Formador: Rui Pereira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Formador: Rui Pereira"

Transcrição

1 Índice Introdução ao HTML... 2 TAGS (Marcações) e elementos... 2 Estrutura básica de uma página em HTML... 3 AS TAGS HTML, HEAD, TITLE E BODY... 4 Definições de Carácter Entities... 6 Os caracteres acentuados... 7 Tags Elementares Listas Definição do fundo da página Uso das Cores Nomes de cores Uso de imagens HIPERLIGAÇÕES IMAGE MAPS Inserção de elementos multimédia Tabelas Molduras (frames) Planeamento de um site

2 Introdução ao HTML A linguagem HTML significa Hypertext Markup Language - linguagem de marcação de hipertexto. É uma linguagem universal destinada à elaboração de páginas com hipertexto, como o nome indica. O conceito de hipertexto é muito simples: certos itens de um documento contém uma ligação a outra zona do mesmo documento ou, como é mais vulgar a outros documentos. A principal aplicação do HTML é a criação de páginas da Web, e convém esclarecer que não se trata de uma linguagem de programação. O HTML é uma espécie de linguagem de formatação, um ficheiro de texto que é formatado através de uma série de comandos designados por TAGS. Para criar uma página HTML, não é necessário nenhum software especial. O Notepad do Windows é suficiente para a criação de uma página. Para testar a página é necessário um Browser (Netscape Communicator e/ou Microsoft Internet Explorer). TAGS (Marcações) e elementos As Tags consistem do sinal (<), ( o símbolo de "menor que"), seguida pelo nome da marcação e fechada por (>) ("maior que"). Todas as tags de formatação devem ser abertas e fechadas. O símbolo que termina uma determinada tag é igual aquele que a inicia, antecedido por uma barra (/) e precedido pelo texto referente: EXEMPLO: <tag> </tag> Todas as tags obedecem a uma hierarquia, como no seguinte exemplo: <a> <b> <c> </c> </b> </a> - Correcto <a> <b> <c> </a> </b> </c> - Incorrecto O primeiro a abrir é o ultimo a fechar, e vice-versa. 2

3 Existem algumas excepções das tags: a tag que indica um final de parágrafo: <P>, não necessita de fechar: </P>. A tag que indica quebra de linha - <br> - também não precisa de fechar, e outras tais como <hr> e <li>. A linguagem HTML não diferencia as maiúsculas das minúsculas ( não é Case Sensitive), pois se escrever uma tag como <html>, <HTML>, <Html> ou <HtMl>, o comando é o mesmo e os browsers vão interpretá-lo da mesma forma. Estrutura básica de uma página em HTML Existem quatro pares de tags que devem ser sempre colocados na página. As tags <HTML> e </HTML> devem englobar todo o conteúdo da página (estar presente no início e no fim do texto) para indicar ao browser que se trata de um documento HTML. O documento, por sua vez, está dividio em duas partes: o cabeçalho e o corpo do texto, cada um indicado por tags diferente. Tudo que estiver entre <HEAD> e </HEAD> irá compor o cabeçalho, não aparecendo na página. O elemento prinicpal do cabeçalho e o titulo do documento, que deve ser colocado entre <TITLE> e </TITLE>. Por fim, existe o <BODY> e </BODY> que serve para indicar o corpo do texto. EXEMPLO: <HTML> <HEAD> Cabeçalho do Documento </HEAD> <BODY> Corpo do Documento <BODY> </HTML> 3

4 AS TAGS HTML, HEAD, TITLE E BODY As tags <HTML> e </HTML> servem para indicar ao browser onde começa e termina um documento. As tags <HEAD> e </HEAD> determina os comandos que devem ser lidos antes de carregar o texto HTML, como por exemplo, métodos de abertura da página, linguagens incorporadas ao texto e o título da página. A utilização da tag HEAD é opcional, porém ferramentas de pesquisa como o Google utilizam esta tag como parâmetro para encontrar palavras-chave que identificarão um site. As tags que podem ser colocadas na parte HEAD são: base, link, meta, title, style, script. Base: define o URL do documento actual. Exemplo: <base href=http://www.alcobias.net> Link: estabelece uma organização hierárquica para a navegação entre documentos. Exemplo: <link rel="index"href="index.html"> <link rel="previous" href="anterior.html"> <link rel="next" href="seguinte.html"> Meta: serve para definir os atributos identificadores do site como por exemplo o autor da página, os direitos de autor e as palavras-chaves. Sintaxe: <META NAME="[author/copyright/keywords]"CONTENT="[Valor do atributo]"> Exemplo: <META NAME="author"CONTENT="Paula Cardoso Alcobia"> Atributos: NAME - identifica o identificador que se vai adicionar à página, podendo ser: 4

5 - AUTHOR: autor da página; - COPYRIGHT: direitos de autor; - KEYWORDS. palavras-chave, utilizadas por ferramentas de pesquisa para conhecer o conteúdo do site. CONTENT - determina o conteúdo do identificador. Se um item possuir mais do que um identificador, então é necessário separá-los por virgulas. Exemplo: <HEAD> <META NAME="author"CONTENT="Paula Cardoso Alcobia"> <META NAME="copyright"CONTENT="Paula Alcobia"> <META NAME="keywords"CONTENT="API A. Curso Tecnológico de Informática, 11ºano, Aplicações Informáticas"> </HEAD> HTTP-EQUIV="REFRESH" Um recurso da tag Meta que determina um tempo em segundos, antes que o browser seja direccionado para a outra página. Exemplo: <html> <head> <META HTTP-EQUIV="REFRESH"CONTENT="5;URL=http://www.alcobias.net"> </head> veja esta página por 5 segundos e depois verá o portal alcobia. </html> TITLE - é o responsável por identificar o título da página, colocando na janela do browser, ou seja na barra de títulos. Sintaxe: <TITLE> [Título da página] </TITLE> 5

6 Exemplo: <head> <title>" página Pessoal da Paula Cardoso Alcobia </title> </head> STYLE - define um estilo embutido na página Exemplo: <style type="text/css"> h1.mine{text-align:center:color:blue}</style> Script - inclui scripts no documento. Estes são executados pela oredem que aparecem no documento. Exemplo: <HEAD> <SCRIPT LANGAUAGE="JavaScript">document.write("o meu primeiro script") </script> </HEAD> As tags <body > e </body> delimitam o corpo do documento. Estas contém as tags e o texto que formam o conteúdo principal da página web, por exemplo, parágrafos, listas, imagens, hiperligações entre outros. Definições de Carácter Entities Alguns caracteres têm um significado próprio para o html e por isso, são caracteres reservados, como, por exemplo o símbolo <. Para poder visualizar estes caracteres é necessário recorrer ao uso de carácter entities. O carácter entity é composto por: 6

7 - o E comercial (&), o nome ou número da entidade precedido de cardinal(#) e o símbolo ponto e virgula(;). Alguns caracteres entities: Visualização Descrição Nome da entidade Espaço (non-breaking space) < Menor que (less than) < < > Maior que (greater than) > > & E comercial (ampersand) & & " Aspas (quotation mark) " " Cêntimo (de dólar) Libra esterlina (pound) Yen Número da entidade Euro Marca de secção Copyright Marca Registada (registered trademark) Marca Comercial (trademark) Os caracteres acentuados O HTML 4.01 suporta o conjunto de caracteres ISO (Latin-1) que contém os caracteres com acentos usados pelas línguas da Europa Ocidental. Os caracteres acentuados da língua portuguesa podem ser todos obtidos usando este conjunto de caracteres. Os caracteres da primeira metade do conjunto ISO (códigos desde 0 a 127) são os mesmos que os caracteres padrão ASCII de 7 BITs. A maior parte destes caracteres pode ser usada directamente sem necessidades de recorrer a entidades porque estão sempre disponíveis em todas as maquinas qualquer que seja a sua configuração. Os caracteres finais do conjunto ISO (códigos desde 160 até 255) podem ser usados recorrendo a nomes de entidade de carácter definidos em HTML. 7

8 Nota. os nomes das entidades são sensíveis ao tipo de letra (maiúscula ou minúscula). Entidades para caracteres do conjunto ISO (não ASCII) Resultado Descrição Inserir um espaço sem mudar de linha (non-breaking space) Nome da Entidade Código Numérico Ponto de exclamação invertido Cêntimo(de dolar) Libra esterlina Dinheiro Yen Barra vertical descontinua Secção Acento diaeresis(trema metafonia) Direitos de cópia (copyright) ª Ordinal feminino ª ª «Abertura de aspas angulares ««Negação Hífen "soft" (Pode acontecer uma quebra de linha junto ao hífen. Marca registada Sinal (acento) Graus ± Mais ou menos ± ± ² 2 Sobrescrito ² ² ³ 3 Sobrescrito ³ ³ Acento agudo µ Micro µ µ Parágrafo Ponto a meia altura Cedilha 8

9 ¹ Sobrescrito 1 ¹ ¹ º Ordinal masculino º º» Fecho de aspas angulares (right)»» ¼ Fração 1/4 ¼ ¼ ½ Fração 1/2 ½ ½ ¾ Fração 3/4 ¾ ¾ Ponto de interrogação invertido Multiplicação Divisão Resultado Descrição Nome da entidade À capital a, grave accent À À Á capital a, acute accent Á Á  capital a, circumflex accent   à capital a, tilde Ã Ã Ä capital a, umlaut mark Ä Ä Å capital a, ring Å Å Æ capital ae Æ Æ Ç capital c, cedilla Ç Ç È capital e, grave accent È È É capital e, acute accent É É Ê capital e, circumflex accent Ê Ê Ë capital e, umlaut mark Ë Ë Ì capital i, grave accent Ì Ì Í capital i, acute accent Í Í Î capital i, circumflex accent Î Î Ï capital i, umlaut mark Ï Ï Ð capital eth, Icelandic Ð Ð Ñ capital n, tilde Ñ Ñ Ò capital o, grave accent Ò Ò Ó capital o, acute accent Ó Ó Ô capital o, circumflex accent Ô Ô Õ capital o, tilde Õ Õ Número da entidade Ö capital o, umlaut mark Ö Ö 9

10 Ø capital o, slash Ø Ø Ù capital u, grave accent Ù Ù Ú capital u, acute accent Ú Ú Û capital u, circumflex accent Û Û Ü capital u, umlaut mark Ü Ü Ý capital y, acute accent Ý Ý Þ capital THORN, Icelandic Þ Þ ß small sharp s, German ß ß à small a, grave accent à à á small a, acute accent á á â small a, circumflex accent â â ã small a, tilde ã ã ä small a, umlaut mark ä ä å small a, ring å å æ small ae æ æ ç small c, cedilla ç ç è small e, grave accent è è é small e, acute accent é é ê small e, circumflex accent ê ê ë small e, umlaut mark ë ë ì small i, grave accent ì ì í small i, acute accent í í î small i, circumflex accent î î ï small i, umlaut mark ï ï ð small eth, Icelandic ð ð ñ small n, tilde ñ ñ ò small o, grave accent ò ò ó small o, acute accent ó ó ô small o, circumflex accent ô ô õ small o, tilde õ õ ö small o, umlaut mark ö ö ø small o, slash ø ø ù small u, grave accent ù ù ú small u, acute accent ú ú û small u, circumflex accent û û ü small u, umlaut mark ü ü 10

11 ý small y, acute accent ý ý þ small thorn, Icelandic þ þ ÿ small y, umlaut mark ÿ ÿ Tags Elementares Cabeçalhos No corpo do texto podem ser colocados até seis níveis de cabeçalhos. A hierarquia começa em <H1>, como o maior cabeçalho, e termina em <H6>, como o menor. Os cabeçalhos <H5> e <H6> aparecem tão pequenos no browser que provavelmente nunca serão usados. Exemplo: <h1> isto é um cabeçalho </h1< <h2> isto é um cabeçalho </h2> <h3> isto é um cabeçalho </h3> <h4> isto é um cabeçalho </h4> <h5> isto é um cabeçalho </h5> <h6> isto é um cabeçalho </h6> O HTML adiciona de forma automática uma linha em branco antes e depois de um cabeçalho. Parágrafos A tag <P> serve para indicar o início de um novo parágrafo. Se a tag <P> for colocado antes de um cabeçalho (<H2>, por exemplo), a marca de parágrafo e ignorada. Nesse caso, o próprio cabeçalho se encarrega de colocar o espaço necessário. Exemplo: <p>isto é um parágrafo</p> Quebras de linhas Assim como as marcas de parágrafo, as quebras de linha são indicadas por uma tag simples. Para abrir uma nova linha, usa-se a tag <BR> ou "line break". Exemplo: Isto<br>é um pará-<br>grafo 11

12 A tag <br> é uma tag vazia. Ela não pode ter qualquer conteúdo e não tem tag de fim (fecho). Divisões Para dividir uma página com linhas horizontais utiliza-se a tag <hr>. O hr não possui uma tag de fecho. O quadro seguinte define os vários atributos desta tag. Atributo Valor Descrição Align Noshade size width Center Left right True false Pixels % Pixels % Especifica o alinhamento da linha horizontal Quando contém o valor true, a linha terá uma única cor. com false terá duas cores tentando dar a impressão de relevo. Especifica a espessura da linha horizontal Especifica a largura da linha horizontal Exemplo: Isto é algum texto <hr> Isto é mais texto O output fica assim: Isto é um texto Isto é mais texto Comentários As tags de comentário são especiais porque não se escrevem da mesma forma que as tags que representam elementos normais, Os comentários servem para dizer ao browser que o seu conteúdo é um comentário e não pode ser apresentado graficamente. 12

13 O exemplo seguinte mostra um comentário: <!--Isto é um comentário--> O facto de termos um ponto de exclamação no início diz ao browser que esta é uma tag especial, a qual não representa um elemento normal da linguagem HTML Listas Listas ordenadas As listas ordenadas são delimitadas pelas tags <ol> e </ol> e cada um dos seus itens é delimitado pelas tags <li> e </li>. <LI> - marca um item de lista. Pode ser usado com tags <DL>, <UL>, <OL>, <DIR> e <MENU>. Exemplo: <UL> <LI>Item 1 <LI>Item2 </UL> Aceito por: todos os browsers. Atributos Type=n: modifica o tipo de marca que será colocada antes de cada item da lista. Quando utilizado numa lista ordenada (<OL>), pode modificar o tipo de marca para um círculo ou um quadrado. TYPE=CIRCLE coloca um círculo vazio (uma falha no Netscape 2.0 para Windows faz com que a mesma opção produza um quadrado vazio). TYPE=DISC coloca um círculo cheio. TYPE=SQUARE coloca um quadrado cheio. Quando utilizado numa lista não ordenada, modifica o tipo de carácter que é utilizado para a contagem. TYPE=A ou TYPE= a coloca marcas em ordem alfabética (A,B,C ou a,b,c)- TYPE=1 marca os itens em ordem numérica. TYPE=I ou TYPE=i marca os itens com números romanos (I,II,III ou i,ii,iii). Exemplo: 13

14 <UL> <Li type=square> Item 1 <LI> </UL> ou <OL> <Li> TYPE=a > Item 1 <li> Item 2 </OL> Aceito por: Netscape 1.1 e Internet Explorer Exemplo: <Menu> <Li> item 1 <li> item 2 </Menu> <MENU> E </MENU> - Marcam o inicio e o fim de uma lista. Devem ser usados junto com a tag <LI>. Aceito por: Todos os browsers Exemplo: <DIR> <Dir> e </Dir> - Marcam o inicio e o fim de uma lista. Devem ser usadas junto com a tag <Li> 14

15 <Li> item 1 <li> item 2 </Dir> Aceito por todos os browsers <OL> e </OL> - Marcam o início e o fim de uma lista ordenada. Os item da lista são colocados em ordem e recebem na primeira linha um número ou letra. Devem ser usados junto com a tag <LI>. Exemplo: <OL> <Li> item 1 <li> item 2 </OL> Aceito por todos os browsers Atributos START=n: especifica o número a partir do qual os itens da lista começam a ser contados. Sendo que n pode ser um número ou uma letra. Também podem ser utilizados números romanos. Exemplo: <OL START=3> <Li> item 1 <li> item 2 </OL> 15

16 Aceito por: Internet Explorer e Netscape 1.1 Listas Não ordenadas (Desordenadas) As listas não ordenadas são limitadas pelas tags <UL> e </UL> e cada um dos seus itens é delimitado pela tags <li> e </li> <UL> e </UL> - Marcam o inicio e o fim de uma lista não ordenada. Deve ser usada junto com a tag <li>. os itens da lista recebem marcas gráficas na primeira linha conhecidas como bullets. Exemplo: <UL> <Li> item 1 <li> item 2 </UL> Aceito por todos os browsers Listas de definição As listas de definição são limitadas pelas tags <DL> e </DL>. Por sua vez, cada um dos seus itens é delimitado pelas tags <dt> e </dt> e cada uma das suas definições delimitada pelas tags <dd> e </dd>. Exemplo: <DL> <DL> e </DL> - Marcam o inicio e o fim de uma lista de definição. Devem ser usadas com as tags <DT> e <DD> <DT> Título </DT> <DD> Texto </DD> 16

17 <DT> Título </DT> <DD> Texto </DD> </DL> Aceito por todos os browsers <DD> e </DD> - Marcam o início e o fim do texto de uma lista de definição. Devem ser usadas junto com os tags <DL> e < DT>. Exemplo: Exemplo: <DL> <DT> Título </DT> <DD> Texto </DD> <DT> Título </DT> <DD> Texto </DD> </DL> Aceito por todos os browsers Resumo dos elementos para as listas Elementos <ol> <ul> <li> <dl> <dt> <dd> <dir> Descrição Define uma lista ordenada Define uma lista não ordenada Insere um item na lista Insere uma lista de definição Apresenta a definição de um termo Insere a definição de um termo Utilize o <ul> 17

18 <menu> Utilize o <ul> Definição do fundo da página A definição do fundo da página pode ser feita através da atribuição de uma cor ou de uma imagem. Para a definição do fundo da página utilizam-se os atributos bgcolor e background da tag <body> O atributo bgcolor O atributo bgcolor permite-nos escolher a cor de fundo da página. Existem três formas de indicar a cor de fundo da página: usando um código de cor hexadecimal um código rgb e um nome de cor. <body bgcolor= # > <body bgcolor= rgb(0,0,0) > <body bjcolor= black > Todas as formas são validas para atribuir a cor de preto ao fundo da página. O atributo background O atributo background estabelece que o padrão de fundo da página é dado por uma imagem. O valor deste atributo indica o local onde se encontra a imagem. Se as dimensões da imagem forem inferiores às dimensões da página o browser repetirá a imagem por forma a ocupar todo fundo da página. <body background="bonecos.gif"> <body background="http://www.clipart.com/smile.gif"> Marca de água 18

19 No internet Explorer pode-se controlar o comportamento da imagem de fundo. O background. Foi criado um atributo para o tag <Body> chamado BGPROPERTIES. Com a opção BGPROPERTES-FIXED. O recurso da a impressão da página ter uma marca d' água e de que o texto flutua sobre o fundo. <body background=fundo.gif BGPROPERTIES=FIXED> Dicas Sempre que usar uma imagem de fundo deve-se ter em consideração os seguintes aspectos: O tamanho da imagem (em kbytes) não deve ser demasiado grande. Se a imagem de fundo combina bem com a cor do texto. Se o fundo combina bem com as outras imagens que tem na página. Se da repetição a imagem de fundo em mosaico resulta um padrão perfeito. Se a imagem não é incomodativa e não desvia a atenção do texto. A linguagem HTML define vários elementos para formatar texto, como por exemplo escrever em negrito, itálico, ou sublinhado. Estilos de caracteres Elementos <b> <big> <em> <i> <small> <strong> <sub> <sup> <ins> <del> <s> Descrição Texto a negrito Texto Grande Texto Itálico Sombreado Texto em Itálico Texto pequeno Texto grande negrito Inferior à linha Superior à linha Texto grande negrito Texto rasurado Texto rasurado 19

20 <strike> <u> <TT> Texto rasurado Texto sublinhado Texto monoespaçado Exemplo <b> Texto em negrito </b> <i> Texto em Itálico </i> <u> Texto sublinhado </u> As tags de estilo podem ser usadas uns sobre os outros, acumulando seus efeitos. <B> <I> texto em negrito e itálico </i></b><p> <B> <TT> texto nonoespaçado em itálico </TT></i><P> <i><tt> Texto monoespaçado em itálico </tt></i><p> <B> <TT> <i> Texto monoespaçado em negrito e itálico </i> </TT> </B> Para alterar a cor, o tipo de letra e o seu tamanho nos documento HTML, utiliza-se a tag <font> que pode conter os atributos opcionais size, color e face. Tamanho da caracteres atributos Size da tag <Font> Exemplo: <font Size=7> Texto </font> A tag <font> pode ser atribuído a qualquer parte do texto, com excepção dos títulos (<H1>, <H2> etc.). Os valores do atributo Size variam de 1 a 7. O tamanho normal do texto nos Browsers é equivalente a SIZE=3. <FONT SIZE=7> Texto com Font size=7 </font> <p> O tag <font> também pode ser utilizado com um atributo diferente para cada letra. A aplicação mais óbvia é a colocação de uma capitular, aquela letra em tamanho maior no início de um parágrafo. <font size=7> T </font> <Font size=4> Texto </font> 20

21 Também é possivel modificar o tamanho de todo o texto de uma vez só colocando a tag <BaseFont> no topo do texto. <BaseFont Size=5> Exemplo: <Body> <Font Size=7> Texto com Font Size=7 </font> <p> <Font Size=6> Texto com Font Size=6 </font> <p> <Font Size=5> Texto com Font Size=5 </font> <p> <Font Size=4> Texto com Font Size=4 </font> <p> <Font Size=3> Texto com Font Size=3 </font> <p> <Font Size=2> Texto com Font Size=2 </font> <p> <Font Size=1> Texto com Font Size=1 </font> <p> <Font Size="-2"> Texto com Font Size=-2 </font> <p> <Font Size="-1"> Texto com Font Size=-1 </font> <p> <Font Size="+1"> Texto com Font Size=+1 </font> <p> <Font Size="+2"> Texto com Font Size=+2 </font> <p> <Font Size="+3"> Texto com Font Size=+3 </font> <p> <Font Size="+4"> Texto com Font Size=+4</font> <p> </body> Cores <font color=ffffff> Texto na cor branca </font> Ou <Font color=white> texto na cor branca </font> Tipos de Fontes Um dos tipos de fontes mais comum é o arial. Exemplo: <font Face=arial < <h1> Titulo principal </h1> Alinhamento 21

22 A primeira providencia para melhorar a aparência da página é modificar o alinhamento do texto. O alinhamento padrão (como o qual vem configurado os Browsers) é à esquerda. Para mudar o alinhamento padrão deve-se adicionar o atributo ALIGN dentro das tags que marcam os títulos e os parágrafos. <h1 align=center> título </h1> <p Align =center< Este é um parágrafo centralizado. </P> Desta vez, a tag <p> ganhou uma opção (ALIGN=CENTER). Por isso, é preciso utilizar uma tag </P> para indicar que apenas aquele parágrafo receberá um alinhamento diferente. Texto pré-formatado Com a pré-formatação, pode-se controlar o espaçamento com a barra de espaço e colocar o texto em praticamente qualquer lugar da página. Apesar da vantagem dessa forma de alinhamento arbitrário, o tag <pre> muda o tipo de carácter para uma fonte monoespaçada. Uma fonte monoespaçada é aquela na qual todos os caracteres ocupam o mesmo espaço horizontal, ao contrário da fonte proporcional, na qual o "i" ocupa menos espaços do que o "a", por exemplo. Exemplo. <pre> Este texto está pré-formatado. </pre> Margem O texto sempre começa a uma determinda distância da janela do Browser. Às vezes, é necessário aumentar a margem e fazer com que o texto comece mais para dentro da página. As tags <BLOCKQUOTE> E </BLOCKQUOTE> serve para aumentar a margem. O efeito dessa Tag pode ser acumulado para conseguir margens maiores. Veja os exemplos: <blockquote> Texto com mais margem</blockquote> <blockquote> <blockquote> texto com mais margem ainda </blockquote></blockquote> Formatações Lógicas 22

23 Elementos <abbr> <acronym> <address> <bdo> <cite> <dfn> <var> <samp> <code> Descrição Define uma abreviatura Define um acrónimo Define um endereço (postal) Define a direcção de escrita do texto Citação Apresenta a definição de um termo Texto que representa uma variável Amostra do código de computador Define texto que é código de computador Marquee O internet Explorer implementa uma forma muito simples de dar movimento ao texto. Uma serie de atributos permitem controlar o tipo de movimentos do texto (da esquerda para a direita ou vice-versa), a velocidade e o tamanho, entre outras coisas. Sintaxe <marquee behavior="[scroll/slide/alternate]" Direction="[Left/Right]" Loop="[1..N/Infinite]" Align="[Left/right/center]" Bgcolor="[Color]" Scrollamount="[espaço]" scrolldelay="[tempo]" Height="[altura]" widht="[largura]" Hspace="[espaçamento horizontal]" Vspace="[espaçamento vertical]" [letreiro]</marquee> 23

24 Behavior- define como o texto em movimento vai deslizar no monitor. Scroll- passa o texto continuamente no mesmo sentido Slide- o texto parte de um ponto do monitor e vai até outro e para. Alternate- O texto vai e vem. Direction-define a direção em que o texto vai deslizar. Loop- determina quantas vezes o texto vai deslizar no monitor. Height e width altura e largura Hspace e Vspace determina o espaço em pixeis que deve ficar livre em torno do texto em movimento. Hspace- Espaço horizontal e Vspace espaço vertical Bgcolor- cor de fundo do texto em movimento Scrollamount e scrolldelay- controlam a velocidade do texto em movimento. O scrolldelay define o tempo em milissegundos, que o texto em movimento vai demorar em cada um dos quadros. O scrollamount define a quantidade de pixels que vai percorrer em cada quadro. Exemplo: <marquee behavior=alternate height=30 widht=300 direction=left scrollamount=20 bg color=blue> olá melguinhas. </marquee> Blink- faz com que o texto fique a piscar. Exemplo: <blink> A minha Escola </Blink> Uso das Cores Os códigos das cores em HTML têm por base a codificação RGB(Red,Green,Blue) e podem ser referenciadas de 3 formas distintas: -pelo nome das cores em inglês, por exemplo, black; -pelo sistema de numeração hexadecimal, por exemplo, #ffff00 -pelo sistema de numeração decimal, por exemplo, rgb(2,255,0). 24

25 Formas de exprimir cores Na notação hexadecimal as cores exprimem-se usando três números hexadecimais que definem as quantidades de encarnados, verdes e azul que entram na composição de uma determinada cor. O valor mais baixo de uma determinada cor é o (#00 na notação hexadecimal) e o valo mais alto é 255 (#FF em notação hexadecimal.) Assim, a cor preta tem 0 de encarnado, 0 de verde, e 0 azul pelo que se escreve na forma # Já o branco tem 255 encarnados, 255 verdes e 255 azul pelo que se escreve como #ffffff. O amarelo forte tem 255 de encarnado, 255 de verde e zer de azul e escreve-se como #ffff00. A tabela seguinte mostra os resultados de diversas combinações de cores: Cor Código Hexadecimal Color RGB (decimal) # rgb(0,0,0) #FF0000 rgb(255,0,0) #00FF00 rgb(0,255,0) #0000FF rgb(0,0,255) #FFFF00 rgb(255,255,0) #00FFFF rgb(0,255,255) #FF00FF rgb(255,0,255) #C0C0C0 rgb(192,192,192) #FFFFFF rgb(255,255,255) Nomes de cores A tabela seguinte mostra as 16 cores cujos nomes foram definidos oficialmente pela W3C. todos os browsers reconhecem estes nomes pelo que pode usá-los sem qualquer problemas. 25

26 Cores com Nomes Atributos oficialmente Aqua Black Blue Fudisia (#00FFFF) (#00000) (#0000FF) (#FF00FF) Green Gray Lime Maroon (#008000) (#808080) (#00FF00) (#800000) Navy Olive Purple Red (#000080) (#808000) (#800080) (#FF0000) Silver Teal White Yellow (#C0C0C0) (#008080) (#FFFFFF) (#FFFF00) Cores Seguras da Web Problemas causados por um número reduzido de cores Todos os computadores modernos são capazes de mostrar dezenas de milhar ou milhões de cores em simultâneo. Contudo, até meados da década de 1990 muitos sistemas apenas conseguiam apresentar 256 cores diferentes de cada vez. Esta limitação obrigava os browsers a trabalharem com uma paleta fixa que continha apenas 256 cores. Os browsers eram obrigados a usar apenas 256 cores para simular todas as cores que não conseguiam apresentar. Os efeitos destas aproximações eram visíveis na forma pontos adjacentes com cores diferentes e de manchas de cor. Actualmente estas limitações já quase não existem. Como acabamos de ver, na primeira metade da década de 1990, a maioria dos computadores eram capazes de apresentar apenas 256 cores diferentes de cada vez. Dessas 256 cores, os sistemas operativos Windows e Aplle Macintosh reservavam 20 cores cada um (40 no total) para desenhar os seus interfaces gráficos. 26

27 Assim, de um total de 256 cores possíveis, apenas 216 podiam se escolhidas livremente com garantia de poderem ser apresentadas tanto numa máquina Windows como num Mac. Estas 216 cores receberam a designação de cores seguras da Web. A forma encontrada para limitar as consequências resultantes da utilização de uma paleta com apenas 216 cores consiste em usar apenas cores cujos códigos hexadecimais usam apenas combinações dos números indicados na tabela seguinte RGB HEx CC FF As 216 cores seguras da Web, juntamente com os seus códigos hexadecimais (o carácter # no inicio foi omitido) CC 0000FF CC 0033FF CC 0066FF CC 0099FF 00CC00 00CC33 00CC66 00CC99 00CCCC 00CCFF 00FF00 00FF33 00FF66 00FF99 00FFCC 00FFFF CC 3300FF CC 3333FF CC 3366FF CC 3399FF 33CC00 33CC33 33CC66 33CC99 33CCCC 33CCFF 33FF00 33FF33 33FF66 33FF99 33FFCC 33FFFF CC 6600FF CC 6633FF CC 6666FF CC 6699FF 66CC00 66CC33 66CC66 66CC99 66CCCC 66CCFF 66FF00 66FF33 66FF66 66FF99 66FFCC 66FFFF 27

28 CC 9900FF CC 9933FF CC 9966FF CC 9999FF 99CC00 99CC33 99CC66 99CC99 99CCCC 99CCFF 99FF00 99FF33 99FF66 99FF99 99FFCC 99FFFF CC0000 CC0033 CC0066 CC0099 CC00CC CC00FF CC3300 CC3333 CC3366 CC3399 CC33CC CC33FF CC6600 CC6633 CC6666 CC6699 CC66CC CC66FF CC9900 CC9933 CC9966 CC9999 CC99CC CC99FF CCCC00 CCCC33 CCCC66 CCCC99 CCCCCC CCCCFF CCFF00 CCFF33 CCFF66 CCFF99 CCFFCC CCFFFF FF0000 FF0033 FF0066 FF0099 FF00CC FF00FF FF3300 FF3333 FF3366 FF3399 FF33CC FF33FF FF6600 FF6633 FF6666 FF6699 FF66CC FF66FF FF9900 FF9933 FF9966 FF9999 FF99CC FF99FF FFCC00 FFCC33 FFCC66 FFCC99 FFCCCC FFCCFF FFFF00 FFFF33 FFFF66 FFFF99 FFFFCC FFFFFF Tons de Cinzento As cores cinzentas obtêm-se combinando quantidades iguais de encarnado, verde e azul. A cor branca corres ponde ao cinzento mais claro de todos e obtêm-se juntando 255 cores de encarnado, 255 cores de verde e 255 de azul (#FFFFF em hexadecimal.) o preto e o cinzento mais escuro de todos obtêm-se colocando todas as cores a zero (# em hexadecimal.) Entre este dois valores extremos temos 254 graus de intensidade possíveis. 28

29 A tabela seguinte da uma ideia dos tons de cinzento que podemos obter: Tons de cinzento Hexadecimal RGB # rgb(0,0,0) # rgb(8,8,8) # rgb(16,16,16) # rgb(24,24,24) # rgb(32,32,32) # rgb(40,40,40) # rgb(48,48,48) # rgb(56,56,56) # rgb(64,64,64) # rgb(72,72,72) # rgb(80,80,80) # rgb(88,88,88) # rgb(96,96,96) # rgb(104,104,104) # rgb(112,112,112) # rgb(120,120,120) # rgb(128,128,128) # rgb(136,136,136) # rgb(144,144,144) # rgb(152,152,152) #A0A0A0 rgb(160,160,160) #A8A8A8 rgb(168,168,168) #B0B0B0 rgb(176,176,176) #B8B8B8 rgb(184,184,184) #C0C0C0 rgb(192,192,192) #C8C8C8 rgb(200,200,200) #D0D0D0 rgb(208,208,208) #D8D8D8 rgb(216,216,216) #E0E0E0 rgb(224,224,224) #E8E8E8 rgb(232,232,232) #F0F0F0 rgb(240,240,240) #F8F8F8 rgb(248,248,248) #FFFFFF rgb(255,255,255) 29

30 A tabela correspondente ao código das cores seguras pode ser consultado em: Uso de imagens É possível colocar variados formatos de imagens nos documentos HTML, embora, por questão de eficiência e tamanho, os formatos mais comuns são o JPEG, o GIF e o PNG. Sintaxe: <img src= [url da imagem] ALIGN= [center/left/rigth/top/middle/bottom/absmiddle/texttop/baseline/absbottom] WIDTH = [largura] Height= [altura] VSPACE = [Espaçamento vertical] HSPACE= [Espaçamento Horizontal] BORDER= [Borda] ALT= [texto alternativo] LOWSRC= [url de baixa qualidade] O elemento <img> e o atributo src. A inserção de imagens num documento faz-se com o elemento <img>. Este elemento tem conteúdo vazio, o que significa que ele apenas possui atributos e não tem a tag de 30

31 fecho. O atributo src (que é uma abreviatura de source, ou origem) indica o nome e o local em que pode ser encontrado o ficheiro que contém a imagem. Exemplos: <img src= imagem.jpg > -apresenta uma imagem de nome imagem.jp que se encontra no mesmo directório da página. <img src= /imagem.gif> -apresenta uma imagem de nome imagem.gif que se encontra no directório raiz do host. <img src= /imagem/jpg > - apresenta uma imagem de nome imagem.jpg que se encontra no directório um nível abaixo do directório da página. <img src= > -apresenta uma imagem de nome imagem.jpg que se encontra no site Alcobia. O atributo alt O atributo alt usa-se para definir Texto alternativo à imagem. Este texto será mostrado em vez da imagem no caso de o browser não conseguir apresentá-la, e usase assim: <img src=imagem.gif Alt=nome_da_imagem> Exemplo: <img src= image.gif alt= Escola SJE > O atributo alt deve conter uma descrição daquilo que a imagem contém para que seja possível compreender o seu conteúdo mesmo sem a ver. A utilização do atributo alt é recomendada porque melhora a acessibilidade das páginas. Este atributo pode ser lido em voz alta pelo software de leitura utilizado pelas pessoas que têm deficiências visuais. Nesses casos sem o atributo alt o conteúdo das imagens seria sempre um mistério. Alinhamento da imagem É possível mudar o alinhamento utilizando o atributo ALIGN=dentro da tag <IMG>. Exemplo: <IMG SRC=imagem.gif ALIGN=TOP> 31

32 ALIGN=LEFT faz a imagem flutuar à esquerda, enquanto o texto circunda a imagem pela direita. ALIGN=RIGHT faz a imagem flutuar à direita, enquanto o texto circunda a imagem à esquerda. ALIGN=TOP alinha o topo da imagem com o topo do elemento mais alto da linha, que pode ser uma outra imagem. ALIGN=TEXTTOP alinha o topo da imagem com o topo do texto. 32

33 ALIGN=MIDDLE alinha a base do texto com o centro da imagem. ALIGN=BOTTOM alinha a imagem com a base dos outros elementos da linha. ALIGN=BASELINE E ALIGN=ABSBOTTOM alinham a imagem com a base dos outros. ALIGN=ABSMIDDLE alinha o centro do texto com o centro da imagem. Contorno O atributo é BORDER. O valor da borda é expresso em pixels. Exemplo: <IMG SRC=imagens/imagem.gif BORDER=2> 33

34 Margens É possível definir as margens separadamente ou em conjunto. Para mais espaço em cima e em baixo da imagem, o atributo e VSPACE. Se o problema for espaço dos lados da imagem usa-se o atributo HSPACE para definir as margens horizontais. <IMG SRC= imagem.gif VSPACE=10 HSPACE=20> Cada um desses atributos (HSPACE e VSPACE) adiciona espaço nas duas faces a imagem (em cima e em baixo e a direita e a esquerda). Baixa resolução A inclusão da imagem de baixa resolução e conseguida com a colocação do atributo LOWSRC que indica o ficheiro que será carregado primeiro. <IMG SRC=altaresco.gif LOWSRC=baixares.gif> No exemplo acima, o arquivo altaresco.gif é a imagem definitiva, de alta resolução. O arquivo baixares.gif é a imagem de baixa resolução que será carregada antes. Controlar a quebra de linha Quando aplicamos atributos de alinhamento na imagem, o texto fica colocado ao lado da imagem. Quando é necessário quebrar o texto e o próximo paragrafo se apresente após a imagem, então utiliza-se o atributo clear, na tag BR. Sintaxe: <BR CLEAR = [left/right/all] Exemplo: <p align= left ><imgsrc=../imagens/morangos.jpg width= 96 height= 142 align= left > O morango é rico em água e tem baixos níveis de hidratos de carbono.btem também um elevado conteúdo de potássio, responsável pela transmissão de impulsos nervosos e pelo bom funcionamento dos músculos.. <BR CLEAR=left> O fruto conta ainda com ácido fólico, que intervém na produção de glóbulos vermelhos e brancos e na síntese de anticorpos, o que ajuda a reforçaras 34

35 defesas naturais, sendo muito recomendado às mulheres grávidas na prevenção da espinha fíbida do feto e de anemias. Além disto o morango tem ainda um efeito diurético, que favorece a eliminação do ácido úrico e sais. Hiperligações Ao criar links, é essencial compreender o caminho do ficheiro entre o documento do qual parte o link e o que está a ser vinculado. Cada página da Web tem endereço único chamado Universal Resource Locator (URL). Existem três tipos de caminhos de links: 1. Caminhos absolutos; 2. Caminhos relativos a documentos; 3. Caminhos relativos à raiz. Caminhos absolutos fornecem a URL completa do documento vinculado. Por exemplo: é um caminho absoluto. Deve ser utilizado um caminho absoluto para estabelecer um link a u documento noutro servidor. 35

1. HTML - Introdução. Hyper Text Markup Language. É uma linguagem de formatação de conteúdos. Portável. Ficheiros de pequena dimensão

1. HTML - Introdução. Hyper Text Markup Language. É uma linguagem de formatação de conteúdos. Portável. Ficheiros de pequena dimensão 1. HTML - Introdução Hyper Text Markup Language É uma linguagem de formatação de conteúdos Não é uma linguagem de programação Portável Não depende da plataforma em que é vizualizado Ficheiros de pequena

Leia mais

CURSO BÁSICO DE HTML Alessandro S Silveira. Lista de tags e atributos

CURSO BÁSICO DE HTML Alessandro S Silveira. Lista de tags e atributos CURSO BÁSICO DE HTML Alessandro S Silveira Lista de tags e atributos Os tags apresentados aqui formam uma compilação das definições oficiais da linguagem mais as extensões introduzidas por empresas como

Leia mais

Programação para Internet I

Programação para Internet I Programação para Internet I Aula 05 e 06 Fernando F. Costa nando@fimes.edu.br 1 Tags de Formatação de Texto - Permite que um texto se mova de um lado para o outro da página. Sintaxe:

Leia mais

HTML. Conceitos básicos de formatação de páginas WEB

HTML. Conceitos básicos de formatação de páginas WEB HTML Conceitos básicos de formatação de páginas WEB HTML HyperText Markup Language Linguagem utilizada para criar hipertexto na web Ou seja, criar documentos estruturados utilizando para tal um conjunto

Leia mais

Programação web Prof. Wladimir

Programação web Prof. Wladimir Programação web Prof. Wladimir HTML @wre2008 1 Sumário Histórico; Resumo XHTML; Tags; Edição de documentos HTML; Publicação de um documento; Estrutura básica de um documento HTML; Edição de documentos

Leia mais

Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc

Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc Linguagem WEB Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com - www.alex.inf.br/cesc Dicas Importantes: - Sempre crie um diretório em seu computador e salve todos os arquivos que vai usar (imagens e paginas),

Leia mais

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com

> Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Curso HTML & CSS > Herbet Ferreira Rodrigues > contato@herbetferreira.com Sumário > Apresentação > Introdução ao HTML História Começando a Programar > Tags em HTML Headings (Cabeçalhos) Parágrafos Formatação

Leia mais

Webdesign HTML. Introdução a HTML e as principais tags da linguagem. Thiago Miranda dos Santos Souza

Webdesign HTML. Introdução a HTML e as principais tags da linguagem. Thiago Miranda dos Santos Souza Webdesign HTML Introdução a HTML e as principais tags da linguagem Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Objetivos Apresentar a HTML

Leia mais

3.1.7. Definição do fundo da página

3.1.7. Definição do fundo da página 3.1.7. Definição do fundo da página 1 Definição do fundo da página A definição do fundo de uma página pode ser feita através da atribuição de uma cor ou de uma imagem Quando é feita através da utilização

Leia mais

QUEM FEZ O TRABALHO?

QUEM FEZ O TRABALHO? Introdução a Linguagem HTML: Conceitos Básicos e Estrutura ANA PAULAALVES DE LIMA 1 QUEM FEZ O TRABALHO? Com as tagsaprendidas hoje, faça uma página HTML sobre você com as seguintes informações: Seu nome

Leia mais

OPERAÇÃO DE SOFTWARE E APLICATIVOS

OPERAÇÃO DE SOFTWARE E APLICATIVOS OPERAÇÃO DE SOFTWARE E APLICATIVOS 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO A WEB... 4 1.1 O QUE É A WORLD WIDE WEB?... 4 1.2 COMO FUNCIONA A WWW?... 4 1.3 SERVIDORES WEB... 4 1.4 BROWSERS... 4 1.5 PADRÕES DA WEB... 5 1.6

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Departamento de Informática INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Apontamentos de (HyperText Markup Language) Prof. Carlos Pampulim Caldeira Évora, Março de 2003 ÍNDICE 1. O QUE É O?...1 1.1 INTRODUÇÃO...1 1.2 QUE

Leia mais

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento

Curso PHP Básico. Jairo Charnoski do Nascimento Curso PHP Básico Jairo Charnoski do Nascimento Agenda Ferramentas necessárias Introdução HTML HTML? Tags Construindo seu primeiro website Observações sobre a estrutura Mais tags Atributos Agenda Cores

Leia mais

Introdução 1ª Parte Web Web Web Web Browsers Editores Editores Etiquetas (tags) base indica que se trata de uma página escrita em linguagem HTML. Esta deve abranger todo o código;

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO HTML COMPONENTES: ROBSON EDMILSON

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO HTML COMPONENTES: ROBSON EDMILSON COMPONENTES: ROBSON EDMILSON O HTML (Hiper Text Mark-up Language) é uma linguagem de programação hipertexto. O HTML tem códigos para criar páginas na web. Estes códigos que definem o tipo de letra, qual

Leia mais

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML

Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Roteiro 2: Conceitos de Tags HTML Objetivos Detalhar conceitos sobre TAGS HTML: elementos, atributos, elemento vazio, links. Implementar páginas de internet com uso da linguagem HTML; Ferramentas Necessárias

Leia mais

Módulo: Criação de Páginas WEB

Módulo: Criação de Páginas WEB Módulo: Criação de Páginas WEB 50 Horas - Sessão 05/13 TEXTO ANIMADO O comando MARQUEE orienta o browser a definir o efeito de texto/imagem a passar no ecrã. Deve ser utilizado quando queremos dar destaque

Leia mais

4 - HTML Básico: 4.2 - Criando documentos HTML:

4 - HTML Básico: 4.2 - Criando documentos HTML: 4 - HTML Básico: 4.1 - O que é HTML? Os documentos na Web são organizados com o uso de comandos que são interpretados pelos browsers. Estes comandos compõem a linguagem HTML (HyperText Markup Language).

Leia mais

2 HTML Inserindo objetos

2 HTML Inserindo objetos 2 HTML Inserindo objetos Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Desenvolvimento Web Imagem...3 Links...5 Links para locais da mesma página...6 Áudio e vídeo...8

Leia mais

Formulários. Permite ao usuário enviar informações por meio da página, em forma de pesquisa, mala direta, compra eletrônica e outros.

Formulários. Permite ao usuário enviar informações por meio da página, em forma de pesquisa, mala direta, compra eletrônica e outros. Formulários Permite ao usuário enviar informações por meio da página, em forma de pesquisa, mala direta, compra eletrônica e outros. O formulário depende de outros programas no servidor, para receber e

Leia mais

Aula 4: Cores e Multimídia

Aula 4: Cores e Multimídia Aula 4: Cores e Multimídia Nesta quarta aula vamos entender os conceitos de cores na WEB. Veremos como definir a cor da página e dos textos. Aprenderemos a incluir recursos multimídia de som e vídeo em

Leia mais

DESENVOLVIMENTO WEB I - 7122

DESENVOLVIMENTO WEB I - 7122 6.2 - Formulários: Um dos recursos mais fascinantes da linguagem HTML é a possibilidade de criar formulários eletrônicos. Usando um formulário o usuário pode interagir com o servidor, enviando dados que

Leia mais

6.2 - Formulários: form
...
form action method POST GET exceto outros formulários form

6.2 - Formulários: form <form action=url_de_script method=método>...</form> form action method POST GET exceto outros formulários form 6.2 - Formulários: Um dos recursos mais fascinantes da linguagem HTML é a possibilidade de criar formulários eletrônicos. Usando um formulário o usuário pode interagir com o servidor, enviando dados que

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15

Algoritmia e Programação APROG HTML. Introdução. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 APROG Algoritmia e Programação HTML Introdução Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2014/15) 1/15 O que é o HTML? Sumário Geral Documento HTML Elemento HTML Estrutura Básica de Documento HTML Elementos Títulos

Leia mais

MÓDULO 1 - xhtml Básico

MÓDULO 1 - xhtml Básico MÓDULO 1 - xhtml Básico 1. Introdução xhtml significa Extensible Hypertext Markup Language (Linguagem de Marcação Hipertextual Extensível) e é a linguagem de descrição de documentos usada na World Wide

Leia mais

HTML HTML. Criação de Páginas WEB. Caracteres especiais < < > > Sessão 10

HTML HTML. Criação de Páginas WEB. Caracteres especiais < < > > Sessão 10 HTML Sessão 10 HTML HTML permite que caracteres especiais sejam representados por sequências de escape, indicadas por três partes: um & inicial, um número ou cadeia de caracteres correspondente ao caractere

Leia mais

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486

Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 1 Ferramentas para Multimídia e Internet - 1486 HTML BÁSICO: O que é uma página WEB? Uma página WEB, também conhecida pelo termo inglês webpage, é uma "página" na World Wide Web, geralmente em formato

Leia mais

Introdução ao HTML Hypertext Markup Language

Introdução ao HTML Hypertext Markup Language Introdução ao HTML Hypertext Markup Language Prof. Marcus Ramos Tags São comandos que são inseridos juntamente com o texto a ser apresentado, e que definem a forma como o mesmo será exibido na tela do

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Listas A HTML permite definir três categorias distintas de listas: Ordenadas Sem ordenação Lista de definição 2/28 Listas

Leia mais

Subunidade 2 - Construção de páginas web

Subunidade 2 - Construção de páginas web Unidade 4 Concepção de web sites. Subunidade 2 - Construção de páginas web -Introdução ao HTML o Tags e elementos o Estrutura básica de uma página em HTML o As tags HTML, HEAD, TITLE e BODY o Definições

Leia mais

Programação HTML Construção de Páginas para WEB 47

Programação HTML Construção de Páginas para WEB 47 Programação HTML Construção de Páginas para WEB 47 INICIANDO EXEMPLO3.HTML Crie um novo arquivo html chamado exemplo3.html dentro da pasta exemplos. Após os exercícios e trabalhos anteriores, nossa pasta

Leia mais

Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens

Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens Aula 03: Noções Fundamentais do CSS, Formatação de Fonte e Inserção de Imagens Tag para inserir imagens e HTML O modelo CSS Noções fundamentais e funcionamento do CSS Incluindo estilos em uma página Sintaxe

Leia mais

Todos os tags obedecem a uma hierarquia, como no seguinte exemplo:

Todos os tags obedecem a uma hierarquia, como no seguinte exemplo: <a> <b> <c> </c> </b> </a> O que é o HTML? HTML significa HyperText Markup Language, e é uma linguagem universal destinada à elaboração de páginas com hiper-texto, como o nome indica. O conceito de hiper-texto é bastante simples:

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN - IFRN APOSTILA: AUTORIA WEB PROFESSOR: ADDSON ARAÚJO DA COSTA SANTA CRUZ - RN Sumário 1. Introdução...1 2. Tags...1 3. HTML...1 4. Cabeça, Corpo

Leia mais

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Sumário HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Linguagem HTML HTML é a abreviação de HyperText Markup Language, que pode ser traduzido como Linguagem de Marcação de Hipertexto. Não é uma linguagem

Leia mais

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção de páginas de internet e é responsável

Leia mais

4. Características Gerais das Tabelas do HTML

4. Características Gerais das Tabelas do HTML 4. Características Gerais das Tabelas do HTML Curso de Extensão em HTML PUCRS A criação de uma tabela começa pelo tag e termina pelo tag. Antes do texto de cada linha da tabela você deve inserir o tag

Leia mais

Introdução. Introdução a HTML. A Linguagem HTML. Estrutura de uma Página. Mário Antonio Meireles Teixeira

Introdução. Introdução a HTML. A Linguagem HTML. Estrutura de uma Página. Mário Antonio Meireles Teixeira Introdução Introdução a HTML Mário Antonio Meireles Teixeira Dept o. de Informática - UFMA mario@deinf.ufma.br Página Web: É um documento composto de texto e códigos especiais, chamados tags, que especificam

Leia mais

HyperText Markup Language HTML

HyperText Markup Language HTML HyperText Markup Language HTML Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br http://professor.ifsertao-pe.edu.br/nicolas.trigo/ Introdução Linguagem de Marcação de Hipertexto. Uma

Leia mais

Prof. Erwin Alexander Uhlmann 1/7/2010

Prof. Erwin Alexander Uhlmann 1/7/2010 HTML 5 O html 5 é a nova versão do html 4. Foi desenvolvido para a interoperabilidade e padronização de plataformas e navegadores (motores). Compare as estruturas do html4 e do 5, abaixo: HTML 4 HTML 5

Leia mais

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Desenvolvimento de Sites com PHP e Mysql Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção

Leia mais

Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi. Multimídia I

Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi. Multimídia I Ensino I nterativo Universidade Anhembi Morumbi Multimídia I Objetivo Mostrar o que é preciso para o desenvolvimento de um Projeto para Web, apresentando os primeiros conceitos de HTML. Tópicos 1. Etapas

Leia mais

HTML Curso Básico HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos.

HTML Curso Básico HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos. HTML CURSO BÁSICO Aprenda os conceitos iniciais de HTML em alguns minutos. 1 Índice 1 - INTRODUÇÃO 3 2 - TAGS 3 3 - EDITORES 3 4 - SALVANDO UMA PAGINA HTML 3 5 - INICIANDO UMA PÁGINA 3 6 - CONSTRUINDO

Leia mais

Tutorial de HTML. O que é HTML? Aprendendo

Tutorial de HTML. O que é HTML? Aprendendo Tutorial de HTML Tutorial: O que é HTML? Aprendendo Títulos Textos Imagens Links Imagens Clicáveis Explorando o TAG BODY Música de Fundo Gifs Animados Tabelas Testando sua Página O que é HTML? HTML é uma

Leia mais

Maurício Samy Silva. Novatec

Maurício Samy Silva. Novatec Maurício Samy Silva Novatec Sumário Agradecimentos...13 Sobre o autor...13 Introdução...15 Para quem foi escrito este livro... 15 Convenções tipográficas... 16 Site do livro... 18 Capítulo 1 O que é (X)HTML?...20

Leia mais

XHTML. A versão mais recente desta linguagem é a XHTML (extensible HyperText Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto Estendida).

XHTML. A versão mais recente desta linguagem é a XHTML (extensible HyperText Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto Estendida). XHTML 1. Significado do Termo HTML (HyperText Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto) é a linguagem na qual são feitas as páginas que irão compor um site da Internet. A versão mais recente

Leia mais

Programação para Internet

Programação para Internet Programação para Internet Aula 09 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

UFCD 21 Criação de sites webs D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S

UFCD 21 Criação de sites webs D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S UFCD 21 Criação de sites webs 1 D U R A Ç Ã O : 5 0 H O R A S Objectivos: 2 C R I A R D O C U M E N T O S E M H I P E R T E X T O D E S E N V O L V E R E A L O J A R U M S I T E N A I N T E R N E T Conteúdos

Leia mais

Apostila Programador Web v3.0 Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com www.alex.inf.br

Apostila Programador Web v3.0 Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com www.alex.inf.br 1 Apostila Programador Web v3.0 Prof. Alexandre Unterstell alexunter@gmail.com www.alex.inf.br Antes de começar desenvolver um site na internet é importante que conheçamos alguns fatores importantes que

Leia mais

CURSO: PROGRAMADOR WEB DISCIPLINA: HTML 4.0.1

CURSO: PROGRAMADOR WEB DISCIPLINA: HTML 4.0.1 ESCOLA ESTADUAL PROF. JOSÉ BARROSO TOSTES PROFESSOR: ESP. ANDREW RODRIGUES CURSO: PROGRAMADOR WEB DISCIPLINA: HTML 4.0.1 CURSO: PROGRAMADOR WEB DISCIPLINA: HTML 4.0.1 1 APOSTILA DE INTRODUÇÃO À LINGUAGEM

Leia mais

Como criar uma página WEB

Como criar uma página WEB Como criar uma página WEB Utilização de comandos HTML Luís Manuel Borges Gouveia versão 1.1 Dezembro, 1996 Requisitos necessários para criar ou editar uma página Web um navegador (browser): Netscape ou

Leia mais

Por que aprender a fazer tabelas? Tabelas auxiliam na formatação da página, e é por essa razão que eles foram acrescentados à linguagem html

Por que aprender a fazer tabelas? Tabelas auxiliam na formatação da página, e é por essa razão que eles foram acrescentados à linguagem html Por que aprender a fazer tabelas? Tabelas auxiliam na formatação da página, e é por essa razão que eles foram acrescentados à linguagem html Tabela de dados Tabelas para alinhar texto Tabelas para conter

Leia mais

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva

Mini-curso de PHP. Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Mini-curso de PHP Aulas ministradas por: André Luis de Paula Arthur Kalsing Diego Silva Aula 1 Breve introdução de HTML, Conceitos básicos de PHP, Sintaxe, Separador de instruções e Comentários (Cap 1

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO WEB PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO As imagens são armazenadas em forma de arquivos, principalmente PNG (para desenhos) ou JPG (para fotos) Para incluir imagens usa-se

Leia mais

WEB DESIGNER WEB DESIGNER

WEB DESIGNER WEB DESIGNER WEB DESIGNER 1 WEB DESIGNER INICIO DO CURSO DE HTML 4.0 Toda vez que você acessar um site (veja tópico Word Wide Web) por meios de domínios quando adiciona a URL na barra de endereço, do seu Navegador

Leia mais

2. Linguagem XHTML. " codebase: indica o local onde se encontra a classe que implementa o applet. " code: nome da classe que implementa o applet

2. Linguagem XHTML.  codebase: indica o local onde se encontra a classe que implementa o applet.  code: nome da classe que implementa o applet 2. Linguagem XHTML! Uma página XHTML pode conter ligações para outros documentos conforme vimos na aula passada. Mas um documento XHTML pode conter também ligações para outros objetos, como folhas de estilo,

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Objetivo. O objetivo da disciplina é conhecer os princípios da programação de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ TECNICO EM TELECOMUNICAÇÕES REDES DE COMPUTADORES

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Conceitos de HTML Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Definição de HTML Linguagem de marcadores (tags).

Leia mais

José Frazão. Página 2 de 19

José Frazão. Página 2 de 19 Página 2 de 19 Índice Página 1. Introdução 4 2. História e características 5 3. Sintaxe 5 3.1. Texto 7 3.2. Comandos básicos mais utilizados 8 3.3. Fundo (Backgrounds) e cores 10 3.4. Tabela de acentos

Leia mais

Web Design. Prof. Felippe

Web Design. Prof. Felippe Web Design Prof. Felippe 2015 Sobre a disciplina Fornecer ao aluno subsídios para o projeto e desenvolvimento de interfaces de sistemas Web eficientes, amigáveis e intuitivas. Conceitos fundamentais sobre

Leia mais

Curso de HTML. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Curso de HTML. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Definições conceituais O que é HTML? Criando e publicando uma página web Elementos da HTML Estrutura básica de uma página HTML

Leia mais

PDI 1 - Projeto e Design de Interfaces Web

PDI 1 - Projeto e Design de Interfaces Web Introdução a HTML e XHTML Elementos básicos parte 2 Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda: --Adicionando imagens; --Trabalhando com vídeos e sons em HTML; Disponível em http://wp.me/p48yvn-43 2 Inserindo

Leia mais

Introdução a Tecnologia Web Desenvolvimento e Manutenção de Site

Introdução a Tecnologia Web Desenvolvimento e Manutenção de Site Tecnologia Educacional na Formação Profissionalizante de Jovens Introdução a Tecnologia Web Jovens do Saber Digital Inclusão Sócio-Digital Fortaleza - Ceará, Brasil Sumário 1. O que é a Internet? 2. O

Leia mais

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE

PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE PROGRAMAÇÃO WEB DO LADO DO CLIENTE FORMULÁRIO Na linguagem HTML é permitido que o usuário interaja com o servidor através de formulários ligados a scripts desenvolvidos em linguagens como PHP, Servlets,

Leia mais

O HTML possui sintaxes para os tags na ordem LIFO, ou seja, o último tag a ser digitado é o primeiro a ser fechado, por exemplo:

O HTML possui sintaxes para os tags na ordem LIFO, ou seja, o último tag a ser digitado é o primeiro a ser fechado, por exemplo: HTML é a sigla usada para Hyper Text Markup Language (linguagem de Marcação de Hipertexto). É a linguagem destinada a criação de páginas para a WEB. Ao contrário do que muita gente boa pensa, HTML não

Leia mais

Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML

Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML Roteiro de Estudos e Atividades Avaliativas HTML Faça essa atividade de forma individual ou em dupla, faça o máximo de questões que conseguir. Pesquise na Web o significado das tags e utilize-as para alcançar

Leia mais

Lista e Tabelas. Fundamentos da Linguagem Web

Lista e Tabelas. Fundamentos da Linguagem Web Lista e Tabelas Fundamentos da Linguagem Web Bruno Angelo Medeiros Março de 2015 LISTAS O que são? Tipos Ordenadas Não ordenadas De definição Exemplos Exercícios LISTAS - O QUE SÃO? São uma forma de organização

Leia mais

APOSTILA. Curso de HTML com PHP HTML. Pablo Dapont

APOSTILA. Curso de HTML com PHP HTML. Pablo Dapont APOSTILA Curso de HTML com PHP HTML Pablo Dapont PET Computação - sala 202 Prédio 43424 ( prédio dos laboratórios ) Instituto de Informática - UFRGS email : pet@inf.ufrgs.br Av. Bento Gonçalves, 9500 bloco

Leia mais

HTML. Sessão 4 HTML. Criação de Páginas WEB. Tabelas

HTML. Sessão 4 HTML. Criação de Páginas WEB. Tabelas HTML Sessão 4 HTML É por vezes interessante fazer com que uma célula se expanda de forma a incorporar a célula imediatamente abaixo ou ao lado (o que em folhas de cálculo como o Microsoft Excel se denomina

Leia mais

HyperText Markup Language (HTML) Desenho de Documentos na World Wide Web

HyperText Markup Language (HTML) Desenho de Documentos na World Wide Web Programação Na Web HyperText Markup Language (HTML) Desenho de Documentos na World Wide Web 1 António Gonçalves Agenda Introdução ao HTML Criar e publicar uma página Web Validar uma documento Elementos

Leia mais

3 HTML Tabelas, frames e formulário

3 HTML Tabelas, frames e formulário 3 HTML Tabelas, frames e formulário Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Desenvolvimento Web Tabelas...3 Principais atributos das tabelas...4 Principais atributos

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Manual do usuário Desenvolvendo páginas em Drupal Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Conteúdo Primeiro Passo... 3 1.1 Login... 3 1.2 Recuperando a Senha...

Leia mais

Manual Completo de HTML

Manual Completo de HTML Manual Completo de HTML Uma página Web simples Apesar dessa aparente sofisticação, as páginas Web não passam de documentos de texto simples. Podem ser produzidas com qualquer editor de texto, como o Notepad

Leia mais

André Kawamoto NE31A

André Kawamoto NE31A André Kawamoto NE31A Internet Internet: uma coleção de redes Todos os computadores conectados à Internet fazem parte de uma rede (rede local, rede doméstica) Rede de Redes Internet x WWW Internet e World

Leia mais

Introdução. História. Como funciona

Introdução. História. Como funciona Introdução O HTML é uma linguagem de marcação utilizada para desenvolvimento de sites. Esta linguagem surgiu junto com o HTTP, ambos possibilitaram a internet ser popularizada. História O HTML foi criado

Leia mais

HTML. Um documento HTML é constituído por um conjunto de TAGS (ex. html, head, body, etc.).

HTML. Um documento HTML é constituído por um conjunto de TAGS (ex. html, head, body, etc.). HTML Um documento HTML é constituído por um conjunto de TAGS (ex. html, head, body, etc.). Para se criar um novo documento HTML pode-se utilizar o Bloco de Notas, bastando para tal gravar o documento com

Leia mais

4.14 - Imagens: src único atributo que não pode ser omitido neste TAG Nota: img

4.14 - Imagens: <img src=...> src <img src=tecnologia.jpg> único atributo que não pode ser omitido neste TAG Nota: img 4.14 - Imagens: O TAG utilizado para a inclusão de imagens em páginas html é o: O atributo src especifica o local onde está a imagem e o seu nome. Nas páginas pessoais é mais comum o uso

Leia mais

Introdução ao HTML. Sumário

Introdução ao HTML. Sumário Introdução ao HTML Telemédia Grupo de Comunicações por Computador Sumário em HTML Texto Alternativo Alinhamento Margens Redimensionar 1 em HTML Para inserir uma imagem basta usar a etiqueta da seguinte

Leia mais

1.Introdução ao HTML página 04. 2.O que é o HTML página 05. 3.O que são tags HTML página 05. 4.Iniciando com HTML página 10

1.Introdução ao HTML página 04. 2.O que é o HTML página 05. 3.O que são tags HTML página 05. 4.Iniciando com HTML página 10 Apostila de Índice HTML 1.Introdução ao HTML página 04 2.O que é o HTML página 05 3.O que são tags HTML página 05 4.Iniciando com HTML página 10 5.Mais tags HTML página 12 6.Atributos página 14 7.Links

Leia mais

4.14 - Imagens: SRC único atributo que não pode ser omitido neste tag Nota: img

4.14 - Imagens: <IMG SRC=...> SRC <IMG SRC=tecnologia.jpg> único atributo que não pode ser omitido neste tag Nota: img 4.14 - Imagens: O tag utilizado para a inclusão de imagens em páginas html é o: O atributo SRC especifica o local aonde está a imagem e o seu nome. Nas páginas pessoais é mais comum o uso

Leia mais

Síntese da aula anterior

Síntese da aula anterior Síntese da aula anterior Na última aula, aprendemos a utilizar em html: Tabelas Hiperligações 1 O que vamos fazer hoje? Vamos utilizar o que aprendemos da aula anterior juntamente com Utilização de imagens

Leia mais

INTRODUCAO DESENVOLVIMENTO E DESIGN DE WEBSITES FRAMES. Professor Carlos Muniz

INTRODUCAO DESENVOLVIMENTO E DESIGN DE WEBSITES FRAMES. Professor Carlos Muniz INTRODUCAO DESENVOLVIMENTO E DESIGN DE FRAMES Algumas páginas da internet são congeladas em seu cabeçalho ou em seu lado esquerdo, para construção de menus que geralmente precisam estar disponíveis para

Leia mais

Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima. Formação: E-mail: paulapeniel@gmail.com

Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima. Formação: E-mail: paulapeniel@gmail.com Introdução a Linguagem HTML: Conceitos Básicos e Estrutura ANA PAULAALVES DE LIMA INFORMÁTICA E METODOLOGIA - SUBSEQUENTE 1 Quem sou eu? Ana Paula Alves de Lima Formação: Bacharel em Sistemas de Informação;

Leia mais

0777 Processador de Texto

0777 Processador de Texto 0777 Processador de Texto Objectivo (s) Utilizar aplicações informáticas de processamento de texto. Processador de texto conceitos gerais Criação de um documento Abertura de documentos Gravação de documentos

Leia mais

HTML. (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto)

HTML. (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto) HTML (Hypertext Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto) CSS - Cascading Style Sheets CSS serve para definir propriedades de apresentação/formatação a aplicar em tags HTML. A sua utilização

Leia mais

Projeto e Criação de Páginas de Web HTML

Projeto e Criação de Páginas de Web HTML Projeto e Criação de Páginas de Web HTML Prof.: João Sérgio dos Santos Assis e-mail: joao@nce.ufrj.br Tel.: 598-3214 Projeto e Criação de Páginas de Web Índice 1. Bibliografia auxiliar 1 2. Introdução:

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Tecnologias para apresentação de dados - HTML. Aécio Costa

Tecnologias para apresentação de dados - HTML. Aécio Costa Tecnologias para apresentação de dados - HTML Aécio Costa Apresentação de Dados na Web Tecnologias client-side HTML CSS JavaScript HyperText Markup Language Uma linguagem de marcação utilizada para produzir

Leia mais

Links e Frames José Antônio da Cunha

Links e Frames José Antônio da Cunha Links e Frames José Antônio da Cunha Links Até agora, produzimos documentos simples. Mas os documentos de hipertexto têm como principal característica, fazer ligações com outros hipertextos. Os pontos

Leia mais

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Quais ferramentas são necessárias? - Editor de texto básico (sem formatações): use o Bloco de Notas (não use o MS Word e WordPad) - Navegador (browser):

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. 1.1 Como são as marcações (tags) HTML?

1. INTRODUÇÃO. 1.1 Como são as marcações (tags) HTML? HTML 1. INTRODUÇÃO HTML abreviação de HiperText Markup Language é a linguagem de programação que usamos para criar uma página Web, que, por sua vez, será composta de textos e comandos especiais, chamados

Leia mais

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia5.zip 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web

ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia5.zip 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web RNP REDE NACIONAL DE PESQUISA Centro Regional de Brasília CR/DF ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/html/guia5.zip janeiro 1996 Tutorial - Autoria em World Wide Web Parte IV - Hypertext

Leia mais

Programação para Internet

Programação para Internet Programação para Internet Aula 07 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO À INTERNET E A THE WORLD WIDE WEB...4

INDICE 1. INTRODUÇÃO À INTERNET E A THE WORLD WIDE WEB...4 INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO WEB 2007 1 INDICE 1. INTRODUÇÃO À INTERNET E A THE WORLD WIDE WEB...4 1.1 A INTERNET...4 1.2 ENDEREÇAMENTO INTERNET...4 1.3 DEFINIÇÕES DA HTML...4 1.4 ELEMENTOS DE UM PROJETO WEB...4

Leia mais

CURSO HTML. www.regilan.com. Parte 1: Introdução ao desenvolvimento WEB. Olá amigos visitantes,

CURSO HTML. www.regilan.com. Parte 1: Introdução ao desenvolvimento WEB. Olá amigos visitantes, CURSO HTML www.regilan.com Parte 1: Introdução ao desenvolvimento WEB Olá amigos visitantes, O objetivo deste mini-curso é fornecer os conhecimentos básicos que permitirão construir um web site. Como partiremos

Leia mais

CURSO CONSTRUÇÃO DE WEBSITES

CURSO CONSTRUÇÃO DE WEBSITES CURSO CONSTRUÇÃO DE WEBSITES Aline Michelle Ellen Oliveira Maria do Carmo Alves da Silva Patrícia Virgínia de Souza Magalhães Sueli Gonçalves da Silva APOSTILA DE INTRODUÇÃO À LINGUAGEM HTML HTML significa

Leia mais

Manual Completo de HTML

Manual Completo de HTML Manual Completo de HTML Uma página Web simples Apesar dessa aparente sofisticação, as páginas Web não passam de documentos de texto simples. Podem ser produzidas com qualquer editor de texto, como o Notepad

Leia mais

Técnicas e processos de produção. Profº Ritielle Souza

Técnicas e processos de produção. Profº Ritielle Souza Técnicas e processos de produção Profº Ritielle Souza Ferramentas Programáveis Mensagem para mais de um destinatário FALE CONOSCO Definindo

Leia mais