Leonardo Lacerda Alves. Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Leonardo Lacerda Alves. Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web"

Transcrição

1 Leonardo Lacerda Alves Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web Junho de 2003

2

3 Leonardo Lacerda Alves 3 APRESENTAÇÃO Este mini-curso tem o objetivo de oferecer a você a oportunidade de desenvolver sua primeira aplicação web completa, conhecendo a organização fundamental do ambiente web e os fundamentos da Estão incluidos implementação de programas web desenvolvidos Código-fonte do programaexemplo em PHP. Apache Desenvolvido para os alunos do 5º período de PHP sistemas de informação, exige conhecimentos mínimos de linguagem C, banco-de-dados, navegação na Internet, uso do ambiente Windows e formatação de documento de textos. MySQL Interbase Manual PHP Manual MySQL Apostila Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web. Por Leonardo Lacerda Alves Jun Direitos reservados. Itabira.

4 4 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web SUMÁRIO 1.Introdução Requisitos mínimos e instalação do ambiente... 9 Servidor web... 9 Sistema Gerenciador de Banco de dados... 9 Editor HTML... 9 Iniciando os programas Especificações do sistema de Atendimento-eletrônico Implementação do Atendimento-eletrônico Página inicial (I) Cadastro de usuário Configuração: Banco-de-dados Cadastro de usuário: inclui usuário Página inicial (II) Autenticação de usuários Menu principal (I) Categorias de atendimento Listar categorias... 23

5 Leonardo Lacerda Alves 5 Questões e mensagens Conclusão Referências bibliográficas... 26

6 6 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web 1.INTRODUÇÃO Em conseqüência da expansão da Internet, interconexão entre diferentes ambientes de redes e reaproveitamento de máquinas e sistemas operacionais antigos, a arquitetura web tem adquirido grande relevância e criado demandas e desafios para o desenvolvimento de programas em Internet e intranets das corporações. As intranets, por sua vez, possuem conceitos idênticos aos da Internet, se utilizando de ferramentas e protocolos de comunicação similares. O seu escopo, porém, diferentemente do que ocorre na Internet, é permitir a troca de dados apenas entre computadores de uma mesma rede local, normalmente, mesmo que esteja ligada a rede pública de computadores, a Internet [6]. A camada multimídia da Internet é a WWW World Wide Web ou simplesmente Web, a qual é fornecida pelo protocolo HTTP Hypertext Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Hipertexto e permite a troca de documentos, imagens e outros recursos web de forma transparente em relação ao computadorservidor [2]. Um recurso web é acessado por um programa-cliente, isto é, utilizado pelo usuário. O programa-cliente, normalmente conhecido como navegador ou browser (folheador), acessa os recursos através de um esquema de endereçamento uniforme conhecido como URL Uniform Resource Locator no formato protocolo://endereço_ip:porta/diretorios/arquivo [9]. O servidor é responsável por servir os recursos web e o faz simplesmente enviando os arquivos disponíveis ao programa-cliente, logo que recebe uma requisição, assim como aponta a figura 1.1. Existem porém duas classes de aplicações web. A primeira delas chamada de client-side, ou local, sendo executada no computador-cliente, responsável pela requisição de um recurso web. Na figura 1.1 observa-se um processo client-side sendo executado sem qualquer conexão com sistemas computacionais externos.

7 Leonardo Lacerda Alves 7 Figura 1.1: Programa client-side A segunda classe de aplicações web são executadas pelo servidor para o qual foi realizada uma requisição de recurso www. Nesse caso, o recurso é denominado recurso-dinâmico, e o servidor é totalmente responsável pelo processamento de dados e o redirecionamento da saída para o computador-cliente, o qual por sua vez, conforme demonstrado na figura 1.2, não tem acesso aos processos e dados de origem. Figura 1.2: Programa server-side Inúmeros ambientes computacionais foram criados para possibilitar o desenvolvimento de programas dessa segunda classe ou server-side, normalmente em linguagens de programação existentes e interpretadas no momento da requisição. Dentre os mais populares foram consideradas o VB-Script e ASP.NET, linguagens de programação restritas à arquitetura Microsoft e normalmente

8 8 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web implementadas em Visual Basic ou C#; Java Servlets Pages (JSP), criada pela Sun, baseada na linguagem Java e independente de sistema operacional; e PHP, a qual é a única a contar com um interpretador open-source gratuito e com código-fonte aberto suportado por variados sistemas operacionais e servidores http. O PHP, objeto deste trabalho, foi um conjunto de aplicações desenvolvidas em linguagem Perl, por Rasmus Lerdof em 1995, com o simples propósito de criar interações entre usuários de Internet e sites nos quais era instalado. Somente após 1997, através da contribuição de outras pessoas ao projeto, PHP tornou-se uma linguagem de programação, chegando à versão 4 em 2000 com todos os atributos abordados neste tutorial, e presente em mais de 20% dos domínios públicos na Internet [7]. O conhecimento prévio da linguagem C++ é desejável, mas o presente artigo deve servir como introdução à PHP mesmo àqueles que não saibam programar nessa linguagem. Este tutorial está organizado sobre a seguinte estrutura: no ítem 2 são discriminados os requisitos mínimos para a construção do programa com possibilidade de testes, e também instruções sobre como instalar o servidor Interbase, o servidor web e o banco-de-dados através do qual o programa-exemplo irá funcionar; no ítem 3 são expostas as especificações do programa-exemplo o qual será construído em PHP, com formatação em HTML e armazenamento de informações em banco-de-dados Interbase; no ítem 4 iniciamos a implementação do programa ao mesmo tempo que criamos atalhos para outros documentos existentes no CD-ROM, o qual é oferecido juntamente com este curso; no ítem 5 concluimos nosso curso fornecendo mais detalhes sobre a engenharia de aplicações para web.

9 Leonardo Lacerda Alves 9 2.REQUISITOS MÍNIMOS E INSTALAÇÃO DO AMBIENTE SERVIDOR WEB Um servidor web é necessário para servir páginas e outros recursos pelo protocolo HTTP. O Apache, um dos mais populares servidores, é oferecido no CD-ROM o qual acompanha este curso, sendo gratuito e livre para cópia. A instalação do servidor se dá através da instalação do programa PHPTriad. SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS Dois SGBDs acompanham este curso, ambos gratuitos e livres para cópia. O primeiro, objeto do curso, é o Interbase em sua versão 6, produzido pela Borland Corporation; o segundo é o MySQL, um dos mais rápidos SGBDs usados em aplicações web, instalável através do PHPTriad. EDITOR HTML PHPTriad Instale o PHPTriad no diretório c:\apache do seu computador. Configure a variável session.save_path em c: \apache \ php \ php. ini para / temp A aplicação Sothink suporta a edição de documentos para web no formato HTML. É gratuito para uso pessoal e educacional e está disponível com todas as funções, com instalador no CD-ROM. INICIANDO OS PROGRAMAS Apache Após instalar o programa PHPTriad, o servidor Apache estará disponível no endereço c:\apache. Para acioná-lo, clique no botão Iniciar > Programs > PHPTriad > Start Apache.

10 10 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web MySQL Após instalar o programa PHPTriad, o servidor MySQL estará disponível sob o endereço c:\apache\mysql. Para acioná-lo, clique no botão Iniciar > Programs > PHPTriad > Start MySQL. Interbase A instalação do Interbase pode acontecer em qualquer diretório do seu disco rígido. Para acioná-lo, clique no botão Iniciar > Configurações > Painel de Controle > Interbase Manager. Na tela do programa (Fig. 3.1), clique em Start, caso ele esteja fechado (Stopped), como também poderá configurá-lo para ser iniciado automaticamente quando o Windows for ligado (Start Mode como Automatic). Fig Configuração do Interbase Sothink A instalação do Sothink pode ocorrer em qualquer diretório do seu disco rígido. Para acioná-lo, clique no botão Iniciar > Programas > SourceTec > Sothink HTML Editor 2.5 > Sothink HTML Editor. A inicialização demorará cinco segundos.

11 Leonardo Lacerda Alves ESPECIFICAÇÕES DO SISTEMA DE ATENDIMENTO- ELETRÔNICO O sistema deve contar com os seguintes módulos de funções: Cadastro de dados dos usuários Cadastro de dados dos administradores Cadastro de categorias por um administrador Escrita de questões e mensagens por todos Escrita de respostas por todos Leituras de mensagens e respostas por todos Consultas ao banco-de-dados por todos Acesso autenticado por usuário e senha Acesso ao sistema: Principal Cadastro Usuários Administradores Acesso autenticado Alteração de cadastro Leitura de mensagens Escrita de mensagens Listagens ao banco-de-dados

12 12 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web 4.IMPLEMENTAÇÃO DO ATENDIMENTO-ELETRÔNICO PÁGINA INICIAL (I) Forneceremos um atalho para o cadastro e o acesso direto ao sistema autenticado por senha. Porém, neste primeiro momento, só criaremos nosso primeiro atalho para o cadastro. Execute o Sothink, crie um arquivo novo e graveo com o nome index.htm no diretório do seu projeto web. Baseado na aparência apresentada na figura 4.1, desenha página através do recurso Design do programa, crie o atalho para a PÁGINA DE CADASTRO, de nome cadastrousuarios.php, e deixe espaço para o que, no futuro, será o formulário de identificação. World Wide Web Em um servidor WWW, o primeiro recurso aberto pelo navegador se chama index, podendo ter as extensões. php,.htm,.html ou outras especificadas. A este recurso web damos o nome de Index ou página inicial. O diretório do seu projeto deve ser c:\apache\htdocs\suporte Agora teste sua página, digitando o endereço em seu navegador. Figura 4.1: página inicial

13 Leonardo Lacerda Alves 13 CADASTRO DE USUÁRIO.htm ou.php? Uma página com a extensão. htm ou.html são enviadas do servidor web ao navegador sem alterações. No Sothink, com a página index.htm aberta, acione File > Save as... para gravar a página atual com um outro nome, escolhendo cadastrousuarios.php e certificando-se de que o diretório atual é o mesmo do seu projeto. Páginas com extensão.php são processadas no servidor antes de serem enviadas. Nessa página cadastrousuarios.php, haverá um formulário através do qual criamos a conta de usuários-cliente e usuários-administradores do nosso sistema. Clique sobre a tabela da página e pressione Delete para excluí-la. No local onde existia um formulário, crie um formulário através do Menu Insert > Form Field > Form..., informando o nome (name) Cadastro, Método de envio (method) Post e Programa processador (Action) incluiusuario.php. Insira uma tabela, agora com nove linhas (rows) e duas colunas (cols) em seu interior, e crie os campos para os dados Nome (one-line text box), Sobrenome (oneline text box), Sexo (radio button), (one-line text box), Observações (text area) e se é Atendente (check box), Senha (one-line text box), Confirmação de senha, Confirmação de atendente (one-line text box), todos através do menu Insert > Form Field. Ao final do formulário insira dois botões (push button) um para envio do formulário (submit) e outro para limpá-lo (reset). Insira também um campo oculto - Hidden Field - em qualquer local dentro do formulário, com o nome codigo e valor 0. Com este último campo servirá como um controle para nós e não aparecerá na tela do usuário. A aparência da tela ficará como na Figura 4.2.

14 14 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web Figura 4.2: Cadastro de usuário Ao clicar no botão [Enviar], todos os dados serão enviados (POST) ao programa especificado na cláusula action, do formulário, em nosso caso o programa incluiusuario.php. CONFIGURAÇÃO: BANCO-DE-DADOS O nosso banco-de-dados usado por nós será o Interbase 6, o qual fica armazenado em um arquivo, em algum endereço particular. Como o endereço do arquivo, seu nome, o usuário e a senha são dados necessários em todos os scripts do nosso sistema, ele será centralizado em um script externo, o qual será usado como uma biblioteca. A Figura 4.3 apresenta todo o script denominado conf_bd.php. Figura 4.3: Script do arquivo conf_bd.php <? $bd = "localhost:c:\apache\htdocs\suporte\bd.gdb"; $bdusuario = "sysdba"; $bdsenha = "masterkey";?>

15 Leonardo Lacerda Alves 15 CADASTRO DE USUÁRIO: INCLUI USUÁRIO A página incluiusuario.php é responsável por capturar os campos do formulário apresentado na Figura 4.2, informando sobre possíveis erros ou gravando as informações no banco-de-dados. Para criar esta página, abra a página cadastrousuarios.php, acione File > Save as... e grave a página como incluiusuario.php. Apague o conteúdo do formulário, inclusive tabela e seus dados internos, mantendo apenas os títulos do programa, propaganda e seção de cadastro de usuários. Crie um novo parágrafo com uma mensagem de sucesso: Dados gravados com sucesso. E em outro parágrafo escreva uma mensagem de erro: Foram encontrados erros em seu formulário. Finalmente iremos trabalhar diretamente com HTML. Acesse a seção HTML do editor Sothink e insira o código em PHP da Figura 4.4. Figura 4.4: Código de incluiusuario.php <? /* Funções indicam que a página não deve ser armazenada no navegador do usuário */ header("cache-control: no-store, no-cache, must-revalidate"); header("pragma: no-cache"); // inclui configuração de banco-de-dados include_once("conf_bd.php"); /* Captura e Verifica integridade dos dados */ // substr retorna os 30 primeiros caracteres $nome = substr($nome,0,30); // empty retorna verdadeiro se não houver texto if (empty($nome)) { // $erro[] cria um vetor com o nome $erro e // inclui a expressão ao final do vetor $erro[] = 'Nome obrigatório';

16 16 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web $sobrenome = substr($sobrenome,0,30); if (empty($sobrenome)) { $erro[] = 'Sobrenome obrigatório'; if (($sexo!= 'M') and ($sexo!= 'F')) { $sexo = 'M'; $ = substr($ ,0,40); if (empty($ )) { $erro[] = ' obrigatório'; else { $sql = "select count(*) from usuario where us = '"; $sql.= $ . "'"; $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha) or die("impossível conectar"); // conecta ou imprime erro $resultado = ibase_query($sql,$conexao); $linha = ibase_fetch_row($resultado); ibase_free_result($resultado); ibase_close($conexao); if ($linha[0] > 0) { $erro[] = ' já cadastrado'; $nota = substr($nota,0,1000); if ($atendente == 'S') { if ($chaveatendente!= "sou sim") { $erro[] = 'Chave de atendente não confere'; $atendente = 'N'; $senha1 = substr($senha1,0,30); if (empty($senha1)) { $erro[] = 'Senha obrigatória'; else if ($senha1!= $senha2) { $erro[] = 'Senha e confirmação de senha não conferem'; // strlen retorna o tamanho do texto else if (strlen($senha1) < 6) { $erro[] = 'Senha deve ter pelo menos 6 caracteres'; /* Se código é 0, registro novo */ // isset informa se o identificador está definido if (($codigo == 0) and (!isset($erro))) { /* Obtem o próximo código */

17 Leonardo Lacerda Alves 17 $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha) or die("impossível conectar"); // conecta-se ou imprime erro $sql = "select max(uscodigo) from usuario"; $resultado = ibase_query($sql,$conexao); // consulta $linha = ibase_fetch_row($resultado); // obtem registro $codigo = $linha[0] + 1; // soma 1 ao max retornado /* Grava registro novo em BD */ $sql = "insert into usuario (uscodigo, usnome, ussobrenome,"; $sql.= "ussexo, us , usnota, usatendente, ussenha)"; $sql.= " values (". $codigo. ", '". $nome. "', '"; $sql.= $sobrenome. "', '". $sexo. "', '". $ ; $sql.= "', '". $nota. "', '". $atendente. "', '"; $sql.= $senha1. "')"; $resultado = ibase_query($sql,$conexao) or die ("Impossível gravar dados"); // grava ou erro /* Envia commit e fecha BD */ ibase_commit($conexao); ibase_close($conexao);?> <HTML><HEAD><TITLE></TITLE> <META http-equiv=content-type content="text/html; charset=windows-1252"> <META content="mshtml " name=generator></head> <BODY text=# vlink=# alink=# link=# background=""><p align=center><font face=verdana color=#dd0000 size=6><strong>suporte on-line</strong><font face=arial color=# size=2><br>a ajuda mais próxima de você</font></font></p> <P align=center><font face=arial size=4>cadastro DE USUÁRIO</FONT></P><P> </P> <P align=center> <? if (!isset($erro)) {?> <FONT face=arial size=4>dados gravados com sucesso.</font></p> <? else {?> <FONT face=arial size=4>foram encontrados erros em seu formulário:</font> <P></P>

18 18 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web <UL type=square> <? foreach($erro as $erromsg) { echo "<LI>$erromsg"; echo "</li></ul>";?> <P align=center><font face=arial size=4><a target="" href="index.htm">voltar</a></font></p></body></html> Figura 4.4: Código de incluiusuario.php PÁGINA INICIAL (II) Já com a possibilidade de cadastrar usuários, entre clientes e atendentes, é necessário que um usuário se identifique, através do seu e senha. Retorne à página inicial, em index.htm, e crie um formulário - form - de acesso, com os campos e senha1 (one-line text box), e um botão [Acessar]. Configure o atributo action do seu formulário para acessar.php, e o método de acesso igual a POST. Sua página inicial agora ficará como na figura 4.5. Figura 4.5: Tela inicial com formulário de acesso e atalho para cadastro

19 Leonardo Lacerda Alves 19 AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIOS Somente após cadastrado no sistema, um usuário pode ter acesso aos programas de criação de categorias, escrita de questões, leitura de mensagens, busca no banco-de-dados e outros recursos. Para isso é necessário um processo de autenticação, o qual começa na página inicial (Figura 4.5), (1) com o usuário informando seu e senha, (2) passa pela identificação do e verificação da corretude da senha e (3) grava no servidor web um certificado de autenticidade, o qual é conferido a cada ação do usuário. Dessa maneira, o processo de autenticação se repete a cada nova abertura de página, devendo, como a configuração do banco-de-dados (Figura 4.3). O processo de autenticação é descrito na Figura MENU PRINCIPAL (I) Estando o usuário autenticado, ele deve ter acesso aos principais recursos: escrever nova questão, ver questões respondidas e as que estiverem pendentes e cadastrar categorias caso seja um atendente. A partir da página inicial, em index.htm, grave-a como principal.php, desenhe a página para que pareça a Figura 4.7.

20 20 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web Figura 4.7: Página principal para usuários autenticados A página principal.php só pode estar disponível caso o usuário esteja autenticado. As páginas acessadas a partir dessa também exigem autenticação. Assim, todos os atalhos deverão incluir a identificação da sessão. Analisemos a Figura Quatro seções estão disponíveis aos usuários: escrever questão, busca de mensagens, listas de questões respondidas e questões pendentes. Os administradores contam com mais uma seção: categorias. Conforme exibido na Figura 4.8, todas essas seções estão em arquivos isolados de principal.php, sendo incorporados ao menu com a função include_once( ).

21 Leonardo Lacerda Alves 21 CATEGORIAS DE ATENDIMENTO Somente um arquivo é necessário para permitir o cadastro de categorias do nosso sistema. O formulário existente no menu principal nos leva para categoria.php, com o código da categoria selecionado, o qual permite editar o nome da categoria ou exclui-la, ou código igual a 0, o que indica uma operação de inclusão. A Figura 4.9 exibe o corpo do script categoria.php, o qual pode ser construído sobre a estrutura do arquivo principal.php, sendo bastante abrir o segundo e acionar o menu File > Save as... Figura 4.9: Script categoria.php <? include ("autenticar.php"); include ("conf_bd.php"); if (!isset($oper)) { if ($codigo == 0) { $oper = "I"; $descricao = ""; else { // categoria escolhida $sql = "select cadescricao from categoria "; $sql.= "where cacodigo = '". $codigo. "'"; $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha) or die("impossível conectar"); $resultado = ibase_query($sql,$conexao) or die("impossível localizar"); ibase_close($conexao); $linha = ibase_fetch_row($resultado); // rtrim retira espaços a direita do texto $descricao = rtrim($linha[0]); ibase_free_result($resultado); $oper = "A"; else { // oper já definida if ($oper == "I") { $sql = "select max(cacodigo) from categoria"; $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha) or die("impossível conectar"); $resultado = ibase_query($sql,$conexao) or die("impossível localizar");

22 22 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web ibase_close($conexao); $linha = ibase_fetch_row($resultado); ibase_free_result($resultado); $codigo = $linha[0] + 1; $sql = "insert into categoria (cacodigo, "; $sql.= "cadescricao) values ("; $sql.= $codigo. ",'"; $sql.= $descricao."')"; else if ($oper == "A") { $sql = "update categoria set cadescricao='"; $sql.= $descricao. "' where cacodigo = "; $sql.= $codigo; else if ($oper == "E") { $sql = "delete from categoria where cacodigo = "; $sql.= $codigo; // incluir, atualizar ou excluir $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha) or die("impossível conectar"); ibase_query($sql,$conexao) or die("impossível localizar"); ibase_commit($conexao); ibase_close($conexao); $oper = "Fim"; // fim de oper já definida?><html><head><title></title> <META http-equiv=content-type content="text/html; charset=windows-1252"> <META content="mshtml " name=generator></head> <BODY text=# vlink=# alink=# link=#000000> <P align=center><font face=verdana color=#dd0000 size=6><strong>suporte on-line</strong><font face=arial color=# size=2><br>a ajuda mais próxima de você</font></font></p> <P align=center><font face=arial size=4>categorias</font></p> <P align=center><font face=arial>[ <A href="principal.php">menu principal</a> ]</FONT></P> <script LANGUAGE=PHP> if ($oper == "Fim") { echo "<P align=center><font face=arial size=4>"; echo "Banco-de-dados atualizado</font></p>"; </script> <P align=left> <FORM title=categoria action=categoria.php method=post><font face=arial></font></p>

23 Leonardo Lacerda Alves 23 <P align=left><font face=arial> <SCRIPT language=php> echo "<INPUT type=hidden name=codigo VALUE='".$codigo."'>"; echo "<INPUT type=hidden value='".$sessid."' name=sessid>"; </SCRIPT> <TABLE cellspacing=3 cellpadding=3 width="100%" border=0> <TBODY> <TR> <TD width="50%" background=""> <P align=right>operação:</p></td> <TD> <SCRIPT language=php> $opi = $opa = $ope = ""; if ($oper == "I") { $opi = " checked"; else if ($oper == "A") { $opa = " checked"; else if ($oper == "E") { $ope = " checked"; $tmp1 = "<INPUT type=radio name=oper value="; echo $tmp1."i".$opi.">inclusão"; echo $tmp1."a".$opa.">atualização"; echo $tmp1."e".$ope.">exclusão"; </SCRIPT> </TD></TR> <TR> <TD> <P align=right><font face=arial>descrição: </FONT></P></TD><TD><INPUT maxlength=30 value="<? echo $descricao;?>" name=descricao></td></tr> </TBODY></TABLE></FONT></P><P align=center><input type=submit value=confirma name=enviar></p><p align=left><font face=arial></font></form> </P></BODY></HTML> Figura 4.9: Script categorias.php LISTAR CATEGORIAS A lista de categorias em uma caixa drop-down é usada na página principal do nosso sistema, no cadastro de categorias e na escrita de nova questão. Por isso o script para listagem em PHP e HTML é incluido pelo arquivo listarcategoria.php, descrito na Figura Figura 4.10: Script listarcategorias.php

24 24 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web <? include_once("conf_bd.php"); // cria função que recebe valor como parâmetro function listarcategorias ($codcat) { // usa variáveis locais na função global $bd, $bdusuario, $bdsenha; $conexao = ibase_connect($bd,$bdusuario,$bdsenha); $sql = "select cacodigo, cadescricao from categoria "; $sql.= "order by cadescricao"; $resultado = ibase_query($sql,$conexao); while ($linha = ibase_fetch_row($resultado)) { // rtrim retira espaços em branco a esquerda do texto echo "<OPTION value=". rtrim($linha[0]); if ($linha[0] == $codcat) { echo " selected"; echo ">"; echo rtrim($linha[1]). "</OPTION>"; ibase_free_result($resultado); ibase_close($conexao);?> Figura 4.10: Script listarcategorias.php QUESTÕES E MENSAGENS A partir dos conhecimentos adquiridos, tente construir o código de escrita das questões, listagem das questões em ordem de data decrescente, leitura das mensagens, resposta e busca.

25 Leonardo Lacerda Alves CONCLUSÃO O modelo de desenvolvimento para web considera os mesmos princípios da engenharia de software de execução no lado cliente, embora certos atributos sejam tratados com maior atenção quando em ambiente web, uma vez que segurança, confiabilidade, portabilidade, legibilidade de código e capacidade de escrita são condições críticas para o projeto de uma aplicação web, além do natural desempenho ser critério básico para a execução em um servidor, em intranet ou Internet. Projetos de engenharia de aplicações web devem começar na Funcesi em alguns meses, o que representa uma oportunidade adicional para pesquisarmos sobre tais softwares e adquirirmos novos conhecimentos.

26 26 Desenvolvimento de aplicações em PHP e HTML com banco-de-dados para Web 6.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS [1] ALVES, Leonardo Lacerda; BITTENCOUT, Fabricio Roulim. PHP: conceitos essenciais para implementação de aplicações web. 7 Faces. Funcesi: Itabira, v. 4, n.1, jan. a jun [2]AMOR, Daniel. A revolução do e-business: vivendo e aprendendo em um mundo interconectado. São Paulo: Makron Books, p. [3]BAKKEN, Stig Sæther. Introduction to PHP. Internet < www. zend. com / zend / art / intro. php>. 17/Abr/2000. [4]BARRETO, Maurício V.S.; et al. Aplicações web com PHP. Internet: <www. vivas. com. br>, Jun/ p. [5]BRUFAU, Marc; CASALS, Xavier; MAS, David. Conceptes avançats de sistemes operatius. Distribució d aplicacions mitjançant web. (apunts de l assignatura en format transparència). Departament d Arquitectura de Computadors [6]GRALLA, Preston. Como funcionam as intranets. Editora Quark, São Paulo, p. [7]LERDOF, Rasmus et al. PHP Manual. Internet: <www. php. net / docs. php>, 08/Out/2002. [8]REILLY, George V. ASP best practices. Microsoft Corporation. Internet: <support. microsoft. com / support / activeserver / AspBestPractices. ppt>, 06/03/2003. [9]ROSA, César Augusto Salabert. Internet: história, conceitos e serviços. São Paulo: Érica, [10]SEBESTA, Robert W. Conceitos de Linguagens de Programação. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, p.

PHP: CONCEITOS ESSENCIAIS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE APLICAÇÕES WEB

PHP: CONCEITOS ESSENCIAIS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE APLICAÇÕES WEB PHP: CONCEITOS ESSENCIAIS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE APLICAÇÕES WEB Leonardo L. Alves A, Fabricio R. Bittencout B FUNCESI Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira FATEC Faculdade Itabirana de Desenvolvimento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Formulários Os formulários em HTML são usados para selecionar diferentes tipos de entradas do usuário. Um formulário é uma área que

Leia mais

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Mini-curso de PHP Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Aula 1 Breve introdução de HTML, Conceitos básicos de PHP, Sintaxe, Separador de instruções e Comentários (Cap 1

Leia mais

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 1 Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 HTML BÁSICO: O que é uma página WEB? Uma página WEB, também conhecida pelo termo inglês webpage, é uma "página" na World Wide Web, geralmente em formato

Leia mais

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText

Os componentes de um formulário são: Form, Input, Select e AreaText HTML Formulário O elemento FORM, da HTML, é o responsável por prover documentos interativos no ambiente WWW de forma que uma pagina web exibida a um usuário possa submeter um conjunto de dados, informados

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir Linguagem de Script e PHP @wre2008 1 Sumário Introdução; PHP: Introdução. Enviando dados para o servidor HTTP; PHP: Instalação; Formato básico de um programa PHP; Manipulação

Leia mais

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagem de. Aula 06. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagem de Programação IV -PHP Aula 06 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Criação de Formulários o Um formulário consiste em uma série de campos que são preenchidos pelo usuário

Leia mais

6. Introdução à Linguagem PHP

6. Introdução à Linguagem PHP 6. Introdução à Linguagem PHP A comunicação na Web exige dois agentes: o cliente web e o servidor web. O cliente requer informação (a partir de uma página HTML acessada pelo navegador) e o servidor fornece

Leia mais

Programando em PHP. Conceitos Básicos

Programando em PHP. Conceitos Básicos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Conceitos Básicos Todo o escopo deste estudo estará voltado para a criação de sites com o uso dos diversos recursos de programação web

Leia mais

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL.

Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Construindo um sistema simples de cadastro de fornecedores em PHP e MySQL. Procuraremos mostrar os principais procedimentos para fazer um cadastro de registros numa base de dados MySQL utilizando a linguagem

Leia mais

SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO

SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO SISTEMA GERENCIAMENTO DE PRODUTOS PHP E MySQL 1. APRESENTAÇÃO Este é um sistema de controle de produtos, onde o usuário irá entrar com o login e a senha, e se ele for um usuário cadastrado na tabela usuários

Leia mais

Formulário (Send & Recieve) Prof. Celso H. Masotti

Formulário (Send & Recieve) Prof. Celso H. Masotti Formulário (Send & Recieve) Prof. Celso H. Masotti O Send e o Recieve A partir desse momento os exercícios serão realizados com dois arquivos, um de envio de dados (send) e o que recebe esse dados (recieve)

Leia mais

O código acima descreve o formulário com uma caixa de texto e dois botões

O código acima descreve o formulário com uma caixa de texto e dois botões Formulários Formulários permitem que os usuários interajam com um servidor Web passando informações. Assim, através da Web, se pode ler e gravar informações em Banco de Dados, gerando enormes possibilidades

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões Prof. MSc. Hugo Souza Se você precisar manter informações sobre seus usuários enquanto eles navegam pelo seu site, ou até quando eles saem

Leia mais

Programação para Internet I

Programação para Internet I Programação para Internet I Aulas 09 e 10 Fernando F. Costa nando@fimes.edu.br Formulários O formulário representa o modo mais importante de interatividade que a linguagem HTML oferece. Um formulário pode

Leia mais

Conteúdo Dinâmico. Introdução. Interação Browser x Servidor Web. Interação Browser x Servidor Web

Conteúdo Dinâmico. Introdução. Interação Browser x Servidor Web. Interação Browser x Servidor Web Introdução Formulários rios & Conteúdo Dinâmico Mário Antonio Meireles Teixeira Dept o. de Informática - UFMA A Web surgiu inicialmente como uma nova forma de comunicação de informações, fazendo uso de

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

A autoria - II. A autoria - II. Tecnologias básicas da Web. A autoria - II. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos:

A autoria - II. A autoria - II. Tecnologias básicas da Web. A autoria - II. 2001 Wilson de Pádua Paula Filho. Tópicos: A autoria - II Tópicos: A autoria - II World Wide Web hipermídia na Internet: sítios Web: páginas de hipertexto; material multimídia; aplicativos Web: muitos tipos de tecnologias de software: scripts,

Leia mais

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas.

Publicação web. Será ativado um assistente de publicação que lhe guiará em todas as etapas a seguir apresentadas. Publicação web Pré requisitos: Lista de questões Formulário multimídia Este tutorial tem como objetivo, demonstrar de maneira ilustrativa, todos os passos e opções que devem ser seguidos para publicar

Leia mais

Desenvolvimento Web XHTML Formulários. Prof. Bruno E. G. Gomes

Desenvolvimento Web XHTML Formulários. Prof. Bruno E. G. Gomes Desenvolvimento Web XHTML Formulários Prof. Bruno E. G. Gomes 2014 Introdução Um recurso bastante utilizado no desenvolvimento Web é o envio de dados de uma página para o servidor quando fornecemos informações,

Leia mais

0,5 pelo negrito das palavras ID, Nome, E-mail e Analisar em outro momento.

0,5 pelo negrito das palavras ID, Nome, E-mail e Analisar em outro momento. IFES - Campus Cachoeiro de Itapemirim-ES Curso Técnico em Informática Disciplina: Programação Web Professor: Flávio Izo e Rafael Vargas Data: 07/04/2015 Aluno: GABARITO Valor: 12,5 Conteúdo: HTML + Formulários

Leia mais

Publicação de uma pesquisa na web

Publicação de uma pesquisa na web Publicação de uma pesquisa na web Pré-requisitos: Lista das questões Formulário multimídia A publicação de pesquisas na web possibilita que pesquisas sejam respondidas de qualquer computador com acesso

Leia mais

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites II. Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI. Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Helder da Rocha Criação de Web Sites II Servidor Web Aplicações Web Programas CGI e SSI Rev.: CWS2-04-2000/01 A4 Copyright 2000 por Helder Lima Santos da Rocha. Todos os direitos reservados. Os direitos

Leia mais

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web RNP REDE NACIONAL DE PESQUISA Centro Regional de Brasília CR/DF ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia3.zip dezembro 1995 Tutorial - Autoria em World Wide Web Parte III - Hypertext

Leia mais

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] )

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] ) Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

Programação Web Prof. Wladimir

Programação Web Prof. Wladimir Programação Web Prof. Wladimir HTML - Formulários @wre2008 1 Sumário Formulários HTML @wre2008 2 Formulários: Muitos elementos de um formulário html são definidos pela tag . Cada tipo de elemento

Leia mais

HTML -- Criação de Home Page

HTML -- Criação de Home Page PPáággi innaa 1 LISTAS Na linguagem HTML existem elementos específicos para a criação de listas, que podem ser listas ordenadas (OL), listas sem ordenação (UL), ou listas de definição (DL). Um detalhe

Leia mais

Programação WEB II. Formulários Em PHP. Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Formulários Em PHP. Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Formulários Em PHP Métodos GET e POST progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Objetivos Entender o funcionamento

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web

Introdução à Tecnologia Web Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XTML extensible HyperText Markup Language Elementos da Seção do Corpo Tabelas Formulários Professor Alan Cleber Borim www.alanborim.com.br Índice.

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br Desenvolvimento de Aplicações Web Programação Contextualização de aplicações Web: navegadores e servidores como interpretadores, tecnologias do lado do cliente (XHTML, CSS, Javascript) e do lado do servidor

Leia mais

FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT)

FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT) FORMULÁRIOS HTML (FORMS) E ENTRADAS DE DADOS (INPUT) Formulários (FORMS): Um formulário é uma área que pode conter elementos de formulário. Elementos de formulário são elementos que permitem ao usuário

Leia mais

Programação WEB Introdução

Programação WEB Introdução Programação WEB Introdução Rafael Vieira Coelho IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Farroupilha rafael.coelho@farroupilha.ifrs.edu.br Roteiro 1) Conceitos

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br IntroduçãoàTecnologiaWeb TiposdeSites ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br TiposdeSites Índice 1 Sites... 2 2 Tipos de Sites... 2 a) Site

Leia mais

Aula 03 - Projeto Java Web

Aula 03 - Projeto Java Web Aula 03 - Projeto Java Web Para criação de um projeto java web, vá em File/New. Escolha o projeto: Em seguida, na caixa Categorias selecione Java Web. Feito isso, na caixa à direita selecione Aplicação

Leia mais

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução

13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução 13 Conectando PHP com MySQL 13.1 Introdução Agora que você já tem uma idéia básica de comandos MySQL, poderemos ver como a linguagem PHP pode interagir com este banco de dados através de inúmeras funções.

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos

mkdir /srv/www/default/html/calculadora/imagens mkdir /srv/www/default/html/calculadora/blocos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Criando uma Calculadora Primeiramente deve se criar uma estrutura para armazenar os arquivos necessários para o funcionamento da calculadora.

Leia mais

Trabalho do Grupo Nº 3

Trabalho do Grupo Nº 3 UNIVERSIDADE KIMPA VITA ESCOLA SUPERIOR POLITÉCNICA DO UIGE DEPARTAMENTO DOS ASSUNTOS ACADÉMICO Trabalho do Grupo Nº 3 Caso prático Curso: Engenharia Informática Nível: 4º Ano Sala: 30 Orientado Por: Ano

Leia mais

Scriptlets e Formulários

Scriptlets e Formulários 2 Scriptlets e Formulários Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Permitir ao aluno aprender a criar um novo projeto Java para web no Netbeans IDE,

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1. PHP e MySQL O MySQL é o gerenciador de banco de dados mais usado com o PHP. Existem muitas

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE FORMULÁRIO Na linguagem HTML é permitido que o usuário interaja com o servidor através de formulários ligados a scripts desenvolvidos em linguagens como PHP, Servlets,

Leia mais

COMO FUNCIONA UM FORMULÁRIO

COMO FUNCIONA UM FORMULÁRIO FORMULÁRIOS Constitui-se numa das formas de a máquina cliente enviar informações para que um programa no servidor receba estes dados, processe-os e devolva uma resposta ao usuário, por meio do navegador,

Leia mais

Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax

Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax Mais sobre uso de formulários Site sem Ajax Página com busca padrão 1 Página com o resultado da busca carregada no local da anterior (o formulário está vazio) Site com Ajax 2 Site usando Ajax para preencher

Leia mais

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico

Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Editora Carlos A. J. Oliviero Faça um Site PHP 5.2 com MySQL 5.0 Comércio Eletrônico Orientado por Projeto 1a Edição 2 Reimpressão São Paulo 2011 Érica Ltda. Noções Livrarse Preparação muitas muita Sumário

Leia mais

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web;

HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; HTML Introdução Introdução ao HTML HTML (Hyper Text Markup Language) É a linguagem com que se escrevem as páginas web; É uma linguagem de hipertexto; Permite escrever texto de forma estruturada, que está

Leia mais

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST E-DOC Peticionamento APRESENTAÇÃO O sistema E-DOC substituirá o atual sistema existente. Este sistema permitirá o controle de petições que utiliza certificado digital para autenticação de carga de documentos.

Leia mais

HTML - 7. Vitor Vaz da Silva Paula Graça

HTML - 7. Vitor Vaz da Silva Paula Graça HTML - 7 Vitor Vaz da Silva Paula Graça 1 Formulários Os formulários forms no HTML, são utilizados para a introdução de dados de uma determinada aplicação Os programas JavaScript têm como um dos seus maiores

Leia mais

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP Programação WEB Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula III Introdução PHP Introdução PHP PHP=Hypertext Pre-Processor Linguagem de script open

Leia mais

Formulários em HTML - O que são e para que servem

Formulários em HTML - O que são e para que servem Formulários em HTML - O que são e para que servem A tag - Os atributos action e method A primeira coisa que iremos fazer é usar a tag para podermos usarmos formulários. Antes de entrarmos

Leia mais

Introdução. HyperText Markup Language HTML. Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário

Introdução. HyperText Markup Language HTML. Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário. Fluxo do Formulário Introdução HyperText Markup Language HTML Formulário Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br http://professor.ifsertao-pe.edu.br/nicolas.trigo/ O usuário interage com os serviços

Leia mais

Programação e Designer para WEB

Programação e Designer para WEB Programação e Designer para WEB PHP Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Onde Estamos Introdução a hipertexto. A linguagem HTML. Ambientes para programação

Leia mais

Formulários HTML e Introdução à Programação Web

Formulários HTML e Introdução à Programação Web Formulários Até agora tivemos uma boa visão da parte gráfica e de hipertexto do HTML. Agora vamos ver como o HTML pode ser usado para fazer parte efetiva em um programa. Dissemos que HTML não é uma linguagem

Leia mais

Programação web Prof. Wladimir

Programação web Prof. Wladimir Programação web Prof. Wladimir Linguagem PHP Cookie e Sessão @wre2008 1 Sumário Header; Cookie; Sessão; Exemplos. @wre2008 2 Header Esta função permite que um script php redirecione para outra página.

Leia mais

Desenvolvimento Web. Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas. http://www.saymonyury.com.br

Desenvolvimento Web. Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas. http://www.saymonyury.com.br Desenvolvimento Web Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas http://www.saymonyury.com.br Vantagens Informação em qualquer hora e lugar; Rápidos resultados; Portabilidade absoluta; Manutenção facilitada

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

Desenvolvendo para WEB

Desenvolvendo para WEB Nível - Básico Desenvolvendo para WEB Por: Evandro Silva Neste nosso primeiro artigo vamos revisar alguns conceitos que envolvem a programação de aplicativos WEB. A ideia aqui é explicarmos a arquitetura

Leia mais

Manual Prescrição Fácil

Manual Prescrição Fácil TH Sistemas Web Manual Prescrição Fácil HTTP:// Sumário Prescrição Fácil... 3 Como cadastrar no sistema?... 3 Tela Inicial... 5 Configuração Parâmetro... 5 Configuração - Alterar Senha... 6 Prescrição

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

Segurança na WEB Ambiente WEB estático

Segurança na WEB Ambiente WEB estático Segurança de Redes Segurança na WEB Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Servidor IIS Apache Cliente Browser IE FireFox Ambiente WEB estático 1 Ambiente Web Dinâmico Servidor Web Cliente Navegadores

Leia mais

HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet

HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet HTML: Listas, Tabelas e Formulários CST Sistemas para Internet Marx Gomes Van der Linden ( Material baseado no original de Marcelo José Siqueira Coutinho de Almeida ) Listas Listas de itens são bastante

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 INTRODUÇÃO Parte 1 O que é a Internet? A Internet é uma rede mundial de computadores, englobando redes menores distribuídas por vários países, estados e cidades. Ao contrário do que muitos pensam,

Leia mais

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword Linux Educacional Tutorial Buzzword Para trabalhar com o programa Buzzword online, é necessário que crie uma conta no site. Para isso acesse o endereço - https://buzzword.acrobat.com/ Para criar uma conta

Leia mais

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OSCommerce v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OSCommerce v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OSCommerce v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário

Aula 05 HTML FORMULÁRIOS Prof. Daniela Pires Sumário Sumário FORMULÁRIO EM HTML... 2 FORM... 2 ACTION... 2 METHOD... 2 INPUT... 2 INPUT TYPE TEXT... 2 INPUT TYPE PASSWORD... 2 CHECKBOX - Múltipla escolha... 4 RADIO - Escolha única... 4 Botões de ação...

Leia mais

Desenvolvimento Web Protocolos da Internet

Desenvolvimento Web Protocolos da Internet Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Campus Currais Novos Desenvolvimento Web Protocolos da Internet Professor: Bruno E. G. Gomes Currais Novos, 2013 Introdução Histórico da Internet Cliente

Leia mais

Instalação, configuração e manual

Instalação, configuração e manual Cardápio Moura Instalação, configuração e manual Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS no WINDOWS 8... 15 Windows 7...

Leia mais

PHP com Banco de Dados SQL

PHP com Banco de Dados SQL com Banco de Dados SQL 1 com Banco de Dados SQL IX Seminário de Tecnologia Funcesi 2009 2 PROGRAMAÇÃO O que é HTML? Sites dinâmicos Prática 1: Uso básico do Sothink (Editor HTML) Prática 2: Conexão com

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO. Série Ponto

UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO. Série Ponto UM NOVO CONCEITO EM AUTOMAÇÃO Série Ponto POR QUE NOVO CONCEITO? O que é um WEBPLC? Um CP na WEB Por que usar INTERNET? Controle do processo de qualquer lugar WEBGATE = conexão INTERNET/ALNETII WEBPLC

Leia mais

Construindo Aplicações Web com. PHPe MySQL. André Milani. Novatec

Construindo Aplicações Web com. PHPe MySQL. André Milani. Novatec Construindo Aplicações Web com PHPe MySQL André Milani Novatec Capítulo 1 Bem-vindo ao PHP Seja bem-vindo ao PHP! O primeiro capítulo deste livro aborda como obter, instalar e configurar corretamente o

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

World Wide Web e Aplicações

World Wide Web e Aplicações World Wide Web e Aplicações Módulo H O que é a WWW Permite a criação, manipulação e recuperação de informações Padrão de fato para navegação, publicação de informações e execução de transações na Internet

Leia mais

Interagindo com Banco de Dados

Interagindo com Banco de Dados Interagindo com Banco de Dados Até agora não falamos de banco de dados, pois gostaríamos prime iro de te preparar para o uso do banco de dados dentro do Framework MVC. Mas antes de falarmos do framework

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

FMH Mestrado Gestão do Desporto Sistemas de Informação

FMH Mestrado Gestão do Desporto Sistemas de Informação FMH Mestrado Gestão do Desporto Sistemas de Informação Ficha prática PHP/MySQL 2 Continuação da criação de uma base de dados em MySQL, com vários contactos e números de telefone. Tarefas: criar, alterar

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO WEB GABRIELA TREVISAN Ambiente de Desenvolvimento Após instalar o Wamp Server, inicie o servidor. Um ícone aparecerá na SystemTray. A cor do ícone indica seu estado: Verde: servidor

Leia mais

Nota de aplicação: Desenvolvimento de Páginas no PO9900 - WebGate

Nota de aplicação: Desenvolvimento de Páginas no PO9900 - WebGate Nota de aplicação NAP080 Desenvolvimento de Páginas no PO9900 - WebGate Altus Sistemas de Informática S.A. Página: 1 Sumário 1. Introdução...3 1.1 Páginas do WebGate... 3 2. Árvore de Navegação...3 3.

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete)

Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto. Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) Desenvolvimento de Sistemas Web Prof. Leandro Roberto Aula 18 JavaScript: Eventos MySQL PHP (insert, update e delete) JavaScript Eventos Alguns eventos de uma página HTML podem ser interceptados e programados

Leia mais

SIMULADOS & TUTORIAIS

SIMULADOS & TUTORIAIS SIMULADOS & TUTORIAIS TUTORIAIS HTML Como criar formulários em HTML Copyright 2013 Todos os Direitos Reservados Jorge Eider F. da Silva Proibida a reprodução deste documento no todo ou em parte por quaisquer

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

Módulo e-rede Magento v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede Magento v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede Magento v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 23 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 23-07/12/2007 1 Histórico da Internet Início dos anos 60 Um professor do MIT (J.C.R. Licklider) propõe a idéia de uma Rede

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira 1 CDI - Curso de Webdesign - Prof. Paulo Trentin Objetivos para esta aula Debater sobre

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA

INFORMÁTICA PROF. RENATO DA COSTA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FCC 2012 NOÇÕES DE : 1 Conceitos de Internet e intranet. 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Princípios de Internet e Termos mais Utilizados. Internet

Princípios de Internet e Termos mais Utilizados. Internet Princípios de Internet e Termos mais Utilizados Internet A Comunicação é a melhor palavra para descrever a Internet. São serviços e facilidades que, para algumas pessoas, é o lugar onde elas encontram

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS. PROGRAMADOR Joel Victor. Introdução Página 1 de 16 Introdução Documento para especificação de programa do Caso de Uso Manter Usuários. Além da descrição de programa o documento terá o diagrama de classes e o diagrama de sequência. Caso de

Leia mais

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião

PHP AULA1. Prof. Msc. Hélio Esperidião PHP AULA1 Prof. Msc. Hélio Esperidião NAVEGADOR O navegador também conhecido como web browseré um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos hospedados em um servidor Web. SERVIDOR

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 ABRIR CONEXÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 Professor: Leonardo Pereira Email: leongamerti@gmail.com Facebook: leongamerti Material de Estudo: http://www.leonti.vv.si Antes de podermos acessar informações

Leia mais

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A Módulo 18 Ferramentas de Desenvolvimento de Páginas Web Criar uma relação mestre-detalhe 1. Cria uma cópia da página «listaferram.php»

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais