R - ÁREA PROFISSIONAL TERAPIA OCUPACIONAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "R - ÁREA PROFISSIONAL TERAPIA OCUPACIONAL"

Transcrição

1 R - ÁREA PROFISSIONAL TERAPIA OCUPACIONAL R 69 - TERAPIA OCUPACIONAL EM REABILITAÇÃO FÍSICA Titulação: Aprimoramento Supervisora: Gracinda Rodrigues Tsukimoto Características: (duração 12 meses) Destinado ao terapeuta ocupacional, o programa tem como objetivo oferecer subsídios teóricos e práticos para a formação de recursos humanos e técnicos em Terapia Ocupacional aplicada à reabilitação física. Por meio da vivência institucional busca favorecer a reflexão crítica sobre temas e postulados fundamentais na área da reabilitação, bem como sobre as Políticas Públicas de Saúde e de Reabilitação em conformidade com o SUS. Mediante o desenvolvimento da prática e da metodologia visa estimular a pesquisa em Terapia Ocupacional e a aplicação dos conhecimentos em reabilitação e inclusão. Temário Básico: Integração do aprimorando no IMREA: conhecimento da filosofia, visão e missão da Instituição, bem como da sua estrutura organizacional. Atuação em Equipe Interdisciplinar. Paradigmas Atuais da Reabilitação e das Políticas Públicas. Bioética em Reabilitação. Instrumentação para Avaliação de Terapia Ocupacional em Reabilitação e Aplicação da Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) e Medida de Independência Funcional (MIF) na Prática Clínica em Reabilitação. Reabilitação da pessoa com deficiência e terapia ocupacional aplicada - Fundamentos Teóricos: Conceitos de Terapia Ocupacional, Recursos Terapêuticos, e Análise de Atividade. Avaliação e Intervenção Terapêutica nas Atividades Básicas e Instrumentais de Vida Diária, Atividades de Vida do Lazer e do Trabalho. Tecnologia Assistiva, Órteses, Adaptação, Adequação Postural. Papel e Intervenção do Terapeuta Ocupacional. Reabilitação da pessoa com deficiência e terapia ocupacional aplicada à Hemiplegia.

2 Terapia Ocupacional Aplicada à Lesão Medular. Terapia Ocupacional na atenção à criança com deficiência. Terapia Ocupacional Aplicada a Amputados de Membros Superiores e Inferiores. Miopatias, doenças do neurônio motor inferior: avaliação e intervenção. Terapia Ocupacional em Hemofilia. Papel da Terapia Ocupacional em Oficinas Terapêuticas. Terapia Ocupacional na atenção à Terceira Idade. Recursos e avanços tecnológicos na reabilitação. Bloqueio Neuroquímico: Avaliação e Intervenção Terapêutica. Estimulação Elétrica Funcional e Biofeedback: Indicações terapêuticas. Princípios básicos para organização de um Serviço de Terapia Ocupacional em Reabilitação Física. Metodologia de Pesquisa Clínica Aplicada à Terapia Ocupacional. R 70 - TERAPIA OCUPACIONAL EM SAÚDE MENTAL Titulação: Aprimoramento Supervisora: Patricia Cardoso Buchain Neubern Características: (duração 12 meses) Destinado à terapeutas ocupacionais, tem como objetivo aperfeiçoar o conhecimento práticoteórico em Terapia Ocupacional na área de Saúde Mental, com uma carga horária semanal de 40 horas, distribuídas em aulas teóricas e prática supervisionada de um Serviço de Atenção à pessoas com Transtornos Neuropsiquiátricos de alta complexidade do Sistema Único de Saúde (SUS)- Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP Temário Básico: História da Terapia Ocupacional na Saúde Mental Neuropsicologia em Terapia Ocupacional Reabilitação Cognitiva-Funcional Avaliações Funcionais de Terapia Ocupacional Abordagem Psicodinâmica em Terapia Ocupacional Reabilitação Psicossocial

3 O uso de avaliações na prática clínica da Terapia Ocupacional em Saúde Mental Iniciação em pesquisa científica. Políticas de Saúde Mental. R 71 - TERAPIA OCUPACIONAL EM TRAUMATO-ORTOPEDIA Titulação: Aprimoramento Supervisora: Lígia Cortez de Almeida Características: (duração 12 meses) Dirigido à terapeutas ocupacionais tem o objetivo de oferecer fundamentação teórica-prática em Terapia Ocupacional aplicada na reabilitação dos acometimentos por trauma e patologias de média e alta complexidade que envolvem o sistema músculo-esquelético. O programa dá ênfase ao tratamento pré e pós-operatório de cirurgias ortopédicas, cirurgia de mão, adequação postural em cadeira de rodas, reabilitação de membros superiores e confecção de órteses e adaptações. Oferece atuação multidisciplinar em geriatria, paralisia cerebral e traumatismo raquimedular. Carga horária de 40 horas semanais de prática supervisionada e aulas teóricas. Temário Básico: Abordagem da Terapia Ocupacional em: o Lesões traumáticas e não traumáticas do aparelho músculo esquelético: ósseas, tendíneas e nervosas. o Reabilitação dos membros superiores o Ortopedia pediátrica: malformação congênita, paralisia cerebral, entre outras. o Traumatismo raquimedular o Ortopedia aplicada à geriatria o Pré e pos operatório de doenças reumáticas o Tendinites, tenossinovites e síndromes compressivas. o Amputações Adequação postural em cadeira de rodas Órteses e adaptações Próteses Terapia Ocupacional em contextos hospitalares Iniciação em pesquisa científica

4 BIBLIOGRAFIA PARA 1ª FASE PARA TODOS OS PROGRAMAS DA ÁREA DE TERAPIA OCUPACIONAL Bibliografia: 1. BATTISTELLA, L.R.; RIBEIRO SOBRINHO, J.B. Hemiplegia Reabilitação. Livraria Atheneu Editora, São Paulo, BEE, H. A criança em desenvolvimento. 9. ed. Porto Alegre: Artmed Brasil, BENETTON, MJ. Trilhas Associativas: ampliando subsídios metodológicos a clinica da terapia ocupacional. 2ª ed. São Paulo: Centro de Estudos de Terapia Ocupacional / Diagrama & Texto; BOBATH, B. Hemiplegia no adulto, avaliação e tratamento. São Paulo, Editora Manole, BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde Mental no SUS: acesso ao tratamento e mudança do modelo de atenção. Relatório de gestão Secretaria de Atenção à Saúde Mental. Brasília, novembro de CAVALCANTI, A; GALVÃO, C. Terapia Ocupacional. Fundamentação & Prática. Ed Guanabara Koogan, Cazeiro, Ana Paula Martins et al. Terapia Ocupacional e as atividades da vida diária, atividades instrumentais da vida diária e tecnologia assistiva. Ed. Associação brasileira dos terapeutas ocupacionais Abrato, CIF: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde [Centro Colaborador da Organização Mundial de Saúde para a Família de Classificações Internacionais, org.; coordenação da tradução Cássia Maria Buchalla]. Editora da Universidade de São Paulo, São Paulo, DE CARLO, M. M. R. P.; BARTALOTTI, C. C. Terapia Ocupacional no Brasil - Fundamentos e Perspectivas, 1ªed, São Paulo: Plexus Editora.

5 10. DE CARLO, M. M. R. P.; LUZO, M. C. M., Terapia Ocupacional reabilitação Física e Contextos Hospitalares, 1ª edição, são Paulo: Roca, FERLAND, FRANCINE. O modelo lúdico: o brincar, a criança com deficiência física e a terapia ocupacional. São Paulo: Roca, p. 12. FORLENZA, O. Psiquiatria Geriátrica : do diagnóstico a reabilitação. Atheneu Editora, FRANCISCO, B.R. Terapia Ocupacional. 2ª. ed., Campinas, Papirus, FREITAS, PAULA PARDINI. Reabilitação da mão. São Paulo: Atheneu, p. 15. GAZZANIGA, M. S., IVRY, R. B. E MANGUN, G. R. Neurociência Cognitiva: A Biologia da Mente. Porto Alegre: Artmed, GREVE, JULIA MARIA D ANDRÉA. Tratado de medicina de reabilitação. São Paulo: Roca, p. seção 9, pág ; seção 10, pág ; seção 11, pág ; seção 14, pág GRIEVE,J. Neuropsicologia em Terapia Ocupacional: exame da percepção e cognição - 2 Ed. São Paulo: Editora Santos. 18. HAGEDORN, R. Fundamentos para a Prática em Terapia Ocupacional. Roca Ed. São Paulo, MACDONALD. Terapia Ocupacional em Reabilitação. 4ª. ed., São Paulo, Santos Livraria Editora, MALICK, M.H. Manual on Management of the Burm Patient. Harmarville Rehabilitation Center Pittsburg, P.A MAXIMINO, V.S. Grupos de Atividades com pacientes psicóticos. UNIVAP, São José dos Campos, 2001.

6 22. NETO M.R.L; ELKIS, H (Orgs). Psiquiatria Básica. 2 Ed. Porto Alegre. Artes Med Editora, NITRINI, R.; CARAMELI, P.; MANSUR, L. Neuropsicologia: das bases anatômicas à reabilitação. São Paulo, Clínica Neurológica do HCFMUSP, NITRINI, RICARDO. Condutas em neurologia São Paulo: Clínica Neurológica do Hospital das Clínicas da FMUSP, p. 25. NITRINI, RICARDO. Neurologia que todo médico deve saber. 2 ed. São Paulo: Atheneu, p. 26. PARDINI, A. Traumatismos da mão. Rio de Janeiro, Editora MÈDSI 27. PARDINI JUNIOR, ARLINDO G. Traumatismos da mão. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. Cap. 2, pág. 7; cap. 8, pág. 113; Cap. 12, pág. 223; Cap. 16, pág. 293; Cap. 19, pág. 381, Cap. 20, pág. 401; Cap. 26, pág PEDRAL, C; BASTOR, P. Terapia Ocupacional. Metodologia e Prática. Rio de Janeiro.Editora Rubio, REFORMA PSIQUIÁTRICA E POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL NO BRASIL: Conferência Regional de Reforma dos Serviços de Saúde Mental: 15 anos depois de Caracas. Brasília, novembro, SMITH, LK; WEISS, EL; LEHMKUHL: Cinesiologia clínica de Brunnstrom. 5ª ed. São Paulo, Manole, SOBOTTA, B. Atlas de anatomia humana. Rio de Janeiro. Editora Guanabara, SUMSION. T. Prática Baseada no Cliente na Terapia Ocupacional. Guia para Implementação. Editora Roca. São Paulo, 2003.

7 33. TEDESCO, S.A. O desenvolvimento e estudo de instrumentos de avaliação em Terapia Ocupacional. Cadernos - Centro Universitário São Camilo Um mundo da Sáude Cadernos CUSC, São Paulo, v.8, n 3, p.17-26, TEIXEIRA, GH. Transtornos Comportamentais na Infância e Adolescência. Rio de Janeiro. Editora Rubio, THOMPSON,JC. Atlas de Anatomia Ortopédica de Netter. Porto Alegre, Editora Artmed, TROMBLY, CATHERINE A. Terapia ocupacional para disfunção física 5 ed. São Paulo: Santos, Capítulos: 4, 6, 14, 15,16,17, 20, 27, 41, 43, WILLARD & SPACKMAN Terapia Ocupacional. 9ª. ed., Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, RIBEIRO-LAURIDSEN E, TANAKA OU (orgs). Atenção em saúde mental para crianças e adolescentes no SUS. São Paulo: Hucitec; p PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA 2ª FASE R 69 - TERAPIA OCUPACIONAL EM REABILITAÇÃO FÍSICA Programa para as provas: Introdução à Terapia Ocupacional. Análise e indicação de atividade. Avaliação funcional. Atividades Básicas e Instrumentais e Vida Diária. Princípios de Terapia Ocupacional aplicados à reabilitação. 1. BATTISTELLA, L.R.; RIBEIRO SOBRINHO, J.B. Hemiplegia Reabilitação. Livraria Atheneu Editora, São Paulo, CAVALCANTI, A; GALVÃO, C. Terapia Ocupacional. Fundamentação & Prática. Ed Guanabara Koogan, DE CARLO, M. M. R. P.; LUZO, M. C. M., Terapia Ocupacional reabilitação Física e Contextos Hospitalares, 1ª edição, são Paulo: Roca, 2004.

8 4. GREVE, JULIA MARIA D ANDRÉA. Tratado de medicina de reabilitação. São Paulo: Roca, TROMBLY, CATHERINE A. Terapia ocupacional para disfunção física. 5 ed. São Paulo: Santos, p. PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA PARA 2ª FASE R 70 - TERAPIA OCUPACIONAL EM SAÚDE MENTAL 1. BEE, H. A criança em desenvolvimento. 9. ed. Porto Alegre: Artmed Brasil, BENETTON, MJ. Trilhas Associativas: ampliando subsídios metodológicos a clinica da terapia ocupacional. 2ª ed. São Paulo: Centro de Estudos de Terapia Ocupacional / Diagrama & Texto; BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde Mental no SUS: acesso ao tratamento e mudança do modelo de atenção. Relatório de gestão Secretaria de Atenção à Saúde Mental. Brasília, novembro de CAVALCANTI, A; GALVÃO, C. Terapia Ocupacional. Fundamentação & Prática. Ed Guanabara Koogan, Cazeiro,Ana Paula Martins et al.terapia Ocupacional e as atividades da vida diária, atividades instrumentais da vida diária e tecnologia assistiva.ed. Associação brasileira dos terapeutas ocupacionais Abrato, CIF: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde [Centro Colaborador da Organização Mundial de Saúde para a Família de Classificações Internacionais, org.; coordenação da tradução Cássia Maria Buchalla]. Editora da Universidade de São Paulo, São Paulo, DE CARLO, M. M. R. P.; BARTALOTTI, C. C. Terapia Ocupacional no Brasil - Fundamentos e Perspectivas, 1ªed, São Paulo: Plexus Editora. 8. FERLAND, FRANCINE. O modelo lúdico: o brincar, a criança com deficiência física e a terapia ocupacional. São Paulo: Roca, p. 9. FORLENZA, O. Psiquiatria Geriátrica : do diagnóstico a reabilitação. Atheneu Editora, FRANCISCO, B.R. Terapia Ocupacional. 2ª. ed., Campinas, Papirus, 2001.

9 11. GAZZANIGA, M. S., IVRY, R. B. E MANGUN, G. R. Neurociência Cognitiva: A Biologia da Mente. Porto Alegre: Artmed, GRIEVE,J. Neuropsicologia em Terapia Ocupacional: exame da percepção e cognição - 2 Ed. São Paulo: Editora Santos. 13. HAGEDORN, R. Fundamentos para a Prática em Terapia Ocupacional. Roca Ed. São Paulo, MAXIMINO, V.S. Grupos de Atividades com pacientes psicóticos. UNIVAP, São José dos Campos, NETO M.R.L; ELKIS, H (Orgs). Psiquiatria Básica. 2 Ed. Porto Alegre. Artes Med Editora, NITRINI, R.; CARAMELI, P.; MANSUR, L. Neuropsicologia: das bases anatômicas à reabilitação. São Paulo, Clínica Neurológica do HCFMUSP, NITRINI, RICARDO. Condutas em neurologia São Paulo: Clínica Neurológica do Hospital das Clínicas da FMUSP, p. 18. NITRINI, RICARDO. Neurologia que todo médico deve saber. 2 ed. São Paulo: Atheneu, p. 19. PEDRAL, C; BASTOR, P. Terapia Ocupacional. Metodologia e Prática. Rio de Janeiro.Editora Rubio, REFORMA PSIQUIÁTRICA E POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL NO BRASIL: Conferência Regional de Reforma dos Serviços de Saúde Mental: 15 anos depois de Caracas. Brasília, novembro, SUMSION. T. Prática Baseada no Cliente na Terapia Ocupacional. Guia para Implementação. Editora Roca. São Paulo, TEDESCO, S.A. O desenvolvimento e estudo de instrumentos de avaliação em Terapia Ocupacional. Cadernos - Centro Universitário São Camilo Um mundo da Sáude Cadernos CUSC, São Paulo, v.8, n 3, p.17-26, TEIXEIRA, GH. Transtornos Comportamentais na Infância e Adolescência. Rio de Janeiro. Editora Rubio, RIBEIRO-LAURIDSEN E, TANAKA OU (orgs). Atenção em saúde mental para crianças e adolescentes no SUS. São Paulo: Hucitec; p

10 PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA PARA 2ª FASE R 71 - TERAPIA OCUPACIONAL EM TRAUMATO-ORTOPEDIA Programa para a prova: Anatomia geral do aparelho locomotor e anatomia funcional do membro superior. Noções gerais do tratamento de Terapia Ocupacional nos principais acometimentos póstrauma, patologias ósteo-articulares e neuro-ortopédicas que envolvem o membro superior e o aparelho locomotor. Paralisia cerebral Trauma raquimedular Ortopedia em geriatria Recursos terapêuticos e análise de atividade Dispositivos auxiliares: Órteses de membros superiores e adaptações Adequação postural Princípios da reabilitação de membros superiores Princípios da terapia ocupacional em reabilitação Bibliografia: 1. DE CARLO, M.M.R.P; LUZO, M.C.M., Terapia Ocupacional - Reabilitação Física e Contextos Hospitalares, 1a. Edição, São Paulo: Roca, THOMPSON,JC. Atlas de Anatomia Ortopédica de Netter. Porto Alegre, Editora Artmed, TROMBLY, CATHERINE A. Terapia ocupacional para disfunção física 5 ed. São Paulo: Santos, Capítulos: 4, 6, 14, 15,16,17, 20, 27, 41, 43, 46.

H - ÁREA PROFISSIONAL FISIOTERAPIA MÚSCULO ESQUELÉTICA

H - ÁREA PROFISSIONAL FISIOTERAPIA MÚSCULO ESQUELÉTICA H - ÁREA PROFISSIONAL FISIOTERAPIA MÚSCULO ESQUELÉTICA FISIOTERAPIA EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA Titulação: Aprimoramento e Especialização Supervisor: José Eduardo Pompeu Características: (duração 12 meses)

Leia mais

I - ÁREA PROFISSIONAL FONOAUDIOLOGIA

I - ÁREA PROFISSIONAL FONOAUDIOLOGIA I - ÁREA PROFISSIONAL FONOAUDIOLOGIA FONOAUDIOLOGIA HOSPITALAR EM FUNÇÕES OROFACIAIS Titulação: Aprimoramento Supervisora: Profª Drª Cláudia Regina Furquim de Andrade Características: (duração 12 meses)

Leia mais

Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra

Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra Reabilitação da Paralisia Cerebral no CEREPAL Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra Histórico Fundada no dia 02 de março de 1964 por um grupo de pais que os filhos possuíam lesão cerebral. É uma entidade

Leia mais

Grade Curricular. CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL- Grade curricular anos 2010/2011

Grade Curricular. CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL- Grade curricular anos 2010/2011 Grade Curricular CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL- Grade curricular anos 2010/2011 1º Semestre 1 Anatomia I Obrig. 4 68 2 Introdução à Metodologia da Pesquisa Obrig. 3 51 3 Formação Pessoal do Terapeuta Ocupacional

Leia mais

DISCIPLINA DE EMERGÊNCIAS EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA 6º ANO

DISCIPLINA DE EMERGÊNCIAS EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA 6º ANO DISCIPLINA DE EMERGÊNCIAS EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA 6º ANO - 2012 - Período: 04/06/2012 a 24/06/2012 Coordenador: Prof. Dr. Carga Horária: 3 semanas 120 horas Grupo: 2C OBJETIVOS Os alunos do último

Leia mais

PROCESSO DE PRESCRIÇÃO E CONFECÇÃO DE ÓRTESES PARA PACIENTES NEUROLÓGICOS EM UM SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONAL

PROCESSO DE PRESCRIÇÃO E CONFECÇÃO DE ÓRTESES PARA PACIENTES NEUROLÓGICOS EM UM SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONAL PROCESSO DE PRESCRIÇÃO E CONFECÇÃO DE ÓRTESES PARA PACIENTES NEUROLÓGICOS EM UM SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONAL Lígia Maria Presumido Braccialli. (bracci@marilia.unesp.br) Aila Narene Dahwache Criado Rocha.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO 1) História da Terapia Ocupacional (30 hs) EMENTA: Marcos históricos que antecederam o surgimento formal da profissão de

Leia mais

Rede de Reabilitação Lucy Montoro

Rede de Reabilitação Lucy Montoro Rede de Reabilitação Lucy Montoro Rede de Reabilitação Lucy Montoro Implantar, Padronizar e Sistematizar uma rede hierarquizada e descentralizada, dentro dos parâmetros do SUS, de atendimento em reabilitação

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Área: Estágio de Enfermagem em Saúde do Adulto I e II Campo de Atuação: Santa Casa de Tupã; Instituto de Psiquiatria de Tupã e Hospital São

Leia mais

Resolução CNRM Nº 02, de 20 de agosto de 2007

Resolução CNRM Nº 02, de 20 de agosto de 2007 Resolução CNRM Nº 02, de 20 de agosto de 2007 Dispõe sobre a duração e o conteúdo programático da Residência Médica de Cirurgia da Mão O PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA, no uso das

Leia mais

EQUIPE DE PROFISSIONAIS CEPEC Centro de Estudos e Pesquisas Clínicas de São Paulo.

EQUIPE DE PROFISSIONAIS CEPEC Centro de Estudos e Pesquisas Clínicas de São Paulo. Dra. Miriam Serrano de Freitas Terapeuta Ocupacional especializada em Síndrome de Down serrano.miriam@gmail.com Data de nascimento:07/05/1986 Endereço: Morishigue Akagui, 51 Telefone para contato: (11)

Leia mais

Edital de Convocação. Concurso para Bolsa de Aperfeiçoamento Profissional

Edital de Convocação. Concurso para Bolsa de Aperfeiçoamento Profissional R. Lopes Trovão, 301 - Icaraí - Niterói tel.: 2109-2626 ramais: 239 / 245 home page: www.afr.org.br e-mail: afrestagio@afr.org.br Edital de Convocação Concurso para Bolsa de Aperfeiçoamento Profissional

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNESP CAMPUS DE MARÍLIA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNESP CAMPUS DE MARÍLIA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNESP CAMPUS DE MARÍLIA Objetivos do Curso Curso da área da saúde, centrado nos aspectos ergonômicos e sociais da atividade humana. Visa à formação

Leia mais

Mcardle, William; Katch, Frank I. ; Katch, Victor L (852770756X). Editora Guanabara2ª edição 2002

Mcardle, William; Katch, Frank I. ; Katch, Victor L (852770756X). Editora Guanabara2ª edição 2002 CONDICIONAMENTO FÍSICO Mcardle, William; Katch, Frank I. ; Katch, Victor L (852770756X). Editora Guanabara2ª edição 2002 Tratado De Reabilitaçao - Autores: YAZBEK JUNIOR, PAULO; SABBAG, LIVIA MARIA DOS

Leia mais

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO - Abordagem multiprofissional e interdisciplinar - assistência prestada por

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

P - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL

P - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL P - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL P 41 - SERVIÇO SOCIAL EM ASSISTÊNCIA A PACIENTES PORTADORES DE HIV/AIDS Titulação: Aprimoramento Supervisora: Susan Marisclaid Gasparini Dirigido aos profissionais

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL Código: ENF- 210 Pré-requisito: ENF

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: Enfermagem em Atenção à Saúde Mental Código: ENF- 210 Pré-requisito: ENF

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA Instituição Certificadora: FALC Faculdade da Aldeia de Carapicuíba Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001/ 2007 Carga Horária: 600h (sendo 150h para estágio)

Leia mais

Agente Comunitário em Saúde

Agente Comunitário em Saúde Agente Comunitário em Saúde Introdução a Informática Ações de Promoção do ambiente saudável A sociedade em que vivemos Construção de Redes Comunitárias e Promoção à Saúde Introdução à Profissão de Agente

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Ementas das Disciplinas CURSO DE GRADUAÇÃO DE FISIOTERAPIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares correspondem a 204 horas realizadas nos diferentes espaços proporcionados

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: Carga Horária: 80h (Teoria: 60h; Prática: 20h) Créditos: 04 Pré-requisito(s): ------ Período: VII Ano: 2015.

PLANO DE CURSO. Código: Carga Horária: 80h (Teoria: 60h; Prática: 20h) Créditos: 04 Pré-requisito(s): ------ Período: VII Ano: 2015. PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem em Saúde Mental Professor: Tito Lívio Ribeiro E-mail: thitolivio@gmail.com Código: Carga

Leia mais

CICLO 2014 PRONAS RELAÇÃO DOS PROJETOS APROVADOS ATÉ 27.11.14

CICLO 2014 PRONAS RELAÇÃO DOS PROJETOS APROVADOS ATÉ 27.11.14 CICLO 2014 PRONAS RELAÇÃO DOS PROJETOS APROVADOS ATÉ 27.11.14 Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro - Hospital Pequeno Príncipe 25000.161.705/2014-37 Deficiência Intelectual e

Leia mais

98200003 50000446 RPG FISIOTERAPIA R$ 33,35. Avaliação Terapia Ocupacional 98400029 não possui Não possui TERAPIA OCUPACIONAL R$ 42,35 98200143

98200003 50000446 RPG FISIOTERAPIA R$ 33,35. Avaliação Terapia Ocupacional 98400029 não possui Não possui TERAPIA OCUPACIONAL R$ 42,35 98200143 DESCRIÇÃO ANTERIOR CÓDIGO ANTERIOR CÓD. TUSS NOMENCLATURA TUSS SERVIÇO VALOR REAJUSTADO EM 17,65% - (VIGENTE A PARTIR DE 01/04/2015) Avaliação Nutricionista 98800140 não possui não possui NUTRICIONISTA

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE

SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR ASSISTENTE

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais

Solar das Magnólias: experiência de projetos terapêuticos com idosos no Centro de Reabilitação Neurológica

Solar das Magnólias: experiência de projetos terapêuticos com idosos no Centro de Reabilitação Neurológica Solar das Magnólias: experiência de projetos terapêuticos com idosos no Centro de Reabilitação Neurológica Micheli Patrícia de Fátima Magri, Renata Castilho, Rogério Benedito de Brito, Elisabeth Frolich

Leia mais

FERREIRO, Emilia e TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da Língua Escrita. ArtmedEditora. Porto Alegre. 1999.

FERREIRO, Emilia e TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da Língua Escrita. ArtmedEditora. Porto Alegre. 1999. Bibliografias úteis Alfabetização FERREIRO, Emilia e TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da Língua Escrita. ArtmedEditora. Porto Alegre. 1999. SOARES, Magda B. Alfabetização e letramento: caminhos e descaminhos....alfabetização

Leia mais

CAPACITAÇÕES CER ANO - 2015. Janeiro IMPORTÂNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL PARA O SUCESSO DA EQUIPE. Março

CAPACITAÇÕES CER ANO - 2015. Janeiro IMPORTÂNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL PARA O SUCESSO DA EQUIPE. Março CAPACITAÇÕES CER ANO - 2015 Janeiro IMPORTÂNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL PARA O SUCESSO DA EQUIPE Data: 05 a 06/01/2015 Local/Instituição: CER Diamantina Quantidade de profissionais: 80 Objetivo:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE BRINQUEDOS ADAPTADOS PARA AS CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL

A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE BRINQUEDOS ADAPTADOS PARA AS CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE BRINQUEDOS ADAPTADOS PARA AS CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL CARNEIRO, Junile Silva Canavarro Discente do 6º período do Curso de Terapia Ocupacional das Faculdades de Ciências

Leia mais

TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS

TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS TERAPEUTA OCUPACIONAL E O SUS TERAPIA OCUPACIONAL UMA PROFISSÃO NATURALMENTE PARA A SAÚDE PUBLICA Senhor Gestor, gostaríamos de apresentar as possibilidades de cuidado que o terapeuta ocupacional oferece

Leia mais

UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA

UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Enfermagem Disciplina: Cuidar de Enfermagem em Saúde Mental Carga Horária: 90 h Teórica: 60h Prática: 30h Semestre: 2013.1 Professor: Cilene Duarte da

Leia mais

CIRMEC BRASIL. Programa Nacional de Educação Permanente em Medicina Física e Reabilitação

CIRMEC BRASIL. Programa Nacional de Educação Permanente em Medicina Física e Reabilitação Curso integrado e a distância de educação permanente para residência médica em Medicina Física e Reabilitação da Sociedade Paulista de Medicina Física e Reabilitação (SPMFR) e da Associação Brasileira

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM REABILITAÇÃO AQUÁTICA

Leia mais

XIII Congresso Estadual das APAEs IV Fórum de Autodefensores 28 a 30 de março de 2010 Parque Vila Germânica, Setor 2 Blumenau (SC), BRASIL

XIII Congresso Estadual das APAEs IV Fórum de Autodefensores 28 a 30 de março de 2010 Parque Vila Germânica, Setor 2 Blumenau (SC), BRASIL XIII Congresso Estadual das APAEs IV Fórum de Autodefensores 28 a 30 de março de 2010 Parque Vila Germânica, Setor 2 Blumenau (SC), BRASIL IMPLANTAÇÃO DA TERAPIA DE INTEGRAÇÃO SENSORIAL NA APAE DE BLUMENAU

Leia mais

Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1

Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1 Curso de Graduação em MEDICINA Plano Curricular Pleno 2014/1 MED-100 - Unidades de Ensino da área de conhecimento das bases moleculares e celulares dos processos normais e alterados, da estrutura e função

Leia mais

Curso: Fisioterapia Currículo: 2. Estágios obrigatórios. Atividades Complementares. Disciplina Optativa. Disciplinas Pré Req.

Curso: Fisioterapia Currículo: 2. Estágios obrigatórios. Atividades Complementares. Disciplina Optativa. Disciplinas Pré Req. INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ - FACULDADE R.SÁ Curso: Fisioterapia Currículo: 2 Modalidade: Bacharelado Período de Integração: 4,5 anos Máximo: 8 anos Matriz Curricular Conteúdos obrigatórios

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANALISTA EM SAÚDE/ ASSISTENTE SOCIAL PLANTONISTA REQUISITOS: Certificado ou Declaração de conclusão do Curso de Serviço Social, registrado no MEC; E

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO Disciplina: FISIOTERAPIA NA SAÚDE DO TRABALHADOR Curso: FISIOTERAPIA Carga Horária: 120 h Nº. créditos:

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia Oncológica Código: Fisio 232 Pré-requisito: Período Letivo: 2013.1

Leia mais

Palavras chave: Integração Sensorial. Parque infantil. Paralisia Cerebral. Terapia Ocupacional.

Palavras chave: Integração Sensorial. Parque infantil. Paralisia Cerebral. Terapia Ocupacional. A Terapia Ocupacional promovendo a integração sensorial ao intervir em uma criança de seis anos que apresenta paralisia cerebral hemiparética em parque infantil Resumo: Ana Carolina dos Santos Santana

Leia mais

Pós-graduação Psicologia

Pós-graduação Psicologia Pós-graduação Psicologia Pós-graduação - Lato Sensu Os cursos de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo têm como objetivos a formação de docentes, pesquisadores e profissionais

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES TRATADOS NA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA UEG

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES TRATADOS NA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA UEG Anais do IX Seminário de Iniciação Científica, VI Jornada de Pesquisa e Pós-Graduação e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 19 a 21 de outubro de 2011 PERFIL EPIDEMIOLÓGICO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA PLANO DE ENSINO Curso: FISIOTERAPIA Disciplina: FISIOTERAPIA NAS DISFUNÇÕES DO SISTEMA OSTEO-MIO- ARTICULAR Professor:

Leia mais

TÍTULOS 1808 1822 1889 50 MAIORES MITOS POPULARES DA PSICOLOGIA 500 anos de legislação esportiva brasileira: Administração nos novos tempos

TÍTULOS 1808 1822 1889 50 MAIORES MITOS POPULARES DA PSICOLOGIA 500 anos de legislação esportiva brasileira: Administração nos novos tempos TÍTULOS 1808 1822 1889 50 MAIORES MITOS POPULARES DA PSICOLOGIA 500 anos de legislação esportiva brasileira: Administração nos novos tempos Administração para não administradores Anatomia do tenis Anatomia

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Enfermagem DEPARTAMENTO: Ciências Básicas da Saúde DISCIPLINA: Enfermagem em Clínica Médica Cirúrgica I PROFESSORA RESPONSÁVEL:

Leia mais

Centro de Reabilitação Dra. Linamara R. Battistella

Centro de Reabilitação Dra. Linamara R. Battistella Centro de Reabilitação Dra. Linamara R. Battistella Secretaria Municipal de Saúde Prefeitura Municipal de Centro de Reabilitação Até ano 2000: Casa de Saúde Stella Maris (05 fisios); Ano 2000: Clínica

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM REABILITAÇÃO

Leia mais

Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar. Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS. Resumo

Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar. Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS. Resumo Comunicação para Todos Em Busca da Inclusão Social e Escolar Communication for All - In Search of the Social and Pertaining to School Inclusion Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, RS Carolina

Leia mais

Necessidades das diferentes populações e possibilidades de respostas na construção da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência no SUS

Necessidades das diferentes populações e possibilidades de respostas na construção da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência no SUS XXVIII CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO ABRIL 2014 UBATUBA/SP Necessidades das diferentes populações e possibilidades de respostas na construção da Rede de Cuidados da

Leia mais

GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS. C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª)

GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS. C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª) GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS MÓDULO I: PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª) 04/07 das 8 às 16h (sábado). Bibliografia

Leia mais

PLANO DE CURSO. EMENTA: Disciplina específica que visa embasar a avaliação fisioterápica nos aspectos teóricos e práticos.

PLANO DE CURSO. EMENTA: Disciplina específica que visa embasar a avaliação fisioterápica nos aspectos teóricos e práticos. PLANO DE CURSO CURSO: Curso de Fisioterapia DEPARTAMENTO: RECURSOS TERAPÊUTICOS E FÍSICO FUNCIONAIS DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CRÉDITOS: 4 (4 0) PROFESSOR: LEANDRO DE MORAES KOHL EMENTA: Disciplina específica

Leia mais

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral)

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) SEMESTRE 1 - Obrigatórias BIO0105 Biologia 6 0 6 MAE0112 Introducao a Probabilidade e a Estatistica I 4 0 4 PSA0113 Psicologia da Aprendizagem PSE0101

Leia mais

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção

Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Programas Seleção Conteúdo Vagas com bolsas Vagas sem bolsa Data da seleção Processo de Trabalho em saúde: Integralidade e Cuidado do 6º ou 7º Biossegurança no trabalho, aspectos legais, suas classificações

Leia mais

ERRATA Nº 01. Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012.

ERRATA Nº 01. Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012. ERRATA Nº 01 Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012. Art. 2º - Retifica-se o item 5.3.4, que passa a vigorar com a seguinte

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - DIURNO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - DIURNO 1º SEMESTRE CURRICULAR - DIURNO SALA 512 08:15 09:05 Sociologia Geral 09:05 09:55 Sociologia Geral Processos Psicológicos Básicos Processos Psicológicos Básicos da Personalidade I da Personalidade I Genética

Leia mais

Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia

Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia Gestão do Paciente com Deficiência Uma visão Prática da Terapia Ocupacional e da Fisioterapia Percentual de pessoas com deficiência no Brasil..segundo Censo 2000: 14,5% Deficientes 85,5% Não Deficientes

Leia mais

O BRINCAR DA CRIANÇA COM MIELOMENINGOCELE SOB O OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL

O BRINCAR DA CRIANÇA COM MIELOMENINGOCELE SOB O OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL O BRINCAR DA CRIANÇA COM MIELOMENINGOCELE SOB O OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL ALMEIDA, Maria Edinéia; CARVALHO, Aline Emiliana de Barros MATOS, Isabel Cristina Rodrigues OLIVEIRA, Daiane Cibele de Mello

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em Geriatria Código: Fisio 229 Pré-requisito: -------- Período Letivo:

Leia mais

PLANO DE CURSO. MÓDULO: Semiologia Médica TOTAL DE CRÉDITOS: 20 CARGA HORÁRIA: 400 horas/aula 5º PERÍODO - SEMESTRE: 2015.1

PLANO DE CURSO. MÓDULO: Semiologia Médica TOTAL DE CRÉDITOS: 20 CARGA HORÁRIA: 400 horas/aula 5º PERÍODO - SEMESTRE: 2015.1 1 FACULDADE DE MEDICINA NOVA ESPERANÇA Reconhecida pelo MEC: Portaria nº 1.084, de 28 de dezembro 2007, publicada no DOU de 31 de dezembro de 2007, página 36, seção 1. PLANO DE CURSO MÓDULO: Semiologia

Leia mais

BRINCAR E INTEGRAÇÃO SENSORIAL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL

BRINCAR E INTEGRAÇÃO SENSORIAL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL BRINCAR E INTEGRAÇÃO SENSORIAL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL DIONISIO, Amanda Luziêk Alves¹ FRANCA, Annyelle Santos² CAVALCANTE, Cindy Bianca Soares² ARAÚJO, Clarice Ribeiro Soares³

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina MED222 Mecanismos Básicos do Processo Saúde-Doença II

Programa Analítico de Disciplina MED222 Mecanismos Básicos do Processo Saúde-Doença II Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 10 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL PLANO DE ENSINO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DADOS DO ESTÁGIO CÓDIGO ESTÁGIO CARGA HORÁRIA PERÍODO HORÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 320h 7º Matutino: 07h30min às 11h30min Vespertino: 13h30min às 17h30min EMENTA

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 72/99

RESOLUÇÃO CONSEPE 72/99 RESOLUÇÃO CONSEPE 72/99 CRIA O CURSO SEQÜENCIAL EM DESENVOLVIMENTO HUMANO E MOTRICIDADE, NO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 17/2006 SELEÇÃO DE PESSOAL DOCENTE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM E FISIOTERAPIA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 17/2006 SELEÇÃO DE PESSOAL DOCENTE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM E FISIOTERAPIA Curso: Fisioterapia Área de concentração: Fisioterapia Preventiva Conteúdo programático: Estudo do processo saúde doença com enfoque nas inter-relações e interdependências do homem com o meio ambiente

Leia mais

PSICOLOGIA. INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 54 54 HISTÓRIA DA PSICOLOGIA 72 72 1º SOCIOLOGIA 36 36 Temática: INTRODUÇÃO À METODOLOGIA CIENTÍFICA 36 36

PSICOLOGIA. INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 54 54 HISTÓRIA DA PSICOLOGIA 72 72 1º SOCIOLOGIA 36 36 Temática: INTRODUÇÃO À METODOLOGIA CIENTÍFICA 36 36 PSICOLOGIA INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 54 54 HISTÓRIA DA PSICOLOGIA 72 72 1º SOCIOLOGIA Temática: INTRODUÇÃO À METODOLOGIA CIENTÍFICA Psicologia: PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO 36 36 72 Ciência e ANTROPOLOGIA

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA CURSO DIREITO PRIMEIRO SEMESTRE HISTÓRIA DO DIREITO B E A C E B A D C C LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO A E D E C A D D A B PSICOLOGIA GERAL B E D C C C A E D B PORTUGUÊS JURÍDICO A D A C B B C C D B SOCIOLOGIA

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE MENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde Mental. PERFIL PROFISSIONAL: Entender

Leia mais

Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas

Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas Capítulo 50: centro de atenção psicossocial de álcool e drogas Fernanda Marques Paz 1 Dependência Química: prevenção, tratamento e politicas públicas (Artmed; 2011; 528 páginas) é o novo livro de Ronaldo

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

O POVO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ, por seus representantes na Câmara Municipal, aprovou e o Prefeito Municipal, em seu nome, sanciona a seguinte Lei:

O POVO DO MUNICÍPIO DE MARICÁ, por seus representantes na Câmara Municipal, aprovou e o Prefeito Municipal, em seu nome, sanciona a seguinte Lei: LEI Nº 2599 DE 10 DE JUNHO DE 2015. DISPÕE SOBRE OS CRITÉRIOS PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL, POR PRAZO DETERMINADO, PARA ATENDER A NECESSIDADE TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, PARA O QUADRO

Leia mais

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Programa de Residência Médica em Medicina Legal

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Programa de Residência Médica em Medicina Legal Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Programa de Residência Médica em Medicina Legal 1) Objetivos do programa O principal objetivo da Residência em Medicina Legal é a formação de especialistas

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem à Saúde do Trabalhador Professor: Daniely Oliveira Nunes Gama E-mail: danioliveiranunes@yahoo.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE INSTITUTO NACIONAL DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA JAMIL HADDAD

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE INSTITUTO NACIONAL DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA JAMIL HADDAD SERMU SERVIÇO DE ESTÁGIO E RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL PROTOCOLO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO FISIOTERAPIA 1. Introdução - Modalidade que permite o aperfeiçoamento de profissionais da área de Fisioterapia,

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM FISIOTERAPIA-FORMAÇÃO FISIOTERAPEUTA

CURSO DE BACHARELADO EM FISIOTERAPIA-FORMAÇÃO FISIOTERAPEUTA CURSO DE BACHARELADO EM FISIOTERAPIA-FORMAÇÃO FISIOTERAPEUTA Coordenaçăo: Profª. Esp. Lidiane Alves Dias E-mail: fisioterapia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 219 Conceito É uma ciência da Saúde

Leia mais

Artigo Científico. Terapia Ocupacional nas Empresas

Artigo Científico. Terapia Ocupacional nas Empresas Bruna Carla Lamonato bruninhalamonato@yahoo.com.br Karina Pereira karina-pereira@ig.com.br Larissa Vendramini Nucci larissanucci@yahoo.com.br Paula Sandes Leite pasale@ig.com.br Artigo Científico Terapia

Leia mais

Estimulação precoce e a Terapia Ocupacional, uma união que promove o desenvolvimento psicomotor de crianças com Síndrome de Down.

Estimulação precoce e a Terapia Ocupacional, uma união que promove o desenvolvimento psicomotor de crianças com Síndrome de Down. Estimulação precoce e a Terapia Ocupacional, uma união que promove o desenvolvimento psicomotor de crianças com Síndrome de Down. Conceituando a Síndrome de Down (SD) Pedromônico; Perissinoto; Ramalho

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PSICOLOGIA 2012.1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PSICOLOGIA 2012.1 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PSICOLOGIA 2012.1 História e Bases Epistemológicas da Psicologia Sociologia I Antropologia Leitura e Produção Textual Metodologia do Trabalho Cientifico TOTAL: 400 horas Filosofia

Leia mais

L - ÁREA PROFISSIONAL ODONTOLOGIA HOSPITALAR L 31 - ODONTOLOGIA HOSPITALAR

L - ÁREA PROFISSIONAL ODONTOLOGIA HOSPITALAR L 31 - ODONTOLOGIA HOSPITALAR L - ÁREA PROFISSIONAL ODONTOLOGIA HOSPITALAR L 31 - ODONTOLOGIA HOSPITALAR Pacientes com Necessidades Especiais em Psiquiatria Instituto de Psiquiatria Supervisor: Dr. José Tadeu Tesseroli de Siqueira

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Fisioterapia DEPARTAMENTO: Fisioterapia DISCIPLINA: Fisioterapia Uroginecológica e Obstetrica SÉRIE: 4º. Ano PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS.

DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS. DOENÇA DE PARKINSON E QUALIDADE DE VIDA: CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS. Marcela Maria Medeiros de Melo¹; Ádila Siqueira de Basto Lima¹; Mirella Bruna Felix de Freitas¹; Elma Eloi Melo da Silva¹;

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL GERAL (HG), NO INSTITUTO DE MEDICINA DO ESPORTE (IME) E NA CLÍNICA DE FISIOTERAPIA (CLIFI) NA UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFI348 Educação Física Adaptada I

Programa Analítico de Disciplina EFI348 Educação Física Adaptada I Programa Analítico de Disciplina EFI38 Educação Física Adaptada I Departamento de Educação Física - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE PLANO DE TRABALHO DOCENTE IDENTIFICAÇÃO: COLÉGIO ESTDUAL DARIO VELLOZO CURSO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM PROF. ENFª. ARLETE JUÇARA REFOSCO TANURE DISCPLINA: ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA APLICADA A ENFERMAGEM

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOMOTRICIDADE

PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOMOTRICIDADE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOMOTRICIDADE Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos: Objetivo

Leia mais

VII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Londrina de 08 a 10 novembro de 2011 - ISSN 2175-960X Pg.

VII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Londrina de 08 a 10 novembro de 2011 - ISSN 2175-960X Pg. AÇÕES DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL DE TERAPIA OCUPACIONAL DA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS UNESP- CAMPUS DE MARÍLIA 1. INTRODUÇÃO Maraísa Fonseca MACHADO¹ Faculdade de Filosofia e Ciência

Leia mais

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA André Martins Alvarenga Universidade Federal do Pampa andrealvarenga@unipampa.edu.br Bruna Borges Telmo Universidade Federal

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA LORENA - SP Curso: Enfermagem Disciplina: Enfermagem Saúde da Criança e do Adolescente Ano letivo 2011 Série 3º Ano Carga Horária Total h/a T 90 h/a P 54 h/a En. Cl.

Leia mais

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Programa de Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados Área Temática de Saúde Resumo

Leia mais

Bacharelado em Fisioterapia

Bacharelado em Fisioterapia Curso: Bacharelado em Fisioterapia Portaria de Autorização n 536, de 25 de Agosto de 2014 Publicado em 26 de Agosto de 2014 Diploma em: Bacharel em Fisioterapia Período de Integralização: Mínimo 10 (Dez)

Leia mais

Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos. Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim. Campus Praça da Liberdade

Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos. Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim. Campus Praça da Liberdade Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim Campus Praça da Liberdade Professores Titulação Disciplinas Regime Adriana Rodrigues

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM PLANO DE ENSINO Disciplina: Saúde da Criança e do Adolescente Código: 106209 Crédito: 04.07.00

Leia mais

RESUMO DO PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA EM CIRURGIA DA MÃO DO IOT PASSO FUNDO - RS

RESUMO DO PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA EM CIRURGIA DA MÃO DO IOT PASSO FUNDO - RS RESUMO DO PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA EM CIRURGIA DA MÃO DO IOT PASSO FUNDO - RS UNIDADE DIAS E HORÁRIOS PERÍODO A programação de aulas pode ser IOT alterada devido a feriados e datas Início: 2 de março

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

CRONOGRAMA DE DEFESA DE TCC DE EDUCAÇÃO FÍSICA -2015 DATA 14/12/2015 SEGUNDA FEIRA - Sala Q2

CRONOGRAMA DE DEFESA DE TCC DE EDUCAÇÃO FÍSICA -2015 DATA 14/12/2015 SEGUNDA FEIRA - Sala Q2 DATA 14/12/2015 SEGUNDA FEIRA - Sala Q2 O FUTSAL COMO ESTRATÉGIA NO DESENVOLVIMENTO DA COORDENAÇÃO MOTORA E DAS HABILIDADES MOTORAS BÁSICAS. Marcos Celestino de Souza HORÁRIO: 19h MÉTODOS DE APLICAÇÃO

Leia mais

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO COMUM PARA TODAS AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1. História do sistema de saúde no Brasil; 2. A saúde na

Leia mais