AUTOR: WILLIAM COSTA RODRIGUES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AUTOR: WILLIAM COSTA RODRIGUES"

Transcrição

1 COMO CONSTRUIR ARQUIVOS DE AJUDA: UM GUIA RÁPIDO E PRÁTICO AUTOR: WILLIAM COSTA RODRIGUES 2004

2 DIREITOS AUTORAIS E LICENÇA DE USO TUTORIAL COMO CONSTRUIR ARQUIVOS DE AJUDA >> Este tutorial poderá ser utilizado livremente, para fins de estudos, porém é vetada a comercialização deste ou de parte deste. A Utilização deste ou de parte deste poderá ser realizada desde que citada a fonte e o site da Lizaro Soft. >> W.C. Rodrigues (Lizaro Soft), detém todos os direitos sobre este tutorial (COMO CONSTRUIR ARQUIVOS DE AJUDA). >> TUTORIAL COMO CONSTRUIR ARQUIVOS DE AJUDA Copyright , W.C. Rodrigues (Lizaro Soft) Lizaro Soft - Inovação em Softwares Web Site: s:

3 1 1 CONSTRUINDO O ARQUIVO DE AJUDA PARA SUA APLICAÇÃO Inicialmente, você irá precisar de uma dos compiladores da Microsoft para gerar os arquivos no padrão HLP, os mais recentes são HCW que gera arquivos de ajuda na versão 4.0 e com extensão.hlp e o HTML Help que gera arquivos de ajuda com extensão.chm. Os dois compiladores poderão ser baixados no site da Microsoft (o HTML HELP, está em (3.99 MB). Um grande exemplo de um projeto de ajuda utilizando HTML Help Workshop pode ser encontrado no site de José Carlos Macorati Site Pessoal Neste capítulo serão demostrados um exemplo de construção de arquivos de ajuda como o compilador HC35 (interface em DOS) que poderão se baixados no nosso site na seção download, além de uma versão Shareware do programa Lizaro Helper Compiler v Microsoft Help Compiler v3.10 e v3.50 O sistema operacional Windows possui como arquivo de ajuda padrão arquivos com a extensão HLP, que podem ser acessados de várias formas, além de possui um grande facilidade através de links, que permitem saltos entre tópicos. Um arquivo de ajuda é composto dos seguintes arquivos: Arquivo de projeto da Ajuda Arquivo com extensão HPJ; Arquivo de contexto da Ajuda Arquivo com extensão CNT; Arquivo de Texto da Ajuda, contento os tópicos Arquivo com extensão RTF; Arquivos Gráficos (imagens) 1 Arquivos com extensão BMP, SHG, WMF, GIF; JPG. Para criamos os arquivos de projeto de ajuda (projeto.hpj) e contexto da ajuda (contexto.cnt), podemos utilizar qualquer editor de texto que permita salvar, com uma extensão diferentes dos arquivo padrão, algumas sugestões, são: o Bloco de Notas, WordPad, Lizaro Editor v1.0(que pode ser baixado em nosso site), entre outros. Já para a criação do arquivo de texto (arquivo.rtf), recomendamos processadores de texto que suportem todos os formatos RTF (Rich Text Format), por exemplo Word, WordPerfect, StarWriter, etc. Antes de iniciar um projeto de arquivo de ajuda o programador deve ter bem claro e préprojetado em papel, os tópicos que serão redigidos, as imagens que serão utilizadas, os saltos que serão feitos dentro do arquivo de ajuda, etc. Lembre-se a documentação de um programa é tão importante quanto o próprio, pois irá elucidar o usuário no momento de dificuldade no uso do programa Projeto da Ajuda (conceitos básico) Um projeto da ajuda, contém alguns tópicos chamados Seções e dentro destas existem as opções. As seções de um projeto de ajuda basicamente são: OPTIONS, WINDOWS, FILES, CONFIG, MAP. Existem outras opções, mas para o exemplo iremos utilizar somente estas. No projeto as seções são especificadas dentro de colchetes. Ex.; [OPTIONS] Dentro de cada seção poderemos encontrar poucas ou várias opções. Abaixo listaremos algumas das opções de cada campo, a descrição e o número máximo de caracteres suportados pelo compilador HC Seção OPTIONS Nesta seção estão contidas as informações gerais do arquivo de ajuda a ser criado. BMROOT Especifica a pasta que contém o nome dos arquivos bitmap nomeados em {bmc}, {bml}, e {bmr} referências nos arquivos de tópico (.rtf). Ex.: BMROOT= C:\HELP\BMP ROOT Especifica a pasta onde o compilador deverá procura o arquivo de tópicos (.rtf). Ex.: ROOT=C:\Help\HelpDir. 1 Para os compiladores HC31 e HC35, somente os formatos BMP, SHG e WMF, são suportados, os demais, somente o compilador HCW, suporta.

4 2 ERRORLOG Especifica o nome do arquivo de erro e/ou comentários gerados após a compilação do arquivo de ajuda. (máximo 8 caracteres no nome, ex.: ERRORLOG=errajuda.txt ou ERRORLOG=errajuda.err). CONTENTS Especifica o tópico inicial do arquivo de ajuda, em geral o tópico da primeira página do arquivo de rtf. (máximo 255 caracteres). CONTENTS=cntAjuda. COMPRESS Especifica como o arquivo de Ajuda deve está comprimido. Os valores são 0 (Nenhuma compressão), 1 (Compressão alta), FALSE (Nenhuma compressão), HIGH (Compressão alta), MEDIUM (Compressão média), NO (Nenhuma compressão), TRUE (Compressão alta), YES (Compressão alta). OLDKEYPHRASE Especifica se o compilador deve usar a tabela de frase de chave existente ou criar uma nova durante a compilação, ou seja, arquivos com extensão.ph. Os valores são: 0 (Recreia o arquivo), 1 (Use o arquivo existente), FALSE (Recreia o arquivo), NO (Recreia o arquivo), OFF (Recreia o arquivo), ON (Use o arquivo existente), TRUE (Use o arquivo existente), YES (Use o arquivo existente). TITLE Especifica o título do arquivo de ajuda, que será exibido na tela do índice e localizar. (máximo de 255 caracteres). COPYRIGHT Exibe na tela de versão a descrição de direitos autorais do arquivo de ajuda (ex.: Copyright 2000, Lizaro Soft). (máximo 50 caracteres). WARNING É o nível de advertência que deverá ser exibida durante a compilacão. Os valores vão de 1 3, onde 1 (Relata somente os erros mais severos), 2 (Relata um número intermediário de erros) e 3 (Relata todos os erros e advertências). REPORT Controla a exibição de mensagens durante o processo de construção. Valores ON e não inserir a opção. Existem outras opções, mas não serão abordadas neste exemplo Seção WINDOWS Nesta seção estão contidas as informações, da janela do arquivo de ajuda. Para a janela principal dá-se o nome MAIN e para a janela secundária em geral dá-se o nome HOWTO, mas o programador poderá escolher outro nome para está janela. Abaixo segue as especificações de uma janela e dois exemplos. NOMEJANELA= "Titulo da janela da ajuda (máximo 255 caracteres)", (X,Y,largura,altura), sizing, (cor da área do texto), (cor da área do cabeçalho). X= Distância em pixels da janela a esquerda da tela (1024); Y= Distância em pixels da janela do alto da tela (1024); Sizing= 0 (Configurar a janela para o tamanho especificado pelo x, y, largura, e parâmetros de altura) ou 1 (Maximize a janela; ignorando o x, y, largura, e parâmetros de altura). Cor da área do texto= É a cor do fundo da área do texto, segue o padrão RGB; Cor da área do cabeçalho= É a cor do fundo da área do cabeçalho. [WINDOWS] MAIN="Ajuda de Lizaro Helper Compiler v1.0",,,, (255,252,145) O exemplo acima exibe a janela principal de arquivo com o titulo "Ajuda de Lizaro Helper Compiler v1.0", com o tamanho, posição e a cor da área do texto de acordo com as especificações do sistema, somente a cor do cabeçalho é especificada amarelo claro. (Figura 10) HowTo="Passo-a-Passo", (200,200,500,500),0, (255,255,210), (255,128,0) O exemplo acima à janela secundária terá o título "Passo-a-Passo" a disposição da janela é 200 pixels a esquerda, 200 do topo da tela e possui 500 x 500 pixels de largura e altura, respectivamente. O tamanho obedece aos parâmetros de especificação, X,Y, largura e altura, as cores são amarelo bem claro para área do texto e laranja para o cabeçalho. (Figura 11)

5 3 Figura 1. Aspectos da interface da janela principal do arquivo de ajuda de Lizaro Helper Compiler v1.0 Standard Edition. Figura 2. Aspectos da interface da janela passo-a-passo do arquivo de ajuda de Lizaro Helper Compiler v1.0 Standard Edition Seção FILES Nesta seção o programador irá listar todos os arquivos de tópicos utilizados para compor o arquivo de ajuda. Poderão ser utilizados quantos arquivos o programador achar necessário, mas atenção quanto maior o número de arquivo maior será dificuldade para atualizá-lo. Quando os arquivo forem salvos deverão Ter no máximo 8 carascters (padrão DOS), pois já que o compilador roda em DOS, as configurações deste sistema operacional deverão ser respeitadas. O exemplo seguinte especifica dois arquivos de tópico: [FILES] HelperSE.rtf hlppopup.rtf Seção CONFIG A seção [CONFIG] contém um ou mais macros que executam ações, como habilitando botões de navegação e registrando funções de bibliotecas de vínculo dinâmico (DLL's) (dynamiclink library). Ajuda do Windows executa as macros quando arquivo de Ajuda é aberto. Por exemplo, para habilitar os botões de navegação (>> e <<) de um arquivo de ajuda basta inserir o seguinte exemplo: [CONFIG] BrowseButtons()

6 Seção MAP A seção [MAP] associa strings de contexto (ou nomes alternativos, aliases) com números de contexto para Ajuda sensível a contexto. O número de contexto corresponde para um valor o aplicativo de "pai" passa para Ajuda do Windows a fim de exibir um tópico particular. Esta seção é opcional. A Sintaxe é: Contexto-string Número de contexto onde: Contexto-string Especifica a string de contexto de um tópico no arquivo de Ajuda. A string pode ser qualquer combinação de caracteres, exceto espaços, e devem ser também especificados em um contexto-string Nota de rodapé declaração em algum tópico no arquivo de Ajuda. Número de contexto Especifica o número de contexto para associar com a string de contexto. O número pode estar em um ou outro decimal ou C normal formato hexadecimal. Só um número de contexto pode ser designado para uma string de contexto ou nome alternativo (alias). Designando o mesmo número para mais de uma string de contexto gera um erro de compilação. Pelo menos um espaço deve separar o número de contexto da string de contexto, recomenda-se uma tabulação do teclado (tecla TAB) Arquivo de Texto (Arquivo de Tópicos) RTF Um arquivo de texto deverá conter certos caracteres especiais, para que o compilador possa transformá-las em saltos, contexto e palavras-chave. Estes caracteres em RTF são demostradas na Tabela 8 abaixo: Tabela 1. Caracteres especiais, atribuição e descrição, para a construção do arquivo texto (tópicos) da ajuda. Atribuição 2 Descrição 3 Especifica a string do contexto, ou seja, o identificador do tópico, que # (Cerquilha) será utilizado pela ajuda para referencia-lo. Máximo de 255 caracteres podendo utilizar letras de A até Z, algarismos, um ponto e um sublinhado. Especifica o título do tópico. Máximo de 127 caracteres, podendo ser $ (Sifrão) utilizado qualquer caractere. Especifica as palavras chaves que serão exibidas no índice da ajuda. As palavras-chave são opcionais, podendo ser utilizada quantas palavras K (letra K maiúscula) quiser por tópico, separando-as por ponto e vírgula(;) e coom limite máximo de 255 caracteres Especifica a seqüência de pesquisa e a ordem de navegação dos botões + (sinal de mais) >> e <<. Especifica um link (salto). Quando o texto e clicado o mecanismo da dá o Duplo subilinhado salto para o tópico especificado. Sublinhado simples Exibe numa janela Pop-Up um tópico especificado pelo texto oculto. Referencia o tópico que o texto sublinhado deverá saltar. Deve ser especificado logo após a(s) palavra(s) sublinhada(s) (duplo ou simples) e Texto oculto com um espaço antes do parágrafo, para não ocultar o parágrafo seguinte. A Figura 12 abaixo demonstra os caracteres especiais, textos sublinhados duplo e texto oculto. A Figura 13 demostra as notas de rodapé referentes os caracteres especiais exibidos na figura Os caracteres especiais #,$,K e +, são utilizado como nota de rodapé, os demais deverão ser utilizado no decorrer do texto. 3 Especificação do tamanho máximo de caracteres são para os compiladores HC31 e HC35

7 5 Figura 3. Exemplo de caracteres especiais, palavras sublinhada e textos ocultos. Figura 4. Notas de rodapé especificando os caracteres especiais inseridos no texto da Figura 12, são eles # string do contexto do tópico; $ título do tópico e K Palavras-chave. Após o planejamento de um pequeno exemplo de um arquivo tópicos de ajuda, inicie um processador de texto (Word, WordPerfect, StarWriter, etc) e na primeira linha do arquivo antes de insira uma nota de rodapé, como na Figura 14, verifique também a Figura 12 e 13. Figura 5. Telas do Word 97 e do StarWriter 5.1 (respectivamente)para inserção de notas de rodapé com caracteres especiais (personalizados). Não edite os arquivos criados no Word, no WordPad, pois este não possui ferramentas para criar notas de rodapé. Para começar um novo tópico basta inserir um quebra de página. Proceda da seguinte forma no Word acesse o menu Inserir>Quebra..., na tela selecione Quebra de Página e clique em OK, como mostra a Figura 15 abaixo, ou se preferir pressione a tecla Control e Enter ao mesmo tempo(ctrl+enter).

8 6 Figura 6. Telas do Word 97 e do StarWriter 5.1, para inserir quebra de página (respectivamente) Ativando o mecanismo de salto Como já foi visto na Figura 12 e 13, o arquivo de ajuda, possui formas de referenciar as strings, para que o mecanismo de ajuda possa reconhecê-las. Assim para que o usuário possa saltar do texto que ele está lendo para um texto relacionado, basta marcar a palavra com um duplo sublinhado e em seguida especificar com o nome (string) do contexto (#) onde o mecanismo deverá ir, com na Figura 16. Figura 7. Parágrafo com um duplo sublinhado (link) e palavra oculta, para onde o mecanismo de ajuda deverá ir quando a palavra sublinhada for clicada. Detalhe que entre o final da palavra oculta e o final do parágrafo, existe um espaço, que é recomendado. Para somente abrir uma janela como Pop-Up, somente sublinhe simples a palavra que ativará a janela. No caso de querer o tópico numa a janela alternativa (Passo-a-Passo), basta após do nome do tópico (#), inserir palavra com duplo sublinhado>nome da janela, esta deverá está especificada no projeto da ajuda, com mostra o Seção WINDOWS. Veja a Figura 17. Figura 8. Sintaxe para que o mecanismo da ajuda abra o tópico especificado (OQReg), numa janela secundária Abrindo o Browser padrão e o Editor de Correio Eletrônico padrão É possível abrir estes dos aplicativo através de um arquivo de ajuda, as sintaxe estão nas Figura 18 e 19 abaixo. A(s) palavra(s) que irão acessar os aplicativo poderão esta sublinhada com sublinhado simples o duplo. Figura 9. Sintaxe para abrir o Browser através do arquivo de ajuda. Figura 10. Sintaxe para abrir o Editor de Correio Eletrônico através do arquivo de ajuda Inserindo figuras no arquivo de ajuda As imagens quando bem elaboradas, e trabalhadas, dão um belo aspecto ao arquivo de ajuda. O HC31 e HC35, não suportam que as imagens sejam diretamente inseridas no arquivo de

9 7 texto (tópicos), porém a HCW, já suporta. Outro detalhe é que as imagens não poderão tem o tamanho acima de 60 KB pois geram um erro de falta de memória na compilação e no arquivo de ajuda gera um quadro como mostra a Figura 22. Para referenciar uma imagem, inclua a seguinte String, dento de chaves {bmc nome do arquivo.bmp}. Figura 11. Quadro exibido quando ocorre um erro na compilação do arquivo de ajuda, geralmente quando a imagem tem um tamanho muito grande (acima de 60KB). As Strings mais utilizadas para referenciar imagens são as seguintes: {bmc} = Ajusta a imagem no centro; {bml} = Ajusta a imagem à esquerda; {bmr} = Ajusta a imagem à direita; As imagens poderão ser do tipo Bitmap Windows (BMP), Windows Metafile (WMF) ou ainda compiladas Hypergraphic Bitmap (SHG), que poderão ser criadas através do Microsoft HotSpot. Atenção: Como o compilador HC31 e HC35, são executados no DOS os nomes dos arquivos devem ter no máximo oito letras (8), sem contar a extensão, servindo também para os diretórios dos projetos a serem criados Outros formatos suportados pelos compiladores HC31 e HC35 Poderão ser inseridas tabelas de formatação simples; Texto com cores diferenciadas; Texto com alinhamento a esquerda, ao centro e a direita; Compilando todos os arquivos Após tudo pronto, basta compilar o projeto da ajuda e em seguida e só realizar os devidos testes, para evitar que a ajuda apresente erros na hora que o usuário acesse-a. Para compilar os arquivo o programa dor tem três alternativas: utilizando HC 31 ou HC35 a partir do DOS (Figura 21), através de um programa editor e compilador como Lizaro Helper Compiler v1.0 (Figura 22) e através do Microsoft Help Workshop (Figura 23) Figura 12. Tela do DOS com a sintaxe para compilação de um projeto de ajuda utilizando os compiladores HC31 ou HC35.

10 8 Figura 13. Tela de compilação do Lizaro Helper Compiler v1.0 Professional Editon. Figura 14. Tela de compilação do Microsoft Help Workshop Executando o arquivo de ajuda compilado Existem duas formas de acessar o arquivo de ajuda uma é com o uso da API WinHelp e através do controle CommomDialog, com a seguir: No evento Load de um Form ou no Sub Main, insira o nome do arquivo de ajuda do aplicativo, da seguinte forma: Private Sub Form_Load() App.HelpFile = "C:\Caminho...\Arquivo.hlp"'Especifica o arquivo de ajuda do aplicativo, em geral o caminho é App.Path & "\Arquivo.hlp" ou App.Path & "\Ajuda\Arquivo.hlp" Private Sub smnuajuda_click() CommonDialog1.HelpFile = App.HelpFile 'Especifica o arquivo de ajuda para o controle CommonDialog1.HelpCommand = constante(vide tabela abaixo) 'Executa o comando de acordo a necessidade do programador CommonDialog1.ShowHelp 'Exibe o arquivo de ajuda especificado e de acordo com o comando Tabela 2. Constante e especificações dos comandos utilizados pelo controle CommomDialog Constante Valor Descrição cdlhelpcontext &H1 Exibe a ajuda de um tópico em particular cdlhelpquit &H2 Notifica o aplicativo de Ajuda que o arquivo de Ajuda especificada não está mais em uso cdlhelpindex &H3 Exibe o índice do arquivo de Ajuda especificada cdlhelpcontents &H3 Exibe o tópico de conteúdo no corrente arquivo Ajuda

11 9 cdlhelphelponhelp &H4 Exibe a ajuda de como usar a ajuda cdlhelpsetindex &H5 Fixa o índice atual para Ajuda de índice múltiplo cdlhelpsetcontents &H5 Designa um tópico específico como o tópico de conteúdo cdlhelpcontextpopup &H8 Exibe um tópico identificado por um número de contexto cdlhelpforcefile &H9 Cria um arquivo de Ajuda que exibe texto em uma só fonte cdlhelpkey &H101 Displays Help for a particular keyword cdlhelpcommandhelp &H102 Exibe a Ajuda para um comando particular cdlhelppartialkey &H105 Chama a mecanismo de procura na Ajuda do Windows Executando Arquivo de Ajuda Através de API no Visual Basic Para abrir arquivos de ajuda é de praxe que utilizemos o conhecido controle ActiveX Commom Dialog, porém se você não quiser utiliza-lo, basta inserir a seguinte API num módulo. Public Declare Function WinHelp Lib "user32" Alias "WinHelpA" (ByVal hwnd As Long, ByVal lphelpfile As String, ByVal wcommand As Long, ByVal dwdata As Long) As Long Public Const HELP_CONTEXT = &H1 'Exibe o tópico de ajuda pelo Número ID Public Const HELP_HELPONHELP = &H4 'Exibe a ajuda do Windows de como utilizar ajuda Public Const HELP_INDEX = &H3 'Exibe o Índice da Ajuda Public Const HELP_QUIT = &H2 'Termina ajuda Public Const HELP_MULTIKEY = &H201& 'Procura por palavras-chave na tabela alternativa da ajuda Public Const HELP_KEY = &H101 'Exibe o Índice da Ajuda Public Sub Exibir_AjudaAjuda(X As Form) Dim Hlp As Long Hlp = WinHelp(X.hwnd, "C:\Windows\Windows.hlp", HELP_HELPONHELP, CLng(0)) 'Exibe o arquivo de ajuda sobre ajuda do Windows No evento Click do Form digite: Private Sub Form_Click() Exibir_AjudaAjuda Me Para finalizar o arquivo de ajuda juntamente com o aplicativo insira as seguinte linhas de código no evento Unload do From: Private Sub Form_Unload(Cancel As Integer) Dim Hlp As Long Hlp = WinHelp(Me.hWnd, "Arquivo de ajuda", HELP_QUIT, CLng(0)) Para exibir um tópico específico, crie a seguinte procedure: Public Sub Ajuda_Topico (X as form, Topico as Long) Dim Hlp as Long Hlp = WinHelp (X.hWnd, "Arquivo de ajuda", HELP_CONTEXT, CLng(Topico))

12 10 No evento de um botão ou no menu que queira exibir um tópico específico, insira as seguintes linhas: Private Sub cmdajuda_click() Ajuda_Topico me, número 'Onde o número referencia o tópico a ser exibido, Seção MAP

TUTORIAL III: ADICIONANDO AJUDA. Adicionando Ajuda

TUTORIAL III: ADICIONANDO AJUDA. Adicionando Ajuda Adicionando Ajuda Para construir arquivos de ajuda do Windows, é necessário saber quais são os componentes de um arquivo de ajuda. Você tem três arquivos básicos que são parte de cada arquivo de ajuda:

Leia mais

Escolhendo recursos de Ajuda

Escolhendo recursos de Ajuda Você pode dar um toque profissional ao aplicativo adicionando um arquivo de Ajuda gráfica. A Ajuda gráfica pode incluir gráficos e texto formatado; a Ajuda no estilo.dbf limita-se a uma única fonte sem

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Google Docs EDITOR DE TEXTOS

Google Docs EDITOR DE TEXTOS Google Docs Um destes serviços oferecidos é o Google Docs, uma espécie de suíte de aplicativos online, bastante semelhante ao Microsoft Office e ao OpenOffice.org/BrOffice.org. O serviço da Google possui

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1. Orientações para produção escolar colaborativa no wiki do Moodle:

COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1. Orientações para produção escolar colaborativa no wiki do Moodle: COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1 Ilse Abegg e Fábio da Purificação de Bastos e-mail: iabegg@mail.ufsm.br O wiki no Moodle é uma ferramenta de atividade que visa produção escolar colaborativa. Isso significa

Leia mais

Ave: Manual do usuário

Ave: Manual do usuário As iniciais no canto superior esquerdo indicam a atual lista de espécies em uso. Clique neste campo para abrir uma grade com todas Ave: Manual do usuário Introdução A Janela Inicial O botão Listas Sobre

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

POWER POINT. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

POWER POINT. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 POWER POINT Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Power Point Introdução Iniciando Estrutura de Janelas ( Barra de títulos,

Leia mais

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point.

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. Editor de Texto Microsoft Word 1. Microsoft Office O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. O Word é um editor de texto com recursos

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

vb Inno Script Conversor

vb Inno Script Conversor vb Inno Script Conversor 1 vb Inno Script Conversor Copyright 2006-2007, Lizaro Soft Lizaro Soft All rights Reserved vb Inno Script Conversor 2 1 Descrição vb Inno Scrip Conversor é um conversor de projetos

Leia mais

Treinamento de Drupal para Administradores do Site Bibliotecas UFU

Treinamento de Drupal para Administradores do Site Bibliotecas UFU Treinamento de Drupal para Administradores do Site Bibliotecas UFU 1 1. Como logar no sistema como usuário autenticado Para logar no sistema como usuário autenticado é necessário digitar /user na frente

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice Índice Caderno 2 PG. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão,

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização

Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização Sumário 1. Configurações Iniciais...2 1.1. Configurando o Menu Personalizado...2 1.2. Configurando os Widgets...3 2. Localize o nome de

Leia mais

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software O Animail é um software para criar campanhas de envio de email (email Marketing). Você pode criar diversas campanhas para públicos diferenciados. Tela Principal do sistema Para melhor apresentar o sistema,

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 A U T O R I Z A D O R W E B B I O M E T R I A GUIA DE INSTALAÇÃO Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 UTILIZANDO A BIOMETRIA... 4 INSTALAÇÃO... 5 CADASTRO DA DIGITAL...15

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail Zimbra Versão 8.0.2 Sumário Convertendo a assinatura de e-mail a partir do Microsoft Outlook... 1 Para usuários do Microsoft

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO 1 Índice Administração de Documentos...2 Lista de documentos criados...3 Criando um novo documento...3 Barra de ferramentas do editor...4 Editando um documento...7 Administrando suas

Leia mais

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 24/08/2011 No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel

Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel Tutorial 1 - Básico do VBA do Excel Este tutorial contém a 1ª lição sobre a série Básico do VBA do Excel. Ele cobre tópicos de criação e gerenciamento de matrizes e o entendimento de estruturas de decisão

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes ALUNES MANUAL DO USUÁRIO Guia rápido Alunes 1 Manual de Instruções Versão 2.0 Alunes Informática 2 Sumário Introdução... 5 Pré-requisitos... 5 Principal/Home... 6 Como editar texto do home... 7 Desvendando

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

UFPel Departamento de Informática. Tutorial Google Docs. Profa. Lisane Brisolara de Brisolara

UFPel Departamento de Informática. Tutorial Google Docs. Profa. Lisane Brisolara de Brisolara UFPel Departamento de Informática Tutorial Google Docs Profa. Lisane Brisolara de Brisolara Sumário O que é o Google Docs Seus principais recursos Editor de textos/documentos Editor de planilhas eletrônicas

Leia mais

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1

Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Passa a passo para construir uma página pessoal - Parte 1 Quais ferramentas são necessárias? - Editor de texto básico (sem formatações): use o Bloco de Notas (não use o MS Word e WordPad) - Navegador (browser):

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência

Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência Portal Transparência / Acesso a Informação Tutorial USERADM Como inserir conteúdo no Portal Transparência Como acessar? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o

Leia mais

Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT.

Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT. Tutorial WEB CONTENT MANAGEMENT [WCM] Obtenha benefícios a partir das aplicações customizadas da ADMT. PÁGINA: 2 de 21 Nenhuma parte deste documento pode ser utilizado ou reproduzido, em qualquer meio

Leia mais

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos Manual do Usuário Presidente Prudente, outubro de 2010 Índice 1. Introdução e Instruções

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas... 10 O que é Token? É um dispositivo

Leia mais

Logo abaixo temos a Barra de Menus que é onde podemos acessar todos os recursos do PHP Editor.

Logo abaixo temos a Barra de Menus que é onde podemos acessar todos os recursos do PHP Editor. Nessa aula iremos estudar: A anatomia da janela do PHP Editor Iniciando o servidor Web O primeiro exemplo de PHP Anatomia da janela do PHP Editor Barra de Títulos: É a barra azul que se encontra na parte

Leia mais

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 13/AGO/2012 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Pastas São indicadas pelo ícone correspondente a uma pasta suspensa.

Pastas São indicadas pelo ícone correspondente a uma pasta suspensa. Janela do Windows Explorer Logo abaixo dos componentes que já conhecemos (barra de título, barra de menus e barra de ferramentas), existe uma divisão vertical, é a exibição de todas as pastas. Modos de

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007 Tutorial Word 2007 Este tutorial pretende introduzir algumas das ferramentas automáticas do Word para a geração de sumários, índices de figuras ou tabelas, referencias e citações automáticas ao longo do

Leia mais

AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer o controle de exibição do documento; Fazer a correção ortográfica do documento

Leia mais

Prática 3 Microsoft Word

Prática 3 Microsoft Word Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Campus Sousa Disciplina: Informática Básica Prática 3 Microsoft Word Assunto: Tópicos abordados: Prática Utilização dos recursos

Leia mais

MicrovixPOS Configurações Iniciais do IE e Testes de Desempenho da Internet

MicrovixPOS Configurações Iniciais do IE e Testes de Desempenho da Internet MicrovixPOS Configurações Iniciais do IE e Testes de Desempenho da Internet Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data Autor Descrição 13/06/2012

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Estruturando um aplicativo

Estruturando um aplicativo Com o Visual FoxPro, é possível criar facilmente aplicativos controlados por eventos e orientados a objetos em etapas. Esta abordagem modular permite que se verifique a funcionalidade de cada componente

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: O que é a Internet? 3 O que são Intranets? 3 Sobre o Nestcape Navigator 3 Para iniciar o

Leia mais

Apostila da Ferramenta AdminWEB

Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila AdminWEB SUMÁRIO OBJETIVO DO CURSO... 3 CONTEÚDO DO CURSO... 4 COMO ACESSAR O SISTEMA... 5 CONHEÇA OS COMPONENTES DA PÁGINA... 6 COMO EFETUAR O LOGIN... 9 MANTER

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Página1 Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Página2 Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas...10 Página3

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalação do Componente TcomPort

Instalação do Componente TcomPort Instalação do Componente TcomPort O componente para porta serial TcomPort, pode ser baixado na página www.jclima.tk. Estando na página principal, selecione o link para a página downloads. Selecione então

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br PESQUISAS NA WEB 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br No Laboratório do Paraná Digital o Google está configurado no sistema como buscador padrão. Para acessá-lo,

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

6 Aplicações Ricas para Internet

6 Aplicações Ricas para Internet 6 Aplicações Ricas para Internet DESENVOLVIMENTO WEB II - 7136 6.1. Evolução das aplicações para web O crescente número de pessoas que usufruem da informatização das tarefas cotidianas, viabilizadas na

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira 1 CDI - Curso de Webdesign - Prof. Paulo Trentin Objetivos para esta aula Debater sobre

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES

O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES O TECLADO DO COMPUTADOR EM DETALHES Por José Luís de F. Farias O TECLADO Em todos os países os teclados são diferentes quanto ao LAYOUT. Esse termo em inglês define a aparência, a disposição e organização

Leia mais

Apostila Básica de Criação de Instalador por Giosepe Luiz 1

Apostila Básica de Criação de Instalador por Giosepe Luiz 1 Apostila Básica de Criação de Instalador por Giosepe Luiz 1 Sumário 1. Introdução... 03 2. Conhecendo a Interface... 03 3. Localização de Arquivo... 04 4. Geral... 05 5. Colocando Arquivos... 06 6. Requisitos

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER Sumário Sumário...2 Instalação do Luz do Saber no Linux...3 1ª opção Utilizando um Instalador...3 2ª opção Utilizando comandos no Konsole...6 Observações Importantes...7

Leia mais

Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites.

Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites. Bem vindo ao ajuda do software QUICKFISH para criação de sites. SUMÁRIO 1 Exemplo de site criado no software QUICKFISH...02 2 Salvando Seu Site...03 3 Publicando Seu Site...03 4 Visão inicial do Software

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

Manual do Publicador. Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web

Manual do Publicador. Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web Manual do Publicador Wordpress FATEA Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web Sumário Painel de Administração... 3 1 - Inserção de post... 5 2 Publicação de post com notícia na área headline (galeria de

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Word e Excel. Marque Certo ou Errado

Word e Excel. Marque Certo ou Errado A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão União Européia é o único trecho formatado como negrito e a palavra continente está selecionada.

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

MANUAL DE GERAÇÃO E DISPOSIÇÃO DE IMAGENS

MANUAL DE GERAÇÃO E DISPOSIÇÃO DE IMAGENS MANUAL DE GERAÇÃO E DISPOSIÇÃO DE IMAGENS Página 1 Titulo do Manual Manual de Geração e Disposição de Imagens Elaboração Humberto Heitor de Lima Matheus Versão 1.0 Data Elaboração 03/03/2011 Paginas 48

Leia mais

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Fabricio Leonard Leopoldino Descreve o processo de download, instalação e configuração do J2SE 5.0 JDK, no Windows 2000 e no Windows XP. 1 - Introdução Para

Leia mais

INSERIR DOCUMENTOS DE MIDÍAS (imagem, vídeos, planilhas, textos, etc...)

INSERIR DOCUMENTOS DE MIDÍAS (imagem, vídeos, planilhas, textos, etc...) INSERIR DOCUMENTOS DE MIDÍAS (imagem, vídeos, planilhas, textos, etc...) Dependendo do tipo de arquivo a ser inserido, o a tela pode ser diferente. Ex. 1 Ex. 2 Vamos falar primeiro do exemplo 1. Ao clicar

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Manual de Cotizações (esse manual se aplica a partir da versão 2011/0003 do Expert Turismo e Lazer)

Manual de Cotizações (esse manual se aplica a partir da versão 2011/0003 do Expert Turismo e Lazer) Manual de Cotizações (esse manual se aplica a partir da versão 2011/0003 do Expert Turismo e Lazer) Você deve acessar o item Lançamentos na tela de entrada e depois clicar no botão Cotizações. Este programa

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Zimbra Versão 8.0.2 Sumário ACESSANDO O EMAIL... 1 ESCREVENDO MENSAGENS E ANEXANDO ARQUIVOS... 1 ADICIONANDO CONTATOS... 4 ADICIONANDO GRUPOS DE CONTATOS... 6 ADICIONANDO

Leia mais

Irá abrir a página de login. Digite ali seu Nome de usuário e senha. Idioma, deixe padrão. Aperte enter ou click sobre o botão Acessar.

Irá abrir a página de login. Digite ali seu Nome de usuário e senha. Idioma, deixe padrão. Aperte enter ou click sobre o botão Acessar. Criando um artigo Painel Administrativo Para criar um artigo, entre no Painel Administrativo do seu site pelo endereço do mesmo, acrescentando no final /administrator (ex: HTTP://www.seusite.com.br/administrator

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

StarOffice Módulo StarWriter

StarOffice Módulo StarWriter Gerência de Transferência Tecnológica - GTTEC StarOffice Módulo StarWriter Autora Daniela Cristina Maestro Fevereiro/2000 Gerência de Transferência Tecnológica - GTTEC Índice Requisitos para Instalação...

Leia mais

Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista

Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista Nome: Gabarito Para resolver as questões abaixo considere o Sistema Operacional Microsoft Windows Vista 1) O Centro das configurações do Windows, onde pode ser acessado cada um dos dispositivos componentes

Leia mais

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário

CADERNOS DE INFORMÁTICA Nº 1. Fundamentos de Informática I - Word 2010. Sumário CADERNO DE INFORMÁTICA FACITA Faculdade de Itápolis Aplicativos Editores de Texto WORD 2007/2010 Sumário Editor de texto... 3 Iniciando Microsoft Word... 4 Fichários:... 4 Atalhos... 5 Área de Trabalho:

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

O que é o Microsoft Office?

O que é o Microsoft Office? Aula 1 O que é o Microsoft Office? O Microsoft Office é um pacote de programas para escritório que faz parte de um único DVD. Você aprenderá neste curso a trabalhar com os programas mais famosos do pacote

Leia mais

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional

Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional Apresentando o Sistema GeoOffice GPS Profissional O Sistema GeoOfficeGPS é uma ferramenta de automação desenvolvida pela Solution Softwares LTDA-ME para auxiliar no armazenamento e manipulação de dados

Leia mais

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo Versão 3.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Controla Tudo Manual do Controla Tudo SOFTWARE PARA CONTROLE DE PONTO VIA IMPRESSÃO DIGITAL OU DÍGITOS Manual do Controla Tudo Versão 3.0 Carbon System Rua Coronel

Leia mais

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site Tutorial USERADM Inserindo conteúdos no site Como acessar o Administrador de Conteúdos do site? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o site da Prefeitura de Aliança-TO,

Leia mais

De posse desses arquivos, podemos escolher o método que será utilizado para inserir a mensagem na imagem. Os métodos mais comuns incluem:

De posse desses arquivos, podemos escolher o método que será utilizado para inserir a mensagem na imagem. Os métodos mais comuns incluem: Postado Em 25/08/2015 [data do post] por Fábio dos Reis [autor do post] em Segurança [categoria do post] Esteganografia é a prática de esconder mensagens, arquivos ou imagens / vídeos dentro de outras

Leia mais

Informática Básica para o PIBID

Informática Básica para o PIBID Universidade Federal Rural do Semi Árido Programa Institucional de Iniciação à Docência Informática Básica para o PIBID Prof. Dr. Sílvio Fernandes Roteiro O Tamanho e Resolução de imagens O Compactação

Leia mais

CargoBoss 2.0 Guia de Configuração

CargoBoss 2.0 Guia de Configuração CargoBoss 2.0 Guia de Configuração INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE. CargoBoss

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais