I Simpósio de Assistência ao Parto em Minas Gerais CRM MG/SOGIMIG Claudia Navarro C D Lemos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I Simpósio de Assistência ao Parto em Minas Gerais CRM MG/SOGIMIG Claudia Navarro C D Lemos"

Transcrição

1 I Simpósio de Assistência ao Parto em Minas Gerais CRM MG/SOGIMIG Claudia Navarro C D Lemos Conselheira CRMMG Membro Conselho Consultivo SOGIMIG

2 Cenário atual da assistência ao parto em Minas Gerais Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar

3

4 Índices Gerais de Cesarianas no SUS e SS no Brasil TOTAL: 54% SUS SS 40,0 84% Cobertura da SS: 23.7 Milhões de beneficiárias (ANS 2015)

5 Índices Gerais de Cesarianas no SUS e SS em MG 2014 SUS SS 45,52 83,68 Cobertura da SS: 27,3% (dez 2014)

6

7 Índices Gerais de Cesarianas no SUS e SS em BH SUS SS SUS SS Cesariana 30,3 78,5 29,3(e) 72,8 (E) Fonte: portalpbh.pbh.gov.br

8 Cesárea antes do TP em primíparas com 37 ou + sem gest / total de partos 45,0 40,0 35,0 30,0 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 MON 39,2 Percentual de cesárea antes do início do trabalho de parto em primíparas com 37 ou + semanas de gestação por estabelecimento Semper 37,3 Vila da Serra 32,0 Santa Fé 30,8 Mater Dei 24,1 22,7 HBH HDMU 19,1 IPSEMG 17,4 SC 9,4 HC 4,7 HJK 3,6 3,4 3,0 2,3 2,1 MOV HOB HRTN HSF Fonte: Sinasc 2013

9 CESÁREA PPP Enf Obstetriz Maternidade A 19,1 sim Sim Maternidade B 22,7 nao nao Maternidade C 24,1 sim nao Maternidade D 30,8 nao Em implan Maternidade E 32 nao nao Maternidade F 37,3 sim nao Maternidade G 39,2 nao nao

10 Altos índices de cesarianas na Saúde Suplementar Motivos ligados à paciente Motivos estruturais Motivos ligados ao profissional/modelo assistencial

11 Altos índices de cesarianas na Saúde Suplementar Motivos ligados à paciente: Culturais Falta de esclarecimentos Medo de não encontrar vaga Autonomia Fidelização do cliente

12 Altos índices de cesarianas na Saúde Suplementar Motivos Estruturais: RDC 36 ANVISA PPP SUS x SS Conforto Médico Excesso de pacientes > falta de vagas

13 Altos índices de cesarianas na Saúde Suplementar Motivos ligados ao profissional: Baixa remuneração Excesso de trabalho Comodidade Insegurança Formação inadequada

14 Modelos de Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar Médicos em esquema de plantão Equipes multiprofissionais Médicos em equipes Médicos autônomos

15 Modelos de Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar Em Belo Horizonte as maternidades do setor privado tem médicos de plantão e auxiliar 24 hs/dia. Estes médicos recebem auxilio de todos procedimentos e realizam os partos dos pacientes de planos enfermaria ou aqueles que procuram o plantão.

16 Modelo de assistência obstétrica em BH rede privada É pratica estabelecida ao longo dos anos, aceita pela maioria da população, a cobrança a assistência ao parto em caráter particular pelo obstetra não plantonista, das usuárias do sistema de saúde suplementar. É colocada a disponibilidade e as pacientes aceitam isto, de maneira geral.

17 2006

18

19

20

21 JUNHO 2009

22

23 Introdução Justificativa Objetivos Metodologia e desenvolvimento População Alvo Resultados esperados

24 Sensibilizar planos de saúde para remuneração do período ativo do trabalho de parto Melhorar trabalho do obstetra Qualidade da assistência ao parto

25 RESOLUÇÃO NORMATIVA 368 ANS 6/01/2015

26 RESOLUÇÃO NORMATIVA 368 ANS 6/01/2015

27 RESOLUÇÃO NORMATIVA 368 ANS 6/01/2015 PRINCIPAIS PONTOS: Acesso às informações sobre taxas individuais de PN e cesarianas por operadoras, por médico e por estabelecimento de saúde; Preenchimento do cartão da gestante com a evolução durante o pré-natal; Registro do trabalho de parto em partograma.

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40 Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar Mudança no Modelo Assistencial Melhor remuneração do obstetra Reconhecimento do obstetra como profissional liberal, podendo a paciente pagar pelos seus serviços em caráter particular

41 Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar Estrutura Hospitalar Equipe Multidisciplinar Educação da Gestante

42 Assistência Obstétrica na Saúde Suplementar O ideal é que as medidas a serem tomadas sejam sempre discutidas entre ANS, Entidades de classe, MS e sociedade, OBSERVANDO-SE SEMPRE A AUTONOMIA DO MÉDICO E DA PACIENTE

43

44 Consa. Claudia Navarro C D Lemos

45 OBRIGADA Consa. Claudia Navarro C D Lemos

DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA

DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Historico da cobranca do parto a paciente da rede suplementar MARIA INES DE MIRANDA LIMA INTRODUÇÃO Serviço oferecido a gestante onde o obstetra fica a disposição durante o pré-natal

Leia mais

Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor. Organização da atenção ao pré-natal, parto e nascimento

Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor. Organização da atenção ao pré-natal, parto e nascimento Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor Clique para editar local e data Organização da atenção ao pré-natal, parto e nascimento Rio de Janeiro, 06 de julho de 2015 A importância

Leia mais

BH - REDE ASSISTENCIAL

BH - REDE ASSISTENCIAL BH - REDE ASSISTENCIAL 2.300.000 habitantes 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF cobertura 80% 2.420 ACS CERSAM e UPA regionais 34 hospitais 7 maternidades SUS Assistência - Regulação -

Leia mais

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR PROMOÇÃO DO PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR Ações já realizadas pela ANS desde 2004 Sensibilização do setor, promoção e participação ii em eventos para discussão com especialistas nacionais e internacionais

Leia mais

Médicos e obstetrizes: cooperando para melhor assistir o nascimento

Médicos e obstetrizes: cooperando para melhor assistir o nascimento Médicos e obstetrizes: cooperando para melhor assistir o nascimento Edson Borges de Souza Hospital Sofia Feldman Belo Horizonte, MG edsonsouza71@yahoo.com.br Modelos de atenção perinatal Aspectos Visão

Leia mais

Assistência humanizada a gestação, parto e nascimento: Comissão Perinatal a experiência de Belo Horizonte

Assistência humanizada a gestação, parto e nascimento: Comissão Perinatal a experiência de Belo Horizonte Assistência humanizada a gestação, parto e nascimento: Comissão Perinatal a experiência de Belo Horizonte Rosângela Durso Perillo Seminário Integrado do Paraná Novembro 2009 População: 2.424.292 - (IBGE/2007)

Leia mais

CARTA DE PORTO ALEGRE FÓRUM DE ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA FEBRASGO/SOGIRGS

CARTA DE PORTO ALEGRE FÓRUM DE ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA FEBRASGO/SOGIRGS CARTA DE PORTO ALEGRE FÓRUM DE ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA FEBRASGO/SOGIRGS A SOGIRGS em conjunto com a FEBRASGO realizou o Fórum de Assistência Obstétrica, em Porto Alegre, no dia 28 de março de 2015, com

Leia mais

MOVIMENTO BH PELO PARTO NORMAL

MOVIMENTO BH PELO PARTO NORMAL MOVIMENTO BH PELO PARTO NORMAL Histórico Comissão o Perinatal Belo Horizonte SMSA-BH Comissão Perinatal de Belo Horizonte Secretaria Municipal de Saúde Fórum intersetorial e interinstitucional responsável

Leia mais

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar Agência Nacional de Saúde Suplementar Jacqueline Alves Torres CONASEMS Belém, 2008 O Setor Suplementar de Saúde Antes da Regulamentação:

Leia mais

Comissão Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Comissão Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Simpósio Internacional de Redes de Atenção Integral à Saúde da Mulher e da Criança Boas práticas no Brasil, Boas práticas no SUS Comissão Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BELO HORIZONTE/MG

Leia mais

Medidas para estímulo ao parto normal na saúde suplementar

Medidas para estímulo ao parto normal na saúde suplementar Medidas para estímulo ao parto normal na saúde suplementar janeiro/2015 A importância do estímulo ao parto normal Parto é uma questão de saúde e a escolha do modelo deve ser pelo método mais adequado para

Leia mais

PROCESSO-CONSULTA CFM 55/12 PARECER CFM 39/12 INTERESSADOS:

PROCESSO-CONSULTA CFM 55/12 PARECER CFM 39/12 INTERESSADOS: PROCESSO-CONSULTA CFM nº 55/12 PARECER CFM nº 39/12 INTERESSADOS: ANS; S.A.R.G.; Cremesp; Cremepe; S.C.F.; Febrasgo ASSUNTO: Cobrança de honorários, por médicos obstetras, pelo acompanhamento presencial

Leia mais

Estímulo ao Parto Normal. Organização da Atenção ao Pré-natal, Parto e Nascimento

Estímulo ao Parto Normal. Organização da Atenção ao Pré-natal, Parto e Nascimento Estímulo ao Parto Normal Organização da Atenção ao Pré-natal, Parto e Nascimento Contexto A taxa de cesarianas na saúde suplementar é de 84% e na saúde pública chega a 40%; não há justificativas clínicas

Leia mais

PARECER CREMEC N.º 05/2014 15/02/2014

PARECER CREMEC N.º 05/2014 15/02/2014 PARECER CREMEC N.º 05/2014 15/02/2014 PROCESSO-CONSULTA PROTOCOLO: nº 6397/2013 ASSUNTO: Conduta do médico plantonista de Obstetrícia em hospital de nível secundário. PARECERISTA: CONSELHEIRO JOSÉ MÁLBIO

Leia mais

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Política Municipal de Saúde Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BH -REDE ASSISTENCIAL 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF 2.420 ACS CERSAM, UPA, outros 34 hospitais conveniados

Leia mais

ANS publica Resolução que estabelece novas regras sobre o Parto na Saúde Suplementar

ANS publica Resolução que estabelece novas regras sobre o Parto na Saúde Suplementar Nº 327- ANO VIII Terça-feira, 07 de Julho de 2015 ANS publica Resolução que estabelece novas regras sobre o Parto na Saúde Suplementar Novas regras estabelecidas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

Clipping Eletrônico Sábado dia 25/10/2014

Clipping Eletrônico Sábado dia 25/10/2014 Clipping Eletrônico Sábado dia 25/10/2014 Jornal Diário do Amazonas Brasil Pág. 15-25 de outubro de 2014 Jornal Acrítica Brasil / Mundo Pág. A6-25 de outubro de 2014 Portal D24AM Saúde - 25 de outubro

Leia mais

Ações da Parto do Princípio contra as cesáreas desnecessárias e indesejadas

Ações da Parto do Princípio contra as cesáreas desnecessárias e indesejadas Ações da Parto do Princípio contra as cesáreas desnecessárias e indesejadas Cristiane Yukiko Kondo a Flávia da Silva Telles Penido b Rebeca Celes Charchar c A Parto do Princípio - Mulheres em Rede pela

Leia mais

Contratos coletivos constantes do agrupamento obrigatório determinado pela Resolução Normativa RN nº 309, editada pela ANS.

Contratos coletivos constantes do agrupamento obrigatório determinado pela Resolução Normativa RN nº 309, editada pela ANS. Contratos coletivos constantes do agrupamento obrigatório determinado pela Resolução Normativa RN nº 309, editada pela ANS. Código de contrato RPC Nome do plano na ANS Nº de registro do plano na ANS 0002

Leia mais

COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA

COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA COBERTURA - TAXA DE DISPONIBILIDADE OBSTÉTRICA Primeiramente, ressaltamos a relevância do tema e reafirmamos nossa atuação com o intuito de regular o mercado de planos privados de assistência à saúde.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Ao Senhor Presidente Arlindo de Almeida Diretoria da Associação Brasileira de Medicina de Grupo - Abramge Rua Treze de Maio, nº 1540, Bela Vista 01327-002 São Paulo SP RECOMENDAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Ao Senhor Presidente Marcio Serôa de Araujo Coriolano Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) Rua Senador Dantas 74, 8º andar Centro Rio de Janeiro, RJ - CEP

Leia mais

Projeto de intervenção para melhorar a assistência obstétrica no setor suplementar de saúde e para o incentivo ao parto normal

Projeto de intervenção para melhorar a assistência obstétrica no setor suplementar de saúde e para o incentivo ao parto normal Projeto de intervenção para melhorar a assistência obstétrica no setor suplementar de saúde e para o incentivo ao parto normal Apresentação Entendendo como ação fundamental debater o problema das elevadas

Leia mais

Como harmonizar a relação entre cidadãos/consumidores e sus/operadoras de planos de saúde e reduzir as demandas judiciais

Como harmonizar a relação entre cidadãos/consumidores e sus/operadoras de planos de saúde e reduzir as demandas judiciais Como harmonizar a relação entre cidadãos/consumidores e sus/operadoras de planos de saúde e reduzir as demandas judiciais João Baptista Galhardo Júnior Membro do Comitê Estadual da Saúde do Conselho Nacional

Leia mais

Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar Capítulo B Gestão Comercial Hospitalar Simulado da Prova de Conceito

Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar Capítulo B Gestão Comercial Hospitalar Simulado da Prova de Conceito Questão B.1.1 Sobre o escopo e abrangência da Gestão Comercial Hospitalar A) O escopo e abrangência da Gestão Comercial Hospitalar é igual à pratica nas empresas de outros segmentos de mercado B) Abrange

Leia mais

Percentual de Reajuste Calculado para o Agrupamento de Contratos: 9,65% Período de Aplicação do Reajuste do Agrupamento: Maio de 2015 à Abril 2016.

Percentual de Reajuste Calculado para o Agrupamento de Contratos: 9,65% Período de Aplicação do Reajuste do Agrupamento: Maio de 2015 à Abril 2016. Divulgação do Reajuste Apurado para o Agrupamento dos Contratos Coletivos com Menos de 30 Beneficiários RN nº 309 de 24/10/2012 A Associação São Francisco Vida, operadora de plano de saúde, sob Registro

Leia mais

POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA

POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA CONCEITO DE SAÚDE da OMS Saúde é o perfeito bem estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. Portanto: Ter saúde é fenômeno complexo

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. GABINETE DO MINISTRO Portaria nº 572/GM Em 1 de junho de 2000

MINISTÉRIO DA SAÚDE. GABINETE DO MINISTRO Portaria nº 572/GM Em 1 de junho de 2000 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO Portaria nº 572/GM Em 1 de junho de 20 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições legais, Considerando a Portaria GM/MS nº 569/GM, de 1º de junho

Leia mais

PARECER CREMEB Nº 27/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/07/2013)

PARECER CREMEB Nº 27/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/07/2013) PARECER CREMEB Nº 27/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/07/2013) EXPEDIENTE CONSULTA Nº 005.616/13 ASSUNTO: Responsabilidade ético-profissional dos médicos nas Casas de Parto e Maternidades, que mantêm

Leia mais

A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO

A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO Ministério da Saúde Diretrizes gerais Pacto pela Saúde Estados ComissãoBi partite Municípios Plano Municipal de Saúde Objetivos Ações estratégicas

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida. Relatório Descritivo

AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida. Relatório Descritivo AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida Relatório Descritivo Execução Operacional 2007 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 9 PARTE I: PERFIL, RH, GESTÃO, PROCESSO DE TRABALHO E INDICADORES DAS

Leia mais

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE PLANO DE SAÚDE PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE Bem-vindo a Unimed-BH Mais de 39 anos de mercado Mais de 4.800 cooperados com 93% de avaliação positiva com a Unimed-BH* Mais

Leia mais

Nº DO CONTRATO PLANO Nº REGISTRO ANS

Nº DO CONTRATO PLANO Nº REGISTRO ANS Divulgação do Reajuste para o Agrupamento de Contratos Coletivos com menos de 30 beneficiários. RN nº 309 de 24/10/2012. A Unimed do Guarujá Cooperativa de Trabalho Médico com registro ANS nº 30666-5,

Leia mais

César Eduardo Fernandes. Declaração de conflito de interesse

César Eduardo Fernandes. Declaração de conflito de interesse César Eduardo Fernandes Declaração de conflito de interesse Não recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade pública ou privada para pesquisa ou desenvolvimento de método diagnóstico

Leia mais

FAIXA ENFERMARIA FAMILIA APARTAMENTO FAMILIA 0 a 110 R$166,63 R$216,61

FAIXA ENFERMARIA FAMILIA APARTAMENTO FAMILIA 0 a 110 R$166,63 R$216,61 Imagem:Online Sites PROPOSTA SINTRAM Produto: Ambulatorial + Hospitalar c/ obstetrícia Padrão: Enfermaria de 2 leitos com refeição para acompanhante Descrição Resumida (Participativo): Cobertura total

Leia mais

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3

TISS. Manual de Instruções. Manual de Instruções. Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 ANS 36.825-3 TISS Manual de Instruções Manual de Instruções Troca de Informação em Saúde Suplementar 1/40 1. INTRODUÇÃO 2. ORIENTAÇÕES GERAIS 2.1 Entrega de guias SUMÁRIO......... 2.2 Numeração de guias Pacotes...

Leia mais

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto O trabalho da Rede Parto do Princípio Enfª Marisol Figueiredo Almeida Bacharel em enfermagem UCB Pós Graduanda em atenção integral à saúde materno-infantil

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções Junho/09 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Orientações Gerais 2.1 Entrega de guias 2.2 Numeração de guias 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança 3. Identificação do Beneficiário 3.1 Modelo do

Leia mais

Considerações jurídicas a respeito do impacto da Resolução nº 368 da Agência Nacional de Saúde sobre a assistência obstétrica na saúde suplementar

Considerações jurídicas a respeito do impacto da Resolução nº 368 da Agência Nacional de Saúde sobre a assistência obstétrica na saúde suplementar EDITORIAL Considerações jurídicas a respeito do impacto da Resolução nº 368 da Agência Nacional de Saúde sobre a assistência obstétrica na saúde suplementar Paula Moura Francesconi de Lemos Pereira 1 Em

Leia mais

Eficiência na Atenção à Saúde

Eficiência na Atenção à Saúde QualiHosp 2015 Congresso Internacional de Qualidade em Serviços e Sistemas de Saúde Eficiência na Atenção à Saúde Michelle Mello de Souza Rangel Diretora-Adjunta Diretoria de Desenvolvimento Setorial -

Leia mais

PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013)

PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013) PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013) EXPEDIENTE CONSULTA Nº 011.881/13 ASSUNTO: Relação de proporcionalidade: Número de profissionais médicos e número de atendimentos. RELATORA:

Leia mais

Humanização do parto

Humanização do parto MINISTÉRIO DA SAÚDE Programa Humanização do parto Humanização no Pré-natal e nascimento Brasília - DF Ministério da Saúde Secretaria Executiva Brasília-DF 2002 1 Conceito...5 2 Funcionamento...9 3 Requisitos/Habilitação...

Leia mais

EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA SANTA CASA DE SÃO JOAQUIM DA BARRA Delegacia Regional de Ribeirão Preto

EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA SANTA CASA DE SÃO JOAQUIM DA BARRA Delegacia Regional de Ribeirão Preto 13 DE JUNHO 2013 EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA SANTA CASA DE SÃO JOAQUIM DA BARRA Delegacia Regional de Ribeirão Preto Lavinio Nilton Camarim Conselheiro do Cremesp Lei Federal 9.656/98 Lei dos Planos de

Leia mais

Seguros Unimed. Divulgação do índice de reajuste único apurado para o agrupamento dos contratos coletivos com menos de 30 beneficiários

Seguros Unimed. Divulgação do índice de reajuste único apurado para o agrupamento dos contratos coletivos com menos de 30 beneficiários Seguros Unimed Divulgação do índice de reajuste único apurado para o agrupamento dos contratos coletivos com menos de 30 beneficiários Resolução Normativa nº 309, da Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

Manual de Instruções Maio 2007

Manual de Instruções Maio 2007 Manual de Instruções Maio 2007 SUMÁRIO 1. Introdução 03 2. Orientações Gerais 04 2.1 Entrega de guias 04 2.2 Numeração de guias 04 2.3 Pacotes Autorização e cobrança 04 3. Identificação do Beneficiário

Leia mais

HOSPITAL ICARAÍ E HCSG INTEGRAM CAMPANHA PELO DIA MUNDIAL DA SEPSE. Editorial

HOSPITAL ICARAÍ E HCSG INTEGRAM CAMPANHA PELO DIA MUNDIAL DA SEPSE. Editorial Editorial O terceiro HI notícias de 2015 traz, pra você leitor, a concretização de alguns de nossos projetos. Inúmeros eventos foram realizados com sucesso nos últimos três meses, o que vem agregar mais

Leia mais

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente.

CAMPANHA PARTO NORMAL. Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. CAMPANHA PARTO NORMAL Parto Normal. Deixe a vida acontecer naturalmente. Cenário Dados fornecidos à ANS pelas empresas que comercializam planos de assistência à saúde demonstram que a proporção de cesarianas

Leia mais

Crescimento a partir da década de 60 Medicinas de grupo Décadas de 70 e 80 outras modalidades assistenciais. seguradoras (SUSEP)

Crescimento a partir da década de 60 Medicinas de grupo Décadas de 70 e 80 outras modalidades assistenciais. seguradoras (SUSEP) Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças na Saúde Suplementar DANIELLE CONTE ALVES Especialista em Regulação Abril 2010 Setor Suplementar de Saúde no Brasil Crescimento a partir da década de 60

Leia mais

GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO. Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins

GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO. Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins Cerca de 65% dos casos de transmissão vertical do HIV ocorrem durante o trabalho

Leia mais

PARTO PERSONALIZADO. Assunto: Possibilidade de cobrança para realização do parto. Vinculação do parto ao obstetra que assistiu o pré-natal.

PARTO PERSONALIZADO. Assunto: Possibilidade de cobrança para realização do parto. Vinculação do parto ao obstetra que assistiu o pré-natal. PARTO PERSONALIZADO Assunto: Possibilidade de cobrança para realização do parto. Vinculação do parto ao obstetra que assistiu o pré-natal. Ementa: PARTO. PRÉ-NATAL. VINCULAÇÃO DO OBSTETRA. COBRANÇA PARTO

Leia mais

Saiba seus direitos. 90% das mortes. não existe meio direito, meia negligência ou meia morte.

Saiba seus direitos. 90% das mortes. não existe meio direito, meia negligência ou meia morte. não existe meio direito, meia negligência ou meia morte. 90% das mortes de mulheres grávidas poderiam ser evitadas com o atendimento adequado. Saiba seus direitos. A Organização Mundial de Saúde (OMS)

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes

ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes Meta 6 do ODM 5 Reduzir em ¾ entre 1990 e 2015 a taxa de mortalidade materna De 140 mortes por 100.000 NV no ano 2000 para 35 mortes em 2015 1990 1991 1992 1993 1994

Leia mais

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1 UNIMED FESP Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini Gerente de Gestão em Saúde manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 1 PERFIL UNIMED UNIMED FESP Quantidade de usuários 565.582 Área de abrangência Quantidade

Leia mais

Trabalho curto premiado na 3ª mostra PRÓ-Saúde/PET-Saúde

Trabalho curto premiado na 3ª mostra PRÓ-Saúde/PET-Saúde Linha temática Rede Cegonha Trabalho curto premiado na 3ª mostra PRÓ-Saúde/PET-Saúde Avaliação do tipo de parto de puérperas que realizaram pré-natal no Centro de Saúde São Tomás: compreendendo o problema:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA A Senhora Presidente Denise Rodrigues Eloi de Brito Diretoria Nacional da União Nacional das Insitutuições de Autogestão em Saúde Alameda Santos, nº 1.000, 8º andar, Cerqueira

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR 1 1 DO PARECER CFM nº 39/12 Em resposta ao questionamento feito pelos interessados - ANS; S.A.R.G.; Cremesp; Cremepe; S.C.F.; Frebasgo - sobre a cobrança dos médicos obstetras de honorários particulares

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 O HOSPITAL TRAMANDAÍ, integrante da FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo

Leia mais

Epidemia de Doenças Crônicas: Como enfrentar esse desafio? Rio de Janeiro, 27 de Setembro de 2010 Martha Oliveira Assessoria da Presidência- ANS

Epidemia de Doenças Crônicas: Como enfrentar esse desafio? Rio de Janeiro, 27 de Setembro de 2010 Martha Oliveira Assessoria da Presidência- ANS Epidemia de Doenças Crônicas: Como enfrentar esse desafio? Rio de Janeiro, 27 de Setembro de 2010 Martha Oliveira Assessoria da Presidência- ANS I A ANS e a Saúde Suplementar I A ANS e a Saúde Suplementar

Leia mais

REMUNERAÇÃO PELA DISPONIBILIDADE

REMUNERAÇÃO PELA DISPONIBILIDADE REMUNERAÇÃO PELA DISPONIBILIDADE Assunto: Vinculação do parto ao obstetra que assistiu o pré-natal. Possibilidade de cobrança de honorários referentes à disponibilidade diretamente com a paciente. Honorários

Leia mais

PROTOCOLO GESTANTE COM SÍFILIS. Carmen Silvia Bruniera Domingues Vigilância Epidemiológica Programa Estadual DST/Aids - SP

PROTOCOLO GESTANTE COM SÍFILIS. Carmen Silvia Bruniera Domingues Vigilância Epidemiológica Programa Estadual DST/Aids - SP PROTOCOLO GESTANTE COM SÍFILIS Carmen Silvia Bruniera Domingues Vigilância Epidemiológica Programa Estadual DST/Aids - SP O que fazer antes do bebê chegar? Os caminhos do pré-natal... (fase I estamos grávidos

Leia mais

Possibilita analisar se a assistência odontológica prestada está voltada para o tratamento curativo em detrimento ao tratamento preventivo.

Possibilita analisar se a assistência odontológica prestada está voltada para o tratamento curativo em detrimento ao tratamento preventivo. ÍNDICE DE PROCEDIMENTOS DE DENTÍSTICA Conceituação Percentual do número de procedimentos de dentística em relação a todos os procedimentos odontológicos, excluindo as consultas odontológicas, realizados

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL DE AUDITORIA EM SAÚDE E QUALIDADE DA GESTÃO E DA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR

CONGRESSO NACIONAL DE AUDITORIA EM SAÚDE E QUALIDADE DA GESTÃO E DA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR CONGRESSO NACIONAL DE AUDITORIA EM SAÚDE E QUALIDADE DA GESTÃO E DA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR 1 PERSPECTIVAS DE UM DIA A DIA MELHOR PARA GESTORES E PRESTADORES DE SAÚDE MARIA DO CARMO CABRAL CARPINTÉRO SECRETÁRIA

Leia mais

Hélio Vasconcellos Lopes

Hélio Vasconcellos Lopes HIV/AIDS no Município de Santos e dados brasileiros Hélio Vasconcellos Lopes Coordenador do Programa Municipal DST/AIDS/Hepatites da Secretaria Municipal de Saúde Professor titular da Faculdade de Medicina

Leia mais

MOBILIDADE COM PORTABILIDADE DE CARÊNCIAS. Fausto Pereira dos Santos fausto.santos@ans.gov.br

MOBILIDADE COM PORTABILIDADE DE CARÊNCIAS. Fausto Pereira dos Santos fausto.santos@ans.gov.br MOBILIDADE COM PORTABILIDADE DE CARÊNCIAS Fausto Pereira dos Santos fausto.santos@ans.gov.br Principais Objetivos A implementação da norma de Mobilidade com Portabilidade de Carências tem como objetivos

Leia mais

ANEXO I. 1 Indicadores da dimensão da atenção à saúde

ANEXO I. 1 Indicadores da dimensão da atenção à saúde ANEXO I RELAÇÂO DOS INDICADORES, COM AS RESPECTIVAS METODOLOGIAS ESTATÍSTICAS A SEREM UTILIZADAS NO PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA SAÚDE SUPLEMENTAR - COMPONENTE OPERADORAS - REFERENTE AO ANO DE 2013 1 Indicadores

Leia mais

Divulgação do Reajuste Único Apurado para o Agrupamento dos Contratos Coletivos com Menos de 30 Beneficiários RN nº 309 de 24/10/2012 POOL de Risco.

Divulgação do Reajuste Único Apurado para o Agrupamento dos Contratos Coletivos com Menos de 30 Beneficiários RN nº 309 de 24/10/2012 POOL de Risco. Tangará da Serra - MT, 22 de Abril de 2014. Divulgação do Reajuste Único Apurado para o Agrupamento dos Contratos Coletivos com Menos de 30 Beneficiários RN nº 309 de 24/10/2012 POOL de Risco. A UNIMED

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N O 389 DE 26/11/2015 Transparência da informação

RESOLUÇÃO NORMATIVA N O 389 DE 26/11/2015 Transparência da informação RESOLUÇÃO NORMATIVA N O 389 DE 26/11/2015 Transparência da informação PORTAL DA OPERADORA DE PLANOS DE SAÚDE Área do Beneficiário (Portal de Informações do Beneficiário da Saúde Suplementar - PIN-SS) Área

Leia mais

CARTÃO DA GESTANTE. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala

CARTÃO DA GESTANTE. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala CARTÃO DA GESTANTE Nome Endereço Bairro Município UF Telefone Nome da Operadora Registro ANS Agendamento Hora Nome do profissional Sala 1 Carta de Informação à Gestante O parto é um momento muito especial,

Leia mais

Em síntese quanto à estrutura e ao funcionamento da Casa de Parto da FACENF/UFJF foram feitas as seguintes constatações:

Em síntese quanto à estrutura e ao funcionamento da Casa de Parto da FACENF/UFJF foram feitas as seguintes constatações: Ao Magnífico Reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora, segue RELATÓRIO da Comissão de Transferência da Casa de Parto da FACENF/UFJF: 1. Passamos a apresentar, inicialmente, um histórico dos trabalhos

Leia mais

CARTÃO DA GESTANTE. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala

CARTÃO DA GESTANTE. Agendamento. Nome. Endereço. Bairro Município UF. Telefone. Nome da Operadora. Registro ANS. Data Hora Nome do profissional Sala CARTÃO DA GESTANTE Nome Endereço Bairro Município UF Telefone Nome da Operadora Registro ANS Agendamento Hora Nome do profissional Sala 1 Carta de Informação à Gestante O parto é um momento muito especial,

Leia mais

POLÍTICA DE ATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO NA SAÚDE SUPLEMENTAR: DESAFIOS PARA INSERÇÃO DE ENFERMEIROS OBSTETRAS

POLÍTICA DE ATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO NA SAÚDE SUPLEMENTAR: DESAFIOS PARA INSERÇÃO DE ENFERMEIROS OBSTETRAS POLÍTICA DE ATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO NA SAÚDE SUPLEMENTAR: DESAFIOS PARA INSERÇÃO DE ENFERMEIROS OBSTETRAS Jacqueline Alves Torres 1 Discutir a inserção de enfermeiras obstétricas no modelo de atenção

Leia mais

RESULTADOS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SEMESTRAIS POR VIGÊNCIAS

RESULTADOS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SEMESTRAIS POR VIGÊNCIAS RESULTADOS DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SEMESTRAIS POR VIGÊNCIAS BOLSA FAMÍLIA 2005 / 2 Distribuição do acompanhamento na segunda vigência de 2005 dos beneficiários do Programa Bolsa Família, Porto Alegre/RS,

Leia mais

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Trabalho de Conclusão de Curso 2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Instituto Terzius Faculdade Redentor Análise dos Óbitos Neonatais Ocorridos na Maternidade Municipal

Leia mais

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP 2 ª Reunião do GT de Indicadores Hospitalares 09/04/2012 GERPS/GGISE/DIDES/ANS Agenda Comparação

Leia mais

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Composição do Financiamento do Setor Saúde - estimativa para 2006 MEDICAMENTOS 16% FEDERAL 25% DESEMBOLSO DIRETO 10% ESTADUAL 11% PLANOS E SEGUROS

Leia mais

Os Direitos da Mulher no Parto. Ana Carolina Previtalli Nascimento Procuradora da República

Os Direitos da Mulher no Parto. Ana Carolina Previtalli Nascimento Procuradora da República Os Direitos da Mulher no Parto Ana Carolina Previtalli Nascimento Procuradora da República Ministério Público - Instituição permanente e essencial à função jurisdicional do Estado. - Defesa da ordem jurídica,

Leia mais

NOTA TÉCNICA BOAS PRÁTICAS DO PARTO E NASCIMENTO Diário Oficial do Estado Nº 84, Seção 1 sexta-feira, 8 de Maio de 2015.

NOTA TÉCNICA BOAS PRÁTICAS DO PARTO E NASCIMENTO Diário Oficial do Estado Nº 84, Seção 1 sexta-feira, 8 de Maio de 2015. 24º Congresso FEHOSP 12 à 15 de Maio/2015 Royal Palm Plaza Campinas/SP Circular 159/2015 São Paulo, 08 de Maio de 2015. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) NOTA TÉCNICA BOAS PRÁTICAS DO PARTO E NASCIMENTO Diário

Leia mais

Antes da hora. Cesarianas desnecessárias contribuem para o nascimento de bebês imaturos

Antes da hora. Cesarianas desnecessárias contribuem para o nascimento de bebês imaturos 18 fevereiro DE 2015 capa Antes da hora Cesarianas desnecessárias contribuem para o nascimento de bebês imaturos Alice Giraldi e Ricardo Zorzetto ilustração mariana zanetti No início de janeiro o Ministério

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber?

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber? PLANOS DE SAÚDE O que é preciso saber? Queridos amigos, Estamos muito felizes por concluir a nossa segunda cartilha sobre direitos atrelados à saúde. Este trabalho nasceu com o propósito de levar informações

Leia mais

MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ

MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ Larissa Fernanda Silva Borges de Carvalho Enfermeira, Especialista em Gestão de Serviços de Saúde Gerente Assistencial da Maternidade Unimed BH Unidade Grajaú Governança

Leia mais

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS Brasília, 08 de junho de 2010. Cumprimento de Contratos das Operadoras com os Laboratórios Clínicos. DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL - DIDES Gerência de

Leia mais

Internação de urgência (Pronto Atendimento)

Internação de urgência (Pronto Atendimento) 1 de 8 RESULTADO ESPERADO: Proporcionar aos pacientes agilidade, segurança e comodidade durante o seu período de internação. 694 PROCESSOS RELACIONADOS: Apoio ao Cliente Assistência Cirúrgica Assistência

Leia mais

ANÁLISE DO RESSARCIMENTO SUS

ANÁLISE DO RESSARCIMENTO SUS ANÁLISE DO RESSARCIMENTO SUS SEGUNDO MODALIDADE DA OPERADORA E SITUAÇÃO DE PAGAMENTO Apresentação ABRES 2011 Porto Alegre INTRODUÇÃO O ressarcimento ao Sistema Único de Saúde foi a primeira proposta de

Leia mais

DATASUS e Software Livre

DATASUS e Software Livre DATASUS e Software Livre Moacyr Esteves Perche Coordenador Geral de Gestão de Projetos CGGP/DATASUS/SGEP/MS 09/07/2015 1 Informação em Saúde O Brasil tem longa tradição no uso de Sistemas de Informação

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 A FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo Seletivo Simplificado n 002/2012 destinado

Leia mais

CONTRATUALIZAÇÃO REDE CEGONHA

CONTRATUALIZAÇÃO REDE CEGONHA CONTRATUALIZAÇÃO REDE CEGONHA O QUE É CONTRATUALIZAÇÃO processo pelo qual o representante legal da maternida e o gestor do SUS (estadual ou municipal) estabelecem metas quantitativas e qualitativas que

Leia mais

A CONTINUIDADE DO CUIDADO À MULHER E AO RECÉM NASCIDO APÓS O PARTO E NASCIMENTO: PERSPECTIVAS PARA O CUIDADO INTEGRADOR E AUTOMIZANTE

A CONTINUIDADE DO CUIDADO À MULHER E AO RECÉM NASCIDO APÓS O PARTO E NASCIMENTO: PERSPECTIVAS PARA O CUIDADO INTEGRADOR E AUTOMIZANTE A CONTINUIDADE DO CUIDADO À MULHER E AO RECÉM NASCIDO APÓS O PARTO E NASCIMENTO: PERSPECTIVAS PARA O CUIDADO INTEGRADOR E AUTOMIZANTE EXPERIÊNCIA DA ONG BEM NASCER O que eu venho falar aqui, não nasceu

Leia mais

COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL

COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL Ministério da Saúde QUALIHOSP 2011 São Paulo, abril de 2011 A Secretaria de Atenção à Saúde/MS e a Construção das Redes de Atenção à Saúde (RAS) As Redes de Atenção à

Leia mais

Interessado: Dr. M.M.S. Assunto: Escala de plantão de sobreaviso. Medico Plantonista de sobreaviso. Desligamento com ou sem aviso prévio.

Interessado: Dr. M.M.S. Assunto: Escala de plantão de sobreaviso. Medico Plantonista de sobreaviso. Desligamento com ou sem aviso prévio. PARECER CRM/MS N 12/2014 PROCESSO CONSULTA CRMMS 0011/2014 Interessado: Dr. M.M.S. Assunto: Escala de plantão de sobreaviso. Medico Plantonista de sobreaviso. Desligamento com ou sem aviso prévio. PARECERISTA:

Leia mais

Ficha Técnica dos indicadores de saúde disponibilizados por meio do aplicativo Statplanet. Mortalidade

Ficha Técnica dos indicadores de saúde disponibilizados por meio do aplicativo Statplanet. Mortalidade Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Epidemiologia e Informação - CEInfo Ficha Técnica dos indicadores de saúde disponibilizados por meio do aplicativo Statplanet Mortalidade Taxa ou Coeficiente

Leia mais

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA Às gestantes do Ipojuca O Programa Mãe Coruja é uma grande conquista das mulheres de Pernambuco. E no Ipojuca, um avanço da administração municipal em busca de melhor assistir,

Leia mais

RDI-011. HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Relatório de Diagnóstico para Implantação

RDI-011. HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Relatório de Diagnóstico para Implantação HC UFMG Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Relatório de Diagnóstico para Implantação RDI-011 Coordenadoria de Desenvolvimento de Sistemas da Informação DGPTI Diretoria de Gestão

Leia mais

METAS DE DESEMPENHO, INDICADORES E PRAZOS DE EXECUÇÃO HOSPITAL DE CLÍNICAS E MATERNIDADE VICTOR FERREIRA DO AMARAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

METAS DE DESEMPENHO, INDICADORES E PRAZOS DE EXECUÇÃO HOSPITAL DE CLÍNICAS E MATERNIDADE VICTOR FERREIRA DO AMARAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ METAS DE DESEMPENHO, INDICADORES E PRAZOS DE EXECUÇÃO HOSPITAL DE CLÍNICAS E MATERNIDADE VICTOR FERREIRA DO AMARAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ MARÇO DE 2014 1 SUMÁRIO 1. Indicadores... 3 2. Quadro de

Leia mais

PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA ACOMPANHAMENTO DAS CONDICIONALIDADES DA SAÚDE

PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA ACOMPANHAMENTO DAS CONDICIONALIDADES DA SAÚDE PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA ACOMPANHAMENTO DAS CONDICIONALIDADES DA SAÚDE Vilma Ramos de Cerqueira CONDICIONALIDADES DO PBF As Condicionalidades são os compromissos assumidos tanto pelas famílias beneficiárias

Leia mais

Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 08/07/2015. Unidades Móveis atendem no Jorge Teixeira, Aliança com Deus e Boas Novas

Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 08/07/2015. Unidades Móveis atendem no Jorge Teixeira, Aliança com Deus e Boas Novas Clipping Eletrônico - Quarta-feira dia 08/07/2015 Portal do Holanda Saúde 08 de Julho de 2015. Fonte: http://novo.portaldoholanda.com.br/amazonas/unidades-moveisatendem-no-jorge-teixeira-alianca-com-deus-e-boas-novas

Leia mais

RESUMO PALAVRAS-CHAVE INTRODUÇÃO

RESUMO PALAVRAS-CHAVE INTRODUÇÃO Nome : JOELMA DE REZENDE FERNANDES Email : enf.joelma@oi.com.br Tel: 2741-4900/2643-5888/9691-1250/7501-5338 CV Lattes : http://lattes.cnpq.br/7000462620008672 Tipo de Projeto : PICPE Linha de pesquisa

Leia mais

Oficina de Ambiência para o Parto e Nascimento

Oficina de Ambiência para o Parto e Nascimento Mirela Pilon Pessatti Consultora PNH/DAPES/SAS Oficina de Ambiência para o Parto e Nascimento Maternidades de Belo Horizonte Local: Hospital Sofia Feldman/ BH 03/04/2012 Ambiência na PNH Uma das diretrizes

Leia mais

Entendendo o modelo remuneratório no Brasil. Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió

Entendendo o modelo remuneratório no Brasil. Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió Entendendo o modelo remuneratório no Brasil Dácio Guimarães Borges Superintendente Administra:vo e Financeiro Santa Casa de Maceió Ano de fundação: 1851 Santa Casa de Misericórdia de Maceió 70,00% Paciente

Leia mais

12 ANOS. SANTA CASA SAÚDE MAIOR E MELHOR A CADA DIA.

12 ANOS. SANTA CASA SAÚDE MAIOR E MELHOR A CADA DIA. 9912225925/2008/DR/MG Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT. Informativo do Santa Casa Saúde Edição 04 Belo Horizonte nov-dez/2008 jan/2009 SANTA CASA SAÚDE 12 ANOS. MAIOR E MELHOR A CADA DIA. Investimentos

Leia mais