Contratos e Vínculo Empregatício

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Contratos e Vínculo Empregatício"

Transcrição

1 Contratos e Vínculo Empregatício Belo Horizonte - 27 de novembro de 2013

2 Histórico Fencom Constituída em 26 de maio de 1994 pelas cooperativas: Coopanest-MG, Coopbaleia, Felicoop, Ginecoop, Matercoop e Santacoop-BH. 48 cooperativas de trabalho médico filiadas, mais de 20 mil médicos cooperados. Ramos crédito, trabalho e consumo.

3 Abrangência Nacional Minas Gerais Belo Horizonte, Montes Claros, Itabirito, Formiga, Itabira, Betim, Divinópolis, Uberaba, Uberlândia. Alagoas/ Maceió Coophaia Cooftal Coopanest-AL Servimed-AL SantaCoop MCZ Rio Grande do Sul/Porto Alegre Coopmed RS Goiás/Goiânia Unimed-Goiânia

4 Cooperativas Cooperarivas filiadas filiadas à Fencom Cooperativas Filiadas BELCOOP BHCOOP CEMEL CONCOOP COMEDI COOFTAL COOPANEST-MG COOPANEST-PA COOPANEST-AL COOPANEST-TM COOPBALEIA COOPCENTRAL COOPERALTO COOPERATIVO COOPERCON COOPERMED COOPGERAIS COOPHAIA COOPIMIMG COOPMED COOPMED-RS COOP CCV COOP UNI COOTRAU-TM COPAN COPEND-LM COPIMEF EVANGELICOOP FELICOOP FEMCOOP GINECOOP HCCOOP I COOP LUZICOOP MEDSAÚDE ONCOOP RAJACOOP SANCOOP SANTACOOP-BH SANTACOOP-MCZ SEMPCOOP SERVIMED-AL SICOOB CREDICOM UNICOOPER UNIMED-BH UNIMED-PEDRO LEOPOLDO UNIMED SERRA DO CARAÇA UNIMED GOIÂNIA

5 Vantagens de fazer parte da Fencom Vantagens de fazer parte da Fencom Redução e acompanhamento de glosas. Faturamento em dia. Agilidade e precisão no repasse de proventos aos cooperados. Eliminação do risco de retenção a maior do INSS. Maior poder de negociação com convênios. Acompanhamento e atualização do sistema, no que refere-se a normas e legislação.

6 Parcerias SINMED-MG Fenam AMMG AMB CRM MG CFM Unimed BH Unimed Goiás Unimed MG AHMG Sicoob Credicom Ocemg OCB Secretaria Municipal de Saúde de BH Ministério da Saúde Ibedess Confemed

7 Os médicos mineiros fazem parte de um sistema cooperativista que é referência nacional INTERCOOPERAÇÃO

8 Repasse SUS: experiência em Belo Horizonte/MG Honorários médicos do SUS repassados através das cooperativas. 2005: parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte.

9

10 Repasse SUS: experiência em Belo Horizonte/MG Benefícios Cooperados: - Segurança, agilidade, precisão. Benefícios Cooperativas: - Menor custo processamento (troca de arquivos em meio magnético). Benefícios Secretaria Municipal de Saúde: - Minimização risco fiscal/tributário do gestor. Benefícios Hospitais: - Minimização risco trabalhista. - Melhora do relacionamento com o corpo clínico.

11 Experiência em Belo Horizonte (11 cooperativas) R$ ,91 R$ ,83 R$ ,66 R$ ,70 R$ ,25 R$ ,50 Projeção Agilidade: prazo médio de 5 dias entre dia em que a secretaria paga e o dia em que as cooperativas realizaram o repasse. Mais de 900 médicos beneficiados/mês.

12 Cooperativas Guias Suporte nas áreas financeira, jurídica, comunicação, administrativa, TI e faturamento. Atendimento em consultório, clínicas e hospitais Honorário Médico

13 Fluxo Operacional HOSPITAL SECRETARIA MUN. DE SAÚDE COOPERATIVA REPASSE COOPERATIVA CONFERÊNCIA DOS DADOS SASC - INTEGRADO COM A SMS CRÉDITO NA CONTA DO MÉDICO

14 Transparência

15 Demonstrativo

16

17 Relação de serviços recebidos

18 Relação de glosas

19 O repasse de honorários do SUS por meio das cooperativas é possível e traz benefícios para todos os envolvidos: gestores públicos, hospitais, médicos, cooperativas e população.

20 Em Rochdale, 28 tecelões se reuniram pela primeira vez em dezembro de 1843 para discutir possíveis soluções de seus problemas de sobrevivência. Optaram por fundar um armazém cooperativo. Monte Carmelo 11 de agosto de 2012

21 Princípios cooperativistas Gestão democrática Interesse pela comunidade Adesão voluntária Participação econômica Autonomia e independência Intercooperação Educação, formação e informação

22 Obrigado pela atenção! Contatos: (31)

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS

Unimed Federação Minas. Quando o assunto é unimed, somos Especialistas. A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A UNIMED FEDERAÇÃO MINAS A Unimed Federação Minas atua representando política e institucionalmente as 62 cooperativas médicas no estado, 5 federações regionais e 1 comitê, bem como os mais de 15 mil médicos

Leia mais

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Composição do Financiamento do Setor Saúde - estimativa para 2006 MEDICAMENTOS 16% FEDERAL 25% DESEMBOLSO DIRETO 10% ESTADUAL 11% PLANOS E SEGUROS

Leia mais

Relatório Atividades Comitê de Enfrentamento da Dengue IBEDESS Ações realizadas:

Relatório Atividades Comitê de Enfrentamento da Dengue IBEDESS Ações realizadas: Relatório Atividades Comitê de Enfrentamento da Dengue IBEDESS Ações realizadas: Inserção no site do IBEDESS e envio, para todas as entidades que compõem o Instituto, do material citado abaixo, incluindo

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

IV FÓRUM NACIONAL DE COOPERATIVISMO MÉDICO Parceria do Cooperativismo Médico Unimed e Entidades Médicas: avanços e perspectivas

IV FÓRUM NACIONAL DE COOPERATIVISMO MÉDICO Parceria do Cooperativismo Médico Unimed e Entidades Médicas: avanços e perspectivas IV FÓRUM NACIONAL DE COOPERATIVISMO MÉDICO Parceria do Cooperativismo Médico Unimed e Entidades Médicas: avanços e perspectivas Mario Fernando da Silva Lins Cardiologista Membro da Comissão Nacional de

Leia mais

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS

SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS SISTEMA DE SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE CLÍNICAS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGENS OBJETIVO DA SOLUÇÃO GERCLIM WEB A solução GERCLIM WEB tem por objetivo tornar as rotinas administrativas e profissionais de sua clínica,

Leia mais

Cooperativismo de Trabalho e o SUS. Carlos Japhet M. Albuquerque Presidente Coopecárdio

Cooperativismo de Trabalho e o SUS. Carlos Japhet M. Albuquerque Presidente Coopecárdio Cooperativismo de Trabalho e o SUS Carlos Japhet M. Albuquerque Presidente Coopecárdio Cooperativas - Definição É uma associação autônoma de pessoas, unidas voluntariamente para atender suas necessidades

Leia mais

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Maceió -Setembro/2013 HISTÓRICO PORTARIA GM/MS nº 3.916/98 POLÍTICA NACIONAL DE MEDICAMENTOS ESTABELECEU DIRETRIZES

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE OPERADORA DE PLANO DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE CREMEGO 1) Cópia do Contrato Social e Alterações Contratuais, devidamente

Leia mais

DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA

DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA INTRODUÇÃO Serviço oferecido a gestante onde o obstetra fica a disposição durante o pré-natal

Leia mais

DEFESA PROFISSIONAL SMP 2005 a 2009

DEFESA PROFISSIONAL SMP 2005 a 2009 Relatório Ações de Defesa Profissional realizadas pela Sociedade Mineira de Pediatria e pelo Sindicato dos Médicos do Estado de Minas Gerais 2009-2011 DEFESA PROFISSIONAL SMP 2005 a 2009 SOS PEDIATRIA

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos Junho - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivos... 3 2. Introdução... 3 3. Cadastros... 4 3.1. Cadastro de Desconto em Repasse... 4 3.2. Cadastro de Critério Geral de Repasse... 4 3.3. Cadastro de

Leia mais

A Transferência de Recursos do OGU foi Simplificada. Conte com a parceria da CAIXA nos projetos do seu município.

A Transferência de Recursos do OGU foi Simplificada. Conte com a parceria da CAIXA nos projetos do seu município. A Transferência de Recursos do OGU foi Simplificada. Conte com a parceria da CAIXA nos projetos do seu município. As novas regras e o papel da CAIXA na transferência de recursos da União. A CAIXA na Transferência

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista SBHCI 2011

Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista SBHCI 2011 Curso Anual de Revisão em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista SBHCI 2011 A remuneração do intervencionista: a realidade do SUS e da saúde suplementar Adriano Dias Dourado Oliveira Cardiologista

Leia mais

Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013

Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013 Comissão Especial Destinada a Discutir o Financiamento da Saúde Pública Audiência Pública 15/05/2013 Ligia Bahia Universidade Federal do Rio de Janeiro/Abrasco Fontes Partilha Transparência Procedimentos

Leia mais

RELAÇÃO DE PLANOS REGISTRADOS NA ANS

RELAÇÃO DE PLANOS REGISTRADOS NA ANS flavio Capivari 1 UNIMED DE CAPIVARI - COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO RELAÇÃO DE PLANOS REGISTRADOS NA ANS Este Guia Médico abrange todos os planos de saúde listados abaixo: Número Registro Nome Comercial

Leia mais

Manual TISS Troca de Informaçõ

Manual TISS Troca de Informaçõ Manual TISS Troca de Informaçõ ções em Saúde Suplementar Versão o 1.1 Instruçõ ções para preenchimento das guias PREENCHER EXCLUSIVAMENTE COM CANETA PRETA OU AZUL GCES A Unimed Natal desenvolveu este manual

Leia mais

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono Foto: istockphoto.com/propagcomunica Aqui você é dono A UNICRED/ASACRED tem como seus pilares dois importantes institutos: o cooperativismo, que vem promover a gestão participativa, equitativa e igualitária,

Leia mais

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Coordenadoria de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência Coordenadora Mônica Farina Neves Santos Referência Técnica em Saúde Auditiva Fga. Gabriela Cintra

Leia mais

RELATÓRIO DE REUNIÃO DE CONTADORES 2 de maio de 2013

RELATÓRIO DE REUNIÃO DE CONTADORES 2 de maio de 2013 RELATÓRIO DE REUNIÃO DE CONTADORES 2 de maio de 2013 1 Em 24/04/2013 foi encaminhado convite via E-mail Informativo n.º 86/2013 (Circular n.º 18/2013) para as prefeituras, câmaras e autarquias dos municípios

Leia mais

PROJETO JOVENS PROFISSIONAIS UNIMED-BH

PROJETO JOVENS PROFISSIONAIS UNIMED-BH BELO HORIZONTE JUNHO 2015 Realização: Unimed-Belo Horizonte e Instituto Unimed-BH Responsável: Cíntia Roberta de Carvalho Campos (Gestora do Instituto Unimed-BH Contatos: cintia@institutounimedbh.com.br

Leia mais

Unimed Norte Capixaba. "Menos Burocracia Mais Produtividade"

Unimed Norte Capixaba. Menos Burocracia Mais Produtividade Unimed Norte Capixaba "Menos Burocracia Mais Produtividade" Sobre Nós! Unimed Norte Capixaba, fundada em 09 de maio de 1990 no município de Linhares no Norte do Estado do Espírito Santo. Conta com 279

Leia mais

Números do Sistema Unimed. 354 Cooperativas Unimed. Presente em 83% dos municípios

Números do Sistema Unimed. 354 Cooperativas Unimed. Presente em 83% dos municípios Números do Sistema Unimed 354 Cooperativas Unimed 300 Operadoras de plano de saúde 37 Prestadoras de serviço 110 mil Cooperados ativos 19,5 milhões Beneficiários 2.960 Hospitais Presente em 83% dos municípios

Leia mais

Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Sistema Unimed DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIOR DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU Confederação COOPERATIVA DE 2º GRAU Federação ou Central COOPERATIVA

Leia mais

Cooperativas Escolares

Cooperativas Escolares Cooperativas Escolares Uma experiência exitosa na educação empreendedora, financeira e cooperativista Márcio Port Presidente da Casa Cooperativa de Nova Petrópolis Presidente da Sicredi Pioneira RS Everaldo

Leia mais

Benchmarking Resultados de Auditoria SUS e Convênio no Setor de Faturamento da Santa Casa de Votuporanga

Benchmarking Resultados de Auditoria SUS e Convênio no Setor de Faturamento da Santa Casa de Votuporanga Benchmarking Resultados de Auditoria SUS e Convênio no Setor de Faturamento da Santa Casa de Votuporanga Daniella Vila Falchi Enfermeira, com especialização em Urgência e Emergência, em curso Auditoria

Leia mais

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto.

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto. 1- INTERCÂMBIO A negociação entre as UNIMEDS do País, que geram relações operacionais específicas e normatizadas para atendimento de usuários na área de ação de uma cooperativa ou contratados por outra

Leia mais

Requisição Eletrônica de Reembolso- Anestesia

Requisição Eletrônica de Reembolso- Anestesia Manual do Usuário Sistema SER-A DIRETORIA DE SAÚDE GERÊNCIA DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Requisição Eletrônica de Reembolso- JANEIRO 2014 1 Apresentação do Sistema A Requisição Eletrônica

Leia mais

Jornal do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais

Jornal do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais TRABALHO MÉDICO Jornal do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais Impresso Especial 9912286770/2011 DR/MG/MG Sind. dos Médicos Estado MG...CORREIOS... Ano 7 - nº 45 - março/abril 2013 Sindicato tem chapa

Leia mais

Modelos de remuneração médica Fernando Amorim UNIMED BH

Modelos de remuneração médica Fernando Amorim UNIMED BH Modelos de remuneração médica Fernando Amorim UNIMED BH Cadeia de valor dos serviços de saúde suplementar ESTUDO ECONÔMICO SOBRE OS DESAFIOS DO SETOR DE SAÚDE SUPLEMENTAR NO BRASIL, 2015 Sistema de Saúde

Leia mais

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005.

Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Relação das Unimeds que implantaram a CBHPM a partir de 01de dezembro de 2005. Código Unimed 999 Unimed do Brasil 865 Central Nacional Unimed 960 Federação Equatorial 973 Federação Interfederativa do Estado

Leia mais

Luiz Fernando Neves Diretor Comercial e de Relacionamento Institucional. Sintonia com o mercado: experiência com pequenas e microempresas

Luiz Fernando Neves Diretor Comercial e de Relacionamento Institucional. Sintonia com o mercado: experiência com pequenas e microempresas Luiz Fernando Neves Diretor Comercial e de Relacionamento Institucional Sintonia com o mercado: experiência com pequenas e microempresas Vídeo 1-45 anos Unimed-BH: grandes números 5.684 médicos cooperados

Leia mais

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CAPÍTULO 12 DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS CAPÍTULO DEMANDAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS PLANEJAMENTO DE AÇÕES NECESSIDADES E AÇÕES DO ESTADO DE MINAS GERAIS 7 RESULTADO GERAL 9 6 4 5 0 5 0 5 0 5 Eleitores que responderam outras respostas: 06 Eleitores

Leia mais

Propostas aprovadas no XII Enem

Propostas aprovadas no XII Enem Propostas aprovadas no XII Enem Tema I Formação Médica Ensino Médico 1. Exigir como requisitos mínimos para reconhecimento e revalidação dos cursos de Medicina: hospital próprio com quantidade suficiente

Leia mais

Manual Ilustrado Cadastros do Faturamento

Manual Ilustrado Cadastros do Faturamento Abril - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivos... 4 2. Introdução... 4 3. Cadastro de Planos de Convênios... 5 3.1 Cadastrando Planos de Convênios... 5 4. Cadastro de Empresa... 6 4.1 Cadastrando

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE DIRETRIZ: Ampliação da cobertura e qualidade dos serviços de saúde, com o aprimoramento

Leia mais

Definir metodologia para realizar o processo de cobrança de Prontuários Clínicos e Cirúrgicos.

Definir metodologia para realizar o processo de cobrança de Prontuários Clínicos e Cirúrgicos. 1/6 1. OBJETIVO Definir metodologia para realizar o processo de cobrança de Prontuários Clínicos e Cirúrgicos. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO GUIATISS- Guia de Troca de Informações em Saúde Suplementar; PM- Prescrição

Leia mais

Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar Capítulo B Gestão Comercial Hospitalar Simulado da Prova de Conceito

Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar Capítulo B Gestão Comercial Hospitalar Simulado da Prova de Conceito Questão B.1.1 Sobre o escopo e abrangência da Gestão Comercial Hospitalar A) O escopo e abrangência da Gestão Comercial Hospitalar é igual à pratica nas empresas de outros segmentos de mercado B) Abrange

Leia mais

SISTEMAS CORPORATIVOS

SISTEMAS CORPORATIVOS SISTEMAS CORPORATIVOS digima Sistema Gerenciador de Arquivo Digital PARA TODAS AS EMPRESAS Hospitais Clínicas Laboratórios de Análises Escritórios de Contabilidade Escritórios de Advocacia Escolas Universidades

Leia mais

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS

EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS EVANGÉLICOS EM MINAS GERAIS Cidade Região População Evangélicos %Evang MANTENA ValedoAçoMG 27,1 12,1 44,6% TIMOTEO ValedoAçoMG 81,2 33,2 40,9% IPATINGA ValedoAçoMG 239,5 96,2 40,2% CORONEL FABRICIANO ValedoAçoMG

Leia mais

Documento que marca as reformas na atenção à saúde mental nas Américas.

Documento que marca as reformas na atenção à saúde mental nas Américas. CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas LEVANTAMENTO DOS MARCOS TEÓRICOS E LEGAIS DO CAPS CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL 1. Marco Teórico NORMATIVAS

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS 1 - O que vem a ser regime próprio de previdência social (RPPS)? R: É o sistema de previdência, estabelecido no âmbito de cada ente federativo, que assegure, por lei, ao

Leia mais

Manual do Processo de Faturamento

Manual do Processo de Faturamento Manual do Processo de Faturamento Apresentação MV Sumário Processo de Faturamento 6 Leia-me primeiro... 6 Faturamento de... Convênios e Particular 8 Faturamento de Convênios... 8 Protocolar Documentação...

Leia mais

pelo qual as organizações são Governança corporativa é o sistema dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos

pelo qual as organizações são Governança corporativa é o sistema dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos AIMPORT TÂNCIA DA GOVER RNANÇA SUSTENTÁVE EL PARA UMA COOPE ERATIVA Roberto Sou usa Gonzalez colaboração: Amália Munhoz 09 de outubro de 2013 De acordo com o IBGC: Governança corporativa é o sistema dirigidas,

Leia mais

Plano Estadual de Saúde Prisional, de 2007, e na Resolução da CIB 054/2010 e 106

Plano Estadual de Saúde Prisional, de 2007, e na Resolução da CIB 054/2010 e 106 Plano Estadual de Saúde Prisional, de 2007, e na Resolução da CIB 054/2010 e 106 O Plano Operativo Municipal de Atenção Integral à Saúde da População Prisional é um instrumento administrativo e complementar

Leia mais

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC 1 O GRANDE OBJETIVO Aumentar a arrecadação financeira (R$) do hospital O ÚNICO MOTIVO Garantir sua sobrevivência

Leia mais

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal

Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Programa Estadual de Triagem Auditiva Neonatal Coordenadoria de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência Coordenadora Gabriela Cintra Januário Referência Técnica em Saúde Auditiva Luana Deva Mendes Surdo

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR WEB

MANUAL DO PRESTADOR WEB MANUAL DO PRESTADOR WEB Sumário 1. Guia de Consulta... 3 2. Guia de Procedimentos Ambulatoriais... 6 3. Guia de Solicitação de Internação... 8 4. Prorrogação de internação... 8 5. Confirmação de pedido

Leia mais

HOSPITAIS E CLÍNICAS INDÚSTRIA DE SEGMENTO M ÉDICO, HOSPITALAR E DA SAÚDE UNIVERSIDADE E INSTITUTOS DE PESQUISA EM PRESAS DE VERIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE DE PRODUTOS PARA A ÁREA M ÉDICA E DE

Leia mais

SUARA/COAEF. Simples Nacional. Maceió, Agosto de 2012

SUARA/COAEF. Simples Nacional. Maceió, Agosto de 2012 SUARA/COAEF Simples Nacional Maceió, Agosto de 2012 Dever Fundamental de Pagar Tributos Principal fonte de financiamento (Estado Fiscal); Teoria dos custos dos direitos; Hipertrofia dos Direitos e Esquecimento

Leia mais

PORTAL DA ECONOMIA SOCIAL

PORTAL DA ECONOMIA SOCIAL PORTAL DA ECONOMIA SOCIAL JANEIRO 2013 Documento redigido segundo as novas regras do acordo ortográfico Três ideias chave para a ECONOMIA SOCIAL 1. Sustentabilidade Em sociedade, a ação/dimensão sustentável

Leia mais

Adesão ao movimento de 21 de abril foi ampla

Adesão ao movimento de 21 de abril foi ampla Crédito: Jorge Henrique Dia sem movimento de pacientes em clínica em Aracaju (SE) Adesão ao movimento de 21 de abril foi ampla Organizada pela Associação Médica Brasileira (AMB), Federação Nacional dos

Leia mais

Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo

Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo 27 de FEVEREIRO A Federação das Unimeds do Estado do Rio de Janeiro promoveu, em sua sede, reunião do Conselho Federativo. O presidente

Leia mais

MANIPULAÇÃO FARMACÊUTICA E ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO FARMACÊUTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM FARMACOLOGIA APLICADA À ATENÇÃO FARMACÊUTICA

MANIPULAÇÃO FARMACÊUTICA E ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO FARMACÊUTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM FARMACOLOGIA APLICADA À ATENÇÃO FARMACÊUTICA ATENÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO Realização: Universidade Federal de Alfenas (Unifal) Local: Alfenas (MG) Pelo e-mail lumarques@unifal-mg.edu.br ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM FARMACOLOGIA APLICADA À ATENÇÃO

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Gestão de Contratos. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Gestão de Contratos. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado - Gestão de Contratos 11.8x março de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivos... 3 2 Introdução... 3 3 Cadastro de Condições Contratuais com Convênios... 3 3.1 Guias

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E CLÍNICAS IR? COFINS?? INSS? PIS SUMÁRIO 1 Introdução 3 2 Planejamento 5 3 Simples Nacional com a inclusão de novas categorias desde 01-2015 8 4 Lucro

Leia mais

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014

PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS. Agosto/2014 PROCESSO ELETRÔNICO PADRÃO TISS Agosto/2014 PADRÃO DE TROCA DE INFORMAÇÕES NA SAÚDE SUPLEMENTAR Padrão TISS Histórico e Consulta Pública nº 43 Padrão TISS - Versão 3.0 3 Histórico RN 305 09/10/2012 - Termo

Leia mais

Por que criar um padrão?

Por que criar um padrão? Tópicos Abordados Por que padronizar O que regulamenta Prazos Responsabilidades Entendendo a norma Webservices Mensagens TUSS Demonstração de uso de Webservices TISS Por que criar um padrão? Para colocar

Leia mais

Manual Ilustrado Gestão de Contratos

Manual Ilustrado Gestão de Contratos Manual Ilustrado Gestão de Contratos Setembro - 2014 Manual Ilustrado - Gestão de Contratos Índice Título do documento 1. Objetivos... 3 2. Introdução... 3 3. Cadastro de Condições Contratuais com Convênios...

Leia mais

Estabelecer a sistemática para controle de acesso e proteção de dados do sistema SMART e INTRANET através de usuário e senha.

Estabelecer a sistemática para controle de acesso e proteção de dados do sistema SMART e INTRANET através de usuário e senha. 1/5 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para controle de acesso e proteção de dados do sistema SMART e INTRANET através de usuário e senha. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO Service Desk é um sistema desenvolvido

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado( nome da operadora), com sede na rua..., n o...,bairro..., em(nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Atualização: 26/outubro Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança

Leia mais

BELLSYS EMPRESARIAL BEM VINDO A

BELLSYS EMPRESARIAL BEM VINDO A BEM VINDO A BELLSYS EMPRESARIAL Com o avanço da tecnologia e com a necessidade de obtermos informações cada vez mais rápida, precisamos mais do que nunca de ferramentas que nos auxiliem a encontrar informações

Leia mais

RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013

RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013 RELATÓRIO DA 5ª CONFERÊNCIA ETAPA MUNICIPAL 1. Dados Iniciais Estado: Goiás Município: Aparecida de Goiânia APARECIDA DE GOIÂNIA-GO 24 E 25 DE MAIO DE 2013 2. Dados da pessoa responsável pelo preenchimento

Leia mais

SEMAD. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

SEMAD. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável SEMAD Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável OS PLANOS DE AUXÍLIO MÚTUO NO ESTADO III SEMINÁRIO TRANSPORTE DE DERIVADOS DE PETRÓLEO E OUTROS PRODUTOS PERIGOSOS/ PREVENÇÃO DE

Leia mais

Auditoria do Processo de Contas Hospitalares. Enfª Ms Cristiane Azevedo Supervisora da Auditoria Administrativa e de Enfermagem RAUF

Auditoria do Processo de Contas Hospitalares. Enfª Ms Cristiane Azevedo Supervisora da Auditoria Administrativa e de Enfermagem RAUF Auditoria do Processo de Contas Hospitalares Enfª Ms Cristiane Azevedo Supervisora da Auditoria Administrativa e de Enfermagem RAUF Declaração de potencial conflito de interesses Não possuo vínculo ou

Leia mais

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços Maio de 2014 2 A pesquisa Amostra 639 entrevistas A PESQUISA Intervalo de confiança 95% Margem de erro 7% por segmento Data da coleta 13 a 22 de Maio de 2014 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

Plano de Saúde ASSUFEMG UNIMED/BH UNIPART/FLEX

Plano de Saúde ASSUFEMG UNIMED/BH UNIPART/FLEX Plano de Saúde ASSUFEMG UNIMED/BH UNIPART/FLEX A ASSUFEMG, após extensas negociações com a UNIMED-BH, conseguiu uma proposta de Plano de Saúde, denominada UNIPART/FLEX, extremamente atraente tanto para

Leia mais

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Cooperativismo de Especialidades Médicas MÚCIO PEREIRA DINIZ PRESIDENTE DA FEBRACAN PRESIDENTE DA COOPANEST-MG

Cooperativismo de Especialidades Médicas MÚCIO PEREIRA DINIZ PRESIDENTE DA FEBRACAN PRESIDENTE DA COOPANEST-MG Cooperativismo de Especialidades Médicas MÚCIO PEREIRA DINIZ PRESIDENTE DA FEBRACAN PRESIDENTE DA COOPANEST-MG FEBRACAN Federação Brasileira das Cooperativas de Anestesiologistas HISTÓRICO COOPANEST-GO

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Cadastros Uso Geral e Outros Cadastros. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Cadastros Uso Geral e Outros Cadastros. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Cadastros Uso Geral e Outros Cadastros 11.8x março de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivos... 4 2 Introdução... 4 3 Cadastros de Uso Geral... 5 3.1 Cadastrando

Leia mais

Panorama do Cooperativismo Brasileiro. Múcio Pereira Diniz Presidente da FEBRACAN

Panorama do Cooperativismo Brasileiro. Múcio Pereira Diniz Presidente da FEBRACAN Panorama do Cooperativismo Brasileiro Múcio Pereira Diniz Presidente da FEBRACAN Panorama do Cooperativismo Brasileiro CENÁRIO FINANCEIRO DA POPULAÇÃO CENÁRIO DA SAÚDE SUPLEMENTAR CENÁRIO DO TRABALHO

Leia mais

Índice BEM-VINDO AO PLANO UNIMED-BH 02 GLOSSÁRIO 03 CONHECENDO O PLANO 06 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 10 FORMAS DE CONTATO 13

Índice BEM-VINDO AO PLANO UNIMED-BH 02 GLOSSÁRIO 03 CONHECENDO O PLANO 06 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 10 FORMAS DE CONTATO 13 Índice BEM-VINDO AO PLANO UNIMED-BH 02 GLOSSÁRIO 03 CONHECENDO O PLANO 06 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 10 FORMAS DE CONTATO 13 UD004110B-MioloGuiaPlanoUnimedBH15x21.indd 1 2 Bem-vindo ao Plano de Previdência

Leia mais

PROJETO DE PROMOÇÃO DE ESTÁGIO PARA ALUNOS CURSANDO TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO E TÉCNICO DO MEIO AMBIENTE PARA SÓCIOS DO INSTITUTO TST MA.

PROJETO DE PROMOÇÃO DE ESTÁGIO PARA ALUNOS CURSANDO TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO E TÉCNICO DO MEIO AMBIENTE PARA SÓCIOS DO INSTITUTO TST MA. PROJETO DE PROMOÇÃO DE ESTÁGIO PARA ALUNOS CURSANDO TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO E TÉCNICO DO MEIO AMBIENTE PARA SÓCIOS DO INSTITUTO TST MA. Foi firmado com a Secretaria de Educação do Estado de Minas

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado( nome da operadora), com sede na rua..., n o...,bairro..., em(nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

Exmo. Sr. Dr. João Batista Gomes Soares MD Presidente do Egrégio Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais

Exmo. Sr. Dr. João Batista Gomes Soares MD Presidente do Egrégio Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais Exmo. Sr. Dr. João Batista Gomes Soares MD Presidente do Egrégio Conselho Regional de Medicina do Estado de Minas Gerais SOCIEDADE DE RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DE MINAS GERAIS SRMG; ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS PARTICIPANTES ATENDIMENTOS POR RAMOS COOPERATIVAS ATENDIDAS

Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS PARTICIPANTES ATENDIMENTOS POR RAMOS COOPERATIVAS ATENDIDAS Maio 2015 CURSOS, PALESTRAS E EVENTOS 23 PARTICIPANTES 450 ATENDIMENTOS POR RAMOS 10 5 1 35 1 1 14 3 1 9 6 COOPERATIVAS ATENDIDAS 81 Curso Excelência no Atendimento ao Cliente 30 de MAIO O setor de Formação

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Desde sua fundação, muitos vieram fazer parte da Família Cootravale. Transportando não só cargas, mas qualidade e satisfação.

APRESENTAÇÃO. Desde sua fundação, muitos vieram fazer parte da Família Cootravale. Transportando não só cargas, mas qualidade e satisfação. APRESENTAÇÃO Uma empresa projetada para o futuro. Assim é a administração da Cootravale, desde sua fundação em 1995. Sua constituição é fruto do sonho de um grupo de transportadores do município de Videira

Leia mais

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Política Municipal de Saúde Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BH -REDE ASSISTENCIAL 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF 2.420 ACS CERSAM, UPA, outros 34 hospitais conveniados

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - DMED - LEIAUTE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - DMED - LEIAUTE Declaração de Serviços Médicos e de Saúde - 06/11/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações

Leia mais

Nosso compromisso é aperfeiçoar seu negócio

Nosso compromisso é aperfeiçoar seu negócio Nosso compromisso é aperfeiçoar seu negócio 1 2 WWW.HEDGE.COM.BR Grupo Hedge Fundado em 1996, o Grupo Hedge é formado pelas empresas Hedge Recuperação de Crédito, Hedge Participações e Hedge Representações.

Leia mais

A SECRETÁRIA DOS COOPERADOS UNIMED-BH

A SECRETÁRIA DOS COOPERADOS UNIMED-BH Sistema Unimed: 18 milhõesde vidas Unimed-BH: 885 mil vidas 4845 médicos cooperados 312 Serviços de Saúde 270 milconsultas/ mês em média A SECRETÁRIA DOS COOPERADOS UNIMED-BH Pessoa que além das atividades

Leia mais

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS www.nwadv.com.br NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS CNPJ UF Cidade CNPJ SP São Paulo 03.584.647/0001-04 PR Londrina 03.584.647/0002-87 RJ Rio de Janeiro 03.584.647/0003-68 DF Brasília 03.584.647/0004-49

Leia mais

SISTEMAS CORPORATIVOS

SISTEMAS CORPORATIVOS SISTEMAS CORPORATIVOS ERPEnterprise Resource Planning Saúde Hospitais Clínicas Consultórios Medicina Diagnóstica Laboratorial Medicina Diagnóstica Imagem Projetado com módulos que se comunicam entre si,

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. CORIOLANO SALES)

REQUERIMENTO. (Do Sr. CORIOLANO SALES) 1 REQUERIMENTO (Do Sr. CORIOLANO SALES) Requer que, ouvido o plenário desta Comissão, seja convidado o Senhor Presidente da CONFEBRÁS Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito Mútuo, Dr. Manuel

Leia mais

Treinamento. Uniodonto Maceió

Treinamento. Uniodonto Maceió Treinamento Uniodonto Maceió Contabilidade Contabilidade é a ciência que tem como objeto de estudo o patrimônio das entidades, seus fenômenos e variações, tanto no aspecto quantitativo quanto no qualitativo,

Leia mais

Entendendo o modelo remuneratório no Brasil. Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió

Entendendo o modelo remuneratório no Brasil. Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió Entendendo o modelo remuneratório no Brasil Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió Ano de fundação: 1851 Santa Casa de Misericórdia de Maceió 70,00% Paciente

Leia mais

Roda de Conversa 31/03/2015

Roda de Conversa 31/03/2015 Aconteceu em Uberaba, no Centro Espírita José Horta mantenedor da Creche Espírita Melo de Jesus, no dia 31/03/2015 a décima sexta edição da Roda de Conversa. O Evento teve a participação de aproximadamente

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Federação e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Rio de Janeiro OCB/RJ Data de realização do seminário:

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

Desafios e Perspectivas para o Orçamento Participativo

Desafios e Perspectivas para o Orçamento Participativo Desafios e Perspectivas para o Orçamento Participativo A Experiência de Belo Horizonte Claudinéia Ferreira Jacinto Secretaria Municipal Adjunta de Planejamento, Orçamento e Informação Prefeitura de Belo

Leia mais

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição)

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição) Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional na saúde suplementar do Brasil por Denise Alves Baptista APRESENTAÇÃO Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional

Leia mais

Atendimento nacional para procedimentos eletivos e para urgência/emergência;

Atendimento nacional para procedimentos eletivos e para urgência/emergência; Rua Nossa Senhora da Piedade, Nº12 Joaquim Távora Unimed Multiplan Atendimento nacional para procedimentos eletivos e para urgência/emergência; Utilização de toda a rede credenciada da Unimed Fortaleza:

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde. dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde. dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde O HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFMG E A EBSERH: APROIMAÇÃO ENTRE A GESTÃO E OS TRABALHADORES EM UM CONTETO DE MUDANÇAS

Leia mais

FINANÇAS E COOPERATIVISMO

FINANÇAS E COOPERATIVISMO O CARREGA NA ESSÊNCIA OS VALORES DA HUMANIDADE Cooperativismo é a união voluntária de pessoas com o objetivo de atender necessidades e aspirações comuns, de natureza econômica, social, cultural ou outras.

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 3329, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2003. Cria o Sistema de Gerenciamento Administrativo de Contratos, Ajustes, Termos de Responsabilidade e Adiantamentos

Leia mais