Instituto do Coração Um modelo de assistencia ao seu coração.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instituto do Coração Um modelo de assistencia ao seu coração."

Transcrição

1 Ano 1 Nº Dental Scan A tomografia computadorizada na odontólogia Instituto do Coração Um modelo de assistencia ao seu coração. Pronto Socorro Agilidade, conforto em casos de urgência e emergência médica

2

3 Editorial Expediente Endereço Rua Otávio de Brito, 20 São Lucas CEP: Patrocínio MG Jornalista Responsável Cecília Araújo Diretor Geral Dr. Paulo Roberto Bernardes CRM-MG: Diretor Técnico Dr. Luiz Henrique Bernardes CRM-MG: Projeto Gráfico Agência Âncora Dr. Paulo Roberto Bernardes Uma temática se faz presente, nos dias atuais, em todo o País: buscar mecanismos concretos para levar, com qualidade e humanização, assistência ao maior número de usuários de saúde. Isso sem se descuidar do corpo clínico e dos funcionários da instituição, que merecem toda a nossa atenção. Nos últimos anos, buscando sempre a melhoria na qualidade da prestação dos nossos serviços em saúde, investimos na atualização e aquisição de alta tecnologia e na reestruturação da área física e de pessoal. Essas ações possibilitam expandir a nossa capacidade de atendimento e consolidam nosso comprometimento com pacientes, corpo clínico, funcionários e colaboradores. Em relação à aquisição de novos equipamentos, poderíamos aqui fazer uma extensa lista das recentes inovações. Essa relação iria desde os investimentos próprios ou em parcerias com o corpo clínico. Mais que todas as aquisições e investimentos, o fundamental é frisar que o nosso compromisso sempre será com o bem-estar de nossos funcionários e colaboradores, com o atendimento profissional, ético e humanizado de todos os nossos pacientes. Nesta edição, merecem destaque os vários artigos escritos de forma simples para compreensão de todos. A revista também revela o lado humano daqueles que se dedicam com entusiasmo e devoção à sua profissão de Enfermagem. Dr. Paulo Roberto Bernardes Diretor Geral Dr. Luiz Henrique Bernardes Diretor Técnico Dr. Luiz Henrique Bernardes Revista MedCenter - 3

4 Instituto do Coração de Patrocínio um modelo de assistência do seu coração. Conhecendo a complexidade dos problemas cardiológicos e com a missão de buscar excelência na assistência à saúde, o Instituto do Coração de Patrocínio continua aprimorando e investindo, tanto em novas tecnologias quanto em seu corpo clínico. Atualmente, o Instituto do Coração está sob a coordenação dos hemodinamicistas, Dr. Julio Cesar Borges e do Dr. Thalles Oliveira Gomes, que trabalham com outros sete cardiologistas e um neurocirurgião, para prestarem total assistência aos pacientes. Estrategicamente, o Instituto do Coração está localizado no primeiro andar do Hospital Med Center, ao lado do Pronto Socorro, onde se encontra o serviço de Hemodinâmica, facilitando o atendimento emergencial dos pacientes que venham necessitar de cateterismo cardíaco, angioplastia, implante de marcapasso, dentre outros procedimentos. Todas essas medidas garantem a eficiência do nosso serviço de cardiologia, considerando que nossos pacientes recebam atendimento diferenciado com toda a infraestrutura apropriada. Há recursos técnicos e humanos para o diagnóstico preciso, tratamento específico, mesmo naqueles casos complexos em que procedimentos cirúrgicos cardiovasculares são necessários para manter a vida, avalia Dr. Julio Cesar Borges. Ele também ressaltou que está sendo estruturado o serviço de cirurgia cardíaca em um curto espaço de tempo. Nos próximos dias, realizaremos o procedimento cirúrgico no coração e/ou grandes vasos feito por nosso cirurgião cardíaco, Dr. Daladié Parreira. De acordo com Dr. Julio, a cirurgia cardíaca é feita para tratar complicações de doença cardíaca isquêmica (por exemplo, cirurgia de ponte de safena), corrigir doença cardíaca congênita ou tratar doença das válvulas cardíacas decorrente de muitas causas, incluindo endocardite. Ainda de acordo com o médico, a cirurgia cardíaca também inclui o transplante de coração. Conheça o corpo clínico responsável pelo Instituto do Coração de Patrocínio: Dr. Daladié R. Parreira Cirurgião Cardiovascular Dr. Eduardo Messias de Carvalho Teixeira Cardiologista e Ecocardiografista Dr. Guilherme Augusto Leonel de Magalhães - Neurocirurgião Dr. Ideraldo de Aguiar Melo - Cardiologista Dr. Ivan de Carvalho Teixeira - Cardiologista Dr. Julio Cesar Borges - Hemodinamicista Dr. José de Arimatéia Neves - Cardiologista Dr. Leonardo Gonçalves de Abreu - Cardiologista Dr. Marco Antônio de Castro Alves - Cardiologista Dr. Rogério Queiroz Cardiologista e Ecocardiografista Dr. Thalles Oliveira Gomes Hemodinamicista 4 - Revista MedCenter

5 Cuidados com o coração da mulher madura A incidência de doenças cardiovasculares (DCV) aumenta dramaticamente com o envelhecimento populacional, especialmente nas mulheres. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral) são as principais causas de morte em mulheres com mais de 50 anos no Brasil. Apesar do câncer de mama ser a principal preocupação, a incidência de morte por doenças cardiovasculares é de 53% quando comparado aos 4% do câncer de mama. As alterações hormonais cíclicas, durante as diferentes fases da vida, podem ser responsáveis por várias respostas patológicas. Os hormônios sexuais femininos têm importante função protetora no sistema cardiovascular até a menopausa, época em que a mulher se torna vulnerável à doença cardiovascular. Além disso, recentemente, tem-se admitido a importância dos fatores psicossociais entre eles, a ansiedade, a depressão, o estresse familiar e do trabalho - na gênese das doenças cardiovasculares nas mulheres. Em função disso, torna-se fundamental mudar o estilo de vida, adquirindo hábitos saudáveis no que se refere, principalmente, à alimentação e à prática de atividade física regular. De acordo com as diretrizes brasileiras sobre prevenção de doenças cardiovasculares em mulheres climatéricas, as recomendações básicas são as seguintes: a) As mulheres devem abandonar o hábito de fumar e, se necessário for, recorrer a tratamento farmacológico; b) Realizar pelo menos 30 minutos de atividade física diariamente; c) Dieta rica em frutas, fibras e vegetais; consumir peixe pelo menos 2 vezes por semana. E o consumo de proteína de soja pode auxiliar na redução do colesterol. Próteses Mamárias Além da função de amamentação, as mamas representam parte importante do contorno corporal e definição da silhueta feminina. Para auxiliar na melhoria deste desenho corporal, é muito comum utilizar-se de meios cirúrgicos e introdução de próteses de silicone nos seios. As cirurgias de próteses de silicone para aumento dos seios vêm crescendo a cada ano, representando hoje, uma das cirurgias mais realizadas pelos Cirurgiões Plásticos brasileiros. Os fatos que colaboram com este aumento no número de cirurgias de inclusão de próteses de silicone, são em geral, a melhoria da qualidade e desenho das próteses, maior segurança na confecção das cirurgias, tempo curto de recuperação e rápido retorno às atividades diárias. As cicatrizes são pequenas, geralmente, no sulco ( dobra ) das mamas e introduzidas atrás do tecido mamário ( retroglandulares). Em alguns casos, podem ser utilizadas outras áreas para cicatrizes ( areolar, axilar ) e introdução das próteses ( retromusculares ). A função de amamentação está preservada e a sensibilidade também. Podem ainda ser associadas com cirurgias de correção de flacidez mamária ou redução mamária com preenchimento do colo das mamas. Por ter uma vida útil longa, em torno de 15 a 20 anos, as cirurgias de inclusão de próteses mamárias têm uma ótima aceitação pelas pacientes e geralmente com ótimos resultados, ajudam na autoestima e confiança das mulheres. Dr. Luiz Henrique Bernardes Cirurgião Plástico CRM Enfim, cuidar do coração é, com certeza, uma das formas de alcançar a longevidade com saúde e bem-estar. Instituto do Coração de Patrocínio Rua Otávio de Brito, 20 Patrocínio (34) / Revista MedCenter - 5

6 Dermatite Atópica O que é? A Dermatite atópica é uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira. Cerca de 30% dos indivíduos com dermatite atópica têm asma ou rinite alérgica e 15% têm surtos de urticária. Há estudos que apontam 70% dos pacientes com antecedentes familiares de atopia (asma, rinite alérgica ou dermatite atópica). A pessoa com dermatite atópica tem um aumento da reatividade cutânea frente a inúmeros estímulos. Os mecanismos responsáveis por esta reatividade alterada não são completamente conhecidos. Sabe-se que fatores genéticos, imunológicos e não-imunológicos, contribuem para o aparecimento. Principais desencadeantes: Alimentos: leite, ovo, trigo, soja, amendoim, peixes e frutos do mar. Fatores ambientais: ácaros, fungos, animais e pólens. Irritantes cutâneos: lã, sabão, detergentes, amaciantes de tecido, solventes e suor. Infecções: vírus e bactérias. Fatores emocionais. O que se sente? É comum a pessoa sentir uma intensa coceira. As lesões mais frequentes são: eritema (vermelhidão); edema (inchaço); exsudação (secreção na pele); crostas e descamação; pele ressecada e manchas brancas (pitiríase alba). São mais frequentes lesões flexurais como punhos, parte anterior dos braços e posterior das pernas. Como se trata? O tratamento deve ser orientado para diminuir a sintomatologia e a reação inflamatória, reconhecendo, afastando ou excluindo fatores que agravam o quadro. A hidratação cutânea é ponto fundamental no tratamento. Podem ser utilizados os antiinflamatórios tópicos (creme ou pomadas de corticosteróide), anti-histamínicos por via oral, para controlar a coceira e diminuir as erupções na pele. Os imunomoduladores e imunossupressores também são indicados para auxiliar no tratamento. Como se previne? Não há mecanismo de prevenção, mas a dermatite atópica pode ser controlada através de cuidados com a exposição a fatores que possam desencadear a afecção, bem como manter a pele bem hidratada. Dra. Sophia Maren Caliman Berger Teixeira CRM-MG: Dermatologia

7 Conheça os novos profissionais que fazem parte do nosso corpo clínico. raduado em Medicina pela Universida- Federal de Uberlândia, Dr. Adriano Gde possui pós graduação em Medicina Ocupacional. Atualmente ele também atua como perito do INSS em Patrocínio. O médico iniciou suas atividades no Hospital Med Center em julho deste ano, atendendo aos nossos clientes com a mesma qualidade e responsabilidade que são marcas registradas desta instituição. Dr. Sérgio Augusto Carvalho formou em Medicina pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (Uberaba) e se especializou em Pediatria pelo Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. Possui título de especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria e, atualmente, atende no Hospital e Maternidade Med Center. em Cirurgia Geral na Universidade Federal de Uberlândia, residência em Cirurgia Cardiovascular no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo. Atualmente é responsável pelo Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Patos de Minas, e diretor do Departamento de Assistência Circulatória e Perfusão da Sociedade de Cirurgia Cardiovascular do Estado de São Paulo (SCICVESP). Atuou como cirurgião cardiovascular no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, Hospital do Coração (Hcor), Hospital do Servidor Público Estadual (IAMSPE) e na Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Botucatu, atuando principalmente nas seguintes áreas da cirurgia cardíaca: cardiopatias congênitas, doenças da aorta, revascularização miocárdica, assistência circulatória mecânica, cirurgia minimamente invasiva e estimulação cardíaca artificial. Dr. Thalles Oliveira Gomes formou-se em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Ele possui residência médica nas áreas de Clínica Médica, pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, Cardiologia, pelo Hospital das Clínicas da UFMG e Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista pelo Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte.. Dra. Mara Marra formou pela Universidade Federal de Uberlândia e possui especializações em Clinica Médica e Geriatria pelo Instituto de Pesquisa e Ensino Médico, de São Paulo (IPEMED-SP). Ela atende toda semana no Hospital Med Center com a mesma qualidade e responsabilidade, que são marcas registradas desta instituição. Dr. Daladiè Parreira possui graduação em MEDICINA pela Universidade Federal de Uberlândia, tendo feito residência Dr. Julio Cesar Borges formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), concluiu residência de Clínica Médica pelo Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (MS). Possui título de especialista em Clínica Médica, pelo Ministério da Educação (MEC) e Conselho Regional de Medicina (CRM) e residências de Cardiologia e Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista pelo Hospital Felício Rocho/ Hospital das Clínicas da UFMG. Atualmente, Dr. Julio Cesar está à frente do Instituto do Coração de Patrocínio. Revista MedCenter - 7

8 Cálculo renal mais comum do que se imagina! Cerca de 8% das mulheres e 15% dos homens vão apresentar cálculo renal em algum momento da vida. Além disso, as chances de uma pessoa que já teve cálculo renal vir a ter novamente é de cerca de 50% em cinco anos. Por isso, após o tratamento, é muito importante a prevenção da formação de novos cálculos. Vários fatores de risco contribuem para a formação de cálculos renais, que incluem a história familiar, sendo 2,5 vezes maior em indivíduos com antecedentes de casos na família; a idade; a raça; elevação de ácido úrico; índice de massa corporal (IMC) >30Kg/ m2, a presença de diabetes mellitus; síndrome metabólica e hábitos alimentares inadequados. O quadro de cólica de rim normalmente inicia-se de foram súbita, com dor lombar intensa em cólica, associado a vômitos e mal-estar geral. O paciente com estes sintomas iniciais deve procurar imediatamente o pronto socorro para uso de medicação venosa, pois, os vômitos normalmente impedem o uso de medicação oral. Estatisticamente, somente cálculo de até 5 mm pode ser eliminado espontaneamente, os outros deverão sofrer algum tipo de tratamento, para que seja eliminado, desde o tratamento medicamentoso até a cirurgia aberta, passando por métodos minimamente invasivos que hoje prevalecem e são responsáveis pela maioria dos tratamentos dos cálculos. A litotripsia extracorpórea por ondas de choque (LEOC ou LECO) revolucionou a terapêutica dos cálculos (pedras) das vias urinárias, transformando-se rapidamente na maior inovação tecnológica para o tratamento desta doença, está indicada em cálculo renais e ureterais altos de 7 a 15mm. A cirurgia renal percutânea é a forma menos agressiva de tratamento para cálculos renais grandes e que não podem ser tratados adequadamente pela fragmentação com os aparelhos de litotripsia extracorpórea (LECO). Geralmente, usado para cálculos ureterais altos e cálculo renais maiores que 20 mm ou em posições não alcançadas pela LEOC. A ureterolitotripsia tem como objetivo a fragmentação e retirada do cálculo do ureter ou pequenos cálculos, por método endoscópico, realizado pelo orifício da uretra. Esta cirurgia endoscópica é realizada em centro cirúrgico com anestesia. Está indicada em cálculo de urete inferior e médio e pode ser semi-rígida ou flexível. Cada cálculo tem seu tratamento específico, que será determinado pelo seu Urologista, muito mais importante é evitar que novos cálculos surjam e coloquem em risco a sua saúde. A formação de cálculos renais pode aumentar em função de alguns fatores nutricionais, tais como: ganho de peso e obesidade, excesso de sal na comida e o consumo reduzido de líquidos, dentre outros. Desta forma, alguns cuidados com a alimentação devem ser tomados para evitar a sua formação. Use o mínimo de sal possível no preparo dos alimentos e não adicione sal na comida. Prefira temperos naturais de ervas para dar sabor e aroma: orégano, salsinha, cebolinha, limão, coentro, salsão ou outros de sua preferência. Consuma frutas de 3 a 4 vezes por dia, dê preferência à laranja, tangerina e melão. Consuma limonada e laranjada preparadas com a fruta natural, pois o ácido cítrico contido nestas frutas pode auxiliar a evitar a formação dos cálculos. Consuma pelo menos três copos de leite ao dia, desde que sejam desnatados: iogurte light, ou natural, coalhada, queijo branco magro com pouco sal, ricota ou leite desnatado em pó. Somente reduza a quantidade de leite se for orientado pelo seu médico ou da nutricionista. Lembre-se: mantenha-se sempre bem hidratado durante as atividades, pois neste momento pode haver o início de algum cálculo renal devido à falta de água! Seguindo estas orientações, as chances de formação de novos cálculos diminuem de 20 a 70%. Isso é muito importante, pois quem teve cálculo sabe a dor e sofrimento que isto pode causar! Dr. Dirceu Paviato CRM-MG Urologista 8 - Revista MedCenter

9 Nem todo magro come pouco e nem todo gordo come muito: OBESIDADE. Obesidade é definida como índice de massa corpórea (IMC) acima de 30kg/m2. Para se calcular o IMC, basta dividir o peso pela altura e esse resultado dividir novamente pela altura. Se o resultado for acima de 25kg/m2 já é um sinal de alerta. De acordo com a Organização Mundial de Saúde já são 400 milhões de obesos em todo o mundo. Essa é uma doença crônica e de difícil tratamento. É uma doença que leva ao desenvolvimento de diabetes, doenças cardiovasculares (infarto do miocárdio, hipertensão arterial, derrames cerebrais e outros), osteoartroses com dores crônicas em articulações como joelho, quadril, coluna, alguns tipos de câncer e tantas outras comorbidades que limitam a qualidade de vida do paciente. Vale ressaltar que essas comorbidades aparecem mesmo em obesos eumetabólicos, que são aqueles cujos exames são normais. Hoje já são descritos 514 gens e mutações ligados à obesidade. Essas alterações determinam indivíduos com saciedade precoce ou tardia e determinam metabolismos mais lentos ou rápidos, por isso nem sempre quem é obeso come muito e quem é magro come pouco. Entretanto, pode-se vencer a obesidade independentemente da genética. Para isso é preciso determinação e empenho contínuo sem nunca desistir. Durante o tratamento para obesidade, vão existir momentos delicados em que o paciente volta a ganhar peso e outros em que ele consegue melhores resultados. O importante é persistir nesses momentos de maiores dificuldades sejam elas por motivos emocionais ou de estresse ou mesmo durante períodos festivos. O tratamento deve ser realizado por toda a vida do indivíduo como em qualquer doença crônica. Nunca se deve abandonar a terapêutica. O tratamento em si baseia-se em três pilares, três atitudes que o paciente vai ter que cultivar para o resto da vida: reeducação alimentar, atividade física bem orientada e o tratamento psicológico. A reeducação alimentar deve ser instituída para a família como um distúrbios como ansiedade, depressão, distúrbios de comportamento e imagem. Tudo isso só pode ser resolvido com terapia, com bons profissionais em longo prazo. É preciso coragem para o auto conhecimento e auto enfrentamento durante o tratamento psicológico. As medicações ajudam o paciente a controlar a fome e a ansiedade, principalmente, nos primeiros momentos do tratamento: a fase de desintoxicação, fase de abstinência da comida gordurosa e das guloseimas açucaradas. No momento, tem-se no mercado nacional uma nova medicação para obesidade. Essa ainda é usada com muita cautela pelos médicos, pois, por ser uma droga nova, ainda falta experiência clínica no uso rotineiro. Há promessas de que novas drogas cheguem ao nosso país, mas sem data prevista. E mesmo os medicamentos atuais podem dar bons resultados desde que associados à terapia tríplice: reeducação alimentar, atividade física e tratamento psicológico. A verdade sublime é que não há medicamento milagroso e nem cirurgia de obesidade mágica. O que leva ao resultado satisfatório e duradouro é a determinação e persistência. Mas com certeza aqueles que têm a coragem de enfrentar com seriedade a mudança comportamental atingem a felicidade plena e nunca se arrependem dos sacrifícios realizados. Dizem que o prazer, anteriormente relacionado à comida, é maior agora e direcionado ao bem-estar que traz ao atingir o peso ideal. A autoestima recuperada diante do sucesso e a saúde preservada. Assim vale a pena enfrentar as dificuldades e todos os sacrifícios. Vale a pena mudar. Dra. Karina Alvarenga Ribeiro CRM-MG Endocrinologista todo. É muito difícil cultivar hábitos alimentares saudáveis em um lar, que não é saudável. A atividade física deve ser realizada diariamente, mas é preciso cautela, avaliação e orientação médica pelos riscos de agravos à saúde, a que o paciente obeso está submetido. Por fim e talvez o mais importante, deve-se procurar um tratamento psicológico (terapia com psicólogo) já que a obesidade está ligada a Revista MedCenter - 9

10

11 Dental Scan a Tomografia Computadorizada na Odontologia O Dental Scan é uma técnica de Tomografia Computadorizada (TC), especialmente desenvolvida para o estudo dentário, permitindo adquirir imagens dos maxilares superior e inferior de modo que todas as estruturas possam ser analisadas. Através de programa de software apropriado, o Dental Scan permite reconstruções em tamanho real, incluindo panorâmicas, o que possibilita o planejamento cirúrgico através da avaliação quantitativa e qualitativa do osso no caso de se pretenderem colocar implantes dentários para reabilitação oral, orientando o dentista na colocação segura e rápida dos implantes (angulação, altura e espessura). Ele também determina a existência ou não de anomalias, que possam limitar ou mesmo impedir a intervenção terapêutica, determinando a localização correta de estruturas anatômicas vitais, de modo a não invadi-las e que variam frequentemente entre indivíduos. O Dental Scan também permite: a visualização da mandíbula e da maxila em três planos (axial, panorâmico, parasa gital, oblíquo ou ortorradial); é amplamente usado no pré-operatório de implantes dentários; oferece uma ótima compreensão da morfologia e das mensurações destes implantes; proporciona melhorias na avaliação óssea da mandíbula e da maxila; útil em cirurgias de cabeça e pescoço; e auxilia no diagnóstico de outras lesões bucais. O único aparelho de Tomografia Computadorizada, que permite a realização desse exame, encontra-se no Hospital Med Center. Atendemos a convênios médicos e parcerias! Informe-se pelo telefone (34) Revista MedCenter - 11

12 Aleitamento materno exclusivo e fatores relacionados ao desmame precoce O aleitamento materno exclusivo e suas vantagens são conhecidas desde a história antiga, recomenda-se o mesmo até o sexto mês de idade, e que, a partir dessa idade, seja complementada com outros alimentos, mas que a amamentação ao peito continue, se possível até os dois anos de idade. Crianças amamentadas no peito são menos propensas a desenvolver doenças que aquelas que receberam outro tipo de alimentação nos seus primeiros meses de vida. O leite humano é composto por proteínas, lipídios, hormônios, enzimas, sais minerais, fatores anti-infecciosos e imunomoduladores com qualidade e proporções adequadas para o seu metabolismo, que proporciona efeitos nutricionais, psicológicos e econômicos altamente reconhecidos. As causas de desmame precoce são bastante complexas e ligadas à urbanização e à industrialização. Os serviços médicos pouco adequados ao incentivo ao aleitamento materno (AM) têm um papel fundamental nessa questão. Porém, os fatores psicossociais, como baixa escolaridade e baixa renda materna, maternidade na adolescência, atividade familiar sem apoio, falta de orientação, volta ao trabalho e/ou estudo, cansaço, influência externa, tabus e mitos, estão associados com o desmame precoce. Apesar dos benefícios do aleitamento materno para a criança e para a mãe, a prática do desmame precoce ainda é elevada. Portanto, é preciso melhorar a orientação sobre as práticas adequadas à amamentação, em particular para os primeiros dois anos de vida, visando à prevenção de problemas nutricionais, assegurando melhores condições de saúde e qualidade de vida para a população infantil, evitando o surgimento de doenças em idades mais avançadas, muitas delas irreversíveis. Amamentação é um direito da mãe e do bebê, por isso, amamente seu filho! Crianças amamentadas no peito são menos propensas a desenvolver doenças Marcela Soleane Moura CRN: Nutricionista Consultório: Hospital Med Center - (34) Revista MedCenter

13 Artroses e seus principais tratamentos Aos 78 anos de idade, o aposentado Sr. Augusto. C. jamais imaginava voltar a viver sem dor! Aos 78 anos de idade, o aposentado Sr. Augusto. C. jamais imaginava voltar a viver sem dor! Durante oito meses, em função de um desgaste no quadril (artrose), ele precisava tomar fortes medicamentos, mas nenhum conseguiu vencer a dor que o acompanhava. Após vários tratamentos, ele saiu de Uberlândia para realizar a artroplastia, mais conhecida como prótese das articulações, com o Dr. Walter Oliveira Júnior. Após a cirurgia voltei a ter uma vida normal! Desde o dia da minha cirurgia, realizada no Hospital Med Center, em março de 2012, nunca mais senti nada!, ressalta o aposentado que agora não tem restrições de atividades, segundo o ortopedista, Dr. Walter Oliveira Júnior. Quando o assunto são as artroses, o Sr. Augusto, não é uma exceção. Caracterizadas pela inflamação das articulações e, consequentemente, destruição da cartilagem articular, as artroses ou osteoartrites causam dores incapacitantes, perda de movimento e deformidades nas articulações, atingindo até 30% da população adulta acima dos 50 anos. No estágio inicial da doença, existem alguns medicamentos que conseguem diminuir a dor e a velocidade da degeneração articular. Já nos casos mais avançados, não há eficácia com o tratamento medicamentoso, sendo indicadas as artroplastias (Próteses). De acordo com Dr. Walter Júnior, as próteses articulares estão cada vez mais modernas com maior durabilidade e melhora importante da dor, da deformidade e da qualidade de vida dos pacientes, tornando-os capazes de ter uma vida bem próxima da normalidade. Estas cirurgias já estão sendo feitas no Hospital Med Center, há vários anos, com muito sucesso, pelo ortopedista, Dr. Walter Oliveira Junior que tem realizado cirurgias de colocação de próteses de Joelho e de Quadril com muita segurança para os pacientes devido à moderna estrutura e equipamentos que Med Center oferece. Dr. Walter Oliveira Júnior CRM-MG Ortopedista / Cirurgia de Joelho Revista MedCenter - 13

14 Crianças: 10 dicas de como prevenir doenças respiratórias no inverno No inverno, as doenças respiratórias afetam principalmente as crianças. Entretanto, com algumas dicas simples é possível evitar as doenças que se manifestam nesta época do ano, por causa das baixas temperaturas, o tempo seco e ao aumento da poluição na cidade. É o que explica o médico pediatra, Dr. Haroldo Eustáquio Alves Teixeira. O profissional alerta que o uso de antibióticos está contraindicado, a menos que haja alguma complicação bacteriana. Se no terceiro dia da doença, o quadro se mantiver ou agravar com persistência de febre, recusa de alimentação, aparecimento de vômitos, cansaço para respirar ou diminuição da urina, é importante levar a criança imediatamente para uma avaliação com o pediatra, esclarece. Já bebês precisam de cuidados especiais. Os menores de dois anos de idade são mais propensos a problemas respiratórios severos, pois suas defesas imunológicas ainda são fracas, e a capacidade respiratória é baixa. Portanto, se tiverem febre ou aparentemente um simples resfriado, é preciso o encaminhamento ao especialista com urgência, ressalta o médico. Nesta época do ano, também é necessário ter cuidado com os sintomas da bronquite, doença causada por vírus, que atacam os brônquios e bronquíolos (pequenos canais dentro dos pulmões que levam o ar para as trocas de gases) levando ao inchaço na parede destes canais e gerando muitas secreções, o que causa grande dificuldade para respirar, com tosse, cansaço e chiadeira no peito. Confira as dicas de prevenção: 1. Não levar os filhos com resfriado para a escola ou creche, pois além do repouso necessário para a recuperação, será evitado que a criança transmita o vírus para as outras crianças; 2. Evitar que pessoas com gripes ou resfriados fiquem em contato direto com os seus filhos pequenos, dentro da sua própria casa. Caso os pais ou irmãos maiores estejam com resfriado, é recomendado o uso de máscaras comuns (vendidas em farmácias) quando estão perto destas crianças, especialmente, se for um bebê; 3. Evitar sair de casa com bebês com menos de quatro meses de idade para lugares com aglomerações de pessoas. Nessa idade, as defesas do organismo ainda não estão desenvolvidas, sendo muito mais propenso a contrair doenças com mais complicações; 4. Manter a vacinação adequada e em dia; 5. Fazer o aleitamento materno que, além de ser o alimento ideal para os bebês até o sexto mês de vida, transmite anticorpos da mãe que os protegerão de um grande número de doenças; 6. Manter a casa e, principalmente, o quarto das crianças arejado e limpo. É importante não ter nada que possa acumular pó, pois os ácaros (grande causador de alergias respiratórias) costumam se fixar em objetos como bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas, protetor de berço, mosquiteiro, almofadas, caixas de brinquedos, entre outros; 7. Manter os animais de estimação no quintal; 8. Não fumar e não permitir que fumem dentro da sua casa, em nenhum cômodo, pois a fumaça de cigarros irrita as vias respiratórias; 9. Consultar sempre um pediatra e procurar evitar de ir ao Pronto Socorro com o seu filho sem necessidade, pois neste local ele poderá ficar ao lado de outras crianças, que podem estar com doenças contagiosas graves; 10. Nesta época de clima mais seco, deve-se umidificar os ambientes nos quais o seu filho passa maior tempo, para amenizar possíveis irritações de pele e mucosas. Dr. Haroldo Eustáquio Alves Teixeira CRM-MG: Médico Pediatra 14 - Revista MedCenter

15 A Stank Help tem o compromisso de trazer para a região medicamentos, materiais e equipamentos de grandes marcas nacionais e multinacionais, proporcionando, assim, facilidade para seus clientes e qualidade de vida para os consumidores. A Stank Help representa, hoje, as principais marcas nas atividades médicas, hospitalares e equipamentos de diagnósticos por imagem, tornando-se referência no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Em 2012, assumimos, além da representação (venda), toda parte de manutenção de ultrassons, raios-x e arcos cirúrgicos. Para o segundo semestre desse ano, a Stank Help também irá atuar no suporte e manutenção de equipamentos de alta complexidade como ressonância magnética, aparelhos de tomografia e hemodinâmica, contando com um engenheiro especializado e dedicado para a região. Além disso, nossa equipe está preparada para atender com agilidade e facilidade as necessidades dos nossos clientes. Com 23 anos de ousadia e determinação, continuaremos trabalhando para proporcionar o melhor na qualidade da saúde para a sociedade. Stank Help Representações Rua Noraldino Ferreira, n Bairro Segismundo Pereira CEP: Uberlândia MG (34)

16 PRONTO SOCORRO MED CENTER agilidade, conforto e segurança em casos de urgência e emergência médica. O Pronto Socorro do Hospital Med Center funciona 24 horas, todos os dias da semana, em uma estrutura de leitos de observação e salas de urgência/emergência totalmente equipadas com eletrocardiograma, desfibrilador, respirador, cardioversor, dentre outros equipamentos. Ao chegar, o paciente é acolhido e atendido por um profissional qualificado, que prioriza o seu chamado e, em seguida, ele é avaliado pelo clínico de plantão. Para garantir um tratamento adequado, em caso de necessidade de um especialista, o médico generalista irá encaminhar o paciente para as seguintes especialidades médicas de sobreaviso neste Hospital. Os médicos generalistas são os responsáveis pelo atendimento médico-primário, que constitui a porta de entrada, o primeiro ponto de contato dos pacientes com o Hospital Med Center. O médico generalista examina o paciente, solicita exames para avaliar o estado geral. Em alguns casos, o médico generalista pode encaminhar o paciente a um médico especialista se alguma doença específica for detectada. Quando procurar o Pronto Socorro? O Pronto Socorro do Hospital Med Center deve ser utilizado apenas em casos de urgência e emergência, ou seja, mediante imprevistos. Se a situação não é de gravidade imediata, procure seu médico de confiança, que pode acompanhar o seu histórico clínico. Importante: não adie a consulta mesmo que o mal-estar esteja suportável. Com saúde não se brinca! 16 - Revista MedCenter

17 sem que o paciente corra risco de vida; e emergência, o atendimento imediato. Exemplos de urgência: fraturas, dores abdominais, cólicas renais, palpitações, etc. Exemplos de emergência: parada cardiorrespiratória, hemorragias volumosas, infartos, crises convulsivas, etc. Para garantir o bom atendimento em casos de urgência/ emergência, o Hospital Med Center investiu em sua estrutura física e de pessoal, tornando-se um hospital resolutivo e referência em alta complexidade na região. Para atender casos graves, o Med Center dispõe de UTI Adulto, Instituto do Coração, Serviço de Neurocirurgia e Ortopedia, além de uma equipe multidisciplinar completa. Atendemos a convênios, parcerias e particulares. Você sabia? Urgência e Emergência não têm o mesmo significado. É considerada urgência o que precisa ser feito; Para mais informações, ligue para (34) ou acesse www. hospitalmedcenter.com.br. Revista MedCenter - 17

18 Med Center comemora 17 anos de atuação! No dia 20 de maio, médicos, funcionários e secretárias comemoraram os 17 anos do Hospital Med Center com muita alegria, no auditório da ACIP/CDL. Para marcar esta importante data, o palestrante Kézio de Souza falou sobre a importância do trabalho em nossas vidas e como é fundamental as pessoas se amarem e respeitarem, tanto dentro como fora do ambiente de trabalho! Após a palestra, Dr. Paulo Bernardes ressaltou o trabalho no Med Center durante os seus 17 anos de atuação. Ao longo destes anos, o Med Center não mediu esforços para investir em qualidade, oferecendo aos nossos clientes tecnologia de ponta, segurança e conforto, cumprindo o seu compromisso com a qualidade pela vida. Ele chamou para dar seu depoimento o técnico em Radiologia, Geraldo Carlos, que está na instituição desde a sua inauguração. Geraldo sentiu-se realizado, pois de acordo com ele, o seu crescimento profissional está atrelado ao grande crescimento do Hospital Med Center. Dr. Eduardo Messias também relatou sobre o acolhimento que ele e sua família tiveram por parte do Med Center e como a instituição aposta nos sonhos de sua equipe quando bem planejados. Dr. Luiz Henrique Bernardes finalizou o encontro agradecendo a todos seus funcionários e profissionais pela dedicação. Ele também falou sobre o crescimento do Med Center nos últimos dois anos, tanto físico como de pessoal, e como isso foi importante para consolidar o Med Center como referência em toda a região. A receita do sucesso é o trabalho de todos nós! Agradecemos ao nosso corpo clínico, aos diretores, colaboradores, parceiros e clientes pela dedicação e por compartilhar da nossa filosofia, que é prestar atendimento médico-hospitalar com qualidade e ética, valorizando o ser humano, transmitindo-lhe segurança, conforto e carinho para sua recuperação, buscando sempre a excelência no desenvolvimento dos serviços de saúde, concluiu Dr. Luiz Henrique. Hospital Med Center em números: - São 17 anos de história profissionais do corpo clínico funcionários e mais 26 prestadores de serviços - 10 leitos de UTI - 42 leitos de internação 18 - Revista MedCenter

19 Na vanguarda da medicina A capacidade de unir pioneirismo e vanguarda médica fez do Hospital e Maternidade Med Center uma das mais conceituadas instituições hospitalares da região. Há 17 anos, a tradição e a modernidade do Med Center andam lado a lado da excelência em saúde. Para isso, o Hospital conta com o elevado conhecimento técnico-científico do seu corpo clínico e disponibiliza as mais avançadas tecnologias em medicina diagnóstica e terapêutica. Para atender bem seus clientes, o Med Center conta com completos e atualizados serviços auxiliares de diagnóstico e terapia: Serviços de Radiologia e Diagnóstico por Imagem; Métodos Gráficos em Cardiologia, além do Instituto do Coração. Entre os principais objetivos da instituição está - proporcionar à população Fotos: Marcelo Andrê de toda a região -completa assistência médico-hospitalar, com qualidade e eficiência. Além dos serviços de imagens altamente avançados, o Med Center disponibiliza hoje aos seus clientes mais de 20 especialidades médicas, moderno centro cirúrgico com quatro salas de cirurgias, sendo uma específica para partos; hotelaria de alto padrão com 40 leitos de internação. O Hospital e Maternidade Med Center valoriza o atendimento humanizado e o respeito aos clientes e agradece a todos os funcionários e ao corpo clínico pelo total apoio durante esses anos de dedicação e colaboração na construção desse sonho de viver em benefício da saúde! Revista MedCenter - 19

20

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Prevenir é o melhor remédio para uma boa saúde, evitando-se as doenças e suas complicações. Problemas respiratórios, por exemplo, podem se tornar

Leia mais

Boletim Informativo Número 2. Mudança de Salas de Aula. Projeto Político Pedagógico

Boletim Informativo Número 2. Mudança de Salas de Aula. Projeto Político Pedagógico " Boletim Informativo Número 2 Mudança de Salas de Aula Mudança de Salas das Turmas: Resultado No Informativo passado informamos da tentativa de troca de sala do N1, N2 e N3 visando algumas melhoras. Depois

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br

Idade, ela pesa 07/07/ 2015. Minhavida.com.br Todo mundo quer viver muitos anos, não é mesmo? Mas você já se questionou se está somando mais pontos contra do que a favor na busca pela longevidade? Por isso mesmo, um estudo da Universidade da Califórnia,

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

Proteger nosso. Futuro

Proteger nosso. Futuro Proteger nosso Futuro A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) é uma entidade sem fins lucrativos criada em 1943, tendo como objetivo unir a classe médica especializada em cardiologia para o planejamento

Leia mais

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS 1 Informações da proposta Nossa proposta é composta por um Check Up Completo, Check up Feminino e Avaliação Esportiva direcionada aos associados

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra

Leia mais

24 motivos. academia. para entrar na

24 motivos. academia. para entrar na para entrar na academia Mais um ano se inicia e com ele chegam novas perspectivas e objetivos. Uma das principais promessas feitas é deixar o sedentarismo de lado e entrar na academia! Nesta época é comum

Leia mais

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes

Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Veículo: Jornal da Comunidade Data: 24 a 30/07/2010 Seção: Comunidade Vip Pág.: 4 Assunto: Diabetes Uma vida normal com diabetes Obesidade, histórico familiar e sedentarismo são alguns dos principais fatores

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante Página 1 de 6 22/10/2009-11h42 Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante GABRIELA CUPANI da Folha de S.Paulo Nenhuma prótese de mama dura para sempre. Embora os especialistas

Leia mais

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde!

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! O Serviço Social da Construção Alimentação Saudável Quanto mais colorida for a sua alimentação, maior a presença de nutrientes no seu corpo e melhor será a sua saúde. 50%

Leia mais

EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA.

EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA. 1 EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA. Tales de Carvalho, MD, PhD. tales@cardiol.br Médico Especialista em Cardiologia e Medicina do Esporte; Doutor em

Leia mais

D I R E T O R I A D E S A Ú D E

D I R E T O R I A D E S A Ú D E Saúde In Forma Junho/2013 Dia 26 de Junho Dia Nacional do Diabetes Diabetes é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose ou açúcar no sangue. A glicose é a principal fonte de

Leia mais

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão!

Praticando vitalidade. Sedentarismo. corra desse vilão! Praticando vitalidade Sedentarismo corra desse vilão! O que é sedentarismo? Sedentarismo é a diminuição de atividades ou exercícios físicos que uma pessoa pratica durante o dia. É sedentário aquele que

Leia mais

azul NOVEMBRO azul Saúde também é coisa de homem. Doenças Cardiovasculares (DCV)

azul NOVEMBRO azul Saúde também é coisa de homem. Doenças Cardiovasculares (DCV) Doenças Cardiovasculares (DCV) O que são as Doenças Cardiovasculares? De um modo geral, são o conjunto de doenças que afetam o aparelho cardiovascular, designadamente o coração e os vasos sanguíneos. Quais

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

saúde Sedentarismo Os riscos do Saiba as causas e consequências de ficar parado e mexa-se!

saúde Sedentarismo Os riscos do Saiba as causas e consequências de ficar parado e mexa-se! saúde Sinal Canal de Comunicação da Sistel para os Usuários de Saúde Ano I - Nº 4 - Dezembro 2014 Os riscos do Sedentarismo Saiba as causas e consequências de ficar parado e mexa-se! O sedentarismo é resultado

Leia mais

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças FACTORES DE RISCO Factores de risco de doença cardiovascular são condições cuja presença num dado indivíduo aumentam a possibilidade do seu aparecimento. Os mais importantes são o tabaco, a hipertensão

Leia mais

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011 SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº /2011 A Coordenação Geral do Grupo Gestor da SURCE e a Coordenação de Ensino e Pesquisa dos Hospitais Universitários

Leia mais

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Metodologia Pesquisa de opinião com a finalidade de avaliar demandas, anseios e a qualidade dos serviços prestados

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

PREVENÇÃO DE DOENÇAS

PREVENÇÃO DE DOENÇAS Page 1 of 7 PREVENÇÃO DE DOENÇAS (Adaptação baseada nas condutas propostas pela Academia Norte-Americana de Médicos de Família/Clínica Mayo, USA) O que a medicina atual preconiza em termos de prevenção

Leia mais

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida Colesterol O que é Isso? X O que é o Colesterol? Colesterol é uma gordura encontrada apenas nos animais Importante para a vida: Estrutura do corpo humano (células) Crescimento Reprodução Produção de vit

Leia mais

A importância da Atividade Física

A importância da Atividade Física A importância da Atividade Física Introdução Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica

Leia mais

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS ÍNDICE Apresentação...03 Hospital Universitário Cajuru...04 Estrutura...04 Especialidades Atendidas...05 Diferenças entre atendimento de urgência, emergência e eletivo...06 Protocolo de Atendimento...07

Leia mais

ALTERAÇÕES RENAIS. Texto extraído do Editorial do Endocrinologia&Diabetes clínica e experimental vol. 7 número 3, julho/2007.

ALTERAÇÕES RENAIS. Texto extraído do Editorial do Endocrinologia&Diabetes clínica e experimental vol. 7 número 3, julho/2007. ALTERAÇÕES RENAIS E.D. teve seu diabetes diagnosticado em 1985, nessa época tinha 45 anos e não deu muita importância para os cuidados que seu médico lhe havia recomendado, sua pressão nesta época era

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE Adolescência 11 aos 20 anos Mudanças: Amadurecimento biológico Sexual Psicológico Social Características Adolescência Mudança de interesses Conflitos com a família Maior

Leia mais

Rua Rio Grande do Norte 57 sala 407 Bairro Santa Efigênia Belo Horizonte MG. Telefone: (31) 3226-7997 www.nutricio.com.br

Rua Rio Grande do Norte 57 sala 407 Bairro Santa Efigênia Belo Horizonte MG. Telefone: (31) 3226-7997 www.nutricio.com.br Esta é uma publicação da Nutrício Reeducação Alimentar e Emagrecimento que tem por objetivo fornecer informações a respeito dos cuidados nutricionais pré e pós cirúrgicos. As informações contidas neste

Leia mais

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM A SAÚDE DO OBESO Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan Médico endocrinologista e sanitarista Equipe CETOM Centro de Estudos e Tratamento para a Obesidade Mórbida. Diretor do Instituto Flumignano de Medicina

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

Bem-estar. após os40. aprenda como colocar. você em primeiro lugar

Bem-estar. após os40. aprenda como colocar. você em primeiro lugar Bem-estar após os40 aprenda como colocar você em primeiro lugar Sumário.. Introdução. 02 A mulher aos 40: menos insegurança, maior bem-estar. 03 Você em primeiro lugar: mente sã. 04 Corpo são: a importância

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR)

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR) HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR) REVISÃO DE DOENÇA DE ARTÉRIA CORONÁRIA Seu coração é uma bomba muscular poderosa. Ele é

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade avançada não são exclusivos das mulheres. Embora a menopausa seja um termo conhecido

Leia mais

Cartilha de Prevenção. ANS - nº31763-2. Diabetes. Fevereiro/2015

Cartilha de Prevenção. ANS - nº31763-2. Diabetes. Fevereiro/2015 Cartilha de Prevenção 1 ANS - nº31763-2 Diabetes Fevereiro/2015 Apresentação Uma das missões da Amafresp é prezar pela qualidade de vida de seus filiados e pela prevenção através da informação, pois esta

Leia mais

FISIOTERAPEUTAS! Cura. Diagnóstico Funcional. Bem Estar. Tratamento. Reabilitação. Prevenção O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE

FISIOTERAPEUTAS! Cura. Diagnóstico Funcional. Bem Estar. Tratamento. Reabilitação. Prevenção O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE O SEU MUNICÍPIO TEM MUITO A GANHAR COM A CONTRATAÇÃO DE FISIOTERAPEUTAS! Tudo o que o gestor deve saber sobre fisioterapia e como implantá-la em seu município. Cura Diagnóstico Funcional Bem Estar Qualidade

Leia mais

Cartilha.indd 1 12/05/2015 12:09:43

Cartilha.indd 1 12/05/2015 12:09:43 Cartilha.indd 1 12/05/2015 12:09:43 A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) é uma entidade sem fins lucrativos criada em 1943 que tem como objetivo unir a classe médica especializada em cardiologia

Leia mais

Acupuntura AMN 3º andar

Acupuntura AMN 3º andar Relação de Setores e Serviços Setor / Serviço Unidade Localização Acupuntura 3º andar Aleitamento Materno CPPHO 1º andar Alergia 1º pav., ala 2 Alergo Imunologia Pediátrica CPPHO Térreo Almoxarifado 1º

Leia mais

Na verdade são 4130 candidatos mas alguns se inscreveram para mais de uma área. Especialidade ou Área de atuação- Entrada pre-requisito Candidato s

Na verdade são 4130 candidatos mas alguns se inscreveram para mais de uma área. Especialidade ou Área de atuação- Entrada pre-requisito Candidato s Estatísticas referentes ao PSU para 2010 Relação candidato/vaga Especialidade entrada direta Candidatos Vagas Cand/vaga Clínica Médica 1147 131 8,8 Cirurgia Geral 804 76 10,6 Anestesiologia 458 32 14,3

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

O TAMANHO DO PROBLEMA

O TAMANHO DO PROBLEMA FÍSICA MÉDICA O TAMANHO DO PROBLEMA Quantos hipertensos existem no Brasil? Estimativa de Prevalência de Hipertensão Arterial (1998) 13 milhões se considerar cifras de PA > 160 e/ou 95 mmhg 30 milhões

Leia mais

POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA

POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA O nosso corpo é uma máquina fantástica, que não foi feita para ficar parada. Se você estiver realmente decidido a ter uma atitude positiva em relação a sua saúde e ao seu

Leia mais

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS UM COMPROMISSO COM A VIDA CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS AMBULATÓRIO DE DOENÇA DE CHAGAS UNIDADE DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA UNIDADE DE

Leia mais

ATENDIMENTO AMBULATORIAL AO PACIENTE HIPERTENSO

ATENDIMENTO AMBULATORIAL AO PACIENTE HIPERTENSO Universidade Federal do Maranhão - UFMA Hospital Universitário Presidente Dutra - HUPD Liga Acadêmica de Hipertensão Arterial Sistêmica - LAHAS ATENDIMENTO AMBULATORIAL AO PACIENTE HIPERTENSO São Luís

Leia mais

O que é O que é. colesterol?

O que é O que é. colesterol? O que é O que é colesterol? 1. O que é colesterol alto e por que ele é ruim? Apesar de a dislipidemia (colesterol alto) ser considerada uma doença extremamente prevalente no Brasil e no mundo, não existem

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DO ABC MANTIDA PELA FUNDAÇÃO DO ABC EXAMES REALIZADOS NOS ÁRBITROS DA DO ABC FMABC

FACULDADE DE MEDICINA DO ABC MANTIDA PELA FUNDAÇÃO DO ABC EXAMES REALIZADOS NOS ÁRBITROS DA DO ABC FMABC RELATÓRIO DOS EXAMES REALIZADOS NOS ÁRBITROS DA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL PELA FACULDADE DE MEDICINA DO ABC FMABC O Núcleo de Saúde no Esporte da Faculdade de Medicina do ABC FMABC, utilizando as suas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO BIKE B 300 ACTION

MANUAL DE INSTRUÇÃO BIKE B 300 ACTION MANUAL DE INSTRUÇÃO BIKE B 300 ACTION ÍNDICE 1. Especificações Técnicas... PG. 03 2. Apresentação... PG. 03 3. Benefícios da Atividade Física... PG. 03 4. Importância da Prática de Atividade Física...

Leia mais

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 A Dengue A dengue é uma doença infecciosa de origem viral, febril, aguda, que apesar de não ter medicamento específico exige

Leia mais

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Objetivos: - Desenvolver uma visão biopsicossocial integrada ao ambiente de trabalho, considerando

Leia mais

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE Bem-vindo a Unimed-BH Mais de 39 anos de mercado Mais de 4.800 cooperados com 93% de avaliação positiva com a Unimed-BH* Mais

Leia mais

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos Gestão Foto: dreamstime.com Longo caminho Medida da ANS inicia discussão sobre a oferta de medicamentos ambulatoriais para doentes crônicos pelas operadoras de saúde Por Danylo Martins Acontece no mundo

Leia mais

Programa Slim. Emagrecimento SLIM FORM. 2 a Etapa Diagnóstico. 3 a Etapa Tratamento. 1 a Etapa Avaliação

Programa Slim. Emagrecimento SLIM FORM. 2 a Etapa Diagnóstico. 3 a Etapa Tratamento. 1 a Etapa Avaliação for Kids Programa Slim for Kids Programa voltado para escolas, alunos e pais visando a melhora na alimentação, controle da obesidade, saúde e qualidade de vida. Formada por uma equipe multidisciplinar

Leia mais

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria O programa de Residência em Pediatria prevê 60 horas de jornada de trabalho semanal, sendo 40 horas de atividades rotineiras e 20 horas de

Leia mais

Dra Adriana de O Marinho Reumatologia e Clínica Médica Fone 3223-3830

Dra Adriana de O Marinho Reumatologia e Clínica Médica Fone 3223-3830 Dra Adriana de O Marinho Reumatologia e Clínica Médica Fone 3223-3830 O que é Osteoporose? A osteoporose é uma doença freqüente que é definida como diminuição absoluta da quantidade de osso e desestruturação

Leia mais

Questionário: Risco de ter diabetes

Questionário: Risco de ter diabetes Questionário: Risco de ter diabetes ATENÇÃO! Este questionário não deve ser aplicado a gestantes e pessoas menores de 18 anos. Preencha o formulário abaixo. Idade: anos Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino

Leia mais

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO!

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO! PROGRAMA DE PERDA DE PESO Agenda O método holístico de Perda de Peso Apresentação do corpo clínico Diferentes programas de perda de peso Unidades de saúde O Método holístico de Perda de Peso The importance

Leia mais

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde?

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? DICAS DE SAÚDE 2 Promova a sua saúde. Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? Veja o gráfico : 53% ao estilo de vida 17% a fatores hereditários 20% a condições ambientais 10% à assistência médica

Leia mais

RESOLUTIVIDADE e HUMANIZAÇÃO. Há mais de 17 anos em Camaçari, fazendo parte da história de muitas vidas.

RESOLUTIVIDADE e HUMANIZAÇÃO. Há mais de 17 anos em Camaçari, fazendo parte da história de muitas vidas. RESOLUTIVIDADE e HUMANIZAÇÃO Há mais de 17 anos em Camaçari, fazendo parte da história de muitas vidas. Há mais de 17 anos o Hospital Santa Helena trabalha com dedicação para oferecer à população de Camaçari

Leia mais

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Linha de Cuidado da Obesidade Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Evolução do excesso de peso e obesidade em adultos 0,8% (1.550.993) da população apresenta obesidade grave 1,14% das

Leia mais

HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares

HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares HIV / Aids Orientações para pacientes e familiares Serviço de Enfermagem Cirúrgica Este manual contou com a colaboração de: professora enfermeira Isabel Cristina Echer; enfermeiras Beatriz Guaragna, Ana

Leia mais

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga AREMG - Associação de Apoio a Residência Médica de Minas Gerais AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga Numero total de Candidatos 7.283 Numero total de inscrições 39.753 Vaga Instituição Vagas

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

Influenza. João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina)

Influenza. João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina) Influenza João Pedro Marins Brum Brito da Costa (Instituto ABEL) Orientador: André Assis (UFRJ Medicina) O que éinfluenza Também conhecida como gripe, a influenza éuma infecção do sistema respiratório

Leia mais

Relatório de. Gestão

Relatório de. Gestão Relatório de Gestão Sumário Apresentação... 2 Serviços Ofertados... 3 Recursos Humanos... 4 Análise Operacional... 5... U RGÊNCIA E EMERGÊNCIA... 5... A MBULATÓRIO... 6... I NTERNAÇÃO... 7... D ESEMPENHO

Leia mais

Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE

Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE Saúde Naval MANUAL DE SAÚDE IDOSO DOENÇAS MAIS COMUNS Com a chegada da terceira idade, alguns problemas de saúde começam a aparecer, conheça alguns dos mais comuns e saiba como se prevenir: 1 2 DIABETES

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

Seminário: "TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO"

Seminário: TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO Seminário: "TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO" FLEURY LINHA DO TEMPO Uma história de sucesso Uma história de sucesso Uma história de sucesso Uma história de sucesso Uma história de sucesso

Leia mais

CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica Coronariana

CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica Coronariana HOSPITAL DAS CLÍNICAS - UFMG Programa de Reabilitação Cardiovascular e Metabólica Residência Multiprofissional em Saúde Cardiovascular CUIDANDO DO SEU CORAÇÃO Controle e Prevenção da Doença Aterosclerótica

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1

Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1 Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1 MED-100 - Unidades de Ensino da área de conhecimento das bases moleculares e celulares dos processos normais e alterados, da estrutura e função

Leia mais

Reeducação Alimentar na prevenção da Obesidade Professores: Ivo André Polônio; Edi Carlos Iacida; Ângela Cesira Maran Pilquevitch; Silvia Trevisan;

Reeducação Alimentar na prevenção da Obesidade Professores: Ivo André Polônio; Edi Carlos Iacida; Ângela Cesira Maran Pilquevitch; Silvia Trevisan; 1 Reeducação Alimentar na prevenção da Obesidade Professores: Ivo André Polônio; Edi Carlos Iacida; Ângela Cesira Maran Pilquevitch; Silvia Trevisan; Janaina Lopes; Eveline Batista Rodrigues; Cristiane

Leia mais

Nefrolitotripsia Percutânea

Nefrolitotripsia Percutânea Nefrolitotripsia Percutânea A cirurgia renal percutânea é a forma menos agressiva de tratamento para cálculos renais grandes e que não podem ser tratados adequadamente pela fragmentação com os aparelhos

Leia mais

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009 FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO Versão eletrônica atualizada em Março 2009 Centro Cirúrgico FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO INÍCIO Equipe Médica Ligar para ramal 50227 diponibilizando informações para o

Leia mais

Objetivos Específicos

Objetivos Específicos Missão Promover a melhoria da qualidade de vida dos empregados do Prodest, através de ações específicas que estimulam e facilitam a mudança individual em busca de estilos de vida mais saudáveis. Programa

Leia mais

Tricoscopia do couro cabeludo 10 DICAS

Tricoscopia do couro cabeludo 10 DICAS Tricoscopia do couro cabeludo 10 DICAS para sair do sedentarismo e INTRODUÇÃO De acordo com dados apurados em 2013 pelo Ministério da Saúde, 64% da população brasileira está com excesso de peso devido

Leia mais

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha.

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. Qualidade máxima e confiança são fundamentais no momento de escolher um hospital, e você precisa do que há de melhor na área médica. Por isso, prepare-se para

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Quando ocorre uma Onda de Calor emitem-se Alertas: Amarelo ou Vermelho, com menos e mais gravidade, respectivamente. Devem adoptar-se cuidados

Leia mais

Índice. Como evitar um AVC e um Infarte do miocardio

Índice. Como evitar um AVC e um Infarte do miocardio Como evitar um AVC e um Infarte do miocardio 2 Índice Como evitar um AVC e um Infarte do miocardio... 3 Quantas mortes são causadas por AVC?... 3 Como dimininuir o risco de AVC?... 3 Quais as pessoas com

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA

AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA ANEXAR AO PRONTUÁRIO DO PACIENTE CLÍNICA DE ANESTESIA - Equipe do Dr. MAURO PEREIRA DE AZEVEDO CRM-RJ 52.51600-9 Leia atentamente o questionário abaixo e o preencha usando letras

Leia mais

P R O S T AT E C T O M I A R A D I C A L L A P A R O S C Ó P I C A

P R O S T AT E C T O M I A R A D I C A L L A P A R O S C Ó P I C A P R O S T AT E C T O M I A R A D I C A L L A P A R O S C Ó P I C A O Câncer de próstata (Cap) É o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos,

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial

Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial Dezembro/2011 Nº 13 Saúde em risco: realizar exame desnecessário pode ser prejudicial Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família diz que problema diminui quando um médico generalista é a

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Contacto na DGS: Ondas de calor medidas de prevenção Recomendações dirigidas à população Conhecimento de todos os estabelecimentos

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS DIABETES MELLITUS Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente cerca de 171 milhões de indivíduos diabéticos no mundo.

Leia mais

Resposta Técnica 02/2015

Resposta Técnica 02/2015 Resposta Técnica 02/2015 Data: 10/02/2015 Solicitante: Dr. Sérgio Henrique Cordeiro Caldas Fernandes Juiz de direito da 23ª Vara Cível Comarca de Belo Horizonte Processo: 1682880-83.2014.8.13.0024 Ré:

Leia mais

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Ano V Edição nº 45 Dezembro de 2015 AVANÇOS Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Estudo de brasileira já apresenta bons resultados para tratar lábio

Leia mais