III Encontro Agenda 21 Local (A21L) 20 de novembro 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "III Encontro Agenda 21 Local (A21L) 20 de novembro 2015"

Transcrição

1 III Encontro Agenda 21 Local (A21L) 20 de novembro 2015

2 Agenda 21: Faseamento 1

3 Agenda 21: Princípios orientadores A visão Um território com mais emprego, mais competitivo, mais qualificado, mais equitativo e com mais qualidade de vida, conseguindo uma excelente posição no ranking nacional na qualidade de vida das populações, empresas e ambiente. A estratégia Compreende uma visão integrada do território e a incorporação no nível de planeamento estratégico das iniciativas e preocupações de nível local. Procura ter em atenção o prioritário e a articulação entre os processos de planeamento clássico e participativo ( da base para o topo ). Procura mobilizar capacidades e vontades, tanto institucionais como da sociedade civil. 2

4 Agenda 21: A elaboração A metodologia A equipa da FCT/UNL e a CEIS trabalharam a dois níveis: a) O Concelho, com a caracterização do Estado do Desenvolvimento no contexto dos 10 Compromissos de Aalborg, tendo como finalidade a elaboração de um conjunto de Objetivos, Metas e Indicadores para Torres Vedras associados a esses Compromissos; b) b) As freguesias, entendidas como espaços de vida e de trabalho com as suas particularidades geográficas, sociais, culturais e económicas próprias que refletem desafios específicos. AGENDA 21 LOCAL DE TORRES VEDRAS Fase I Centrada nos Compromissos de Aalborg + Fase II Incidência nas Freguesias Plano de Acção da A21L de Torres Vedras Plano Municipal de Ambiente (PMA) Outros Instrumentos de Planeamento Local (ex. PDM; Diagnóstico Social; PMRN; etc.) 3

5 Agenda 21: Compromissos de Aalborg Governança Gestão Local para a Sustentabilidade 2 Níveis de Trabalho Bens Comuns Naturais Consumo Responsável e Estilos de Vida Planeamento Urbano e Desenho Urbano Concelho Melhor Mobilidade, Menos Tráfego Ação Local para a Saúde Economia Local Dinâmica e Sustentável Equidade e Justiça Social Freguesias Do Local para o Global 4

6 Agenda 21: Freguesias Entrevistas aos presidentes de junta de freguesia 2 Níveis de Trabalho Levantamento e análise de estudos, planos e outros documentos com relevo Sessão de participação pública em cada uma das freguesias do concelho 500 participantes de vários grupos de atores locais 380 ideias de projetos Concelho Freguesias 128 projetos prioritários propostos 5

7 Agenda 21: Freguesias Freguesia Sessão Freguesia Sessão Freguesia Sessão Turcifal 31 de Março Outeiro da Cabeça 29 de Abril Santa Maria 26 de Maio Ponte do Rol 5 de Abril Dois Portos 5 de Maio São Pedro da Cadeira 27 de Maio Maceira 12 de Abril Carvoeira 6 de Maio São Pedro e Santiago 2 de Junho A-dos-Cunhados 15 de Abril Ramalhal 12 de Maio Monte Redondo 3 de Junho Freiria 21 de Abril Ventosa 13 de Maio Carmões 9 de Junho Silveira 22 de Abril Campelos 19 de Maio Matacães 16 de Junho Runa 28 de Abril Maxial 20 de Maio Forum Final 29 de Novembro 6

8 Agenda 21: Plano de ação 71 Ações Compromisso 1 Governança 8 Acções* Compromisso 2 Gestão Local para a Sustentabilidade 3 Acções Compromisso 3 Bens Comuns Naturais 10 Acções Compromisso 4 Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida 9 Acções Compromisso 5 Planeamento e Desenho Urbano 10 Acções Compromisso 6 Melhor Mobilidade, Menos Tráfego 8 Acções Compromisso 7 Ação Local para a Saúde 5 Acções Compromisso 8 Economia Local Dinâmica e Sustentável 9 Acções Compromisso 9 Equidade e Justiça Social 4 Acções Compromisso 10 Do Local para o Global 5 Acções 7

9 Agenda 21: Governança Ação Plataforma Freguesia 21 Maior envolvimento e participação da comunidade GTT GTT GTT Ação 1.2 Formação para a sustentabilidade para funcionários da CMTV e SMASTV Ação 1.3 Centro Azul Centro de educação ambiental de Santa Cruz Ação 1.4 Ecoteca móvel do Concelho Ação 1.5 Observatório do desenvolvimento sustentável - OBSERVA Ação 1.6 Portal na Internet da A21L de Torres Vedras Ação 1.7 Área de paisagem protegida da Serra do Socorro e Archeira* Ação 1.8 Promoção da Agenda 21 Escolar* 8

10 Agenda 21: Governança 9

11 Agenda 21: Gestão local para a sustentabilidade Ação Certificação ambiental da Autarquia Ação 2.2 Avaliação de mérito de projectos para a sustentabilidade Ação Formação em sustentabilidade para funcionários de Juntas de Freguesia e Associações Locais 1 0

12 Agenda 21: Gestão local para a sustentabilidade 1 1

13 Agenda 21: Bens comuns naturais Ação Programa de Ação para o sector agro-pecuário (PASAP) Ação 3.2 Rio Alcabrichel + Azul Ação 3.3 Rio Sizandro + Azul Ação Campanha de sensibilização para o uso racional da água Ação Campanha de redução do consumo de água pela Autarquia Ação Diferenciação de taxas municipais de urbanização Ação Floresta sustentável Ação Promoção da floresta multifuncional Ação Brigadas de vigilância e prevenção de fogos florestais Ação Promoção de agricultura mais sustentável 1 2

14 Agenda 21: Bens comuns naturais 1 3

15 Agenda 21: Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida Ação Frota camarária mais verde Ação Campanha reduza e valorize Ação Mais e melhor recolha, limpeza urbana e valorização de RSU Ação Rede de ecocentros do Concelho Ação Monitorização dos consumos energéticos de edifícios camarários Ação Tornar as escolas do concelho bons exemplos em termos de eficiência energética Ação Adesão ao pacto de autarcas Ação Campanha + energia consumo Ação Campanha para o eco-consumo 1 4

16 Agenda 21: Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida 1 5

17 Agenda 21: Planeamento e Desenho Urbano Ação Habitação dos centros históricos requalificadas Ação Mais espaços verdes e melhor ambiente urbano Ação Grupos de voluntários para a manutenção de espaços verdes Ação Dinamizar e valorizar as aldeias do concelho Ação Valorização do património do concelho Ação Sistema de identificação e interpretação do património Ação Roteiros histórico-culturais Ação Construção de um Eco-bairro no concelho Ação Rede de corredores verdes do concelho Ação Ordenar e qualificar a orla costeira Ação Litoral

18 Agenda 21: Planeamento e Desenho Urbano 1 7

19 Agenda 21: Melhor mobilidade, menos tráfego Ação Menos trânsito e mais segurança no interior dos aglomerados Ação Melhoria das acessibilidades às freguesias Ação Transporte público sobre carris eléctrico azul Ação Rede municipal de ciclovias, percursos e caminhos pedonais Ação Campanha livre-se do carro Ação Plano de mobilidade para os funcionários da Autarquia Ação Criação do clube Carsharing partilha de carro Ação Criação do clube Carpooling partilha de boleias 1 8

20 Agenda 21: Melhor mobilidade, menos tráfego 1 9

21 Agenda 21: Ação local para a saúde Ação Dotar as freguesias de equipamentos e serviços de saúde de qualidade Ação Dotar as freguesias com equipamentos desportivos de qualidade Ação Desporto para todos Ação Concelho promotor de saúde Ação Programa de ação para a valorização do sector termal Aqua Torres 2 0

22 Agenda 21: Ação local para a saúde 2 1

23 Agenda 21: Economia local dinâmica e sustentável Ação Forte aposta na educação concelho com futuro Ação Qualificação da população novas oportunidades Ação Estrutura de apoio ao empreendedorismo local EMPREENDER Ação Área de acolhimento de empresas do interior do concelho Ação Pólo tecnológico de Torres Vedras Ação Parque hortícola do oeste Ação Criação da marca Made in Torres Vedras Ação 8.8 Empresas com responsabilidade social - Empresas COM Ação Estratégia de turismo sustentável 2 2

24 Agenda 21: Economia local dinâmica e sustentável 2 3

25 Agenda 21: Equidade e justiça social Ação Equipamentos e/ou respostas na 1ª infância e idosos Ação Reforçar o transporte para idosos e pessoas com mobilidade reduzida Ação Casa Abrigo Ação Casa Solidária apoio a pessoas carenciadas 2 4

26 Agenda 21: Equidade e justiça social 2 5

27 Agenda 21: Do local para o global Ação Torres concelho carbono zero Ação Campanha de sensibilização para comportamentos carbono free Ação Parcerias para o desenvolvimento humano programa actuar Ação Programa Europa para os cidadãos Ação A pegada ecológica da minha família 2 6

28 Agenda 21: Do local para o global 2 7

29 Agenda 21: Plano de ação 71 Ações Compromisso 1 Governância 8 Acções* Compromisso 2 Gestão Local para a Sustentabilidade 3 Acções Compromisso 3 Bens Comuns Naturais 10 Acções Compromisso 4 Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida 9 Acções Compromisso 5 Planeamento e Desenho Urbano 10 Acções Compromisso 6 Melhor Mobilidade, Menos Tráfego 8 Acções Compromisso 7 Ação Local para a Saúde 5 Acções Compromisso 8 Economia Local Dinâmica e Sustentável 9 Acções Compromisso 9 Equidade e Justiça Social 4 Acções Compromisso 10 Do Local para o Global 5 Acções 2 8

30 Agenda 21: Plano de ação Execução

31 Agenda 21: Plano de ação Avaliação 2015 Taxa de conclusão 3 0

32 Agenda 21: Plano de ação Avaliação por ações 2010 a

33 Agenda 21: Plano de ação Avaliação por compromissos 2010 a

34 Agenda 21: Plano de ação Evolução

35 Agenda 21: Fórum nas freguesias Fórum das freguesias da Cidade - 15/04/ Fórum das freguesias do interior - 06/05/ Fórum das freguesias do litoral - 27/05/

36 Agenda 21: Freguesias A dos Cunhados: 5 temas 9 projetos 31 ideias de projetos Campelos: 5 temas 9 projetos 22 ideias de projetos Carmões: 2 temas 3 projetos 7 ideias de projetos Carvoeira: 3 temas 5 projetos 18 ideias de projetos Dois Portos: 3 temas 5 projetos 19 ideias de projetos Freiria: 3 temas 5 projetos 16 ideias de projetos Maceira: 4 temas 6 projetos 19 ideias de projetos Matacães: 4 temas 8 projetos 20 ideias de projetos Maxial: 4 temas 7 projetos 20 ideias de projetos Monte Redondo: 3 temas 4 projetos 13 ideias de projetos Outeiro da Cabeça: 3 temas 5 projetos 18 ideias de projetos Ponte do Rol: 3 temas 6 projetos 15 ideias de projetos Ramalhal: 4 temas 7 projetos 20 ideias de projetos Runa: 3 temas 4 projetos 15 ideias de projetos Santa Maria do Castelo e São Miguel: 4 temas 7 projetos 24 ideias de projetos São Pedro da Cadeira: 4 temas 6 projetos 15 ideias de projetos São Pedro e Santiago: 4 temas 7 projetos 27 ideias de projetos Silveira: 4 temas 9 projetos 33 ideias de projetos Turcifal: 5 temas 10 projetos 21 ideias de projetos Ventosa: 3 temas 5 projetos 12 ideias de projetos 3 5

37 Agenda 21: A dos Cunhados 5 temas 9 projetos 31 ideias de projetos Compromisso de Aalborg Tema Projetos Compromisso 7 - Ação Local para a Saúde Equipamentos de Saúde e Escolas de Grande Qualidade Saúde XXI Pró vida Compromisso 3 Bens comuns naturais Completar Esgotos e Conseguir Linhas de Água Limpas, Como Corredores Ecológicos e Lazer Saneamento 21 Compromisso 4 Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida Bom Sistema de Recolha de Lixo e Melhores Comportamentos dos Utentes Molok e Oleão Ecopontos e central de compostagem Compromisso 6 Melhor Mobilidade, Menos Tráfego Rede de Acessibilidade Estruturante, Fluidez de Tráfego e Segurança Viária Variante a A dos Cunhados Colocação de parquímetros Compromisso 9 Equidade e Justiça Social Apoio Eficaz aos Idosos e Grandes Dependentes Incluindo Valência Domiciliária Apoio Médico domiciliário Grupos de voluntariado 3 6

38 Agenda 21: A dos Cunhados 3 7

39 Agenda 21: Balanço (2012) 20 Freguesias 73 Temas 127 Projetos 3 8

40 Prémio Atitude Sustentável: Objetivos Mobilizar o setor das atividades económicas em torno da temática da sustentabilidade; Premiar e reconhecer boas práticas em projetos implementados no concelho de Torres Vedras que promovam o desenvolvimento sustentável, fomentando o equilíbrio ambiental, económico e social; Dar visibilidade às entidades/empresas/organizações que atuaram positivamente para o desenvolvimento sustentável; Reforçar a sustentabilidade com vista ao contágio positivo no comportamento dos cidadãos - os decisores, em particular - fazendo da inovação e eficiência um caminho para o desenvolvimento. 3 9

41 Prémio Atitude Sustentável: Critérios de avaliação O impacte do projeto nos 3 pilares da sustentabilidade: ambiental, económico e social; A repercussão do produto, sistema ou serviço no comportamento/atitude dos cidadãos; A aplicação de práticas/soluções inovadoras que contribuam para o aumento da eficiência na utilização dos recursos naturais e para a redução da produção de resíduos e outros critérios ambientalmente relevantes, bem como a inovação social e o bem-estar económico; A relação entre os benefícios gerados e os custos associados ao projeto, produto ou serviço; A reprodutibilidade do projeto, produto ou serviço; 4 0

42 Prémio Atitude Sustentável: Prémios Um Galardão; Menções Honrosas; As entidades vencedoras do Prémio Atitude Sustentável têm oportunidade de ver o seu trabalho na área da sustentabilidade divulgado junto das várias Redes Nacionais e Internacionais que a Câmara Municipal integra. 4 1

43 Orçamento Participativo 2015: Sessões 4 2

44 Orçamento Participativo 2015: Sessões 4 3

45 Orçamento Participativo 2015: Sessões 4 4

46 Orçamento Participativo 2015: Votação 4 5

47 Orçamento Participativo 2015: Votação 4 6

48 Muito obrigado Nuno Patrício Coordenador da A21L de Torres Vedras

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS (Aberto a todos os Cidadãos) 1. O QUE É: O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de

Leia mais

ESPOSENDE PACTO DE AUTARCAS

ESPOSENDE PACTO DE AUTARCAS ESPOSENDE PACTO DE AUTARCAS Novembro de 2010 CÂMARA MUNICIPAL DE ESPOSENDE ESPOSENDE AMBIENTE, EEM OBJECTIVOS DE COMBATE ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS Até ao ano de 2020, Aumentar em 20% a eficiência energética

Leia mais

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação

EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL de ODEMIRA 2014-2015 EIXO 1 - Empreendedorismo, Empregabilidade e Educação Promover o conhecimento e o acesso dos empresários aos apoios e incentivos no âmbito do empreendedorismo

Leia mais

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social PLANO DE ACÇÃO 2007 Introdução O CLASA - Conselho Local de Acção Social de Almada, de acordo com a filosofia do Programa da Rede Social, tem vindo a suportar a sua intervenção em dois eixos estruturantes

Leia mais

REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE

REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE Os Amigos do Cáster em parceria com a Câmara Municipal de Ovar criam o PRÉMIO PRESTÍGIO DE SUSTENTABILIDADE, inserido no âmbito do Programa Integrado de

Leia mais

6. ESTRATÉGIAS DE ACÇÃO Relatório Agenda 21 - CASCAIS 2007 119 A implementação de uma estratégia no âmbito da Agenda Local 21 é apenas alcançável com a colaboração de todos os actores que actuam no Concelho,

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA DOIS PORTOS?

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA DOIS PORTOS? Agenda 21 de Torres Vedras FREGUESIA DE DOIS PORTOS QUE FUTURO DESEJAMOS PARA DOIS PORTOS? Quais os Principais Problemas e Como os Resolver? Elaborado para a Câmara Municipal de Torres Vedras Por Centro

Leia mais

Projeto Viva a Alameda

Projeto Viva a Alameda Projeto Viva a Alameda Janeiro 2012 I. Enquadramento a. Política de Cidades o instrumento PRU b. Sessões Temáticas II. A PRU de Oliveira do Bairro a. Visão b. Prioridades Estratégicas c. Área de Intervenção

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Versão 2.0 de 4 de Junho de 2007 Promotores: Co-financiamento: Introdução A Agenda 21 do Vale do Minho é um processo de envolvimento dos cidadãos

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Rede Social de Aljezur Plano de Acção (2009) Equipa de Elaboração do Plano de Acção de 2009 / Parceiros do Núcleo Executivo do CLAS/Aljezur Ana Pinela Centro Distrital

Leia mais

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VENTOSA?

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VENTOSA? Agenda 21 de Torres Vedras FREGUESIA DE VENTOSA QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VENTOSA? Quais os Principais Problemas e Como os Resolver? Elaborado para a Câmara Municipal de Torres Vedras Por Centro de Estudos

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

INQUÉRITO À POPULAÇÃO DE BRAGANÇA

INQUÉRITO À POPULAÇÃO DE BRAGANÇA FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DE LISBOA Mestrado em Geografia, Esp. em Urbanização e Ordenamento do Território O planeamento urbano e o ordenamento territorial estratégico: O papel das politicas de

Leia mais

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA CARVOEIRA?

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA CARVOEIRA? Agenda 21 de Torres Vedras FREGUESIA DE CARVOEIRA QUE FUTURO DESEJAMOS PARA CARVOEIRA? Quais os Principais Problemas e Como os Resolver? Elaborado para a Câmara Municipal de Torres Vedras Por Centro de

Leia mais

Campinas Cidade Sustentável

Campinas Cidade Sustentável Campinas Cidade Sustentável A Prefeitura de Campinas adere hoje, com o Decreto que será assinado pelo Prefeito Jonas Donizette, ao Programa Cidades Sustentáveis da Rede Nossa São Paulo, do Instituto Ethos

Leia mais

Leiria Região Digital

Leiria Região Digital U M A R E G I Ã O ONLINE COM A VIDA Leiria Região Digital Resultados 15 de Julho de 2008 Nerlei 1 Agenda Parceiros do Leiria Região Digital (LRD) Zona de abrangência Objectivos do LRD Resultados do projecto

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009. Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana. Programas integrados de criação de Eco-Bairros

ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009. Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana. Programas integrados de criação de Eco-Bairros ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009 Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana Programas integrados de criação de Eco-Bairros 1. ENQUADRAMENTO GERAL A Autoridade de Gestão do Programa Operacional

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E

Leia mais

A Nossa Perspectiva Comum. Os Nossos Desafios. As Nossas Responsabilidades. A Nossa Resposta: Os Compromissos de Aalborg

A Nossa Perspectiva Comum. Os Nossos Desafios. As Nossas Responsabilidades. A Nossa Resposta: Os Compromissos de Aalborg AALBORG+10 Inspirando o Futuro Versão Portuguesa: Prof. Doutor João Farinha e Dr.ª Lurdes Poeira, participantes na Conferência, com colaboração da Eng.ª Graciete Silva. A Nossa Perspectiva Comum Nós, Autoridades

Leia mais

0 3 0 1 2 1 0.2.6 6 0 0 M CI.I

0 3 0 1 2 1 0.2.6 6 0 0 M CI.I CI.IM006.6.20121030 Estratégia de Sustentabilidade Zona Costeira de Cascais Zona Costeira de Cascais Parque Natural Sintra Cascais 15 praias balneares 17 praias monitorizadas permanentemente ZIBA Zona

Leia mais

P L A N O D E A C T I V I D A D E S

P L A N O D E A C T I V I D A D E S Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo P L A N O D E A C T I V I D A D E S = 2008 = Janeiro de 2008 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACTIVIDADES A DESENVOLVER NO ANO DE 2008... 5

Leia mais

Eng.º José Pinto Leite

Eng.º José Pinto Leite Dia 27 de Maio Investimento e sustentabilidade Eng.º José Pinto Leite Programa Polis Congresso LIDER A 09 Sustentabilidade e o POLIS José Manuel Pinto Leite IST 27/05/2009 1 Sustentabilidade e o POLIS

Leia mais

Nota Introdutória Erro! Marcador não definido.

Nota Introdutória Erro! Marcador não definido. GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2015 ÍNDICE Nota Introdutória Erro! Marcador não definido. Ações Educação e Formação 2 Ação Social 3 Gestão Participada e Finanças 4 Saúde 5 Desporto 5 Juventude 6 Cultura 6 Turismo

Leia mais

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro de 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DA SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Candidatura aprovada ao Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação Síntese A cidade de S.

Leia mais

Fórum de Boas Práticas

Fórum de Boas Práticas Câmara Municipal de Torres Vedras Sandra Colaço Fórum de Boas Práticas Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis 28 de Outubro de 2009 TORRES VEDRAS População -72 259(2001) Área 407 Km2 O concelho no país Na

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. GREEN PROJECT AWARDS BRASIL Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. CANDIDATURAS 201 INSCRIÇÕES NO PRIMEIRO ANO INSCRIÇÕES FEITAS

Leia mais

Plano de acção. Auditoria. Conselho Eco Escola

Plano de acção. Auditoria. Conselho Eco Escola Processo e resultados do grupo de discussão P3 Seminário Nacional ECO ESCOLAS 2010 Coimbra-22 de Janeiro, 17.00h/18.30h Pressupostos Foi proposto ao grupo de educadoras e professores do 1º ciclo presentes,

Leia mais

Entidade Promotora: Co-Financiamento:

Entidade Promotora: Co-Financiamento: AGENDA 21 LOCAL Quem somos..? EGA Autarquia FÓRUM Agenda XXI Local para quê!? Identificar os pontos fortes e fracos a nível social, económico e ambiental; Sensibilizar e mobilizar a população local para

Leia mais

Estrutura da Apresentação

Estrutura da Apresentação Capacitar para Qualificação e Inovação das Redes Sociais do Minho-Lima (CQIRS-ML) Seminário Redes Sociais, Desenvolvimento e Coesão Social do Alto Minho: Diagnóstico, Perspetivas e Ações 2014-2020 19 de

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL Identificação do ponto de partida: O Município de Montijo: - Integra a Rede Portuguesa das Cidades Saudáveis, com quatro

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

- a educação no sentido da sustentabilidade; - a qualidade ambiental.

- a educação no sentido da sustentabilidade; - a qualidade ambiental. O Projecto ecoxxi procura reconhecer as boas práticas de sustentabilidade desenvolvidas ao nível do município, valorizando um conjunto de aspectos considerados fundamentais à construção do Desenvolvimento

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende SEMINÁRIO: QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO ÃO Porto, 3 e 4 de Novembro de 2005 O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende Carla Dias carla.dias@cm-esposende.pt

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia. Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia

O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia. Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia O projeto da Rede Municipal de Hortas Urbanas de Vila Nova de Gaia Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia O CONCEITO DE HORTA URBANA Possui objetivos distintos da atividade agrícola enquanto atividade económica

Leia mais

Ação Social e Inclusão

Ação Social e Inclusão Ação Social e Inclusão Ação Social O campo de actuação da Ação Social compreende, em primeira instância, a promoção do bem estar e qualidade de vida da população e a promoção duma sociedade coesa e inclusiva,

Leia mais

UM CONTRIBUTO PARA A GESTÃO DE PRAIAS COSTEIRAS

UM CONTRIBUTO PARA A GESTÃO DE PRAIAS COSTEIRAS UM CONTRIBUTO PARA A GESTÃO DE PRAIAS COSTEIRAS CARACTERIZAÇÃO DO CONCELHO DE CASCAIS Área do Concelho de Cascais 97,1km 2 Parque Natural de Sintra-Cascais ocupa 33 km 2 Nº de habitantes 205 117 O MAR

Leia mais

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial 5 Augusto Ferreira Departamento Técnico - CONFAGRI MINHA TERRA - Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local 20.Set.2013 Hotel da Estrela

Leia mais

O que é o POS Objetivos Metodologia Estrutura Organizativa Potencialidades Balanço Tipologia de Apoios concedidos

O que é o POS Objetivos Metodologia Estrutura Organizativa Potencialidades Balanço Tipologia de Apoios concedidos AGENDA 1/2 OEIRAS SOLIDÁRIA O que é o POS Objetivos Metodologia Estrutura Organizativa Potencialidades Balanço Tipologia de Apoios concedidos AGENDA 2/2 OEIRAS SOLIDÁRIA Entidades Beneficiárias Outras

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável.

Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. Plano de Metas para uma Porto Alegre mais Sustentável. EXPEDIENTE Realização: Prefeitura Municipal de Porto Alegre (PMPA) José Fortunati - Prefeito Secretaria Municipal de Governança Local (SMGL) Cezar

Leia mais

III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO

III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO PIDDAR 2009 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 111 III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO PIDDAR 2010 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 113 Quadro I Programação do Investimento por Programas

Leia mais

PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola

PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola PESGRU - Plano Estratégico para a Gestão de Resíduos Urbanos em Angola 1º CONGRESSO DOS ENGENHEIROS DE LÍNGUA PORTUGUESA 18 de Setembro de 2012 Agenda da apresentação do PESGRU I. Enquadramento do PESGRU

Leia mais

PROJECTO TER TOTAL ENERGY ROCKS

PROJECTO TER TOTAL ENERGY ROCKS PROJECTO TER 15 DE DEZEMBRO DE 2009 Projecto desenvolvido por: Professora Ana Mafalda Henriques Alunos Adriano Félix Ana Filipa Gonçalves Ana Rita Castelão André Gomes Lady Burrell Lauro Espanhol Marta

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO 2009 (Aprovado em CLASS de 13.3.2009) PARCEIRO RESPONSÁVEL

PLANO DE ACÇÃO 2009 (Aprovado em CLASS de 13.3.2009) PARCEIRO RESPONSÁVEL OBJECTIVO DO PDSS ACTIVIDADE/ACÇÃO PARCEIROS ENVOLVIDOS PARCEIRO RESPONSÁVEL INDICADORES DE AVALIAÇÃO EXECUÇÃO TEMPORAL SOLIDARIEDADE SOCIAL Reforçar o apoio alimentar concelhio Melhorar o conhecimento

Leia mais

Tema II: Elaboração e Acompanhamento do Plano de Acção

Tema II: Elaboração e Acompanhamento do Plano de Acção GRUPO 2 Áreas Protegidas em processo de adesão à CETS Parques en proceso de adhesion a la CETS Tema II: Elaboração e Acompanhamento do Plano de Acção ELABORAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PLANO DE ACÇÃO Exemplo

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR

PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR PLANO MUNICIPAL DE AMBIENTE PROPOSTA DO PLANO ELABORADO POR CÂMARA MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR FICHA TÉCNICA Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar Eng.º Duarte Marques Eng.ª Cristina Vieira Divisão

Leia mais

MINHO INovação 2014/2020

MINHO INovação 2014/2020 MINHO INovação 2014/2020 O MINHO IN Estratégia de Eficiência Coletiva O Minho IN é estratégia de eficiência coletiva, isto é uma ação conjunta assente numa parceria que partilha um objetivo em concreto:

Leia mais

Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira

Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira OBJECTIVOS DO POLIS LITORAL: (RCM n.º 90/2008, de 3 de Junho) a) Proteger e requalificar a zona costeira, tendo em vista

Leia mais

Projecto REDE CICLÁVEL DO BARREIRO Síntese Descritiva

Projecto REDE CICLÁVEL DO BARREIRO Síntese Descritiva 1. INTRODUÇÃO Pretende-se com o presente trabalho, desenvolver uma rede de percursos cicláveis para todo o território do Município do Barreiro, de modo a promover a integração da bicicleta no sistema de

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO POLITICA PPS PR Curso Haj Mussi Tema Sustentabilidade

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO POLITICA PPS PR Curso Haj Mussi Tema Sustentabilidade APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO POLITICA PPS PR Curso Haj Mussi Tema Sustentabilidade Desenvolvido por: Neuza Maria Rodrigues Antunes neuzaantunes1@gmail.com AUMENTO DA POPULAÇÃO URBANA 85% NO BRASIL (Censo

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO 2014 ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL (MAIO ) REDE SOCIAL DE ALANDROAL CLAS /2015 Área de Intervenção: Equipamentos e Respostas Sociais e Serviços 1 Objetivo Geral Objetivos Específicos Ação População - Alvo

Leia mais

SÍNTESE DA REUNIÃO Nº11

SÍNTESE DA REUNIÃO Nº11 SÍNTESE DA REUNIÃO Nº11 Ao décimo segundo dia do mês de Fevereiro de dois mil e nove, pelas dezoito horas, realizou-se na Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova uma reunião com a presença de Susana Loureiro

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

REALIZAÇÃO DO II FÓRUM PARTICIPATIVO

REALIZAÇÃO DO II FÓRUM PARTICIPATIVO REALIZAÇÃO DO II FÓRUM PARTICIPATIVO Ao vigésimo dia do mês de Janeiro de dois mil e dez, pelas dezoito horas, realizou-se no Município da Lousã a reunião do II Fórum Participativo com a presença de Carlos

Leia mais

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária Preenchidos A preencher Preenchidos Gabinete de Apoio ao Presidente Coordenar e executar todas as atividades inerentes à assessoria, secretariados, protocolos da Presidência e assegurar a interligação

Leia mais

CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE

CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE CIDADES INTELIGENTES DIREITO DA ENERGIA RITA NORTE CIDADES INTELIGENTES NOTAS INTRODUTÓRIAS As cidades - espaços de oportunidades, desafios e problemas Diagnóstico dos espaços urbanos: Transformação demográfica

Leia mais

RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015

RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015 RELATO RIO DE EXECUÇA O/2014 PLANO DE AÇA O/2015 Elaborado por: Rede Social de 0 Índice Sumário Executivo... 2 Capítulo I - Avaliação do Plano de Ação/2014... 4 Capítulo II - Plano de Ação de 2015... 10

Leia mais

Rede de Gestores Municipais de Energia. Luís Castanheira 16 de dezembro 2013

Rede de Gestores Municipais de Energia. Luís Castanheira 16 de dezembro 2013 Rede de Gestores Municipais de Energia Luís Castanheira 16 de dezembro 2013 1 Rede de Gestores Municipais de Energia A ENERGAIA, como entidade com competências na área da energia e da eco-eficiência, promove

Leia mais

Smart Cities Benchmark Portugal 2015

Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Smart Cities Benchmark Portugal 2015 Agenda Introdução & Objetivos Metodologia Cronograma 2 Um Novo Paradigma Tecnológico 40% 25% 3 3 Introdução & Objetivos Mais de 50% da população do mundo vive hoje

Leia mais

ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO

ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO ELABORAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS E DE PROJETO EDUCATIVO METROPOLITANO OBJETIVOS, METODOLOGIA E ETAPAS DO PROJETO EDUCATIVO MUNICIPAL Concebendo a Educação como

Leia mais

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio:

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Mudança de paradigma energético em Portugal, com um implícito Desenvolvimento Sustentável suportado no seu crescimento económico, justiça

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO Alentejo 2020 Desafios Borba 17 de Dezembro de 2014 ALENTEJO Estrutura do Programa Operacional Regional do Alentejo 2014/2020 1 - Competitividade e Internacionalização

Leia mais

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VILA FRANCA DE XIRA?

QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VILA FRANCA DE XIRA? QUE FUTURO DESEJAMOS PARA VILA FRANCA DE IRA? Quais os Principais Problemas e Como os Resolver? Elaborado para a Câmara Municipal de Vila Franca de ira Por Centro de Estudos sobre Cidades e Vilas Sustentáveis

Leia mais

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO EIXO 1 EMPREGO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E EMPREENDEDORISMO 01 - BALCÃO DE EMPREGABILIDADE; O Balcão de Empregabilidade pretende apoiar os desempregados

Leia mais

R e l a t ó r i o d a c o n s u l ta p ú b l i c a. C o m o a p o i o d e :

R e l a t ó r i o d a c o n s u l ta p ú b l i c a. C o m o a p o i o d e : R e l a t ó r i o d a c o n s u l ta p ú b l i c a C o m o a p o i o d e : D e z e m b r o d e 2011 Página 2 de 50 Ficha Técnica E n t i d a d e s p r o m o t o r a s P r o j e t o c o - f i n a n c i

Leia mais

Esta exposição é composta por 6 telas e procura consciencializar a população escolar, para a proteção dos direitos dos animais.

Esta exposição é composta por 6 telas e procura consciencializar a população escolar, para a proteção dos direitos dos animais. ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL MUNICÍPIO DE ALBUFEIRA PROGRAMA BANDEIRA AZUL 2012 LISTA DE ATIVIDADES Exposição Dia Mundial do Animal; Projeto Escola Limpa, Espaço Seguro; Projeto Coastwatch; Painel

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro www.regiaodeaveiro.pt PIMT de Aveiro, Aveiro TIS.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 16 Breve enquadramento A Comunidade Intermunicipal

Leia mais

Plano Gerontológico de Monchique Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011

Plano Gerontológico de Monchique Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011 Apresentação Pública 15 de Outubro de 2011 Trajectórias de envelhecimento Após os 65 anos de idade a estimulação cognitiva diminui significativamente. A diminuição da estimulação desencadeia/agrava o declínio

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

Agenda 21 Local em Portugal

Agenda 21 Local em Portugal Agenda 21 Local em Portugal Miguel P. Amado, FCT UNL ma@fct.unl.pt Saúde da Comunidade Sistemas de Informação de Apoio à Decisão 2012.10.09 1 Temas Agenda 21 Local Percurso Agenda Local 21 em Portugal

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves. Fundos Comunitários geridos pela Comissão Europeia M. Patrão Neves Fundos comunitários: no passado Dependemos, de forma vital, dos fundos comunitários, sobretudo porque somos um dos países da coesão (e

Leia mais

Seminário. Apresentação das Conclusões. Promotor

Seminário. Apresentação das Conclusões. Promotor Seminário Apresentação das Conclusões Promotor Reuniões Técnicas Planos Estratégicos Ciclo de Debates Mobilidade e Transportes Saúde, Apoio Social, Segurança Social e Proteção Civil (Março, 2012) Educação,

Leia mais

Indicadores de Desenvolvimento Sustentável do Algarve um sistema baseado na participação pública

Indicadores de Desenvolvimento Sustentável do Algarve um sistema baseado na participação pública Indicadores de Desenvolvimento Sustentável do Algarve um sistema baseado na participação pública Vaz, P. (1) ; Coelho, P. (2) ; Mascarenhas, A. (1) ; Beja, I (1) ; Subtil, E. (2) ; Dores. A (1) ; Calixto.

Leia mais

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º (Objeto) O presente regulamento define as normas de participação e intervenção no Orçamento Participativo do Município da

Leia mais

29/05/2015 Candidaturas ecoxxi 2015 - Programa ECOXXI - para a construção do Desenvolvimento Sustentável. Associação Bandeira Azul da Europa

29/05/2015 Candidaturas ecoxxi 2015 - Programa ECOXXI - para a construção do Desenvolvimento Sustentável. Associação Bandeira Azul da Europa Candidaturas Candidaturas a município ECOXXI 2015 - Indicador 5 Município de Alfandega da Fé Informação disponível aos munícipes Sector Fonte Tipo de Indicador PER IP/IC IU/INU Pontuação Máxima Possível

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO AMBIENTE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO AMBIENTE O Ministério do Ambiente tem o prazer de convidar V. Exa. para o Seminário sobre Novos Hábitos Sustentáveis, inserido na Semana Nacional do Ambiente que terá

Leia mais

A visão da AREAC. Rua Dr. Rosa Falcão, 133 3220-216 Miranda do Corvo 239 542 939 areac@mail.telepac.pt

A visão da AREAC. Rua Dr. Rosa Falcão, 133 3220-216 Miranda do Corvo 239 542 939 areac@mail.telepac.pt A visão da AREAC Rua Dr. Rosa Falcão, 133 3220-216 Miranda do Corvo 239 542 939 areac@mail.telepac.pt A AREAC... Os nossos objetivos: Promover e desenvolver atividades e projetos que promovam a eficiência

Leia mais

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014

V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis. As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável. Montijo 14 de Novembro de 2014 V Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis As Desigualdades em Saúde e o Planeamento Saudável Montijo 14 de Novembro de 2014 1. Saudação Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal do Montijo Exmo. Sr.

Leia mais

ESTRATÉGIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA CIDADE DO PORTO

ESTRATÉGIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA CIDADE DO PORTO ESTRATÉGIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA CIDADE DO PORTO A Estratégia para a Sustentabilidade da Cidade do Porto é um documento da responsabilidade técnica da AdEPorto - Agência de Energia do Porto elaborado

Leia mais

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA)

Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades (PMPA) Definições O Plano Municipal de Promoção das Acessibilidades irá conter um programa das intenções necessárias para assegurar a acessibilidade física

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS ENCONTRO DA COMISSÃO SECTORIAL PARA A EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO CS/11 ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE APRESENTAÇÃO DO TRABALHO GT2 - Ensino Superior

Leia mais

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE . Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete . Objectivos e Princípios Orientadores O Sistema de Informação e Comunicação (SIC) da Rede Social de Alcochete tem como objectivo geral

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2013/14

PLANO DE AÇÃO 2013/14 Tema Diagnóstico (situações a melhorar) Objetivo(s) Meta(s) Ações e Atividades Previstas Sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade crescente de reutilização de materiais; PLANO DE AÇÃO 2013/14

Leia mais

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade Tema: Uso Sustentável da Água Regulamento do Concurso de Ideias (Aberto a todos os cidadãos) 1. O que é? O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade

Leia mais

Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico

Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico 8 Março 2013 O QUE MUDOU NO ÚLTIMO ANO Alteração do RJRU da Lei das Rendas Publicação do PDM Agravamento / escassez do crédito Insolvências na

Leia mais

ECOXXI Galardão 2013 MODOS DE TRANSPORTE SUAVES EM TORRES VEDRAS

ECOXXI Galardão 2013 MODOS DE TRANSPORTE SUAVES EM TORRES VEDRAS ECOXXI Galardão 2013 MODOS DE TRANSPORTE SUAVES EM TORRES VEDRAS LOCALIZAÇÃO DE TORRES VEDRAS POPULAÇÃO O Município de Torres Vedras localiza-se na costa oeste de Portugal e a sua cidade,torres Vedras,

Leia mais

SÍNTESE DO 3º FÓRUM PARTICIPATIVO

SÍNTESE DO 3º FÓRUM PARTICIPATIVO SÍNTESE DO 3º FÓRUM PARTICIPATIVO Ao vigésimo quarto dia do mês de Fevereiro de dois mil e dez, pelas dezoito horas, realizou-se no Município da Lousã a reunião do 3º Fórum Participativo com a presença

Leia mais