Programa de Cooperação com a China para desenvolvimento de satélites

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Cooperação com a China para desenvolvimento de satélites"

Transcrição

1 Programa de Cooperação com a China para desenvolvimento de satélites CBERS China Brazil Earth Resources Satellite INPE CAST

2 Sumário Histórico Características dos Satélites e Cargas Úteis Status do Programa CBERS

3 Histórico 1988 Acordo para o desenvolvimento dos CBERS 1 e Lançamento do CBERS Protocolo complementar para os CBERS 3 e Lançamento do CBERS Protocolo complementar para o CBERS 2B

4 Satélites CBERS CBERS-1 Lançamento em 14 de outubro de 1999 Operação até agosto de 2003 CBERS-2 Lançamento em 21 de outubro de imagens distribuídas

5 Sumário Histórico Características dos Satélites e Cargas Úteis Status do Programa CBERS

6 Imageadores dos CBERS-1 e CBERS-2 Câmeras CCD IRMSS WFI Resolução Bandas Faixa imageada 20 m 80 m 160m B, G, R, NIR, PAN MIR, PAN, TIR 120 km, visada lateral (32 o ) 120 km 260 m R, NIR 890 km Gravação a bordo dos dados da CCD

7 Órbita do Satélites Sol-síncrona, frozen 778 km altura Inclinação graus Período min Hora local de cruzamento do equador 10:30 +/- 10 min Revisita: 26 dias Distância entre traços adjacentes 107 km Afastamento em relação à grade <5 km

8

9 Araraquara - SP (CCD)

10 CBERS 2 Louisiana (CCD)

11 Macro eixo Rio São Paulo (WFI)

12 Baixo Vale do Rio Açu no litoral do Rio Grande do Norte (IRMSS)

13

14 Características dos CBERS 1 e 2 Massa total Potência gerada Dimensões do corpo Dimensões do painel Controle de Atitude Propulsão 1450 kg 1100 W (1,8 x 2,0 x 2,2) m 6,3 x 2,6 m 3 eixos Hidrazina

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30 CCD Câmeras Resolução Bandas Faixa imageada 20 m B, G, R, NIR, PAN HRC 2,5 m PAN WFI Imageadores do CBERS-2B 120 km, visada lateral (32 o ) 27 km, visada lateral (4 o ) 260 m R, NIR 890 km Gravação a bordo dos dados da CCD, HRC e WFI

31 CBERS 1, 2, 2B WFI 260 m (890 km) MSS 80 m (120 km) 1, 2 1, 2 1, 2 CCD 20 m (120 km) 2B HRC 2.5 m (27 km) mm Built by China Built by Brazil

32 High Resolution Camera (HRC)

33 High Resolution Camera (HRC) Item parameters and performance Camera Style TDI-CCD pushbroom Spectral Coverage ~ mm Swath Width 27km(nadir) GSD 2.4m(nadir) NE ρ <0.4% Dynamic Range ground reflectivity 0.05~0.7 Calibration Absolute: 10%; Relative: 3% Quantization 8bit Integration Time ms,40 steps adjustable Bit Rate 432Mbps, data compression 1 : 8

34 PAN MUX IRS WFI Imageadores dos CBERS-3 e CBERS-4 Câmeras Resolução Bandas Faixa imageada 5 m 10m 20 m 40 m 80 m 73 m PAN, G, R, NIR B, G, R, NIR NIR, MIR, TIR B, G, R, NIR 60 km, visada lateral (32 o ) 120 km 120 km 890 km Gravação a bordo dos dados de todas as câmeras

35 CBERS 3, 4 WFI 73 m (860 km) MSS 40 m (120 km) CCD 20 m (120 km) MUX 10 m (60 km) PAN 5 m (60 km) mm Built by China Built by Brazil

36 CBERS-3

37 Comparação entre CBERS 1/2 e CBERS 3/4 Característica CBERS 1/2 CBERS 3/4 Massa total 1450 kg 1980 kg Potência gerada 1100 W 2300 W Taxa de informação 100 Mbits/sec 300 Mbits/sec Tempo de vida projetado 2 anos 3 anos Participação brasileira 30 % 50 %

38 Sumário Histórico Características dos Satélites e Cargas Úteis Status do Programa CBERS

39 Planejamento dos satélites CBERS CBERS 1 Outubro / 99 Agosto / 03 CBERS 2 Outubro / 03 CBERS 3 Outubro / 08 CBERS 2B Outubro / 06

40 Status do CBERS-2 Em operação há um ano e meio; Mais de cenas distribuídas; Anomalia em abril de 2005 causou perda de uma das baterias; Circuito aberto na bateria; Somente a câmera CCD em operação, até a conclusão da análise de falha.

41 Status do CBERS-2B Testes dos equipamentos de vôo disponíveis, em andamento Contratação de equipamentos novos iniciada junto a empresas brasileiras e na CAST Revisão Crítica de Projeto (CDR) realizada em maio Integração e testes do satélite iniciam-se no final de 2005, no INPE Campanha de lançamento de agosto a outubro de 2006, na China Lançamento em outubro de 2006

42 Status do CBERS-3 e 4 Revisão do Projeto Preliminar concluída em dezembro de 2004 Contratação de subsistemas junto a empresas brasileiras iniciada em dezembro de 2004 Contratos assinados para os subsistemas: Estrutura, DCS, MUX, Antenas, Suprimento de Energia Lançamento do CBERS-3 em 2008 Lançamento do CBERS-4 em 2011

Seminário Disciplina de Fotointepretação. Bruno Beust - João Paulo

Seminário Disciplina de Fotointepretação. Bruno Beust - João Paulo Seminário Disciplina de Fotointepretação Bruno Beust - João Paulo Prof. Dr. Getulio T. Batista 2 o Bimestre de 2004 Histórico Julho de 1988 um acordo de parceria envolvendo o INPE (Instituto Nacional de

Leia mais

3 años. Programa CBERS (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres) Luis Geraldo Ferreira Paulo Roberto Martini INPE/OBT

3 años. Programa CBERS (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres) Luis Geraldo Ferreira Paulo Roberto Martini INPE/OBT Programa CBERS (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres) Luis Geraldo Ferreira Paulo Roberto Martini INPE/OBT SOCIEDAD LATINOAMERICANA DE PERCEPCIÓN REMOTA Y SISTEMAS DE INFORMACIÓN ESPACIAL SELPER

Leia mais

TERRA / ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer)

TERRA / ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer) TERRA / ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer) http://terra.nasa.gov/ Orbita: Heliosíncrona, quase circular. Inclinação: 98,2º Passagem pelo Equador: 10:30 a.m. (N-S) y

Leia mais

Características dos Sensores. Aula 3 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa

Características dos Sensores. Aula 3 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa Características dos Sensores Aula 3 Professor Waterloo Pereira Filho Docentes orientados: Daniela Barbieri Felipe Correa TAMANHO DO PIXEL Alta Resolução Média Resolução Cobertura Sinótica Meteorológicos

Leia mais

Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma

Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma Sensores e Satélites Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma plataforma estável à distância do objeto

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO

NOÇÕES BÁSICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS HUMANOS UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL NOÇÕES BÁSICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO PROF. MAURO NORMANDO M. BARROS FILHO Sumário

Leia mais

IMAGENS INPE. Manaus. São Luís 66 AGOSTO DE 2007 PESQUISA FAPESP 138

IMAGENS INPE. Manaus. São Luís 66 AGOSTO DE 2007 PESQUISA FAPESP 138 IMAGENS INPE Brasília Pequim Manaus São Luís Rio Paraná Porto Alegre 66 AGOSTO DE 2007 PESQUISA FAPESP 138 > TECNOLOGIA ESPAÇO Visão privilegiada Brasileiros e chineses preparam-se para lançar o terceiro

Leia mais

Programa CBERS. Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais

Programa CBERS. Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais Programa CBERS Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais Observação da Terra e benefícios sociais NASA Conhecimento em Observação da Terra John McDonald (MDA) A questão fundamental Como garantir capacitação

Leia mais

INPE como provedor de dados de Observação da Terra gratuitos

INPE como provedor de dados de Observação da Terra gratuitos INPE como provedor de dados de Observação da Terra gratuitos L eeditar ila F o n soe cestilo a Clique para do subtítulo C h e f e, D iv is ã o d e P r o c e s s a m e n t o mestre d e Im a g e n s http://www.dpi.inpe.br/~leila

Leia mais

044.ASR.SRE.16 - Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto

044.ASR.SRE.16 - Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto Texto: PRODUTOS DE SENSORIAMENTO REMOTO Autor: BERNARDO F. T. RUDORFF Divisão de Sensoriamento Remoto - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais São José dos Campos-SP - bernardo@ltid.inpe.br Sensoriamento

Leia mais

Observação da Terra no INPE: Fonte de Informação para Monitoramento Ambiental

Observação da Terra no INPE: Fonte de Informação para Monitoramento Ambiental Observação da Terra no INPE: Fonte de Informação para Monitoramento Ambiental Leila Fonseca Chefe da Coordenação-Geral de Observação da Terra (OBT) Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais leila.fonseca@inpe.br

Leia mais

Efeitos da radiação cósmica. câmeras imageadoras. Opto Eletrônica S.A. Departamento P&D. Leandro A. L. Azeka, Msc Outubro/2009

Efeitos da radiação cósmica. câmeras imageadoras. Opto Eletrônica S.A. Departamento P&D. Leandro A. L. Azeka, Msc Outubro/2009 II Workshop sobre Efeitos das Radiações Ionizantes em Componentes s Eletrônicos e Fotônicos de Uso Aeroespacial Efeitos da radiação cósmica câmeras imageadoras Opto Eletrônica S.A. Departamento P&D Leandro

Leia mais

CBERS: estado atual e futuro

CBERS: estado atual e futuro CBERS: estado atual e futuro José Carlos Neves Epiphanio Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE Cx.P. 515, 12.201-970 São José dos Campos, SP, Brasil epiphanio@dsr.inpe.br Abstract. CBERS Program

Leia mais

Introdução ao Sensoriamento Remoto. Sensoriamento Remoto

Introdução ao Sensoriamento Remoto. Sensoriamento Remoto Introdução ao Sensoriamento Remoto Sensoriamento Remoto Definição; Breve Histórico; Princípios do SR; Espectro Eletromagnético; Interação Energia com a Terra; Sensores & Satélites; O que é Sensoriamento

Leia mais

Engenharia Espacial e Sensoriamento Remoto

Engenharia Espacial e Sensoriamento Remoto lâmina 1 FRENTE Engenharia Espacial e Sensoriamento Remoto SEGMENTO SOLO A AMS Kepler trabalha há 15 anos no Programa Espacial Brasileiro. Iniciamos em 1998 no Programa CBERS (China Brazil Earth Resources

Leia mais

Distribuição Sem Custos de Imagens de Satélites de Sensoriamento Remoto

Distribuição Sem Custos de Imagens de Satélites de Sensoriamento Remoto Distribuição Sem Custos de Imagens de Satélites de Sensoriamento Remoto Centro de Dados de Sensoriamento Remoto Luís Geraldo lgeraldo@dgi.inpe.br XXIV Congresso Brasileiro de Cartografia Aracaju, 19 de

Leia mais

Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul Pesquisas CBERS - UFRGS 2001: Início do projeto Participantes: - PPG-SR / CEPSRM - Instituto de Geociências Geodésia Geografia Geologia - Faculdade

Leia mais

Satélites e Sensores. Profa. Ligia Flávia Antunes Batista

Satélites e Sensores. Profa. Ligia Flávia Antunes Batista Satélites e Sensores Profa. Ligia Flávia Antunes Batista Referências Slides baseados em: Geomática Aplicada à Gestão de Recursos Hídricos. PROF. ALEXANDRE ROSA DOS SANTOS. UNIVERSIDADE FEDERAL DOS ESPÍRITO

Leia mais

Processamento Digital de Imagens

Processamento Digital de Imagens Cartografia Digital A AMS Kepler possui equipe de engenheiros cartógrafos e especialistas em Tecnologia da Informação que conferem à empresa um perfil único em Cartografia Digital. Com expertise em Sensoriamento

Leia mais

GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR

GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR Ana Laura Reichert CENTENARO 1, Danielli BATISTELLA 1 Gabriela SUZIN 1, Morgana Gabriela RAYMUNDI 1 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná,

Leia mais

SATÉLITES DE OBSERVAÇÃO DA TERRA

SATÉLITES DE OBSERVAÇÃO DA TERRA SATÉLITES DE OBSERVAÇÃO DA TERRA Tecnologias, Aplicações e Perspectivas Futuras Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE Julio C. L. Dalge SNCT Outubro, 2015 INPE: estrutura, missão, objetivos Ciências

Leia mais

IMAGENS DE SATÉLITE PROF. MAURO NORMANDO M. BARROS FILHO

IMAGENS DE SATÉLITE PROF. MAURO NORMANDO M. BARROS FILHO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS HUMANOS UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL IMAGENS DE SATÉLITE PROF. MAURO NORMANDO M. BARROS FILHO Sumário 1. Conceitos básicos

Leia mais

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS Paulo Roberto Martini Sessão Especial sobre Produtos e Política de Distribuição de Imagens do INPE XI Simpósio Brasileiro

Leia mais

1. Identificação da Organização

1. Identificação da Organização Formulário Pessoa Jurídica: Organização / Empresa Este formulário é idêntico ao eletrônico! Se sua opção for pelo preenchimento manual desta pesquisa, sugerimos que imprima este formulário e envie-o para

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA. REQUERIMENTO N. DE 2013 (Do Sr. Antonio Imbassahy)

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA. REQUERIMENTO N. DE 2013 (Do Sr. Antonio Imbassahy) COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA REQUERIMENTO N. DE 2013 (Do Sr. Antonio Imbassahy) Senhor Presidente, Solicita seja convidado o Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação,

Leia mais

TUTORIAL. Imagens CBERS-4 5m: conheça este sensor e aprenda a realizar o download dessas imagens no site do INPE QGIS.

TUTORIAL. Imagens CBERS-4 5m: conheça este sensor e aprenda a realizar o download dessas imagens no site do INPE QGIS. TUTORIAL Imagens CBERS-4 5m: conheça este sensor e aprenda a realizar o download dessas imagens no site do INPE QGIS www.processamentodigital.com.br O Processamento Digital é um Canal de Conteúdo GEO oferecido

Leia mais

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1.

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1. Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1. Paulo Roberto Martin ATUS-Atendimento a Usuários de Imagens Divisão de Sensoriamento Remoto-DSR/OBT III Encontro com

Leia mais

Eng. Luiz Dalbelo Gerente de Vendas Santiago & Cintra www.santiagoecintra.com.br. VANT e Suas Aplicações

Eng. Luiz Dalbelo Gerente de Vendas Santiago & Cintra www.santiagoecintra.com.br. VANT e Suas Aplicações Eng. Luiz Dalbelo Gerente de Vendas Santiago & Cintra www.santiagoecintra.com.br VANT e Suas Aplicações Soluções existentes Cobertura Pequena Baixa Aéreo e LIDAR VANT Alta Satélites Flexibilidade & Atualização

Leia mais

1. Identificação Pessoal

1. Identificação Pessoal Formulário Pessoa Física ou Autônomo / Profissional Liberal Este formulário é idêntico ao eletrônico! Se sua opção for pelo preenchimento manual desta pesquisa, sugerimos que imprima este formulário e

Leia mais

Avaliação da qualidade radiométrica das imagens do satélite CBERS-2B. Érica Josiane Coelho Gouvêa Leila Maria Garcia Fonseca

Avaliação da qualidade radiométrica das imagens do satélite CBERS-2B. Érica Josiane Coelho Gouvêa Leila Maria Garcia Fonseca Avaliação da qualidade radiométrica das imagens do satélite CBERS-2B Érica Josiane Coelho Gouvêa Leila Maria Garcia Fonseca Instituto acional de Pesquisas Espaciais - IPE Caixa Postal 515-12245-970 - São

Leia mais

O resultado é uma série de "fatias" da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma

O resultado é uma série de fatias da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma Sensores e Satélites Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma plataforma estável à distância do objeto

Leia mais

Modelo de Formulário

Modelo de Formulário Formulário Pessoa Jurídica: Organização / Empresa 1. Identificação da Organização CNPJ.. / - Razão Social Nome Fantasia Endereço Número Complemento Bairro Cidade UF CEP País Telefones ou Fax E-mail Página

Leia mais

Uso de Imagens de Satélite e VANT como Ferramenta de Gestão na Cultura da Cana de Açúcar

Uso de Imagens de Satélite e VANT como Ferramenta de Gestão na Cultura da Cana de Açúcar Uso de Imagens de Satélite e VANT como Ferramenta de Gestão na Cultura da Cana de Açúcar Luciano Rosolem Gerente Regional de Vendas luciano.rosolem@geoagri.com.br (65) 9683-9102 Julho de 2015 Necessidade

Leia mais

Estação Terrena de Satélites de Sensoriamento Remoto. 5º EATUS INPE-CP, 23 de junho de 2004

Estação Terrena de Satélites de Sensoriamento Remoto. 5º EATUS INPE-CP, 23 de junho de 2004 Estação Terrena de Satélites de Sensoriamento Remoto 5º EATUS INPE-CP, 23 de junho de 2004 Instrumentos CBERS CCD IRMSS WFI Charge Coupled Device Varredura eletrônica (push-broom) Multiespectral & Pancromático

Leia mais

Posicionamento por Satélite. Tecnologia em Mecanização em Agricultura de Precisão Prof. Esp. Fernando Nicolau Mendonça

Posicionamento por Satélite. Tecnologia em Mecanização em Agricultura de Precisão Prof. Esp. Fernando Nicolau Mendonça Posicionamento por Satélite Tecnologia em Mecanização em Agricultura de Precisão Prof. Esp. Fernando Nicolau Mendonça O Sistema GPS - Características Básicas O sistema GPS é composto por três segmentos:

Leia mais

Imagens de Satélite (características):

Imagens de Satélite (características): Imagens de Satélite (características): São captadas por sensores electro ópticos que registam a radiação electromagnética reflectida e emitida pelos objectos que se encontram à superfície da terra através

Leia mais

MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS

MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS Gilberto Pessanha Ribeiro ¹, ², ³ gilberto@globalgeo.com.br ¹ Globalgeo Geotecnologias www.globalgeo.com.br ² Faculdade

Leia mais

Características. Gráficos em tempo real, incluindo medições, gráfico de barras, parciais de circuito, tempos de volta, e texto.

Características. Gráficos em tempo real, incluindo medições, gráfico de barras, parciais de circuito, tempos de volta, e texto. Vídeo VBOX Pro combina em um só equipamento um aquisitor de dados GPS e multi câmeras de alta qualidade para gravação de vídeo e displays em tempo real. Gravação de Multi Câmeras Combinando até quatro

Leia mais

SENSORIAMENTO REMOTO

SENSORIAMENTO REMOTO SENSORIAMENTO REMOTO O Sensoriamento Remoto pode ser entendido como um conjunto de atividades que permite a obtenção de informações dos objetos que compõem a superfície terrestre sem a necessidade de contato

Leia mais

Análise das técnicas de fusão de imagens aplicadas ao satélite CBERS-2B (CCD-HRC) Claudinei Rodrigues de Aguiar¹ Danielli Batistella¹

Análise das técnicas de fusão de imagens aplicadas ao satélite CBERS-2B (CCD-HRC) Claudinei Rodrigues de Aguiar¹ Danielli Batistella¹ Análise das técnicas de fusão de imagens aplicadas ao satélite CBERS-2B (CCD-HRC) Claudinei Rodrigues de Aguiar¹ Danielli Batistella¹ 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR Via do Conhecimento,

Leia mais

O resultado é uma série de "fatias" da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma

O resultado é uma série de fatias da superfície, que juntas produzem a imagem final. (Exemplo: o radiômetro dos satélites NOAA gira a uma Sensores e Satélites Para que um sensor possa coletar e registrar a energia refletida ou emitida por um objeto ou superfície, ele tem que estar instalado em uma plataforma estável à distância do objeto

Leia mais

Satélites brasileiros de observação da Terra: balanço e perspectivas. José Carlos Neves Epiphanio 1

Satélites brasileiros de observação da Terra: balanço e perspectivas. José Carlos Neves Epiphanio 1 Satélites brasileiros de observação da Terra: balanço e perspectivas José Carlos Neves Epiphanio 1 1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE Caixa Postal 515-12227-010 - São José dos Campos -

Leia mais

Modelo de Formulário

Modelo de Formulário Formulário Pessoa Física ou Autônomo / Profissional Liberal 1. Identificação Pessoal CPF.. -- Nome Completo Sexo Masculino Feminino Data de Nascimento / / Endereço Número Complemento Bairro Cidade UF CEP

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DE IMAGENS CBERS DA BACIA DO SÃO FRANCISCO USANDO MAPAS AUTO-ORGANIZADOS DE KOHONEN E CLASSIFICADORES FUZZY C-MÉDIAS

CLASSIFICAÇÃO DE IMAGENS CBERS DA BACIA DO SÃO FRANCISCO USANDO MAPAS AUTO-ORGANIZADOS DE KOHONEN E CLASSIFICADORES FUZZY C-MÉDIAS CLASSIFICAÇÃO DE IMAGENS CBERS DA BACIA DO SÃO FRANCISCO USANDO MAPAS AUTO-ORGANIZADOS DE KOHONEN E CLASSIFICADORES FUZZY C-MÉDIAS CECÍLIA CORDEIRO DA SILVA 1 WELLINGTON PINHEIRO DOS SANTOS 2 1 Universidade

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DO SATÉLITE SINO-BRASILEIRO DE RECURSOS TERRESTRES

ASPECTOS GERAIS DO SATÉLITE SINO-BRASILEIRO DE RECURSOS TERRESTRES UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA 4ª Semana do Servidor e 5ª Semana Acadêmica 2008 UFU 30 anos ASPECTOS GERAIS DO SATÉLITE SINO-BRASILEIRO DE RECURSOS TERRESTRES 1 Emerson Jhammes Francisco Alves emersonjhammes@yahoo.com.br

Leia mais

Fundo para o Meio Ambiente Mundial

Fundo para o Meio Ambiente Mundial Organização do Tratado de Co Amazônica Fundo para o Meio Ambiente Mundial Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente Universidade Federal do Pará Grupo de Estudos Marinhos e Costeiros PROJETO GESTÃO

Leia mais

Aqui u sição ã d e e ima m g a en e s n de sat a él é ite Suely Franco S. Lima

Aqui u sição ã d e e ima m g a en e s n de sat a él é ite Suely Franco S. Lima Aquisição de imagens de satélite Suely Franco S. Lima http://www.dsr.inpe.br/vcsr http://www.dsr.inpe.br/vcsr/ /apresentacoes.html apresentacoes.html Formatos JPEG e TIF Dois formatos mais comuns: JPEG

Leia mais

Sensoriamento Remoto I. José Antonio Pacheco de Almeida Paulo José de Oliveira

Sensoriamento Remoto I. José Antonio Pacheco de Almeida Paulo José de Oliveira José Antonio Pacheco de Almeida Paulo José de Oliveira São Cristóvão/SE 2010 Elaboração de Conteúdo José Antonio Pacheco de Almeida Paulo José de Oliveira Projeto Gráfico e Capa Hermeson Alves de Menezes

Leia mais

4º Encontro dos Atus PROJETO MSS. SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS SENSOR MSS MULTIPECTRALSCANNER SATÉLITES LANDSAT 1,2 e 3 ( 1973-1987).

4º Encontro dos Atus PROJETO MSS. SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS SENSOR MSS MULTIPECTRALSCANNER SATÉLITES LANDSAT 1,2 e 3 ( 1973-1987). PROJETO MSS SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS SENSOR MSS MULTIPECTRALSCANNER SATÉLITES LANDSAT 1,2 e 3 ( 1973-1987). Eng. André Ottoboni Dias ottoboni@dgi.inpe.br OBJETIVO DO PROJETO MSS FASE INCIAL : TRANSCRIÇÃO

Leia mais

Comunicações móveis por Satélite. slide 1

Comunicações móveis por Satélite. slide 1 Comunicações móveis por Satélite slide 1 Satélite de Comunicações São satélites colocados em órbita da terra com a missão de transportarem repetidores de sinais de telecomunicações. Os satélites podem

Leia mais

Opções de Imageamento para a área do Reservatório da UHE Santo Antônio, Cidade de Porto Velho e trecho a jusante até Humaitá

Opções de Imageamento para a área do Reservatório da UHE Santo Antônio, Cidade de Porto Velho e trecho a jusante até Humaitá Avaliacao_Imageamento_SAE_Ano-Hidro-2010-2011 Relatório simplificado Opções de Imageamento para a área do Reservatório da UHE Santo Antônio, Cidade de Porto Velho e trecho a jusante até Humaitá Cliente:

Leia mais

Análise de Imagens CBERS da Bacia do Rio São Francisco utilizando Mapas Auto-Organizados de Kohonen e Classificadores K-Médias e Fuzzy C-Médias

Análise de Imagens CBERS da Bacia do Rio São Francisco utilizando Mapas Auto-Organizados de Kohonen e Classificadores K-Médias e Fuzzy C-Médias Análise de Imagens CBERS da Bacia do Rio São Francisco utilizando Mapas Auto-Organizados de Kohonen e Classificadores K-Médias e Fuzzy C-Médias Cecília Cordeiro da Silva 1 Wellington Pinheiro dos Santos

Leia mais

Rastreio e controle de satélites do INPE

Rastreio e controle de satélites do INPE CAPÍTULO 6 Rastreio e controle de satélites do INPE Valcir Orlando e Hélio Koiti Kuga Neste capítulo serão focalizadas as atividades de rastreio e controle de satélites do INPE. Serão apresentadas ainda

Leia mais

Introdução ao Sensoriamento Remoto

Introdução ao Sensoriamento Remoto Introdução ao Sensoriamento Remoto Cachoeira Paulista, 24 a 28 novembro de 2008 Bernardo Rudorff Pesquisador da Divisão de Sensoriamento Remoto Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE Sensoriamento

Leia mais

Projeto CARPONIS-1 O primeiro sistema espacial de sensoriamento remoto óptico de ALTA RESOLUÇÃO BRASILEIRO

Projeto CARPONIS-1 O primeiro sistema espacial de sensoriamento remoto óptico de ALTA RESOLUÇÃO BRASILEIRO Projeto CARPONIS-1 O primeiro sistema espacial de sensoriamento remoto óptico de ALTA RESOLUÇÃO BRASILEIRO 1T BRUNO MATTOS GERENTE ADJUNTO DO PROJETO CARPONIS-1 (CCISE) Escopo da Apresentação vpanorama

Leia mais

Sensoriamento Remoto aplicado ao Monitoramento Ambiental

Sensoriamento Remoto aplicado ao Monitoramento Ambiental Disciplina: Monitoramento e Controle Ambiental Prof.: Oscar Luiz Monteiro de Farias Sensoriamento Remoto aplicado ao Monitoramento Ambiental Andrei Olak Alves 2 espectro visível ultravioleta Sol infravermelho

Leia mais

CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR -

CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR - CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR - MIGUEL ZANIC CUELLAR miguel@dgi.inpe.br OBJETIVOS INTERNOS EXTERNOS OBJETIVOS INTERNOS Garantir a segurança no armazenamento dos dados de Sem. Rem. e seu

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Audiência Pública Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais 53 anos de atividades ligadas ao Espaço Brasília, 18

Leia mais

Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Ministério da Ciência e Tecnologia

Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Ministério da Ciência e Tecnologia Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Ministério da Ciência e Tecnologia O INPE e a Amazônia PRODES - Monitoramento do desmatamento em formações florestais

Leia mais

XVII SBSR. The CBERS program. João Vianei Soares CBERS Applications Coordinator

XVII SBSR. The CBERS program. João Vianei Soares CBERS Applications Coordinator XVII SBSR The CBERS program João Vianei Soares CBERS Applications Coordinator Space Week 2015 Rome - Italy October 21-23 2015 CBERS Program The China Brazil Cooperation Program Joint development of Remote

Leia mais

Termovisor FLIR E6. Foco Fixo Microbolômetro não refrigerado Tela LCD colorido 3.0 pol. 320 240 Frequência da Imagem

Termovisor FLIR E6. Foco Fixo Microbolômetro não refrigerado Tela LCD colorido 3.0 pol. 320 240 Frequência da Imagem Termovisor FLIR E6 Especificações Termovisores FLIR Série ExGeração de Imagem e Dados Ópticos Resolução térmica 160 120 Resolução MSX 320 240 Sensibilidade Térmica

Leia mais

SISTEMA DE RASTREIO ÓPTICO

SISTEMA DE RASTREIO ÓPTICO SISTEMA DE RASTREIO ÓPTICO 1 SISTEMA DE RASTREIO ÓPTICO VISÃO GERAL O Sistema de Rastreio Óptico, ou simplesmente SISROT, foi desenvolvido com o objetivo de rastrear foguetes nos primeiros instantes de

Leia mais

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas IW10 Rev.: 02 Especificações Técnicas Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. COMPOSIÇÃO DO IW10... 2 2.1 Placa Principal... 2 2.2 Módulos de Sensores... 5 3. APLICAÇÕES... 6 3.1 Monitoramento Local... 7 3.2 Monitoramento

Leia mais

Sistema de Processamento de Imagens CBERS. III EUsISSeR. 22 a 24 de outubro de 2003

Sistema de Processamento de Imagens CBERS. III EUsISSeR. 22 a 24 de outubro de 2003 Sistema de Processamento de Imagens CBERS III EUsISSeR 22 a 24 de outubro de 2003 Paulo Eduardo Neves neves@gisplan.com.br GISPLAN Tecnologia da Geoinformação www.gisplan.com.br Histórico Histórico 1973

Leia mais

ESTIMATIVA DE NDVI UTILIZANDO IMAGENS DOS SATÉLITES CBERS-2B_CCD, CBERS-2B_WFI E METEOSAT-9_SEVIRI 4

ESTIMATIVA DE NDVI UTILIZANDO IMAGENS DOS SATÉLITES CBERS-2B_CCD, CBERS-2B_WFI E METEOSAT-9_SEVIRI 4 ESTIMATIVA DE NDVI UTILIZANDO IMAGENS DOS SATÉLITES CBERS-2B_CCD, CBERS-2B_WFI E METEOSAT-9_SEVIRI 4 ELIZABETH FERREIRA 1, ANTONIO A. A. DANTAS 2, HUMBERTO A. BARBOSA 3 1 Engenheira Agrícola, Professora

Leia mais

Os desafios do planejamento estratégico do INPE. Gilberto Câmara

Os desafios do planejamento estratégico do INPE. Gilberto Câmara Os desafios do planejamento estratégico do INPE Gilberto Câmara Resumo da visão geral do PE no INPE Provocar uma reflexão sobre a missão do INPE Tornar a instituição consciente de suas missões Obter legitimidade

Leia mais

O PROJETO CBERS. CAP 378 Tópicos em Observação da Terra Professores: Dr. Antônio M. V. Monteiro Dra. Leila M. G. Fonseca

O PROJETO CBERS. CAP 378 Tópicos em Observação da Terra Professores: Dr. Antônio M. V. Monteiro Dra. Leila M. G. Fonseca O PROJETO CBERS CAP 378 Tópicos em Observação da Terra Professores: Dr. Antônio M. V. Monteiro Dra. Leila M. G. Fonseca Murilo Dantas Rogério Galante Sóstenes Gomes 26 de Abril de 2010 Roteiro Histórico

Leia mais

DECRETO Nº 6.560, DE 8 DE SETEMBRO DE

DECRETO Nº 6.560, DE 8 DE SETEMBRO DE DECRETO Nº 6.560, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008: Promulga o Protocolo Complementar ao Acordo Quadro entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República Popular da China sobre Cooperação

Leia mais

ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO

ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO QUESTÃO 01 - Sobre as características gerais dos movimentos terrestres, julgue os itens: a) É incorreto dizer que o Sol nasce a leste e se põe a oeste,

Leia mais

CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR -

CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR - CENTRO DE DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO - CDSR - MIGUEL ZANIC CUELLAR miguel@dgi.inpe.br OBJETIVOS INTERNOS EXTERNOS OBJETIVOS INTERNOS Garantir a segurança no armazenamento dos dados de Sem. Rem. e seu

Leia mais

Sincronização de Relógios

Sincronização de Relógios Sistemas de Tempo Real: Sincronização de Relógios Rômulo Silva de Oliveira Departamento de Automação e Sistemas DAS UFSC romulo@das.ufsc.br http://www.das.ufsc.br/~romulo 1 Sincronização de Relógios Motivação

Leia mais

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS. Thales Sehn Körting

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS. Thales Sehn Körting PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS Thales Sehn Körting 2 Por que processar as imagens? Objetivo Identificar e extrair informações da imagem Transformar a imagem (aumentar o contraste, realçar bordas) de

Leia mais

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 1. Título do Curso Básico de SEO e Google Adwords 2. Objetivo Compreender as técnicas para otimização de resultados na busca

Leia mais

Sistemas Sensores. Introdução

Sistemas Sensores. Introdução Sistemas Sensores 5ª Aulas Introdução O sol foi citado como sendo uma fonte de energia ou radiação. O sol é uma fonte muito consistente de energia para o sensoriamento remoto (REM). REM interage com os

Leia mais

Sistemas de Comunicações por Satélites

Sistemas de Comunicações por Satélites Sistemas de Comunicações por Satélites INATEL - Instituto Nacional de Telecomunicações Carlos Nazareth Motta Marins. Capítulo 1 Introdução Conceitos Básicos 1 Importância 40 anos de evolução tecnológica

Leia mais

www.educandusweb.com.br

www.educandusweb.com.br Sistema Terra-Lua-Sol Índice 1. Introdução... 3 2. Simulador... 3 2.1 Painel Principal... 3 O que ocorreu com dimensões e distâncias dos corpos estudados?... 5 2.2 Visualização - Wireframe/Texturizada...

Leia mais

Edital de Subvenção Econômica à Inovação ToT - SGDC

Edital de Subvenção Econômica à Inovação ToT - SGDC Empresa dos grupos Embraer e Telebras Edital de Subvenção Econômica à Inovação ToT - SGDC 06/10/2015 Embraer e Telebras se unem em programa de satélite brasileiro - São Paulo SP, 29 de maio de 2012 Missão

Leia mais

Satélites e Sensores. Bruno Silva Oliveira

Satélites e Sensores. Bruno Silva Oliveira Satélites e Sensores Bruno Silva Oliveira São José dos Campos - SP Julho/2017 Órbita Polar Cíclica, heliossíncrona Órbita Geoestacionária Órbita Geoestacionária Quantos satélites orbitam a Terra? Satélites

Leia mais

Satélites e Sensores. Bruno Silva Oliveira

Satélites e Sensores. Bruno Silva Oliveira Satélites e Sensores Bruno Silva Oliveira São José dos Campos - SP Julho/2016 Órbita Polar Cíclica, heliossíncrona Órbita Geoestacionária Órbita Geoestacionária Quantos satélites orbitam a Terra? Satélites

Leia mais

Clique para editar os estilos do texto mestre

Clique para editar os estilos do texto mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Realização Segundo nível Terceiro nível Quarto nível» Quinto nível Organização Brasileira para o Desenvolvimento da Certificação Aeronáutica Apoio Patrocínio

Leia mais

1. Introdução às Comunicações e às Redes de Computadores Generalidades, noções e classificações de redes. Secção de Redes de Comunicação de Dados

1. Introdução às Comunicações e às Redes de Computadores Generalidades, noções e classificações de redes. Secção de Redes de Comunicação de Dados 1. Introdução às Comunicações e às Redes de Computadores Generalidades, noções e classificações de redes Redes de Comunicações/Computadores I Secção de Redes de Comunicação de Dados Necessidades de comunicação

Leia mais

Série DS-2AE4023. Câmera Analógica Mini Dome PTZ série E

Série DS-2AE4023. Câmera Analógica Mini Dome PTZ série E Série DS-2AE4023 Câmera Analógica Mini Dome PTZ série E Principais Características Funções do sistema: CCD de alto desempenho D Precisão de Preset de ±0.1 Protocolo de comunicação HIKVISION e Pelco-P/D,

Leia mais

CBERS-3/4: características e potencialidades

CBERS-3/4: características e potencialidades Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011, INPE p.9009 CBERS-3/4: características e potencialidades José Carlos Neves Epiphanio

Leia mais

SD21 Manual de Consulta Rápida VÍDEO:

SD21 Manual de Consulta Rápida VÍDEO: SD21 Manual de Consulta Rápida Vídeo Fotografia Configurações Gerais VÍDEO: Exe No modo vídeo é possível escolher entre gravar vídeo ou apenas gravar áudio, audio only. O arquivo de vídeo tem a extensão.mov

Leia mais

MAPEAMENTO COSTEIRO. DINÂMICA COSTEIRA E MONITORAMENTO GEODÉSICO DA LINHA DE COSTA.

MAPEAMENTO COSTEIRO. DINÂMICA COSTEIRA E MONITORAMENTO GEODÉSICO DA LINHA DE COSTA. MAPEAMENTO COSTEIRO. DINÂMICA COSTEIRA E MONITORAMENTO Prof. Gilberto Pessanha Ribeiro gilberto.pessanha@gmail.com Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP Instituto do Mar Campus Baixada Santista www.mapasdigitais.uerj.br

Leia mais

044.ASR.SRE.16 - Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto

044.ASR.SRE.16 - Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto Texto: INTRODUÇÃO AO SENSORIAMENTO REMOTO Autor: CARLOS ALBERTO STEFFEN Instituto Nacional de pesquisas Espaciais Divisão de Sensoriamento Remoto steffen@ltid.inpe.br RADIAÇÃO SOLAR O Sol é a principal

Leia mais

Letícia Oliveira Freitas Avaliação da Utilização de Imagens CBERS em Estudos de Uso e Cobertura do Solo

Letícia Oliveira Freitas Avaliação da Utilização de Imagens CBERS em Estudos de Uso e Cobertura do Solo Letícia Oliveira Freitas Avaliação da Utilização de Imagens CBERS em Estudos de Uso e Cobertura do Solo XII Curso de Especialização em Geoprocessamento 2010 UFMG Instituto de Geociências Departamento de

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 Modalidade: Web Conferência

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 Modalidade: Web Conferência REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 Modalidade: Web Conferência 1. Título do Curso Vendas de seguro de pessoas 2. Objetivo Capacitar o aluno a identificar e aplicar

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Satélites Satélite é o elemento comum de interligação das estações terrenas, atuando como estação repetidora. Devido a sua altitude,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Eriko Carlo Maia Porto UNESA Universidade Estácio de Sá eriko_porto@uol.com.br Última revisão Julho/2003 REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO EVOLUÇÃO DOS SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO Década de 50 introdução dos

Leia mais

IMESTSIO DA (7834 E TECNOtOGIA Ch A INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS

IMESTSIO DA (7834 E TECNOtOGIA Ch A INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS IMESTSIO DA (7834 E TECNOtOGIA Ch A INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS Coordenadoria de Ensino, Documentação e Programas Especiais Atividade de Treinamento

Leia mais

MOTO LINK VÍDEO MONITORAMENTO DIGITAL. Divisão Relm Monitoramento. Divisão Relm Monitoramento

MOTO LINK VÍDEO MONITORAMENTO DIGITAL. Divisão Relm Monitoramento. Divisão Relm Monitoramento MOTO LINK VÍDEO MONITORAMENTO DIGITAL 3G NOV/2014 MULTI-APLICAÇÕES OPERADORA CDMA/EDGE/GPRS/3G INTERNET CENTRAL DE MONITORAMENTO Evento / Foto ilustrativa Evento / Foto ilustrativa Software de Reprodução

Leia mais

VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40

VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40 VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40 O constante desenvolvimento de sistemas aerotransportados para captação de imagens finalmente trouxe ao mercado os modernos sensores para captação de imagens

Leia mais

Andrei Olak Alves. Descrição de três tipos de sistemas ambientais

Andrei Olak Alves. Descrição de três tipos de sistemas ambientais Universidade do Estado do Rio de Janeiro Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente Doutorado Multidisciplinar Andrei Olak Alves Descrição de três tipos de sistemas ambientais Linha de Pesquisa: Construção

Leia mais

Fotografia aérea e foto-interpretação

Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografias aéreas e foto-interpretação são elementos e técnicas de trabalho fundamentais para um conhecimento aprofundado do território e para a elaboração ou actualização

Leia mais

Palestra: PROGRAMA CBERS: INFRA-ESTRUTURA DE DADOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS

Palestra: PROGRAMA CBERS: INFRA-ESTRUTURA DE DADOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS Palestra: PROGRAMA CBERS: INFRA-ESTRUTURA DE DADOS E BENEFÍCIOS SOCIAIS (Sala Ruben Gueiros, N 7 - dia 21/AGO, 11:00 12:00 h) Coordenador Isabel de Fátima Teixeira Silva - IBGE/DGC/CONCAR-SE Palestrante

Leia mais

AS MISSÕES MODERNAS. Denizar Blitzkow EPUSP PTR. Laboratório de Topografia e Geodésia - LTG IV CONFEGE - IBGE Rio de Janeiro - 21 de agosto de 2006

AS MISSÕES MODERNAS. Denizar Blitzkow EPUSP PTR. Laboratório de Topografia e Geodésia - LTG IV CONFEGE - IBGE Rio de Janeiro - 21 de agosto de 2006 AS MISSÕES MODERNAS Denizar Blitzkow EPUSP PTR Laboratório de Topografia e Geodésia - LTG IV CONFEGE - IBGE Rio de Janeiro - 21 de agosto de 2006 Era Espacial Foi responsável por inúmeras mudanças na geodésia

Leia mais

Relatório Técnico n. 01/2010

Relatório Técnico n. 01/2010 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL CENTRO GESTOR E OPERACIONAL DO SISTEMA DE PROTEÇÃO DA AMAZÔNIA DIRETORIA DE PRODUTOS Relatório Técnico n. 01/2010 1. Introdução 1.1. Em cumprimento ao Termo de Cooperação

Leia mais

HYDRUS MEDIDOR ULTRASSÔNICO

HYDRUS MEDIDOR ULTRASSÔNICO HYDRUS APLICAÇÃO Medidor de água ultrassônico estático para medição e registro precisos em todas as aplicações de fornecimento de água. CARACTERÍSTICAS 4 Comunicação de dados reais, telegrama de medição

Leia mais