NÃO HÁ FÓRMULAS MÁGICAS PARA CONSTRUIR UMA EMPRESA DE SUCESSO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NÃO HÁ FÓRMULAS MÁGICAS PARA CONSTRUIR UMA EMPRESA DE SUCESSO"

Transcrição

1 Pág: 24 Área: 19,54 x 24,22 cm² Corte: 1 de 9 nalmente no mundo da cutelaria. Compete directamente com os melhores e não se envergonha de estar exposta nos escaparates ao lado de produtos como os da Victorinox, a insígnia mais famosa de canivetes suíços. Design e inovação são duas palavras-chave do plano de negócios da empresa da Benedita, concelho de Alcobaça. As suas colecções já foram premiadas duas vezes pelo centro de Design Português e a empresa recebeu, durante anos, o prémio PME Prestígio, atribuído pelo IAPMEI. Também a criatividade está presente no dia-a-dia da fábrica. A inovação sempre fez parte da nossa estratégia. É uma indústria tradicional, mas a inovação vai acontecendo a vários níveis, como seja a forma do cabo e da lâmina, nos materiais e cores e, ultimamente, mais ao nível da segurança e higiene, na adição de antibacteriano nos cabos injectados das nossas facas, diz Jorge João, presidente da sociedade industrial. O investimento da Icel em Investigação e Desenvolvimento (I&D) é uma constante. O ano passado a gestão destinou cerca de 80 mil euros para I&D. Lançou facas profissionais com cabo antiderrapante e desenvolveu uma linha anti-bacteriana. Especializada no mercado profissional, a Icel orgulha-se do facto de o seu produto ser de valor acrescentado. E foi inovadora até nas condições de trabalho, já que foi a primeira fábrica da zona da Benedita a ter horário de trabalho fixo. Hoje, é um dos mais importantes pólos industriais do concelho e dá emprego a cerca de 200 trabalhadores. Fundada em 1945 pela mão de Joaquim Jorge, pai do actual dirigente, e mais dois irmãos, Luís e João Jorge, a empresa vendeu cerca de oito milhões de euros, em 2008, e produz praticamente só com a sua marca - apenas 3% ainda é para as marcas próprias de clientes. O capital mantém-se nas mãos da família: 75% pertence aos 11 nno mundo dos negócios não há receitas infalíveis irmãos, filhos do fundador, e 25% a seis primos, para as quais baste juntar os ingredientes, mexer e que representam a terceira geração no negócio. colocar no forno. Se estava à espera disso, então desista de procurar livros e mais livros sobre a melhor também parte da sua estratégia. A robotização é, O investimento em equipamento inovador faz maneira de engrandecer a sua empresa. aliás, uma necessidade: sendo a falta de mão-de- Cada história tem as suas próprias lições, cada -obra especializada o seu principal problema, a maquinaria foi a solução encontrada. A compra de uma empresa o seu destino. E se copiar estratégias pode ser um mau presságio. Aprender com a experiência máquina de testes a 15ª em todo o mundo, como dos outros é, com certeza, o caminho certo. Em matéria de inovação e criatividade, as empresas do distrito tantes passos para comprovar a fiabilidade do fio da faz questão de frisar João Jorge foi um dos impor- de Leiria têm algo a ensinar. Não faltam bons exemplos de projectos de sucesso, alguns deles nos vários receios, na gama alta, fazendo frente à afamada re- faca, a que a ICEL dá garantia vitalícia. Actua, sem concelhos da região. Conheça aqui as batalhas de gião cuteleira de Solingen, na Alemanha. A maior quem lutou e venceu. parte da sua produção é exportada para países como Espanha, Grécia, Canadá, Estados Unidos e FACAS ANTIBACTERIANAS NA ICEL Israel. Na Grécia é líder de mercado, batendo a sua A Icel, Indústrias de Cutelaria da Estremadura, eterna rival suíça. Temos a marca registada em 42 é uma das marcas mais reconhecidas internacio- países, adianta o presidente. NÃO HÁ FÓRMULAS MÁGICAS PARA CONSTRUIR UMA EMPRESA DE SUCESSO Têm em comum o facto de inovarem, quer em produto quer em modelo de negócio. Icel, Spal, Tecmolde ou Critical Software são apenas algumas das empresas que o fazem bem em Portugal. Conheça as suas histórias e inspire-se. DR

2 Pág: 26 Lino Serralheiro, sócio-gerente da Serralheiro e Irmãos, Benedita CALÇADO PARA MILITARES E BOMBEIROS E é também na Benedita, uma das freguesias mais industrializadas da zona Oeste, cluster da cutelaria e do calçado, que surge a Serralheiro e Irmãos. Esta empresa actua numa actividade tradicional, mas inova no tipo de produto que oferece: o calçado de segurança, destinado a militares e bombeiros. Área: 18,95 x 11,41 cm² Corte: 2 de 9 Este nicho de mercado é o que mais tem crescido em Portugal. Existem já diversas empresas a actuar neste segmento, nos pólos industriais de Guimarães e Benedita, oferecendo calçado à prova de bala e anti- -chama às forças de defesa. Lino Serralheiro, sócio gerente da Serralheiro e Irmãos, diz que a fábrica sentiu a necessidade de inovar, lançando produtos que fossem de encontro às necessidades dos clientes. Se assim não fosse, a nossa empresa sentiria mais dificuldades em se impor no mercado, diz o empresário. Decidiu, assim, entrar num segmento onde quase não existia concorrência. Com uma produção anual de 45 mil pares de sapatos, produz peças para a Europa e Médio Oriente. Recentemente, calçou os carabinieri italianos e os bombeiros franceses, mas a marinha, a força área e os bombeiros portugueses também estão na lista de clientes. A diferença do calçado Serralheiro e Irmãos, que ocupa cerca de 50 trabalhadores, está nas peles utilizadas e nas solas. A pele é preparada em função da temperatura a que vai estar sujeita, o que pode ir dos 10 graus negativos aos 250 positivos. As solas, essas são em borracha, maleáveis e adaptadas a todo o tipo de terrenos difíceis. A empresa usa o sistema Goodyear na construção dos seus modelos, processo este que permite um grau de conforto superior, em que o LUCI PAIS PUB

3 Pág: 28 pé é isolado termicamente. O segredo é a utilização de uma camada de cortiça flexível, por baixo da palmilha, esta de material anti-perfuração, o chamado kevlar. Este tecido é ultra-resistente, feito à base de plástico PET e teias de aranha. Segundo Lino Serralheiro, os seus modelos têm sido desenvolvidos com a colaboração de um estilista/modelista e do departamento de inovação do Centro Tecnológico do Calçado de Portugal. Fundada em 1957, pelo pai de Lino e Manuel Serralheiro, a empresa facturou cerca de um milhão de euros em 2008 e espera manter este volume de negócios este ano. Claro que a crise afecta todos os mercados, mas com determinação e empenho temos Área: 14,85 x 24,44 cm² Corte: 3 de 9 conseguido manter os postos de trabalho e, até pontualmente, temos necessidade de admitir mais funcionários. A fábrica preocupa-se em inovar todos os dias, nem que seja nos mais pequenos pormenores, diz o empreendedor. A Spal criou um novo conceito: o placing set, ou seja, o lugar à mesa. Trata-se de uma ideia que vem substituir o antigo serviço completo, em que se compra um conjunto individual que combine com outras peças. SPAL EM DIVERSIFICAÇÃO O design de produto tem sido, ao longo dos tempos, uma das principais áreas de inovação da Spal, afirma António Paiva, presidente da direcção. Esta é a única área que nos dá visibilidade exterior e aquela que acaba por dar uma imagem do posicionamento da empresa no seu sector, diz. A própria fundação da Sociedade de Porcelanas de Alcobaça, em 1966, foi uma inovação, já que surgiu da parceria de três concorrentes da zona de Alcobaça, Elias e Paiva, Raul de Bernarda e Olaria de Alcobaça, uma joint-venture algo inédita no Portugal dos anos 60. A Spal foi também a primeira empresa portuguesa a realizar um concurso de design, em 1970, para procurar potenciais designers portugueses. Possui o seu próprio departamento de desenho e já trabalhou com nomes conceituados como Gerard Gulotta, Carl Gustaf Jahnsson, Marie Lou Goertze, António Mira, entre muitos outros. As suas colecções procuram ser modernas e originais, das quais são exemplo as chávenas de café inspiradas na obra de Mário Botas e em Fernando Pessoa e as chávenas desenhadas por João Vaz de Carvalho ou por Alda Tomás. Depois de ter desenhado e produzido o troféu atribuído na cerimónia de declaração oficial das 7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, a Spal apresentou uma colecção alusiva ao mesmo tema. Sempre na vanguarda da tecnologia, a sociedade inaugurou uma nova unidade fabril, a Spal XXI, mas a redução das encomendas faz com que não esteja a laborar na sua capacidade total. António Paiva escusa-se a adiantar a facturação esperada para este ano, mas assegura que as vendas têm sido afectadas pela crise. Para manter o volume de negócios vamos

4 Pág: 30 Área: 15,12 x 24,44 cm² Corte: 4 de 9 A R31 apostou numa boa estratégia de marketing, que passou por patrocinar provas internacionais de todo-o-terreno e de camiões. Ao conquistar o primeiro lugar, em 2003 e 2004, na prova de 4x4 As 24 horas de Paris, o pneumático Fedima foi bastante publicitado. ter de ser ainda mais imaginativos e inovadores. O próximo ano será importante para a Spal, estando previstos investimentos de dois milhões de euros para aumentar a competitividade da empresa, diz António Paiva. A sociedade apostou recentemente em áreas de negócio independentes e mais agressivas. Foi criada uma nova marca, a Hotspal, destinada à hotelaria, para onde foram canalizados os grandes clientes que já tinham no canal horeca. Ikea, Segrafredo e Delta Cafés são alguns dos compradores para os quais canaliza cerca de 35% da sua produção. A outra área é a empresarial, onde se destacam os presentes concebidos para as grandes empresas, sobretudo na época do Natal. Para o mercado particular, a Spal criou um novo conceito: o placing set, ou seja, o lugar à mesa. Tratase de uma ideia que vem substituir o antigo serviço completo, em que se compra um conjunto individual que combine com outras peças. Este produto tem tido muita procura no mercado americano. R31, EMPRESA PARA TODO O TERRENO E, sem sairmos de Alcobaça, vamos ao encontro de uma pequena empresa low profile, cujos pneus estão nas maiores competições do mundo de todoo-terreno. Trata-se da Recauchutagem 31, que reconstrói pneus com a marca Fedima Tyres. A fábrica, fundada em 1969 por Fernando Dias Marques, tem registado elevados crescimentos nos últimos anos: em 2006 facturava 6, 9 milhões de euros e em 2008 atingiu os 8,1 milhões de volume de negócios. A recauchutagem de pneus não é mais do que revestir de borracha nova o rasto de pneus usados. Mas, utilizando tecnologia avançada para manter elevados padrões de qualidade, investindo em maquinaria e em processos informatizados, a gestão da Recauchutagem 31 conseguiu, em poucos anos, transformar uma pequena fábrica familiar, numa empresa em ascenção. Apostou numa boa estratégia de marketing, que passou por patrocinar provas internacionais de todo-o-terreno e de camiões. Ao conquistar o primeiro lugar, em 2003 e 2004, na prova de 4x4 As 24 horas de Paris, o pneumático Fedima foi bastante publicitado. O mesmo se passa com os pneus para camião, já que as equipas patrocinadas conseguiram os seis primeiros lugares no Campeonato Europeu de Super Trucks. Desta forma, a Recauchutagem 31 deu a conhecer as suas marcas, Fedima e Cafema, aos quatro cantos do mundo. Sempre fomos pioneiros em investir em áreas menos usuais neste tipo de indústria, mesmo correndo os riscos inerentes a esta postura, diz Joana Marques, filha do fundador e administradora. A R31 foi a primeira empresa em Portugal a ter certificação Bridgstone/Firestone, processo que envolveu um investimento de 1,2 milhões de euros e destinado à in-

5 trodução de um novo sistema de recauchutagem em molde e pré-moldado. A unidade industrial, além dos investimentos constantes em novos moldes e equipamentos, faz investigação e testes de compostos para novos pneus, quer de turismo, quer de competição, valor este que ascende a 500 mil euros anuais. Entrou também na área de pneumáticos industriais, segmento onde ainda não tinha presença. Dos cerca de 8,1 milhões de euros facturados, 55% vem das exportações, essencialmente de países europeus. A entrada no mercado sul-americano está a ser ultimada. Pág: 31 Área: 19,37 x 18,95 cm² Corte: 5 de 9 TECMOLDE EM OUTSOURCING Não é só no produto que a inovação é importante. Muito pelo contrário, a inovação de processos ou modelo de negócio conduz a situações de sucesso muito mais duradouras. A Tecmolde, empresa que pertence ao cluster de moldes da Marinha Grande, iniciou-se no outsourcing em 1966 quando ainda ninguém falava desse termo. Quando António Santos, na altura projectista e desenhador de moldes, se tornou trabalhador independente, começou por ser representante de uma empresa inglesa. Portugal era A Tecmolde acumula já uma experiência de 12 mil moldes produzidos, uma rede de 40 fornecedores e compras de 200 milhões de euros à indústria local. conhecido pela falta de comunicação e informação sobre as encomendas realizadas. A quantidade de trabalho que as fábricas aceitavam era superior à sua capacidade. Imaginei que poderia ser a ponte entre o produtor e o cliente, reduzindo os prazos e informando sobre a situação real do processo, diz o empreendedor. Tinha conhecimentos de inglês, francês e alemão e aprendeu ainda russo. O arranque do negócio foi um sucesso, surgindo assim a Tecmolde. O seu objectivo era apoiar as empresas fabricantes a realizarem o melhor possível o seu produto, garantir uma comunicação eficaz entre cliente e fornecedor e gerir os diversos processos em curso. Ainda hoje o fazemos de forma semelhante, só que com uma estrutura preparada para gerir e exportar centenas de moldes por ano. Recebemos as encomendas, realizamos os projectos e subcontratamos de seguida a produção, explica António Santos. Para o cliente existe apenas um interlocutor. Sendo especialista no projecto e fabricação de moldes, a Tecmolde acabou por ter a sua própria fábrica e um centro técnico para ensaios e validação, espaço aberto a toda a indústria, incluindo a concorrência. Tem escritórios na Alemanha, Rússia, Suécia, Estados Unidos, entre outros países. Atingiu um volume de negócios de 18 milhões de euros em 2007, mas a crise arrastou-se aos 15 milhões em Acumula já uma experiência de 12 mil moldes produzidos, uma rede de 40 fornecedores e compras de 200 milhões de euros à indústria local. Temos uma grande qualidade: nunca rejeitar um trabalho, por António Santos, presidente e fundador da Tecmolde RICARDO GRAÇA PUB

6 Pág: 32 Gonçalo Quadros, CEO e um dos fundadores da Critical Software mais difícil que seja, garante, orgulhoso, António Santos. CRITICAL SOFTWARE, DE COIMBRA PARA O MUNDO A nível nacional, os projectos inovadores são muitos. Difícil é escolher quais os mais representativos, dos quais a Via Verde é um dos mais citados (ver caixa DR Área: 19,00 x 11,51 cm² Corte: 6 de 9 Inovações Portuguesas no mundo ). As áreas mais criativas são, pela própria natureza dos seus produtos, a da saúde/farmacêutica e a das tecnologias e software. A Critical Software quase dispensa apresentações. É uma das empresas nacionais mais inventivas, com soluções desenvolvidas para a Nasa e a Agência Espacial Europeia. Nascida em 1998, através de um processo de spin off da universidade de Coimbra, a sociedade nunca se preocupou muito com o tipo de tecnologia que iria desenvolver, mas sim em captar os melhores cérebros em engenharia. Desenvolveu- -se na fase da bolha tecnológica, altura em que as empresas pagavam fortunas para ter os melhores génios. E, com perícia, a Critical Software conseguir atrair alguns deles. Assim, mostrou que tinha capacidade para o posicionamento que procurava: desenvolver soluções, serviços e tecnologias para sistemas de informação críticos. Quando a bolha rebentou continuou o seu crescimento, pois já o plano de negócio era sustentado. Inovar é uma atitude, é uma filosofia, é criar uma cultura, uma forma de vida, diz Gonçalo Quadros, CEO e um dos fundadores da companhia. Ou seja, é criar valor para o mercado. Esta sempre foi a chave-mestre do seu negócio. Por alguma razão a empresa ca- PUB

7 Pág: 33 Área: 8,28 x 25,19 cm² Corte: 7 de 9 INOVAÇÕES PORTUGUESAS NO MUNDO MIMO, CARTÃO PRÉ-PAGO DA TMN, O SISTEMA DE VIA VERDE, DA BRISA, E O PAPEL HIGIÉNICO PRETO, DA RENOVA, SÃO AL- GUMAS DA INVENÇÕES PORTUGUESAS MAIS CITADAS ALÉM- -FRONTEIRAS. O MIMO MARCOU UMA RUPTURA NO MUNDO DAS TELECO- MUNICAÇÕES: O APARECIMENTO DOS TELEFONES PRÉ-- PAGOS, QUE LAICIZOU A SUA UTILIZAÇÃO A TODA A SOCIEDADE, SENDO POSTERIORMENTE EXPORTADO PARA O BRASIL. O MESMO SE PASSOU COM O SISTEMA DE VIA VERDE, INOVADOR A NÍVEL MUNDIAL, POIS PERMITIA PERCORRER TODAS AS AUTO-ESTRADAS DO PAÍS SEM PARAR NAS PORTA- GENS. ACTUALMENTE É COMERCIALIZADO NO MUNDO IN- TEIRO. A RENOVA É UMA DAS EMPRESAS NACIONAIS MAIS INOVA- DORAS DE SEMPRE. O DESENVOLVIMENTO DE PAPEL HIGIÉ- NICO COM CORES FORTES, SOBRETUDO O PRETO E O VERMELHO, REVOLUCIONARAM O MUNDO DA DECORAÇÃO DE CASAS DE BANHO E APARECE NAS REVISTAS DA ESPECIALI- DADE EM TODO O MUNDO. naliza para investigação e desenvolvimento cerca de 10% da sua facturação, que atingiu já os 20 milhões de euros. A sociedade tem apresentado crescimentos anuais de 40% e, em poucos anos, tem como clientes, além da Nasa e a Agência Espacial Europeia, as suas congéneres chinesa e japonesa. Foi a agência espacial americana que deu o grande pontapé de saída da Critical, pois esta, instalada em Silicon Valley, ganhou um concurso para o fornecimento de uma solução de fiabilidade de sistemas. Tornou-se sua cliente ao encontrar junto da recém-criada companhia uma solução única para o sector aeroespacial, o software de testes Xception. Este produto, aplicado a sistemas críticos, permite avaliar a robustez e a fiabilidade de sistemas de emulação de avarias de hardware e software. Recentemente, a Critical Software participou num consórcio português para desenvolver o Data1 Processor Prototype, para o SMOS, o satélite da agência espacial europeia destinado a recolher dados sobre as alterações climáticas. Mas, a empresa não vive apenas do desenvolvimento de produtos para a aeronáutica: telecomunicações, administração pública, banca, saúde são algumas das áreas em que trabalha. Actualmente estamos a actuar muito para a área de segurança da informação interna, revela Gonçalo Quadros. AO JEITO DOS FILMES DE HOLLYWOOD Actuando no mesmo sector do que a Critical Software, a Edigma desenvolveu um produto que a coloca na lista das empresas mais criativas. Lembra-se

8 Paulo Pablo, da Malo Clinic, fez história no mundo da medicina oral ao desenvolver a técnica All-on-4, para desdentados totais. Pág: 34 Área: 19,42 x 24,64 cm² Corte: 8 de 9 DR do filme Minority Report, em que o protagonista, desempenhado por Tom Cruise, interagia com painéis transparentes, usando apenas as mãos? Pois este filme serviu de inspiração ao desenvolvimento de uma tecnologia de interactividade similar e que foi aplicada no Displax Interactive Systems. Este produto permite a apresentação de conteúdos interactivos em ecrãs holográficos, LCD, plasmas, pavimentos, entre outros. O Displax Interactive Window valeu-lhe o primeiro lugar do prémio de inovação na Comtec, feira de tecnologias de informação da FIL, em Cada história tem as suas próprias lições, cada empresa o seu destino. E se copiar estratégias pode ser um mau presságio. A empresa de Braga, que nasceu em 2000, está assente na inovação, suportada pelos seus laboratórios de I&D e pela aplicação da interactividade aos seus desenvolvimentos. Cada elemento da nossa equipa dedica pelo menos 10% do seu tempo à inovação, para o desenvolvimento de novos produtos, funcionalidades ou processos, refere Miguel de Oliveira, CEO da Edigma. A sua estratégia tem dado frutos, pois a empresa, mesmo em tempos de crise, prevê duplicar a sua facturação de 2008, passando de 2,2 milhões de euros para os 4,4 milhões. A Edigma, presente com a sua marca em 40 países, tem projectos implementados em áreas de actividade como as telecomunicações, a banca, a saúde e o comércio, entre outros. Instalou, por exemplo, o maior ecrã interactivo do mundo no canal de televisão espanhol Cuatro e o maior da Europa na RTP (meteorologia). Tem montras interactivas nas lojas da Vodafone e no maior centro comercial do mundo, no Dubai. Mais recentemente desenvolvemos o projecto Optimus Concept Store, na Casa da Música, no Porto, e que recebeu o primeiro prémio do Digital Signage Best Practice Award 2009, diz Miguel de Oliveira. PAULO MALO, O DENTISTA INOVADOR Na área da saúde, a Malo Clinic é um caso de sucesso incontornável. Paulo Malo, dentista de profissão, fez história no sector da medicina oral ao desenvolver a técnica All-on-4, tornando-o líder mundial da reabilitação oral fixa. Esta técnica permite que os desdentados totais possam ter dentes fixos, idênticos à dentição natural, sem necessidade de transplante ósseo, numa única cirurgia de 30 minutos. Com esta técnica, o processo de reabilitação é imediato, mais confortável e economicamente mais acessível. Iniciei o meu projecto em 1995, com um pequeno consultório igual ao de muitos outros médicos dentistas. Desde muito cedo identifiquei problemas nesta área. Nunca achei aceitável existir uma enorme faixa de desdentados totais em todo o mundo, o que me levou a apostar na investigação e na determinação em criar soluções inovadoras, explica Paulo Malo. Esta visão deu origem a técnicas cirúrgicas originais e reconhecidas no mundo inteiro. O implante NobelSpeedy e a avançada solução técnica e estética de prótese fixa Malo Clinic Bridge são produtos patenteados que hoje exportamos, diz o médico. No edifício sede de

9 Pág: pisos, em Lisboa, funciona um pólo internacional de formação avançada e um laboratório de estudos altamente especializado. A diversificação do negócio avançou para o bem-estar. Para isso lançou, no Venetian Macao Resort Hotel, em Macau, o maior Medical Spa do mundo. Projecto que replicou em Portugal, no Corinthia Hotel Lisbon, um espaço que atinge os três mil metros quadrados. Em resposta às várias solicitações, esta nova área de negócio passa também pela dermocosmética: os spa têm uma parceria com a Clarins e a Payot, mas Malo continua a estudar o desenvolvimento da sua própria linha de cosméticos. A Malo Clinic está presente em 11 países e, em 2008, registou um volume de negócios de 40 milhões de euros, esperando-se um crescimento de 30% para o final deste ano. A Malo Clinic Porto acabou de inaugurar e já superou as expectativas; os projectos do Luso, Algarve e Coimbra estão em progresso. E no final de 2010 teremos clínicas próprias, spa e parcerias em 23 cidades do mundo, refere O OVO DE COLOMBO Paulo Malo. A dispersão em bolsa do capital da empresa está no horizonte deste empreendedor. O maior grupo de clínicas dentárias do mundo, é afinal, português. Helena Carlos Área: 19,17 x 10,02 cm² Corte: 9 de 9 OVOS QUADRADOS. O QUE PARECE SER UMA IDEIA ABSURDA AOS OLHOS DOS MAIS INCAUTOS É AFINAL INOVAÇÃO. A DEROVO, EMPRESA DE POMBAL, DISTRITO DE LEIRIA, CONSEGUIU COLOCAR NO MERCADO OVO LÍQUIDO PASTEURIZADO EM PRÁTICAS EMBALAGENS TIPO TETRA PAK. A IDEIA PARTIU DE UMA NECESSIDADE: TRANSFORMAR EXCEDENTES DE OVOS EM NOVAS SOLUÇÕES ALIMENTARES COM MAIOR DURAÇÃO. SURGIU ASSIM O OVO LÍQUIDO, O OVO EM SPRAY, O OVO CO- ZIDO, A SALSICHA DE OVO E ATÉ UMA BEBIDA PROTEICA DE CLARA DE OVO E FRUTA. FUNDADA EM 1994, A DEROVO É HOJE UMA DAS EMPRESAS MAIS CRIATIVAS DO PAÍS. A INOVA- ÇÃO ESTÁ IMBUÍDA EM TODA A SUA ESTRUTURA E UMA BOA PERCENTAGEM DO VOLUME DE NE- GÓCIOS DA SOCIEDADE INDUSTRIAL É INVESTIDA EM INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO (I&D). SEGUNDO A COTEC, A ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PARA A INOVAÇÃO, ESTE É UM DOS SEGREDOS DAS EMPRESAS INOVADORAS, SOBRETUDO QUANDO SE TRATA DE SECTORES TRADICIONAIS.

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com Clínica Maló Paulo Maló CEO www.clinicamalo.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas que aqui figuram em linguagem

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação

Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação Uma Estratégia de Crescimento com base no Conhecimento, Tecnologia e Inovação Tópicos da Intervenção do Senhor Ministro da Economia e da Inovação 24 de Novembro de 2005 Plano Tecnológico - Inovação e Crescimento

Leia mais

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO Envie-nos um e-mail para EEN-Portugal@aip.pt a solicitar informação detalhada, indicando o código de Referência Nacional. Referência DE-2015-305 CZ-2015-306 Retalhista

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 07/SI/2010 1 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 04/SI/2012 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

Caderno de Apresentação Franquia

Caderno de Apresentação Franquia Caderno de Apresentação Franquia A Empresa A Genial Books iniciou suas actividades em dez/95 depois de um dos sócios conhecer o "Livro Personalizado", numa viagem de férias aos Estados Unidos. Vislumbrando

Leia mais

TECHNOLOGY GROUP 1995.2013 APRESENTAÇÃO FAMASETE Empresa/Serviços/Projetos. Mesa Interativa 10 toques Modelo Adisa TA002

TECHNOLOGY GROUP 1995.2013 APRESENTAÇÃO FAMASETE Empresa/Serviços/Projetos. Mesa Interativa 10 toques Modelo Adisa TA002 1995.2013 APRESENTAÇÃO FAMASETE Empresa/Serviços/Projetos Mesa Interativa 10 toques Modelo Adisa TA002.2013 1995. no caminho da inovação A Famasete é uma empresa portuguesa que possui conhecimento em todas

Leia mais

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar!

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar! GRUPO ROLEAR Porque há coisas que não podem parar! INOVAÇÃO COMO CHAVE DO SUCESSO Desde 1979, com sede no Algarve, a Rolear resulta da oportunidade identificada pelo espírito empreendedor do nosso fundador

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 1. ENQUADRAMENTO Nos últimos 3 anos e meio a Câmara Municipal de Lisboa vem desenvolvendo uma estratégia para a valorização económica da cidade e captação de investimento (http://www.cm-lisboa.pt/investir)

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

PROPOSTA DE PARCERIA COM A ÓBIDOS CRIATIVA E.E.M.

PROPOSTA DE PARCERIA COM A ÓBIDOS CRIATIVA E.E.M. PROPOSTA DE PARCERIA COM A ÓBIDOS CRIATIVA E.E.M. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA A Blend Point é uma empresa que engloba algumas marcas das quais, para este projecto, se destacam a CorkWay Store e a Gods From

Leia mais

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M." João Vieira Pinto

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M. João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Pdg. 76 Por M." João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Afirma-se como lhe Marketing School e ambiciona ser a referência do ensino nesta área. Por isso, ejá a partir do próximo ano,

Leia mais

MALO CLINIC abre clínica em Aveiro

MALO CLINIC abre clínica em Aveiro Tiragem: 11000 Period.: Semanal ID: 61314863 08-10-2015 GRUPO ESTÁ EM 46 CIDADES, 16 PAÍSES E 5 CONTINENTES MALO CLINIC abre clínica em Aveiro Âmbito: Economia, Negócios e. No ano em que comemora 20 anos,

Leia mais

RESULTADOS ANUAIS 2011

RESULTADOS ANUAIS 2011 RESULTADOS ANUAIS 2011 15 de Fevereiro de 2011 VAA - Vista Alegre Atlantis, SGPS, SA sociedade aberta com sede no Lugar da Vista Alegre em Ílhavo, com o número de contribuinte 500 978 654, matriculada

Leia mais

QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado. Projectos Individuais N.º 06/SI/2011

QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado. Projectos Individuais N.º 06/SI/2011 1 QREN Inovação Empreendedorismo Qualificado Projectos Individuais N.º 06/SI/2011 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades

Leia mais

Portugal é 4 0. na criação de empresas na

Portugal é 4 0. na criação de empresas na Portugal é 4 0. na criação de empresas na Europa, mas está também no topo do 'ranking' dos países em que as empresas têm maior taxa de mortalidade, soube-se no "VIII Encontro PT Negócios/Diário Económico",

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA. Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora. www.omnitrade.

Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA. Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora. www.omnitrade. Entrevista com Omnitrade, Revestimentos Metálicos, SA Diogo Osório Administrador Patrícia Carvalho Administradora www.omnitrade.pt Quality Media Press O que representa a empresa o mercado português? R.

Leia mais

+Inovação +Indústria. AIMMAP Horizonte 2020 - Oportunidades para a Indústria Porto, 14 outubro 2014

+Inovação +Indústria. AIMMAP Horizonte 2020 - Oportunidades para a Indústria Porto, 14 outubro 2014 +Inovação +Indústria AIMMAP Horizonte 2020 - Oportunidades para a Indústria Porto, 14 outubro 2014 Fatores que limitam maior capacidade competitiva e maior criação de valor numa economia global Menor capacidade

Leia mais

Opening Remarks. Roadshow Portugal Global. Lisboa. Lisboa. Julho 15, 2015. Miguel Frasquilho

Opening Remarks. Roadshow Portugal Global. Lisboa. Lisboa. Julho 15, 2015. Miguel Frasquilho Roadshow Portugal Global Lisboa Opening Remarks Julho 15, 2015 Lisboa Miguel Frasquilho Presidente do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Senhores Empresários, Distintas Entidades aqui presentes,

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Apresentamos a Coversteel S.A., uma nova Empresa constituída em Dezembro de 2011, dirigida a uma oportunidade que apareceu no mercado nacional, na área dos revestimentos metálicos

Leia mais

Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO

Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO 25 de Maio de 2009 PUBLICIDADE Este vai ser um ano óptimo para fazer negócio 30 de Janeiro de 2009, por FILIPE PACHECO Miguel Blanc, CEO do grupo FinagenceAFinagence, que detém a L Agence, Addvoices, Scriptmakers

Leia mais

Energia, investimento e desenvolvimento económico

Energia, investimento e desenvolvimento económico Energia, investimento e desenvolvimento económico Aníbal Fernandes ENEOP Eólicas de Portugal Mesa Redonda Energia Eólica ERSE, 10 Fevereiro 2010 Prioridades de política energética e benefícios económicos

Leia mais

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Por Elisabete Rodrigues 17 de Maio de 2013 09:05 Comentar A plataforma de demonstração de energia solar que

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

Assim, a dívida externa bruta é hoje já superior a 200% do PIB!

Assim, a dívida externa bruta é hoje já superior a 200% do PIB! INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO BARROS, NO SEMINÁRIO «COMO EXPORTAR NO CENÁRIO GLOBAL» NO AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA MARIA

Leia mais

Banco Popular, Espanha

Banco Popular, Espanha Banco Popular, Espanha Tecnologia avançada de automação do posto de caixa para melhorar a eficiência e beneficiar a saúde e segurança dos funcionários O recirculador de notas Vertera contribuiu para impulsionar

Leia mais

QREN Inovação Inovação Produtiva. Projectos Individuais N.º 05/SI/2011

QREN Inovação Inovação Produtiva. Projectos Individuais N.º 05/SI/2011 1 QREN Inovação Inovação Produtiva Projectos Individuais N.º 05/SI/2011 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades de Projectos

Leia mais

driven by innovation first-global.com

driven by innovation first-global.com company profile driven by innovation Missão Contribuir para a melhoria dos processos e para o aumento de produtividade dos nossos clientes, adaptando as melhores tecnologias às necessidades reais do mercado.

Leia mais

47% em I&D duplicou. numa década. Portugal investe 1,52% do PB em Investigação e Desenvolvimento Investimento. última década" e lembra que "é preciso

47% em I&D duplicou. numa década. Portugal investe 1,52% do PB em Investigação e Desenvolvimento Investimento. última década e lembra que é preciso Portugal investe 1,52% do PB em Investigação e Desenvolvimento Investimento numa década em I&D duplicou I&D, a sigla que sintetiza a expressão Investigação e Desenvolvimento é hoje, e mais do que nunca,

Leia mais

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS?

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O ISQ e a ASK querem ajudar empreendedores e empresários à procura de financiamento a obterem o apoio de que necessitam para lançar ou desenvolver os seus

Leia mais

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas?

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas? Que Private Label na Era das Marcas? Vila Nova de Famalicão, 26 de Novembro de 2008 Manuel Sousa Lopes Teixeira 1 2 INTELIGÊNCIA TÊXTIL O Sector Têxtil e Vestuário Português e o seu enquadramento na Economia

Leia mais

minigeração # SINERGIAE Engineering for life...

minigeração # SINERGIAE Engineering for life... minigeração # SINERGIAE Engineering for life... O grupo SINERGIAE 2 í ndice O Grupo SINERGIAE... 3 O Que é a Minigeração... 4 Público Alvo... 5 Vantagens & Condições... 6 As nossas soluções... 7 Como fazer...

Leia mais

Exportar, Exportar, Exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais

Exportar, Exportar, Exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais Lanheses Exportar, Exportar, Exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais Especializações Inteligentes e Clusters Regionais: como exportar, com que apoios e para que mercados? Viana do Castelo

Leia mais

Programa +Inovação +Indústria Formulário de Candidatura

Programa +Inovação +Indústria Formulário de Candidatura Programa +Inovação +Indústria Formulário de Candidatura Com o propósito de ajudar no preenchimento do formulário de candidatura online, em letra Arial, tamanho 11, a informação necessária está resumida

Leia mais

Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector

Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector MEDIA: Agência Lusa Data publicação: 23Out Página: Jornalista: Data Recolha: 23Out Data Evento: 23 Out Têxteis: Pinho enaltece recuperação competitiva do sector 23 de Outubro de 20, 17:15 Famalicão, 23

Leia mais

Economia. Jornal Negócios. Classe: Economia/Negócios. Dimensão: n+ 19 11 2012. Imagem: Página (s): S/Cor 1/6 a 9

Economia. Jornal Negócios. Classe: Economia/Negócios. Dimensão: n+ 19 11 2012. Imagem: Página (s): S/Cor 1/6 a 9 Jornal Negócios /Negócios Dimensão: Página (s): 3306 1/6 a 9 /Negócios Câmara do Comércio Luso Alemã tem Chama Amarela traz indústria Autoeuropa mil sócios e na Alemanha de volta às exportações de 3 600

Leia mais

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O cirurgião dentista Robinson Shiba, proprietário da rede China In Box, em 1992 deixava de exercer sua profissão como dentista para inaugurar a primeira

Leia mais

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Outras conclusões: Recrutamento na área de Marketing Digital registou crescimento de 15%. Área de E- commerce cresceu 6% Remuneração dos profissionais

Leia mais

Entrevista com FTM Holding. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso. Francisco Tavares Machado. Presidente

Entrevista com FTM Holding. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso. Francisco Tavares Machado. Presidente Entrevista com FTM Holding Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso Francisco Tavares Machado Presidente Quality Media Press quais os principais sectores de actividade do Grupo FTM? R. O Grupo

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Inovação Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 04/SI/2010 1 Índice Tipologias de Investimento... 3 Condições de Elegibilidade

Leia mais

III Encontro Nacional de BIC s

III Encontro Nacional de BIC s de BIC s de BIC s Decorreu a 18 de Maio, em Abrantes, num hotel com uma vista magnífica para a Barragem de Castelo de Bode o 3º Encontro de BIC s (Business Innovation Centers Portugueses). Neste encontro

Leia mais

Apoio à Internacionalização

Apoio à Internacionalização Apoio à Internacionalização Incentivos QREN Castelo Branco, 4 de outubro 2012 YUNIT Corporate: João Esmeraldo QREN - Sistema Incentivos Empresas I&DT - Investigação e Desenvolvimento Qualificação - Investimentos

Leia mais

28-06-2011. Onde? Como? O quê? Fórum Exportações AÇORES. - Caracterização e Potencial das Exportações Regionais - 1. Internacionalização

28-06-2011. Onde? Como? O quê? Fórum Exportações AÇORES. - Caracterização e Potencial das Exportações Regionais - 1. Internacionalização Fórum Exportações AÇORES Caracterização e Potencial das Exportações Regionais Gualter Couto, PhD Ponta Delgada, 27 de Junho de 2011 1. Internacionalização Internacionalização: Processo Estrutura Organizacional

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade Divulgação do primeiro relatório Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade O Turismo de Portugal apresentou ontem o seu Relatório de Sustentabilidade, tornando-se no primeiro Instituto Público

Leia mais

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores 0366 PLANO DE MARKETING Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20 TAG 4/2010 17 Valores Índice Introdução Diagnóstico Análise do Mercado Análise da Concorrência Análise da Empresa Análise SWOT Objectivos

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

Securitas Parceiro da Universidade Fernando Pessoa

Securitas Parceiro da Universidade Fernando Pessoa Securitas Parceiro da Universidade Fernando Pessoa A Securitas é o parceiro de Segurança da Universidade Fernando Pessoa (UFP), no Porto. Uma colaboração que se tem vindo a cimentar ao longo dos 14 anos

Leia mais

Estratégia ambiental dos CTT promove aumento de vendas

Estratégia ambiental dos CTT promove aumento de vendas Estratégia ambiental dos CTT promove aumento de vendas 1 Estratégia ambiental dos CTT promove aumento de vendas O lançamento do portefólio Eco veio abrandar a tendência de redução de receitas e pelo terceiro

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

Reabilitação do Mercado Municipal. Concurso de Ideias. Regulamento

Reabilitação do Mercado Municipal. Concurso de Ideias. Regulamento ARTIGO 1º Enquadramento Reabilitação do Mercado Municipal Concurso de Ideias Regulamento O Concurso de Ideias para a reabilitação do Mercado Municipal (MM), sito na praça do Comércio é uma iniciativa da

Leia mais

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina

O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Informação 8 de Fevereiro de 2011 Campanha institucional do grupo Portucel Soporcel arranca hoje O papel de Portugal no mundo é mais importante do que imagina Arranca hoje a nova campanha institucional

Leia mais

O nosso desafio é o seu sucesso!

O nosso desafio é o seu sucesso! O nosso desafio é o seu sucesso! Clien tes de Refe rên cia Distribuição Construção Civil Industria Tecnologias Potenciamos o seu negócio A Empre sa. Somos uma empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 APR Associação Portuguesa de Resorts A Associação Portuguesa de Resorts (APR) tem por missão promover a imagem, empresas e

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES. O sucesso. dos métodos. não invasivos. de detecção. do cancro

CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES. O sucesso. dos métodos. não invasivos. de detecção. do cancro CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES O sucesso dos métodos não invasivos de detecção do cancro Foi distinguida no Concurso Nacional de Inovação BES em 2007 e desde então já lançou no mercado

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

aedição de 2001 da PME Excelência

aedição de 2001 da PME Excelência 26 PME Excelência com mais qualidade Criado com o objectivo de distinguir as PME que apresentem em cada ano os melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão, o Estatuto PME Excelência tem associado

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Rússia Oportunidades e Dificuldades do Mercado Março 2012 Índice 1. Oportunidades 3 1.1 Comércio 3 1.2 Investimento de Portugal na Rússia 4 1.3 Investimento da Rússia em

Leia mais

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar?

Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? QUESTÕES COLOCADAS PELO JORNALISTA MARC BARROS SOBRE O PROTOCOLO ENTRE A FNABA E O TURISMO DE PORTUGAL Qual o âmbito deste protocolo e que tipo de projectos pretende apoiar? Com propostas para fazer e

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

Perfil das Ideias e dos Empreendedores

Perfil das Ideias e dos Empreendedores Perfil das Ideias e dos Empreendedores I - Considerações gerais A análise que se segue tem como referência um painel 115 ideias de negócio, com proposta de desenvolvimento por 214 empreendedores, candidatos

Leia mais

Artigo 4º - Categorias de Prémios

Artigo 4º - Categorias de Prémios 0 Artigo 1º - Prémios Inovação Design na Fileira do Calçado Os PRÉMIOS INOVAÇÃO DESIGN NA FILEIRA DO CALÇADO-2014 são uma iniciativa conjunta do INPI Instituto Nacional da Propriedade Industrial, a APICCAPS

Leia mais

Modelo de Negócio. 1. Segmentos de Clientes. Breve Apresentação do Negócio

Modelo de Negócio. 1. Segmentos de Clientes. Breve Apresentação do Negócio FARMÁCIA BARREIROS Breve Apresentação do Negócio A farmácia original surgiu em 1934 pela mão da Dr.ª Lapa Barreiros que decidiu abrir o estabelecimento na Rua Serpa Pinto, na cidade do Porto, tendo-se

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas 7 de Novembro de 2014 Internacionalização - Desafios Diversificar Mercados Alargar a Base Exportadora Enquadramento Evolução Recente Comércio

Leia mais

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal

O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal O reforço da gestão da inovação nas empresas portuguesas CCDR Algarve 6 de Maio de 2009 Isabel Caetano COTEC Portugal COTEC PORTUGAL - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL PARA A INOVAÇÃO A COTEC Portugal - Associação

Leia mais

1. Nota de Boas Vindas. 2. Quem somos. Conceito umbrella. Uma empresa Portuguesa, líder Ibérica, com mais de 16 anos de experiência

1. Nota de Boas Vindas. 2. Quem somos. Conceito umbrella. Uma empresa Portuguesa, líder Ibérica, com mais de 16 anos de experiência 2 Conteúdos 1 Nota de Boas Vindas... 2 Quem somos... 3 Onde estamos... 3.1 Moradas e Contactos... 4 Como funcionamos... 4.1 Serviço Comercial... 4.2 Serviço de Gestão da Relação com o Cliente - CRM...

Leia mais

Portugal Investimento

Portugal Investimento Portugal Investimento O Investimento Bruto atingiu os 32 mil milhões de euros e o acumulado 71,7 mil milhões de euros o que significa um crescimento de quase 50% nos últimos 5 anos. Cerca de 32% do IDE

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A.

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A. 1 Reunir várias entidades do sector óptico nacional e discutir o futuro do sector bem como os temas cruciais para os empresários e intervenientes da área foram os objectivos do evento Visão de Futuro 2010,

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos 2012 1 2 Sobre a COSEC O que é o Seguro de Créditos

Leia mais

Energia: Sustentabilidade e redução de custos.

Energia: Sustentabilidade e redução de custos. . dossier / Energia Pág: 36 Área: 15,00 x 20,27 cm² Corte: 1 de 6 Energia: Sustentabilidade e redução de custos. 2015 marca o ano Internacional da Luz. No que diz respeito ao consumo de energia, os hotéis

Leia mais

Alianças. vencer. Paulo Malo Em entrevista. HotelPress Substitui compra de jornais. Que futuro para os hotéis portugueses?

Alianças. vencer. Paulo Malo Em entrevista. HotelPress Substitui compra de jornais. Que futuro para os hotéis portugueses? Ano 07 Nº 71 Setembro 2011 Mensal Preço de Capa: 10 (Portugal) A REVISTA DO GESTOR HOTELEIRO Dossier Novas TECNOLOGIAS Em análise Alianças para vencer Que futuro para os hotéis portugueses? 71 + Paulo

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES Crescimento de volume de negócios: + 5.1% a valores e taxas

Leia mais

A Indústria Portuguesa de Moldes

A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes tem vindo a crescer e a consolidar a sua notoriedade no mercado internacional, impulsionada, quer pela procura externa, quer por uma competitiva

Leia mais

1 - Expresso, 13-10-2007, Cascais empreende. 2 - Sol, 13-10-2007, Inovação precisa de dinheiro

1 - Expresso, 13-10-2007, Cascais empreende. 2 - Sol, 13-10-2007, Inovação precisa de dinheiro Revista de Imprensa Semana Europeia de Empreendedorismo 2007 DNA 1 - Expresso, 13-10-2007, Cascais empreende 2 - Sol, 13-10-2007, Inovação precisa de dinheiro 3 - Jornal da Costa do Sol, 11-10-2007, Inovar

Leia mais

Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes.

Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes. Acreditamos que o seu sucesso é o nosso sucesso: Porque o todo é maior que a soma das partes. Com 17 anos de história a Onebiz representa 6 áreas de negócio Conjunto de marcas Serviços especializados Liderança

Leia mais

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Lisboa, 29 de Março de 2011 1. A aicep Portugal Global 2. Acompanhamento Integrado 3. Intervenção da aicep A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Índice. 1. Alguns factos. Competitividade da fileira hortofrutícola. 1. Alguns factos 2. Os desafios 3. As estratégias 4. Considerações finais

Índice. 1. Alguns factos. Competitividade da fileira hortofrutícola. 1. Alguns factos 2. Os desafios 3. As estratégias 4. Considerações finais Competitividade da fileira hortofrutícola Desafios da fruta qualificada (DOP/IGP) face às tendências de mercado Viseu 7 Novembro de 2007 Gonçalo Lopes COTHN Índice 2. Os desafios 3. As estratégias 4. Considerações

Leia mais

Global Incentives Solutions*

Global Incentives Solutions* Incentives Solutions Global Incentives Solutions* Informação sobre incentivos ao investimento Número 6, Outubro de 2007 *connectedthinking What s hot Assinatura dos Programas Operacionais (PO) No passado

Leia mais

OS VALORES E OS PRINCÍPIOS DA SIKA

OS VALORES E OS PRINCÍPIOS DA SIKA OS VALORES E OS PRINCÍPIOS DA SIKA SIKA UM LÍDER GLOBAL COM PRINCÍPIOS E TRADIÇÃO Fundada na Suíça pelo inventor visionário Kaspar Winkler há mais de 100 anos, a Sika tornou-se numa empresa global de sucesso

Leia mais

As A p s e p c e t c os o s Só S c ó i c o o P r P of o iss s i s on o a n i a s s d a d a I nf n or o mát á ica c 2º Trabalho Prático Abril de 2007

As A p s e p c e t c os o s Só S c ó i c o o P r P of o iss s i s on o a n i a s s d a d a I nf n or o mát á ica c 2º Trabalho Prático Abril de 2007 Aspectos Sócio Profissionais da Informática 2º Trabalho Prático Abril de 2007 Sumário Estratégia de Lisboa Plano Tecnológico Visão Geral Prioridades Alguns Resultados Ideias de Negócio Referências Bibliográficas

Leia mais

XII ENCONTRO GESVENTURE DISCURSO DE BOAS VINDAS

XII ENCONTRO GESVENTURE DISCURSO DE BOAS VINDAS XII ENCONTRO GESVENTURE DISCURSO DE BOAS VINDAS Exmo. Senhor Presidente do Grupo Caixa Geral de Depósitos, Engº Fernando Faria de Oliveira Exmo. Senhor Presidente do IAPMEI e da InovCapital, Dr. Luís Filipe

Leia mais

A Indústria Portuguesa de Moldes

A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes A Indústria Portuguesa de Moldes tem vindo a crescer e a consolidar a sua notoriedade no mercado internacional, impulsionada, quer pela procura externa, quer por uma competitiva

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

A Internet nas nossas vidas

A Internet nas nossas vidas Economia Digital A Internet nas nossas vidas Nos últimos anos a internet revolucionou a forma como trabalhamos, comunicamos e até escolhemos produtos e serviços Economia Digital Consumidores e a Internet

Leia mais

Governo dos Açores Secretaria Regional da Economia Gabinete do Secretário Regional

Governo dos Açores Secretaria Regional da Economia Gabinete do Secretário Regional Intervenção do Secretário Regional da Economia na cerimónia de assinatura do Memorando de Entendimento entre a YDreams e a APIA Ponta Delgada, 8 de Julho de 2011 É com enorme satisfação que presido à formalização

Leia mais

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO A noção de Empreendedorismo, como uma competência transversal fundamental para o desenvolvimento humano, social e económico, tem vindo a ser reconhecida

Leia mais

CARTÃO UNIVERSAL DE DESCONTOS UMA OPORTUINIDADE ÚNICA! Este é um negócio para quem está aberto a mudar a sua vida!

CARTÃO UNIVERSAL DE DESCONTOS UMA OPORTUINIDADE ÚNICA! Este é um negócio para quem está aberto a mudar a sua vida! CARTÃO UNIVERSAL DE DESCONTOS UMA OPORTUINIDADE ÚNICA! Este é um negócio para quem está aberto a mudar a sua vida! Agarrar esta oportunidade é uma decisão que só depende de nós ou queremos ou não queremos

Leia mais

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS Sessão de Esclarecimento Associação Comercial de Braga 8 de abril de 2015 / GlobFive e Creative Zone PT2020 OBJETIVOS DO PORTUGAL 2020 Promover a Inovação empresarial (transversal);

Leia mais

O PAPEL DE PORTUGAL NO MUNDO É MAIS IMPORTANTE DO QUE IMAGINA.

O PAPEL DE PORTUGAL NO MUNDO É MAIS IMPORTANTE DO QUE IMAGINA. O PAPEL DE PORTUGAL NO MUNDO É MAIS IMPORTANTE DO QUE IMAGINA. Mensagem da Administração Bem-vindos ao Complexo Industrial da Figueira da Foz do grupo Portucel Soporcel. É com muita satisfação que Vos

Leia mais