Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e Estrutura de apresentação Objectivo do Plano Caracterização geral da comercialização agrícola Principais Intervenientes na Comercialização Agrícola Intervenção do Instituto de Cereais de Moçambique Bolsa de Produtos Alimentares Estágio Actual da Comercialização Agrícola Agro-processamento 2

2 Objectivo do Plano Incentivar o aumento da produção agrícola, melhorar, dinamizar e desenvolver as campanhas de comercialização agrícola de 2011 e 2012, através de realização de um conjunto de acções de curto e médio prazos, com vista a assegurar a sua efectiva realização. 3 Caracterização geral da comercialização agrícola A comercialização tem vindo a crescer, como resultado do aumento da produção, do ambiente favorável de negócios criado pelo Governo e do empenho dos intervenientes neste processo. 4

3 Caracterização da comercialização agrícola (cont.) As previsões da comercialização agrícola são boas. Campanha 2011 (em curso) tons de 12 produtos da nomenclatura do plano, o que representará um crescimento de cerca de 6,7% em relação a 2010; Campanha tons de produtos diversos, o que representará um incremento de 8% em relação a previsão de Caracterização geral da comerc. agrícola (cont.) Real e Previsões Produto Real Real Projecções Cresc. % Projecções 2012 Cresc. % =5/4 6 7=6/5 Milho , ,9 Arroz , ,7 Trigo , ,3 Mapira , ,0 Mandioca , ,3 Feijão , ,8 Amendoim , ,6 Soja , ,1 Girassol , ,6 Copra , ,5 Mafurra , ,2 C. Caju , ,2 Total , ,1 6

4 Principais intervenientes na Comerc. Agrícola Zona Norte Existem 12 grandes operadores industriais e comerciais Zona Centro Existem 16 operadores Zona Sul Existem 2 grandes operadores que compram, processam e vendem arroz. Não obstante a existência destes intervenientes, o produtor continua a reclamar por melhores preços de venda dos seus produtos e de mercado. 7 Intervenção do ICM A intervenção do ICM tem em vista dinamizar o processo de compra, escoamento, conservação e venda de cereais e outros produtos agrícolas e garantir a gestão de reservas estratégicas no âmbito da segurança alimentar. 8

5 Intervenção do ICM (cont.) Pretende-se, especificamente, com esta intervenção : Incentivar o aumento da produção; Assegurar uma maior disponibilidade de milho e outros produtos agrícolas no mercado para o consumo da população; Evitar situações de perdas de produção por falta de compradores; Contribuir para a estabilização de preços dos produtos agrícolas; Criar as bases para que o produtor possa negociar e beneficiar de um preço remunerativo à sua actividade. 9 Intervenção do ICM (cont.) As províncias com maior produção agrícola são as seguintes: Na Zona Norte: Niassa, Cabo Delgado e Nampula Na Zona Centro: Zambézia, Tete, Manica e Sofala Prevê-se que na presente campanha o ICM compre cerca de toneladas de excedentes agrícolas nas províncias de Niassa, Cabo Delgado, Zambézia e Tete. A compra dos excedentes agrícolas será feita directamente aos produtores e aos pequenos comerciantes com vista a assegurar mercado, nos distritos com potencial agrícola 10

6 Intervenção do ICM - Compras por Distritos 2011 (toneladas) Plano de Intervenção do ICM no Processo de Comercialização Agrícola 2011 Lichinga, Marrupa, Ngauma e Sanga Balama, Chiúre, Montepuez, Muidumbe e Nangade Angónia, Macanga, Tsangano e Moatize Alto Molócue, Milange, Lugela, Mocuba, Nicoadala e Morrumbala 11 Intervenção do ICM - Compras por Distritos 2012 (toneladas) Plano de Intervenção do ICM no Processo de Comercialização Agrícola 2012 Lichinga, Marrupa, Ngauma e Sanga Balama, Chiúre, Montepuez, Muidumbe e Nangade Angónia, Macanga, Tsangano e Moatize Búzi, Gorongosa e Nhamatanda Alto Molócue, Milange, Lugela, Mocuba, Nicoadala e Morrumbala Ribáuè, Malema, Mecuburi, Mossuril e Nacaroe (Erati) 12

7 Intervenção do ICM (cont.) Os critérios que nortearam a priorização da compra para as províncias em referência foram: Necessidade de aproveitamento das infraestruturas de armazenagem existentes e em construção; Necessidade de capacitação do ICM, através de uma intervenção faseada em termos de cobertura territorial. 13 Intervenção do ICM (cont.) Em 2012 prevê-se a compra de toneladas de excedentes agrícolas nas Províncias com potencial agrícola, nomeadamente Niassa, Cabo Delgado, Nampula, Zambézia, Tete e Sofala. 14

8 Intervenção do ICM, via parceiros Serão igualmente adquiridas, em 2011, cerca de toneladas de excedentes agrícolas, através dos parceiros do ICM (que arrendam armazéns), nomeadamente Export Marketing Co Lda e V&M Co Lda; Para a concretização desta operação, foram assinados Memorandos de Entendimento entre ICM e seus parceiros que lhes obrigam a comprar milho e outros produtos. 15 Intervenção do ICM, via parceiros (cont.) O PMA prevê adiquirir em 2011 cerca de toneladas de milho e feijões nas províncias de Sofala, Manica, Tete, Zambézia e Nampula por compra directa às associações de produtores e aos pequenos e médios comerciantes, por via concursos limitados. 16

9 Calendário de Compras do ICM e dos Privados Descrição Marc Abr Mai Jun. Jul Ag. Set. Out. Nov. Colheitas Comercialização Compras do ICM Compras de privados 17 Bolsa de Produtos Alimentares A médio e longo prazos, a Bolsa de Produtos Alimentares irá contribuir na dinamização da comercialização agrícola através de: mecanismo transparente de compra e venda de excedentes agrícolas; criação de condições para transacção de futuros (venda de produtos na data presente para entrega no futuro); 18

10 Bolsa de Produtos Alimentares A criação de um sistema transparente de negociação entre vendedores e compradores para geração de preços de equilíbrio que possa servir de referência na tomada de decisões sobre a produção; O programa de construção de silos, a serem geridos de forma profissional e orientada para rentabilidade, constitui uma plataforma para a operacionalização da bolsa de produtos alimentares. 19 Estágio Actual da Comercialização Agrícola A campanha de comercialização agrícola 2011 iniciou nos finais de Maio e até Julho de 2011 foram comercializadas tons de produtos diversos, no valor de ,00 MT, de um volume projectado de tons, o que representa: Um nível de realização do plano de 40,8%. Um crescimento de 11,3% em relação a igual período do ano transacto. 20

11 Evolução da comercialização dos principais produtos Julho 2010 e 2011 (em toneladas) 300, , , ,000 Real/10 Real/11 100,000 50,000 0 Milho Mandioca Feijão Amendoim C.Cajú 21 Preços médios de milho, praticados em Julho 2011, comparados com Julho de 2010 (MT/KG) 22

12 Acções realizadas e em curso Elaborados e assinados memorandos de entendimento com agentes económicos que estão a arrendar os armazéns do ICM, visando o seu envolvimento na comercialização; Prosseguimento da organização dos produtores em associações como forma de garantir a concentração da produção e negociação de melhores preços; Inauguradas as feiras agro-comerciais permanentes nos distritos de Mandimba (Luelele) - Niassa e Chifunde (Cassacatiza)- Tete, no âmbito de organização e facilitação do comércio fronteiriço; 23 Acções realizadas e em curso Organizar e capacitar o ICM com meios humanos, materiais e financeiros para a intervenção na compra, escoamento, conservação e venda de produtos agrícolas; Em curso a instalação de duas unidades de agroprocessamento de milho e trigo em Angónia (Tete) e de arroz em Namacurra (Zambézia), cuja conclusão se prevê para Novembro de 2011; 24

13 Acções realizadas e em curso Em curso a melhoria do sistema de recolha e divulgação da informação de preços e mercados agrícolas; Em curso a realização de feiras agrícolas periódicas nos diversos distritos e postos administrativos; Em curso a capacitação dos técnicos dos Serviços Distritais de Actividades Económicas e ICM em matérias relacionadas com a comercialização e mercados agrícolas (capacitados os técnicos da zona Sul, seguindo em Setembro de 2011, os das zonas Centro e Norte do País); Prosseguir a construção de silos da 1ª e 2ª fase, num total de 39 silos, com a capacidade total de tons; 25 Agro-processamento As acções de promoção têm sido focalizadas na instalação de unidades de processamento de pequena escala de produtos agrícolas em parceria com sector privado; Como resultado deste trabalho, foram instaladas cerca de unidades industriais de processamento de cereais, frutas, hortícolas e oleaginosas nas diversas províncias de 2007 a

14 Agro-processamento (cont.) Está em curso a instalação de 2 moageiras para processamento de produtos agrícolas, sendo uma de milho e ração, no Distrito de Angónia e outra de arroz e farelo no Distrito de Namacurra, como segue: 27 Agro-processamento (cont.) Moageira Local Capacidade instalada Processamento de milho e rações Processamento de arroz Angonia Tete Namacurra Zambézia tons de milho e tons de rações por ano Produto acabado F. Milho Ração tons/ano Arroz limpo Farelo Data de conclusão Novembro/11 Novembro/11 28

15 Agro-processamento (cont.) Estão, igualmente, em implantação Centros de Transferência de Conhecimento que são unidades piloto de processamento industrial que permitirão as comunidades locais aprenderem a utilizar equipamentos e tecnologias de processamento de produtos agrícolas. a) CTC de Chókwè processamento de fruta, tomate, hortícolas e milho; b) CTC Boane mandioca e milho; c) CTC Ribauè mandioca. d) Em Xilembene hortícolas, polpa de tomate e fruta. 29 Muito Obrigado 30

18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040

18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040 18 de Junho de 2015 Quente-Quente No. 1040 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937

19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937 19 de Junho de 2013 Quente-Quente No. 937 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura - Direcção

Leia mais

15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967

15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967 15 de Janeiro de 2014 Quente-Quente No. 967 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE ABRIL, 2015 Estrutura da Apresentação 2 I. Papel do CEPAGRI II. III. IV.

Leia mais

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura - Direcção

Leia mais

MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO

MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO INFOCOM MIC REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DIRECÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO Boletim Especial/Setembro de 7 DNC/MIC BOLETIM ESPECIAL DO BALANÇO ALIMENTAR ABRIL DE 7 A MARÇO DE 8

Leia mais

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura

Leia mais

Boletim Semanal do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula

Boletim Semanal do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula Boletim Semanal do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula Publicação da Direcção Provincial de Agricultura e Desenvolvimento Rural Telef. 213308; Fax 214177 e-mail: dpadrafnpla@teledata.mz

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES Deliberação n.º 65/CNE/2014 De 3 de Agosto Atinente ao ajustamento da distribuição, por cada círculo eleitoral, de número de deputados da Assembleia

Leia mais

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Apresentado pelo Director do Centro de Promoção da Agricultura Abdul Cesar Mussuale Turino, Fevereiro 2012 Estrutura de Apresentacao I. Informacao

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 66/CNE/2014 De 3 de Agosto

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES. Deliberação n.º 66/CNE/2014 De 3 de Agosto REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES Deliberação n.º 66/CNE/2014 De 3 de Agosto Atinente aos locais de constituição e funcionamento das Assembleias de Voto Havendo necessidade de determinar

Leia mais

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Cai em Alguns Mercados

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Cai em Alguns Mercados 05 de Janeiro de 2006 Quente-Quente No. 548 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA Programa de Cooperação Trilateral para o Desenvolvimento Agrário do Corredor de Nacala (ProSAVANA) Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Leia mais

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ENERGIA DIRECÇÃO DE ESTUDOS E PLANIFICA ÇÃO PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 Nampula, 16 de Agosto de 2012 MINISTÉRIO DA ENERGIA 1 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

ELEIÇÕES GERAIS Resultados das Eleições Presidenciais TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS

ELEIÇÕES GERAIS Resultados das Eleições Presidenciais TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS PROVÍNCIA / REGIÃO Assembleias de Voto Eleitores Inscritos ELEIÇÕES GERAIS 2004 - Resultados das Eleições Presidenciais RAUL DOMINGOS ARMANDO GUEBUZA TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS JACOB SIBINDY AFONSO

Leia mais

Fórum da Conectividade Rural

Fórum da Conectividade Rural FUNDO DO SERVIÇO DE ACESSO UNIVERSAL (FSAU) Fórum da Conectividade Rural O Fundo do Serviço de Acesso Universal e o seu papel na promoção de parcerias Público- Privadas para a conectividade rural Apresentado

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários MINISTÉRIO DA AGRICULTURA Direcção Nacional dos Serviços Agrários AVALIAÇÃO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA 2009-10 Conteúdo da Apresentação 1. Previsão da estação chuvosa 2009/10 e interpretação na agricultura;

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SECTOR AGRÁRIO PEDSA 2011-2020

PLANO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SECTOR AGRÁRIO PEDSA 2011-2020 República de Moçambique Ministério da Agricultura PLANO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SECTOR AGRÁRIO PEDSA 2011-2020 3 de Maio 2011 1 I. Contextualização II. Fundamentação III. Visão e Missão IV.

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS- PONTO DE SITUAÇÃO DA CAMPANHA AGRÍCOLA 2008/09 E PERSPECTIVAS DA CAMPANHA 2009/10

PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS- PONTO DE SITUAÇÃO DA CAMPANHA AGRÍCOLA 2008/09 E PERSPECTIVAS DA CAMPANHA 2009/10 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS- PONTO DE SITUAÇÃO DA CAMPANHA AGRÍCOLA 2008/09 E PERSPECTIVAS DA CAMPANHA 2009/10 INFORMAÇÃO PARA A COMISSÃO

Leia mais

ELEIÇÕES GERAIS Resultados das Eleições Legislativas TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS

ELEIÇÕES GERAIS Resultados das Eleições Legislativas TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS ELEIÇÕES GERAIS 2004 - Resultados das Eleições Legislativas TOTAL NACIONAL DOS RESULTADOS PROVINCIA / REGIÃO Assembleias de voto Eleitores Inscritos RENAMO-UE FRELIMO PDD PARENA SOL PEC-MT PIMO PASOMO

Leia mais

Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique

Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique Estudo Sobre a Disseminação e Adopção das Variedades de Batata Doce de Polpa Alaranjada em Moçambique Por: Maria Isabel Andrade, Abdul Naico e Jose Ricardo INIA/IITA-Moçambique, Tel.258 1 461610, e-mail:

Leia mais

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Importado Cai Depois da Quadra Festiva em Alguns Mercados

Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo. Preço do Arroz Importado Cai Depois da Quadra Festiva em Alguns Mercados 04 de Janeiro de 2008 Quente-Quente No. 652 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO ESTATAL Direcção Nacional de Promoção do Desenvolvimento Rural A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais

Leia mais

O QUE A TDM ESTÁ A FAZER PARA SOLUCIONAR OS DESAFIOS DA CONECTIVIDADE RURAL EM MOÇAMBIQUE PROGRAMAS E PRAZOS

O QUE A TDM ESTÁ A FAZER PARA SOLUCIONAR OS DESAFIOS DA CONECTIVIDADE RURAL EM MOÇAMBIQUE PROGRAMAS E PRAZOS O QUE A TDM ESTÁ A FAZER PARA SOLUCIONAR OS DESAFIOS DA CONECTIVIDADE RURAL EM MOÇAMBIQUE PROGRAMAS E PRAZOS DEFINIÇÃO ACTUAL DE COBERTURA No âmbito do projecto de cobertura distrital, um distrito considera-se

Leia mais

Audiência Parlamentar Internacional em Moçambique Maputo, 19 de Setembro de 2009 1. ELECTRIFICAÇÃO RURAL EM MOÇAMBIQUE Moçambique é rico em recursos energéticos, como é o caso da energia hidroeléctrica,

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVOSoja

BOLETIM INFORMATIVOSoja BOLETIM INFORMATIVOSoja Ed. No 03 Bimensal / Maio-Junho 2011 Director: Luís Pereira Editor: Belchion Lucas MOLUMBO, NOVO QUARTEL GENERAL DA SOJA O P o s t o Administrativo de Molumbo, distrito de Milange,

Leia mais

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura?

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? Outubro 2014 A agricultura é um importante contribuinte para a economia de Moçambique

Leia mais

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE 1 O CEPAGRI (1-3) 2 Criado através do Decreto nº 20/2006 de 29 de Junho como instituição subordinada ao Ministério da Agricultura Criado com objectivo de: Estimular

Leia mais

Custos das Fontes Dispersas em Moçambique

Custos das Fontes Dispersas em Moçambique Folheto Informativo Moç. C 01 Custos das Fontes Dispersas em Moçambique Análise dos custos unitários dos contractos de 2009 Júlia Zita, Arjen Naafs WASHCost Dezembro, 2010 O objectivo deste documento da

Leia mais

BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011)

BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011) REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA DIRECÇÃO NACIONAL DOS SERVIÇOS AGRÁRIOS BALANÇO PRELIMINAR DA CAMPANHA AGRÍCOLA (2010/2011) Agosto, 2011 Conteúdo de Apresentação 1. Introdução 2. Principais

Leia mais

Nippon Biodiesel Fuel, Co., Ltd. Moçambique, Cabo Delgado

Nippon Biodiesel Fuel, Co., Ltd. Moçambique, Cabo Delgado Diretora do Projecto: Misaki Seki Nippon Biodiesel Fuel, Co., Ltd. Moçambique, Cabo Delgado Modelo de Produção Local e Consumo Local de Energia, Segurança Alimentar e Finança em Mozambique Conteudo 1.

Leia mais

02 de Abril de 2015 Quente-Quente No. 1029

02 de Abril de 2015 Quente-Quente No. 1029 02 de Abril de 2015 Quente-Quente No. 1029 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura -

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM MOÇAMBIQUE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM MOÇAMBIQUE Lourenço Sambo e Danilo Nalá Lisboa, 17 de Julho de 2015 CONTEÚDO 1

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO 5ᵃ Edição ORÇAMENTO CIDADÃO 2016 Visão: Assegurar a participação do Cidadão em

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE Programa Nacional de Controle das DTS/HIV/SIDA Grupo Técnico Relatório do Encontro para Divulgação Dos dados das Taxas de Prevalência

Leia mais

Apresentado por: Miquelina Menezes Maputo, 17 de Novembro de 2011

Apresentado por: Miquelina Menezes Maputo, 17 de Novembro de 2011 Energia Para Moçambique Análise do potencial do país no âmbito da geração de energias renováveis e revisão dos projectos de energia solar, eólica, hídrica, biomassa e biodiesel Apresentado por: Miquelina

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX 1 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX MOÇAMBIQUE Informação Geral IPEX Instituto para a Promoção de Exportações POTENCIAIS SECTORES DE EXPORTAÇÃO Por Provincia

Leia mais

POTENCIALIDADES ECONÓMICAS, OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA PROVÍNCIA

POTENCIALIDADES ECONÓMICAS, OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA PROVÍNCIA República de Moçambique Governo da Província de Nampula POTENCIALIDADES ECONÓMICAS, OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA PROVÍNCIA Eráti Memba Malema Lalaua Ribáuè Murrupul a Mecuburi Mogovolas Nacarôa Nacala-Porto

Leia mais

Estudo do sub-sector de sementes para SDC

Estudo do sub-sector de sementes para SDC Estudo do sub-sector de sementes para SDC Constatações e recomendações Rui de Nazaré Ribeiro Índice da Apresentação 1. Objectivos e metodologia 2. Situação do sub-sector de sementes (SSS) Análise por segmento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DEFINITIVOS E DE INDICADORES SÓCIO DEMOGRÁFICOS DO CENSO 2007 Tete, 9 de Junho, 2009 INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA Nesta apresentação vamos abordar 16 tópicos do Censo 2007

Leia mais

Procura de Feijão Manteiga em Alta em Angónia

Procura de Feijão Manteiga em Alta em Angónia 21 de Abril de 20044XHQWH4XHQWHNo. 459,QIRUPDomR6HPDQDOGH0HUFDGRV$JUtFRODVQR3DtV5HJLmRH0XQGR Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) MADER-Direcção de Economia-Dpto. Estatística

Leia mais

ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE ESTRATÉGIAS DO GOVERNO E OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE 1 Preparada para o Lançamento da Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 11 de Abril de 2013 Moçambique:

Leia mais

1.1. Antecedentes do Estudo

1.1. Antecedentes do Estudo CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.1. Antecedentes do Estudo 1.1.1. Antecedentes do Estudo A estrutura básica do Programa de Cooperação Triangular para o Desenvolvimento Agrícola da Savana Tropical em Moçambique

Leia mais

MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014

MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014 MOÇAMBIQUE Projecção de Segurança Alimentar Outubro 2013 a Março de 2014 Espera-se período de escassez menos severo devido a boa produção da segunda época e preços de alimentos estáveis DESTAQUES Figura

Leia mais

Casamentos Prematuros em Moçambique: Que Distritos Estão Mais Afectados?

Casamentos Prematuros em Moçambique: Que Distritos Estão Mais Afectados? Versão Resumida Casamentos Prematuros em Moçambique: Que Distritos Estão Mais Afectados? Casamentos Prematuros em Moçambique: Que Distritos Estão Mais Afectados? Carlos Arnaldo Milton Sengo Estêvão Manhice

Leia mais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais O desenvolvimento das ações em diferentes projetos poderão identificar

Leia mais

23 de Abril de 2014 Quente-Quente No. 981

23 de Abril de 2014 Quente-Quente No. 981 5 Preco real (Mts/kg) 10 15 20 Preco real (Mts/kg) 22 24 26 28 30 23 de Abril de 2014 Quente-Quente No. 981 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação

Leia mais

associados do Mukhero

associados do Mukhero Oportunidades e Desafios do Comércio Externo em Moçambique Principais serviços do IPEME que contribuem formalização dos associados do Mukhero Por: Adriano Claire Zimba, Director Geral 27 de Maio de 2014

Leia mais

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique I. Introdução Nos últimos anos, uma das principais apostas

Leia mais

7/1/14. Conteúdos da Apresentação

7/1/14. Conteúdos da Apresentação Conteúdos da Apresentação República de Moçambique Ministério da Agricultura Ins:tuto do Algodão de Moçambique XII Reunião do SEACF A. Banze IAM Agronomist Maputo, 7-8 de Junho de 04 Piloto de Seguro Agrário

Leia mais

As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural

As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO ESTATAL Direcção Nacional de Promoção do Desenvolvimento Rural As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural

Leia mais

Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique

Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique 3 Operador de Telecomunicações Móveis Celular em Moçambique Uma Oportunidade de Negócio Atractiva Américo Muchanga Director Geral do INCM dg@incm.gov.mz Tópicos da Apresentação 1. Cronograma do concurso;

Leia mais

Boletim Semanal do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula. Publicação da Direcção Provincial da Agricultura

Boletim Semanal do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula. Publicação da Direcção Provincial da Agricultura Boletim l do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas da Província de Nampula Publicação da Direcção Provincial da Agricultura Telef. 213308; Fax 214177 A Direcção Provincial de Agricultura de Nampula,

Leia mais

28 de Agosto de 2002. Destaques

28 de Agosto de 2002. Destaques Famine Early Warning Systems Network 28 de Agosto de 2002 Destaques Uma avaliação rápida de necessidades alimentares foi levada a cabo de 22 de Julho a 11 de Agosto de 2002 por equipas do PMA, FEWS NET,

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 2025 COMÉRCIO, LOGÍSTICA E DISTRIBUIÇÃO

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 2025 COMÉRCIO, LOGÍSTICA E DISTRIBUIÇÃO REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO COMÉRCIO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 2025 COMÉRCIO, LOGÍSTICA E DISTRIBUIÇÃO Estado Entidade Promotora Nova Rede Comercial Parceiro Estratégico (Assegura)

Leia mais

POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM

POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM Diretoria de Política Agrícola e Informações - Dipai Superintendencia de Gestão da Oferta - Sugof POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM Por: Carlos Eduardo Tavares Maio de 2012 RAZÃO DA POLÍTICA

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS 04 de maio de 2009 RAZÃO DA POLÍTICA AGRÍCOLA CARACTERÍSTICA DA PRODUÇÃO Concentrada no tempo Consumo ao longo do ano Perecibilidade Baixo valor agregado Alta dispersão

Leia mais

www.sodepacangola.com

www.sodepacangola.com EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSULTORIA Título do projecto: PROJECTO KUKULA KU MOXI, NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DAS CADEIAS DE DISTRIBUIÇÃO PARA O AGRONEGÓCIO (ASDP) 1. Introdução

Leia mais

CONSELHO DE MINISTROS

CONSELHO DE MINISTROS CONSELHO DE MINISTROS Decreto n.º 35/02 de 28 de Junho Considerando a importância que a política comercial desempenha na estabilização económica e financeira, bem como no quadro da inserção estrutural

Leia mais

BOLETIM DA REPÚBLICA 11.º SUPLEMENTO PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 SUMÁRIO

BOLETIM DA REPÚBLICA 11.º SUPLEMENTO PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 SUMÁRIO Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011 I SÉRIE Número 52 BOLETIM DA REPÚBLICA PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE 11.º SUPLEMENTO IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Conselho de Ministros: Decreto

Leia mais

MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS

MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS MINISTERIO DA AGRICULTURA E PESCAS Direcção de Economia Agrária Relatórios Preliminares de Pesquisa Diagnóstico da Estrutura, Comportamento, e Desempenho dos Mercados Alimentares Rurais de Moçambique Por

Leia mais

1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO

1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO 1ª CONFERÊNCIA IBÉRICA DE EMPREENDEDORISMO Painel: Empreendedorismo Social - 27 e 28 de Outubro de 2011 Práticas Inovadoras de Responsabilidade Social e Empreendedorismo Cascais, 27 de Outubro de 2011

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 1 INOVAÇÃO Ação 1.1 GRUPOS OPERACIONAIS Enquadramento Regulamentar Artigos do Regulamento (UE) n.º 1305/2013, do Conselho e do Parlamento

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 3 - VALORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA Versão submetida à CE a 5 de maio de 2014 sujeita a aprovação Ação 3.1 JOVENS AGRICULTORES Nota

Leia mais

Estimulando o investimento sustaintavel na agricultura. Catalysing sustainable Investment in Agriculture

Estimulando o investimento sustaintavel na agricultura. Catalysing sustainable Investment in Agriculture Estimulando o investimento sustaintavel na agricultura Catalysing sustainable Investment in Agriculture Oportunidade de Investmento no Corredor da Beira Quase 10 milhões de hectares de solos apropriados

Leia mais

Id: 40267 (42 years)

Id: 40267 (42 years) Foto não disponível Id: 40267 (42 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Masculino Data de nascimento: 25/06/1973 País: Mozambique, Região: Niassa, Cidade: Lichinga Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO:

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo

Regulamento. Preâmbulo Regulamento Preâmbulo As Empresas e os Empreendedores são a espinha dorsal de qualquer economia, em termos de inovação, de criação de emprego, de distribuição de riqueza e de coesão económica e social

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 CALENDÁRIO AGRÍCOLA - FEIJÃO Safra 1ª - Safra das Águas 2ª - Safra da Seca 3ª - Safra de Inverno Principais Regiões Sul, Sudeste,

Leia mais

Mercados Registam Queda de Preço de Milho Branco

Mercados Registam Queda de Preço de Milho Branco 12 de Março de 20034XHQWH4XHQWHNo. 401,QIRUPDomR6HPDQDOGH0HUFDGRV$JUtFRODVQR3DtV5HJLmRH0XQGR Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) MADER-Direcção de Economia-Dpto. Estatística

Leia mais

PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola

PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola 1º CONGRESSO DOS ENGENHEIROS DE LÍNGUA PORTUGUESA 18 de Setembro de 2012 Agenda da apresentação do PESGRU I. Enquadramento do PESGRU

Leia mais

Contexto das PME s em Moçambique

Contexto das PME s em Moçambique MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Conferência sobre Fontes Alternativas de Financiamento às Contexto das em Moçambique Por Claire Zimba, Director Geral Indy Village, 09:30Hrs, 21 de Maio de 2015, Cidade

Leia mais

PREÇOS RELATIVOS MENSAIS MERCADO MERCADO 01 QUELIMANE 02 NAMACURRA 03 MALEI 04 MEXIXINE-IACOTA 05 MEXIXINE-ALBAZINO 06 LUALUA

PREÇOS RELATIVOS MENSAIS MERCADO MERCADO 01 QUELIMANE 02 NAMACURRA 03 MALEI 04 MEXIXINE-IACOTA 05 MEXIXINE-ALBAZINO 06 LUALUA CODIGOS PREÇOS RELATIVOS MENSAIS MERCADO MERCADO 01 QUELIMANE 02 NAMACURRA 03 MALEI 04 MEXIXINE-IACOTA 05 MEXIXINE-ALBAZINO 06 LUALUA UNIDADE DE VENDA UNIDADE DE VENDA 01 UNIDADE 02 LATA DE LEITE/PEQUENA

Leia mais

Cooperação no Ensino Politécnico Orlando Rodrigues

Cooperação no Ensino Politécnico Orlando Rodrigues Os Dias do Desenvolvimento Conhecimento, Capacitação e Transferência de Tecnologia Lisboa, 22 de Abril Cooperação no Ensino Politécnico Orlando Rodrigues Objectivo: Breve reflexão em torno da experiência

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS 2008-2011

PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS 2008-2011 PLANO DE ACÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS 2008-2011 1. Contexto Internacional da Crise Razoes: Carência e agravamento mundial dos preços de alimentos, sem perspectivas de melhoria a médio prazo. O aumento

Leia mais

DESAFIOS DA INCLUSÃO FINANCEIRA EM MOÇAMBIQUE:

DESAFIOS DA INCLUSÃO FINANCEIRA EM MOÇAMBIQUE: DESAFIOS DA INCLUSÃO FINANCEIRA EM MOÇAMBIQUE: Uma Abordagem do Lado da Oferta Seminário Governo/FMI Instrumento de Apoio as Políticas: Experiências e Perspectivas 11 de Março de 2013 Estrutura 1. Motivação

Leia mais

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE Cuidados de Saúde Primários em Moçambique Já foi há mais de 30 anos que o sonho de Saúde para todos

Leia mais

Database Moçambique Database Moçambique - As Categorias Categoria Total de Registos

Database Moçambique Database Moçambique - As Categorias Categoria Total de Registos Database Moçambique - As Categorias Conheça aqui todas as mais de 290 categorias que fazem parte da Database Moçambique. Ao lado tem disponíveis 2 botões que lhe permitem gravar esta listagem para o seu

Leia mais

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo

Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Título da Palestra: O que fazer para garantir a melhor comercialização da minha soja? Palestrante: Seneri Kernbeis Paludo Instituto t Mt Mato grossense de Economia Agropecuária Quem somos Um instituto

Leia mais

Missão Conjunta Portugal - Brasil. a Moçambique. 23 a 30 Agosto. 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo

Missão Conjunta Portugal - Brasil. a Moçambique. 23 a 30 Agosto. 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo Missão Conjunta Portugal - Brasil a Moçambique 23 a 30 Agosto Enquadramento económico Moçambique A atual estabilidade política de Moçambique, aliada a práticas

Leia mais

Regulamento. Espaço Solidário de Ourique

Regulamento. Espaço Solidário de Ourique Regulamento Espaço Solidário de Ourique Regulamento Espaço Solidário de Ourique Nota justificativa O Espaço Solidário surge no âmbito da Rede Social, de acordo com o Diagnóstico Social do Concelho, constando

Leia mais

RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar em MOÇAMBIQUE

RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar em MOÇAMBIQUE SISTEMA MUNDIAL DE INFORMAÇÃO E ALERTA RÁPIDO SOBRE ALIMENTAÇÃO E AGRICULTURA DA FAO PROGRAMA ALIMENTAR MUNDIAL RELATÓRIO ESPECIAL Missão FAO/PAM de avaliação das culturas e do abastecimento alimentar

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS I. Introdução TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS O melhoramento da prestação de serviços públicos constitui uma das principais prioridades do Governo da Província

Leia mais

COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS

COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE GOVERNO DA PROVÍNCIA DO NIASSA COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS O orador: Horácio Deusdado Gervásio Linaula (Director Provincial) ESTRUTURA No âmbito desta Conferência Sobre

Leia mais

Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa

Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa Politicas de Saúde e AIDS Moçambique Eusébio Chaquisse, MD, MIH Universidade Lúrio - Nampula Introdução: Moçambique possui uma população 20 milhões

Leia mais

RECICLA e FERTILIZA: dois exemplos de como transformar o lixo em recurso

RECICLA e FERTILIZA: dois exemplos de como transformar o lixo em recurso RECICLA e FERTILIZA: dois exemplos de como transformar o lixo em recurso No âmbito do PROJECTO PILOTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM O ENVOLVIMENTO

Leia mais

Climate Change and Market Access: Challenges in Mozambique

Climate Change and Market Access: Challenges in Mozambique Climate Change and Market Access: Smallholder Market Challenges in Mozambique Introdução 1. Processo de Produção ao Mercado 2. Efeitos das Mudanças Climáticas na Agricultura e Acesso ao Mercado 3. Acções

Leia mais

BOLSA DE MERCADORIAS DE MOÇAMBIQUE Departamento de Mercados e Valores Mobiliários (DMVM)

BOLSA DE MERCADORIAS DE MOÇAMBIQUE Departamento de Mercados e Valores Mobiliários (DMVM) BOLSA DE MERCADORIAS DE MOÇAMBIQUE Departamento de Mercados e Valores Mobiliários (DMVM) Publicação Semanal Diário de Mercados nº47 01.07.2016 www.bmm.co.mz E-mail: info@bmm.co.mz Diário de Mercados Na

Leia mais

PLANO DIRECTOR PARA O DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CORREDOR DE NACALA EM MOÇAMBIQUE. Esboço Versão 0. (Sumário) Março, 2015

PLANO DIRECTOR PARA O DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CORREDOR DE NACALA EM MOÇAMBIQUE. Esboço Versão 0. (Sumário) Março, 2015 Cooperação Triangular para o Desenvolvimento Agrário da Savana Tropical em Moçambique PLANO DIRECTOR PARA O DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO DO CORREDOR DE NACALA EM MOÇAMBIQUE Esboço Versão 0 (Sumário) Março,

Leia mais

INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA

INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA ALTRI, S.G.P.S., S.A. (Sociedade Aberta) Rua General Norton de Matos, 68, Porto Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto sob o número único de matrícula e pessoa colectiva 502 293 225

Leia mais

Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação

Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação Análise de Vulnerabilidade 2004: Processo e o Ponto de Situação Maputo, Junho de 2004 Mapa das regiões de AV 2004 41 distritos vulneráveis á insegurança alimentar devido aos efeitos combinados de seca

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Identificação e análise dos agentes e causas directas e indirectas de desmatamento e degradação florestal em Moçambique

Identificação e análise dos agentes e causas directas e indirectas de desmatamento e degradação florestal em Moçambique Identificação e análise dos agentes e causas directas e indirectas de desmatamento e degradação florestal em Moçambique Relatório final Maputo, Abril de 2016 Centro de Estudos de Agricultura e Gestão de

Leia mais

Projecto de Lei nº 68/XII. Lei de Bases da Economia Social

Projecto de Lei nº 68/XII. Lei de Bases da Economia Social Projecto de Lei nº 68/XII Lei de Bases da Economia Social A Economia Social tem raízes profundas e seculares na sociedade portuguesa. Entidades como as misericórdias, as cooperativas, as associações mutualistas,

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009 Maputo, Janeiro de 2010 I. Introdução Tradicionalmente, a epidemia de

Leia mais

MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL

MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL República de Moçambique MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL Maputo, 06 de Outubro de 2006 1 PORQUE INSISTIR NO MEIO RURAL? Representa mais de 95% do território

Leia mais

Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo em Moçambique

Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo em Moçambique República de Moçambique Ministério do Turismo Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo em Moçambique (2004-2013) Aprovado na 15ª Sessão Ordinária do Conselho de Ministros de 12 de Outubro de

Leia mais

POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE

POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE POLÍTICA E ESTRATÉGIA DE HABITAÇÃO PARA MOÇAMBIQUE Apresentado por :Zefanias Chitsungo (Director Nacional de Habitação e Urbanismo) INTRODUÇÃO Moçambique tem mais de 20 milhões de habitantes; sendo que

Leia mais

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE realizou, em outubro, o primeiro prognóstico para

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Carta de Serviço O MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO, órgão central do Estado que superintende a área da Indústria e Comércio. ATRIBUIÇÕES São

Leia mais

MINISTÉRIO DO COMÉRCIO (PALÁCIO DE VIDRO LUANDA AV. 4 DE FEVEREIRO, 7 ) 0 BEM VINDOS A CONFERÊNCIA E EXPOSIÇÃO IPAD ANGOLA 1 PALESTRA SOBRE PROGRAMA DE CONEXÃO DAS ZONAS REMOTAS COM AS GRANDES CIDADES-

Leia mais