GUARDIAN disponibiliza o presente Código de Conduta a todos os colaboradores, Clientes, Fornecedores e Parceiros. Âmbito de aplicação O presente Código de Conduta aplica-se a toda a estrutura GUARDIAN Sociedade de Mediação de Seguros, Lda., seguidamente designada por GUARDIAN, sem prejuízo das disposições legais ou

Leia mais

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos

Leia mais