PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2014 Prefeitura Municipal de Bom Despacho AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL"

Transcrição

1 1)Para a prevenção e o controle da cárie, é necessário atuar em um conjunto de fatores : a) Restauração, polimento, bala b) Controle do açúcar, limpeza dos dentes, uso do flúor. c) Escovação, açúcar, flúor d) Remoção da placa, dieta, tártaros. e)biofilme, restauração,limpeza 2) Quais são as principais doenças bucais? a) hepatites virais, tuberculose, cárie dentária. b) Cárie dentária, gengivite, herpes simples. c) Varicela, Câncer bucal, periodontite. d) herpes simples, herpes zoster,gengivite. e) Cárie dentária, doença periodontal, câncer bucal. 3) Ao compor um estojo clínico para Raspagem gengival a ASB responsável cuidará para que não falte nenhum instrumento necessário. Marque a opção correta: a) Cabo de bisturi, espelho bucal, seringa carpule, sonda exploradora, curetase pote dappen. b) Espelho e cabo para espelho, pinça clínica, sonda exploradora, sonda milimetrada, curetas e pote dappen. c) sonda exploradora,sondamilimetrada,pinçaallis,pinçakelly,espelho e cabo para espelho. d) Espátula teflon, pote dappen, espelho e cabo para espelho,pinçaclínica,pinça Kelly. e)sonda milimetrada, sonda exploradora, pote dappen, espelho bucal e pinça clínica. 4)Todos os instrumentos abaixo fazem parte de uma bandeja cirúrgica, exceto: a) Hollemback b) Espelho c) Sindesmótomo d) Agulha para anestesia e)brocas 5) O que significa a sigla SUS:

2 a) Sistema universal da saúde. b) Superintendência de saúde. c) Saúde para todos d) Sistema Único de Saúde. e)sistema único social 6) Quais das seguintes competências são específicas do ASB? a)responder pela administração da clínica b) Realizar atendimento de urgência e emergência. c)preparar o usuário para o atendimento. d) Participar de pactos para qualificação e resolubilidade do serviço, incluindo o pacto da Atenção Básica. e)realizar exodontias. 7) Quais são os EPIs obrigatórios na prática odontológica? a) Luvas de borracha, gorro, alta rotação, óculos b) Avental de chumbo, máscaras, sondas, óculos c) Toucas, espelho clínico, jaleco, óculos d) Luvas, máscaras, gorro, óculos, avental e) Luvas, óculos, máscaras, ficha endodôntica. 8) Para facilitar a sua identificação, os dentes são representados por números. Marque a opção correta: a) 11 corresponde ao incisivo central superior direito. b) 21 corresponde ao incisivo central superior direito. c) 43 - corresponde ao incisivo central inferior esquerdo. d) 13 corresponde ao canino inferior direito. e) 36 corresponde ao 1º molar inferior direito. 9) Quais dos materiais abaixo são usados na bandeja clínica? a) Seringa, sonda, colher de dentina, pinça, espelho. b) Espelho,colher de dentina,pinça,sindesmótomo,sonda,hollemback. c) Flúor, espelho, sindesmótomo. d) Brocas,seringas,sondas,pinça goiva. e) Alavancas,espelho,sugador,anestésico. 10)O Dentista ao atender um paciente e constatar que o caso seria de uma extração em caráter de urgência verificou com a responsável da CME se havia todos os materiais necessários para que pudesse realizar o procedimento. Diante de tal situação quais materiais relacionados abaixo não poderiam faltar para que concluísse o atendimento cirúrgico?

3 a) Fio dental, creme dental,fio de sutura, flúor. b) Agulha de sutura, taça de borracha, gaze, brocas diamantadas. c) Fio dental, soro fisiológico, cunha de madeira, fio de sutura. d) Ataque ácido, lâmina de bisturi, ionômero de vidro, agulha de sutura. e) Gaze,fio de sutura, lâmina de bisturi, agulha de sutura. 11) As ações de saúde em odontologia no setor público devem ser: a) Exclusivamente curativas. b) Tanto preventivas quanto curativas não devendo haver dissociação entre elas.b) c)exclusivamente preventivas. c) Curativas e reabilitadoras. e) Preventivas e curativas comprioridade para as últimas. 12) Para efeito de esterilização o tempo de exposição na solução de glutaraldeído a 2% é de: a) 12 horas b) 30 minutos c) 10 horas d) 08 horas e) 60 segundos 13) Qual é o aparelho que garante a eficiência do processo de esterilização e seu uso deve ser sempre incentivado em substituição à estufa? a) Autoclave b) Câmara escura c) Forno de Pauster d) Equipo-Flex e) Ultra- Son 14) Com relação a indicação do uso do selante é correto afirmar que: a) Nos dentes decíduos é muito recomendado. b) É principalmente indicado para dentes com cicatrículas e fissuras rasas e largas C) É indicado para dentes anteriores recém erupcionados. d).é usualmente indicado para pacientes com baixo índice de cárie. e) É indicado para dentes clinicamente livres de cárie.

4 15) Sou um dente volumoso, tenho 05 cúspides( 03 vestibulares e 02 linguais) e normalmente 02 raízes: uma mesial e outra distal. Normalmente apareço na boca aos 06 anos. Quem sou eu? a) Segundo molar superior b) Primeiro molar superior c) Primeiro pré molar inferior d)primeiro molar inferior e) Segundo molar inferior 16) O conceito de esterilização e desinfecção são respectivamente: a) A esterilização é a destruição total da vida microbiana vegetativa e esporulada. Desinfecção é a destruição da vida microbiana, mas não necessariamente os esporos bacterianos. b) A esterilização é a destruição parcial da vida microbiana vegetativa e esporulada. Desinfecção é a destruição total da vida esporulada. c) A esterilização e a desinfecção são sinônimos e significam destruição total da vida microbiana vegetativa e esporulada. d) A esterilização é a destruição de toda a vida microbiana vegetativa. Desinfecção é a destruição parcial da forma vegetativa esporulada. 17) Qual a seqüência correta para revelação de um radiografia: a) Solução reveladora, lavagem intermediária, solução fixadora, lavagem final. b) Solução fixadora, solução reveladora, lavagem intermediária, lavagem final. c) Solução reveladora, solução fixadora, lavagem intermediária, lavagem final. d) Lavagem final, solução fixadora, solução reveladora, lavagem intermediária. e)solução fixadora, lavagem intermediária, solução reveladora, lavagem final. 18) Qual o significado das seguintes siglas: ASB,TSB, CD. a) Agente de saúde bucal, técnico em saúde bucal, cirurgião dentista b) Atendente de consultório dentário, técnico em saúde bucal, cirurgião dentista. c)agente de endemias, técnico de higiene dental, cirurgião dentista d) Auxiliar em saúde bucal, técnico de higiene dental, cirurgião dentista. e)auxiliar em Saúde bucal, técnico em saúde bucal, cirurgião dentista.

5 19) Os tecidos que constituem os dentes são quatro: a) Esmalte, cemento, polpa e raiz b) Colo, dentina, polpa, gengiva c) Esmalte, dentina, polpa, e cemento. d) Coroa, colo e raiz e)gengiva, polpa, cemento e dentina. 20) São todos instrumentais restauradores, exceto: a)porta selante b) Cunha c) Condensadores d) Porta dycal e)brunidores 21 ) Educação e Saúde é muito importante dentro da odontologia. Qual seu principal objetivo? a) Motivar o planejamento familiar b)organizar os serviços conforme portaria nº 1464 de 24 de junho de c) Incentivar a escovaçãoda língua. d) O incentivo e o fortalecimento da autonomia dos usuários no controle do processosaúde- doença. e) Capacitar o usuário no controle de placa. 22) Quais das seguintes condições são relacionadas ao PNE? a) Bruxismo, hipoglicemia de jejum, agressividade.. b) Deficiência mental, cadeirante, alteração de mucosa c) Cárie rampante, dentística, periodontite d) Paralisia infantil, síndrome de Dow, deficiência mental e) Paralisia cerebral, deficiência mental, síndrome de Dow. 23) A Dentista fez uma restauração em resina no incisivo central superior direito. Qual dassuperfícies deste dente não poderia receber a restauração: a) distal b) Incisal

6 c) Oclusal d) Vestibular e) Mesial 24) São meios de remoção mecânica da placa bacteriana e ou cálculo, exceto: a) Aplicação de flúor b) Escovação dentária c) Raspagem e alisamento radicular d) Polimento coronário e) Uso do fio dental 25) No paciente em crise convulsiva, o procedimento correto é: a) Passar álcool nos pulsos e peito. b) Manter sua cabeça em posição lateral e deixá-lo debater. c) Deixá-lo só e buscar ajuda. d) Fazer respiração artificial e) Manter seu corpo todo imóvel.

7 GABARITO 1 B 2 E 3 B 4 A 5 D 6 C 7 D 8 A 9 A 10 E 11 B 12 C 13 A 14 E 15 D 16 A 17 A 18 E 19 C 20 A 21 D 22 E 23 C 24 A 25 B

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 1. O paciente João compareceu ao consultório odontológico uma semana depois de realizar uma exodontia do segundo molar inferior esquerdo. Qual das alternativas abaixo contém os

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001

PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001 PORTARIA Nº 267, DE 06 DE MARÇO DE 2001 Publicada no DOU de 07/03/2001, seção 1, pg. 67 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, considerando a necessidade de: - regulamentação da Portaria

Leia mais

AGULHA AZUL (NAVITIP 30ga, 25mm) E AGULHA AMARELA (ENDO- EZE 27ga): o 03 UNIDADES DE CADA o marca Ultradent (encontrado na Dental Perboni)

AGULHA AZUL (NAVITIP 30ga, 25mm) E AGULHA AMARELA (ENDO- EZE 27ga): o 03 UNIDADES DE CADA o marca Ultradent (encontrado na Dental Perboni) INSTRUMENTAL E MATERIAL NECESSÁRIOS O material solicitado deve ser organizado em caixas metálicas (perfuradas) e caixas plásticas conforme descrito abaixo: Caixa número 1 Instrumental clínico Caixa metálica

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES

CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES 1. Na perspectiva de superar as dificuldades apontadas, os gestores do SUS assumem o compromisso público da construção do PACTO PELA SAÚDE 2006, que será anualmente revisado,

Leia mais

USP - FACULDADE DE ODONTOLOGIA DISCIPLINA DE DENTÍSTICA OPERATÓRIA DIRETA. - Lista de Materiais -

USP - FACULDADE DE ODONTOLOGIA DISCIPLINA DE DENTÍSTICA OPERATÓRIA DIRETA. - Lista de Materiais - USP - FACULDADE DE ODONTOLOGIA DISCIPLINA DE DENTÍSTICA OPERATÓRIA DIRETA - Lista de Materiais - GERAIS Avental branco Máscara descartável Óculos de proteção Gorro descartável Luvas de procedimentos descartáveis

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA

MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA PADRÃO UNIDADE PADRÃO TOTAL SALDO ANTERIOR ENTRADA SAÍDA SALDO ATUAL QTD SOLICITADA QTD ENTREGUE DEMANDA NÃO ATENTIDA ANALISE ESCOLA: MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA Responsável : Data: / / Recebido

Leia mais

APOSTILA DE INSTRUMENTAIS E MATERIAIS DE PERIODONTIA CURSO DE ODONTOLOGIA CIÊNCIAS DA SAÚDE

APOSTILA DE INSTRUMENTAIS E MATERIAIS DE PERIODONTIA CURSO DE ODONTOLOGIA CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES CAMPUS ERECHIM APOSTILA DE INSTRUMENTAIS E MATERIAIS DE PERIODONTIA CURSO DE ODONTOLOGIA CIÊNCIAS DA SAÚDE Prof. Ms. Ivanete Maria Lando ERECHIM

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES:

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS - CGIC Concurso Público (Aplicação: 20/05/2012) Cargo: Técnico em Higiene Dental/Classe D-101 LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: Verifique,

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

QUADRO FINAL DE JULGAMENTO DE PROPOSTAS E LANCES DO PREGÃO N. 021/2009

QUADRO FINAL DE JULGAMENTO DE PROPOSTAS E LANCES DO PREGÃO N. 021/2009 1 4 unidade Abaixador de lingua Bruning R$ 20,00 DIST. ALÉM PARAÍBA ABC R$ 8,09 R$ 32,36 2 4 unidade Abridor de boca anatomico; adulto; formato trapezoidal com ranhuras laterais; em silicone atoxico; esterilizacao

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07, DE 14 DE ABRIL DE 2003.

RESOLUÇÃO Nº 07, DE 14 DE ABRIL DE 2003. RESOLUÇÃO Nº 07, DE 14 DE ABRIL DE 2003. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA CRIMINAL E PENITENCIÁRIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais; CONSIDERANDO a decisão, por unanimidade,

Leia mais

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente).

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). Consiste na regularização do alvéolo (local onde está inserido o dente), geralmente após a

Leia mais

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL PROCESSO SELETIVO IABAS ESF SETEMBRO 2014 TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL CÓDIGO: TSB46, TSB54 e TSB64 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 4 horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2010. 3º Período

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2010. 3º Período UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE - UNIVALE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACS CURSO DE ODONTOLOGIA LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2010 3º Período Curso de Odontologia FACS/UNIVALE Governador Valadares/MG

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL UNIODONTO PORTO ALEGRE Modalidade pré-pagamento sem coparticipação, ou seja, o contratante pagará apenas o valor da mensalidade e terá a sua disposição todos os beneficios previstos pela ANS. Atendimento

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO V.02 jan./14 Este Regulamento aplica-se ao serviço de assistência odontológica oferecido pela Atual Tecnologia e Administração de Cartões Ltda ("ATUAL"),

Leia mais

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial 81000421 Radiografia periapical CIRURGIA Planilha1 DIAGNÓSTICO 81000065 Consulta odontológica inicial 81000111 Diagnóstico anatomopatológico em citologia esfoliativa na região buco-maxilo-facial 81000138

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 002/2013 AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL e AUXILIAR OPERACIONAL CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno

Leia mais

Cobertura RN 338 Lei 9656/98:

Cobertura RN 338 Lei 9656/98: Cobertura RN 338 Lei 9656/98: CÓDIGO PROCEDIMENTO Flex 30% GRUPO 87000032 CONDICIONAMENTO EM ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS R$ 7,62 CONSULTAS 81000030 CONSULTA ODONTOLÓGICA R$ 10,58

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO nº 006/2013 SAÚDE CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL Nome do Candidato: Nº do RG: Assinatura: INSTRUÇÕES 1. Verifique se o seu caderno de provas contém 30 (trinta) questões

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23

PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 13 PROVA ESPECÍFICA Cargo 23 QUESTÃO 31 Com relação aos tecidos dentários, analise as afirmativas abaixo: 1) O esmalte é um tecido duro, que constitui a maior parte do dente, determinando a forma da coroa.

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 2015

CONCURSO PÚBLICO 2015 IMPARH DIRETORIA DE CONCURSOS E SELEÇÕES - DCS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SMS CONCURSO PÚBLICO 2015 NOME PROVIMENTO DOS CARGOS EFETIVOS DE TÉCNICO EM ENFERMAGEM, TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL E AUXILIAR

Leia mais

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000.

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. [fesehf/cabecalho.htm] Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. Plano de Saúde Assunto: Rol de Procedimentos Odontológicos para Plano de Saúde Prezado (a) Senhor (a), A Agência Nacional de Saúde

Leia mais

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial CÓDIGO 81000049 81000057 82000468 Diagnóstico, Urgência-Emergência: Noturna, Sábado, Domingo ou Feriado (procedimento abaixo) Consulta odontológica de Urgência (Horário normal das 08:00 horas às 18:00

Leia mais

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL PROCESSO SELETIVO IABAS ESF SETEMBRO 2014 TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL CÓDIGO: TSB46, TSB54 E TSB64 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 4 horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Plano Integral... TRATAMENTO AMBULATORIAL/DIAGNÓSTICO Consulta EMERGÊNCIA Colagem de fragmentos (consiste na recolocação de partes de dente que sofreu fratura,

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2011/1

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2011/1 UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE - UNIVALE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACS CURSO DE ODONTOLOGIA LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 2011/1 3º Período Obs: O jaleco deve ser na cor branca, longo (na altura

Leia mais

27/05/2014. Dentística I. Classe III. Classe I. Classe V. Terapêutica ou protética; Simples, composta ou complexa.

27/05/2014. Dentística I. Classe III. Classe I. Classe V. Terapêutica ou protética; Simples, composta ou complexa. Mauro A Dall Agnol UNOCHAPECÓ mauroccs@gmail.com Classe I Classe II Classe III Classe IV Classe V Classe I Classe II Classe III Classe IV Classe V Dentística I Terapêutica ou protética; Simples, composta

Leia mais

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master (ANEXO A - ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS EXIGIDOS PELA ANS)- Tabela Cliente CH = Coeficiente de Honorário Odontológico Valor do CH = R$ USO = Unidade

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na TUSS Odontologia Código Procedimento US Código Estruturado Especialidade US DIAGNÓSTICO DIAGNÓSTICO 01.01 CONSULTA ODONTOLÓGICA INICIAL 65 81000065 Consulta odontológica inicial 65 01.05 CONSULTA ODONTOLÓGICA

Leia mais

Glossário dental. Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento.

Glossário dental. Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento. Glossário dental (rev.060118) Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento. Odontologia preventiva - Tratamento que visa evitar patologias futuras. A prevenção evita posteriormente

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIAS PERIODONTAIS E PERIMPLANTARES

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIAS PERIODONTAIS E PERIMPLANTARES CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIAS PERIODONTAIS E PERIMPLANTARES PROGRAMAÇÃO 18 TURMA COORDENADORA Prof a Miranda Deliberador CORPO DOCENTE Prof a Carmen L. Mueller Storrer Prof a Cláudia Tenório Trevisani

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO, TÉCNICO E FUNDAMENTAL QUIXADÁ-CE Data da aplicação: 14/03/2010 CADERNO DE PROVAS

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO, TÉCNICO E FUNDAMENTAL QUIXADÁ-CE Data da aplicação: 14/03/2010 CADERNO DE PROVAS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO, TÉCNICO E FUNDAMENTAL QUIXADÁ-CE Data da aplicação: 14/03/2010 CADERNO DE PROVAS Nome do candidato: Número do documento de identidade:

Leia mais

REGULAMENTO ODONTOLÓGICO

REGULAMENTO ODONTOLÓGICO REGULAMENTO ODONTOLÓGICO Regulamento Vigente REGULAMENTO ODONTOLÓGICO ARTIGO 1º - A Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo - AFRESP - prestará a seus associados inscritos na Administração

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 FUNÇÃO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Realizar mapeamento de sua área; Cadastrar as famílias

Leia mais

CUIDE DOS SEUS DENTES

CUIDE DOS SEUS DENTES SENADO FEDERAL CUIDE DOS SEUS DENTES SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuide dos seus dentes apresentação Pesquisas científicas comprovam que dentes estragados provocam outras doenças que aparentemente não têm

Leia mais

PORTUGUÊS MATEMÁTICA. 04. Naquele mês, não houve café nos campos por conta das intempéries. As palavras sublinhadas no enunciado são, respectivamente:

PORTUGUÊS MATEMÁTICA. 04. Naquele mês, não houve café nos campos por conta das intempéries. As palavras sublinhadas no enunciado são, respectivamente: Prefeitura Municipal de Coronel Vivida Estado do Paraná CONCURSO PÚBLICO Nº 00/202 AUXILIAR DE ODONTOLOGIA PORTUGUÊS 0. A oração que atende aos padrões da norma culta da língua, em termos de regência verbal,

Leia mais

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS ROL DE ONTOLÓGICOS PROCEDIMENTO SUBGRUPO GRUPO CAPÍTULO AMB HCO HSO PAC D.UT ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL (COM DIRETRIZ DE AJUSTE OCLUSAL ALVEOLOPLASTIA AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA APICETOMIA

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS QUESTÃO 1 A responsabilidade do Poder Público em relação à saúde: a. É exclusiva. b. É privativa. c. É concorrente. d. Não exclui o papel da família, da comunidade e dos próprios

Leia mais

Disciplina: Dentística Pré-clínica APARELHO FOTOPOLIMERIZADOR - LED 1 APLICADOR DE CIMENTO DE HIDRÓXIDO DE CÁLCIO DUPLO 1

Disciplina: Dentística Pré-clínica APARELHO FOTOPOLIMERIZADOR - LED 1 APLICADOR DE CIMENTO DE HIDRÓXIDO DE CÁLCIO DUPLO 1 Disciplina: Dentística Pré-clínica LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS PARA DICIPLINA DE DENTÍSTICA PRÉ-CLÍNICA APARELHO FOTOPOLIMERIZADOR - LED APLICADOR DE CIMENTO DE HIDRÓXIDO DE CÁLCIO DUPLO APLICADOR

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PROMOÇÃO POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES 2012 TÉCNICO DE SAÚDE PÚBLICA ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE HIGIENE DENTAL (TSPB02) PROVA

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados na

Leia mais

www.implanteperio.com.br

www.implanteperio.com.br CURSO AVANÇADO DE CIRURGIAS PLÁSTICAS E REGENERATIVAS PERIODONTAIS E PERIMPLANTARES DIRECIONADAS À ESTÉTICA 2010 CORPO DOCENTE www.implanteperio.com.br Prof. Dr. Julio Cesar Joly (julio.joly@yahoo.com.br)

Leia mais

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA

Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Título: PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA EMEB JOÃO MARIA GONZAGA DE LACERDA Autores: Ana Cláudia Morandini Sanchez, CD Serviço de saúde: Unidade de Saúde da Família VILA ANA Palavras-chaves: cárie dentária,

Leia mais

CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 1 MÓDULO B EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS

CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 1 MÓDULO B EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 1 MÓDULO B EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS DIVIDIDOS EM: EQUIPAMENTOS PRINCIPAIS EQUIPAMENTOS PERIFÉRICOS CONHECENDO OS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS EQUIPAMENTOS

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil 1 DIAGNÓSTICO 1.1 Consulta Clínico 1.2 Consulta Especialista 1.3 Condicionamento em Odontologia para crianças

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. TESTE SELETIVO PÚBLICO - Edital n.º 01/2015 8 de março de 2015 / INSTITUTO CORPORE / Guarujá SP

LÍNGUA PORTUGUESA. TESTE SELETIVO PÚBLICO - Edital n.º 01/2015 8 de março de 2015 / INSTITUTO CORPORE / Guarujá SP LÍNGUA PORTUGUESA 1. "Pagam bem lá?" Nesta oração o sujeito é: a) Oculto. b) Simples. c) Indeterminado. d) Oração sem sujeito. e) Indireto. 2. "Anoitecia silenciosamente." Nesta oração temos: a) Sujeito

Leia mais

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV DIAGNÓSTICO exame inicial exame periódico perícia procedimento diagnóstico anatomopatológico exame histopatológico teste de fluxo salivar

Leia mais

PROTOCOLO CLÍNICO PARA O ATENDIMENTO INDIVIDUAL FICHA CLÍNICA

PROTOCOLO CLÍNICO PARA O ATENDIMENTO INDIVIDUAL FICHA CLÍNICA ANEXO 2 PROTOCOLO CLÍNICO PARA O ATENDIMENTO INDIVIDUAL FICHA CLÍNICA - Fazer a ficha clínica sempre que o for a 1ª consulta do usuário. 1ª CONSULTA Identificação do usuário realizado pela TSB (ou outro

Leia mais

Profª Márcia Rendeiro

Profª Márcia Rendeiro Profª Márcia Rendeiro CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA AMBIENTES INSTRUMENTOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE TRABALHO ODONTOLÓGICO VEM SOFRENDO TRANSFORMAÇÕES AO LONGO

Leia mais

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL HIGIENE BUCAL A Higiene bucal é considerada a melhor forma de prevenção de cáries, gengivite, periodontite e outros problemas na boca, além de ajudar a prevenir o mau-hálito (halitose). Higiene bucal é

Leia mais

Rol Mínimo. Cobertura detalhada

Rol Mínimo. Cobertura detalhada Cirurgia Alveoloplastia Amputação radicular com obturação retrógrada Amputação radicular sem obturação retrógrada Apicetomia birradiculares com obturação retrógrada Apicetomia birradiculares sem obturação

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03 PROVA ESCRITA OBJETIVA TIPO NM - 03 CARGO: AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL DATA: 05/06/2016 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) LEIA AS INSTRUÇÕES: 01. Você deve receber do fiscal o material abaixo: a) Este

Leia mais

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução ODONTOLOGIA CANINA Juliana Kowalesky Médica Veterinária Mestre pela FMVZ -USP Pós graduada em Odontologia Veterinária - ANCLIVEPA SP Sócia Fundadora da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária

Leia mais

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45 SMILt Tabela de Preços/Descontos Designação Público em geral Comunidade IPLeiria Consulta de Medicina Dentária Consulta de Medicina Dentária 50 45 Consulta de Urgência 50 45 Dentisteria e Estética Restauração

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X)

TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) TRANSFORMAÇÃO DA FORMA DOS LATERAIS CONÓIDES UTILIZANDO RESINA COMPOSTA (ESTHET-X) Caso clínico realizado pelo especialista em Dentística Restauradora HECTOR GREGORY SOCIAS JUNIOR (República Dominicana).

Leia mais

Doença Periodontal na Infância

Doença Periodontal na Infância Universidade de São Paulo Faculdade de Odontologia Doença Periodontal na Infância Profa. Dra. Ana Estela Haddad Camilla V. Galatti / Dr. Cássio Alencar Doença periodontal é uma afecção da fase adulta?

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB)

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO CARGA HORÁRIA: 1.200 HORAS COM ESTÁGIO DURAÇÃO : 2 ANOS PERIODICIDADE: SEMANAL (2ª, 3ª E 4ª) HORÁRIO DAS AULAS: 19H AS 21H INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 (Do Sr. Rubens Otoni) CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 (Do Sr. Rubens Otoni) CAPÍTULO I. Disposições Preliminares PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 (Do Sr. Rubens Otoni) Regulamenta o exercício das profissões detécnico em Higiene Dental e de Atendente de Consultório Dentário. O Congresso Nacional decreta: CAPÍTULO I Disposições

Leia mais

BROCAS (ALTA ROTAÇÃO) 02 - Esférica ¼ 02 - Esférica ½ 02 - Esférica 1 02 - Esférica 2 02 - Esférica 4 02 - Cilíndrica 56 01-329 02-330 02-245

BROCAS (ALTA ROTAÇÃO) 02 - Esférica ¼ 02 - Esférica ½ 02 - Esférica 1 02 - Esférica 2 02 - Esférica 4 02 - Cilíndrica 56 01-329 02-330 02-245 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA Curso de Graduação em Odontologia Relação de Materiais e Instrumentais - URIAE 2 2º PERÍODO DENTÍSTICA Quant Especificação 01 Alicate 121 01

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Este Caderno contém 35 questões de múltipla escolha,

Leia mais

Cobertura do Plano Star

Cobertura do Plano Star Cobertura do Plano Star Diagnóstico Consulta inicial Exame histopatológico Condicionamento em odontologia. Urgência Curativo em caso de hemorragia bucal consiste na aplicação de hemostático e sutura no

Leia mais

AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA 82000050 Amputação radicular sem obturação retrógrada

AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA 82000050 Amputação radicular sem obturação retrógrada 85400017 Ajuste Oclusal por acréscimo AJUSTE OCLUSAL 85400025 Ajuste Oclusal por desgaste seletivo AJUSTE OCLUSAL 82000034 Alveoloplastia ALVEOLOPLASTIA Amputação radicular com obturação retrógrada AMPUTAÇÃO

Leia mais

Sorriso de criança... Questão de educação!

Sorriso de criança... Questão de educação! Cidade Sorridente Sorriso de criança... Questão de educação! Dados oficiais (Mesmo entre os cidadãos com renda mensal acima de 6 SM) O Brasil é campeão mundial de cárie 60% dos dentes cariados estão sem

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

O NOSSO PREÇÁRIO DE ESTOMATOLOGIA

O NOSSO PREÇÁRIO DE ESTOMATOLOGIA O NOSSO PREÇÁRIO DE ESTOMATOLOGIA Os produtos e os preços indicados nas páginas seguintes são indicativos e válidos até junho de 2015. Favor nos consultar depois dessa data ou se não encontrar o produto

Leia mais

210 RX Periapical R$ 7,00 220 RX Bite-Wing (Interproximal) R$ 7,00 310 RX Oclusal R$ 14,00 300-490 - 3 URGÊNCIAS/EMERGÊNCIAS ODONTOLÓGICAS

210 RX Periapical R$ 7,00 220 RX Bite-Wing (Interproximal) R$ 7,00 310 RX Oclusal R$ 14,00 300-490 - 3 URGÊNCIAS/EMERGÊNCIAS ODONTOLÓGICAS 1 - DIAGNÓSTICO 100-490 110 Consulta Inicial (Exame Clínico e Orçamento) (VALID. 6 meses) R$ 45,00 120 Urgência odontológica R$ 45,00 130 Exame histopatológico*** (somente clínicas especializadas) ***

Leia mais

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia Diagnóstico - Primeira Consulta Consulta Inicial: É a primeira consulta feita com o cirurgião-dentista, com o objetivo de diagnosticar as patologias presentes e estabelecer o tratamento a ser feito. Exame

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS

LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE - UNIVALE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACS CURSO DE ODONTOLOGIA LISTA DE MATERIAIS E INSTRUMENTAIS 3º Período Obs: O jaleco deve ser na cor branca, longo (na altura dos

Leia mais

CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS

CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS CONSULTAS Consulta de Medicina Dentária (Check-up) Consulta de Urgência (após o horário de funcionamento normal) 30 CIRURGIA ORAL Exodontia simples 25

Leia mais

RIO DE JANEIRO. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Junho de 2012 ANO VI N 716. Atos Oficiais. Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.

RIO DE JANEIRO. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Junho de 2012 ANO VI N 716. Atos Oficiais. Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL. RIO DE JANEIRO. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Junho de 2012 ANO VI N 716 Atos Oficiais 2 RIO DE JANEIRO. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Junho de 2012 ANO VI N 716 ANO VI N 716 RIO DE JANEIRO. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Junho de

Leia mais

ANEXO I. Rol de Procedimentos Odontológicos

ANEXO I. Rol de Procedimentos Odontológicos ANEXO I Rol de Procedimentos Odontológicos Classificam-se como procedimentos de DIAGNÓSTICO: I Consulta inicial II Exame histopatológico Consiste em anamnese, preenchimento de ficha clínica odontolegal,

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS

Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS 01.01.01.001-0 Procedimento x CBO ATIVIDADE EDUCATIVA / ORIENTACAO

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Ministério da Educação/Secretaria de Educação

Leia mais

Controle de Hemorragia sem Aplicação de Agente Hemostático em região Buco-maxilo-facial 82000484 130

Controle de Hemorragia sem Aplicação de Agente Hemostático em região Buco-maxilo-facial 82000484 130 ANEXO I TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS AGEMED Baseado na Lei 9656 e RN 211 - Edição julho/2014 Terminologia Unificada da Saúde Suplementar (TUSS). NOMENCLATURA / PROCEDIMENTO CÓDIGO TUSS RAIO X

Leia mais

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO EXAME CLÍNICO DA DOENÇA PERIODONTAL DIAGNÓSTICO PERIODONTAL CONSISTE O DIAGNÓSTICO NA ANÁLISE DO PERIODONTAL HISTÓRICO DO CASO, NA AVALIAÇÃO DOS SINAIS CLÍNICOS E SINTOMAS, COMO TAMBÉM DOS RESULTADOS DE

Leia mais

ANEXO I. PREGÃO PRESENCIAL n 05/2008 REGISTRO DE PREÇOS MATERIAL ODONTOLÓGICO

ANEXO I. PREGÃO PRESENCIAL n 05/2008 REGISTRO DE PREÇOS MATERIAL ODONTOLÓGICO 1 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES Praça Leopoldo Francisco Kretzer, 01, Centro CEP: 88125-000 Fone: 48-32770122 R. 223 www.pmspa.sc.gov.br

Leia mais

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS Obs. Para encontrar o valor dos serviços prestados pelos dentistas conveniados multiplica-se a quantidade de U.S.O. (Unidade Serviços Odontológicos) pelo valor estabelecido

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS OBJETIVO Este manual foi elaborado para orientar o usuário quanto ao preenchimento das fichas de Coleta de Dados Simplificados (CDS). Esse documento visa descrever

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Pré-natal odontológico Atenção em Saúde Integral da Gestante dentro da Estratégia Saúde da Família. Área temática Qualificação do atendimento às populações

Leia mais

Premissa. Códigos e rios

Premissa. Códigos e rios Índices epidemiológicos em saúde bucal 3/10/2011 Prof. Samuel Jorge Moysés, Ph.D. 1 Premissa A epidemiologia pode ser definida como o estudo da distribuição e dos determinantes de eventos ou estados relacionados

Leia mais

Tabela de Procedimentos Básicos UNIODONTO TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO-III UNIODONTO-SC

Tabela de Procedimentos Básicos UNIODONTO TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO-III UNIODONTO-SC Tabela de Procedimentos Básicos UNIODONTO TABELA DE PROCEDIMENTOS COPARTICIPAÇÃO-III UNIODONTO-SC Baseado na Lei 9656 e RN 211 - Edição outubro/2011 - Terminologia Unificada da Saúde Suplementar (TUSS).

Leia mais

ANEXO I CÓD. C O N S U L T A I N I C I A L QUANT. VALOR. 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00

ANEXO I CÓD. C O N S U L T A I N I C I A L QUANT. VALOR. 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00 ANEXO I C O N S U L T A I N I C I A L 110 Consulta inicial (exame clínico e plano de tratamento ) 100 22,00 U R G Ê N C I A E E M E R G Ê N C I A 121 Curativo em caso de hemorragia bucal 175 38,50 122

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde www.saude.gov.br/bvs

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde www.saude.gov.br/bvs MINISTÉRIO DA SAÚDE Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde www.saude.gov.br/bvs Brasília DF 2012 O Sistema Único de Saúde (SUS) possui o Programa Brasil Sorridente, criado para cuidar da saúde

Leia mais

a. Limpeza b. Descontaminação c. Degermação d. Anti-sepsia e. Desinfecção

a. Limpeza b. Descontaminação c. Degermação d. Anti-sepsia e. Desinfecção 21. Sobre a participação do setor privado no Sistema Único de, SUS, é incorreto afirmar que: a. As entidades filantrópicas e sem fins lucrativos também recebem remuneração do SUS pelos serviços prestados

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Em um dente íntegro, suas imagens são facilmente identificáveis, pois já conhecemos a escala de radiopacidade. Estudamos as imagens das estruturas anatômicas, suas

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES

ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES ROL DE PROCEDIMENTOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES Classificam-se como procedimentos de DIAGNÓSTICOS: I Consulta Inicial Consiste em anamnese, preenchimento de ficha clínica Odontolegal, diagnósticos das doenças

Leia mais

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI TRABALHO DE CONCLUSÃO DE MÓDULO Tema: O papel da ASB nas especialidades de Prótese e Dentística. Trabalho

Leia mais

RASPAGEM E ALISAMENTO RADICULAR E TRATAMENTO PERIODONTAL DE SUPORTE

RASPAGEM E ALISAMENTO RADICULAR E TRATAMENTO PERIODONTAL DE SUPORTE INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação Disciplina de Periodontia 5 o período RASPAGEM E ALISAMENTO RADICULAR E TRATAMENTO PERIODONTAL DE SUPORTE Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com

Leia mais