.:: SLAX E SEUS SEGREDOS ::.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ".:: SLAX E SEUS SEGREDOS ::."

Transcrição

1 Por Hudson Gonçalves Manieri Figueredo (KyNDeR) 1

2 SUMÁRIO 1 - INTRODUÇÃO Como Funciona o LiveCD? 2 - A INICIALIZAÇÃO(BOOT) Habilitando a característica de configuração web do SLAX Salve suas configurações na página do Slax! Como isso funciona? Detalhes e Limites Opções de BOOT 3 - MODULARIZAÇÃO Criação de módulos Como utilizar um módulo do SLAX? Como adicionar meus arquivos de customização? 4 - RECRIANDO A ISO DO SLAX! 5 - CONSIDERAÇÕES FINAIS Como salvar arquivos no disquete? Como salvar/restaurar configurações? Como habilitar a memória virtual (swap)? 2

3 1 - INTRODUÇÃO SLAX é um CD bootável contendo o sistema operacional Linux, o qual roda diretamente do CDROM sem a necessidade de instalação. O live CD é baseado no Slackware Linux que é uma das mais antigas distribuições existentes atualmente. O SLAX em particular, é muito diferente das outras distribuições?lives?, ele tem uma série de vantagens e opções, tais como criar um módulo(pacote de software) e adicionar o mesmo ao CD, carregar esse módulo de um local no seu HD ou dispositivo removível, permite que seja instalado pacotes e tem opção para salvar as alterações feitas durante sua utilização, tem vários parâmetros de inicialização e por ser baseado no Slackware tem sua inicialização tipo do BSD, o que o torna mais rápido do que os outros para inicializar Como funciona o LiveCD? Podemos dividi-lo em três partes. Primeira, o kernel do Linux(vmlinuz) é carregado, initrd.gz é descompactado na memória RAM ocupando 4.4 Mb e montado como o sistema de arquivos root. Segunda fase é concluída inicializando o script /linuxrc. Isso é uma parte dos scripts Linux Live, o qual é copiado para dentro do initrd durante a criação do LiveCD. O sistema de arquivo temporário(tmpfs) é montado pelo linuxrc no /mnt e todos os arquivos dos diretórios /base e /modules que estão no CD são inseridos no sistema de arquivo live(ex: base/kde.mo é montado no /mnt/kde.mo, base/xwindow.mo é montado no /mnt/xwindow.mo, etc). Depois, imagens especificadas pelo load= parâmetro de inicialização do kernel são inseridos (a partir do diretório /optional que está no CD) e finalmente o /mnt trona-se a raiz. (/mnt torna-se /, por exemplo /mnt/bin/bash fica sendo /bin/bash) Na terceira fase, /linuxrc inicia o /sbin/init. De fato é o /mnt/sbin/init, mas nesse momento o /mnt já é a raiz, assim é chamado o /sbin/init (usando o comando de craição exec bash). 2 - A INICIALIZAÇÃO (BOOT) Parâmetros de inicialização(boot) são usados para mudar o processo de boot do slax. Alguns deles existem em todos os Linux, outros são específicos para o slax. Você pode usá-los para desabilitar a detecção de alguns tipos de hardwares pode também por exemplo iniciar o slax a partir do disco rígido(hd), pular a tela de login e iniciar a interface gráfica, etc. Reinicie o seu computador e aguarde alguns segundos antes do logotipo do slax aparecer (normalmente menos de 5 segundos). Nesse momento você verá o "boot: ", logo abaixo do logotipo(no canto inferior da tela). Comece digitando uma das opções seguintes imediatamente. Existe um tempo de espera para inicialização, ou seja, se não digitar nada em 5 segundos, o CD é iniciado automaticamente, pressionando F1 você pode obter ajuda Habilitando a característica de configuração web(webconfig) do SLAX. (Permite salvar suas modificações para o site do SLAX) Para habilitar essas características digite: boot: slax webconfig=passphrase boot: slax webconfig=ask 3

4 Salve suas configurações na página do Slax! Tudo o que você modificar, criar ou baixar durante uma sessão do SLAX é deixado na memória até que o computador seja reiniciado. Se for reiniciado você perderá tudo. Mais precisamente, isso era perdido antes do slax sair e a nova era de probabilidades ser lançada... Não é preciso levar suas configurações com você, apenas lembre-se de uma frase como senha! Como isso funciona? Protegido por sua frase-senha, disponível em qualquer lugar a qualquer hora, de qualquer computador conectado a Internet! A única coisa que você precisa para começar a usar a ferramenta de configuração por web do Slax é iniciar o CD com uma das opções descritas abaixo, ou usando o comando websave dentro do slax. Isso irá ativar a configuração web(webconfig) e eventualmente irá perguntar sobre a sua frase-senha durante a inicialização do sistema. boot: slax webconfig=sua_frase-senha Utilizando essa opção de incialização, tudo será gerenciado automaticamente. Configurações serão ativadas(restauradas) durante a inicialização, e será salva(atualizada) de volta no servidor do SLAX no momento em que você reiniciar o SLAX teclando Ctrl+Alt+Del. A sua "frase-senha" deve ter no máximo 10 caracteres(letras, números e símbolos). boot option: slax webconfig=ask Essa opção de inicialização(boot) é bem parecida com a anterior, com a exceção de que você será questionado por sua frase-senha durante a inicialização e também quando for desligar o SLAX. slax command: webrestore [sua_frase-senha] Utilizando o comando webrestore enquanto estiver como usuário root, você pode restaurar as suas configurações a partir do servidor do SLAX sem nenhuma atividade consecutiva. Isso quer dizer que se você modificar as configurações elas não serão salvas automaticamente, nenhuma ação será feita. Você terá que usar o comando seguinte para atualizar suas configurações no servidor do SLAX: slax command: websave [sua_frase-senha] Como dito acima, o comando websave é usado para salvar as configurações no servidor do SLAX mesmo durante uma sessão antes de uma reinicialização. slax command: webinfo [sua_frase-senha] O comando webinfo permite que você veja informações sobre a sua sessão salva no repositório do SLAX. Isso irá mostrar a data que você salvou suas configurações, o tamanho e o endereço IP que fora usado Detalhes e Limites Atualmente há diversas limitações para o webconfig. A "frase-senha" tem que ter no máximo 10 caracteres, mais que isso, salvar ou carregar não funcionarão. Há um limite de 8Mb por sessão salva, a qual é o bastante e talvez será aumentado no futuro. A lista de diretórios que são salvos e 4

5 restaurados inclui /etc /root /home e /var (exceto /var/log e /var/run) É necessário # SLAX a partir da versão 5.0 ou pquilax a partir do 1.0. # Placa de rede conectada a internet # Frase-senha secreta e única Observação: Utilize uma "frase-senha" bem complexa, mantenha em segredo e esconda. Se alguém adivinhá-la, essa pessoa poderá ler e também modificar as suas configurações. Isso pode ser muito perigoso. Bom, está avisado. Também não guarde nenhuma informação confidencial nesse modo Opções de BOOT Desabilitar suporte ACPI. boot: slax acpi=off Desabilitar quase todas as detecções de hardware. boot: slax nohotplug Seu hardware não será totalmente detectado! Você terá que usar comando para módulos pci depois de logar no SLAX e você terá que tentar carregar por modprobe todos os módulos necessários. Pular a detecção de hardware pcmcia. boot: slax nopcmcia Pula detecção de hardware agp. boot: slax noagp Colocar senha de root para "qualquersenha". boot: slax passwd=somepass Pergunta por uma nova senha durante a inicialização. boot: slax passwd=ask Obs: ele faz a pergunta antes de iniciar o slax(não se preocupe a senha não será mostrado durante a tela de inicialização). Desabilitar login de usuário padrão guest. slax noguest Copiar todos os arquivos necessários, para a RAM. boot: slax copy2ram Obs: você precisará de no mínimo 256MB de RAM para fazer isso e inicializar o slax. Essa opção, deixa a inicialização demorada mas aumenta a velocidade durante a utilização do sistema pelo CD. Salvar as alterações em outro dispositivo para armazenar as suas configurações. boot: slax changes=/dev/device 5

6 Obs: com essa opção, todas as alterações que você fez no SLAX são mantidas na memória antes de você reiniciar, porque você irá mandar o SLAX salvar as suas alterações(configurações) em outro dispositivo de armazenamento. Então você pode por exemplo, formatar a sua partição com algum sistema de arquivo do Linux (ex: ext2) e então usar changes=/dev/hda1 para gravar as alterações nessa partição, dessa maneira você não perderá suas alterações na próxima reinicialização. Habilitar acesso direto ao disquete durante a inicialização. boot: slax floppy Obs: essa opção também diz que as configurações salvas com o comando "configsave" serão restauradas a partir do disquete. Carregar módulos opcionais do diretório /optional que está no CD. boot: slax load=module Obs: pode-se usar tanto o nome completo do módulo (ex: boot: slax load=azureus.img) como o nome sem a extensão (ex: boot: slax load=azureus). Habilitar modo de depuração boot: slax debug Obs: inicia várias vezes o shell durante a inicialização e para continuar com a inicialização é preciso digitar Ctrl+D. Pular a tela de login e iniciar automaticamente o X. boot: slax gui boot: slax guifast boot: slax guisafe Obs: esses três modos de inicialização podem iniciar diretamente a sua interface gráfica. Testar a memória RAM. boot: memtest Obs: é realizado o teste antes de iniciar o sistema. 3 - MODULARIZAÇÃO Nos outros live cds do sitema GNU/Linux, você fica restrito com as aplicações e o tipo de configuração que foram colocadas pelo criador das mesmas. Já no SLAX, você pode customizar o sistema para satisfazer as suas necessidades, adicionando softwares na forma de módulos compactados. O SLAX é bem pequeno, por isso é possível adicionar muitos módulos. Esses módulos podem ser encontrado no site do SLAX ou você pode criar o seu próprio módulo. Há dois jeitos de criar um módulo, um deles é convertendo um pacote(.tgz) do Slackware para módulo ou convertendo um diretório em módulo. Assim você pode descompactar um pacote do Slackware, alterar o seu conteúdo e transformá-lo em um módulo do SLAX. 6

7 3.1 - Criação de módulos Convertendo um pacote do slackware para um módulo do SLAX. # tgz2mo pacote.tgz pacote.mo Se deseja modificar o pacote do slackware antes de criar o seu módulo use o comando: # installpkg -root /tmp/pacote aplicacao.tgz Entre no diretório onde foi instalado o pacote, altere o que tiver que ser alterado e então, para converter um diretório para módulo utilize: # dir2mo /tmp/pacote modulo.mo Esse processo de criação de módulos é um dos grandes segredos que facilitam a criação customizada de um CD do SLAX. Todos os módulos são criados pelo comando mksquashfs, que é um aplicativo do squashfs tools, para utilizar esses comandos de criação de módulos não é necessário ter o squashfs no kernel. Agora para modificar um pacote já existente, aí sim é necessário ter suporte a squashfs no kernel. Modificando um módulo... Assim como é possível modificar um pacote do slackware e convertê-lo para módulo do SLAX, também é possível, abrir um módulo do SLAX, modificar esse módulo e fechá-lo de novo como módulo ou criar um pacote para o Slackware a apartir desse módulo. O comando a seguir, extrai o conteúdo de um módulo do SLAX para diretorio no /tmp # mo2dir modulo.mo /tmp/diretorio Se entrarmos em /tmp/diretorio teremos acesso a todo o conteúdo do modulo em questão, assim podemos alterar tudo o que quisermos nesse módulo e depois fechá-lo como módulo do SLAX novamente, com o comando: # dir2mo /tmp/diretorio modulo.mo Se você quiser apenas ver o que tem em um determinado módulo é só usar o seguinte comando: mount -t squashfs -o loop /caminho/modulo.mo /caminho/ponto_de_montagem Como utilizar um módulo do SLAX? Tem vários jeitos de usar os módulos do SLAX. O primeiro é permanente. Grava o seu.mo (module) no diretório /modules do CD do SLAX. Desse jeito o módulo será usado automaticamente durante o procedimento de boot. Se você quiser usar os seus módulo apenas de vez enquando, copie-os para o diretório /optional que está no CD. Esses módulos serão utilizados automaticamente apenas quando você especificar o seu nome com o load= noparâmetro de boot. 7

8 Exemplo: # boot: slax load=wine,xmms Isso quer dizer: use os módulos /optional/wine.mo /optional/xmms.mo apenas nessa inicialização, se você encontrá-los. Módulos inexistentes são ignorados. Outro jeito de usar módulos é executando o comando uselivemod. O comando é assim: # uselivemod /caminho/modulo.mo O módulo será inserido no sistema imediatamente, assim a aplicação dará a impressão de que poderia ser instalada. Você terá que rodar a aplicação com o seu comando apropriado. No SLAX você pode apenas abrir na Interface KDE o konqueror e dar um click duplo sobre um arquivo modulo.mo qualquer. Isso fará com que ele seja "instalado" Como adicionar meus arquivos de customização? O melhor jeito é adicionando um módulo(.mo) do SLAX. Mas há um outro jeito. Se você precisar mudar apenas alguns arquivos, isso é chamado de rootcopy. O CD do SLAX tem um diretório chamado /rootcopy, o conteúdo desse diretório é copiado para o sistema de arquivo root a cada vez que você inicializa o SLAX, preservando todos os diretórios. Então, por exemplo, se você deseja apenas usar o seu próprio arquivo xorg.conf, crie o diretório /rootcopy/etc/x11/ no CD e coloque o xorg.conf dentro dele. Você também pode usar outro método para mudar as informações do SLAX. Inicialize o SLAX e faça suas mudanças (troque o papel de parede, etc), então salve suas alterações para o /tmp/minhas_mudancas.mo, usando o comando: # configsave /tmp/minhas_mudancas.mo Finalmente grave esse arquivo no diretório /modules que está no CD do SLAX. Algumas vezes você pode gravar isso como uma outra sessão do CD do SLAX existente, isso depende do seu programa de gravação. 4 - RECRIANDO A ISO DO SLAX! Copie todo o CD para o disco rígido(hd). Então modifique tudo o que você quiser, adicione/remova arquivos ou módulos. Quando terminar, inicie o comando seguinte para reconstruir o CD do SLAX: # cd /diretório_onde_copiou_o_cd #./make_iso.sh /tmp/novo-slax.iso Se estiver trabalhando no windows, execute o comando a seguir: cd c:\diretório_onde_copiou_o_cd make_iso.bat c:\novo-slax.iso 8

9 Uma nova imagem ISO iniciável irá ser criado com todas as suas modificações. Você também pode editar o arquivo make_iso.sh com seu editor preferido e modificar o nome SLAX para qualquer outro, e quando o CD for gravado o nome que aparecerá na mídia será o mesmo modificado no script de criação da isso make_iso.sh. 5 - CONSIDERAÇÕES FINAIS Como salvar arquivos no disquete? Isso é facil com o pquilax. Apenas inicie o CD do pquilax com o comando de inicialização "slax floppy". Isso irá montar automaticamente o diretório /mnt/floppy (tudo o que mandar para esse diretório será gravado no disquete) Para montá-lo manualmente, faça o seguinte: Caso o diretório floppy ainda não exista, digite primeiro: # mkdir -p /mnt/floppy Se o diretório floppy já existe, apenas digite o comando abaixo: # mount /dev/floppy/0 /mnt/disquete Antes de tirar o disquete, tenha certeza de que desmontou o mesmo com o comando umount /mnt/floppy ou simplesmente reinicialize a máquina. Você terá que fazer um desses dois para desmontar o disquete corretamente e salvar toda a informação armazenada nele. Se você deseja trocar o seu disquete por outro, apenas desmonte o primeiro, umount /mnt/floppy e retire-o depois coloque o outro e então mount /dev/floppy/0 /mnt/floppy Todos os comandos que escrevi foram executados em linha de comando ou em um emulador de terminal(konsole, xterm, etc) Como salvar/restaurar configurações Para salvar suas configurações, rode o comando "configsave" com um argumento; o local de destino. Assim digite por exemplo: # configsave /mnt/sda1/confslax.mo Esse comando salva as suas configurações em um pendrive ou memória flash, ele irá salvar todo o arquivo mudado dos diretórios /root, /etc, /home e /var. Depois use o comando "configrestore" para carregar as suas configurações salvas. Você também pode salvar as configurações para o diretório raiz de uma partição do seu HD. 9

10 Exemplo: # configsave /mnt/hda1/slaxconf.mo Todas as configurações encontradas na raiz de qualquer partição que você tenha no HD serão carregas automaticamente na inicialização do SLAX Como habilitar a memória virtual (swap)? Se você já tem uma partição swap no seu disco rígido(hd), o SLAX irá detectar e usá-la automaticamente. Se você não tem uma ou deseja habilitar mais memória virtual, use o comando fileswap. Isso requer duas coisas, caminho para o arquivo que será criado e usado para swap e o tamanho desejado para o arquivo swap. O arquivo swap não deve ser apagado depois de uma reinicialização, assim você terá que sobrescrevêlo com o fileswap da próxima vez ou remover você mesmo na sua próxima inicialização do sistema. CONCLUSÃO Ao ler e entender esse documento, o leitor poderá explorar com maior facilidade o Live CD do SLAX e o Live CD do pqui Linux entitulado pquilax, podendo ainda modificar o seu conteúdo, customizando as suas necessidades de maneira fácil, se compreendido os métodos de criação e exploração de módulos e inicialização do SLAX. Site do SLAX: Site do pquilax: 10

11 ACORDO DE LICENCIAMENTO Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma licença 2.0 Brasil Você pode: copiar, distribuir, exibir e executar a obra criar obras derivadas Sob as seguintes condições: Atribuição. Você deve dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante. Uso Não-Comercial. Você não pode utilizar esta obra com finalidades comerciais. Compartilhamento pela mesma Licença. Se você alterar, transformar, ou criar outra obra com base nesta, você somente poderá distribuir a obra resultante sob uma licença idêntica a esta. Para cada novo uso ou distribuição, você deve deixar claro para outros os termos da licença desta obra. Qualquer uma destas condições podem ser renunciadas, desde que Você obtenha permissão do autor. Qualquer direito de uso legítimo (ou "fair use") concedido por lei, ou qualquer outro direito protegido pela legislação local, não são em hipótese alguma afetados pelo disposto acima. Você pode copiar, modificar, exibir este documento, mantendo os créditos do autor ou autores. Esse documento não deve ser vendido e está sob a licença DE: da Creative Commons. Documento criado por Hudson Gonçalves Manieri Figueredo (KyNDeR) 11

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 2007 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Web site: 2 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Machadinho D Oeste RO Agosto 2007

Leia mais

Instalação em Dual Boot

Instalação em Dual Boot Manual Instalação em Dual Boot tutorial de instalação Dual boot Windows XP e o Linux Educacional 2.0 Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Instalação em Dual

Leia mais

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3 Cesar Kállas - cesarkallas@gmx.net Curso GNU/Linux Realização CAECOMP Puc Campinas 2004 Capítulo 3 Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3 O HD tem espaço livre não particionado...3

Leia mais

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com L I N2 U0 X0 9 Manual de Instalação do Linux Educacional 3.0 Por: Rafael Nink de Carvalho ü Configurando o SETUP do computador ü Rodando a versão Live CD ü Instalando o Linux www.linuxeducacional.com Educacional

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação.

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação. Novell Linux Desktop www.novell.com 27 de setembro de 2004 INICIALIZAÇÃO RÁPIDA Bem-vindo(a) ao Novell Linux Desktop O Novell Linux* Desktop (NLD) oferece um ambiente de trabalho estável e seguro equipado

Leia mais

Instalando o Debian em modo texto

Instalando o Debian em modo texto Instalando o Debian em modo texto Por ser composto por um número absurdamente grande de pacotes, baixar os CDs de instalação do Debian é uma tarefa ingrata. Você pode ver uma lista dos mirrors disponíveis

Leia mais

Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves

Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves UVV/2007 Sep 24, 2007 Opções de Boot Tela inicial do CD de instalação do Debian. Escolha F2 para ver mais opções de boot. 2 Opções de Boot Tela com

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre 22:59:36 Introdução à Informática com Software Livre 1 22:59:36 O Debian é uma distribuição GNU/Linux desenvolvida abertamente por um grupo mundial de voluntários, no esforço de se produzir um sistema

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Tutorial Kurumin GNU/Linux 6.0 1/20

Tutorial Kurumin GNU/Linux 6.0 1/20 Tutorial Kurumin GNU/Linux 6.0 1/20 Tutorial para particionamento, instalação do Kurumin GNU/Linux 6.0 e configuração de boot loader. Tutorial Kurumin GNU/Linux 6.0 2/20 Introdução... 3 Requisitos... 4

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

Recuperando o GRUB após instalação do Windows

Recuperando o GRUB após instalação do Windows Recuperando o GRUB após instalação do Windows PET Engenharia de Computação - http://www.inf.ufes.br/~pet 1 Instruções iniciais Para efetuar as configurações a seguir talvez precisaremos executar comandos

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Clonando Discos. Manual. Clonagem de Discos. Regiane S. de Carvalho Engenheira da Computação MEC/SEED/DITEC/CETE

Clonando Discos. Manual. Clonagem de Discos. Regiane S. de Carvalho Engenheira da Computação MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Clonando Discos Clonagem de Discos Clonagem de HDs via rede utilizando o UDPCast. Regiane S. de Carvalho Engenheira da Computação MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Clonando Discos Clonagem de Discos Clonagem

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER Sumário Sumário...2 Instalação do Luz do Saber no Linux...3 1ª opção Utilizando um Instalador...3 2ª opção Utilizando comandos no Konsole...6 Observações Importantes...7

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CRIAÇÃO DA MÁQUINA VIRTUAL... 3 Mas o que é virtualização?... 3 Instalando o VirtualBox...

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip Se, assim como a maioria, você possui um único PC ou notebook, uma opção para testar as distribuições Linux sem precisar mexer no particionamento do HD e instalar o sistema em dualboot, é simplesmente

Leia mais

Manual. Configuração D-Link. Módulo - Configuração. Renato Lopes da Silva Técnico em Prospecção MEC/SEED/DITEC/CETE

Manual. Configuração D-Link. Módulo - Configuração. Renato Lopes da Silva Técnico em Prospecção MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Configuração D-Link Módulo - Configuração Renato Lopes da Silva Técnico em Prospecção MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Configuração D-Link Módulo - Configuração Produzido por: Renato Lopes da Silva Técnico

Leia mais

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação.

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. 1.Todo software livre deve ser desenvolvido para uso por pessoa física em ambiente com sistema

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Revisão: Seg, 21 de Março de 2011 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4 1.1. Pré Requisitos...4 1.2. Na Prática...4 1.2.1. Download...4

Leia mais

Sistema de Arquivos do Windows

Sistema de Arquivos do Windows Registro mestre de inicialização (MBR) A trilha zero do HD, onde ficam guardadas as informações sobre o(s) sistema(s) operacionais instalados. Onde começa o processo de inicialização do Sistema Operacional.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO SISTEMA

INTRODUÇÃO AO SISTEMA MANUAL DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO Nome do Software: Guarux Versão do Software: Guarux Educacional 4.0 INTRODUÇÃO AO SISTEMA O Guarux Educacional 4.0 é uma distribuição idealizada pela

Leia mais

Aula 2 Introdução ao Software Livre

Aula 2 Introdução ao Software Livre Aula 2 Introdução ao Software Livre Aprender a manipular o Painel de Controle no Linux e mostrar alguns softwares aplicativos. Ligando e desligando o computador através do sistema operacional Não é aconselhável

Leia mais

Faculdades Senac Pelotas

Faculdades Senac Pelotas Faculdades Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Introdução a informática Alunos Daniel Ferreira, Ícaro T. Vieira, Licurgo Nunes Atividade 4 Tipos de Arquivos Sumário 1 Tipos

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Criado por: Flavio Henrique Somensi flavio@opens.com.br Revisão: qui, 25 de abril de 2013 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4

Leia mais

Agente local Aranda GNU/Linux. [Manual Instalación] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1]

Agente local Aranda GNU/Linux. [Manual Instalación] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] Introdução O Agente Aranda para sistemas Linux se encarrega de coletar as seguintes informações em cada uma das estações de trabalho

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

Máquinas Virtuais com o VirtualBox

Máquinas Virtuais com o VirtualBox Máquinas Virtuais com o VirtualBox Marcos Elias Picão www.explorando.com.br No exemplo: Windows XP dentro do Windows 7 Você pode compartilhar livremente sem interesses comerciais, desde que não modifique.

Leia mais

HOW TO. Instalação do Firewall 6.1 Software

HOW TO. Instalação do Firewall 6.1 Software Introdução HOW TO Página: 1 de 14 Para fazer a migração/instalação do 6.1 Software, é necessária a instalação do Sistema Operacional Linux Fedora Core 8. Explicaremos passo a passo como formatar a máquina,

Leia mais

Manual ETHERNET - WIRELESS. Configuração de redes - wireless. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre

Manual ETHERNET - WIRELESS. Configuração de redes - wireless. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração de Rede ETHERNET - WIRELESS Configuração de redes - wireless Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Configuração de Rede ETHERNET

Leia mais

Guia de instalação UEG Linux 14.04 LTS

Guia de instalação UEG Linux 14.04 LTS 1. Apresentação O UEG Linux 14.04 LTS é um sistema operacional baseado em Linux e derivado do Ubuntu, customizado pela Gerência de Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Goiás para

Leia mais

UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando

UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando Manual Clonando Discos com o UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando o UDPCast. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Clonando Discos com o UDPcast

Leia mais

Jackson Barbosa de Azevedo

Jackson Barbosa de Azevedo <jacksonbazevedo@hotmail.com> Autor: Jackson Barbosa de Azevedo Revisores: Aecio Pires 1 Conteúdo Sobre o OpenSUSE... 3 Procedimento de Instalação... 3 Preparando a Instalação do

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX José Vitor Nogueira Santos FT5 Introdução: O QUE É O SUSE OpenSUSE, é uma distribuição

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 Duração: 02:45 min INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 1. Inicializar o Virtual PC 2007 e criar uma máquina virtual. a. Salvar em C:\Laboratorio b. O nome da máquina virtual será: Linux_Suse_Seunome.vmc

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

INSTALANDO O UBUNTU PELA IMAGEM ISO OU LIVE-USB DA UFV PASSO-A-PASSO.

INSTALANDO O UBUNTU PELA IMAGEM ISO OU LIVE-USB DA UFV PASSO-A-PASSO. INSTALANDO O UBUNTU PELA IMAGEM ISO OU LIVE-USB DA UFV PASSO-A-PASSO. 1 - Qual arquitetura devo usar para instalar no meu computador, 32bits ou 64bits? a) Simplificando bastante para ter uma opção viável,

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux

Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ESTRUTURA DE DIRETÓRIOS LINUX... 3 SISTEMA DE ARQUIVOS E PARTICIONAMENTO...

Leia mais

RISO <> Versão 0.5. Manual do Usuário. Escrito por Germano Teixeira de Miranda

RISO <<Recuperação por Imagem de Sistema Operacional>> Versão 0.5. Manual do Usuário. Escrito por Germano Teixeira de Miranda RISO Versão 0.5 Manual do Usuário Escrito por Germano Teixeira de Miranda Divisão de Gerencia e Operações - DGO Departamento de Recursos em Informática

Leia mais

Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor

Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor 1 1. Introdução. O objetivo desta documentação é ajudar o leitor a identificar os problemas físicos,

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático Virtual Box Instalação do Virtual Box Instalação do Extension Pack Criando uma Máquina Virtual Instalando o Windows

Leia mais

Sistema de Atendimento v1.3 Manual de Instalação v1.0

Sistema de Atendimento v1.3 Manual de Instalação v1.0 Sistema de Atendimento v1.3 Manual de Instalação v1.0 Brasília, 29 de junho de 2010 Sumário Licença deste Documento...3 Introdução ao Sistema de Atendimento...4 Características e módulos...4 Arquitetura...5

Leia mais

Instalação do Metamorphose Linux

Instalação do Metamorphose Linux Instalação do Metamorphose Linux Gravação da Midia Evite gravar o Metamorphose Linux em mídias (DVD-R) de baixa qualidade ou em mídias regraváveis (DVD-RW). Elas apresentam um elevado índice de erros de

Leia mais

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Autor: Eder S. G. - edersg@vm.uff.br Versão: 1.2 Data: 21/11/2012 Última atualização: 07/03/2013 Observação: Máquina real: Sistema operacional

Leia mais

NÚCLEO DE CIDADANIA DIGITAL Caminho Livre para o novo mundo! Conceitos básicos de Linux. www.ncd.ufes.br

NÚCLEO DE CIDADANIA DIGITAL Caminho Livre para o novo mundo! Conceitos básicos de Linux. www.ncd.ufes.br NÚCLEO DE CIDADANIA DIGITAL Caminho Livre para o novo mundo! Conceitos básicos de Linux www.ncd.ufes.br Licença Este trabalho é licenciado sob a licença Creative Commons Attribution NonCommercial-ShareAlike

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 01

Sistemas Operacionais Aula 01 1 Defina Hardware e Software. 2 O que é Software Livre? 3 O que é Sistema Operacional? Dê Exemplos. 4 O que são Distribuições Linux? Dê exemplos. Aula 01 5 Onde podemos conseguir uma cópia do Linux Ubuntu?

Leia mais

Desenvolvido por: Rafael Botelho botelhotech@gmail.com http://rafaelbotelho.com

Desenvolvido por: Rafael Botelho botelhotech@gmail.com http://rafaelbotelho.com Desenvolvido por: Rafael Botelho botelhotech@gmail.com http://rafaelbotelho.com Guia de Instalação do BRlix Como tenho visto no fórum do BRlix que muitas pessoas estão encontrando dificuldades na instalação

Leia mais

Reparar inicialização BOOTMGR IS MISSING (Está ausente) Este erro indica que o setor de inicialização está danificado ou ausente.

Reparar inicialização BOOTMGR IS MISSING (Está ausente) Este erro indica que o setor de inicialização está danificado ou ausente. Reparar inicialização BOOTMGR IS MISSING (Está ausente) Este erro indica que o setor de inicialização está danificado ou ausente. Observação Para concluir estas etapas, você deve ter um disco de instalação

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação Pfsense Introdução e Instalação Introdução A utilização de um firewall em uma rede de computadores possui o objetivo básico de proteção relacionado a entrada e saída de dados. Introdução O pfsense é um

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação 1 - Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep. O Netdeep Cop é uma distribuição Linux, isto é, um pacote já com um sistema

Leia mais

Gerenciamento de Boot

Gerenciamento de Boot - Gerenciamento de Boot é um meio de você configurar e trabalhar com diversos sistemas operacionais instalados. - Gerenciador de Boot é um pequeno software instalado no Master Boot Record (MBR) nas trilhas

Leia mais

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Sistema de Arquivos Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Introdução É com o sistema de arquivos que o usuário mais nota a presença do sistema operacional.

Leia mais

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002 Liberdade Manual de instalação Liberdade Manual de instalação Versão 1.0.0-31/10/2002 Versão 1.0.0-31/10/2002 Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.br

Leia mais

Tutorial de Instalação C3SL

Tutorial de Instalação C3SL Tutorial de Instalação C3SL 1 / 27 Tutorial de Instalação Linux Educacional Este tutorial tem como objetivo auxiliar na instalação do sistema operacional Linux Educacional - versão 5.0. Aqui, são descritos

Leia mais

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO Sistema Operacional Conteúdo retirado do livro Sistemas Operacionais Marcos Aurélio Pchek Laureano Diogo Roberto Olsen

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Instalação do Linux Educacional 3.0 Bancadas SED

Instalação do Linux Educacional 3.0 Bancadas SED Instalação do Linux Educacional 3.0 Bancadas SED A instalação do Linux Educacional 3.0 segue os mesmos moldes da instalação normal, porém, com algumas considerações. Backup de Configurações Para evitar

Leia mais

Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox

Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox System Technology Tutorial Instalação Dual Boot Ubuntu e Windows XP Virtualização com VirtualBox Weslley Barboza Tutorial para instalação de uma maquina virtual com dual boot utilizando Windows XP Professional

Leia mais

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Software Livre Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) - A liberdade de executar

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS EM SISTEMAS DE ARQUITETURA ABERTA Prof. André Ciriaco andreciriaco@hotmail.com Aula 03 Objetivo da Aula Vídeo -Software Livre -Animação em massinha Apresentação da Atividade da

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes?

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores Módulo LPI Aula 5 Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? 1 [1] NEVES, Júlio César Gerenciamento de Pacotes Por que

Leia mais

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Índice 1- Preparação da CPU para o funcionamento do Gravador Digital Mamut 1.1 - Preparação da CPU 1.2 - Instalação do Firebird 2 - Instalação

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

International Syst S/A

International Syst S/A As informações contidas neste documento pertencem à International Syst S/A. Qualquer questão referente à utilização deste documento ou informações contidas no mesmo deverão ser dirigidas à International

Leia mais

RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY

RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY RECUPERANDO DADOS COM REDO BACKUP E RECOVERY Redo Backup é um programa para a recuperação de arquivos e discos rígidos danificados. Com ele você dispõe de um sistema completo para resolver diversos problemas

Leia mais

Sistemas de Informação Processamento de Dados

Sistemas de Informação Processamento de Dados Sistemas de Informação Processamento de Dados Ferramentas e serviços de acesso remoto VNC Virtual Network Computing (ou somente VNC) é um protocolo desenhado para possibilitar interfaces gráficas remotas.

Leia mais

Configuração de Impressora

Configuração de Impressora Manual Configuração de Impressora Módulo - Configuração Configuração de impressora em rede. Milton Cesar de Souza Leite Analista de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Configuração de Impressora Módulo

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação 1 - Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure. O Netdeep Secure é uma distribuição Linux, isto é, um pacote já

Leia mais

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4 Índice Introdução Librix...3 Software Livre...3 Manual Eletrônico...3 Opções de Suporte...3 Dicas para a Instalação Configuração de Dispositivos Básicos...4 Teclado...4 Mouse...5 Vídeo...5 Rede...6 Configuração

Leia mais

Instalação FreeBSD 9. 2 - Inicialização do CD/DVD! Ao colocar o CD/DVD como boot principal na BIOS, aparecerá a seguinte tela:

Instalação FreeBSD 9. 2 - Inicialização do CD/DVD! Ao colocar o CD/DVD como boot principal na BIOS, aparecerá a seguinte tela: Instalação FreeBSD 9 1 - Introdução! O Sistema de Instalação do FreeBSD basicamente utilizará as setas do teclado, barra de espaço ou enter para executar determinada ação. Toda vez que encontrar alguma

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Treinamento para Manutenção dos Telecentros

Treinamento para Manutenção dos Telecentros Treinamento para Manutenção dos Telecentros Módulo II :: Utilizando o Linux Básico do Sistema Manoel Campos da Silva Filho Professor do IFTO/Palmas 1 2 Código Aberto/Open Source Programas (softwares/aplicativos)

Leia mais

Manual. Configuração Samba. tutorial de instalação. Samba - Linux. Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE

Manual. Configuração Samba. tutorial de instalação. Samba - Linux. Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Configuração Samba tutorial de instalação Samba - Linux Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Configuração Samba tutorial de instalação Samba - Linux

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

1/48. Curso GNU/Linux. Aula 3. Dino Raffael Cristofoleti Magri

1/48. Curso GNU/Linux. Aula 3. Dino Raffael Cristofoleti Magri 1/48 Curso GNU/Linux Aula 3 Dino Raffael Cristofoleti Magri Julho/2008 2/48 Veja uma cópia dessa licença em http://creativecommons.org/licenses/by nc sa/2.5/br/ 3/48 Sumário 1 CONFIGURAR TECLADO...6 1.1

Leia mais

Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13

Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13 Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13 2015 Autoria: Flávio Henrique Somensi Baseado na versão 3.0-betha-rc2 por OpenS Tecnologia LTDA. Rua dos Cisnes, 541 Pedra Branca CEP 88137-300 - Palhoça - SC www.opens.com.br

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Correção Linux Lixux Educacional

Correção Linux Lixux Educacional Manual Correção Linux Lixux Educacional tutorial de correção de Bugs Instalação em HDs IDEs Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Correção Linux Educacional

Leia mais

Como formatar e reinstalar o Windows 7

Como formatar e reinstalar o Windows 7 Como formatar e reinstalar o Windows 7 Windows 7 é muito melhor que as versões anteriores do Windows (XP e Vista). O processo de instalação é "simples e fáceis de seguir. Big Bravo! para a Microsoft por

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Servidores Linux. Conceitos Básicos do Linux. Instalando Servidor Linux.

Leia mais

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1

Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 Inicialização rápida da instalação SUSE Linux Enterprise Server 11 SP1 CARTÃO DE INICIALIZAÇÃO RÁPIDA NOVELL Use os seguintes procedimentos

Leia mais

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Aspectos do Sistema de Arquivos

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 8.3 Montagem de dispositivos. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 8.3 Montagem de dispositivos. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 8.3 Montagem de dispositivos Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 MOUNT E UMOUNT... 3 Sintaxe dos comandos... 4 Verificando Sistema de Arquivos... 4 Definindo

Leia mais

MULTIACERVO - VERSÃO 17.*

MULTIACERVO - VERSÃO 17.* MULTIACERVO - VERSÃO 17.* MANUAL PARA CONVERSÃO DA VERSÃO 16.* PARA 17.* CONTEÚDO: A) Procedimentos comuns para todas as arquiteturas B) Procedimentos exclusivos arquitetura Cliente/Servidor MS-SQL-SERVER

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OPERANDO EM MODO TEXTO... 3 Abrindo o terminal... 3 Sobre o aplicativo Terminal... 3 AS CORES

Leia mais